Você está na página 1de 8

Registro de Preços

Dec 7.892/13

@pdfzaodoamor

@raquel_ojaf

Janeiro 2020

1
@PDFzãoDoAmor
pdfzaodoamor@gmail.com
Registro de Preços – Dec 7.892/13
Por @raquel_ojaf

APRESENTAÇÃO

Nesse PDF vamos falar sobre a aplicação do decreto 7892/13, que regulamenta o
sistema de registro de preços.Vamos ressaltar os principais tópicos de prova para que
tu acerte todas as questões do assunto.

Esse material foi desenvolvido em Janeiro de 2020, portanto, fique atento a


eventuais atualizações depois dessa data. Qualquer dúvida fique a vontade para me
questionar pelo instagram @Raquel_OJAF, eventuais incorreções também podem ser
objeto de questionamento.

Sempre veremos as observações conjuntamente à letra da lei e, quando


necessário, a menção a alguma doutrinador será feita no próprio texto da explicação.

Sem mais delongas, vamos à matéria.

SUMÁRIO
Registro de Preços – Dec 7892/13................................................................................................ 3
1. Cabimento ........................................................................................................................... 3
2. Alguns Conceitos ................................................................................................................. 3
3. Penalidades ......................................................................................................................... 4
4. Licitação .............................................................................................................................. 5
5. Adesões ............................................................................................................................... 5
6. Regiões diferentes ............................................................................................................... 6
7. Classificação ........................................................................................................................ 7
8. Prazo e alterações ............................................................................................................... 7
9. Cancelamento do registro .................................................................................................... 8

2
@PDFzãoDoAmor
pdfzaodoamor@gmail.com
Registro de Preços – Dec 7.892/13
Por @raquel_ojaf

Registro de Preços – Dec 7892/13

1. Cabimento
• Contratações pequenas e frequentes
• Entrega parcelada
• Bens de necessidade contínua de entidades controladas direta ou indiretamente
pela União.
• Quando não for possível definir a quantidade
• Quando conveniente, contratar para mais de um órgão

Art. 3o O Sistema de Registro de Preços poderá ser adotado nas seguintes hipóteses:

I - quando, pelas características do bem ou serviço, houver necessidade de contratações frequentes;

II - quando for conveniente a aquisição de bens com previsão de entregas parceladas ou contratação de
serviços remunerados por unidade de medida ou em regime de tarefa;

III - quando for conveniente a aquisição de bens ou a contratação de serviços para atendimento a mais de
um órgão ou entidade, ou a programas de governo; ou

IV - quando, pela natureza do objeto, não for possível definir previamente o quantitativo a ser demandado
pela Administração.

2. Alguns Conceitos
• Ata de Registro de preços: A ata é um documento vinculativo, é um compromisso
para futura contratação. Isso não significa que a administração esteja obrigada a
contratar, mas que, caso contrate, está vinculada ao RP, pois terá de contratar de
acordo com a classificação registrada.
• Órgão Gerenciador: Será federal (da União). É o responsável pela condução do
conjunto de procedimentos para registro de preços.
• Órgão participante: órgão que participa dos procedimentos iniciais e integra a ata
de RP.
• Órgão não participante: não participou dos procedimentos, mas, atendidos os
requisitos, faz adesão à Ata de RP.

Art. 2o Para os efeitos deste Decreto, são adotadas as seguintes definições:

I - Sistema de Registro de Preços - conjunto de procedimentos para registro formal de preços relativos à
prestação de serviços e aquisição de bens, para contratações futuras;

II - ata de registro de preços - documento vinculativo, obrigacional, com característica de compromisso para
futura contratação, em que se registram os preços, fornecedores, órgãos participantes e condições a serem
praticadas, conforme as disposições contidas no instrumento convocatório e propostas apresentadas;

III - órgão gerenciador - órgão ou entidade da administração pública federal responsável pela condução do
3
@PDFzãoDoAmor
pdfzaodoamor@gmail.com
Registro de Preços – Dec 7.892/13
Por @raquel_ojaf
conjunto de procedimentos para registro de preços e gerenciamento da ata de registro de preços dele
decorrente;

IV - órgão participante - órgão ou entidade da administração pública que participa dos procedimentos
iniciais do Sistema de Registro de Preços e integra a ata de registro de preços; (Redação dada pelo Decreto
no 8.250, de 2.014)

V - órgão não participante - órgão ou entidade da administração pública que, não tendo participado dos
procedimentos iniciais da licitação, atendidos os requisitos desta norma, faz adesão à ata de registro de
preços.

