Você está na página 1de 21
Comissao Parlamentar de Inquérito Chapadados Guimaraes (MT), Julho/2020 1, DA INSTAURACAO COMISSAO PARLAMENTAR DE INQUERITO A COMISSAO PARLAMENTAR DE INQUERITO — CPI, foi instalada pela Resolugo n° 008/2019, destinada a apurar responsabilidades quanto aos graves problemas com o abastecimento de agua na cidade, causados pela inoperancia do Sistema da Nova Estagao de Tratamento — ETA @ Rede de Abastecimento de Agua de Chapada dos Guimaraes, conforme estabelecido Pelo ato Legislativo em conformidade com 0 Pardgrafo 3°, artigo 58 da Constituigéo Federal; artigo 28 da Lei Organica Municipal C/C 0 artigo 63 do Regimento Interno do Poder Legislativo. 1.1 Comissao Partamentar de Inquérito: '-Vereador Benedito Edmilson de Freitas Filho-Bozé MDB (Presidente); || Vereador Mariano Fidélis dos Santos- Mariano (Bloco PT/ PSC) (Membro); lll Vereadora Rosa Cezaria da Silva Lisboa- Prof. Rosa Lisboa (Bloco PL/ DEM). ve CAMARA MUNICIPAL DE CHAPS DOS GhiMardes PROTOCOLS uw para: 07, OS Hora __p Io: 2. ass_o€ DA EXPOSIC, \. 1.1.2 Finalidade Com a finalidade de apurar a real situagao da infraestrutura que compée novo Sistema ETA e Rede de Captagéo, no Municipio de Chapada dos Guimaraes, Estado de Mato Grosso, especialmente a apuragio de responsabilidade pela grave crise de abastecimento de agua, enfrentada pela populacao da cidade, tendo como propésito a obra _realizada com Recursos Federais, oriundo da Proposta SICONV _- Sistema _de Convénios do Govemo Federal n° 049444/2011 - obras da Nova Estacéo de Tratamento — ETA e Rede de Abastecimento de Agua de Chapada dos Guimaraes, objeto do convénio n° 9168/2011 ¢ outros aditivos, firmados entre a FUNDACAO NACIONAL DE SAUDE - FUNASA ~ Ministério da Saude e 0 Govemo do Estado Mato Grosso 2. DA INSTRUGAODE INQUERITO A instrugéo do inquérito contou com a seguinte evolugéo de Atos © Procedimentos: ¥ Alo Legislativo: resolugao n° 08/2019 instaura a Comissao Parlamentar de Inquérito. ¥ Ata da Comissao Parlamentar de Inquérito- 03/12/2019, ¥ Oficio n° 001/2019/ CPI para Marcelo de Oliveira e Silva/ Secretario de Infraestrutura e Logistica — SINFRA 04/12/2019, Y Oficio 002/2019 CPI — Francisco Holanildo Silva Lima- Superintendéncia Estadual da FUNASA no Mato Grosso (SUEST-MT). 04/12/2019. ¥ Oficio 003/2019 CPI Daniel Contigio Motta- Superintendente da Controladoria Geral da Uniéio— Mato Grosso. 10/12/2019. Y Oficio N° 003/2020- SUMASA/ SACID/SINFRA/ MT 14/01/2020. A presidente da Comissao Parlamentar de Inquérito: Benedito Edmilson de Freitas Filho. Vereador Boz6, ¥ Alta de Reuniéo da Comissao Parlamentar de Inquérito 04/02/2020. Oficio n° 004/2020 CPI 06/02/2020. v Oficio n° 232/2019 SECOV-MTISUEST-MT-FUNASA para Benedito Edimilson de Freitas Filho presidente da Comissao Parlamentar de Inquérito. Ata da reunido da Comisséo Partamentar de Inquérito (CPI) 20/02/2020, Oficio convocagao n° 001/2020/ CPI 02/03/2020 convocando Odir Garcia Freitas LOG ENGENHARIA LTDA, Campo Grande — MS. Comprovante do AR. Oficio n° 011/2020- SUMASA/ SACID/ SINFRA-MT 01/03/2020 ao Presidente da Comisséio Parlamentar de Inquérito: Benedito Edimilson de Freitas! vereador (Boz6) Diario oficial n° 27.697 pag.95. LOG ENGENHARIA LTDA oficio pedindo prorrogagao da convocagéo n® 001/2020/CP |. ¥ Recebimento do pedido de prorrogagao do Sr, Odir 11/03/2020. Ata da reunido da Comisséo Parlamentar de Inquérito em 16/03/2020. ¥ Oficio convocagao n°002/2020/ CPI 17/03/2020 convocar Odir Garcia Freitas LOG ENGENHARIALDTA. Oficio LOG ENGENHARIA LTDA para Benedito Edmilson de Freitas Filho para presidente da Comisséo Parlamentar de Inquérito (CPI) justificando 0 nao comparecimento. Ato da presidéncia 013/2020 suspendendo o expediente publico a partir do dia 23/03/2020 a 06/04/2020. Ato da presidéncia n° 015/2020 ‘suspendendo 0 expediente Legislativo até o dia 13/04/2020. Ato da presidéncia n° 015/2020 suspendendo o expediente Legislativo até o dia 17/04/2020. Oficio n? 02972020 da Presidéncia em 22/04/2020 suspende no periodo de 23/03/2020 & 22/04/2020 a tramitacao dos processos legislatives no Ambito da Camara Municipal de 23/03/2020 @ 22/04/2020 devido a Pandemia, ‘Ata da reunigo da Comisséo Parlamentar de Inquérito (CPI) realizada em 27/04/2020. - Ata da reuniao da Comissao Parlamentar de Inquérito (CPI) Nar em 16/03/2020. ys ¥ Ata da reunido da Comissao Parlamentar de Inquérito (CPI) realizada em 27/04/2020. ¥ Ala da reuniao da Comissio Parlamentar de Inquérito (CPI) realizada em 11/05/2020. ¥ Requerimento n° 023/2020 promogando 0 prazo para a conclusio dos trabalhos da Comisséo Parlamentar de Inquérito criada através da Fesolucao n° 08/2019 por mais 90 dias- 11/05/2020. ¥ Ato da presidéncia 020/2020 — interrompendo todos os prazos dos Processos administrative no ambito da Cémara Municipal de Chapada dos Guimaraes-MT 12/05/2020. ¥ Oficio n° 0012 CP1/2020 em 09/06/2020 ao Marcelo de Oliveira e Silva Secretario de Infraestrutura e Logistica — SINFRA. ¥ 06/05/2020 