Você está na página 1de 4

Anti-Inflamatórios Não-Esteróides

A seleção do Anti-Inflamatório Não-Esteróide (AINE) mais adequado deve ser individualizada, tendo em
consideração o risco/benefício para o doente, as contraindicações do fármaco, bem como os seus efeitos
adversos. Os principais fatores a ter em conta na escolha são o perfil de risco para causar complicações
gastrointestinais (GI) e/ou eventos cardiovasculares (CV) adversos.

Tabela 1. Fatores de alto risco de hemorragia GI e alto risco CV.

Fatores de Alto Risco de Hemorragia Gastrointestinal

- Idosos (idade ≥ 65 anos);


- Antecedentes pessoais de úlcera péptica;
- Utilização de corticosteróides sistémicos;
- Utilização de anticoagulantes (varfarina ou outros);
- Antiagregação com ácido acetilsalicílico;
- Infeção por Helicobacter pylori.

Fatores de Alto Risco Cardiovascular

- Antecedentes pessoais de acidente vascular cerebral;


- Antecedentes pessoais de acidente isquémico transitório;
- Antecedentes pessoais de síndroma coronária aguda;
- Angina estável;
- Antecedentes pessoais de revascularização arterial;
- Doença arterial periférica.

Tabela 2. Resumo comparativo dos riscos dos efeitos adversos com a utilização de alguns AINE’s.

Risco para EA AAS Ibuprofeno Diclofenac Naproxeno Nimesulida Piroxicam COX2

Gastrointestinais +++ ++ +++ +++ +++ ++ +

Cardiovasculares - +++ +++ + ++ ++ +++

Renais ++ + + ++ + ++ +

Hematológicos +++ + ++ + ++ ++ +++

Hepáticos ++ + + + +++ + +

1
Autores: Daniela Lisboa, Joana Pedrosa, Daniel Kiessling, Carlota Saraiva, André Carvalho e Inês Torrinha Leão, USF Vale do Vez
Fontes: NOC nº 013/2011, 27/06/2011 – DGS; Prontuário Terapêutico on-line, Infarmed.
Figura 1. Terapêutica com AINE’s de acordo com os riscos CV e GI.

Não Esquecer...
- Inibidores da COX-2 estão contraindicados em caso de doença cardíaca isquémica, doença
arterial periférica ou doença cerebrovascular estabelecida.

- O Naproxeno parece ser o AINE associado a menor toxicidade CV.

- Todos os AINE’s estão contraindicados na presença de hemorragia GI ou úlcera péptica ativas.

- Prescrição mais segura de AINE’s: dose mínima eficaz num período de tempo limitado (não
cronicamente); administração com as refeições; não associar diferentes AINE’s em simultâneo.

2
Autores: Daniela Lisboa, Joana Pedrosa, Daniel Kiessling, Carlota Saraiva, André Carvalho e Inês Torrinha Leão, USF Vale do Vez
Fontes: NOC nº 013/2011, 27/06/2011 – DGS; Prontuário Terapêutico on-line, Infarmed.
Tabela 3. AINE’s disponíveis em Portugal, com respetiva apresentação, posologia e dose máxima diária.

AINE NOME COMERCIAL APRESENTAÇÃO POSOLOGIA MÁX/DIA

Ácido Aspirina®, Toldex 500-1000 mg, 1-2x/dia ou 3x/dia


Cp: 100, 500, 650 mg 4g
acetilsalicílico Retard®, Genéricos em dias alternados

Acetilsalicilato Saq: 900, 1800 mg VO: 900-1800 mg


Salicilatos Aspegic®, Genérico 7.2 g
de lisina Inj.: 1800 mg/5 mL IM/IV: 1 amp., 2x/dia

Cp.: 125, 300 mg VO: 125-300 mg


Clonixina Clonix®, Algimate® 750 mg
Inj.: 100mg/2mL IM/IV (lenta): 1amp. até 4x/dia

Ácido
Ponstan® Cp: 250 mg 250-500 mg, 2-3x/dia (se>14A) 1.5 g
mefenâmico

Derivados do
ácido Gel: 50, 100 mg/g Tópico: 3-4x/dia
antranílico Reumon®, Creme: 100 mg/g IM: 1 amp./dia, 1-3 dias (se
Etofenamato -
Genéricos Loção, Spray: 100mg/ml necessário, 2 amp./dia, espaçadas
Inj.: 1000 mg/2 mL de pelo menos 8h)

Airtal®, Biofenac®, Cp e Saq. 100 mg VO: 100 mg, 1-2x/dia


Aceclofenac 200 mg
Genéricos Tópico 15 mg/g Tópico: 3x/dia

Bendazac Bendalina® Cp. 500 mg VO: 500 mg, 2-3x/dia 1.5 g

Cp e Saq.: 12.5, 25, 50, 75,


Voltaren®, Flameril®,
100 mg VO: 50-150 mg/dia
Derivados do Cataflam®, Fenil-V®,
Rectal: 100 mg Rectal: 100 mg/dia
ácido acético Flector Tissugel®, 150-200
Diclofenac Inj.: 75 mg/2 ou /3 mL IM: 75 mg/dia, 2-3 dias
Olfen®, Reumolide®, mg
Gel: 10 e 23.2 mg/g IV (lenta): 1 amp. diluída/dia
Painex®, Dagesil®,
Spray: 40 mg/g Tópico: 3-4x/dia
Diflac®, Genéricos
TD: 140 mg

Diclofenac + 100-150 mg de diclofenac/dia, 150-200


Arthrotec® Cp: 50/75 mg + 0.2 mg
Misoprostol repartidos em 2 a 3 tomas mg

Acemetacina Rantudil® Cp: 60, 90 mg 60-90 mg, 1-2x/dia 180 mg

Etodolac Sodolac®, Duolgan® Cp: 300, 400 mg 400-800 mg/dia 1.2 g


Derivados do
Indol e do Indocid®, Cp: 25, 75 mg VO: 25-50 mg, 2-3x/dia
Indeno Indometacina Reumacide®, Rectal: 100 mg Rectal: 100 mg, 1x/dia 150 mg
Elmetacin® Spray: 10 mg/g Tópico: 5-15 puff’s, 3-5 x/dia.

