Você está na página 1de 8

CIÊNCIAS HUMANAS

E SUAS TECNOLOGIAS
FRENTE: ATUALIDADES I
EAD – MEDICINA
PROFESSOR(A): HERMANO MELO

AULA 02

ASSUNTO: CONSTITUIÇÕES DO BRASIL – PARTE II

Características
Resumo Teórico A. Reforço do poder Executivo;

B. Incorporou dispositivos dos Atos Institucionais;


A Constituição de 1946
C. Ao Executivo competia a exclusividade das iniciativas em projetos
Introdução de lei sobre segurança e orçamento, ao mesmo tempo em que
diminuía a autonomia dos Estados (enfraquecendo o princípio
A. Contextualiza-se no período da Guerra Fria (forte influência federalista).
dos EUA);
Observações:
B. Liberalismo e redemocratização no pós Estado Novo.
Praticamente revogada pelo Ato Institucional nº 5 de 1968
e modificada a partir da emenda constitucional nº 1, de 1969.
Características

A. Independência dos poderes e eleições diretas em todos os níveis;


A Emenda Constitucional de 1969
B. Voto secreto e universal (excluindo-se analfabetos, soldados e cabos);
Introdução
C. Direito de greve, exceto para os casos previstos por leis específicas,
porém, sempre condicionado ao julgamento da Justiça do A. Contextualiza-se no período da radicalização do regime militar.
Trabalho;
Características
D. Manteve-se a vigência do corporativismo sindical;
A. Incorporou dispositivos do AI-5;
E. Liberdade partidária e ideológica (Porém não impediu que o PCB
fosse colocado na ilegalidade). B. Ampliou os poderes do executivo federal;

C. Estabeleceu dispositivos que concedia ao governo federal o direito


Observações: de suprimir direitos políticos baseado na ideologia de segurança
Constituição promulgada em 16 de Setembro de 1946 nacional.
foi o mais importante instrumento de normalização das relações
políticas institucionais e da democracia representativa, com o A Constituição de 1988
restabelecimento das eleições diretas.
Introdução
A Constituição de 1967 A. Redemocratização pós-regime militar;

Introdução B. Ficou conhecida como “Constituição Cidadã”

A. Promulgada ou outorgada? Elaborada pela ESG e “aprovada” no Características


Congresso praticamente sem alterações;
A. Assegura a liberdade de expressão, com a proibição da censura
B. Legitimação e regulamentação das diretrizes político-institucionais política e ideológica;
do regime instaurado em 1964.
B. Eleições diretas e em dois turnos.

FB ON L IN E.C O M. BR OSG.: 117434/17


//////////////////
MÓDULO DE ESTUDO
C. Amplia direitos individuais e coletivos. Exemplo: Habeas corpus, As constituições do Brasil foram adotadas e revogadas como
direito de greve, voto facultativo aos jovens e analfabetos; consequência da necessidade de adequar a organização do Estado
e da sociedade às mudanças político-institucionais ocorridas em
D. Criminalização do Racismo; seus referidos contextos históricos.
Nesse sentido, os artigos acima citados referem-se no Brasil ao
E. Proteção ao índio e ao meio ambiente; A) processo de redemocratização expresso no projeto constitucional
de 1946.
F. Ampliação das leis trabalhistas. Exemplo: Jornada de 44 h, abono B) contexto da Nova República com a promulgação da
de 1/3 do salário por ocasião das férias, direitos funcionais iguais Constituição Cidadã de 1988.
entre homens e mulheres etc; C) período do Estado Novo nos termos da Constituição de 1937
chamada de “polaca”
G. Extensão do ensino público e gratuito ao nível médio. D) momento da república e o fim das instituições monárquicas
previsto na Carta de 1891.
E) governo constitucional iniciado com a eleição direta de Vargas
Observações: Novos direitos trabalhistas. para presidente em 1934.
Abono de férias;
Jornada semanal de 44 horas; 02. (Enem/2009 – prova cancelada) Um aspecto importante derivado
Indenização por demissão sem justa causa igual a 40% do FGTS; da natureza histórica da cidadania é que esta se desenvolveu
Direito amplo de greve e autonomia dos sindicatos em relação dentro do fenômeno, também histórico, a que se denomina
ao Estado; Estado-nação. Nessa perspectiva, a construção da cidadania na
13º salário para aposentados; modernidade tem a ver com a relação das pessoas com o Estado
Licença-maternidade de 120 dias e paternidade de 5 dias; e com a nação.
Ampliação do direito de greve. CARVALHO, J. M. Cidadania no Brasil: o longo caminho. In: Civilização Brasileira.
Rio de Janeiro: 2004. (Adaptado)

