Você está na página 1de 16

MUNDO CONECTADO

Aula 6:
Redes Sociais
© Copyright 2016, Tribunal de Contas de União
<www.tcu.gov.br>

RESPONSABILIDADE PELO CONTEÚDO


Tribunal de Contas da União
Secretaria Geral da Presidência
Instituto Serzedello Corrêa
Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão/Diretoria de Segurança da Informação e Continuidade de Negócio
Serviço de Educação Corporativa de Controle

SUPERVISÃO
Carolina Beserra Pfeilsticker
Walter Fabrício de Castro Telli

CONTEUDISTA
Gustavo Rodrigues Lima Almeida
José Luiz Torres Ferreira Costa
Juliana Belmok Bordin
Maria Camila de Avila Dourado
Pedro Henrique Braz de Souza
Rafael Cancellier

TRATAMENTO PEDAGÓGICO
Marta Eliane Silveira da Costa Bissacot

PROJETO GRÁFICO
Vanessa Vieira

DIAGRAMAÇÃO
Vanessa Vieira

Este material tem função didática. A última atualização ocorreu em Dezembro de

2016. As afirmações e opiniões são de responsabilidade exclusiva do autor e podem

não expressar a posição oficial do Tribunal de Contas da União.


Sumário
Sumário........................................................................................................................................................... 3

Introdução................................................................................................................................................... 5

1. Redes Sociais.......................................................................................................................................................5

1.1. Comportamentos indesejados em redes sociais.....................................................................6

2. Dicas de comportamento nas redes sociais.......................................................................................9

Síntese......................................................................................................................................................... 15

Bibliografia.............................................................................................................................................. 16

Tribunal de Contas da União


Introdução 5

Redes Sociais
Nesta aula, estudaremos a importância das redes sociais para os relacionamentos hoje em
dia, aprendendo a evitar comportamentos indesejados e adotar boas práticas de convivência na
rede.

1. Redes Sociais
As redes sociais são um importante instrumento de relacionamento nos dias de hoje. Elas
podem nos auxiliar não apenas em assuntos pessoais, como também nos profissionais. O que
poucas pessoas sabem é que o comportamento nesse meio digital pode gerar riscos de seguran-
ça e abalar o prestígio profissional do usuário.

Curiosidade
Veja aqui o ranking das principais redes sociais em todo o mundo clas-
sificadas pelo número de usuários ativos.

Ranking das maiores Redes Sociais*


Rede social Usuários ativos

#1 – Facebook 1.590.000.000

#2 - WhatsApp 1.000.000.000

#3 Facebook Messenger 900.000.000

#4 – Tencent QQ 853.000.000

#5 - Wechat 697.000.000

#6 - QZone 640.000.000

#7 - Tumbrl 555.000.000

#8 - Instagram 400.000.000

#9 - Twitter 320.000.000

#10 – Baidu Tieba 3000.000.000

#10 – Skype 300.000.000

*- referente a abril/2016

Fonte: site oficina da net com base em pesquisa feita pelo Statista (https://www.statista.com/statistics/272014/global-social-networks-
ranked-by-number-of-users/)

Tribunal de Contas da União


6
1.1 Comportamentos indesejados em redes sociais
Redes Sociais

Imagem “queimada”: você pode até não dar importância, mas a sua reputação tem grande influência no destino da sua carreira (Reuters/)

Pesquisa realizada pela OfficeTeam, empresa que conta com 300 gerentes de RH, aponta
que, para 45% deles, postagens inadequadas podem prejudicar a avaliação profissional de uma
pessoa.

Além disso, um em cada três recrutadores entrevistados considera que fotos inadequadas
também são motivo para cortar um profissional de uma seleção.

A seguir confira os piores comportamentos na internet, segundo a equipe da OfficeTeam:

a. O crítico mal-humorado

Foto: http://ww1.prweb.com

Curso: Mundo Conectado


7

Redes Sociais
Como age: não há limites para suas críticas. De colegas de trabalho a temas de política,
nada escapa de suas ácidas observações.

Por que se queima: pode ofender ou causar mal-estar por conta de tornar pública sua
opinião sobre pessoas ou fatos.

b. O viciado em selfies

Foto: https://www.agambiarra.com/wp-content/uploads/2015/04/carmen-stromae-a-gambiarra-1.jpg

Como age: publica selfies a todo momento e em todos os lugares, inclusive no trabalho.

