Você está na página 1de 5008

ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

ANO XIII – EDIÇÃO nº 2936 – SEÇÃO I


DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

Senhores(as) Usuários(as),

A Seção I do Diário da Justiça Eletrônico compreende a publicação de atos judiciais e administrativos


oriundos do 2º grau de jurisdição.

Este documento está assinado digitalmente, conforme MP 2.200-2 de 24/08/2001, que institui a Infra-
estrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil), e Lei 11.419/2006 (Lei de Informatização do Processo
Judicial).

A publicação eletrônica substitui qualquer outro meio de publicação oficial, para quaisquer efeitos legais,
à exceção dos casos que, por lei, exigem intimação ou vista pessoal.

Considera-se como data da publicação o primeiro dia útil seguinte ao da disponibilização da informação no
Diário da Justiça Eletrônico. Os prazos processuais terão início no primeiro dia útil que seguir ao
considerado como data da publicação.

Utilize os marcadores/bookmarks que aparecem do lado esquerdo para navegar neste documento.

Assinado de forma digital por


CLAUDIA CLAUDIA VASCONCELLOS
LEMES:58850503172
VASCONCELLOS DN: c=BR, o=ICP-Brasil, ou=Secretaria
da Receita Federal do Brasil - RFB,

LEMES:5885050 ou=Autenticado
ou=RFB e-CPF A3, ou=(EM BRANCO),
por AR Certa,
cn=CLAUDIA VASCONCELLOS
3172 LEMES:58850503172
Dados: 2020.02.20 12:10:02 -03'00'
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 1 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020
 



 

 




 ! "#$ #  "% & #

#  & " #  $  "'  ()*+*))))),-,.-  /   


& 
 0"


"2!" # $ 
# &#


 2 # " !" 3# 4 #  #

3 2 #&!  $ #  "% & #

5&#!#  468

&" 2  
#  & " #  $9  3
46    &:$3   
!     "  &;
    !" 3    # 4 9

 &"  & " #  $     $346    &:$39

469  $346    !&   
 
&   $ #
"
39  *9          !#  #  $#  % &#  
'  (  *  #         (+      *  &   $#
#- #  $    ./$ 0  
 1 - &#2(1 $ ##2#
$$#/ 3 4
#
"%
#$ 9


:6

5  -#          


#  & " #  $
"'()*+*))))),-,.-< =  $ 6217 $ #282 % &#
'  (7 9 / -$   ->?@??>A=>
B/@CA>  # &   (14

9 : -* 

 &2$ #  "% & #


#<&   (1

 
 
  !"#$%#%$%$&!!()*
+,  
-. 
/ -0 %)2!!)33343!   57

##*
8 *8.*9##.9 -#, --. 

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 2 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 3 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 4 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 5 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 6 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 7 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 8 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 9 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020
Nº Processo PROAD: 202002000214287

Gabinete da Presidência Nº 0

DECRETO JUDICIÁRIO N° 392/2020.

Altera o Decreto Judiciário n° 3.159/2019.

O DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE


JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS, no uso de suas atribuições legais,

DECRETA:

Art. 1° O Decreto Judiciário n° 3.159/2019 passa a vigorar com


a seguinte redação:

“Art. 1°.…………………………………………

I – Índice de Atendimento à Demanda (IAD) superior a 100%


(cem por cento), ou seja, na unidade titularizada pelo
magistrado o número de processos arquivados deve ser
superior ao número de casos novos nos últimos 12 (doze)
meses. (NR)

II – Para efeito dos cálculos estatísticos do IAD, serão


utilizados os números apresentados pelo portal da SGE
Transparência, sistema de indicadores processuais, da
Diretoria de Gestão da Informação, no link:
http://sge.tjgo.gov/painel_judicial/relatorio_processos. (NR)
Av. Assis Chateaubriand, 195, St. Oeste, Goiânia Goiás – CEP 74280-900 – Telefone (62)3216-2190 – www.tjgo.jus.br

Assinado digitalmente por: WALTER CARLOS LEMES, PRESIDENTE, em 19/02/2020 às 13:51.


Documento
Para validarAssinado Digitalmente
este documento informe o código 290562624039 noDJ Eletrônico
endereço - Acesse: www.tjgo.jus.br
https://proad.tjgo.jus.br/proad/publico/validacaoDocumento 10 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020
Nº Processo PROAD: 202002000214287

Gabinete da Presidência

III – REVOGADO”.

“Art. 3°…………………………………

III – vacância de unidades judiciárias”.

“Art. 6° A Corregedoria-Geral da Justiça fará o controle


trimestral da produtividade dos juízes designados, a fim de
verificar a produtividade na unidade na qual estão auxiliando ou
respondendo, devendo para tanto ser considerada a produção
de audiência, sentença e decisões, utilizando os indicadores
próprios da Corregedoria-Geral da Justiça.” (NR)

Art. 2° Este decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Goiânia, 19 de fevereiro de 2020, 132º da República.

WALTER CARLOS LEMES

Presidente

Av. Assis Chateaubriand, 195, St. Oeste, Goiânia Goiás – CEP 74280-900 – Telefone (62)3216-2190 – www.tjgo.jus.br

Assinado digitalmente por: WALTER CARLOS LEMES, PRESIDENTE, em 19/02/2020 às 13:51.


Documento
Para validarAssinado Digitalmente
este documento informe o código 290562624039 noDJ Eletrônico
endereço - Acesse: www.tjgo.jus.br
https://proad.tjgo.jus.br/proad/publico/validacaoDocumento 11 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020
ASSINATURA(S) ELETRÔNICA(S)
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Para validar este documento informe o código 290562624039 no endereço https://proad.tjgo.jus.br/proad/publico/validacaoDocumento

Nº Processo PROAD: 202002000214287

WALTER CARLOS LEMES


PRESIDENTE
PRESIDENCIA
Assinatura CONFIRMADA em 19/02/2020 às 13:51

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 12 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020
Nº Processo PROAD: 202002000214287

Gabinete da Presidência Nº 0

DECRETO JUDICIÁRIO Nº 400/2020.

O DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE


JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS, usando de suas atribuições legais,

D E C R E T A:

Art. 1º O ponto será facultativo para os servidores do Poder


Judiciário do Estado de Goiás, até as 12h do dia 26 de fevereiro de 2020, quarta-
feira de cinzas, subsequente ao Carnaval.
Art. 2º O disposto neste ato não altera o estabelecido acerca
dos plantões para atendimento de questões judiciais urgentes, nem se aplica a
servidores cujas atividades, por sua natureza ou em razão do interesse público,
tornem indispensável a continuidade do serviço, a juízo dos respectivos comandos.
Art. 3º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Goiânia, 19 de fevereiro de 2020, 132º da República.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente

Av. Assis Chateaubriand, 195, St. Oeste, Goiânia Goiás – CEP 74280-900 – Telefone (62)3216-2190 – www.tjgo.jus.br

Assinado digitalmente por: WALTER CARLOS LEMES, PRESIDENTE, em 19/02/2020 às 13:51.


Documento
Para validarAssinado Digitalmente
este documento informe o código 290562399783 noDJ Eletrônico
endereço - Acesse: www.tjgo.jus.br
https://proad.tjgo.jus.br/proad/publico/validacaoDocumento 13 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020
ASSINATURA(S) ELETRÔNICA(S)
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Para validar este documento informe o código 290562399783 no endereço https://proad.tjgo.jus.br/proad/publico/validacaoDocumento

Nº Processo PROAD: 202002000214287

WALTER CARLOS LEMES


PRESIDENTE
PRESIDENCIA
Assinatura CONFIRMADA em 19/02/2020 às 13:51

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 14 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020
Nº Processo PROAD: 202002000214287

Gabinete da Presidência Nº 0

DECRETO JUDICIÁRIO Nº 401/2020.

O DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE


JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS, no uso de suas atribuições legais, designa a
Dra. SIRLEI MARTINS DA COSTA, para atuar como Juíza Auxiliar plantonista no
feriado prolongado de Carnaval/2020.

Goiânia, 19 de fevereiro de 2020, 132º da República.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente

Av. Assis Chateaubriand, 195, St. Oeste, Goiânia Goiás – CEP 74280-900 – Telefone (62)3216-2190 – www.tjgo.jus.br

Assinado digitalmente por: WALTER CARLOS LEMES, PRESIDENTE, em 19/02/2020 às 13:51.


Documento
Para validarAssinado Digitalmente
este documento informe o código 290561838509 noDJ Eletrônico
endereço - Acesse: www.tjgo.jus.br
https://proad.tjgo.jus.br/proad/publico/validacaoDocumento 15 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020
ASSINATURA(S) ELETRÔNICA(S)
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Para validar este documento informe o código 290561838509 no endereço https://proad.tjgo.jus.br/proad/publico/validacaoDocumento

Nº Processo PROAD: 202002000214287

WALTER CARLOS LEMES


PRESIDENTE
PRESIDENCIA
Assinatura CONFIRMADA em 19/02/2020 às 13:51

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 16 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020
Nº Processo PROAD: 202002000214003

Gabinete da Presidência

DECRETO JUDICIÁRIO Nº 404/ 2020.

O DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA


DO ESTADO DE GOIÁS, no uso de suas atribuições legais, tendo em vista o que consta
nos autos do PROAD nº 202002000214003, nos termos do art. 9º, I, da Lei nº 16.872, de
06 de janeiro de 2010, do art. 3º da Resolução nº 07, de 25 de julho de 2012, do Órgão
Especial, e do Decreto Judiciário nº 1.203, de 25 de abril de 2019, designa o Juiz
Substituto em Segundo Grau, Dr. SIVAL GUERRA PIRES, para, no período de 17 de
fevereiro a 6 de março de 2020, substituir o Desembargador Itamar de Lima, durante
afastamento por motivo de saúde.

Goiânia, 19 de fevereiro de 2020, 132º da República.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente

17

Assinado digitalmente por: WALTER CARLOS LEMES, PRESIDENTE, em 19/02/2020 às 21:11.


Documento
Para validarAssinado Digitalmente
este documento informe o código 290605170120 no DJ Eletrônico
endereço - Acesse: www.tjgo.jus.br
https://proad.tjgo.jus.br/proad/publico/validacaoDocumento 17 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020
ASSINATURA(S) ELETRÔNICA(S)
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Para validar este documento informe o código 290605170120 no endereço https://proad.tjgo.jus.br/proad/publico/validacaoDocumento

Nº Processo PROAD: 202002000214003

WALTER CARLOS LEMES


PRESIDENTE
PRESIDENCIA
Assinatura CONFIRMADA em 19/02/2020 às 21:11

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 18 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020
Nº Processo PROAD: 202001000210510




   


    
   

Nº 0
 
 
078

! " #$ %&'(" " )*"+ + " ,  "


 "-""
.( 
   
 (/# !#
$#%&&'%$)%)*+" - "-  "-  "01 23
    ("/# (4- " 4 " # - 
 " #$   "  56"  + ",  " " " 
7" "
81 23
7"" ."  " (" ""  4" 

")(+94" ,%)%-.)
/#(" : 4" 
 " " 
!9")" 7" "," " + ,"  "  + ", 
"7" (- ; --   "  56" (  "
4 <"    <'=" )4 %" "4 "   " "
,  756" " 7" "
83
7  "8#* -;"-4 " -  3
4"(-9 /    !)"  +8 ")3
- " ""-; 8   #$  3
#(-"- ":(/   3
> 75-" 43

.("" " "4 3

?
" 
8
 " 4" 
+ 4 ' ='@

'&

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
01%%%/)2+$34563'++)#3)#+)%)37#8:7#;%<=>14?:44<@))A#)BCD??C:6>E4<FF1G*#1G%12

Assinado digitalmente por: RUI GAMA DA SILVA, SECRETÁRIO-GERAL DA CORREGEDORIA, em 19/02/2020 às 11:22.
Documento
Para validarAssinado Digitalmente
este documento informe o código 288719652553 noDJ Eletrônico
endereço - Acesse: www.tjgo.jus.br
https://proad.tjgo.jus.br/proad/publico/validacaoDocumento 19 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020
ASSINATURA(S) ELETRÔNICA(S)
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Para validar este documento informe o código 288719652553 no endereço https://proad.tjgo.jus.br/proad/publico/validacaoDocumento

Nº Processo PROAD: 202001000210510

RUI GAMA DA SILVA


SECRETÁRIO-GERAL DA CORREGEDORIA
SECRETARIA-GERAL DA CORREGEDORIA
Assinatura CONFIRMADA em 19/02/2020 às 11:22

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 20 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020
Nº Processo PROAD: 202001000210510

Assinado digitalmente por: HOSANA PEREIRA DA SILVA MENDES, ANALISTA JUDICIÁRIO, em 31/01/2020 às 08:35.
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 21 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020
Nº Processo PROAD: 202001000210510

Assinado digitalmente por: HOSANA PEREIRA DA SILVA MENDES, ANALISTA JUDICIÁRIO, em 31/01/2020 às 08:35.
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 22 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020
Nº Processo PROAD: 202001000210510

Assinado digitalmente por: HOSANA PEREIRA DA SILVA MENDES, ANALISTA JUDICIÁRIO, em 31/01/2020 às 08:35.
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 23 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020
Nº Processo PROAD: 202001000210510

Assinado digitalmente por: HOSANA PEREIRA DA SILVA MENDES, ANALISTA JUDICIÁRIO, em 31/01/2020 às 08:35.
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 24 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020
Nº Processo PROAD: 202001000210510

Assinado digitalmente por: HOSANA PEREIRA DA SILVA MENDES, ANALISTA JUDICIÁRIO, em 31/01/2020 às 08:35.
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 25 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020
ASSINATURA(S) ELETRÔNICA(S)
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

Nº Processo PROAD: 202001000210510

HOSANA PEREIRA DA SILVA MENDES


ANALISTA JUDICIÁRIO
APARECIDA DE GOIÂNIA SECRETARIA DA DIRETORIA DO FORO
Assinatura CONFIRMADA em 31/01/2020 às 08:35

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 26 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020
Nº Processo PROAD: 202001000210510


 



 !

     Nº 0

  
  
   
  
    

  !"%&'() *( '+, - .% '(/( *( %)0(,

! "#$% '()*+ ,-  -  .


   /-01.2- #/ 3 4 
! 5 67 #   !8  9 #$  $   ,
#: ##7### # # '0();/ ##/
 ##<0

8#"#3=  '>*;/37=  ')*>/8#


9+/# 83?

                 
        
  
 
    " #$ %  &
 ' 

  

) '   *  
                           '   +#

    
 
-    
 ./0

9### /#7 /7 @(' 0(


 79#.
AB C  /$  =  '>*;9+/  ##- D 
+# /8B $%   # B C  -  #.A# 
 D# E   0A#7 / 4 # $ F-  #  
#  5 # #    AB C           ##    7       +# *     H#
  #/#4   0

97#  H#/# ### $H#3#8 FD #


I##54 /"F ##  ##  #0

 1 +1  2+1 3


' 3 '1  +    '4,    /  J   
##  7  K0
( %)% (%( *( %)0( 
)L####   


 
      !"#$%&'%"%!*"+++4;4< 

Assinado digitalmente por: MARCIRLEI MARIA DA SILVA, ASSESSOR CORREICIONAL DA C.G.J, em 11/02/2020 às 16:28.
Documento
Para validarAssinado Digitalmente
este documento informe o código 288086839026 noDJ Eletrônico
endereço - Acesse: www.tjgo.jus.br
https://proad.tjgo.jus.br/proad/publico/validacaoDocumento 27 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020
ASSINATURA(S) ELETRÔNICA(S)
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Para validar este documento informe o código 288086839026 no endereço https://proad.tjgo.jus.br/proad/publico/validacaoDocumento

Nº Processo PROAD: 202001000210510

MARCIRLEI MARIA DA SILVA


ASSESSOR CORREICIONAL DA C.G.J
ASSESSORIA CORREICIONAL DA CGJ
Assinatura CONFIRMADA em 11/02/2020 às 16:28

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 28 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

===============================================================================
DIVISAO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS #
INTIMACAO A(S) PARTE(S)

NOS TERMOS DA LEGISLACAO VIGENTE, FICA(M) A(S) PARTE(S) INTIMADA(S) DA


DECISAO QUE NEGOU SEGUIMENTO AO RECURSO ESPECIAL E/OU EXTRAORDINARIO E/OU
ORDINARIO, EM PROCESSOS CRIMINAIS, CUJOS FEITOS SAO OS SEGUINTES:
===============================================================================

1 - APELACAO CRIMINAL N. 11052-05.2015.8.09.0175(201590110528)


PROCESSO : 11052-05.2015.8.09.0175(201590110528)
COMARCA DE : GOIANIA
1 RECORRENTE(S) MINISTERIO PUBLICO
1 RECORRIDO(S) MARCIA ADRIANE CARRILHO MARQUES
ADV(S) : 21059/GO -RODRIGO LUSTOSA VICTOR
28843/GO -THIAGO FERREIRA

2 - APELACAO CRIMINAL N. 339256-66.2016.8.09.0137(201693392569)


PROCESSO : 339256-66.2016.8.09.0137(201693392569)
COMARCA DE : RIO VERDE
1 RECORRENTE(S) MINISTERIO PUBLICO
1 RECORRIDO(S) IDEBRANDO DE CARVALHO GOULART
ADV(S) : 38354/GO -WDNEIA PEREIRA DE OLIVEIRA
2 RECORRIDO(S) BELCHIOR EPAMINONDAS WENCESLAU JUNIOR
ADV(S) : 44655/GO -ADEMIR LUIZ DA SILVA
16139/GO -MARIO ANISIO BARBOSA

3 - APELACAO CRIMINAL N. 163063-64.2016.8.09.0181(201691630632)


PROCESSO : 163063-64.2016.8.09.0181(201691630632)
COMARCA DE : FLORES DE GOIAS
1 RECORRENTE(S) GLEDISON RODRIGUES DE ALVINCO
ADV(S) : 14127/GO -FLAVIO HENRIQUE ALVES FERREIRA
1 RECORRIDO(S) MINISTERIO PUBLICO

4 - APELACAO CRIMINAL N. 7708-63.2016.8.09.0051(201990363946)


PROCESSO : 7708-63.2016.8.09.0051(201990363946)
COMARCA DE : GOIANIA
1 RECORRENTE(S) ITERLEY MARTINS DE SOUSA
ADV(S) : 28384/GO -WELDER DE ASSIS MIRANDA
1 RECORRIDO(S) MINISTERIO PUBLICO

5 - APELACAO CRIMINAL N. 382606-87.2016.8.09.0175(201693826062)


PROCESSO : 382606-87.2016.8.09.0175(201693826062)
COMARCA DE : GOIANIA
1 RECORRENTE(S) SIVALDO BEZERRA RODRIGUES
ADV(S) : 38975/GO -RAFAEL LOPES DE SOUSA
1 RECORRIDO(S) MINISTERIO PUBLICO

GOIANIA, 18 DE FEVEREIRO DE 2020


CARMEN LETICIA S. QUAIOTTI FERREIRA
DIRETOR DA ASSESSORIA DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS ASSESSORIA PA
ORIGINAL ASSINADO

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 29 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

===============================================================================
DIVISAO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS #
INTIMACAO A(S) PARTE(S)

NOS TERMOS DA LEGISLACAO VIGENTE, FICA(M) A(S) PARTE(S) INTIMADA(S) PARA


APRESENTAR(EM) AS CONTRA-RAZOES DO RECURSO ESPECIAL E/OU EXTRAORDINARIO
E/OU ORDINARIO, NO(S) SEGUINTES(S) FEITO(S):
===============================================================================

1 - APELACAO CRIMINAL N. 6716-50.2018.8.09.0175(201890067164)


PROCESSO : 6716-50.2018.8.09.0175(201890067164)
COMARCA DE : GOIANIA
1 RECORRENTE(S) MINISTERIO PUBLICO
1 RECORRIDO(S) ELAINE BERTOLDO DIAS DE FREITAS
ADV(S) : 44676/GO -CRISTOMARKS FRADES GOMIDES
2 RECORRIDO(S) RONALDO BENTO XAVIER JUNIOR
ADV(S) : 44676/GO -CRISTOMARKS FRADES GOMIDES

2 - RECURSO EM SENTIDO ESTRITO N. 398943-72.2015.8.09.0051(201593989431)


PROCESSO : 398943-72.2015.8.09.0051(201593989431)
COMARCA DE : GOIANIA
1 RECORRENTE(S) FERNANDO DA ROCHA NASCIMENTO
ADV(S) : 31882/GO -TIAGO AZEVEDO BORGES
38382/GO -ANTHONY PATRICIO FREITAS DE ALEN
1 RECORRIDO(S) MINISTERIO PUBLICO
1 ASS.ACUS.(S) GILMAR JOSE BRAZAO
ADV(S) : 9364/GO -THALES JOSE JAYME
45140/GO -MARYNA SILVERIO VIEIRA
56572/GO -PAULO ROBERTO CARLUCCI JUNIOR

GOIANIA, 18 DE FEVEREIRO DE 2020


CARMEN LETICIA S. QUAIOTTI FERREIRA
DIRETOR DA ASSESSORIA DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS ASSESSORIA PA
ORIGINAL ASSINADO

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 30 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

===============================================================================
DIVISAO DE DISTRIBUICAO - PRESIDENCIA #
INTIMACAO AS PARTES

VIGESIMA QUINTA AUDIENCIA PUBLICA DE DISTRIBUICAO AUTOMATIZADA, REALIZADA


NO DIA 14 DE FEVEREIRO DE 2020 , SOB A PRESIDENCIA DO SENHOR
DESEMBARGADOR , EM QUE FOI(RAM) DISTRIBUIDO(S) O(S) SEGUINTE(S) FEITO(S)
PELO SISTEMA DE PROCESSAMENTO DE DADOS:
===============================================================================
PROCESSOS CRIMINAIS

1 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 14979-09.2019.8.09.0152(201990149790)
COMARCA : URUACU
REDISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. IVO FAVARO
1 APELANTE(S) : DENISE ROBERTA DA SILVA
ADV(S) : 23165/GO -ANDERSON FELICIANO FREITAS ALCA
2 APELANTE(S) : JAIR DE HOLANDA
ADV(S) : 23165/GO -ANDERSON FELICIANO FREITAS ALCA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

2 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 128322-67.2015.8.09.0137(201591283221)
COMARCA : RIO VERDE
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. AVELIRDES ALMEIDA PINHEIRO DE LEMOS
1 APELANTE(S) : ELIEZER MACHADO MOURA SOBRINHO
ADV(S) : 27755/GO -DANILO MARQUES BORGES
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

3 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 135400-56.2019.8.09.0175(201991354002)
COMARCA : GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
1 APELANTE(S) : VALTECY SEBASTIAO DE OLIVEIRA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

4 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 298543-32.2016.8.09.0175(201692985434)
COMARCA : GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. LUIZ CLAUDIO VEIGA BRAGA
1 APELANTE(S) : FELIPE SOARES GLORIA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

5 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 50041-12.2017.8.09.0175(201790500419)
COMARCA : GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
1 APELANTE(S) : ALEX GONCALVES DA SILVA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

6 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 343391-75.2014.8.09.0175(201493433911)
COMARCA : GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 31 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR


1 APELANTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
2 APELANTE(S) : ROMULO LEMES
ADV(S) : 36842/GO -GUILHERME VILELA PATO REZENDE
1 APELADO(S) : ROMULO LEMES
ADV(S) : 36842/GO -GUILHERME VILELA PATO REZENDE
2 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

7 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 125546-38.2019.8.09.0175(201991255462)
COMARCA : GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
1 APELANTE(S) : REGINALDO LIMA DA SILVA
MINISTERIO PUBLICO
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G

8 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 10958-67.2018.8.09.0170(201890109584)
COMARCA : CAMPINORTE
REDISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. LUIZ CLAUDIO VEIGA BRAGA
1 APELANTE(S) : MARCOS ROGERIO DE SOUZA
ADV(S) : 29292/GO -VANDERLEY FRANCISCO DE CARVALHO
2 APELANTE(S) : CASSIO SILVA DE AZEVEDO
ADV(S) : 34387/GO -HELDER LINCOLN CALACA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

9 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 160901-53.2018.8.09.0011(201891609017)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
REDISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. LEANDRO CRISPIM
1 APELANTE(S) : JHONATAN VITOR CORREIA DE MOURA
ADV(S) : 25351/GO -ROGERIO CARVALHO CARDOSO
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

10 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 130412-43.2018.8.09.0137(201891304127)
COMARCA : RIO VERDE
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. LUIZ CLAUDIO VEIGA BRAGA
1 APELANTE(S) : JOSIEL BEZERRA DE OLIVEIRA
ADV(S) : 18399/GO -WHASLEN FAGUNDES
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

11 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 102747-19.2018.8.09.0148(201891027476)
COMARCA : TAQUARAL DE GOIAS
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. NICOMEDES DOMINGOS BORGES
1 APELANTE(S) : IDAIR JANUARIO DE FARIA
ADV(S) : 56877/GO -PEDRO HENRIQUE FARIA MARTINS
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

12 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 144653-57.2016.8.09.0148(201691446530)
COMARCA : TAQUARAL DE GOIAS
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
1 APELANTE(S) : JOSE MARIA DIAS FERREIRA
ADV(S) : 22710/GO -FERNANDO ALMEIDA SOUSA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 32 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

13 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 43749-18.2018.8.09.0032(201890437492)
COMARCA : CERES
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. AVELIRDES ALMEIDA PINHEIRO DE LEMOS
1 APELANTE(S) : DHYEGO TAVARES DOS SANTOS
ADV(S) : 6611/GO -FRANCISCO FELICIANO FERREIRA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

14 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 23627-81.2018.8.09.0032(201890236276)
COMARCA : CERES
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
1 APELANTE(S) : JORGE LOURENCO LOPES
ADV(S) : 45479/GO -CAIO BRUNO MARQUES MONTEIRO
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

15 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 36534-88.2018.8.09.0032(201890365343)
COMARCA : CERES
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
1 APELANTE(S) : FABIANO ANTONIO DE ALMEIDA LIMA
ADV(S) : 22706/GO -DINO CARLO BARRETO AYRES
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

16 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 149006-32.2018.8.09.0032(201891490060)
COMARCA : CERES
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. IVO FAVARO
1 APELANTE(S) : VINICIUS VIEIRA DE JESUS
ADV(S) : 22706/GO -DINO CARLO BARRETO AYRES
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

17 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 242343-53.2017.8.09.0180(201792423438)
COMARCA : CACHOEIRA DOURADA
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. AVELIRDES ALMEIDA PINHEIRO DE LEMOS
1 APELANTE(S) : HERCULES HENRIQUE DOS SANTOS
ADV(S) : 24741/GO -DORALEI DE FREITAS SANTOS
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

18 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 205342-08.2014.8.09.0158(201492053422)
COMARCA : SANTO ANTONIO DO DESCOBERTO
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
1 APELANTE(S) : JACOB PEREIRA BROTASEO
ADV(S) : 32986/GO -WALDEYLSON MENDES CORDEIRO DA S
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

19 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 35853-84.2018.8.09.0011(201890358533)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
1 APELANTE(S) : DOUGLAS VENANCIO SOBRINHO
ADV(S) : 27557/GO -LIVIA GOMES ARCANGELO
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

20 - APELACAO CRIMINAL

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 33 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

PROCESSO : 262191-19.2015.8.09.0011(201592621910)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
1 APELANTE(S) : PATRYCK WILSON DA SILVA
ADV(S) : 33571/GO -MAYCK FEITOSA CAMARA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

21 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 20784-61.2008.8.09.0011(202090130067)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
1 APELANTE(S) : ARISTOTELES ANDRADE SANTOS
ADV(S) : 48234/GO -LETICIA FRANCIELE FERREIRA BARB
15218/GO -WALKYRIA WICTOWICZ DA SILVA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

22 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 286164-32.2016.8.09.0087(201692861646)
COMARCA : ITUMBIARA
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. J. PAGANUCCI JR.
1 APELANTE(S) : KARINA DA SILVA VIEIRA
ADV(S) : 19383/GO -ELISMARCIO DE OLIVEIRA MACHADO
2 APELANTE(S) : ANDERSON VALDERSON DA SILVA
ADV(S) : 29767/GO -NILVA MARIA GUIMARAES
3 APELANTE(S) : LUIZ RICARDO SILVA NAVES GARCIA
ADV(S) : 30465/GO -ANDRE LUIZ DUARTE PIMENTEL
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

23 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 147514-10.2014.8.09.0011(202090130113)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
1 APELANTE(S) : JOSENILDO PEREIRA DE CARVALHO
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

24 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 17979-08.2018.8.09.0134(201890179795)
COMARCA : QUIRINOPOLIS
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
1 APELANTE(S) : GUSTAVO CESAR GARCIA SILVA
ADV(S) : 26524/GO -ANDRESSA BERNARDES DE SENE
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

25 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 66477-63.2017.8.09.0137(201790664772)
COMARCA : RIO VERDE
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. LUIZ CLAUDIO VEIGA BRAGA
1 APELANTE(S) : JOAO MARTINS DA SILVA
ADV(S) : 50678/GO -AMARILDO APARECIDO BORGES DE JE
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

26 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 43710-76.2019.8.09.0067(201990437109)
COMARCA : GOIATUBA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
1 APELANTE(S) : MARCELO DE SOUSA OLIVEIRA

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 34 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

ADV(S) : 50071/GO -LEONARDO DE LIMA BARRA


2 APELANTE(S) : SERGIO LUIZ DO CARMO SILVA
ADV(S) : 47262/GO -MONIQUE MICHELE RODRIGUES DE SO
55241/GO -GILMAR LUCAS COSTA DIAS
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

27 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 373867-45.2016.8.09.0040(201693738678)
COMARCA : EDEIA
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. IVO FAVARO
1 APELANTE(S) : PEDRO LOPES CARVALHO
ADV(S) : 27777/GO -THIAGO MARCAL FERREIRA BORGES
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

28 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 17560-56.2019.8.09.0003(201990175600)
COMARCA : ALEXANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. LUIZ CLAUDIO VEIGA BRAGA
1 APELANTE(S) : GLEICE OLIVEIRA BATISTA
ADV(S) : 52752/GO -WERIK JHONATAN CEZARIO PASSOS
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

29 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 82303-17.2019.8.09.0087(201990823033)
COMARCA : ITUMBIARA
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. NICOMEDES DOMINGOS BORGES
1 APELANTE(S) : JOAO PAULO OLIVEIRA MARCAL
ADV(S) : 36743/GO -FABIO GONCALVES JUNIOR
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

30 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 81892-28.2019.8.09.0069(201990818927)
COMARCA : GUAPO
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. NICOMEDES DOMINGOS BORGES
1 APELANTE(S) : IRMON DAS DORES MORAES
ADV(S) : 51538/GO -CLEIB BUENO DE MORAIS
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

31 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 51039-70.2018.8.09.0069(201890510394)
COMARCA : GUAPO
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. LUIZ CLAUDIO VEIGA BRAGA
1 APELANTE(S) : IGOR CARDOSO
ADV(S) : 43578/GO -CARLOS EDUARDO FREITAS ARAUJO
57638/GO -GUILHERME LOPES MARTINS
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

32 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 15784-61.2018.8.09.0001(202090142006)
COMARCA : ABADIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. LUIZ CLAUDIO VEIGA BRAGA
1 APELANTE(S) : FABIO SOUSA SILVA
ADV(S) : 44548/GO -EDMILSON DO NASCIMENTO JUNIOR
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

33 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 125551-65.2016.8.09.0175(201691255513)
COMARCA : GOIANIA

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 35 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL


RELATOR : DES. IVO FAVARO
1 APELANTE(S) : DOUGLAS TAVARES PEREIRA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

34 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 15690-13.2017.8.09.0175(201790156904)
COMARCA : GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
1 APELANTE(S) : EDVAN DOS SANTOS SILVA
PAULO HENRIQUE SILVA MARCELINO
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

35 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 22355-46.2019.8.09.0152(201990223559)
COMARCA : URUACU
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. LUIZ CLAUDIO VEIGA BRAGA
1 APELANTE(S) : MATEUS JORGE PEREIRA
ADV(S) : 23165/GO -ANDERSON FELICIANO FREITAS ALCA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUB LICO

36 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 92341-37.2018.8.09.0083(201890923419)
COMARCA : URUACU
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. J. PAGANUCCI JR.
1 APELANTE(S) : KESLEY LOPES CIRQUEIRA BATISTA
ADV(S) : 49390/GO -LEONARDO DE ALMEIDA LEAO
2 APELANTE(S) : ANNA CLARA BATISTA DE SOUZA
ADV(S) : 49390/GO -LEONARDO DE ALMEIDA LEAO
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

37 - RECURSO EM SENTIDO ESTRITO


PROCESSO : 299705-18.2014.8.09.0180(201492997056)
COMARCA : CACHOEIRA DOURADA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
1 RECORRENTE(S) : FRANCISCO DE ASSIS SILVA
ADV(S) : 40204/GO -VALERIA CRISTINA DOS SANTOS MAM
1 RECORRIDO(S) : MINISTERIO PUBLICO

38 - RECURSO EM SENTIDO ESTRITO


PROCESSO : 40411-65.2019.8.09.0011(201990404111)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
1 RECORRENTE(S) : DIVINO ROCHA MENDES
ADV(S) : 56984/GO -DANIELLY CRISTINA BARBOSA
1 RECORRIDO(S) : MINISTERIO PUBLICO

39 - RECURSO EM SENTIDO ESTRITO


PROCESSO : 84197-11.2017.8.09.0180(201790841976)
COMARCA : CACHOEIRA DOURADA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
1 RECORRENTE(S) : DIONATHAN SANTOS OLIVEIRA
ADV(S) : 40204/GO -VALERIA CRISTINA DOS SANTOS MAM
1 RECORRIDO(S) : MINISTERIO PUBLICO

40 - RECURSO EM SENTIDO ESTRITO

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 36 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

PROCESSO : 144959-74.2019.8.09.0001(201991449593)
COMARCA : ABADIANIA
REDISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. LUIZ CLAUDIO VEIGA BRAGA
1 RECORRENTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
1 RECORRIDO(S) : JOAO TEIXEIRA DE FARIA
ADV(S) : 56351/GO -JOSE JORGE DE OLIVEIRA NETO

41 - REVISAO CRIMINAL
PROCESSO : 14810-56.2020.8.09.0000(202090148101)
COMARCA : JATAI
DISTRIBUIDO PARA SECAO CRIMINAL
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
1 REQUERENTE(S) : MARCO AURELIO VALE LEITE
1 REQUERIDO(S) : MINISTERIO PUBLICO

42 - AGRAVO EM EXECUCAO PENAL


PROCESSO : 113658-64.2019.8.09.0016(201991136587)
COMARCA : BARRO ALTO
REDISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. IVO FAVARO
1 AGRAVANTE(S) : RENATA GOMES BRTETA RIBEIRO
ADV(S) : 14306/GO -MAGDA PEREIRA DE ANDRADE
1 AGRAVADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

TOTAL GERAL DE PROCESSOS DISTRIBUIDOS 42

GOIANIA, 18 DE FEVEREIRO DE 2020


ISABELA SILVERIO DE OLIVEIRA
DIRETOR(A) DA DIV. DE DISTRIBUICAO
ORIGINAL ASSINADO

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 37 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

===============================================================================
DIVISAO DE DISTRIBUICAO - PRESIDENCIA #
INTIMACAO AS PARTES

VIGESIMA SEXTA AUDIENCIA PUBLICA DE DISTRIBUICAO AUTOMATIZADA, REALIZADA


NO DIA 17 DE FEVEREIRO DE 2020 , SOB A PRESIDENCIA DO SENHOR
DESEMBARGADOR , EM QUE FOI(RAM) DISTRIBUIDO(S) O(S) SEGUINTE(S) FEITO(S)
PELO SISTEMA DE PROCESSAMENTO DE DADOS:
===============================================================================
PROCESSOS CRIMINAIS

1 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 404700-26.2014.8.09.0134(201494047004)
COMARCA : QUIRINOPOLIS
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 APELANTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
2 APELANTE(S) : WESLEY DOS SANTOS OLIVEIRA
ADV(S) : 26524/GO -ANDRESSA BERNARDES DE SENE
1 APELADO(S) : WESLEY DOS SANTOS OLIVEIRA
ADV(S) : 26524/GO -ANDRESSA BERNARDES DE SENE
2 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

2 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 123410-68.2019.8.09.0175(201991234104)
COMARCA : GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. LEANDRO CRISPIM
1 APELANTE(S) : THIERRY NIAGARA FERNANDES
ADV(S) : 44655/GO -ADEMIR LUIZ DA SILVA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

3 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 22827-75.2019.8.09.0175(201990228275)
COMARCA : GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
1 APELANTE(S) : MARCO AURELIO AUGUSTO PIRES
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

4 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 357465-37.2014.8.09.0175(201493574655)
COMARCA : GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. IVO FAVARO
1 APELANTE(S) : FABRICIO EUCLIDES FERREIRA NOLETO
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

5 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 85891-59.2019.8.09.0175(201990858910)
COMARCA : GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
1 APELANTE(S) : ALEXANDRE BARROS RODRIGUES SOUZA
ADV(S) : 54697/GO -THIAGO LOPES DA CRUZ
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

6 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 7699-49.2018.8.09.0175(201890076996)
COMARCA : GOIANIA

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 38 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL


RELATOR : DES. ITANEY FRANCISCO CAMPOS
1 APELANTE(S) : KARINA PEREIRA DO NASCIMENTO
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

7 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 142197-53.2016.8.09.0175(201691421979)
COMARCA : GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. IVO FAVARO
1 APELANTE(S) : AURELIO DA SILVA ROSA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

8 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 9299-76.2016.8.09.0175(201690092998)
COMARCA : GOIANIA
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 APELANTE(S) : LUCIANO ESTEVAM SANTOS
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
2 APELANTE(S) : WAGHTON ETERNO
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

9 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 44827-24.2017.8.09.0051(201790448271)
COMARCA : GOIANIA
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 APELANTE(S) : GABRIEL ISAQUE BARBOSA CAMBOTA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

10 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 326155-59.2005.8.09.0100(200593261550)
COMARCA : LUZIANIA
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 APELANTE(S) : ELIAS MACHADO VALADAO
PAULO ELIAS BATISTA MACHADO
ADV(S) : 20902/GO -DENIS DA COSTA MEIRELES
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

11 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 37746-34.2015.8.09.0038(201590377460)
COMARCA : CRIXAS
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 APELANTE(S) : DIEGO DOS ANJOS DE SOUSA
ADV(S) : 26432/GO -MARCOS DIETZ DE OLIVEIRA
2 APELANTE(S) : FREDERICO DA SILVA SOUSA
ADV(S) : 26432/GO -MARCOS DIETZ DE OLIVEIRA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

12 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 414076-95.2015.8.09.0006(201594140766)
COMARCA : ANAPOLIS
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 APELANTE(S) : ALESSANDRA PIRES PEREIRA DOS ANJOS
ADV(S) : 41707/GO -LEIFF SOARES DE OLIVEIRA
2 APELANTE(S) : RAFAEL MARTINS DA SILVA

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 39 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

ADV(S) : 40275/GO -JHONATAN NERYVALDO FERREIRA MEN


3 APELANTE(S) : RAPHAEL DOS SANTOS
ADV(S) : 35615/GO -EMILIO FERNANDES DE LIMA
43077/GO -FERNANDO HONORIO SACURABA
4 APELANTE(S) : DIEGO SIMAO DA SILVA
ADV(S) : 40275/GO -JHONATAN NERYVALDO FERREIRA MEN
5 APELANTE(S) : DANIEL DOS SANTOS
ADV(S) : 40275/GO -JHONATAN NERYVALDO FERREIRA MEN
6 APELANTE(S) : PAMELLA FERNANDA BRAGA SANTOS
ADV(S) : 23941/GO -SANDRO JOSE ROSA
7 APELANTE(S) : DIEGO RAFAEL DOS SANTOS
ADV(S) : 27725/GO -CARLOS EDUARDO GONCALVES MARTIN
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

13 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 30847-42.2016.8.09.0084(201690308478)
COMARCA : ITAPIRAPUA
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 APELANTE(S) : MARCELO RODRIGUES POVOA
ADV(S) : 33104/GO -ANDRE CARLOS DE OLIVEIRA BELTRA
2 APELANTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
2 APELADO(S) : MARCELO RODRIGUES POVOA
ADV(S) : 33104/GO -ANDRE CARLOS DE OLIVEIRA BELTRA

14 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 15354-88.2018.8.09.0105(201890153540)
COMARCA : MINEIROS
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 APELANTE(S) : WANDERSON CARRIJO SILVA
ADV(S) : 26401/GO -ALEXANDRE ANTONIO DE SOUZA
30727/GO -MARLEI SANTOS BORGES
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

15 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 270374-71.2017.8.09.0087(201792703740)
COMARCA : ITUMBIARA
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 APELANTE(S) : DIONATAN LUIZ FREIRE
ADV(S) : 31146/GO -ORLANDO TERRA DE OLIVEIRA NETO
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

16 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 295703-95.2015.8.09.0074(201592957030)
COMARCA : IPAMERI
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 APELANTE(S) : REGINALDO WALDIVINO CANDIDO BARBOSA
ADV(S) : 19251/GO -CELIO EMEDIATO GERHARDT
39992/GO -THIAGO GERHARDT DE CAMARGO
27117/GO -WELLINGTON MONTEIRO GERHARDT
55205/GO -MARIA EMILIA MACHADO GERHARDC
2 APELANTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
2 APELADO(S) : REGINALDO WALDIVINO CANDIDO BARBOSA
ADV(S) : 34394/GO -SIDNEI CARLOS DOS SANTOS

17 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 341334-50.2015.8.09.0175(201593413343)
COMARCA : GOIANIA
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 40 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ


1 APELANTE(S) : HUMBERTO COSTA FERREIRA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

18 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 13921-24.2018.8.09.0081(201890139211)
COMARCA : ITAGUARU
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 APELANTE(S) : JOHNATAN DE SOUZA SILVA
ADV(S) : 34011/GO -RICARDO PITHER DE SOUSA SANTIAG
2 APELANTE(S) : JOAO BOSCO SILVA DE CASTRO FILHO
ADV(S) : 34714/GO -CARLOS ROGERIO PINTO BRASIL
3 APELANTE(S) : GEDUCIE GOMES DA SILVA
ADV(S) : 28676/GO -MARQUES DA SILVA LIMA
4 APELANTE(S) : FRANKLIN NELSON DE CASTRO SILVA
ADV(S) : 14306/GO -MAGDA PEREIRA DE ANDRADE
5 APELANTE(S) : LUCAS PEREIRA ALBUQUERQUE SILVA
ADV(S) : 14306/GO -MAGDA PEREIRA DE ANDRADE
21875/GO -MOACIR ARAUJO DA SILVA
6 APELANTE(S) : SILOMAR GEREMIAS DE LIMA
ADV(S) : 14306/GO -MAGDA PEREIRA DE ANDRADE
7 APELANTE(S) : LETICIA FERREIRA COELHO RIBEIRO DE LIMA
ADV(S) : 14306/GO -MAGDA PEREIRA DE ANDRADE
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

19 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 244315-30.2012.8.09.0149(201292443154)
COMARCA : TRINDADE
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 APELANTE(S) : MARIO SERGIO DIAS DOS SANTOS
CAMILA DA SILVA
ADV(S) : 17673/GO -FRANCISCO CARNEIRO DA SILVA
24761/GO -LENIO CESAR GODINHO JUNIOR
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

20 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 31458-29.2017.8.09.0029(201790314585)
COMARCA : CATALAO
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 APELANTE(S) : LEANDRO SALES DOS SANTOS
ADV(S) : 17970/GO -ELSON FERREIRA DE SOUSA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
1 ASS.ACUS.(S) : DIRCE PEREIRA DE OLIVEIRA
DECIVALDO ANTONIO DA SILVA
ADV(S) : 47124/GO -LIVIA FLAVIA LIMA

21 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 48607-28.2018.8.09.0021(201890486078)
COMARCA : CACU
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 APELANTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
2 APELANTE(S) : GENILSON BEZERRA CAVALCANTE
ADV(S) : 42281/GO -FELIPE MENDES VILELA
1 APELADO(S) : GENILSON BEZERRA CAVALCANTE
ADV(S) : 42281/GO -FELIPE MENDES VILELA
2 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

22 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 411502-63.2010.8.09.0107(201094115029)

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 41 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

COMARCA : MORRINHOS
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 APELANTE(S) : HEMERSON MARQUES DE SOUZA
ADV(S) : 34721/GO -ROBSON NEVES CANEDO
2 APELANTE(S) : WESLEY RODRIGUES DE JESUS
ADV(S) : 33815/GO -DIEGO ESTEVAO AMARAL
3 APELANTE(S) : JOHNATAN ATAIDES DE SOUSA SANTOS
ADV(S) : 45358/GO -PAULO DE TARSO MARTINS JUNIOR
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

23 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 330134-35.2013.8.09.0072(201393301347)
COMARCA : INHUMAS
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 APELANTE(S) : SANTIAGO SIQUEIRA
ADV(S) : 14341/GO -JEFFERSON DE PAULA COUTINHO
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

24 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 5508-02.2016.8.09.0078(201690055081)
COMARCA : ISRAELANDIA
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 APELANTE(S) : JULIO CESAR MARTINS DE AGUIAR RAMOS
ADV(S) : 34567/GO -OTAIR FRANCISCO COSTA NETO
53220/GO -RAFAEL DOMINGUES MUNHOZ
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

25 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 236491-63.2017.8.09.0175(201792364911)
COMARCA : GOIANIA
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 APELANTE(S) : VALDO DIAS PINTO
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

26 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 102278-93.2018.8.09.0011(201891022784)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 APELANTE(S) : MAYCON TAVARES DE ALMEIDA
ADV(S) : 37292/GO -THIAGO HUASCAR SANTANA VIDAL
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

27 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 72743-44.2018.8.09.0036(201890727431)
COMARCA : CRISTALINA
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 APELANTE(S) : WILLIAN FIUZA DA COSTA
ADV(S) : 40131/GO -MARCIO GABRIEL CAVALCANTE MARIA
40775/GO -GUIOMARA STEINBACH
52120/GO -JOICILENE RENATA DA SILVA OLIVE
48434/GO -BRENO MOHN GUIMARAES
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

28 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 447564-51.2011.8.09.0145(202090124121)
COMARCA : SAO DOMINGOS
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 42 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

RELATOR : DES. LEANDRO CRISPIM


1 APELANTE(S) : SEBASTIAO FELIX DOS SANTOS
ADV(S) : 9783/GO -NILSON NUNES REGES
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

29 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 71756-40.2019.8.09.0014(201990717560)
COMARCA : ARAGARCAS
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
1 APELANTE(S) : GABRIEL HENRIQUE DE SOUZA ROSA
ADV(S) : 28789/GO -VINICIUS DE OLIVEIRA RIBEIRO
2 APELANTE(S) : CASSIANO ARANTE DE PAULA
ADV(S) : 26106/O/MT -WORISTON BARROS DA CRUZ
3 APELANTE(S) : CASSIO GODIM MIRANDA
ADV(S) : 27388/O/MT -JOSE CARLOS CORDEIRO GOMES
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

30 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 73227-21.2018.8.09.0178(202090114045)
COMARCA : MAURILANDIA
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. ITANEY FRANCISCO CAMPOS
1 APELANTE(S) : HENRIQUE NATALINO CASTRO DE LIMA
DANIEL DOS SANTOS CARVALHO
ADV(S) : 17030/GO -GERCIONIL DUARTE DE OLIVEIRA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

31 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 153371-08.2018.8.09.0040(201891533711)
COMARCA : JANDAIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. LUIZ CLAUDIO VEIGA BRAGA
1 APELANTE(S) : CELIA LIMA DO ROSARIO
ADV(S) : 40985/GO -JULIO CESAR PEREIRA SOUSA
2 APELANTE(S) : MATEUS ALVES DE ABREU
ADV(S) : 40050/GO -JOSE PERERIA MENDONCA MACHADO A
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

32 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 263834-84.2017.8.09.0029(201792638345)
COMARCA : CATALAO
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. AVELIRDES ALMEIDA PINHEIRO DE LEMOS
1 APELANTE(S) : BRENDON ALEXANDER DE SOUZA ANDRE
ADV(S) : 24968/GO -CLEYBER JOAO EVANGELISTA
40728/GO -MARCELO HENRIQUE DE MESQUITA
30827/GO -JAQUELINE FRANCISCA DA SILVA RO
37803/GO -JAMIL FELIPE ROMEIRO NETO SARDI
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

33 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 67085-19.2018.8.09.0172(201890670855)
COMARCA : SANTA TEREZINHA DE GOIAS
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. J. PAGANUCCI JR.
1 APELANTE(S) : FIRMINO GONCALVES DA SILVA
MARCIEL GONCALVES SARDINHA
ADV(S) : 29137/GO -KLEYTON MARTINS DA SILVA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

34 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 307681-86.2015.8.09.0036(201593076819)
COMARCA : IPAMERI

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 43 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL


RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
1 APELANTE(S) : LEANDRO OLIVEIRA VIANA
ADV(S) : 16950A/GO -WASHINGTON CLEIO DE CARVALHO
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

35 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 360606-19.2013.8.09.0072(202090139412)
COMARCA : INHUMAS
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. J. PAGANUCCI JR.
1 APELANTE(S) : JANILTON ALVES BESSA
ADV(S) : 38371/GO -ABNEL CARDOSO LOURENCO NETO
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

36 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 86547-03.2018.8.09.0029(201890865478)
COMARCA : CATALAO
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
1 APELANTE(S) : BRUNO MARQUES DE OLIVEIRA
ADV(S) : 24968/GO -CLEYBER JOAO EVANGELISTA
2 APELANTE(S) : ANDRE MARQUES DE OLIVEIRA
ADV(S) : 24968/GO -CLEYBER JOAO EVANGELISTA
3 APELANTE(S) : IGOR STEFANI CORREIA PIRES
ADV(S) : 15932/GO -FERNANDA VAZ NETO
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

37 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 331234-19.2016.8.09.0040(201693312344)
COMARCA : EDEIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
1 APELANTE(S) : WILQUERSON MARCELO DA SILVA
ADV(S) : 37847/GO -EDUARDO SOARES FARIA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

38 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 296067-28.2016.8.09.0011(201692960679)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
1 APELANTE(S) : JOAO MARIA LOURENCO ALVES MARCELINO
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

39 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 80324-54.2018.8.09.0087(201890803243)
COMARCA : ITUMBIARA
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. J. PAGANUCCI JR.
1 APELANTE(S) : RAFAEL BARBOSA GUIMARAES
ADV(S) : 42066/GO -DOMINGOS PASCOAL DE OLIVEIRA
2 APELANTE(S) : GLEISON DINIZ DA SILVA
ADV(S) : 38352/GO -WUILITON LUIZ DA ROCHA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

40 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 423221-29.2016.8.09.0011(201694232212)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. NICOMEDES DOMINGOS BORGES
1 APELANTE(S) : LEONARDO GUSTAVO DA VEIGA JARDIM CUNHA
ADV(S) : 38435/GO -HELIO BUENO DE FARIA JUNIOR

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 44 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

