Você está na página 1de 580

0

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO AO SOLIDWORKS – CONCEITOS BÁSICOS ...................... 4

1.1 Comandos Básicos de Esboço .................................................................... 13

1.1.1 Linha ........................................................................................................... 14

1.1.2 Círculo ......................................................................................................... 16

1.1.3 Retângulo .................................................................................................... 17

1.1.4 Arco ............................................................................................................. 20

1.1.5 Ranhura ...................................................................................................... 22

1.1.6 Filete de Esboço .......................................................................................... 24

1.1.7 Chanfro de Esboço ...................................................................................... 26

1.1.8 Aparar Entidades ......................................................................................... 28

1.1.9 Converter Entidades .................................................................................... 34

1.1.10 Offset de Entidades ..................................................................................... 37

1.1.11 Espelhar Entidades ..................................................................................... 44

1.1.12 Padrão de Esboço Linear ............................................................................ 46

1.1.13 Padrão de Esboço Circular .......................................................................... 48

1.1.14 Relações de Esboço .................................................................................... 50

1.2 Exercício 01 – Modelagem de Peça ............................................................ 55

1.3 Exercício 02 – Modelagem de Peça ............................................................ 76

1.4 Exercício 03 – Modelagem de Peça ............................................................ 85

1.5 Exercício 04 – Modelagem de Peça ............................................................ 98

1.6 Exercício 05 – Modelagem de Peça .......................................................... 109

1.7 Exercício 06 – Modelagem de Peça .......................................................... 117

1
1.8 Exercício 07 – Modelagem de Peça .......................................................... 126

1.9 Exercício 08 – Modelagem de Peça .......................................................... 149

1.10 Exercício 09 – Modelagem de Peça .......................................................... 161

1.11 Exercício 10 – Modelagem de Peça .......................................................... 179

1.12 Exercício 11 – Modelagem de Peça .......................................................... 216

1.13 Exercício 12 – Revolução .......................................................................... 221

1.14 Exercício 13 – Revolução .......................................................................... 228

1.15 Exercício 14 – Revolução .......................................................................... 236

1.16 Exercício 15 – Revolução .......................................................................... 243

1.17 Exercício 16 – Padrão Linear .................................................................... 256

1.18 Exercício 17 – Padrão Linear .................................................................... 263

1.19 Exercício 18 – Padrão Circular .................................................................. 269

1.20 Exercício 19 – Modelamento de Peça ....................................................... 279

1.21 Exercício 20 – Modelamento de Peça ....................................................... 291

1.22 Exercício 21 – Montagem Morsa ............................................................... 302

1.23 Exercício 22 – Montagem Saca Polias ...................................................... 338

1.24 Exercício 23 – Montagem Furador de Anéis .............................................. 363

1.25 Exercício 24 - Escada ................................................................................ 392

1.26 Exercício 25– Bombinha de Óleo .............................................................. 417

1.27 Conceitos Básicos de Detalhamento ......................................................... 450

1.28 Exercício 26 – Criação de Detalhamento ................................................... 459

1.29 Conceitos Básicos de Template ................................................................ 472

2
1.30 Exercício 27 - Criação de Template de Peça ............................................. 473

1.31 Exercício 28 – Criação de Template .......................................................... 490

1.32 Exercício 29 – Detalhamento da Peça Exemplo ........................................ 514

1.33 Exercício 30 – Detalhamento do Exercício 07. .......................................... 532

1.34 Exercício 31 – Detalhamento Montagem Dispositivo Fura Anéis ............... 548

1.35 Exercício 32 – Detalhamento Mandíbula ................................................... 559

1.36 Exercício 33 – Detalhamento Conjunto Morsa ........................................... 568

3
1 INTRODUÇÃO AO SOLIDWORKS – CONCEITOS BÁSICOS

O SolidWorks é uma ferramenta de desenho tridimensional paramétrica, que


nos permite criar os mais diversos tipos de peças, conjuntos e desenhos em diversas
áreas de aplicação, tais como setores de engenharia e desenvolvimento de produtos.

Com o SolidWorks é possível visualizar o produto antes de seu processo de


fabricação, além de detectar possíveis interferências, formas de montagem, análise
de movimentos, peso e resistência.

O SolidWorks é paramétrico porque é controlado por dimensões (na linguagem


do software, parâmetros) que nos permite prever e alterar quaisquer variações de
geometria em produtos, redefinindo nosso projeto ou mesmo gerando um novo (maior
ou menor, conforme necessidade).

4
Referente ao treinamento, um dos pré-requisitos é possuir o SolidWorks
instalado no computador que você irá utilizar para realizar o treinamento e as tarefas.

Para inicializar o programa, basta dar um duplo clique sobre o atalho presente
na área de trabalho (desktop) de seu computador.

Caso não encontre este ícone de atalho, clique no menu Iniciar do Windows >>
Todos os programas >>SolidWorks 2017>> e selecione o SolidWorks 2017.

Obs.: A imagem acima e demais imagens do sistema podem variar dependendo


da versão do Windows.

(Visão geral do software SolidWorks)

5
Crie uma pasta em seu computador denominada “Treinamento EAD
SolidWorks”. Dentro dela crie uma pasta para cada lição deste treinamento “Lição 01”,
“Lição 02”, “Lição 03” até a “última lição”. Salve os documentos do treinamento nestas
pastas, inclusive o material que está disponível no ambiente virtual Moodle.

Durante o treinamento, iremos abordar as diferentes técnicas de construção de


peças, montagens e elaboração de desenhos.

Conheceremos agora como o SolidWorks aborda estes diferentes processos.

Para darmos início a construção de uma peça, montagem ou desenho, temos


que abrir um novo documento (Template), através do comando Novo (clicar no menu
Arquivo>>Novo) ou podemos utilizar o atalho (teclas CTRL+N).

Os templates são documentos de peças, desenhos e montagens que incluem


parâmetros definidos pelo usuário e é a base para novos documentos.

Eles podem ser acessados por arquivo, novo. Como mostrado abaixo.

Ou por um caminho mais rápido, como mostrado abaixo.

1º Clique

Após clicar em novo, irá abrir uma janela para selecionarmos o tipo de
documento (template) que iremos criar (peça, montagem e desenho), Como mostrado
na imagem a seguir.

6
Abaixo, qual a função de cada template:

 templates de peça: ambiente do SolidWorks onde iremos modelar os nossos


produtos;

 template de montagem: ambiente do SolidWorks onde iremos criar os mais


variados tipos de conjuntos;

7
 template de desenho: ambiente do SolidWorks onde iremos criar folhas de
processo, detalhamento de produtos e detalhamento de conjuntos.

Tambem temos a opção de avançado. Você pode organizar e acessar seus


templates de documentos colocando-os em diferentes guias na exibição Avançada da
caixa de diálogo Novo documento do SOLIDWORKS, como mostrado nas imagens a
seguir.

8
A visualização em
Avançado. Observar que,
para começar uma peça,
precisamos informar ao
SolidWorks, escolhendo
Peça.

Como temos diferentes tipos de arquivos para iniciar nosso trabalho, ao salvar
um arquivo, temos que definir a extensão, tais como:

 peça = *.prt; *.sldprt;

 montagem =*.asm, *.sldasm;

 detalhamento (Desenho) = *.drw, * slddrw.

Abaixo exemplo ao salvar.

9
Abaixo a interface de modelagem.

02 07
03 01
08

06
04 09

01 - Barra de menus do SolidWorks


02 - Command Manager (Gerenciador de
Comandos) do SolidWorks
03 - Guias do Command Manager
04 - Árvore de projetos
05 - Barra de status
06 - Painel de tarefas
07 - Canto de confirmação
08 - Barra transparente
09 - Área de gráficos

05

Precisamos compreender a lógica de trabalho do SolidWorks: primeiro vem as


peças e depois os conjuntos (que são compostos de peças). Podemos fazer desenhos
de peças e conjuntos, a qualquer momento, porém, observar que precisamos de uma
peça (um sólido) para fazer um desenho deste. A mesma regra vale para conjuntos.

Na área da mecânica, o detalhamento é sempre o objetivo final de um projetista,


porém, com o SolidWorks, ele depende da existência de peças e conjuntos (essa
sistemática de trabalho não é uma regra única do SolidWorks. A grande maioria dos
modeladores 3D trabalham com esta mesma condição).

Na imagem a seguir verifique uma estrutura de trabalho com o SolidWorks.

10
Podemos observar que os subconjuntos são compostos de peças, e, por sua
vez, compõem o conjunto principal. As peças têm um desenho (que recebe o mesmo
nome da peça), porém nem todas as peças e subconjuntos precisam obrigatoriamente
de um desenho (como o Subconj3 e Peça4), isto depende da sistemática de trabalho
de cada empresa.

Durante o andamento das lições, iremos verificar que o SolidWorks utiliza uma
nomenclatura típica de sistemas 3D.

Terminologia: O SolidWorks emprega alguns termos nativos de modelagem


3D. Abaixo encontram-se alguns termos bastante utilizados no SolidWorks.

Recurso: Recursos são todos os cortes, ressaltos, esboços e planos que serão
utilizados para construir o produto.

Plano: Pode ser utilizado como uma referência de esboço para a criação de
ressaltos e cortes.

Esboço: Todo e qualquer perfil 2D é denominado esboço. Esboços são criados


sobre os planos e as faces do nosso modelo. Geralmente são utilizados como base
para ressaltos e cortes.

11
Ressalto: Os ressaltos são utilizados para adicionar material ao nosso modelo.
O recurso inicial básico sempre é um ressalto. Após o primeiro ressalto, é possível
adicionar quantos ressaltos forem necessários para concluir a geometria do produto.
Todo ressalto é criado a partir de um esboço.

Corte: Os cortes são utilizados para remover material do modelo. É o oposto


do ressalto. Os cortes também são criados a partir de um esboço.

Filetes: Podem ser adicionados tanto ao sólido (3D) quanto ao esboço (2D).
Nos sólidos podem ser adicionados através da seleção de arestas, e faces.

Origem: O SolidWorks utiliza um sistema de coordenadas com origem. Um


documento de peça contém uma origem. Sempre que você seleciona um plano ou
face e abre um esboço, uma origem é criada em alinhamento com o plano ou face.

Uma origem pode ser usada como uma âncora para as entidades de esboço e
ajuda a orientar a perspectiva dos eixos.

Origem

Uma tríade de referência tridimensional orienta nas direções X, Y e Z nos


documentos de peça e montagem.

Tríade

Essa é uma boa razão para criarmos nossos esboços e pecas relacionados à
origem.

Relações de esboço: As relações de esboço são bastante utilizadas para


auxiliar na construção da geometria desejada.

12
1.1 Comandos Básicos de Esboço

Serão apresentados todos os comandos de esboço utilizados no curso

Para isso vamos abrir um arquivo de peça.

Clique no menu arquivo, Novo. Como mostrado na imagem abaixo.

1º Clique

2º Clique

Selecione Peça e clique em OK, como imagem na imagem abaixo.

Inicie um novo esboço no plano frontal, clique com o botão esquerdo do mouse
sobre o plano frontal na Árvore de projetos e selecione Esboço, conforme a imagem
abaixo.

13
1.1.1 Linha

Faça como na sequência abaixo para inserir o comando linha.

Va até a guia esboço para selecionar a ferramenta a ser utilizada, selecione a


ferramenta Linha.

Observe a seguir que quando selecionamos a linha, aparece algumas opções


no Property Manager.

14
A linhas será esboçada
sem nenhuma restrição.
A linha será criada na É o tipo de linha mais
horizontal. usada.

Pode ser definido um A linha será criada na


ângulo e a linha será vertical
esboçada com inclinação.

Linha de construção

Comprimento infinito

Linha de ponto médio

Linha de construção: é usado como linha de auxílio para o esboço.

Comprimento infinito: a linha tem um comprimento infinito.

Linha de ponto médio: para esboçar uma linha que seja simétrica a partir do
ponto médio da linha.

15
2° Arraste o mouse para
dar o comprimento à linha
e dê mais um clique para
finalizá-la

1º Clique

Pressione Esc para finalizar.

1.1.2 Círculo

Faça como na sequência abaixo para inserir o comando círculo.

Va até a guia esboço para selecionar a ferramenta a ser utilizada, selecione a


ferramenta Círculo.

Círculo Círculo de perímetro.

16
Circulo

1º Clique.
2° Arraste o mouse para
dar o diâmetro do círculo e
dê mais um clique para
finalizá-lo.

Pressione Esc, apague o círculo para inserir o outro tipo de círculo.

Círculo de perímetro

1º Clique.

2º Clique.
3° Arraste o mouse para
dar o diâmetro do círculo e
dê mais um clique para
finalizá-lo

Pressione Esc, apague o círculo.

1.1.3 Retângulo

Siga os passos abaixo, para inserir o comando retângulo.

Va até a guia esboço para selecionar a ferramenta a ser utilizada, selecione a


ferramenta retângulo.

17
Retângulo de canto

2º Clique.

1º Clique.

Pressione Esc, apague o retângulo para inserir outro tipo de retângulo.

Retângulo de ponto central

2º Clique.

1º Clique.

Pressione Esc, apague o retângulo para inserir outro tipo de retângulo.

18
Retângulo com canto em 3 pontos

2º Clique.

1º Clique.

3º Clique.

Pressione Esc, apague o retângulo para inserir outro tipo de retângulo.

Retângulo central com 3 pontos

2º Clique.

1º Clique.

3º Clique.

Pressione Esc, apague o retângulo para inserir outro tipo de retângulo.

19
Paralelogramo

3º Clique.

1º Clique.

2º Clique.

Pressione Esc, apague o retângulo para inserir outro tipo de retângulo.

1.1.4 Arco

Va até a guia esboço para selecionar a ferramenta a ser utilizada, selecione a


ferramenta Arco e faça como na sequência abaixo.

20
Arco de ponto central

2° Clique.

1° Clique.

3° Clique.

Pressione Esc, apague o arco para inserir outro tipo de arco.

Arco de 3 pontos

3° Clique.
1° Clique.

2° Clique.

Pressione Esc, apague o arco para inserir outro tipo de arco.

21
Arco tangente

Para este tipo de arco, ele necessita ter uma linha já esboçada.

1º Clique.

2º Clique.

Esboce uma linha

1.1.5 Ranhura

Va até a guia esboço para selecionar a ferramenta a ser utilizada, selecione a


ferramenta Ranhura e faça como na sequência abaixo.

22
Ranhura reta

1º Clique.
2º Clique.

Pressione Esc, apague a ranhura para inserir outro tipo de ranhura.

Ranhura reta no ponto central

1º Clique. 2º Clique.

Pressione Esc, apague a ranhura para inserir outro tipo de ranhura.

Ranhura de arco de 3 pontos

1º Clique. 2º Clique.

4º Clique. 3º Clique.

Pressione Esc, apague a ranhura para inserir outro tipo de ranhura.

23
Ranhura de arco no ponto central

1º Clique.
3º Clique.
2º Clique.

Pressione Esc, apague a ranhura. 4º Clique.

1.1.6 Filete de Esboço

O filete ele é um alivio de canto, formando um arco entre duas linhas. Para
melhor entender siga a sequência abaixo.

Va até a guia esboço para selecionar a ferramenta a ser utilizada, selecione a


ferramenta Esboçar filete.

Crie o esboço para poder realizar o filete.

24
Confirme o recurso, no canto superior direito da área gráfica.

Observe o resultado pronto.

25
1.1.7 Chanfro de Esboço

O Chanfro ele é um alivio de canto, formando uma quebra de canto entre duas
linhas, para entender melhor siga os passos abaixo.

O chanfro tem duas opções, ângulo – distância e distância – distância.

Crie o esboço abaixo para poder realizar o chanfro.

26
Ângulo - distância

Selecione o ponto onde as


linhas se encontram.

Confirme o chanfro e abra novamente o comando chanfro.

Distância - distância Selecione o ponto onde as


linhas se encontram.

Confirme o comando e observe o resultado obtido.

27
1.1.8 Aparar Entidades

O aparar entidades, é usado quando queremos remover um pedaço da linha


sem exclui-la por inteiro. Como mostrado abaixo.

Crie o esboço abaixo para a 1º aparagem e faça a sequência a seguir.

28
Clique com o mouse e
Aparagem Ativa segure, vai ser criado uma
linha que aonde passar vai
remover linhas de esboço.

Confirme o comando e observe o resultado obtido.

Apague as linhas e crie o esboço abaixo.

29
Canto

Selecione a parte da
linha que você deseja
que permaneça.

Confirme o comando e observe o resultado obtido.

Apague as linhas e crie o esboço abaixo.

30
Aparar e remover a parte interna

1º Selecione as entidades que


vão delimitar a paragem.

2º Selecione a linha que vai


ser aparada.

Confirme o comando e observe o resultado obtido.

31
Com o mesmo esboço, faremos a próxima aparagem.

Aparar e remover a parte externa

1º Selecione as entidades que


vão delimitar a paragem.

2º Selecione a linha que vai


ser aparada.

Confirme o comando e observe o resultado obtido.

32
Com o mesmo esboço, faremos a próxima aparagem.

Aparar até o mais próximo

Selecione a linha que


deseja aparar e ela vai ser
aparada até a próxima linha.

33
Confirme o comando e observe o resultado obtido.

Apague as linhas.

1.1.9 Converter Entidades

O converter entidades, é usado quando queremos utilizar alguma linha de


esboço já realizado ou aresta em, em um esboço ativo, como mostrado na sequência.

Para podermos utilizar esse comando, ou já devemos ter um esboço criado ou


um recurso feito.

Por isso iremos criar dois esboços diferentes.

Crie o esboço abaixo e confirme.

2º Clique
1º Clique

34
Para confirmar o esboço, clique no ícone no lado direito na parte superior da
área gráfica.

Abra um novo esboço no plano frontal.

Observe que é possível ver o círculo do esboço anterior.

Habilite Converter entidades.

Em entidades a converter, selecione o círculo.

35
Confirme o comando e observe que o círculo do esboço anterior foi
convertido para o esboço atual.

Confirme o esboço .

Para prosseguirmos conhecendo os comados de esboço, vamos excluir o


ultimo esboço criado.

Clique com o botão


direto em esboço.

36
Agora vamos entrar novamente no Esboço 1

Na árvore de projeto, clique sobre o esboço e vá em editar esboço.

Vai aparecer novamente o círculo.

Apague o círculo.

1.1.10 Offset de Entidades

O offset de entidades, é usado quando queremos adicionar uma entidade já


criada com uma distância especifica. Para entender melhor, siga os passos abaixo.

37
Crie o esboço abaixo.

Selecione a linha, o círculo, arco e uma linha do retângulo.

Observe que mesmo selecionando um linha, o que


retângulo inteiro é selecionado, devido a opção de
selecionar cadeia estar selecionada.

38
Confirme o comando e observe que todas as entidades de esboço, após o
offset tem uma cópia 10mm maior.

Se habilitar a opção inverter, a cópia do esboço é criada para o outro lado.

Confirme o comando .

Desabilite a opção de selecionar em cadeia e selecione apenas uma linha


retângulo.

39
Confirme o comando e observe que apenas a linha selecionada foi copiada.

Deixe apenas a opção de Bidirecional selecionada.

40
Confirme o comando e observe que a linha foi copiada para cima e para
baixo.

Habilite apenas a opção de Tampas na extremidade e selecione a opção Arco.

Confirme o comando e observe que o arco foi copiado e também foi criado
outro arco para fechar a geometria.

41
Habilite apenas a opção de Tampas na extremidade e selecione a opção
Linhas.

Confirme o comando e observe que o arco foi copiado e também foi criado
linhas para fechar a geometria.

Habilite a opção Geometria base.

42
Confirme o comando e observe que a linha foi copiada, porem a linha
original foi transformada em uma linha de construção.

Habilite a opção Geometria com offset.

43
Confirme o comando e observe que a linha foi copiada como linha de
construção.

1.1.11 Espelhar Entidades

O espelhar entidades serve para criar uma cópia do esboço, utilizando uma
linha de referência que servira como plano de espelhamento.

Entidades que serão


espelhadas.

Linha que servirá


como plano de
espelho.

Crie o esboço abaixo.

44
Selecione as entidades do
esboço que deseja espelhar.

Confirme o comando e observe que o esboço foi copiado exatamente igual.

45
Apague todas linhas.

1.1.12 Padrão de Esboço Linear

Padrão linear é utilizando, para criar várias copias do esboço de forma linear,
com uma distância especifica entre elas.

Siga os passos abaixo para criação do padrão linear.

Direção na qual o
padrão será feito, neste
caso na horizontal.
Espaçamento entre
as cópias.

Quantidade de copias
que será feita.
Inclinação da direção.

Em direção 2 o que muda


é apenas a direção da
cópia, que neste caso será
na horizontal.

Entidade que será copiada.

Crie um círculo na origem.

Altere os parâmetros conforme imagem abaixo e selecione o círculo em


entidades para padrão.

46
Confirme o comando e observe que o esboço foi copiado tanto na
horizontal (eixo x) e na vertical (eixo y).

Apague todos os círculos.

47
1.1.13 Padrão de Esboço Circular

Padrão de esboço circular é utilizando, para criar várias copias do esboço de


forma circular, com uma distância especifica entre elas.

Siga os passos abaixo para criação do padrão circular.

Ponto central no qual será


feito o padrão. É selecionando
automaticamente quando
selecionado a entidade para
padrão.

Deslocar o ponto central


Deslocar o ponto central
em y.
em x.

Quantidade de cópias.
Raio do círculo, que será
a distância da entidade
para o ponto central.
Direção do raio.

Entidade que será copiada.

Faça o esboço abaixo.

Altere os parâmetros conforme abaixo, comece selecionando o esboço.

48
Confirme o comando e observe que o esboço foi copiado de forma igual
em um ângulo de 360º.

49
1.1.14 Relações de Esboço

Para adicionar relações de esboço, podemos fazer de duas formas, observe e


faça como mostrado na sequência.

Selecionar a linha e no menu flutuante que aparece selecionar horizontal.

Ou no feature manager de projeto.

Para selecionar duas entidades de esboço basta segurar o Ctrl.

Observe abaixo os tipos de relações.

4º Selecione a relação que


deseja colocar.

1º selecione a linha. 2º segure o Ctrl. 3º selecione a segunda


linha.

50
Relação de horizontal.

Relação de vertical.

Relação de coincidente.

Relação de ponto médio.

Relação de perpendicular.

Relação de paralelismo.

51
Relação de colinear.

Relação de igual.

Relação de concêntrico.

Relação de tangente.

Relação de simetria.

52
Observe abaixo as relações e na sequência, como habilitamos ou
desabilitamos as relações.

Relações sendo exibidas.

Na barra transparente da área gráfica, vá até ocultar todos os tipos.

Clique na seta que tem ao lado do olho e vá até Exibir relações de esboço, que
se encontra habilitada. Clique no ícone, para desabilita-lo.

53
O esboço abaixo encontra-se sem relação aparecendo.

Caso deseje saber qual relação tem em uma linha, e o Exibir relações de
esboço, estiver desabilitado, basta clicar na linha.

Habilite novamente o Exibir relações de esboço.

Feche o esboço sem salva-lo.

54
1.2 Exercício 01 – Modelagem de Peça

Observe abaixo a peça que será feita neste exercício.

Clique no menu arquivo, Novo. Como mostrado abaixo.

Selecione Peça e clique em OK.

55
Antes de darmos início a construção da nossa peça, certifique-se que o
template está com as dimensões em milímetros. Existe um atalho na barra de status,
que fica na parte inferior da tela do SolidWorks. Como mostrado abaixo.

Observe a seguir os outros caminhos.

Outro caminho é pelo menu Opções.

Ou clique em Ferramentas, Opções

56
Nas abas selecione Propriedades do documento e na coluna selecione
Unidades. Como mostrado abaixo.

Clique em ok, para confirmar a operação.

O objetivo de mostrar o menu opções para sistemas de unidades serve para


ilustrar os diferentes caminhos para chegar ao mesmo resultado que encontramos ao
trabalhar com o SolidWorks.

Após certificarmos que estamos usando o template em MM, daremos início a


construção do esboço.

57
Inicie um novo esboço no plano frontal. Clique com o botão esquerdo do mouse
no plano frontal e selecione esboço, como mostrado na imagem abaixo.

Observa-se que quando iniciamos um esboço, a interface do SolidWorks


mostra ao usuário algumas pistas de criação de um novo arquivo de peça com o seu
esboço. O sinal mais claro que poderemos averiguar é o canto de confirmação na área
do modelo.

