Você está na página 1de 1

As vezes me sinto pisar no chão de outrem

As vezes penso coisas que não são minhas

As vezes tenho sonhos que não me pertence

E se apenas as vezes sinto, penso e sonho o que alheio

Outras... aprecio minhas pertenças

Realmente, se o ponto de vista enxergasse

A vista do ponto seria a sua