Você está na página 1de 13

Leonardo Araújo

Engenheiro de Serviços
22/09/2016

CONFIDENTIAL 1
OBJETIVOS

 Análise do estudo.

 Dados gerais.

 Histórico de intervenção.

 Arvore de falha

 Análises.

.Recomendações

 Dúvidas.

CONFIDENTIAL
ANÁLISE DO ESTUDO
Causa
Vazamento de fluído barreira pelo selo superior na partida da bomba.

Estudo
Analisar as condições atuais do sistema de selagem e operacionais do equipamento afim de encontrar
variações que possam prejudicar a correta operação do Selo Mecânico. Analisar também o projeto do Selo
Mecânico verificando possiveis melhorias. Acompanhar a montagem da bomba fazendo a peritagem do
conjunto e check das folgas, acompanhar a partida do equipamento com verificação de vibração, termografia.
Verificar histórico de vibração e de condição operacional.

Objetivo
Através das analises de falhas do equipamento , termografia e histórico do falha, vamos buscar identificar a
causa raiz das falhas e implementar as melhorias recomendadas afim de garantir confiabilidade operacional do
equipamento. Caso não consigamos implementar de imediato a melhoria, iremos criar um plano de ação e
assim definir quais os próximos passos.

Responsáveis pelo estudo: Leonardo Araújo (John Crane)


Gabriel Gomes (John Crane)
Kelvis Gil (Braskem)
Sérgio Junqueira (Braskem)

CONFIDENTIAL
Dados gerais de equipamento, aplicação e selo da P-4401A

DADOS DO EQUIPAMENTO
Tipo: Bomba Centrifuga Fabricante: Sundyne

Modelo: LMV 311 Tamanho: N/A Rotação: 8265

DADOS DA APLICAÇÃO
Fluido Bombeado: Propileno e Propano

Temperatura: 51 ºC Densidade: 0,45 Viscosidade: N/I

Pressão de Suc.: 14,5 Kgf/cm² Pressão de desc.: 44,5 Kgf/cm²

Pressão de caixa: N/I Pressão de Vapor: NI

Temp. de Suc.: N/I Temp. de Desc.: N/I

DADOS DO SELO
Fabricante: John Crane Descrição: 8AB Triplo

Cart/Comp: Componente Desenho: GA-184755-1 Tamanho: 1,5" / 1,25"

Plano API: 53A Fluido de Barr./Flush: Emcaplus 380

Pressão de Barr./Flush: 18,3 Kgf/cm² Temp. Barr./Flush: IN 33 ºC OUT 44 ºC

Temperatura da sobrep.: N/A Temp. refrigeração: IN 28 ºC OUT 32 ºC

Fonte: Folha de dados da bomba

CONFIDENTIAL 4
Histórico de intervenção

INTERVENÇÕES

P-4401A
Quantidade 3

Meses

ANÁLISE DE CAUSAS DE FALHAS

Data da Tipo de Intervenção


TAG Remoção (Corretiva - Motivo da Intervenção 02 Tipos da Falhas 03
da Bomba Preventiva) 01
P-4401A 17-Dec-15 Corretiva bomba Vibração Cavitação
P-4401A 26-Feb-16 Corretiva selo Vazamento selo supeior
P-4401A 9-Mar-16 Corretiva selo Vazamento selo supeior
P-4401A 21-Mar-16 Corretiva selo Vazamento selo supeior
P-4401A 12-Apr-16 Corretiva selo Vazamento selo supeior

CONFIDENTIAL 5
Arvore de falhas

Vazamento do Fluido de Barreira para amosfera

Vedação Interface de Desalinhamento /


secundária vedação folga excessiva

Alta geração de
Desprendimento de
calor do filme
material nas faces
lubrificante

Plano de selagem API Fluído barreira com Carvão grafite com


53A fora da viscosidade acima alta dureza e
especificação do recomendado resistência

Linhas de LBI e Blister na face


LBO fora do estacionária
padrão superior

CONFIDENTIAL 6
Análise I ANÁLISE: Óleo utilizado como flúido barreira inadequado

Vazamento do Fluido de Barreira para amosfera

Vedação Interface de Desalinhamento /


secundária vedação folga excessiva

Alta geração de
Desprendimento de
calor do filme
material nas faces
lubrificante

Plano de selagem API Fluído barreira com Carvão grafite com


53A fora da viscosidade acima alta dureza e
especificação do recomendado resistência

