Você está na página 1de 8

[1] Introdução

O Medidor de energia e Transdutor de grandezas elétricas digital Mult-K


05 é um instrumento microprocessado, para instalação em fundo de
painel (trilho DIN 35mm), que permite a medição de até 44 parâmetros
elétricos em sistemas de corrente alternada (CA).
As leituras podem ser feitas localmente (através de um display LCD) ou
remotamente (através da interface serial RS-485 ou saída de pulsos).
Opcionalmente, o medidor pode ser fornecido com transformadores de
corrente externos especiais (split core), duas saídas seriais, DIP-Switch
para seleção do endereço, dentre outras funcionalidades. Foto ilustrativa

[2] Princípio de funcionamento


[6] Características Elétricas
Por meio dos sinais de tensão e corrente do sistema a ser medido
(monofásico, bifásico ou trifásico), o Mult-K 05 calcula os parâmetros ALIMENTAÇÃO AUXILIAR
elétricos, utilizando um conversor A/D interno de alta resolução.
Disponibilidade Tipo de Fonte Faixa de Operação
Pode ser aplicado tanto em sistemas de baixa quanto de média ou alta
tensão, uma vez que é possível programar a relação do TP Padrão Nominal: 80 a 120% do valor nominal
(transformador de potencial) ou TC (transformador de corrente) 120-220 Vc.a.
envolvidos. Opcional Nominal: 90 a 120% do valor nominal
12 Vc.c.
[3] Aplicações Opcional Nominal: 80 a 120 % do valor nominal
24 Vc.c.
• Automação de subestações; Opcional Nominal: 80 a 120% do valor nominal
• Automação industrial e predial; 48 Vc.c.
• Análise de circuitos e equipamentos elétricos; Opcional Fonte Universal 86 – 265 Vc.a.
• Rateio de custos; 100 – 375 Vc.c.
• Substituição de instrumentos analógicos;
• Consumo interno: <10 VA
• Qualquer aplicação envolvendo medição de parâmetros elétricos.
ENTRADA DE TENSÃO (MEDIÇÃO)
[4] Grandezas medidas
• Faixa de trabalho: 20 a 500Vc.a. (F-F)
Medição de até 44 parâmetros elétricos, sendo:
• Sobrecarga: 1,5 x Vmáx (1s)
• Tensão (fase-fase, fase-neutro e trifásica) • Frequência de operação: 44 a 72Hz
• Frequência • Consumo interno: < 0,5 VA
• Corrente (por fase e trifásica)
ENTRADA DE CORRENTE (MEDIÇÃO)
• Potência ativa (por fase e trifásica)
• Potência reativa (por fase e trifásica) • Nominal (In): 1Ac.a. ou 5Ac.a.
• Potência aparente (por fase e trifásica) • Indicação mínima: 20mA
• Fator de Potência (por fase e trifásico)
• THD (por fase de tensão e corrente) • Fundo de Escala: 1,5 x In
• Demanda ativa (média e máxima) • Sobrecarga de curta duração: 20 x In durante 1 segundo
• Demanda aparente (média e máxima)
• Consumo interno: < 0,5 VA
• Energia ativa (positiva e negativa)
• Energia reativa (positiva e negativa) ISOLAÇÃO GALVÂNICA
• Máximos (Tensão e Corrente)
• Entre entradas e saídas: 1,5kV ou 2,5kV (opcional)
[5] Precisão
• Tensão, corrente, potências: 0,2% *
• Fator de potência: 0,5% *
• Frequência: 0,1 Hz
• Energia: 0,5%
• THD: <3%
(a 25º C, respeitadas as faixas recomendadas para tensão e corrente)
* A precisão se refere ao fundo de escala

Fone: (11) 5525-2000


Site: www.kron.com.br – e-mail: suporte@kron.com.br 1/8
[7] Características Mecânicas VERSÃO COM DUAS SERIAIS