Considerando-se a reflexão acima, um exemplo relacionado a essa


FIQUE DE OLHO perspectiva de construção da cidadania é encontrado
A) em D. Pedro I, que concedeu amplos direitos sociais aos
EMENDA CONSTITUCIONAL trabalhadores, posteriormente ampliados por Getúlio Vargas
com a criação da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).
A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) pode ser B) na Independência, que abriu caminho para a democracia e a
apresentada pelo presidente da República, por um terço dos deputados liberdade, ampliando o direito político de votar aos cidadãos
federais ou dos senadores ou por mais da metade das Assembleias brasileiros, inclusive às mulheres.
Legislativas, desde que cada uma delas se manifeste pela maioria C) no fato de os direitos civis terem sido prejudicados pela
relativa de seus componentes. Não podem ser apresentadas PECs Constituição de 1988, que desprezou os grandes avanços que,
para suprimir as chamadas cláusulas pétreas da Constituição (forma nessa área, havia estabelecido a Constituição anterior.
federativa de Estado; voto direto, secreto, universal e periódico; D) no Código de Defesa do Consumidor, ao pretender reforçar
separação dos poderes e direitos e garantias individuais). A PEC é uma tendência que se anunciava na área dos direitos civis desde
discutida e votada em dois turnos, em cada Casa do Congresso, e será a primeira constituição republicana.
E) na Constituição de 1988, que, pela primeira vez na história do
aprovada se obtiver, na Câmara e no Senado, três quintos dos votos
país, definiu o racismo como crime inafiançável e imprescritível,
dos deputados (308) e dos senadores (49).
alargando o alcance dos direitos civis.
Disponível em: <http://www12.senado.leg.br/noticias/glossario-
legislativo/emenda-constitucional>. Acesso em 04 jan. 2016. 03. (UFF/2011) “Visto que, de fato, a Constituição de 1946 estabeleceu
normas e medidas para a instalação de uma estrutura democrática
no país, dando ensejo a uma abertura do processo político nos
Exercícios dezoito anos subsequentes, ao observador mais descuidado a
redemocratização pode parecer mais radical do que na realidade
o foi.”
SOUZA, Maria do Carmo Campello de. Estado e Partidos Políticos no Brasil
01. (FFB) (1930-1964). São Paulo: Alfa-Omega, 1976, p. 105.

Art. 38 – A eleição para Deputados, Senadores, Presidente Com base nas afirmações contidas no texto, é possível afirmar que
e Vice-Presidente da República far-se-á, simultaneamente, em todo A) a redemocratização iniciada em 1945 perdeu sua radicalidade
o País. por ter sido apenas um ritual político, vazio de efetivos partidos.
Art. 131 – São eleitores os brasileiros maiores de dezoito B) a redemocratização de 1945 só pôde existir em função da
anos que se alistarem na forma da lei. criação de três novos grandes partidos políticos, totalmente
Art. 132 – Não podem alistar-se eleitores: independentes de vínculos com o Estado Novo: o PSD, a UDN
I – os analfabetos; e o PTB.
II – os que não saibam exprimir-se na língua nacional; C) o retorno do pluripartidarismo e de eleições diretas foram
III – os que estejam privados, temporária ou definitivamente, superpostos à estrutura herdada do Estado Novo, marcada pelo
dos direitos políticos. sindicalismo corporativista e pelo sistema de interventorias.
Art. 134 – O sufrágio é universal e, direto; o voto é secreto; D) a redemocratização não foi radical devido à preponderância
e fica assegurada a representação proporcional dos Partidos que teve, junto a ela, a União Democrática Nacional (UDN),
Políticos nacionais, na forma que a lei estabelecer. partido formado com o beneplácito de Vargas.
E) a hipertrofia do Poder Legislativo foi uma das consequências
Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/>. da redemocratização.

