Você está na página 1de 651

03/08/2019 Sem título

Página 1

Página 2

Também por Robert Greene


Domínio

A 50ª Lei (com 50 Cent)


As 33 estratégias de guerra (uma produção de Joost Elffers)
A arte da sedução (uma produção de Joost Elffers)
As 48 leis do poder (uma produção de Joost Elffers)

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 1/94
03/08/2019 Sem título

Página 5
3
4

VIKING
Uma impressão da Penguin Random House LLC
375 Hudson Street
Nova York, Nova York 10014
penguinrandomhouse.com
Copyright © 2018 por Robert Greene
Pinguim suporta direitos autorais. Os direitos autorais alimentam a criatividade, estimulam diversas vozes, promovem
liberdade de expressão e cria uma cultura vibrante. Obrigado por comprar uma edição autorizada deste
livro e por cumprir as leis de direitos autorais por não reproduzir, escanear ou distribuir
parte de qualquer forma sem permissão. Você está apoiando escritores e permitindo que a Penguin
continue a publicar livros para todos os leitores.
ISBN 9780525428145 (capa dura)
ISBN 9780698184541 (ebook)
ISBN 9780525561804 (edição internacional)
Versão 1

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 2/94
03/08/2019 Sem título

Página 6

Para a minha mae

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 3/94
03/08/2019 Sem título

Página 7

Conteúdo

Também por Robert Greene


Folha de rosto
direito autoral
Dedicação
Introdução
1 Domine Seu Eu Emocional
A lei da irracionalidade
A Athena Interior

Primeiro passo: reconhecer os preconceitos


Segundo passo: Cuidado com os fatores de inflamação

Terceiro Passo: Estratégias para Trazer o Ser Racional


2 Transforme o amor próprio em empatia
A lei do narcisismo
O espectro narcisista
Exemplos de tipos narcisistas
3 veja através das máscaras das pessoas
A lei do jogo de papéis
O segundo idioma
Habilidades de observação
Chaves de Decodificação
A arte da gestão de impressões
4 Determine a força do caráter das pessoas
A lei do comportamento compulsivo
O padrão
Sinais De Personagem
Tipos tóxicos
O personagem superior
5 Torne-se um objeto indescritível de desejo
A lei da cobiça
O objeto do desejo

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 4/94
03/08/2019 Sem título

Página 8

Estratégias para estimular o desejo


O Supremo Desejo
6 Eleve sua perspectiva
A lei da miopia
Momentos de loucura
Quatro sinais de imprudência e estratégias para superá-los
O humano perspicaz
7 suavizar a resistência das pessoas, confirmando sua auto-opinião
A Lei da Defensividade
O jogo da influência
Cinco estratégias para se tornar um mestre em persuasão
A mente flexível - auto-estratégias
8 Mude suas circunstâncias mudando sua atitude
A lei da auto-sabotagem
A liberdade final

A atitude constritiva (negativa)


A atitude expansiva (positiva)
9 Confrontar o seu lado negro
A lei da repressão
O lado obscuro
Decifrando a Sombra: Comportamento Contraditório
O ser humano integrado
10 Cuidado com o Ego Frágil
A lei da inveja
Amigos fatais
Sinais de inveja
Tipos de Enviadores
Gatilhos de inveja
Além da inveja

11 Conheça seus limites


A lei da grandiosidade
O delírio do sucesso
O líder grandioso
Grandiosidade Prática
12 Reconectar-se ao Masculino ou Feminino Dentro de Você

A lei da rigidez de gênero


O gênero autêntico
Projeção de gênero - tipos

Página 9

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 5/94
03/08/2019 Sem título

O homem / mulher original


13 Avance com um senso de propósito
A Lei da Despreocupação
A voz
Estratégias para Desenvolver um Alto Sentido de Propósito
A atração de propósitos falsos
14 Resista ao puxar para baixo do grupo
A lei da conformidade
Uma experiência na natureza humana
O Tribunal e seus cortesãos
O grupo da realidade

15 Faça-os querer segui-lo


A lei da inconstância
A Maldição do Titular
Estratégias para o estabelecimento de autoridade

A autoridade interna
16 Veja a hostilidade por trás da fachada amigável
A lei da agressão
O agressor sofisticado
A fonte da agressão humana
Agressão passiva - suas estratégias e como combatê-las
Agressão Controlada
17 Aproveite o momento histórico
A lei da miopia geracional
A maré alta
O Fenômeno Geracional
Padrões Geracionais
Estratégias para explorar o espírito dos tempos
O humano além do tempo e da morte
18 Medite na nossa mortalidade comum
A Lei da Negação da Morte
A bala no lado
Uma Filosofia da Vida Através da Morte
Agradecimentos
Bibliografia Selecionada

Índice
Sobre o autor

Página 10

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 6/94
03/08/2019 Sem título

Introdução
Se você se deparar com algum traço especial de maldade ou estupidez. . . Você deve ser
cuidado para não deixá-lo aborrecer ou afligir você, mas considerá-lo meramente como
além de seu conhecimento - um novo fato a ser considerado no estudo dos
caráter da humanidade. Sua atitude em relação a isso será a do
mineralogista que se depara com um espécime muito característico de um mineral.
- Arthur Schopenhauer

T
ao longo do curso de nossas vidas, inevitavelmente temos que lidar com um
variedade de indivíduos que criam problemas e fazem nossas vidas
difícil e desagradável. Alguns desses indivíduos são líderes ou
chefes, alguns são colegas e alguns são amigos. Eles podem ser
agressivo ou passivo-agressivo, mas eles são geralmente mestres em
jogando em nossas emoções. Eles costumam parecer encantadores e refrescantes
confiante, cheia de idéias e entusiasmo, e nós caímos
seu feitiço. Somente quando é tarde demais, descobrimos que a confiança deles
é irracional e suas idéias mal concebidas. Entre os colegas, eles podem
sejam aqueles que sabotam o nosso trabalho ou carreiras por inveja secreta, excitados
para nos derrubar. Ou eles podem ser colegas ou contratados que revelam, para
nosso desânimo, que eles estão completamente fora de si, usando-nos como
degraus.
O que inevitavelmente acontece nessas situações é que somos apanhados
guarda, não esperando tal comportamento. Muitas vezes esses tipos vão nos atingir
elaborar histórias de capa para justificar suas ações, ou culpar
bodes expiatórios. Eles sabem como nos confundir e nos atrair para um drama
eles controlam. Podemos protestar ou ficar com raiva, mas no final nos sentimos
bastante indefeso - o dano está feito. Então outro tipo entra
nossa vida, e a mesma história se repete.
Muitas vezes notamos uma sensação semelhante de confusão e desamparo
quando se trata de nós mesmos e do nosso próprio comportamento. Por exemplo, nós
De repente, diga algo que ofenda nosso chefe, colega ou amigo
não temos certeza de onde veio, mas estamos frustrados em encontrar
que alguma raiva e tensão de dentro vazou de uma forma que
nós lamentamos. Ou talvez nós entusiasticamente jogamos nosso peso em algum
projeto ou esquema, apenas para perceber que era muito tolo e terrível

Página 11

perda de tempo. Ou talvez nos apaixonemos por uma pessoa que é precisamente

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 7/94
03/08/2019 Sem título

o tipo errado para nós e nós sabemos disso, mas não podemos nos ajudar.
O que veio sobre nós, nos perguntamos?
Nestas situações, nos pegamos caindo em auto-destrutivo
padrões de comportamento que não conseguimos controlar. É como se nós
abrigar um estranho dentro de nós, um pequeno demônio que opera de forma independente
da nossa força de vontade e nos empurra para fazer as coisas erradas. E isto
estranho dentro de nós é bastante estranho, ou pelo menos mais estranho do que como nós
imagine-se.
O que podemos dizer sobre essas duas coisas - as ações feias das pessoas e
nosso comportamento ocasionalmente surpreendente - é que geralmente não temos
pista sobre o que os causa. Podemos nos apegar a alguns simples
explicações: "Essa pessoa é malvada, sociopata" ou "Algo veio
sobre mim; Eu não era eu mesmo ”. Mas essas descrições não levam a nenhuma
compreender ou impedir que os mesmos padrões se repitam. A verdade
é que nós humanos vivemos na superfície, reagindo emocionalmente ao que
as pessoas dizem e fazem. Nós formamos opiniões de outros e de nós mesmos que são
bastante simplificado. Nós nos contentamos com a história mais fácil e conveniente
para nos dizer.
E se, no entanto, pudéssemos mergulhar abaixo da superfície e vermos profundamente
dentro, aproximando-se das verdadeiras raízes do que causa a
comportamento? E se pudéssemos entender por que algumas pessoas ficam com inveja?
e tentar sabotar nosso trabalho, ou por que a confiança equivocada deles causa
imaginá-los como divinos e infalíveis? E se pudéssemos
realmente entender por que as pessoas de repente se comportam irracionalmente e revelam um
muito mais sombrio ao seu caráter, ou por que eles estão sempre prontos para
fornecer uma racionalização para o seu comportamento, ou por que nos voltamos continuamente
para os líderes que apelam para o pior em nós? E se pudéssemos olhar profundamente
dentro e julgar o caráter das pessoas, evitando as más contratações e
relacionamentos pessoais que nos causam tanto dano emocional?
Se realmente entendêssemos as raízes do comportamento humano, seria
muito mais difícil para os tipos mais destrutivos se afastarem continuamente
com suas ações. Nós não seríamos tão facilmente encantados e enganados. Nós
seria capaz de antecipar suas manobras desagradáveis e manipuladoras
e ver através de suas histórias de capa. Nós não nos permitiríamos
ser arrastado em seus dramas, sabendo de antemão que o nosso interesse é
o que eles dependem para o seu controle. Nós finalmente roubá-los

