Você está na página 1de 14

BGPlay @ RouteViews

Análise de anúncios BGP


Tipo de Documento TEC_DOC
Produto Analise de anúncios BGP via BGPlay@Route Views
Descrição Um documento descrevendo o uso do aplicativo BGPlay para analisar os anúncios
feitos usando BGP-4.
Autor José Felipe Ruppenthal
Documentação José Felipe Ruppenthal
Data 03/20/11

Atualizações e versões:

Autor Versão Ação


Jruppenthal 1.0 - 20/03/11 Criação inicial
Jruppenthal 1.1 – 19/06/12 Capitulo 3 atualizado – Host bgp.stech.net.br/bgpview

Configuração para BR Rev. 2.0 – Documento Interno 1 de


14
Sumário
1 - Descrição.................................................................................................................................. 02
1.A - BGPlay................................................................................................................................ 02
1.B - RouteViews......................................................................................................................... 03
2 - Arquitetura............................................................................................................................... ..03
2.A - Descrição............................................................................................................................ 03
2.B - Softwares e Implantação na SouthTech .............................................................................03
3 - Acessando o BGPlay.................................................................................................................04
4 - Estudo de caso......................................................................................................................... 06
5 - Considerações finais................................................................................................................. 13
Confidenciabilidade........................................................................................................................ 13

1 - Descrição

1.A - BGPlay

O BGPlay é uma aplicação Java que gera gráficos dos anúncios de prefixos BGP
dentro de um intervalo de tempo especificado. Ele foi desenvolvido pelo Grupo de
Pesquisas e Redes de Computadores da Universidade de Roma
(http://www.dia.uniroma3.it/).
A sua interface gráfica amigável torna muito fácil de compreender como as atualizações
BGP afetam o encaminhamento de um prefixo específico e da mesma forma auxiliando em um
provável troubleshooting.
O BGPlay faz a leitura dos dados armazenados pelo projeto RouteViews
(http://www.routeviews.org/) onde armazenam dados dos últimos 30 dias.
Para usar BGPlay, você precisa ter o plugin Java (versão 1.4 ou posterior) instalado em
seu navegador, para instalar basta acessar a URL http://www.java.com/en/download/.

1.B - RouteViews

O projeto RouteViews (http://www.routeviews.org/) foi originalmente concebido para se


tornar uma ferramenta para as operadoras de Internet, onde elas poderiam obter informações em
tempo real sobre o sistema de roteamento global a partir das perspectivas de vários backbones e
locais diferentes em torno da Internet.
Outras ferramentas podem gerar essas informações como os Looking Glass (A NANOG, o
DTI-2 e o NSPIXP), mas que conseguem apenas fornecer uma visão limitada do sistema de
roteamento (Por exemplo: Apenas das suas rotas, do seu servidores de rotas ou de poucos
provedores) e ainda não conseguiam armazenar essas alterações/mudanças.
Com essa necessidade resolveu-se reunir todas essas informações em um único lugar
armazenando esses dados e disponibilizando para a consulta em real time ou futura, seria como
reunir as informações de todos os Looking Glass em um único lugar.
Então o projeto disponibilizou diversos servidores que estão distribuídos pelo mundo onde
eles coletam a tabela de roteamento e as atualizações dos principais provedores, upstreams e
pontos de troca do mundo (PTT's),
Você pode ver a lista dos participantes em http://www.routeviews.org/peers/.
Com isso o projeto tem a database mais completa do mundo.

Configuração para BR Rev. 2.0 – Documento Interno 2 de


14
2 - Arquitetura

2.A - Descrição

Basicamente o layout de todo esse projeto é composto por clientes que enviam a sua
tabela de roteamento e as suas atualizações (Usando o aplicativo disponibilizado pelo projeto)
para algum dos servidores do projeto RouteView, já o aplicativo BGPlay faz a consulta dos dados
armazenados nos servidores do projeto.

