Você está na página 1de 32

O Papel do Enfermeiro

Geral

Módulo 2 – Ciências Humanas

Curso de Enfermagem Geral


Competência

Após a discussão desse tema os alunos


deverão ser capazes de:

 Reconhecer os diferentes papéis do


Enfermeiro Geral (assistência, gestão e
ensino) e a importância destes para o
cuidado do Utente.

2 Curso de Enfermagem Geral


Definição

O Enfermeiro Geral é um profissional da saúde


com formação de nível médio, a executar
acçoes de promoção, prevenção e recuperação
da saúde dos utentes das Unidades Sanitárias
do Sistema Nacional de Saúde, através da
implementação, coordenação, monitorização e
avaliação dos cuidados de enfermagem.

3 Curso de Enfermagem Geral


Definição

O enfermeiro é um profissional preparado


para actuar nas áreas assistenciais, de
gestão e de formação.

Etimológicamente é aquele que cuida dos


enfermos numa enfermaria, num hospital
ou numa ambulância.

4 Curso de Enfermagem Geral


N

TRABALHO DE GRUPO
PERFIL PROFISSIONAL

5 Curso de Enfermagem Geral


Estudo sobre a Carreira de Enfermagem

 Entre Outubro – Dezembro 2008 foi realizado


um estudo sobre as seguintes carreiras:
enfermagem geral, enfermagem de SMI,
Agentes e Técnicos de Medicina;

 Participaram no estudo 1295 trabalhadores de


saúde dessas carreiras. Estes foram
seleccionados por província, carreira e nível,
tipo de unidade sanitária, e tipo de serviço.

6 Curso de Enfermagem Geral


Estudo sobre a Carreira de Enfermagem

O objectivo do estudo era:

 Examinar estas carreiras;


 Examinar a correspondência entre o perfil de
prática definido e o actual;
 Identificar a sobreposição de tarefas entre as
carreiras e/ou os seus respectivos níveis.

7 Curso de Enfermagem Geral


Estudo sobre a Carreira de Enfermagem

Resultado:
 Há, em geral, uma correspondência razoável entre
os Perfís de Prática definidos e reais;
 Alguns quadros estão realizando tarefas dos seus
perfís com menos frequência do que o esperado;
 Existem alguns casos em que os quadros estão
executando tarefas fora do seu perfil com mais
frequência do que o esperado;
 As sobreposições de tarefas frequentes entre as
carreiras são pequenas;
 As sobreposições de tarefas frequentes entre os
níveis da mesma carreira são amplos.
8 Curso de Enfermagem Geral
Estudo sobre a Carreira de Enfermagem

Recomendações:
 As acções devem ser tomadas de forma sistêmica;
 Manter a segmentação entre as carreiras de base;
 Expandir a produção de Enfermeiras de SMI e de
Agentes de Medicina Geral e controlar as suas
colocações de trabalho;
 Explorar a possibilidade de aumentar algumas
competências para o Enfermeiro Geral, em
Emergência e Cuidados de Clínica Geral;
 Reforçar o formação em áreas chaves como HIV e
Cuidados Obstétricos.
9 Curso de Enfermagem Geral
Estudo sobre a Carreira de Enfermagem

Recomendações:

 Integrar os dois níveis das carreiras de


Enfermagem e de Enfermagem de SMI em
uma única carreira de Enfermagem Geral
e de Enfermagem de SMI de Nível Médio.

10 Curso de Enfermagem Geral


N

TRABALHO DE GRUPO
ÁREAS DE ACTUAÇÃO DO
ENFERMEIRO GERAL

11 Curso de Enfermagem Geral


Áreas de Actuação

 Assistência;

 Gestão;

 Ensino.

12 Curso de Enfermagem Geral


Áreas de Actuação
Domínios de Concentração
das Competências
 Avaliação, Diagnóstico e Planificação dos
Cuidados de Enfermagem;
 Promoção de Saúde, Prevenção das Doenças, e
Redução dos Danos;
 Implementação, Monitorização e Avaliação dos
Cuidados de Enfermagem;
 Atenção Básica de Saúde;
 Gestão dos Serviços de Saúde;
 Ensino em Enfermagem.
13 Curso de Enfermagem Geral
Avaliação, Diagnóstico e Planificação dos
Cuidados de Enfermagem

 Estabelece uma relação de respeito e empatia


com os utentes, e cria um ambiente de
confiança para a avaliação e levantamento de
dados em enfermagem;
 Realiza uma investigação abrangente e
enfocada de saúde que inclui a história e o
exame físico completo; considerando os
aspectos psico-sociais, emocionais, étnicos,
culturais e espirituais do utente;
 Utiliza e adapta os instrumentos e técnicas de
avaliação baseado nas necessidades do
utente.
14 Curso de Enfermagem Geral
Avaliação, Diagnóstico e Planificação dos
Cuidados de Enfermagem