Página 12

seu poder através da nossa capacidade de olhar para as profundezas da sua


personagem.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 8/94
03/08/2019 Sem título

Dademesma
fonte nossasforma, com
emoções nóspreocupantes
mais mesmos, e seepudéssemos
porque eles olhar para
dirigem dentro e ver o
nossa
comportamento, muitas vezes contra os nossos próprios desejos? E se pudéssemos entender
por que somos tão obrigados a desejar o que outras pessoas têm, ou
identificar tão fortemente com um grupo que sentimos desprezo por aqueles que
estão do lado de fora? E se pudéssemos descobrir o que nos faz mentir
sobre quem somos ou para inadvertidamente afastar as pessoas?
Ser capaz de entender mais claramente que um estranho dentro de nós
nos ajudar a perceber que não é um estranho em tudo, mas uma parte muito importante
nós mesmos, e que somos muito mais misteriosos, complexos e
interessante do que havíamos imaginado. E com essa consciência nós faríamos
ser capaz de quebrar os padrões negativos em nossas vidas, pare de inventar desculpas
para nós mesmos, e obter um melhor controle sobre o que fazemos e o que acontece
para nós.
Ter tanta clareza sobre nós mesmos e outros poderia mudar o
o curso de nossas vidas de muitas maneiras, mas primeiro devemos esclarecer
equívoco comum: tendemos a pensar em nosso comportamento como em grande parte
consciente e voluntarioso. Imaginar que nem sempre estamos no controle de
o que fazemos é um pensamento assustador, mas na verdade é a realidade . Nós somos
sujeitos a forças de dentro de nós que impulsionam o nosso comportamento e que
operar abaixo do nível de nossa consciência. Nós vemos os resultados - nossos
pensamentos, humores e ações - mas têm pouco acesso consciente ao que
Na verdade, move nossas emoções e nos compele a nos comportar de certas maneiras.
Veja a nossa raiva, por exemplo. Geralmente, identificamos um indivíduo ou
um grupo como a causa dessa emoção. Mas se fôssemos honestos e cavados
mais fundo, veríamos que muitas vezes desencadeia nossa raiva ou
a frustração tem raízes mais profundas. Pode ser algo em nossa infância ou
algum conjunto particular de circunstâncias que desencadeia a emoção. Podemos
discernir padrões distintos se olharmos - quando isso ou aquilo acontece,
Bravo. Mas no momento em que sentimos raiva, não somos reflexivos ou
racional - nós apenas montamos a emoção e apontamos os dedos. Nós poderíamos dizer
algo semelhante sobre uma enorme quantidade de emoções que sentimos
tipos específicos de eventos desencadeiam súbita confiança, insegurança ou
ansiedade, ou atração por uma pessoa em particular, ou fome de atenção.
Vamos chamar a coleção dessas forças que empurram e puxam para nós
das profundezas da natureza humana . A natureza humana deriva do

Página 13

particular fiação de nossos cérebros, a configuração do nosso nervoso


sistema, e a maneira como nós humanos processamos emoções, todas
desenvolvido e surgiu ao longo dos cinco milhões de anos ou mais
da nossa evolução como espécie. Podemos atribuir muitos dos detalhes de nossos
natureza para a maneira distinta que evoluímos como um animal social para garantir a nossa
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 9/94
03/08/2019 Sem título

sobrevivência - aprendendo a cooperar com os outros, coordenando nossas ações


com o grupo em alto nível, criando novas formas de comunicação
e formas de manter a disciplina do grupo. Este desenvolvimento precoce vive
dentro de nós e continua a determinar o nosso comportamento, mesmo no
mundo moderno e sofisticado em que vivemos.
Para dar um exemplo, olhe para a evolução da emoção humana. o
a sobrevivência de nossos primeiros ancestrais dependia de sua capacidade de
comunicar uns com os outros bem antes da invenção da linguagem.
Eles desenvolveram novas e complexas emoções - alegria, vergonha, gratidão,
inveja, ressentimento, et cetera. Os sinais dessas emoções podem ser
ler imediatamente em seus rostos, comunicando seus humores rapidamente
e efetivamente. Eles se tornaram extremamente permeáveis às emoções de
outros, como uma maneira de unir o grupo mais fortemente - sentir alegria ou
luto como um - ou permanecer unido diante do perigo.
Até hoje, nós humanos continuamos altamente suscetíveis ao humor e
emoções daqueles que nos rodeiam, obrigando todos os tipos de comportamento em nossa
parte - inconscientemente imitando os outros, querendo o que eles têm, ficando
varrido em sentimentos virais de raiva ou indignação. Nós imaginamos que estamos agindo
de livre e espontânea vontade, sem saber quão profundamente nossa suscetibilidade ao
emoções dos outros no grupo está afetando o que fazemos e como nós
responder.
Podemos apontar para outras forças que emergiram desse passado profundo
e que moldam de forma semelhante o nosso comportamento cotidiano - por exemplo, nossa necessidade
para nos classificar continuamente e medir nossa auto-estima através do nosso
status é uma característica que é perceptível entre todas as culturas de caçadores-coletores,
e até mesmo entre chimpanzés, como são nossos instintos tribais, que causam
nós para dividir as pessoas em pessoas de dentro ou de fora. Podemos adicionar a estes
qualidades primitivas nossa necessidade de usar máscaras para disfarçar qualquer comportamento
que é desaprovado pela tribo, levando à formação de uma sombra
personalidade de todos os desejos sombrios que reprimimos. Nossos ancestrais
entendeu essa sombra e sua periculosidade, imaginando que ela se originou
de espíritos e demônios que precisavam ser exorcizados. Nós confiamos em um
mito diferente - "algo passou por mim".

Página 14

Uma vez que essa corrente ou força primária dentro de nós alcance o nível de
consciência, temos que reagir a isso, e fazemos isso dependendo do nosso
espírito e circunstâncias individuais, geralmente explicando-o
superficialmente sem realmente entender. Devido ao preciso
maneira em que evoluímos, há um número limitado dessas forças de
natureza humana, e eles levam ao comportamento mencionado acima - inveja,

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 10/94
03/08/2019 Sem título

grandiosidade, irracionalidade,
agressão passiva, miopia,
para citar alguns. Elesconformidade,
também levamagressão,
a empatia e
outras formas positivas de comportamento humano.
Por milhares de anos, tem sido nosso destino em grande parte tatear no
sombras quando se trata de entender a nós mesmos e nossa própria
natureza. Temos trabalhado sob tantas ilusões sobre o humano
animal - imaginando descemos magicamente de uma fonte divina, de
anjos em vez de primatas. Nós encontramos quaisquer sinais de nossa primitiva
natureza e nossas raízes animais profundamente angustiante, algo a negar e
reprimir. Nós encobrimos nossos impulsos mais sombrios com todos os tipos de
desculpas e racionalizações, tornando mais fácil para algumas pessoas
afastado com o comportamento mais desagradável. Mas finalmente estamos em um ponto
onde podemos superar nossa resistência à verdade sobre quem somos
através do grande peso do conhecimento que acumulamos agora
sobre a natureza humana.
Podemos explorar a vasta literatura em psicologia acumulada sobre o
últimos cem anos, incluindo estudos detalhados da infância e da
impacto do nosso desenvolvimento inicial (Melanie Klein, John Bowlby, Donald
Winnicott), bem como obras sobre as raízes do narcisismo (Heinz Kohut),
os lados sombrios de nossa personalidade (Carl Jung), as raízes de nossa
empatia (Simon Baron-Cohen) e a configuração de nossas emoções
(Paul Ekman) Podemos agora abater os muitos avanços nas ciências que
pode nos ajudar em nossa autocompreensão - estudos do cérebro (Antonio
Damasio, Joseph E. LeDoux), da nossa composição biológica única
(Edward O. Wilson), da relação entre o corpo e o corpo
mente (VS Ramachandran), dos primatas (Frans de Waal) e dos caçadores
coletores (Jared Diamond), do nosso comportamento econômico (Daniel
Kahneman), e de como operamos em grupos (Wilfred Bion, Elliot
Aronson).
Podemos também incluir neste as obras de certos filósofos
(Arthur Schopenhauer, Friedrich Nietzsche, José Ortega e Gasset) que
iluminaram tantos aspectos da natureza humana, bem como os
insights de muitos romancistas (George Eliot, Henry James, Ralph Ellison),