Linhas de LBI e Blister na face


LBO fora do estacionária
padrão superior

Análise / Recomendação
Podemos vefificar na tabela acima as características do óleo mineral Emcaplus. Utilizado como
fluído de selagem nos sistemas API 53A de PP5, utiliza-se o Emcaplus 380 e ele tem viscosidade
77,60 - 86,30 CST, 100°F o que não é indicado para lubrificação das interfaces de vedação, ou seja,
um óleo muito viscoso. Dessa forma verificamos que para esta aplicação devemos utilizar a mesma
matriz de composição química mas com viscosidade menor para esta aplicação, dessa forma
indicamos que o recomendado é o Emcaplus 085 com viscolidade de 15,06 - 18,12 CST, 100°F.

CONFIDENTIAL 7
Análise II
ANÁLISE: Blistering na face estacionária superior de carvão grafite
Está confirmado que as “manchas” encontradas nas faces estacionárias de grafite é
realmente blister e ocorre pela alta viscosidade do óleo de barreira. O blister ocorre por
forças de tração que excedem à resistência do compósito de grafite e há assim o
desprendimento de material na interface. Esse fenômeno é muito comum em vedação de
produtos muito viscosos, óleos pesados.

ANÁLISE: Presença de blistering na interface

CONFIDENTIAL 8
Análise III

Vazamento do Fluido de Barreira para amosfera

Vedação Interface de Desalinhamento /


secundária vedação folga excessiva

Alta geração de
Desprendimento de
calor do filme
material nas faces
lubrificante

Plano de selagem API Fluído barreira com Carvão grafite com


53A fora da viscosidade acima alta dureza e
especificação do recomendado resistência

Linhas de LBI e Blister na face


LBO fora do estacionária
padrão superior

CONFIDENTIAL 9
Análise III
ANÁLISE: Linhas de LBI e LBO fora da padrão
O fluxo do fluido barreira gerado pela sede do selo mecânico é muito baixo,
portanto, quanto menor a perda de carga melhor será, sendo assim é importante
que as linhas de interligação sejam de ¾” com o mínimo de curvas

A interligação de LBI e LBO encontra-se fora do padrão, podemos ver que na


interliação com o pote de selagem as linhas estão com dimensionamento de 3/4" e
depois elas estão conectadas a linhas de 1/2" que vai ao selo e retorna ao pote.
Este tipo de configuração não é recomendado, pois prejudica a circulação do fluído
barreira.

CONFIDENTIAL 10
Recomendações

Recomendações Análise I: Óleo de selagem

- Drenar o sistema de selagem, limpar o pote e as linhas;


- Sustituir o óleo mineral Emcaplus 380 pelo Emcaplus 085;
- Monitorar a partida e operação do equipamento garatntindo a boa circulação do
óleo de selagem.

Recomendações Análise II: Material da face estacionária

Enquanto tiver utilizando o óleo com viscosidade alta é indicado manter o carvão
grafite mais maleável pois grafites menos duros tendem a permitir um casamento de
faces com mais facilidade após um certo tempo operando, reduzindo a taxa de
vazamento mais rápido caso ocorra blistering.

Recomendações Análise III: Linhas de LBI e LBO fora da padrão

A interligação de entrada e saída do plano API 53 deve possuir um diâmetro mínimo


de 3/4" SCH 80 para tubo ou 3/4" OD para tubing. O comprimento de tubulação
linear equivalente considerado em projeto é de 5m para evitar perda de carga.
Curvas devem ser evitadas e quando necessárias, devem ser de raio longo.

CONFIDENTIAL 11
Próximos passos

• Correção das linhas de LBI e LBO conforme oritenção técnica da John Crane
baseado na norma API 682 4ª Edição. Prazo: ?

• Drenagem e limpeza do sistema de selagem API 53 A e substituição do óleo


Emcaplus 380 pelo óleo Emcaplus 085.

• Instalação do selo John Crane projeto GA-184755-1.

• Acompanhamento assistido pela equipe técnica John Crane após correção dos
itens acima no start up do equipamento

CONFIDENTIAL 12
Leonardo Araújo
Engenheiro de Serviços
22/09/2016

CONFIDENTIAL 13