O segundo sinal da criação do esboço poderá ser observado na árvore de


projetos do arquivo, conforme a imagem abaixo.

Canto de
Esboço na árvore confirmação.
de projetos.

58
Observa-se abaixo que a Árvore de projetos foi inicializado na guia de Esboço
com todos os comandos para esse tipo de ambiente de trabalho.

Para a peça que será criada neste estudo de caso, utilizaremos o comando
Retângulo Central. Como mostrado abaixo.

Para que as linhas de


construção apareça na
vertical e horizontal, mude
para pontos médios
quando selecionar o
retângulo.

Observe que o ponto central do retângulo será na própria origem e o segundo


ponto poderá estar localizado em qualquer local da área de modelo.

59
Após o retângulo criado, iremos dimensionar o nosso esboço. Clique em
Dimensão inteligente, observe e faça como ilustrado nos passos seguintes.

Com o comando Dimensão inteligente habilitado, selecione a linha a qual será


adicionada à dimensão.
2º Clique.
1º Clique.

Após inserir a dimensão,


automaticamente a caixa de
modificar irá aparecer para
poder modificar o valor da
dimensão.

Na caixa de modificar modifique o favor para 140 e confirme. Conforme abaixo.

2º Confirme a modificação
da dimensão.

1º Insira o valor de
140.

Observe abaixo que a cota foi alterada para 140 no esboço.

60
Insira a segunda dimensão, com valor de 70 mm, para que a peça fique com o
mesmo layout da imagem abaixo.

Adicione os círculos e faça como ilustrado nos passos seguintes.

Pressione a tecla CTRL, selecione os quatro círculos para definir a relação de


igualdade (para que os quatro círculos possuam os mesmos diâmetros).

61
Recomendamos essa pratica para evitar que existam muitas dimensões
poluindo o desenho.

Agora adicione a dimensão de diâmetro em um dos círculos (o diâmetro será


igual para todos os círculos).

Defina as dimensões entre os círculos conforme a imagem.

62
Com o esboço já todo dimensionado, vamos colocar as relações que faltam
para que ele fique totalmente definido.

Coloque a relação de simetria, como mostrado nos passos a seguir.

Para inserir a relação de


simetria, selecione os
dois pontos indicados e
a linha seleciona e
clique em simetria.

A relação de simetria, será colocada na vertical também.

Observe que com a relação de simetria na vertical e horizontal, o esboço ficou


parcialmente definido, ficando apenas um círculo em azul (Subdefinido).

63
Nota: Para uma melhor visualização as dimensões foram ocultadas.

Para definir o círculo, vamos alinha-lo com os círculos já definidos.

64
Observe abaixo que o esboço está totalmente definido.

Insira um novo retângulo central, como imagem abaixo.

65
Dimensione o retângulo central conforme a ilustração abaixo.

Observe abaixo no canto inferior direito na barra de status a mensagem


“Totalmente definido”, esta mensagem significa que o nosso esboço está pronto para
ser utilizado na criação do produto 3D.
Todas as peças realizadas
no decorrer do curso,
assim como durante a
avaliação devem estar
totalmente definidas.

Observe abaixo os três estados de esboço que existem no SolidWorks:

 subdefinido: Quando um esboço está com falta de informações, seja uma


relação ou dimensão. Permitindo assim que o esboço sofra alterações apenas
arrastando as linhas;

66
 totalmente definido: É quando o esboço tem todas as informações necessárias
para ser transformado em um sólido;

 sobredefinido: É quando o esboço contém informações redundantes;

Com o esboço totalmente definido, para finalizarmos a peça, devemos aplicar


um recurso para transformar o esboço 2D em um solido 3D.

A criação do sólido tridimensional da peça será realizada com o recurso


“Ressalto/Base Extrudado”. Para acessá-lo, clica-se na aba recursos do Command
Manager e seleciona-se o comando conforme a imagem abaixo.

Quando a extrusão é iniciada, o software sugere um valor padrão de 10 mm,


conforme imagem.

67
Você vai definir em direção um, a profundidade da extrusão conforme a imagem
abaixo com 30 mm e confirme.

Após a alteração dos


parâmetros confirme o
recurso.

68
O resultado final deverá ser semelhante ao da imagem abaixo.

Salve a peça como Estudo de caso 01, na pasta da lição 01.

Com a peça concluída iremos adicionar um material a ela.

Você pode trabalhar com materiais predefinidos, criar materiais personalizados,


aplicar materiais a peças e gerenciar favoritos.

Para aplicar um material siga os passos e imagens a seguir, clique com o botão
direito em Material na árvore de projeto do e selecione Editar material.

69
O lado esquerdo da caixa de diálogo contém uma árvore com os tipos de
materiais e os materiais disponíveis. As guias à direita exibem informações sobre o
material selecionado.

Aplique o material Aço>>AISI 1020, após clique em aplicar e fechar.

70
Você pode exibir as propriedades de massa.

Na aba avaliar, selecione Propriedades de massa.

Observa-se abaixo que na Árvore de Projetos existe um novo item denominado


como “Ressalto - Extrusão 1” e ao lado do seu nome existe seta, onde é possível
expandir o recurso para localizar o esboço.

71
Ao clicar sobre a extrusão ou sobre o esboço, pode-se contar com a edição das
entidades de forma rápida e direta, como mostrado na imagem abaixo. Esse é um dos
principais benefícios de um software baseado em recursos como o SolidWorks.

Siga os passos abaixo para alterar uma medida no esboço e no ressalto.

Clica-se sobre o Esboço 1 e seleciona-se a opção “Editar Esboço”. Efetua-se


um duplo clique na dimensão que possui 140 mm e modifica-se para 160 mm.

72
Clica-se no canto de confirmação da área de modelo para atualizar o modelo
sólido conforme executado no esboço.

Edite o ressalto–extrusão 1 e altere a profundidade para 50.

Confirme a modificação do recurso .

Vistas de desenhos: As vistas ortogonais do SolidWorks podem ser acessadas


a qualquer momento.

A seguir veremos como orientar a posição do modelo e como o alinhamos em


relação a alguma face, siga os passos.

Clique em Orientações de Vista na Barra Transparente:

73
Selecione uma vista ortogonal.

Podemos acessar as vistas ortogonais através da barra de espaço do teclado,


e selecionar através de um clique a vista desejada.

Com um Ctrl + 7 voltamos para a vista isométrica.

Você também pode definir o alinhamento de uma face. Basta selecionar a face
desejada e pressionar a tecla “CTRL + 8” (é a vista perpendicular a qualquer face ou
plano selecionado, equivalente a uma vista de plano).

74
Sua vista ira ficar normal à face, assim como na imagem abaixo.

Abaixo lista com as teclas de atalho das vistas Ortogonais:

Frontal Ctrl+1
Posterior Ctrl+2
Esquerda Ctrl+3
Direita Ctrl+4
Superior Ctrl+5
Inferior Ctrl+6
Isométrica Ctrl+7
Normal a Ctrl+8

Salve o arquivo como Exercício 01 e feche.

75
1.3 Exercício 02 – Modelagem de Peça

Gestos do mouse

Desde a versão 2010 do SolidWorks podemos personalizar gestos do mouse


como atalhos para executar um comando, de forma semelhante a um atalho de
teclado. Basta configurar o mapeamento dos comandos mais utilizados, para usar
gestos do mouse para executar os comandos rapidamente. É permitido personalizar
até oito gestos para desenhos, montagens, peças e esboços.

Obs.: As imagens acima, são exemplos dos gestos do mouse.

Para ativar um gesto do mouse, na área de gráficos, basta clicar com o botão
direito do mouse e arrastar em uma das quatro direções: para cima, para baixo, para
a esquerda e para a direita.

Nota: Para usar gestos do mouse com montagens, clique com o botão direito
e arraste o cursor na área de gráficos para longe dos componentes para evitar girar
um componente.

Ao clicar com o botão direito e arrastar, uma guia é aberta mostrando o


mapeamento dos comandos para cada direção. Esse guia realça o comando que o
usuário está prestes a selecionar.

As imagens a seguir, são exemplos dos gestos do mouse.

76
Clique no menu arquivo, Novo.

Selecione Peça e clique em OK.

77
Para ver ou editar as atribuições atuais dos gestos do mouse, acesse o menu
Ferramentas e selecione Personalizar.

Na caixa de diálogo Personalizar, selecione a guia Gestos do mouse e habilite


8 gestos.

78
Clique e arraste a barra de rolagem até o final, para conhecer todos os gestos.

Verifique na coluna esboço que o SolidWorks exibe 8 ferramentas (Linha,


Círculo, Dimensão inteligente, Retângulo, Converter entidades, Esboço, Filete,
Aparar).

Para selecionar comandos diferentes dos predeterminados pelo SolidWorks,


basta clicar na célula do comando desejado e selecionar uma das direções possíveis.

79
Selecione a direção indicada conforme ilustração abaixo.

Clique em OK para confirmar as alterações.

Agora nos proximos passos vamos testar a personalização dos gestos do


mouse, siga o indicado nas imagens.

Inicie um esboço no plano frontal, clique com o botão esquerdo do mouse sobre
o plano frontal na Árvore de projetos e selecione Esboço, para testar os gestos que
foram configurado.

Clique com o botão direito do mouse e arraste. Observe que os comandos são
exibidos conforme personalizados. Arraste o mouse na direção do retângulo.

80
Observe que o Property Manager do retângulo é aberto, selecione o Retângulo
Central.

Crie um retângulo centralizado na origem.

Clique com o botão direito do mouse arraste para poder selecionar a


ferramenta círculo.

81
Crie um círculo centralizado com o retângulo.

Clique com o botão direito do mouse arraste e selecione a ferramenta


Dimensão inteligente.

82
Dimensione o esboço conforme ilustração abaixo.

Clique na aba Recursos e selecione Ressalto base extrudado.

Confirme o recurso.

83
Clique com o botão direito do mouse e arraste para poder exibir a vista
posterior da peça.

Salve o arquivo como Exercício 02 e feche.

84
1.4 Exercício 03 – Modelagem de Peça

A peça desse estudo de caso será a da imagem abaixo.

A primeira etapa para a elaboração de uma peça, como a que será executada
neste estudo de caso, é a escolha do plano a ser usado para a criação do esboço.

A escolha sempre envolve a identificação dos esboços na geometria sólida e


disposição clara de dimensões, mas isso depende da intenção do projeto.

Clique no menu arquivo, Novo. Como mostrado abaixo.

Selecione Peça e clique em OK. Como na imagem a seguir.

85
Inicie um esboço no plano superior, como mostrado na imagem abaixo.

Segue abaixo o passo a passo para criação do esboço, juntamente com


demonstrações por imagens

Crie um retângulo de canto, partindo da origem.

86
Complete o esboço utilizando linhas, para ficar igual imagem abaixo.

Observe as relações no esboço. Principalmente


as relações de horizontal, que está servindo
para alinhar os pontos na horizontal.

Utilizando o comando arco de 3 pontos, feche o esboço.

87
Por último, vamos colocar um círculo concêntrico com o arco.

Para finalizar o esboço, vamos colocar as dimensões.

Nota: Para melhor visualização as relações foram ocultadas.

88
A criação do sólido será realizada com o recurso Ressalto/Base Extrudado.
Para acessá-lo, clica-se na aba recursos do Command Manager e seleciona-se o
comando conforme a imagem abaixo.

Nesta peça existirá uma diferença se compararmos sua extrusão com a da


peça da lição anterior, como observado abaixo.

Região 01

Região 02

Observe que a peça possui mais de uma região para extrusão, o Solidworks
nos disponibilizará uma opção para seleção de contornos e regiões.

Em princípio, será trabalhado apenas o uso de regiões. Observe abaixo o


campo do Property manager (Gerenciador de propriedades) de extrusões para
seleção das regiões da peça.

89
Selecionar a região ressaltada na imagem abaixo clicando nela na área de
desenho do SolidWorks. Configure a extrusão como cego de 125mm.

90
Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar a criação do
sólido.

Ícone de confirmação

Ao observar o modelo sólido, vê-se que o modelo não possui o esboço visível
para ser utilizado em mais outra extrusão. Na árvore de projeto, expanda o ressalto-
extrusão 1, como mostrado na imagem abaixo.

Antes de inicializar o comando extrusão, selecione o esboço clicando sobre o


mesmo na Árvore de projetos. No Command manager, clique para ativar a aba de
recursos e o recurso de extrusão. Como na imagem abaixo.

91
Deve-se selecionar a outra região da peça para extrusão e configurar a
extrusão, como mostrado abaixo.

Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar a criação do


sólido.

Ícone de confirmação

A peça terá dois furos na face destacada abaixo.

92
Para executar a furação, clicar sobre a face correspondente no modelo, esperar
o menu flutuante aparecer e selecionar a opção Esboço, como é visto na imagem a
seguir.

Na guia esboço, selecione e clique sobre o comando círculo.

Desenhar os círculos conforme a imagem abaixo, a vista se encontra normal a


face iniciada o esboço.

93
Observe abaixo os passos para o dimensionamento e definição total do esboço.

Para o posicionamento dos círculos, deve-se adicionar um alinhamento


horizontal entre seus pontos centrais.

Adicionar a igualdade entre os diâmetros dos círculos.

Adicionar as dimensões conforme a imagem abaixo.

94
Podemos ainda substituir a dimensão de 17,500 mm por uma relação de Ponto
médio entre o centro dos círculos e o ponto médio da aresta lateral da face onde os
círculos se encontram.

Passe o mouse sobre a aresta da face até aparecer o ponto, após, com a tecla
Ctrl pressionada clique para selecionar um dos centros dos círculos e estabeleça uma
relação Horizontal.

Passe o mouse
sobre a resta
para aparecer
o ponto médio.

Obs.: Para colocar a relação de ponto médio, foi apagada a dimensão de 17,5.

95
Para a construção da furação da peça, será utilizado o comando Corte
Extrudado. Com o comando Ressalto/Base Extrudado acabamos construindo uma
geometria sólida, e agora com o Comando Corte Extrudado iremos efetuar um corte
passante.

Observe abaixo os passos para efetuar o corte extrudado.

No Command Manager, seleciona-se a guia recursos e inicializa-se o comando


Corte Extrudado.

Ao invés de definir uma profundidade para o corte, modifica-se de extrusão de


tipo cego para passante.

Clicar no canto de confirmação para efetuar o corte passante.

O modelo deverá se assemelhar ao exibido na imagem abaixo.

96
Salve o arquivo como Exercício 03 e feche.

97
1.5 Exercício 04 – Modelagem de Peça

Crie a peça abaixo conforme os passos descritos.

Observe abaixo os passos para a criação de um esboço.

Clique no menu arquivo, Novo.

Selecione Peça e clique em OK.

98
Abra um esboço no plano frontal.

Crie duas linhas de centro conforme abaixo e dimensione.

99
Agora adicione a medida angular para definir as linhas de centro. Com a
dimensão inteligente selecione a linha horizontal e a linha inclinada, arraste para a
sua esquerda e adicione o ângulo de 45°.

Com as linhas de construção definidas, vamos construir a outra parte do


esboço, crie a geometria abaixo.

100
Dimensione conforme abaixo.

Utilizando linhas ligue o esboço, como mostrado abaixo.

Observe as relações no
esboço.
Cuidado, para que no
seu esboço estejam
aparecendo as mesmas
relações. Caso não,
apague-as

Crie uma linha que


vá do círculo de
cima, ao círculo de
baixo.
Crie uma linha que vá da
ranhura ao círculo maior.

Obs.: Para melhor visualização as dimensões foram ocultadas.

101
Para definirmos a linha que ainda está em azul, iremos adicionar uma relação
e tangente, como mostrado na imagem abaixo.

Faça a mesma coisa na parte de baixo.

102
Por último, iremos fazer um offset de entidades na ranhura.

Na aba de esboço, acesse offset de entidades e configure conforme imagem


abaixo.

Habilite Inverter, para que o offset


seja feito para dentro da ranhura.

Confirme o comando.

Observe o esboço completo e totalmente definido.

103
Com o esboço concluído, acesse a aba de recursos e selecione o ressalto/base
extrudado.

Selecione a região indicada e altere a direção para plano médio e o tamanho


do ressalto, como mostrado abaixo.

Confirme o recurso.

Selecione o esboço1 na árvore de projeto e após selecione o ressalto/base


extrudado para uma segunda extrusão, como mostrado abaixo.

104
Selecione as regiões indicadas abaixo, altere a direção para plano médio e
modifique o tamanho para 20mm.

Confirme o recurso.

Selecione novamente o esboço1 na árvore de projeto selecione o ressalto/base


extrudado para uma terceira extrusão, como mostrado abaixo.

105
Selecione as regiões indicadas abaixo, altere a direção para plano médio e
modifique o tamanho para 30mm.

Confirme o recurso.

106
Com a peça pronta, iremos adicionar um filete.

Na aba de recursos, acesse filete, como na imagem a seguir.

Selecione filete de face e selecione as faces indicadas conforme imagem


abaixo e mude o tamanho para 60mm.

Confirme o recurso.

107
Observe a abaixo a peça pronta.

Salve o arquivo como Exercício 04 e feche.

108
1.6 Exercício 05 – Modelagem de Peça

Crie a peça abaixo conforme os passos descritos.

Abra um novo arquivo de peça e crie o esboço abaixo no plano frontal.

109
Defina as duas linhas inclinadas como iguais, como mostrado abaixo.

Observe abaixo, o esboço pronto com as relações.

Selecione Ressalto base Extrudado na aba de recursos e configure conforme a


próxima imagem.

110
Confirme o recurso e faça uma segunda extrusão, conforme imagem abaixo.

Confirme o recurso.

Crie um esboço na face indicada abaixo.

111
Faça o esboço abaixo.

Na aba de recursos, selecione corte extrudado e configure conforme abaixo.

112
Confirme o recurso.

Para arredondar o retângulo frontal, recomenda-se a utilização do filete de tipo


“Filete redondo inteiro”. Isso facilitará a atualização da geometria mantendo o
semicírculo tangente entre as faces paralelas.

Faces que formaram o


filete redondo, sendo
necessário três faces
diferentes.

113
Na aba de recursos, selecione filete.

Altere o tipo para filete redondo inteiro e configure conforme imagem abaixo.

Confirme o recurso.

Abra um esboço na face indicada abaixo.

Crie o esboço abaixo.

114
Para desenhar o círculo já concêntrico ao arco, acionar o comando círculo,
aproximar da aresta circular do filete redondo. O Solidworks destacará o seu centro,
clique sobre este ponto e abra o arco. Como mostrado abaixo.

Na aba de recursos, selecione o corte Extrudado e faça um corte passante, conforme


imagem abaixo.

115
Confirme o recurso e observe abaixo a peça pronta.

Salve o arquivo como Exercício 05 e feche.

116
1.7 Exercício 06 – Modelagem de Peça

Crie a peça abaixo conforme os passos descritos.

Abra um novo arquivo de peça e crie o esboço abaixo no plano frontal.

Criaremos agora um Offset de entidades conforme abaixo.

Confirme o comando.

117
Segue abaixo os passos para a conclusão do esboço.

Utilize a ferramenta de arco e linha para fechar o esboço.

Segure Ctrl e clique sobre o ponto central do arco e a origem, defina uma
coincidência entre eles.

Insira o valor de 85 mm nas entidades abaixo para definir o esboço.

118
Selecione ressalto base Extrudado e faça a extrusão abaixo.

Confirme o recurso.

Clique na face destacada abaixo e inicie um esboço novo.

119
Com a ferramenta de Ranhura Reta, faça o esboço abaixo clicando por primeiro
no ponto central do arco para criação da ranhura. Como mostrado abaixo.

Dimensione conforme abaixo.

120
Com o esboço totalmente definido, crie um corte extrudado passante, como na
imagem abaixo.

Confirme o recurso.

121
Abra um esboço na parte superior da peça, conforme a imagem abaixo.

Faça o esboço abaixo.

Adicione uma relação de tangente entre o círculo e a aresta oposta do sólido,


como mostrado na imagem.

122
Clique sobre o ponto central do círculo e o vértice mais próximo do sólido,
adicione uma relação de vertical, como mostrado abaixo.

Com o esboço concluído, faça uma extrusão de 10mm, como mostrado abaixo.

Caso necessário
inverta a direção
da extrusão.

Confirme o recurso.

Segue abaixo o passo para inserção de filetes na peça.

123
Adicione um filete tamanho constante de 25 mm na aresta, conforme indicado
na imagem abaixo.

Confirme o recurso.

Adicione outro filete tamanho constante de 10 mm na aresta.

124
Confirme o recurso.

E um filete de 25 mm na junção do círculo com a face plana.

Confirme o recurso.

Observe abaixo o resultado final.

Salve o arquivo como Exercício 06 e feche.

125
1.8 Exercício 07 – Modelagem de Peça

Abaixo uma imagem da peça finalizada.

Observe abaixo os passos para criação de um esboço.

Clique no menu arquivo, novo.

Selecione peça e clique em ok.

126
Inicie um esboço no plano frontal.

Clique na guia esboço, para habilitar as ferramentas de esboço.

Crie o esboço conforme a imagem a seguir.

127
Observe as relações do esboço.

Observe que a linha de


centro, sai da origem e vai na
vertical para baixo, até o
ponto médio da linha de
35mm.

Neste mesmo esboço, criaremos duas linhas, uma linha inclinada com ângulo
de 45° e comprimento de 75 mm e outra linha que será Perpendicular a ela.

128
Atenção: Ao criar a linha que será Perpendicular à linha de 75 mm,
normalmente esta linha pode coincidir com o centro do círculo, não deixando assim
dimensionar a linha de 75. Se isso ocorrer, você deverá deletar a relação de
Coincidente para dar andamento no seu esboço, como na imagem abaixo.

Se ocorrer de a linha ficar


coincidente com o ponto
central do círculo, delete a
relação de coincidente,
conforme as setas
apontadas.

129
Após deletar a relação de coincidente, dimensione a linha de 75 mm. Atente-se
para a relação de Perpendicular conforme a imagem abaixo selecione o ponto
indicado e adicione a relação.

Para concluir seu esboço, insira as linhas e as relações de perpendicular


conforme ilustração abaixo.

Dimensione, conforme as imagens a seguir.

130
Após, insira a dimensão de 34,5mm para definir o esboço.

A criação do sólido tridimensional da peça será realizada com o recurso


Ressalto/Base Extrudado.

Para acessá-lo, primeiro clicar na aba Recursos do Command Manager e


selecionar o comando Ressalto/base extrudado conforme a imagem abaixo.

2º clique

1º clique

Definir a profundidade de 130 mm e selecionar a opção Plano médio.

131
Expandir a opção Contornos Selecionados e selecionar a região do esboço
conforme imagem abaixo.

Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar a modificação


do sólido.

Criar uma nova extrusão para a criação da saliência da base.

Maximizar o recurso Ressalto Base/Extrudado, selecionar o esboço. Conforme


imagem abaixo.

1º clique

2º clique

132
Com o esboço selecionado, vá na aba de recursos e selecione Ressalto
base/extrudado. Como na imagem abaixo.

Selecione as regiões como na imagem abaixo, definindo a profundidade de 125


mm e selecionar a opção Plano médio.

Selecione as duas regiões.

133
Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar a modificação
do sólido.

Ícone de confirmação.

Criar uma nova extrusão para a saliência inclinada. Conforme na extrusão


anterior maximize o recurso Ressalto/base extrudado, clique sobre o esboço,
selecione ressalto/base extrudado e selecione a região conforme imagem abaixo,
definindo a extrusão com profundidade de 60 mm e selecionando a opção Plano
médio. Como na imagem abaixo.

Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar a modificação


do sólido.

Ícone de confirmação.

Para realizar acabamentos nos cantos, deve-se utilizar o comando Filete.

Acesse o recurso de filete, conforme imagem abaixo.

134
Configure o filete como na imagem abaixo.

135
Propagação de tangente: Estende o filete a todas as faces ou arestas
tangentes à face ou arestas selecionadas.

Visualização completa: Exibe uma visualização de filete de todas as arestas.

Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar a modificação


do sólido.

Ícone de confirmação.

Clicar na face sinalizada abaixo, no Command Manager selecionar a aba


recursos e clicar sobre o Assistente de Perfuração.

1º clique

2º clique

Observar nas próximas etapas que a furação será gerada em duas faces
simultaneamente devido ao fator:

 as faces são coplanares: Neste tipo de face, o Solidworks reconhecerá que o


furo baseado na primeira face estará posicionado na mesma altura na segunda.