2.B - Softwares e Implantação na SouthTech

Todos os aplicativos estão instalados no servidor ips.stech.net.br (189.45.34.30),


basicamente usamos a suíte Quagga, onde estabelecemos uma sessão BGP-4 ebgp-multihop
com o AS6447 (Projeto RouteViews) e enviamos toda a nossa tabela de roteamento e as nossas
atualizações.
Além disso o applet do BGPlay está instalado e armazenado no mesmo servidor, com
isso podemos consultar todas as informações necessárias.

Configuração para BR Rev. 2.0 – Documento Interno 3 de


14
3 - Acessando o BGPlay

Para acessar o aplicativo acesse a URL http://bgp.stech.net.br/bgpview/ (A) usando as


credencias stech/jacare70amarelo48.
Você irá visualizar a seguinte tela;

No campo (B) você deve inserir o prefixo anunciado no formato IP/MASCARA conforme é
enviado para o upstream.
Posteriormente você deve preencher a data/hora inicial/final da consulta (C), lembrando que
você pode consultar os ultimos 30 dias.
Após isso clique em OK para gerar o gráfico (D).

Configuração para BR Rev. 2.0 – Documento Interno 4 de


14
Você irá visualizar um gráfico idêntico a esse;

Vamos descrever um pouco a tela principal do aplicativo;

• (A) - Nesse campo você irá visualizar o prefixo que está consultando.
• (B) - Aqui você visualiza o gráfico da propagação do anuncio.
• (C) - Nessa aba você visualiza todos os eventos relacionados ao prefixo pesquisado dentro
da data e do horário selecionado. A area colorida em rosa indica alterações no transito do prefixo.
• (D) - Nesse local você tem acesso aos botões de controle para avançar e retroceder a
visualização das alterações, se você clicar no botão de play todas as alterações vão ser
apresentandas em sequência de uma forma automática (Como um slide).
• (E) - Desmarcando essa opção você não irá visualizar as alterações de anuncios
originadas do AS pesquisado (Prefixo originado). Não devemos desativar essa opção.
• (F) - Aqui você reorganiza o gráfico para o layout inicial caso você arraste ou altere algum
item.
• (G) - Nessa guia você irá visualizar o incidente que ocorreu.
• (H) - Aqui você visualiza a data e o horário do incidente.
• (I) - Clicando aqui você inicia uma nova pesquisa.

Configuração para BR Rev. 2.0 – Documento Interno 5 de


14
4 - Exemplo de caso 01

O cliente ID-1862 relatou que sofreu alguns problemas no seu BGP (instabilidades, lentidão)
e então vamos analisar o problema.

Passo 01,

A primeira coisa a ser feita é verificar se ocorreu algum problema no enlace que faz a
entrega do circuito IP.
Consultamos o nosso sistema de monitoramento e não localizamos nenhum problema
ou queda, então o proximo passo é verificar questões lógicas relacionadas a sessão BGP-4.

Passo 02,

Acesse a planilha de documentação dos sistemas autonômos que transitam via SouthTech
usando BGP-4 que está localizada em \\192.168.10.2\fileshare\telecom\Engenharia\
Backbone_IP_Internet\Transito_BGP_4\Informativo.ods e vamos localizar o nº do ASN do cliente.
Após isso já sabemos que o ASN do cliente é 28132 e ele está configurado no roteador
gigadist-06.