Página 15

que muitas vezes são os mais sensíveis às partes invisíveis do nosso comportamento.
E, finalmente, podemos incluir a biblioteca em rápida expansão de
biografias agora disponíveis, revelando a natureza humana em profundidade e
açao.
Este livro é uma tentativa de reunir este imenso depósito
de conhecimentos e ideias de diferentes ramos (ver a bibliografia
para as principais fontes), para reunir um guia preciso e instrutivo
à natureza humana, baseando-se na evidência, não em particular
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 11/94
03/08/2019 Sem título

pontos de vista ou juízos morais. É uma avaliação brutalmente realista da nossa


espécies, dissecando quem somos, para que possamos operar com mais consciência.
Considere as leis da natureza humana como um livro de códigos para
decifrar o comportamento das pessoas - ordinário, estranho, destrutivo, o
gama. Cada capítulo lida com um aspecto particular ou lei do
natureza. Podemos chamá-las de leis, sob a influência dessas
forças elementares, nós seres humanos tendem a reagir em relativamente previsível
maneiras. Cada capítulo tem a história de algum indivíduo icônico ou
indivíduos que ilustram a lei (negativa ou positivamente), juntamente com
idéias e estratégias sobre como lidar com você e com os outros sob a
influência desta lei. Cada capítulo termina com uma seção sobre como
transformar esta força humana básica em algo mais positivo e
produtiva, para que não sejamos mais escravos passivos da natureza humana
mas ativamente transformando isso.
Você pode ser tentado a imaginar que esse conhecimento é um pouco antigo
antiquado. Afinal, você pode argumentar, agora somos tão sofisticados e
tecnologicamente avançado, tão progressista e iluminado; temos
moveu-se bem além de nossas raízes primitivas; Nós estamos no processo de
reescrevendo nossa natureza. Mas a verdade é de fato o oposto - nós temos
nunca esteve mais no escravo da natureza humana e sua destrutiva
potencial do que agora. E ignorando esse fato, estamos brincando com fogo.
Veja como a permeabilidade de nossas emoções foi apenas
aumentada através da mídia social, onde os efeitos virais são continuamente
varrendo através de nós e onde os líderes mais manipuladores são capazes
para nos explorar e nos controlar. Olhe para a agressão que agora é abertamente
exibido no mundo virtual, onde é muito mais fácil jogar fora
nossos lados sombrios sem repercussões. Observe como nossas propensões
comparar-nos com os outros, sentir inveja e buscar status
através da atenção só se intensificaram com a nossa capacidade de
comunicar tão rapidamente com tantas pessoas. E finalmente, olhe para o nosso

Página 16

tendências tribais e como eles encontraram agora o meio perfeito para


operar - podemos encontrar um grupo para nos identificar, reforçar nossa
opiniões em uma câmara de eco virtual, e demonizar quaisquer estranhos,
levando a intimidação de mob. O potencial para o caos
do lado primitivo da nossa natureza só aumentou.
É simples: a natureza humana é mais forte do que qualquer indivíduo,
qualquer instituição ou invenção tecnológica. Isso acaba moldando o que nós
criar para refletir a si mesmo e suas raízes primitivas. Nos move como
peões.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 12/94
03/08/2019 Sem título

Ignore as leis por sua própria conta e risco. Recusando-se a entrar em acordo com
a natureza humana significa simplesmente que você está se condenando a padrões
além de seu controle e sentimentos de confusão e desamparo.

-
As leis da natureza humana são projetadas para você mergulhar em todos os aspectos
do comportamento humano e iluminar suas causas. Se você deixar isso guiar
você vai alterar radicalmente como você percebe as pessoas e todo o seu
abordagem para lidar com eles. Também mudará radicalmente como você
Veja você mesmo. Ele realizará essas mudanças de perspectiva no
seguintes maneiras:
Primeiro, as Leis trabalharão para transformar você em um ambiente mais calmo e mais
observador estratégico de pessoas, ajudando a libertá-lo de todas as
drama emocional que desnecessariamente drena você.
Estar perto de pessoas agita nossas ansiedades e inseguranças quanto ao
como os outros nos percebem. Uma vez que sentimos tais emoções, torna-se muito
difícil observar as pessoas quando somos atraídos para nossos próprios sentimentos,
avaliar o que as pessoas dizem e fazem em termos pessoais - elas gostam de mim
ou não gosta de mim? As Leis ajudarão você a evitar cair nessa armadilha
revelando que as pessoas geralmente lidam com emoções e problemas
que têm raízes profundas. Eles estão experimentando alguns desejos e
desapontamentos que lhe antecedem por anos e décadas. Você cruza
seu caminho em um determinado momento e se tornar o alvo conveniente de
sua raiva ou frustração. Eles estão projetando em você certas qualidades
eles querem ver. Na maioria dos casos, eles não estão se relacionando com você como um
Individual.

Página 17

Isso não deve perturbar você, mas libertar você. O livro vai te ensinar
para deixar de tomar pessoalmente seus comentários insinuantes, mostra de
frieza ou momentos de irritação. Quanto mais você entender isso, mais fácil
será reagir não com suas emoções, mas sim com o desejo de
Entenda de onde seu comportamento pode vir. Você vai se sentir muito
mais calmo no processo. E como isso se enraizar em você, você será menos
propenso a moralizar e julgar as pessoas; em vez disso você vai aceitá-los e
suas falhas como parte da natureza humana. As pessoas vão gostar mais de você como
eles sentem essa atitude tolerante em você.
Segundo, as leis farão de você um intérprete mestre das sugestões
que as pessoas emitem continuamente, dando-lhe uma capacidade muito maior de

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 13/94
03/08/2019 Sem título

julgar seu caráter.


Normalmente, se prestarmos atenção ao comportamento das pessoas, estamos com pressa
para encaixar suas ações em categorias e se apressar para conclusões, por isso
contentar-se com o julgamento que atenda aos nossos próprios preconceitos. Ou nós
aceitar suas explicações auto-serviço. As leis vão te livrar disso
hábito, deixando claro como é fácil interpretar mal as pessoas e como
primeiras impressões enganosas podem ser. Você vai se atrasar,
desconfie do seu julgamento inicial e, em vez disso, treine-se para analisar
o que você vê.
Você vai pensar em termos de opostos - quando as pessoas exibem abertamente
algum traço, como confiança ou hipermasculinidade, eles são mais frequentemente
escondendo a realidade contrária. Você vai perceber que as pessoas são
continuamente tocando para o público, fazendo um show de ser progressista
e santo só para melhor disfarçar sua sombra. Você vai ver os sinais
desta sombra vazando na vida cotidiana. Se as pessoas tomam uma ação que
parece fora do personagem, você vai tomar nota: o que muitas vezes aparece fora de
personagem é na verdade mais do seu verdadeiro caráter. Se as pessoas são
essencialmente preguiçoso ou tolo, eles deixam pistas para isso no menor dos
detalhes que você pode pegar bem antes que o comportamento deles prejudique você. o
capacidade de avaliar o verdadeiro valor das pessoas, seu grau de lealdade e
conscienciosidade, é uma das habilidades mais importantes que você pode possuir,
ajudando você a evitar as más contratações, parcerias e relacionamentos que
pode tornar sua vida miserável.
Em terceiro lugar, as leis irão capacitá-lo a assumir e superar o tóxico
tipos que inevitavelmente atravessam o seu caminho e que tendem a causar
dano emocional a termo.

Página 18

Pessoas agressivas, invejosas e manipuladoras não costumam


Anuncie-se como tal. Eles aprenderam a parecer encantadores
nos encontros iniciais, para usar lisonja e outros meios de nos desarmar.
Quando nos surpreendem com seu comportamento feio, nos sentimos traídos,
zangado e indefeso. Eles criam pressão constante, sabendo que em
fazendo isso, eles sobrecarregam nossas mentes com sua presença, tornando
duplamente difícil pensar em linha reta ou criar estratégias.
As leis ensinam como identificar esses tipos com antecedência
qual é a sua maior defesa contra eles. Ou você vai ficar longe
deles ou, prevendo suas ações manipuladoras, você não será
blindsided e, portanto, será mais capaz de manter o seu emocional
equilibrar. Você aprenderá a mentalmente reduzi-los ao tamanho e focar
as fraquezas gritantes e inseguranças por trás de toda a sua arrogância. Você

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 14/94
03/08/2019 Sem título

não vai cair em seu mito, e isso vai neutralizar a intimidação


eles dependem. Você vai zombar de suas histórias de capa e elaborar
explicações para o seu comportamento egoísta. Sua capacidade de permanecer calmo será
enfurecê-los e, muitas vezes, empurrá-los para overreaching ou fazendo um
erro.
Em vez de ser sobrecarregado por esses encontros, você pode até
venha apreciá-los como uma chance de aprimorar suas habilidades de autodomínio
e endurecer-se. Superando apenas um desses tipos dará
Você tem uma grande dose de confiança que você pode lidar com o pior em humanos
natureza.
Em quarto lugar, as Leis ensinarão as verdadeiras alavancas para motivar e
influenciando as pessoas, tornando o seu caminho na vida muito mais fácil.
Normalmente, quando encontramos resistência a nossas idéias ou planos, não podemos
ajudar a tentar mudar diretamente a mente das pessoas discutindo, dando palestras ou
persuadindo-os, o que os torna mais defensivos. As leis serão
te ensinar que as pessoas são naturalmente teimosas e resistentes à influência.
Você deve começar qualquer tentativa diminuindo sua resistência e nunca
inadvertidamente alimentando suas tendências defensivas. Você vai treinar
você mesmo para discernir suas inseguranças e nunca, inadvertidamente, agitá-las
acima. Você vai pensar em termos de sua auto-interesse e da auto-opinião
eles precisam ser validados.
Entendendo a permeabilidade das emoções, você aprenderá que o
O meio mais eficaz de influenciar é alterar o seu humor e atitude.
As pessoas estão respondendo à sua energia e comportamento ainda mais do que
suas palavras. Você vai se livrar de qualquer atitude defensiva da sua parte. Em vez de,

Página 19

sentir-se relaxado e genuinamente interessado na outra pessoa terá um


efeito positivo e hipnótico. Você aprenderá que, como líder, é o melhor
meio de mover as pessoas em sua direção está em definir o tom certo
através de sua atitude, empatia e ética de trabalho.
Em quinto lugar, as leis vão fazer você perceber o quão profundamente as forças de
a natureza humana operar dentro de você, dando-lhe o poder de alterar o seu
próprios padrões negativos.
Nossa resposta natural para ler ou ouvir sobre o mais escuro
qualidades na natureza humana é nos excluirmos. É sempre o outro
pessoa que é narcisista, irracional, invejosa, grandiosa, agressiva ou
passivo-agressivo. Nós quase sempre nos vemos como tendo o melhor
intenções. Se nos desviarmos, é culpa das circunstâncias ou das pessoas
obrigando-nos a reagir negativamente. As leis vão fazer você parar uma vez e
por todo esse processo auto-ilusório. Somos todos cortados do mesmo tecido