41 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 51461-40.2009.8.09.0011(202090142030)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. J. PAGANUCCI JR.
1 APELANTE(S) : MOACIR GOMES DE OLIVEIRA SIQUEIRA NETO
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

42 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 203539-43.2014.8.09.0011(202090142057)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. ITANEY FRANCISCO CAMPOS
1 APELANTE(S) : MARCOS VINICIO FERREIRA DE PAULO
ADV(S) : 390448/SP -ALAN ARAUJO DIAS
2 APELANTE(S) : JEAN PIERRE DE SOUZA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

43 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 427460-75.2014.8.09.0034(201494274604)
COMARCA : CORUMBA DE GOIAS
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. J. PAGANUCCI JR.
1 APELANTE(S) : GLAYTON DE JESUS OLIVEIRA
ADV(S) : 39604/GO -CHRISTIANO DOUTOR BRANQUINHO
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

44 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 71050-86.2013.8.09.0137(201390710505)
COMARCA : RIO VERDE
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. LEANDRO CRISPIM
1 APELANTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
1 APELADO(S) : DIVINO ALESSANDRO PERES
ADV(S) : 22771/GO -RENATA FERREIRA SILVA WEIRIG

45 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 158987-95.2015.8.09.0095(201591589878)
COMARCA : JOVIANIA
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. AVELIRDES ALMEIDA PINHEIRO DE LEMOS
1 APELANTE(S) : LUIS FELIPE SILVA
ADV(S) : 40664/GO -DAYANNE MARTINS CARVALHO
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

46 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 145074-37.2018.8.09.0064(201891450743)
COMARCA : GOIANIRA
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. NICOMEDES DOMINGOS BORGES
1 APELANTE(S) : ROBES MAX BARBOSA DOS REIS
ADV(S) : 33860/GO -PAULO ROBERTO MACHADO SOARES
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

47 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 17280-22.2018.8.09.0100(201890172804)
COMARCA : LUZIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
1 APELANTE(S) : MINISTERIO PUBLICO

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 45 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

2 APELANTE(S) : CAIRO DOS SANTOS MATOS


ADV(S) : 42898/GO -PRICILLA FABIANE ALVES SOUZA TE
1 APELADO(S) : CAIRO DOS SANTOS MATOS
ADV(S) : 42898/GO -PRICILLA FABIANE ALVES SOUZA TE
2 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

48 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 85251-87.2019.8.09.0100(201990852513)
COMARCA : LUZIANIA
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. ITANEY FRANCISCO CAMPOS
1 APELANTE(S) : ANTONIO VIEIRA DE SOUZA
ADV(S) : 43949/DF -CARLOS AUGUSTO RODRIGUES XAVIER
58634/DF -LEILSON COSTA DA ROCHA
61213/DF -CARLOS MATHEUS COSTA MANINHO
39578/DF -THALES MEIRELLES B TELES
41016/DF -ABEL GOMES CUNHA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

49 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 342760-31.2007.8.09.0029(202090149167)
COMARCA : CATALAO
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. IVO FAVARO
1 APELANTE(S) : ADELSON MARGARIDO ASSUNCAO
ADV(S) : 12508/GO -JOSE ROBERTO FERREIRA CAMPOS
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

50 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 376482-41.2016.8.09.0029(201693764822)
COMARCA : CATALAO
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. ITANEY FRANCISCO CAMPOS
1 APELANTE(S) : MARTA ANGELA AIRES DOS SANTOS
ADV(S) : 13140/GO -WALDEMAR PEREIRA NETO
34386/GO -HEITOR AMORIM PEREIRA
51162/GO -CIL FARNEY MODESTO ARRANTES JUN
2 APELANTE(S) : NAYARA STEFANIA RIBEIRO DE SOUSA
ADV(S) : 36377/GO -RENATO RODRIGUES VIEIRA
36627/GO -THIAGO FERREIRA ALMEIDA
3 APELANTE(S) : DENIA AIRES DA SILVA
ADV(S) : 13140/GO -WALDEMAR PEREIRA NETO
34386/GO -HEITOR AMORIM PEREIRA
51162/GO -CIL FARNEY MODESTO ARRANTES JUN
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

51 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 31908-35.2018.8.09.0029(201890319082)
COMARCA : CATALAO
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. IVO FAVARO
1 APELANTE(S) : ROGER FELIPE DA SILVA
ADV(S) : 57123/GO -MICHEL DE LACERDA BENTO
2 APELANTE(S) : WILLIAN DE PAULA LIMA
ADV(S) : 12508/GO -JOSE ROBERTO FERREIRA CAMPOS
3 APELANTE(S) : RENATO ROCHA DA SILVA
ADV(S) : 34386/GO -HEITOR AMORIM PEREIRA
4 APELANTE(S) : ALESSANDRO AUGUSTO DE ASSUNCAO
ADV(S) : 49683/GO -ANA MARIA PIMENTA CARDOSO
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

52 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 103467-38.2019.8.09.0087(201991034679)
COMARCA : ITUMBIARA

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 46 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL


RELATOR : DES. LUIZ CLAUDIO VEIGA BRAGA
1 APELANTE(S) : RUBSON DE OLIVEIRA DA SILVA
ADV(S) : 32303/GO -SILVIA PAULA RIBEIRO
36090/GO -TARCILLA AGUIAR ALARCOM
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

53 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 229897-87.2017.8.09.0157(201792298978)
COMARCA : VIANOPOLIS
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
1 APELANTE(S) : SERGIO VIEIRA SOARES
ADV(S) : 5362/GO -CARLOS ALBERTO BARBO DE SIQUEIRA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

54 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 89770-11.2018.8.09.0175(201890897701)
COMARCA : GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. LUIZ CLAUDIO VEIGA BRAGA
1 APELANTE(S) : VICENTE MARTINS PEREIRA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

55 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 74644-18.2018.8.09.0175(201890746444)
COMARCA : GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
1 APELANTE(S) : EDUARDO MIRANDA RODRIGUES
ADV(S) : 47528/GO -SANTIAGO RODRIGUES OLIVEIRA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

56 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 72783-60.2019.8.09.0175(201990727832)
COMARCA : GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. LUIZ CLAUDIO VEIGA BRAGA
1 APELANTE(S) : VALDINEI GASPAR PEREIRA DE MELO
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

57 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 20260-42.2017.8.09.0175(201790202604)
COMARCA : GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. NICOMEDES DOMINGOS BORGES
1 APELANTE(S) : SERGIO MARCOS JACINTO DA SILVA
ADV(S) : 33829/GO -NATHANY SANCHES BATISTA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO DO ESTADO DE GOIAS

58 - APELACAO CRIMINAL
PROCESSO : 150525-64.2019.8.09.0175(201991505256)
COMARCA : GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 2A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
1 APELANTE(S) : WELLINGTON RODRIGUES DE SOUZA
ADV(S) : 49138/GO -PEDRO RENE DOS SANTOS
1 APELADO(S) : MINSTERIO PUBLICO DO ESTADO GOIAS

59 - INQUERITO
PROCESSO : 411877-21.2015.8.09.0000(201594118779)
COMARCA : TURVANIA

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 47 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS


RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 INDICIADO(S) : PREFEITO DO MUNICIPIO DE PALMINOPOLIS
ADV(S) : 33950/GO -WESLEY BARBOSA BORGES

60 - RECURSO EM SENTIDO ESTRITO


PROCESSO : 247554-29.2016.8.09.0011(201692475541)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. ITANEY FRANCISCO CAMPOS
1 RECORRENTE(S) : WESLEY ALVES DE FREITAS
ADV(S) : 37202/GO -ANA CLAUDIA ALVES DA SILVA
1 RECORRIDO(S) : MINISTERIO PUBLICO

61 - RECURSO EM SENTIDO ESTRITO


PROCESSO : 13543-50.2019.8.09.0011(201990135439)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. NICOMEDES DOMINGOS BORGES
1 RECORRENTE(S) : LUIZ ANTONIO RODRIGUES SOARES
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 RECORRIDO(S) : MINISTERIO PUBLICO

62 - RECURSO EM SENTIDO ESTRITO


PROCESSO : 130128-93.2017.8.09.0129(201791301282)
COMARCA : PONTALINA
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 RECORRENTE(S) : GABRIEL LUCIO DA SILVA
ADV(S) : 12031/GO -OLDEMAR JOSE DA ROCHA
1 RECORRIDO(S) : MINISTERIO PUBLICO

63 - RECURSO EM SENTIDO ESTRITO


PROCESSO : 38303-95.2015.8.09.0175(201590383036)
COMARCA : GOIANIA
REDISTRIBUIDO PARA ASSESSORIA PARA ASSUNTO DE RECURSOS CONSTITUCIONAIS
RELATOR : DES. PRESIDENTE DO TJ
1 RECORRENTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
1 RECORRIDO(S) : RAFAEL CAROSSI BARBOSA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G

64 - RECURSO EM SENTIDO ESTRITO


PROCESSO : 211977-36.2017.8.09.0049(201792119771)
COMARCA : GOIANESIA
DISTRIBUIDO PARA 1A CAMARA CRIMINAL
RELATOR : DES. NICOMEDES DOMINGOS BORGES
1 RECORRENTE(S) : RAFAEL SOUSA DA SILVA
ADV(S) : 19917/GO -GENTIL MEIRELES NETO
1 RECORRIDO(S) : MINISTERIO PUBLICO

TOTAL GERAL DE PROCESSOS DISTRIBUIDOS 64

GOIANIA, 18 DE FEVEREIRO DE 2020


ISABELA SILVERIO DE OLIVEIRA
DIRETOR(A) DA DIV. DE DISTRIBUICAO
ORIGINAL ASSINADO

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 48 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

  


      
 !"##$ 
%&)*-

    /  #@A#"A%#%#

  


!   


 .



    

 !#$!
&'()##*+
#+,-.
/ 01.#2+#
*++
&'#(#/345+##0*
(#345+##0*
8
+9##:
,-. / 01;)#&2<=#
>#+ 
#+,-.

01. !#
*+
#(2$85+2?2<=#

/ 0123
41$ 5
4256 78129:-2
31 ; 1 <1 =41- 714 2 98)
74 &3

52 >?
(9*4@&1A9<*9
)BC*<*9&&1&D
98&1C*E98*98<9&)&8A*
9EC&F*8B&D)89BG,2 3198<E1*)99&

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 49 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

  
9&8*-

74 
398&DE9CA<&&84

1- 72
)1&*4&8*1(*H4891C9
319&1C9***9&
<B*C)99&
(&*)99&(I1&*
>&8*1)C89)&,2 1*&481C*<H-

42*81
9*84*(B1JB9&919
9E9C&D)&B9&9*)1*
98*9A9
BBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBB

%./ C

 
 
   

2=2 ?&
21:#<(2
#+,-. 
01;C=<#
=

/
01;1K?E 

L2<12)8
#+,-./M01.=2=E
 0;)#J2N
9###+

/ 1913  842; 1 D=42E
85-12429:-22 99 819 8F81
&)81: 13

52 >?
98&1C*E98*98<9&)&8A*
819EC&F*991*19&OF*

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 50 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

  
74 5
(&*)99&(I1&*
9EC&F*8B&D)89BG,2 3198<E1*)99&
9&8*-
>&8*1)C89)&,2 1*&481C*<H-
3E9C&D)&B9&9*)1*
8*9A9
(9*4@&1A9<*9
)BC*<*9&&1&D
)1&*4&8*1(*H4891C9
398&DE9CA<&&84
319&1C9***9&

42421H18
*84*(B1JB9&919
BBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBB

"I J
 ./  
0    ./ C


/ /
   
(5
)4#(L4
9 ?L#8
#+,-.M
01;P2#N##
<
 01;(LEN
9 ?#<#+<
#+,-.  01;(

/
01;4+#+E
#(2$<:#*+

/ 4752191 2 3


BBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBB

Q#R+#

?LEK
:#3$!5+
*?#

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 51 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

  

    K#"A%#%##@A#"A%#%#L
!"##N 
O
%&)*-

  

  


!I   


 .


 M    

31E)
&'(L+J2
#+,-. 01.(#
&'#(#345+##
8
++J218C2
#(2$92)2+=
SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

%   


 .

 M//M    



)2<N
&'4#+#
#+,-.M 0. )
&'#(#T(2N#9'#)N#U 
##;*
8
+9##:
,-. / 01;)#&2<=#
#(2$*#E
SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 52 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

  

"   


 .

 M /  M     

)4#(L4
&''#<#2
#+,-.M 0. )
&'#(#T(2N#9'#)N#U 
##;*
8
+9##:
,-. / 01;)#&2<=#
#(2$85+2?2<=#
SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

@I   


 .

 /       



*+(2P2###
&'2NE E
#+,-.M 0. )
&'#(#T(2N#9'#)N#U 
##;*
8
+9##:
,-. / 01;)#&2<=#
#(2$*+#1E?
SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

P   


 .

 M  M   



E##)=
&'*###+?##E;$!:
#+,-.  0;)#<2
@+
0;2?2#+
P2

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 53 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

  
&'#(# 345+##A
#:
8
+9##:
,-. / 01;)#&2<=#
#(2$*#E
SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

Q./ C

 MM / M  

31E)
2(L#2N2
#+,-.  /01;:2#82N
$+#*+
L2)(C?2
#+,-.
M01;&E?#N#
#(2$9#)N#
SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

R./ C

  /M//   

31E)
2##*+2
#+,-.M
M 01;<2N#
L29#E#2
#+,-.

/01;)#
+
M/01;(#2#
*+

M 01;8<#$#
P2
/01;#<<2##
P2
SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 54 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

  
./ C


/
    

1+L
28#R#<?=!
#+,-./01;<
<#
L29##:
,-. M M01;>
2
 / 01;)#&2<=#
#(2$82<)E2
SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

S./ C


M M   
4#
*+(2P2###
2E#E0
#+,-.
M 01;VKK)
J2N
L29'W#4)#+
2
#+,-. / 01;9'#<##
=)=
 /01;82#+
(2
#(2$>#8#  
SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

!#./ C

   
   

E##)=
242C<2#2'
0
#+,-. M
0;<4#


Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 55 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

  
//01;*:+2?2#
#
0;4?NV(2
L2#
#+,-.


01;XK12#

#(2$>#8#
SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

!!  ./

 M


   

(+:#=#<
+#Y#Z!
#+,-.
MM0;2=12#<
#(#
3C22#C 2#(2$
#9##:
C
&#E0
#(2$*#E
SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

!%  ./

  M M   
'##
1+L
9[#<#
#+,-. 01;\$+<P2
 01;9[#<#
#(# 3C22#(2N#9'
#9##:
C
&#9'#8C9
#+,-. M01;8K<P2
#(2$*#E
SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 56 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

  
!"  ./


M
M/
   

3#?C#
8#2##
#+,-./M 01;R#?2

#(# 3C2(2?#C':#
(2N#9'##0*
C
&#*&0
*###+?##E.*E
#+,-. 0;2?2#+
P2
#(2$82<)E2
SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

!@  ./ 

 MM      



<2#)
*&<W+0
#+,-. 
0;>E=
#(#3C22(2?##
#0*
C
&#()#
#+,-. M/01;)+#
+
 01;<#
=#
#(2$<#A#
SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

!P J
 ./  ./ C

 M M/    



31E)

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 57 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

  
9 ?48U2=2!2
#+,-.  0;(UL#4
4<=#
9 ?#E#E0
#+,-.  /0;>)<
.
M 01;VKK)
J2N
#(2$*#E
SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

!Q J
 ./  
0     J

 ./  ./ C

 
M/
   

1+L
9 ?<<#<P28!2
#+,-.

01;&<#$2N

01;<82N 
9 ?#+(L2
#(2$*#E
SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

!R J
 ./    ./

 
M   

(+:#=#<
9 ?+<8
#+,-.
01;C#9+
+
9 ?#(#3C22#(2N#9'
5+##0*
C
&#9##:
#+,-. / 01;)#&2<=#
#(2$ !(U<#=
SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 58 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

  
!
0    ./ C

 MM /M
   

 !#$!
?+P2#N##<
#+,-.M
01;P2#N##
  <
?+#9'W# !#1
9
SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

!SI
0    ./ C

  /


    

2=2 ?&
?+82NAP2#
#+,-./M0;82N*:+#2N
(#!9
?+#(L#21
,-. MM01;)#82N
#(2$>#8#
SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

Q#R+#

?LEK
:#3$!5+
*?#



Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 59 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Processo Judicial Digital - PROJUDI - TJGO
Quarta-feira, 19 de Fevereiro de 2020

5ª CÂMARA CÍVEL
PAUTA DO DIA (NUMERO 05)
DATA DO JULGAMENTO 05/03/2020 AS 09:00 HORAS OU NAS SESSÕES POSTERIORES
1 Apelação (CPC)
Número Processo : 0002189.47.2016.8.09.0168
Comarca : ÁGUAS LINDAS DE GOIÁS
Relator : DES ALAN SEBASTIÃO DE SENA CONCEIÇÃO
Proc. de Justiça :
Apelante(s) : 1º Apelante(s): Adriana Maria Cavalcante Costa
Adv(s): Marzone Batista de Sousa - 43331/N
Apelado(s) : 1º Apelado(s): Antonio Paulo Moraes da Silva
Adv(s): Adriana Marques dos Reis Silva - 40475/N

2 Apelação (CPC)
Número Processo : 0420289.19.2015.8.09.0168
Comarca : ÁGUAS LINDAS DE GOIÁS
Relator : DES ALAN SEBASTIÃO DE SENA CONCEIÇÃO
Proc. de Justiça :
Apelante(s) : 1º Apelante(s): Adriana Maria Cavalcante Costa, Charles Deleno Cordeiro
Calvocante
Adv(s): Marzone Batista de Sousa - 43331/N
Apelado(s) : 1º Apelado(s): Antonio Paulo da Silva
Adv(s): Adriana Marques dos Reis Silva - 40475/N

3 Apelação (CPC)
Número Processo : 5608519.15.2018.8.09.0051
Comarca : GOIÂNIA
Relator : DES ALAN SEBASTIÃO DE SENA CONCEIÇÃO
Proc. de Justiça :
Apelante(s) : 1º Apelante(s): Ângelo Vieira da Silva
Adv(s): Rogerio Icassatti Mota - 54232/A
Apelado(s) : 1º Apelado(s): Municipio de Goiânia
Adv(s): José Paulo Machado e Vasconcelos Junior - 36301/N

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 60 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

4 Apelação / Reexame Necessário


Número Processo : 7022368.74.2010.8.09.0043
Comarca : FIRMINÓPOLIS
Relator : DES ALAN SEBASTIÃO DE SENA CONCEIÇÃO
Proc. de Justiça : Osvaldo Nascente Borges
Apelante(s) : 1º Apelante(s): Município de Firminópolis
Adv(s): Danilo Siqueira de Rezende - 21926/N, Manoel de Oliveira Mota - 2626/N,
Olimpio Alves Batista Junior - 44644/N
2º Apelante(s): Estado de Goiás
Adv(s): Fernando Iunes Machado - 21735/N, Valeska de Oliveira Frazão - 16843/N,
Wiviany Cristine Araujo Neves - 19786/N

Apelado(s) :
1º Apelado(s): Estado de Goiás
Adv(s): Fernando Iunes Machado - 21735/N, Valeska de Oliveira Frazão - 16843/N,
Wiviany Cristine Araujo Neves - 19786/N
2º Apelado(s): Município de Firminópolis
Adv(s): Danilo Siqueira de Rezende - 21926/N, Manoel de Oliveira Mota - 2626/N,
Olimpio Alves Batista Junior - 44644/N

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 61 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

===============================================================================
2A CAMARA CRIMINAL #
INTIMACAO DE ACORDAO N.22/2020
===============================================================================

1 - APELACAO CRIMINAL
EMBARGOS DE DECLARACAO
PROTOCOLO : 451306-23.2013.8.09.0175(201394513062)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. LUIZ CLAUDIO VEIGA BRAGA
1 APELANTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
1 APELADO(S) : JOAO MARQUES BARBOSA LINO
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
EMENTA : EMENTA: EMBARGOS DECLARATÓRIOS EM APELAÇÃO
CRIMINAL. ACÓRDÃO OMISSO. OCORRÊNCIA DA
PRESCRIÇÃO. DECRETAÇÃO. Comprovado que o tempo
escoado entre o recebimento da denúncia e a
publicação do acórdão condenatório supera o
reclamado para a consumação da prescrição, tomado
o apenamento concretizado, deve ser reconhecida a
perda do direito estatal de punir, nos termos do
art. 109, inciso VI, do Código Penal Brasileiro.
EMBARGOS DECLARATÓRIOS PROVIDOS.
DECISAO : Vistos, relatados e discutidos estes autos, ACORDA
o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, pela
Terceira Turma Julgadora de sua Segunda Câmara
Criminal, à unanimidade, prover os embargos de
declaração, nos termos do voto do Relator.
Votaram, com o Relator, os Senhores Juiz Rodrigo
de Silveira, em substituição à Desembargadora
Carmecy Rosa Maria Alves de Oliveira,
Desembargador Edison Miguel da Silva Júnior.
Presidiu a sessão de julgamento o Desembargador
Luiz Cláudio Veiga Braga. Presente à sessão,
representando a Procuradoria-Geral de Justiça, a
Doutora Yara Alves Ferreira e Silva. Goiânia,
28 de janeiro de 2020. Desembargador Luiz
Cláudio Veiga Braga Relator

2 - APELACAO CRIMINAL
EMBARGOS DE DECLARACAO
PROTOCOLO : 200846-79.2014.8.09.0175(201492008460)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
1 APELANTE(S) : DOUGLAS LEANDRO DONIZETI DA SILVA OLIVEIRA
ADV(S) : 25760/GO -LUIZ OTAVIO DA CUNHA ALVARES
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO DOS EMBARGOS DE
DECLARAÇÃO. OMISSÃO. REEXAME DE MATÉRIA.
INCOMPORTABILIDADE. PREQUESTIONAMENTO. 1 -
Consoante a dicção do art. 619, do CPP, os
Embargos de Declaração tem como escopo o
saneamento de obscuridade, contradição, omissão ou
ambiguidade, eventualmente existente na decisão
colegiada. Ausentes tais requisitos, nega-se
provimento aos embargos de declaração, mormente
quando nítida a pretensão de rediscutir matéria já
suficientemente analisada. 2 - Os Embargos de
Declaração, mesmo para fins de prequestionamento,
devem obediência ao art. 619 do Código de Processo
Penal, vale dizer, que somente são cabíveis para
expungir do julgamento obscuridades, ambiguidades

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 62 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

ou contradições, como também para suprir omissões.


Desse modo, inexistindo qualquer contradição,
omissão, obscuridade ou ambiguidade no Acórdão
embargado, impõe-se o desprovimento do recurso.
EMBARGOS CONHECIDOS E DESPROVIDOS.
DECISAO : Vistos, relatados e discutidos estes autos,
ACORDAM, os integrantes da Quarta Turma Julgadora
da Segunda Câmara Criminal do Egrégio Tribunal de
Justiça do Estado de Goiás, por unanimidade de
votos, conhecer e desprover os embargos
declaratórios, nos termos do voto da Relatora.
Custas de lei.
VOTARAM, além da Relatora, o eminente
Desembargador Edison Miguel da Silva JR. e
Dra.Lília Mônica de Castro Borges Escher(em subst.
ao Des. João Waldeck Félix de Sousa).
Presidiu a sessão de
julgamento o Desembargador Leandro Crispim.
Esteve presente à sessão de julgamento, o(a) nobre
Procurador(a) de Justiça, Dr(a). Pedro Alexandre
da Rocha Coelho.
Goiânia, 04 de fevereiro de 2020.
Carmecy Rosa Maria Alves de
Oliveira Desembargadora Relatora

3 - APELACAO CRIMINAL
EMBARGOS DE DECLARACAO
PROTOCOLO : 35250-67.2019.8.09.0175(201990352502)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. LEANDRO CRISPIM
1 APELANTE(S) : RIVELINO SOUSA ALENCAR
ADV(S) : 52037/GO -GABRIEL CELESTINO SADDI ANTUNES
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO EM APELAÇÃO
CRIMINAL. PREQUESTIONAMENTO. INEXISTÊNCIA DE
VÍCIOS. Os Embargos de Declaração visam sanar
ambiguidades, obscuridades, contradições ou
omissões presentes nos acórdãos proferidos pelo
órgão ad quem. Ausentes as hipóteses previstas no
artigo 619 do CPP, mister é o seu desprovimento,
ainda que se opostos para fins de
prequestionamento. 2- PEDIDO DE CONCESSÃO
JUSTIÇA GRATUITA. INVIÁVEL. Igualmente, inviável o
pedido de Justiça Gratuita em sede de embargos
declaratórios, não sendo o meio adequado para se
tentar obter diversa prestação jurisdicional.
EMBARGOS DECLARATÓRIOS CONHECIDOS E DESPROVIDOS.
DECISAO : ACORDAM os integrantes da Segunda Turma Julgadora
da Segunda Câmara Criminal do Egrégio Tribunal de
Justiça do Estado de Goiás, por votação uniforme,
em conhecer dos embargos de declaração, mas
negar-lhes provimento, nos termos do voto do
Relator, exarado na assentada do julgamento que a
este se incorpora. Custas de lei.

4 - RECURSO EM SENTIDO ESTRITO


PROTOCOLO : 54526-82.2017.8.09.0069(201790545269)
COMARCA : GUAPO
RELATOR : DES. LEANDRO CRISPIM
PROCURADOR : NILO MENDES GUIMARAES
1 RECORRENTE(S) : DINAMOR CANDIDO DE OLIVEIRA
DINAMOR CANDIDO DE OLIVEIRA
ADV(S) : 49254/GO -TIAGO NUNES CRUVINEL
1 RECORRIDO(S) : MINISTERIO PUBLICO

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 63 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

EMENTA : EMENTA. RECURSO EM SENTIDO ESTRITO. HOMICÍDIO


QUALIFICADO CONSUMADO, DESTRUIÇÃO E OCULTAÇÃO DE
CADÁVER E FURTO. PRESENÇA DA MATERIALIDADE E
INDÍCIOS DA AUTORIA DELITIVA. Havendo prova da
materialidade e indícios de possível autoria
delitiva do pronunciado nos delitos, respaldada
por elementos coesos dos autos, mantém-se a
pronúncia, cabendo assegurar ao Tribunal do Júri,
juiz natural da causa, a deliberação da causa.
RECURSO EM SENTIDO ESTRITO CONHECIDO E DESPROVIDO.
DECISAO : ACORDAM os integrantes da Segunda Turma Julgadora
da Segunda Câmara Criminal do Egrégio Tribunal de
Justiça do Estado de Goiás, por unanimidade,
acolhendo o Parecer Ministerial, em conhecer do
recurso em sentido estrito, mas negar-lhe
provimento, nos termos do voto do Relator, exarado
na assentada do julgamento que a este se
incorpora. Custas de lei.

5 - APELACAO (E.C.A.)
PROTOCOLO : 273491-04.2017.8.09.0012(201792734913)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
RELATOR : DR. AURELIANO ALBUQUERQUE AMORIM
PROCURADOR : ABRAO AMISY NETO
1 APELANTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
1 APELADO(S) : WBA
ADV(S) : 38040/GO -KALEBE KEYZER MENDES MENEZES
EMENTA : APELAÇÃO. ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.ATO
INFRACIONAL ANÁLOGO AO CRIME DE ROUBO. AUTORIA NÃO
COMPROVADA. REPRESENTAÇÃO IMPROCEDENTE. SE O SUBS-
TRATO PROBATÓRIO NÃO É CAPAZ DE ATESTAR, DE FORMA
INEQUÍVOCA, QUE O REPRESENTADO PRATICOU O ATO IN-
FRACIONAL ANÁLOGO AO CRIME DE ROUBO, IMPÕE-SE RE-
FERENDAR A SENTENÇA QUE JULGOU IMPROCEDENTE A RE-
PRESENTAÇÃO. APELO CONHECIDO E DESPROVIDO.
DECISAO : ACORDAM OS INTEGRANTES DA SEGUNDA TURMA JULGADORA
DA SEGUNDA CÂMARA CRIMINAL DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE
JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS, POR VOTAÇÃO UNIFORME,
ACOLHENDO O PARECER MINISTERIAL, EM CONHECER DA A-
PELAÇÃO CRIMINAL, MAS NEGAR-LHE PROVIMENTO, NOS
TERMOS DO VOTO DO RELATOR. CUSTAS DE LEI.

6 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 450143-28.2013.8.09.0136(201394501439)
COMARCA : RIALMA
RELATOR : DES. LUIZ CLAUDIO VEIGA BRAGA
PROCURADOR : AGUINALDO BEZERRA LINO TOCANTINS
1 APELANTE(S) : LEIA PATRICIA VIEIRA
DIEGO SOUSA DE OLIVEIRA
ADV(S) : 6333/GO -PEDRO ANTONIO PEREIRA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : EMENTA: APELAÇÃO CRIMINAL. CRIME DE FURTO
QUALIFICADO. SENTENÇA CONDENATÓRIA. ABSOLVIÇÃO.
PROVA SUFICIENTE. PENA. CORREÇÃO. I - Comprovada
a autoria delitiva pelas provas recolhidas na fase
inquisitiva, repetidas durante a investigação
judicial, contendo declarações de informante e
depoimentos testemunhais, convergentes na
revelação dos processados como os responsáveis
pela ação criminosa, surpreendidos na posse dos
objetos subtraídos para si da vítima, a pretensão
absolutória da imputação, por violação do art.
155, § 4º, incisos I e IV, do Código Penal
Brasileiro, fica desautorizada, à conformação do

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 64 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

decreto penal adverso com o acervo probatório.


II - Apenamentos reduzidos. APELO PARCIALMENTE
PROVIDO. SENTENÇA REFORMADA, EM PARTE.
DECISAO : Vistos, relatados e discutidos estes autos, ACORDA
o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, pela
Terceira Turma Julgadora de sua Segunda Câmara
Criminal, à unanimidade, acolher em parte o
parecer da Procuradoria-Geral de Justiça, conhecer
do apelo e o prover parcialmente, nos termos do
voto do Relator. Votaram, com o Relator, os
Senhores Desembargadores Carmecy Rosa Maria Alves
de Oliveira e Edison Miguel da Silva Júnior.
Presidiu a sessão de julgamento o Desembargador
Luiz Cláudio Veiga Braga. Presente à sessão,
representando a Procuradoria-Geral de Justiça, o
Doutor Pedro Alexandre da Rocha Coelho.
Goiânia, 07 de fevereiro de 2019.
Desembargador Luiz Cláudio Veiga Braga
Relator

7 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 193868-54.2015.8.09.0142(201591938686)
COMARCA : SANTA HELENA DE GOIAS
RELATOR : DES. LUIZ CLAUDIO VEIGA BRAGA
PROCURADOR : ALTAMIR RODRIGUES VIEIRA JUNIOR
1 APELANTE(S) : ROGERIO GOMIDE
ADV(S) : 14863/GO -MARIA CECILIA BONVECHIO TEROSSI
36108/GO -GABRIELA MAIA GOMIDE
38005/GO -TAIS CECI TEROSSI
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : EMENTA: APELAÇÃO CRIMINAL. CRIME DE PORTE ILEGAL
DE ARMA DE FOGO DE USO PERMITIDO. SENTENÇA
CONDENATÓRIA. ABSOLVIÇÃO. PROVA. ATIPICIDADE DA
CONDUTA. ESTADO DE NECESSIDADE. ERRO DE PROIBIÇÃO.
NÃO CONFIGURAÇÃO. SOLUÇÃO PENAL MANTIDA. I - Não
se modifica o pronunciamento condenatório pelo
crime de porte de arma de fogo de uso permitido,
tipificado pelo art. 14, da Lei nº 10.826/03, ao
fundamento da atipicidade da conduta, se os
elementos de convicção dos autos, confissão
judicial e prova testemunhal, demonstram que o
processado trazia consigo material bélico, sem
autorização, conduta correspondente ao modelo
penal de incursão. II - A justificadora de
criminalidade do estado de necessidade exige a
comprovação de que o processado, ao praticar a
conduta considerada delituosa, atuou na proteção
de direito ou interesse em conflito,
permitindo-lhe o sacrifício de um deles, não sendo
o caso de quem, sem a autorização da autoridade
competente, porta arma de fogo a pretexto da
defesa pessoal, sem a devida demonstração dos
requisitos da causa absolutória, cometendo o
delito do art. 14, da Lei nº 10.826/03. III - O
erro sobre a ilicitude do fato, chamado erro de
proibição, previsto pelo art. 21, do Código Penal
Brasileiro, prevê que o desconhecimento formal da
lei é inescusável, mas o engano sobre a
antijuridicidade acarreta a isenção da pena, se
inevitável, a diminuição, se evitável,
circunstância que não está na conduta do
processado que portava, em via pública, arma de
fogo de uso permitido, sem autorização e em
desacordo com determinação legal, com plena

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 65 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

ciência da censurabilidade do comportamento.


APELO DESPROVIDO.
DECISAO : Vistos, relatados e discutidos estes autos, ACORDA
o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, pela
Terceira Turma Julgadora de sua Segunda Câmara
Criminal, à unanimidade, acolher o parecer da
Procuradoria-Geral de Justiça, conhecer do apelo e
o desprover parcialmente, nos termos do voto do
Relator. Votaram, com o Relator, os Senhores
Desembargadores Carmecy Rosa Maria Alves de
Oliveira e Edison Miguel da Silva Júnior.
Presidiu a sessão de julgamento o Desembargador
Luiz Cláudio Veiga Braga. Presente à sessão,
representando a Procuradoria-Geral de Justiça, o
Doutor Paulo Sérgio Prata Rezende. Goiânia, 24
de janeiro de 2019. Desembargador Luiz
Cláudio Veiga Braga Relator

8 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 193868-54.2015.8.09.0142(201591938686)
COMARCA : SANTA HELENA DE GOIAS
RELATOR : DES. LUIZ CLAUDIO VEIGA BRAGA
PROCURADOR : ALTAMIR RODRIGUES VIEIRA JUNIOR
1 APELANTE(S) : ROGERIO GOMIDE
ADV(S) : 14863/GO -MARIA CECILIA BONVECHIO TEROSSI
36108/GO -GABRIELA MAIA GOMIDE
38005/GO -TAIS CECI TEROSSI
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : EMENTA: APELAÇÃO CRIMINAL. CRIME DE PORTE ILEGAL
DE ARMA DE FOGO DE USO PERMITIDO. SENTENÇA
CONDENATÓRIA. ABSOLVIÇÃO. PROVA. ATIPICIDADE DA
CONDUTA. ESTADO DE NECESSIDADE. ERRO DE PROIBIÇÃO.
NÃO CONFIGURAÇÃO. SOLUÇÃO PENAL MANTIDA. I - Não
se modifica o pronunciamento condenatório pelo
crime de porte de arma de fogo de uso permitido,
tipificado pelo art. 14, da Lei nº 10.826/03, ao
fundamento da atipicidade da conduta, se os
elementos de convicção dos autos, confissão
judicial e prova testemunhal, demonstram que o
processado trazia consigo material bélico, sem
autorização, conduta correspondente ao modelo
penal de incursão. II - A justificadora de
criminalidade do estado de necessidade exige a
comprovação de que o processado, ao praticar a
conduta considerada delituosa, atuou na proteção
de direito ou interesse em conflito,
permitindo-lhe o sacrifício de um deles, não sendo
o caso de quem, sem a autorização da autoridade
competente, porta arma de fogo a pretexto da
defesa pessoal, sem a devida demonstração dos
requisitos da causa absolutória, cometendo o
delito do art. 14, da Lei nº 10.826/03. III - O
erro sobre a ilicitude do fato, chamado erro de
proibição, previsto pelo art. 21, do Código Penal
Brasileiro, prevê que o desconhecimento formal da
lei é inescusável, mas o engano sobre a
antijuridicidade acarreta a isenção da pena, se
inevitável, a diminuição, se evitável,
circunstância que não está na conduta do
processado que portava, em via pública, arma de
fogo de uso permitido, sem autorização e em
desacordo com determinação legal, com plena
ciência da censurabilidade do comportamento.
APELO DESPROVIDO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 66 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

DECISAO : Vistos, relatados e discutidos estes autos, ACORDA


o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, pela
Terceira Turma Julgadora de sua Segunda Câmara
Criminal, à unanimidade, acolher o parecer da
Procuradoria-Geral de Justiça, conhecer do apelo e
o desprover parcialmente, nos termos do voto do
Relator. Votaram, com o Relator, os Senhores
Desembargadores Carmecy Rosa Maria Alves de
Oliveira e Edison Miguel da Silva Júnior.
Presidiu a sessão de julgamento o Desembargador
Luiz Cláudio Veiga Braga. Presente à sessão,
representando a Procuradoria-Geral de Justiça, o
Doutor Paulo Sérgio Prata Rezende. Goiânia, 24
de janeiro de 2019. Desembargador Luiz
Cláudio Veiga Braga Relator

9 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 241205-66.2017.8.09.0175(201792412053)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. LUIZ CLAUDIO VEIGA BRAGA
PROCURADOR : LUIZ GONZAGA PEREIRA DA CUNHA
1 APELANTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
1 APELADO(S) : FABIO EUSEBIO FERREIRA
ADV(S) : 50161/GO -THALITA MONTEIRO MAIA
EMENTA : EMENTA: APELAÇÃO CRIMINAL. CRIME DE ROUBO
QUALIFICADO. SENTENÇA CONDENATÓRIA. FIXAÇÃO DA
PENA. PONDERAÇÃO DA ELEMENTARES JUDICIAIS.
DESFAVORABILIDADE. ELEVAÇÃO DO TRATAMENTO
PUNITIVO. Na definição da reprimenda ao
processado, condenado por violação do art. 157,
§3º, primeira parte, do Código Penal Brasileiro, o
sentenciante deve avaliar corretamente as
elementares do art. 59, do Código Penal
Brasileiro, observando a destinação (prevenção e
repreensão), a desfavorabilidade de algumas das
circunstâncias judiciais exige o afastamento do
menor grau punitivo, previsto pelo modelo penal,
presente justificativa bastante para a
consideração negativa. APELO PROVIDO.
DECISAO : Vistos, relatados e discutidos estes autos, ACORDA
o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, pela
Terceira Turma Julgadora de sua Segunda Câmara
Criminal, à unanimidade, acolher o parecer da
Procuradoria-Geral de Justiça, conhecer do apelo e
o prover, nos termos do voto do Relator.
Votaram, com o Relator, os Senhores
Desembargadores Carmecy Rosa Maria Alves de
Oliveira e Edison Miguel da Silva Júnior.
Presidiu a sessão de julgamento o Desembargador
Luiz Cláudio Veiga Braga. Presente à sessão,
representando a Procuradoria-Geral de Justiça, o
Doutor Pedro Alexandre da Rocha Coelho.
Goiânia, 14 de fevereiro de 2019.
Desembargador Luiz Cláudio Veiga Braga
Relator

10 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 426356-42.2016.8.09.0175(201694263568)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. LUIZ CLAUDIO VEIGA BRAGA
PROCURADOR : PEDRO TAVARES FILHO
1 APELANTE(S) : DANIEL RODRIGUES DA SILVA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 67 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

EMENTA : EMENTA: APELAÇÃO CRIMINAL. CRIME DE RECEPTAÇÃO.


SENTENÇA CONDENATÓRIA. ABSOLVIÇÃO. PROVA
SUFICIENTE. SOLUÇÃO JURISDICIONAL MANTIDA. PENA.
CORREÇÃO. I - Na receptação, o conhecimento da
origem ilícita do objeto, representativo do dolo,
elemento subjetivo do injusto, de intrincada
aferição, deve ser extraído das circunstâncias
externas do delito e do comportamento do autor,
sendo suficiente, para a solução condenatória, o
fato do veículo, proveniente de roubo, ter sido
apreendido em poder do processado, que o conduzia,
sem a documentação, com um menor na garupa,
armado, indicativos de que sabia ser produto de
crime, violando o art. 180, caput, do Código Penal
Brasileiro. II - Apenamento reduzido. APELO
PARCIALMENTE PROVIDO. SENTENÇA REFORMADA, EM
PARTE.
DECISAO : Vistos, relatados e discutidos estes autos, ACORDA
o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, pela
Terceira Turma Julgadora de sua Segunda Câmara
Criminal, à unanimidade, acolher em parte o
parecer da Procuradoria-Geral de Justiça, conhecer
do apelo e o prover parcialmente, nos termos do
voto do Relator. Votaram, com o Relator, os
Senhores Desembargadores Carmecy Rosa Maria Alves
de Oliveira e Edison Miguel da Silva Júnior.
Presidiu a sessão de julgamento o Desembargador
Leandro Crispim. Presente à sessão,
representando a Procuradoria-Geral de Justiça, o
Doutor Paulo Sérgio Prata Rezende. Goiânia,
29 de janeiro de 2019. Desembargador Luiz
Cláudio Veiga Braga Relator

11 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 67898-38.2015.8.09.0047(201590678982)
COMARCA : GOIANAPOLIS
RELATOR : DES. LEANDRO CRISPIM
PROCURADOR : YARA ALVES FERREIRA E SILVA
1 APELANTE(S) : ALEXANDRE RAFAEL OLIVEIRA BENEVIDES
ADV(S) : 14344/GO -JANNE RIBEIRO
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : EMENTA: APELAÇÃO CRIMINAL. ROUBO CIRCUNSTANCIADO.
DESCLASSIFICAÇÃO. TENTATIVA. INVIABILIDADE.
Descabido o pleito de desclassificação para a
forma tentada, dado que houve a inversão da posse
dos bens subtraídos, ainda que por um breve espaço
de tempo e dentro da esfera de vigilância das
vítimas - Súmula 582 do STJ. 2 - PENA-BASE.
REDIMENSIONADA. Constatado equívoco na análise das
circunstâncias judiciais, deve a pena-base ser
redimensionada. 3 - CAUSAS GRADATIVAS. FRAÇÃO DE
AUMENTO. MANUTENÇÃO. Deve ser mantida a fração de
aumento decorrente das causas previstas nos
incisos I, II e V do §2º do artigo 157 do Código
Penal, porque devidamente justificada no édito
condenatório. 4 - REGIME. ALTERAÇÃO. O regime
inicial de cumprimento da pena do apelante deve
ser alterado para o semiaberto, porquanto, nos
termos do artigo 33, §2º, alínea 'b', e §3º, do
Digesto Penal, é o compatível com a reprimenda
final imposta. 5 - MULTA. AJUSTADA. Em face do
princípio da proporcionalidade, a multa deve ser
ajustada para a mesma proporção que a pena
corpórea. APELAÇÃO CONHECIDA E PARCIALMENTE

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 68 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

PROVIDA.
DECISAO : ACORDAM os integrantes da Segunda Turma Julgadora
da Segunda Câmara Criminal do Egrégio Tribunal de
Justiça do Estado de Goiás, por votação uniforme,
acolhendo o Parecer Ministerial, em conhecer da
apelação, e dar-lhe parcial provimento, nos termos
do voto do Relator, exarado na assentada do
julgamento que a este se incorpora. Custas de lei.

12 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 455344-24.2015.8.09.0041(201594553440)
COMARCA : ESTRELA DO NORTE
RELATOR : DES. LUIZ CLAUDIO VEIGA BRAGA
PROCURADOR : NILO MENDES GUIMARAES
1 APELANTE(S) : ALEXANDRE ALVES DE OLIVEIRA
ADV(S) : 105338/SP -LUCILA NARCISO SANCHES
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : EMENTA: APELAÇÃO CRIMINAL. CRIME DE ROUBO
CIRCUNSTANCIADO. SENTENÇA CONDENATÓRIA. RECURSO DA
DEFESA. APRESENTAÇÃO FORA DO PRAZO.
INTEMPESTIVIDADE. NÃO CONHECIMENTO. Não se
conhece de recurso apelatório formalizado fora do
prazo assinalado pelo art. 593, do Código de
Processo Penal, dele ausente o pressuposto
objetivo da tempestividade, cuja verificação, por
constituir juízo de admissibilidade, regra de
direito público, não se condiciona à indicação da
contraparte, devendo ser apurado ainda na omissão
do sujeito processual. APELO NÃO CONHECIDO.
DECISAO : Vistos, relatados e discutidos estes autos, ACORDA
o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, pela
Terceira Turma Julgadora de sua Segunda Câmara
Criminal, à unanimidade, desacolher o parecer da
Procuradoria-Geral de Justiça e não conhecer do
apelo, nos termos do voto do Relator. Votaram,
com o Relator, os Senhores Desembargadores
Carmecy Rosa Maria Alves de Oliveira e Edison
Miguel da Silva Júnior. Presidiu a sessão de
julgamento o Desembargador Luiz Cláudio Veiga
Braga. Presente à sessão, representando a
Procuradoria-Geral de Justiça, o Doutor Fernando
Aurvalle da Silva Krebs. Goiânia, 18 de julho
de 2019. Desembargador Luiz Cláudio Veiga
Braga Relator

13 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 252405-70.2017.8.09.0175(201792524056)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
PROCURADOR : JOANA DAR'C CORREA DA SILVA OLIVEIRA
1 APELANTE(S) : DANIEL SOUSA SILVA
ADV(S) : 31380/GO -AGMAR VIERA SANTOS
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : EMENTA: APELAÇÃO CRIMINAL. CÁRCERE PRIVADO.
ABSOLVIÇÃO. Provadas sobremaneira a autoria e
materialidade do crime de cárcere privado, por
meio da coerente, concreta e robusta prova oral,
improcede o pleito absolutório ou
desclassificatório para o delito de lesão corporal
de natureza leve. REGIME DE CUMPRIMENTO DA PENA.
PREJUDICIALIDADE. Resta prejudicado o pedido de
cumprimento da pena no regime inicial aberto,
quando já fixado na sentença apelada. APELO
PARCIALMENTE CONHECIDO E DESPROVIDO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 69 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

DECISAO : Vistos, relatados e discutidos estes autos,


ACORDAM, os integrantes da Quarta Turma Julgadora
da Segunda Câmara Criminal do Egrégio Tribunal de
Justiça do Estado de Goiás, por unanimidade de
votos, acolher o parecer ministerial de cúpula,
conhecer parcialmente do apelo e o desprover, nos
termos do voto da Relatora.
Custas de lei.
VOTARAM, além da Relatora,
os eminentes Desembargadores: João Waldeck Félix
de Sousa e Edison Miguel da Silva JR.
Presidiu a sessão de julgamento o Desembargador
Luiz Cláudio Veiga Braga. Esteve
presente à sessão de julgamento, o(a) nobre
Procurador(a) de Justiça, Dr(a). Nilo Mendes
Guimarães. Goiânia, 17 de dezembro de
2019.
Carmecy Rosa Maria Alves de Oliveira
Desembargadora Relatora

14 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 407500-30.2016.8.09.0175(201694075001)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DR. AURELIANO ALBUQUERQUE AMORIM
PROCURADOR : JOANA DAR'C CORREA DA SILVA OLIVEIRA
1 APELANTE(S) : LUIZ MAGALHAES ZEFERINO
ADV(S) : 39631/GO -KELVIN WALLACE CASTRO DOS SANTO
40512/GO -GUILHERME ORDONEZ DE MATOS
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : APELAçõA CRIMINAL. EMBRIAGUEZ AO VOLNTE. GRATUIDA-
DE DA JUSTIçA. INVIABILIDADE. SE O APELANTE FOI
DEFENDIDO DURANTE TODA A INSTRUçãO POR ADVOGADO
CONSTITUIDO, NãO JUSTIFICA A CONCESSãO DA ASSIS-
TêNCIA JUDICIáRIA. MORMENTE PORQUE NãO COMPROVADA
A SUA HIPOSSUFICIêNCIA.
2- DOSIMETRIA DE PENA. ADEQUAçÃO. REDUÇÃO. CONS-
TANDO EXCESSIVO
DECISAO : F

15 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 89464-52.2016.8.09.0162(201690894644)
COMARCA : VALPARAISO DE GOIAS
RELATOR : DES. LEANDRO CRISPIM
PROCURADOR : PAULO SERGIO PRATA REZENDE
1 APELANTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
2 APELANTE(S) : ALEXANDRE ARAUJO CARNEIRO DA SILVA
ADV(S) : 34851/DF -EVERTON SOARES DE OLIVEIRA NOBR
37157/DF -JORGINAL FERNANDO DE SOUSA AGUI
1 APELADO(S) : ALEXANDRE ARAUJO CARNEIRO DA SILVA
ADV(S) : 34851/DF -EVERTON SOARES DE OLIVEIRA NOBR
37157/DF -JORGINAL FERNANDO DE SOUSA AGUI
2 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : D
DECISAO : D

16 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 101180-98.2017.8.09.0014(201791011802)
COMARCA : ARAGARCAS
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
PROCURADOR : LUIZ GONZAGA PEREIRA DA CUNHA
1 APELANTE(S) : IVONETE LOPES DA CRUZ
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : Tráfico privilegiado de drogas (37g de maconha)

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 70 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

e favorecimento real impróprio. Ingresso de drogas


e aparelhos celulares em estabelecimento
prisional. Condenação. Pena somada: 3 anos, 7
meses e 25 dias de reclusão, regime inicial
semiaberto, e 340 dias-multa. Apelo da defesa
postulando fixação de pena mínima para o tráfico
de drogas, maior redução pelo tráfico privilegiado
de drogas, regime aberto e substituição da pena
privativa de liberdade por restritivas de
direitos. 1 - Impõe-se redimensionar a pena e
alterar o regime prisional para o aberto,
substituir a pena privativa de liberdade por duas
restritivas de direitos. Pena redimensionada: 2
anos e 11 meses de reclusão e 3 meses de detenção,
em regime aberto. 2 - Apelo parcialmente provido.
Parecer acolhido em parte.
DECISAO : ACORDA o Tribunal de Justiça de Goiás, pela Quinta
Turma Julgadora da Segunda Câmara Criminal, em
votação unânime, acolhendo em parte o parecer
ministerial, em conhecer do apelo e dar-lhe
parcial provimento, nos termos do voto do relator,
que a este se incorpora. Custas de Lei.

