Você está na página 1de 12

Função Modular

Módulo ou Valor Absoluto


Definição: Sendo x ∈ℝ, define-se módulo ou valor absoluto de x que se indica por |x|, através da relação:

|x|=x, se x≥0 ou
|x|=-x se x<0.
Isto significa que:
1) O módulo de um número real não negativo é igual ao próprio número.
2) O módulo de um número real negativo é igual ao oposto desse número.
Exemplos
|4|= |-5|= |-243|= |76|=

Função Modular
Definição: Denomina-se função modular à função f(x)=|x| definida por:

f(x)= x, se x≥0 , para todo x real.


-x, se x<0

Pela própria definição de módulo, percebemos que a imagem da função modular é o conjunto dos números
reais . Geometricamente, isso significa que os pontos do gráfico de f(x)=|x| no plano
cartesiano estão na origem ou do eixo x.
Exemplo 1: Construir o gráfico da função f(x)=|x|

Exemplo 2: Construir o gráfico da função f(x)=|x-3|

Exemplo 3: Construa o gráfico da função f(x)=|x|+|x+1|, dando seu domínio e sua imagem.
Exemplo 4: Esboçar o gráfico da função f(x)=|x²+4|

Exemplo 5: O volume de água em um tanque varia com um tempo de acordo com a equação
V= 10-|4-2t|-|2t-6|, t∈ℝ. Nela, V é o volume é medido em m³ após t horas, contadas a partir de 8 h da manhã.
Determine o horário final e inicial da manhã em que o volume permanece constante.

Equação Modular
Lembremos da propriedade do módulo dos números reais, para k>0 |x|=k→ x=k ou x=-k, e utilizando essa
propriedade, vamos resolver algumas equações modulares.
Exemplo1: Resolver |2x-1|=3

Exemplo 2: Resolver |2x-1|=|2x-3|

Exemplo 3: Resolver |x+1|=3x+2

Exemplo 4: Resolver a equação |x|²+2|x|-15=0

Exercícios
1) Resolver as equações:
a) |x+2|=3 b) |2x-3|=-1 c) |x²-3x-1|=3
d) |3x+2|=|x-1| e) |x²+x-5|=|4x-1| f) |x²+2x-2|=|x²-x-1|
g) |x-2|=2x+1 f) |2x²+15x-3|=x²+2x-3
2) (UFAL) Determine, no universo ℝ, o conjunto solução da equação |x²-5/4x+5/8|=1/4
Inequações
Inequações de 1º Grau
Definição: Denomina-se inequação do 1º grau na variável x toda desigualdade que pode ser reduzida a
uma das formas:

ax+b≥0; ax+b>0; ax+b≤0; ax+b<0 (com a, b ∈ℝ e a≠0).

Propriedades das desigualdades

 Princípio Aditivo: Quando adicionamos um mesmo número aos dois membros de uma
desigualdade, obtemos uma nova desigualdade de mesmo sentido que a primeira.
 Princípio Multiplicativo: Quando multiplicamos (ou dividimos) os dois membros de uma
desigualdade por um mesmo número positivo, obtemos uma nova desigualdade de mesmo sentido
que a primeira.
Quando multiplicamos (ou dividimos) os dois membros de uma desigualdade por um mesmo número
negativo, obtemos uma nova desigualdade com sentido invertido.

Exemplo 1: Resolver a inequação 4x-1+2(1-3x)≤0

Exemplo 2: Um provedor de internet oferece dois planos para seus assinantes:


Plano A- Assinatura mensal de R$ 8,00 mais R$0,03 para cada minuto de conexão durante o mês.
Plano B- Assinatura mensal de R$ 10,00 mais R$0,02 para cada minuto de conexão durante o mês.
Acima de quantos minutos de conexão por mês é mais econômico optar pelo plano B?