video conferéncia como Sr. Odir Garcia de Freitas, v Link da video conferencia com Odir Garcia de Freitas e Jodmilson de Freitas: https:/youtu be/xEi_KI7jeKO 21 E com base nesse contexio que apresentamos o relatorio final da Comissao Parlamentar de Inquérito - CPI DO SISTEMA DA NOVAESTAGAO DE TRATAMENTO— ETA E REDE DE ABASTECIMENTO DE AGUA DE CHAPADA DOS GUIMARAES, emitindo, ao final, as conclusées, resultados e encaminhamentos necessarios a eficacia dos trabalhos realizados pela Comissaio. Do parecer conclusive de mérito da relatoria inicialmente, ressalto que o Principio da legalidade foi fielmente preservado, uma vez que preenche todos 08 requisitos formais ¢ foi formulada com clareza expondo fatos, fundamentos © 05 signatérios possuindo legitimidade para figurarem no polo ativo, ou seja, tudo a luzda Lei. O direito & vida é uma garantia invioldvel prevista na Constituicéo Federal de 1988. Atrelado a isso esta 0 direito & Agua, pois sem ela ndo ha como garantir a vida, a satide a dignidade da pessoa humana. Algumas agées jé foram realizadas com a finalidade de proteger este bem. Em nivel internacional destaca-se a Conferéncia das Nagdes Unidas realizada em Estocolmo, Suécia, em 1972, que declarou © dever de preservar a Agua em beneficio das geragtes Presentes e futuras e a imputabilidade de sangdes penais e adminisrativas, pee para quem lesar o meio ambiente. Em nivel nacional destaca-se a elaboragao do Cédigo das Aguas, a Constituigao Federal de 1988 e Polltica Nacional de Recursos Hidricos, Lei N° 9.433, de 8 de Janeiro de 1997, tendo como Conteudo uma regularizagao para a utilizagao de tais recursos, onde o seu objetivo maior é garantir que todos tenham uma utlizagéo sustentavel da égua, assegurando também os direitos e deveres sobre a sua utilizacdo. caput do artigo 5° da Constituigao Federal do Brasil de 1988 (CF/e8) afirma que o direito vida é uma garantia inviolével de todos os brasileiros e estrangeiros residentes no Pais. Se, para manter a vida 6 necessério a agua, sem elaa vida se torna impossivel. Segundo Machado (2002, p. 13): ‘negar agua ao ser humano é negardhe O direito 2 vida; ou em outras palavras, 6 condena-lo.a morte’. ‘A agua é um componente essencial para a vida. Constituindo mais de 60% do organismo humano, é utilizada direta ou indiretamente em todas as fungdes necessérias vida. Serve como solvente para minerais, vitaminas, aminoacidos, glicose e demais moléculas. Atua nos processos fisiolégicos de digestio, absoreao, excrecao e sistema circulatorio. Possui também um papel na manutengao da temperatura corpérea, na absorcéo do impacto e de Protegao e lubrificacao dos tecidos na vida intrauterina. No entanto, como esse Combustivel da vida nao pode ser produzido em sua totalidade pelo organismo, estima-se que cerca de 2 litros de agua devem ser ingoridos pela dieta. (WHITNEY; HAMILTON; ROLFES [3], 1990 e GUYTON [4]; HALL, 2011). Em 1992, a Organizacéo das Nagdes Unidas (ONU) elaborou a Declaracdo Universal dos Direitos da Aqua [4], a fim de atingir a todos para que se esforcem a desenvolver o respeito aos direitos e obrigacdes, com medidas progressivas de ordem nacional e intemacional. No seu 2° artigo, a declaracdo afirma a necessidade da 4gua para a vida, sendo considerado um direito fundamental. Art. 2° - A agua 6 a seiva do nosso planeta. Ela 6 a Gondigdo essencial de vida de todo ser vegetat animal ou humano. Sem ela nao poderiamos conceber como sdo a atmosfera, 0 clima, a vegetagéo, a cultura ou a agricultura. O direito & agua 6 um dos direitos fundamentals do ser humano: o direito a vida, tal qual 6 estipulado do Art 3 ° da Declaragdo dos Direitos do Homem. Segundo Flores [2] (2011), reconhecer a agua como direito fundamental nao é somente uma implicagao teérica, mas uma reflexdo ¢ efeito Pratico, sendo que o primeiro passo, é estabelecer uma politica efetiva de universalizagao de direito a agua. A-AGUA COMO GARANTIA DA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA © Comité dos Direitos Econémicos, Sociais e Culturais das Nagées Unidas (51, em seu Comentario Geral n° 15, de 20/01/2003 afirma que “A agua 6 um recurso natural limitado e um bem ptiblico fundamental paraa vida e a satide", Conforme Carbonari [6] (2014) 0 contetido do direito humano a égua pode ser resumido: “O direito humano a agua € 0 direito de todos a dispor de agua suficiente, potavel, consumivel, acessivel e a prego razodvel para o uso pessoal e doméstico. O abastecimento adequado de agua potavel é necessdrio Para evitar a morte por desidratacao, para reduzir o risco de enfermidades relacionadas & Agua e para satisfazer as necessidades de consumo, de cozinha e de higiene pessoal e doméstica” (§ 2). Mais adiante, ao esclarecer 0 contetido juridico-normativo do direito humano a agua diz: “O direito @ agua articula liberdades e direitos. As liberdades s&0 © direito a manter o acesso a um Suprimento de agua necessario para que cada pessoa Possa exercer 0 direito a Agua e 