 Sintetiza as informações obtidas e utiliza o


pensamento crítico e as suas habilidades de
raciocínio em enfermagem para:
 Realizar o diagnóstico de enfermagem e estabelecer as
necessidades do utente;
 Elaborar o plano de cuidados de enfermagem;
 Prescrever os cuidados de enfermagem, considerando
a participação activa do utente e sua condição sócio-
económica e cultural;
 Comunica ao utente sobre os achados de saúde, de
forma eficaz, a torná-lo membro activo no
atendimento de suas necessidades.
15 Curso de Enfermagem Geral
Promoção de Saúde, Prevenção das Doenças e
Redução de danos, e Reabilitação.
 Estabelece uma relação de respeito e empatia com os
utentes, e cria um ambiente de confiança para a promoção
da saúde, prevenção das doenças e redução de danos e
reabilitação;
 Colabora com os utentes na identificação e avaliação dos
factores e implicações que afectam a sua saúde e
consequentemente das suas famílias;
 Trabalha com outros técnicos da equipa para compilar a
informação qualitativa e quantitativa sobre os factores e
causas determinantes de saúde pré e intra-hospitalar;
 Promove e cria um ambiente que facilita a aprendizagem
dos utentes e maximiza a sua participação e controlo dos
seus próprios cuidados de saúde.
16 Curso de Enfermagem Geral
Promoção de Saúde, Prevenção das Doenças e
Redução de danos, e Reabilitação.
 Identifica e reconhece os determinantes da saúde que
afectam a saúde dos utentes e realiza as intervenções
de protecção de saúde promovendo ambientes intra-
hospitalares seguros.
 Considera a cultura como um factor crucial que influi
nas experiências de saúde/doença e na utilização dos
serviços de saúde pelo utentes, e adapta a prática às
necessidades de uma população étnica e
culturalmente diversa, dentro dos limites das normas
estabelecidas de atendimento intra-hospitalar.
 Aplica os princípios e técnicas de comunicação
interpessoal, bem como as normas de cortesia para
assegurar um processo de comunicação efectivo e um
atendimento humanizado.
17 Curso de Enfermagem Geral
Promoção de Saúde, Prevenção das Doenças e
Redução de danos, e Reabilitação.

 Identifica os factores de risco à saúde do


utente;
 Oferece orientação para saúde ao utente e/ou
familiares;
 Assegura que os princípios de bio-segurança
sejam aplicados para garantir a higiene,
limpeza e organização do ambiente;
 Aplica os princípios e técnicas de prevenção e
controlo de infecções para garantir a utilização
segura de materiais e equipamentos.

18 Curso de Enfermagem Geral


Implementação, Monitorização e Avaliação
dos Cuidados de Enfermagem
 Colabora com o utente e, onde aplicável, com a sua família e
outros membros da equipe de saúde para a obtenção de um
adequado apoio nos cuidados gerais e recuperação do
utente;
 Aplica os princípios éticos na prestação dos cuidados de
enfermagem e assegura o respeito aos direitos e
cumprimento dos deveres dos utentes e trabalhadores de
saúde a fim de garantir um tratamento humanizado e de
qualidade;
 Aplica o conhecimento da farmacologia na administração e
controlo dos medicamentos prescritos para:
 Educar e orientar os utentes no uso dos medicamentos
recomendados;
 Identificar as reacções adversas aos medicamentos e executar
atempadamente as medidas para tratar o efeito.
19 Curso de Enfermagem Geral
Papel e Responsabilidade Profissional

 Entende e aceita as responsabilidades do enfermeiro


geral, praticando as suas actividades profissionais
conforme as normas e regulamentos existentes para a
sua área:
 Define as suas áreas específicas de prática e fornece os
serviços de saúde dentro do alcance da práctica de
enfermagem;
 Entende e incorpora actividades profissionais adicionais em
casos excepcionais dependendo do estado crítico do utente
e das condições existentes na Unidade Sanitária quanto a
ausência ou falta de técnicos de maior qualificação
profissional;
 Comunica ao médico situações de anormalidades, urgência
e emergência dos utentes hospitalizados ou transfere o
utente para uma Unidade Sanitária de maior nível técnico.
30 Curso de Enfermagem Geral
Papel e Responsabilidade Profissional

 Projecta e/ou participa em actividades de pesquisa em


saúde;
 Desenvolve o papel de formador modelo, tutor de
estudantes e de profissionais de serviço de saúde;
 Demonstra habilidades de comunicação interpessoal
eficaz, a negociação e a resolução de conflito, assim
como as habilidades de colaboração e trabalho em
equipa na prática;
 Promove e implementa os padrões de desempenho
técnico profissional, normas e guias estabelecidas
pelo MISAU e relacionadas com a boa prática de
enfermagem e da prestação de serviços de saúde.
31 Curso de Enfermagem Geral
N

LEITURA INDIVIDUAL DA LISTA DE


COMPETÊNCIAS E DISCUSSÃO
PLENÁRIA

32 Curso de Enfermagem Geral