𝑥−3 4(1−𝑥) 𝑥 2−𝑥


Exemplo 3: Determinar o conjunto-solução da inequação: 3
+ 2
>4+ 6

Exercícios
1) UFSC) A soma dos dígitos so número inteiro m tal que 5m+24>5500 e -8/5m+700>42-m é:?
2) (UFRJ) Um motorista de táxi cobra, em cada corrida, o valor fixo de R$3,20 mais R$0,80 por km
rodado.
a) Indicando por x o numero de km rodados e por P o preço a pagar pela corrida, escreva a
expressão q relaciona P com x.

b)Determine o número máximo de km rodados para q, em uma corrida, o preço a ser pago não
ultrapsse R$120,00
3) (Unesp) Uma pessoa obesa, pesando num certo momento 156kg, recolhe-se a um SPA onde se
anunciam perdas de peso de até 2,5kg por semana. Suponhamos que isso realmente ocorra.
Nessas condições:
a) Encontre uma fórmula que expresse o peso mínimo P, que essa pessoa poderá atingir após n
semanas.
b) Calcule o número mínimo de semanas completas que a pessoa deverá permanecer no SPA
para sair de lá com menos de 120 kg de peso
4) (FGV – SP) (A figura fornece os gráficos) dos lucros anuais LA e LB de
duas empresas (em milhares de reais) em função da quantidade anual
produzida e vendida (x). As intersecções dos gráficos com os eixos são:

LA = (50,0); (0, – 500). LB = (60,0); (0, – 1000).

a) Obtenha LA em função de x.
b)Para que valores de x o lucro LB é superior a LA?

5) (FGV-SP) a) O saldo devedor de um empréstimo de uma empresa A junto


a um banco é hoje R$ 200000,00. Este saldo diminui R$ 2 500,00 por mês.
Qual o saldo devedor daqui a t meses?
b) Uma empresa B tem hoje um saldo devedor de R$ 300000,00 e uma outra empresa C tem hoje um
saldo devedor de R$ 250000,00. O saldo devedor de B diminui R$ 6000,00 por mês e o de C diminui R$
2500,00 por mês. A partir de quantos meses (contados de hoje) o saldo devedor de B ficará menor que o
de C?

Sistemas de Inequações do 1º Grau


O conjunto solução de um sistema de inequações é determinado pela intersecção dos conjuntos soluções
de cada inequação do sistema.
Exemplo1: Resolver o sistema 2x-1≥5
-x-3<0

Exemplo2: João possui um terreno de 1000m2, no qual pretende construir uma casa. Ao engenheiro
responsável pela planta, ele impõe as seguintes condições: a área destinada ao lazer (piscina,
churrasqueira, etc) deve ter 200m2, e a área interna da casa mais a área de lazer devem ultrapassar 50%
da área total do terreno; além disso, o custo para construir a casa deverá ser de, no máximo, R$ 20.0,0.
Sabendo que o metro quadrado construído nessa região custa R$ 50,0, qual é a área interna da casa que
o engenheiro poderá projetar?

𝑥 𝑥−2
Exemplo 3: Resolva o sistema 3
− 5
<2
3(𝑥−6)
4
>0

Inequação Produto e Inequação Quociente


Exemplo1: Resolver a inequação (x-4)(x+2)>0
𝑥−1
Exemplo2: Resolver a inequação ≥0
𝑥−3

2𝑥+1
Exemplo3: Resolver a inequação 𝑥−2
>1

𝑥−1
Exemplo4: Determinar o domínio de y=√−𝑥+3

Inequações do 2º Grau

Exemplo1: Resolver a Inequação –x²+1≤0

Exemplo2: Determinar o conjunto solução da inequação x²-10x+25≥0

Exemplo3: Resolver a inequação -2x²+5x-6≥0


Exercícios
1) Resolver as seguintes inequações do 2º Grau
a) x²-2x-8<0 b)(x-1)²≥3-x c)x(x+4)>-4(x+4) d)-x²+4x-4<0
2) (FGV) A receita mensal (em reais) de uma empresa é R=20000p-2000p², onde p é o preço de
venda de cada unidade (0≤p≤10).
a) Qual o preço p que deve ser cobrado para dar uma receita de R$50.000,00?
b) Para que valores de p a receita é inferior a R$37.500,00?
3) (UERJ) Considere as seguintes funções, relativas a uma ninhada de pássaros:
C = 5 + 10n ; C = custo mensal, em reais, para a manutenção de n pássaros.
V = - 5n² + 100n – 320; V = valor arrecadado, em reais, com a venda de n pássaros, 4 ≤ n ≤ 16.
Sabe-se que o lucro mensal obtido é determinado pela diferença entre os valores de venda V e custo C.
a) Determine os possíveis valores de n, para que haja lucro nas vendas.
b) Calcule o valor de n que proporciona o maior lucro possível e o valor, em reais, desse lucro.