DISPLAY Opcionalmente, o Mult-K 05 pode ser fornecido com duas saídas seriais.
• Tipo: LCD – 8 colunas x 2 linhas Neste caso, apresenta as seguintes características:
• Com iluminação (backlight)
• O maior valor de baud rate configurável é de 38.400bps para as
• Cor: verde
duas portas.
INVÓLUCRO • Se fornecido com DIP-Switch, a mesma altera configurações apenas
para a saída Serial 1 (endereçamento e inversão de protocolo);
• Material: termoplástico (ABS V0) • Os endereços das saídas seriais (Serial 1 e Serial 2) são
• Grau de proteção: IP-20 (IP-40 opcional com membrana lateral) independentes entre si e devem ser configurados por sua
MONTAGEM respectiva saída.
• A programação das constantes multiplicativas e de medição – TP,
• Tipo: fundo de painel TC, TL, TI - pode ser feita por qualquer uma das duas portas.
• Posição de montagem: qualquer • Não pode ser fornecido com saída de pulsos.
• Fixação: trilho DIN 35mm VERSÃO METASYS-N2
CONEXÕES ELÉTRICAS É possível produzir o Mult-K 05 para que utilize o protocolo METASYS-
• Opção 1: N2. Nesta versão, a velocidade e o formato de dados são fixos, sendo:
o Tipo: Terminal agulha borne protegido • Velocidade: 9600 bps
o Grau de proteção: IP-20
• Formato de dados: 8N1
o Cabo máximo a ser utilizado: 2,5mm²
Esta opção é fornecida com apenas uma saída serial.
• Opção 2:
o Tipo: Terminal Olhal com proteção [10] Softwares aplicáveis
o Grau de proteção: IP-20
o Cabo máximo a ser utilizado: 2,5mm² • Software para leitura e parametrização: RedeMB 6.04 ou superior
(fornecido gratuitamente pela KRON) para protocolo Modbus-RTU
[8] Condições ambientais relevantes e MKMN2 para modelos com protocolo Metasys-N2
• Compatível com aplicativos supervisórios, CLPs e concentradores
• Temperatura de operação: 0 a 60ºC que suportem o protocolo MODBUS-RTU
• Temperatura de armazenamento e transporte: -25 a 60º C
• Umidade relativa do ar: máximo de 90% (sem condensação) [11] Saída de Pulsos (opcional)
• Coeficiente de temperatura: 50ppm / ºC • Tipo: coletor aberto
[9] Interface Serial • Parâmetros: energia ativa positiva (saída 1) e energia reativa
positiva (saída 2)
• Tipo: RS-485 (2 fios) • Largura de pulso: 200ms
• Velocidade: 9600, 19200, 38400 ou 57600bps (configurável) • Corrente máxima: 1mA
• Formato de dados: 8N1, 8N2, 8E1, 8O1 (configurável) • Frequência máxima: 1Hz
• Endereço: 1 a 247 (configurável)
• Protocolo: MODBUS-RTU (padrão) ou METASYS-N2 (Johnson
Controls)
• Codificação das informações:
METASYS N2 e MODBUS-RTU até versão 1.6:
Ponto flutuante, padrão IEEE-754
MODBUS-RTU a partir da versão 2.0:
Mapeamento FlexData, com ponto flutuante configurável IEEE 754 (32
bits). Inclui também os formatos de leitura em 16 bits (inteiro sinalizado
e não sinalizado).

• Cabo: Para a RS-485 deve sempre ser utilizado cabo blindado, com
no mínimo duas vias, secção mínima de 0,25mm² e impedância
característica de 120ohms. Sugestão de fonte e resistor a serem utilizados
Fonte (Vcc) Resistor
12Vcc 12K
15Vcc 15K
24Vcc 24K

Fone: (11) 5525-2000


Site: www.kron.com.br – e-mail: suporte@kron.com.br 2/8
[12] Conexões e Instalação
Abaixo, segue descrição dos bornes de conexão e recomendações gerais para processo de instalação.

Descrição dos bornes:

Borne Descrição Borne Descrição


1 Tensão Vc 11
Alimentação
2 Tensão Vb 12
auxiliar
3 Tensão Va 13
4 Neutro 14 Serial: DATA-
5 Corrente Ic 15 Serial DATA+
6 Corrente •Ic 16 Serial: Terra
7 Corrente Ib 17 Pulso Reativo: C
8 Corrente •Ib 18 Pulso Reativo: E
9 Corrente Ia 19 Pulso Ativo: C
10 Corrente •Ia 20 Pulso Ativo: E

Descrição dos bornes referentes à alimentação auxiliar:

Alimentação 120/220 Vc.a. Alimentação fonte CC (12/24/48 Vc.c.) Alimentação Fonte Universal
(85 a 265 Vc.a. / 100 a 375 Vc.c.)