17 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 191762-91.2017.8.09.0064(201791917623)
COMARCA : GOIANIRA
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
PROCURADOR : AGUINALDO BEZERRA LINO TOCANTINS
1 APELANTE(S) : DEIDE JUNIOR PIRES DE MORAES
ADV(S) : 25694/GO -CESAR JOSE CLARO
2 APELANTE(S) : LUCIANO NASCIMENTO DE OLIVEIRA
ADV(S) : 33860/GO -PAULO ROBERTO MACHADO SOARES
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : EMENTA: APELAÇÃO CRIMINAL. PRELIMINAR. NULIDADE.
AUSÊNCIA DAS FORMALIDADES DO ARTIGO 226 DO CPP. O
cumprimento das formalidades prescritas no artigo
226, do CPP configura apenas uma recomendação
legal, não tendo o condão de nulificar o processo,
tampouco o meio de prova, pois se trata de mera
irregularidade, sobretudo quando, em juízo, as
vítimas renovaram, sem dúvidas, o reconhecimento
do apelante como um dos autores dos crimes. ROUBO.
ESTUPRO. ABSOLVIÇÃO. Impõe-se referendar o édito
condenatório quando o substrato probatório
harmônico amealhado aos autos, composto pelos
elementos informativos, posteriormente
jurisdicionalizados, demonstra, de forma clara, a
materialidade e a autoria dos crimes.
REDIMENSIONAMENTO DAS PENAS. Considerando o
equívoco na análise das circunstâncias judiciais
do artigo 59 do CP devem ser redimensionadas as
penas corpórea e de multa impostas a ambos os
apelantes. MODIFICAÇÃO DO REGIME INICIAL DE
CUMPRIMENTO DA PENA. Apesar do redimensionamento
das penas aplicadas, deve ser mantido o regime
inicial de cumprimento da pena no fechado, nos
termos do artigo 33, § 2º, alínea a do CP.
EXCLUSÃO DA INDENIZAÇÃO. Comprovados os danos
sofridos pelas vítimas, inviável o pleito de
exclusão da condenação ao pagamento de reparação
dos mesmos. DIREITO DE RECORRER EM LIBERDADE.
Inviável a concessão do direito de recorrer em
liberdade, posto que a autoridade judicial, por
ocasião da prolação da sentença, justificou a

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 71 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

necessidade da manutenção da prisão do apelante, o


qual é reincidente e permaneceu custodiado
durante toda a persecução penal, sendo condenado
pela prática do crime de roubo majorado pelo
emprego de arma e concurso de pessoas, à pena
redimensionada de 07 (sete) anos de reclusão, em
regime inicialmente fechado. HONORÁRIOS. DEFENSOR
DATIVO. Não obstante serem devidos os honorários
do defensor nomeado ao acusado, segundo
entendimento perfilhado por este Órgão Colegiado,
a fixação somente deverá ser feita após o trânsito
em julgado da sentença, pelo Juiz a quo, nos
termos do artigo 6º da Portaria nº 293/2003, da
Procuradoria-Geral do Estado de Goiás. RECURSOS
CONHECIDOS e PARCIALMENTE PROVIDOS.
DECISAO : Vistos, relatados
e discutidos estes autos, ACORDAM, os
integrantes da Quarta Turma Julgadora da Segunda
Câmara Criminal do Egrégio Tribunal de Justiça do
Estado de Goiás, por unanimidade de votos,
acolher o parecer do órgão ministerial de cúpula,
conhecer dos apelos e os prover parcialmente, nos
termos do voto da Relatora. Custas
de lei.
VOTARAM, além da Relatora, os
eminentes Desembargadores: Edison Miguel da Silva
JR. e Leandro Crispim.
O Desembargador Leandro Crispim completou a
turma julgadora em razão da ausência justificada
do Des. João Waldeck Félix de Sousa.
Presidiu a sessão de julgamento
o Desembargador Luiz Cláudio Veiga Braga.
Esteve presente à sessão de julgamento, o(a) nobre
Procurador(a) de Justiça, Dr(a). Pedro Alexandre
da Rocha Coelho.
Goiânia, 06 de fevereiro de 2020.
Carmecy Rosa Maria
Alves de Oliveira
Desembargadora Relatora

18 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 135922-20.2018.8.09.0175(201891359223)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
PROCURADOR : ABRAO AMISY NETO
1 APELANTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
1 APELADO(S) : CLEITON DA SILVA FARIAS
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
EMENTA : EMENTA: APELAÇÃO CRIMINAL. ROUBO MAJORADO PELO
CONCURSO DE PESSOAS. INCLUSÃO DA MAJORANTE DO
EMPREGO DE ARMA DE FOGO. REDIMENSIONAMENTO DA
PENA. MANUTENÇÃO DO REGIME PRISIONAL FECHADO.
Havendo nos autos a comprovação de que os roubos
foram praticados com emprego de arma de fogo,
mister o reconhecimento da majorante prevista no
artigo 157, § 2º A, inciso I, do Código Penal,
sendo necessário o redimensionamento da pena
imposta ao apelado. PARECER ACOLHIDO. APELO
CONHECIDO E PROVIDO.
DECISAO : Vistos, relatados e discutidos estes autos,
ACORDAM, os integrantes da Quarta Turma Julgadora
da Segunda Câmara Criminal do Egrégio Tribunal de
Justiça do Estado de Goiás, por unanimidade de
votos, acolher o parecer ministerial de cúpula,

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 72 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

conhecer do apelo e o prover, nos termos do voto


da Relatora. Custas de lei.
VOTARAM, além da Relatora, os eminentes
Desembargadores: João Waldeck Félix de Sousa e
Edison Miguel da Silva JR.
Presidiu a sessão de julgamento o Desembargador
Luiz Cláudio Veiga Braga. Esteve
presente à sessão de julgamento, o(a) nobre
Procurador(a) de Justiça, Dr(a). Nilo Mendes
Guimarães. Goiânia, 03 de
dezembro de 2019. Carmecy Rosa
Maria Alves de Oliveira Desembargadora
Relatora

19 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 35689-42.2018.8.09.0069(201890356891)
COMARCA : GUAPO
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
PROCURADOR : PEDRO TAVARES FILHO
1 APELANTE(S) : MARCOS PAULO SILVERIO DE ANDRADE
ADV(S) : 48007/GO -ROGERIO RODRIGUES NERES
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : Ameaça. Condenação. Pena: 4 meses de detenção,
regime inicial aberto. Recurso da defesa
postulando absolvição por inexistência ou
insuficiência probatória. 1 - Considerando a
animosidade existente entre o réu e a única
testemunha direta das supostas ameaças, a prova é
insuficiente para a condenação. 2 - Recurso
conhecido e provido. Parecer desacolhido.
DECISAO : ACORDA o Tribunal de Justiça de Goiás, pela Quinta
Turma Julgadora da Segunda Câmara Criminal, em
votação unânime, desacolhendo o parecer
ministerial, em conhecer do apelo e dar-lhe
provimento, nos termos do voto do relator, que a
este se incorpora. Custas de Lei.

20 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 269257-72.2017.8.09.0175(201792692579)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
PROCURADOR : PEDRO ALEXANDRE ROCHA COELHO
1 APELANTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
1 APELADO(S) : FABIO DE MACEDO
ADV(S) : 48800/GO -JEFFERSON WILLAMIS LOURENçO
EMENTA : Tráfico de drogas (32g de crack) e posse irregular
de arma de fogo e munições. Condenação. Pena
somada: 2 anos e 8 meses de reclusão (com a
detração, 1 ano e 10 meses), regime aberto
(substituída por duas restritivas de direitos), e
176 dias-multa. Apelo da acusação postulando
aumento da pena e afastamento do período da
monitoração eletrônica do cômputo da detração
penal. 1 - A prova dos autos não evidencia dolo do
tráfico de drogas, impondo-se, de ofício, a
desclassificação da conduta para a figura típica
do artigo 28 da Lei 11.343/06. 2 - Quanto ao crime
de posse de arma de fogo, impõe-se alterar a
modalidade da pena aplicada, de reclusão para
detenção, bem como, afastar a detração penal pelo
tempo de monitoramento eletrônico. 3 - De ofício,
substituída a pena privativa de liberdade do crime
de posse de arma de fogo por duas restritivas de
direitos. 4 - Pena reformulada: 1 ano de detenção,

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 73 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

em regime aberto, além de advertência sobre os


efeitos nocivos do uso da droga. 5 - Apelo
parcialmente provido. Parecer acolhido em parte.
DECISAO : ACORDA o Tribunal de Justiça de Goiás, pela Quinta
Turma Julgadora da Segunda Câmara Criminal, em
votação unânime, acolhendo em parte o parecer
ministerial, em conhecer do apelo e dar-lhe
parcial provimento, nos termos do voto do relator,
que a este se incorpora. Custas de Lei.

21 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 37220-73.2017.8.09.0175(201790372208)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
PROCURADOR : LEONIDAS BUENO BRITO
1 APELANTE(S) : THIAGO SOUZA SIMONI
ADV(S) : 42952/GO -HUDSON THIAGO NERO DE OLIVEIRA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : EMENTA: APELAÇÃO CRIMINAL. ROUBO QUALIFICADO.
MATERIALIDADE E AUTORIA COMPROVADAS. CONDENAÇÃO
MANTIDA. 1. Improcede a tese absolutória se a
materialidade e a respectiva autoria restou
devidamente comprovada nas declarações da vítima e
nos depoimentos dos policias que efetivaram o
flagrante, tomados sob o crivo do contraditório e
harmônicos entre si. REDUÇÃO DA PENA-BASE.
EQUIVOCO NA VALORAÇÃO DA CIRCUNSTÂNCIA JUDICIAL
CONSEQUÊNCIAS DO CRIME. 2. Impõe-se o afastamento
da negatividade do vetor “consequências do crime”,
eis que fundada apenas no prejuízo financeiro
suportado pela vítima, elemento já inserido no
próprio tipo penal (bis in idem), redimensionando,
consequentemente, a pena-base do apelante.
RECURSO CONHECIDO E PARCIALMENTE PROVIDO.
DECISAO : Vistos, relatados e discutidos estes autos,
ACORDAM, os integrantes da Quarta Turma Julgadora
da Segunda Câmara Criminal do Egrégio Tribunal de
Justiça do Estado de Goiás, por unanimidade de
votos, acolher o parecer Ministerial de Cúpula,
conhecer do recurso e o prover parcialmente, nos
termos do voto da Relatora. Custas de
lei.
VOTARAM, além da
Relatora, o eminente Desembargador Edison Miguel
da Silva JR. e João Waldeck Félix de Sousa.
Presidiu a sessão de
julgamento o Desembargador Luiz Cláudio Veiga
Braga. Esteve presente à sessão de julgamento,
o(a) nobre Procurador(a) de Justiça, Dr(a). Pedro
Alexandre da Rocha Coelho.
Goiânia, 06 de fevereiro de 2020.
Carmecy Rosa Maria
Alves de Oliveira Desembargadora Relatora

22 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 47368-22.2018.8.09.0107(201890473685)
COMARCA : MORRINHOS
RELATOR : DES. LEANDRO CRISPIM
PROCURADOR : LUIZ GONZAGA PEREIRA DA CUNHA
1 APELANTE(S) : WESLEY ROSA DA SILVA
ADV(S) : 12031/GO -OLDEMAR JOSE DA ROCHA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : EMENTA: APELAÇÃO CRIMINAL. TRÁFICO ILÍCITO DE
DROGAS. REFORMA DA PENA. PROCEDÊNCIA EM PARTE.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 74 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

Deve ser reformada a pena-base quando os motivos e


consequências do crime foram considerados
desfavoráveis com fundamento em elementar do tipo
penal. Inviável, contudo, a redução ao mínimo
legal quando persistem circunstâncias judiciais
desfavoráveis devidamente fundamentadas. Por
conseguinte, reformada a pena de multa. Não há que
se falar no reconhecimento da confissão
espontânea se o apelante não admitiu a
traficância, à luz da Súmula 630 do STJ.
Comprovada a reincidência do apelante, não há que
se falar na aplicação da causa de diminuição de
pena prevista no artigo 33, §4º, da Lei n.
11.343/06. Da mesma forma, correta a imposição do
regime inicial fechado, em razão do quantum da
pena e da reincidência. 2 - PENA DE MULTA.
EXCLUSÃO. DESCABIMENTO. Não há que se falar em
exclusão da pena de multa, dado que se trata de
sanção prevista no preceito secundário do tipo
penal, a ser aplicada de forma cumulada com a pena
privativa de liberdade, sendo possível o seu
eventual parcelamento pelo juízo da execução
penal, nos termos do artigo 50 do Código Penal e
169 da Lei de Execução Penal. 3 - JUSTIÇA
GRATUITA. PREJUDICADO. Prejudicado o pleito de
concessão dos benefícios da justiça gratuita, uma
vez que a pretensão já foi atendida no juízo de
origem. APELAÇÃO CONHECIDA E PARCIALMENTE
PROVIDA.
DECISAO : ACORDAM os integrantes da Segunda Turma Julgadora
da Segunda Câmara Criminal do Egrégio Tribunal de
Justiça do Estado de Goiás, por votação uniforme,
acolhendo o Parecer Ministerial, em conhecer da
apelação, e dar-lhe parcial provimento, nos termos
do voto do Relator, exarado na assentada do
julgamento que a este se incorpora. Custas de lei.

23 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 229856-03.2016.8.09.0175(201692298569)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
PROCURADOR : AGUINALDO BEZERRA LINO TOCANTINS
1 APELANTE(S) : CSM
ADV(S) : 55514/GO -SAMUEL JOSE REIS DE LIMA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : Estupro de vulnerável. Condenação. Pena: 12 anos
de reclusão, regime inicial fechado. Apelação da
defesa requerendo absolvição, instauração de
incidente de insanidade mental e exclusão da causa
de aumento do art. 226, II, do CP. 1 - A prova é
suficiente para a condenação, pois a palavra da
vítima foi corroborada por testemunha direta do
fato, de forma harmônica e coerente. 2 - Se não há
dúvida sobre a integridade mental do réu,
inviável o pedido de instauração de incidente de
insanidade. 3 - Sendo inquestionável a qualidade
de padrasto, imperioso o aumento previsto em lei.
4 - Recurso conhecido e desprovido. Parecer
acolhido.
DECISAO : ACORDA o Tribunal de Justiça de Goiás, pela Quinta
Turma Julgadora da Segunda Câmara Criminal, em
votação unânime, acolhendo o parecer ministerial,
em conhecer do apelo e negar-lhe provimento, nos
termos do voto do relator, que a este se

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 75 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

incorpora. Custas de Lei.

24 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 288265-12.2016.8.09.0097(201692882651)
COMARCA : JUSSARA
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
PROCURADOR : JOANA DAR'C CORREA DA SILVA OLIVEIRA
1 APELANTE(S) : WANDER JOSE DA CRUZ
ADV(S) : 12276/GO -JOSE ALVES TEIXEIRA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : EMENTA: APELAÇÃO CRIMINAL. CONDUÇÃO DE VEÍCULO
AUTOMOTOR COM CAPACIDADE PSICOMOTORA ALTERADA EM
RAZÃO DA INFLUÊNCIA DE ÁLCOOL. ABSOLVIÇÃO. PROVA
DA MATERIALIDADE. Como prova da materialidade
delitiva do crime de embriaguez ao volante, basta
o depoimento do policial informando as condições
psicomotoras do apelante, aliado ao Relatório
Médico e ao Termo de Constatação de Alcoolemia ou
de outra Substância Psicoativa que Determine
Dependência (sinais de alteração da capacidade
psicomotora), demonstrando que no momento da
prisão aquele apresentava-se sonolento, com olhos
vermelhos, desordem nas vestes, odor de álcool no
hálito, estava com fala alterada e dificuldade no
equilíbrio. Imperativa, pois, a manutenção da
condenação. REDUÇÃO DA PENA. Descabe redução a
pena-base fixada no mínimo legal, inexistindo
reparos a serem feitos na dosimetria da pena,
porquanto estabelecida a sanção penal em quantum
justo e necessário. BENEFÍCIOS DA ASSISTÊNCIA
JUDICIÁRIA. Prejudicado o pleito de concessão dos
benefícios da assistência judiciária, quando já
atendido na prolação da sentença penal apelada.
APELO PARCIALMENTE CONHECIDO E DESPROVIDO.
DECISAO : Vistos, relatados e discutidos estes autos,
ACORDAM, os integrantes da Quarta Turma Julgadora
da Segunda Câmara Criminal do Egrégio Tribunal de
Justiça do Estado de Goiás, por unanimidade de
votos, acolher o parecer ministerial de cúpula,
conhecer em parte do apelo e o desprover, nos
termos do voto da Relatora. Custas de
lei.
VOTARAM, além da
Relatora, os eminentes Desembargadores: João
Waldeck Félix de Sousa e Edison Miguel da Silva
JR. Presidiu a sessão de
julgamento o Desembargador Luiz Cláudio Veiga
Braga. Esteve presente à
sessão de julgamento, o(a) nobre Procurador(a) de
Justiça, Dr(a). Nilo Mendes Guimarães.
Goiânia, 17 de dezembro de 2019.
Carmecy Rosa Maria
Alves de Oliveira Desembargadora
Relatora

25 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 456981-17.2015.8.09.0168(201594569819)
COMARCA : AGUAS LINDAS DE GOIAS
RELATOR : DR. AURELIANO ALBUQUERQUE AMORIM
PROCURADOR : AGUINALDO BEZERRA LINO TOCANTINS
1 APELANTE(S) : JOAQUIM DOS SANTOS FERREIRA
ADV(S) : 51300/GO -ADENILSON DOS SANTOS SILVA FILH
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : EMENTA: APELAÇÃO CRIMINAL. HOMICÍDIO QUALIFICADO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 76 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

DECISÃO MANIFESTAMENTE CONTRÁRIA À PROVA DOS


AUTOS. NEGATIVA DE AUTORIA. IMPROCEDÊNCIA.
SOBERANIA DOS VEREDICTOS. Só se anula julgamento
com fulcro na letra “d” do inciso III do artigo
593 do CPP, quando a decisão do Júri Popular é
arbitrária e dissociada integralmente das provas
dos autos. Assim, optando os jurados, no exercício
do livre convencimento assegurado
constitucionalmente, por uma das versões
constantes dos autos, não há cogitar de cassação
do veredicto. 2- RECORRER EM LIBERDADE.
IMPOSSIBILIDADE. Não há que se falar em direito de
recorrer em liberdade quando segregado durante a
instrução criminal e subsistem, ainda, os motivos
da prisão preventiva, mormente porque o paciente é
reincidente e responde por homicídio supostamente
cometido durante o cumprimento de pena, no regime
semiaberto, em razão de condenação por delito de
roubo. APELO CONHECIDO E DESPROVIDO.
DECISAO : ACORDAM os integrantes da Segunda Turma Julgadora
da Segunda Câmara Criminal do Egrégio Tribunal de
Justiça do Estado de Goiás, por unanimidade,
acolhendo o Parecer Ministerial, em conhecer da
apelação, mas negar-lhe provimento, nos termos do
voto do Relator, exarado na assentada do
julgamento que a este se incorpora. Custas de lei.

26 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 181538-52.2017.8.09.0175(201791815383)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
PROCURADOR : PEDRO TAVARES FILHO
1 APELANTE(S) : ANTONIO JOSE DOS SANTOS
ADV(S) : 26830/GO -DANILO DOS SANTOS VASCONCELOS
43061/GO -LUCIANA CARLA ALTOE DE LIMA FAL
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : Tráfico ilícito de drogas (18kg de maconha).
Condenação. Pena: 5 anos reclusão, regime inicial
semiaberto, 500 dias-multa. Recurso da defesa
sustentando nulidade, absolvição, redução máxima
pelo tráfico privilegiado e substituição da pena
privativa de liberdade por restritivas de
direitos. 1 - O ingresso na residência do réu foi
legitimado por anterior denúncia anônima,
inexistindo nulidade. 2 - A quantidade da droga
apreendida no interior do imóvel do réu, aliada
aos depoimentos dos policiais, não deixam dúvidas
acerca da prática do delito. 3 - Não há
ilegalidade ou arbitrariedade na dosimetria da
pena privativa de liberdade passível de reforma. 4
- Recurso conhecido e desprovido. Parecer
acolhido.
DECISAO : ACORDA o Tribunal de Justiça de Goiás, pela Quinta
Turma Julgadora da Segunda Câmara Criminal, em
votação unânime, acolhendo o parecer ministerial,
em conhecer do apelo e dar-lhe provimento, nos
termos do voto do relator, que a este se
incorpora. Custas de Lei.

27 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 92365-48.2017.8.09.0003(201790923654)
COMARCA : ALEXANIA
RELATOR : DES. LEANDRO CRISPIM
PROCURADOR : NILO MENDES GUIMARAES

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 77 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

1 APELANTE(S) : ELONEI DE JESUS BISPO


ADV(S) : 37786/GO -PAULO ROBERTO PEREIRA
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : EMENTA: APELAÇÃO CRIMINAL. AMEAÇA. VIAS DE FATO.
ABSOLVIÇÃO. INADMISSIBILIDADE. INSUFICIÊNCIA
PROBATÓRIA NÃO VERIFICADA. Não prospera a tese de
absolvição quando a palavra da vítima, conjugada
com os demais elementos de prova, é suficiente
para demonstrar a prática, pelo apelante, do crime
de ameaça e da contravenção penal (vias de fato),
no âmbito doméstico. 2 - CONTRAVENÇÃO PENAL (VIAS
DE FATO). AMEAÇA. CONCURSO MATERIAL. MODIFICAÇÃO.
Cuidando-se de contravenção penal, aplica-se a
pena corpórea na modalidade prisão simples,
impossibilidade de concurso material com o delito
de ameaça. 3 - REPARAÇÃO DE DANOS À VÍTIMA.
REDUÇÃO E PARCELAMENTO. POSSIBILIDADE (REDUÇÃO).
Se a fixação da reparação de danos se deu de forma
desarrazoada, é possível que seja feita redução,
isso porque a indenização não depende de instrução
probatória específica, pois se trata de dano
presumido. APELAÇÃO CONHECIDA E PARCIALMENTE
PROVIDA.
DECISAO : ACORDAM os integrantes da Segunda Turma Julgadora
da Segunda Câmara Criminal do Egrégio Tribunal de
Justiça do Estado de Goiás, por votação uniforme,
acolhendo o Parecer Ministerial, em conhecer da
Apelação Criminal, e dar-lhe parcial provimento,
nos termos do voto do Relator, exarado na
assentada do julgamento que a este se incorpora.
Custas de lei.

28 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 129481-53.2016.8.09.0123(201691294810)
COMARCA : PIRACANJUBA
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
PROCURADOR : PEDRO TAVARES FILHO
1 APELANTE(S) : EDSON PONTES DE OLIVEIRA
ADV(S) : 52168/GO -JOSE VICTOR VITORINO GUIMARAES
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : Ameaça de gênero. Condenação. Pena: 5 meses de
detenção, regime inicial aberto. Recurso da defesa
sustentando redução da pena. 1 - Embora os
motivos do crime sejam inerentes ao tipo penal de
ameaça, o réu não é só portador de maus
antecedentes, na verdade, é multireincidente, pois
o presente crime ocorreu após três sentenças
condenatórias transitarem em julgado por fatos
contra a mesma vítima, o que justifica a
manutenção da pena-base fixada na sentença, ainda
mais porque não aplicada a devida agravante. 2 -
Recurso conhecido desprovido. Parecer acolhido.
DECISAO : ACORDA o Tribunal de Justiça de Goiás, pela Quinta
Turma Julgadora da Segunda Câmara Criminal, em
votação unânime, acolhendo o parecer ministerial,
em conhecer do recurso e negar-lhe provimento, nos
termos do voto do relator, que a este se
incorpora. Custas de Lei.

29 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 65805-04.2018.8.09.0175(201890658057)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
PROCURADOR : PAULO SERGIO PRATA REZENDE

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 78 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

1 APELANTE(S) : ALEX APARECIDO MENDES DE SOUZA


ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : Posse ilegal de munição de uso restrito.
Condenação. Pena: 3 anos de reclusão, regime
aberto (substituída por duas restritivas de
direitos), e 10 dias-multa. Apelo da defesa
postulando absolvição ou desclassificação para o
tipo previsto no art. 12 da Lei 10.826/03 (novatio
legis in mellius - Decreto Presidencial nº 9847
de 25/06/2019), redução da pena aquém do mínimo. 1
- As circunstâncias do caso, considerando que
foram apreendidos com o réu apenas duas munições,
sem qualquer outro artefato, e, ausente prova de
que seriam repassados ou comercializados, há de
ser reconhecida a atipicidade do seu agir, impõe a
absolvição. 2 - Apelo conhecido e provido.
Parecer acolhido.
DECISAO : ACORDA o Tribunal de Justiça de Goiás, pela Quinta
Turma Julgadora da Segunda Câmara Criminal, em
votação unânime, acolhendo o parecer ministerial,
em conhecer do apelo e dar-lhe provimento, nos
termos do voto do relator, que a este se
incorpora. Custas de Lei.

30 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 177915-14.2016.8.09.0175(201691779156)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
PROCURADOR : JOANA DAR'C CORREA DA SILVA OLIVEIRA
1 APELANTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
1 APELADO(S) : DAND GUID CAREZOLL MATHEUS
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DE G
EMENTA : EMENTA: APELAÇÃO CRIMINAL. LESÃO CORPORAL. RECURSO
DO MP. ABSOLVIÇÃO MANTIDA. Considerando que das
provas colhidas nos autos não é possível extrair a
certeza necessária para condenação do recorrido
pelo crime de lesão corporal, uma vez que na fase
judicial nenhuma prova foi produzida no sentido de
incriminar o acusado, impõe-se a manutenção da
absolvição em atenção ao princípio do in dubio pro
reo. RECURSO CONHECIDO E DESPROVIDO.
DECISAO : Vistos, relatados e discutidos estes autos,
ACORDAM, os integrantes da Quarta Turma Julgadora
da Segunda Câmara Criminal do Egrégio Tribunal de
Justiça do Estado de Goiás, por unanimidade de
votos, acolher o parecer do órgão ministerial de
cúpula, conhecer do apelo e o desprover, nos
termos do voto da Relatora. Custas
de lei.
VOTARAM, além
da Relatora, o eminente Desembargador Edison
Miguel da Silva JR. e Dra. Lília Mônica de
Castro Borges Escher(em subst. ao Des. João
Waldeck Félix de Sousa).
Presidiu a sessão de julgamento o
Desembargador Leandro Crispim. Esteve
presente à sessão de julgamento, o(a) nobre
Procurador(a) de Justiça, Dr(a). Pedro Alexandre
da Rocha Coelho.
Goiânia, 04 de fevereiro de 2020.
Carmecy Rosa Maria Alves de
Oliveira Desembargadora Relatora

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 79 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

31 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 219146-84.2017.8.09.0175(201792191464)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
PROCURADOR : PEDRO ALEXANDRE ROCHA COELHO
1 APELANTE(S) : JOEMESSON BISPO TORRES
ADV(S) : 21757/GO -MARGARETE DOS REIS MARTINS PACH
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
2 APELADO(S) : LEONARDO DIAS DOS SANTOS
ADV(S) : 49210/GO -FERNANDA KáTIA CARDOSO ALEXANDR
49688/GO -SIMARIA ALVES FOGACA
EMENTA : LESõES CORPORAIS E EMBRIAGUEZ NA CONDUçãO DE VEí-
CULO AUTOMOTOR. CONDENAçãO. PENA TOTAL: 3 ANOS, 5
MESES E 18 DIAS, REGIME INICIAL ABERTO, SUBSTITUí-
DA POR PRESTAçãO DE SERVIçOS À COMUNIDADE E FRE-
QUêNCIA A CURSO POR 6 MESES, PROIBIÇÃO DE OBTER
HABILITAÇÃO PARA DIRIGIR VEÍCULO AUTOMOTOR POR 6
MESES, 25 DIAS-MULTA E 21 MIL REAIS A TÍTULO DE
INDENIZAÇÃO àS VÍTIMAS. RECURSO DA DEFESA REQUE-
RENDO A EXCLUSÃO OU REDUÇÃO DO VALOR INDENIZATÓRIO
DECISAO : O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE GOIÁS, PELA QUINTA TURMA
JULGADORA DA SEGUNDA CâMARA CRIMINAL, EM VOTAÇÃO
UNâNIME, DESACOLHENDO O PARECER MINISTERIAL, EM
CONHECER DO RECURSO E DAR-LHE PROVIMENTO, NOS TER-
MOS DO VOTO DO RELATOR, QUE A ESTE SE INCORPORA.

32 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 237931-07.2015.8.09.0162(201592379311)
COMARCA : VALPARAISO DE GOIAS
RELATOR : DES. LEANDRO CRISPIM
PROCURADOR : NILO MENDES GUIMARAES
1 APELANTE(S) : JOSE PEREIRA DE SOUSA SOBRINHO
ADV(S) : 24092/GO -CARLOS AUGUSTO RODRIGUES XAVIER
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : EMENTA: APELAÇÃO CRIMINAL. TRÁFICO DE DROGAS.
ABSOLVIÇÃO. DESCLASSIFICAÇÃO. AUTORIA E
MATERIALIDADE COMPROVADAS. IMPOSSIBILIDADE. Não
prospera o pedido de absolvição ou
desclassificação para a figura da posse de drogas
para consumo próprio quando o conjunto probatório
formado pelo inquérito policial e pela prova
jurisdicionalizada é idôneo e uniforme quanto à
materialidade do fato e autoria do crime de
tráfico ilícito de drogas, praticado pelo
apelante. 2- DOSIMETRIA DA PENA. REDUÇÃO.
IMPOSSIBILIDADE. AUSÊNCIA DE ATECNIAS. Inexistente
equívoco na dosimetria confeccionada pela
sentenciante, não há que se falar em redução da
pena. Até mesmo porque esta já se encontra fixada
no menor patamar possível. APELAÇÃO CONHECIDA E
DESPROVIDA.
DECISAO : ACORDAM os integrantes da Segunda Turma Julgadora
da Segunda Câmara Criminal do Egrégio Tribunal de
Justiça do Estado de Goiás, por votação uniforme,
acolhendo o Parecer Ministerial, em conhecer da
Apelação Criminal, mas negar-lhe provimento, nos
termos do voto do Relator, exarado na assentada do
julgamento que a este se incorpora. Custas de
lei.

33 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 32090-88.2019.8.09.0157(201990320902)
COMARCA : VIANOPOLIS
RELATOR : DES. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 80 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

PROCURADOR : PAULO SERGIO PRATA REZENDE


1 APELANTE(S) : DANIEL HENRIQUE CARVALHO DA SILVA
ADV(S) : 47669/GO -GERALDO RINCON JUNIOR
1 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
EMENTA : EMENTA: APELAÇÃO CRIMINAL. ROUBO. ABSOLVIÇÃO.
Provadas a materialidade e a autoria do delito de
roubo qualificado imputado ao apelante, impõe-se
referendar a solução condenatória, não se
admitindo a pretendida absolvição a pretexto de
insuficiência probatória. EXCLUSÃO DA
QUALIFICADORA DE EMPREGO DE ARMA. Para a
caracterização da referida qualificadora, é
irrelevante não ter sido esta apreendida, podendo
a prova, nestes casos, ser substituída pelos
relatos das testemunhas e das vítimas, o que de
fato ocorreu no presente caso. REANÁLISE DA PENA.
CUMULAÇÃO DE CAUSAS DE AUMENTO DE PENA. Na
terceira e última etapa do cálculo da reprimenda,
corretamente foi reconhecida a existência de duas
causas de aumento da pena do artigo 157, §2º,
inciso II e § 2º-A, inciso I do CP. Todavia,
tratando-se de concurso de causas de aumento de
pena, apesar da possibilidade de aplicação das
duas causas de aumento, nos termos do artigo 68 do
CP, necessário se faz a justificação da
cumulação, o que não se verifica no caso em
análise, uma vez que a magistrada se limitou a
explicitar a coexistência do concurso de pessoas e
emprego de arma de fogo. Desta forma, necessário
se faz a aplicação apenas uma das causas de
aumento de pena, qual seja, a do artigo 157, §
2º-A, inciso I do CP. REDIMENSIONAMENTO DA PENA DE
MULTA. Em respeito ao critério de
proporcionalidade entre as penas privativas de
liberdade e as de multa, vislumbro que o juízo a
quo equivocou-se na fixação da pena pecuniária
imposta ao apelante, quando não empregou o sistema
trifásico na valoração da pena, devendo ser
redimensionada a pena de multa imposta. EXCLUSÃO
DO VALOR MÍNIMO FIXADO A TÍTULO DE REPARAÇÃO DOS
DANOS. Inexistindo pedido expresso do Ministério
Público, deve ser excluída a condenação ao
pagamento de valor mínimo para reparação dos danos
causados pela infração, sob pena de ofensa aos
princípios do contraditório e da ampla defesa.
RECURSO CONHECIDO e PARCIALMENTE PROVIDO.
DECISAO : Vistos, relatados e discutidos estes autos,
ACORDAM, os integrantes da Quarta Turma Julgadora
da Segunda Câmara Criminal do Egrégio Tribunal de
Justiça do Estado de Goiás, por unanimidade de
votos, acolher o parecer do órgão ministerial de
cúpula, conhecer do apelo e o prover
parcialmente, nos termos do voto da Relatora.
Custas de lei.
VOTARAM, além da Relatora, os eminentes
Desembargadores: Edison Miguel da Silva JR. e
João Waldeck Félix de Sousa.
Presidiu a sessão de julgamento o
Desembargador Luiz Cláudio Veiga Braga. Esteve
presente à sessão de julgamento, o(a) nobre
Procurador(a) de Justiça, Dr(a). Pedro Alexandre
da Rocha Coelho.
Goiânia, 11 de fevereiro de 2020.
Carmecy Rosa Maria Alves de

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 81 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

Oliveira Desembargadora Relatora

GOIANIA, 17 DE FEVEREIRO DE 2020

SECRETARIO(A): EDSON PADRE DE CASTRO


ORIGINAL ASSINADO

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 82 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

===============================================================================
2A CAMARA CRIMINAL #
PAUTA N. 12/2020
DATA DO JULGAMENTO: 03/03/2020 AS 13:00 HORAS OU NAS SESSOES POSTERIORES
===============================================================================

===============> PAUTA DO DIA

1 - RECURSO EM SENTIDO ESTRITO


PROTOCOLO : 15173-37.2019.8.09.0175(201990151736)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. LEANDRO CRISPIM
RECORRENTE(S) : MARCOS ANTONIO SANTA ROSA DE BRITO
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO D
RECORRIDO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). PAULO SERGIO PRATA REZENDE

2 - RECURSO EM SENTIDO ESTRITO


PROTOCOLO : 64053-67.2019.8.09.0011(201990640532)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
RELATOR : DR. RODRIGO DE SILVEIRA
SUBST. DA DESA. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
RECORRENTE(S) : VALDECY PEREIRA VARGAS
ADV(S) : 51375/GO -RICARDO SILVESTRE DA SILVA
RECORRIDO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). AGUINALDO BEZERRA LINO TOCANTINS

3 - RECURSO EM SENTIDO ESTRITO


PROTOCOLO : 87275-97.2018.8.09.0076(201890872750)
COMARCA : IPORA
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
RECORRENTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
RECORRIDO(S) : EDNEY JOSE SILVA
ADV(S) : 7909/GO -EDUARDO TALVANI DE LIMA COUTO
34516/GO -EDUARDO TALVANI DE LIMA COUT
PROC. DE JUSTICA : DR(A). PEDRO TAVARES FILHO

4 - RECURSO EM SENTIDO ESTRITO


PROTOCOLO : 173053-70.2017.8.09.0011(201791730531)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
RELATORA : DESA. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
RECORRENTE(S) : JOAO ALEXANDRE ELIAS DE OLIVEIRA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO D
RECORRIDO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). SPIRIDON NICOFOTIS ANYFANTIS

5 - RECURSO EM SENTIDO ESTRITO


PROTOCOLO : 308975-64.2009.8.09.0011(200993089755)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
RECORRENTE(S) : GILDA MARIA SANTIAGO DE SOUSA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO D
RECORRIDO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). YARA ALVES FERREIRA E SILVA

6 - RECURSO EM SENTIDO ESTRITO


PROTOCOLO : 360741-08.2016.8.09.0175(201693607417)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. LEANDRO CRISPIM
RECORRENTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
RECORRIDO(S) : RAFAEL BRILHANTE MATOS

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 83 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO D


PROC. DE JUSTICA : DR(A). LUIZ GONZAGA PEREIRA DA CUNHA

7 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 1985-74.2019.8.09.0175(201990019854)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
REVISOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
1 APELANTE(S) : MARCOS VINICIUS CARVALHO COUTINHO
ADV(S) : 2202/GO -ANTONIO CARLOS TRINDADE
2 APELANTE(S) : RAIANE DE JESUS SOUZA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO D
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). PEDRO TAVARES FILHO

8 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 2889-31.2018.8.09.0175(201890028894)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
APELANTE(S) : JOSE RENATO MIRANDA MEIRA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO D
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). SPIRIDON NICOFOTIS ANYFANTIS

9 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 4763-85.2017.8.09.0175(201790047633)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
APELANTE(S) : ROMARIO FRANCISCO DA SILVA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO D
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). LUIZ GONZAGA PEREIRA DA CUNHA

10 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 13953-38.2018.8.09.0175(201890139530)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DR. RODRIGO DE SILVEIRA
SUBST. DA DESA. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
REVISOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
APELANTE(S) : ALEX JUNIOR DA SILVA
ADV(S) : 29093/GO -JARBAS RIBEIRO DE PADUA
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). PAULO SERGIO PRATA REZENDE

11 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 19377-27.2019.8.09.0175(201990193773)
COMARCA : GOIANIA
RELATORA : DESA. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
REVISOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
APELANTE(S) : JORGE JARDEL LOPES DE LIMA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO D
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). LUIZ GONZAGA PEREIRA DA CUNHA

12 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 24745-85.2017.8.09.0175(201790247454)
COMARCA : GOIANIA
RELATORA : DR(A). LILIA MONICA DE CASTRO BORGES ESCHER
SUBST. DO DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
REVISOR : DES. LEANDRO CRISPIM
APELANTE(S) : GETULIO DA CUNHA ALVES
ADV(S) : 38405/GO -DAVID ALVARO MEDEIROS SANTOS
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). JOANA DAR'C CORREA DA SILVA OLIVEIRA

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 84 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

13 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 28431-34.2013.8.09.0011(201390284310)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
REVISOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
APELANTE(S) : ACM
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO D
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). DEUSDETE CARNOT DAMACENA

14 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 31763-02.2018.8.09.0183(201890317632)
COMARCA : ARUANA
RELATORA : DR(A). LILIA MONICA DE CASTRO BORGES ESCHER
SUBST. DO DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
REVISOR : DES. LEANDRO CRISPIM
APELANTE(S) : OTAVIO FERREIRA DE MORAIS NETO
ADV(S) : 21077/GO -CIRILO ALVES BONTEMPO NETO
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). JOANA DAR'C CORREA DA SILVA OLIVEIRA

15 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 33771-80.2018.8.09.0011(201890337714)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
RELATORA : DESA. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
REVISOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
APELANTE(S) : SANTIAGO RIBEIRO DA SILVA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO D
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). PEDRO ALEXANDRE ROCHA COELHO

16 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 37578-11.2019.8.09.0129(201990375782)
COMARCA : PONTALINA
RELATORA : DR(A). LILIA MONICA DE CASTRO BORGES ESCHER
SUBST. DO DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
REVISOR : DES. LEANDRO CRISPIM
APELANTE(S) : IRAZIEL RODSON ALVES DA SILVA
APELANTE(S) : PABLO PETERSON RODRIGUES DA SILVA
ADV(S) : 2834/GO -ROBERTO MAIA ARANTES
25694/GO -CESAR JOSE CLARO
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). LEONIDAS BUENO BRITO

17 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 45174-39.2018.8.09.0175(201890451746)
COMARCA : GOIANIA
RELATORA : DESA. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
REVISOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
APELANTE(S) : MICHAEL SOARES BARBOSA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO D
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). ALTAMIR RODRIGUES VIEIRA JUNIOR

18 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 57652-45.2019.8.09.0175(201990576524)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
REVISOR : DES. LEANDRO CRISPIM
1 APELANTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
2 APELANTE(S) : MATHEUS AMANCIO DE OLIVEIRA
ADV(S) : 49848/GO -RENAN MACEDO VILELA GOMES
1 APELADO(S) : MATHEUS AMANCIO DE OLIVEIRA

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 85 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

ADV(S) : 49848/GO -RENAN MACEDO VILELA GOMES


2 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). NILO MENDES GUIMARAES

19 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 64932-04.2018.8.09.0175(201890649325)
COMARCA : GOIANIA
RELATORA : DR(A). LILIA MONICA DE CASTRO BORGES ESCHER
SUBST. DO DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
REVISOR : DES. LEANDRO CRISPIM
APELANTE(S) : LUIS FERNANDO DOS SANTOS
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO D
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). LUIZ GONZAGA PEREIRA DA CUNHA

20 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 64974-75.2018.8.09.0006(201890649740)
COMARCA : ANAPOLIS
RELATORA : DR(A). LILIA MONICA DE CASTRO BORGES ESCHER
SUBST. DO DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
REVISOR : DES. LEANDRO CRISPIM
APELANTE(S) : THALLES HENRIQUE ALVES LEMOS
ADV(S) : 51756/GO -ALEX SILVA BATISTA
52631/GO -DIOGO BORGES MACHADO
17776/GO -MARIA JOSE DA SILVA
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). PEDRO ALEXANDRE ROCHA COELHO

21 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 68591-39.2017.8.09.0051(201991188323)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
REVISOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
APELANTE(S) : VALDENIR ALVES FREIRE
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO D
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). LEONIDAS BUENO BRITO

22 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 75376-96.2018.8.09.0175(201890753769)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DR. RODRIGO DE SILVEIRA
SUBST. DA DESA. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
REVISOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
APELANTE(S) : SERGIO BATISTA DO NASCIMENTO
ADV(S) : 18165/GO -RENATO ANTONIO DE ALMEIDA
51699/GO -RAFAEL PEREIRA SOARES
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). AGUINALDO BEZERRA LINO TOCANTINS

23 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 76133-71.2014.8.09.0162(201490761330)
COMARCA : VALPARAISO DE GOIAS
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
REVISOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
APELANTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
APELADO(S) : WADSON NUNES RODRIGUES
ADV(S) : 33245/GO -GISELE SALGUEIRO BESERRA
PROC. DE JUSTICA : DR(A). PEDRO ALEXANDRE ROCHA COELHO

24 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 110322-94.2018.8.09.0175(201891103229)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DR. RODRIGO DE SILVEIRA

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 86 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

SUBST. DA DESA. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA


REVISOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
APELANTE(S) : JUNIOR DE OLIVEIRA AGUIAR SIQUEIRA
ADV(S) : 41067/GO -SERGIO EURIPEDES FLAUZINO
44177/GO -ELISA DE ALMEIDA SANTANA
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). PEDRO TAVARES FILHO

25 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 119623-05.2012.8.09.0166(201291196234)
COMARCA : MONTES CLAROS DE GOIAS
RELATOR : DR. RODRIGO DE SILVEIRA
SUBST. DA DESA. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
APELANTE(S) : PAULO LEANDRO MARTINS
ADV(S) : 41184/GO -ANDRE LUIS DA SILVA
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). PAULO SERGIO PRATA REZENDE

26 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 128477-40.2016.8.09.0168(201691284777)
COMARCA : AGUAS LINDAS DE GOIAS
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
REVISOR :DRA. LILIA MONICA DE CASTRO BORGES ESCHER
SUBST. DO DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
APELANTE(S) : CARLOS ALBERTO CARVALHO CAVALCANTE
ADV(S) : 53763/GO -LEONALDO CORREA DE BRITO
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). AGUINALDO BEZERRA LINO TOCANTINS

27 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 133029-11.2016.8.09.0051(201990425992)
COMARCA : GOIANIA
RELATORA : DESA. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
REVISOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
APELANTE(S) : ALEXANDRE BARBOSA DE OLIVEIRA
ADV(S) : 22931/GO -ALESSANDRO LISBOA PEREIRA
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). LEONIDAS BUENO BRITO

28 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 147664-42.2018.8.09.0175(201891476645)
COMARCA : GOIANIA
RELATORA : DESA. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
REVISOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
1 APELANTE(S) : VICTOR CAIFAS LOPES GARCIA
ADV(S) : 37292/GO -THIAGO HUASCAR SANTANA VIDAL
2 APELANTE(S) : PABLO GEOVANNI MACEDO
ADV(S) : 10863/GO -INIS MOREIRA DAMACENO
3 APELANTE(S) : SILAS COELHO COSTA JUNIOR
ADV(S) : 25895/GO -WENDER DA COSTA OLIVEIRA
4 APELANTE(S) : ANA PAULA SOARES ROSA
ADV(S) : 25895/GO -WENDER DA COSTA OLIVEIRA
5 APELANTE(S) : DOUGLAS HENRIQUE SILVA
ADV(S) : 34198/GO -KASSIO COSTA DO NASCIMENTO S
6 APELANTE(S) : JOAO PAULO MODESTO FERRO
ADV(S) : 25895/GO -WENDER DA COSTA OLIVEIRA
7 APELANTE(S) : RAFAEL NAGEL VIANA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO D
8 APELANTE(S) : VINICIUS MATOSO MEDEIROS
ADV(S) : 38011/GO -TAFFAREL DE ALMEIDA FERREIRA
37948/GO -WALLAS ARAUJO SOBRINHO
9 APELANTE(S) : RENILTO FERNANDES COELHO JUNIOR
ADV(S) : 42226/GO -REGINALDO FERNANDES COELHO
44633/GO -EDUARDO HENRIQUE CASTRO CUNH

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 87 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO


PROC. DE JUSTICA : DR(A). PAULO SERGIO PRATA REZENDE

29 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 163064-71.2017.8.09.0130(201791630642)
COMARCA : PORANGATU
RELATORA : DESA. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
REVISOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
APELANTE(S) : NILSON BATISTA DOS REIS
ADV(S) : 30915/GO -MARIO MARCUS SILVA PINHEIRO
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). LUIZ GONZAGA PEREIRA DA CUNHA

30 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 189760-59.2017.8.09.0126(201991214790)
COMARCA : PIRENOPOLIS
RELATORA : DR(A). LILIA MONICA DE CASTRO BORGES ESCHER
SUBST. DO DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
REVISOR : DES. LEANDRO CRISPIM
APELANTE(S) : ADAEL ANTUNES PINTO
ADV(S) : 9383/GO -GIANCARLO VAZ VENTO
14367/GO -GLADSTONE DE JESUS LIMA
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). PEDRO ALEXANDRE ROCHA COELHO

31 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 222329-68.2014.8.09.0175(201492223298)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DR. RODRIGO DE SILVEIRA
SUBST. DA DESA. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
REVISOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
APELANTE(S) : LEANDRO DE JESUS NEVES
ADV(S) : 23926/GO -JANDERSON DE SOUSA SILVA
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). AGUINALDO BEZERRA LINO TOCANTINS

32 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 226904-17.2017.8.09.0175(201792269048)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
REVISOR : DES. LEANDRO CRISPIM
1 APELANTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
2 APELANTE(S) : WELINGTON ROCHA DA SILVA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO D
3 APELANTE(S) : RICKSON TAYLLO MARTINS SANTOS
ADV(S) : 42240/GO -BENEDITO EVARISTO CINTRA JUN
22686A/GO -DINARCY TEREZINHA NOGUEIRA
1 APELADO(S) : WELINGTON ROCHA DA SILVA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO D
2 APELADO(S) : RICKSON TAYLLO MARTINS SANTOS
ADV(S) : 42240/GO -BENEDITO EVARISTO CINTRA JUN
22686A/GO -DINARCY TEREZINHA NOGUEIRA
3 APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). NILO MENDES GUIMARAES

33 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 231679-58.2017.8.09.0116(201792316798)
COMARCA : PADRE BERNARDO
RELATOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
REVISOR : DES. LEANDRO CRISPIM
1 APELANTE(S) : LUCAS FERREIRA DOS SANTOS
ADV(S) : 28990/GO -EDSON SOARES DE SOUZA
2 APELANTE(S) : WASLEY MANOEL RODRIGUES DE SOUZA
ADV(S) : 22029A/GO -CARLOS ANTONIO LADISLAU

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 88 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO


PROC. DE JUSTICA : DR(A). ABRAO AMISY NETO

34 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 237559-23.2015.8.09.0206(201592375596)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
RELATORA : DR(A). LILIA MONICA DE CASTRO BORGES ESCHER
SUBST. DO DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
REVISOR : DES. LEANDRO CRISPIM
APELANTE(S) : JUNIOR DE SOUZA COSTA
ADV(S) : 36247/GO -JARBAS RODRIGUES SILVA JUNIO
20234/GO -ROSANGELA DE ANDRADE A DA CO
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). AGUINALDO BEZERRA LINO TOCANTINS

35 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 269485-65.2016.8.09.0051(201692694855)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
REVISOR : DES. LEANDRO CRISPIM
APELANTE(S) : VANDA BATISTA MENDONCA
ADV(S) : 32018/GO -PAULO CORREIA DOS SANTOS
24841/GO -REGINALDO FERREIRA ADORNO FI
27534/GO -LUDIMILLA BORGES PIRES ADORN
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). AGUINALDO BEZERRA LINO TOCANTINS

36 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 314789-40.2015.8.09.0175(201593147899)
COMARCA : GOIANIA
RELATORA : DESA. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
REVISOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
APELANTE(S) : EDNARDO DE SOUSA LIMA
ADV(S) : 38975/GO -RAFAEL LOPES DE SOUSA
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). NILO MENDES GUIMARAES

37 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 329312-57.2015.8.09.0175(201593293127)
COMARCA : GOIANIA
RELATOR : DR. RODRIGO DE SILVEIRA
SUBST. DA DESA. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
APELANTE(S) : ALESSANDRO BELEM DOS SANTOS
ADV(S) : 44887/GO -RODRIGO HENRIQUE LIMA DE SOU
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). JOANA DAR'C CORREA DA SILVA OLIVEIRA

38 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 331483-47.2014.8.09.0134(201493314831)
COMARCA : QUIRINOPOLIS
RELATORA : DESA. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
REVISOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
APELANTE(S) : LAZARO DIVINO BORGES
ADV(S) : 41017/GO -EDIVALDO SOUZA SANTOS
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). YARA ALVES FERREIRA E SILVA

39 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 333059-65.2014.8.09.0105(201493330594)
COMARCA : MINEIROS
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
REVISOR :DRA. LILIA MONICA DE CASTRO BORGES ESCHER
SUBST. DO DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
APELANTE(S) : JOAO MARCOS DE SOUZA

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 89 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

ADV(S) : 40645/GO -GABRIEL MELO NASCIMENTO


APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). JOANA DAR'C CORREA DA SILVA OLIVEIRA

40 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 333750-32.2015.8.09.0174(201593337507)
COMARCA : SENADOR CANEDO
RELATOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
REVISOR : DR. AURELIANO ALBUQUERQUE AMORIM
SUBST. DO DES. LEANDRO CRISPIM
APELANTE(S) : FRANCISCO JUNIO LOPES DE SOUZA
ADV(S) : 42240/GO -BENEDITO EVARISTO CINTRA JUN
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). LUIZ GONZAGA PEREIRA DA CUNHA

41 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 344287-94.2015.8.09.0107(201593442874)
COMARCA : MORRINHOS
RELATOR : DR. RODRIGO DE SILVEIRA
SUBST. DA DESA. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
APELANTE(S) : BRUNO RAMALHO CANDIDO
ADV(S) : 30547/GO -ALESSANDRA DIAS DE VASCONCEL
42726/GO -WANESSA ALVES DE SOUZA FREIT
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). ALTAMIR RODRIGUES VIEIRA JUNIOR

42 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 347396-93.2016.8.09.0168(201693473968)
COMARCA : AGUAS LINDAS DE GOIAS
RELATOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
REVISOR : DES. LEANDRO CRISPIM
1 APELANTE(S) : GABRIEL COSTA BARROS
ADV(S) : 43405/DF -MANOEL MESSIAS SOARES DA SIL
2 APELANTE(S) : JOSEILSON JOSE DE OLIVEIRA
ADV(S) : 43405/DF -MANOEL MESSIAS SOARES DA SIL
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). AGUINALDO BEZERRA LINO TOCANTINS

43 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 359076-17.2014.8.09.0113(201493590766)
COMARCA : NIQUELANDIA
RELATOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
REVISOR : DR. AURELIANO ALBUQUERQUE AMORIM
SUBST. DO DES. LEANDRO CRISPIM
APELANTE(S) : MINISTERIO PUBLICO
APELADO(S) : DEILTON BOTELHO DOS SANTOS
ADV(S) : 47071/GO -PAULO RICARDO QUEIROZ DE PAI
PROC. DE JUSTICA : DR(A). NILO MENDES GUIMARAES

44 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 365113-79.2015.8.09.0160(201593651139)
COMARCA : NOVO GAMA
RELATOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
REVISOR : DR. AURELIANO ALBUQUERQUE AMORIM
SUBST. DO DES. LEANDRO CRISPIM
1 APELANTE(S) : BRUNO DA COSTA
ADV(S) : 43685/GO -LAERCIO DOS SANTOS
2 APELANTE(S) : DEIVERSON RAIMUNDO DE SOUZA DOS SANTOS
ADV(S) : 33973/DF -GESUEL JOSE VIEIRA
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). LEONIDAS BUENO BRITO

45 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 367260-96.2016.8.09.0175(201693672600)

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 90 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

COMARCA : GOIANIA
RELATORA : DR(A). LILIA MONICA DE CASTRO BORGES ESCHER
SUBST. DO DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
REVISOR : DES. LEANDRO CRISPIM
APELANTE(S) : WENDELL SANTANA SILVA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO D
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). AGUINALDO BEZERRA LINO TOCANTINS

46 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 399703-57.2012.8.09.0170(201293997030)
COMARCA : CAMPINORTE
RELATOR : DES. LEANDRO CRISPIM
APELANTE(S) : PLACIDES JOSE FERNANDES SOBRINHO
ADV(S) : 32879/GO -ADRIANO ALVES DE PAULA E SIL
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). AGUINALDO BEZERRA LINO TOCANTINS

47 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 399890-66.2015.8.09.0168(201991131488)
COMARCA : AGUAS LINDAS DE GOIAS
RELATOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
REVISOR : DR. AURELIANO ALBUQUERQUE AMORIM
SUBST. DO DES. LEANDRO CRISPIM
APELANTE(S) : DANIEL CHAVES SIMOES
ADV(S) : 53763/GO -LEONALDO CORREA DE BRITO
53763/GO -LEONALDO CORREA DE BRITO
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). JOANA DAR'C CORREA DA SILVA OLIVEIRA

48 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 415300-23.2014.8.09.0097(201494153009)
COMARCA : JUSSARA
RELATOR : DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
REVISOR : DR. AURELIANO ALBUQUERQUE AMORIM
SUBST. DO DES. LEANDRO CRISPIM
1 APELANTE(S) : PAULO ROGERIO DA SILVA
ADV(S) : 54095/GO -GABRIEL JOSE REIS NETO
2 APELANTE(S) : DENIS MOREIRA DO VALE
ADV(S) : 54095/GO -GABRIEL JOSE REIS NETO
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). NILO MENDES GUIMARAES

49 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 431299-46.2015.8.09.0011(201594312990)
COMARCA : APARECIDA DE GOIANIA
RELATORA : DESA. CARMECY ROSA MARIA ALVES DE OLIVEIRA
REVISOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
APELANTE(S) : DANIEL RODRIGUES DA SILVA
ADV(S) : DPE/GO -DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO D
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). YARA ALVES FERREIRA E SILVA

50 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 446166-39.2014.8.09.0024(201494461668)
COMARCA : CALDAS NOVAS
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
REVISOR :DRA. LILIA MONICA DE CASTRO BORGES ESCHER
SUBST. DO DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
APELANTE(S) : JESUS DIVINO DE OLIVEIRA DA SILVA
ADV(S) : 36611/GO -JULIENE NEVES DE FREITAS GAL
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). AGUINALDO BEZERRA LINO TOCANTINS

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 91 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

51 - APELACAO CRIMINAL
PROTOCOLO : 472064-65.2014.8.09.0085(201494720647)
COMARCA : ITAPURANGA
RELATOR : DES. EDISON MIGUEL DA SILVA JUNIOR
REVISOR :DRA. LILIA MONICA DE CASTRO BORGES ESCHER
SUBST. DO DES. JOAO WALDECK FELIX DE SOUSA
APELANTE(S) : ARNALDO FELIPE RODRIGUES DE SOUSA
APELANTE(S) : GERALDO GONCALVES DA SILVA
APELANTE(S) : SERGIO FORTUNATO DA SILVA
ADV(S) : 30583/GO -DIVINO INACIO DA SILVA JUNIO
APELADO(S) : MINISTERIO PUBLICO
PROC. DE JUSTICA : DR(A). AGUINALDO BEZERRA LINO TOCANTINS

GOIANIA, 18 DE FEVEREIRO DE 2020

EDSON PADRE DE CASTRO


SECRETARIO(A)
ORIGINAL ASSINADO

FIM DE ARQUIVO

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 92 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Não Conhecido - Data da Movimentação 19/02/2020


08:16:01

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5026315.19.2018.8.09.0132
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : BANCO DO BRASIL - S/A
POLO PASSIVO : PACHECO E ABIRON MELO LTDA ME
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : BANCO DO BRASIL - S/A


ADVGS. PARTE : 40823 GO - JOSE ARNALDO JANSSEN NOGUEIRA
30261 GO - SERVIO TULIO DE BARCELOS

PARTE INTIMADA : PACHECO E ABIRON MELO LTDA ME


ADVG. PARTE : 36675 GO - GABRIELA PEREIRA DA SILVA

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 93 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5026315.19.2018.8.09.0132
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO ESPECIAL NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5026315.19.2018.8.09.0132
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : BANCO DO BRASIL S/A.
AGRAVADO : PACHECO E ABIRON MELO LTDA ME

EMENTA: AGRAVO INTERNO. DECISÃO QUE


INADMITE RECURSO ESPECIAL. AUSÊNCIA DE
PREPARO. NÃO CONHECIMENTO. O preparo é
requisito extrínseco de admissibilidade recursal, de sorte
que, não comprovado, como é o caso, acarreta a
deserção do recurso, se a parte intimada para o
respectivo recolhimento, em dobro, não o fizer, no prazo
assinalado, consoante dicção do artigo 1.007, §4º, do
Código de Processo Civil, tendo em conta a previsão de
recolhimento a que se refere a Lei Estadual n.
14.376/2002 em sua Tabela I, item 2 e do Provimento n.
15/2008 da Corregedoria-Geral de Justiça desta Corte.
AGRAVO INTERNO NÃO CONHECIDO.