FBONL INE .CO M. BR 2 OSG.: 117434/17


//////////////////
MÓDULO DE ESTUDO
04. (Unifor/2002.2) Analise o texto. Considerando o contexto histórico e político descrito anteriormente,
o AI 5 significou
“(...) no conjunto, era a mais democrática que tivemos até A) a restauração da democracia no Brasil na década de 60.
então, definindo o voto como secreto e universal, além da existência B) o fortalecimento do regime parlamentarista brasileiro durante
de três poderes, com a devida importância destinada ao legislativo. o ano de 1968.
No entanto, apresentava limitações. Aos analfabetos negava-se o C) o enfraquecimento do poder central, ao convocar eleições no
direito de voto, restringindo-se a cidadania; limitava-se o direito de ano de 1970.
greve e a própria organização sindical ainda mantinha resquício (...). D) o desrespeito à Constituição vigente e aos direitos civis do país
De qualquer maneira, e apesar de algumas restrições, restabelecia-se a partir de 1968.
o voto livre no Brasil, e o país se transformava numa república liberal.” E) a responsabilização jurídica dos deputados por seus
Cláudio Vicentino. História do Brasil. São Paulo: Scipione, 1998, p. 377.
pronunciamentos a partir de 1968.

O texto identifica, no Brasil, 07. (Enem – Simulado)


A) contribuições da Assembleia Constituinte de 1891.
B) características políticas da Constituição de 1946. Federal Estadual Municipal
C) elementos do Ato Institucional nº 1 de 1964. Executivo Presidente Governadores Prefeitos
D) aspectos da Emenda Constitucional de 1969. Congresso Nacional. Assembleias
E) resultados da Abertura Política da década de 1980. Câmara dos
Legislativo – 513 deputados. Legislativas
Vereadores.
– 81 senadores. Estaduais.
05. (UEPB/2007) Em 1945 o Brasil experimenta um processo ao
SFT – 11 membros. Tribunais de Justiça.
qual não estava acostumado. Com a eleição do General Eurico Judiciário STJ – 33 membros. (Desembargadores)
Gaspar Dutra à presidência da República inicia-se o processo de
redemocratização. Uma das funções das Constituições é definir o papel legal de cada
poder instituído. Promulgada em 1988, a Constituição Cidadã,
Assinale a única alternativa correta, em relação a esse contexto. estabeleceu a forma republicana, o sistema presidencialista,
A) A nova Constituição Brasileira, feita para negar o arcabouço de caráter federalista e representativo.
jurídico do Estado Novo, era inovadora: instituía o direito de
voto aos analfabetos e, pela primeira vez no Brasil, legalizava Considerando o contexto constitucional, no Brasil,
o direito de greve e a livre organização sindical. A) o Presidente da República é o chefe de Estado e o presidente
B) Fato marcante da redemocratização foram os mais de 500 mil da Câmara é o chefe de governo com os deputados federais
votos dados aos comunistas. A forte campanha contrária representando as unidades da federação em um total de
promovida pelos partidos políticos ligados ao ex-presidente 513 representantes.
Vargas não impediu que o partido comunista elegesse B) o poder executivo é exercido pelo presidente da República.
uma bancada de 15 membros para a Assembleia Nacional O s d e p u t a d o s f e d e r a i s re p re s e n t a m a p o p u l a ç ã o
Constituinte de 1946. proporcionalmente, já os senadores representam os estados
C) A eleição do General Dutra e o próprio processo de da federação.
redemocratização garantiram o aniquilamento das práticas C) o Presidente é o chefe do Poder Executivo e os estados
populistas implantadas por Getúlio Vargas de 1930 a 1945. autônomos são representados pelos deputados federais.
Dutra implantou uma política que impedia que a farta Os representantes dos três poderes são compostos a partir do
distribuição de favores servisse como valor de troca nas eleições voto direto secreto e popular.
parlamentares. D) o Poder Executivo se subordina ao legislativo já que este
D) Apesar ter sido eleito através da aliança PSD-UDN, de nítida representa efetivamente a vontade popular. Os deputados
orientação liberal, Dutra implantou uma política econômica representam os estados e o Senado representa a população
estatal estritamente intervencionista, fechando o país às em um total de 81 componentes.
importações, o que impediu que o Brasil fosse invadido por E) a função do Congresso Nacional, como poder auxiliar do
produtos de consumo não duráveis norte-americanos. executivo é de elaborar leis (deputados e senadores), cabendo
E) Mesmo sendo militar e em que pesasse o medo de enfrentar as ao judiciário a prerrogativa de fiscalização do Poder Executivo.
consequências da Guerra Fria, Dutra não aceitava as pressões
da conservadora elite brasileira que, assustada pelo crescimento 08. (Enem – Simulado) A análise das Constituições brasileiras
da força do Partido Comunista, pedia a cassação dos mandatos nos permite entender um pouco do contexto em que foram
dos parlamentares comunistas. elaboradas.