0 direito de as pessoas nao serem objeto de ingeréncias, como PRP ia 6 Ye de abastecimento ou a contaminacéo dos recursos hidricos. Os direitos compreendem um sistema de abastecimento e gestéo da agua que ofereca iguais Sportunidades para que a populacao possa desfrutar do direito 4 Agua. Os elementos do direito & Agua devem ser adequados a dignidade, @ vida e @ saide humanas, conforme o § 1° do artigo 11 e 0 artigo 12 do Pacto Intemacional dos Direitos Econ émicos, Sociais e Culturais (PIDESC, ONU, 1966; BRASIL, 1992). O sentido de adequado no que se refere a agua nao deve ser interpretado de forma festritiva, tomando em conta Somente quantidades volumétricas e tecnolégicas. A agua deve ser tratada fundamentalmente como um bem social cultural e ndo como um bem ‘econdmico. O modo pelo qual o direito 4 agua 6 exercido também deve ser Sustentavel, de tal forma que este direito possa ser exercido pelas geracées atuais e futuras” (§ 10 e 11), Fonte: httos://conte udojuridico.com,br/constita/Atigos /S0080/agua-um-bem-que-garante- s-vida-saude-e-dignidade-da-pessoa-humana Em razo da fungdo essencial que os recursos hidricos exercem na manutengao do equilfbrio ecolégico terrestre e mesmo da vida humana, animal © vegetal do planeta o acesso a agua tormou-se atualmente como uma das questées de maior preocupagéo na agenda ambiental, tanto na ordem intemacional como nacional. A agua enquanto recurso natural elemento constituinte e integrante em grande Proporeao na composigao fisica dos seres vivos em geral, apresenta-se como indispensavel para promocao da vida, além de ser a matéria-prima elementar due viabiliza 0 processo de desenvolvimento sécio-econémico da populacao humana por meio de seus usos multiplos. Dentre estes se sobressaem o consumo humano e animal quando utilizada para satisfacdo das primeiras necessidades vitais (dessedentacao, alimentagdo e higiene) eo consumo industrial quando apropriada como bem intermediario ou final na produgdo econdmica; usos que exigem uma agua de qualidade, ou seja, potavel entendida como aquela isenta de microorganismos nocivos que pode ser consumida sem riscos de ocasionar doenas. Desta forma, a relevancia dos 7 recursos hidricos se expressa pelas diversas funcdes que os mesmos exercem para que diversos ecossistemas (aquaticos e terrestres) tenham vida assegurando a existéncia e qualidade de vida humana, vegetal e animal na Terra, Em face dessa necessidade natural pela égua sua demanda néo é totalmente gerantida, apesar de o ciclo hidrolégico permitir a manutengdo da agua na biosfera terrestre, isto em razdo de que nao é suficiente a sua oxisténciasende preciso que chegue aos locals necessitados e que tenha sua potabilidade gerantida. Situacdo constatada quando se verifica que mesmo a superficie {amtestre sendo recoberta em mais da metade por agua (em tomo de %) deste total apenas 2,5 % constituern aguas doces as quais so aproveltaveis para 0 consumo humano e animal, compondo-se o restante 97,5 % aqua salgada produeao consumo séo incipientes e de alto custo. Ademais, da diminuta quantidade de aguas doces 68,9% encontram-se em geleiras © coberturac Permanentes, 29,9% so subterraneas e somente 0,3% compreendem as aguas continentais superficiais (lagos ¢ rios). fal fealidade tanto no nivel mundial quanto nacional revela 0 papel [undamental que 0 acesso a agua de qualidade representa ndo so para os brasileiros como para toda humanidade, em razao de ser insumo vital para que Se possa garantir 0 equillbrio ecoldgico planetario e consequentemente uma Sobrevivencia digna de qualidade para todas as populagées. ‘Direitos Fundamentais" se aplica para aqueles direitos do ser humano reconhecidos_@ positivados na esfera do direito constitucional positive de determinado Estado, ao passo que a expressao ‘Direitos Humanos" quardaria relagao com os documentos de direito intemacional, por referir-se aquelas Posigdes juridicas que se reconhecem ao ser humano como tal, independente de sua vinculacéo com determinada ordem constitucional, e que, portanto, aspiram a validade universal, para todos os povos e tempos, de tal sorte que revelam um inequivoco caréter supranacional (internacional). SARLET apud (BARBOSA, 2008) Nesse sentido, de modo geral os direitos humanos apresentam carater universal, ou seja, destinam-se a todos os seres humanos independentemente de que Estado estejam vinculados; ja os direitos fundamentais como disserta Araujo @ Junior (2009) constituem uma categoria juridica, normatizada constitucionalmente cuja vocagao se destina a prote¢do da dignidade humana em todas as dimensées, em outras palavras, sao os direitos elementares A existéncia digna do ser humano, de natureza poliédrica na proporgao que expressam a tutela dos variados direitos essenciais da pessoa humana, Positivados no ordenamento juridico de cada Estado. Em se tratando deste reconhecimento de categoria de direito fundamental da Pessoa humana até pouco tempo na ordem internacional