Você está na página 1de 11

Orações coordenadas sindéticas e assindéticas

Observe a charge:

Disponível em <https://www.agazeta.com.br/charge/charge-do-amarildo-exemplos-de-combate-
ao-coronavirus-0320>. Acesso em 14/05/2020.

<Boxe “Converse com a turma”>

Converse com a turma

1. Por que a mãe do menino está dando essas orientações a ele?

Porque essas orientações são eficazes para evitar a disseminação do coronavírus, doença que
causou uma pandemia recentemente.

2. O que faz com que ela interrompa a sua fala e fique com essa expressão de
raiva?

Ver, na televisão, o presidente do país fazendo justamente o contrário do que foi orientado,
dando um mau exemplo.

<Boxe “Vamos lembrar”>

Oração é a frase que possui verbo. Dentro de uma frase, pode haver uma,
duas ou mais orações.
Oração coordenada é a frase que possui duas ou mais orações, uma ao lado
da outra, com sentido completo e independente. Ou seja, podem ser
compreendidas separadamente.

Ex: devemos lavar as mãos e ficar em casa.

Nesta frase temos dois verbos: lavar e ficar. Portanto, duas orações. Estas
orações estão postas uma ao lado da outra e podem ser compreendidas
separadamente, então serão chamadas de orações coordenadas.

Entre as orações, podem aparecer palavras para ligar uma a outra. São
chamadas de conjunções.

Alguns exemplos:

e nem mas também bem como porém contudo entretanto ou


ora que porque pois assim todavia portanto por isso

1. Releia o texto da charge:

“Filho, devemos lavar as mãos, ficar em casa, evitar multidões (...)”.

a) Quantas orações temos nessa frase? Por quê?

Três orações compostas por três verbos, lavar, ficar e evitar.

b) Essas orações fazem sentido se estiverem separadas?

Sim.

c) O que está ligando uma oração a outra?

Apenas vírgulas.

2. Leia a frase abaixo:

Devemos lavar as mãos e beber água todos os dias.

a) Há alguma conjunção ligando as orações da frase? Qual?

A conjunção “e”.

b) É possível reescrever essa frase sem usar uma conjunção? Como ficaria?
Sim. “Devemos lavar as mãos, beber água todos os dias”.

<Boxe “Conceitual”>

Orações coordenadas sindéticas e assindéticas

Como vimos anteriormente, as orações coordenadas são frases com mais de


um verbo, colocadas lado a lado, e que possuem sentido independente. Estas
orações podem ser sindéticas, se houver uma conjunção ligando uma oração a
outra:

Saí de casa mas não fiquei em aglomerações.

Conjunção coordenativa

ou assindéticas, se não houver conjunção entre as orações:

Cheguei em casa, lavei as mãos.

Sem conjunção entre as orações.

Orações coordenadas sindéticas adversativas

Leia a frase abaixo:

Disponível em: <https://www.pensador.com/frase/NTMwNjQ4/>. Acesso em 15/05/2020.


<Boxe “Converse com a turma”>

Converse com a turma

1. Você concorda que o amor não tem cura? Por quê?

Pessoal.

2. Por que você acha que o autor compara o amor a um remédio?

Pessoal.

1. A frase do cantor Leonard Cohen apresenta duas ideias: amor como doença
e amor como cura. Essas ideias são opostas ou condizentes? Justifique.

São opostas, porque doença é antônimo de cura.

2. Qual é a conjunção que separa as duas orações?

Mas.

3. Leia a frase abaixo:

O amor não tem cura porque é o único remédio para todas as doenças.

a) O sentido da frase permaneceu igual? Por quê?

Não, porque agora a frase apresenta o motivo do amor não ter cura, que é ser o único remédio.
Na frase anterior, se entende que apesar de não ter cura, o amor é o único remédio.

b) Qual é a diferença entre as conjunções mas e porque nas duas frases?

A conjunção “mas” expressa uma oposição, enquanto a conjunção “porque” expressa uma
justificativa.