ACÓRDÃO

VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Agravo Interno no Recurso


Especial na Apelação Cível n. 5026315.19.2018.8.09.0132, da Comarca de Goiânia.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403568034384935, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 94 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5026315.19.2018.8.09.0132
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em não conhecer do Agravo
Interno, nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de
Justiça.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
22

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403568034384935, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 95 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5026315.19.2018.8.09.0132
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO ESPECIAL NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5026315.19.2018.8.09.0132
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : BANCO DO BRASIL S/A.
AGRAVADO : PACHECO E ABIRON MELO LTDA ME

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Agravo Interno (Evento n. 67), interposto pelo Banco do Brasil


S/A., contra a decisão (Evento n. 64) que inadmitiu o Recurso Especial (Evento n. 56).
Uma vez não comprovado o recolhimento do preparo no ato da interposição
do Recurso, o agravante foi intimado para efetuar o pagamento em dobro, na forma do
artigo 1.007, § 4º, do Estatuto Processual Civil, sob pena de deserção (Evento n. 73).
Entretanto, o mesmo deixou de cumprir a determinação judicial, conforme
certidão inserida no Evento n. 75.
Sem contrarrazões (Evento n. 78).
É o relatório. Passo ao voto.
De plano, no exercício do juízo de admissibilidade, verifico que o recurso não
merece conhecimento. Explico.
Vislumbra-se que não houve o recolhimento do preparo, ensejando o não
conhecimento do recurso, ante a ausência de pressuposto extrínseco de
admissibilidade, conforme preconizado no artigo 1.007, caput e § 4º, do Código de
Processo Civil c/c a Lei Estadual n. 14.376/2002 em sua Tabela I, item 2 e Provimento
n. 15/08 da Corregedoria-Geral da Justiça desta Corte.
A propósito:

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403568034384935, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 96 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5026315.19.2018.8.09.0132
“AGRAVO INTERNO NO AGRAVO DE INSTRUMENTO. AUSÊNCIA DE
PREPARO. INTIMAÇÃO NOS MOLDES DO ART. 1007, § 4º, CPC/2015.
NÃO ATENDIMENTO. DESERÇÃO. NÃO CONHECIMENTO. I - Ao aviar o
recurso, caso o recorrente não comprove o pagamento regular do preparo no
ato de sua interposição e, devidamente intimado para realizar o pagamento
em dobro, não vier a supri-lo, este restará deserto, inteligência do 1.007,
caput e § 4º do estatuto processual vigente. II - Agravo não conhecido.”
(TJGO, AI 5079161-55.2017.8.09.0000, Rel. Desª. Beatriz Figueiredo
Franco, 3ª Câmara Cível, julgado em 16/03/2018, DJe de 16/03/2018).
“AGRAVO INTERNO EM AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO DE
RESCISÃO CONTRATUAL C/C TUTELA DE URGÊNCIA. AUSÊNCIA DE
PREPARO. INTIMAÇÃO PARA O RECOLHIMENTO EM DOBRO.
ATENDIMENTO PARCIAL. DESERÇÃO DECRETADA. DECISÃO
REFERENDADA PELA TURMA RECURSAL. 1. Ausente o recolhimento do
preparo recursal, deve a parte recorrente ser intimada para fazê-lo, em dobro
(art. 1.007, § 4º, do CPC/2015). Realizada a intimação e não atendida
integralmente a determinação, o recurso será considerado deserto, tal como
ocorreu neste caso, não havendo razão jurídica para a modificação da
decisão monocrática. 2. Inexistindo nos autos argumentos novos capazes de
infirmar os fundamentos que alicerçaram a decisão agravada, impõe-se sua
manutenção. Agravo desprovido.” (TJGO, AI 5313115-45.2016.8.09.0000,
Rel. Des. Zacarias Neves Coêlho, 2ª Câmara Cível, julgado em 06/04/2017,
DJe de 06/04/2017).
Ao teor do exposto, deixo de conhecer do Agravo Interno interposto, porque
carente de pressuposto de admissibilidade consubstanciado no preparo.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
23

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403568034384935, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 97 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5026315.19.2018.8.09.0132

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403568034384935, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 98 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5026315.19.2018.8.09.0132
EMENTA: AGRAVO INTERNO. DECISÃO QUE INADMITE RECURSO ESPECIAL.
AUSÊNCIA DE PREPARO. NÃO CONHECIMENTO. O preparo é requisito extrínseco
de admissibilidade recursal, de sorte que, não comprovado, como é o caso, acarreta a
deserção do recurso, se a parte intimada para o respectivo recolhimento, em dobro,
não o fizer, no prazo assinalado, consoante dicção do artigo 1.007, §4º, do Código de
Processo Civil, tendo em conta a previsão de recolhimento a que se refere a Lei
Estadual n. 14.376/2002 em sua Tabela I, item 2 e do Provimento n. 15/2008 da
Corregedoria-Geral de Justiça desta Corte. AGRAVO INTERNO NÃO CONHECIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10433561034384939, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 99 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Não Conhecido - Data da Movimentação 19/02/2020


08:19:05

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 0448528.95.2007.8.09.0044
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : CEREAISUL INDUSTRIA E COMERCIO DE CEREAIS LTDA
POLO PASSIVO : PREFEITURA MUNICIPAL DE FORMOSA
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : ESPÓLIO DE JOÃO RABELO PRIMO


ADVG. PARTE : 12873 DF - ASDRUBAL NASCIMENTO LIMA JUNIOR

PARTE INTIMADA : SEBASTIANA CANDIDO DA SILVA RABELO


ADVG. PARTE : 12873 DF - ASDRUBAL NASCIMENTO LIMA JUNIOR

PARTE INTIMADA : CEREAISUL INDUSTRIA E COMERCIO DE CEREAIS LTDA


ADVG. PARTE : 18506 GO - DANIEL VICENTE GOETTEMS

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 100 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0448528.95.2007.8.09.0044
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO EM APELAÇÃO CÍVEL N.


0448528.95.2007.8.09.0044
COMARCA DE FORMOSA
AGRAVANTES : ESPÓLIO DE JOÃO RABELO PRIMO E OUTRA
AGRAVADA : CEREAISUL INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE CEREAIS LTDA.

EMENTA: AGRAVO. RECURSO EXTRAORDINÁRIO.


NEGATIVA DE SEGUIMENTO. APLICAÇÃO DE
ENTENDIMENTO FIRMADO EM REGIME DE
REPERCUSSÃO GERAL. AGRAVO INTERNO. Não se
conhece de Agravo (artigo 1.042 do Código de Processo
Civil de 2015) interposto contra decisão que nega
seguimento a Recurso Extraordinário com fundamento
na aplicação de entendimento exarado no regime de
repercussão geral (Tema 660), pois a previsão legal
estabelece o Agravo Interno para tal finalidade (artigo
1.030, § 2º, do referido Estatuto Processual).
RECURSO NÃO CONHECIDO.

ACÓRDÃO

VISTOS , relatados e discutidos estes autos de Agravo no Recurso


Extraordinário na Apelação Cível n. 0448528.95.2007.8.09.0044, da Comarca de
Formosa.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em não conhecer do Agravo,
nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de
Justiça.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10423568034384951, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 101 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0448528.95.2007.8.09.0044
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente

10

PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO EM APELAÇÃO CÍVEL N.


0448528.95.2007.8.09.0044
COMARCA DE FORMOSA
AGRAVANTES : ESPÓLIO DE JOÃO RABELO PRIMO E OUTRA
AGRAVADA : CEREAISUL INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE CEREAIS LTDA.

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Agravo no Recurso Extraordinário (Evento n. 55), interposto por


Espólio de João Rabelo Primo e outra, em face da decisão de Evento n. 49, que, nos
termos do artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, do Código de Processo Civil de 2015,
negou seguimento ao Recurso Extraordinário, em razão do julgamento do recurso
representativo da controvérsia pelo Supremo Tribunal Federal (RE n. ARE n.
748.371/MT – Tema 660).
Em apartada síntese, alegam os agravantes que na decisão que inadmitiu o
Recurso Extraordinário “ Houve violação ao princípio da ampla defesa ao entender que

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10423568034384951, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 102 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0448528.95.2007.8.09.0044
não houve prejuízo para as partes, quando a decisão reconheceu a impossibilidade
dos Agravantes de provarem que havia posse mansa e pacífica da área em questão.”
Acrescentaram ainda que “Houve violação ao princípio do contraditório
quando a decisão impugnada questiona a prova da totalidade da propriedade sub
judice sem oportunizar a parte sua manifestação na instrução processual, além disso,
afasta a nulidade absoluta que excluiu os direitos da litisconsorte, negando a esta as
condições de contraditório típicas de quem integra o polo passivo da demanda, para
praticar todos os atos de defesa a que faz jus a parte Requerem o provimento da
insurgência, para o fim de conferir regular processamento ao Recurso Extraordinário.”
Requerem o provimento da insurgência, para o fim de conferir regular
processamento ao Recurso Extraordinário.
Contrarrazões (Evento n. 60).
É o relatório. Passo ao voto.
Analisando os pressupostos de admissibilidade do recurso, verifico a
existência de óbice ao seu conhecimento.
É que, os agravantes insurgem-se contra a decisão que negou seguimento ao
Recurso Extraordinário em face do julgamento de representativo da controvérsia - RE
nº ARE nº 748.371/MT – Tema 660 .
Pois bem.
Com efeito, a nova sistemática processual civil instituída pela Lei n.
13.105/2015 dispõe que contra decisão que analisa admissibilidade de recursos
constitucionais, aplicando entendimento firmado em regime de repetitivo ou
repercussão geral, cabe o Agravo Interno (artigo 1.030, § 2º, Código de Processo
Civil), caracterizando erro grosseiro o manejo do Agravo para o Supremo Tribunal
Federal (artigo 1.042 do Código de Processo Civil de 2015).
Expressam as normas referidas:
“Art. 1.030. Recebida a petição do recurso pela secretaria do tribunal, o
recorrido será intimado para apresentar contrarrazões no prazo de 15
(quinze) dias, findo o qual os autos serão conclusos ao presidente ou ao
vice-presidente do tribunal recorrido, que deverá: (Redação dada pela Lei nº
13.256, de 2016) (Vigência)
I – negar seguimento: (Incluído pela Lei nº 13.256, de 2016) (Vigência)
(…)
b) a recurso extraordinário ou a recurso especial interposto contra acórdão
que esteja em conformidade com entendimento do Supremo Tribunal
Federal ou do Superior Tribunal de Justiça, respectivamente, exarado no
regime de julgamento de recursos repetitivos; (Incluída pela Lei nº 13.256,
de 2016) (Vigência)
(...)

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10423568034384951, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 103 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0448528.95.2007.8.09.0044
§ 2º Da decisão proferida com fundamento nos incisos I e III caberá agravo
interno, nos termos do art. 1.021.
Art. 1.042. Cabe agravo contra decisão do presidente ou do vice-presidente
do tribunal recorrido que inadmitir recurso extraordinário ou recurso especial,
salvo quando fundada na aplicação de entendimento firmado em regime de
repercussão geral ou em julgamento de recursos repetitivos (grifei). ”
Na hipótese, a decisão atacada negou seguimento ao Recurso Extraordinário
interposto, tendo em conta que o acórdão recorrido está em conformidade com o
julgamento proferido pelo Supremo Tribunal Federal em regime de repercussão geral
(artigo 1030, I, “b”, do novo Código de Processo Civil).
Desta forma, incabível o presente Agravo, interposto sob a égide do Novo
Código de Processo Civil, para combater decisão do Presidente do Tribunal que
inadmitiu Recurso Extraordinário com fundamento exclusivo em repercussão geral.
Ao teor o exposto, não conheço do recurso.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
10

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10423568034384951, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 104 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0448528.95.2007.8.09.0044
EMENTA: AGRAVO. RECURSO EXTRAORDINÁRIO. NEGATIVA DE
SEGUIMENTO. APLICAÇÃO DE ENTENDIMENTO FIRMADO EM REGIME DE
REPERCUSSÃO GERAL. AGRAVO INTERNO. Não se conhece de Agravo (artigo
1.042 do Código de Processo Civil de 2015) interposto contra decisão que nega
seguimento a Recurso Extraordinário com fundamento na aplicação de entendimento
exarado no regime de repercussão geral (Tema 660), pois a previsão legal estabelece
o Agravo Interno para tal finalidade (artigo 1.030, § 2º, do referido Estatuto Processual)
. RECURSO NÃO CONHECIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10493560034384953, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 105 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Não Conhecido - Data da Movimentação 19/02/2020


08:28:40

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5343648.91.2017.8.09.0051
CLASSE PROCESSUAL : Ação Rescisória
POLO ATIVO : CRISTINA MARY FIÚZA ADORNO
POLO PASSIVO : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : CRISTINA MARY FIÚZA ADORNO


ADVGS. PARTE : 29645 GO - IVAN MARQUES
16400 GO - MARCELO PAES SANDRE

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 106 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5343648.91.2017.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NOS EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO RECURSO


ESPECIAL NA AÇÃO RESCISÓRIA N. 5343648.91.2017.8.09.0051
COMARCA DE GOIANÉSIA
AGRAVANTE : CRISTINA MARY FIÚZA ADORNO
AGRAVADO : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS

EMENTA: AGRAVO INTERNO NOS EMBARGOS DE


DECLARAÇÃO. RECURSO ESPECIAL.
INTEMPESTIVIDADE. NÃO CABIMENTO. 1 – “...a
oposição de embargos de declaração incabíveis, no
Tribunal de origem, não interrompem o prazo para a
interposição do Agravo.” ( STJ AREsp 913.479/SC),
tratando-se, assim, de recurso manifestamente
intempestivo. 2 - Em caso de inadmissão de Recurso
Especial, é cabível o Agravo para o STJ, salvo quando a
decisão se pautar na aplicação de entendimento firmado
em regime de repercussão geral ou em julgamento de
recursos repetitivos (artigo 1.042 do CPC), o que não é a
hipótese dos autos. AGRAVO INTERNO NÃO
CONHECIDO.

ACÓRDÃO

VISTOS , relatados e discutidos estes autos de Agravo Interno nos


Embargos de Declaração no Recurso Especial na Ação Rescisória n.
5343648.91.2017.8.09.0051, da Comarca de Goianésia.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em não conhecer o Agravo
Interno, nos termos do voto do Presidente-Relator.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403560034384644, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 107 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5343648.91.2017.8.09.0051
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de
Justiça.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
13

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403560034384644, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 108 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5343648.91.2017.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NOS EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO RECURSO


ESPECIAL NA AÇÃO RESCISÓRIA N. 5343648.91.2017.8.09.0051
COMARCA DE GOIANÉSIA
AGRAVANTE : CRISTINA MARY FIÚZA ADORNO
AGRAVADO : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Agravo Interno interposto por Cristina Mary Fiúza Adorno (Evento
n. 171), em face da decisão constante do Evento n. 166, que não conheceu dos
Embargos de Declaração, ante a sua inadmissibilidade.
Em suas razões, a agravante argumenta, em síntese, que: “os Embargos de
Declaração opostos, ainda, não demonstram erro grosseiro ou má-fé e foram
apresentados no prazo para a interposição do recurso próprio, qual seja, o Agravo;
não havendo óbice para o recebimento de acordo com artigo 1.042 do Código de
Processo Civil".
Requer ao final que, “sejam recebidos os Embargos de Declaração (Evento n.
158) como Agravo para que seja discutido o recebimento do Recurso Especial
interposto”.
Agravante beneficiária da gratuidade da justiça (Evento n. 9).
Contrarrazões apresentadas (Evento n. 179).
É o relatório. Passo ao voto.
Analisando os pressupostos de admissibilidade do recurso, verifico a
existência de óbice intransponível ao seu conhecimento.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403560034384644, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 109 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5343648.91.2017.8.09.0051
Verifica-se que o recurso é extemporâneo, uma vez que “...a oposição de
embargos de declaração incabíveis, no Tribunal de origem, não interrompe o prazo
para a interposição do Agravo.” (AgInt no AREsp 913.479/SC, Rel. Ministra REGINA
HELENA COSTA, PRIMEIRA TURMA, julgado em 16/02/2017, DJe 23/02/2017)
Desse modo, o recurso é intempestivo, tendo em vista que os aclaratórios
opostos pela agravante (Evento n. 158) não interromperam o prazo recursal e,
publicada a intimação da decisão que inadmitiu o Recurso Especial no Diário da
Justiça Eletrônico em 29.07.19 (segunda-feira), conforme certidão do Evento n. 161,
tendo o prazo recursal começado a fluir em 30.07.19, exaurindo-se no dia 19.08.19
(segunda-feira) Todavia, o Agravo Interno foi interposto no dia 24.09.19 (Evento n.
171).
Ademais, segundo a dicção do artigo 1.042 do Código de Processo Civil, a
decisão que não admite Recurso Especial confere substrato ao Agravo para o Superior
Tribunal de Justiça, salvo quando a decisão se pautar em julgamento de recursos
repetitivos, o que não é a hipótese dos autos, pois o Recurso Especial foi inadmitido,
por ser intempestivo, sendo assim, incabível o presente Agravo Interno.
Ao teor do exposto, deixo de conhecer do Agravo Interno porque
manifestamente intempestivo e incabível.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
13

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403560034384644, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 110 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5343648.91.2017.8.09.0051
EMENTA: AGRAVO INTERNO. NOS EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. RECURSO
ESPECIAL. INTEMPESTIVIDADE. NÃO CABIMENTO. 1 – “...a oposição de
embargos de declaração incabíveis, no Tribunal de origem, não interrompem o prazo
para a interposição do Agravo.” ( STJ AREsp 913.479/SC), tratando-se, assim, de
recurso manifestamente intempestivo. 2 - Em caso de inadmissão de Recurso
Especial, é cabível o Agravo para o STJ, salvo quando a decisão se pautar na
aplicação de entendimento firmado em regime de repercussão geral ou em julgamento
de recursos repetitivos (artigo 1.042 do CPC), o que não é a hipótese dos autos.
AGRAVO INTERNO NÃO CONHECIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10423564034384982, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 111 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Embargos de Declaração Não-Acolhidos - Data da


Movimentação 19/02/2020 08:31:00

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5245619.06.2017.8.09.0051
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : TEMPERVIDROS VIDROS E CRISTAIS TEMPERADOS LTDA
POLO PASSIVO : CELG DISTRIBUIÇÃO S.A - CELG D
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : TEMPERVIDROS VIDROS E CRISTAIS TEMPERADOS LTDA


ADVG. PARTE : 29645 GO - IVAN MARQUES

PARTE INTIMADA : CELG DISTRIBUIÇÃO S.A - CELG D


ADVG. PARTE : 51175 GO - JAYME SOARES DA ROCHA FILHO

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 112 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5245619.06.2017.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO ESPECIAL NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5245619.06.2017.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : TEMPERVIDROS E CRISTAIS TEMPERADOS LTDA
AGRAVADA : CELG DISTRIBUIÇÃO S.A. - CELG D

EMENTA: AGRAVO INTERNO. DECISÃO QUE


INDEFERE PEDIDO DE CONCESSÃO DE EFEITO
SUSPENSIVO AO RECURSO ESPECIAL
INCOMPORTABILIDADE. 1. Compete ao Presidente ou
ao Vice-Presidente do Tribunal recorrido, a análise do
pedido de efeito suspensivo aos recursos especial e o
extraordinário, enquanto o recurso ainda pender de
exame de admissibilidade, nos termos do artigo 1029, §
5º, inciso III, do CPC. 2. O Código de Processo Civil não
prevê a possibilidade de insurgência em face da decisão
que aprecia o pedido de concessão de efeito suspensivo
aos recursos especial e extraordinário (artigo 1030 § 2º).
AGRAVO INTERNO NÃO CONHECIDO.

ACÓRDÃO

VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Agravo Interno no Recurso


Especial na Apelação Cível n. 5245619.06.2017.8.09.0051, da Comarca de Goiânia.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em não conhecer o Agravo
Interno, nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10423565034384657, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 113 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5245619.06.2017.8.09.0051
Justiça.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10423565034384657, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 114 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5245619.06.2017.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO ESPECIAL NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5245619.06.2017.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : TEMPERVIDROS E CRISTAIS TEMPERADOS LTDA
AGRAVADA : CELG DISTRIBUIÇÃO S.A. - CELG D

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Agravo Interno interposto por Tempervidros e Cristais


Temperados Ltda (mov. 79), tendo em vista a decisão que indeferiu o pedido de
concessão do efeito suspensivo ao Recurso Especial (mov. 76), figurando como
recorrida Celg Distribuição S.A. - Celg D.
Alega a agravante que o pedido de efeito suspensivo foi postulado nos
termos do artigo 1.029, § 5º, do Código de Processo Civil, tendo em vista a
verossimilhança das alegações e o perigo de lesão grave e de difícil reparação.
Aduz que o fumus boni iuris está consubstanciado na essencialidade do
serviço público – energia elétrica - revestido do caráter urgente, o qual não pode ser
descontinuado.
Requer a reconsideração da decisão atacada ou, de outro modo, o
provimento do agravo interno no sentido de deferir o pedido de efeito suspensivo ao
recurso especial, impedindo que a recorrida interrompa o serviço de energia elétrica.
Preparo efetuado (mov. 89).
Instada, a Celg Distribuição S.A. - Celg D - apresenta contrarrazões (mov.
93).
É o relatório.
Passo ao voto.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10423565034384657, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 115 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5245619.06.2017.8.09.0051
De pronto, observo que o expediente jurídico manejado pela agravante não
pode ser conhecido, ante sua manifesta incomportabilidade.
Com efeito, como já dito em decisão pretérita (mov. 76), na forma do art.
1029, § 5º, III do CPC, compete ao Presidente ou ao Vice-Presidente do Tribunal
recorrido, a análise do pedido de efeito suspensivo aos recursos especial e
extraordinário, enquanto ainda pender de exame de admissibilidade.
Por sua vez, o Diploma Processual Civil em seu artigo 1.030 § 2º estabelece,
apenas, que será cabível o Agravo Interno em sede de juízo de admissibilidade dos
recursos excepcionais nas hipóteses em que houver a negativa de seguimento ou o
sobrestamento do recurso em virtude da aplicação da sistemática dos recursos
repetitivos, não tendo elencado a possibilidade da interposição do referido recurso em
face da decisão que analisa o pedido de efeito suspensivo.
Desse modo, restando indeferido o pedido de efeito suspensivo, como no
presente caso, exaure-se a fase procedimental, não sendo admissível que o ato
decisório seja submetido a reexame na Corte local.
Nesse sentido, a jurisprudência deste Tribunal de Justiça:
“AGRAVO INTERNO. INDEFERIMENTO DE PEDIDO DE CONCESSÃO DE
EFEITO SUSPENSIVO. INCOMPORTABILIDADE. 1 - O Código de
Processo Civil não prevê a possibilidade de insurgência quanto à decisão
que aprecia o pedido de concessão de efeito suspensivo dos recursos
especial e extraordinário. 2 - De fato, são previstas expressamente as
hipóteses autorizadoras da interposição de recurso, silenciando-se naquelas
em que a insurgência é incomportável, como no caso da decisão que aprecia
o pedido de concessão do efeito suspensivo na órbita dos recursos especial
e extraordinário. 3 - Assim, uma vez indeferido o pedido de efeito suspensivo
pelo presidente ou vice-presidente, conforme o caso, esgota-se a atividade
jurisdicional, na espécie, de tal modo que o ato judicial não pode ser
reapreciado pelo mesmo prolator, ressalvada a hipótese de embargos de
declaração. Agravo interno não conhecido. (TJGO, Apelação (CPC)
0041902-39.2015.8.09.0176, Rel. GILBERTO MARQUES FILHO, Assessoria
para Assunto de Recursos Constitucionais, julgado em 02/05/2018, DJe de
02/05/2018).”
É o caso.
Ao teor do exposto, deixo de conhecer do recurso, ante sua manifesta
incomportabilidade.
É o voto.
Goiânia, 10 fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
02

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10423565034384657, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 116 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5245619.06.2017.8.09.0051

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10423565034384657, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 117 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5245619.06.2017.8.09.0051
EMENTA: AGRAVO INTERNO. DECISÃO QUE INDEFERE PEDIDO DE
CONCESSÃO DE EFEITO SUSPENSIVO AO RECURSO ESPECIAL
INCOMPORTABILIDADE. 1. Compete ao Presidente ou ao Vice-Presidente do
Tribunal recorrido, a análise do pedido de efeito suspensivo aos recursos especial e o
extraordinário, enquanto o recurso ainda pender de exame de admissibilidade, nos
termos do artigo 1029, § 5º, inciso III, do CPC. 2. O Código de Processo Civil não
prevê a possibilidade de insurgência em face da decisão que aprecia o pedido de
concessão de efeito suspensivo aos recursos especial e extraordinário (artigo 1030 §
2º). AGRAVO INTERNO NÃO CONHECIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463563034384655, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 118 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Conhecido e Não-Provido - Data da Movimentação


19/02/2020 08:33:18

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5278317.02.2016.8.09.0051
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : JOSÉ CARLOS SOARES FERREIRA
POLO PASSIVO : RESIDENCIAL BALNEARIO EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : JOSÉ CARLOS SOARES FERREIRA


ADVG. PARTE : 24802 GO - MARIO CESAR MONTEIRO DE CASTRO

PARTE INTIMADA : RESIDENCIAL BALNEARIO EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS


ADVG. PARTE : 20630 GO - SIDARTA STACIARINI ROCHA

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 119 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5278317.02.2016.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5278317.02.2016.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : JOSÉ CARLOS SOARES FERREIRA
AGRAVADO : RESIDENCIAL BALNEÁRIO EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS

EMENTA: AGRAVO INTERNO NO RECURSO


EXTRAORDINÁRIO. APLICAÇÃO DO ARTIGO 1.030,
INCISO I, ALÍNEA “A”, DO CÓDIGO DE PROCESSO
CIVIL. OFENSA AOS PRINCÍPIOS DO
CONTRADITÓRIO E DA AMPLA DEFESA. AUSÊNCIA
DE REPERCUSSÃO GERAL. TEMA 660/STF. I – Uma
vez que o Supremo Tribunal Federal decidiu pela
ausência de repercussão geral da questão suscitada por
se tratar de matéria infraconstitucional (ARE-RG
748.371/MT, Tema 660), irrazoáveis os argumentos
deduzidos no Agravo Interno no sentido de tornar
inaplicável a referida questão ao presente caso. II –
Encontrando-se a decisão objeto do Recurso
Extraordinário nos mesmos termos do representativo da
controvérsia, aplica-se o artigo 1.030, inciso I, alínea “a”,
do Código de Processo Civil. AGRAVO INTERNO
CONHECIDO E DESPROVIDO.

ACÓRDÃO

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10423561034384688, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 120 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5278317.02.2016.8.09.0051
VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Agravo Interno no Recurso
Extraordinário na Apelação Cível n. 5278317.02.2016.8.09.0051, da Comarca de
Goiânia.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em conhecer e desprover o
Agravo Interno, nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de
Justiça.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
25

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10423561034384688, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 121 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5278317.02.2016.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5278317.02.2016.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : JOSÉ CARLOS SOARES FERREIRA
AGRAVADO : RESIDENCIAL BALNEÁRIO EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Agravo Interno interposto por José Carlos Soares Ferreira


(Evento n. 144), em face da decisão que negou seguimento ao Recurso Extraordinário,
nos termos do artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, do Código de Processo Civil, em razão
do julgamento do recurso representativo da controvérsia pelo Supremo Tribunal
Federal – ARE n. 748.371/MT–Tema 660 (Evento n. 141).
Em suas razões, o agravante, com fundamentos reeditados e repetitivos,
alega que a decisão agravada aplicou de forma equivocada o referido paradigma.
Requer o provimento da insurgência, para o fim de conferir regular
processamento ao Recurso Extraordinário.
Preparo (Evento n. 144).
Contrarrazões (Evento n. 151).
É o relatório. Passo ao voto.
Presentes os pressupostos de admissibilidade, conheço do Agravo Interno,
sobretudo nos termos do artigo 1.030, § 2º, do Código de Processo Civil.
A decisão ora agravada negou seguimento ao Recurso Extraordinário, com
fundamento no artigo 1.030, inciso I, alínea "a", do Código de Processo Civil, em face
do julgamento de representativo da controvérsia – ARE n. 748.371/MT - Tema 660.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10423561034384688, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 122 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5278317.02.2016.8.09.0051
Pois bem.
Sobre o Tema 660, de pronto verifica-se que, muito embora o agravante tenha
deduzido a inaplicabilidade do tema em voga (ARE-RG n. 748.371/MT), não
apresentou fundamentos convincentes do aventado equívoco.
Ao apreciar a matéria, a Suprema Corte se manifestou pela inexistência de
repercussão geral da questão suscitada, por se tratar de matéria infraconstitucional.
Vejamos:
“Alegação de cerceamento do direito de defesa. Tema relativo à suposta
violação aos princípios do contraditório, da ampla defesa, dos limites da
coisa julgada e do devido processo legal. Julgamento da causa dependente
de prévia análise da adequada aplicação das normas infraconstitucionais.
Rejeição da repercussão geral.” (STF, Repercussão Geral no ARE-RG
748.371/MT, Rel. Min. Gilmar Mendes, DJe 01/08/2013)
Assim, incensurável o emprego do artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, do Código
de Processo Civil, uma vez que o Recurso Extraordinário baseou-se em hipotética
ofensa aos princípios do contraditório e da ampla defesa, sendo que é uníssona a
jurisprudência do Supremo Tribunal Federal no sentido de que configura ofensa
meramente reflexa ao texto constitucional a questão da suposta afronta a tais
postulados, se dependente de prévia violação de normas infraconstitucionais, no caso
dos autos, o Código de Processo Civil, o Código de Defesa do Consumidor e a Lei n.
9.307/96.
Ao teor do exposto, nego provimento ao presente Agravo Interno.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
25

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10423561034384688, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 123 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5278317.02.2016.8.09.0051
EMENTA: AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO.
APLICAÇÃO DO ARTIGO 1.030, INCISO I, ALÍNEA “A”, DO
CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. OFENSA AOS PRINCÍPIOS DO
CONTRADITÓRIO E DA AMPLA DEFESA. AUSÊNCIA DE
REPERCUSSÃO GERAL. TEMA 660/STF. I – Uma vez que o
Supremo Tribunal Federal decidiu pela ausência de repercussão geral
da questão suscitada por se tratar de matéria infraconstitucional (ARE-
RG 748.371/MT, Tema 660), irrazoáveis os argumentos deduzidos no
Agravo Interno no sentido de tornar inaplicável a referida questão ao
presente caso. II – Encontrando-se a decisão objeto do Recurso
Extraordinário nos mesmos termos do representativo da controvérsia,
aplica-se o artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, do Código de Processo
Civil. AGRAVO INTERNO CONHECIDO E DESPROVIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10453565034384681, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 124 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Não Conhecido - Data da Movimentação 19/02/2020


08:46:20

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5022296.23.2018.8.09.0082
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : VALDECI RODRIGUES DE SOUZA
POLO PASSIVO : AYMORÉ CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : AYMORÉ CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A


ADVG. PARTE : 221386 SP - HENRIQUE JOSÉ PARADA SIMÃO

PARTE INTIMADA : VALDECI RODRIGUES DE SOUZA


ADVGS. PARTE : 19728 MS - WELITON FREITAS GOMES MENEZES
14564 MS - MICHAEL PATRICK DE MORAES ASSIS

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 125 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5022296.23.2018.8.09.0082
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO NO RECURSO ESPECIAL NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5022296.23.2018.8.09.0082
COMARCA DE ITAJÁ
AGRAVANTE : AYMORÉ CRÉDITO, FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A
AGRAVADO : VALDECI RODRIGUES DE SOUZA

EMENTA: AGRAVO. RECURSO ESPECIAL.


NEGATIVA DE SEGUIMENTO. APLICAÇÃO
DE ENTENDIMENTO FIRMADO EM
RECURSO REPETITIVO. AGRAVO
INTERNO. Não se conhece de Agravo (artigo
1.042 do Código de Processo Civil de 2015)
interposto contra decisão que inadmite
Recurso Especial exarado no regime de
julgamento de recursos repetitivos, pois a
previsão legal estabelece o Agravo Interno
para tal finalidade (artigo 1.030, § 2º, do
referido Estatuto Processual). RECURSO NÃO
CONHECIDO.

ACÓRDÃO

VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Agravo no Recurso Especial


na Apelação Cível n. 5022296.23.2018.8.09.0082, da Comarca de itajá.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em não conhecer do Agravo,
nos termos do voto do Presidente-Relator.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10473560034384937, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 126 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5022296.23.2018.8.09.0082
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de
Justiça.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS
LEMES
Presidente
6

PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO NO RECURSO ESPECIAL NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5022296.23.2018.8.09.0082
COMARCA DE ITAJÁ
AGRAVANTE : AYMORÉ CRÉDITO, FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S/A
AGRAVADO : VALDECI RODRIGUES DE SOUZA

RELATÓRIO E
VOTO

Trata-se de Agravo interposto pela Aymoré Crédito, Financiamento e


Investimento S/A (Evento n. 65) contra decisão inserida no Evento n. 85 que, nos
termos do artigo 1.030, inciso I, alínea “b”, do Código de Processo Civil, negou
seguimento ao Recurso Especial (Evento n. 62), com supedâneo no

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10473560034384937, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 127 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5022296.23.2018.8.09.0082
posicionamentoestampado no recurso representativo da controvérsia julgado pelo
Superior Tribunal de Justiça (REsp n 1.061.530/RS – Tema 27).
Em suas razões, o agravante aduz que é ilegal a utilização da tabela price,
porquanto provoca a capitalização de juros sobre juros, vedada pela Súmula 121 do
STF.
Por derradeiro, requer o provimento da insurgência para o fim de conferir
regular processamento ao recurso.
Sem contrarrazões (Evento n. 72).
É o relatório.
Passo ao voto.
Analisando os pressupostos de admissibilidade do recurso, verifico a
existência de óbice intransponível ao seu conhecimento.
Com efeito, a nova sistemática processual civil instituída pela Lei n.
13.105/2015, dispõe que contra decisão que analisa admissibilidade de recursos
constitucionais, aplicando entendimento firmado em regime de repetitivo ou
repercussão geral caberá o Agravo Interno (artigo 1.030, § 2º, Código de Processo
Civil de 2015), caracterizando erro grosseiro o manejo do Agravo para as Cortes
Superiores (artigo 1.042 do Código de Processo Civil).
Expressam as normas referidas:
“Art. 1.030. Recebida a petição do recurso pela secretaria do tribunal, o
recorrido será intimado para apresentar contrarrazões no prazo de 15
(quinze) dias, findo o qual os autos serão conclusos ao presidente ou ao
vice-presidente do tribunal recorrido, que deverá: (Redação dada pela Lei nº
13.256, de 2016)
I – negar seguimento: (Incluído pela Lei nº 13.256, de 2016)
(…)
b) a recurso extraordinário ou a recurso especial interposto contra acórdão
que esteja em conformidade com entendimento do Supremo Tribunal
Federal ou do Superior Tribunal de Justiça, respectivamente, exarado no
regime de julgamento de recursos repetitivos; (Incluída pela Lei nº 13.256,
de 2016)
(…)
§ 2º Da decisão proferida com fundamento nos incisos I e III caberá agravo
interno, nos termos do art. 1.021.”
Na hipótese, a decisão atacada negou seguimento ao Recurso Especial
interposto, tendo em conta que o acórdão recorrido está em conformidade com o
julgamento proferido pelo Superior Tribunal de Justiça, exarado no regime de
julgamento de recursos repetitivos (artigo 1.030, inciso I, alínea “b”, Estatuto
Processual Civil de 2015), sendo, pois, comportável o Agravo Interno, conforme dicção

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10473560034384937, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 128 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5022296.23.2018.8.09.0082
do § 2º, do referido artigo.
Desta forma, incabível o presente Agravo, interposto sob a égide do Código
de Processo Civil, para combater decisão do Presidente deste Tribunal que inadmitiu o
Recurso Especial, com fundamento exclusivo em recurso repetitivo.
Ao teor do exposto, não conheço do recurso.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS
LEMES
Presidente
6

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10473560034384937, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 129 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5022296.23.2018.8.09.0082
EMENTA: AGRAVO. RECURSO ESPECIAL. NEGATIVA DE SEGUIMENTO.
APLICAÇÃO DE ENTENDIMENTO FIRMADO EM RECURSO REPETITIVO.
AGRAVO INTERNO. Não se conhece de Agravo (artigo 1.042 do Código de Processo
Civil de 2015) interposto contra decisão que inadmite Recurso Especial exarado no
regime de julgamento de recursos repetitivos, pois a previsão legal estabelece o
Agravo Interno para tal finalidade (artigo 1.030, § 2º, do referido Estatuto Processual).
RECURSO NÃO CONHECIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10493569034384936, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 130 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Conhecido e Não-Provido - Data da Movimentação


19/02/2020 08:48:08

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5126664.16.2017.8.09.0051
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : FELIPE EMANUEL DE JESUS SILVA ANTUNES
POLO PASSIVO : ESTADO DE GOIAS
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : FELIPE EMANUEL DE JESUS SILVA ANTUNES


ADVG. PARTE : 28253 GO - SANDRO DE ABREU SANTOS

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 131 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5126664.16.2017.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5126664.16.2017.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : FELIPE EMANUEL DE JESUS SILVA ANTUNES
AGRAVADO : ESTADO DE GOIÁS

EMENTA: AGRAVO INTERNO. RECURSO


EXTRAORDINÁRIO. APLICAÇÃO DO ARTIGO 1.030,
INCISO I, ALÍNEA “A”, DO CÓDIGO DE PROCESSO
CIVIL. Uma vez que a matéria versada no feito amolda-
se àquela apreciada pelo Supremo Tribunal Federal no
representativo da controvérsia indicado no ato agravado
(RE n. 632.853/CE - Tema 485), qual seja, “controle
jurisdicional do ato administrativo que avalia questões
em concurso público” e tendo o acórdão objeto do
Recurso Extraordinário julgado no mesmo
direcionamento do acórdão paradigma, nega-se
provimento ao Agravo Interno, atendendo-se ao art.
1.030, inciso I, alínea “a”, do CPC/2015. AGRAVO
INTERNO CONHECIDO E DESPROVIDO.

ACÓRDÃO

VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Agravo Interno no Recurso


Extraordinário na Apelação Cível n. 5126664.16.2017.8.09.0051, da Comarca de
Goiânia.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10453564034384664, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 132 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5126664.16.2017.8.09.0051
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em conhecer e desprover o
Agravo Interno, nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de
Justiça.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
25

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10453564034384664, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 133 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5126664.16.2017.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5126664.16.2017.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : FELIPE EMANUEL DE JESUS SILVA ANTUNES
AGRAVADO : ESTADO DE GOIÁS

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Agravo Interno interposto por Felipe Emanuel de Jesus Silva


Antunes (Evento n. 82), em face da decisão que negou seguimento ao Recurso
Extraordinário, nos termos do artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, do Código de Processo
Civil de 2015, em razão do julgamento do recurso representativo da controvérsia pelo
Supremo Tribunal Federal – RE n. 632.853/CE - Tema 485 (Evento n. 78).
Em suas razões, o agravante alega que a decisão agravada aplicou de forma
equivocada o referido paradigma.
Requer o provimento da insurgência, para o fim de conferir regular
processamento ao Recurso Extraordinário.
Agravante beneficiário da gratuidade da justiça (Evento n. 85).
Sem contrarrazões (Evento n. 89).
É o relatório. Passo ao voto.
Presentes os pressupostos de admissibilidade, conheço do Agravo Interno,
sobretudo nos termos do artigo 1.030, § 2º, do Código de Processo Civil de 2015.
O agravante insurge-se contra a decisão que negou seguimento ao Recurso
Extraordinário em face do julgamento de representativo da controvérsia – RE n.
632.853/CE - Tema 485.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10453564034384664, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 134 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5126664.16.2017.8.09.0051
Pois bem.
Verifica-se que a matéria versada no presente feito amolda-se, efetivamente,
àquela apreciada no recurso paradigma indicado no ato agravado (RE n. 632.853/CE -
Tema 485), em que a Suprema Corte manifestou-se definitivamente a respeito.
Confira-se:
“Recurso extraordinário com repercussão geral. 2. Concurso
público. Correção de prova. Não compete ao Poder Judiciário,
no controle de legalidade, substituir banca examinadora para
avaliar respostas dadas pelos candidatos e notas a elas
atribuídas. Precedentes. 3. Excepcionalmente, é permitido ao
Judiciário juízo de compatibilidade do conteúdo das questões
do concurso com o previsto no edital do certame. Precedentes.
4. Recurso extraordinário provido.”(STF, RE nº 632.853/CE,
Rel. Min. Gilmar Mendes, DJe 126, Publicado em 29/06/2015)
O acórdão objeto do Recurso Extraordinário, cuja ementa se vê no Evento n.
34, decidiu no mesmo direcionamento daquele estabelecido no recurso paradigma
acima transcrito. Vejamos:
“RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO ANULATÓRIA DE ATO
ADMINISTRATIVO. CONCURSO PÚBLICO. SOLDADO DE 3ª CLASSE.
EDITAL Nº 002/2016. PRETENSÃO DE ANULAÇÃO DE QUESTÕES.
CRITÉRIOS DE CORREÇÃO DA BANCA EXAMINADORA.
IMPOSSIBILIDADE DE REVISÃO JUDICIAL. MÉRITO ADMINISTRATIVO.
ATO MOTIVADO. A jurisprudência do colendo Superior Tribunal de Justiça é
pacífica no sentido de que a competência do Poder Judiciário limita-se ao
exame da legalidade das normas instituídas no edital e dos atos praticados
na realização do concurso, sendo vedada a análise dos critérios de
formulação de questões, de correção de provas, atribuição de notas aos
candidatos, matérias cuja responsabilidade é da Administração Pública,
excepcionadas as situações em que o vício da questão objetiva se manifesta
de forma evidente e insofismável, o que não se constata na espécie.
RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL CONHECIDO E DESPROVIDO.”
Nesse contexto, inviável o acolhimento da pretensão do agravante em
reformar a decisão agravada, pois o Recurso Extraordinário tratou de questão
constitucional decidida no mesmo sentido da orientação do Supremo Tribunal Federal,
tornando-se inafastável a aplicação do artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, do Código de
Processo Civil de 2015.
Ao teor do exposto, nego provimento ao presente Agravo Interno.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10453564034384664, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 135 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5126664.16.2017.8.09.0051
Presidente
25

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10453564034384664, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 136 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5126664.16.2017.8.09.0051
EMENTA: AGRAVO INTERNO. RECURSO EXTRAORDINÁRIO.
APLICAÇÃO DO ARTIGO 1.030, INCISO I, ALÍNEA “A”, DO
CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. Uma vez que a matéria versada no
feito amolda-se àquela apreciada pelo Supremo Tribunal Federal no
representativo da controvérsia indicado no ato agravado (RE n.
632.853/CE - Tema 485), qual seja, “controle jurisdicional do ato
administrativo que avalia questões em concurso público” e tendo o
acórdão objeto do Recurso Extraordinário julgado no mesmo
direcionamento do acórdão paradigma, nega-se provimento ao Agravo
Interno, atendendo-se ao art. 1.030, inciso I, alínea “a”, do CPC/2015.
AGRAVO INTERNO CONHECIDO E DESPROVIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403561034384661, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 137 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Não Conhecido - Data da Movimentação 19/02/2020


08:49:52

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5136901.20.2018.8.09.0134
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : MAYARA SANTOS ARAÚJO DANTAS
POLO PASSIVO : CONFEDERAÇÃO NACIONAL DE DIRIGENTES LOJISTAS (SPC BRASIL)
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : CONFEDERAÇÃO NACIONAL DE DIRIGENTES LOJISTAS (SPC BRASIL)


ADVG. PARTE : 81751 MG - VIVIAN MEIRA AVILA MORAES

PARTE INTIMADA : MAYARA SANTOS ARAÚJO DANTAS


ADVG. PARTE : 37405 GO - LINDOLFO GONÇALVES DE ANDRADE NETO

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 138 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5136901.20.2018.8.09.0134
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO NO RECURSO ESPECIAL NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5136901.20.2018.8.09.0134
COMARCA DE QUIRINÓPOLIS
AGRAVANTE : CONFEDERAÇÃO NACIONAL DE DIRIGENTES LOJISTAS (SPC
BRASIL)
AGRAVADA : MAYARA SANTOS ARAÚJO DANTAS

EMENTA: AGRAVO. RECURSO ESPECIAL.