Sistemas de Inequações do 2º Grau


Há alguns sistemas de inequações que apresentam uma ou mais inequações do 2º grau. Para resolver
esses sistemas devemos resolver cada inequação separadamente e depois achar a intersecção das
respectivas soluções.
Exemplo1: Resolver o sistema de inequações 2x²+8≥x²-6x
X+5<0

Exemplo2: Resolver a inequação x-4<x²-4≤x+2

Exercícios
1) Determine o conjunto dos valores de x que satisfazem o sistema de inequações:
x²-4x+3>0
x²-2x<0

2) Dada a função quadrática f(x)=x²-1, determine os valores reais de x tal que 1<f(x)≤3

𝑥 𝑥
3) (FGV-SP) A solução da inequação 𝑥+1 − 𝑥−1 ≥ 0 é:

a)x≤-1 ou x≥0 b)x<-1 ou 0≤x<1 c)-1<x≤0 ou x>1 d)x≤0 e)x≠-1 ou x≠1


Inequação Modular
Sendo a>0, chamamos de inequações modulares as inequações do tipo |x|>a, |x|≥a, |x|<a e |x|≤a.

Vamos começar entendendo, por exemplo, a inequação |x|>3.


Pela definição de módulo, se tivéssemos uma igualdade, |x|=3, teríamos que o valor de x poderia ser positivo
ou negativo. Ou seja, x=3 ou x=-3. Com a desigualdade ocorre o mesmo. Se |x|>3, vamos ter que x>3 ou
x<-3 (x negativo).
E se fosse |x|<3? Fazemos o mesmo: x<3 e x>-3.
Ou seja, quando tivermos uma inequação modular, teremos duas inequações para resolver. Teremos um
sistema de inequações.

Exemplo1: Para quais valores de x a função f(x)=|x²+x-1| é estritamente maior do que 1?

Exemplo2: Resolver a inequação |3x+2|≥5

Exercícios
1) Resolver as inequações
a) |3x-2|<4 b) |3x+4|≤0 c) |4-3x|≤5 d) |x+1|-x+2≥0

Inequação Exponencial
Definição: Inequações exponenciais são inequações com incógnita no expoente.
𝑥 3
Exemplos: 2𝑥 > 32; (√5) > √25 ; 4𝑥 − 2 > 2𝑥

Assim como em equações exponenciais, existem dois métodos fundamentais para resolução das
inequações exponenciais.
Do mesmo modo, usado no estudo de equações exponenciais, faremos a apresentação agora do primeiro
método e o segundo será visto no estudo de logaritmos.
Método da redução a uma base comum
Este método será aplicado quando ambos os membros da inequação puderem ser apresentados como
potências de mesma base a (0<a≠1).

Lembremos que a função exponencial f(x)=𝑎 𝑥 é crescente, se a>1 ou decrescente, se 0<a<1, portanto:

Se b e c são números reais então:

Para a>1 tem-se 𝑎𝑏 > 𝑎 𝑐 → 𝑏 > 𝑐

Para 0<a<1 tem-se 𝑎𝑏 > 𝑎𝑐 → 𝑏 < 𝑐


1 3𝑥−1 1 𝑥+5
Exemplo1: Resolva a inequação (3) < (3)