<Boxe “Conceitual”>

Orações coordenadas sindéticas adversativas

As orações coordenadas sindéticas adversativas são marcadas por conjunções


adversativas que expressam contraste ou oposição entre ideias, como as
palavras mas, contudo, todavia, entretanto.
Exemplo: Fiquei muito doente, mas não precisei de remédio.

Orações coordenadas sindéticas aditivas

Veja, abaixo, uma campanha da Prefeitura Municipal de Marataizes.

Disponível em <https://www.instagram.com/p/B_3ZTrUATco/>. Acesso em 18/05/2020.

<Boxe “Converse com a turma”>

Converse com a turma

a) Qual é a diferença entre ficar em quarentena e tirar férias?

Nas férias, você descansa e vai para os lugares que tem vontade. Em quarentena, você deve
apenas permanecer em casa, além de continuar trabalhando e estudando, se for possível.

b) Por que você acha que há um aviso alertando sobre essa diferença?

Há um aviso sobre isso porque as pessoas costumam desrespeitar esse período, saindo de
casa sem necessidade.

1. Analise o período abaixo:


Ele desobedeceu a quarentena, mas não pagou multa, nem foi preso.

Oração 1 Oração 2 Oração 3

a) Qual é a oração assindética?

Oração 1.

b) Qual é a oração sindética adversativa?

Oração 2.

c) Qual é a oração sindética aditiva?

Oração 3.

2. Qual é a relação estabelecida pela conjunção no período “não pagou multa


nem foi preso”?

a) Relação de conclusão.

b) Relação de contraste.

c) Relação de adição. Resposta certa

d) Relação de alternância.

<Boxe “Conceitual”>

Orações coordenadas sindéticas aditivas

As orações coordenadas sindéticas aditivas são representadas por conjunções


que expressam soma de ideias ou informações, como as palavras e, nem,
também, bem como, como também etc.

Exemplo: Fiquei em casa e respeitei a quarentena.

Orações coordenadas conclusivas

Observe a charge:
Disponível em <https://www.todoestudo.com.br/portugues/oracoes-coordenadas>. Acesso em
14/05/2020.

<Boxe “Converse com a turma”>

Converse com a turma

1. Por que o personagem da charge acredita que comerão fígado frito?

Porque o personagem come às quintas fígado frito e deduziu que sendo quinta-feira feira
comeria de novo.

2. Por que o personagem Hagar demonstra alegria ao saber que não comerá
fígado frito? Qual o significado da resposta dada pela mãe do personagem ao
notar sua alegria?

No primeiro quadro o personagem esboça tristeza ao concluir que sendo quinta-feira comeria
fígado frito, a mãe do personagem nega sua afirmação dizendo que fígado frito para ele não faz
bem e por isso Hagar demonstra alegria, ao pensar que não comeria fígado. No último quadro
a mãe de Hagar afirma que ele não comeria fígado frito mas sim cozido. Ou seja, o
personagem comeria fígado mas preparado de outra forma.

1. Releia o texto da charge:

a) Há uma relação de causa e consequência nas orações que compõem o


período abaixo:

“Hoje é quinta-feira, então já sei que comeremos fígado frito.”

b) Em qual oração se expressa a causa?

“Hoje é quinta-feira.”
c) Em qual oração se expressa a consequência?

“Então já sei que comeremos fígado frito”

d) Qual palavra evidencia a relação de causa e efeito na frase?

Então.

<Boxe “Conceitual”>

Oração coordenada sindética conclusiva

As conjunções coordenativas conclusivas ligam duas orações em que a


segunda oração expressa a conclusão da ideia iniciada na primeira oração.

As principais conjunções conclusivas são logo, pois, portanto e então. Há


diversas outras conjunções conclusivas. São elas:

Logo Pois Portanto Assim Então Por isso Por conseguinte


De modo que.

Orações coordenadas sindéticas alternativas

Leia a charge.

Disponível em <https://www.todoestudo.com.br/portugues/oracoes-coordenadas>. Acesso em:


15/05/2020.