NEGATIVA DE SEGUIMENTO. APLICAÇÃO DE
ENTENDIMENTO FIRMADO EM RECURSO
REPETITIVO. AGRAVO INTERNO. Não se conhece de
Agravo (artigo 1.042 do Código de Processo Civil de
2015) interposto contra decisão que inadmite Recurso
Especial exarado no regime de julgamento de recursos
repetitivos, prevê o Diploma Legal, o Agravo Interno para
tal finalidade (artigo 1.030, § 2º, do aludido Estatuto
Processual). RECURSO NÃO CONHECIDO.

ACÓRDÃO

VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Agravo no Recurso Especial


na Apelação Cível n. 5136901.20.2018.8.09.0134, da Comarca de Quirinópolis.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em não conhecer o Agravo
Interno, nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de
Justiça.
Goiânia, 10 de fevereiro 2020.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10443565034384916, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 139 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5136901.20.2018.8.09.0134
WALTER CARLOS LEMES
Presidente
18

PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO NO RECURSO ESPECIAL NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5136901.20.2018.8.09.0134
COMARCA DE QUIRINÓPOLIS
AGRAVANTE : CONFEDERAÇÃO NACIONAL DE DIRIGENTES LOJISTAS (SPC
BRASIL)
AGRAVADA : MAYARA SANTOS ARAÚJO DANTAS

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Agravo interposto por Confederação Nacional de Dirigentes


Lojistas (SPC Brasil) com fundamento no artigo 1.042 do Código de Processo Civil
(Evento n. 65), contra decisão constante do Evento n. 62 desta Presidência que, no
exercício do juízo de admissibilidade, negou seguimento ao Recurso Especial por estar
em consonância com o Tema 40 da sistemática de recursos repetitivos (REsps n.
1.061.134/RS e n. 1.062.336/RS).
Em suas razões, a agravante sustenta que: “[…] , deve se restringir à análise
dos aspectos formais, sem, entretanto, exercer qualquer apreciação do seu mérito.”
(Evento n. 65, p. 3)
Ao final, requer o provimento do presente Agravo para reformar a decisão
hostilizada a fim de processar o Recurso Especial.
Sem preparo.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10443565034384916, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 140 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5136901.20.2018.8.09.0134
Sem contrarrazões (Evento n. 69).
É o relatório. Passo ao voto.
Analisando os pressupostos de admissibilidade do recurso, verifico a
existência de óbice intransponível ao seu conhecimento.
Isto porque, segundo a dicção do artigo 1.042 do Código de Processo Civil,
ante a inadmissão de Recurso Especial ou Extraordinário, é cabível o Agravo para o
Superior Tribunal de Justiça ou Supremo Tribunal Federal, conforme o caso, salvo
quando a decisão se pautar em entendimento firmado em regime de repercussão geral
ou em julgamento de recursos repetitivos, o que é a hipótese dos autos.
Nesse caso, caberia o Agravo Interno com fundamento no artigo 1.021 do
mesmo Diploma Processual. Sobre o tema, eis a jurisprudência pacificada:
“PROCESSUAL CIVIL. DECISÃO QUE INADMITE RECURSO ESPECIAL.
INTERPOSIÇÃO DE AGRAVO INTERNO. RECURSO MANIFESTAMENTE
INCABÍVEL. ERRO GROSSEIRO. DEFICIÊNCIA DA FUNDAMENTAÇÃO.
RAZÕES RECURSAIS DISSOCIADAS. SÚMULA 284/STF. 1. É assente no
STJ que a interposição de Agravo Interno (art. 1.021, CPC/2015), em vez de
Agravo em Recurso Especial (art. 1.042 do CPC/2015) contra decisão que
não admite o Recurso Especial na origem, configura erro grosseiro que
inviabiliza a aplicação do princípio da fungibilidade recursal. 2. omissis 3.
omissis 4. As razões recursais estão dissociadas da motivação do acórdão
impugnado. Incidência, por analogia, do enunciado da Súmula 284/STF: ‘É
inadmissível o recurso extraordinário, quando a deficiência na sua
fundamentação não permitir a exata compreensão da controvérsia.’ 5.
Recurso Especial parcialmente conhecido e, nessa parte, não provido."
(REsp 1740831/PR, Relator Ministro Herman Benjamin, Segunda Turma,
julgado em 12/06/2018, DJe 26/11/2018).
Ao teor do exposto, deixo de conhecer do Agravo por incabível à espécie.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
18

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10443565034384916, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 141 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5136901.20.2018.8.09.0134
EMENTA: AGRAVO. RECURSO ESPECIAL. NEGATIVA DE SEGUIMENTO.
APLICAÇÃO DE ENTENDIMENTO FIRMADO EM RECURSO REPETITIVO.
AGRAVO INTERNO. Não se conhece de Agravo (artigo 1.042 do Código de Processo
Civil de 2015) interposto contra decisão que inadmite Recurso Especial exarado no
regime de julgamento de recursos repetitivos, prevê o Diploma Legal, o Agravo Interno
para tal finalidade (artigo 1.030, § 2º, do aludido Estatuto Processual). RECURSO
NÃO CONHECIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463564034384915, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 142 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Não Conhecido - Data da Movimentação 19/02/2020


08:52:02

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5078715.93.2017.8.09.0051
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : LUIZ CARLOS MENDES
POLO PASSIVO : ELETRA FUNDACAO CELG DE SEGUROS E PREVIDENCIA
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : LUIZ CARLOS MENDES


ADVG. PARTE : 17100 GO - MARCOS ROSA OSTROWSKYJ

PARTE INTIMADA : ELETRA FUNDACAO CELG DE SEGUROS E PREVIDENCIA


ADVGS. PARTE : 10691 GO - LUIZ FERNANDO BRUM DOS SANTOS
2373 GO - JOSÉ MARTINS FERREIRA

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 143 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5078715.93.2017.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO ESPECIAL NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5078715.93.2017.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : LUIZ CARLOS MENDES
AGRAVADA : ELETRA FUNDAÇÃO CELG DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA

EMENTA: AGRAVO INTERNO. DECISÃO QUE


INADMITE RECURSO ESPECIAL. NÃO CABIMENTO.
Em caso de inadmissão de Recurso Especial ou
Extraordinário, é cabível o Agravo para o Superior
Tribunal de Justiça ou Supremo Tribunal Federal (artigo
1.042 do Código de Processo Civil), conforme o caso,
salvo quando a decisão se pautar na aplicação de
entendimento firmado em regime de repercussão geral
ou em julgamento de recursos repetitivos, o que não é a
hipótese dos autos. AGRAVO INTERNO NÃO
CONHECIDO.

ACÓRDÃO

VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Agravo Interno no Recurso


Especial na Apelação Cível n. 5078715.93.2017.8.09.0051, da Comarca de Goiânia.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em não conhecer o Agravo

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463564034384672, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 144 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5078715.93.2017.8.09.0051
Interno, nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de
Justiça.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
09

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463564034384672, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 145 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5078715.93.2017.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO ESPECIAL NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5078715.93.2017.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : LUIZ CARLOS MENDES
AGRAVADA : ELETRA FUNDAÇÃO CELG DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Agravo Interno interposto por Luiz Carlos Mendes (Evento n. 68),
em face da decisão desta Presidência que, em exercício do juízo de admissibilidade,
inadmitiu o Recurso Especial, ante sua manifesta intempestividade (Evento n. 65).
Em suas razões, o agravante, com fulcro nos artigos 1.021 do Código de
Processo Civil e 258 do Regimento Interno do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás,
aduz que “(…) para contagem de prazos processuais, a nova redação dada pelo
Código de Processo Civil de 2015, passou-se a computar somente os dias úteis, ex vi
do art. 219 do CPC/2015. Assim, é importante saber que, além dos declarados em lei,
são considerados feriados, para efeito forense, os sábados, os domingos e os dias em
que por qualquer razão não houver expediente forense. (art. 216 CPC/2015). O que
não foi observado.”
Ao final, requer o provimento da insurgência para reformar a decisão que
inadmitiu o Recurso Especial interposto.
O recorrente é beneficiário da assistência judiciária (Evento n. 70).
Contrarrazões (Evento n. 74).

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463564034384672, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 146 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5078715.93.2017.8.09.0051
É o relatório. Passo ao voto.
Analisando os pressupostos de admissibilidade do recurso, verifico a
existência de óbice intransponível ao seu conhecimento.
Emerge, in casu, a dicção do artigo 1.042 do Código de Processo Civil, ao
estabelecer que, ante a inadmissão de Recurso Especial ou Extraordinário, é cabível o
Agravo para o Superior Tribunal de Justiça ou Supremo Tribunal Federal, conforme o
caso, salvo quando a decisão se pautar em entendimento firmado em regime de
repercussão geral ou em julgamento de recursos repetitivos, o que não é a hipótese
dos autos.
Sobre o tema, eis a provecta jurisprudência pacificada:
“PROCESSUAL CIVIL. DECISÃO QUE INADMITE RECURSO ESPECIAL.
INTERPOSIÇÃO DE AGRAVO INTERNO. RECURSO MANIFESTAMENTE
INCABÍVEL. ERRO GROSSEIRO. DEFICIÊNCIA DA FUNDAMENTAÇÃO.
RAZÕES RECURSAIS DISSOCIADAS. SÚMULA 284/STF.
1. É assente no STJ que a interposição de Agravo Interno (art. 1.021,
CPC/2015), em vez de Agravo em Recurso Especial (art. 1.042 do
CPC/2015) contra decisão que não admite o Recurso Especial na origem,
configura erro grosseiro que inviabiliza a aplicação do princípio da
fungibilidade recursal.
2. O Tribunal de origem firmou a compreensão de que ‘o agravo interno,
interposto com apoio no art. 1021 do NCPC, mostra-se inadequado pelas
regras atuais, já que há previsão específica de agravo dirigido às Cortes
Superiores, contra a decisão que inadmite recurso excepcional (art. 1.042,
do NCPC). Por conseguinte, o ato processual carrega a pecha denominada
pelos Tribunais Superiores de erro grosseiro, porquanto impede a aplicação
do princípio da fungibilidade recursal’.
3. A parte recorrente alega, por sua vez, que ‘por se tratar de relação
consumerista, não há se falar em culpa in elegendo ou culpa in vigilando,
visto que a responsabilidade, neste caso, é objetiva do prestador de serviço,
nos termos do art. 14 da Lei n°. 8.078/1990’.
4. As razões recursais estão dissociadas da motivação do acórdão
impugnado. Incidência, por analogia, do enunciado da Súmula 284/STF: ‘É
inadmissível o recurso extraordinário, quando a deficiência na sua
fundamentação não permitir a exata compreensão da controvérsia.’
5. Recurso Especial parcialmente conhecido e, nessa parte, não provido."
(REsp 1740831/PR, Rel. Ministro HERMAN BENJAMIN, SEGUNDA TURMA,
julgado em 12/06/2018, DJe 26/11/2018) (grifei)
“PROCESSUAL CIVIL. ADMINISTRATIVO. NÃO FORNECIMENTO DE
DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR. ALEGAÇÃO DE OCORRÊNCIA DE
DANOS. INTERPOSIÇÃO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO PARA
IMPUGNAR DECISÃO QUE NEGA SEGUIMENTO AO RECURSO
ESPECIAL. RECURSO INCABÍVEL. I- Para atacar a decisão que inadmite o
apelo especial, o recurso cabível é o agravo previsto no art. 1.042 do Código

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463564034384672, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 147 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5078715.93.2017.8.09.0051
de Processo Civil de 2015. Ressalte-se que a interposição equivocada de
recurso quando há expressa disposição legal e ausente dúvida objetiva,
constitui manifesto erro grosseiro. Dessa forma, inaplicável o princípio da
fungibilidade II - Agravo interno improvido." (STJ, Rel. Min. Francisco Falcão,
AgInt no AREsp 1004764/AP, Segunda Turma, DJ de 13/06/2017) (Grifei)
Ao teor do exposto, deixo de conhecer do Agravo Interno porque
manifestamente incabível.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
09

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463564034384672, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 148 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5078715.93.2017.8.09.0051
AGRAVO INTERNO. DECISÃO QUE INADMITE RECURSO
ESPECIAL. NÃO CABIMENTO. Em caso de inadmissão de Recurso
Especial ou Extraordinário, é cabível o Agravo para o Superior Tribunal
de Justiça ou Supremo Tribunal Federal (artigo 1.042 do Código de
Processo Civil), conforme o caso, salvo quando a decisão se pautar na
aplicação de entendimento firmado em regime de repercussão geral ou
em julgamento de recursos repetitivos, o que não é a hipótese dos
autos. AGRAVO INTERNO NÃO CONHECIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10433560034384679, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 149 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Conhecido e Não-Provido - Data da Movimentação


19/02/2020 08:53:54

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5103313.48.2016.8.09.0051
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : MARIA APARECIDA REIS
POLO PASSIVO : MUNICIPIO DE GOIANIA
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : MARIA APARECIDA REIS


ADVG. PARTE : 28253 GO - SANDRO DE ABREU SANTOS

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 150 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5103313.48.2016.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5103313.48.2016.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : MARIA APARECIDA REIS
AGRAVADO : MUNICÍPIO DE GOIÂNIA

EMENTA: AGRAVO INTERNO. RECURSO


EXTRAORDINÁRIO. APLICAÇÃO DO ARTIGO 1.030,
INCISO I, ALÍNEA “A”, DO CÓDIGO DE PROCESSO
CIVIL. Uma vez que a matéria versada no feito amolda-
se àquela apreciada pelo Supremo Tribunal Federal no
representativo da controvérsia indicado no ato agravado
(RE n. 837.311/PI - TEMA 784), qual seja, “direito à
nomeação de candidatos aprovados fora do número de
vagas previstas no edital de concurso público no caso de
surgimento de novas vagas durante o prazo de validade
do certame” e tendo o acórdão objeto do Recurso
Extraordinário julgado no mesmo direcionamento do
acórdão paradigma, nega-se provimento ao Agravo
Interno, atendendo-se ao artigo 1.030, inciso I, alínea
“a”, do CPC/2015. AGRAVO INTERNO CONHECIDO E
DESPROVIDO.

ACÓRDÃO

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463568034384218, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 151 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5103313.48.2016.8.09.0051
VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Agravo Interno no Recurso
Extraordinário na Apelação Cível n. 5103313.48.2016.8.09.0051, da Comarca de
Goiânia.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em conhecer e desprover o
Agravo Interno, nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de
Justiça.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
25

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463568034384218, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 152 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5103313.48.2016.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5103313.48.2016.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : MARIA APARECIDA REIS
AGRAVADO : MUNICÍPIO DE GOIÂNIA

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Agravo Interno interposto por Maria Aparecida Reis (Evento n.


107), em face da decisão que negou seguimento ao Recurso Extraordinário, nos
termos do artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, do Código de Processo Civil, em razão do
julgamento do recurso representativo da controvérsia pelo Supremo Tribunal Federal –
RE n. 837.311/PI - Tema 784 (Evento n. 102).
Em suas razões, a agravante alega que a decisão agravada aplicou de forma
equivocada o referido paradigma.
Requer o provimento da insurgência, para o fim de conferir regular
processamento ao Recurso Extraordinário.
Preparo (Evento n. 107)
Contrarrazões (Evento n. 115).
É o relatório. Passo ao voto.
Presentes os pressupostos de admissibilidade, conheço do Agravo Interno,

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463568034384218, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 153 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5103313.48.2016.8.09.0051
sobretudo nos termos do artigo 1.030, § 2º, do Código de Processo Civil.
A agravante insurge-se contra a decisão que negou seguimento ao Recurso
Extraordinário em face do julgamento de representativo da controvérsia – RE n.
837.311/PI - Tema 784.
Quanto ao Tema 784, o colendo Supremo Tribunal Federal manifestou-se
definitivamente a respeito do direito subjetivo à nomeação do candidato aprovado em
concurso público, consoante se vê da tese fixada. Confira-se:
“RECURSO EXTRAORDINÁRIO. CONSTITUCIONAL E ADMINISTRATIVO.
REPERCUSSÃO GERAL RECONHECIDA. TEMA 784 DO PLENÁRIO
VIRTUAL. CONTROVÉRSIA SOBRE O DIREITO SUBJETIVO À
NOMEAÇÃO DE CANDIDATOS APROVADOS ALÉM DO NÚMERO DE
VAGAS PREVISTAS NO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO NO CASO DE
SURGIMENTO DE NOVAS VAGAS DURANTE O PRAZO DE VALIDADE
DO CERTAME. MERA EXPECTATIVA DE DIREITO À NOMEAÇÃO.
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. SITUAÇÕES EXCEPCIONAIS. IN CASU, A
ABERTURA DE NOVO CONCURSO PÚBLICO FOI ACOMPANHADA DA
DEMONSTRAÇÃO INEQUÍVOCA DA NECESSIDADE PREMENTE E
INADIÁVEL DE PROVIMENTO DOS CARGOS. INTERPRETAÇÃO DO
ART. 37, IV, DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA DE 1988. ARBÍTRIO.
PRETERIÇÃO. CONVOLAÇÃO EXCEPCIONAL DA MERA EXPECTATIVA
EM DIREITO SUBJETIVO À NOMEAÇÃO. PRINCÍPIOS DA EFICIÊNCIA,
BOA-FÉ, MORALIDADE, IMPESSOALIDADE E DA PROTEÇÃO DA
CONFIANÇA. FORÇA NORMATIVA DO CONCURSO PÚBLICO.
INTERESSE DA SOCIEDADE. RESPEITO À ORDEM DE APROVAÇÃO.
ACÓRDÃO RECORRIDO EM SINTONIA COM A TESE ORA DELIMITADA.
RECURSO EXTRAORDINÁRIO A QUE SE NEGA PROVIMENTO. 1. O
postulado do concurso público traduz-se na necessidade essencial de o
Estado conferir efetividade a diversos princípios constitucionais, corolários
do merit system, dentre eles o de que todos são iguais perante a lei, sem
distinção de qualquer natureza (CRFB/88, art. 5º, caput). 2. O edital do
concurso com número específico de vagas, uma vez publicado, faz exsurgir
um dever de nomeação para a própria Administração e um direito à
nomeação titularizado pelo candidato aprovado dentro desse número de
vagas. Precedente do Plenário: RE 598.099 - RG, Relator Min. Gilmar
Mendes, Tribunal Pleno, DJe 03-10-2011. 3. O Estado Democrático de
Direito republicano impõe à Administração Pública que exerça sua
discricionariedade entrincheirada não, apenas, pela sua avaliação unilateral
a respeito da conveniência e oportunidade de um ato, mas, sobretudo, pelos
direitos fundamentais e demais normas constitucionais em um ambiente de
perene diálogo com a sociedade. 4. O Poder Judiciário não deve atuar como
“Administrador Positivo”, de modo a aniquilar o espaço decisório de
titularidade do administrador para decidir sobre o que é melhor para a
Administração: se a convocação dos últimos colocados de concurso público
na validade ou a dos primeiros aprovados em um novo concurso. Essa
escolha é legítima e, ressalvadas as hipóteses de abuso, não encontra
obstáculo em qualquer preceito constitucional. 5. Consectariamente, é
cediço que a Administração Pública possui discricionariedade para,
observadas as normas constitucionais, prover as vagas da maneira que
melhor convier para o interesse da coletividade, como verbi gratia, ocorre

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463568034384218, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 154 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5103313.48.2016.8.09.0051
quando, em função de razões orçamentárias, os cargos vagos só possam
ser providos em um futuro distante, ou, até mesmo, que sejam extintos, na
hipótese de restar caracterizado que não mais serão necessários. 6. A
publicação de novo edital de concurso público ou o surgimento de novas
vagas durante a validade de outro anteriormente realizado não caracteriza,
por si só, a necessidade de provimento imediato dos cargos. É que, a
despeito da vacância dos cargos e da publicação do novo edital durante a
validade do concurso, podem surgir circunstâncias e legítimas razões de
interesse público que justifiquem a inocorrência da nomeação no curto
prazo, de modo a obstaculizar eventual pretensão de reconhecimento do
direito subjetivo à nomeação dos aprovados em colocação além do número
de vagas. Nesse contexto, a Administração Pública detém a prerrogativa de
realizar a escolha entre a prorrogação de um concurso público que esteja na
validade ou a realização de novo certame. 7. A tese objetiva assentada em
sede desta repercussão geral é a de que o surgimento de novas vagas ou a
abertura de novo concurso para o mesmo cargo, durante o prazo de validade
do certame anterior, não gera automaticamente o direito à nomeação dos
candidatos aprovados fora das vagas previstas no edital, ressalvadas as
hipóteses de preterição arbitrária e imotivada por parte da administração,
caracterizadas por comportamento tácito ou expresso do Poder Público
capaz de revelar a inequívoca necessidade de nomeação do aprovado
durante o período de validade do certame, a ser demonstrada de forma
cabal pelo candidato. Assim, a discricionariedade da Administração quanto à
convocação de aprovados em concurso público fica reduzida ao patamar
zero (Ermessensreduzierung auf Null), fazendo exsurgir o direito subjetivo à
nomeação, verbi gratia, nas seguintes hipóteses excepcionais: I) Quando a
aprovação ocorrer dentro do número de vagas dentro do edital (RE 598.099);
II) Quando houver preterição na nomeação por não observância da ordem
de classificação (Súmula 15 do STF); III) Quando surgirem novas vagas, ou
for aberto novo concurso durante a validade do certame anterior, e ocorrer a
preterição de candidatos aprovados fora das vagas de forma arbitrária e
imotivada por parte da administração nos termos acima. 8. In casu,
reconhece-se, excepcionalmente, o direito subjetivo à nomeação aos
candidatos devidamente aprovados no concurso público, pois houve, dentro
da validade do processo seletivo e, também, logo após expirado o referido
prazo, manifestações inequívocas da Administração piauiense acerca da
existência de vagas e, sobretudo, da necessidade de chamamento de novos
Defensores Públicos para o Estado. 9. Recurso Extraordinário a que se nega
provimento.” (Tema 784 - RE 837311, Relator(a): Min. LUIZ FUX, Tribunal
Pleno, julgado em 09/12/2015, PROCESSO ELETRÔNICO REPERCUSSÃO
GERAL - MÉRITO DJe-072 DIVULG 15-04-2016 PUBLIC 18-04-2016)
O acórdão objeto do Recurso Extraordinário, cuja ementa se vê no Evento n.
60, decidiu no mesmo direcionamento daquele estabelecido no recurso paradigma
acima transcrito. Vejamos:
“APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DECLARATÓRIA. CONCURSO PÚBLICO.
APROVAÇÃO EM CADASTRO DE RESERVA. MERA EXPECTATIVA DE
DIREITO. DISCRICIONARIEDADE DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. 1 –
Uma vez que a recorrente figura em cadastro de reserva, há para ela mera
expectativa de direito à nomeação, o que significa que a administração,
dentro de seu poder discricionário e atendendo aos seus interesses, poderá

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463568034384218, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 155 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5103313.48.2016.8.09.0051
nomear livremente os candidatos nessa situação, de acordo com os critérios
de conveniência e oportunidade. 2 – A contratação temporária não constitui
automaticamente ato ilegal, não caracteriza, por si, preterição da recorrente,
nem autoriza a conclusão de que tenham automaticamente surgido vagas
correlatas no quadro efetivo a ensejar o chamamento de candidatos
aprovados. O intento exige prova da identidade de funções do cargo efetivo
e das que são desempenhadas por pessoal admitido a título precário,
situação não verificada nos presentes autos. APELAÇÃO CÍVEL
CONHECIDA E DESPROVIDA.”
Nesse contexto, inviável o acolhimento da pretensão da agravante em
reformar a decisão agravada, pois o Recurso Extraordinário tratou de questão
constitucional decidida no mesmo sentido da orientação do Supremo Tribunal Federal,
tornando-se inafastável a aplicação do artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, do Código de
Processo Civil.
Ao teor do exposto, nego provimento ao presente Agravo Interno.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
25

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463568034384218, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 156 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5103313.48.2016.8.09.0051
EMENTA: AGRAVO INTERNO. RECURSO EXTRAORDINÁRIO.
APLICAÇÃO DO ARTIGO 1.030, INCISO I, ALÍNEA “A”, DO
CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. Uma vez que a matéria versada no
feito amolda-se àquela apreciada pelo Supremo Tribunal Federal no
representativo da controvérsia indicado no ato agravado (RE n.
837.311/PI - TEMA 784), qual seja, “direito à nomeação de candidatos
aprovados fora do número de vagas previstas no edital de concurso
público no caso de surgimento de novas vagas durante o prazo de
validade do certame” e tendo o acórdão objeto do Recurso
Extraordinário julgado no mesmo direcionamento do acórdão
paradigma, nega-se provimento ao Agravo Interno, atendendo-se ao
artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, do CPC/2015. AGRAVO INTERNO
CONHECIDO E DESPROVIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10433567034384276, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 157 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Despacho - Data da Movimentação 16/02/2020


23:12:25

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5721142.44.2019.8.09.0000
CLASSE PROCESSUAL : Mandado de Segurança (CF; Lei 12016/2009)
POLO ATIVO : LMEL
POLO PASSIVO : DRHRSSGCCT
SEGREDO JUSTIÇA : SIM

PARTE INTIMADA : LMEL


ADVG. PARTE : 23523 GO - DYOGO CROSARA

- PROCESSO EM SEGREDO DE JUSTIÇA. OS ARQUIVOS DA INTIMAÇÃO NÃO FORAM PUBLICADOS.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 158 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Conhecido e Não-Provido - Data da Movimentação


19/02/2020 08:56:21

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 0061770.53.2016.8.09.0051
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : JOSIEL ANTONIO LISBOA
POLO PASSIVO : MUNICIPIO DE GOIANIA
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : JOSIEL ANTONIO LISBOA


ADVG. PARTE : 28253 GO - SANDRO DE ABREU SANTOS

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 159 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0061770.53.2016.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


0061770.53.2016.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : JOSIEL ANTÔNIO LISBOA
AGRAVADO : MUNICÍPIO DE GOIÂNIA

EMENTA: AGRAVO INTERNO. RECURSO


EXTRAORDINÁRIO. DECISÃO DENEGATÓRIA
FUNDAMENTADA EM REPERCUSSÃO GERAL.
APLICAÇÃO DO ARTIGO 1.030, INCISO I, ALÍNEA
“A”, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. Uma vez que
a matéria versada no presente feito amolda-se àquela
apreciada pelo Supremo Tribunal Federal no julgamento
do representativo da controvérsia (RE n. 837.311/PI -
Tema 784) e tendo o acórdão objeto do Recurso
Extraordinário julgado no mesmo direcionamento do
acórdão paradigma, nega-se provimento ao Agravo
Interno. AGRAVO INTERNO CONHECIDO E
DESPROVIDO.

ACÓRDÃO

VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Agravo Interno no Recurso


Extraordinário na Apelação Cível n. 0061770.53.2016.8.09.0051, da Comarca de
Goiânia.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463564034384249, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 160 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0061770.53.2016.8.09.0051
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em conhecer e desprover o
Agravo Interno, nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de
Justiça.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
16

PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


0061770.53.2016.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : JOSIEL ANTÔNIO LISBOA
AGRAVADO : MUNICÍPIO DE GOIÂNIA

RELATÓRIO E VOTO

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463564034384249, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 161 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0061770.53.2016.8.09.0051
Trata-se de Agravo Interno interposto por Josiel Antônio Lisboa (mov. 121),
em face da decisão inserida na mov. 115 que, nos termos do artigo 1.030, inciso I,
alínea “a”, do Código de Processo Civil, negou seguimento ao Recurso Extraordinário
(mov. 99) com supedâneo no posicionamento estampado no recurso representativo da
controvérsia julgado pelo Supremo Tribunal Federal (RE n. 837.311/PI - Tema 784).
Em suas razões, o agravante aduz que :
“O concurso público é via eleita pelo legislador
constituinte para promoção e investidura em cargos
públicos, através da seleção dos profissionais mais
capacitados, como é o caso da Agravante, que participou
de concurso público de provas, sagrando-se então
devidamente APROVADO, nos termos consagrados no artigo
37, inciso II da Constituição Federal”.
Prossegue defendendo que:
“Conforme entendimento do Supremo Tribunal Federal, a
mera expectativa de direito convola-se em Direito
Subjetivo à nomeação quando surgirem novas vagas e
ocorrem preterição arbitrária e imotivada pela
Administração Pública, DURANTE A VALIDADE DO CERTAME”.
Por derradeiro, requer o provimento da insurgência, para o fim de conferir
regular processamento ao recurso.
O agravante beneficiário da gratuidade da justiça (mov. 3, item 06).
Contrarrazões (mov. 126).
É o relatório. Passo ao voto.
Presentes os pressupostos de admissibilidade, conheço do Agravo Interno,
sobretudo nos termos do artigo 1.030, § 2º, do Código de Processo Civil.
O agravante insurge-se contra a decisão que negou seguimento ao Recurso
Extraordinário, em face do julgamento de representativo da controvérsia - RE n.
837.311/PI - Tema 784.
Pois bem, analisando detidamente os autos, vislumbro que razão não assiste
ao agravante. Explico.
Verifica-se que a matéria versada no presente feito amolda-se, efetivamente,
àquela apreciada no recurso paradigma indicado no ato agravado (RE n. 837.311/PI -
Tema 784), em que a Suprema Corte manifestou-se definitivamente a respeito.
Confira-se:
“RECURSO EXTRAORDINÁRIO. CONSTITUCIONAL E ADMINISTRATIVO.
REPERCUSSÃO GERAL RECONHECIDA. TEMA 784 DO PLENÁRIO
VIRTUAL. CONTROVÉRSIA SOBRE O DIREITO SUBJETIVO À
NOMEAÇÃO DE CANDIDATOS APROVADOS ALÉM DO NÚMERO DE VAGAS
PREVISTAS NO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO NO CASO DE
SURGIMENTO DE NOVAS VAGAS DURANTE O PRAZO DE VALIDADE DO

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463564034384249, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 162 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0061770.53.2016.8.09.0051
CERTAME. MERA EXPECTATIVA DE DIREITO À NOMEAÇÃO.
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. SITUAÇÕES EXCEPCIONAIS. IN CASU, A
ABERTURA DE NOVO CONCURSO PÚBLICO FOI ACOMPANHADA DA
DEMONSTRAÇÃO INEQUÍVOCA DA NECESSIDADE PREMENTE E
INADIÁVEL DE PROVIMENTO DOS CARGOS. INTERPRETAÇÃO DO ART.
37, IV, DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA DE 1988. ARBÍTRIO.
PRETERIÇÃO. CONVOLAÇÃO EXCEPCIONAL DA MERA EXPECTATIVA EM
DIREITO SUBJETIVO À NOMEAÇÃO. PRINCÍPIOS DA EFICIÊNCIA,
BOA-FÉ, MORALIDADE, IMPESSOALIDADE E DA PROTEÇÃO DA
CONFIANÇA. FORÇA NORMATIVA DO CONCURSO PÚBLICO. INTERESSE
DA SOCIEDADE. RESPEITO À ORDEM DE APROVAÇÃO. ACÓRDÃO
RECORRIDO EM SINTONIA COM A TESE ORA DELIMITADA. RECURSO
EXTRAORDINÁRIO A QUE SE NEGA PROVIMENTO. 1. O postulado
do concurso público traduz-se na necessidade essencial de
o Estado conferir efetividade a diversos princípios
constitucionais, corolários do merit system, dentre eles
o de que todos são iguais perante a lei, sem distinção de
qualquer natureza (CRFB/88, art. 5º, caput). 2. O edital
do concurso com número específico de vagas, uma vez
publicado, faz exsurgir um dever de nomeação para a
própria Administração e um direito à nomeação
titularizado pelo candidato aprovado dentro desse número
de vagas. Precedente do Plenário: RE 598.099 - RG,
Relator Min. Gilmar Mendes, Tribunal Pleno, DJe 03-10-
2011. 3. O Estado Democrático de Direito republicano
impõe à Administração Pública que exerça sua
discricionariedade entrincheirada não, apenas, pela sua
avaliação unilateral a respeito da conveniência e
oportunidade de um ato, mas, sobretudo, pelos direitos
fundamentais e demais normas constitucionais em um
ambiente de perene diálogo com a sociedade. 4. O Poder
Judiciário não deve atuar como ‘Administrador Positivo’,
de modo a aniquilar o espaço decisório de titularidade do
administrador para decidir sobre o que é melhor para a
Administração: se a convocação dos últimos colocados de
concurso público na validade ou a dos primeiros aprovados
em um novo concurso. Essa escolha é legítima e,
ressalvadas as hipóteses de abuso, não encontra obstáculo
em qualquer preceito constitucional.5. Consectariamente,
é cediço que a Administração Pública possui
discricionariedade para, observadas as normas
constitucionais, prover as vagas da maneira que melhor
convier para o interesse da coletividade, como verbi
gratia, ocorre quando, em função de razões orçamentárias,
os cargos vagos só possam ser providos em um futuro
distante, ou, até mesmo, que sejam extintos, na hipótese
de restar caracterizado que não mais serão necessários.
6. A publicação de novo edital de concurso público ou o
surgimento de novas vagas durante a validade de outro
anteriormente realizado não caracteriza, por si só, a
necessidade de provimento imediato dos cargos. É que, a
despeito da vacância dos cargos e da publicação do novo

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463564034384249, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 163 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0061770.53.2016.8.09.0051
edital durante a validade do concurso, podem surgir
circunstâncias e legítimas razões de interesse público
que justifiquem a inocorrência da nomeação no curto
prazo, de modo a obstaculizar eventual pretensão de
reconhecimento do direito subjetivo à nomeação dos
aprovados em colocação além do número de vagas. Nesse
contexto, a Administração Pública detém a prerrogativa de
realizar a escolha entre a prorrogação de um concurso
público que esteja na validade ou a realização de novo
certame. 7. A tese objetiva assentada em sede desta
repercussão geral é a de que o surgimento de novas vagas
ou a abertura de novo concurso para o mesmo cargo,
durante o prazo de validade do certame anterior, não gera
automaticamente o direito à nomeação dos candidatos
aprovados fora das vagas previstas no edital, ressalvadas
as hipóteses de preterição arbitrária e imotivada por
parte da administração, caracterizadas por comportamento
tácito ou expresso do Poder Público capaz de revelar a
inequívoca necessidade de nomeação do aprovado durante o
período de validade do certame, a ser demonstrada de
forma cabal pelo candidato. Assim, a discricionariedade
da Administração quanto à convocação de aprovados em
concurso público fica reduzida ao patamar zero
(Ermessensreduzierung auf Null), fazendo exsurgir o
direito subjetivo à nomeação, verbi gratia, nas seguintes
hipóteses excepcionais: I) Quando a aprovação ocorrer
dentro do número de vagas dentro do edital (RE 598.099);
II) Quando houver preterição na nomeação por não
observância da ordem de classificação (Súmula 15 do STF);
III) Quando surgirem novas vagas, ou for aberto novo
concurso durante a validade do certame anterior, e
ocorrer a preterição de candidatos aprovados fora das
vagas de forma arbitrária e imotivada por parte da
administração nos termos acima. 8. In casu, reconhece-se,
excepcionalmente, o direito subjetivo à nomeação aos
candidatos devidamente aprovados no concurso público,
pois houve, dentro da validade do processo seletivo e,
também, logo após expirado o referido prazo,
manifestações inequívocas da Administração piauiense
acerca da existência de vagas e, sobretudo, da
necessidade de chamamento de novos Defensores Públicos
para o Estado. 9. Recurso Extraordinário a que se nega
provimento.” (STF, RE nº 837311/PI, Rel. Min. Luiz Fux,
DJe 072, Publicado em 18/04/2016).
O acórdão objeto do Recurso Extraordinário, cuja ementa se vê na mov. 77,
decidiu no mesmo direcionamento daquele estabelecido no recurso paradigma acima
transcrito. Veja-se:
“APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DECLARATÓRIA DE DIREITO À
NOMEAÇÃO / POSSE EM CARGO PÚBLICO DA PREFEITURA DE
GOIÂNIA C/C OBRIGAÇÃO DE FAZER. CANDIDATO APROVADO PARA

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463564034384249, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 164 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0061770.53.2016.8.09.0051
CADASTRO DE RESERVA. MERA EXPECTATIVA DE DIREITO À
NOMEAÇÃO. 1 – Não se reconhece o direito subjetivo dos
impetrantes à nomeação no cargo público para o qual foi
aprovado, quando fora das vagas previstas no edital, faz
parte do cadastro de reserva, e este direito somente
surge quando demonstrada a existência de novas vagas,
pelo motivo já delineado, preterição ou violação da ordem
de classificação dos candidatos nomeados, ou, ainda,
através da contratação irregular para a vaga, ainda na
vigência do concurso público; ou a abertura de novo
certame ainda na vigência do anterior. RECURSO CONHECIDO
E DESPROVIDO.”
Nesse contexto, inviável a pretensão da agravante de reformar a decisão
agravada, visto que está em perfeita consonância com o paradigma julgado pela
Suprema Corte, no tocante ao direito à nomeação de candidatos fora do número de
vagas previstas no edital de concurso público em caso de surgimento de novas vagas
durante o prazo de validade do certame, tornando-se inafastável a aplicação do artigo
1.030, inciso I, alínea “a”, Código de Processo Civil.
Ao teor do exposto, nego provimento ao presente Agravo Interno.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
16

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463564034384249, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 165 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0061770.53.2016.8.09.0051
EMENTA: AGRAVO INTERNO. RECURSO EXTRAORDINÁRIO. DECISÃO
DENEGATÓRIA FUNDAMENTADA EM REPERCUSSÃO GERAL. APLICAÇÃO DO
ARTIGO 1.030, INCISO I, ALÍNEA “A”, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. Uma
vez que a matéria versada no presente feito amolda-se àquela apreciada pelo
Supremo Tribunal Federal no julgamento do representativo da controvérsia (RE n.
837.311/PI - Tema 784) e tendo o acórdão objeto do Recurso Extraordinário julgado no
mesmo direcionamento do acórdão paradigma, nega-se provimento ao Agravo Interno.
AGRAVO INTERNO CONHECIDO E DESPROVIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10453560034384244, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 166 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Não Conhecido - Data da Movimentação 19/02/2020


08:58:22

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 0108228.65.2015.8.09.0051
CLASSE PROCESSUAL : Mandado de Segurança (CF; Lei 12016/2009)
POLO ATIVO : NOVA MIX INDUSTRIAL E COMERCIAL DE ALIMENTOS LTDA
POLO PASSIVO : SUPERINTENDENTE DA ADMINISTRACAO TRIBUTARIA DA SECRETARIA DA
FAZENDA DE GOIAS
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : NOVA MIX INDUSTRIAL E COMERCIAL DE ALIMENTOS LTDA


ADVG. PARTE : 162201 SP - PATRICIA CRISTINA CAVALLO

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 167 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0108228.65.2015.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

Gabinete da Presidência

AGRAVO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL NO


MANDADO DE SEGURANÇA N. 0108228.65.2015.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : NOVA MIX INDUSTRIAL E COMERCIAL DE ALIMENTOS LTDA
AGRAVADO : ESTADO DE GOIÁS

EMENTA: AGRAVO. RECURSO EXTRAORDINÁRIO.


NEGATIVA DE SEGUIMENTO. APLICAÇÃO DE
ENTENDIMENTO FIRMADO EM REGIME DE
REPERCUSSÃO GERAL. AGRAVO INTERNO. Não se
conhece de Agravo (artigo 1.042 do Código de Processo
Civil de 2015) interposto contra decisão que nega
seguimento a Recurso Extraordinário com fundamento
na aplicação de entendimento exarado no regime de
repercussão geral, pois a previsão legal estabelece o
Agravo Interno para tal finalidade (artigo 1.030, § 2º, do
referido Estatuto Processual). AGRAVO NÃO
CONHECIDO.

ACÓRDÃO

VISTOS, relatados e discutidos estes autos


de Agravo no Recurso Extraordinário na Apelação Cível no Mandado de Segurança n.
0108228.65.2015.8.09.0051, da Comarca de Goiânia.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado
de Goiás, em sessão pelos integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos,
em não conhecer do Agravo, nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Des. Walter Carlos
Lemes.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10413565034384215, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 168 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0108228.65.2015.8.09.0051
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro
Peternella, Procuradora de Justiça.
Goiânia,10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
15

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10413565034384215, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 169 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0108228.65.2015.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

Gabinete da Presidência

AGRAVO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL NO


MANDADO DE SEGURANÇA N. 0108228.65.2015.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : NOVA MIX INDUSTRIAL E COMERCIAL DE ALIMENTOS LTDA
AGRAVADO : ESTADO DE GOIÁS

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Agravo no Recurso Extraordinário na Apelação Cível no Mandado


de Segurança (Evento n. 91), interposto pela Nova Mix Industrial e Comercial de
Alimentos, em face da decisão inserida no Evento n. 86. que, nos termos do artigo
1.030, inciso I, alínea “a”, do Código de Processo Civil de 2015, negou seguimento ao
Recurso Extraordinário, em razão do julgamento do recurso representativo da
controvérsia pelo Supremo Tribunal Federal (RE n. ARE n. 748.371/MT – Tema 660).
Em apartada síntese, a agravante suscita os mesmos argumentos do Recurso
Extraordinário de que houve violação aos dispositivos constitucionais e de que não
pode ficar sem as mercadorias para exercer a atividade profissional, postulando o
prosseguimento do Recurso Extraordinário à Suprema Corte.
Contrarrazões (Evento n. 94).
É o relatório. Passo ao voto.
Analisando os pressupostos de admissibilidade do recurso, verifico a
existência de óbice ao seu conhecimento.
A agravante insurge-se contra a decisão que negou seguimento ao Recurso
Extraordinário em face do julgamento de representativo da controvérsia - RE nº ARE

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10413565034384215, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 170 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0108228.65.2015.8.09.0051
nº 748.371/MT – Tema 660 .
Pois bem.
Com efeito, a nova sistemática processual civil instituída pela Lei n.
13.105/2015 dispõe que contra decisão que analisa admissibilidade de recursos
constitucionais, aplicando entendimento firmado em regime de repetitivo ou
repercussão geral, cabe o Agravo Interno (artigo 1.030, § 2º, Código de Processo
Civil), caracterizando erro grosseiro o manejo do Agravo para o Supremo Tribunal
Federal (artigo 1.042 do Código de Processo Civil de 2015).
Expressam as normas referidas:
“Art. 1.030. Recebida a petição do recurso pela secretaria do tribunal, o
recorrido será intimado para apresentar contrarrazões no prazo de 15
(quinze) dias, findo o qual os autos serão conclusos ao presidente ou ao
vice-presidente do tribunal recorrido, que deverá: (Redação dada pela Lei nº
13.256, de 2016) (Vigência) I – negar seguimento: (Incluído pela Lei nº
13.256, de 2016) (Vigência) (…) b) a recurso extraordinário ou a recurso
especial interposto contra acórdão que esteja em conformidade com
entendimento do Supremo Tribunal Federal ou do Superior Tribunal de
Justiça, respectivamente, exarado no regime de julgamento de recursos
repetitivos; (Incluída pela Lei nº 13.256, de 2016) (Vigência) (...) § 2º Da
decisão proferida com fundamento nos incisos I e III caberá agravo interno,
nos termos do art. 1.021. Art. 1.042. Cabe agravo contra decisão do
presidente ou do vice-presidente do tribunal recorrido que inadmitir recurso
extraordinário ou recurso especial, salvo quando fundada na aplicação de
entendimento firmado em regime de repercussão geral ou em julgamento de
recursos repetitivos" (grifei).
Na hipótese, a decisão atacada negou seguimento ao Recurso Extraordinário
interposto, tendo em conta que o acórdão recorrido está em conformidade com o
julgamento proferido pelo Supremo Tribunal Federal em regime de repercussão geral
(artigo 1030, I, “b”, do novo Código de Processo Civil).
Desta forma, incabível o presente Agravo, interposto sob a égide do Novo
Código de Processo Civil, para combater decisão do Presidente do Tribunal que
inadmitiu Recurso Extraordinário com fundamento exclusivo em repercussão geral.
Ao teor o exposto, não conheço do recurso.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.
WALTER CARLOS LEMES
Presidente
15

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10413565034384215, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 171 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0108228.65.2015.8.09.0051
EMENTA: AGRAVO. RECURSO EXTRAORDINÁRIO. NEGATIVA DE
SEGUIMENTO. APLICAÇÃO DE ENTENDIMENTO FIRMADO EM REGIME DE
REPERCUSSÃO GERAL. AGRAVO INTERNO. Não se conhece de Agravo (artigo
1.042 do Código de Processo Civil de 2015) interposto contra decisão que nega
seguimento a Recurso Extraordinário com fundamento na aplicação de entendimento
exarado no regime de repercussão geral, pois a previsão legal estabelece o Agravo
Interno para tal finalidade (artigo 1.030, § 2º, do referido Estatuto Processual).
AGRAVO NÃO CONHECIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10433564034384214, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 172 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Conhecido e Não-Provido - Data da Movimentação


19/02/2020 09:00:26

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5513734.95.2017.8.09.0051
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : BANCO CETELEM S.A.
POLO PASSIVO : ESTADO DE GOIÁS
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : BANCO CETELEM S.A.


ADVG. PARTE : 247095 SP - GUILHERME NASCIMENTO FREDERICO

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 173 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5513734.95.2017.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5513734.95.2017.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : BANCO CETELEM S/A
AGRAVADO : ESTADO DE GOIÁS

EMENTA: AGRAVO INTERNO NO RECURSO


EXTRAORDINÁRIO. APLICAÇÃO DO ARTIGO 1.030,
INCISO I, ALÍNEA “A”, DO CÓDIGO DE PROCESSO
CIVIL. VIOLAÇÃO DOS PRINCÍPIOS DO DEVIDO
PROCESSO LEGAL, DO CONTRADITÓRIO E DA
AMPLA DEFESA. ARTIGO 5º, INCISOS LIV E LV, DA
CARTA MAGNA. AUSÊNCIA DE REPERCUSSÃO
GERAL. TEMA 660/STF. I – Uma vez que o Supremo
Tribunal Federal decidiu pela ausência de repercussão
geral da questão suscitada por se tratar de matéria
infraconstitucional (ARE-RG 748.371/MT, Tema 660),
irrazoáveis os argumentos deduzidos no Agravo Interno
no sentido de tornar inaplicável a referida questão ao
presente caso. II – Encontrando-se a decisão objeto do
Recurso Extraordinário nos mesmos termos do
representativo da controvérsia, aplica-se o artigo 1.030,
inciso I, alínea “a”, do Código de Processo Civil.
AGRAVO INTERNO CONHECIDO E DESPROVIDO.

ACÓRDÃO

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10443563034384981, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 174 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5513734.95.2017.8.09.0051
VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Agravo Interno no Recurso
Extraordinário na Apelação Cível n. 5513734.95.2017.8.09.0051, da Comarca de
Goiânia.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em conhecer e desprover o
Agravo Interno, nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de
Justiça.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente

13

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10443563034384981, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 175 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5513734.95.2017.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5513734.95.2017.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : BANCO CETELEM S/A
AGRAVADO : ESTADO DE GOIÁS

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Agravo Interno interposto por Banco Cetelem S/A (Evento n. 87),
em face da decisão que negou seguimento ao Recurso Extraordinário, nos termos do
artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, do Código de Processo Civil, em razão do julgamento
do recurso representativo da controvérsia pelo Supremo Tribunal Federal – ARE n.
748.371/MT–Tema 660 (Evento n. 81).
Em suas razões, o agravante alega que “ao dispensar a produção de provas,
o Venerando Acórdão outrora recorrido afrontou os princípios do contraditório e da
ampla defesa e, por conseguinte, do devido processo legal, previstos,
respectivamente, no artigo 5º, incisos LV e LIV, da Constituição Federal”.
Requer o provimento da insurgência, para o fim de conferir regular
processamento ao Recurso Extraordinário.
Preparo (Evento n. 87).
Contrarrazões (Evento n. 98).
É o relatório. Passo ao voto.
Presentes os pressupostos de admissibilidade, conheço do Agravo Interno,
sobretudo nos termos do artigo 1.030, § 2º, do Código de Processo Civil.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10443563034384981, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 176 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5513734.95.2017.8.09.0051
A decisão ora agravada negou seguimento ao Recurso Extraordinário, com
fundamento no artigo 1.030, inciso I, alínea "a", do Código de Processo Civil, em face
do julgamento de representativo da controvérsia – ARE n. 748.371/MT - Tema 660.
Pois bem.
Sobre o Tema 660, de pronto verifica-se que, muito embora o agravante tenha
deduzido a inaplicabilidade do tema em voga (ARE-RG n. 748.371/MT), não
apresentou fundamentos convincentes do aventado equívoco.
Ao apreciar a matéria, a Suprema Corte se manifestou pela inexistência de
repercussão geral da questão suscitada, por se tratar de matéria infraconstitucional.
Vejamos:
“Alegação de cerceamento do direito de defesa. Tema relativo à suposta
violação aos princípios do contraditório, da ampla defesa, dos limites da
coisa julgada e do devido processo legal. Julgamento da causa dependente
de prévia análise da adequada aplicação das normas infraconstitucionais.
Rejeição da repercussão geral.” (STF, Repercussão Geral no ARE-RG
748.371/MT, Rel. Min. Gilmar Mendes, DJe 01/08/2013)
Assim, incensurável o emprego do artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, do Código
de Processo Civil quanto à alegada violação do artigo 5º, incisos LIV e LV, da
Constituição Federal, uma vez que o Recurso Extraordinário baseou-se em hipotética
ofensa aos princípios do devido processo legal, do contraditório e da ampla defesa,
sendo que é uníssona a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal no sentido de que
configura ofensa meramente reflexa ao texto constitucional a questão da suposta
afronta a tais postulados, se dependente de prévia violação de normas
infraconstitucionais, neste caso, o Código de Processo Civil e o Código de Defesa do
Consumidor.
Ao teor do exposto, nego provimento ao presente Agravo Interno.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
13

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10443563034384981, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 177 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5513734.95.2017.8.09.0051
EMENTA: AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO. APLICAÇÃO DO
ARTIGO 1.030, INCISO I, ALÍNEA “A”, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.
VIOLAÇÃO DOS PRINCÍPIOS DO DEVIDO PROCESSO LEGAL, DO
CONTRADITÓRIO E DA AMPLA DEFESA. ARTIGO 5º, INCISOS LIV E LV, DA
CARTA MAGNA. AUSÊNCIA DE REPERCUSSÃO GERAL. TEMA 660/STF. I – Uma
vez que o Supremo Tribunal Federal decidiu pela ausência de repercussão geral da
questão suscitada por se tratar de matéria infraconstitucional (ARE-RG 748.371/MT,
Tema 660), irrazoáveis os argumentos deduzidos no Agravo Interno no sentido de
tornar inaplicável a referida questão ao presente caso. II – Encontrando-se a decisão
objeto do Recurso Extraordinário nos mesmos termos do representativo da
controvérsia, aplica-se o artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, do Código de Processo Civil.
AGRAVO INTERNO CONHECIDO E DESPROVIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403565034384983, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 178 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Não Conhecido - Data da Movimentação 19/02/2020


09:02:27

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 0065820.25.2016.8.09.0051
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : ROSEMARY GONCALVES BISPO TEODORO
POLO PASSIVO : ESTADO DE GOIAS
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : ROSEMARY GONCALVES BISPO TEODORO


ADVGS. PARTE : 38879 GO - LIVIA CRISTINA ALVES VASCONCELOS DE ABREU
28253 GO - SANDRO DE ABREU SANTOS

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 179 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0065820.25.2016.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


0065820.25.2016.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : ROSEMARY GONÇALVES BISPO TEODORO
AGRAVADO : ESTADO DE GOIÁS

EMENTA: AGRAVO. RECURSO EXTRAORDINÁRIO.