136
Após ter acesso ao recurso Assistente de Perfuração, você irá configurar o
Command Manager conforme imagem a seguir.

1º Definição do tipo de furo.

2º Norma pela qual a


furação será dimensionada. 3º Definição do tipo de
componente pela qual
será dimensionada a
furação.

4º Dimensionamento do
diâmetro da furação.

5º Definição do ajuste

6º Condição final.

Clicar na aba Posições no Command manager do comando Assistente de


perfuração para a inserção dos furos conforme a imagem abaixo.

137
Adicione quatro furos concêntricos com as arestas dos filetes. Para posicionar
o ponto, realize os procedimentos abaixo:

 posicione o mouse sobre a aresta circular;


 observe que o Solidworks exibe o ponto central do raio;
 clique sobre o ponto central.

Para posicionar os furos siga as imagens a seguir.

1º Posicione o mouse
sobre a aresta.

138
2º Clique sobre o
ponto central.

Realize o mesmo procedimento para a inserção dos outros 3 furos.

O posicionamento da furação necessita do término do comando de inserção de


pontos de esboço. Portanto, clicar na tecla “Esc” do teclado.

139
Enquanto você estiver na aba de posições do assistente de perfuração e com
a face já selecionada, a tecla “Esc” não encerrará o recurso Assistente de perfuração,
apenas a entidade de esboço.

Para apagar furos indesejados no modelo, clique com o botão direito do mouse
sobre o ponto central e selecione a opção “Excluir”. Como mostrado abaixo.

Dica: Você também pode apenas selecionar o ponto central e clicar na tecla “Delete”
do teclado para excluir entidades indesejadas.

Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar a modificação


do sólido.

Ícone de confirmação.

Com a inserção de todos os furos em seus respectivos lugares, o modelo


deverá estar disposto conforme imagem a seguir.

140
Para realizar a furação restante, seleciona-se a face destacada na imagem
abaixo e inicializa-se o assistente de perfuração.

Face selecionada

Para as informações de roscas serem definidas corretamente, devem-se


observar mais alguns parâmetros no propertyManager do recurso do assistente de
perfuração, conforme imagem abaixo.

141
1º Selecione o tipo de furo.

2º Defina a norma.

3º Defina o tipo de furo.

4º Defina o diâmetro do furo.

5º Altere a profundidade
do furo.

6º Defina a profundidade
da rosca.

7° Definir o esquema de
representação de rosca. A
opção destacada na imagem
ao lado representa a rosca com
textura simplificada e de
visualização rápida.

Selecionar a guia de posições no PropertyManager, conforme imagem abaixo.

142
Para uma maior facilidade de edição das posições dos pontos, evite as
seguintes situações:

 inserir os pontos em arestas;


 inserir algum ponto na origem do esboço;
 buscar um alinhamento de pontos visualmente, pois o Solidworks não adiciona
relações geométricas de alinhamento (horizontal, vertical). Em seguida, colocar
as restrições geométricas necessárias (horizontal, vertical).

Neste exemplo em que estamos trabalhando, os pontos poderão estar em


posições similares às que encontramos na imagem abaixo.

143
Para o posicionamento de qualquer ponto de posicionamento de furação, além
das relações de esboço, podemos utilizar geometrias de esboço como auxílio, entre
elas:

 retângulos;
 círculos;
 polígonos;
 linhas.

Neste exemplo, pode-se conferir na imagem abaixo que será utilizada a


inserção de um retângulo de canto. Todas as dimensões e linhas de centro poderão
ser associadas a eles.

Defina as linhas do retângulo, para construção. Como na imagem abaixo.

Selecione-as e no propertyManager habilite para construção. Após dimensione.

Dimensione o retângulo para posiciona-lo ao centro, após defina os pontos


dos círculos coincidentes com os pontos dos cantos do retângulo, ou arraste-os até
os pontos do retângulo, conforme imagem a seguir.

144
Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar a criação dos
furos.

Ícone de confirmação.

Após aplicar o Assistente de perfuração, visualize a textura da rosca nos furos,


é necessário ativá-la manualmente.

Para a visualização da representação de rosca, siga os passos abaixo.

Clique com o botão direito do mouse na pasta Anotações na Árvore de Projetos,


clique na opção Detalhes.

Observe que abrirá uma caixa de diálogo das Propriedades da anotação,


selecione a opção Representação de rosca sombreada e clique em ok.

145
1º clique

2º clique

Para concluir nossa geometria, iremos realizar a aplicação de mais dois filetes.

Na aba de “Recursos” do Command Manager, selecionar o Recurso “Filete”.


Conforme imagem abaixo.

Selecionar o tipo de filete Constante e selecione a aresta ressaltada na imagem


abaixo e defina um raio de 5 mm.

146
Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar a criação do
filete.

Ícone de confirmação.

Na aba de “Recursos” do Command Manager, selecionar o Recurso “Filete”.


Conforme imagem abaixo.

Selecionar as arestas ressaltadas na imagem abaixo e definir um raio de 6 mm.


Não se esqueça de verificar se o filete a ser criado é do tipo de raio constante.

147
Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar a criação do
filete.

Ícone de confirmação.

Verificar que a peça foi concluída com sucesso conforme a imagem seguinte.

Salve o arquivo como Exercício 07 e feche.

148
1.9 Exercício 08 – Modelagem de Peça

Abaixo imagem da peça que será criada neste exercício.

Inicie um esboço no plano frontal.

Realize o esboço conforme a imagem abaixo e observe as relações para definir


a igualdade entre linhas, assim como os seus respectivos alinhamentos.

149
Dimensionar o esboço conforme a imagem abaixo:

Nota: Verifique a fixação de qualquer entidade em relação à origem.

Construir as extrusões de sólido conforme as imagens que seguem.

Selecione apenas as duas regiões da parte inferior do esboço para uma


extrusão de 265 mm em plano médio. Como mostrado abaixo.

Confirme o recurso.

150
Na árvore de projetos selecione o esboço1 e com eleselecionado vá em
ressalto base/extrudado.

Selecione todas as regiões para construir uma outra extrusão de 84 mm Plano


médio. Conforme imagem abaixo.

Confirme o recurso.

Selecione a região próxima ao furo de 60 mm de diâmetro, como mostrado


abaixo, para uma abertura de 30 mm através de um corte extrudado em plano médio.

Confirme o recurso.

151
Utilize o recurso de filete para criar arredondamentos com raio de 30 mm nas 4
arestas destacadas abaixo.

Confirme o recurso.

Na face destacada na imagem abaixo, iremos criar quatro furos utilizando o


Assistente de Perfuração.

Observe as seguintes informações:

152
 cada círculo deverá estar centralizado em relação ao arco criado pelo filete.

Observe abaixo os passos para inserção do furos.

Na face destacada inicie a furação, no Command Manager selecione o recurso


Assistente de Perfuração.

Configure os parâmetros conforme a imagem.

Furo Legado: Significa que


você pode personalizar o
furo de acordo com sua
necessidade, mas atenção,
esta opção de furo não faz
parte das normas.

Coloque o valor do
diâmetro de 30mm.

153
Vá à guia de posições, para posicionar seus furos.

Adicione quatro furos concêntricos com as arestas dos filetes. Para posicionar
o ponto, realize os procedimentos abaixo:

 posicione o mouse sobre a aresta circular;


 observe que o Solidworks exibe o ponto central do raio;
 clique sobre o ponto central.

Imagem com os quatro furos posicionados.

Confirme a criação dos furos.

154
Abra um esboço na face indicada abaixo.

2° Clique em esboço
para iniciar um novo
esboço na face
selecionada.
1º Selecione a face.

Desenhe o esboço conforme ilustração abaixo.

155
Observe abaixo as dimensões e relações do retângulo.

Dimensione a parte de cima do esboço também. Conforme imagem abaixo.

156
Observe abaixo o esboço completo.

Nota: Para adicionar a dimensão da linha ao quadrante do círculo, mantenha a


tecla Shift pressionada durante o comando “Dimensão Inteligente”, selecionando a
linha de 15 e o círculo. Como mostrado abaixo.
2º Pressione a tecla
“Shift” do teclado e
clique no círculo.

1º Clique na linha.

157
Com seu esboço definido, iremos aparar algumas entidades, usando a
ferramenta de esboço Aparar entidades.

Clique em Aparar entidades (guia de ferramentas Esboço) ou em


Ferramentas >> Ferramentas de esboço >> Aparar. Como na imagem abaixo.

Selecione o primeiro tipo de aparagem, como mostrado abaixo.

158
Visualize na imagem a seguir as linhas que foram aparadas.

Confirme o comando.

Para concluirmos, falta apenas realizar o Corte Extrudado passante como na


imagem abaixo.

159
A peça deve estar conforme a ilustração abaixo depois de concluída.

Salve o arquivo como Exercício 08 e feche.

160
1.10 Exercício 09 – Modelagem de Peça

Será mostrado como criar a peça abaixo neste exercício.

No plano superior, crie o esboço conforme imagem abaixo.

Obs.: No retângulo, foi utilizado o retângulo de centro com as linhas de centro


do ponto médio.

161
Agora vamos utilizar a ferramenta espelhar entidades para copiar as linhas que
acabamos de realizar para o lado direito do nosso esboço, usando a linha de centro
vertical como referência.

Vá na guia esboço e selecione Espelhar entidades, como mostrado abaixo.

Em entidades a posicionar selecione as linhas destacadas abaixo.

Em espelhar em
relação a, selecione
a linha de centro.

O esboço principal está pronto, daremos continuidade aplicando as extrusões


com o recurso Ressalto/base extrudado. Já em relação aos raios e furações, veremos
na sequência.

Va na guia recursos e selecione Ressalto/base extrudado.

Selecione as regiões conforme imagem abaixo para a extrusão.

162
Confirme o recurso.

Para a aplicação da segunda extrusão, na Árvore de Projetos maximize o


recurso Ressalto extrusão 1 e clique em esboço1 e selecione ressalto/base extrudado.
Conforme imagem abaixo.

163
Em seguida aplique a extrusão de 25 mm nas regiões destacadas conforme a
imagem abaixo.

Confirme o recurso.

Aplicação de filetes: aplicaremos os filetes na nossa geometria, iniciando com


o filete redondo e depois filete tamanho constante.

Siga os passos abaixo, para criação do Filete redondo.

No guia recursos selecione Filete e selecione o tipo de filete, como filete


redondo.

164
Obs.: as faces selecionadas para aplicação do filete redondo devem ser
selecionadas de forma continua, caso contrário não será possível à aplicação do
mesmo.

Confirme o recurso.

Faça outro filete redondo e selecione as faces abaixo.

Confirme o recurso.

Agora aplicaremos o filete tamanho constante (indicados para arestas).


Selecione o recurso filete a aplique com um raio de 5 mm, conforme imagem a seguir.

165
Confirme o recurso.

Aplique outro filete de tamanho constante de 10 mm nas arestas indicadas


abaixo.

Confirmar recurso.

Para concluirmos a geometria falta apenas definirmos as furações, para isso


será usado o recurso Assistente de Perfuração.

Primeiramente criaremos a ranhura central da geometria, usando o comando


de Assistente de Perfuração.

Vá à guia recurso e clique em Assistente de perfuração, o processo é o mesmo


que nas peças anteriores desta lição.

Em especificação de furo defina as opções como na imagem abaixo.

166
Depois que as configurações estiverem preenchidas, selecione a guia
Posições.

Ao passarmos para a guia Posições, vai pedir para selecionar a face onde se
quer aplicar o furo, selecione a face indicada abaixo.

167
Obs. se perceber nas peças anteriores desta lição, selecionamos antes a face
e depois fomos até o recurso de Assistente de perfuração, já nesta peça estamos
selecionando a face depois, isso não influencia em absolutamente nada.

Adicione o furo sobre a origem. Conforme imagem abaixo.

Após aplicar a ranhura na face, e pressione uma vez a tecla Esc para desabitar
o comando da ranhura, mas atenção, não confirme o recurso.

Se a ranhura vai ficar como na imagem acima, teremos que inverter, pra ela
ficar na posição vertical.

168
Clique na linha de centro e em tornar vertical. Como mostrado abaixo.

Imagem abaixo representando o ponto central da linha de centro fixo na origem.

Confirme o recurso.

169
Sua peça ficará conforme a imagem abaixo.

Aplicaremos o segundo furo com o Assistente de perfuração, vá até a guia


recursos e selecione-o.

Defina as configurações como na imagem a seguir.

170
Ao passarmos para a guia Posições, selecione a face onde quer aplicar o furo,
que nesse caso é a mesma do furo anterior.

Posicione o furo sobre a origem, conforme imagem abaixo.

Confirme o recurso.

Inicie novamente o Assistente de perfuração, para continuarmos a realizar a


furação.

Defina as configurações como na imagem a seguir.

171
Ao passarmos para a guia Posições, selecione a face onde quer aplicar o furo.
A face escolhida será a mesma que foi selecionada nos furos anteriores.

172
Clique para aplicar o furo, coloque 6 furos conforme imagem abaixo e após clique Esc.

Com os furos aplicados iremos definir a posição deles, para isso criaremos um
esboço para fixa-los, crie as linhas de centro e dimensione conforme a imagem, assim
é só arrastar o ponto dos furos sobre o local apropriado.

Em esboço, selecione espelhar entidades. Conforme imagem abaixo.

173
Confirme o comando.

Agora, arraste os furos para ficar conforme imagem a seguir.

Confirme o recurso.

Para conclusão dos furos que acabamos de realizar, vamos habilitar a


representação de rosca.

174
Na árvore de projetos, clique com o botão direito do mouse em Anotações, e
selecione Detalhes. Conforme imagem abaixo.

Habilite representação de rosca sombreada e clique em Ok. Conforme imagem


abaixo.

175
Abaixo à visualização do furo com representação de rosca.

Enfim, para concluirmos a nossa geometria, iremos aplicar os últimos furos com
o Assistente de perfuração.

Defina as configurações para o assistente de perfuração como na imagem a


seguir.

176
Em posições, selecione a face que foi selecionada para os outros furos.

Coloque o primeiro furo, concêntrico com o filete redondo, conforme imagem


abaixo.

Faça a mesma coisa no outro lado. Conforme imagem abaixo.

Confirme o recurso.

177
Observe abaixo a peça finalizada.

Salve o arquivo como Exercício 09 e feche.

178
1.11 Exercício 10 – Modelagem de Peça

Abaixo uma imagem da peça final.

Siga os passos abaixo para iniciar um novo documento de peça.

Clique no menu arquivo, Novo.

Selecione Peça e clique em OK.

179
Siga todos os passos descritos e ilustrados abaixo, para criar o esboço que
servirá de base para revolução, criando assim o corpo sólido

Inicie um novo esboço no plano frontal, na Árvore de Projetos clique sobre o


plano Frontal e selecione Esboço. Conforme imagem abaixo.

A peça conterá inicialmente apenas duas linhas de centro conforme a imagem


abaixo para que sejam utilizadas como referência de simetria para espelhamento de
entidades, dimensionamento e eixo de revolução do perfil.

180
Para uma maior agilidade na construção da peça, será criada apenas metade
do perfil a ser revolucionado, conforme passos que iremos ver a seguir.

Primeiramente vamos definir dimensionando-as as duas linhas de centro


criadas, após seguiremos com o restante do perfil. Conforme imagem abaixo.

Nota: Observe que é necessário transpassar a dimensão em relação à linha de


centro. Para isso acontecer você irá selecionar, por exemplo, o ponto da linha de
centro vertical e outra linha de centro ao contrário, á horizontal, como no exemplo
abaixo.

181
2° Selecione a linha vertical indicada
e arraste o mouse para a esquerda,
para que você possa obter a
dimensão em diâmetro.

1° Com a dimensão inteligente


acionada selecione o ponto
indicado.

3° Dimensão em diâmetro de 30 mm.

Agora irá ser feito a mesma coisa, porém com as linhas ao contrario como na
imagem a seguir.

182
1° Com a dimensão inteligente
acionada selecione o ponto
indicado.

3° Dimensão em diâmetro de 141 mm.

2° Selecione a linha horizontal


indicada e arraste o mouse para a
baixo, para que você possa obter a
dimensão em diâmetro.

Depois de definirmos as linhas de centro vamos então continuar a esboçar o


perfil, e depois cota-lo.

A imagem abaixo mostra o perfil do esboço sem dimensões. Note que neste
perfil temos a inserção de um raio, este raio pode ser feito com o arco de 3 pontos.

183
1° Esboce um arco, pode
ser utilizado o arco de 3
pontos.

Daremos continuidade dimensionando o nosso perfil, mas primeiro vamos


definir algumas relações conforme imagem a seguir.

184
1° Selecione a linha vertical indicada.

2° Com o Ctrl acionado selecione a


linha vertical indicada.

4° Selecione a relação de Criar


interseção.

3° Ainda com o Ctrl acionado, selecione o ponto


indicado.

Nota: a relação de Interseção faz com que as duas linhas verticais que você
selecionou fiquem alinhadas ao ponto selecionado que tem o diâmetro de 30 mm,
assim as duas linhas selecionadas também terão o diâmetro de 30 mm.

Agora vamos prosseguir adicionando as dimensões conforme imagem abaixo.


Iremos adicionar primeiramente as cotas na posição horizontal.

185
OBS: Caso linhas se cruze, não se preocupe, basta continuar a cotar que elas irão
para o seu lugar. Ainda, caso você achar mais fácil visualizar com as linhas nas suas
posições corretas, você pode manualmente arrastar a linha para o local onde ela
deveria estar.

Seguindo, vamos acrescentar as dimensões na posição vertical, conforme


imagem abaixo.

186
Note que somente o raio
ainda não está definido.

Atenção: se o seu raio ficou definido (preto), é porque ele tem uma relação de
tangencia com a linha vertical abaixo, isso não pode acontecer para que você consiga
colocar a dimensão.
Selecione o arco.

Clique na relação de
tangencia e clique
em delete.

187
Sendo assim, agora você consegue cotar o raio, defina a dimensão do raio com
45 mm. Conforme imagem abaixo.

Para a criação do restante das entidades que formarão o perfil a ser


revolucionado, será necessária a aplicação do comando de espelhamento de
entidades em esboços.

188
Clique sobre a aba de Esboço no Command Manager e iniciar o comando
“Espelhar entidades”. Conforme imagem abaixo.

Selecione todas as linhas criadas para o esboço como sendo as entidades a


serem espelhadas e a linha de centro vertical como a referência de espelhamento.
Conforme imagens abaixo.

Selecionar as linhas destacadas


como entidades a serem
espelhadas.

189
Selecione a linha de centro
vertical destacada na caixa
de Espelhar em relação a:

Outra opção é utilizar o atalho 'Ctrl+a' para selecionar todas as linhas de


esboço.

Confirme o comando.

O esboço deverá ser semelhante ao visualizado na imagem abaixo.

190
Na continuidade da construção do modelo, dá-se início à construção do sólido
pelo recurso de revolução.

Para ativar o recurso de revolução, selecionar a aba de Recurso do Command


Manager e Iniciar o recurso de Ressalto/Base Revolucionado. Conforme imagem
abaixo.

2º Ativar o recurso
Ressalto/base revolucionado.

1º Selecionar a aba de
Recursos no Command
Manager do SolidWorks.

Ao abrir o Recurso de Revolução, selecione a linha de centro horizontal como


eixo de revolução e verifique se o ângulo está a 360°. Conforme imagem abaixo.

Eixo da Revolução.

Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar a criação do


sólido por Revolução.

191
Edite o recurso de Revolução. Conforme imagem abaixo.

Observe abaixo as cotas de 18, 36, 89. 95, 113,5, e 141. Todas elas estão com
o símbolo de diâmetro, uma vez que durante a criação do esboço criamos estas cotas
em relação ao eixo de revolução.

Confirme o recurso.

Agora daremos continuidade na furação da nossa peça, iniciando um esboço


no plano direito.

Na árvore de projetos, clique sobre o plano direito e selecione a indicação de


criação de novo esboço no menu de contexto. Conforme imagem abaixo.

192
Criar um retângulo conforme a imagem abaixo e observar os seguintes
detalhes:

 a linha de centro da linha vertical está alinhada com a origem e com o ponto
central do retângulo central;

 adicionar uma dimensão da linha superior horizontal com o quadrante inferior


do círculo (pressionar a tecla Shift no processo de adição de dimensão).

Nota: Há uma relação coincidente entre um dos cantos inferior do retângulo com a aresta circular.

193
No mesmo esboço será criado o oblongo circular na área próxima ao centro do
círculo, para isso faça a linha de centro abaixo, que deverá ser inserida nos
quadrantes das arestas circulares.

Para a inserção de qualquer oblongo no Solidworks, existem comandos


específicos para a confecção destas entidades. Observe na imagem abaixo os
comandos que poderemos encontrar no Command Manager.

194
Neste caso, será inserida uma “Ranhura em arco no ponto central”. Observe
que o seu processo de criação é muito semelhante ao adotado na criação de arcos.
Conforme imagem abaixo.

Para o posicionamento da geometria criada, selecione o ponto central da


ranhura e a linha de construção na horizontal e adicionar a relação de ponto médio.
Conforme imagem abaixo.

195
3º Adicione a relação de Criar
ponto médio.
1º selecione o
ponto central da
ranhura.

2º Selecione a linha
na horizontal.

Para adicionar a dimensão de ângulo na abertura da ranhura, deve-se utilizar


o comando dimensão inteligente. No Command Manager, na aba “Esboço”, selecione
o comando “Dimensão inteligente”. Conforme imagem abaixo.

Inserir a dimensão do raio e modifique o ângulo para 30º conforme a imagem


abaixo.

196
Antes de aplicarmos um recurso no esboço, será feito um Padrão de esboço
circular apenas no oblongo.

Na aba de esboço, vamos selecionar um Padrão de esboço circular. Conforme


imagem abaixo.

Em parâmetros, selecione o ponto central do oblongo que está sobre a origem


e configure conforme imagem abaixo.

197
Confirme o recurso e observe o esboço pronto.

198
Siga os passos abaixo, para criação do corte passante.

Com o esboço concluído será feito um corte utilizando a geometria definida no


esboço. Iniciar o recurso de corte extrudado. Para iniciar o recurso de Corte extrudado,
selecione no Command Manager a aba de recursos e ativar o recurso.

Observe abaixo que o perfil, mesmo que colocado em uma condição final de
extrusão como passante, não cortará a peça totalmente, pois o plano de desenho
encontra-se no meio da peça.

Será necessário habilitar a opção de Passante ambos para executar a extrusão.

Ao visualizar o modelo, observa-se que o corte está sendo executado em dois


sentidos simultaneamente.

199
Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar a criação do
corte extrudado.

Ícone de confirmação.

Girar o modelo para averiguar a geometria criada. Conforme imagem abaixo.

Inicie um novo esboço no Plano direito. Conforme imagem abaixo.

200
Observe nas imagens abaixo a criação dos dentes da coroa.

Inicie um círculo na origem, e defina-o para construção.

Dimensione o círculo e crie as linhas de centro.

201
Dimensione as linhas de centro em ângulo.

Crie um círculo no ponto final da linha de centro vertical que coincide com o
círculo tracejado e dimensione-o.

202
Nota: Você também pode digitar 5/8pol, 5/8in, que o Solidworks também irá converter
a medida para milímetros.

Crie um círculo com o ponto central coincidente no ponto final da linha de centro
em ângulo da direita.

Dimensione o círculo conforme imagem abaixo.

203
Adicione uma relação tangente entre o círculo de diâmetro 152,4mm com o
círculo de diâmetro de 15,88 mm.

204
Crie um círculo com o ponto central coincidente no círculo de construção.

Insira a dimensão de diâmetro do círculo de 24,38mm.

205
Insira uma relação de tangência entre o círculo de diâmetro 24,38mm e o círculo
de 152,4mm.

Espelhe os círculos de diâmetro 152,4 mm e 24,38 mm em relação à linha de


centro vertical, conforme imagem a seguir.

206
Confirme o comando e visualize abaixo o esboço espelhado.

Ilustração após o espelhamento dos círculos.

Converter Entidades

Clique na ferramenta de esboço, Converter entidades e siga os passos abaixo


para utilizar o comando.

207
Selecione a aresta conforme ilustração.

Clique para confirmar o recurso. Observe que após Converter entidades,


automaticamente a aresta selecionada é convertida em um Círculo.