Proglumetacina Protaxil® Cp: 300 mg 200-400 mg/dia 600 mg

Nimed®, Aulin®,
Derivados Donulide®, Sulidor®, Oral (Cp e Saq.): 100 mg VO: 50-100 mg, 1-2x/dia 200-400
sulfanilamídicos
Nimesulida
Dolorilgel®, Gel: 30 mg/g Tópico: 2-3x/dia mg
Genéricos

3
Autores: Daniela Lisboa, Joana Pedrosa, Daniel Kiessling, Carlota Saraiva, André Carvalho e Inês Torrinha Leão, USF Vale do Vez
Fontes: NOC nº 013/2011, 27/06/2011 – DGS; Prontuário Terapêutico on-line, Infarmed.
AINE NOME COMERCIAL APRESENTAÇÃO POSOLOGIA MÁX/DIA

Xar.: 20 e 40 mg/mL Adultos:


Brufen®, Ib-u-ron®, Cp mastigar: 100, 200, VO: 200-800 mg, 2-3x/dia
Trifene®, Dimidon®, 400 mg Tópico: 3x/dia
Spidifen®, Nurofen®, Cp Orodisp.: 200 mg Crianças:
Ibuprofeno 2.4 g
Moment®, Ozonol®, Cp: 200, 400, 600 mg - >7kg, 20-30 mg/kg/dia
Tricalma®, Frenidor®, Saq.: 400 e 600 mg - 1-2A, 50 mg, 3-4x/dia
Genéricos Rectal: 75 e 150 mg - 3-7A, 100 mg, 3-4x/dia
Gel: 50 mg/g - 8-12A, 200 mg, 3-4x/dia

Dexcetoprofeno Ketesse® Cp: 25 mg 25 mg, 2-3x/dia 75 mg

Dexcetoprofeno Skudexa® 1 cp/dia, se necessário doses


Cp: 25 mg + 75 mg 75 mg
+ Tramadol adicionais de 8/8h

Derivados do Dexibuprofeno Seractil® Cp: 200, 300, 400 mg 200-400 mg, 2-3x/dia 1.2 g
ácido
propiónico Cp: 100 mg VO: 50-100 mg, 1-2x/dia
Flurbiprofeno Froben®, Transact® 300 mg
TD: 40 mg Tópico: 1 penso de 12/12h

Cp: 100, 200 mg VO: 100mg, 2x/dia OU 200 mg,


Rectal: 100 mg 1x/dia
Cetoprofeno Profenid®, Keplat® 200 mg
Inj.: 100 mg/2mL Rectal/IM: 100 mg, 1-2x/dia
TD: 20 mg Tópico: 1 emplastro/dia

Naprosyn®, VO: no geral, 250-500 mg, 2x/dia


Cp: 200, 250, 500 mg
Ilgesin®, Reuxen®, OU 500-1000mg, 1x/dia
Naproxeno Sup.: 250 e 500 mg 1g
Momendol®, Rectal: 250-500 mg, 1-2x/dia
Gel: 100 mg/g
Genéricos Tópico: 2x/dia

Naproxeno +
Vimovo® Cp: 500 mg + 20 mg 500 mg de Naproxeno, 1-2x/dia 1g
Esomeprazol

VO: usualmente 8-16 mg, divididas


Cp: 4, 8 mg
Lornoxicam Acabel® em 2-3 tomas/dia 16 mg
Inj.: 8 mg/2 mL
IM/IV: 8 mg, 1-2x/dia

Movalis®, Cp: 7.5, 15 mg VO: 7.5-15 mg/dia


Meloxicam 15 mg
Genéricos Inj.: 15 mg/1.5 ml IM: 15 mg/dia
Oxicans
Oral e Rectal: 20 mg
Flexar®, Feldene®, VO: 10-20 mg/dia
Inj.: 20 mg/1mL
Piroxicam Reumoxican®, Rectal/IM: 20 mg/dia 20 mg
Gel: 5 mg/g
Remisil®, Genéricos Tópico: 3x/dia
Creme: 10 mg/g

Tenoxicam Tilcotil®, Genéricos Cp: 20 mg 20-40mg/dia (toma única) 40 mg

Celecoxib Celebrex®, Genéricos Cp: 100, 200 mg 200mg/dia, divid. em 1-2tomas/dia 400 mg

Artrose: 30-60 mg/dia


Arcoxia®, Exxiv®,
Inibidores da Etoricoxib Cp: 30, 60, 90, 120 mg AR: 90 mg/dia 120 mg
COX-2
Turox®, Genéricos
Gota: 120 mg/dia (máx. 8 dias)

IV/IM: 40 mg, depois 20/40 mg de


Parecoxib Dynastat® Inj.: 40 mg 80 mg
6/6h ou 12/12h, 2-3dias

4
Autores: Daniela Lisboa, Joana Pedrosa, Daniel Kiessling, Carlota Saraiva, André Carvalho e Inês Torrinha Leão, USF Vale do Vez
Fontes: NOC nº 013/2011, 27/06/2011 – DGS; Prontuário Terapêutico on-line, Infarmed.