Você está na página 1de 2

INSTRUÇÃO NORMATIVA 03/18 - AUDITORIA - 26/02/2018

1. Objetivo

Implantar normas e procedimentos funcionais, através da padronização de ações e respeito às


mesmas, com o objetivo de propiciar melhorias contínuas nos serviços prestados,
desenvolvendo um ambiente de colaboração e trabalho em equipe.

2. Âmbito de Aplicação

...................................

3. Procedimentos

É de inteira responsabilidade do funcionário o cumprimento das normas abaixo descritas, a


partir de sua admissão, estando ciente de que o não cumprimento das mesmas, por dolo,
negligência, imperícia ou imprudência, resultará em penalidades, bem como a
responsabilidade com os prejuízos dela decorrentes. Todas as ocorrências disciplinares ficarão
registradas no prontuário do funcionário enquanto este permanecer na organização, servindo
também de base para avaliações e/ou promoções e demais análises pertinentes. Portanto,
todo funcionário deve:

3.1 Responder pelo desaparecimento de objetos confiados à sua guarda ou


responsabilidade.

3.2 Responder por não promover, por negligência ou imprudência, a responsabilidade de


seus liderados.

3.3 Manter a organização, a limpeza e a disciplina do seu local de trabalho.

3.4 Observar os princípios de segurança no trabalho, com a finalidade de evitar acidentes.

3.5 Cumprir qualquer ordem de serviço recebida, de modo a observar também os


Procedimentos da Qualidade.

3.6 Preservar do patrimônio da empresa; Responder por qualquer ação.

3.7 Manter sigilo.

3.8 Evitar a divulgação de detalhes a respeito do trabalho desenvolvido na mesma.

4. Anexo

4.1 Penalidades Disciplinares

Wagner Demez
Auditoria de seminovos – PROESTE
Anexo 4.1

São penalidades disciplinares:

a) Advertência Verbal: Pode ser aplicada pelo Superior Imediato e informado ao Recursos
Humanos, ou pelo próprio RH.
b) Advertência Escrita: Será usada nos casos em que a advertência verbal não tiver sido
acatada.
c) Suspensão: Só é aplicável às faltas mais graves e nos casos injustificados de repetição da
infração.
d) Demissão por Justa Causa: Quando houver a junção de todas as advertências ou em caso
de faltas gravíssimas, exemplo, roubo, desacato aos colegas e ou seus superiores, não
aceitação de seus deveres entre outros.

A advertência escrita, suspensão e a demissão por justa causa, serão aplicadas pela área de
Recursos Humanos por solicitação do Superior Imediato.

O empregado que se recusar a receber a penalidade imposta pelo empregador, ficará ciente
do ocorrido e o empregador ou responsável legal deverá ler a advertência ou a suspensão em
voz alta, na presença do empregado, e de duas testemunhas, as quais assinarão o termo,
sendo válida mesmo sem a assinatura do empregado penalizado.

Descrições de alguns atos que possam acarretar em penalidades:

a) Improbidade: Significa má qualidade, imoralidade, malícia. A improbidade revela mau


caráter, perversidade, maldade, desonestidade. É por exemplo, furto, roubo, apropriação
indébita.

b) Desídia: Significa negligência, preguiça, má vontade, displicência, desleixo, indolência,


omissão, desatenção, indiferença, relaxamento. Podendo também ser considerada como um
conjunto de pequenas faltas, que mostram a omissão ao serviço.

c) Violação dos segredos da empresa: É a divulgação de marcas e patentes, formulas do


empregador sem seu consentimento, quebra de sigilo da empresa.

d) Indisciplina: É o descumprimento de ordens gerais de serviço, como quando o empregado


não cumpre o regulamento da empresa.

e) Insubordinação: É o descumprimento de ordens pessoais de serviço. São ordens do chefe,


do encarregado, (ordens ligadas ao serviço), e descumpridas pelo empregado.

Você também pode gostar