208
Siga a sequência abaixo, para criação do corte extrudado.

Para iniciar o recurso de Corte extrudado, selecione no Command Manager a


aba de recursos e ative o recurso Corte extrudado.

Observe que teremos que selecionar as regiões a cortar. Amplie o Zoom da


peça para que a visualização das regiões fique mais clara.

Em contornos selecionados haverá cinco regiões para selecionarmos. Abaixo


a ilustração exibe três destas regiões que deverão ser selecionadas.

Nota: Observe na ilustração a seguir a imagem ampliada. Entre as


extremidades da 1° e da 2° região será necessário aumentar o zoom para
selecionarmos as regiões.

Selecione as duas regiões que estão faltando (lado direito e lado esquerdo).

209
Determine a condição final do corte como Passante Ambos.

Ao visualizar o modelo, observa-se que o corte está sendo executado em dois


sentidos simultaneamente.

Confirme o recurso.

210
Observe abaixo a imagem da peça com o corte finalizado.

Siga os passos abaixo para renomear os recursos.

Observe o recurso Corte-extrusão 3. Iremos alterar o nome do recurso.

Clique em Corte- extrusão 3

211
Pressione a tecla F2 do teclado.

Renomeie o recurso para Dente da Coroa.

Nota: Observe que é possível alterar os nomes dos recursos e esboços. Esta
operação é bastante eficaz para sabermos onde os recursos serão empregados no
processo de construção do produto.

Para a multiplicação dos cortes que formarão os dentes da coroa, será


necessária a utilização de recursos de padrão, sendo que neste caso será aplicada a
cópia circular. Observar abaixo uma imagem com os tipos de padrão disponíveis no
SolidWorks.

212
Para iniciar o recurso Padrão circular, procurá-lo na aba “Recursos” do
Command Manager. Abaixo do recurso “Padrão linear” existe uma seta que expande
o restante dos comandos da categoria de padrão. Clique sobre ela e selecione a opção
“Padrão circular”. Conforme mostrado abaixo.

Todos os recursos de padrão do SolidWorks são baseados em três tipos de


cópias:

 recursos: Extrusões, Revoluções, Assistente de perfuração, etc;

 faces: Muito utilizado para cópia de geometrias que não são criadas por um
único recurso;

 corpos: Cópia de geometrias de corpo que está desunido em relação a um outro


corpo. Situação muito aplicável em soldagens e projetos de moldes.

Definir qual recurso será copiado no padrão circular envolve cuidado no método
de criação do modelo.

Neste exemplo, serão necessários 16 cortes para a criação dos dentes da


coroa.

Observe a importância de nomear os recursos com as suas respectivas


aplicações. Agora ficará mais fácil selecioná-los para o recurso de padrão circular.

Defina as opções como na imagem a seguir, para realizar o Padrão Circular do


Dente da Coroa.

Clique em Parâmetros e selecione uma aresta circular para determinar o eixo


de revolução, conforme a ilustração abaixo.

213
Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar o recurso.

Ícone de confirmação.

Para concluirmos a peça, aplicaremos um filete de raio constante nas arestas


selecionadas. Como mostrado abaixo.

Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar o recurso.

Ícone de confirmação.

214
Verificar que o modelo foi totalmente concluído, conforme a imagem abaixo.

Salve o arquivo como Exercício 10 e feche.

215
1.12 Exercício 11 – Modelagem de Peça

Abaixo uma imagem da peça final.

Abra um novo arquivo de peça e crie um esboço no plano frontal.

Inicie esboçando uma linha de centro, como mostrado abaixo, que servira para
colocarmos as medidas de diâmetro, esta linha não precisa ter tamanho definido, pois
ela é utilizada somente como referência.

Continue esboçando o restante do perfil da peça para que fique conforme


imagem abaixo.

216
Atenção: As medidas que são de diâmetros seguem o mesmo procedimento que o
exercício anterior.

Com o esboço definido, podemos aplicar o recurso, Ressalto/base


revolucionado. Selecione a linha de centro destacada na imagem abaixo como eixo
de revolução, e confira se o ângulo está a 360°.

Selecione a linha de centro


destacada para Eixo de
revolução.

Confirme o recurso.

Imagem da peça revolucionada.

217
Para concluirmos a geometria, faremos a inserção de chanfros e filetes.

Para aplicar um chanfro, vá até a guia recurso, clique na seta preta abaixo de
filete e selecione chanfro, conforme imagem abaixo.

Defina as configurações conforme imagem abaixo.

Confirme o recurso.

Vamos aplicar novamente o recurso Chanfro, selecione a aresta para


aplicação, como na imagem a seguir.

218
Confirme o recurso.

Para finalizarmos, vamos realizar a aplicação de dois filetes diferentes, o


primeiro será com o raio de 1,5 e o segundo com raio de 3 mm. Veja as imagens a
seguir mostrando o andamento, e atenção, temos duas arestas selecionadas para
cada filete.

219
Confirme o recurso.

Defina as configurações para o segundo filete que tem o raio de 3 mm.


Conforme imagem abaixo.

Verificar que o modelo foi totalmente concluído, conforme a imagem abaixo.

Salve o arquivo como Exercício 11 e feche.

220
1.13 Exercício 12 – Revolução

Abaixo uma imagem da peça final.

Abra um novo arquivo de peça e crie um esboço no plano frontal.

Crie o seguinte esboço.

Dimensione o esboço conforme a imagem que segue.

Crie um Ressalto base revolucionado conforme a imagem abaixo.

221
Confirme o recurso.

Selecione a face destacada abaixo.

Criar um furo na face selecionada com o assistente de perfuração contendo os


parâmetros mostrados abaixo.

222
Mude para aba de posições e posicione conforme a imagem a seguir.

223
Selecione o ponto e o plano frontal na árvore de projetos como destacado na
imagem abaixo e adicionar a relação “No plano”.

Dimensione com a distância de 10,5 mm do ponto em relação à face plana.


Como mostrado abaixo.

Confirme o recurso.

Em inserir, anotações, selecione representação de rosca e siga a sequência


abaixo para utilizar o comando.

224
Aresta que partirá a rosca.

Padrão da rosca.

Diâmetro interno da rosca.


Condição final da rosca.

225
Insira a representação de rosca conforme os dados abaixo.

Confirme o recurso.

Na árvore de projetos, clique com o botão direito em anotações e selecione


detalhes.

Habilite a opção repres. de rosca sombreada e clique em ok.

226
Observe abaixo a peça criada.

Salve o arquivo como “Exercício 06”.

227
1.14 Exercício 13 – Revolução

Observe abaixo a peça que será criada neste estudo de caso.

Observe nas imagens abaixo o passo a passo para criação de um esboço.

Clique no menu arquivo, Novo.

Selecione Peça e clique em OK.

228
Inicie um novo esboço no plano de referência Frontal.

Crie o seguinte esboço.

Aplique um Ressalto revolucionado, como na imagem a seguir.

229
Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar a criação do
recurso de revolução.

Ícone de confirmação.

Siga os passos abaixo para criação do esboço, que servirá para criar um furo
na peça.

No plano de referência Frontal inicie um novo esboço.

Crie o esboço como na imagem abaixo.

230
Para definir totalmente seu esboço, de uma relação de vertical entre o ponto do
círculo e o ponto da origem.

1º Selecionar o ponto
destacado.

3º Adicione uma
relação de vertical
entre os dois pontos.

2º Com o Ctrl acionado


selecione o ponto
destacado.

231
Aplique um Corte extrudado, passante ambos. Como mostrado abaixo.

Confirme o recurso.

Copie o corte ao redor do modelo utilizando o Padrão circular. Selecione a


aresta destacada em azul como referência. Defina as opções como na imagem
abaixo.

232
Confirme o recurso.

Para finalizar aplique uma representação de rosca no furo superior da ponteira.

Para iniciar a representação, selecione o menu Inserir, Anotações,


Representação de rosca. Como mostrado abaixo.

Defina as opções de representação de rosca como na imagem a seguir.

Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar a criação da


representação de rosca.

Para a visualização da representação de rosca observe as imagens a seguir.

233
Para aparecer a rosca, na árvore de projetos, clique com o botão direito em
anotações e selecione detalhes.

Habilite a opção repres. de rosca sombreada e clique em ok.

234
Observe abaixo a peça concluída.

Salve o arquivo como Exercício 13 e feche.

235
1.15 Exercício 14 – Revolução

Abaixo ilustração da peça final.

Abra um arquivo de peça novo e siga os passos abaixo para criação e definição
do esboço que será usado na revolução.

No plano de referência Frontal crie o seguinte esboço.

236
Perceba na imagem abaixo que duas das linhas verticais serão colineares, as
que possuem a medida de 8 mm.

Selecione as duas
linhas indicadas e
adicione uma
relação de colinear.

Aplique um Ressalto revolucionado.

Confirme o recurso.

237
Crie um Chanfro conforme imagem abaixo.

Aplique um Filete agora com raio de 0,5 mm nas arestas destacadas na imagem
abaixo.

238
Na face selecionada abaixo abra um novo esboço.

Crie o seguinte esboço.

239
Aplique um recurso de Corte extrudado, cego com uma profundidade de 8 mm.
Como mostrado na imagem abaixo.

Inicie um novo esboço no plano frontal.

No plano de referência Frontal crie o seguinte esboço. Lembre-se que para


puxar a medida da extremidade do arco deve-se manter acionado o Shift.

240
Aplique um Corte extrudado passante ambos. Como mostrado na imagem
abaixo.

Confirme o recurso.

Copie o corte ao longo do corpo revolucionado. Utilizando o Padrão circular.

Aplique um padrão circular de 360° com o número de instancias igual a 4,


habilite espaçamento igual. Como mostrado na imagem abaixo.

241
Observe abaixo a peça finalizada.

Salve o arquivo como Exercício 14 e feche.

242
1.16 Exercício 15 – Revolução

Abaixo ilustração da peça final.

Abra um novo arquivo de peça e siga os passos abaixo para a criação do


esboço que será usado na revolução.

No plano frontal, crie o esboço abaixo.

Observe a relação de
igualdade entre as
linhas.

Relação de
vertical
Observe a relação
de vertical entre a
origem e o ponto.

243
Coloque a dimensão de 130 mm, para determinar o comprimento da linha
abaixo.

Obs.: as relações foram ocultadas para melhor visualização.

Agora vamos começar a colocar as cotas para o diâmetro do perfil, lembrando


que para cotar em diâmetro basta selecionar a ferramenta de Dimensão Inteligente,
clicar sobre uma linha ou vértice e em seguida clicar sobre a linha de centro, deslocar
o mouse para que a cota passe da linha de centro.

Insira os demais valores.

244
Insira mais duas cotas, para melhor observar as cotas a serem inseridas,
destacadas em vermelho.

Crie as linhas de centro e as linhas normais para fechar o esboço.

245
Selecione as quatro linhas de centro e coloque igual.

Coloque as duas dimensões de 35mm.

Agora selecione o arco de três pontos na aba esboço.

E faça o arco a seguir.

246
Agora faça os três arcos.

247
Selecione os quatros arcos e coloque a relação de igual. Como mostrado
abaixo.

Coloque o raio em um dos arcos, como na imagem abaixo.

248
Agora vamos dimensionar altura.

Com dimensão inteligente acionada, segure shift, clique no arco e na linha de


centro e leva a dimensão para baixo. Observe abaixo a colocação da dimensão.

Modifique a dimensão para 69, como na imagem.

249
Insira mais as outras três cotas destacadas em vermelho seguindo a orientação
acima.

Observe abaixo o esboço totalmente definido.

250
Agora faça um ressalto/Base Revolucionado.

Selecione a linha de centro como eixo de revolução, como mostrado abaixo.

Confirme o recurso.

Visualize abaixo o modelo.

251
Faça uma Vista de Sessão no modelo, como na imagem abaixo.

Para fazer a vista de sessão, clique sobre o ícone na barra transparente,


conforme imagem.

Selecione a ferramenta de Filete e determine como raio constante de 4 mm,


selecione a aresta destacada na imagem abaixo com a vista de sessão ativo ainda.

252
Confirme o recurso.

Para desativar a vista de sessão clique sobre o ícone novamente, lembrando


que a vista de sessão foi fundamental para seleção da aresta do filete.

Para finalização do nossa peça, criaremos um canal de chaveta. Inicie um novo


esboço na face em destaque abaixo.

253
Faça o esboço abaixo.

Clique na guia recurso e selecione corte extrudado. Como mostrado abaixo.

254
Confirme o recurso. Visualize o modelo acabado.

Salve o arquivo como Exercício 15 e feche.

255
1.17 Exercício 16 – Padrão Linear

Imagem abaixo da peça a ser realizada.

Observe nas imagens abaixo o passo a passo para criação e definição do


esboço.

Em arquivo, novo.

Selecione peça, e ok.

256
Inicie um esboço no plano frontal.

Crie o esboço abaixo.

Aplique um Ressalto extrudado em Plano médio com 50 mm, assim como


mostra a figura a seguir.

257
Confirme o recurso.

Na face selecionada inicie um novo esboço.

Crie o seguinte esboço. Note na imagem abaixo que temos uma relação de
horizontal entre o ponto do círculo e a origem.

258
Aplique um Corte extrudado. Esse corte será feito através de um Offset da
superfície. Selecione no Command Manager na guia recursos Corte extrudado. Como
mostrado abaixo.

1º Selecione a opção Offset


da superfície.

2º Selecione a face indicada


em rosa sendo a superfície.

3º Defina a distância de 5.

Confirme o recurso.

259
Padrão linear

O recurso Padrão Linear consiste em algumas etapas simples:

1. seleção das informações da direção 1;

 seleção da aresta que contém a direção;

 quantidade de instâncias;

 espaçamento entre instâncias;

2. seleção das informações da direção 2;

 seleção da aresta que contém a direção;

 quantidade de instâncias;

 espaçamento entre instâncias;

3. seleção do recurso de cópia;

 selecione os recursos que deseja realizar a cópia.

No Command Manager, na guia de recursos clique em Padrão linear. Conforme


imagem abaixo.

260
Em direção de padrão, selecione a aresta indicada na imagem como referência.
Defina a opção espaçamentos e instancias, insira a distância de 30 mm como
espaçamento. Em número de instancias defina como 6 e para finalizar na caixa de
Recursos e faces, selecione na árvore de projetos o recurso corte extrudado realizado
anteriormente que será aplicado como padrão. Em opções deixe Padrão de geometria
desabilitado.

1º Defina a aresta indicada


como referência.

Em opções, deixe a opção


Padrão de geometria
desabilitado.
E habilite visualização completa.

Confirme o recurso.

261
Imagem abaixo da peça finalizada.

Salve o arquivo como Exercício 16 e feche.

262
1.18 Exercício 17 – Padrão Linear

Imagem abaixo da peça a ser realizada.

Observe nas imagens abaixo o passo a passo para criação do esboço.

Em arquivo, novo.

Selecione peça, e ok.

263
No plano de referência Frontal crie o seguinte esboço.

Aplique um Ressalto extrudado em Plano médio com 10 mm. Como mostrado


na imagem abaixo.

Confirme o recurso.

Inicie um novo esboço na face selecionada, conforme imagem abaixo.

264
Realize o seguinte esboço. Crie duas linhas de centro conforme a imagem e as
deixe paralelas em relação às arestas da peça.

Para adicionar a relação de paralelo


selecione a linha de centro e a aresta
e aplique a relação.

265
Conclua o esboço, desenhe uma ranhura reta, conforme imagem. Na guia de
esboço selecione a ferramenta ranhura reta. Defina a ranhura com raio de 5 mm e
uma distância da linha de centro vertical da ranhura até o ponto de origem de 20 mm,
após aplique relação de tangencia entre os arcos da ranhura e as linhas de centro.

Com o esboço concluído, aplique um Corte extrudado passante. Conforme


mostrado abaixo.

Confirme o recurso.

266
Aplique um Padrão linear. Antes de abrir o recurso padrão linear, na árvore de
projetos clique duas vezes rápidas como o botão esquerdo do mouse no recurso corte
extrudado para que as dimensões da peça fiquem acessíveis, como mostra na
imagem.

Inicie o padrão linear na guia recursos.

Defina com as seguintes opções.

267
Com a opção de variar esboço marcada as instâncias mantêm a relação com a
aresta de inclinação, a largura e a dimensão da aresta inferior com base nas
dimensões e relações do recurso de origem. A altura varia porque ela não foi
dimensionada no recurso de origem.

Confirme o recurso.

Imagem abaixo da peça finalizada.

Salve o arquivo como Exercício 17 e feche.

268
1.19 Exercício 18 – Padrão Circular

Imagem abaixo da peça a ser realizada.

Criaremos o esboço em partes, iremos esboçar somente uma parte do esboço,


e depois espelharemos até deixa-lo completo.

Siga os passos abaixo para criação e definição do esboço.

Crie um esboço abaixo no plano frontal. Defina o ponto central do arco de 55


mm coincidente com a linha de centro horizontal.

269
Com o comando de Filete, crie o arco de 30mm.

Após esboçar o filete, crie um círculo de 20 mm no ponto central do arco que


você acabou de esboçar.

Criamos a primeira parte do esboço, agora com a ferramenta de esboço


Espelhar entidades, concluiremos copiando em duas partes, para isso siga os passos
a seguir.

Na guia de esboço, selecione Espelhar entidades para espelhar entidades de


esboço 2D preexistentes, depois selecione a entidade em relação à qual espelhar.

270
Em Entidades a posicionar selecione as linhas que você deseja copiar, e em
Espelhar em relação a, selecione a linha de centro vertical, pois você vai espelhar
para a direita.

Confirme o comando.

Repita o mesmo procedimento para copiar para baixo, em Espelhar em relação


a, selecione a linha de centro horizontal.

271
Confirme o comando e observe abaixo o esboço concluído.

Com o esboço concluído aplique um ressalto extrusão com 83 mm, somente


na região mostrada na imagem abaixo.

Confirme o recurso.

272
Aplique outro ressalto extrusão, com 27 mm nas regiões destacadas como
mostra na imagem abaixo, mas lembre-se, antes de aplicar a segunda extrusão, deve
clicar no esboço na árvore de projetos, e após ir em Ressalto base/extrudado.

Confirme o recurso.

Siga a sequência abaixo para criar os furos na peça.

Primeiro selecione a face destacada na imagem abaixo, e após selecione o


recurso de Assistente de perfuração.

273
Defina as opções abaixo.

Va para guia posições.

Utilize o centro do raio do filete para posicionar os furos, serão dois. Passe o
mouse sobre a aresta do filete para indicar o centro, e aplique o furo

274
Faça dos dois lados.

Habilite a representação de rosca para os furos. Na árvore de projetos, clique


com o botão direito do mouse em Anotações >> Detalhes, habilite a opção
Representação de rosca sombreada e clique em Ok.

275
Abra um esboço na face selecionada.

Crie um esboço conforme a imagem.

Aplique um Corte extrudado passante, como mostrado na imagem a seguir.

276
Na guia de recursos, clique em Padrão Circular.

Utilizando o Padrão circular, selecione a aresta destaca abaixo como referência


e coloque 4 em número de instancias. Em Recursos e faces, selecione o corte
extrudado feito anteriormente.

277
Observe abaixo a peça finalizada.

Salve o arquivo como Exercício 18 e feche.

278
1.20 Exercício 19 – Modelamento de Peça

Imagem abaixo da peça a ser realizada.

No plano de referência Frontal crie o seguinte esboço, como mostra os passos


abaixo.

Observe que o círculo, a ranhura e


o arco, tem seu ponto central na
origem.

Finalize o esboço, conforme imagem a seguir.

279
Aplique um Ressalto extrudado em Plano médio com 12 mm. Como mostrado
abaixo.

Confirme o recurso.

Aplique uma segunda Extrusão também em Plano médio com 5 mm. Como
mostrado abaixo.

Confirme o recurso.

280
Aplique ainda uma terceira Extrusão em Plano médio com 15 mm, também
utilizando o primeiro esboço. Como mostrado abaixo.

Confirme o recurso.

Aplique dois filetes, um com raio de 8 mm e outro com raio de 25 mm. Vamos
usar a opção de Filetes de múltiplos raios. Observe abaixo as arestas.

Confirme o recurso.

281
Filetes de múltiplos raios

Cria filetes com valores de raio diferentes para as arestas. É possível criar
cantos usando três arestas com raios diferentes.

No plano Frontal vamos criar um esboço, que quando pronto será utilizado para
posicionar um furo que será feito através do Assistente de perfuração.

Para realizar o esboço, selecione primeiramente a ferramenta linha de centro.

Passe o mouse sobre o arco indicado na imagem abaixo para visualizar os


pontos.

Passe o mouse sobre o arco para


visualizar os pontos amarelos.

Crie o esboço como mostra as imagens a seguir.

282
1º Inicie a linha neste ponto.

2º Arraste a linha na vertical


até certa altura e clique.

283
3º Conclua a linha no ponto amarelo
indicado, para após colocarmos a ângulo.

Defina o ângulo de 30°, como abaixo.

Confirme o esboço.

Aplique um Assistente de perfuração conforme as informações na imagem a


seguir.

284
Após em Posições, coloque o furo no ponto da linha de centro como indicado.

Clique na face abaixo para posicionar a furação.

Clique na face para aplicar o furo.

285
Aplique o furo conforme indicado, nas imagens a seguir.

Aplicar o furo em qualquer lugar que


não fique coincidente com as linhas.

Selecione os dois pontos e aplique


uma relação de coincidente.

Confirme o recurso de assistente de perfuração.

Selecione a face como na imagem a seguir e abra um novo esboço.

286
Crie o seguinte esboço.

Aplique um Corte extrudado como na imagem a seguir.

287
Confirme o recurso.

Aplique um Padrão linear do Corte, com a configurações da imagem abaixo.

Confirme o recurso.

288
Abra um esboço na face indicada.

Crie o esboço abaixo.

Faça um corte extrudado passante, como na imagem.

289
Confirme o recurso.

Faça um padrão linear conforme abaixo.

Confirme o recurso.

Observe abaixo a peça concluída.

Salve o arquivo como Exercício 19 e feche.

290
1.21 Exercício 20 – Modelamento de Peça

Imagem abaixo da peça a ser realizada.

Atenção: nesta peça, o esboço criado será usado como parte os recursos de
extrusão e revolução, como os passos descritos a seguir.

Abra um esboço no plano frontal e siga os passos abaixo para criação e


definição do esboço.

291
Para definir a linha vertical azul, selecione o ponto inferior da linha com o ponto
da linha de 54 mm, e aplique uma relação de vertical.

Imagem abaixo do esboço finalizado.

Criar um ressalto revolucionado de acordo com a imagem abaixo.

292
Confirme o recurso.

Utilizar a outra região para criar uma nova extrusão de 20 mm na condição final
denominada “Plano médio”, como mostrado abaixo.

Confirme o recurso.

293
Observe nas imagens a seguir a inserção dos vários filetes que a peça tem.

Acesse o recurso filete e defina o raio de 20 mm nas arestas selecionadas e


confirme o recurso.

Acesse o recurso filete e defina o raio de 15 mm na aresta selecionada e


confirme o recurso.

294
Acesse o recurso filete e defina o raio de 7 mm nas arestas selecionadas e
confirme o recurso.

Acesse o recurso filete e defina o raio de 5 mm nas arestas destacadas e


confirme o recurso.

295
Acesse o recurso filete e defina o raio de 3 mm na aresta destacada e confirme
o recurso.

Selecione a face destacada abaixo e vá em assistente de perfuração.

Em assistente de perfuração, configure conforme abaixo.

296
Vá para guia posições.

Posicione a furação no centro na face, como mostra a imagem abaixo.

297
Confirme o recurso de Assistente de perfuração. Observe abaixo a peça com o
furo.

Agora exiba a representação de rosca do furo realizado. Como na imagem


abaixo.

Inicie um novo esboço na face destacada a seguir.

298
Desenhe o esboço como mostra a imagem abaixo.

Aplique um corte extrudado passante, como na imagem a seguir.

299
Confirme o recurso.

Agora iremos copiar o corte realizado através do recurso Padrão Linear.

Defina como na imagem a seguir.

300
Confirme o recurso.

Peça pronta conforme imagem abaixo.

Salve o arquivo como Exercício 20 e feche.

301
1.22 Exercício 21 – Montagem Morsa

Neste estudo de caso, iniciaremos criando um conjunto utilizando técnicas


eficazes de elaboração de projetos mecânicos.

