Você está na página 1de 12

Turbocompressor

DIAGNÓSTICOS E VERIFICAÇÕES

TURBOCOMPRESSOR

Inspeção e Verificação

1. Confirme o problema indicado pelo cliente, colocando o motor em funcionamento.


2. Efetue uma inspeção visual e procure sintomas óbvios de danos mecânicos.

Tabela de Inspeção Visual

Danos Mecânicos
• Vazamentos de ar
• Vazamentos de óleo
• Elemento do filtro de ar ou tubo de admissão entupido ou com restrição
• Ruídos anormais no turbocompressor

3. Se for verificada uma causa óbvia para um problema observado ou apresentado, repare a
falha (se possível) antes de prosseguir.
4. Se o problema persistir após a inspeção visual, confirme o sintoma e consulte o fluxograma dos
sintomas.

Vazamentos de Ar no Sistema de Admissão de Ar

Nota: vazamentos no sistema de admissão reduzem a quantidade de ar para os cilindros durante


o funcionamento do motor e diminuem seu desempenho.

Verificação Inicial

1. Inspecione a tubulação do ar de admissão quanto a abraçadeiras quebradas ou soltas.


2. Verificação da emissão de um som agudo (assobio) na área suspeita.

Opere o motor em rotação máxima sem carga e use uma solução de água e sabão na área suspeita
para detectar vazamentos de ar através da formação de bolhas. Substitua os tubos danificados e/ou
aperte as abraçadeiras soltas ou danificadas, para certificar-se de que o sistema de admissão de ar
não tem vazamentos.

Nota: se o motor apresentar falha do turbocompressor ou em qualquer outra situação em que


o óleo entre no resfriador de ar, inspecione-o e limpe-o.
Turbocompressor

Mau funcionamento do Turbocompressor

1. A falha dos componentes internos do


turbocompressor pode reduzir sua eficiência,
produzir fumaça excessiva e baixa potência.
Uma falha nos rolamentos pode produzir um
atrito que retarda a rotação do conjunto do
rotor e atrito das lâminas do conjunto do rotor
com as carcaças, reduzindo a rotação do
conjunto do rotor.

2. Falhas de funcionamento da válvula do turbocompressor, ou sua calibração incorreta, podem


resultar em pressões excessivamente altas ou baixas. Baixas pressões causam produção
excessiva de fumaça e baixa potência. Altas pressões causam danos sérios ao motor.

Consumo e Vazamento de Óleo Lubrificante

1. O óleo lubrificante do motor é utilizado para


lubrificar os rolamentos e fornecer arrefeci-
mento para o turbocompressor. O óleo
lubrificante fornecido ao turbocompressor
através da linha de suprimento é mantido na
pressão de operação do motor. Uma linha
de retorno conectada à base do
turbocompressor retorna o óleo lubrificante
para o cárter do motor.

2. Utilizam-se anéis de vedação em cada


extremidade do conjunto do rotor. A principal
função destes anéis é evitar que os gases de
escape e o ar comprimido entrem na carcaça
do turbocompressor.

3. Altas restrições de admissão ou de escape


produzem um vácuo entre o compressor e a
carcaça do turbocompressor, resultando no
vazamento de óleo nos anéis de vedação.

Nota: se o óleo vazar nos anéis de vedação da carcaça do compressor será necessário lavar o
resfriador de ar para remover o óleo do sistema de admissão.
Turbocompressor

Ruídos no Turbocompressor

1. É normal que o turbocompressor emita um ruído que varia de intensidade, dependendo


da rotação e da carga do motor. Este ruído é provocado pelo velocidade de rotação muito
alta do conjunto do rotor e o método utilizado para balancear o conjunto do rotor durante a
fabricação.
2. Vazamentos nos componentes de admissão e/ou de escape do sistema de ar podem
produzir ruídos excessivos do motor.
3. Verifique se há vazamentos no sistema de admissão e de escape. Certifique se todas as
abraçadeiras de mangueiras estão apertadas.

4. Ruídos nas rotações mais baixas do motor


podem indicar a presença de resíduos no
sistema, ou que o conjunto do rotor está
encostando nas carcaças.
5. Remova a entrada do turbocompressor e
verifique se há objetos estranhos.
6. Se houver essa suspeita, verifique se há
danos nas lâminas e folga da carcaça do
turbocompressor.

7. Se forem detectados vazamentos, danos nas lâminas ou folgas incorretas, substitua o


turbocompressor.
Turbocompressor

FLUXOGRAMA DE SINTOMAS

Falhas Possíveis Causas Ação a ser Tomada


• Mau funcionamento do • Falha de componentes • Vá para o Teste Ponto-a-
turbocompressor. internos. Ponto A.
• Falha de funcionamento da
válvula.
• Tubos de admissão ou
resfriador de ar obstruído.