Por que se queima: passa a impressão de uma pessoa vaidosa e de ego inflado. Caso co-
legas de trabalho, chefes e recrutadores vejam fotos inadequadas, sua imagem profissional pode
ser comprometida.

c. O detalhista

Foto: http://www.cartoonbrew.com/wp-content/uploads/2015/03/carmen_stromae-1280x600.jpg

Como age: festas, viagens, refeições, restaurantes, reuniões, livros. A cada passo, uma
postagem.

Por que se queima: a compulsão em publicar e atualizar seu status nas redes, além de
chata, aumenta as chances de que alguma postagem inadequada apareça para chefes, colegas de
trabalho ou recrutadores. Principalmente, no caso de ausência de configurações de privacidade.

Tribunal de Contas da União


8
Redes Sociais

d. O acumulador de conexões

Foto: bizarrocomics.com

Como age: não seleciona as pessoas em sua rede e manda convites para qualquer um.
Quantidade parece ser mais importante do que qualidade.

Por que se queima: forma uma rede de contatos vazia, ineficiente e que nada acrescenta a
sua carreira. Além disso, pode expor detalhes da sua vida a pessoas mal-intencionadas.

e. O ausente

Como age: não age, na verdade. Não publica nada, não atualiza seu perfil.

Por que se queima: ao deixar de atualizar perfis em redes como o LinkedIn, por exemplo,
ou fóruns e grupos de discussão, o usuário perde visibilidade no mercado e, consequentemente,
oportunidades profissionais.

Curso: Mundo Conectado


9

Redes Sociais
Outros riscos nas redes sociais:

Além dos danos à imagem e à reputação, existem outros riscos de segurança da informação
que você precisa conhecer:

• Contato com pessoas mal-intencionadas: nas redes sociais, é possível criar per-
fis falsos e nem sempre você sabe com quem realmente está se relacionando.

• Recebimento de mensagens maliciosas: você pode receber mensagens com fal-


sas ofertas de serviços ou falsas notícias que o induzam a clicar em links que podem
instalar vírus ou malwares no seu dispositivo. Para mais informações sobre este
assunto, acesse o capítulo de phishing.

• Invasão de perfil: seu perfil pode ser invadido por meio de ataques de força bru-
ta, ou pelo direcionamento a páginas falsas ou ainda pelo uso de computadores
infectados por malwares capazes de capturar sua senha. Com o acesso ao perfil, o
criminoso pode publicar mensagens fazendo se passar por você, comprometendo
sua imagem, ofendendo pessoas, emitindo opiniões radicais etc.

2. Dicas de comportamento nas redes sociais

Tribunal de Contas da União


10
Redes Sociais

Com base em orientações de sites especializados, elaboramos essa lista de boas práticas de
comportamento nas redes sociais.

1. Não se exponha além do necessário

As atualizações de status são frequentes e as redes sociais nos incitam a mostrar a nossa vida
particular em tempo real. No entanto, não precisamos informar detalhes da nossa vida social
e familiar a toda a rede.

Ao postarmos fotos das férias, podemos estar informando a pessoas mal-intencionadas que
a nossa residência está temporariamente desocupada e vulnerável a assaltos. Também po-
demos estar passando detalhes da nossa condição social, atiçando ciúmes ou fomentando
juízos de valor equivocados.

2. Evite certas imagens

Fotos e vídeos de pessoas da sua família podem ajudar criminosos a planejar sequestros e
ataques cibernéticos, como o phishing. A situação fica ainda mais grave quando a publica-
ção é feita por celulares configurados para registrar a localização da foto. Nesse caso esta-
mos indicando também onde essas pessoas podem ser encontradas.

O aplicativo do celular pode incluir na foto uma informação de geolocalização, identificando


onde ela foi tirada. Essa informação pode ainda ser incluída em todas as suas fotos tiradas
com o celular e sincronizadas para serviços como Google Drive, OneDrive ou iCloud, o que
exporia desnecessariamente sua privacidade.