Observe que à medida que o projetista estiver desenvolvendo os seus produtos


peça a peça, ele estará apto a criar a montagem entre eles para verificar como
funcionará o conjunto.

Observe algumas vantagens de uma montagem bem elaborada no Solidworks:

 detecção de interferência entre componentes;

 cálculo de massa do conjunto;

 cálculo de centro de gravidade do conjunto;

 elaboração de listas de materiais automáticas;

 criação de vistas explodidas.

O mais importante com as peças à disposição do usuário é imaginar como a


montagem será executada.

Neste estudo de caso, iniciaremos criando um conjunto explorando os


posicionamentos padrões do Solidworks. Abaixo você vê um exemplo de peças que
serão utilizadas para a montagem de uma morsa de bancada.

302
Abaixo está uma visualização da montagem executada com todos os
componentes encaixados.

Os seguintes questionamentos deverão ser feitos pelos usuários na ocasião da


criação de uma montagem:

 existe algum componente que poderá ser definido como base;

 quais componentes possuem movimentação;

 como os componentes interagem entre si.

Agora, iremos dar início ao processo de criação de montagens. Observe na


sequência abaixo a abertura de um template de montagem.

Para iniciar um novo arquivo de montagem clicar no menu Arquivo, Novo.

Selecione o template de Montagem.

303
Observe abaixo que no momento que o template de montagem é aberto, ele
automaticamente abre uma caixa de procurar arquivos, para selecionar a primeira
peça.

304
Acesse o diretório no qual você armazenou os arquivos do Conjunto Morsa e
abra o componente Mandíbula fixa, como é mostrado na imagem abaixo.

Após selecionado clique


em abrir.

Com a seleção do componente na lista de documentos abertos, insere-se o


primeiro componente na origem da montagem simplesmente clicando-se no canto de
confirmação na área do modelo.

Para inserir o componente, clique em


confirmar.

305
Com a inserção do primeiro componente na origem da montagem, os planos
dos arquivos estarão alinhados assim como as suas respectivas origens. O primeiro
componente inserido, ficara fixo na área gráfica, estando bloqueado a movimentação.
Observe abaixo a peça inserida.

Observar atentamente que o Gerenciador de comandos está diferente após a


mudança para o arquivo de montagem, o que é normal. Está disposto abaixo o
Gerenciador de comando do arquivo de montagem.

Siga os passos a seguir para inserção de um novo componente na montagem.

Selecionar a aba montagem no Command Manager e clicar sobre o comando


Inserir componente.

306
Com a localização de componentes iniciada, navegar até o diretório que possui
o armazenamento dos arquivos da lição e selecione o componente denominado chapa
guia e clique em abrir.

Observar que a chapa guia passou a constar na lista de componentes abertos


e disponíveis para inserção na montagem. Clicar em qualquer lugar na área gráfica
para inserir o componente.

307
Como o componente foi inserido no espaço, ele encontra-se com liberdade de
movimentação de rotação e translação.

Por que o componente foi inserido livremente no espaço

Caso se utilize a confirmação da inserção de componentes, corre-se o risco de


uma peça ficar sobre a outra com interferências.

Quando se clica para inserir um componente no espaço, este permanecerá com


alguns graus de liberdade, tais como:

 deslocamento X;

 deslocamento Y;

 deslocamento Z;

 rotação X;

 rotação Y;

 rotação Z.

Como o componente foi inserido no espaço, ele encontra-se com liberdade de


movimentação de rotação e translação. Existem comandos de posicionamentos que
posicionam o componente de forma precisa no espaço limitando os seus movimentos.
O mouse pode fornecer um auxílio visual e direto. Para isso, os botões principais do
apontador serão utilizados.

Translação – Clicar com o botão esquerdo no componente, arrastar e soltar


para modificar a posição do componente.

Rotação – Clicar com o botão direito do mouse no componente, arrastar e


soltar para modificar a posição do componente.

Na imagem a seguir pode se visualizar onde no mouse se efetua translação e


rotação.

308
Rotação

Translação

No ambiente de montagem, após inserir componentes, teremos que posicioná-


los. Para utilizarmos a ferramenta de posicionamento do Solidworks, será ilustrado
abaixo o funcionamento das suas principais partes.

Uma vez que o componente está em uma posição mais próxima da que será a
definitiva, pode-se utilizar o comando posicionar.

Atenção: deixe os furos com a parte escareada voltado para baixo, como na
imagem acima.

309
Siga os passos abaixo para posicionar os componentes, para isso vá na aba
de montagem e clique em posicionar.

Campo de seleção de
entidades a serem
posicionadas.

Posicionamentos muito
semelhantes às principais
relações de esboço.

Posicionamentos com
dimensões lineares e
angulares. Semelhante à
Dimensão Inteligente.

Mudanças no alinhamento
das faces posicionadas.

Clicar sobre as faces que serão coladas entre o corpo da Mandíbula e a chapa
guia.

310
1° Clicar na face da
chapa guia.

2° Clicar na face
inferior do corpo da
morsa.

Após as faces selecionadas, automaticamente irá abrir uma guia com alguns
posicionamentos e já indicando o posicionamento que se encaixa as faces
selecionadas, neste caso o posicionamento de Coincidente.

Posicionamento
Confirmar o Posicionamento.
Coincidente.

311
Com o comando de posicionar ainda ativado, iremos realizar um novo
posicionamento. Siga os passos abaixo para a realização do posicionamento.

1° Clicar na face lateral


da morsa.

2° Clicar na face lateral da


chapa guia.

Após as faces selecionadas, automaticamente irá abrir uma guia com alguns
posicionamentos e já indicando o posicionamento que se encaixa as faces
selecionadas, neste caso o posicionamento de Coincidente,

Confirme o posicionamento.

312
Com o comando de posicionar ainda ativado, iremos realizar um novo
posicionamento. Siga os passos abaixo para a realização do posicionamento.

2° Clicar na face indicada


da chapa guia.

1° Clicar na face indicada


da mandíbula fixa.

Após as faces selecionadas, automaticamente irá abrir uma guia com alguns
posicionamentos e já indicando o posicionamento que se encaixa as faces
selecionadas, neste caso o posicionamento de Coincidente.

313
Confirme o posicionamento.

Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar a criação dos


posicionamentos.

Ícone de confirmação.

Nota: Por padrão foram aceitos os posicionamentos das faces por coincidência
entre as entidades. Mas pode-se selecionar manualmente o tipo de posicionamento
antes de se selecionar o tipo de entidade a ser definida.

Os três posicionamentos criados foram suficientes para concluir a localização


da chapa guia.

Observe a sequência a seguir para a inserção de um novo componente.

Vamos inserir o próximo componente. No arquivo de conjunto, selecione a guia


montagem no Command Manager e clique sobre o comando Inserir componente.

Com a localização de componentes iniciada, navegar até o diretório que possui


o armazenamento dos arquivos da lição, selecionar a mandíbula móvel e clicar em
abrir.

314
Clicar em algum lugar na área gráfica para inserir o componente.

315
Na sequência abaixo será visto como posicionar a mandíbula móvel com a fixa.

Iniciar a ferramenta Posicionar que se encontra na guia Montagem do


Command Manager.

Clicar sobre as faces cilíndricas dos furos do corpo da morsa e da mandíbula


móvel.

Selecionar as faces
cilíndricas dos furos.

Após as faces selecionadas, automaticamente irá abrir uma guia com alguns
posicionamentos e já indicando o posicionamento que se encaixa as faces
selecionadas, neste caso o posicionamento de Concêntrico.

316
Confirme o posicionamento.

Selecionar as faces superiores clicando sobre elas e adicionar uma relação de


Coincidente.

317
Confirme o posicionamento.

Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar a criação dos


posicionamentos.

Ícone de confirmação.

Observe a sequência a seguir para a inserção de um novo componente.

Selecionar a guia montagem no Command Manager e clicar sobre o comando


Inserir componente.

Com a localização de componentes iniciada, navegar até o diretório que possui


o armazenamento dos arquivos da lição e selecionar a corrediça e abrir.

Observar que a peça passou a constar na lista de componentes abertos e


disponíveis para inserção na montagem. Clique em qualquer local da área gráfica para
inserir o componente.

318
Antes de iniciarmos o posicionamento da corrediça, vamos isolar os
componentes, Corrediça e Mandíbula móvel, para melhor processo de
posicionamento.

Com o Ctrl acionado, selecione os dois componentes, corrediça e mandíbula


móvel. Com os componentes selecionados, clique com o botão direito e selecione a
opção Isolar, conforme imagem abaixo.

319
Note na imagem abaixo que ficaram visíveis somente os componentes que
foram selecionados. Mantenha a guia Isolar até o final dos posicionamentos da
corrediça.

Na sequência abaixo será visto como posicionar a mandíbula móvel com a


corrediça.

Iniciar a ferramenta Posicionar que se encontra na aba Montagem do


Command Manager.

Clicar sobre as faces cilíndricas do furo da corrediça e da furação da mandíbula


móvel para adicionar uma relação de concentricidade.

Atenção: perceba que no componente Corrediça, o furo com lado escareado,


deve ficar posicionado para o lado de baixo.

320
Selecione as faces
cilíndricas indicadas.

Confirme o posicionamento.

Clicar sobre as faces de contato da corrediça e da mandíbula móvel para


adicionar uma relação de coincidência entre faces.

321
2° Selecionar a face
inferior de contato da
mandíbula móvel com a
corrediça.

1° Selecionar a face
superior da corrediça
(sem o chanfro).

Confirme o posicionamento.

Adicionar a relação de paralelismo entre as faces laterais planas da corrediça


e da mandíbula móvel.

322
Confirme o posicionamento.

Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar o término do


comando posicionar.

Ícone de confirmação.

Confirme o comando Isolar, clicando em Sair de Isolar, como mostrado na


imagem abaixo.

323
Observar a Árvore de Projetos do ambiente de montagens e constatar que ele
é diferente em relação ao que encontramos no ambiente de peças. Com a imagem
seguinte poderemos fazer as seguintes constatações:

Todos os posicionamentos estão listados na Árvore de projetos.

A montagem deverá ser semelhante ao que é visualizado abaixo.

324
Observe a sequência a seguir para a inserção de um novo componente.

No arquivo de conjunto, selecionar a aba montagem no Command Manager e


clicar sobre o comando Inserir componente.

Com a localização de componentes iniciada, navegar até o diretório que possui


o armazenamento dos arquivos da lição e selecionar o parafuso para abrir.

Observar que a peça passou a constar na lista de componentes abertos e


disponíveis para inserção na montagem. Clique em qualquer lugar na área gráfica
para inserir o componente.

325
Na sequência abaixo será visto como posicionar o parafuso na montagem.

Iniciar a ferramenta Posicionar que se encontra na aba Montagem do


Gerenciador de comandos.

Clicar sobre as faces cilíndricas da furação da mandíbula móvel e do eixo do


parafuso para adicionar uma relação de concentricidade.

326
Selecione o posicionamento Concêntrico e confirme.

Clicar sobre as faces planas que possuirão contato do parafuso e da


mandíbula.

327
Selecione coincidente e confirme.

Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar o término do


comando posicionar.

Ícone de confirmação.

Observe a sequência a seguir para a inserção de um novo componente.

No arquivo de conjunto, selecionar a guia montagem no Command Manager e


clicar sobre o comando Inserir componente.

Com a localização de componentes iniciada, navegar até o diretório que possui


o armazenamento dos arquivos da lição e selecionar o Manípulo.

328
Observar que a peça passou a constar na lista de componentes abertos e
disponíveis para inserção na montagem. Clique em qualquer local na área gráfica para
inserir o Manípulo.

Na sequência abaixo será visto como posicionar o manipulo no parafuso.

329
Iniciar a ferramenta Posicionar que se encontra na guia Montagem do
Command Manager.

Clicar sobre as faces cilíndricas, do furo do parafuso e a face cilíndrica externa


do Manípulo.

Selecione concêntrico e confirme.

330
Clicar no canto de confirmação na área do modelo para o comando posicionar.

Ícone de confirmação.

Para posicionar o componente manípulo centralizado no parafuso será


necessário utilizar um posicionamento de Coincidente entre planos. Selecionar os
planos:

 plano frontal do componente parafuso;

 plano direito do componente manípulo.

Na sequência abaixo será visto como posicionar os planos de manipulo e


parafuso para centralizar o manipulo no parafuso. Para isso acesse posicionar.

Veja a imagem a seguir.

331
Confirme o posicionamento.

Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar o término do


comando Posicionar.

Ícone de confirmação.

Perceba em sua montagem que se movimentada, temos algumas


interferências, conforme mostra a imagem a seguir, algumas peças se interceptam em
relação a outras. Para corrigirmos este problema, faremos um posicionamento de
distância, deixando um limite para movimentação da Mandíbula móvel.

Imagem dos componentes colidindo.

Na sequência abaixo será visto como posicionar a mandíbula móvel com a


corrediça.

Iniciar a ferramenta “Posicionar”.

332
Selecione Posicionamentos avançados, e o posicionamento de Distância,
conforme imagem a seguir.

Valor máximo da distância dos


componentes.

Valor mínimo da distância dos


componentes.

Obs.: Para habilitar distância, deve se clicar no icone de distância.

Selecione as faces indicadas que serão referencia para o posicionamento,


como mostra na imagem.

Defina valor máximo de 65mm e Valor mínimo de 0mm para definir as


extensões máxima e mínima do posicionamento, como na imagem a seguir.

333
Confirme o posicionamento.

Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar o término do


comando Posicionar.

Ícone de confirmação.

Se movimentar sua montagem, verás que agora a mandíbula móvel se


movimenta dentro do limite indicado, sem interferência entre os componentes.

Abaixo segue a visualização da montagem completa.

334
Em uma montagem complexa, pode ser difícil determinar visualmente se os
componentes interferem entre si. Com a ferramenta Detecção de interferência, é
possível determinar a interferência entre os componentes.

Observe a seguir a sequência para verificar se há detectação de interferência.

Clique na guia Avaliar e selecione Detecção de interferência.

2º Clique em Detecção de interferência.

1º Clique na guia Avaliar.

Componentes Selecionados: Exibe os componentes selecionados para


verificação de interferência. Por padrão, a montagem de nível superior é exibida, a
menos que você tenha selecionado outros componentes.

Quando você verifica se há interferências em uma montagem, todos os


componentes são verificados. Se você selecionar um só componente, somente as
interferências que envolvem este componente serão verificadas e se você selecionar
dois ou mais componentes, somente as interferências entre os componentes
selecionados serão verificadas.

Como a montagem
já vem selecionada
clique em calcular.

335
Quando você executa a Detecção de interferência, as interferências entre os
componentes de fixação são informadas. Neste exemplo nenhuma interferência foi
detectada.

Clicar no canto de confirmação para confirmar o término da ferramenta


Detecção de interferência.

Ícone de confirmação.

Abaixo temos duas imagens representando a montagem caso haja uma


interferência entre os componentes. Não precisa executar é apenas um exemplo.

336
Salve o arquivo como Exercício 21 e feche.

337
1.23 Exercício 22 – Montagem Saca Polias

Neste estudo de caso, iniciaremos criando um conjunto utilizando técnicas


eficazes de elaboração de projetos mecânicos.

Observe que à medida que o projetista estiver desenvolvendo os seus produtos


peça a peça, ele estará apto a criar a montagem entre eles para verificar como
funcionará o conjunto.

O mais importante com as peças à disposição do usuário é imaginar como a


montagem será executada.

Abaixo você tem uma visualização da montagem executada com todos os


componentes encaixados.

338
Agora, iremos dar início ao processo de criação de montagens. Observe na
sequência a abertura de um template de montagem

Para iniciar um novo arquivo de montagem clicar no menu Arquivo, Novo.

Selecione o template de Montagem.

Observe abaixo que no momento que o template de montagem é aberto, ele


automaticamente abre uma caixa de procurar arquivos, para selecionar a primeira
peça.

Acesse o diretório no qual você armazenou os arquivos do Conjunto Saca


Polias e abra o componente denominado Aranha, como na imagem abaixo.

339
Após a seleção do componente, o componente será inserido na origem da
montagem simplesmente clicando-se no canto de confirmação na área do modelo.

Ícone de confirmação

Com a inserção do primeiro componente na origem da montagem, os planos


dos arquivos estarão alinhados assim como as suas respectivas origens. Observe a
peça inserida.

340
Siga os passos a seguir para inserção de um novo componente na montagem.

Selecionar a aba montagem no Command Manager e clicar sobre o comando


Inserir componente.

Com a localização de componentes iniciada, navegar até o diretório que possui


o armazenamento dos arquivos da lição e abra o documento Parafuso.

Observar que o arquivo Parafuso está na lista de componentes abertos e


disponíveis para inserção na montagem.

341
Clique na área gráfica para inserir o componente em qualquer local, como
mostra a imagem a seguir.

No ambiente de montagem, após inserir componentes, teremos que posicioná-


los. Para utilizarmos a ferramenta de posicionamento do Solidworks, será ilustrado
abaixo o funcionamento das suas principais partes.

Na sequência abaixo será visto como posicionar o parafuso na aranha.

Iniciar a ferramenta Posicionar que se encontra na guia Montagem do


Command Manager.

Iremos utilizar o posicionamento Concêntrico para posicionar a aranha e o


parafuso. Agora é necessário informar ao Solidworks quais as faces que irão assumir
este posicionamento.

342
Após as faces selecionadas, de forma automático irá abrir uma guia com alguns
posicionamentos e já indicando o posicionamento que se encaixa as faces
selecionadas, neste caso o posicionamento de Concêntrico.

Observe que, mesmo após confirmarmos o posicionamento, o comando


Posicionar se mantém ativo. Para concluir o comando Posicionar, clique no canto de
confirmação na área de modelo.

343
Ícone de confirmação.

Vamos inserir outro componente na montagem.

Insira o componente Manípulo.

Clique em algum lugar no espaço para inserir o componente.

Na sequência abaixo será visto como posicionar o manipulo no parafuso.

Iniciar a ferramenta Posicionar que se encontra na guia Montagem do


Command Manager.

344
Clique sobre as faces cilíndricas, do furo do corpo do Parafuso e da face
cilíndrica do Manípulo.

Verifique que o Solidworks automaticamente sugere o posicionamento


Concêntrico, com isso confirme o comando.

345
Observe que mesmo após confirmarmos o posicionamento o comando
Posicionar se mantém ativo. Clique em Posicionamentos avançados para expandir o
recurso e selecione o Posicionamento Largura.

Ao longo deste treinamento não serão abordados todos os posicionamentos


avançados. Estes posicionamentos serão trabalhados no treinamento Nível II de
Solidworks.

O posicionamento Largura restringe uma guia entre duas faces planas.

Selecione duas faces


planas para Seleções
de largura.

Selecione duas faces planas,


ou uma face cilíndrica ou
eixo, para Seleções de guia.

Restrições:

 centralizado: centraliza uma guia na largura de uma ranhura. Essa é a mesma


funcionalidade das versões anteriores;

 Livre: permite que os componentes se movam livremente dentro dos limites das
faces ou planos selecionados em relação aos componentes;

 dimensão: define a distância ou dimensão de ângulo de um conjunto de seleção


para o conjunto oposto de seleção de faces ou planos mais próximo;

 porcentagem: define a distância ou o ângulo com base em uma dimensão de


valor percentual de um conjunto de seleção para o centro do outro.

346
Na Caixa de seleções de largura, selecione as duas faces planas das
extremidades do componente Manípulo conforme ilustração abaixo.

Nota: Duas faces planas do Manípulo selecionadas.

Na caixa de seleções de guia selecione o a face cilíndrica do parafuso.

Verifique se a seleção das faces está correta e confirme o posicionamento.

Clique no canto de confirmação na área dos posicionamentos. Para concluir o


comando Posicionar, clique no canto de confirmação na área de modelo.

347
Ícone de confirmação

Insira o componente Jumelo, como mostrado a seguir.

Clicar em algum lugar no espaço para inserir o componente.

Atenção: Para posicionarmos o componente Jumelo, temos que ter um certo


cuidado, vamos posiciona-lo com o componente aranha.

O componente Aranha, contem um Pardrão Circular, que foi utilizado na


construção da geometria. Há uma perna original, e outras duas feitas através do
Padrão Circular. Vamos então posicionar o componente Jumelo na perna original da
Aranha.

Siga os passos descritos a seguir.

Clique para expandir o componente aranha, na árvore de projetos.

348
Observe a contrução de recursos na árvore de projetos do componente Aranha,
clique sobre Padrão Circular, perceba que o componente ficara na cor azul, somente
a perta original ficará na cor rosa. Sendo assim, iremos posicionar o componente
Jumelo, na perna rosa. Veja a imagem a seguir.

Perna original da
Aranha, onde será feito
o posicionamento do
Jumelo.

349
Inicie a ferramenta Posicionar, clique sobre as faces cilíndricas dos furos do
corpo da Aranha e do Jumelo e confirme.

Observe que, mesmo após confirmarmos o posicionamento, o comando


Posicionar se mantém ativo. Não clique em OK, pois ainda iremos utilizar o comando
Posicionar.

Atenção: Note a posição do Jumelo, o lado de largura menor deve estar


posicionado para dentro, para que depois outra peça seja encaixada, conforme
ilustração a seguir.

Lado de largura menor.

350
Lembre-se, caso precise rotacionar a peça, mantenha o botão direito do mouse
precionado, para transladar clique no esquerdo.

Selecione a face plana da Aranha e do Jumelo de acordo com a ilustração


abaixo.

Nota: Observe que o conjunto foi rotacionado para fins de ilustração.

Verifique abaixo que o Solidworks automaticamente sugere o posicionamento


Coincidente, após selecionado confirme.

351
Para concluir o comando Posicionar, clique no canto de confirmação na área
de modelo.

Ícone de confirmação

Insira novamente o componente Jumelo.

Sabemos que, para realizar a inserção de um componente, clica-se em Inserir


Componentes. Mas quando você precisar inserir um componente que já está presente
no ambiente de montagem, é possível realizar o mesmo processo de maneira mais
ágil, sem realizar o procedimento convencional descrito anteriormente.

Siga o procedimento abaixo e verifique o seu funcionamento.

Com a tecla “Ctrl” pressionada, clique no componente que deseja copiar e


arraste o mouse. Observe abaixo o jumelo adicionado.

1º Pressione a tecla Ctrl.

2º Com a tecla Ctrl pressionada,


clique no Jumelo e o mantenha
pressionado com o botão esquerdo
do mouse, arraste e solte para
adicionar o componente, para então
soltar a tecla Ctrl.

Rotacione o componente conforme ilustração abaixo.

352
Lembre-se, caso precise rotacionar a peça, mantenha o botão direito do mouse
precionado, para transladar clique no esquerdo.

Inicie a ferramenta Posicionar e observe abaixo a sequência para


posicionarmos o manipulo.

Clique sobre as faces cilíndricas, do furo do corpo da Aranha e do Jumelo, com


o posicionamento selecionado, confirme.

353
Selecione a face plana da Aranha e do Jumelo, com o posicionamento
selecionado, confirme.

Selecione as faces cilíndricas dos Jumelos e com o posicionamento


selecionado, confirme.

354
Para concluir o comando Posicionar, clique no canto de confirmação na área
de modelo.

Ícone de confirmação

Perceba abaixo que os dois Jumelos estão alinhados.

Podemos agora prosseguir com a montagem. Insira o componente Garra, como


mostrado a seguir.

355
Rotacione-o com o botão direito do mouse, conforme ilustração.

Iniciar a ferramenta “Posicionar” e siga os passos a seguir para posicionarmos


a garra.

Clique sobre as faces cilíndricas dos furos do corpo do Jumelo e da Garra,


conforme ilustração.

356
Verifique que o Solidworks automaticamente sugere o posicionamento
Concêntrico e confirme.

Observe que, mesmo após confirmarmos o posicionamento, o comando


Posicionar se mantém ativo. Não clique em OK, pois ainda iremos utilizar o comando
Posicionar.

Selecione a face plana da Garra.

357
Selecione a face plana do Jumelo.

Selecione esta face


plana do Jumelo.

Verifique que o Solidworks automaticamente sugere o posicionamento


coincidente e confirme.

358
Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar a criação dos
posicionamentos.

Ícone de confirmação

Perceba que a montagem dos Jumelos e da Garra ficou posicionado sobre a


perna original do componente Aranha destacado em rosa na imagem, isso vai garantir
que o Padrão Circular na montagem seja feito coretamente.