NEGATIVA DE SEGUIMENTO. APLICAÇÃO DE
ENTENDIMENTO FIRMADO EM REPERCUSSÃO
GERAL. AGRAVO INTERNO. Não se conhece de
Agravo (artigo 1.042 do Código de Processo Civil)
interposto contra decisão que inadmite Recurso
Extraordinário exarado no regime de julgamento de
repercussão geral, prevê o Diploma Legal, o Agravo
Interno para tal finalidade (artigo 1.030, § 2º, do aludido
Estatuto Processual). RECURSO NÃO CONHECIDO.

ACÓRDÃO

VISTOS,relatados e discutidos estes autos de Agravo no Recurso


Extraordinário na Apelação Cível n. 0065820.25.2016.8.09.0051, da Comarca de
Goiânia.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em não conhecer o Agravo,
nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10493563034384922, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 180 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0065820.25.2016.8.09.0051
Justiça.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
16

PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


0065820.25.2016.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : ROSEMARY GONÇALVES BISPO TEODORO
AGRAVADO : ESTADO DE GOIÁS

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Agravo interposto por Rosemary Gonçalves Bispo Teodoro (mov.


102), em face da decisão que negou seguimento ao Recurso Extraordinário (mov. 98),
em razão do julgamento do recurso representativo da controvérsia pelo Supremo
Tribunal Federal – RE n. 837.311/PI - Tema 784.
Em suas razões, a agravante, com fulcro no artigo 1.042 do Código de
Processo Civil, discorre sobre o mérito da demanda e requer a reforma decisão

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10493563034384922, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 181 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0065820.25.2016.8.09.0051
agravada.
Requer o recebimento do presente Recurso Extraordinário e, por conseguinte,
seu regular processamento e envio ao Supremo Tribunal Federal.
A agravante isenta de preparo, eis que beneficiária da gratuidade da Justiça
(mov. 14).
Sem contrarrazões (mov.107).
É o relatório.
Passo ao voto.
Analisando os pressupostos de admissibilidade do recurso, verifico a
existência de óbice ao seu conhecimento.
Com efeito, a nova sistemática processual civil instituída pela Lei n.
13.105/2015, dispõe que contra decisão que analisa admissibilidade de recursos
constitucionais, aplicando entendimento firmado em regime de repetitivo ou
repercussão geral cabe o Agravo Interno (artigo 1.030, § 2º, Código de Processo Civil),
caracterizando erro grosseiro o manejo do Agravo para o Supremo Tribunal Federal
(artigo 1.042 do Código de Processo Civil).
Expressam as normas referidas:
“Art. 1.030. Recebida a petição do recurso pela
secretaria do tribunal, o recorrido será intimado para
apre-sentar contrarrazões no prazo de 15 (quinze) dias,
findo o qual os autos serão conclusos ao presidente ou ao
vice-presidente do tribunal recorrido, que deverá:
Redação dada pela Lei nº 13.256, de 2016) (Vigência)
I – negar seguimento: (Incluído pela Lei nº 13.256, de
2016)(Vigência)
(…)
b)… a recurso extraordinário ou a recurso especial
interposto contra acórdão que esteja em conformidade com
entendimento do Supremo Tribunal Federal ou do Superior
Tribunal de Justiça, respectivamente, exarado no regime
de julgamento de recursos repetitivos; (Incluída pela Lei
nº 13.256, de 2016) (Vigência)
(…)
§ 2º Da decisão proferida com fun-damento nos incisos I e
III caberá agravo interno, nos termos do art. 1.021.”
Na hipótese, a decisão atacada negou seguimento ao Recurso Extraordinário
interposto, tendo em conta que o acórdão recorrido está em conformidade com o
julgamento proferido pelo Supremo Tribunal Federal, exarado no regime de julgamento
de repercussão geral (artigo 1030, I, “b”, do Código de Processo Civil), sendo, pois,

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10493563034384922, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 182 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0065820.25.2016.8.09.0051
comportável, o Agravo Interno, conforme dicção do § 2º, dessa mesma Norma.
Desta forma, incabível o presente Agravo, interposto sob a égide do novo
Código de Processo Civil, para combater decisão que inadmitiu Recurso Extraordinário
com fundamento exclusivo em repercussão geral.
Ao teor do exposto, não conheço do recurso.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
16

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10493563034384922, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 183 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0065820.25.2016.8.09.0051
EMENTA: AGRAVO. RECURSO EXTRAORDINÁRIO. NEGATIVA DE
SEGUIMENTO. APLICAÇÃO DE ENTENDIMENTO FIRMADO EM RECURSO
REPETITIVO. AGRAVO INTERNO. Não se conhece de Agravo (artigo 1.042 do
Código de Processo Civil) interposto contra decisão que inadmite Recurso
Extraordinário exarado no regime de julgamento de recursos repetitivos, prevê o
Diploma Legal, o Agravo Interno para tal finalidade (artigo 1.030, § 2º, do aludido
Estatuto Processual). RECURSO NÃO CONHECIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10423561034384920, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 184 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Conhecido e Não-Provido - Data da Movimentação


19/02/2020 09:04:59

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5299504.66.2016.8.09.0051
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : ANNA PAULA MARTINS SOARES
POLO PASSIVO : ESTADO DE GOIÁS
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : ANNA PAULA MARTINS SOARES


ADVG. PARTE : 28253 GO - SANDRO DE ABREU SANTOS

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 185 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5299504.66.2016.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5299504.66.2016.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : ANNA PAULA MARTINS SOARES
AGRAVADO : ESTADO DE GOIÁS

EMENTA: AGRAVO INTERNO. RECURSO


EXTRAORDINÁRIO. DECISÃO DENEGATÓRIA
FUNDAMENTADA EM REPERCUSSÃO GERAL.
TEMA 784/STF. APLICAÇÃO DO ARTIGO 1.030,
INCISO I, ALÍNEA “A”, DO CÓDIGO DE PROCESSO
CIVIL. Uma vez que a matéria versada no presente feito
amolda-se àquela apreciada pelo Supremo Tribunal
Federal no julgamento do representativo da controvérsia
(RE n. 837.311/PI - Tema 784) e tendo o acórdão objeto
do R e c u r s o Ex t r aor dinár io ju lg a d o n o m e s m o
direcionamento do acórdão paradigma, nega-se
provimento ao Agravo Interno. AGRAVO INTERNO
CONHECIDO E DESPROVIDO.

ACÓRDÃO

VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Agravo Interno no Recurso


Extraordinário na Apelação Cível n. 5299504.66.2016.8.09.0051, da Comarca de
Goiânia.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em conhecer e desprover o
Agravo Interno, nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10473566034384615, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 186 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5299504.66.2016.8.09.0051
Justiça.
Goiânia,10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
23

PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5299504.66.2016.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : ANNA PAULA MARTINS SOARES
AGRAVADO : ESTADO DE GOIÁS

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Agravo Interno interposto por Anna Paula Martins Soares


(Evento n. 93), em face da decisão inserida no Evento n. 89 que, nos termos do artigo
1.030, inciso I, alínea “a”, do Código de Processo Civil, negou seguimento ao Recurso
Extraordinário (Evento n. 78) com supedâneo no posicionamento estampado no
recurso representativo da controvérsia julgado pelo Supremo Tribunal Federal (RE n.
837.311/PI - Tema 784).
Aduz a agravante que a decisão recorrida aplicou de forma equivocada
mencionado paradigma do Supremo Tribunal Federal, o que causou-lhe sérios
prejuízos.
Em suas razões recursais, assevera que:

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10473566034384615, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 187 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5299504.66.2016.8.09.0051
“O concurso público é via eleita pelo legislador constituinte para promoção e
investidura em cargos públicos, através da seleção dos profissionais mais
capacitados, como é o caso da Agravante, que participou de concurso
público de provas, sagrando-se então devidamente ‘APROVADA’, nos
termos consagrados no artigo 37, inciso II da Constituição Federal”.
Prossegue defendendo que:
“Conforme entendimento do Supremo Tribunal Federal, a mera expectativa
de direito convola-se em Direito Subjetivo à nomeação quando surgirem
novas vagas e ocorrem preterição arbitrária e imotivada pela Administração
Pública, DURANTE A VALIDADE DO CERTAME”.
Por derradeiro, requer o provimento da insurgência, para o fim de conferir
regular processamento ao Recurso Extraordinário.
Preparo (Evento n. 93 – itens 2 e 3).
Sem contrarrazões (Evento n. 98).
É o relatório. Passo ao voto.
Presentes os pressupostos de admissibilidade, conheço do Agravo Interno,
sobretudo nos termos do artigo 1.030, § 2º, do Código de Processo Civil.
A agravante insurge-se contra a decisão que negou seguimento ao Recurso
Extraordinário, em face do julgamento de representativo da controvérsia - RE n.
837.311/PI - Tema 784.
Pois bem, analisando detidamente os autos, vislumbro que razão não assiste
à agravante. Explico.
Verifica-se que a matéria versada no presente feito amolda-se, efetivamente,
àquela apreciada no recurso paradigma indicado no ato agravado (RE n. 837.311/PI -
Tema 784), em que a Suprema Corte manifestou-se definitivamente a respeito.
Confira-se:
“RECURSO EXTRAORDINÁRIO. CONSTITUCIONAL E ADMINISTRATIVO.
REPERCUSSÃO GERAL RECONHECIDA. TEMA 784 DO PLENÁRIO
VIRTUAL. CONTROVÉRSIA SOBRE O DIREITO SUBJETIVO À
NOMEAÇÃO DE CANDIDATOS APROVADOS ALÉM DO NÚMERO DE
VAGAS PREVISTAS NO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO NO CASO DE
SURGIMENTO DE NOVAS VAGAS DURANTE O PRAZO DE VALIDADE
DO CERTAME. MERA EXPECTATIVA DE DIREITO À NOMEAÇÃO.
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. SITUAÇÕES EXCEPCIONAIS. IN CASU, A
ABERTURA DE NOVO CONCURSO PÚBLICO FOI ACOMPANHADA DA
DEMONSTRAÇÃO INEQUÍVOCA DA NECESSIDADE PREMENTE E
INADIÁVEL DE PROVIMENTO DOS CARGOS. INTERPRETAÇÃO DO
ART. 37, IV, DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA DE 1988. ARBÍTRIO.
PRETERIÇÃO. CONVOLAÇÃO EXCEPCIONAL DA MERA EXPECTATIVA
EM DIREITO SUBJETIVO À NOMEAÇÃO. PRINCÍPIOS DA EFICIÊNCIA,
BOA-FÉ, MORALIDADE, IMPESSOALIDADE E DA PROTEÇÃO DA
CONFIANÇA. FORÇA NORMATIVA DO CONCURSO PÚBLICO.
INTERESSE DA SOCIEDADE. RESPEITO À ORDEM DE APROVAÇÃO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10473566034384615, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 188 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5299504.66.2016.8.09.0051
ACÓRDÃO RECORRIDO EM SINTONIA COM A TESE ORA DELIMITADA.
RECURSO EXTRAORDINÁRIO A QUE SE NEGA PROVIMENTO. 1. O
postulado do concurso público traduz-se na necessidade essencial de o
Estado conferir efetividade a diversos princípios constitucionais, corolários
do merit system, dentre eles o de que todos são iguais perante a lei, sem
distinção de qualquer natureza (CRFB/88, art. 5º, caput). 2. O edital do
concurso com número específico de vagas, uma vez publicado, faz exsurgir
um dever de nomeação para a própria Administração e um direito à
nomeação titularizado pelo candidato aprovado dentro desse número de
vagas. Precedente do Plenário: RE 598.099 - RG, Relator Min. Gilmar
Mendes, Tribunal Pleno, DJe 03-10-2011. 3. O Estado Democrático de
Direito republicano impõe à Administração Pública que exerça sua
discricionariedade entrincheirada não, apenas, pela sua avaliação unilateral
a respeito da conveniência e oportunidade de um ato, mas, sobretudo, pelos
direitos fundamentais e demais normas constitucionais em um ambiente de
perene diálogo com a sociedade. 4. O Poder Judiciário não deve atuar como
‘Administrador Positivo’, de modo a aniquilar o espaço decisório de
titularidade do administrador para decidir sobre o que é melhor para a
Administração: se a convocação dos últimos colocados de concurso público
na validade ou a dos primeiros aprovados em um novo concurso. Essa
escolha é legítima e, ressalvadas as hipóteses de abuso, não encontra
obstáculo em qualquer preceito constitucional.5. Consectariamente, é cediço
que a Administração Pública possui discricionariedade para, observadas as
normas constitucionais, prover as vagas da maneira que melhor convier para
o interesse da coletividade, como verbi gratia, ocorre quando, em função de
razões orçamentárias, os cargos vagos só possam ser providos em um
futuro distante, ou, até mesmo, que sejam extintos, na hipótese de restar
caracterizado que não mais serão necessários. 6. A publicação de novo
edital de concurso público ou o surgimento de novas vagas durante a
validade de outro anteriormente realizado não caracteriza, por si só, a
necessidade de provimento imediato dos cargos. É que, a despeito da
vacância dos cargos e da publicação do novo edital durante a validade do
concurso, podem surgir circunstâncias e legítimas razões de interesse
público que justifiquem a inocorrência da nomeação no curto prazo, de modo
a obstaculizar eventual pretensão de reconhecimento do direito subjetivo à
nomeação dos aprovados em colocação além do número de vagas. Nesse
contexto, a Administração Pública detém a prerrogativa de realizar a escolha
entre a prorrogação de um concurso público que esteja na validade ou a
realização de novo certame. 7. A tese objetiva assentada em sede desta
repercussão geral é a de que o surgimento de novas vagas ou a abertura de
novo concurso para o mesmo cargo, durante o prazo de validade do certame
anterior, não gera automaticamente o direito à nomeação dos candidatos
aprovados fora das vagas previstas no edital, ressalvadas as hipóteses de
preterição arbitrária e imotivada por parte da administração, caracterizadas
por comportamento tácito ou expresso do Poder Público capaz de revelar a
inequívoca necessidade de nomeação do aprovado durante o período de
validade do certame, a ser demonstrada de forma cabal pelo candidato.
Assim, a discricionariedade da Administração quanto à convocação de
aprovados em concurso público fica reduzida ao patamar zero
(Ermessensreduzierung auf Null), fazendo exsurgir o direito subjetivo à
nomeação, verbi gratia, nas seguintes hipóteses excepcionais: I) Quando a
aprovação ocorrer dentro do número de vagas dentro do edital (RE 598.099);

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10473566034384615, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 189 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5299504.66.2016.8.09.0051
II) Quando houver preterição na nomeação por não observância da ordem
de classificação (Súmula 15 do STF); III) Quando surgirem novas vagas, ou
for aberto novo concurso durante a validade do certame anterior, e ocorrer a
preterição de candidatos aprovados fora das vagas de forma arbitrária e
imotivada por parte da administração nos termos acima. 8. In casu,
reconhece-se, excepcionalmente, o direito subjetivo à nomeação aos
candidatos devidamente aprovados no concurso público, pois houve, dentro
da validade do processo seletivo e, também, logo após expirado o referido
prazo, manifestações inequívocas da Administração piauiense acerca da
existência de vagas e, sobretudo, da necessidade de chamamento de novos
Defensores Públicos para o Estado. 9. Recurso Extraordinário a que se nega
provimento.” (STF, RE nº 837311/PI, Rel. Min. Luiz Fux, DJe 072, Publicado
em 18/04/2016).
O acórdão objeto do Recurso Extraordinário, cuja ementa se vê no Evento n.
58, decidiu no mesmo direcionamento daquele estabelecido no recurso paradigma
acima transcrito. Veja-se:
“APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DE OBRIGAÇÃO DE FAZER. APROVAÇÃO EM
CONCURSO PÚBLICO. CADASTRO DE RESERVA. MERA EXPECTATIVA
DE DIREITO. SENTENÇA DE IMPROCEDÊNCIA MANTIDA. 1. O Supremo
Tribunal Federal consolidou entendimento segundo o qual o candidato
aprovado fora do número de vagas previstas no edital possui mera
expectativa de direito à nomeação, convolando-se em direito subjetivo
somente na hipótese de preterição arbitrária e imotivada por parte da
administração, a ser demonstrada de forma cabal pelo candidato (RE
837.311/PI, Tribunal Pleno, Rel. Ministro Luiz Fux, DJe 18/4/2016,
Repercussão Geral). 2. No caso dos autos, a requerente/apelante foi
aprovada fora do número de vagas e não logrou êxito em comprovar a sua
preterição. RECURSO CONHECIDO E DESPROVIDO.”
Nesse contexto, inviável a pretensão da agravante de reformar a decisão
agravada, visto que está em perfeita consonância com o paradigma julgado pela
Suprema Corte, no tocante ao direito à nomeação de candidatos fora do número de
vagas previstas no edital de concurso público, tornando-se inafastável a aplicação do
artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, Código de Processo Civil.
Ao teor do exposto, nego provimento ao presente Agravo Interno.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
23

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10473566034384615, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 190 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5299504.66.2016.8.09.0051
EMENTA: AGRAVO INTERNO. RECURSO EXTRAORDINÁRIO. DECISÃO
DENEGATÓRIA FUNDAMENTADA EM REPERCUSSÃO GERAL. TEMA 784/STF.
APLICAÇÃO DO ARTIGO 1.030, INCISO I, ALÍNEA “A”, DO CÓDIGO DE
PROCESSO CIVIL. Uma vez que a matéria versada no presente feito amolda-se
àquela apreciada pelo Supremo Tribunal Federal no julgamento do representativo da
controvérsia (RE n. 837.311/PI - Tema 784) e tendo o acórdão objeto do Recurso
Extraordinário julgado no mesmo direcionamento do acórdão paradigma, nega-se
provimento ao Agravo Interno. AGRAVO INTERNO CONHECIDO E DESPROVIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10443562034384611, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 191 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Embargos de Declaração Não-Acolhidos - Data da


Movimentação 19/02/2020 09:07:54

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 0066477.74.2010.8.09.0051
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : NASTAILDES JOSE RIBEIRO
POLO PASSIVO : BANCO DO BRASIL S/A ARRENDAMENTO MERCANTIL
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : BANCO DO BRASIL S/A


ADVG. PARTE : 26634 GO - LEANDRO CÉSAR AZEVEDO MARTINS

PARTE INTIMADA : NASTAILDES JOSE RIBEIRO


ADVGS. PARTE : 21541 GO - HALLAN DE SOUZA ROCHA
26356 GO - RONAM ANTONIO AZZI FILHO
25770 GO - BRUNO MOURA LEDRA

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 192 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0066477.74.2010.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

Gabinete da Presidência

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO INTERNO NO RECURSO ESPECIAL


NA APELAÇÃO CÍVEL N. 066477.74.2010.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
EMBARGANTE : BANCO DO BRASIL S/A
EMBARGADO : NASTAILDES JOSÉ RIBEIRO

EMENTA:EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO
AGRAVO INTERNO. RECURSO ESPECIAL.
OMISSÃO. REDISCUSSÃO DA MATÉRIA.
HIPÓTESES LEGAIS. No caso em apreço, não
restou caracterizado o alegado erro de fato e/ou
erro material, pois o decisum está em consonância
com os Temas 919 e 968 da Corte Superior.
Somente merecem acolhimento os Embargos
Declaratórios quando verificada alguma das
hipóteses do art. 1.022 do CPC, sendo o caso de
rejeitá-los quando inexistir qualquer dos defeitos
elencados, o que impõe a rejeição dos
Aclaratórios, notadamente se manifesta a intenção
de revolvimento da questão decidida. EMBARGOS
CONHECIDOS E REJEITADOS.

ACÓRDÃO

VISTOS , relatados e discutidos estes autos de


Embargos de Declaração no Agravo Interno no Recurso Especial na Apelação Cível n.
066477.74.2010.8.09.0051, da Comarca de Goiânia.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em
sessão pelos integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em conhecer e
rejeitar os Embargos de Declaração, nos termos do voto do Presidente-Relator.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10473561034384971, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 193 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0066477.74.2010.8.09.0051
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos
Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella
França, Procuradora de Justiça.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
15

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10473561034384971, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 194 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0066477.74.2010.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

Gabinete da Presidência

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO INTERNO NO RECURSO ESPECIAL


NA APELAÇÃO CÍVEL N. 066477.74.2010.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
EMBARGANTE : BANCO DO BRASIL S/A
EMBARGADO : NASTAILDES JOSÉ RIBEIRO

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Embargos de Declaração (Evento n. 48) opostos pelo Banco do


Brasil S/A alegando ter incorrido em erro de fato (Temas 919 e 968 da Corte Superior)
quanto a forma de fixação do termo inicial da prescrição, contra acórdão (Evento n.
42), que desproveu o Agravo Interno (Evento n. 24).
Em suas razões o embargante aduz que “houve ERRO DE FATO – NÃO
VERIFICOU QUE EXISTE O RESP REPETITIVO, DE APLICAÇÃO OBRIGATÓRIA,
NA FORMA PREVISTA NO ARTIGO 927, III, DO CPC”.
Ao final, requer o provimento da insurgência para conhecer os erros de fato e
examinar o Agravo Interno, no mesmo sentido dos Temas 919 e 968 do STJ, por
afrontar o artigo 927, Inciso III do Código de Processo Civil.
Contrarrazões (Evento n. 51).
É o relatório.
Passo ao voto.
Presentes os pressupostos de admissibilidade dos Embargos de Declaração
deles conheço.
Pretende o embargante, sob a alegação de que o decisum impugnado contém

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10473561034384971, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 195 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0066477.74.2010.8.09.0051
erro de fato, quanto a análise do Temas 919 e 968 do STJ, da sistemática dos
recursos repetitivos.
Pois bem. Não merece acolhimento os argumentos trazidos nos aclaratórios,
uma vez que não há qualquer vício a ser eliminado no ato hostilizado, conquanto, foi
apreciada a questão essencial ao deslinde do tema tratado, de modo perfeitamente
conciliável, restando consignado no acórdão embargado que:
“Verifica-se que a matéria versada no presente feito amolda-se,
efetivamente, àquelas apreciadas nos recursos paradigmas indicados no ato
agravado (REsp. n. 1.361.730/RS – Tema 919 e REsp n. 1.552.434/GO –
Tema 968), em que a Corte Superior manifestou-se definitivamente a
respeito. Confira-se: “RECURSO ESPECIAL REPRESENTATIVO DA
CONTROVÉRSIA (CPC73, ART. 543-C). PROCESSUAL CIVIL. CIVIL E
BANCÁRIO. CÉDULA DE CRÉDITO RURAL. AÇÃO DE REPETIÇÃO DE
INDÉBITO. PRESCRIÇÃO. PRAZO: VINTENÁRIO NO CÓDIGO CIVIL1916
(ART. 177); TRIENAL NO CÓDIGO CIVIL2002 (ART. 206, § 3º, IV). TERMO
INICIAL: DATA DO PAGAMENTO. CASO CONCRETO: RECURSO
ESPECIAL NÃO PROVIDO. 1. Para fins do art. 543-C do Código de
Processo Civil de 1973: 1. - "A pretensão de repetição de indébito de
contrato de cédula de crédito rural prescreve no prazo de vinte anos, sob a
égide do art. 177 do Código Civil de 1916, e de três anos, sob o amparo do
art. 206, § 3º, IV, do Código Civil de 2002, observada a norma de transição
do art. 2.028 desse último Diploma Legal"; 1.2. - “O termo inicial da
prescrição da pretensão de repetição de indébito de contrato de cédula de
crédito rural é a data da efetiva lesão, ou seja, do pagamento.” 2. Caso
concreto: prescrição da pretensão. 3. Recurso especial a que se nega
provimento.” STJ, REsp n. 1.361.730/RS, Rel. Min. Raul Araújo, DJe
28/10/2016). “RECURSO ESPECIAL REPETITIVO. TEMA 968/STJ.
DIREITO CIVIL E PROCESSUAL CIVIL. CPC/1973. NEGÓCIOS
JURÍDICOS BANCÁRIOS. MÚTUO FENERATÍCIO. CRÉDITO RURAL.
ATUALIZAÇÃO PELOS ÍNDICES DA POUPANÇA.IPC/BTNF DE MARÇO
DE 1990. PLANO COLLOR I. REPETIÇÃO DE INDÉBITO. JUROS
REMUNERATÓRIOS. I - DELIMITAÇÃO DA CONTROVÉRSIA: 1.1.
Limitação da controvérsia à repetição de indébito em contrato de mútuo
feneratício celebrado com instituição financeira. 2 - TESE PARA OS FINS
DO ART. 1.040 DO CPC/2015: 2.1. Tese aplicável a todo contrato de mútuo
feneratício celebrado com instituição financeira mutuante: "Descabimento da
repetição do indébito com os mesmos encargos do contrato"; 3 - CASO
CONCRETO: 3.1. Existência de afetação ao rito dos repetitivos da
controvérsia sobre "Ilegalidade da aplicação do IPC de março de 1990
(índice de 84,32%) na correção do saldo devedor" (Tema 653/STJ),
tornando-se inviável o julgamento do caso concreto por esta SEÇÃO. 3.2.
Devolução dos autos ao órgão fracionário para julgamento do caso concreto,
no momento oportuno. 4 - RECURSO ESPECIAL DEVOLVIDO À TURMA
PARA JULGAMENTO DO CASO CONCRETO.” STJ, REsp n. 1.55234/GO,
Rel. Min. Paulo de Tarso Sanseverino, DJe 21/06/2018)”.
Na verdade, pretende o embargante o reexame do julgado. Todavia, para
tanto não se prestam os aclaratórios, cuja função não é questionar o acerto ou
desacerto do provimento jurisdicional, mas corrigir omissão, contradição ou
obscuridade porventura existentes. Logo, ausentes tais vícios, afigura-se impossível a

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10473561034384971, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 196 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0066477.74.2010.8.09.0051
atribuição de efeito modificativo ao julgado.
É que o efeito infringente é atribuído aos Embargos de Declaração em
situações excepcionais, ou seja, somente se sanadas a contradição, a omissão ou a
obscuridade, a alteração do julgado surgir como consequência necessária, bem como
na ocorrência de erro material evidente ou de manifesta nulidade, o que não ocorreu
na espécie.
O Supremo Tribunal Federal não diverge:
“EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. AGRAVO REGIMENTAL. RECURSO
EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO. AUSÊNCIA DE OMISSÃO,
OBSCURIDADE OU CONTRADIÇÃO. REDISCUSSÃO DA MATÉRIA.
EFEITOS INFRINGENTES. IMPOSSIBILIDADE. EMBARGOS DE
DECLARAÇÃO REJEITADOS. I - Ausência dos pressupostos do art. 1.022, I
e II, do Código de Processo Civil. II – Busca-se tão somente a rediscussão
da matéria, porém os embargos de declaração não constituem meio
processual adequado para a reforma do decisum, não sendo possível
atribuir-lhes efeitos infringentes, salvo em situações excepcionais, o que não
ocorre no caso em questão. III – Embargos de declaração rejeitados.” (ARE
863796 AgRED, Relator Min. RICARDO LEWANDOWSKI, julgado em
01/07/2016, Dje-169, PUBLIC 12-08-2016)
Ao teor do exposto, rejeito os presentes Embargos de Declaração.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
15

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10473561034384971, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 197 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0066477.74.2010.8.09.0051
EMENTA:EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO INTERNO. RECURSO
ESPECIAL. OMISSÃO. REDISCUSSÃO DA MATÉRIA. HIPÓTESES LEGAIS. No
caso em apreço, não restou caracterizado o alegado erro de fato e/ou erro material,
pois o decisum está em consonância com os Temas 919 e 968 da Corte Superior.
Somente merecem acolhimento os Embargos Declaratórios quando verificada alguma
das hipóteses do art. 1.022 do CPC, sendo o caso de rejeitá-los quando inexistir
qualquer dos defeitos elencados, o que impõe a rejeição dos Aclaratórios,
notadamente se manifesta a intenção de revolvimento da questão decidida.
EMBARGOS CONHECIDOS E REJEITADOS.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10493565034384967, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 198 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Embargos de Declaração Não-Acolhidos - Data da


Movimentação 19/02/2020 09:09:53

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 0198698.54.2013.8.09.0006
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : SAMUEL FERREIRA SANTOS
POLO PASSIVO : UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIAS UEG
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : SAMUEL FERREIRA SANTOS


ADVG. PARTE : 28253 GO - SANDRO DE ABREU SANTOS

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 199 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0198698.54.2013.8.09.0006
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO INTERNO NO RECURSO


EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N. 0198698.54.2013.8.09.0006
COMARCA DE ANÁPOLIS
EMBARGANTE : SAMUEL FERREIRA SANTOS
EMBARGADOS : ESTADO DE GOIÁS E OUTRA

EMENTA: EMBARGOS DE
DECLARAÇÃO NO AGRAVO INTERNO
NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO.
OMISSÃO. REDISCUSSÃO DA
M AT ÉRI A. HI PÓ T ESES L EGA IS .
Inexistindo no acórdão embargado a
omissão apontada, segundo a dicção do
art. 1.022 do Código de Processo Civil,
impõe-se a rejeição dos aclaratórios,
notadamente se manifesta a intenção de
revolvimento da questão decidida.
EMBARGOS CONHECIDOS E
REJEITADOS.

ACÓRDÃO

VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Embargos de Declaração


no Agravo Interno no Recurso Extraordinário na Apelação Cível n.
0198698.54.2013.8.09.0006, da Comarca de Anápolis.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em conhecer e rejeitar os
Embargos de Declaração, nos termos do voto do Presidente-Relator

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10433560034384651, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 200 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0198698.54.2013.8.09.0006
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de
Justiça.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS
LEMES
Presidente
6

PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO INTERNO NO RECURSO


EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N. 0198698.54.2013.8.09.0006
COMARCA DE ANÁPOLIS
EMBARGANTE : SAMUEL FERREIRA SANTOS
EMBARGADOS : ESTADO DE GOIÁS E OUTRA

RELATÓRIO E
VOTO

Trata-se de Embargos de Declaração (Evento n. 112) opostos por Samuel


Ferreira Santos com fulcro no artigo 1.022, inciso II, do Código de Processo Civil
contra o acórdão que desproveu o Agravo Interno constante no Evento n. 107.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10433560034384651, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 201 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0198698.54.2013.8.09.0006
Em suas razões, o embargante aduz que sua pretensão não consiste em
análise do mérito administrativo, mas sim, no exercício do controle externo de
legalidade, o que não afronta o princípio da separação dos poderes, uma vez que o
que se busca é a anulação de questão ilegal e não a sua correção.
Prossegue defendendo que sua pretensão não encontra óbice na tese fixada
pela Suprema Corte no RE n. 632.853/CE, por ser ela rígida e direta ao estabelecer
que não compete ao Poder Judiciário avaliar as respostas apresentadas pelos
candidatos durante o certame.
Ao final, requer que sejam conhecidos e acolhidos os presentes Embargos de
Declaração, a fim de sanar as contradições e omissões apontadas.
Sem contrarrazões (Evento n. 118).
É o relatório.
Passo ao voto.
Presentes os pressupostos de admissibilidade dos Embargos de Declaração
deles conheço.
Pretende o embargante, sob a alegação de que o decisum impugnado contém
os vícios elencados nos incisos I e II, do artigo 1.022 do Estatuto Processual Civil,
provocar manifestação dessa Corte sobre questão que entende não ter sido apreciada
quando do julgamento do Agravo Interno.
Não merece acolhimento o argumento trazido nos aclaratórios, uma vez que
não há qualquer vício a ser eliminado no ato hostilizado, conquanto foi apreciada a
questão essencial ao deslinde do tema tratado, de modo perfeitamente conciliável,
restando consignado no acórdão embargado (Evento n. 107) que a decisão agravada
está em perfeita consonância com o paradigma julgado pela Suprema Corte (RE n.
632.853/CE - Tema 485), no tocante ao controle jurisdicional do ato administrativo que
avalia questões em concurso público, tornando-se inafastável a aplicação do artigo
1.030, inciso I, alínea “a”, Código de Processo Civil.
Na verdade, pretende o embargante o reexame do julgado. Todavia, para
tanto não se prestam os aclaratórios, cuja função não é questionar o acerto ou
desacerto do provimento jurisdicional, mas corrigir omissão, contradição ou
obscuridade porventura existentes, sendo impossível a atribuição, no caso em tela, do
efeito modificativo pretendido.
É que o efeito infringente é atribuído aos Embargos de Declaração em
situações excepcionais, ou seja, somente se sanadas a contradição, a omissão ou a
obscuridade, a alteração do julgado surgir como consequência necessária, bem como
na ocorrência de erro material evidente ou de manifesta nulidade, o que não ocorreu
na espécie.
O Supremo Tribunal Federal não diverge:
“ EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. AGRAVO REGIMENTAL. RECURSO
EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO. AUSÊNCIA DE OMISSÃO,
OBSCURIDADE OU CONTRADIÇÃO. REDISCUSSÃO DA MATÉRIA.
EFEITOS INFRINGENTES. IMPOSSIBILIDADE. EMBARGOS DE

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10433560034384651, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 202 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0198698.54.2013.8.09.0006
DECLARAÇÃO REJEITADOS. I - Ausência dos pressupostos do art. 1.022, I
e II, do Código de Processo Civil. II – Busca-se tão somente a rediscussão
da matéria, porém os embargos de declaração não constituem meio
processual adequado para a reforma do decisum, não sendo possível
atribuir-lhes efeitos infringentes, salvo em situações excepcionais, o que não
ocorre no caso em questão. III – Embargos de declaração rejeitados.” (ARE
863796 AgR-ED, Relator Min. RICARDO LEWANDOWSKI, julgado em
01/07/2016, Dje-169, PUBLIC 12-08-2016).
Ao teor do exposto, conheço dos Embargos de Declaração e os rejeito pelas
razões explanadas.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS
LEMES
Presidente
6

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10433560034384651, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 203 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0198698.54.2013.8.09.0006
EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO INTERNO NO RECURSO
EXTRAORDINÁRIO. OMISSÃO. REDISCUSSÃO DA MATÉRIA. HIPÓTESES
LEGAIS. Inexistindo no acórdão embargado a omissão apontada, segundo a dicção
do art. 1.022 do Código de Processo Civil, impõe-se a rejeição dos aclaratórios,
notadamente se manifesta a intenção de revolvimento da questão decidida.
EMBARGOS CONHECIDOS E REJEITADOS.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10433561034384696, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 204 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Embargos de Declaração Não-Acolhidos - Data da


Movimentação 19/02/2020 09:14:19

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5293259.39.2016.8.09.0051
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : THIAGO FERNANDO IGLESIAS VALADARES
POLO PASSIVO : MUNICIPIO DE GOIANIA
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : THIAGO FERNANDO IGLESIAS VALADARES


ADVG. PARTE : 28253 GO - SANDRO DE ABREU SANTOS

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 205 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5293259.39.2016.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

Gabinete da Presidência

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO INTERNO NO RECURSO


EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N. 5293259.39.2016.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
EMBARGANTE : THIAGO FERNANDO IGLESIAS VALADARES
EMBARGADO : MUNICÍPIO DE GOIÂNIA

EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO


AGRAVO INTERNO NO RECURSO
EXTRAORDINÁRIO. OMISSÃO. REDISCUSSÃO
DA MATÉRIA. HIPÓTESES LEGAIS. Inexistindo
no acórdão embargado a omissão apontada,
segundo a dicção do art. 1.022 do Código de
Processo Civil, impõe-se a rejeição dos
aclaratórios, notadamente se manifesta a intenção
de revolvimento da questão decidida. EMBARGOS
CONHECIDOS E REJEITADOS.

ACÓRDÃO

VISTOS, relatados e discutidos estes autos de


Embargos de Declaração no Agravo Interno no Recurso Extraordinário na Apelação
Cível n. 5293259.39.2016.8.09.0051, da Comarca de Goiânia.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em
sessão pelos integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, conhecer e
rejeitar os Embargos de Declaração, nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos
Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França,
Procuradora de Justiça.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10433568034384617, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 206 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5293259.39.2016.8.09.0051
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
15

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10433568034384617, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 207 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5293259.39.2016.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

Gabinete da Presidência

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO INTERNO NO RECURSO


EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N. 5293259.39.2016.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
EMBARGANTE : THIAGO FERNANDO IGLESIAS VALADARES
EMBARGADO : MUNICÍPIO DE GOIÂNIA

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Embargos de Declaração (Evento n. 126) opostos por Thiago


Fernando Iglesias Valadares com fulcro no artigo 1.022, inciso II, do Código de
Processo Civil contra o acórdão que desproveu o Agravo Interno constante no Evento
n. 122
Em suas razões, o embargante aduz que houve omissão e contradição a
justificar a oposição de Embargos de Declaração face a ausência de matéria que não
foi apreciada, haja vista que o embargante foi aprovado em concurso público e
aprovado, possuindo o direito subjetivo a nomeação do cargo.
Ao final, requer que sejam conhecidos e acolhidos os presentes Embargos de
Declaração, a fim de sanar a contradição apontada.
Contrarrazões (Evento n. 130).
É o relatório. Passo ao voto.
Presentes os pressupostos de admissibilidade dos Embargos de Declaração
deles conheço.
Pretende o embargante, sob a alegação de que o decisum impugnado contém
o vício elencado no inciso II do artigo 1.022 do Estatuto Processual Civil, provocar
manifestação dessa Corte sobre questão que entende não ter sido apreciada quando
do julgamento do Agravo Interno.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10433568034384617, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 208 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5293259.39.2016.8.09.0051
Não merece acolhimento o argumento trazido nos aclaratórios, uma vez que
não há qualquer vício a ser eliminado no ato hostilizado, conquanto, foi apreciada a
questão essencial ao deslinde do tema tratado, de modo perfeitamente conciliável,
restando consignado no acórdão embargado que a decisão agravada (Evento n. 122)
está em perfeita consonância com o paradigma julgado pelaSuprema Corte (RE n.
837.311/PI - Tema 784), no tocante ao direito à nomeação de candidatos fora do
número de vagas previstas no edital de concurso público em caso de surgimento de
novas vagas durante o prazo de validade do certame, tornando-se inafastável a
aplicação do artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, Código de Processo Civil.
Na verdade, pretende o embargante o reexame do julgado. Todavia, para
tanto não se prestam os aclaratórios, cuja função não é questionar o acerto ou
desacerto do provimento jurisdicional, mas corrigir omissão, contradição ou
obscuridade porventura existentes, sendo impossível a atribuição, no caso em tela, do
efeito modificativo pretendido.
É que o efeito infringente é atribuído aos Embargos de Declaração em
situações excepcionais, ou seja, somente se sanadas a contradição, a omissão ou a
obscuridade, a alteração do julgado surgir como consequência necessária, bem como
na ocorrência de erro material evidente ou de manifesta nulidade, o que não ocorreu
na espécie.
O Supremo Tribunal Federal não diverge:
“EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. AGRAVO REGIMENTAL. RECURSO
EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO. AUSÊNCIA DE OMISSÃO,
OBSCURIDADE OU CONTRADIÇÃO. REDISCUSSÃO DA MATÉRIA.
EFEITOS INFRINGENTES. IMPOSSIBILIDADE. EMBARGOS DE
DECLARAÇÃO REJEITADOS. I - Ausência dos pressupostos do art. 1.022, I
e II, do Código de Processo Civil. II – Busca-se tão somente a rediscussão
da matéria, porém os embargos de declaração não constituem meio
processual adequado para a reforma do decisum, não sendo possível
atribuir-lhes efeitos infringentes, salvo em situações excepcionais, o que não
ocorre no caso em questão. III – Embargos de declaração rejeitados.” (ARE
863796 AgR-ED, Relator Min. RICARDO LEWANDOWSKI, julgado em
01/07/2016, Dje-169, PUBLIC 12-08-2016).
Ao teor do exposto, conheço dos Embargos de Declaração e os rejeito,
pelas razões explanadas.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10433568034384617, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 209 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5293259.39.2016.8.09.0051

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10453567034384616, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 210 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5293259.39.2016.8.09.0051
EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO INTERNO NO RECURSO
EXTRAORDINÁRIO. OMISSÃO. REDISCUSSÃO DA MATÉRIA. HIPÓTESES
LEGAIS. Inexistindo no acórdão embargado a omissão apontada, segundo a dicção
do art. 1.022 do Código de Processo Civil, impõe-se a rejeição dos aclaratórios,
notadamente se manifesta a intenção de revolvimento da questão decidida.
EMBARGOS CONHECIDOS E REJEITADOS.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10453567034384616, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 211 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Embargos de Declaração Não-Acolhidos - Data da


Movimentação 19/02/2020 09:16:09

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5493372.94.2018.8.09.0000
CLASSE PROCESSUAL : Agravo de Instrumento ( CPC )
POLO ATIVO : MARCIO ROBERTO JORGE
POLO PASSIVO : ADM DO BRASIL LTDA
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : MARCIO ROBERTO JORGE


ADVG. PARTE : 12516 GO - ALESSANDRA REIS

PARTE INTIMADA : ADM DO BRASIL LTDA


ADVG. PARTE : 17129 GO - PAULO ROBERTO MACHADO BORGES

PARTE INTIMADA : PAULO ROBERTO MACHADO BORGES


ADVGS. PARTE : 17129 GO - PAULO ROBERTO MACHADO BORGES
42410 GO - IGOR ATAIDES SMILJANIC

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 212 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5493372.94.2018.8.09.0000
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO INTERNO NO RECURSO


EXTRAORDINÁRIO NO AGRAVO INTERNO NO AGRAVO DE INSTRUMENTO N.
5493372.94.2018.8.09.0000
COMARCA DE RIO VERDE
EMBARGANTE : MÁRCIO ROBERTO JORGE
EMBARGADOS : PAULO ROBERTO MACHADO BORGES E OUTRA

EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO


AGRAVO INTERNO. RECURSO EXTRAORDINÁRIO.
OMISSÃO. REDISCUSSÃO DA MATÉRIA.
HIPÓTESES LEGAIS. Inexistindo no acórdão
embargado as omissões apontadas, segundo a dicção
do art. 1.022 do novo Código de Processo Civil, impõe-
se a rejeição dos aclaratórios, vez que, notadamente se
manifesta a intenção de revolvimento das questões
decididas. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO
CONHECIDOS E REJEITADOS.

ACÓRDÃO

VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Embargos de Declaração no


Agravo Interno no Recurso Extraordinário no Agravo Interno no Agravo de Instrumento
n. 5493372.94.2018.8.09.0000, da Comarca de Rio Verde.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em conhecer e rejeitar os
Embargos de Declaração, nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de
Justiça.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10483568034384900, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 213 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5493372.94.2018.8.09.0000
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
20

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10483568034384900, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 214 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5493372.94.2018.8.09.0000
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO INTERNO NO RECURSO


EXTRAORDINÁRIO NO AGRAVO INTERNO NO AGRAVO DE INSTRUMENTO N.
5493372.94.2018.8.09.0000
COMARCA DE RIO VERDE
EMBARGANTE : MÁRCIO ROBERTO JORGE
EMBARGADOS : PAULO ROBERTO MACHADO BORGES E OUTRA

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Embargos de Declaração (Evento n. 109), opostos por Márcio


Roberto Jorge com fulcro no artigo 1.022, inciso I, do Código de Processo Civil, em
face do acórdão (Evento n. 104) que desproveu o Agravo Interno interposto no Evento
n. 83, em virtude das matérias versadas no feito amoldarem-se àquelas apreciadas,
pelo Supremo Tribunal Federal, nos representativos das controvérsias indicados no ato
agravado ARE n. 748.371/MT - Tema 660 e AI n. 791.292/PE - Tema 339.
Em suas razões, o embargante alega que: “Diante das omissões acerca das
questões invocadas pelos embargantes, cabível os presentes embargos declaratórios
no sentido de, sanar a omissão acerca da questão entorno da questão relativa à
violação dos dispositivos do Código de Processo Civil, bem como sanar o vício de
ausência de fundamentação entorno de questões relativa à inconstitucionalidade em
decorrência do art. 93, inciso IX, da CF”.
Ao final, requer seja reconhecida “a existência das omissões no v. acórdão
objurgado, posto que não houve a análise das questões que foram submetidas à
apreciação e revisão deste E. Tribunal”.
Contrarrazões (Evento n. 114).
É o relatório. Passo ao voto.
Presentes os pressupostos de admissibilidade dos Embargos de Declaração,
deles conheço.
Pretende o embargante, sob a alegação de que o decisum impugnado contém
os vícios elencados no inciso I, do artigo 1.022 do Código de Processo Civil, provocar

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10483568034384900, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 215 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5493372.94.2018.8.09.0000
manifestação desta Corte sobre questão que entende não ter sido apreciada quando
do julgamento do Agravo Interno, atribuindo-lhes efeitos infringentes.
Pois bem, não merece acolhimento os argumentos trazidos nos aclaratórios,
uma vez que inexiste vício a ser sanado no ato hostilizado, conquanto, foi apreciada a
questão essencial ao deslinde do tema tratado, de modo perfeitamente conciliável,
restando consignado no acórdão embargado que:
“Quanto ao Tema 339, o Colendo Supremo Tribunal Federal manifestou-se
definitivamente a respeito do artigo 93, inciso IX, da Constituição Federal, no
sentido de ser exigido que o acórdão ou decisão seja fundamentada, ainda
que sucintamente, sem determinar, contudo, o exame pormenorizado de
cada uma das alegações ou provas, nem que sejam corretos os respectivos
fundamentos. Confira-se: “QUESTÃO DE ORDEM. AGRAVO DE
INSTRUMENTO. CONVERSÃO EM RECURSO EXTRAORDINÁRIO (CPC,
ART. 544, §§ 3° E 4°). 2. Alegação de ofensa aos incisos XXXV e LX do art.
5º e ao inciso IX do art. 93 da Constituição Federal. Inocorrência. 3. O art.
93, IX, da Constituição Federal exige que o acórdão ou decisão sejam
fundamentados, ainda que sucintamente, sem determinar, contudo, o exame
pormenorizado de cada uma das alegações ou provas, nem que sejam
corretos os fundamentos da decisão. 4. Questão de ordem acolhida para
reconhecer a repercussão geral, reafirmar a jurisprudência do Tribunal,
negar provimento ao recurso e autorizar a adoção dos procedimentos
relacionados à repercussão geral.” (STF, Repercussão Geral na Questão de
Ordem no AI 791.292/PE, Rel. Min. Gilmar Mendes, DJe 13/08/2010) Nesse
contexto, não há que se falar em ofensa ao artigo 93, inciso IX, da Carta
Magna, eis que a decisão objeto do Recurso Extraordinário contém
elementos suficientes de sua motivação, sendo inviável, pois, o acolhimento
da pretensão da agravante em reformá-la, porquanto proferida no mesmo
sentido da orientação do Supremo Tribunal Federal, tornando-se inafastável
a aplicação do artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, do Código de Processo Civil.
No tocante ao Tema 660, de pronto, verifica-se que, muito embora os
agravantes tenham deduzido a inaplicabilidade do tema em voga (ARE-RG
n. 748.371/MT), não apresentam fundamentos convincentes do aventado
equívoco. Ao apreciar a matéria, a Suprema Corte se manifestou pela
inexistência de repercussão geral da questão suscitada, por não se tratar de
matéria constitucional, Vejamos: “Alegação de cerceamento do direito de
defesa. Tema relativo à suposta violação aos princípios do contraditório, da
ampla defesa, dos limites da coisa julgada e do devido processo legal.
Julgamento da causa dependente de prévia análise da adequada aplicação
das normas infraconstitucionais. Rejeição da repercussão geral.” (STF,
Repercussão Geral no ARE-RG 748.371/MT, Rel. Min. Gilmar Mendes, DJe
01/08/2013)”
Na verdade, pretende o embargante o reexame do julgado. Todavia, para
tanto não se prestam os aclaratórios, cuja função não é questionar o acerto ou
desacerto do provimento jurisdicional, mas corrigir omissão, contradição ou
obscuridade porventura existentes, sendo impossível a atribuição, no caso em tela, do
efeito modificativo pretendido.
É que o efeito infringente é atribuído aos Embargos de Declaração em
situações excepcionais, ou seja, somente se sanadas a contradição, a omissão ou a
obscuridade, a alteração do julgado surgir como consequência necessária, bem como

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10483568034384900, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 216 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5493372.94.2018.8.09.0000
na ocorrência de erro material evidente ou de manifesta nulidade, o que não ocorreu
na espécie.
O Supremo Tribunal Federal não diverge:
“EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. AGRAVO REGIMENTAL. RECURSO
EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO. AUSÊNCIA DE OMISSÃO,
OBSCURIDADE OU CONTRADIÇÃO. REDISCUSSÃO DA MATÉRIA.
EFEITOS INFRINGENTES. IMPOSSIBILIDADE. EMBARGOS DE
DECLARAÇÃO REJEITADOS. I - Ausência dos pressupostos do
art. 1.022, I e II, do Código de Processo Civil. II –
Busca-se tão somente a rediscussão da matéria, porém os
embargos de declaração não constituem meio processual
adequado para a reforma do decisum, não sendo possível
atribuir-lhes efeitos infringentes, salvo em situações
excepcionais, o que não ocorre no caso em questão. III –
Embargos de declaração rejeitados.” (ARE 863796 AgR-ED,
Relator Min. RICARDO LEWANDOWSKI, julgado em 01/07/2016,
Dje-169, PUBLIC 12-08-2016)
Ao teor do exposto, conheço dos Embargos de Declaração, porém, os
rejeito pelas razões explanadas.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
20

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10483568034384900, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 217 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5493372.94.2018.8.09.0000
EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO INTERNO. RECURSO
EXTRAORDINÁRIO. OMISSÃO. REDISCUSSÃO DA MATÉRIA. HIPÓTESES
LEGAIS. Inexistindo no acórdão embargado as omissões apontadas, segundo a
dicção do art. 1.022 do novo Código de Processo Civil, impõe-se a rejeição dos
aclaratórios, vez que, notadamente se manifesta a intenção de revolvimento das
questões decididas. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO CONHECIDOS E
REJEITADOS.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403561034384904, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 218 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Embargos de Declaração Não-Acolhidos - Data da


Movimentação 19/02/2020 09:18:08

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5287530.20.2018.8.09.0000
CLASSE PROCESSUAL : Agravo de Instrumento ( CPC )
POLO ATIVO : RODRIGO SAMPAIO
POLO PASSIVO : COCARI - COOPERATIVA AGROPECUÁRIA E INDUSTRIAL
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : ANDREA GIOVANA GONÇALVES SAMPAIO


ADVG. PARTE : 12516 GO - ALESSANDRA REIS

PARTE INTIMADA : ANTÔNIO CARLOS SAMPAIO


ADVG. PARTE : 12516 GO - ALESSANDRA REIS

PARTE INTIMADA : HELENE PANS SAMPAIO


ADVG. PARTE : 12516 GO - ALESSANDRA REIS

PARTE INTIMADA : RODRIGO SAMPAIO


ADVG. PARTE : 12516 GO - ALESSANDRA REIS

PARTE INTIMADA : COCARI - COOPERATIVA AGROPECUÁRIA E INDUSTRIAL


ADVG. PARTE : 35971 PR - GEANDRO DE OLIVEIRA FAJARDO

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 219 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5287530.20.2018.8.09.0000
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO INTERNO NO RECURSO


EXTRAORDINÁRIO NO AGRAVO DE INSTRUMENTO N.
5287530.20.2018.8.09.0000
COMARCA DE GOIÂNIA
EMBARGANTES : ANDRÉA GIOVANA GONÇALVES SAMPAIO E OUTROS
EMBARGADA : COCARI - COOPERATIVA AGROPECUÁRIA E INDUSTRIAL

EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO


AGRAVO INTERNO. RECURSO EXTRAORDINÁRIO.
OMISSÃO. REDISCUSSÃO DA MATÉRIA.
HIPÓTESES LEGAIS. Inexistindo no acórdão
embargado as omissões apontadas, segundo a dicção
do art. 1.022 do novo Código de Processo Civil, impõe-
se a rejeição dos aclaratórios, vez que, notadamente se
manifesta a intenção de revolvimento das questões
decididas. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO
CONHECIDOS E REJEITADOS.