• Consumo e / ou vazamento • Pressão excessiva no cárter • Vá para o Teste Ponto-a-


de óleo lubrificante. de óleo. Ponto B.
• Altas restrições de admissão
ou de escape.
• Retorno do óleo obstruído.
• Anéis de vedação gastos.

• Ruídos no turbocompressor. • Vazamentos nos • Vá para o Teste Ponto-a-


componentes de admissão Ponto C.
e/ou escape.
• Resíduos no sistema.
• Danos nas lâminas ou folgas
incorretas.
Turbocompressor

TESTES PONTO-A-PONTO

TESTE PONTO-A-PONTO A: MAU FUNCIONAMENTO DO TURBOCOMPRESSOR

CONDIÇÕES DETALHES/RESULTADOS/AÇÕES
A1: VERIFIQUE SE HÁ ALGUM PROBLEMA APARENTE

1 Verifique visualmente se há alguma área de


atrito entre o conjunto do rotor e as carca-
ças.

• Visualmente foi encontrado algum pro-


blema?

→ Sim
SUBSTITUA o conjunto do turbocom-
pressor.

→ Não
Vá para A2.

A2: VERIFIQUE O FUNCIONAMENTO DA VÁLVULA


1 Verifique o funcionamento da válvula.

• A válvula Wastegate está funcionando


corretamente?

→ Sim
Vá para A3.

→ Não
SUBSTITUA o conjunto do turbocom-
pressor.
Turbocompressor

TESTE PONTO-A-PONTO A: MAU FUNCIONAMENTO DO TURBOCOMPRESSOR


(CONTINUAÇÃO)

CONDIÇÕES DETALHES/RESULTADOS/AÇÕES
A3: VERIFIQUE SE HÁ RESTRIÇÕES NO SISTEMA DE ADMISSÃO
1 Efetue o teste de pressão.

• O diferencial de pressão do sistema de


admissão está OK?

→ Sim
OK.

→ Não
REPARE os componentes em questão.
Turbocompressor

TESTE PONTO-A-PONTO B: CONSUMO E/OU VAZAMENTO DE ÓLEO LUBRIFICANTE

CONDIÇÕES DETALHES/RESULTADOS/AÇÕES
B1: VERIFIQUE A SE HÁ PRESSÃO EXCESSIVA NO CÁRTER DE ÓLEO
1 Verifique se a pressão interna do cárter
está excessivamente alta.

• A pressão interna do cárter está OK?

→ Sim
Vá para B2.

→ Não
VERIFIQUE os pontos de respiro do
motor. REPARE ou substitua os compo-
nentes em questão.

B2: VERIFIQUE RESTRIÇÕES DE ADMISSÃO OU DE ESCAPE


1 Efetue o teste de pressão.

• O diferencial de pressão do sistema de


admissão está OK?

→ Sim
Vá para B3.

→ Não
REPARE os componentes em questão.

B3: VERIFIQUE A LINHA DE DRENO DE ÓLEO DO TURBOCOMPRESSOR


1 Inspecione a linha e verifique se apresenta
pontos amassados ou entupimento.

• A linha de dreno apresenta algum


problema?

→ Sim
SUBSTITUA os componentes em ques-
tão.

→ Não
Vá para B4.
Turbocompressor

TESTE PONTO-A-PONTO B: CONSUMO E/OU VAZAMENTO DE ÓLEO LUBRIFICANTE


(CONTINUAÇÃO)

CONDIÇÕES DETALHES/RESULTADOS/AÇÕES
B4: VERIFIQUE OS ANÉIS DE VEDAÇÃO
1 Verifique os anéis de vedação.

• Os anéis de vedação apresentam vaza-


mento de óleo?

→ Sim
SUBSTITUA o conjunto do turbocom-
pressor.

→ Não
OK.
Turbocompressor

TESTE PONTO-A-PONTO C: RUÍDOS NO TURBOCOMPRESSOR

CONDIÇÕES DETALHES/RESULTADOS/AÇÕES
C1: VERIFIQUE SE HÁ ALGUM VAZAMENTO NO SISTEMA DE ADMISSÃO E/OU ESCAPE
1 Verifique visualmente se há mangueiras
furadas, rasgadas, abraçadeiras soltas ou
tubo de admissão amassado.

• Visualmente foi encontrado algum pro-


blema?

→ Sim
REPARE os componentes em questão.

→ Não
Vá para C2.

C2: VERIFIQUE SE HÁ RESÍDUOS NO SISTEMA DE ADMISSÃO E/OU ESCAPE


1 Verifique visualmente se há algum resíduo
no sistema.

• Visualmente foi encontrado algum pro-


blema?