nao se tinha a previsdo expressa de que o acesso 4 Agua de qualidade constitui um direito humano, fato que sé veio a ocorrer recentemente pelas Organizagao das Nagées Unidas. Para alguns doutrinadores tal direito fora reconhecide desde o Pacto Intemacional dos Direitos Econémicos, Sociais e Culturais, Gando dispos que: \ (Artigo 11 — 1. Os Estados-partes no presente Pacto reconhecem o direito de toda pessoa a um nivel de vida adequado para si proprio e para sua familia, inclusive a alimentacdo, vestimenta e moradia adequadas, assim como uma melhoria continua de suas condigées de vida. Os Estados-partes tomarao medidas apropriadas para assegurar_a consecucéo desse direito, reconhecendo, nesse sentido, a importancia essencial da cooperagao intemacional fundada no livre consentimento,” Contudo, apesar da justificativa de que seja necessério 0 acesso a Agua de qualidade para que “toda pessoa tenha assegurado um nivel de vida adequado Para si proprio e para sua familia, inclusive a alimentacdo, vestimenta ¢ moradia’, no se pode depreender a estipulagao explicita do direito humane em andlise. Ressalva-se em ambito intemacional que, no ano de 1992 as NagSes Unidas ‘em meno da relevancia dos recursos hidricos assim dispés na Agenda 21 118.2. A aqua 6 necessaria em todos os aspectos da vida. O objetivo geral 6 assegurar que se mantenha uma oferta adequada de dgua de boa qualidade Para toda a populacao do planeta, ao mesmo tempo em que se preserve as fungdes hidrolégicas, bioldgicas @ quimicas dos ecossistemas, adaptando as atividades humanas aos limites da capacidade da natureza e combatendo vetores de moléstias relacionadas com a agua. Tecnologias inovadoras, inclusive 0 aperfeigoamento de tecnologias nativas, séo necessarias para aproveitar plenamente os recursos hidricos limitados e protegé-los da poluigao. (Agenda 21, capitulo 18)’, Nota-se também que apesar do tratamento do “acesso a égua para toda Populacao do planeta’, ainda nao se pode depreender o reconhecimento expresso desse acesso como um direito essencial da humanidade. Somente no ano de 2006 no Relatério de Desenvolvimento Humano houve referéncia explicita a tal direito: “a agua, a esséncia da vida e um direito humano basico, encontra-se no ceme de uma crise didria que afeta varios milhdes das pessoas mais vulneraveis do mundo — uma crise que ameaga a vida @ destr6i os meios de subsisténcia a uma escala arrasadora’ (RDH, 2006, p. 1). E mais recentemente a Assembleia Nacional da ONU reconheceu, em 28 de Julho de 2010, 0 acesso a gua potavel como um direito humano fundamental, Hodiernamente, ha interpretagdes no sentido de que o ordenamento Constitucional tutela tal direito por meio de um de seus principios contidos no artigo 4° constitucional,, qual seja a prevaléncia dos direitos humanos, dentre os quais 0 acesso 4 Agua potavel reconhecido recentemente pela ONU. No entanto, em matéria de elevacdo a direito fundamental toma-se pertinente a consideracao realizada por Barbosa (2008) “é imprescindivel reconhecer ¢ positivar a agua, ou seja, insculpir [...] na Constituigao Federal de 1988, a Agua como Direito Fundamental da Pessoa Humana’, para que assim o Estado Brasileiro promova © cumpra polticas publicas que assequrema aqua potdvel a todos os brasileiros garantindo assim o direito fundamental a-saide x sobretudo a vida. ye a agua exerce inquestionavel influ€ncia na promoco e manutencéo do eaullibrio do meio ambiente @ consequentemente da vida em nosso planeta, Todavia, apresenta-se distribuida de forma irregular na superficie terrestre fator elo qual algumas nagdes sao bem abastecidas em detrimento de outras que pa, grande maioria séo sujeitos de conflitos sociais decorrentes da escasses hidrica; situagéo que assola varias regides do mundo, nao sendo diferente cen 9 nosso pais que apesar da aparente abundancia hidrica de aguas doces apresenta regides em situagao de calamidade devido a falta de aqua potivel Para o consumo humanoe animal a exemplo do semi-drido nordestino, Tal realidade suscita a necessidade de se adolar & gua potdvel como uma prewogativa humana fundamental, para que os Estados e seus drgaos estruturantes desenvolvam e executem politicas, programas e acdes voltadas Bara viabilizacao do acesso @ dua de qualidade para toda sua populagao. Sendo, desta forma, o recente reconhecimento humano pela ONU um instrumento norteador para i no se atinaram para essa importancia sejam realmente sensibilizados a nec somente recepcionar esta garantia, mas, sobretudo efetiva-la em atendimento a sadia qualidade de vida, resquardando-se uma sobrevivencia digna para presente e futura geragao. Fonte: https://ambito|uridico.com.br/cadernos/direto-consttucional/o-direito-fundamentak acagui 3. Da Comissao Parlamentar de Inquérito E incontestavel que o poder de investigar constitui uma das mais expressivas fung6es institucionais do Legislativo. A importancia da prerrogativa de fiscalizar se traduz, na dimensao em que se projetam