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 15/94
03/08/2019 Sem título

emaior
todosonós
seu compartilhamos as mesmas
poder será na superação tendências.
dessas Quantopotencialmente
características mais cedo vocênegativas
perceber isso, o
Dentro de você. Você vai examinar seus próprios motivos, olhar para o seu próprio
sombra, e tome consciência das suas próprias tendências passivo-agressivas.
Isso tornará muito mais fácil identificar tais características em outras.
Você também vai se tornar mais humilde, percebendo que você não é superior a
outros da maneira que você imaginou. Isso não vai fazer você se sentir culpado
ou sobrecarregado pela sua autoconsciência, mas pelo contrário. Você
aceitar-se-á como um indivíduo completo, abraçando tanto os bons
e o ruim, abandonando sua auto-imagem falsificada como um santo. Você sentirá
aliviado de suas hipocrisias e livre para ser mais você mesmo. As pessoas serão
atraído por essa qualidade em você.
Em sexto lugar, as leis irão transformá-lo em um mais empático
individual, criando laços mais profundos e mais satisfatórios com o
pessoas ao seu redor.
Nós humanos nascemos com um tremendo potencial para
compreender as pessoas em um nível que não é meramente intelectual. É um
poder desenvolvido pelos nossos primeiros antepassados, em que eles aprenderam como
para intuir os humores e sentimentos dos outros, colocando-se em
sua perspectiva.
As Leis irão instruí-lo sobre como trazer esse poder latente para
o mais alto grau possível. Você vai aprender a cortar lentamente o seu
monólogo interior incessante e ouvir mais de perto. Você vai treinar

Página 20

a si mesmo para assumir o ponto de vista do outro da melhor maneira possível. Você vai usar
sua imaginação e experiências para ajudá-lo a sentir como eles podem se sentir.
Se eles estão descrevendo algo doloroso, você tem o seu próprio doloroso
momentos para desenhar como análogos. Você não será simplesmente intuitivo
mas sim você vai analisar as informações que você recolher neste empático
moda, ganhando insights. Você vai continuamente ciclo entre empatia
e análise, sempre atualizando o que você observa e aumentando o seu
capacidade de ver o mundo através dos olhos. Você vai notar um físico
sensação de conexão entre você e o outro que emergirá
desta prática.
Você precisará de um grau de humildade nesse processo. Você nunca pode
sabe exatamente o que as pessoas estão pensando e pode facilmente cometer erros,
e assim você não deve correr para julgamentos, mas manter-se aberto para
aprendendo mais. As pessoas são mais complexas do que você imagina. Seu objetivo
é simplesmente ver melhor o ponto de vista deles. Enquanto você passa por isso
processo, torna-se como um músculo que fica mais forte quanto mais você
exercê-lo.
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 16/94
03/08/2019 Sem título

Cultivar tal empatia terá inúmeros benefícios. Somos todos


auto-absorvido, preso em nossos próprios mundos. É uma terapêutica e
experiência libertadora para ser tirada fora de nós mesmos e para o mundo
de outro. É o que nos atrai para filmar e qualquer forma de ficção,
entrando nas mentes e perspectivas de pessoas tão diferentes
nós mesmos. Através desta prática toda a sua maneira de pensar mudará.
Você está se treinando para deixar de lado os preconceitos, para estar vivo no
momento, e adaptar continuamente as suas ideias sobre as pessoas. Você irá
encontrar tal fluidez afetando como você ataca os problemas em geral - você
vai encontrar-se entreter outras possibilidades, tendo alternativas
perspectivas. Essa é a essência do pensamento criativo.
Finalmente, as leis vão alterar a forma como você vê o seu próprio potencial,
tornando você consciente de um eu superior e ideal dentro de você
quer trazer para fora.
Podemos dizer que nós humanos temos dois eus contrários dentro de nós - um
mais baixo e mais alto. O menor tende a ser mais forte. Seus impulsos nos puxam
em reações emocionais e posturas defensivas, fazendo-nos sentir
auto-justos e superiores aos outros. Isso nos faz pegar para imediato
prazeres e distrações, sempre tomando o caminho de menor resistência. isto
nos induz a adotar o que as outras pessoas estão pensando, nos perdendo em
o grupo.

Página 21

Sentimos os impulsos do eu superior quando somos atraídos para fora


nós mesmos, querendo nos conectar mais profundamente com os outros, para absorver
mentes em nosso trabalho, pensar em vez de reagir, seguir nosso próprio caminho
vida e descobrir o que nos torna únicos. Quanto mais baixo é o mais
animal e lado reativo da nossa natureza, e um que nós facilmente deslizamos.
Quanto maior é o lado mais humano da nossa natureza, o lado que
nos faz pensativos e auto-conscientes. Porque o impulso maior é
mais fraca, conectando-se a ela requer esforço e discernimento.
Trazer esse eu ideal dentro de nós é o que todos realmente queremos
porque é apenas no desenvolvimento deste lado de nós mesmos que nós humanos
Sinta-se verdadeiramente realizado. O livro irá ajudá-lo a conseguir isso, fazendo
você está ciente dos elementos potencialmente positivos e ativos contidos
dentro de cada lei.
Conhecendo nossa propensão à irracionalidade, você aprenderá a se tornar
ciente de como suas emoções colorem seu pensamento (capítulo 1), dando a você
a capacidade de subtraí-los e tornar-se verdadeiramente racional. Sabendo como
nossa atitude na vida afeta o que acontece conosco, e quão naturalmente
mentes tendem a se fechar por medo (capítulo 8), você aprenderá como

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 17/94
03/08/2019 Sem título

forjar uma atitude expansiva e destemida. Sabendo que você tem o


propensão a se comparar com os outros (capítulo 10), você usará
isso como um estímulo para se destacar na sociedade através de seu trabalho superior, para admirar
aqueles que alcançam grandes coisas, e se inspiram em seu exemplo para
imitá-los. Você vai trabalhar essa magia em cada uma das qualidades primitivas,
usando o seu conhecimento expandido da natureza humana para resistir ao forte
puxar para baixo da sua natureza inferior.
Pense no livro da seguinte maneira: você está prestes a se tornar um
aprendiz na natureza humana. Você estará desenvolvendo algumas habilidades - como
para observar e medir o caráter de seus companheiros humanos e ver
em suas próprias profundezas. Você vai trabalhar em trazer o seu eu superior.
E através da prática você vai emergir um mestre da arte, capaz de
frustrar o pior que outras pessoas podem jogar em você e moldar
você mesmo em um indivíduo mais racional, autoconsciente e produtivo.
O homem só se tornará melhor quando você o fizer ver como ele é.
—Anton Chekhov

Página 22

Domine Seu Eu Emocional

A lei da irracionalidade

Y
Você gosta de se imaginar no controle do seu destino, conscientemente
planejando o curso da sua vida da melhor maneira possível. Mas você é
em grande parte inconsciente de quão profundamente suas emoções dominam você. Eles
faça você se virar para ideias que acalmam seu ego. Eles fazem você
procure evidências que confirmem o que você já quer acreditar.
Eles fazem você ver o que você quer ver, dependendo do seu humor,
e esta desconexão da realidade é a fonte das más decisões e
padrões negativos que assombram sua vida. Racionalidade é a capacidade de

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 18/94
03/08/2019 Sem título

neutralizar esses efeitos emocionais, pensar em vez de reagir, abrir


sua mente para o que está realmente acontecendo, ao contrário do que você é
sentindo-me. Isso não vem naturalmente; é um poder que devemos cultivar,
mas ao fazê-lo, percebemos nosso maior potencial.

A Athena Interior

Um dia, no final do ano 432 aC, os cidadãos de Atenas


recebeu algumas notícias muito perturbadoras: representantes da cidade-estado
de Esparta tinha chegado na cidade e apresentou ao governo ateniense
conciliar novos termos de paz. Se Atenas não concordar com esses termos,
então Esparta declararia guerra. Esparta era o arquiinimigo de Atenas e
muitas maneiras seu oposto polar. Atenas liderou uma liga de estados democráticos
na região, enquanto Sparta liderou uma confederação de oligarquias, conhecida como
os Peloponnesianos. Atenas dependia de sua marinha e de sua riqueza -
era o poder comercial proeminente no Mediterrâneo. Esparta
dependia de seu exército. Foi um estado militar total. Até então, o
duas potências haviam evitado uma guerra direta porque as conseqüências
poderia ser devastador - não só o lado derrotado poderia perder

