Você está na página 1de 2

FCL/Ar – UNESP Araraquara

Letras – Teorias da Poesia (Noturno)


João Gabriel Costa Soares

ATIVIDADE SOBRE O TEXTO A TEORIA DO “MÉTODO FORMAL”,


DE EIKHENBAUM

Você deve elaborar uma questão de múltipla escolha baseada no texto de leitura
obrigatória, A Teoria do ‘Método Formal”, de B. Eikhenbaum. A questão de múltipla
escolha a ser elaborada deverá ter um enunciado e quatro alternativas, sendo apenas
uma alternativa correta. Com a questão elaborada, o aluno deverá elaborar um gabarito,
apresentando a alternativa correta com a sua justificativa”.

Questão:

"Se toda a vida complexa de muita gente se desenrola inconscientemente, então


é como se esta vida não tivesse sido." E eis que para devolver a sensação de vida, para
sentir os objetos, para provar que pedra é pedra, existe o que se chama arte. O objetivo
da arte é dar a sensação do objeto como visão e não como reconhecimento; o
procedimento da arte é o procedimento da singularização dos objetos e o procedimento
que consiste em obscurecer a forma, aumentar a dificuldade e a duração da percepção.
O ato de percepção em arte é um fim em si mesmo e deve ser prolongado; a arte é um
meio de experimentar o devir do objeto, o que é já passado não importa para a arte.”
(p.45)

Considerando o trecho lido anteriormente escrito por Chklovski em “A arte


como procedimento”, o texto crítico de Terry Eagleton “Teoria da Literatura” e
levando em conta a ideia pragmática de linguagem transmental presente no texto
de Eikhenbaum. Qual o trecho abaixo equilibra a ideia de autonomia para os
formalistas sem abandonar os demais traços do texto?
a) “(...) Se é certo que muitas das obras estudadas como literatura nas
instituições acadêmicas foram "construídas" para serem lidas como
literatura, também é certo que muitas não o foram. Um segmento de texto
pode começar sua existência como história ou filosofia, e depois passar a ser
classificado como literatura; ou pode começar como literatura e passar a ser
valorizado por seu significado arqueológico. Alguns textos nascem literários,
outros atingem a condição de literários, e a outros tal condição é imposta.
Sob esse aspecto, a produção do texto é muito mais importante do que o seu
nascimento.” (EAGLETON, p. 13) – Incorreta pois foge da ideia autônoma
de literatura;
b) Da linguagem cotidiana fazem parte a clareza, o automatismo, o hábito e a
familiaridade. Na arte o que prevalece é o obscuro, o aumento da dificuldade
e da percepção. A função, por assim dizer, da linguagem artística é causar
estranhamento; só é arte o que desfamiliariza. (Chklovski , 1973). Incorreta
c) “Poderíamos dizer, portanto, que a literatura é um discurso ‘não-
pragmático’; ao contrário dos manuais de biologia e recados deixados para o
leiteiro, ela não tem nenhuma finalidade prática imediata, referindo-se
apenas a um estado geral de coisas”. (EAGLETON p. 10/11). Incorreta
d) “Em seguida, Eikhenbaum teoriza a emergência do chamado “método
formal”, cujo principal divisor conceitual é o abandono da concepção da
evolução literária “como sucessão dialética de formas”, a ponto de não
recorrer mais a isso como o faziam os analistas vinculados aos estudos
tradicionais da história literária. Ele ainda colige os pressupostos do
movimento formalista, visto como um alento de modernidade à teoria da
literatura: banimento da psicologia e da biografia como elementos
decisivos na obra literária e o certo desprezo pelos estudos diacrônicos.”
– Como apresentado no texto, em um constructo linear, o autor inicia o
texto apontando o que seria esse método formal, sua evolução dentro da
teoria formalista e apresentando algumas falas de Chklovski no qual ele
apresenta um equilíbrio entre os formalistas sem deixar de lado todos os
demais traços. Apesar de tal equilíbrio, o autor insiste na ideia de que o
texto literário precisa ser autônomo dos demais estudos.