as multiplas competéncias constitucionais do Legislativo, como atribuigao inerente @ propria esséncia da instituicdo parlamentar, A Comisséo Parlamentar de Inquérito (CPI) representa um dos mais importantes instrumentos de fiscalizagéo e porque néo dizer, controle da atividade administrativa das autoridades publicas, que, inexoravelmente, envolvem a acepgao ampla do interesse puiblico. Em um preambulo objetivo ¢ necessario, tem-se ue o Poder Legisiativo Municipal tem basicamente trés fungées: a) Representativa - Representar 0 povo, em defesa dos seus interessesna construgao de uma sociedade igualitaria ¢ usta; b) Legislativa - Elaborar as Leis de modo a contemplar a sociedade com um ordenamento juridico que © garanta adefesa de toda a coletividade; CON pO? ey 10 ©) Fiscalizadora - Fiscalizar todos os atos da Administragao Publica, de modo a buscar e zelar por todos os interesses da comunidade. 4DA EXPOSICAO E ANALISE DAS PROVAS COLHIDAS 41 Da Investigagao O objeto investigado foi apurar a real situagao da infraestrutura que compée o novo Sistema ETA e Rede de Captagdo no Municipio de Chapada dos Guimaraes, Estado de Mato Grosso, em especial a apurar as responsabilidades pela grave crise de abastecimento de agua, enfrentada pela Populagao da cidade. 41. © SAAE, 6rgao com alta complexidade na posiggo de seguranga estratégica, em fungéo do grande gargalo que se estabelece em algumas €pocas do ano, por ser uma cidade de intenso fluxo turistico, bem como de alta relovancia e representagao, como instrumento de acéo de p. social para o atendimento da populagao moradora, turistas, veranisias visitantes, merece tratamento condizente, com 0 devido respeito que o trato com a coisa publica impée. ica publica Ressaltamos que 0 SAAE é Orgao dotado de receita propria, para o incremento das finangas, com os devidos investimentos na prestac&o dos servigos no municipio. © grau de IRREGULARIDADES foi o objeto investigado. Neste relatirio ressalto, preambularmente, que os agentes piblicos se sujeitam pelas infragdes cometidas, ou que de alguma forma possam estar envolvidas a responder pelos seus atos, em diferentes esferas quais sejam a criminal, a civil, administrativa e a politica E facil e notério ver na érbita do depoimento do Sr. Odir Garcia Freitas da LOG ENGENHARIA LTDA e dos fundamentos constantes na falta de dgua para a Populacéio, com particular invocagao contida em seus art4 inciso 7°, 8° @ 10° um julgamento meramente politico, afeta a Camara de Vereadores, sem embargos de responsabilizacao, dentre desses woes} leve-se manter n CN Nos ce Sempre atento, para se evitar qualquer possivel desvio de enfoque na inadverténcia pudessem ser advertido, cuidando assim pela observan restita da finalidade do procedimento instaurado, do espectro legal do poder de julgamento do poder Legislativo municipal. 5. Da Obra A Obra foi inaugurada em Janeiro de 2018, e este o novo Sistema ETAe Rede de Captacdo de Chapada dos Guimardes, tinha a promessa de acabar com a escassez hidrica que perduraram por quase 40 anos. A obra executada pela Construtora Nhambiquaras custaria R$17.000.000,00 (Dezessete milhdes de Reais) até entdo aos cofres publicos. Apés rotineiros aditives a obra do novo Sistema ETA e Rede de Captacao, consumiu cerca de R§ 21.000.000,00 (vinte e um milhdes de Reais) de recursos puiblicos. Acontece que jé em fevereiro do mesmo ano de 2018, os novos motores comegaram a apresentar defeitos ¢ logo em seguida as duas bombas da estagao queimaram. As duas bombas foram para a garantia e sé retomaram no més de Julho e mesmo assim, os problemas continuaram, enquanto isso era um dos assuntos mais destacados na midia da baixada cuiabana. Em Margo de 2018, segundo 0 Secretario de Estado das Cidades, a propria HIGRA INDUSTRIA LTDA (Empresa fomecedora dos maquinarios), detectou o problema @ deu prazo de 80 dias para troca dos equipamentos. ‘A Empresa lamentou 0 ocorrido ¢ prometeu conigir as falhas encontradas (no mancal) das bombas sem 6nus para a Prefeitura e 0 Governo do Estado. Com a forte estiagem neste periodo, voltando 0 abastecimento apenas por conta das captagées ja existentes anteriormente ou seja, MONJOLO, QUINEIRA e BURACAO, as cobrancas eram de moradores, empresarios, turistas e legisladores, desta forma em 22 de Fevereiro/ 2018 os Srs: SERGIO REZENDE DE SOUZA (DEM), EDIMILSON BENEDITO PAIXAO COELHO (PSC), SERAFIM FERREIRA DE OLIVEIRA (PDT), OTAVIO ALVES DE MELO 2 ¢ we (PSB), ODETTE CATHRINE LOUISE TRECHAUD (PV), JOSUELO DE PAULA (PT), SONIA BEZERRA (MDB), GILBERTO SCHWARZ DE MELO (PL) e SIDNEY VARANIS (REDE SUSTENTABILIDADE), ambos presidentes Partidérios, protocolaram junto a PROMOTORIA DE JUSTICA - Comarca de Chapada dos Guimaraes, pedindo providéncias junto ao conceituado orgao, uma vez que a previsdo inicial era de R$ 4,500.000,00 (Quatro Milhdes e Quinhentos Mil Reais), os jomais dos arredores demonstram que apés 7 (sete) ADITIVOS DE CONTRATO, esse montante subiu para 17 milhdes de reais, com previsdo de chegara mais de R§ 20.000.000,00 (Vinte Milhées de Reais). Essa mesma falta D’Agua, vinculada em diversos meios de comunicagao, 6 objeto do PROCEDIMENTO PREPARATORIO 81/2019 © PROCEDIMENTO PREPARATORIO 80/2019 por parte do préprio Ministério Pibblico do Estado do Mato Grosso, relativos ao novo Sistema ETA e Rede de Captagio, conforme documento em anexo. Amedida que a falta de Agua tomou-se cada vez mais constante e evidentena cidade, maior ainda cresceu o sentimento de “haver alguma coisa errada” 6. Dos pedidos de Informacées Dividas surgirame esclarecimentos tomaram-se necessarios, tais como: 6-1 Porque 0 Desarenador ou tanque de Sucgao suja tanto (entrando areia)? 