Passo 03,

O proximo passo é acessar o roteador de distribuição responsável pela sessão BGP-4 para
verificar se a sessão está estabelecida ou se ocorreu alguma queda, acessando o roteador vamos
consultar isso;

gigadist06.stech.net.br# sh ip bgp neighbors 187.84.223.22


BGP neighbor is 187.84.223.22, remote AS 28132, local AS 25933, external link
Description: ======== Sessao ID-1850-AS28132 ========
BGP version 4, remote router ID 187.84.223.22
BGP state = Established, up for 02:14:25h
Last read 02:14:25, hold time is 180, keepalive interval is 60 seconds

Notamos que a sessão está UP a 02:14hrs, então realmente ocorrer uma queda na sessão,
mas não foi causada pelo transporte (Queda do enlace de rádio).
Podemos analisar os logs do roteador em /var/log/quagga/quagga.log;

2011/03/03 13:56:06 BGP: %ADJCHANGE: neighbor 187.84.223.22 Down Peer closed the session
2011/03/03 13:47:23 BGP: %ADJCHANGE: neighbor 187.84.223.22 Up

Realmente os logs mostrar que o sessão foi fechada pelo router do cliente, mas para
confirmar isso vamos usar o BGPlay.
Passo 04,

Configuração para BR Rev. 2.0 – Documento Interno 6 de


14
Com isso vamos acessar o roteador para buscar um prefixo para testes, então acessando
o roteador do circuito vamos realizar a busca;

gigadist-06.stech.net.br# show ip bgp regex 28132


BGP table version is 0, local router ID is 200.152.255.1

Network Next Hop Metric LocPrf Weight Path


*> 187.44.80.0/20 187.58.132.221 160 0 18881 28132 i
200.219.143.29 190 0 28132 i
187.84.223.22 200 0 28132 i
*> 187.44.80.0/22 187.84.223.22 200 0 28132 i
*> 187.44.80.0/24 200.219.143.29 190 0 28132 i
187.84.223.22 200 0 28132 i
*> 187.44.81.0/24 200.219.143.29 190 0 28132 i
*> 187.44.82.0/24 187.58.132.221 160 0 18881 28132 i
200.219.143.29 190 0 28132 i
*> 187.44.83.0/24 200.219.143.29 190 0 28132 i
187.84.223.22 200 0 28132 i

Vamos analisar os prefixos;

Prefixo 187.44.80.0/20
Observem que recebemos esse prefixo pela GVT (Peer 187.58.132.221), pelo PTT-RS (Peer
200.219.143.29) e pela sessão direta conosco (Peer 187.84.223.22)

Prefixo 187.44.80.0/22
Recebemos esse prefixo apenas na nossa sessão BGP, notem que o cliente não anuncia
esse prefixo para nenhum outro fornecedor.

Prefixo 187.44.80.0/24
Recebemos esse prefixo via PTT-RS e na sessão BGP direta conosco.

Prefixo 187.44.81.0/24
Esse prefixo o cliente anuncia somente para o PTT-RS.

Prefixo 187.44.82.0/24
Esse prefixo o cliente anuncia somente para o PTT-RS e a GVT

Prefixo 187.44.83.0/20
Esse prefixo o cliente anuncia para o PTT-RS e nós.

Mas e agora? Qual prefixo escolher?


A melhor opção é o prefixo 187.44.80.0/20 pois o cliente está anunciando esse prefixo para
mais de um peer e com isso podemos comparar mais facilmente esse anuncio.
Exemplo: Esse anuncio está sendo visualizado via os dois peers (Stech e GVT), mas em um
certo momento parou de ser visualizado pela GVT, então podemos isolar um provavel problema, o
circuito da gvt contratado pelo cliente caiu, problema no backbone da GVT e etc.
Mas se os dois anuncios deixarem de ser vistos ao mesmo tempo? Ai provavelmente o
problema está no roteador do cliente.

Passo 05,

Configuração para BR Rev. 2.0 – Documento Interno 7 de


14
Agora com o prefixo escolhido vamos acessar o BGPlay e gerar o gráfico para a analise;
Selecionamos um horário no marcador para começar a analise: 13:55:48.
Nesse horário o anuncio do prefixo 187.44.80.0/20 feito pelo AS28132 (Cliente) (A), está
transitando pelo AS25933 (Stech) (B) e pelo AS18881 (GVT) (C).
Observem que esse anuncio é BEM mais visualizado pela Stech, na visão de todos os peers
que fornecem a sua tabela de rotas para o projeto RouteView.
Mas o que signfica isso? Que a maioria das operadoras/clientes vão usar a Stech para
chegar ao o prefixo 187.44.80.0/20 do ASN28132.