VI - compra nacional - compra ou contratação de bens e serviços, em que o órgão gerenciador conduz os
procedimentos para registro de preços destinado à execução descentralizada de programa ou projeto
federal, mediante prévia indicação da demanda pelos entes federados beneficiados; e (Incluído pelo Decreto
no 8.250, de 2.014)

VII - órgão participante de compra nacional - órgão ou entidade da administração pública que, em razão de
participação em programa ou projeto federal, é contemplado no registro de preços independente de
manifestação formal. (Incluído pelo Decreto no 8.250, de 2.014)

3. Penalidades
• Durante a fase de licitação: aplicadas pelo órgão gerenciador.
• Fase contratual: aplicadas pela contratante, seja participante ou não participante,
deve informar o órgão gerenciador.
• Sempre garantida a ampla defesa e o contraditório.

Art. 5º Caberá ao órgão gerenciador a prática de todos os atos de controle e administração do Sistema de
Registro de Preços, e ainda o seguinte: (...)

IX - aplicar, garantida a ampla defesa e o contraditório, as penalidades decorrentes de infrações no


procedimento licitatório; e

X - aplicar, garantida a ampla defesa e o contraditório, as penalidades decorrentes do descumprimento do


pactuado na ata de registro de preços ou do descumprimento das obrigações contratuais, em relação às
suas próprias contratações.
(...)

Art. 6º O órgão participante será responsável pela manifestação de interesse em participar do registro de
preços, providenciando o encaminhamento ao órgão gerenciador de sua estimativa de consumo, local de
entrega e, quando couber, cronograma de contratação e respectivas especificações ou termo de referência
ou projeto básico, nos termos da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, e da Lei nº 10.520, de 17 de julho de
2002, adequado ao registro de preços do qual pretende fazer parte, devendo ainda: (...)

§ 1 º Cabe ao órgão participante aplicar, garantida a ampla defesa e o contraditório, as penalidades


decorrentes do descumprimento do pactuado na ata de registro de preços ou do descumprimento das
obrigações contratuais, em relação às suas próprias contratações, informando as ocorrências ao órgão
gerenciador. (Incluído pelo Decreto nº 8.250, de 2.014)

4
@PDFzãoDoAmor
pdfzaodoamor@gmail.com
Registro de Preços – Dec 7.892/13
Por @raquel_ojaf
4. Licitação
• Regra: Concorrência (menor preço) ou pregão.
• Excepcionalmente: Concorrência (técnica e preço) por despacho fundamentado da
autoridade máxima, a critério do órgão gerenciador.
• Não é necessário indicar dotação orçamentária. Isso porque não estamos fazendo
uma licitação para CONTRATAR, apenas registrando os preços. Quando for
ocorrer a contratação, a formalização do contrato, aí sim deve ser apresentada a
dotação orçamentária.

Art. 7o A licitação para registro de preços será realizada na modalidade de concorrência, do tipo menor
preço, nos termos da Lei no 8.666, de 1993, ou na modalidade de pregão, nos termos da Lei no 10.520, de
2002, e será precedida de ampla pesquisa de mercado.

§ 1 o O julgamento por técnica e preço, na modalidade concorrência, poderá ser excepcionalmente


adotado, a critério do órgão gerenciador e mediante despacho fundamentado da autoridade máxima do
órgão ou entidade. (Redação dada pelo Decreto no 8.250, de 2.014)

§ 2o Na licitação para registro de preços não é necessário indicar a dotação orçamentária, que somente
será exigida para a formalização do contrato ou outro instrumento hábil.

5. Adesões
• Limite:
o Por órgão: 50%.
o No total: o dobro do quantitativo de cada item.
• Qualquer órgão ou entidade da Administração pública.
• Cabe ao fornecedor aceitar ou não o fornecimento de adesão desde que não
prejudique as obrigações.
• Cada um que aderir não pode adquirir mais do que 100% dos quantitativos da ata.
• Órgão federal não pode aderir à ata de município, Estado ou DF.
• Município, Estado ou DF podem aderir à ata de PR da União.

Art. 22. Desde que devidamente justificada a vantagem, a ata de registro de preços, durante sua
vigência, poderá ser utilizada por qualquer órgão ou entidade da administração pública federal
que não tenha participado do certame licitatório, mediante anuência do órgão gerenciador.

§ 1o Os órgãos e entidades que não participaram do registro de preços, quando desejarem fazer uso da ata
de registro de preços, deverão consultar o órgão gerenciador da ata para manifestação sobre a
possibilidade de adesão. (...)

