Você está na página 1de 3

II SAMUEL 16

Davi é amaldiçoado por Simei

5 Tendo o rei Davi chegado a Baurim, veio saindo dali um homem da


linhagem da casa de Saul, cujo nome era Simei, filho de Gêra; e,
adiantando-se, proferia maldições.

6 Também atirava pedras contra Davi e todos os seus servos, ainda que
todo o povo e todos os valorosos iam à direita e à esquerda do rei.

7 E, amaldiçoando-o Simei, assim dizia: Sai, sai, homem sanguinário,


homem de Belial!

8 O Senhor te deu agora a paga de todo o sangue da casa de Saul, em


cujo lugar tens reinado; já entregou o Senhor o reino na mão de Absalão,
teu filho; e eis-te agora na desgraça, pois és um homem sanguinário.

9 Então Abisai, filho de Zeruia, disse ao rei: Por que esse cão morto
amaldiçoaria ao rei meu senhor? Deixa-me passar e tirar-lhe a cabeça.

10 Disse, porém, o rei: Que tenho eu convosco, filhos de Zeruia? Por ele
amaldiçoar e por lhe ter dito o Senhor: Amaldiçoa a Davi; quem dirá: Por
que assim fizeste?

11 Disse mais Davi a Abisai, e a todos os seus servos: Eis que meu filho,
que saiu das minhas entranhas, procura tirar-me a vida; quanto mais
ainda esse benjamita? Deixai-o; deixai que amaldiçõe, porque o Senhor
lho ordenou.

12 Porventura o Senhor olhará para a minha aflição, e me pagará com


bem a maldição deste dia.

13 Prosseguiam, pois, o seu caminho, Davi e os seus homens, enquanto


Simei ia pela encosta do monte, defronte dele, caminhando e
amaldiçoando, e atirava pedras contra ele, e levantava poeira.

14 E o rei e todo o povo que ia com ele chegaram cansados ao Jordão; e


ali descansaram.

I REIS 2

Davi dá conselhos a Salomão e morre

8 E eis que também contigo está Simei, filho de Gêra, benjamita, de


Baurim, que me lançou atroz maldição, no dia em que eu ia a Maanaim;
porém ele saiu a encontrar-se comigo junto ao Jordão, e eu lhe jurei pelo
Senhor, dizendo: Não te matarei à espada.

9 Agora, porém, não o tenhas por inocente; pois és homem sábio, e bem
saberás o que lhe hás de fazer; farás com que as suas cãs desçam à
sepultura com sangue.

10 Depois Davi dormiu com seus pais, e foi sepultado na cidade de Davi.

I REIS 2

Salomão reina, e mata Simei

36 Depois o rei mandou chamar a Simei e lhe disse: Edifica para ti uma
casa em Jerusalém, habita aí, e daí não saias, nem para uma nem para
outra parte.

37 E fica sabendo que, no dia em que saíres e passares o ribeiro de


Cedrom, de certo hás de morrer. O teu sangue será sobre a tua cabeça.

38 Respondeu Simei ao rei: Boa é essa palavra; como tem dito o rei meu
senhor, assim fará o teu servo. E Simei habitou em Jerusalém muitos
dias.

39 Sucedeu porém que, ao cabo de três anos, dois servos de Simei


fugiram para Aquis, filho de Maacá, rei de Gate. E deram parte a Simei,
dizendo: Eis que teus servos estão em Gate.
40 Então Simei se levantou, albardou o seu jumento e foi a Gate ter com
Aquis, em busca dos seus servos; assim foi Simei, e os trouxe de Gate.

41 Disseram a Salomão que Simei fora de Jerusalém a Gate, e já havia


voltado.

42 Então o rei mandou chamar a Simei e lhe disse: Não te conjurei pelo
Senhor e não te protestei, dizendo: No dia em que saíres para qualquer
parte, sabe de certo que hás de morrer? E tu me disseste: Boa é essa
palavra que ouvi.

43 Por que, então, não guardaste o juramento do Senhor, e a ordem que


te dei?

44 Disse-lhe mais: Bem sabes tu, e o teu coração reconhece toda a


maldade que fizeste a Davi, meu pai; pelo que o Senhor fará recair a tua
maldade sobre a tua cabeça.

45 Mas o rei Salomão será abençoado, e o trono de Davi será


confirmado perante o Senhor para sempre:

46 E o rei deu ordem a Benaías, filho de Jeoiada, o qual saiu, e feriu a


Simei, de modo que morreu. Assim foi confirmado o reino na mão de
Salomão.

Você também pode gostar