ACÓRDÃO

VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Embargos de Declaração no


Agravo Interno no Recurso Extraordinário no Agravo de Instrumento n.
5287530.20.2018.8.09.0000, da Comarca de Goiânia.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em conhecer e rejeitar os
Embargos de Declaração, nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de
Justiça.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403567034384918, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 220 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5287530.20.2018.8.09.0000
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
20

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403567034384918, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 221 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5287530.20.2018.8.09.0000
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO INTERNO NO RECURSO


EXTRAORDINÁRIO NO AGRAVO DE INSTRUMENTO N.
5287530.20.2018.8.09.0000
COMARCA DE GOIÂNIA
EMBARGANTES : ANDRÉA GIOVANA GONÇALVES SAMPAIO E OUTROS
EMBARGADA : COCARI - COOPERATIVA AGROPECUÁRIA E INDUSTRIAL

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Embargos de Declaração (Evento n. 108), opostos por Andréa


Giovana Gonçalves Sampaio e Outros, com fulcro no artigo 1.022, inciso I, do Código
de Processo Civil, em face do acórdão (Evento n. 104) que desproveu o Agravo
Interno interposto no Evento n. 88, em virtude das matérias versadas no feito
amoldarem-se àquelas apreciadas, pelo Supremo Tribunal Federal, nos
representativos das controvérsias indicados no ato agravado ARE n. 748.371/MT -
Tema 660 e AI n. 791.292/PE - Tema 339.
Em suas razões, os embargantes alegam que: “Diante das omissões acerca
das questões invocadas pelos embargantes, cabível os presentes embargos
declaratórios no sentido de, sanar a omissão acerca da questão entorno da questão
relativa à violação dos dispositivos do Código de Processo Civil, bem como sanar o
vício de ausência de fundamentação entorno de questões relativa à
inconstitucionalidade em decorrência do art. 93, inciso IX, da CF”.
Ao final, requerem seja reconhecida “a existência das omissões no v. acórdão
objurgado, posto que não houve a análise das questões que foram submetidas à
apreciação e revisão deste E. Tribunal”.
Contrarrazões (Evento n. 112).
É o relatório. Passo ao voto.
Presentes os pressupostos de admissibilidade dos Embargos de Declaração,
deles conheço.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403567034384918, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 222 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5287530.20.2018.8.09.0000
Pretendem os embargantes, sob a alegação de que o decisum impugnado
contém os vícios elencados no inciso I, do artigo 1.022 do Código de Processo Civil,
provocar manifestação desta Corte sobre questão que entende não ter sido apreciada
quando do julgamento do Agravo Interno, atribuindo-lhes efeitos infringentes.
Pois bem, não merece acolhimento os argumentos trazidos nos aclaratórios,
uma vez que inexiste vício a ser sanado no ato hostilizado, conquanto, foi apreciada a
questão essencial ao deslinde do tema tratado, de modo perfeitamente conciliável,
restando consignado no acórdão embargado que:
“Quanto ao Tema 339, o Colendo Supremo Tribunal Federal
manifestou-se definitivamente a respeito do artigo 93,
inciso IX, da Constituição Federal, no sentido de ser
exigido que o acórdão ou decisão seja fundamentada, ainda
que sucintamente, sem determinar, contudo, o exame
pormenorizado de cada uma das alegações ou provas, nem
que sejam corretos os respectivos fundamentos. Confira-
se: “QUESTÃO DE ORDEM. AGRAVO DE INSTRUMENTO. CONVERSÃO
EM RECURSO EXTRAORDINÁRIO (CPC, ART. 544, §§ 3° E 4°). 2.
Alegação de ofensa aos incisos XXXV e LX do art. 5º e ao
inciso IX do art. 93 da Constituição Federal.
Inocorrência. 3. O art. 93, IX, da Constituição Federal
exige que o acórdão ou decisão sejam fundamentados, ainda
que sucintamente, sem determinar, contudo, o exame
pormenorizado de cada uma das alegações ou provas, nem
que sejam corretos os fundamentos da decisão. 4. Questão
de ordem acolhida para reconhecer a repercussão geral,
reafirmar a jurisprudência do Tribunal, negar provimento
ao recurso e autorizar a adoção dos procedimentos
relacionados à repercussão geral.” (STF, Repercussão
Geral na Questão de Ordem no AI 791.292/PE, Rel. Min.
Gilmar Mendes, DJe 13/08/2010) Nesse contexto, não há que
se falar em ofensa ao artigo 93, inciso IX, da Carta
Magna, eis que a decisão objeto do Recurso Extraordinário
contém elementos suficientes de sua motivação, sendo
inviável, pois, o acolhimento da pretensão da agravante
em reformá-la, porquanto proferida no mesmo sentido da
orientação do Supremo Tribunal Federal, tornando-se
inafastável a aplicação do artigo 1.030, inciso I, alínea
“a”, do Código de Processo Civil. No tocante ao Tema 660,
de pronto, verifica-se que, muito embora os agravantes
tenham deduzido a inaplicabilidade do tema em voga (ARE-
RG n. 748.371/MT), não apresentam fundamentos
convincentes do aventado equívoco. Ao apreciar a matéria,
a Suprema Corte se manifestou pela inexistência de
repercussão geral da questão suscitada, por não se tratar
de matéria constitucional, Vejamos: “Alegação de
cerceamento do direito de defesa. Tema relativo à suposta
violação aos princípios do contraditório, da ampla
defesa, dos limites da coisa julgada e do devido processo
legal. Julgamento da causa dependente de prévia análise
da adequada aplicação das normas infraconstitucionais.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403567034384918, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 223 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5287530.20.2018.8.09.0000
Rejeição da repercussão geral.” (STF, Repercussão Geral
no ARE-RG 748.371/MT, Rel. Min. Gilmar Mendes, DJe
01/08/2013)”
Na verdade, pretendem os embargantes o reexame do julgado. Todavia, para
tanto não se prestam os aclaratórios, cuja função não é questionar o acerto ou
desacerto do provimento jurisdicional, mas corrigir omissão, contradição ou
obscuridade porventura existentes, sendo impossível a atribuição, no caso em tela, do
efeito modificativo pretendido.
É que o efeito infringente é atribuído aos Embargos de Declaração em
situações excepcionais, ou seja, somente se sanadas a contradição, a omissão ou a
obscuridade, a alteração do julgado surgir como consequência necessária, bem como
na ocorrência de erro material evidente ou de manifesta nulidade, o que não ocorreu
na espécie.
O Supremo Tribunal Federal não diverge:
“ EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. AGRAVO REGIMENTAL. RECURSO
EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO. AUSÊNCIA DE OMISSÃO,
OBSCURIDADE OU CONTRADIÇÃO. REDISCUSSÃO DA MATÉRIA.
EFEITOS INFRINGENTES. IMPOSSIBILIDADE. EMBARGOS DE
DECLARAÇÃO REJEITADOS. I - Ausência dos pressupostos do
art. 1.022, I e II, do Código de Processo Civil. II –
Busca-se tão somente a rediscussão da matéria, porém os
embargos de declaração não constituem meio processual
adequado para a reforma do decisum, não sendo possível
atribuir-lhes efeitos infringentes, salvo em situações
excepcionais, o que não ocorre no caso em questão. III –
Embargos de declaração rejeitados.” (ARE 863796 AgR-ED,
Relator Min. RICARDO LEWANDOWSKI, julgado em 01/07/2016,
Dje-169, PUBLIC 12-08-2016)
Ao teor do exposto, conheço dos Embargos de Declaração, porém os
rejeito pelas razões explanadas.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
20

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403567034384918, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 224 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5287530.20.2018.8.09.0000
EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO INTERNO. RECURSO
EXTRAORDINÁRIO. OMISSÃO. REDISCUSSÃO DA MATÉRIA. HIPÓTESES
LEGAIS. Inexistindo no acórdão embargado as omissões apontadas, segundo a
dicção do art. 1.022 do novo Código de Processo Civil, impõe-se a rejeição dos
aclaratórios, vez que, notadamente se manifesta a intenção de revolvimento das
questões decididas. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO CONHECIDOS E
REJEITADOS.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10433560034384911, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 225 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Conhecido e Não-Provido - Data da Movimentação


19/02/2020 09:28:34

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5091435.51.2017.8.09.0000
CLASSE PROCESSUAL : Agravo de Instrumento ( CPC )
POLO ATIVO : MINISTERIO PUBLICO
POLO PASSIVO : LEONARDO VELOSO DO PRADO
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : ALCIDES RODRIGUES FILHO


ADVG. PARTE : 18500 GO - COLEMAR JOSÉ DE MOURA FILHO

PARTE INTIMADA : LEONARDO VELOSO DO PRADO


ADVGS. PARTE : 55427 GO - GLAUCO BORGES DE ARAUJO JUNIOR
51038 GO - THAIS ARRUDA MASETTO

PARTE INTIMADA : THAIS ARRUDA MASETTO VELOSO


ADVGS. PARTE : 51038 GO - THAIS ARRUDA MASETTO
33710 GO - KOWALSKY DO CARMO COSTA RIBEIRO

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 226 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5091435.51.2017.8.09.0000
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO ESPECIAL NO AGRAVO INTERNO NO


AGRAVO DE INSTRUMENTO N. 5091435.51.2017.8.09.0000
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS
AGRAVADOS : LEONARDO VELOSO DO PRADO E OUTROS

EMENTA: AGRAVO INTERNO NO RECURSO


ESPECIAL. DECISÃO DENEGATÓRIA DE RECURSO
ESPECIAL FUNDAMENTADA EM RECURSO
REPETITIVO. APLICAÇÃO DO ARTIGO 1.040,
INCISO I, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. Uma vez
que a matéria versada no presente feito amolda-se
àquela apreciada pelo Superior Tribunal de Justiça no
julgamento do representativo da controvérsia (REsp n.
1.696.396/MT - Tema 988) e tendo o acórdão objeto do
Recurso Especial julgado no mesmo direcionamento do
acórdão paradigma, nega-se provimento ao Agravo
Interno. AGRAVO INTERNO CONHECIDO E
DESPROVIDO.

ACÓRDÃO

VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Agravo Interno no Recurso


Especial no Agravo Interno no Agravo de Instrumento n. 5091435.51.2017.8.09.0000,
da Comarca de Goiânia.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em conhecer e desprover o

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403565034384667, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 227 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5091435.51.2017.8.09.0000
Agravo Interno, nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de
Justiça.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
25

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403565034384667, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 228 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5091435.51.2017.8.09.0000
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO ESPECIAL NO AGRAVO INTERNO NO


AGRAVO DE INSTRUMENTO N. 5091435.51.2017.8.09.0000
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS
AGRAVADOS : LEONARDO VELOSO DO PRADO E OUTROS

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Agravo Interno interposto pelo Ministério Público do Estado de


Goiás (Evento n. 110), em face da decisão que negou seguimento ao Recurso
Especial, nos termos do artigo 1.040, inciso I, do Código de Processo Civil, em razão
do julgamento do recurso representativo da controvérsia pelo Superior Tribunal de
Justiça – REsp n. 1.696.396/MT - Tema 988 (Evento n. 104).
Em suas razões, o agravante, com fundamentos reeditados e repetitivos,
alega que a decisão agravada aplicou de forma equivocada o referido paradigma,
argumentando que “o egrégio Tribunal de Justiça equivocou-se ao consignar que a
questão de direito suscitada nos autos foi decidida em consonância com o
entendimento esposado no julgamento do recurso representativo da controvérsia –
REsp n. 1.696.396/MT (Tema 988), haja vista que a hipótese dos autos não se
enquadra na regra de transição estabelecida pelo STJ”.
Requer o provimento da insurgência, para o fim de conferir regular
processamento ao Recurso Especial.
Isento de preparo.
Contrarrazões (Eventos n. 116 e n. 117).
É o relatório. Passo ao voto.
Presentes os pressupostos de admissibilidade, conheço do Agravo Interno,

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403565034384667, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 229 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5091435.51.2017.8.09.0000
sobretudo nos termos do artigo 1.030, § 2º, do Código de Processo Civil.
A decisão ora agravada negou seguimento ao Recurso Especial, com
fundamento no artigo 1.040, inciso I, do Código de Processo Civil, em face do
julgamento de representativo da controvérsia – REsp n. 1.696.396/MT - Tema 988.
Pois bem.
Analisando detidamente os autos, vislumbro que razão não assiste ao
agravante. Explico.
Verifica-se que a matéria versada no presente feito amolda-se, efetivamente,
àquela apreciada no recurso paradigma indicado no ato agravado (REsp n.
1.696.396/MT - Tema 988), em que a Corte Superior manifestou-se definitivamente a
respeito. Confira-se:
“RECURSO ESPECIAL REPRESENTATIVO DE CONTROVÉRSIA.
DIREITO PROCESSUAL CIVIL. NATUREZA JURÍDICA DO ROL DO ART.
1.015 DO CPC/2015. IMPUGNAÇÃO IMEDIATA DE DECISÕES
INTERLOCUTÓRIAS NÃO PREVISTAS NOS INCISOS DO REFERIDO
DISPOSITIVO LEGAL. POSSIBILIDADE. TAXATIVIDADE MITIGADA.
EXCEPCIONALIDADE DA IMPUGNAÇÃO FORA DAS HIPÓTESES
PREVISTAS EM LEI. REQUISITOS. 1- O propósito do presente recurso
especial, processado e julgado sob o rito dos recursos repetitivos, é definir a
natureza jurídica do rol do art. 1.015 do CPC/15 e verificar a possibilidade de
sua interpretação extensiva, analógica ou exemplificativa, a fim de admitir a
interposição de agravo de instrumento contra decisão interlocutória que
verse sobre hipóteses não expressamente previstas nos incisos do referido
dispositivo legal. 2- Ao restringir a recorribilidade das decisões interlocutórias
proferidas na fase de conhecimento do procedimento comum e dos
procedimentos especiais, exceção feita ao inventário, pretendeu o legislador
salvaguardar apenas as “situações que, realmente, não podem aguardar
rediscussão futura em eventual recurso de apelação”. 3- A enunciação, em
rol pretensamente exaustivo, das hipóteses em que o agravo de instrumento
seria cabível revela-se, na esteira da majoritária doutrina e jurisprudência,
insuficiente e em desconformidade com as normas fundamentais do
processo civil, na medida em que sobrevivem questões urgentes fora da lista
do art. 1.015 do CPC e que tornam inviável a interpretação de que o referido
rol seria absolutamente taxativo e que deveria ser lido de modo restritivo. 4-
A tese de que o rol do art. 1.015 do CPC seria taxativo, mas admitiria
interpretações extensivas ou analógicas, mostra-se igualmente ineficaz para
a conferir ao referido dispositivo uma interpretação em sintonia com as
normas fundamentais do processo civil, seja porque ainda remanescerão
hipóteses em que não será possível extrair o cabimento do agravo das
situações enunciadas no rol, seja porque o uso da interpretação extensiva ou
da analogia pode desnaturar a essência de institutos jurídicos
ontologicamente distintos. 5- A tese de que o rol do art. 1.015 do CPC seria
meramente exemplificativo, por sua vez, resultaria na repristinação do
regime recursal das interlocutórias que vigorava no CPC/73 e que fora
conscientemente modificado pelo legislador do novo CPC, de modo que
estaria o Poder Judiciário, nessa hipótese, substituindo a atividade e a
vontade expressamente externada pelo Poder Legislativo. 6- Assim, nos
termos do art. 1.036 e seguintes do CPC/2015, fixa-se a seguinte tese

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403565034384667, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 230 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5091435.51.2017.8.09.0000
jurídica: O rol do art. 1.015 do CPC é de taxatividade mitigada, por isso
admite a interposição de agravo de instrumento quando verificada a
urgência decorrente da inutilidade do julgamento da questão no
recurso de apelação. 7- Embora não haja risco de as partes que confiaram
na absoluta taxatividade serem surpreendidas pela tese jurídica firmada
neste recurso especial repetitivo, pois somente haverá preclusão quando o
recurso eventualmente interposto pela parte venha a ser admitido pelo
Tribunal, modulam-se os efeitos da presente decisão, a fim de que a
tese jurídica apenas seja aplicável às decisões interlocutórias
proferidas após a publicação do presente acórdão. (...)” (REsp's
1696396/MT e 1704520/MT, Rel. Ministra NANCY ANDRIGHI, CORTE
ESPECIAL, julgados em 05/12/2018, DJe 19/12/2018)
O acórdão objeto do Recurso Especial, cuja ementa se vê no Evento n. 81,
decidiu no mesmo direcionamento daquele estabelecido no recurso paradigma acima
transcrito. Vejamos:
"AGRAVO INTERNO NO AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO CIVIL
PÚBLICA POR ATO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. DECISÃO
INTERLOCUTÓRIA QUE DECLINA DA COMPETÊNCIA DO JUÍZO.
AUSENTE HIPÓTESE LEGAL DE CABIMENTO DO INSTRUMENTAL.
TAXATIVIDADE DO ART. 1.015 DO CPC/2015. FLEXIBILIZAÇÃO PELO
STJ. RECURSO REPETITIVO (REsp 1.696.396/MT) – Tema 988.
MODULAÇÃO DE EFEITOS. I- Em que pese o STJ ter firmado a orientação
jurisprudencial no REsp 1.696.396/MT, representativo de controvérsia, no
sentido de que o rol do artigo 1015 do CPC/2015 é de taxatividade mitigada,
admitindo a interposição de agravo de instrumento quando verificada a
urgência decorrente da inutilidade do julgamento da questão no recurso de
apelação, houve a modulação dos efeitos da decisão, para que a tese
jurídica apenas seja aplicável às decisões interlocutórias proferidas após a
publicação do referido acórdão (19/12/2018). II- Num novo juízo de
admissibilidade, nos termos do art. 1.040 do CPC/2015, por não se aplicar à
decisão interlocutória, anterior à publicação do acórdão paradigma, a tese
consolidada pelo STJ ao Tema 988, impõe-se a manutenção do acórdão
impugnado. RECURSO CONHECIDO E DESPROVIDO."
Com efeito, a Corte Especial do STJ, no julgamento do referido paradigma,
firmou a tese de que "o rol do art. 1.015 do CPC é de taxatividade mitigada, por isso
admite a interposição de agravo de instrumento quando verificada a urgência
decorrente da inutilidade do julgamento da questão no recurso de apelação" e
estabeleceu, ao modular os efeitos, que essa tese somente se aplicará às decisões
interlocutórias proferidas após a publicação do acórdão que a fixou, ou seja,
19/12/2018.
No caso, a decisão interlocutória foi proferida em 27 de janeiro de 2016
(Evento n. 16 – feito originário), portanto, antes da publicação do acórdão repetitivo, o
que afasta a incidência no caso concreto do entendimento firmado naquele julgado.
Dessa maneira, correta a conclusão do acórdão recorrido sobre o cabimento do
Agravo de Instrumento apenas nas hipóteses expressamente previstas no artigo 1.015
do CPC/2015.
Nesse contexto, inviável a pretensão do agravante de reformar a decisão
agravada, visto que está em perfeita consonância com o paradigma julgado pela Corte

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403565034384667, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 231 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5091435.51.2017.8.09.0000
Superior, tornando-se inafastável a aplicação do artigo 1.040, inciso I, do Código de
Processo Civil.
Ao teor do exposto, nego provimento ao presente Agravo Interno.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
25

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10403565034384667, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 232 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5091435.51.2017.8.09.0000
EMENTA: AGRAVO INTERNO NO RECURSO ESPECIAL. DECISÃO
DENEGATÓRIA DE RECURSO ESPECIAL FUNDAMENTADA EM
RECURSO REPETITIVO. APLICAÇÃO DO ARTIGO 1.040, INCISO I,
DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. Uma vez que a matéria versada
no presente feito amolda-se àquela apreciada pelo Superior Tribunal
de Justiça no julgamento do representativo da controvérsia (REsp n.
1.696.396/MT - Tema 988) e tendo o acórdão objeto do Recurso
Especial julgado no mesmo direcionamento do acórdão paradigma,
nega-se provimento ao Agravo Interno. AGRAVO INTERNO
CONHECIDO E DESPROVIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10433565034384665, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 233 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Conhecido e Não-Provido - Data da Movimentação


19/02/2020 09:30:59

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5159602.64.2017.8.09.0051
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : CASSIO RICARDO GONÇALVES DE DEUS
POLO PASSIVO : ESTADO DE GOIAS
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : CASSIO RICARDO GONÇALVES DE DEUS


ADVG. PARTE : 28253 GO - SANDRO DE ABREU SANTOS

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 234 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5159602.64.2017.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5159602.64.2017.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : CÁSSIO RICARDO GONÇALVES DE DEUS
AGRAVADO : ESTADO DE GOIÁS

EMENTA: AGRAVO INTERNO. RECURSO


EXTRAORDINÁRIO. APLICAÇÃO DO ARTIGO 1.030,
INCISO I, ALÍNEA “A”, DO NOVO CÓDIGO DE
PROCESSO CIVIL. Uma vez que a matéria versada no
feito amolda-se àquela apreciada pelo Supremo Tribunal
Federal no representativo da controvérsia indicado no
ato agravado (RE n. 632.853/CE - Tema 485), e tendo o
acórdão objeto do Recurso Extraordinário julgado no
mesmo direcionamento do acórdão paradigma, nega-se
provimento ao Agravo Interno, atendendo-se ao artigo
1.030, inciso I, alínea “a”, do Código de Processo Civil.
AGRAVO INTERNO CONHECIDO E DESPROVIDO.

ACÓRDÃO

VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Agravo Interno no Recurso


Extraordinário na Apelação Cível n. 5159602.64.2017.8.09.0051, da Comarca de
Goiânia.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em conhecer e desprover o
Agravo Interno, nos termos do voto do Presidente-Relator.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463566034384607, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 235 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5159602.64.2017.8.09.0051
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de
Justiça.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
04

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463566034384607, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 236 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5159602.64.2017.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5159602.64.2017.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : CÁSSIO RICARDO GONÇALVES DE DEUS
AGRAVADO : ESTADO DE GOIÁS

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Agravo Interno interposto por Cássio Ricardo Gonçalves de Deus


(Evento n. 68), em face da decisão inserida no Evento n. 64 que, nos termos do artigo
1.030, inciso I, alínea “a”, do Código de Processo Civil, negou seguimento ao Recurso
Extraordinário com supedâneo no posicionamento estampado no representativo de
controvérsia, RE n. 632.853/CE - Tema 485, cuja questão constitucional nele suscitada
foi reconhecida como de repercussão geral.
Em suas razões, o agravante sustenta que:
“No caso em tela, o que busca o Agravante é esse exercício do controle
externo de legalidade, tendo em vista que são evidentes e escancaradas as
IRREGULARIDADES cometidas pela Administração quando aplicou uma
prova objetiva em concurso público, onde há questões que desrespeitam as
normas do edital.
(…)
Assim, o pleito do Agravante não é nova correção de questão da prova
objetiva, mas sim anulação de questão ilegal.”
Aduz que sua pretensão não encontra óbice na tese fixada pelo Supremo
Tribunal Federal no RE 632.853/CE – Tema 485 do STF.
Ao final, requer a reforma do ato agravado, com o seguimento do Recurso
Extraordinário.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463566034384607, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 237 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5159602.64.2017.8.09.0051
Sem preparo, parte beneficiária da gratuidade da justiça.
Contrarrazões não apresentadas, conforme certificado no Evento n. 73.
É, em síntese, o relatório.
Passo ao voto.
Presentes os pressupostos de admissibilidade, conheço do recurso.
Como visto, o agravante insurge-se contra a decisão que negou seguimento
ao Recurso Extraordinário em face do julgamento do recurso representativo da
controvérsia pelo Supremo Tribunal Federal – RE n. 632.853/CE - Tema 485.
Pois bem, Verifica-se que a matéria versada no presente feito amolda-se,
efetivamente, àquela apreciada no recurso paradigma indicado no ato agravado (RE n.
632.853/CE - Tema 485), em que a Suprema Corte manifestou-se definitivamente a
respeito. Confira-se:
“ RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM REPERCUSSÃO GERAL. 2.
CONCURSO PÚBLICO. CORREÇÃO DE PROVA. Não compete ao Poder
Judiciário, no controle de legalidade, substituir banca examinadora para
avaliar respostas dadas pelos candidatos e notas a elas atribuídas.
Precedentes. 3. Excepcionalmente, é permitido ao Judiciário juízo de
compatibilidade do conteúdo das questões do concurso com o previsto no
edital do certame. Precedentes. 4. RECURSO EXTRAORDINÁRIO
PROVIDO.”(STF, RE nº 632.853/CE, Rel. Min. Gilmar Mendes, DJe 126,
Publicado em 29/06/2015)
Com efeito, o acórdão que ensejou a interposição do Recurso Extraordinário,
cuja ementa se vê no Evento n. 36, decidiu no mesmo direcionamento daquele
estabelecido no decisum acima trasladado:
“ APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO ANULATÓRIA DE ATO ADMINISTRATIVO.
CONCURSO PÚBLICO. SOLDADO DE 3ª CLASSE DA POLÍCIA MILITAR.
ANULAÇÃO DE QUESTÃO OBJETIVA E CÔMPUTO DE PONTOS PARA
PROSSEGUIMENTO NO CERTAME. IMPOSSIBILIDADE. AUSÊNCIA DE
VIOLAÇÃO DOS PRINCÍPIOS DA LEGALIDADE E DA VINCULAÇÃO AO
EDITAL. SENTENÇA MANTIDA. 1. Em matéria de concurso público, é
vedado ao Poder Judiciário substituir a Banca Examinadora, para rever os
critérios de formulação das questões, de correção de prova e de atribuição
de nota, limitando-se ao exame da observância aos princípios da legalidade
e da vinculação ao edital. 2. Conforme jurisprudência pacificada do Supremo
Tribunal Federal, para afastar a autoridade da banca examinadora e
autorizar a intervenção judicial, faz-se necessária a presença de questões
teratológicas, ou situações incompatíveis com as normas editalícias,
hipóteses não verificadas, nos autos, sendo a manutenção da sentença
medida imperativa. 3. Não existindo, portanto, qualquer ilegalidade, nas
questões objetivas, apontadas pelo Autor/Apelante, e diante da observância
das matérias questionadas, pelo edital do certame, mostra-se incabível a
pretensão anulatória, pleiteada na inicial. APELAÇÃO CÍVEL CONHECIDA E
DESPROVIDA.”
Nesse contexto, inviável o acolhimento da pretensão do agravante em

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463566034384607, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 238 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5159602.64.2017.8.09.0051
reformar a decisão agravada, pois o Recurso Extraordinário tratou de questão
constitucional decidida no mesmo sentido da orientação do Supremo Tribunal Federal,
tornando-se inafastável a aplicação do artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, do Código de
Processo Civil.
Ao teor do exposto, nego provimento ao Agravo Interno.
É o voto
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
04

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10463566034384607, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 239 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5159602.64.2017.8.09.0051
EMENTA: AGRAVO INTERNO. RECURSO EXTRAORDINÁRIO. APLICAÇÃO DO
ARTIGO 1.030, INCISO I, ALÍNEA “A”, DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.
Uma vez que a matéria versada no feito amolda-se àquela apreciada pelo Supremo
Tribunal Federal no representativo da controvérsia indicado no ato agravado (RE n.
632.853/CE - Tema 485), e tendo o acórdão objeto do Recurso Extraordinário julgado
no mesmo direcionamento do acórdão paradigma, nega-se provimento ao Agravo
Interno, atendendo-se ao artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, do Código de Processo Civil.
AGRAVO INTERNO CONHECIDO E DESPROVIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10423568034384609, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 240 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Não Conhecido - Data da Movimentação 19/02/2020


09:33:18

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 0372363.94.2014.8.09.0065
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : ALESSANDRA SILVEIRA VIDIGAL
POLO PASSIVO : BANCO DO BRASIL S/A
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : BANCO DO BRASIL S/A


ADVG. PARTE : 28610 GO - RAFAEL SGANZERLA DURAND

PARTE INTIMADA : AMAFLOR SILVERA VIDIGAL


ADVG. PARTE : 23771 GO - MARCIO EMERSON ALVES PEREIRA

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 241 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0372363.94.2014.8.09.0065
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO ESPECIAL NO AGRAVO INTERNO NA


APELAÇÃO CÍVEL N. 0372363.94.2014.8.09.0065
COMARCA DE GOIÁS
AGRAVANTE : BANCO DO BRASIL S/A
AGRAVADO : AMAFLOR SILVEIRA VIDIGAL

EMENTA: AGRAVO INTERNO. DECISÃO QUE


INADMITE RECURSO ESPECIAL. ÓBICE SUMULAR.
NÃO CABIMENTO. Em caso de inadmissão de Recurso
Especial ou Extraordinário, é cabível o Agravo para o
Superior Tribunal de Justiça ou Supremo Tribunal
Federal, conforme o caso, salvo quando a decisão se
pautar na aplicação de entendimento firmado em regime
de repercussão geral ou em julgamento de recursos
repetitivos (artigo 1.042 do Código de Processo Civil), o
que não é a hipótese dos autos. AGRAVO INTERNO
NÃO CONHECIDO.

ACÓRDÃO

VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Agravo Interno no Recurso


Especial no Agravo Interno na Apelação Cível n. 0372363.94.2014.8.09.0065, da
Comarca de Goiás.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em não conhecer do Agravo
Interno, nos termos do voto do Presidente-Relator.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10413561034384912, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 242 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0372363.94.2014.8.09.0065
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de
Justiça.
Goiânia, 10 de fevereiro 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
04

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10413561034384912, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 243 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0372363.94.2014.8.09.0065
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO ESPECIAL NO AGRAVO INTERNO NA


APELAÇÃO CÍVEL N. 0372363.94.2014.8.09.0065
COMARCA DE GOIÁS
AGRAVANTE : BANCO DO BRASIL S/A
AGRAVADO : AMAFLOR SILVEIRA VIDIGAL

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Agravo Interno interposto por Banco do Brasil S/A (Evento n. 74),
contra decisão constante do Evento n. 71, desta Presidência que, em exercício do
juízo de admissibilidade, deixou de admitir o Recurso Especial, por óbice sumular.
Em suas razões, o agravante aduz acerca da viabilidade dos argumentos
lançados no Recurso Especial, bem como acerca da inaplicabilidade da Súmula 282
do Supremo Tribunal Federal ao caso dos autos, requerendo o provimento do presente
Agravo Interno para reformar a decisão hostilizada.
Recurso preparado (Evento n. 74).
Contrarrazões não apresentadas, conforme certificado no Evento n. 83.
É o relatório. Passo ao voto.
Analisando os pressupostos de admissibilidade do recurso, verifico a
existência de óbice intransponível ao seu conhecimento.
Emerge, in casu, a dicção do artigo 1.042 do Código de Processo Civil, ao
estabelecer que, ante a inadmissão de Recurso Especial ou Extraordinário, é cabível o
Agravo para o Superior Tribunal de Justiça ou Supremo Tribunal Federal, conforme o
caso, salvo quando a decisão se pautar em entendimento firmado em regime de
repercussão geral ou em julgamento de recursos repetitivos, o que não é a hipótese
dos autos, pois o Recurso Especial foi inadmitido pela aplicação de entendimento
sumular de Corte Superior.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10413561034384912, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 244 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0372363.94.2014.8.09.0065
Sobre o tema, eis a jurisprudência pacificada:
“PROCESSUAL CIVIL. DECISÃO QUE INADMITE RECURSO ESPECIAL.
INTERPOSIÇÃO DE AGRAVO INTERNO. RECURSO MANIFESTAMENTE
INCABÍVEL. ERRO GROSSEIRO. DEFICIÊNCIA DA FUNDAMENTAÇÃO.
RAZÕES RECURSAIS DISSOCIADAS. SÚMULA 284/STF. 1. É assente no
STJ que a interposição de Agravo Interno (art. 1.021, CPC/2015), em vez de
Agravo em Recurso Especial (art. 1.042 do CPC/2015) contra decisão que
não admite o Recurso Especial na origem, configura erro grosseiro que
inviabiliza a aplicação do princípio da fungibilidade recursal. 2. O Tribunal de
origem firmou a compreensão de que ‘o agravo interno, interposto com apoio
no art. 1021 do NCPC, mostra-se inadequado pelas regras atuais, já que há
previsão específica de agravo dirigido às Cortes Superiores, contra a
decisão que inadmite recurso excepcional (art. 1.042, do NCPC). Por
conseguinte, o ato processual carrega a pecha denominada pelos Tribunais
Superiores de erro grosseiro, porquanto impede a aplicação do princípio da
fungibilidade recursal’. (...) (REsp 1740831/PR, Relator Ministro Herman
Benjamin, Segunda Turma, julgado em 12/06/2018, DJe 26/11/2018)
“ PROCESSUAL CIVIL. ADMINISTRATIVO. NÃO FORNECIMENTO DE
DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR. ALEGAÇÃO DE OCORRÊNCIA DE
DANOS. INTERPOSIÇÃO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO PARA IMPUGNAR
DECISÃO QUE NEGA SEGUIMENTO AO RECURSO ESPECIAL. RECURSO
INCABÍVEL. I- Para atacar a decisão que inadmite o apelo especial, o recurso cabível
é o agravo previsto no art. 1.042 do Código de Processo Civil de 2015. Ressalte-se
que a interposição equivocada de recurso quando há expressa disposição legal e
ausente dúvida objetiva, constitui manifesto erro grosseiro. Dessa forma, inaplicável o
princípio da fungibilidade II - Agravo interno improvido." (STJ, Relator Ministro
Francisco Falcão, AgInt no AREsp 1004764/AP, Segunda Turma, DJ de 13/06/2017)

Ao teor do exposto, deixo de conhecer do Agravo Interno porque


manifestamente inadmissível.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
04

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10413561034384912, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 245 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0372363.94.2014.8.09.0065
EMENTA: AGRAVO INTERNO. DECISÃO QUE INADMITE RECURSO ESPECIAL.
ÓBICE SUMULAR. NÃO CABIMENTO. Em caso de inadmissão de Recurso Especial
ou Extraordinário, é cabível o Agravo para o Superior Tribunal de Justiça ou Supremo
Tribunal Federal, conforme o caso, salvo quando a decisão se pautar na aplicação de
entendimento firmado em regime de repercussão geral ou em julgamento de recursos
repetitivos (artigo 1.042 do Código de Processo Civil), o que não é a hipótese dos
autos. AGRAVO INTERNO NÃO CONHECIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10453560034384910, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 246 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Conhecido e Não-Provido - Data da Movimentação


19/02/2020 09:39:48

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 0407095.12.2015.8.09.0051
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : DENISE DE SOUZA
POLO PASSIVO : MUNICIPIO DE GOIANIA
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : DENISE DE SOUZA


ADVG. PARTE : 28253 GO - SANDRO DE ABREU SANTOS

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 247 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0407095.12.2015.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


0407095.12.2015.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : DENISE DE SOUZA
AGRAVADO : MUNICÍPIO DE GOIÂNIA

EMENTA: AGRAVO INTERNO. RECURSO


EXTRAORDINÁRIO. DECISÃO DENEGATÓRIA
FUNDAMENTADA EM REPERCUSSÃO GERAL.
TEMA 784/STF. APLICAÇÃO DO ARTIGO 1.030,
INCISO I, ALÍNEA “A”, DO CÓDIGO DE PROCESSO
CIVIL. Uma vez que a matéria versada no presente feito
amolda-se àquela apreciada pelo Supremo Tribunal
Federal no julgamento do representativo da controvérsia
(RE n. 837.311/PI - Tema 784) e tendo o acórdão objeto
do R e c u r s o Ex t r aor dinár io ju lg a d o n o m e s m o
direiconamento do acórdão paradigma, nega-se
provimento ao Agravo Interno. AGRAVO INTERNO
CONHECIDO E DESPROVIDO.

ACÓRDÃO

VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Agravo Interno no Recurso


Extraordinário na Apelação Cível n. 0407095.12.2015.8.09.0051, da Comarca de
Goiânia.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em conhecer e desprover o
Agravo Interno, nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10483563034384248, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 248 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0407095.12.2015.8.09.0051
Justiça.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
23

PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


0407095.12.2015.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : DENISE DE SOUZA
AGRAVADO : MUNICÍPIO DE GOIÂNIA

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Agravo Interno interposto por Denise de Souza (Evento n. 111),


em face da decisão inserida no Evento n. 105 que, nos termos do artigo 1.030, inciso I,
alínea “a”, do Código de Processo Civil, negou seguimento ao Recurso Extraordinário
(Evento n. 98) com supedâneo no posicionamento estampado no recurso
representativo da controvérsia julgado pelo Supremo Tribunal Federal (RE n.
837.311/PI - Tema 784).
Aduz a agravante que a decisão recorrida aplicou de forma equivocada
mencionado paradigma do Supremo Tribunal Federal, o que causou-lhe sérios
prejuízos.
Em suas razões recursais, assevera que foi aprovada em concurso público
realizado pelo recorrido, conquistando a 10ª colocação na classificação geral. Aduz
que o Município de Goiânia convocou somente os cinco primeiros colocados para
tomarem posse e, que, através de informações obtidas junto ao Recorrido, tomou

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10483563034384248, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 249 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0407095.12.2015.8.09.0051
conhecimento que atualmente o cargo para o qual concorreu conta com o déficit de
cinco (05) servidores. Sustenta que, por esse motivo, “passou a figurar dentro do
número de vagas disponíveis”.
Ressalta que: “Em que pese o Anexo I do Edital do certame tenha
estabelecido que seriam providas 05 (cinco) vagas para o cargo de ESPECIALISTA
EM SAÚDE-EDUCAÇÃO FÍSICA, vale destacar que o certame em questão fora
acometido de inúmeras irregularidades, que gera direito à nomeação e posse da
Agravante.”
Por derradeiro, requer o provimento do presente agravo, para o fim de conferir
regular processamento ao Recurso Extraordinário.
A agravante, isenta do preparo, eis que beneficiária da gratuidade da justiça
(Evento n. 50).
Contrarrazões (Evento n. 120).
É o relatório. Passo ao voto.
Presentes os pressupostos de admissibilidade, conheço do Agravo Interno,
sobretudo nos termos do artigo 1.030, § 2º, do Código de Processo Civil.
A agravante insurge-se contra a decisão que negou seguimento ao Recurso
Extraordinário, em face do julgamento de representativo da controvérsia - RE n.
837.311/PI - Tema 784.
Pois bem, analisando detidamente os autos, vislumbro que razão não assiste
à agravante. Explico.
Verifica-se que a matéria versada no presente feito amolda-se, efetivamente,
àquela apreciada no recurso paradigma indicado no ato agravado (RE n. 837.311/PI -
Tema 784), em que a Suprema Corte manifestou-se definitivamente a respeito.
Confira-se:
“RECURSO EXTRAORDINÁRIO. CONSTITUCIONAL E ADMINISTRATIVO.
REPERCUSSÃO GERAL RECONHECIDA. TEMA 784 DO PLENÁRIO
VIRTUAL. CONTROVÉRSIA SOBRE O DIREITO SUBJETIVO À
NOMEAÇÃO DE CANDIDATOS APROVADOS ALÉM DO NÚMERO DE
VAGAS PREVISTAS NO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO NO CASO DE
SURGIMENTO DE NOVAS VAGAS DURANTE O PRAZO DE VALIDADE
DO CERTAME. MERA EXPECTATIVA DE DIREITO À NOMEAÇÃO.
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. SITUAÇÕES EXCEPCIONAIS. IN CASU, A
ABERTURA DE NOVO CONCURSO PÚBLICO FOI ACOMPANHADA DA
DEMONSTRAÇÃO INEQUÍVOCA DA NECESSIDADE PREMENTE E
INADIÁVEL DE PROVIMENTO DOS CARGOS. INTERPRETAÇÃO DO
ART. 37, IV, DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA DE 1988. ARBÍTRIO.
PRETERIÇÃO. CONVOLAÇÃO EXCEPCIONAL DA MERA EXPECTATIVA
EM DIREITO SUBJETIVO À NOMEAÇÃO. PRINCÍPIOS DA EFICIÊNCIA,
BOA-FÉ, MORALIDADE, IMPESSOALIDADE E DA PROTEÇÃO DA
CONFIANÇA. FORÇA NORMATIVA DO CONCURSO PÚBLICO.
INTERESSE DA SOCIEDADE. RESPEITO À ORDEM DE APROVAÇÃO.
ACÓRDÃO RECORRIDO EM SINTONIA COM A TESE ORA DELIMITADA.
RECURSO EXTRAORDINÁRIO A QUE SE NEGA PROVIMENTO. 1. O

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10483563034384248, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 250 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0407095.12.2015.8.09.0051
postulado do concurso público traduz-se na necessidade essencial de o
Estado conferir efetividade a diversos princípios constitucionais, corolários
do merit system, dentre eles o de que todos são iguais perante a lei, sem
distinção de qualquer natureza (CRFB/88, art. 5º, caput). 2. O edital do
concurso com número específico de vagas, uma vez publicado, faz exsurgir
um dever de nomeação para a própria Administração e um direito à
nomeação titularizado pelo candidato aprovado dentro desse número de
vagas. Precedente do Plenário: RE 598.099 - RG, Relator Min. Gilmar
Mendes, Tribunal Pleno, DJe 03-10-2011. 3. O Estado Democrático de
Direito republicano impõe à Administração Pública que exerça sua
discricionariedade entrincheirada não, apenas, pela sua avaliação unilateral
a respeito da conveniência e oportunidade de um ato, mas, sobretudo, pelos
direitos fundamentais e demais normas constitucionais em um ambiente de
perene diálogo com a sociedade. 4. O Poder Judiciário não deve atuar como
‘Administrador Positivo’, de modo a aniquilar o espaço decisório de
titularidade do administrador para decidir sobre o que é melhor para a
Administração: se a convocação dos últimos colocados de concurso público
na validade ou a dos primeiros aprovados em um novo concurso. Essa
escolha é legítima e, ressalvadas as hipóteses de abuso, não encontra
obstáculo em qualquer preceito constitucional.5. Consectariamente, é cediço
que a Administração Pública possui discricionariedade para, observadas as
normas constitucionais, prover as vagas da maneira que melhor convier para
o interesse da coletividade, como verbi gratia, ocorre quando, em função de
razões orçamentárias, os cargos vagos só possam ser providos em um
futuro distante, ou, até mesmo, que sejam extintos, na hipótese de restar
caracterizado que não mais serão necessários. 6. A publicação de novo
edital de concurso público ou o surgimento de novas vagas durante a
validade de outro anteriormente realizado não caracteriza, por si só, a
necessidade de provimento imediato dos cargos. É que, a despeito da
vacância dos cargos e da publicação do novo edital durante a validade do
concurso, podem surgir circunstâncias e legítimas razões de interesse
público que justifiquem a inocorrência da nomeação no curto prazo, de modo
a obstaculizar eventual pretensão de reconhecimento do direito subjetivo à
nomeação dos aprovados em colocação além do número de vagas. Nesse
contexto, a Administração Pública detém a prerrogativa de realizar a escolha
entre a prorrogação de um concurso público que esteja na validade ou a
realização de novo certame. 7. A tese objetiva assentada em sede desta
repercussão geral é a de que o surgimento de novas vagas ou a abertura de
novo concurso para o mesmo cargo, durante o prazo de validade do certame
anterior, não gera automaticamente o direito à nomeação dos candidatos
aprovados fora das vagas previstas no edital, ressalvadas as hipóteses de
preterição arbitrária e imotivada por parte da administração, caracterizadas
por comportamento tácito ou expresso do Poder Público capaz de revelar a
inequívoca necessidade de nomeação do aprovado durante o período de
validade do certame, a ser demonstrada de forma cabal pelo candidato.
Assim, a discricionariedade da Administração quanto à convocação de
aprovados em concurso público fica reduzida ao patamar zero
(Ermessensreduzierung auf Null), fazendo exsurgir o direito subjetivo à
nomeação, verbi gratia, nas seguintes hipóteses excepcionais: I) Quando a
aprovação ocorrer dentro do número de vagas dentro do edital (RE 598.099);
II) Quando houver preterição na nomeação por não observância da ordem
de classificação (Súmula 15 do STF); III) Quando surgirem novas vagas, ou

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10483563034384248, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 251 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0407095.12.2015.8.09.0051
for aberto novo concurso durante a validade do certame anterior, e ocorrer a
preterição de candidatos aprovados fora das vagas de forma arbitrária e
imotivada por parte da administração nos termos acima. 8. In casu,
reconhece-se, excepcionalmente, o direito subjetivo à nomeação aos
candidatos devidamente aprovados no concurso público, pois houve, dentro
da validade do processo seletivo e, também, logo após expirado o referido
prazo, manifestações inequívocas da Administração piauiense acerca da
existência de vagas e, sobretudo, da necessidade de chamamento de novos
Defensores Públicos para o Estado. 9. Recurso Extraordinário a que se nega
provimento.” (STF, RE nº 837311/PI, Rel. Min. Luiz Fux, DJe 072, Publicado
em 18/04/2016).
O acórdão objeto do Recurso Extraordinário, cuja ementa se vê no Evento n.
76, decidiu no mesmo direcionamento daquele estabelecido no recurso paradigma
acima transcrito. Veja-se:
“APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DECLARATÓRIA DE DIREITO À NOMEAÇÃO
E POSSE. CONCURSO PÚBLICO. APROVAÇÃO EM CADASTRO DE
RESERVA. MERA EXPECTATIVA DE DIREITO. DISCRICIONARIEDADE
DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. AUSÊNCIA DE COMPROVAÇÃO DE
IRREGULARIDADES. 1 – Uma vez que a recorrente figura em cadastro de
reserva, há para ela mera expectativa de direito à nomeação, o que significa
que a Administração, dentro de seu poder discricionário e atendendo aos
seus interesses, poderá nomear livremente os candidatos nessa situação, de
acordo com os critérios de conveniência e oportunidade. 2 – Segundo
julgado do STF, no RE n. 837.311/PI, o candidato aprovado em concurso
público tem direito subjetivo à nomeação, dentre outras hipóteses, quando
haja a preterição arbitrária ou imotivada da nomeação, o que não restou
comprovado nos autos. 3 – O mero surgimento de novas vagas, a abertura
de novo concurso para o mesmo cargo ou mesmo a contratação de
servidores temporários para o exercício de funções equivalentes, durante o
prazo de validade do certame anterior, não gera automaticamente o direito à
nomeação dos candidatos aprovados fora das vagas previstas no edital,
devendo ficar demonstrada a preterição arbitrária e imotivada, o que não
ocorreu na espécie. APELAÇÃO CONHECIDA E DESPROVIDA.”
Pelo que se observa do acórdão acima, bem como de todo contexto dos
autos, a recorrente durante todo o processo, não logrou êxito em comprovar a alegada
preterição arbitrária e imotiva, ou qualquer das condições estabelecidas pelo Supremo
Tribunal Federal, através do recurso paradigma RE 837311 – Tema 784.
Nesse contexto, inviável a pretensão da agravante de reformar a decisão
agravada, visto que está em perfeita consonância com o paradigma julgado pela
Suprema Corte, no tocante ao direito à nomeação de candidatos fora do número de
vagas previstas no edital de concurso público, tornando-se inafastável a aplicação do
artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, Código de Processo Civil.
Ao teor do exposto, nego provimento ao presente Agravo Interno.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10483563034384248, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 252 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0407095.12.2015.8.09.0051
WALTER CARLOS LEMES
Presidente
23

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10483563034384248, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 253 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0407095.12.2015.8.09.0051

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10483563034384248, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 254 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 0407095.12.2015.8.09.0051
EMENTA: AGRAVO INTERNO. RECURSO EXTRAORDINÁRIO. DECISÃO
DENEGATÓRIA FUNDAMENTADA EM REPERCUSSÃO GERAL. TEMA 784/STF.
APLICAÇÃO DO ARTIGO 1.030, INCISO I, ALÍNEA “A”, DO CÓDIGO DE
PROCESSO CIVIL. Uma vez que a matéria versada no presente feito amolda-se
àquela apreciada pelo Supremo Tribunal Federal no julgamento do representativo da
controvérsia (RE n. 837.311/PI - Tema 784) e tendo o acórdão objeto do Recurso
Extraordinário julgado no mesmo direiconamento do acórdão paradigma, nega-se
provimento ao Agravo Interno. AGRAVO INTERNO CONHECIDO E DESPROVIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10473569034384243, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 255 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Conhecido e Não-Provido - Data da Movimentação


19/02/2020 09:41:46

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5170794.28.2016.8.09.0051
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : JULIANA LOPES DA CONCEIÇÃO
POLO PASSIVO : PREFEITO DO MUNICÍPIO DE GOIÂNIA
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : JULIANA LOPES DA CONCEIÇÃO


ADVG. PARTE : 28253 GO - SANDRO DE ABREU SANTOS

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 256 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5170794.28.2016.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5170794.28.2016.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : JULIANA LOPES DA CONCEIÇÃO
AGRAVADO : MUNICÍPIO DE GOIÂNIA

EMENTA: AGRAVO INTERNO. DECISÃO


DENEGATÓRIA DE RECURSO
EXTRAORDINÁRIO FUNDAMENTADO EM
REPERCUSSÃO GERAL. Uma vez que a matéria
versada no feito amolda-se àquela apreciada pelo
Supremo Tribunal Federal no representativo da
controvérsia indicado no ato agravado (RE n.
837.311/PI - TEMA 784), qual seja, “direito à
nomeação de candidatos aprovados fora do número
de vagas previstas no edital de concurso público no
caso de surgimento de novas vagas durante o
prazo de validade do certame” e tendo o acórdão
objeto do Recurso Extraordinário julgado no mesmo
direcionamento do acórdão paradigma, nega-se
provimento ao Agravo Interno, atendendo-se ao art.
1.030, inciso I, alínea “a”, do CPC. AGRAVO
INTERNO CONHECIDO E DESPROVIDO.