Exemplo2: Determine o conjunto solução da inequação 22𝑥+2 − 0,75. 2𝑥+2 < 1

Exemplo3: Determine o domínio da função y=√2𝑥−2 − 1

Exercícios
1) Resolva as inequações exponenciais:
1 𝑥² 1 4𝑥−6
a) 22𝑥−1 > 2𝑥+1 b)2𝑥2−3𝑥 ≥ 1/4 c)(2) < (4) d)(0,2)𝑥−2 > 1

1 3 𝑥+1 9 1+2𝑥 27 4𝑥+3


e)2𝑥+1 . 4𝑥−1 ≤ f)( ) .( ) >( )
32 2 4 8
2 −4𝑥
2) (PUC) Na função exponencial y=2 𝑥 entre os valores de x para os quais 1<y<32
1 1 1 2
3) (UFF-RJ) a) Ao resolver uma questão, José apresentou o seguinte raciocínio: “Como 4 > 8, tem-se (2) >
1 3
( ) e conclui-se que 2>3”. Identifique o erro que José cometeu em seu raciocínio.
2

b) Sem cometer o mesmo erro que José, determine o menor número m, inteiro e positivo, que satisfaz à
4
1 𝑚 1 𝑚+1
inequação: (2) >(4)

Equações Logarítmicas

Observe as equações:
3
a) 𝑙𝑜𝑔3 (𝑥 − 1) = 2 b)𝑙𝑜𝑔𝑥+1 (19 − 𝑥) = 2 c) 1-𝑙𝑜𝑔2 𝑥 = 2 + 4𝑙𝑜𝑔2 𝑥

Elas apresentam a incógnita envolvida com logaritmo e, por esse motivo, são chamadas de equações
logarítmicas.
Para resolvê-las aplicaremos, além da definição de logaritmo, a seguinte propriedade:
𝑙𝑜𝑔𝑎 𝑏 = 𝑙𝑜𝑔𝑎 𝑐 → 𝑏 = 𝑐, com 1≠a>0. b>0 e c>0
Exemplos1: A altura média do tronco de certa espécie de árvore, que se destina á produção de madeira,
evoluiu, desde que é plantada, segundo o seguinte modelo matemático:
h(t)=1,5+𝑙𝑜𝑔3 (𝑡 + 1), com h(t) em metros e t em anos. Se uma dessas árvores foi cortada quando seu tronco
atingiu 3,5 m de altura, qual o tempo (em anos) transcorrido do momento da plantação até o do corte?

Exemplo2:Determine o conjunto solução da equação 𝑙𝑜𝑔𝑥 (3𝑥 2 − 𝑥)=2.

Exemplo3: Qual o conjunto verdade da equação (𝑙𝑜𝑔3 𝑥)² − 𝑙𝑜𝑔3 𝑥 − 6 = 0

Exemplo4: Resolva a equação 𝑙𝑜𝑔5 (𝑙𝑜𝑔3 𝑥) = 1

Exercícios
1) Resolva as equações:
𝑥+3
a) 𝑙𝑜𝑔3 =1 b)𝑙𝑜𝑔1 (𝑥 − 1) = −2 c) 𝑙𝑜𝑔5 (1 − 4𝑥) = 2 d)𝑙𝑜𝑔1 (𝑥 2 + 4𝑥 − 5)=-4
𝑥−1 3 2
2) (Vunesp-SP) Numa plantação de certa espécie de árvore, as medidas aproximadas da altura e do
diâmetro do tronco, desde o instante em que as árvores são plantadas até completarem 10 anos,
são dadas respectivamente pelas funções:
 Altura: H(t) = 1 + (0,8) . log2 (t + 1)
 Diâmetro do tronco: D(t) = (0,1) . 2 ( t / 7)
 Com H(t) e D(t) em metros e t em anos.
a) Determine as medidas aproximadas da altura, em metros, e do diâmetro do tronco, em
centímetros, das árvores no momento em que são plantadas.
b) A altura de uma árvore é 3,4 m. Determine o diâmetro aproximado do tronco dessa árvore, em
centímetros.
c) A árvore atingiu 4,2 m. Determine quantos anos se passaram.
3) (UFG) Suponha que o total de sapatos produzidos por uma pequena indústria é dado,
aproximadamente, pela função S(t)=1000 Log ( 1 + t) base 2 , em que t é o número de anos e S o
número de pares de sapatos produzidos, contados a partir do início de atividade da
indústria. Determine o tempo necessário para que a produção da indústria seja de 3000 pares de
sapatos.
4) Determine o conjunto solução das seguintes equações:
a)𝑙𝑜𝑔𝑙𝑜𝑔𝑥 = 1 b)32+𝑙𝑜𝑔5 𝑥 =81

