Você está na página 1de 1

E.E.

PROF JOOAQUIM
Disciplina TECNOLOGIA ADOLFO ARAUJO
Professor(a) VERÔNICA

Comanda da Atividade: Todos os trabalhos deverão conter capa com tema e dados do aluno,
Roteiros de estudo para casa
introdução, pesquisa, figuras, conclusão e bibliografia.
Motivo: Suspensão das aulas - Medidas preventivas COVID-19
Considerando a suspensão das aulas por tempo indeterminado de acordo com a Resolução SEDUC-
28 de 19/03/2020, atrelada ao Decreto 64.864/2020 de 16/03/2020 do Governo do Estado de São
Paulo para as escolas da rede estadual. A E.E. Prof. Joaquim Adolfo Araujo , disponibiliza as famílias
conforme Art 2º III,IV,V,VIII da Deliberação CEE 177/2020 as atividades elaboradas de acordo com o
Documento Orientador COPED 17/03/2020 a serem realizadas pelos alunos, em casa, enquanto as
aulas estiverem suspensas, e apresentadas/entregues em seu retorno.
SÉRIES/ANO 3º TURMAS: A,B,C,D e E
Disciplina PORTUGUÊS Professor(a) ELBA MAURILO
Comanda da Atividade: Todos os trabalhos deverão conter capa com tema e dados do aluno,
introdução, pesquisa, figuras, conclusão e bibliografia.

ATIVIDADE 1

Literatura: versos cantados


1 -De acordo com a História, a Idade Média se posiciona entre os séculos V e XV. Foi nesse período
que o Trovadorismo (movimento literário) se desenvolveu. Nesse contexto, é comum nos depararmos
com termos como: música, instrumentos musicais (viola, lira, flauta e harpa), vassalagem, cavalaria,
feudalismo, subjetividade, cristianismo, cancioneiros. Além desses termos, a literatura trovadoresca
nos apresenta as cantigas, que se classificam em: cantigas de amor, de amigo, de escárnio e de
maldizer. Vamos analisar uma delas:
Ai dona fea, fostes-vos queixar
“Joan Garcia de Guilhade”
Ai dona fea, fostes-vos queixar que vos
louv’en[o] meu cantar; mais ora
quero fazer um cantar em que vos
loarei todavia; e vedes como vos quero
loar: dona fea, velha e sandia!

Dona fea, se Deus mi perdom, pois


havedes [a]tam gram coraçom que
vos eu loe, em esta razom vos quero
já loar todavia; e vedes qual será a
loaçom: dona fea, velha e
sandia!

Dona fea, nunca vos eu loei em meu


trobar, pero muito trobei; mais ora
já um bom cantar farei em que vos
loarei todavia; e direi-vos como vos
loarei: dona fea, velha e sandia!

a) Comente a respeito da linguagem que constitui o poema.


b) Marque, no próprio texto, as palavras que rimam entre si.
c) Com base nas rimas, é possível verificar a musicalidade presente no poema. O que isso tem,
portanto, a ver com cantiga? O que é uma cantiga?
d) Você diria que essa cantiga é de escárnio ou de maldizer? Por quê? (Se necessário, faça uma
pesquisa para diferenciá-las)