→ Sim
REPARE os componentes em questão ou
remova os resíduos, se possível.

→ Não
VÁ para C3.

C3: VERIFIQUE AS LÂMINAS DO TURBOCOMPRESSOR


1 Verifique se o compressor e as lâminas da
turbina apresentam danos ou desgaste.

• Algum dano encontrado nas lâminas do


turbocompressor?

→ Sim
SUBSTITUA o conjunto do turbocom-
pressor.

→ Não
Vá para C4.
Turbocompressor

TESTE PONTO-A-PONTO C: RUÍDOS NO TURBOCOMPRESSOR (CONTINUAÇÃO)

CONDIÇÕES DETALHES/RESULTADOS/AÇÕES
C4: VERIFIQUE O TURBOCOMPRESSOR
1 Verifique se o conjunto do rotor está encos-
tando nas carcaças.

• Algum dano ou interferência encontrada


nas lâminas ou carcaça do turbocom-
pressor?

→ Sim
SUBSTITUA o conjunto do turbocom-
pressor.

→ Não
OK
Turbocompressor

Verificação Inicial

1. Remova a tubulação de entrada no


turbocompressor.
2. Inspecione as lâminas do rotor do compressor
quanto a danos.
3. Se o rotor do compressor estiver danificado,
inspecione a tubulação de admissão e o
elemento do filtro quanto a danos.
4. Remova a tubulação de escape no
turbocompressor.

5. Inspecione a hélice da turbina quanto a danos.


6. Substitua o turbocompressor se houver danos.
7. Repare qualquer dano, antes de operar o motor.

Verificação de Vazamento

1. Inspecione a admissão e a válvula de


descarga do compressor quanto à presença
de óleo.
2. Se houver a presença de óleo na admissão
do compressor e na válvula de descarga,
verifique nos pontos anteriores ao
turbocompressor para localizar a fonte do
vazamento de óleo.

3. Se houver presença de óleo somente no lado da válvula de descarga, instale a tubulação de


admissão de ar e do resfriador de ar.
4. Verifique se há restrição de admissão.
5. Se não houver restrição de admissão, substitua o turbocompressor.

Nota: se o motor apresentar falha do turbocompressor ou em qualquer outra situação em que o


óleo entre no resfriador de ar, inspecione-o e limpo.

6. Se for encontrado óleo na carcaça da turbina, remova a linha de dreno de óleo e verifique se
há restrições. Se houver, elimine quaisquer restrições existentes.
7. Uma linha de retorno de óleo lubrificante com restrição ou danificada causa a pressurização da
carcaça do turbocompressor, fazendo o óleo lubrificante vazar pelos anéis de vedação.
8. Se a linha de dreno de óleo não apresentar restrições, remova o turbocompressor.
Turbocompressor

Limpeza e Inspeção para a Reutilização

1. Limpe o turbocompressor e as superfícies da


junta do coletor de escape.
2. Inspecione o turbocompressor, as superfícies
da junta do coletor de escape e os prisioneiros
de montagem quanto a trincas e danos.
3. Substitua o turbocompressor se houver
trincas nas superfícies do flange de
montagem. Consulte o procedimento de
desmontagem e montagem.

4. Substitua o coletor de escape se houver trincas nas superfícies do flange de montagem.


Consulte o procedimento de desmontagem e montagem.

Atenção: ao usar solventes, ácidos ou materiais alcalinos para a limpeza, siga as


recomendações de uso do fabricante. Utilize óculos de segurança e roupas de
proteção apropriadas para reduzir a possibilidade de ferimentos.

Atenção: utilize proteção apropriada para os olhos e para a face ao trabalhar com ar
comprimido. Os resíduos e poeira lançados podem causar ferimentos.

Atenção: ao usar um limpador a vapor, utilize óculos de segurança ou máscara e roupas de


proteção. O vapor quente pode causar ferimentos graves.

5. Remova todos os depósitos de carvão e


materiais da junta, das superfícies de contato.
6. Utilize solvente ou vapor para limpar o exterior
do turbocompressor.
7. Seque com ar comprimido.
8. Inspecione as carcaças da turbina e do
compressor.

9. Se houver trincas que se estendem em toda a superfície das paredes externas, o


compressor deve ser substituído.

Nota: uma falha do resfriador de ar pode causar danos progressivos na carcaça da turbina. Se a
carcaça da turbina estiver danificada, verifique o resfriador de ar. Consulte o item apropriado
nos testes de componentes.

Nota: se o motor apresentar falha do turbocompressor ou qualquer outra situação em que o óleo
entre no sistema do resfriador de ar, este deve ser inspecionado e limpo. Consulte o item
apropriado nos testes de componentes.

Você também pode gostar