Página 23

influência na região, mas todo o seu modo de vida poderia ser colocado
perigo - certamente para Atenas sua democracia e sua riqueza. Agora,
no entanto, a guerra parecia inevitável e uma sensação de desgraça iminente
rapidamente se estabeleceu na cidade.
Poucos dias depois, a Assembléia ateniense se reuniu no Pnyx Hill
com vista para a Acrópole para debater o ultimato espartano e decidir
o que fazer. A Assembléia foi aberta a todos os cidadãos do sexo masculino e
dia perto de dez mil deles lotado na colina para participar
o debate. Os falcões entre eles estavam em um estado de grande agitação
Atenas deveria aproveitar a iniciativa e atacar Sparta primeiro, disseram eles.
Outros lembraram que em uma batalha terrestre as forças espartanas
quase imbatível. Atacar Sparta dessa maneira jogaria direto
em suas mãos. As pombas eram todas a favor de aceitar a paz
termos, mas como muitos apontaram, isso só mostraria medo e
encorajar os espartanos. Só lhes daria mais tempo para ampliar
seu exército. Para trás e para frente foi o debate, com emoções ficando
aquecido, pessoas gritando, e nenhuma solução satisfatória à vista.
Então, no final da tarde, a multidão de repente cresceu
quieto como uma figura familiar se adiantou para se dirigir à Assembléia.
Este foi Péricles, o mais velho estadista da política ateniense, agora
sessenta anos de idade. Péricles era amado e sua opinião seria importante
mais do que qualquer um, mas apesar do respeito dos atenienses por ele, eles
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 19/94
03/08/2019 Sem título

achou-o um líder muito peculiar - mais filósofo do que


político. Para aqueles com idade suficiente para lembrar o início de sua carreira,
Foi verdadeiramente surpreendente o quão poderoso e bem sucedido ele se tornou. Ele
não fez nada do jeito habitual.
Nos primeiros anos de sua democracia, antes de Péricles
apareceu em cena, os atenienses tinham preferido uma certa
tipo de personalidade em seus líderes - homens que poderiam dar uma inspiradora,
discurso persuasivo e tinha um talento para o drama. No campo de batalha estes
os homens eram tomadores de risco; eles muitas vezes empurraram para campanhas militares que
eles poderiam liderar, dando-lhes uma chance de ganhar glória e atenção. Eles
avançaram suas carreiras representando alguma facção na Assembléia—
latifundiários, soldados, aristocratas - e fazendo tudo o que podiam para
além de seus interesses. Isso levou a uma política altamente divisiva. Líderes
subir e descer em ciclos de alguns anos, mas os atenienses estavam bem com
esta; eles desconfiavam de qualquer um que durasse muito tempo no poder.

Página 24

Então Péricles entrou na vida pública por volta de 463 aC, e Atenas
a política nunca seria a mesma. Seu primeiro movimento foi o mais incomum
de tudo. Embora ele veio de uma família aristocrática ilustre, ele
aliou-se às crescentes classes média e baixa da cidade—
fazendeiros, remadores na marinha, artesãos que eram o orgulho de
Atenas. Ele trabalhou para aumentar sua voz na Assembléia e dar
lhes maior poder na democracia. Esta não foi uma pequena facção
ele agora liderava, mas a maioria dos cidadãos atenienses. Parece
impossível controlar uma multidão tão grande e indisciplinada de homens, com seus
interesses variados, mas ele era tão fervoroso em aumentar seu poder que ele
lentamente ganhou sua confiança e apoio.
Como sua influência cresceu, ele começou a se afirmar na Assembléia
e alterar suas políticas. Ele argumentou contra a expansão de Atenas
império democrático. Ele temia que os atenienses superassem e perdessem
ao controle. Ele trabalhou para consolidar o império e fortalecer
alianças. Quando chegou a guerra e a servir como general, ele se esforçou para
limitar campanhas e ganhar com manobras, com perda mínima de
vidas. Para muitos isso parecia não-heróico, mas como essas políticas entraram em vigor,
a cidade entrou em um período de prosperidade sem precedentes. Não havia
guerras mais desnecessárias para drenar os cofres, e o império era
funcionamento mais suave do que nunca.
O que Péricles fez com o crescente excedente de dinheiro assustou e
surpreendeu os cidadãos: em vez de usá-lo para comprar favores políticos, ele

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 20/94
03/08/2019 Sem título

iniciou um projeto massivo de construção pública em Atenas. Ele


comissionados templos, teatros e salas de concerto, colocando todos os
Artesãos atenienses para trabalhar. Em todo lugar que se olhava, a cidade era
tornando-se mais sublimemente linda. Ele favoreceu uma forma de arquitetura
que refletia sua estética pessoal - ordenada, altamente geométrica,
monumental, mas calmante para os olhos. Sua maior comissão foi que
do Parthenon, com sua enorme estátua de Athena de quarenta pés.
Atena era o espírito guia de Atenas, a deusa da sabedoria e
inteligência prática. Ela representou todos os valores que Pericles queria
promover. Em uma só mão, Péricles transformou a aparência e
espírito de Atenas, e entrou em uma era de ouro em todas as artes e
ciências.
Qual foi talvez a qualidade mais estranha de Péricles foi a sua fala
estilo - contido e digno. Ele não foi para os voos habituais de
retórica. Em vez disso, ele trabalhou para convencer uma audiência através de hermeticamente

Página 25

argumentos. Isso faria as pessoas ouvirem de perto, enquanto seguiam


curso interessante de sua lógica. O estilo era atraente e calmante.
Ao contrário de qualquer um dos outros líderes, Pericles permaneceu no ano do poder
após ano, década após década, colocando seu selo total sobre a cidade em
seu jeito discreto e discreto. Ele tinha seus inimigos. Isso foi inevitável.
Ele permaneceu no poder por tanto tempo que muitos o acusaram de ser um
ditador secreto. Ele era suspeito de ser ateu, um homem que
zombou de todas as tradições. Isso explicaria por que ele era tão peculiar.
Mas ninguém poderia argumentar contra os resultados de sua liderança.
E agora, quando ele começou a se dirigir à Assembléia naquela tarde,
sua opinião sobre a guerra com Esparta teria o maior peso, e um
silêncio veio sobre a multidão enquanto eles ansiosamente esperavam para ouvir sua
argumento.
“Atenienses”, ele começou, “minhas opiniões são as mesmas de sempre: eu sou contra
fazendo quaisquer concessões aos Peloponnesianos, embora eu seja
ciente de que o estado de espírito entusiasta em que as pessoas são
persuadido a entrar em uma guerra não é retido quando se trata de ação,
e que a mente das pessoas é alterada pelo curso dos acontecimentos ”.
Diferenças entre Atenas e Esparta deveriam ser resolvidas
através de árbitros neutros, ele lembrou. Isso definiria um
precedente perigoso se cederem aos unilaterais dos espartanos
demandas. Onde isso terminaria? Sim, uma batalha terrestre direta com o Sparta
seria suicídio. O que ele propôs, em vez disso, era completamente novo
forma de guerra - limitada e defensiva.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 21/94
03/08/2019 Sem título

Ele traria dentro das muralhas de Atenas todos aqueles que vivem no
área. Deixe os espartanos chegarem e tentar nos atrair para lutar, ele disse; deixei
eles devastam nossas terras. Nós não vamos morder a isca; nós não vamos lutar
em terra. Com o nosso acesso ao mar, manteremos a cidade suprida.
Nós usaremos nossa marinha para atacar suas cidades costeiras. Conforme o tempo passa, eles
vai crescer frustrado pela falta de batalha. Ter que alimentar e fornecer
seu exército permanente, eles ficarão sem dinheiro. Seus aliados vão brigar
entre eles. A festa de guerra dentro de Sparta será desacreditada e
uma verdadeira paz duradoura será acordada, tudo com despesas mínimas
de vidas e dinheiro da nossa parte.
"Eu poderia lhe dar muitas outras razões", concluiu ele, "porque você
deve se sentir confiante na vitória final, se você só vai fazer a sua
mentes não para adicionar ao império enquanto a guerra está em andamento, e não para
Saia do seu caminho para envolver-se em novos perigos. O que eu temo é

Página 26

não a estratégia do inimigo, mas nossos próprios erros. ”A novidade do que ele
estava propondo despertou grande debate. Nem falcões nem pombas eram
satisfeito com seu plano, mas no final, sua reputação de sabedoria
levou o dia e sua estratégia foi aprovada. Meses depois
a guerra fatídica começou.
No começo, tudo não prosseguiu como Péricles previra. o
Espartanos e seus aliados não ficaram frustrados quando a guerra se arrastou,
mas apenas mais ousado. Os atenienses foram os únicos a desanimar,
vendo suas terras destruídas sem retaliação. Mas Péricles acreditava
seu plano não poderia falhar enquanto os atenienses permanecessem pacientes. Então,
no segundo ano da guerra, um desastre inesperado
tudo: uma poderosa praga entrou na cidade; com tantas pessoas
embalado dentro das paredes se espalhou rapidamente, matando mais de um terço do
cidadania e dizimando as fileiras do exército. Péricles se pegou
a doença, e como ele estava morrendo, ele testemunhou o pesadelo final:
tudo o que ele tinha feito por Atenas durante tantas décadas parecia
desvendar de uma só vez, as pessoas descendo em delírio de grupo até que foi
cada um por si. Se ele tivesse sobrevivido, ele quase certamente
encontrei uma maneira de acalmar os atenienses e intermediar um
paz aceitável com Esparta, ou ajustar sua estratégia defensiva, mas agora
era tarde demais.
Por mais estranho que pareça, os atenienses não choraram pelo seu líder.
Eles o culparam pela peste e protestaram contra a ineficácia de sua
estratégia. Eles não estavam mais de ânimo para paciência ou restrição.
Ele havia sobrevivido ao seu tempo, e suas idéias agora eram vistas como cansadas
reações de um homem velho. Seu amor por Péricles se transformou em ódio. Com
ele não estava mais lá, as facções retornaram com uma vingança. A guerra

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 22/94
03/08/2019 Sem título

festa se tornou popular. A festa alimentou a amargura crescente das pessoas


em direção aos espartanos, que haviam usado a praga para avançar
posições. Os falcões prometeram que recuperariam a iniciativa e
esmagar os espartanos com uma estratégia ofensiva. Para muitos atenienses,
essas palavras vieram como um grande alívio, uma liberação de emoções reprimidas.
Como a cidade se recuperou lentamente da peste, os atenienses
conseguiu ganhar a vantagem, e os espartanos processaram pela paz.
Querendo derrotar completamente o inimigo, os atenienses pressionaram
vantagem, apenas para encontrar os espartanos recuperar e virar as mesas. De volta
e foi, ano após ano. A violência e amargura em ambos
os lados aumentaram. Em um ponto Atenas atacou a ilha de Melos, um
Aliado espartano, e quando os Melians se renderam, os atenienses votaram

Página 27

matar todos os seus homens e vender as mulheres e crianças à escravidão.