06. (Enem/2009 – prova cancelada) “Boicote ao militarismo”, propôs O voto como signo mais visível da cidadania,
o deputado federal Márcio Moreira Alves, do Movimento A) era direto, secreto e universal na Constituição de 1824, única
Democrático Brasileiro (MDB), em 2 de setembro de 1968, da fase monárquica.
conclamando o povo a reagir contra a ditadura. O clima vinha B) foi censitário e direto na Constituição de 1891 acabando com
tenso desde o ano anterior, com forte repressão ao movimento as limitações eleitorais do Império.
estudantil e à primeira greve operária do regime militar. O discurso C) era direto, secreto e extensivo às mulheres, resultado das
do deputado foi a ‘gota d’água’. A resposta veio no dia 13 de transformações provocadas pela Revolução de 1930.
dezembro com a promulgação do Ato Institucional nº – 5 (AI 5). D) era condicionado à renda na Constituição de 1937 beneficiando
DITADURA descarada. In: Revista de História da Biblioteca Nacional. Rio de Janeiro, burocratas e sindicalistas apoiadores de Vargas.
ano 4, nº - 39, dez. 2008 (adaptado). E) foi suprimido na Constituição de 1967 estabelecendo o
fechamento do Poder Executivo até a redemocratização em 1985.

OSG.: 117434/17 3 F BON LI N E.C OM. B R


//////////////////
MÓDULO DE ESTUDO
09. (UFMG/2009) Considerando-se os fatores que contribuíram para 12. (Enem/2009 – prova cancelada)
a longevidade do regime militar no Brasil, é correto afirmar que Texto I
foi de grande relevância:
A) a combinação entre a ordem constitucional, amparada
pela Constituição de 1967, e a arbitrariedade, expressa em
sucessivos Atos Institucionais.
B) a manutenção de um sistema político representativo, com
eleições indiretas em todos os níveis, exceto para a Presidência
da República.
C) o desenvolvimento econômico-social do País, acompanhado
de um constante crescimento do Produto Interno Bruto (PIB).
D) o rodízio de lideranças políticas entre as Forças Armadas, por
meio de eleições indiretas no âmbito do Comando Supremo
da Revolução.
Texto II
10. (ESPM/2015) Nas eleições ocorridas no Brasil, em outubro de
A Constituição Federal no título VII da Ordem Social, em seu
2014 em vários estados e, no caso da presidência da República,
Capítulo VII, Art. 226, § 7º-, diz: “Fundado nos princípios da dignidade
a decisão ficou para um segundo turno. Outro aspecto presente da pessoa humana e da paternidade responsável, o planejamento
nesta eleição, e que tem sido objeto de discussões, é o instituto familiar é livre decisão do casal, competindo ao Estado propiciar
da reeleição para o Executivo federal e estadual. Sobre o assunto recursos educacionais e científicos para o exercício deste direito, vedada
aponte a alternativa que apresente corretamente quando foram qualquer forma coercitiva por parte de instituições oficiais ou privadas”.
instituídos, respectivamente, a eleição em dois turnos e o instituto
Disponível em: <www.planalto.gov.br>. Acesso em: 21 set. 2008.
da reeleição:
A) Constituição de 1946 – Constituição de 1988. A comparação entre o tratamento dado ao tema do planejamento
B) Constituição de 1967 – Constituição de 1988. familiar pela charge de Henfil e pelo trecho do texto da
C) Constituição de 1967 – Emenda Constitucional de 1969. Constituição Federal mostra que
D) Constituição de 1988 – Emenda Constitucional de 1997. A) a charge ilustra o trecho da Constituição Federal sobre o
E) Constituição de 1969 – Emenda Constitucional de 2013. planejamento familiar.
B) a charge e o trecho da Constituição Federal mostram a mesma
11. (Enem/2014) temática sob pontos de vista diferentes.
C) a charge complementa as informações sobre planejamento
familiar contidas no texto da Constituição Federal.
AGORA LÊ AQUELE
TODO BRASILEIRO TEM D) o texto da charge e o texto da Constituição Federal tratam
PEDAÇO BONITO QUE
DIREITO À MORADIA... FALA DE COMIDA,
de duas realidades sociais distintas, financiadas por recursos
SAÚDE... públicos.
E) os temas de ambos são diferentes, pois o desenho da charge
representa crianças conscientes e o texto defende o controle
de natalidade.