Vamos agora criar um Padrão circular dos componentes.

Observe a seguir a sequência para a utilização do padrão circular na


montagem.

Na guia Montagem, selecione o recurso Padrão de componente acionado por


padrão

359
Selecionar os componentes que
deseja copiar.

Selecionar o Padrão Circular do


componente Aranha.

Em Componentes para padrão selecione os dois Jumelos e a Garra.

Em Recurso ou Componente acionador, selecione o Padrão Circular do


componente Aranha.

360
Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar a criação do
Padrão acionado por padrão de componentes.

Ícone de confirmação

Segue abaixo a montagem finalizada.

361
Salve o arquivo como Exercício 22 e feche.

362
1.24 Exercício 23 – Montagem Furador de Anéis

Neste estudo de caso, iremos iniciar construindo um conjunto denominado


Dispositivos de furar anéis.

Segue abaixo uma visualização da montagem com os componentes


posicionados.

Agora, iremos dar início ao processo de criação da montagem. Observe na


sequência a abertura de um template de montagem

Para iniciar um novo arquivo de montagem clicar no menu Arquivo, Novo.

363
Selecione o template de Montagem e clique em ok.

Observe abaixo que no momento que o template de montagem é aberto, ele


automaticamente abre uma caixa de procurar arquivos, para selecionar a primeira
peça. No diretório no qual você armazenou os arquivos do Conjunto Dispositivo fura
anéis e abra o componente denominado Suporte.

364
Com a seleção do componente na lista de documentos abertos, insere-se o
primeiro componente na origem da montagem simplesmente clicando-se no canto de
confirmação na área do modelo.

Observe na imagem abaixo a peça inserida.

Atenção: Note que um componente fixo possui um (f) antes do nome na árvore
de projetos. Todo componente inserido primeiro, será um componente fixo.

365
Para tornar um componente flutuante (não fixo) clique com o botão direito no
componente, na área de gráficos, ou no nome do componente na árvore de projetos
e selecione a opção flutuar.

Insira o componente denominado Eixo. Clique em Inserir componentes, abra o


Eixo e clique na área gráfica para inserção do mesmo. Como na imagem abaixo.

Na sequência abaixo será visto como posicionar o corpo com o eixo.

Iniciar a ferramenta Posicionar que se encontra na guia Montagem do


Command Manager.

366
Crie um posicionamento Coincidente entre as faces selecionadas.

Verifique que o Solidworks automaticamente sugere o posicionamento


coincidente e confirme.

367
Crie um posicionamento concêntrico entre as faces selecionadas.

Verifique que o Solidworks automaticamente sugere o posicionamento


Concêntrico e confirme.

Confirme mais uma vez, para fechar o comando posicionar.

368
Insira o componente denominado Arruela.

Acesse o comando posicionar e visualize na sequência como posicionar a


arruela na montagem.

Crie um posicionamento Coincidente entre as faces selecionadas e confirme.

369
Crie um posicionamento Concêntrico entre as faces selecionadas e confirme.

Confirme mais uma vez, para fechar o comando posicionar.

370
Insira o componente denominado Bucha e siga os passos abaixos para
posicionar a bucha na montagem.

Crie um posicionamento concêntrico entre as faces cilindricas selecionadas.

Verifique que o Solidworks automaticamente sugere o posicionamento


Concêntrico.

Confirme mais uma vez, para fechar o comando posicionar.

371
Crie um posicionamento coincidente entre as faces selecionadas.

Verifique que o Solidworks automaticamente sugere o posicionamento


Coincidente e confirme.

372
Iremos criar um posicionamento de paralelo para travarmos o eixo. Selecione
as faces destacadas na imagem abaixo.

Defina o posicionamento como Paralelo, como mostrado abaixo e confirme.

Confirme mais uma vez, para fechar o comando posicionar.

373
Insira o componente denominado Porca.

Crie um posicionamento concêntrico entre as entidades selecionadas,


conforme os passos a seguir.

Selecione as faces destacadas para posicionamento de concêntrico.

Defina as configurações do posicionamento e confirme.

374
Crie um posicionamento avançado Distância entre as faces selecionadas.
Vamos definir um limite para a movimentação da porca. Selecione as faces
destacadas como na imagem abaixo.

Defina a distância entre as duas faces selecionadas com 0, a distância máxima


com 55 e a distância mínina ficara 0. Veja a imagem a seguir.

Confirme o recurso.

375
Clique no canto de confirmação para concluir a ferramenta de posicionamento.

Ícone de confirmação.

Selecione a face conforme ilustração abaixo.

Clique na guia Montagem, em Recursos de montagem e selecione o recurso


Assistente de Perfuração, conforme abaixo.

376
Definir os dados da furação conforme ilustração abaixo.

Mais abaixo, clique em Escopo do recurso. Desmarque a opção Selecionar


automaticamente. Veja a imagem a seguir.

1°Clique em Escopo
do recurso.

2º Habilite propagar
recurso às peças.

3°Desmarque Selecionar
automaticamente.

4° Selecione os Componentes (Eixo e Suporte)


que serão afetados pelo furo.

377
Componentes selecionados - Aplica o recurso aos componentes selecionados.
Se novos componentes forem adicionados ao modelo cortado pelo recurso, será
necessário usar Editar recurso para editar os componentes a afetar, selecionar os
componentes e adicioná-los à lista de componentes a afetar. Se nenhum componente
for adicionado à lista de componentes a afetar, eles permanecerão intactos.

Selecionar automaticamente - Quando se adiciona um recurso que possa


afetar dois ou mais componentes, o recurso processa automaticamente todas as
peças de intersecção relevantes. O recurso Selecionar automaticamente é mais
rápido que Componentes Selecionados, pois processa somente os corpos na lista
inicial e não gera novamente o modelo inteiro. Após limpar Selecionar
automaticamente, deve-se selecionar os componentes na área de gráficos que deseja
incluir.

Componentes a afetar - Disponível se você desmarcar Selecionar


automaticamente. Selecione os componentes a serem afetados na área de gráficos.

Propagar recurso às peças - Propaga o recurso às peças selecionadas em


Componentes a afetar, adicionando o recurso à árvore de projetos das peças
selecionadas.

Clique na aba posições, conforme ilustração abaixo.

378
Defina o furo com a medida de 27 mm entre o ponto do furo e o ponto central
do eixo, também adicione uma relação de vertical entre o ponto do furo e a origem.
Veja a imagem a seguir.

Clique no canto de confirmação para inserir o furo.

Ícone de confirmação.

Clique com o botão esquerdo no componente Eixo e clique em Abrir peça.


Como mostrado abaixo.

379
Observe abaixo que o furo realizado na montagem propagou-se para a peça.

Pressione a tecla Ctrl + Tab para retornar ao arquivo de montagem.

Clique com o botão esquerdo no componente Suporte e selecione Abrir peça.


Como mostrado abaixo.

Observe abaixo que o Furo realizado na montagem propagou-se para a peça.

380
Pressione a tecla Ctrl + Tab para retornar ao arquivo de montagem.

Vamos observar a profundidade do furo. Coloque a montagem em uma vista


Isométrica (Ctrl + 7). A montagem deve ficar como na imagem abaixo.

Siga os passos abaixo para visualizar a profundidade do furo.

Clique em Vista de seção na guia transparente.

381
Plano/Face de seção de referência - Selecione um plano ou uma face, ou clique
em Frontal, Topo ou Direita para criar a vista de seção. Inverter direção da seção
altera a direção do corte.

Distância de offset - Determina a distância de offset a partir do plano


selecionado.

Rotação X - Gira a seção de referência ao longo do eixo X.

Rotação Y - Gira a seção de referência ao longo do eixo Y.

Editar cor - Altera a cor da vista de seção enquanto o PropertyManager está


ativo. As cores são utilizadas apenas quando o PropertyManager está ativo. As cores
não são exibidas após a criação da vista de seção.

382
Exibir tampa da seção - Exibe a vista de seção com a cor especificada na caixa
Editar cor. Desmarque esta opção para exibir a parte interna do modelo.

Clique em OK para confirmar a Vista de seção.

Ícone de confirmação.

Para fazer o modelo retornar à exibição integral, clique novamente em Vista de


seção.

383
A montagem encontra-se finalizada, conforme ilustração abaixo.

Agora com a montagem finalizada, vamos criar uma vista explodida, que nada
mais é do que detalhar a sequencia de montagem. Selecionando e arrastando corpos
sólidos na área de gráficos, criando uma ou mais etapas de explosão.

Uma vista explodida em uma peça multicorpo mostra os corpos sólidos


distribuídos, mas posicionados para mostrar como eles se encaixam.

Clique na guia Montagem e selecione Vista explodida.

Observe na sequência como criar uma vista explodida na montagem.

384
Etapa de explosão - Um ou mais componentes selecionados explodidos para
uma só posição.

385
Cadeia - Uma pilha de dois ou mais componentes selecionados explodidos ao
longo de um eixo, usando Espaçar componentes automaticamente após arrastar.

Configurações

Componentes da etapa de explosão - Exibe os componentes selecionados para


a etapa de explosão atual.

Direção de explosão - Exibe a direção selecionada para a etapa de explosão


atual. Clique em Inverter direção , se necessário.

Distância de explosão - Exibe a distância em que o componente se move para


a etapa de explosão atual.

Aplicar - Clique para visualizar as alterações feitas nas etapas de explosão.

Concluído - Clique para concluir as etapas de explosão novas ou alteradas.

Opções

Espaçar componentes automaticamente após arrastar - Espaça


automaticamente um grupo de componentes igualmente ao longo de um eixo.

Ajuste do espaçamento entre componentes da cadeia - Ajusta a distância entre


os componentes posicionados por Espaçar componentes automaticamente após
arrastar.

Selecionar peças da submontagem - Quando marcado, permite selecionar


componentes individuais de uma submontagem. Quando desmarcado, permite
selecionar toda a submontagem.

Reutilizar a explosão da submontagem - Usa as etapas de explosão definidas


anteriormente em uma submontagem selecionada.

Clique em Etapas de explosão, selecione o componente Eixo. Observe que


uma tríade irá aparecer na área gráfica, clique no eixo vermelho e arraste conforme
ilustração abaixo.

386
1º Clique no eixo. 2º Arraste.

Observe que uma etapa de explosão foi criada. Siga o mesmo procedimento
para explodir os outros componentes.

Clique no componente Bucha, clique no eixo verde que esta na posição vertical
e arraste-o para cima.

387
Assim criamos a segunda etapa da explosão.

Posicione o componente Porca.

388
Posicione o componente Arruela.

Confirme a explosão clicando em OK.

Imagem da montagem explodida.

389
Para retornar à visualização da montagem com os componentes posicionados,
clique com o botão direito em montagem (primeito tópico) na árvore de projetos e
clique em Recolher, como mostrado abaixo.

Para exibir no estado explodido novamente a montagem, clique com o botão


direito sobre a montagem na árvore de projetos e selecione Explodir, como mostrado
abaixo.

390
Atenção: você tambem tem a opção de animar a explosão ou animar o
recolhimento. Caso deseje é só seguir o mesmo passo acima, apenas escolhendo a
opção de animação.

Salve o arquivo como Exercício 23 e feche.

391
1.25 Exercício 24 - Escada

Neste estudo de caso, iremos iniciar construindo um conjunto denominado


Escada Caracol.

Abaixo está uma visualização da montagem executada com todos os


componentes encaixados.

Agora, iremos dar início ao processo de criação de montagens. Observe na


sequência a abertura de um template de montagem

Para iniciar um novo arquivo de montagem clicar no menu Arquivo, Novo.

Selecione o template Montagem e clique em OK.

392
Observe que no momento que o template de montagem é aberto, ele
automaticamente abre uma caixa de procurar arquivos, para selecionar a primeira
peça. Para inserir o primeiro componente na montagem, clique em Procurar para
localizar o arquivo “Polo Central”. Clique em Ok para inserção do componente na
montagem. Como mostrado abaixo.

393
O primeiro componente foi inserido, como mostra a imagem abaixo.

Insira o componente “Espaçador”. Clique em qualquer lugar na área gráfica


para inserção do componente na montagem. Veja a imagem a seguir.

Observe a sequência a seguir para o posicionamento dos componentes.

Vamo iniciar aplicando um posicionamento de coincidencia entre as faces


mostradas na imagem, se preciso, girar a peça espaçador para celecionar a face.

Clique em posicionar.

394
Após as faces selecionadas, automaticamente irá abrir uma guia com alguns
posicionamentos e já indicando o posicionamento que se encaixa as faces
selecionadas, neste caso o posicionamento de Coincidente.

Confirme o posicionamento.

Agora iremos aplicar dois posicionamentos de concentricidade, clicar nas faces


circulares.

395
Selecione as faces cilíndricas destacadas acima.
Atenção: Selecione o furo do espaçador com este detalhe destacado na
imagem abaixo.

Automaticamente, irá abrir uma guia com alguns posicionamentos e já


indicando o posicionamento Concêntrico.

396
Confirme o posicionamento.

Neste você irá selecionar a face circular do Polo central com a face interna
circular do espaçador.

Selecione as faces.

Após selecionar as faces, automático ira indicar o posicionamento Concêntrico,


basta só confirmar o posicionamento.

397
Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar o recurso
posicionar.

Ícone de confirmação.

Verifique que componente Espaçador está travado em relação ao componente


Polo central, não pode haver movimentação de rotação entre os dois.

Insira o próximo componente denominado Passo, como mostra a imagem a


seguir.

398
Agora vamos posicionar o Passo em relação ao Polo central. Acesse o
comando posicionar na guia montagem.

Na sequência abaixo será visto como posicionar o Passo na montagem.

Clicar sobre as faces planas indicadas para inserção do posicionamento de


coincidência.

Confirme o posicionamento de coincidência.

399
Vamos aplicar agora um posicionamento Concêntrico entre as faces cilíndricas
destacadas na imagem abaixo.

Note que o furo selecionado do componente Passo, é o furo diferenciado dos


demais, que contém um pequeno detalhe.

Confirme o posicionamento Concêntrico.

400
Aplicaremos mais um posicionamento concêntrico, para concluirmos a primeira
parte da montagem, selecione as faces indicadas abaixo.

Confirme o posicionamento Concêntrico.

401
Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar o término do
comando posicionar.

Ícone de confirmação.

Concluímos a primeira parte da montagem, utilizando posicionamentos


padrões. Agora vamos dar continuidade utilizando um novo recurso chamado “Copiar
com posicionamentos”.

Para não repetirmos os mesmos passos anteriormente, o recurso copiar com


posicionamentos, nos ajudará a realizar de uma forma que minimize o tempo de
montagem.

Para encontrar o recurso, vá até a guia montagem, na seta abaixo de Inserir


componentes, selecione Copiar com posicionamentos, como mostrado abaixo.

402
1º Clique na seta
abaixo de Inserir
componentes. 2º Selecione o
recurso Copiar com
posicionamentos.

Abaixo imagem do Property Manager do recurso Copiar com posicionamentos.

A seta azul significa


avançar.

Selecionar os
componentes que
serão copiados.

É possível criar várias instâncias sem fechar o Property Manager. O Property


Manager permanece aberto para que você possa criar cópias adicionais do
componente. Mas para isso é preciso fixar o Property Manager, veja a imagem abaixo.

Clique no ícone
indicado para mantê-lo
visível (fixo).

Em componentes selecionados, selecione os componentes Passo e


Espaçador, como mostra a imagem abaixo.

403
1º Selecione os componentes
indicados.

Clique na seta destacada abaixo, para avançar para a página


Posicionamentos.

A imagem abaixo lista os posicionamentos associados aos componentes


selecionados para serem copiados.

404
405
Copiar este posicionamento

Seleciona ou desmarca um posicionamento para cópia. Inicialmente, todos os


posicionamentos são selecionados para cópia. Você pode clicar para desmarcar
posicionamentos que não sejam necessários nas novas instâncias do componente.

Selecionado. O posicionamento é copiado.

Desmarcado. O posicionamento não é copiado.

Repetir

Usa o mesmo alinhamento de posicionamento e referência para o novo


posicionamento, conforme usado no posicionamento original.

Nova entidade à qual posicionar

Especifica uma nova referência para o posicionamento. Seleciona a nova


referência de posicionamento na área de gráficos.

A seguir temos a imagem dos posicionamentos que serão repetidos ou não.


Tenha atenção ao selecionar para que nada ocorra de forma incorreta.

O primeiro posicionamento Coincidente não será repetido, na caixa de seleção


iremos selecionar a face superior do componente Passo, veja a imagem.

406
Na caixa de seleção do
posicionamento selecione a
face indicada.

Veja na imagem abaixo, quando você seleciona a face indicada acima,


automático já copia os componentes, basta continuarmos a indicar os
posicionamentos.

407
Nesta montagem, já que você está copiando uma referência de posicionamento
concêntrico, você seleciona a geometria de posicionamento apropriada para esse tipo
de posicionamento, como, por exemplo, um furo. Na caixa de seleção Concêntrico,
não iremos repetir o posicionamento, vamos selecionar o furo para onde serão
copiados os componentes.

Selecione a face cilíndrica interna do furo indicado.

Na caixa de seleção do
posicionamento concêntrico
selecione a face cilíndrica
interna indicada.

A imagem a seguir mostra a montagem com os posicionamentos coincidentes


e concêntricos indicados.

408
Para os próximos posicionamentos concêntricos, serão apenas repetidos. Veja
as imagens a seguir.

409
Perceba que os componentes já foram posicionados, agora podemos clicar em
Ok para confirmar a inserção dos componentes.

Atenção: clique em Ok somente uma vez, pois não queremos confirmar o


recurso ainda.

Quando clicamos em Ok para a inserção dos componentes, veja que o recurso


copiar com posicionamentos permanece com os posicionamentos que foram
repetidos, temos que apenas refazer os posicionamentos que não foram repetidos.

A cópia do componente selecionado é adicionada à montagem. A caixa de


seleção é limpa, para que você possa adicionar outra cópia, como mostra abaixo.

Posicionamentos repetidos que


permanecem ativos.

Vamos selecionar as faces como nos passos anteriores, veja as imagens a


seguir.

410
Na primeira caixa de seleção, iremos selecionar a face indicada.

Na caixa de seleção do posicionamento


coincidente, selecione a face do Passo
indicada.

Ao selecionar a face, automático é feito a inserção dos componentes, agora


falta apenas um posicionamento de concêntrico.

411
Vamos agora selecionar a face para o posicionamento concêntrico.

Na caixa de seleção do posicionamento


concêntrico, selecione a face cilíndrica
interna do componente Passo indicada.

Atenção: a seguir uma imagem mais aproximada, observe que você deve
selecionar o furo com o detalhe do corte.

412
Veja que ao selecionar o último posicionamento concêntrico, os componentes
são inseridos de forma correta, confirme apenas uma vez para concluir esses
posicionamentos.

Quando clicamos em Ok para a inserção dos componentes, veja que o recurso


copiar com posicionamentos permanece com os posicionamentos que foram
repetidos, temos que apenas refazer os posicionamentos que não foram repetidos.

Vamos selecionar as faces como nos passos anteriores, veja as imagens a


seguir.

Na primeira caixa de seleção, iremos selecionar a face indicada.

413
Na caixa de seleção do
posicionamento coincidente,
selecione a face do Passo
indicada.

Vamos agora selecionar a face para o posicionamento concêntrico.

414
Veja que ao selecionar o último posicionamento concêntrico, os componentes
são inseridos de forma correta, confirme para concluir esses posicionamentos.

Clicar no canto de cancelar na área do modelo para finalizar (fechar) o recurso


Copiar com posicionamentos.

Atenção: As cópias dos componentes também aparecem na árvore de projetos.


E os novos posicionamentos são exibidos na pasta Posicionamentos.

Veja a imagem da montagem finalizada.

415
Salve o arquivo como Exercício 24 e feche.

416
1.26 Exercício 25– Bombinha de Óleo

Neste estudo de caso, iniciaremos criando um conjunto explorando os


posicionamentos padrões do Solidworks. Abaixo você vê um exemplo de peças que
serão utilizadas para a montagem de uma Bombinha de óleo.

Segue abaixo uma visualização da montagem com os componentes


posicionados.

417
Agora, iremos dar início ao processo de criação de montagens. Observe na
sequência a abertura de um template de montagem.

Para iniciar um novo arquivo de montagem clicar no menu Arquivo, Novo.

Selecione o template de Montagem.

O Solidworks iniciará o arquivo de montagem com o comando inserir


componentes ativado. Clique em procurar para inserir o primeiro componente na
montagem, acesse o diretório no qual você armazenou o conjunto e abra o arquivo
denominado “Corpo”. Observe a imagem a seguir.

418
Com a seleção do componente na lista de documentos abertos, insere-se o
primeiro componente na origem da montagem simplesmente clicando-se no canto de
confirmação na área do modelo.

Siga os passos a seguir para inserção de um novo componente na montagem.

Vamos inserir o segundo componente, selecione a guia montagem no


Gerenciador de comandos e clicar sobre o comando “Inserir componentes”.

Com a localização de componentes iniciada, navegar até o diretório que possui


o armazenamento dos arquivos da lição e selecione o componente denominado
“Bucha 02”.

419
Na sequência abaixo será visto como posicionar a bucha na montagem.

Uma vez que o componente está em uma posição mais próxima da que será a
definitiva, pode-se utilizar o comando posicionar. Clique em posicionar na aba de
montagem.

Vamos aplicar um posicionamento concêntrico, clicar sobre as faces cilíndricas


que estão em destaque na imagem abaixo.

420
Como é selecionado automático o posicionamento de concêntrico, confirme.

Agora, selecione as faces abaixo e confirme.

421
Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar o comando
posicionar.

Agora, vamos inserir o componente Eixo, como na imagem abaixo.

Clique em posicionar e perceba que o posicionamento de concêntrico é


selecionado automático quando as faces abaixo são selecionadas.

Confirme o posicionamento.

422
Vamos aplicar agora um posicionamento de Coincidência, clique em posicionar
e selecione as faces como mostra a imagem a seguir.

Após selecionar as faces, automático ira indicar o posicionamento Coincidente,


basta só confirmar o posicionamento.

Confirme novamente pata fechar o comando.

423
Insira o componente Bucha 01 conforme imagem abaixo.

Na sequência abaixo será visto como posicionar a Bucha 01 na montagem.

Clique em posicionar.

Clicar sobre as faces cilíndricas do furo da Bucha 01 e do eixo do componente


corpo.

Automaticamente irá abrir uma guia com alguns posicionamentos e já indicando


o posicionamento que se encaixa as faces selecionadas, neste caso o posicionamento
Concêntrico, confirme.

424
Selecionar as faces planas clicando sobre elas e adicione uma relação de
Coincidente e confirme.

425
Insira o componente Colar conforme imagem abaixo.

Clique em posicionar.

Na sequência abaixo será visto como posicionar o colar na montagem.

Clicar sobre as faces cilíndricas indicadas e adicionar uma relação de


concentricidade.

426
Clicar sobre as faces de contato do componente Colar e do componente Corpo
para adicionar uma relação de coincidência entre faces.

427
Clicar duas vezes no canto de confirmação na área do modelo para confirmar
o término do comando posicionar.

Insira o componente Embolo, conforme imagem abaixo.

Clique em posicionar.

Na sequência abaixo será visto como posicionar o colar na montagem.

428
Clicar sobre as faces cilíndricas da furação do Embolo e o Eixo do componente
Colar para adicionar uma relação de concentricidade.

Com o posicionamento Concêntrico selecionado, confirme.

Clicar sobre as faces planas que indicadas para posicionamento Coincidente.

429
Com o posicionamento coincidente selecionado, confirme.

Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar o término do


comando posicionar.

430
Insira o componente Bucha 03, conforme imagem abaixo.

Na sequência abaixo será visto como posicionar o Bucha 03 na montagem.

Inicie o recurso de posicionar e clique sobre as faces cilíndricas do furo da


Bucha 03 com a face cilíndrica externa do Embolo.

Com o posicionamento concêntrico selecionado, confirme.

431
Vamos para o próximo posicionamento, selecione a face cilíndrica da Bucha 03
e a face cilíndrica do componente Corpo e adicione um posicionamento Concêntrico.

Com o posicionamento concêntrico selecionado, confirme.

432
Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar o término do
comando Posicionar.

Insira o componente Tampão, conforme imagem abaixo.