<Boxe “Converse com a turma”>

Converse com a turma


1. No primeiro quadro os escoteiros perguntam onde fica o acampamento para
o fazendeiro. Qual a resposta do fazendeiro?

O fazendeiro pergunta para os escoteiros: “Querem o atalho ou o caminho longo?”

2. No segundo quadro, um escoteiro pergunta para o outro: “Vamos voltar ou


vamos nos perder?”. Qual efeito de sentido essa pergunta gera no leitor?

Essa pergunta gera o efeito cômico pois o escoteiro não sabe o caminho e tem o receio de se
perder ao escolher uma das opções.

1. O fazendeiro dá duas opções de caminho para chegar ao acampamento.


Quais são?

As opções que o fazendeiro dá são: o caminho longo ou o atalho.

2. Observe:

Querem o caminho longo / ou querem o atalho?

a) O que as duas orações representam em comum? Qual relação existe entre


elas?

Elas representam alternativas de caminhos possíveis. A relação é de opção/escolha.

b) Que conjunção estabelece essa relação de sentido?

Ou.

<Boxe “Conceitual”>

Oração coordenada sindética alternativa

Expressam ideia de alternância de fatos ou escolha. Normalmente é usada a


conjunção “ou". Além dela, empregam-se também os pares ora... ora, já... já,
quer, seja.... seja etc. Introduzem as orações coordenadas sindéticas
alternativas.

Exemplo: Diga agora ou cale-se para sempre.

Oração coordenada sindética explicativa


Leia a charge.
Disponível em <https://br.pinterest.com/pin/483714816221962777/>. Acesso em: 16/05/2020.

<Boxe “Converse com a turma”>

Converse com a turma

1. Por que o aluno não conseguiu realizar a tarefa de casa?

Porque o computador do aluno pegou um vírus e esse vírus contaminou o lápis e as canetas.

2. Ao responder para a professora, o aluno complementa que o vírus


contaminou o lápis e a caneta. Que efeito essa afirmação gera na professora?

Ao complementar a resposta o aluno gera desconfiança na professora, fazendo com que ela
duvide que o computador do aluno tenha pegado vírus.

1. Releia a frase.
“Não pude fazer a tarefa, porque meu computador pegou um vírus, e esse vírus
contaminou meu lápis e minhas canetas.”
a) Nesse período há três orações. Separe-as.
Primeira: “Não pude fazer a tarefa" / Segunda: “Porque meu computador pegou um vírus"/
Terceira: “E esse vírus contaminou meu lápis e minhas canetas.”.

b) Uma das orações que você separou acrescenta uma informação. Qual é
esta oração?
“E esse vírus contaminou meu lápis e minhas canetas.”.

<Boxe “Vamos lembrar”>

Oração coordenadas aditivas são orações que expressam ideia de adição.


As conjunções coordenativas aditivas típicas são "e" e "nem" (= e + não).
Introduzem as orações coordenadas sindéticas aditivas.
Exemplo: Discutimos várias propostas e analisamos possíveis soluções.

2. Qual relação a conjunção estabelece entre as orações? Justifique sua


resposta.
Não pude fazer a tarefa / porque meu computador pegou um vírus.
a) Acrescenta informação
b) justificativa/esclarecimento
c) idéias contrárias
Justificativa/esclarecimento. É uma relação de esclarecimento porque ele esclarece o porquê
de não ter realizado a tarefa de casa.

<Boxe “Conceitual”>

Oração coordenada sindética explicativa


A oração coordenada sindética explicativa está relacionada a noção de
justificativa, de explicação do conteúdo da oração anterior. Nesse caso, os
conectivos devem sempre vir anteposto ao verbo, e sempre usar as vírgulas
antes da oração.
Continue trabalhando, pois você vai vencer.
Essa desculpa não cabe, porque os negócios estão melhorando.
São exemplos de conjunções coordenativas explicativas:
Pois (anteposto ao verbo), porque, que, porquanto.