13. (Enem – Simulado) Em sua história o Brasil por duas vezes adotou
o modelo parlamentarista.
Sobre as experiências parlamentaristas no Brasil, assinale a opção
correta
A) A primeira experiência parlamentarista no Brasil ocorreu
durante o Primeiro Reinado com outorga da Constituição de
1824 e foi mantido até a proclamação da república em 1889.
Seguia o modelo inglês e foi fator de estabilidade durante todo
o período monárquico.
B) A adoção do parlamentarismo no período republicano foi uma
A discussão levantada na charge, publicada logo após a
iniciativa popular que através de um plebiscito buscava uma
promulgação da Constituição de 1988, faz referência ao seguinte solução para a crise institucional resultante da renúncia de Jânio
conjunto de direitos: Quadros que poderia ter levado ao país ao uma guerra civil.
A) civis, como o direito à vida, à liberdade de expressão e à C) Embora não sendo uma prática constante na história do
propriedade. Brasil republicano, a realização de plebiscitos despertou
B) sociais, como direito à educação, ao trabalho e à proteção à forte interesse popular devido ao momento de estabilidade e
maternidade e à infância. prosperidade em que foram realizadas tais consultas.
C) difusos, como direito à paz, ao desenvolvimento sustentável e D) Os momentos em que o parlamentarismo vigorou no Brasil foi
ao meio ambiente saudável. expressamente referendado pela vontade popular através de
consultas plebiscitárias, conseguindo empolgar a maioria da
D) coletivos, como direito à organização sindical, à participação
população, constatados pelos baixos índices de abstenções, de
partidária e à expressão religiosa. votos brancos e nulos.
D) políticos, como o direito de votar e ser votado, à soberania E) No período republicano foram realizadas duas consultas
popular e à participação democrática. populares sobre forma e sistema de governo, sendo a primeira
em 1963, no governo João Goulart e a segunda em 1993, como
parte das propostas de revisão da Constituição de 1988.

FBONL INE .CO M. BR 4 OSG.: 117434/17


//////////////////
MÓDULO DE ESTUDO
14. (PAS-USP/2009) Diz a Constituição Brasileira de 1988, no capítulo
reservado aos índios:
Art. 231. São reconhecidos aos índios sua organização Anotações
social, costumes, línguas, crenças e tradições, e os direitos
originários sobre as terras que tradicionalmente ocupam,
competindo à União demarcá-las, proteger e fazer respeitar todos
os seus bens.
§ 1º — São terras tradicionalmente ocupadas pelos índios
e por eles habitadas em caráter permanente, as utilizadas para
suas atividades produtivas, as imprescindíveis à preservação dos
recursos ambientais necessários a seu bem-estar e as necessárias
a sua reprodução física e cultural, segundo seus usos, costumes
e tradições.
§ 2º — As terras tradicionalmente ocupadas pelos índios
destinam-se a sua posse permanente, cabendo-lhes o usufruto
exclusivo das riquezas do solo, dos rios e dos lagos nelas existentes.
§ 3º — O aproveitamento dos recursos hídricos, incluídos
os potenciais energéticos, a pesquisa e a lavra das riquezas
minerais em terras indígenas só podem ser efetivados com
autorização do Congresso Nacional, ouvidas as comunidades
afetadas, ficando-lhes assegurada participação nos resultados
da lavra, na forma da lei.
§ 4º — As terras de que trata este artigo são inalienáveis
e indisponíveis, e os direitos sobre elas, imprescritíveis.
(…)

Pela Constituição Brasileira, é correto afirmar que


A) os índios podem usufruir de todos os recursos naturais da área
que lhes for demarcada.
B) os índios precisam de autorização do Congresso Nacional para
utilizar os recursos hídricos das terras que ocupam.
C) a reprodução física e cultural dos índios não é prevista pela
legislação.
D) a União deverá demarcar terras ocupadas pelos índios desde
que estes reconheçam a necessidade de alterar seus costumes
e tradições.
E) os índios são os legítimos proprietários das terras que ocupam,
podendo vendê-las de acordo com seus interesses.