6.2 Porque 0 Gabido, a cada chuvaé praticamente destruido? 6.3 As bombas colocadas qual seria a posig&o comrela das mesmas, em pé ou deitada? 6.4 Foi feita avaliagao técnica da Obra? 6.5 Porque a data (ou porta) da comporta nunca funcionou? 6.6 A capacidade maxima projetada para a operagao do novo Sistema ETA e Rede de Captacao é de 400 metros cibicos de égua/ora? 6.7 Quando da inauguragao, deste novo Sistema ETA e de Rede de Captagdo, foram acionados os mecanismos de operagdo, em sua capacidade de rotagéo maxima?“ \ B 6.8 O que j ocorreu quando tentaram colocar o Sistema ETA e de Rede de Captagao em poténcia de 100% de capacidade, portanto com rotagao maxima; suportou-se a press? Ou ndo? 6.9 Nao tendo Suportado a pressdo, 0 que ocorreu com © Sistema ETA; transbordou ou poderia ter vindo a transbordar? 6.10 © que ocorreu na ocasiéo com a Rede de Captagao; as bombas de ‘sucgao suportaram a tensao ou queimaram? 8.11 Com relagao aos quadros dos controles automatizados, 0 que ocorreu Na ocasiao, suportaram a tensdo ou queimaram-se também? 6.12 Caso haja problemas operacionais, com 0 novo Sistema ETA e Rede de Captacao, o sistema pode estar operando em capacidade ociosa de 80%, portanto algo em tomo de 160 metros ciibicos de dgua/hora, configurando sua subutiizagdo? 6.13 Em caso afirmativo esta subutilizagao poderia ser em decorréncia de fatores técnicos, ou seja, erros de projeto? 6.14 Havendouma ‘subutilizacdo do Sistema ETA e Rede de Captagao, cria- ‘se uma demanda reprimida? 6.15 Para suprimento desta demanda reprimida e flutuante de consumo de Agua, que necessita ser atendida, o SAAE continua com as contribuigdes da captacao do Parque da Quineira e Monjolo? 6.16 Havendo contribuicao, qual & metros cubicos de dgua/hora, da captagao do Parque da Quineira? 6.17 Havendo contribuigéo, qual é metros cubicos de dgua/hora, da captagao do Monjolo? 6.18 Quantas bombas de succao estdo, na atualidade, em operago? 6.19 As bombas de ‘sucgao podem suportar a operagéo em rotagéo maxima? 6.20 As bombas de suco, caso no suportarem a rotagao maxima, podem queimar? 6.21 Nao estando, hd previsdo para a entrada em operagao do Sistema ETA @ Rede de Captagao em sua capacidade de rotagao maxima? 6.22 Com relagao a demanda contratada e paga mensalmente de energia clética, pelo SAAE junto a Empresa Energisa; esta contratagao ¢ pelo consumo fixo em fungao da poténcia de 100% de capacidade de rotacao maxima? “A rT) 6.23 Na possibilidade de estar ocorrendo uma subutilizacdo do Sistema ETA @ Rede de Captacao, com seu funcionamento ou nao, em capacidade de operagéo maxima ou minima, a Empresa Energisa fatura e 0 SAE paga © mesmo valor, ou seja fixo, na conta de energia elétrica? 7. Dos esclarecimentos 71 Esclarecimentos da Diretoria Técnica do Sistema Auténomo de Agua e Esgolo de Chapada dos Guimaraes — SAAE se, e quais foram os procedimentos, oficialmente, adotados pela Diretoria Tecnica junto a empresa Construtora Nnambiquaras Lida, para a tomada de providéncias, no sentido de sanear e resolver os problemas técnicos; 7.2 Esclarecimentos da Diretoria Técnica do Sistema Auténomo de Agua e Esgoto de Chapada dos Guimarées — SAAE , sobre os efetivos resultados dos procedimentos, oficialmente, adotados juntoa empresa Construtora Nhambiquaras Ltda, para a tomada de Providéncias, no sentido de sanear e resolver os problemas técnicos © se poderao ser comprovados através de documentos expedidos e Protocolados nos anos de 2017, 2018, 2019 até a presente data; 7.3 Esclarecimentos da Diretoria Técnica do Sistema Autonomo de Agua e Esgoto de Chapada dos Guimaraes — SAAE, se a Diretoria Técnica do SAAE, tomou a iniciativa de providenciar solicitagao junto a0 Governo do Estado do Mato Grosso — Secretaria de Estado das Cidades, a época responsavel pelas obras relativas ao Convenio da Fundagao Nacional de Satide - FUNASA, n° 0168/2011, das providéncias cabiveis, para a realizagdo de uma pericia técnica de avaliaco da qualidade técnica operacional do Sistema ETA e Rede de Abastecimento de Agua de Chapada dos Guimaraes, em decorréncia dos problemas técnicos apresentados, inclusive com a checagem, para a cerlificagéio de que o Projeto Aprovado foi efetivamente o Projeto Executado; 7.4 Esclarecimentos da Diretoria Técnica do Sistema