Nada remotamente parecido acontecera com Péricles.
Então, depois de tantos anos de guerra sem fim, em 415 aC vários
Líderes atenienses tiveram uma idéia interessante sobre como entregar o fatal
golpe. A cidade-estado de Siracusa era o poder crescente na ilha de
Sicília Siracusa era um aliado crítico dos espartanos, fornecendo-lhes
recursos muito necessários. Se os atenienses, com sua grande marinha, pudessem
lançar uma expedição e assumir o controle de Siracusa, eles ganhariam dois
vantagens: acrescentaria ao seu império, e privaria Esparta
dos recursos necessários para continuar a guerra. A Assembléia votou para
enviar sessenta navios com um exército de tamanho apropriado a bordo para
realizar esse objetivo.
Um dos comandantes designados para esta expedição, Nicias,
grandes dúvidas quanto à sabedoria deste plano. Ele temia que os atenienses
estavam subestimando a força de Siracusa. Ele expôs todos os
possíveis cenários negativos; apenas uma expedição muito maior poderia
garantir a vitória. Ele queria silenciar o plano, mas seu argumento tinha
o efeito oposto. Se uma expedição maior fosse necessária, então isso era
o que eles mandariam - cem navios e o dobro do número de
soldados. Os atenienses cheiraram a vitória nesta estratégia e nada
iria dissuadi-los.
Nos dias seguintes, os atenienses de todas as idades podiam ser vistos
ruas desenhando mapas da Sicília, sonhando com as riquezas que derramariam
em Atenas e a humilhação final dos espartanos. O dia do
o lançamento dos navios transformou-se em um grande feriado e o mais admirável
espetáculo inspirador que eles já haviam visto - uma enorme armada enchendo o
porto, tanto quanto o olho podia ver, os navios lindamente decorados, o
soldados, brilhando em suas armaduras, lotando os conveses. Foi um

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 23/94
03/08/2019 Sem título

deslumbrante exibição da riqueza e poder de Atenas.


Com o passar dos meses, os atenienses buscavam desesperadamente notícias de
a expedição. Em um ponto, através do tamanho da força,
parecia que Atenas tinha ganho a vantagem e tinha sitiado
Siracusa Mas no último momento, reforços chegaram de Esparta,
e agora os atenienses estavam na defensiva. Nicias enviou uma carta para
a Assembléia descrevendo essa virada negativa de eventos. Ele recomendou
desistir e regressar a Atenas, ou o envio de
reforços imediatamente. Pouco disposto a acreditar na possibilidade de
derrota, os atenienses votaram para enviar reforços - uma segunda armada

Página 28

de navios quase tão grandes quanto o primeiro. Nos meses seguintes, o


A ansiedade dos atenienses alcançou novas alturas - por enquanto as apostas tinham sido
dobrou e Atenas não podia se dar ao luxo de perder.
Um dia, um barbeiro na cidade portuária de Pireu, em Atenas, ouviu um boato
de um cliente que a expedição ateniense, cada navio e quase
todos os homens tinham sido eliminados em batalha. O boato se espalhou rapidamente para
Atenas. Era difícil acreditar, mas lentamente entrou em pânico. Uma semana depois,
rumores foram confirmados e Atenas parecia condenada, sem dinheiro,
navios e homens.
Milagrosamente, os atenienses conseguiram se segurar. Mas no próximo
alguns anos, gravemente desequilibrado pelas perdas na Sicília, eles
de um golpe para outro, até finalmente em 405 aC Atenas
sofreu sua perda final e foi forçado a concordar com os termos duros de
paz imposta por Esparta. Seus anos de glória, sua grande democracia
Império, a idade de ouro Periclean foram agora e para sempre. O homem
que havia reprimido suas emoções mais perigosas - agressão, ganância,
arrogância, egoísmo - havia sumido da cena por muito tempo, sua
sabedoria há muito esquecida.

•••
Interpretação: Como Péricles pesquisou a cena política no início de sua
carreira, ele percebeu o seguinte fenômeno: todo político ateniense
figura acreditava que ele era racional, tinha metas realistas e planos sobre como
chegar lá. Todos eles trabalharam duro por suas facções políticas e tentaram
aumentar seu poder. Eles levaram exércitos atenienses para a batalha e muitas vezes
saiu na frente. Eles se esforçaram para expandir o império e trazer mais
dinheiro. E quando suas manobras políticas de repente saíram pela culatra, ou
as guerras acabaram mal, eles tinham excelentes razões para isso
aconteceu. Eles sempre poderiam culpar a oposição ou, se necessário, o
de Deus. E, no entanto, se todos esses homens fossem tão racionais, por que suas políticas

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 24/94
03/08/2019 Sem título

somar-se a tanto caos e autodestrutividade? Por que Atenas foi


essa bagunça e a própria democracia tão frágil? Por que estava tão
muita corrupção e turbulência? A resposta foi simples: o seu companheiro
Os atenienses não eram nada racionais, apenas egoístas e perspicazes. o que
guiaram suas decisões foram suas emoções básicas - fome de poder,
atenção e dinheiro. E para esses propósitos eles poderiam ser muito
tático e inteligente, mas nenhuma de suas manobras levou a qualquer coisa que
durou ou serviu aos interesses gerais da democracia.

Página 29

O que consumiu Péricles como pensador e figura pública foi como


sair dessa armadilha, como ser verdadeiramente racional em uma arena dominada por
emoções. A solução que ele criou é única na história e
devastadoramente poderoso em seus resultados. Deve servir como nosso ideal. No dele
concepção, a mente humana tem que adorar algo, tem que ter sua
atenção dirigida para algo que valoriza acima de tudo. Para a maioria
pessoas, é o ego delas; para alguns, é a família deles, o clã deles, o deus deles,
ou a sua nação. Para Péricles seria nous , a antiga palavra grega
para "mente" ou "inteligência". Nous é uma força que permeia o
universo, criando significado e ordem. A mente humana é naturalmente
atraído por essa ordem; esta é a fonte da nossa inteligência. Para
Péricles, o nous que ele adorava, estava incorporado na figura de
a deusa Athena.
Athena nasceu literalmente da cabeça de Zeus, o próprio nome dela
refletindo isso - uma combinação de "deus" ( theos ) e "mente" ( nous ). Mas
Atena veio a representar uma forma muito particular de nous - eminentemente
prático, feminino e terroso. Ela é a voz que vem aos heróis em
tempos de necessidade, instilando neles um espírito calmo, orientando suas mentes
para a ideia perfeita de vitória e sucesso, dando-lhes então a
energia para conseguir isso. Ser visitado por Atena foi a maior bênção
de todos eles, e foi o espírito dela que guiou os grandes generais e os melhores
artistas, inventores e comerciantes. Sob sua influência, um homem ou
mulher poderia ver o mundo com perfeita clareza e bater em cima da ação
Isso foi certo para o momento. Para Atenas, seu espírito foi invocado
para unificar a cidade, torná-la próspera e produtiva. Em essência,
Athena representava a racionalidade, o maior presente dos deuses aos mortais,
só ele poderia fazer um ato humano com sabedoria divina.
Para cultivar sua Atena interior, Péricles primeiro teve que encontrar uma maneira de
Domine suas emoções. As emoções nos transformam para dentro, para longe do nous , longe
da realidade. Nós nos detivemos em nossa raiva ou insegurança. Se nós olharmos
no mundo e tentar resolver problemas, vemos as coisas através da lente
dessas emoções; eles obscurecem nossa visão. Péricles se treinou para

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 25/94
03/08/2019 Sem título

nunca reaja no momento, nunca tome uma decisão enquanto estiver sob o
influência de uma emoção forte. Em vez disso, ele analisou seus sentimentos.
Normalmente, quando ele olhava de perto para suas inseguranças ou sua raiva, ele viu
que eles não foram realmente justificados, e perderam seu significado
sob escrutínio. Às vezes ele tinha que se afastar fisicamente do
Assembléia aquecida e se aposentar para sua casa, onde permaneceu sozinho para