15. (IBMEC/2007.2) O jornal Folha de São Paulo tratou em 17/04/2007


do tema da reeleição no Brasil. A jornalista Eliana Cantanhêde
escreveu: “Ao que se deve o propósito de acabar com a reeleição.
Será que é porque a reeleição se mostrou ruim? Ou, mais uma
vez, é porque cabe mudar as regras para acomodar interesses?”

A respeito da reeleição no Brasil é correto afirmar que:


A) foi imposta pelo governo militar, em 1969.
B) foi instituída pela Constituição de 1988, a chamada
SUPERVISOR/DIRETOR: Marcelo Pena – AUTOR: Hermano Melo
DIG.: Renan Oliveira – REV.: Amélia

“Constituição Cidadã”.
C) foi estabelecida por emenda constitucional aprovada no governo
Fernando Henrique Cardoso e passou a vigorar em 1998.
D) foi estabelecida por emenda constitucional aprovada no
governo de Luís Inácio Lula da Silva e passou a vigorar em 2006.
E) sempre fez parte de todas as constituições republicanas do
Brasil.

OSG.: 117434/17 5 F BON LI N E.C OM. B R


//////////////////
ATUALIDADES I
RESOLUÇÃO
CONSTITUIÇÕES DO
BRASIL – PARTE II
AULA 02
EXERCÍCIOS

01. Os artigos são presumivelmente da Constituição de 1946, pois estabelece eleições periódicas mas não permite voto dos analfabetos
como está prevista na Carta de 1988. A indicação do voto secreto elimina a Constituição de 1891 (voto aberto). Em 1934 ficou
estabelecido que o primeiro presidente seria eleito indiretamente. A Constituição de 1937 era de perfil centralizador e autoritário.

Resposta: A

02. A questão busca fazer uma reflexão crítica sobre a relação do indivíduo com o Estado e a construção da cidadania neste processo.
Nesta análise foi destacada a função do aparato jurídico-político presente nas constituições brasileiras. O processo de independência
política do Brasil em 1822 consubstanciou os interesses da aristocracia que pretendia, desde o princípio, restringir ao máximo a
participação do povo no processo político do país, condicionando o voto à comprovação de renda. O projeto de D. Pedro I presente
na Constituição de 1824 não contemplava direitos sociais aos trabalhadores que na época em sua maioria eram escravos. Proibidas de
votar pela Constituição de 1891, as mulheres tiveram que esperar ainda mais para ter o direito à cidadania pelo exercício do voto, que
só foi obtido em 1932 pela reforma eleitoral de Vargas e consagrada na Constituição de 1934. Durante o regime militar, a Constituição
de 1967 possibilitou que os direitos civis fossem progressivamente cerceados. Somente na Constituição de 1988, que buscava eliminar
o “entulho autoritário” do regime militar é que os direitos individuais e políticos são restaurados. É nesse contexto que o racismo
torna-se crime inafiançável e imprescritível. A preocupação em assegurar os direitos do cidadão na nova república manifesta-se de
várias formas como na edição do Código de Defesa do Consumidor aprovado em 1990.

Resposta: E

03. Após a deposição de Vargas em 1945, o Brasil passou por um processo de redemocratização política que se materializou na nova
Constituição em 1946 com características liberais-democráticas. Ainda assim, mesmo com a restauração das eleições diretas em todos
os níveis e a permissão para o funcionamento de vários partidos (pluripartidarismo), observamos algumas contradições às práticas
liberais-democráticas ao ser decretado, por exemplo, o fechamento do PCB por influência dos EUA no contexto da Guerra Fria e da
contínua intervenção nos sindicatos, além das limitações impostas ao direito de greve.

Resposta: C

04. Ao término da Segunda Guerra Mundial a pressão pela redemocratização resultou na saída de Vargas do poder em 1945. No ano seguinte,
procurando mudar o arcabouço político do período ditatorial, foi promulgada no governo Dutra a Constituição de 1946 que combinava
aspectos liberais e conservadores. Foi assumido um perfil mais democrático com a determinação de eleições diretas para todos os cargos do
executivo e do legislativo, mantinha por outro lado elementos que permitiam o controle sobre sindicatos e sobre o direito de greve.