Auténomo de Agua.e Esgoto de Chapada dos Guimardes — SAE, sobre se a obra, bem como todos os equipamentos alocados, encontra-se em periodo de garantia, em estrita observancia da responsabil Z administracdo publica na garantia da qualidades das obras publicas, como preconizao artigo n° 618 do Cédigo Civil; 7.5 Esclarecimentos da Diretoria Técnica do Sistema Autonomo de Agua e Esgoto de Chapada dos Guimardes ~ SAAE, sobre a Possibilidade de estar ocorrendo uma subutilizagdo do Sistema ETA @ Rede de Captacdo, com seu funcionamento ou nao, em capacidade de operagéo maxima ou minima, a Empresa Energisa fatura e 0 SAAE paga o mesmo valor, ou seja, o valor é fixo na conta de energia elétrica, independentemente do consumo real; 7.6 Esclarecimentos da Diretoria Técnica do Sistema Autonomo de Agua e Esgoto de Chapada dos Guimardes — ‘SAAE, sobre qual Org40 ou empresa responsabilizou-se pelos recursos financeiros destinados aos pagamentos de consertos nos equipamentos que compdem o sistema de bombeamento do sistema de abastecimento, que vem sucedendo-se desde a sua inauguracao; O elemento prova ira embasar, conclusées no final emitidas, tratando-se de julgamento politico considerando-se as circunstancias. O arbitro de voto por unanimidade da Comissao Parlamentar de Inquérito nao Se trata de carater odioso, o que se almeja demonstrar 6 que muito diferente de um julgamento extra politico de competéncia da justiga comum, o politico deferido aos érgaos legislative, possibilitam uma liberdade bem maior para a descoberta chamada verdade real no minimo tomando-se a perturbado, iniciando pois as abordagem sendo estampadas neste procedimento, pode-se afirmar, sem risco nenhum de erro, ou exagero que, remontando-se na histéria de Chapada dos Guimarées-MT nunca se ouviram falarem de tamanhos escandalos como os recentemente havidos, e que se ensejam os de falta de Agua que esta estampado a olho nu, as claras de toda populacdo chapadense. trafico de influéncia difundidos na administragdo publica é notério e claro, a Partir dos fatos emergidos ¢ comprovacao da maneira em que os influentes, 'ende-se como configurado um comportamento pela tolerincia a vida incompativel com a dignidade e decoro ao cargo, ante todo os exposto, cumpri @ essa Comisséo Parlamentar de Inquérito propugnar em homenagem a verdade, € em defesa da moralidade administrativa, romney ; 16 we cometidas as infragées polttico administrativas, pela procedéncia da CPI reconhecendo assim a infragéo politico administrativas relatadas pela Comissao Parlamentar de Inquérito, por varias vezes enfatizei a gestora a respeito dos principios da Administrago Publica: LEGALIDADE, IMPESSOALIDADE MORALIDADE ADMINISTRATIVA, PUBLICIDADE, EFICIENCIA. 8. Da video Conferéncia © SrOdir na video conferencia fez uma apresentagdo da empresa LOG ENGENHARIA LTDA na qual o mesmo responsavel, esclareceu também a respeito do projeto de capitagao. DEVEMOS LEVAR EM CONSIDERACAO AS FALAS DO SR ODIR? * © senhor Odir Garcia, responsavel pelo projeto, visitou a obra em andamento ou somente apés a conclusao? Resposta: Somente em fevereiro de 2.019 em uma visita superficial * Asua equine esteve in loco, para elaboragao do projeto? Resposta: permanente no! Vieram varias turmas para fazer levantamento de campo em periodos diferentes. * Na época do projeto, qual foi o valor previsto para conclusao da obra? Resposta: em 2.012 algo em tomo de 12 milhées. * Osenhorsabe a que deve esse valor final na casa de 20 milhdes? Resposta: ndo tenho conhecimento. * A bomba utilizada foi a mesma projetada? Resposta: Sim, inclusive a HIGRA (indicada por mim). * O.diametro da tubulacao 6 o mesmo projetado?. \ /~\) uc ( 7 : yr Resposta: sim * Foi feito avaliagao técnica da obra? Resposta: O ideal seria ter uma fiscalizagéo por parte do municipio, infelizmente profissional que acompanhou a obra era funcionério da construtora. * © projeto previa desativagdo das capitagées antigas (Quineira & Monjolo)? Resposta: Estava previsto trocar as atuais conjunto de bombas e motores por Novos (que nao foi feito). * Essa areia constante no tanque de sucgao pode ter levado a bomba 20 “DANO"? Resposta: xiste a possibilidade. © Sr Odir Garcia, relaia ainda que nenhum gestor ou éiga0 publico Ihe Procurou quando as bombas apresentaram defeitos, se tivesse acontecido isso Provavelmente as coisas teriam outro desenrolar, uma vez que, houve custos e quem arcou com os mesmos foi o municipio, ficando assim a Construtora Nhambiquaras, isento do nus, Relata ainda que eram previstos duas bombas Para retirar areia do tanque se sucgéo com mangueiras de 12 metros x 3” (outro gasto considerado que 0 SAAE-CG, teve porque era rotineiro pagar empresas privadas para fazer tal servigo). Outro relato interessante ¢ a fala do JODEMILSON DA SILVA SOUSA, quando diz que em 2.018 para funcionar os motores teve que ser feito um “JAMP (Lipo de gambiarra). E que apés trocar o atual sistema elétrico de partida por quadro de comando, o