Agora vamos para o próximo marcador: 13:56:11.

Configuração para BR Rev. 2.0 – Documento Interno 8 de


14
Observem que agora o anuncio do prefixo 187.44.80.0/20 feito pelo AS28132 (A) só é
visualizado pelo AS18881 (GVT) (B) e via SouthTech (?) não o visualizamos mais.
Isso indica a queda da sessão BGP-4 com a SouthTech, mas esse problema já haviamos
detectado, então vamos avançar o marcador para ver se localizamos alguma anormalidade.

Configuração para BR Rev. 2.0 – Documento Interno 9 de


14
Chegamos ao horário 13:57:33 e podemos ver que o prefixo 187.44.80.0/20 do AS28132 (A)
deixou de ser visualizado via o AS18881 (GVT) (C) e também via o AS25933 (Stech) (B) e ficou
totalmente isolado.
Isso indica que a falha provavelmente ocorreu no roteador do cliente e não foi um caso
relacionado somente com a Stech. Uma falha dupla dessa forma é rara de ocorrer.
Mas vamos continuar a ver o andamento do anuncio.

Configuração para BR Rev. 2.0 – Documento Interno 10 de


14
As 13:57:36 o anuncio feito pelo AS28132 (A) voltou a ser visualizado via o AS18881 (C),
mas ainda não está sendo visualizado pelo AS25933 (B).
Isso indica que a sessão BGP do cliente com a GVT voltou e a da Stech, provavelmente
ainda não voltou, vamos avançar para descobrir isso.

As 13:57:37 o prefixo 187.44.80.0/20 anunciado pelo AS28132 (A) passou a ser visualizado
também via o AS25933 (Stech) (B) além do AS18881 (GVT) (C).
Observem a informação passada dentro do retangulo verde;

Path Change
From 293 3549 18881 28132
TO 293 3549 1881 28132

Configuração para BR Rev. 2.0 – Documento Interno 11 de


14
Vejam que apenas uma linha (Cinza) está ligando o AS28132 ao AS25933 e essa linha é
AS 293 (Lembra do Path change?).
A compreensao é feita da seguinte forma: Eu (AS293) conhecia o AS28132 (Nosso cliente)
via o AS3549 (GBLX) usando o AS18881 MAS eu recebi uma atualização de rotas (Quando a
sessão BGP-4 do cliente com a Stech voltou) e passei a conhecer o AS28132 (Nosso cliente) via
o AS3549 (GBLX) usando o AS25933 (Stech).

Mas as 13:57:50 o prefixo 187.44.80.0/20 anunciado pelo AS28132 (A) passou a ser "mais
conhecido" usando o AS25933 (Stech) (B) com transito do que via o AS18881 (GVT) (C).
Isso significa que a maioria do trafego (Não precisa ser necessáriamente o maior volume)
com destino ao prefixo 187.44.80.0/20 irá transitar pelo AS25933 (Stech) (B).

Configuração para BR Rev. 2.0 – Documento Interno 12 de


14
Com esse simples testes confirmaos que o problema foi na infraestrutura do cliente e não
existeu nenhum problema no circuito IP contratado pelo cliente conosco.

5 - Considerações finais

O BGPlay é uma ferramenta muito rica, onde podemos detectar problemas, analisar
alterações em anuncios, verificar a qualidade dos mesmo e alem disso serve para definir a
engenharia de trafego.
O uso dele vai depender da necessidade e da criatividade do usuário.

Configuração para BR Rev. 2.0 – Documento Interno 13 de


14
Confidenciabilidade
Este conteúdo está coberto pelos termos de confidencialidade, sendo seu uso

Configuração para BR Rev. 2.0 – Documento Interno 14 de


14