§ 1o-B O estudo de que trata o § 1o-A, após aprovação pelo órgão gerenciador, será divulgado no Portal
de Compras do Governo federal. (Incluído pelo Decreto no 9.488, de 2018) (Vigência)

§ 2o Caberá ao fornecedor beneficiário da ata de registro de preços, observadas as condições nela


estabelecidas, optar pela aceitação ou não do fornecimento decorrente de adesão, desde que não
prejudique as obrigações presentes e futuras decorrentes da ata, assumidas com o órgão gerenciador e
órgãos participantes.

§ 3o As aquisições ou as contratações adicionais de que trata este artigo não poderão exceder, por órgão

5
@PDFzãoDoAmor
pdfzaodoamor@gmail.com
Registro de Preços – Dec 7.892/13
Por @raquel_ojaf
ou entidade, a cinquenta por cento dos quantitativos dos itens do instrumento convocatório e registrados
na ata de registro de preços para o órgão gerenciador e para os órgãos participantes. (Redação dada pelo
Decreto no 9.488, de 2018) (Vigência)

§ 4o O instrumento convocatório preverá que o quantitativo decorrente das adesões à ata de registro de
preços não poderá exceder, na totalidade, ao dobro do quantitativo de cada item registrado na ata de
registro de preços para o órgão gerenciador e para os órgãos participantes, independentemente do
número de órgãos não participantes que aderirem. (Redação dada pelo Decreto no 9.488, de 2018)
(Vigência)

§ 4o-A Na hipótese de compra nacional: (Incluído pelo Decreto no 9.488, de 2018) (Vigência)

I - as aquisições ou as contratações adicionais não excederão, por órgão ou entidade, a cem por cento dos
quantitativos dos itens do instrumento convocatório e registrados na ata de registro de preços para o órgão
gerenciador e para os órgãos participantes; e (Incluído pelo Decreto no 9.488, de 2018) (Vigência)

II - o instrumento convocatório da compra nacional preverá que o quantitativo decorrente das adesões à
ata de registro de preços não excederá, na totalidade, ao quíntuplo do quantitativo de cada item registrado
na ata de registro de preços para o órgão gerenciador e para os órgãos participantes, independentemente
do número de órgãos não participantes que aderirem. (Incluído pelo Decreto no 9.488, de 2018) (Vigência)

§ 6o Após a autorização do órgão gerenciador, o órgão não participante deverá efetivar a aquisição ou
contratação solicitada em até noventa dias, observado o prazo de vigência da ata.

§ 7o Compete ao órgão não participante os atos relativos à cobrança do cumprimento pelo fornecedor das
obrigações contratualmente assumidas e a aplicação, observada a ampla defesa e o contraditório, de
eventuais penalidades decorrentes do descumprimento de cláusulas contratuais, em relação às suas
próprias contratações, informando as ocorrências ao órgão gerenciador.

§ 8o É vedada aos órgãos e entidades da administração pública federal a adesão a ata de registro de
preços gerenciada por órgão ou entidade municipal, distrital ou estadual.

§ 9o É facultada aos órgãos ou entidades municipais, distritais ou estaduais a adesão a ata de registro de
preços da Administração Pública Federal. (...)

§ 10. É vedada a contratação de serviços de tecnologia da informação e comunicação por meio de adesão a
ata de registro de preços que não seja: (Incluído pelo Decreto no 9.488, de 2018) (Vigência)

I - gerenciada pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão; ou (Incluído pelo Decreto no


9.488, de 2018) (Vigência)

II - gerenciada por outro órgão ou entidade e previamente aprovada pela Secretaria de Tecnologia da
Informação e Comunicação do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. (Incluído pelo
Decreto no 9.488, de 2018) (Vigência)

§ 11. O disposto no § 10 não se aplica às hipóteses em que a contratação de serviços esteja vinculada ao
fornecimento de bens de tecnologia da informação e comunicação constante da mesma ata de registro de
preços. (Incluído pelo Decreto no 9.488, de 2018) (Vigência)

6. Regiões diferentes
6
@PDFzãoDoAmor
pdfzaodoamor@gmail.com
Registro de Preços – Dec 7.892/13
Por @raquel_ojaf
É possível que a proposta seja diferente para
cada região.

Art. 9o O edital de licitação para registro de preços observará o disposto nas Leis no 8.666, de 1993, e no
10.520, de 2002, e contemplará, no mínimo:

§ 2o Quando o edital previr o fornecimento de bens ou prestação de serviços em locais diferentes, é


facultada a exigência de apresentação de proposta diferenciada por região, de modo que aos preços sejam
acrescidos custos variáveis por região.