O Twitter também possui a opção de marcar todos os Tweets com uma geomarcação e é im-
portante ter cuidado ao ativar esse recurso. O Instagram e o Facebook removem os detalhes
de GPS das fotos, mantendo apenas uma localização aproximada. Ainda assim, isso pode
incluir a cidade onde você está, o que pode ser mais do que você gostaria de compartilhar.
Um recurso excelente em viagens, que liga as fotos e Tweets aos lugares pelos quais você
passou, pode não ser muito benéfico depois que você volta para casa. Certifique-se de que
a geomarcação só está ativa quando ela é útil para você.

Fotos e vídeos do interior da nossa residência e de bens de valor adquiridos podem atiçar a
cobiça de outras pessoas, indicando também qual é o seu padrão social.

3. Palavrões não são bem-vindos

Temos o costume de nos manifestar de maneira ainda mais espontânea no ambiente digital.
Porém, podemos estender o manual de boas maneiras também para as redes sociais. Assim,
procure não xingar ou utilizar palavras de baixo calão, pois esses comportamentos podem
prejudicar a sua imagem profissional e pessoal.

Curso: Mundo Conectado


11

Redes Sociais
4. Respeite o outro, não fale mal de colegas de trabalho

Do mesmo modo que não é interessante expor a sua imagem de maneira constrangedora na
internet, o mesmo padrão deve ser seguido ao publicar conteúdos relacionados a terceiros,
principalmente colegas de trabalho. A regra de ouro deve ser: não faça nada para os outros
que você não gostaria que fizessem para você.

5. Tome cuidado com os Grupos, Comunidades e Páginas que você curte ou


segue nas redes sociais

Se possui ligação com temas que são preconceituosos, racistas ou que falem mal de traba-
lho, é melhor se desligar, pois pode prejudicar sua imagem. Os participantes desses grupos
geralmente apresentam opiniões mais radicais do que de fato acreditam. Por se sentirem
protegidos pela rede, não se sentem constrangidos em radicalizar.

6. Ortografia e Gramática

Apesar de o meio de comunicação online permitir o uso de abreviações e linguagem colo-


quial, é interessante tentar manter uma postura um pouco acima do coloquial. Para isso,
é importante que preste atenção naquilo que está escrevendo. Evite os erros gramaticais e
ortográficos.

7. Falar aquilo que falaria pessoalmente

Muitas pessoas utilizam as redes sociais para desabafar ou jogar indiretas para as pessoas
contra as quais tem desavenças, mas essa não é uma prática bem vista. Por isso, é impor-
tante ter certeza que aquilo que está sendo dito no ambiente digital também seria dito
pessoalmente.

8. Tenha cuidado com as senhas das redes sociais

O usuário da rede social sempre precisa informar o login (ou e-mail) e a senha para se conec-
tar. É razoável considerar que toda a segurança da rede social está fundamentada no sigilo
da senha. Assim, é importante dar um tratamento criterioso à geração e ao armazenamento
de senhas. Caso contrário, alguém pode acessar a rede em seu nome e fazer estragos à sua
imagem e à sua reputação.

Esse cuidado torna-se ainda mais importante se utilizarmos as credenciais das redes sociais
para acessar outros serviços. É possível usar as redes sociais para se conectar a outros sites,
dispensando a criação de novas credenciais de usuário e senha. Muitas lojas on-line, por
exemplo, já são compatíveis com autenticação por meio do Facebook.

Tribunal de Contas da União


12
Redes Sociais

Além disso, um possível invasor pode saber onde você se conectou. O Facebook mantém
um registro desses acessos. Para saber quais aplicativos tiveram acesso autorizado pelo face-
book acesse: https://www.facebook.com/settings?tab=applications. Isso significa que, caso
alguém acesse seu Facebook sem autorização, também terá acesso à lista de serviços conec-
tados, podendo executar ações em seu nome, aumentando a sua vulnerabilidade.

9. Use a verificação em duas etapas

Muitas redes sociais possuem algum modelo de acesso em verificação de duas etapas. Com
esse modelo ativado, você precisa usar, além da sua senha, um código recebido por SMS ou
gerado em um aplicativo no seu celular.

A verificação em duas etapas, embora reduza um pouco sua conveniência no acesso, oferece
mais proteção contra ataques, já que um invasor não conseguirá acessar sua conta tendo
apenas sua senha. Ele precisará, além da senha, do acesso ao seu celular.