Resposta: B

05. A Constituição de 1946 que estabeleceu liberdade partidária permitiu ao PCB ter um número considerável de votos que lhe permitiu
eleger um número (mesmo reduzido) de parlamentares. Na sequência, por influência do contexto da Guerra Fria, o PCB acabou fechado
e seus parlamentares cassados. A Constituição, no entanto, não permitiu o voto dos analfabetos nem eliminou totalmente as práticas
populistas de controle social, marca do período varguista. Dutra foi eleito pela aliança PTB e PSD e inicialmente adotou perfil liberal.
Dutra foi profundamente influenciado pelo clamor dos grupos conservadores que exigiam a colocação do PCB na ilegalidade.

Resposta: B

06. Os 17 Atos Institucionais do período de exceção dos governos militares se constituíram nos instrumentos de exercício a ferro e a fogo
do poder discricionário e a extrapolar totalmente qualquer sentido de exercício moderado e equilibrado do poder. O Ato Institucional
nº 5 foi decretado no governo do presidente e marechal Costa e Silva, em um momento de radicalização extrema e de ideologização
absoluta do governo militar. A constituição de 1967, outorgada pelo presidente Castelo Branco, foi bruscamente jogada na “lata do
lixo” pelos defensores do endurecimento do regime em 1968.

Resposta: D

07. No que se refere à divisão do poder no Brasil, verificamos que, no caso do poder executivo, temos na esfera federal o Presidente da
República, os Governadores nos estados e os Prefeitos nos municípios. Como o Brasil é uma república federalista e presidencialista,
o Presidente da república responde tanto pela chefia de Estado (o mais alto representante público de um Estado-Nação) como pela
chefia de Governo (controla o poder executivo), embora aos estados seja assegurado constitucionalmente sua autonomia (federalismo).
Note que no parlamentarismo a chefia de governo fica a cargo do Primeiro Ministro, indicado a partir da maioria do parlamento.
Ao poder legislativo cabe, em primeiro plano, a elaboração das leis que a nível federal é atribuição do Congresso Nacional formado pelos
513 Deputados Federais e pelos 81 Senadores, que também têm função de fiscalizar o poder executivo. Nos estados, cabe aos
deputados estaduais, e nos municípios, aos vereadores, realizar tais funções. De acordo com a legislação em vigor, os deputados
federais são eleitos por estados. Cada estado tem uma representação proporcional à sua população, definida por lei complementar,
porém com o número mínimo de oito e máximo de setenta deputados por estado. No entanto, perceba que no Senado todas as

FB ONL INE .CO M. BR OSG.: 117436/17


//////////////////
RESOLUÇÃO – ATUALIDADES I
26 unidades da Federação e o Distrito Federal possuem a mesma representatividade, com três senadores cada, renovados a cada
4 anos, intercaladamente na proporção 1/3 e 2/3, e com mandatos de 8 anos. Importante atribuição para o equilíbrio entre os poderes
tem o Judiciário (Superior Tribunal Federal, Conselho Nacional de Justiça, Superior Tribunal de Justiça, Tribunais Regionais Federais e
Juízes Federais e nos Estados, os Tribunais de Justiça e Juízes de Direito), sua função geral é zelar pelo cumprimento das leis e que a
sua interpretação seja uniforme. Vale lembrar ainda que no Brasil existem os segmentos específicos da justiça, como, por exemplo,
a Justiça Eleitoral, a Justiça do Trabalho e a Justiça Militar.

Resposta: B

08. Na Constituição de 1824 o voto era indireto (eleitor de primeiro e segundo graus). Na Constituição de 1891 o voto não era censitário
nem secreto. Resultado no cenário político e das forças que se articulavam na Revolução de 1930 como os elementos identificados
com o movimento tenentista foi regulamentado o voto secreto e extensivo às mulheres na Constituição de 1934. Não havia exigência
de renda para votar em 1937. Não foi suprimido o voto completamente na Constituição de 1967.

Resposta: C

9. Embora considerado como um regime de exceção os grupos que chegaram ao poder em 1964 articularam seus atos arbitrários à
Doutrina de Segurança Nacional legalmente amparada na Constituição de 1967.