433
Na sequência abaixo será visto como posicionar o tampão na montagem.

Clique em posicioanr e aplique primeiro um posicionamento Concêntrico,


selecione as faces indicadas que serão referencia para o posicionamento.

Com o posicionamento concêntrico selecionado, confirme.

434
Vamos para o próximo posicionamento, iremos adicionar um posicionamento
de Coincidência para fixar o Tampão no Corpo. Selecione as faces como mostra a
imagem a seguir.

Confirme o posicionamento.

Confirme novamente, para sair dos comando posicionar.

435
Insira o componente Guarnição, conforme imagem abaixo.

Inicie o comando posicionar.

Selecione as faces destacadas abaixo para o posicionamento Concêntrico.

436
Com o posicionamento de coincidente selecionado, confirme.

Adicione agora um posicionamento de Coincidencia entre as faces indicadas


na imagem abaixo.

437
Para concluir o posicionamento entre o componente Guarnição e o Corpo,
faremos mais um posicionamento concêntrico. Selecione as faces como na imagem a
seguir.

438
Abaixo segue uma imagem do encaixe dos componentes.

Clicar duas vezes no canto de confirmação na área do modelo para confirmar


o término do comando Posicionar.

Insira o componente tampa, conforme imagem abaixo.

Note na imagem abaixo como ficara a posição da Tampa, o pequeno ressalto


na peça, ficara posicionado para dentro.

439
Clique em posicionar.

Siga os passos abaixo, para posicionar a tampa na montagem.

Selecione as faces destacadas para um posicionamento de coincidência e


confirme.

440
Para posicionarmos o componente tampa, precisamos realizar dois
posicionamentos concêntricos, siga os passos como mostra as imagens a seguir.

Selecione as faces indicadas e confirme.

Proximo posicionamento concentrico. Selecione as faces indicadas para o


posicionamento e confirme.

441
Clique no canto de confirmação na área do modelo para confirmar o término do
comando Posicionar.

Insira o componente Arruela, conforme imagem abaixo.

Clique em posicionar.

Observe a sequência abaixo para a realização do posicionamento da arruela.

Selecione as faces destacadas na imagem abaixo para um posicionamento


concêntrico e confirme.

442
Vamos agora adicionar um posicionamento de coincidencia nas faces
indicadas.

Com o posicionamento selecionado, confirme.

443
Clique no canto de confirmação na área do modelo para confirmar o término do
comando Posicionar.

Insira o componente Parafuso, conforme imagem abaixo.

444
Inicie o comando posicionar e selecione as faces cilindricas destacadas na
imagem a seguir.

Com o posicionamento selecionado conforme abaixo, confirme.

445
Selecione as faces planas como na imagem abaixo para uma relação de
coincidencia, e assim terminamos o posicionamento do Parafuso.

Atenção: a imagem do parafuso a esquerda na figura acima foi ampliada para


uma melhor visualização na seleção da face, isto é apenas ilustrativo.

Com o posicionamento selecionado, confirme.

Confirme o comando mais uma vez, para fechar.

446
Vamos agora criar um Padrão (uma cópia) dos componentes Parafuso e
Arruela. É possível criar um padrão de componentes com base em um padrão
existente.

Observe os passos a seguir para a criação padrão de componente.

Na guia Montagem, selecione o recurso Padrão de componente acionado por


padrão.

Em Componentes para padrão selecione na arvore de montagens ou na área


gráfica os dois componentes, Parafuso e Arruela.

Em Recurso ou Componente acionador, selecione o Furo roscado M31 da


árvore de montagens do componente “Corpo”.

447
Note: o Padrão deu-se através do furo feito com o recurso Assistente de
perfuração.

Clicar no canto de confirmação na área do modelo para confirmar a criação do


Padrão acionado por padrão de componentes.

Ícone de confirmação.

Imagem abaixo da montagem completa.

448
Faça a explosão dos componentes para ficar conforme imagem abaixo.

Salve o arquivo como Exercício 25 e feche.

449
1.27 Conceitos Básicos de Detalhamento

O Solidworks possui um ambiente exclusivo de detalhamento de peças e


conjuntos. É neste ambiente que iremos utilizar o 3D criado anteriormente para gerar
as vistas padrões de desenho, adicionar as anotações necessárias, dimensões da
geometria, ou seja, criar desenhos de engenharia de peças e montagens.

O template de desenho do Solidworks armazena duas informações que devem


estar bem claras para os usuários. São elas:

Folha de desenho

Denominam-se Folha de desenho as folhas de “papel” que armazenam as


vistas do desenho, dimensões e anotações, como mostrado abaixo. Caso necessário,
o desenho pode ter várias folhas adicionais que por padrão serão copiadas do original
podendo ser editadas e alteradas individualmente.

Folha de desenho

Formato da folha de desenho

Denomina-se Formato da folha de desenho a borda, o bloco de título, e o texto


utilizado para adicionar informações ao desenho, tais como tolerância, material, nome
do projeto, etc. Como mostrado na imagem a seguir.

450
Formato de Folha

Ao iniciar um novo arquivo de desenho, você tem duas opções para solicitar
uma folha de desenho.

Por padrão, a opção “Tamanho de folha padrão” está habilitada. Esta opção faz
com que o seja utilizada um tamanho de folha padronizado, como mostrado abaixo.

Obs.: Pode-se utilizar o tamanho de formato personalizado de folha, onde o


usuario deve informar os valores de altura e largura para dimensionar a folha.

451
Na sequência abaixo que será para criação de uma folha de desenho, vamos
verificar na prática como funciona.

Inicie um novo arquivo de Desenho. Clique no menu Arquivo, Novo.

Selecione Desenho e clique em OK.

452
Observe que o Solidworks solicita que você informe o Formato/tamanho da
folha.

Selecione a opção Tamanho de folha padrão e selecione o tamanho A4 e clique


em OK.

1° Selecione a opção Tamanho


de folha padrão.

2° Selecione o tamanho de
folha A4.

453
Observe que o Solidworks abre a folha de desenho no formato A4 conforme
selecionado.

Caso o Solidworks inicie a ferramenta Vista de modelo como mostrado abaixo,


pressione a tecla “ESC” para encerrar este comando.

454
Caso esta opção estiver selecionada, a janela Vista
de modelo inicia automaticamente.

Vamos verificar abaixo algumas opções do template de desenho.

Acesse o menu Opções, Propriedades do documento, clique em Propriedades


do documento e selecione Anotações.

O Solidworks permite configurar a fonte que será utilizada para as anotações.


Podemos escolher a fonte, o estilo, o tamanho e os efeitos.

455
456
Devemos observar o tamanho correto da fonte a ser utilizada para que o
tamanho do texto não fique desproporcional ao tamanho do campo que será
preenchido.

O Solidworks permite também configurar a fonte que será utilizada para as


dimensões. Podemos escolher a fonte, o estilo, o tamanho e os efeitos.

Ainda em Dimensões, Propriedades do documento, podemos configurar os


parâmetros das setas das dimensões e os estilos.

Na aba Propriedades do documento, selecione Unidades.

Podemos selecionar as unidades do documento que será utilizado (metro,


centímetro, milímetro, polegada).

457
Com tudo configurado. Clique
em ok.

Vamos agora consolidar estas informações fazendo um exercício prático de


detalhamento.

Feche o arquivo de desenho, sem salvar.

Antes de começarmos este processo, vamos criar uma peça para que
possamos realizar o detalhamento.

Avance para o Estudo de caso 1, no qual iremos criar a peça e realizar o


detalhamento.

458
1.28 Exercício 26 – Criação de Detalhamento

Neste estudo de caso, iremos criar primeiramente uma peça e gerar um


detalhamento para que possamos entender o processo.

Observe nas imagens abaixo o passo a passo para criação de um esboço.

Acesse o menu arquivo, clique em novo.

Selecione o template de peça.

Inicie um esboço no plano de referência frontal.

Crie um esboço conforme imagem abaixo.

459
Extrude conforme imagem abaixo.

Confirme o recurso.

460
Salve a peça com o nome “Exemplo de detalhamento” na sua pasta de
exercícios da Lição 13.

Com o término desta peça, vamos agora criar o detalhamento.

Observe nas imagens abaixo o passo a passo para abertura de um template


de desenho.

Acesse o menu arquivo, clique em novo.

Selecione o template de desenho e clique em OK.

461
Selecione o tamanho de folha A4 e clique em OK.

Vamos utilizar agora o recurso paleta de vistas, para que possamos colocar as
vistas da peça no detalhamento.

Use a Paleta de vistas, localizada no Painel de tarefas, para inserir rapidamente


uma ou mais vistas predefinidas no desenho. Ela contém imagens de vistas padrão,
vistas de anotação, vistas de seção. É possível arrastar vistas para a folha de desenho
para criar uma vista de desenho. Cada vista é criada como uma vista de modelo.

As orientações de vista de paleta têm por base as oito orientações padrão


(*Frontal, *Direita, *Superior, *Traseira, *Esquerda, *Inferior, *Atual e *Isométrica) e
qualquer vista personalizada na peça ou na montagem. Após posicionar a vista, você
pode dobrar ou projetar vistas a partir dela.

Clique em Paleta de vistas no painel de tarefas, clique em Procurar, como


mostrado abaixo.

462
Clique, para procurar
a peça.

Selecione a peça “Exemplo de detalhamento” e clique em abrir.

Verifique na imagem abaixo a projeção das vistas, dentro de paleta de vistas.

463
Selecione a vista frontal. Com o mouse pressionado, arraste a vista para a folha
de desenho e solte o botão do mouse para inseri-la. Observe que o SolidWorks
continua com a projeção da vista automaticamente após a inserção da vista Frontal.

Você pode alinhar vistas adicionais às existentes usando as linhas de


referência pontilhadas que aparecem entre elas se Iniciar automaticamente a vista
projetada estiver selecionado.

Abaixo a sequência para inserção das vistas na folha de desenho.

1° Insira a vista frontal.

464
Arraste o mouse para a direita e dê um clique para adicionar uma vista lateral.

Insira a vista lateral.

Adicione as vistas Superior e Isométrica.

465
Clique na vista Isometrica e selecione o estilo de exibição Sombreado com
arestas, conforme imagem abaixo.

466
Selecione a vista Isométrica.

Selecione o estilo de
exibição, sombreado
com arestas.

Repita o mesmo procedimento para a vista lateral e superior, usando o Estilo


de exibição Linhas ocultas visiveis, como mostrado abaixo.

Agora iremos colocar dimensões no desenho.

Na sequência a seguir, mostra como adicionar dimensões no esboço.

467
Você pode inserir dimensões, anotações e geometria de referência de um
documento de modelo (peça ou montagem) em um desenho.

É possível inserir itens em um recurso selecionado, um componente de


montagem, um recurso de montagem, uma vista de desenho ou em todas as vistas.
Quando os itens forem inseridos em todas as vistas de desenho, as dimensões e
anotações serão exibidas na vista mais apropriada.

Clique na guia Anotação e em Itens do modelo.

2º Selecione Itens do modelo.

1º Selecione a guia Anotação.

468
Origem

Todo o modelo: Insere itens de modelo para o modelo inteiro.

Recurso selecionado: Insere itens de modelo para o recurso selecionado na


área de gráficos.

Opções

Incluir itens de recursos ocultos: Insere itens de modelo para recursos


ocultos. Desmarque esta opção para evitar a inserção de anotações que pertencem a
itens de modelo ocultos. O desempenho é mais lento enquanto os itens de modelo
são filtrados.

Usar posição da dimensão no esboço: Insere as dimensões de modelo da


peça nos mesmos locais no desenho.

Agora com o recurso Itens do modelo selecionado, clique na peça da Vista


Frontal e verifique se na guia Dimensões está selecionado Marcado para desenho e
confirme o comando. Veja na imagem a seguir.

Você pode inserir dimensões, anotações e geometria de referência de um


documento de modelo (peça ou montagem) em um desenho.

É possível inserir itens em um recurso selecionado, um componente de


montagem, um recurso de montagem, uma vista de desenho ou em todas as vistas.
Quando os itens forem inseridos em todas as vistas de desenho, as dimensões e
anotações serão exibidas na vista mais apropriada.

469
1º Clique na peça
sobre a vista frontal.

2º Verifique se esta
opção está marcada.

Confime o comando.

Depois de confirmar o comando organize as dimensões no desenho, conforme


você achar melhor.

470
Detalhamento concluído como na imagem abaixo.

Criamos então um detalhamento utilizando um formato de folha A4 padrão do


Solidworks, apenas para entendermos um pouco do conceito de um desenho.

Devemos saber também, que é possível criar desenhos 2D de peças sólidas e


montagens e entender que tanto como peças, montagens e desenhos são
documentos vinculados; qualquer alteração realizada na peça ou na montagem altera
o documento do desenho.

471
1.29 Conceitos Básicos de Template

O SOLIDWORKS fornece templates para peças, montagens e uma variedade


de estilos de desenho. Você pode criar templates personalizados abrindo os templates
existentes (ou qualquer arquivo de documento), definindo as opções e inserindo itens
(blocos de título, peças base, etc.), depois salvando os documentos como templates.

Os arquivos de template têm as seguintes extensões:

 *.prtdot.(peças);

 *.asmdot. (montagens);

 *.drwdot. (desenhos).

472
1.30 Exercício 27 - Criação de Template de Peça

Neste estudo de caso, iremos criar um template de Peça com as unidades em


milímetros.

Antes de iniciarmos, crie uma pasta em seu computador com o nome


“Templates Personalizados”, onde vamos salvar nosso template mais tarde.

Siga os passos abaixo, para abrir o template de peça.

Acesse o menu arquivo, clique em novo.

Selecione o template de Peça e clique em OK.

Vamos definir as unidades do documento, como mostrado nas imagens a


seguir.

473
Acesse o menu Ferramentas, Opções, ou clique diretamente no ícone de atalho
Opções.

Na guia Propriedades do documento, clique em Unidades e selecione MMGS


(milímetro, grama, segundo).

Acesse o menu Arquivo e clique em Propriedades, como na imagem abaixo.

474
Observe que o Solidworks irá abrir as Informações de resumo. Estas
informações serão muito importantes para a criação da folha de desenho, pois a partir
delas podemos criar uma comunicação entre o detalhamento e a peça, com a qual
iremos buscar informações das peças para o detalhamento.

Então, é muito importante adicionar todas as informações necessárias no


template de peça para depois podermos utilizá-las no detalhamento.

Observe a sequência a seguir, para criarmos as propriedades personalizadas.

Clique na guia Personalizar onde iremos preencher algumas propriedades.

Digite na aba Nome da propriedade Projetista, na aba Tipo você irá manter
como texto e na aba Valor/expressão em texto digite Projetista A (você pode digitar o
seu nome) e tecle Enter para inserir a próxima linha.

475
Caso desejar, você pode optar por escrever outro Setor e Código conforme
achar conveniente.

Na aba Nome da propriedade digite Material. Observe as setas ao lado do


campo Valor/expressão em texto, clique nela e selecione Material. Assim que
modelarmos uma peça neste template e especificarmos um material, o campo Valor
calculado será automaticamente preenchido com o nome do material.

Adicione a próxima propriedade pressionando Enter.

No campo Nome da propriedade digite “Massa”. No campo Valor/expressão em


texto selecione “Massa”.

476
Clique em Massa

Você pode adicionar o número de informações que julgar necessário. Para este
estudo de caso estas informações serão suficientes.

Clique em Ok

Faça os passos abaixo para salvar o template.

Clique no menu arquivo, selecione Salvar como.

477
Clique em Salvar como

Observe que o Solidworks pré-seleciona o formato de peça padrão (sldprt).


Clique na seta ao lado para visualizar os outros formatos disponíveis.

O formato de um arquivo de template de peça é *.prtdot. Para salvarmos como


template de peça, selecione o tipo de arquivo Part Templates (*.prtdot). O nome do
arquivo será Template mm.

Acesse o diretório onde está armazenada a pasta Templates Personalizados,


para salvarmos nosso template neste diretório.

478
Verifique suas informações e após clique em Salvar.

O Template mm está concluído. Feche o arquivo.

O template está pronto para ser utilizado. Precisamos apenas informar ao


Solidworks que possuímos templates personalizados informando o local da pasta
onde eles estão armazenados.

Observe abaixo, os passos para inserir o template personalizado no


SolidWorks.

Feche todos os documentos abertos do Solidworks. Acesse o menu Opções.

Clique em Opções do sistema >> Locais de arquivos.

Neste local, informamos ao Solidworks onde estão armazenados nossos


templates. Por este motivo criamos a pasta Propriedades Personalizadas. Clique em
Adicionar e procure a pasta Templates Personalizados.

479
1º Clique em Adicionar.

2º Selecione a pasta Templates


Personalizados.

3º Com a pasta selecionada,


clique em selecionar pasta.

Observe que, além dos diretórios padrão do Solidworks, o local da pasta


Templates Personalizados foi adicionado aos locais de arquivos do Solidworks. Clique
em OK para confirmar a operação.

480
Observe que irá surgir uma mensagem para confirmar o novo local de pesquisa
do Solidworks. Clique em Sim para confirmar a operação.

A sequência a seguir, será para visualizar a criação de uma peça, dentro do


template personalizado.

Acesse o menu arquivo, clique em novo.

Selecione a opção avançado.

481
Observe ao clicar em avançado surgem templates de Peça, Montagem e
Desenho.

Verifique as três abas que estão disponíveis: Templates, Tutorial e Templates


Personalizados.

Estas abas são o diretório onde estão armazenados os templates. Clique na


aba Tutorial e verifique que ela possui alguns templates.

Clique na aba Templates Personalizados. Observe que ela possui o template


de peça que criamos anteriormente, o Template mm.

482
Selecione o Template mm e clique em OK.

Selecione o Template mm.

Inicie um esboço no plano de referência frontal.

Crie um esboço conforme imagem abaixo.

Extrude com uma profundidade de 30 mm, como mostrado a seguir.

483
Crie um esboço na face selecionada conforme ilustração abaixo.

2° Clique em esboço para iniciar


1° Clique na face. um esboço na face selecionada.

Crie um esboço conforme ilustração abaixo.

484
Crie um corte extrudado com 10 mm de profundidade, como mostrado abaixo.

Sua peça deve estar semelhante à ilustração abaixo.

Nos passos a seguir, iremos especificar um material para a peça construída.

Clique com o botão direito em Material na árvore de projetos do Feature


Manager.

485
1° Clique com o
botão direito.

2° Clique em Editar
material.

Observe que a biblioteca do Solidworks possui diversos materiais. Cada um


destes materiais possui propriedades próprias. Clique na seta ao lado de Solidworks
materiais para expandir e visualizar os materiais disponíveis.

Clique na seta ao lado de Aço para expandir e selecione o Aço AISI 1020.

486
Clique na aba Propriedades e observe as informações do material.

Clique em Aplicar e em seguida clique em Fechar.

1º Clique em Aplicar. 2º Clique em Fechar.

Observe a seguir o campo Material e a peça com a textura do material aplicado.

487
Verifique as propriedades personalizadas da peça. Clique no menu Arquivo,
Propriedades, como na ilustração a seguir.

Verifique as propriedades personalizadas da peça. Observe que


automaticamente os campos Materiais e Massa foram preenchidos automaticamente.

As propriedades da imagem abaixo que irão ser vinculadas ao detalhamento.

Clique em OK.

Com o término deste exercício, podemos concluir que cada vez que utilizarmos
o Template mm, automaticamente os campos inseridos em propriedades
personalizadas estarão disponíveis, nos quais temos liberdade para adicionar mais
campos caso julgarmos necessário, e alterar os campos Valor/expressão em texto de
Projetista, Setor e Código.

488
Também verificamos que quando atribuirmos um material à peça, suas
propriedades (Material, Massa) serão preenchidas automaticamente.

Salve a peça com o nome “Exemplo”. Iremos utilizá-la na próxima lição.

489
1.31 Exercício 28 – Criação de Template

Neste estudo de caso, iremos efetuar o processo de criação de template de


desenho. Na lição anterior criamos um template de peça, em milímetros. Criamos
também uma peça, a qual denominamos “exemplo”, que iremos utilizar nesta lição
para aproveitar as propriedades que atribuímos a ela.

Siga os passos abaixo para abertura do template de desenho.

Inicie um novo arquivo de Desenho. Clique no menu Arquivo, Novo.

Selecione Desenho e clique em OK.

Selecione o tamanho de folha padrão A4 e clique em OK.

490
Caso o Solidworks iniciar a ferramenta Vista de modelo à esquerda, pressione
a tecla “ESC” para encerrar este comando.

Na sequência a seguir, vamos criar uma folha de detalhamento personalizada.

Va em formato da folha

Se não estiver em habilitado, clique com o botão direito em suplemento e


selecione Formato da folha.

Clique em Editar formato da folha.

491
E depois em Borda automática.

Em Excluir Lista, clique em Ctrl + A para selecionar todos as linhas da folha.

492
Clique em avançar.

Configure a nova borda conforme imagem a seguir.

Confirme a borda.

493
Apesar de as linhas da borda estarem pretas, elas não estão fixas.

Por isso vamos fixar os pontos, dos quatros cantos.

494
Faça isso nos outros 3 cantos.

Adicione algumas linhas na sua folha, usando a ferramenta linha. Posicione as


linhas com o auxílio da ferramenta Dimensão inteligente.

Vamos inserir o logotipo no template de desenho.

Clique no menu Inserir, Imagem.

Localize o arquivo “Logo Desenho” localizado na pasta da Lição 15.

495
Posicione a imagem e deixe as opções “Habilitar ferramenta de escala” e
“Travar taxa de proporção” desabilitadas.

Confirme a inserção da imagem.

Clique no menu Exibir e selecione a opção Ocultar/Exibir anotações.

496
Ocultar/Exibir anotações permite
alternar a visibilidade de anotações em
um desenho. Ocultar uma dimensão é
diferente de excluí-la. Ao ocultar uma
anotação, ela ainda estará presente na
vista.

Observe que ao selecionar a ferramenta surgirá um ícone de seleção na área


de trabalho. Clique nas dimensões para selecioná-las e após pressione a tecla Esc.
Para ficar conforme a imagem abaixo.

497
Caso queira visualizar novamente as dimensões, selecione a ferramenta
Ocultar/Exibir anotações no menu Exibir. Como mostrado abaixo.

498
As dimensões irão aparecer novamente, basta selecionar as dimensões que
deseja visualizar e clicar na tecla Esc. Como mostrado abaixo.

Siga os passos abaixo para a criação de notas na legenda.

Clique na aba Anotação e selecione Nota.

499
Serão necessários dois cliques, um clique para adicionar a anotação e um
clique para confirmar a inserção da caixa de texto. Pressione a tecla ESC para
encerrar o comando.

Com o auxílio da tecla Ctrl, copie as caixas de texto. Serão necessárias 14


caixas de texto.

Para colocar o texto nas notas, de dois clique em cima da nota, que abrirá uma
caixa para digitar.

500
Escreva o nome da empresa, no nosso caso será o nome da SKA.

Para confirmar o texto, clique em qualquer lugar da folha.

501
Adicione os textos conforme imagem abaixo.

Clique no ícone Editar folha no canto superior direito da área gráfica para sair
do Formato Editar.

Observe que ao clicar em confirmar a folha não podemos editar as anotações


da folha de desenho.

502
Precisamos inserir uma vista de desenho da peça Exemplo criada na lição
anterior.

Clique em paleta de vistas e em procurar arquivo como na imagem abaixo.

Selecione o arquivo Exemplo e clique em Abrir.

Insira a vista Frontal da peça na folha de desenho, como mostrado abaixo.

503
Clique com o botão direito na área gráfica e selecione Editar formato da folha,
conforme ilustração a seguir.

Na sequência a seguir, será visto editar as notas que estão faltando.

Clique na anotação sem texto que está ao lado de Projetista. Observe que
surge um menu à esquerda. Clique em Formato do texto e selecione a opção Vincular
à propriedade.

1° Clique na nota.

2° Clique em Vincular à
propriedade.

504
O vincular propriedades, abre com referência na folha de desenho.

Selecione a opção Modelo na vista especificada nas propriedades da folha.

Clique na Seta para visualizar as opções disponíveis.

Selecione a anotação projetista e clique em OK.

Observe que o Solidworks buscou a informação que está armazenada no


arquivo de peça.

505
A anotação está sendo exibida em azul, pois estamos no modo editar formato
da folha. Quando estivermos no modo Editar Folha, ela assumirá a cor Preta padrão.
Caso desejar alterar a cor de algumas anotações, utilize Layers.