Autenticação de dois fatores no Facebook.

Autenticação de dois fatores no Twitter.

Curso: Mundo Conectado


13

Redes Sociais
10. Fique de olho nas configurações de privacidade

Você precisa mesmo compartilhar tudo o que posta com todas as pessoas?

As redes sociais oferecem opções para limitar quem tem acesso ao que você publica. O
Twitter oferece a opção “Proteger meus tweets”, que só libera suas publicações a quem
você autorizar. Para acessar essa e outras configurações clique em https://twitter.com/set-
tings/security.O Instagram possui opção semelhante chamada de “Conta privada”. Você
pode alterar essas opções livremente, ou seja, uma conta privada pode voltar a ser pública a
qualquer momento.

O Facebook é um pouco diferente. Você pode trocar publicações antigas de “Público” para
particulares (“Somente amigos”), com o “Limitar publicações anteriores”, mas o proces-
so é irreversível. Caso você queira liberar o acesso às publicações novamente, você será obri-
gado a alterá-las uma a uma. Para acessar as configurações do Facebook clique em: https://
www.facebook.com/settings?tab=privacy&view.

Tribunal de Contas da União


14
Redes Sociais

11. Clique anônimo

Isso vale especialmente para redes que lidam com muito conteúdo externo, como o Facebook
e o Twitter.

Criminosos podem utilizar artifícios para espalhar links aparentemente interessantes, mas
que levam você para páginas com conteúdo indesejado ou que tentam sobrecarregar seu
navegador com pop-ups e outros incômodos.

É nessa hora que o modo anônimo do seu navegador pode ser útil. Acesse a rede social pelo
modo normal do seu navegador e, ao clicar em um link que parece “bom demais para ser
verdade”, clique com o botão direito e acesse a opção de navegação anônima pelo Google
Chrome. No Internet Explorer é chamado de Navegação InPrivate. No Edge, é preciso copiar
o link e colar em uma janela anônima, o que dá mais trabalho. No Firefox, a opção se chama
“privativa”. O link abrirá em uma nova janela, mais segura.

O Facebook também pode exibir um aviso sobre o redirecionamento da página (isso é nor-
mal, porque o Facebook não consegue “ver” que você seguiu o link do site em uma janela
anônima). Apenas confirme o acesso.

Isso também te protege de páginas que tentam convencer você a “curtir” alguma página ou
ceder acesso ao seu perfil, já que você não estará logado no Facebook na janela anônima.
Para continuar seu acesso ao Facebook, volte para a janela não anônima/privativa - não faça
login no Facebook pela janela anônima.

12. Acompanhe as notícias de golpe em suas redes sociais preferidas

É importante acompanhar as notícias de golpes específicos em sua rede social preferida. Os


principais golpes em cada aplicativo geralmente são divulgados amplamente pela mídia e
uma simples pesquisa na Internet pode ajudá-lo a estar preparado.

Fique atento a essas dicas! Elas podem te ajudar a preservar sua privacidade na rede social,
além de evitar danos à sua imagem pessoal e profissional.

Curso: Mundo Conectado


Síntese 15

Redes Sociais
Nesta aula, falamos sobre a importância das redes sociais na facilitação
dos nossos relacionamentos pessoais e profissionais. Em consequência disso,
discutimos também alguns comportamentos que devem ser evitados nesse
ambiente, bem como apresentamos boas práticas de segurança da informa-
ção, que devem nos ajudar a navegar com segurança pelas redes sociais.

Tribunal de Contas da União


16 Bibliografia
Redes Sociais

http://www.semprefamilia.com.br/5-dicas-de-comportamento-em-redes-sociais/

http://exame.abril.com.br/carreira/5-comportamentos-nas-redes-sociais-que-queimam-sua-ima-
gem/

http://www.guiadacarreira.com.br/carreira/comportamento-redes-sociais/

http://g1.globo.com/tecnologia/blog/seguranca-digital/post/veja-5-dicas-para-usar-redes-sociais-
-com-seguranca.html

http://cartilha.cert.br/fasciculos/redes-sociais/fasciculo-redes-sociais.pdf

https://www.oficinadanet.com.br/post/16064-quais-sao-as-dez-maiores-redes-sociais

Curso: Mundo Conectado