ACÓRDÃO

VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Agravo Interno no Recurso

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10473566034384291, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 257 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5170794.28.2016.8.09.0051
Extraordinário na Apelação Cível n. 5170794.28.2016.8.09.0051, da Comarca de
Goiânia.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em conhecer e desprover o
Agravo Interno, nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de
Justiça.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
18

PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5170794.28.2016.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : JULIANA LOPES DA CONCEIÇÃO
AGRAVADO : MUNICÍPIO DE GOIÂNIA

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Agravo Interno interposto por Juliana Lopes da Conceição


(Evento n. 173), em face da decisão que negou seguimento ao Recurso Extraordinário,
nos termos do artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, do Código de Processo Civil, em razão
do julgamento do recurso representativo da controvérsia pelo Supremo Tribunal

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10473566034384291, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 258 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5170794.28.2016.8.09.0051
Federal – RE nº 837.311/PI - Tema 784 (Evento n. 168).
Em suas razões, a agravante sustenta in verbis: “[…] conforme entendimento
do Supremo Tribunal Federal, a mera expectativa de direito convola-se em Direito
Subjetivo à nomeação quando surgirem novas vagas e ocorrem preterição arbitrária e
imotivada pela Administração Pública, DURANTE A VALIDADE DO CERTAME.”
(Evento n. 173, p. 09).
Encerra com o pedido de que seja reformado o ato agravado, dando
seguimento ao Recurso Extraordinário.
Agravante beneficiária da gratuidade da justiça (Evento n. 20).
Contrarrazões (Evento n. 184).
É o relatório. Passo ao voto.
Presentes os pressupostos de admissibilidade, conheço do recurso.
Verifica-se que a matéria versada no feito em questão amolda-se,
efetivamente, àquela apreciada no representativo da controvérsia indicado no ato
agravado Tema 784 (RE n. 837.311/PI), qual seja, o direito à nomeação do candidato
aprovado em concurso público fora do número de vagas previstas no edital. Confira-
se:
“RECURSO EXTRAORDINÁRIO. ADMINISTRATIVO. CONTROVÉRSIA SOBRE O
DIREITO SUBJETIVO À NOMEAÇÃO DE CANDIDATOS APROVADOS FORA DO
NÚMERO DE VAGAS PREVISTAS NO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO NO
CASO DE SURGIMENTO DE NOVAS VAGAS DURANTE O PRAZO DE VALIDADE
DO CERTAME. TEMA 784. REPERCUSSÃO GERAL RECONHECIDA.” (STF, Pleno,
RE 837.311/PI, Rel. Min. Luiz Fux, Repercussão Geral – mérito, DJ de 02/12/2014)

Com efeito, o acórdão que ensejou a interposição do Recurso Extraordinário,


cuja ementa se vê no Evento n. 69, decidiu no mesmo direcionamento daquele
estabelecido no decisum acima trasladado:
“ APELAÇÃO CÍVEL. MANDADO DE SEGURANÇA. NOMEAÇÃO EM
CONCURSO PÚBLICO. EXPECTATIVA DE DIREITO. PRECEDENTE DO
STF. REPERCUSSÃO GERAL. NÃO APRESENTAÇÃO DE
DOCUMENTOS. DESISTÊNCIA TÁCITA. CONVOCAÇÕES
POSTERIORES. FINALIDADE DE SUPRIR DESISTÊNCIAS. PRETERIÇÃO
EM RAZÃO DO SURGIMENTO DE NOVAS VAGAS E DE
CONTRATAÇÕES IRREGULARES PELA ADMINIS-TRAÇÃO,
EXONERAÇÕES E DESISTÊNCIAS. ÔNUS DA PROVA. IMPETRANTE.
NÃO DEMONSTRADOS. 1. Consoante já decidiu o Pleno do Supremo
Tribunal Federal, em sede repercussão geral (RE n. 837.311/PI - Tema n.
784), em caráter excepcional, é possível que o candidato aprovado fora do
número de vagas disponibilizadas no edital tenha convolado em direito
subjetivo a sua expectativa de nomeação, desde que verificada a preterição
arbitrária e imotivada por parte da Administração, caracterizada por
comportamento tácito ou expresso do Poder Público, capaz de revelar a
inequívoca necessidade de nomeação do aprovado durante o período de
validade do certame, a ser demonstrada de forma cabal pelo candidato. 2. A
posterior convocação de candidatos aprovados tem por finalidade suprir

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10473566034384291, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 259 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5170794.28.2016.8.09.0051
vagas não ocupadas por candidatos que desistem, expressa ou tacitamente,
do concurso. No caso, das 09 (nove) vagas destinadas a candidatos que não
apresentaram a documentação necessária a participar do certame, 06 (seis)
foram ocupadas por candidatos melhores classificados em convocações
posteriores. 3. Segundo precedente do STJ, além das hipóteses firmadas
pelo STF no RE n. 837.311/PI, os candidatos aprovados em concurso que
não se classificaram dentro do número de vagas previsto no edital têm mera
expectativa de direito à nomeação, expectativa essa que se converte em
direito subjetivo líquido certo e forem abertas vagas novas no prazo de
validade do certame, bem como se surgir a abertura de lugar preenchível no
quadro, decorrente, por exemplo, de aposentadorias, exonerações,
demissões, óbitos ou outros eventos. No caso a impetrante/recorrente foi
aprovada fora do cadastro reserva e, mesmo com a desistência dos
candidatos aprovados e convocados, a sua posição não foi alcançada. 4. A
paralela contratação de servidores temporários, terceirizados ou estagiários,
só por si, não caracteriza preterição na convocação e nomeação do autor ou
autoriza a conclusão de que tenham automaticamente surgido vagas
correlatas no quadro efetivo, a ensejar o chamamento de candidatos
aprovados em cadastro de reserva ou fora do número de vagas previstas no
edital condutor do certame. 5. In casu, a recorrente não se desincumbiu do
ônus de demonstrar o fato constitutivo do seu direito, isto é, que foi preterida
naqueles moldes, razão pela qual a manutenção da sentença de denegação
da segurança se impõe. Sentença mantida. Apelação cível conhecida e
desprovida.”
Ademais, convém ressaltar, houve decisão do Excelentíssimo Sr. Ministro
Dias Toffoli (Evento n. 157) determinando a subsunção dos presentes autos à
sistemática da repercussão conforme decidido no Tema 784 (RE 837.311).
Sendo assim, inviável a pretensão da agravante de reformar o ato agravado
que, consentânea à orientação do Supremo Tribunal Federal, reconheceu o direito
subjetivo à nomeação de candidato aprovado em concurso público fora do número de
vagas previstas no edital, desde que demonstrada a preterição da ordem de
classificação.
Ao teor do exposto, nego provimento ao Agravo Interno.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
18

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10473566034384291, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 260 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5170794.28.2016.8.09.0051
EMENTA: AGRAVO INTERNO. DECISÃO DENEGATÓRIA DE RECURSO
EXTRAORDINÁRIO FUNDAMENTADO EM REPERCUSSÃO GERAL. Uma vez que
a matéria versada no feito amolda-se àquela apreciada pelo Supremo Tribunal Federal
no representativo da controvérsia indicado no ato agravado (RE n. 837.311/PI - TEMA
784), qual seja, “direito à nomeação de candidatos aprovados fora do número de
vagas previstas no edital de concurso público no caso de surgimento de novas vagas
durante o prazo de validade do certame” e tendo o acórdão objeto do Recurso
Extraordinário julgado no mesmo direcionamento do acórdão paradigma, nega-se
provimento ao Agravo Interno, atendendo-se ao art. 1.030, inciso I, alínea “a”, do CPC.
AGRAVO INTERNO CONHECIDO E DESPROVIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10493567034384225, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 261 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Conhecido e Não-Provido - Data da Movimentação


19/02/2020 09:43:24

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5086150.55.2016.8.09.0051
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : EDIANI ARAUJO DE BRITO
POLO PASSIVO : MUNICÍPIO DE GOIÂNIA
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : EDIANI ARAUJO DE BRITO


ADVG. PARTE : 28253 GO - SANDRO DE ABREU SANTOS

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 262 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5086150.55.2016.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5086150.55.2016.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : EDIANI ARAÚJO DE BRITO
AGRAVADO : MUNICÍPIO DE GOIÂNIA

EMENTA: AGRAVO INTERNO.


RECURSO EXTRAORDINÁRIO.
DECISÃO DENEGATÓRIA
FUNDAMENTADA EM REPERCUSSÃO
GERAL. Uma vez que a matéria versada
no feito amolda-se àquela apreciada pelo
Supremo Tribunal Federal no
representativo da controvérsia indicado
no ato agravado (RE n. 837.311/PI -
TEMA 784), qual seja, “direito à
nomeação de candidatos aprovados fora
do número de vagas previstas no edital
de concurso público no caso de
surgimento de novas vagas durante o
prazo de validade do certame” e tendo o
acórdão objeto do Recurso Extraordinário
julgado no mesmo direcionamento do
acórdão paradigma, nega-se provimento
ao Agravo Interno, atendendo-se ao
artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, do
CPC/2015. AGRAVO INTERNO
CONHECIDO E DESPROVIDO.

ACÓRDÃO

VISTOS , relatados e discutidos estes autos de

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10443560034384236, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 263 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5086150.55.2016.8.09.0051
Agravo Interno no Recurso Extraordinário na Apelação Cível n.
5086150.55.2016.8.09.0051, da Comarca de Goiânia.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de
Goiás, em sessão pelos integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em
conhecer e desprover o Agravo Interno, nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Des. Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella,
Procuradora de Justiça.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES

Presidente
15

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10443560034384236, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 264 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5086150.55.2016.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5086150.55.2016.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : EDIANI ARAÚJO DE BRITO
AGRAVADO : MUNICÍPIO DE GOIÂNIA

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Agravo Interno interposto por Ediani Araújo de Brito (Evento n.


129), em face da decisão inserida no Evento n. 124 que, nos termos do artigo 1.030,
inciso I, alínea “a”, do Código de Processo Civil, negou seguimento ao Recurso
Extraordinário com supedâneo no posicionamento estampado no representativo de
controvérsia, RE n. 837.311/PI - Tema 784, cuja questão constitucional nele suscitada
foi reconhecida como de repercussão geral.
Em suas razões, a agravante sustenta, submeteu-se a concurso público ao
cargo de Especialista em Saúde – Enfermeiro-Geral, sendo aprovada na posição 446º
para cadastro de reserva, passando a ter a expectativa de direito a ser nomeada e
empossada no cargo. Entretanto, a Administração Pública optou-se a realizar contratos
de trabalho temporários, burlando a regra constitucional do concurso público.
Afirma que em razão de tais fatos “a mera expectativa de direito convola-se
em Direito Subjetivo à nomeação quando surgirem novas vagas e ocorrem preterição
arbitrária e imotivada pela Administração Pública, DURANTE A VALIDADE DO
CERTAME”.
Encerra com o pedido de reforma do ato agravado, asseverando que o RE n.
837.311/PI – Tema 784 não se aplica ao presente caso, postulando a reforma da
decisão para dar prosseguimento ao recurso interposto para ser dirimido pelo Supremo
Tribunal Federal.
Sem preparo, parte beneficiária da gratuidade da justiça.
Contrarrazões (Evento n. 136).

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10443560034384236, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 265 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5086150.55.2016.8.09.0051
É, em síntese, o relatório.
Passo ao voto.
Presentes os pressupostos de admissibilidade, conheço do recurso.
Como visto, a agravante insurge-se contra a decisão que negou seguimento
ao Recurso Extraordinário em face do julgamento do recurso representativo da
controvérsia pelo Supremo Tribunal Federal – RE nº 837.311/PI - Tema 784.
Pois bem, infere-se dos autos que a matéria em questão amolda-se,
efetivamente, àquela apreciada no representativo da controvérsia indicado no ato
agravado Tema 784 (RE n. 837.311/PI), qual seja, o direito à nomeação do candidato
aprovado em concurso público fora do número de vagas previstas no edital. Confira-
se:
“RECURSO EXTRAORDINÁRIO. ADMINISTRATIVO. CONTROVÉRSIA
SOBRE O DIREITO SUBJETIVO À NOMEAÇÃO DE CANDIDATOS
APROVADOS FORA DO NÚMERO DE VAGAS PREVISTAS NO EDITAL
DE CONCURSO PÚBLICO NO CASO DE SURGIMENTO DE NOVAS
VAGAS DURANTE O PRAZO DE VALIDADE DO CERTAME. TEMA 784.
REPERCUSSÃO GERAL RECONHECIDA.” (STF, Pleno, RE 837.311/PI,
Rel. Min. Luiz Fux, Repercussão Geral – mérito, DJ de 02/12/2014)
Com efeito, o acórdão que ensejou a interposição do Recurso Extraordinário,
cuja ementa se vê no Evento n. 92, decidiu no mesmo direcionamento daquele
estabelecido no decisum acima trasladado:
“APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DECLARATÓRIA. CONCURSO PÚBLICO
PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA. MERA EXPECTATIVA
DE DIREITO. CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA. NÃO DEMONSTRAÇÃO DE
SURGIMENTO DE NOVAS VAGAS COM PRETERIÇÃO DA NOMEAÇÃO.
AUSÊNCIA DE ILEGALIDADE. PREQUESTIONAMENTO.
IMPOSSIBILIDADE. HONORÁRIOS RECURSAIS. 1. A candidata
classificada para compor o cadastro de reserva, conf. edital do concurso
público, não tem direito à nomeação e convocação para o cargo pretendido,
tendo em vista que a situação, em regra, é de mera expectativa de direito,
que poderá se transformar em direito subjetivo em situações excepcionais,
tais como a preterição ilegal resultante da não observância da ordem de
classificação, prática de ato arbitrário e imotivado da Administração Pública,
no caso de surgimento de novas vagas durante o período de validade do
certame. 2. A contratação temporária para atender a necessidade transitória
de excepcional interesse público não indica a preterição dos candidatos
regularmente aprovados em certame, tampouco de demonstrar a existência
de cargos efetivos vagos. 3. Diante da ausência de demonstração da
existência de cargos efetivos vagos, bem como da alegada preterição do
Apelante/A., a manutenção da sentença é medida que se impõe. 4. Inviável
a pretensão de manifestação expressa acerca de determinados dispositivos
citados para fins de prequestionamento, posto que dentre as funções do
Poder Judiciário, não lhe é atribuída a de órgão consultivo. 5. O §11 do art.
85 do CPC dispõe que o Tribunal, ao julgar o recurso, majorará os
honorários fixados pelo Juízo a quo, levando-se em conta o trabalho
realizado em grau recursal, destarte, in casu, arbitrando-se honorários

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10443560034384236, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 266 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5086150.55.2016.8.09.0051
recursais em R$ 300,00 (trezentos reais), todavia, suspensa a exigibilidade
do pagamento, por ser a Apelante/A. beneficiária da justiça gratuita (art. 98,
§§ 2º e 3º, do CPC). APELAÇÃO CONHECIDA E DESPROVIDA.
SENTENÇA MANTIDA.”
Sendo assim, inviável a pretensão da agravante de reformar a decisão
hostilizada que, consentânea à orientação do Supremo Tribunal Federal, reconheceu o
direito subjetivo à nomeação do candidato aprovado em concurso público fora do
número de vagas previstas no edital, desde que demonstrada a preterição da ordem
de classificação.
Ao teor do exposto, nego provimento ao Agravo Interno.
É o voto
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
15

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10443560034384236, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 267 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5086150.55.2016.8.09.0051
EMENTA: AGRAVO INTERNO. RECURSO EXTRAORDINÁRIO. DECISÃO
DENEGATÓRIA FUNDAMENTADA EM REPERCUSSÃO GERAL. Uma vez que a
matéria versada no feito amolda-se àquela apreciada pelo Supremo Tribunal Federal
no representativo da controvérsia indicado no ato agravado (RE n. 837.311/PI - TEMA
784), qual seja, “direito à nomeação de candidatos aprovados fora do número de
vagas previstas no edital de concurso público no caso de surgimento de novas vagas
durante o prazo de validade do certame” e tendo o acórdão objeto do Recurso
Extraordinário julgado no mesmo direcionamento do acórdão paradigma, nega-se
provimento ao Agravo Interno, atendendo-se ao artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, do
CPC/2015. AGRAVO INTERNO CONHECIDO E DESPROVIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10483568034384234, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 268 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Conhecido e Não-Provido - Data da Movimentação


19/02/2020 09:45:10

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5203567.92.2017.8.09.0051
CLASSE PROCESSUAL : Apelação (CPC)
POLO ATIVO : MARIZA PIRES SOBRINHO
POLO PASSIVO : ESTADO DE GOIAS
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : MARIZA PIRES SOBRINHO


ADVG. PARTE : 28253 GO - SANDRO DE ABREU SANTOS

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 269 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5203567.92.2017.8.09.0051
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5203567.92.2017.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : MARIZA PIRES SOBRINHO
AGRAVADO : ESTADO DE GOIÁS

EMENTA: AGRAVO INTERNO. RECURSO EXTRAORDINÁRIO.


DECISÃO DENEGATÓRIA FUNDAMENTADA EM
REPERCUSSÃO GERAL. TEMA 784/STF. APLICAÇÃO DO
ARTIGO 1.030, INCISO I, ALÍNEA “A”, DO CÓDIGO DE
PROCESSO CIVIL. Uma vez que a matéria versada no presente
feito amolda-se àquela apreciada pelo Supremo Tribunal Federal no
julgamento do representativo da controvérsia (RE n. 837.311/PI -
Tema 784) e tendo o acórdão objeto do Recurso Extraordinário
julgado no direcionamento do acórdão paradígma, nega-se
provimento ao Agravo Interno. AGRAVO INTERNO CONHECIDO E
DESPROVIDO.

ACÓRDÃO

VISTOS, relatados e discutidos estes autos de Agravo Interno no Recurso


Extroardinário na Apelação Civel n. 5203567.92.2017.8.09.0051, da Comarca de
Goiânia.
ACORDA o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em sessão pelos
integrantes do Órgão Especial, à unanimidade de votos, em conhecer e desprover o
Agravo Interno, nos termos do voto do Presidente-Relator.
Presidiu a sessão o Desembargador Walter Carlos Lemes.
Presente a Drª. Ana Cristina Ribeiro Peternella França, Procuradora de
Justiça.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10443567034384608, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 270 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5203567.92.2017.8.09.0051
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente

PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Presidência

AGRAVO INTERNO NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO NA APELAÇÃO CÍVEL N.


5203567.92.2017.8.09.0051
COMARCA DE GOIÂNIA
AGRAVANTE : MARIZA PIRES SOBRINHO
AGRAVADO : ESTADO DE GOIÁS

RELATÓRIO E VOTO

Trata-se de Agravo Interno interposto por Mariza Pires Sobrinho (Evento n.


87), em face da decisão inserida no Evento n. 83 que, nos termos do artigo 1.030,
inciso I, alínea “a”, do Código de Processo Civil, negou seguimento ao Recurso
Extraordinário (Evento n. 73) com supedâneo no posicionamento estampado no
recurso representativo da controvérsia julgado pelo Supremo Tribunal Federal (RE n.
837.311/PI - Tema 784).
Aduz a Agravante que a decisão recorrida aplicou de forma equivocada
mencionado paradigma do Supremo Tribunal Federal, o que causou-lhe sérios
prejuízos.
Em suas razões recursais, assevera que “ a formação de cadastro de reserva
tem por finalidade configurar uma lista de mão de obra disponível para que, por
economia e eficiência, no momento em que advir a necessidade pública, os candidatos
em espera possam ser convocados sem a necessidade de instauração do novo
certame, que acarretaria mais despesas desnecessárias ao erário.”

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10443567034384608, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 271 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5203567.92.2017.8.09.0051
Prossegue defendendo que “não resta dúvida de que a Agravante tem direito
a ser convocada, nomeada, empossada e incluída no quadro de servidores públicos
do Estado de Goiás, comprovando assim, o seu interesse na presente demanda”.
Por derradeiro, requer o provimento da insurgência, para o fim de conferir
regular processamento ao Recurso Extraordinário.
Isento de preparo, agravente beneficiária da assistência judiciária (Evento n.
90).
Sem contrarrazões (Evento n. 94).
É o relatório. Passo ao voto.
Presentes os pressupostos de admissibilidade, conheço do Agravo Interno,
sobretudo nos termos do artigo 1.030, § 2º, do Código de Processo Civil.
A agravante insurge-se contra a decisão que negou seguimento ao Recurso
Extraordinário, em face do julgamento de representativo da controvérsia - RE n.
837.311/PI - Tema 784.
Pois bem, analisando detidamente os autos, vislumbro que razão não assiste
à agravante. Explico.
Verifica-se que a matéria versada no presente feito amolda-se, efetivamente,
àquela apreciada no recurso paradigma indicado no ato agravado (RE n. 837.311/PI -
Tema 784), em que a Suprema Corte manifestou-se definitivamente a respeito.
Confira-se:
“RECURSO EXTRAORDINÁRIO. CONSTITUCIONAL E ADMINISTRATIVO.
REPERCUSSÃO GERAL RECONHECIDA. TEMA 784 DO PLENÁRIO
VIRTUAL. CONTROVÉRSIA SOBRE O DIREITO SUBJETIVO À
NOMEAÇÃO DE CANDIDATOS APROVADOS ALÉM DO NÚMERO DE
VAGAS PREVISTAS NO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO NO CASO DE
SURGIMENTO DE NOVAS VAGAS DURANTE O PRAZO DE VALIDADE
DO CERTAME. MERA EXPECTATIVA DE DIREITO À NOMEAÇÃO.
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. SITUAÇÕES EXCEPCIONAIS. IN CASU, A
ABERTURA DE NOVO CONCURSO PÚBLICO FOI ACOMPANHADA DA
DEMONSTRAÇÃO INEQUÍVOCA DA NECESSIDADE PREMENTE E
INADIÁVEL DE PROVIMENTO DOS CARGOS. INTERPRETAÇÃO DO
ART. 37, IV, DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA DE 1988. ARBÍTRIO.
PRETERIÇÃO. CONVOLAÇÃO EXCEPCIONAL DA MERA EXPECTATIVA
EM DIREITO SUBJETIVO À NOMEAÇÃO. PRINCÍPIOS DA EFICIÊNCIA,
BOA-FÉ, MORALIDADE, IMPESSOALIDADE E DA PROTEÇÃO DA
CONFIANÇA. FORÇA NORMATIVA DO CONCURSO PÚBLICO.
INTERESSE DA SOCIEDADE. RESPEITO À ORDEM DE APROVAÇÃO.
ACÓRDÃO RECORRIDO EM SINTONIA COM A TESE ORA DELIMITADA.
RECURSO EXTRAORDINÁRIO A QUE SE NEGA PROVIMENTO. 1. O
postulado do concurso público traduz-se na necessidade essencial de o
Estado conferir efetividade a diversos princípios constitucionais, corolários
do merit system, dentre eles o de que todos são iguais perante a lei, sem
distinção de qualquer natureza (CRFB/88, art. 5º, caput). 2. O edital do
concurso com número específico de vagas, uma vez publicado, faz exsurgir

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10443567034384608, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 272 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5203567.92.2017.8.09.0051
um dever de nomeação para a própria Administração e um direito à
nomeação titularizado pelo candidato aprovado dentro desse número de
vagas. Precedente do Plenário: RE 598.099 - RG, Relator Min. Gilmar
Mendes, Tribunal Pleno, DJe 03-10-2011. 3. O Estado Democrático de
Direito republicano impõe à Administração Pública que exerça sua
discricionariedade entrincheirada não, apenas, pela sua avaliação unilateral
a respeito da conveniência e oportunidade de um ato, mas, sobretudo, pelos
direitos fundamentais e demais normas constitucionais em um ambiente de
perene diálogo com a sociedade. 4. O Poder Judiciário não deve atuar como
‘Administrador Positivo’, de modo a aniquilar o espaço decisório de
titularidade do administrador para decidir sobre o que é melhor para a
Administração: se a convocação dos últimos colocados de concurso público
na validade ou a dos primeiros aprovados em um novo concurso. Essa
escolha é legítima e, ressalvadas as hipóteses de abuso, não encontra
obstáculo em qualquer preceito constitucional.5. Consectariamente, é cediço
que a Administração Pública possui discricionariedade para, observadas as
normas constitucionais, prover as vagas da maneira que melhor convier para
o interesse da coletividade, como verbi gratia, ocorre quando, em função de
razões orçamentárias, os cargos vagos só possam ser providos em um
futuro distante, ou, até mesmo, que sejam extintos, na hipótese de restar
caracterizado que não mais serão necessários. 6. A publicação de novo
edital de concurso público ou o surgimento de novas vagas durante a
validade de outro anteriormente realizado não caracteriza, por si só, a
necessidade de provimento imediato dos cargos. É que, a despeito da
vacância dos cargos e da publicação do novo edital durante a validade do
concurso, podem surgir circunstâncias e legítimas razões de interesse
público que justifiquem a inocorrência da nomeação no curto prazo, de modo
a obstaculizar eventual pretensão de reconhecimento do direito subjetivo à
nomeação dos aprovados em colocação além do número de vagas. Nesse
contexto, a Administração Pública detém a prerrogativa de realizar a escolha
entre a prorrogação de um concurso público que esteja na validade ou a
realização de novo certame. 7. A tese objetiva assentada em sede desta
repercussão geral é a de que o surgimento de novas vagas ou a abertura de
novo concurso para o mesmo cargo, durante o prazo de validade do certame
anterior, não gera automaticamente o direito à nomeação dos candidatos
aprovados fora das vagas previstas no edital, ressalvadas as hipóteses de
preterição arbitrária e imotivada por parte da administração, caracterizadas
por comportamento tácito ou expresso do Poder Público capaz de revelar a
inequívoca necessidade de nomeação do aprovado durante o período de
validade do certame, a ser demonstrada de forma cabal pelo candidato.
Assim, a discricionariedade da Administração quanto à convocação de
aprovados em concurso público fica reduzida ao patamar zero
(Ermessensreduzierung auf Null), fazendo exsurgir o direito subjetivo à
nomeação, verbi gratia, nas seguintes hipóteses excepcionais: I) Quando a
aprovação ocorrer dentro do número de vagas dentro do edital (RE 598.099);
II) Quando houver preterição na nomeação por não observância da ordem
de classificação (Súmula 15 do STF); III) Quando surgirem novas vagas, ou
for aberto novo concurso durante a validade do certame anterior, e ocorrer a
preterição de candidatos aprovados fora das vagas de forma arbitrária e
imotivada por parte da administração nos termos acima. 8. In casu,
reconhece-se, excepcionalmente, o direito subjetivo à nomeação aos
candidatos devidamente aprovados no concurso público, pois houve, dentro

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10443567034384608, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 273 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5203567.92.2017.8.09.0051
da validade do processo seletivo e, também, logo após expirado o referido
prazo, manifestações inequívocas da Administração piauiense acerca da
existência de vagas e, sobretudo, da necessidade de chamamento de novos
Defensores Públicos para o Estado. 9. Recurso Extraordinário a que se nega
provimento.” (STF, RE nº 837311/PI, Rel. Min. Luiz Fux, DJe 072, Publicado
em 18/04/2016).
O acórdão objeto do Recurso Extraordinário, cuja ementa se vê no Evento n.
45, decidiu no mesmo direcionamento daquele estabelecido no recurso paradigma
acima transcrito. Veja-se:
“AÇÃO DECLARATÓRIA DE DIREITO À NOMEAÇÃO/POSSE EM CARGO
PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS. APROVAÇÃO EM CADASTRO DE
RESERVA. MERA EXPECTATIVA DE DIREITO. CONTRATAÇÕES
TEMPORÁRIAS. NÃO DEMONSTRAÇÃO DA EXISTÊNCIA DE VAGAS
COMPATÍVEIS COM SUA CLASSIFICAÇÃO. PREQUESTIONAMENTO. 1.
No caso concreto, a mera expectativa de direito só se convolaria em direito
subjetivo se fosse comprovado de forma inequívoca a existência de vagas
ou o exercício das mesmas funções pelos contratados temporários e, ainda
assim, caberia à Administração escolher o momento oportuno dentro do
prazo de validade do certame para realizar a nomeação. 2. Embora o órgão
julgador esteja obrigado a se expressar a respeito de cada argumentação
este não precisa se manifestar de cada artigo ou súmula relacionados à
matéria. APELAÇÃO CÍVEL CONHECIDA E DESPROVIDA. SENTENÇA
MANTIDA.”
Nesse contexto, inviável a pretensão da agravante de reformar a decisão
agravada, visto que está em perfeita consonância com o paradigma julgado pela
Suprema Corte, no tocante ao direito à nomeação de candidatos fora do número de
vagas previstas no edital de concurso público, tornando-se inafastável a aplicação do
artigo 1.030, inciso I, alínea “a”, Código de Processo Civil.
Ao teor do exposto, nego provimento ao presente Agravo Interno.
É o voto.
Goiânia, 10 de fevereiro de 2020.

WALTER CARLOS LEMES


Presidente
10

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10443567034384608, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 274 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5203567.92.2017.8.09.0051
EMENTA: AGRAVO INTERNO. RECURSO EXTRAORDINÁRIO. DECISÃO
DENEGATÓRIA FUNDAMENTADA EM REPERCUSSÃO GERAL. TEMA 784/STF.
APLICAÇÃO DO ARTIGO 1.030, INCISO I, ALÍNEA “A”, DO CÓDIGO DE
PROCESSO CIVIL. Uma vez que a matéria versada no presente feito amolda-se
àquela apreciada pelo Supremo Tribunal Federal no julgamento do representativo da
controvérsia (RE n. 837.311/PI - Tema 784) e tendo o acórdão objeto do Recurso
Extraordinário julgado no direcionamento do acórdão paradígma, nega-se provimento
ao Agravo Interno. AGRAVO INTERNO CONHECIDO E DESPROVIDO.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por WALTER CARLOS LEMES
Validação pelo código: 10433562034384603, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 275 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Arguição de Inconstitucionalidade Acolhida - Data


da Movimentação 19/02/2020 09:50:08

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5602730.91.2018.8.09.0000
CLASSE PROCESSUAL : Mandado de Segurança (CF; Lei 12016/2009)
POLO ATIVO : ADRIANA CANDIDA DA SILVA E OUTROS
POLO PASSIVO : JOSÉ ELIAS FERNANDES
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : ADRIANA CANDIDA DA SILVA E OUTROS


ADVG. PARTE : 34705 GO - ANDRE LUIZ SOARES BERNARDES

PARTE INTIMADA : JOSÉ ELIAS FERNANDES


ADVG. PARTE : 6272 MT - LUIZ PAULO GONSALVES DE RESENDE

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 276 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5602730.91.2018.8.09.0000
PODER JUDICIÁRIO
Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
Gabinete da Desembargadora Beatriz Figueiredo Franco

ARGUIÇÃO DE INCONSTITUCIONALIDADE DE LEI

N.º 5602730.91.2018.8.09.0000

COMARCA : ARAGARÇAS

ÓRGÃO ESPECIAL

ARGUENTE : QUINTA TURMA JULGADORA DA 4ª CÂMARA CÍVEL

RELATORA : DESª. BEATRIZ FIGUEIREDO FRANCO

VOTO

Conheço do incidente porque inédito (parágrafo único 1 , artigo 481, CPC) e indispensável ao
julgamento do recurso no bojo do qual aventado.

Ao modo de introduzir o debate acerca da validade da Lei n.º 1.859/2018 do município de


Aragarças, esclareça-se que as regras constitucionais básicas sobre processo legislativo, ordinário, sumário ou
especial, são normas de observância obrigatória, as quais simetricamente dispõem-se na Constituição Federal,
Constituições Estaduais e Leis Orgânicas.

A aludida Lei n.º 1.859/2018 de Aragarças, que fixa “oficialmente local de funcionamento da ‘FEIRA
DA LUA’ e dá outras providências”, deflagrada por iniciativa do Legislativo local, ostenta os seguintes
dispositivos:

Art. 1º - A Feira da Lua criada pela Lei 1.228/2001, destina-se a


venda a varejo direto ao consumidor final de produtos e serviços de qualquer
natureza, dentre os quais frutas, verduras e legumes; animais vivos e seus
subprodutos; alimentação e lazer; subprodutos de extração animal e vegetais;
confecções e artesanatos; plantas ornamentais e derivados da extração vegetal,
bem como todo e qualquer produto que tenha pôr fim a complementação da
renda familiar e o fim social do livre comércio.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por BEATRIZ FIGUEIREDO FRANCO
Validação pelo código: 10463560034322818, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 277 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5602730.91.2018.8.09.0000
Art. 2º - Fica estabelecida a Rua Luiz Rodrigues Magalhães (antiga
Rua 03/três) / (entre Av. Ministro João Alberto a Firmino Pereira Maia) no Setor
Araguaia para o funcionamento da feira livre denominada “FEIRA DA LUA”.

Art. 3º - Fica o Poder Executivo autorizado conceder, admitir, permitir,


disciplinar, regulamentar e fiscalizar a exploração comercial da feira da lua,
observando o fim social a que se propõe.

Art. 4º - A Feira da Lua funcionária aos Sábados no horário de


06h:00m (seis) às 23h:00m (vinte três) horas.

Art. 5º - Os pontos de individualização e localização de cada feirante


poderão ser fixados pelo Poder Executivo, respeitando a ordem de preferência
daqueles já instalados e reconhecidos por seus pontos comerciais, sob pena de
crime de abuso de poder.

Art. 6º - Os pontos comerciais instalados fora ou além dos limites


fixados pelo Executivo terão prazo máximo de 15 dias para buscar a devida
regularização, a contar da data da notificação sobre o fato.

Art. 7º - Revogadas as disposições em contrário, esta Lei entrará em


vigor na data de sua publicação.

Esta proposição foi aprovada pelo Poder Legislativo e enviada ao Chefe do Executivo, dele
recebendo veto integral em razão do vício de iniciativa (movimentação n.º 11, último arquivo). A despeito do
veto do alcaide, o diploma municipal foi promulgado pela Casa de Leis em 27 de junho de 2018.

Infere-se de simples leitura que, por iniciativa parlamentar, o questionado diploma legal fixou o local
de funcionamento da “Feira da Lua”, inovando “na gestão dos bens públicos municipais bem como na estrutura
administrativa do Executivo local para exercer o mister de fiscalizar as atividades objeto da lei”, conforme bem
asseverado pela ilustre Subprocuradora-Geral de Justiça, matérias manifestamente reservadas à iniciativa do
Chefe do Executivo.

Do quadro, observa-se sem esforço haver inconstitucionalidade orgânica na Lei n.º 1.859/2018 do
município de Aragarças por vício de iniciativa (artigo 77, I e V, Constituição do Estado de Goiás), a implicar
infração à independência entre os Poderes (artigo 2º, Constituição do Estado de Goiás). Vejam-se os
preceptivos da Carta Estadual:

Art. 2º - São poderes do Estado, independentes e harmônicos entre


si, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário.

… omissis…

Art. 77 - Compete privativamente ao Prefeito:

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por BEATRIZ FIGUEIREDO FRANCO
Validação pelo código: 10463560034322818, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 278 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5602730.91.2018.8.09.0000
I – exercer a direção superior da administração municipal;

… omissis ...

V - dispor sobre a estruturação, atribuições e funcionamento dos


órgãos da administração municipal;

… omissis ...

A mácula de origem contamina todo o processo legislativo e, por si só, invalida o normativo. Neste
sentido ecoa a jurisprudência deste tribunal, espelhada nos seguintes precedentes:

AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE. EMENDA À LEI


MUNICIPAL Nº 075/2017. INICIATIVA PARLAMENTAR. VÍCIO DE ORIGEM E
VIOLAÇÃO AO PRINCÍPIO DA INDEPENDÊNCIA DOS PODERES ESTATAIS.
INICIATIVA RESERVADA AO PREFEITO. OFENSA AOS ARTS. 2º e 77, inciso
V, DA CARTA ESTADUAL. 1. É da competência privativa do Chefe do Poder
Executivo Municipal a deflagração de processo legislativo que trate das matérias
elencadas no artigo 77 e incisos da Constituição Estadual. 2. A iniciativa para a
elaboração de lei é condição de validade do próprio processo legislativo, do que
resulta, uma vez não observada, a ocorrência de inconstitucionalidade formal. 3.
Nessa perspectiva, em conformidade com a jurisprudência deste Tribunal,
evidencia-se a inconstitucionalidade formal, por vício de iniciativa, da Emenda à
Lei Orgânica do Município de Goiânia n. 075/2017, que dispôs sobre matéria
pertinente a estruturação, atribuições e funcionamento dos órgãos da
administração municipal (art.77 da Constituição do Estado de Goiás e artigo 89,
inciso III, da Lei Orgânica do Município de Goiânia), por afronta aos artigos 2º,
caput, e 77, inciso V, ambos da Constituição do Estado de Goiás, eis que tal
matéria é reservada à iniciativa legislativa constitucionalmente outorgada ao
Prefeito, e afronta ao princípio da separação dos Poderes. AÇÃO DIRETA DE
INCONSTITUCIONALIDADE JULGADA PROCEDENTE.

(TJGO, Órgão Especial, ADI n.º 5061055-11.2018.8.09.0000, rel.ª


Des.ª Nelma Branco Ferreira Perilo, DJe de 14/6/2019)

AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE. LEI N. Nº


12.215/2012 DO MUNICÍPIO DE ALEXÂNIA. REVOGAÇÃO NA ÍNTEGRA DA
LEI MUNICIPAL N. 1.192/2011. VÍCIO FORMAL. INVASÃO DO PODER
LEGISLATIVO EM MATÉRIA ATINENTE À ESTRUTURAÇÃO DA
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. INICIATIVA RESERVADA DO CHEFE DO
EXECUTIVO. Verifica-se, no caso, a existência de vício formal na Lei Municipal
nº 12.215/2012, de iniciativa da Câmara Municipal de Alexânia - que revogou na
íntegra a Lei n. Lei n. 1.192/2011 -, cuja matéria ali tratada, era referente à
estruturação da Administração Pública, sendo a iniciativa de competência
privativa do Chefe do Executivo Municipal, de modo que não poderia o
Legislativo dispor a respeito, sob pena de indevida ingerência em gestão
administrativa de outro Poder e afronta ao princípio da harmonia, separação e
independência dos Poderes, consoante disposições contidas nos artigos 2º; e 77,

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por BEATRIZ FIGUEIREDO FRANCO
Validação pelo código: 10463560034322818, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 279 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5602730.91.2018.8.09.0000
incisos I e V, da Constituição do Estado de Goiás. Ação direta de
inconstitucionalidade julgada procedente.

(TJGO, Órgão Especial, ADI n.º 388160-82.2012.8.09.0000, rel. Des.


João Waldeck Felix de Sousa, DJ de 5/8/2015)

Desse modo, ante o desrespeito à iniciativa reservada ao Chefe do Poder Executivo municipal em
matéria pertinente à administração do município, conferida pela Constituição do Estado de Goiás ao Prefeito,
com o auxílio de seus secretários (artigo 732), impõe-se reconhecer o vício de forma da lei em voga.

Impende ressaltar, ainda, que ao Legislativo não é dado dispor a respeito do exercício de
prerrogativa do Chefe do Executivo, autorizando-o, a título exemplificativo, a “conceder, admitir, permitir,
disciplinar, regulamentar e fiscalizar a exploração comercial da feira da lua”. Convencionalmente denominadas
proposições autorizativas, normas desse jaez são comumente utilizadas para burlar a iniciativa exclusiva ou
reservada do alcaide.

Em razão do exposto, acolhendo o parecer ministerial, julgo procedente a arguição para declarar
incidentalmente a inconstitucionalidade formal da Lei n.º 1.859 de 27 de junho de 2018 do município de
Aragarças por afronta aos artigos 2º, 73 e 77, incisos I e V, da Constituição do Estado de Goiás.

Documento datado e assinado por meio digital.

1Parágrafo único. Os órgãos fracionários dos tribunais não submeterão ao plenário, ou ao órgão especial, a argüição de inconstitucionalidade,
quando já houver pronunciamento destes ou do plenário do Supremo Tribunal Federal sobre a questão.

2Art. 73. O Poder Executivo do Município é exercido pelo Prefeito, auxiliado pelos Secretários Municipais.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por BEATRIZ FIGUEIREDO FRANCO
Validação pelo código: 10463560034322818, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 280 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5602730.91.2018.8.09.0000
EMENTA: CONTROLE DIFUSO DE CONSTITUCIONALIDADE. LEI
N.º 1.859/2018 DO MUNICÍPIO DE ARAGARÇAS. VÍCIO DE INICIATIVA
(ARTIGOS 73 E 77, I E V, CE) A IMPLICAR EM OFENSA AO PRINCÍPIO DA
SEPARAÇÃO DOS PODERES (ARTIGO 2º, CE). ARGUIÇÃO PROCEDENTE.

1. A Lei n.º 1.859/2018 do município de Aragarças, que fixa


“oficialmente local de funcionamento da ‘FEIRA DA LUA’ e dá outras
providências”, de gênese parlamentar, recebeu veto integral do Prefeito,
mas foi promulgada pela casa de leis em 27 de junho de 2018. Simples
leitura do normativo revela sua inconstitucionalidade orgânica por vício de
iniciativa (artigos 73 e 77, I e V, CE), porquanto reservada ao chefe do
executivo a deflagração de lei versante sobre a administração municipal e o
exercício das prerrogativas do alcaide.

2. A inobservância da iniciativa de lei também arrosta a harmonia


entre os poderes Legislativo e Executivo, traçadas no artigo 2º da
Constituição do Estado de Goiás.

3. Arguição acolhida. Inconstitucionalidade formal da Lei


municipal n.º 1.859/2018 de Aragarças declarada incidentalmente.

ACÓRDÃO

Vista, relatada e discutida esta ARGUIÇÃO DE INCONSTITUCIONALIDADE DE LEI N.º


5602730.91.2018.8.09.0000, da comarca de ARAGARÇAS-GO, em que é arguente QUINTA TURMA
JULGADORA DA 4ª CÂMARA CÍVEL.

DECISÃO: Decide o Egrégio Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, pelos componentes da Órgão
Especial, por unanimidade de votos, acolher e declarar procedente a arguição nos termos do voto da relatora.

Documento datado e assinado por meio digital

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por BEATRIZ FIGUEIREDO FRANCO
Validação pelo código: 10493563034322811, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 281 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Decisão Não Concedida a Medida Liminar - Data da
Movimentação 18/02/2020 22:31:10

LOCAL : ÓRGÃO ESPECIAL


NR.PROCESSO : 5049866.65.2020.8.09.0000
CLASSE PROCESSUAL : Mandado de Segurança (CF; Lei 12016/2009)
POLO ATIVO : LUCA LIMA OLIVEIRA
POLO PASSIVO : JUSTIÇA PÚBLICA
SEGREDO JUSTIÇA : NÃO

PARTE INTIMADA : LUCA LIMA OLIVEIRA


ADVG. PARTE : 54182 GO - HEITOR DE SOUZA SOARES

- VIDE ABAIXO O(S) ARQUIVO(S) DA INTIMAÇÃO.

Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 282 de 5008


ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5049866.65.2020.8.09.0000
Gabinete do Desembargador Carlos Roberto Fávaro

Órgão Especial

MANDADO DE SEGURANÇA Nº 5049866.65.2020.8.09.0000

IMPETRANTE: LUCA LIMA OLIVEIRA


IMPETRADO: DESEMBARGADOR DA SEXTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE
JUSTIÇA
RELATOR: DES. CARLOS ROBERTO FÁVARO

EMENTA: MANDADO DE SEGURANÇA CONTRA DECISÃO


JUDICIAL. IMPOSSIBILIDADE. ATO JUDICIAL RECORRÍVEL.
INDEFERIMENTO DA PETIÇÃO INICIAL. ABUSIVIDADE E
TERATOLOGIA NÃO EVIDENCIADAS. 1. A impetração de
mandado de segurança contra ato judicial é medida que se
reveste de caráter excepcional, sendo admitida tão somente nas
hipóteses em que inexista instrumento recursal próprio e
adequado, bem como em caso de evidente ilegalidade ou
teratologia do ato impugnado, circunstâncias não evidenciadas
no caso em apreço. PETIÇÃO INICIAL INDEFERIDA.

DECISÃO MONOCRÁTICA

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por CARLOS ROBERTO FAVARO
Validação pelo código: 10443560037606885, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 283 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5049866.65.2020.8.09.0000
Trata-se de MANDADO DE SEGURANÇA, com pedido liminar, impetrado por LUCA
LIMA OLIVEIRA contra decisão judicial proferida pelo DESEMBARGADOR NORIVAL
SANTOMÉ, componente da 6ª Câmara Cível desta Corte, consubstanciado no
deferimento do pedido de atribuição de efeito suspensivo ao agravo de instrumento
(protocolo nº 5602450.86.2019.8.09.0000), interposto contra o decisum proferido pelo
Juiz de Direito da Vara de Família e Sucessões da Comarca de Mineiros, Dr. Demétrio
Mendes Ornelas Júnior, nos autos de embargos de terceiro (protocolo nº
5514457.78.2019.8.09.0105) opostos em desfavor do ESPÓLIO de THESSALÔNICO
DE OLIVEIRA e AMBROSINA VILELA DE OLIVEIRA.

Na petição inicial, o impetrante narra que opôs embargos de terceiro colimando a


proteção de seu direito de posse do imóvel objeto de discussão em processo diverso,
sob o argumento de que a exerce há 06 (seis) anos, “figurando como arrendatário por
meio de contrato de arrendamento devidamente registrado e celebrado no ano de
2014”.

Assevera que, nos autos da predita ação, sobreveio decisão liminar, na qual o julgador
singular deferiu o requerimento de tutela provisória de urgência formulado na exordial,
a fim de conceder-lhe a manutenção da posse direta provisória do bem.

Esclarece que, visando a desconstituição do referido decisum, a parte requerida


interpôs agravo de instrumento (protocolo nº 5602450.86.2019.8.09.0000), “com
alegações infundadas, induzindo o juízo a erro com uma série de inverdades”.

Acrescenta que, concluso o feito a este e. Tribunal Estadual, o Relator,


Desembargador Norival Santomé, obstou os efeitos da decisão agravada, “de forma
padronizada e sem apreciação das particularidades do caso em questão”, em decisão
unipessoal, contra a qual opôs embargos de declaração, bem como interpôs agravo
interno, os quais se encontram pendentes de julgamento.

Discorre sobre dispositivos legais justificadores do cabimento da via processual eleita


e, na sequência, sustenta que logrou demonstrar os requisitos previstos no art. 7º,
inciso III, da Lei nº 12.016/09, que autorizam o deferimento de liminar.

Defende que a fumaça do bom direito resta comprovada, uma vez que foi “
liminarmente mantido na posse do imóvel em virtude da existência do contrato de
arrendamento, sendo o legítimo possuidor direto da gleba de terra de nº 4 desde o ano
de 2014”.

Acrescenta que, de igual sorte, evidencia-se o perigo da demora, na medida em que

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por CARLOS ROBERTO FAVARO
Validação pelo código: 10443560037606885, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 284 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5049866.65.2020.8.09.0000
poderá sofrer “graves prejuízos de ordem financeira que podem ultrapassar o valor de
R$1.000.000,00 (um milhão de reais)”, porquanto “possui débitos contraídos para
aquisição de maquinários e investimentos na área”, que somente poderá saldar com a
continuidade de suas atividades agrícolas.

Nas linhas seguintes, preconiza que o direito líquido e certo arguido “tem amparo legal
na Lei 4.504/64 e no Decreto nº 59.566/66 (Lei do Contrato de Arrendamento)”, ao
passo em que ressai a ilegalidade do ato judicial impugnado, “ante a omissão e a
consequente falta de apreciação correta dos fatos e provas contida nos autos”.

Ao final, requer a concessão, em definitivo, da segurança, consoante fundamentação


expendida.

Instado, o impetrante juntou prova do pagamento das custas iniciais (mov. 6, doc. 2),
bem como petição em que manifestou-se acerca do possível não cabimento da ação
mandamental impetrada (mov. 6, doc. 1).

É o relatório. Decido.

De plano, ressai a existência de óbice impeditivo do processamento do presente


mandamus.

Com efeito, trata-se o mandado de segurança de instrumento dirigido à proteção de


direito líquido e certo contra ato abusivo ou ilegal de autoridade pública ou agente de
pessoa jurídica no exercício de atribuições do Poder Público (CF, art. 5º, LXIX).

Portanto, afigura-se errônea a impetração da ação constitucional como sucedâneo de


recurso previsto em lei.

A Lei do Mandado de Segurança (Lei 12.016/2009), prevê, em seu artigo 5º, inciso II,
que “não se concederá mandado de segurança quando se tratar de decisão judicial da
qual caiba recurso com efeito suspensivo”.

De igual sentir, a Súmula nº 267 do STF enuncia que “Não cabe mandado de
segurança contra ato judicial passível de recurso ou correição”.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás


Documento Assinado e Publicado Digitalmente em
Assinado por CARLOS ROBERTO FAVARO
Validação pelo código: 10443560037606885, no endereço: https://projudi.tjgo.jus.br/PendenciaPublica
Documento Assinado Digitalmente DJ Eletrônico - Acesse: www.tjgo.jus.br 285 de 5008
ANO XIII - EDIÇÃO Nº 2936 - SEÇÃO I DISPONIBILIZAÇÃO: quinta-feira, 20/02/2020 PUBLICAÇÃO: sexta-feira, 21/02/2020

NR.PROCESSO: 5049866.65.2020.8.09.0000
Nesse contexto, segundo firme entendimento doutrinário e jurisprudencial, a
impetração de mandado de segurança contra decisão judicial é medida que se reveste
de caráter excepcional, sendo admitida tão somente nas hipóteses em que inexista
instrumento recursal próprio e adequado, bem como em caso de evidente ilegalidade
ou teratologia do ato impugnado.

Corroboram os seguintes precedentes do STJ:

“PROCESSUAL CIVIL. AGRAVO INTERNO NO MANDADO DE


SEGURANÇA. ATO JUDICIAL. INEXISTÊNCIA DE
TERATOLOGIA, ILEGALIDADE OU ABUSO DE PODER.
IMPOSSIBILIDADE DE UTILIZAÇÃO COMO SUCEDÂNEO
RECURSAL. 1. Não é admitida a utilização do mandado de
segurança impetrado contra ato judicial quando não eivado
de patente teratologia, ilegalidade ou abuso de poder, sendo
certa a impossibilidade de manejo dessa ação constitucional
com intuito de sucedâneo recursal. Precedentes. (Súmula
267/STF). (STJ, AgRg no MS 20.981/DF, Rel. Ministro Sidnei
Beneti, Corte Especial, DJe 20/08/2014). 2. No caso concreto, o
ato acoimado de coator, de forma devidamente fundamentada,
sem portanto incorrer em teratologia, consistiu na negativa de
provimento ao agravo em recurso especial em virtude da
aplicação da Súmula 343 do STF, uma vez que assentada, pelo
Tribunal a quo, a existência de controvérsia sobre o tema
controvertido à época do julgado rescindendo. 3. Agravo interno
não provido.” (