7. Classificação
Após o encerramento da etapa competitiva, os licitantes poderão reduzir seus preços
ao valor da proposta mais bem classificada (estão aceitando também serem contratados
por aquele valor, em caso de impossibilidade de cumprimento do contrato pelo primeiro
colocado).
Para isso será registrado o mais bem classificado e inclusos os que aceitam cotar a
preços iguais na sequência de classificação do certame. Essa sequência será respeitada
em caso de necessidade de contratar um próximo licitante que não o primeiro.

Licitante A: R$10,0
Licitante B: R$11,00
Licitante C: R$13,00
Licitante D: R$15,00
Licitantes B e D aceitam cotar a preço igual ao do A

Caso o licitante A seja impedido de contratar, será


chamado o licitante B, e na impossibilidade, o licitante D,
sempre pelo preço de R$10,00 pois aceitara cotar pelo
valor do primeiro colocado.

Art. 10. Após o encerramento da etapa competitiva, os licitantes poderão reduzir seus preços ao valor da
proposta do licitante mais bem classificado.

Parágrafo único. A apresentação de novas propostas na forma do caput não prejudicará o resultado do
certame em relação ao licitante mais bem classificado.

8. Prazo e alterações
• O prazo de validade da ata de registro de preços é de no máximo 12 meses, isso
inclui eventuais prorrogações.
• Esse prazo refere-se à validade da ATA, não à validade do contrato advindo da
ata. Atenção para isso!!! Só posso assinar um contrato com base na ata, dentro da
sua validade que nunca poderá exceder 12 meses. Os contratos decorrentes da
ata, podem ser prorrogados nos termos da lei 8.666/93, o limite de 12 meses é
para a assinatura do contrato, não inclui eventuais prorrogações DO CONTRATO.
7
@PDFzãoDoAmor
pdfzaodoamor@gmail.com
Registro de Preços – Dec 7.892/13
Por @raquel_ojaf
• É vedado realizar acréscimos à ata,
mas os contratos decorrentes da ata podem sofrer acréscimos e supressões.

Art. 12. O prazo de validade da ata de registro de preços não será superior a doze meses, incluídas
eventuais prorrogações, conforme o inciso III do § 3º do art. 15 da Lei nº 8.666, de 1993.

§ 1º É vedado efetuar acréscimos nos quantitativos fixados pela ata de registro de preços, inclusive o
acréscimo de que trata o § 1º do art. 65 da Lei nº 8.666, de 1993.

§ 2º A vigência dos contratos decorrentes do Sistema de Registro de Preços será definida nos instrumentos
convocatórios, observado o disposto no art. 57 da Lei nº 8.666, de 1993.

§ 3º Os contratos decorrentes do Sistema de Registro de Preços poderão ser alterados, observado o


disposto no art. 65 da Lei nº 8.666, de 1993.

§ 4º O contrato decorrente do Sistema de Registro de Preços deverá ser assinado no prazo de validade da
ata de registro de preços

9. Cancelamento do registro
• Descumprir as condições da ata
• Não retirar nota de empenho ou instrumento equivalente no prazo estabelecido
pela administração sem justificativa aceitável.
• Não aceitar reduzir o preço registrado (se for considerado superior ao de mercado).
• Sofrer sanção de:
o Suspensão de participar em licitação
o Declaração de inidoneidade
• Por caso fortuito ou força maior, que prejudique o cumprimento:
o Por razão de interesse público.
o A pedido do fornecedor.

Art. 20. O registro do fornecedor será cancelado quando:


I - descumprir as condições da ata de registro de preços;
II - não retirar a nota de empenho ou instrumento equivalente no prazo estabelecido pela Administração,
sem justificativa aceitável;
III - não aceitar reduzir o seu preço registrado, na hipótese deste se tornar superior àqueles praticados no
mercado; ou
IV - sofrer sanção prevista nos incisos III ou IV do caput do art. 87 da Lei nº 8.666, de 1993, ou no art. 7º
da Lei nº 10.520, de 2002.
Parágrafo único. O cancelamento de registros nas hipóteses previstas nos incisos I, II e IV do caput será
formalizado por despacho do órgão gerenciador, assegurado o contraditório e a ampla defesa.
Art. 21. O cancelamento do registro de preços poderá ocorrer por fato superveniente, decorrente de caso
fortuito ou força maior, que prejudique o cumprimento da ata, devidamente comprovados e justificados:
I - por razão de interesse público; ou
II - a pedido do fornecedor.

8
@PDFzãoDoAmor
pdfzaodoamor@gmail.com