consumo de energia diminuiu consideravelmente. Como visto, a Comissdo Parlamentar de Inquérito desde os primeiros oficios expedidos encontrou um certo entrave por parte dos responsdveis pela referida Obra, do SAAE e, principalmente, por parte da SINFRA (Secretaria de Infra- pa) \ Estrutura do Estado do Mato Grosso). CY Noe w a A Secretaria de Infraestrutura do Estado do Mato Grosso — SINFRA, nao nos Enviou os projetos solicitados alegando néo t&-lo em forma digital, justificando que levaria muito tempo para proceder com cépia dos processos, disponibilizando apenas “vistas”, para que verificassemos in loco. 8.1. Da Inviabilidade Ressaltamos que os entraves, oferecidos a esta CPI, inviabllizou, Sobremaneira, a andlise e consequente obtencao das informagées necessérias Para os necessérios esclarecimentos, com as repostas aos questionamentos slencados Ressalta-se que, até a presente data, também no nos enviaram Copia de todos os processos administrativos de pagamentos, o que também em muitos aspectos in viabilizaram uma maior abrangéncia deste relatério, 8.2. Perguntas ficaram sem respostas!!! 8.2.1 Esclarecimentos nao foram realizado’ 9. Questionamentos O grande questionamento da CPI é porque algumas bombas que estragaram e ainda estavam na garantia a empresa na qual fez a obra (Nhambiquara), nao assumiu a responsabilidade de concertar ‘ou trocar se fosse o caso, pois as bombas em 2018 foram duas vezes para ser arumada com pouco tempo de uso e o SAAE que pagou o concerto, o produto final da CPI é um relatério que ira servir de prova para que o judiciatio possa punir os responsdveis, caso exista. Destaca-se 0 fato de que até dezembro de 2019, com 36 (trinta e seis) meses da alual gestéo, 6(seis) Diretores Presidentes j4 haviam sido nomeados e exonerados, significando a média de troca de 6 em 6 meses, evidenciando-se um ambiente administrative de constantes “quebras de continuidade”, Propicio ao ensejo de todo tipo de irresponsabilidades. Salienta-se que alguns dos inimeros problemas foram equacionados ou minimizados, quando um funcionatio efetivo, concursado, assumiu 0 cargo de Diretor Presidente da diretoria do SAAE-CG, ee antes eram wee 19 agentes politicos ou “estranhos aos quadros”, que ocupavam o referido cargo, 9.0 GONCLUSAO SOBRE A COMPROVAGAO OU NAO DA EXISTENCIA DOS FATOS 9.1 Consideragées Finais Ante 0 exposto, e pela defesa do interesse publica, bem como; Considerando que todo o Administrador Publico possui importantissimo papel na garantia da seguranga, solidez © funcionalidade das obras publicas, devendo se apoiar na vasta legisiagdo que regulamentao assunto; Considerando a Lei Federal n° 10.406, de 10 de janeiro de 2002 - Institui o Cédigo Civil, que no art. 618 estabelece que, nos contratos de empreitada de edificios ou outras construgées considerdveis, o empreiteiro de materiais e execucao respondera, durante o prazo irredutivel de cinco anos, pela solidez e ‘Seguranga do trabalho, assim em razo dos materiais, como do solo; Considerando que qualquer Cidadao nao é obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa sendo em virtude de Lei; Considerando ser imperiosa a necessidade de Proteggo e Preservagao do Patriménio Public e Social, bem como dos Bens Puiblicos do Municipio de Chapada dos Guimaraes, em beneficio de toda a Sociedade; E, finalmente, considerando como de imperiosa importancia, ressaltar como um dado de grande significado, 0 fato de que o Novo Sistema ETA e Rede de Abastecimento de Agua de Chapada dos Guimaraes sempre, desde sua inauguragao, vem persistindo em problemas, apresentando as mesmas falhas de operacionalidade técnica, sem que as verdadeiras causas sejam sequer divulgadas e esclarecidas a populagao; esta relatoria vota pela procedéncia do aprofundamento das investigagées iniciadas por esta Comissao Parlamentar de Inquérito, das denuncias realizadas, constantes deste _Relatorio, com a necessidade imperiosa e premente de diligéncias futu ra ‘a efetuadas \ Por Orgaos competentes, pois vislumbra-se, inclusive com evidenciagdo de atos de improbidades e crimes contra a administragao publica, motivo pela qual Submeto este parecer/voto a aprovagtio dos pares desta Comisséo Parlamentar de Inquérito, tudo em conformidade com o que determina o ‘egramento legal atinente a materia, com posterior encaminhamento a Superintendéncia da Policia Federal Regional Mato Grosso, Superintendéncia da Controladoria Geral da Unido em Mato Grosso, Ministério PUblico do Estado de Mato Grosso - Promotoria de Justiga de Chapada dos Guimaraes - 1° Promotoria de Justica Criminal e Coordenadora das Promotorias e 1° Promotoria de Justiga Civil ¢ Procuradoria da Republica no Estado do Mato Grosso © Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso. \ WHuloo Vereadora Rosa Cezaria da Silva Lisboa/ Prof. i Lisboa (Bloco PL/ DEM (Relatora) 4 f DX 2° Vereador Benedito Edmilson de- Co ) Vereador ariano Aoi os Santos- Mariano (Bloco PT/ PSC) (Membro). lho- Boz6 MDB 21