Layer: No Solidworks podemos especificar cores e espessura de linha para


anotações individualmente.

Realize o mesmo procedimento para a anotação Setor. Clique na anotação


selecione Vincular à propriedade, Modelo na vista especificada e selecione a anotação
Setor.

Realize o mesmo procedimento para Código, Material e Massa.

506
Selecione a anotação de Escala, clique em Vincular à propriedade, clique em
documento atual e selecione SW – Escala de folha.

Selecione a anotação do canto inferior direito. Ela será vinculada à folha de


desenho.

Clique em Vincular à propriedade, selecione Documento atual, clique na seta


para visualizar as anotações, selecione a SW-Tamanho de formato de folha e clique
em OK.

507
Observe abaixo a legenda completa.

Agora toda a minha legenda está preenchida.

Clique com ícone editar folha no canto superior direito na área gráfica.

508
Também é possível clicar com o botão direito na folha e selecionar Editar folha,
como imagem abaixo.

Observe que as anotações foram referenciadas ao arquivo de peça exemplo.


Ela contém as informações que estão no detalhamento. Ao editar alguma propriedade
no documento de peça, o Solidworks atualiza automaticamente a folha de desenho.

Delete a vista frontal. Selecione a vista e clique no botão Delete do teclado.


Use as teclas Ctrl + Q para atualizar.

Observe na imagem abaixo que as anotações estavam vinculadas com a peça


exemplo. Como a vista da peça foi removida do desenho, as anotações ficarão em
branco, pois o Solidworks não tem uma vista de desenho para buscar estas
informações.

509
Vamos alterar o tipo de projeção da folha, para isso siga os passos abaixo.
Clique com o botão direito do mouse na folha e nas setas de expandir.

Selecione Propriedades.

510
Altere o tipo de projeção para primeiro diedro e clique em aplicar alterações.

Siga os passos abaixo para salvar o template.

Agora que o template está pronto, clique em Salvar Como.

511
Selecione o formato Templates de desenho (*.drwdot), denomine o arquivo
como Template de detalhamento, salve na pasta Templates Personalizados.

Esta é uma mensagem automática do Solidworks que ocorre quando o desenho


armazenou uma vista de desenho, mesmo que temporariamente. O Solidworks
informa que irá remover as informações das vistas do documento.

Clique em OK nesta mensagem para confirmar a criação do template.

O template de desenho está concluído. Feche o documento.

Agora, cada vez que precisarmos criar um desenho, iremos utilizar o arquivo
template de detalhamento.

512
Caso deseje criar novos templates para outros formatos de folha, como A0, A1,
A2 e A3, siga o mesmo procedimento efetuado nesta lição.

Observe abaixo os templates personalizados de peça e desenho.

Templates

513
1.32 Exercício 29 – Detalhamento da Peça Exemplo

Siga os passos abaixo para abertura do template personalizado que criamos.

Acesse o menu arquivo, clique em novo.

Clique em Avançado.

Clique em Templates Personalizados selecione o arquivo Template de


detalhamento e clique em OK.

514
Clique em Paleta de vistas e selecione a peça Exemplo, como nas imagens a
seguir.

515
Insira a vista frontal na folha.

Observe na imagem a seguir que ao inserir a vista na folha de desenho, as


anotações foram automaticamente preenchidas. Pressione a tecla ESC para encerrar
o comando vista projetada.

516
Vamos criar uma vista de seção da vista Frontal.

É possível criar uma vista de seção em um desenho cortando a vista-pai com


um corte ou uma linha de seção. A vista de seção pode ser uma seção de corte reto
ou uma seção em offset definida por uma linha de seção graduada. A linha de seção
também pode conter arcos concêntricos.

Na guia Exibir Layout, selecione Vista de seção e siga a sequência abaixo, que
explica o comando.

517
Selecione a linha de corte
Horizontal.

Posicione a linha de corte no centro da vista no sentido horizontal.

Após clicar para posicionar a linha de corte, confirme a linha e arraste a vista
de secção para baixo da sua vista frontal.

518
Selecione a seta verde para
confirma a linha de corte.

Através do corte da vista de seção conseguimos verificar a profundidade do


furo de 10 mm.

Clique na linha de seção, para abrir as propriedades.

Selecione a linha de corte da


vista de seção.

519
Inverte a direção da seção.
Letra associada à linha e
à vista de seção.
Cria uma vista de seção
Fonte para a etiqueta da limitada pelo comprimento da
linha de seção. linha de seção, quando a linha
não se estende por toda a
vista.
Exibe somente as faces
cortadas pela linha de seção.
Exibe somente as faces
cortadas pela linha de
Hachura as entidades de corte.
seção.
Definir o contorno das faces
Aplica a escala da vista a como mais grosso do que
hachuras dentro da vista. outras linhas de modelo na
vista de seção.
Exibe corpos de superfície.
Permite definir a
profundidade de uma vista de
Importa anotações do desenho. seção até a distância
especificada.

Clique em inverte para o corte ficar no sentido correto.

520
Siga os passos abaixo para a inserção e configuração das vistas lateral e
isométrica.

Insira a vista lateral direita, utilizando a paleta de vistas.

Selecione a vista direita e altere o estilo de exibição para Linhas ocultas visíveis.

Insira também a vista Isométrica.

521
Selecione a vista isométrica e defina o estilo de exibição sombreado com
arestas.

522
Escala

Nos desenhos, as escalas se aplicam a folhas ou vistas. A escala da folha de


desenho ativa é exibida na linha de status na parte inferior da janela, e a escala da
vista ativa é exibida no respectivo PropertyManager.

Para definir escalas

Para definir a escala de uma folha de desenho existente, clique com o botão
direito na folha e selecione Propriedades, depois edite os valores de escala, conforme
mostra a imagem a seguir.

Clique com o botão direito na


folha e selecione propriedades.

523
Na imagem abaixo, visualiza-se as propriedades da folha.

Na opção escala você pode alterar a escala


da sua folha conforme a necessidade.

Clique em aplicar alterações,


caso você tenha alterado algo.
Se não, clique em cancelar.

Para definir a escala de uma vista de desenho, execute o procedimento a


seguir.

Para as vistas de desenho existentes, selecione uma ou mais vistas e defina a


Escala no PropertyManager.

524
Escalas no PropertyManager.

Usar escala do pai: Aplica a mesma escala usada na vista pai. Quando você
altera a escala de uma vista pai, a escala de todos os filhos que usam a escala do pai
é atualizada.

Usar escala da folha: Aplica a mesma escala usada na folha de desenho.

Usar escala personalizada: Aplica a escala que você definiu. Se você marcar
Definida pelo usuário, digite uma escala na caixa abaixo, no seguinte formato: x:x ou
x/x. Selecione Usar a escala do texto do modelo para manter a geometria usada nas
vistas de anotação em peças.

Siga a sequência a seguir para inserir dimensões no detalhamento.

Clique na guia Anotação e selecione Itens do modelo.

525
Insere itens de modelo para todo modelo
na área de gráficos.

Insere itens de modelo em todas as vistas


de desenho na folha. Quando desmarcada,
você precisa selecionar as vistas de
desenho para as quais quer importar os
itens do modelo.

Insere somente itens de modelo


exclusivos; nenhuma duplicada é
inserida.

Insere os seguintes itens de modelo,


se existir. Caso contrário, selecione
itens individuais como necessário.

Insere os seguintes itens de modelo, se


existir. Caso contrário, selecione itens
individuais como necessário.

Insere itens de modelo para recursos


evitar a inserção de anotações que
pertencem a itens de modelo ocultos.
O desempenho é mais lento enquanto
os itens de modelo são filtrados.

Insere as dimensões de modelo da


peça nos mesmos locais no desenho.

Insere os itens do modelo na


Layer especificada do
desenho.

526
Selecione a origem como Todo o modelo, habilite a opção Importar itens para
todas as vistas, Dimensões Marcadas para desenho, clique na vista frontal e clique
em OK para confirmar o recurso.

Organize as dimensões no seu desenho, como na imagem abaixo.

Observe a sequência abaixo, para alteração de uma dimensão.

Agora iremos alterar uma dimensão da peça, dê um duplo clique na dimensão


de 100 mm da vista frontal. Altere o valor para 120 mm e clique em OK.

527
Observe que irão aparecer linhas sobre as vistas do desenho, informando que
o desenho foi modificado e necessita ser atualizado.

Clique em reconstruir para atualizar o desenho.

Ao clicar em reconstruir, ira aparecer uma mensagem, informando que a linha


de seção não corta o modelo por inteiro, mesmo assim clique em OK.

528
A vista de seção ira ficar com erro, devido à mensagem anterior. Teremos que
atualizar a linha de corte da seção para pegar todo o modelo da vista frontal.

Esta cor indica que a vista


de seção está com erro.

O que teremos que fazer para solucionar este problema? Devemos arrastar a
linha de corte, para que esta linha ultrapasse o modelo da vista frontal. Clique sobre
o canto direito da linha de corte e arraste para a direita.

Clique sobre o final da linha e


arraste para a direita, até
ultrapassar o modelo.

529
Depois que arrastar a linha de corte sobre todo o modelo, clique novamente em
reconstruir.

Ok, sua vista está atualizada, veja a imagem a seguir.

530
Salve o desenho com o nome “Detalhamento da peça Exemplo”.

531
1.33 Exercício 30 – Detalhamento do Exercício 07.

Antes de começarmos nosso estudo de caso, vamos modificar a peça que será
utilizada nesta lição.

Siga os passos abaixo para personalizarmos uma peça ja criada.

Abra a peça Exercício 07.

Clique em propriedades do arquivo.

Em personalizar, preencha conforme imagem abaixo e clique em ok.

532
Altere o material para AISI 304.

Salve e feche o arquivo.

533
Observe abaixo a sequência para abertura do template personalizado.

Acesse o menu arquivo, clique em Novo.

Clique em Avançado.

Clique para visualizar o diretório


dos templates personalizados.

Clique em Templates Personalizados selecione o arquivo A3 e clique em OK.

Neste estudo de caso, irei selecionar o formato de folha A3, que criei somente
para fazer o detalhamento desta peça, caso queiram podem também criar um formato
de folha A3 seguindo os mesmos passos da lição anterior ou podem utilizar o formato
de folha A4 (template de detalhamento). Irei utilizar o formato A3 para ficar melhor
para visualizarem.

534
Selecione o template A3 ou
o template de detalhamento.

Após a folha aberta, vá em Paleta de vistas e selecione a peça “Estudo de caso


01” elaborada na lição 03, como mostrado abaixo.

Insira as vistas conforme ilustração abaixo.

535
Selecione a vista Isométrica e altere o estilo de exibição sombreado com
arestas, como mostrado abaixo.

536
Observe abaixo os passos para aplicar as dimensões nas vistas.

Clique na guia Anotação selecione a ferramenta Itens do modelo.

Defina Origem como Todo o modelo, habilite a opção Importar itens para todas
as vistas, selecione as dimensões marcadas para desenho e habilite Chamadas de
furo.

Organize o desenho conforme achar necessário.

537
Insira uma Chamada de furo, no furo roscado na vista Lateral Direita. Clique na
guia anotação e selecione Chamada de furo.

Clique na aresta circular do furo.

538
Clique na área gráfica para inserir a chamada de furo.

539
Observe o selo da folha.

Esta peça não possui as propriedades personalizadas que foram inseridas no


template de peça, logo, o Solidworks não possui informações para preencher as
anotações do selo.

Podemos abrir a peça e inserir as propriedades necessárias. Ao retornar para


o detalhamento, este será atualizado automaticamente, e as informações do selo
serão preenchidas automaticamente.

Faça a sequência abaixo para inserir o material na peça.

Clique com o botão direito em qualquer vista do desenho e clique em Abrir


peça.

Ao abrir a peça, clique com o botão direito em Material, Editar material.

540
Selecione AISI 304, clique em Aplicar e após clique em Fechar.

Observe a seguir que o material selecionado é exibido na arvore de projetos e


a peça assume a textura.

541
Material especificado

Com o material adicionado, siga os passos abaixo para criar as propriedades


personalizadas na peça.

Clique no menu Arquivo, e selecione Propriedades.

Clique na guia Personalizar e insira as propriedades conforme ilustração


abaixo. Clique em OK.

542
Salve o documento de peça, como mostrado abaixo.

Feche o documento de peça.

Observe a seguir que o Selo é atualizado automaticamente com as informações


da peça.

Para concluir o detalhamento iremos criar uma vista de detalhe.

O que é uma vista de detalhe?

Adicionar uma vista de detalhe a um desenho para exibir uma parte de uma
vista, geralmente em escala ampliada. Esse detalhe pode ser uma vista ortográfica,
uma vista não-plana (isométrica), uma vista de seção, uma vista recortada, uma vista
de montagem explodida ou uma outra vista de detalhe.

A parte ampliada é contida por um esboço, em geral um círculo ou outro


contorno fechado.

É possível definir o fator de escala da vista de detalhes predeterminado. Ele


determina a escala da vista de detalhes como um fator da vista-pai.

Vistas de detalhes se expandem na árvore de projeto do FeatureManager para


que todos os componentes e recursos fiquem disponíveis.

543
Faça a sequência abaixo, para criar uma vista de detalhe.

Clique na guia Exibir Layout e depois em Vista de detalhes.

Vamos criar uma vista de detalhe do furo roscado da vista lateral direita.

Inicie a vista de detalhe no centro do furo roscado.

544
Inicie a vista de detalhe
no centro do círculo.

Abra o círculo da vista de detalhe até o tamanho indicado na imagem abaixo.

545
Após ter feito o círculo em volta do furo, clique no lado direito da folha para
inserir a vista de detalhe.

Agora com a vista de detalhe pronta, podemos alterar a posição da cota do furo.
Podemos excluir a cota da vista lateral direita e inserir na vista de detalhe.

Clique na cota em azul da imagem abaixo e delete.

Selecione a guia anotação, chamada de furo e selecione a aresta circular do


furo da vista de detalhe, para aplicar a cota. Veja a imagem a seguir.

546
Abaixo imagem do detalhamento pronto.

Salve o desenho com o nome “Detalhamento Exercício 07”.

547
1.34 Exercício 31 – Detalhamento Montagem Dispositivo Fura Anéis

Observe abaixo a sequência para abertura do template personalizado.

Acesse o menu arquivo, clique em Novo.

Clique em Avançado.

Clique em Templates Personalizados selecione o arquivo Template de


detalhamento e clique em OK.

548
Clique em Paleta de vistas localize o arquivo “Dispositivo de furar anéis” que foi
montado na lição 10, o nome está como estudo de caso 01 e clique em Abrir, conforme
imagem abaixo.

Faça a sequência a seguir para colocar as vistas na folha.

Arraste a vista Isométrica explodida para o sua folha.

Arraste a vista Isométrica


explodida para sua folha.

549
Siga os passos abaixo para alterar a escala da vista.

Primeiramente vamos alterar a escala da nossa folha de 1:5 para 1:2. Clique
com o botão direito na folha, e vá à opção propriedades.

Clique com o botão direito na


folha e clique em propriedades.

Altere a escala para 1:2 e clique em OK.

550
Observe abaixo a vista com a escala alterada.

Atenção: Você também poderia inserir uma Vista Isométrica normal na sua
folha, e depois clicando com o botão direito na vista Isométrica, em propriedades
alterar para vista explodida.

Vamos alterar o estilo de exibição da vista explodida. Clique sobre a vista, e


nas propriedades da vista de desenho na lateral esquerda, altere o estilo de exibição
para “sombreado com arestas”. Veja a imagem a seguir.

551
Perceba na imagem abaixo que a legenda da folha não está preenchida, a não
ser com a escala e o tamanho da folha, por quê? Porque os outros textos da legenda
são vinculados às propriedades de peça, e estas peças da montagem, não estão com
as propriedades preenchidas.

Vamos preencher as propriedades de todas as peças desta montagem, essas


propriedades também terão um impacto referente à lista de materiais da montagem.

Siga os passos a seguir para alterar as propriedades das peças.

552
Iremos abrir primeiramente o componente (peça) denominado Suporte. Clique
com o botão esquerdo no componente Suporte e selecione Abrir peça.

Ao abrir a peça, clique no menu Arquivo e selecione Propriedades.

Insira a propriedade Material, código e massa, após clique em OK.

Salve e feche o documento.

553
Vamos realizar a mesma operação agora com o componente Eixo. Clique sobre
o componente Eixo e selecione a opção Abrir peça.

1º Selecione o componente eixo.

2º Selecione a opção abrir peça.

Ao abrir a peça, clique no menu Arquivo e selecione Propriedades.

Insira as propriedades Materiais, código e massa, após clique em OK.

Salve e feche o documento.

Realize estas mesmas operações para os outros componentes da montagem


(Porca, Bucha e Arruela).

554
Os códigos podem continuar na mesma sequência:

 porca 03;

 bucha 04;

 arruela 05.

Com todos as peças configuradas, siga a sequência abaixo para inserir e


configurar a lista de materiais.

Vamos inserir uma lista de materiais.

Clique no menu Inserir, Tabelas, Lista de Materiais.

Selecione Lista de materiais.

Assim que selecionar a opção de Lista de materiais, ira aparecer uma


mensagem pedindo pra selecionar uma vista do desenho.

Selecione então a vista Isométrica explodida que consta na sua folha. Após
clique na seta verde para confirmar a lista de materiais.

555
Clique em confirmar.

Posicione a tabela conforme imagem abaixo. Talvez seja necessário mover as


vistas para posicionar a tabela.

556
Aproxime a imagem da sua tabela, clique duas vezes rápido sobre a
propriedade N° DA PEÇA e edite o nome para DESCRIÇÃO e altere DESCRIÇÃO,
para MATERIAL.

Clique duas vezes em cima do “C” altere o nome da propriedade para material.

557
Observe abaixo como ficou a folha com a lista de Materiais.

Salve o desenho com o nome “Detalhamento Montagem Furador de Anéis”.

558
1.35 Exercício 32 – Detalhamento Mandíbula

Siga os passos abaixo para a abertura do template de detalhamento.

Acesse o menu arquivo, clique em novo.

Clique em Templates Personalizados e selecione o arquivo Template de


detalhamento e clique em OK.

Em paleta de vista, vá em procurar e selecione a peça Mandíbula Fixa


localizada na lição 08, conforme imagem abaixo.

559
Faça a sequência abaixo para colocar todas as vistas na folha.

Selecione a vista Frontal e arraste para folha de desenho.

Insira as vistas lateral, superior e isométrica.

560
Note que a escala da folha está 1:1.2, caso as vistas na sua folha do desenho
não esteja de acordo com a da imagem, você pode alterar clicando com o botão direito
sobre a folha, propriedades e alterar a escala conforme desejar.

Clique na aba Exibir Layout e selecione a ferramenta Seção de corte parcial,


como mostrado abaixo.

561
Uma vista de seção de corte parcial recorta uma parte de uma vista de desenho
para expor o interior. Um hachurado é gerado automaticamente nas faces cortadas
de todos os componentes.

A seção de corte parcial é parte de uma vista de desenho, não é uma vista
separada. Um perfil fechado, por padrão com o auxílio de spline, define a seção de
corte parcial. O perfil pode ser criado antes de iniciar o comando utilizando outra
geometria de esboço.

O material é removido até uma profundidade especificada pelo usuário para


expor detalhes internos. Especifique a profundidade através de um número ou
selecionando uma geometria em uma vista de desenho.

Observe que não é possível criar uma seção de corte parcial em uma vista de
detalhes, de seção ou de posição alternativa. Caso criar uma seção de corte parcial
em uma vista explodida, não poderá recolher a vista.

Crie uma spline conforme ilustração abaixo.

Após criar a spline, perceba na imagem a seguir que a janela de Seção de


corte parcial é exibida.

562
Observe abaixo o PropertyManager do comando seção de corte parcial.

Referência de profundidade:
Selecione uma geometria,
como uma aresta ou um eixo,
na mesma vista ou em uma
vista relacionada.

Exibe a seção de corte


parcial durante a alteração
da profundidade.

Defina as opções no PropertyManager como na imagem abaixo e confirme.

563
Na imagem abaixo mostra como irá ficar a sua vista de corte parcial.

Clique na aba Anotação e selecione o recurso Itens do modelo.

Habilite a opção Importar itens para todas as vistas, em opções de dimensões


selecione a opção Marcado para desenho e Chamada de furo. Observe na imagem
abaixo que você não precisa selecionar nenhuma vista. Clique em OK

564
Organize as cotas conforme a imagem a seguir.

Clique na vista Isométrica. Observe na imagem abaixo que irá surgir no canto
esquerdo um menu com as configurações da vista de desenho. Clique na aba Estilo
de exibição e selecione Sombreado com arestas.

565
Note na imagem abaixo que as informações da legenda foram preenchidas
automático, pois já estamos com as propriedades da peça preenchida.

Caso queira verificar as propriedades preenchidas, ou queira fazer alguma


alteração em uma delas, clique com o botão esquerdo em uma vista, selecione Abrir
peça Abrir mandíbula fixa, como mostrado abaixo.

Observe abaixo os passos para verificar as propriedades.

Clique no menu arquivo, selecione Propriedades.

566
Clique na guia Personalizar, verifique o que está preenchido, caso queira
fazer alguma alteração ou adicionar mais alguma propriedade, fique à vontade.
Clique em OK.

Salve e feche o documento.

Salve o desenho como “Detalhamento Mandíbula fixa”.

567
1.36 Exercício 33 – Detalhamento Conjunto Morsa

Acesse o menu arquivo, clique em novo.

Clique em Templates Personalizados e selecione o arquivo Template de


detalhamento e clique em OK, como mostrado abaixo.

Em paleta de vista, localize o arquivo de montagem Morsa, que está salvo como
Estudo de caso 01, na pasta da lição 08.

Siga os passos abaixo para a inserção das vistas na folha de detalhamento.

Insira a vista frontal e a vista isométrica.

568
Pressione a tecla ESC para encerrar o comando de projeção de vista.

Observe abaixo que não existe a vista explodida e será preciso cria-la.

Siga os passos a seguir para criar a vista explodida da montagem.

Clique na vista isométrica da morsa e clique em abrir a montagem.

569
Com a montagem aberta, vá na aba de montagem e selecione vista explodida.

Faça a explosão conforme imagem abaixo.

Com a montagem explodida, clique em salvar e após fechar.

Na folha de desenho novamente, clique com o botão direito na vista isométrica


e selecione Exibir no estado explodido.

570
Observe abaixo a vista explodida.

Agora, siga os passos a seguir para criação de uma vista alternativa.

Clique na aba Exibir layout selecione o recurso Vista de posição alternativa.

Selecione a vista frontal do desenho e clique em OK.

571
2º clique em Ok

1º Renomeie a configuração
como Abertura da morsa.

Observe que o SolidWorks abre automaticamente a montagem e habilita o


recurso Mover componente. Clique na mandíbula móvel e arraste o mouse como se
fosse abrir a Morsa.

Arraste a montagem, no sentido da


seta.

572
Com a montagem totalmente aberta, clique em ok.

Observe que automaticamente retornamos para o detalhamento. Os


componentes que foram movidos simulam o movimento no desenho através de uma
representação em linhas tracejadas.

Clique na vista explodida, clique em Estilo de exibição para visualizar as opções


de visualização e selecione Sombreado com arestas, como na imagem abaixo.

573
Clique na aba Anotação e selecione Nota, configure conforme imagem abaixo.

574
Insira a anotação conforme ilustração abaixo.

Selecione a vista explodida, clique na aba Anotação e selecione Balão


automático, conforme imagem abaixo.

Posicione os balões conforme achar melhor e mais organizado.

Observe abaixo, a vista explodia com os balões.

575
Faça a sequência abaixo para inserir e configurar a lista de materiais.

Insira uma lista de materiais.

Posicione a lista de matérias à cima da legenda.

Clique na célula C, selecione Propriedades da coluna no menu flutuante.

576
Na guia nome da propriedade selecione Material.

Clique com o botão direito sobre a célula C selecione Inserir Coluna direita.

Selecione a célula D, clique em Propriedades da coluna.

577
Na guia nome da propriedade selecione Massa.

Clique com o botão direito sobre a célula D e selecione Inserir Coluna direita.

Clique na célula E, selecione Propriedades da coluna no menu flutuante.

Na guia nome da propriedade selecione Código.

578
A lista de material deve ficar conforme imagem abaixo.

Salve o desenho como “Detalhamento Conjunto Morsa” e feche.

579