Resposta: A

10. Entre as novidades promovidas no processo eleitoral na Constituição de 1988 está a eleição em dois turnos, quando nenhum dos
candidatos tiver sozinho mais que o somatório de todos os outros. A Reeleição para cargos do executivo foi aprovado por emenda
constitucional em 1997 quando era presidente Fernando Henrique Cardoso.

Resposta: D

11. No processo de redemocratização do Brasil, ganhou notável destaque a promulgação da Constituição de 1988, conhecida como
Constituição Cidadã, que recebeu esta alcunha por ter ampliado as garantias individuais e coletivas. Tomando como referência a
charge oferecida na questão, fica evidente a referência às questões sociais (habitação, alimentação, saúde etc...). Especialmente no
que se refere aos direitos sociais, a atual Constituição ampliou as conquistas trabalhistas, reafirmou a responsabilidade do Estado em
oferecer atendimento de saúde (SUS) e a educação (Ensino Médio passou a ser também de responsabilidade do Estado), assegurando
ainda ampla proteção à família (maternidade e infância)

Resposta: B

12. A questão pode ser resolvida a partir de uma simples leitura do fragmento apresentado e do conhecimento, por parte do aluno,
da existência de problemas na saúde pública brasileira e de vários interesses em jogo, com destaque para as necessidades dos pacientes,
especialmente no tocante a atendimentos mais rápidos e eficientes e medicamentos; e os interesses econômicos de laboratórios
preocupados na ampliação de lucros através da venda de novos medicamentos para o Sistema Único de Saúde – SUS.

Resposta: B

13. A questão aborda as experiências parlamentaristas na História do Brasil. A primeira experiência ocorre a partir de 1847 no contexto
do Segundo Reinado, que por não seguir rigidamente o modelo inglês foi apelidado de “às avessas” por ser de cima para baixo,
fortalecendo ainda mais o poder do Imperador. A segunda experiência ocorreu no período republicano, no contexto da renúncia de
Jânio Quadros em 1961. Foi adotado como solução negociada para uma possível guerra civil entre os que eram contra e a favor da
posse de João Goulart (Jango) na presidência. Desta forma Jango seria empossado, mas com poderes limitados. O sistema deveria
vigorar até 1965 quando teria sua continuidade avaliada por referendo, que acabou sendo antecipado para o ano de 1963, quando
a população decidiu pelo retorno ao presidencialismo. O último plebiscito para a escolha da forma e sistema de governo ocorreu no
governo Itamar Franco em 1993 e estava previsto no texto da Constituição de 1988.

Resposta: E

14. A constituição de 1988 que reintroduziu a democracia no Brasil é conhecida como constituição cidadã por ampliar sensivelmente os
direitos individuais e coletivos. Nela observa-se uma legislação específica em relação ao índio, garantindo o direito das comunidades
indígenas de preservar sua cultura e seus costumes e reconhecendo ainda o direito à cidadania pelo voto. A legislação estabelece
ainda que é responsabilidade do Estado a demarcação e proteção das reservas indígenas, tornando-as bens inalienáveis e indisponíveis,
o que na prática concede a essas comunidades o direito de explorar seus recursos naturais em caráter permanente, mas os impede de
vendê-las sob quaisquer pretexto. Frequentemente conflitos envolvendo índios e empreiteiras chamaram a atenção do país, em parte
pela brecha constitucional que permite o Congresso a conceder a exploração de recursos naturais das reservas indígenas, desde que,
consulte as mesmas e que parte dos ganhos sejam revertidos para a comunidade.

Resposta: A

OSG.: 117436/17 2 FBO NLI N E.C O M .B R


//////////////////
RESOLUÇÃO – ATUALIDADES I
15. Tradicionalmente, durante a trajetória histórica republicana brasileira, em seus textos constitucionais, a reeleição para cargos do poder
executivo era proibida. Os governantes que passaram mais que o período regulamentado de 4 ou 5 anos conforme à época o fizeram
de maneira ilegal como foi o caso de Vargas que passou 15 anos no poder e do governador do Rio Grande do Sul, Borges de Medeiros.
Somente em 1997 foi autorizado e em meio à discussões acirradas, por emenda Constitucional o direito à reeleição para cargos do
poder executivo.

Resposta: C

SUPERVISOR/DIRETOR: Marcelo Pena – AUTOR: Hermano Melo


DIG.: Renan Oliveira – REV.: Amélia

OSG.: 117436/17 3 FBO NLI N E.C O M .B R


//////////////////

Você também pode gostar