Página 30

dias a fio, acalmando-se. Lentamente, a voz de Athena


venha para ele.
Ele decidiu basear todas as suas decisões políticas em uma coisa - o que
realmente serviu o bem maior de Atenas. Seu objetivo era unificar o
cidadania através do genuíno amor à democracia e crença na
superioridade do caminho ateniense. Ter tal padrão o ajudou
evite a armadilha do ego. Impulsionou-o a trabalhar para aumentar o
participação e poder das classes baixa e média, embora
tal estratégia poderia facilmente se voltar contra ele. Isso o inspirou a limitar
guerras, embora isso significasse menos glória pessoal para ele. E finalmente
levou a sua maior decisão de todos - o projeto de obras públicas que
transformou Atenas.
Para ajudar a si mesmo neste processo deliberativo, ele abriu sua mente para
tantas idéias e opções quanto possível, até mesmo para aqueles de seus oponentes.
Ele imaginou todas as possíveis conseqüências de uma estratégia antes
comprometendo-se a isso. Com um espírito calmo e uma mente aberta, ele encontrou
políticas que provocaram uma das verdadeiras eras de ouro da história. Um homem
foi capaz de infectar uma cidade inteira com seu espírito racional. O que aconteceu
para Atenas depois que ele partiu da cena fala por si. o
A expedição siciliana representava tudo o que ele sempre se opusera - um
decisão secretamente motivada pelo desejo de pegar mais terras, cego para
suas conseqüências potenciais.
Entenda: Como todo mundo, você acha que é racional, mas você
não são. Racionalidade não é um poder com o qual você nasceu, mas um que você
adquirir através de treinamento e prática. A voz de Athena simplesmente
representa um poder superior que existe dentro de você agora, um potencial
você talvez tenha sentido em momentos de calma e foco, o perfeito
idéia vindo até você depois de muito pensar. Você não está conectado a isso
maior poder no presente porque sua mente está sobrecarregada com
emoções. Como Pericles na Assembléia, você está infectado por todos os
drama que os outros agitam; você está continuamente reagindo ao que
as pessoas dão a você, experimentando ondas de excitação, insegurança e
ansiedade que dificulta a concentração. Sua atenção é puxada dessa maneira
e isso, e sem o padrão racional para guiar suas decisões,
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 26/94
03/08/2019 Sem título

você nunca atinge os objetivos que você definiu. A qualquer momento isso pode
mude com uma simples decisão - cultivar sua Atena interior.
A racionalidade é então o que você mais valoriza e aquilo que
sirva como seu guia.

Página 31

Sua primeira tarefa é observar as emoções que são continuamente


infectando suas idéias e decisões. Aprenda a se questionar: por que
esta raiva ou ressentimento? Onde essa necessidade incessante de atenção
vem de onde? Sob esse escrutínio, suas emoções perderão o controle sobre
você. Você começará a pensar por si mesmo em vez de reagir ao que
outros te dão. Emoções tendem a estreitar a mente, fazendo com que nos concentremos
em uma ou duas idéias que satisfazem nosso desejo imediato de poder ou
atenção, idéias que geralmente saem pela culatra. Agora, com um espírito calmo, você pode
entretenha uma ampla gama de opções e soluções. Você vai deliberar
mais antes de agir e reavaliar suas estratégias. A voz vai
tornar-se mais claro e claro. Quando as pessoas te cercam com suas
dramas sem fim e emoções mesquinhas, você vai ressentir-se da distração e
aplique sua racionalidade para pensar além deles. Como um atleta continuamente
ficando mais forte através do treinamento, sua mente se tornará mais flexível
e resiliente. Clara e calma, você verá respostas e criativos
soluções que ninguém mais pode imaginar.

É como se o segundo eu estivesse em pé ao lado de um; um é


sensata e racional, mas o outro é obrigado a fazer algo
perfeitamente sem sentido e às vezes muito engraçado; e de repente você percebe
que você está ansioso para fazer essa coisa divertida, sabe Deus por quê; isso é,
você quer, por assim dizer, contra a sua vontade; apesar de você lutar contra isso com todos
do seu poder, você quer.
- Fiódor Dostoievski, uma juventude crua

Chaves para a natureza humana


Sempre que algo sai errado em nossa vida, procuramos naturalmente
explicação. Para não encontrar alguma razão por que nossos planos deram errado, ou
por que enfrentamos uma resistência repentina às nossas idéias, seria profundamente
perturbando-nos e intensificando nossa dor. Mas ao procurar uma causa, nossa
mentes tendem a girar em torno dos mesmos tipos de explicações: alguém
ou algum grupo me sabotou, talvez por desgosto; grande antagonista
forças lá fora, como o governo ou convenções sociais,
me atrapalhou; Recebi maus conselhos, ou a informação foi mantida de mim.
Finalmente - se o pior acontecer - foi tudo má sorte e infeliz
circunstâncias.
Essas explicações geralmente enfatizam nosso desamparo. "O que

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 27/94
03/08/2019 Sem título

Eu poderia
ações ter feito diferente?
desagradáveis Como
de X contra eu”Eles
mim? poderia ter previsto
também são umo pouco vagos. Nós
geralmente não pode apontar para ações maliciosas específicas de outras pessoas. Nós só podemos
suspeitar ou imaginar. Essas explicações tendem a intensificar nossas emoções

Página 32

- perigo, frustração, depressão - que podemos, então, chafurdar e sentir


ruim para nós mesmos. Mais significativamente, nossa primeira reação é olhar
para fora pela causa. Sim, podemos ser responsáveis por algo do que
aconteceu, mas na maior parte, outras pessoas e forças antagônicas
nos tropeçou. Essa reação está profundamente enraizada no animal humano.
Nos tempos antigos, pode ter sido os deuses ou espíritos malignos que eram
culpa. Nós do presente escolhemos chamá-los de outros nomes.
A verdade, no entanto, é muito diferente disso. Certamente existem
indivíduos e forças maiores lá fora, que continuamente têm um efeito
em nós, e há muito que não podemos controlar no mundo. Mas geralmente
o que nos faz perder em primeiro lugar, o que leva a coisas ruins
decisões e erros de cálculo, é a nossa profunda irracionalidade, a
medida em que nossas mentes são governadas pela emoção. Nós não podemos ver
esta. É o nosso ponto cego, e como a exibição A deste ponto cego, vamos olhar para
o crash de 2008, que pode servir como um compêndio de todas as variedades de
irracionalidade humana.
No rescaldo do acidente, os seguintes foram os mais comuns
explicações na mídia para o que havia acontecido: desequilíbrios comerciais
e outros fatores levaram ao crédito barato no início dos anos 2000, o que levou a
alavancagem excessiva; era impossível colocar valor exato no altamente
derivados complexos que estavam sendo negociados, então ninguém realmente poderia
medir os lucros e perdas; existia uma cabala astuta e corrupta de
insiders que tinham incentivos para manipular o sistema para lucros rápidos;
credores gananciosos empurraram hipotecas subprime em desavisados
proprietários de casas; havia muita regulamentação governamental; houve
não há supervisão suficiente do governo; modelos de computador e negociação
os sistemas correram enlouquecidos.
Essas explicações revelam uma notável negação de uma realidade básica.
Levando-se ao crash de 2008, milhões de pessoas fizeram diariamente
decisões sobre investir ou não. Em cada ponto destes
transações, compradores e vendedores poderiam ter se retirado do
formas arriscadas de investimento, mas decidiu não o fazer. Havia muitos
pessoas lá fora, avisando de uma bolha. Apenas alguns anos antes, o
crash do fundo de hedge gigante Long-Term Capital Management mostrou
exatamente como um acidente maior poderia e iria ocorrer. Se as pessoas tivessem mais
memórias, eles poderiam pensar de volta para a bolha de 1987; se lerem
história, a bolha do mercado de ações e crash de 1929. Quase qualquer

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 28/94
03/08/2019 Sem título

proprietário potencial pode entender os riscos de não-money-down


hipotecas e condições de empréstimo com taxas de juros em alta.

Página 33

O que toda a análise ignora é a irracionalidade básica que levou


esses milhões de compradores e vendedores de ponta a ponta. Eles tornaram-se
infectado com a atração de dinheiro fácil. Isso fez até o mais
Investidor educado emocional. Estudos e especialistas foram atraídos para
reforçar idéias que as pessoas já estavam dispostas a acreditar - como
o proverbial "desta vez é diferente" e "os preços da habitação nunca vão
Uma onda de otimismo desenfreada varreu multidões de pessoas.
Então veio o pânico e o choque e o confronto feio com a realidade.
Em vez de chegar a um acordo com a orgia de especulação que tinha
oprimiu um e todos, fazendo pessoas inteligentes parecerem idiotas, dedos
foram apontados para forças externas, qualquer coisa para desviar a verdadeira fonte de
a loucura. Isso não é algo peculiar ao crash de 2008. O
mesmos tipos de explicações foram retiradas após os crashes de 1987
e 1929, a mania ferroviária na década de 1840 na Inglaterra, e no Sul
Bolha do mar da década de 1720, também na Inglaterra. As pessoas falavam em reforma
o sistema; leis foram aprovadas para limitar a especulação. E nada disso
trabalhado.
Bolhas ocorrem por causa da intensa atração emocional que elas têm sobre
pessoas, que supera qualquer poder de raciocínio uma mente individual
pode possuir. Eles estimulam nossas tendências naturais para a ganância,
dinheiro fácil e resultados rápidos. É difícil ver outras pessoas fazendo
dinheiro e não participar. Não há força reguladora no planeta que
pode controlar a natureza humana. E porque não enfrentamos o real
fonte do problema, bolhas e falhas continuam se repetindo e
continue repetindo enquanto há otários e pessoas que não lêem
história. A recorrência disso espelha a recorrência em nossas próprias vidas
dos mesmos problemas e erros, formando padrões negativos. Isto é
difícil aprender com a experiência quando não estamos olhando para dentro,
causas verdadeiras.
Entenda: O primeiro passo para se tornar racional é
entender nossa irracionalidade fundamental . Existem dois fatores que
deve tornar isso mais palatável aos nossos egos: ninguém está isento de
o efeito irresistível das emoções na mente, nem mesmo o mais sábio
entre nós; e, até certo ponto, a irracionalidade é uma função do
estrutura de nossos cérebros e está ligado à nossa própria natureza pela maneira como nós
processar emoções. Ser irracional está quase além do nosso controle. Para
Para entender isso, devemos observar a evolução das próprias emoções.
Por milhões de anos, os organismos vivos dependiam de
instintos para a sobrevivência. Em uma fração de segundo, um réptil poderia sentir perigo em