Respeitar as polaridades Não há polaridade


para sinal em corrente contínua.

Recomendações para Instalação


• Cabo recomendado: secção mínima de 1,5mm² para tensão e alimentação auxiliar.
• Para o sinal de corrente, o dimensionamento depende da distância e potência dos TCs envolvidos.
• A alimentação auxiliar (bornes 11, 12 e 13) deve sempre ser feita de acordo com etiqueta afixada no instrumento.
• Para o caso de utilização de Fonte Universal, deve-se conectar a alimentação aos bornes 11 e 13 respeitando os limites
característicos, sem necessidade de observar polarização, seja o sinal de entrada contínuo ou alternado.
• Os transformadores externos – TPs e TCs – devem ser de medição.
• O uso de TP (transformador de potencial) é facultativo para tensões abaixo de 500 Vc.a. (F-F).
• Nunca deixar o secundário dos TCs em aberto, não use fusíveis ou disjuntores em série com o circuito de corrente e não utilize os
TCs com corrente de trabalho acima da permitida. É recomendável a instalação de bloco de aferição.
• Os aterramentos, indicados em pontilhado nos diagramas, são recomendáveis em termos de segurança, e não interferem
diretamente na medição ou precisão do instrumento.
• É possível medir corrente diretamente - sem uso de TCs - para faixa que se estende de 20 mA a 7,5Ac.a.. Para maiores informações
sobre esta aplicação, consulte suporte.

Fone: (11) 5525-2000


Site: www.kron.com.br – e-mail: suporte@kron.com.br 3/8
[13] Esquemas de ligação
TL-00: Trifásico Estrela (3F + N) TL-01: Bifásico (2F + N)

TL-03: Trifásico Equilibrado


TL-02: Monofásico (1F + N)
(3F + N, com medição de apenas 1 elemento)

TL-49: Trifásico Delta


TL-48: Trifásico Delta (3F)
(3F, com medição de apenas 2 elementos)

Fone: (11) 5525-2000


Site: www.kron.com.br – e-mail: suporte@kron.com.br 4/8
[14] IHM – Interface Homem-Máquina
A versão padrão do Mult-K 05 dispõe de uma interface homem-máquina composta por um display LCD e
uma tecla de navegação.
Esta configuração permite a visualização das grandezas elétricas medidas e dos parâmetros de configuração
da comunicação serial.
Adiante, tabela descritiva apresentando os modos de operação disponíveis no Mult-K 05:

Modo Indicação na IHM Funcionalidade

Visualização dos valores de consumo e fornecimento de


Energia
energia e demandas ativa e aparente (atual e máxima).

Visualização das grandezas elétricas instantâneas e dos


Instantâneo
valores máximos de tensão e corrente.

Conferir Verificação de constantes programadas (TP,TC,TL,etc) e


Parâmetros parâmetros de comunicação.

Medição Monitoramento do valor do consumo de energia ativa


Parcial positiva durante um determinado período.

Podem ser produzidas versões sem IHM ou com DIP-SWITCH para seleção de endereços.

[15] Terminação:
Para aplicações específicas, como, por exemplo, concessionárias de energia, é preciso que os instrumentos de
medição possuam opção para conexão por terminal olhal e proteção dos bornes.

Terminal Tipo Agulha Terminal Tipo Olhal com proteção de borne

[16] Normalizações
Os produtos da linha Mult-K atendem as seguintes normas:

• IEC 61000-4-2
• IEC 61000-4-3
• IEC 61000-4-4
• IEC 61000-4-5
• IEC 61000-4-6
• IEC 61000-4-8
• IEC 61000-4-11
• CISPR 11

Fone: (11) 5525-2000


Site: www.kron.com.br – e-mail: suporte@kron.com.br 5/8
[17] Transformadores Externos Especiais
No Mult-K 05 é possível utilizar transformadores de corrente externos especiais do tipo split core. Isto permite que a
instalação seja feita sem a necessidade de desligamento da rede elétrica. Os conjuntos são fornecidos com os medidores, sendo
exclusivos para cada instrumento.

