Você está na página 1de 3

Liceu Alvorada

Nome:Nilson Martin da Cruz Antônio


Turma: C
N:26
Classe:12

Filosofia
1. Explique o significado de cada uma das formas de governos propostas por Aristóteles.

As formas propostas por Platão são:

Formas de governo justas, retas ou sans


Temos:
-Monarquia
O rei (governante) tem todo o poder e que exerce de forma hereditária (pai para filho).
Está é a melhor forma de governo, porque preserva a unidade do estado e também ela pode se
tornar em Tirania.

-Aristocracia
Alguns nobres tem o poder (alguns Homens).
É um grupo de cidadãos virtuosos que governam, isto é, cuidam do bem de todos. A sua forma
corrupta é a Oligarquia.

-República
O povo elege seus representantes, de forma direta ou indireta.
Este governo é por si constituído pelo povo, por sua vez eles é que tomam o poder, dando o nome
de Democracia e é forma corrupta da república.

Formas de governo corruptos ou injustas


temos:
-Tirania. -Oligarquia
É um poder supremo Alguns tem o poder e exercem de forma
obtido de forma corrupta; corrupta;
-O poder é centralizado O governo é exercido por um governo pequeno
no rei, que exerce o poder de pessoas, que desfrutam das vantagens do poder.
de forma hereditária (pai para filho).

-Democracia
É a forma de governo mais comum na atualidade.
O povo elege seus representantes por meio de voto, e suprime
Todas as diferenças sociais em nome da igualdade.

Nb:As formas de governo corruptas visam interesses próprios, e segundo Aristóteles, é


consequência da deturpação das formas justas.
2. Aristóteles faz uma crítica ao seu mestre em relação ao pensamento político. Em que
consiste tal crítica?

Aristóteles desde muito novo não concorda com a ideia de Platão.


Ele critica o seu mestre pois não concorda com a Sofocracia, isto é, atribui o poder ilimitado apenas
uma parte do corpo sócial - os sábios (filósofos), ele também não concorda com o idealismo
platônico, pois a cidade é constituída por indivíduos naturalmente diferentes, sendo assim uma
unidade absoluta.
A base da crítica ao seu mestre é justamente sobre a separação no mundo das ideias e o mundo
material (mundo sensível).
O Aristóteles vai para academia platônica muito novo e desde então ele não concorda com o mundo
das ideias, foi por isso que se criou o chamado Corpus aristotélicos, é a ideia de Aristóteles quando
ele funda uma escola concorrente à academia Platônica chamada de Liceu, como forma de valorizar
o mundo material.
No Corpus aristotélicos é o conjunto de conhecimentos onde existe uma preocupação em trabalhar
a lógica, existe uma necessidade de trabalhar a retórica com estes alunos para eles poderem discutir
melhor.
Para Platão não explicava muita coisa, ou seja, ele complicou mais as relações, porque o mundo das
ideias não aplicava nem um pouco o movimento dos entes matérias, e isso preocupava Aristóteles.
Para Aristóteles essa mesma tendência na filosofia desde o Sócrates, de você tentar sair da opinião
(doxa) indo para o mundo da ciência (episteme) através da filosofia, é uma recorrência.
Pode se perceber também que o espanto inicial de você não perceber as coisas, de não saber tudo
este é na verdade um ponto de início para Aristóteles.