Inequação Logarítmica
Observe as seguintes inequações:
1 1
a) 𝑙𝑜𝑔2 𝑥 > 4 b)log(x-1)+log(3x+2)≤logx c)𝑙𝑜𝑔5 𝑥 + 𝑙𝑜𝑔 <4
5𝑥

Para resolver inequações logarítmicas veremos algumas propriedades:


a) Quando a base é maior do que 1, a relação de desigualdade existente entre os logaritmandos é de
mesmo sentido que o dos logaritmos. Não nos devemos esquecer que, para existirem os logaritmos
em R, os logaritmandos deverão ser positivos. Temos então:
Se a>1, então 𝑙𝑜𝑔𝑎 𝑓(𝑥) > 𝑙𝑜𝑔𝑎 𝑔(𝑥) → 𝑓(𝑥) > 𝑔(𝑥) > 0
b) Quando a base é positiva e menor que 1, a relação de desigualdade existente entre logaritmandos é
de sentido contrário a dos logaritmos. Também, não nos podemos esquecer que os logaritmandos
deverão ser positivos para que os logaritmos sejam reais. Temos então:
Se 0<a<1 então 𝑙𝑜𝑔𝑎 𝑓(𝑥) > 𝑙𝑜𝑔𝑎 𝑔(𝑥)→0<f(x)<g(x)

Exemplo1: Resolva a inequação 𝑙𝑜𝑔3 (5𝑥 − 1) > 𝑙𝑜𝑔3 4

Exemplo2: Resolva a inequação 𝑙𝑜𝑔1 (𝑥 − 3) ≥ 𝑙𝑜𝑔1 4


2 2

Exemplo3: Resolva a inequação 𝑙𝑜𝑔12 (𝑥 − 1) + 𝑙𝑜𝑔12 (𝑥 − 2) ≤ 1


Exercícios
1) Resolva as inequações:
a) 𝑙𝑜𝑔√2 (𝑥 − 6) > 𝑙𝑜𝑔√2 5 b)𝑙𝑜𝑔2 (4 − 𝑥)<𝑙𝑜𝑔2 3 c) 𝑙𝑜𝑔1 𝑥 < 𝑙𝑜𝑔1 (4𝑥 − 1)
3 3
2) (Fuvest-SP) É dada a função f definida por f(x)=𝑙𝑜𝑔2 𝑥 − 𝑙𝑜𝑔4 (𝑥 − 3)
a) Determine os valores de x para os quais f(x)=≤2.
b) Determine os valores de x para os quais f(x)>2.
3) (Unicamp-SP) Suponha que o preço de um automóvel tenha uma desvalorização média de 19% ao
ano sobre o preço do ano anterior. Se F representa o preço inicial (preço de fábrica) e p(t), o preço
após t anos, pede-se: a) a expressão para p(t);
c) o tempo mínimo necessário, em número inteiro de anos, após a saída da fábrica, para que um
automóvel venha a valer menos que 5% do valor inicial. Se necessário, use: log 2 ≅ 0,301 e log
3 ≅ 0,477.
4) (Unicamp-SP) As populações de duas cidades, A e B, são dadas em milhares de habitantes pelas
funções A(t) = log8(1 + t)6 e B(t) = log2(4t + 4), onde a variável t representa o tempo em anos. a)
Qual é a população de cada uma das cidades nos instantes t = 1 e t = 7? b) Após certo instante t, a
população de uma dessas cidades é sempre maior que a da outra. Determine o valor mínimo desse
instante t e especifique a cidade cuja população é maior a partir desse instante.

Você também pode gostar