Você está na página 1de 2

PSICOPEDAGOGIA – 2020

JÚLIA LUIZA OLIVEIRA DE CASTRO RA: 1902165

AVALIAÇÃO COM JOGOS – JOGO ESCOLHIDO: “BANCO IMOBILIÁRIO”

(Acervo do Autor 2020)

A criança escolhida para realizar a proposta foi o aluno Lorenzo Azevedo que está no
2º ano do ensino fundamental, foram-lhe apresentados três jogos que ainda não conhecia e
entre eles o escolhido foi o Banco Imobiliário.

Posteriormente pedi para que me respondesse como poderíamos iniciar o jogo e o que
ele poderia inventar com os objetos disponíveis, ele apenas perguntou se as folhas com os
números eram dinheiro, eu afirmei que sim, depois disso ele começou a dividir as notas, as
casinhas e as fichas entre nós dois. A fim de conseguir obter mais informações sobre os
principais pontos, foram levantados novos questionamentos e Lorenzo explicou como iriamos
prosseguir com o jogo: “Metade para mim e metade para você, porque nós dois precisamos de
dinheiro, né?!”; “Agora você escolhe a sua cor, a minha vai ser o azul”; “Vamos tirar
joquempô para ver quem começa jogando o dado”. E assim começamos, por ser uma criança
muito inteligente, seus conhecimentos prévios contribuíram para que tivesse uma noção
básica das ações no jogo de tabuleiro, então a cada rodada andávamos com os pinos conforme
o resultado do dado, Lorenzo observava o número das casas e colocava algumas notas na
mesa, dizendo que quem acabasse com o próprio dinheiro primeiro seria o perdedor.
Conseguimos continuar e jogar até o final seguindo suas regras e sua linha de raciocínio.

Contudo, em seguida foi apresentada a forma convencional de jogar o Banco


Imobiliário, expliquei para o Lorenzo que seria um pouco mais difícil, mas que iríamos jogar
juntos, eu o ajudaria e ele aceitou o desafio. Vale ressaltar que o meu objetivo ao jogarmos,
além da diversão, seria o aprendizado no que diz respeito à educação financeira, a matemática
e principalmente trabalhar a capacidade de raciocínio e estratégia. Então damos inicio a
partida, no começo ele se negava a gastar o dinheiro para adquirir imóveis no jogo, dizendo
que se gastasse ia ficar sem nada, mas expliquei que o objetivo era justamente poder comprar
esses imóveis para ganhar ainda mais dinheiro com eles, no decorrer da proposta houve
momentos em que utilizamos a matemática para adição e subtração de valores, Lorenzo em
todo momento respondeu bem aos incentivos, se mostrou atento, interessado e buscou
soluções para os problemas.

Houve bom proveito da atividade desenvolvida, não conseguimos jogar até o fim, pois
se trata de um jogo longo e a criança acabou ficando cansada, foi então que propus o último
desafio: “Vamos ver quanto sobrou do seu dinheiro?” Lorenzo concordou, então somamos
juntos as notas de 10 (dez) e as de 5 (cinco), permiti que ele utilizasse palitos de sorvete para
facilitar a soma, sua estratégia foi colocar os palitos em cima das notas, relacionando
númeroXquantidade e por fim contou todos os palitos chegando ao resultado final.

Você também pode gostar