Split Core
Além da praticidade na instalação, possuem dimensões reduzidas, que facilitam, por exemplo, sua utilização em locais com
limitações de espaço.
O clamp pode ser aberto e fechado até 50 vezes, sem que ocorram alterações nas medições.

Corrente Máxima

120 Ac.a.

200 Ac.a.

300 Ac.a.

Considerações e Recomendações

Os Transformadores externos especiais devem sempre ser conectados de acordo com a


indicação de fase presente na etiqueta. Exemplificando, um transformador com a inscrição
“FASE A” só deve ser ligado às entradas “.Ia” e “Ia” do medidor. O procedimento é análogo
para as fases B e C.
Cada instrumento é fornecido com o seu próprio conjunto de transformadores e não há como
utilizar outro, mesmo que este tenha o mesmo valor de corrente nominal.

NUNCA DESCONECTAR OS TRANSFORMADORES EXTERNOS ESPECIAIS DO


MEDIDOR ENQUANTO ESTES ESTIVEREM CONECTADOS À CARGA.
A RETIRADA DAS CONEXÕES NA SITUAÇÃO DESCRITA ACIMA ACARRETARÁ
DANOS AO MEDIDOR E ALTOS RISCOS DE SEGURANÇA.

OBS: O comprimento máximo do cabo que conecta os transformadores externos especiais aos bornes do
medidor é de 1,5 metros. Ao utilizar transformadores Split Core, a relação de TC deve permanecer com
os valores pré-definidos em fábrica.

Fone: (11) 5525-2000


Site: www.kron.com.br – e-mail: suporte@kron.com.br 6/8
[18] Dimensional
Dimensões em milímetros.
Tolerância: ± 1mm

Mult-K 05
V ista Frontal V ista Lateral

Transformadores Externos Especiais: Split Core


Corrente de 120 A Correntes de 200 A e 300 A

Fone: (11) 5525-2000


Site: www.kron.com.br – e-mail: suporte@kron.com.br 7/8
[19] Especificação por código
A codificação do produto permite a correta especificação em projeto, garantindo
que o material comprado seja exatamente o necessário para a aplicação.
A identificação é feita por meio de uma sequência alfanumérica de 13 caracteres:

Z Fixo
0 Fixo
2 Fixo
1 Fixo
8 Fixo
Grau de proteção:
__
1: Padrão 2: IP-40 para invólucro (com membrana)

Entrada de tensão e terminação:


__
5: 20 a 500Vc.a. (F-F) Terminal padrão 6: 20 a 500Vc.a. (F-F) Terminal olhal

Entrada de corrente:
__ 1: 1Ac.a. A: Split core – 120 A
5: 5Ac.a. B: Split core – 200 A
C: Split core – 300 A

Frequência:
__
1: 60Hz 2: 50Hz
Saída:
__ 1: 1 x RS-485 (Serial 1) 4: Saída de pulsos
2: 2 x RS-485 (Serial 1 + Serial 2) 0: Sem saída
3: RS-485 + Saída de pulsos
Alimentação auxiliar:
__ 1: 120/220Vc.a. 5: 24Vc.c.
2: Fonte Universal: 85-265Vc.a. / 100-375Vc.c. 6: 12Vc.c.
4: 48Vc.c.
IHM:

__ 0: Display LCD + tecla de navegação


1: DIP-Switch para seleção de endereços
9: Sem IHM

Protocolo / versão especial:


__
0: MODBUS-RTU 1: METASYS-N2 (Johnson Controls)
As informações contidas nesta ficha técnica estão sujeitas à alteração sem aviso
prévio.
Observações relativas à codificação:
Para correta utilização do produto, deve ser consultado o Manual do Usuário
1) Os itens assinalados em negrito indicam a opção padrão, que possui maior antes de sua instalação ou operação.
disponibilidade de estoque; Alguns itens apresentados podem ser opcionais, sendo necessária a correta
especificação do produto por meio do código.
2) Para alimentação 125Vc.c., considerar o item 2 (Fonte Universal)
3) Nos casos em que já existem as definições de tipo de ligação a ser feito e de utilização
de TPs e/ou TCs na aplicação, informar em pedido as relações de transformação dos
transformadores e o esquema escolhido

Fone: (11) 5525-2000


Site: www.kron.com.br – e-mail: suporte@kron.com.br 8/8

Você também pode gostar