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 29/94
03/08/2019 Sem título

Página 34

o ambiente e responder com um vôo instantâneo do


cena. Não houve separação entre impulso e ação. Então,
lentamente, para alguns animais, essa sensação evoluiu para algo maior
e mais - um sentimento de medo. No começo, esse medo meramente
consistia em um alto nível de excitação com a liberação de certos
químicos, alertando o animal para um possível perigo. Com essa excitação
e a atenção que veio com ele, o animal poderia responder em
várias maneiras, em vez de apenas uma. Poderia se tornar mais sensível ao
ambiente e aprender. Ele teve uma chance melhor de sobrevivência porque
opções foram ampliadas. Essa sensação de medo duraria apenas alguns
segundos ou até menos, pois a velocidade era da essência.
Para os animais sociais, essas excitações e sentimentos assumiram um
papel mais importante: eles se tornaram uma forma crítica de comunicação.
Sons viciosos ou cabelos em pé podem mostrar raiva,
fora de um inimigo ou sinalizando um perigo; certas posturas ou cheiros revelados
desejo sexual e prontidão; posturas e gestos sinalizavam o desejo
jogar; certos apelos dos jovens revelaram profunda ansiedade e
necessidade da mãe retornar. Com os primatas, isso se tornou cada vez mais
elaborado e complexo. Foi demonstrado que os chimpanzés podem sentir
inveja e desejo de vingança, entre outras emoções. este
A evolução ocorreu ao longo de centenas de milhões de anos.
Muito mais recentemente, os poderes cognitivos desenvolvidos em animais e
humanos, culminando na invenção da linguagem e da abstração
pensando.
Como muitos neurocientistas afirmaram, essa evolução levou à
maior cérebro de mamíferos sendo composto de três partes. O mais antigo é
a parte reptiliana do cérebro, que controla todas as respostas automáticas
que regulam o corpo. Esta é a parte instintiva. Acima disso é o velho
cérebro mamífero ou límbico, que rege o sentimento e a emoção. E em
Além disso, evoluiu o neocórtex, a parte que controla a cognição
e, para humanos, linguagem.
As emoções se originam como excitação física projetada para capturar nossa
atenção e nos fazem perceber algo ao nosso redor. Eles
começam como reações químicas e sensações que devemos traduzir
em palavras para tentar entender. Mas porque eles são processados em um
parte diferente do cérebro da linguagem e do pensamento, esta tradução
é frequentemente escorregadio e impreciso. Por exemplo, sentimos raiva da pessoa
X, enquanto na verdade a verdadeira fonte disso pode ser inveja; abaixo do nível
de percepção consciente nos sentimos inferiores em relação a X e queremos

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 30/94
03/08/2019 Sem título

Página 35

algo que ele ou ela tem. Mas a inveja não é um sentimento de que estamos sempre
confortável com, e tantas vezes nós traduzimos como algo mais
palatável - raiva, antipatia, ressentimento. Ou deixe-nos dizer que um dia estamos
sentindo um clima de frustração e impaciência; pessoa Y atravessa nossa
caminho no momento errado e atacamos, sem saber que essa raiva é
motivada por um humor diferente e desproporcional às ações de Y. Ou
digamos que estamos verdadeiramente zangados com a pessoa Z. Mas a raiva está
dentro de nós, causado por alguém no passado que nos magoou profundamente,
talvez um pai. Nós direcionamos a raiva para Z porque eles nos lembram
esta outra pessoa.
Em outras palavras, não temos acesso consciente às origens da
nossas emoções e os humores que elas geram. Uma vez que os sentimos, todos nós
O que posso fazer é tentar interpretar a emoção, traduzi-la em linguagem. Mas
mais frequentemente do que não entendemos isso errado. Nós nos agarramos a interpretações
que são simples e que nos servem. Ou continuamos perplexos. Nós não sabemos
por que nos sentimos deprimidos, por exemplo. Este aspecto inconsciente de
emoções também significa que é muito difícil para nós aprender com eles,
Pare ou impeça o comportamento compulsivo. Crianças que se sentiram abandonadas por
seus pais tenderão a criar padrões de abandono mais tarde na vida,
sem ver o motivo. (Veja Trigger Points from Early Childhood ,
sobre esta página .)
A função comunicativa das emoções, um fator crítico para o social
animais, também se torna um pouco complicado para nós. Nós comunicamos raiva
quando é outra coisa que estamos sentindo, ou sobre outra pessoa, mas o
outra pessoa não pode ver isso e então eles reagem como se fossem atacados pessoalmente,
que pode criar erros de interpretação em cascata.
Emoções evoluíram por uma razão diferente da cognição. Estes dois
formas de se relacionar com o mundo não estão conectados perfeitamente em nossa
cérebros. Para os animais, desabafado pela necessidade de traduzir
sensações em linguagem abstrata, as emoções funcionam suavemente,
foram feitos para. Para nós, a divisão entre nossas emoções e nossa
cognição é uma fonte de constante atrito interno, compreendendo uma segunda
Eu emocional dentro de nós que opera além da nossa vontade. Animais sentem
medo por um breve tempo, então ele se foi. Nós nos concentramos em nossos medos, intensificando
-los e fazê-los durar bem passado o momento de perigo, mesmo para
o ponto de sentir ansiedade constante.
Muitos podem ser tentados a imaginar que de alguma forma doamos
este Self emocional através de todos os nossos intelectuais e tecnológicos

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 31/94
03/08/2019 Sem título

Página 36

progresso. Afinal, não parecemos tão violentos ou apaixonados ou


supersticiosos como nossos ancestrais; Mas isso é uma ilusão. Progresso e
a tecnologia não nos reconectou; eles apenas alteraram as formas de
nossas emoções e o tipo de irracionalidade que as acompanha. Para
Por exemplo, novas formas de mídia aumentaram a antiga capacidade de
políticos e outros para jogar em nossas emoções, em cada vez mais sutis e
formas mais sofisticadas. Anunciantes nos bombardeiam com altamente eficaz
mensagens subliminares. Nossa conexão contínua com as mídias sociais faz
nos propensos a novas formas de efeitos emocionais virais. Estes não são media
projetado para reflexão calma. Com a sua presença constante, temos
menos e menos espaço mental para recuar e pensar. Nós somos tão sitiados
com emoções e drama desnecessário como os atenienses na Assembléia,
porque a natureza humana não mudou.
Claramente as palavras racional e irracional podem ser bastante carregadas.
As pessoas sempre rotulam aqueles que discordam deles como "irracionais".
O que precisamos é de uma definição simples que possa ser aplicada como uma forma de
julgando, com a maior precisão possível, a diferença entre os dois. o
O seguinte servirá como nosso barômetro: Nós constantemente sentimos emoções,
e eles continuamente contaminam o nosso pensamento, fazendo-nos virar para
pensamentos que nos agradam e acalmam nossos egos. É impossível não
temos nossas inclinações e sentimentos de alguma forma envolvidos no que pensamos.
As pessoas racionais estão conscientes disso e através de introspecção e esforço
são capazes, até certo ponto, de subtrair emoções de seu pensamento e
neutralizar seu efeito. Pessoas irracionais não têm essa consciência. Eles
entrar em ação sem considerar cuidadosamente as ramificações e
consequências.
Podemos ver a diferença nas decisões e ações que as pessoas
tomar e os resultados que se seguem. Pessoas racionais demonstram ao longo do tempo
que eles são capazes de terminar um projeto, realizar seus objetivos, trabalhar
efetivamente com uma equipe, e criar algo que dure. Irracional
as pessoas revelam em suas vidas padrões negativos - erros que persistem
repetindo conflitos desnecessários que os seguem onde quer que vão,
sonhos e projetos que nunca são realizados, raiva e desejos de
mudança que nunca se traduz em ação concreta. Eles são
emocional e reativo e inconsciente disso. Todo mundo é capaz de
decisões irracionais, algumas das quais são causadas por circunstâncias
além do nosso controle. E até os tipos mais emocionais podem encontrar
grandes idéias ou ter sucesso momentaneamente através da ousadia. Então é
importante julgar com o tempo se uma pessoa é racional ou irracional.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 32/94
03/08/2019 Sem título

Página 37

Eles podem sustentar o sucesso e encontrar várias boas estratégias? pode


eles se ajustam e aprendem com as falhas?
Nós também podemos ver a diferença entre um racional e irracional
pessoa em determinadas situações, quando se trata de calcular
efeitos e ver o que realmente importa. Por exemplo: em um divórcio
continuando com os problemas de custódia da criança, as pessoas racionais conseguirão
ir de sua amargura e preconceito e raciocinar o que é da melhor
interesses globais a longo prazo da criança. Pessoas irracionais se tornarão
consumido com uma luta de poder contra o cônjuge, vai deixar
ressentimentos e desejos de vingança guiam secretamente suas decisões.
Isso levará a uma batalha prolongada e a uma criança danificada.
Quando se trata de contratar um assistente ou parceiro, as pessoas racionais
use a competência como seu barômetro - essa pessoa pode fazer o trabalho? A
pessoa irracional cairá facilmente sob o feitiço daqueles que são
charmoso, que sabe alimentar suas inseguranças, ou que posam pouco
desafio ou ameaça, e vai contratá-los sem perceber as razões.
Isso levará a erros e ineficiências, para os quais o irracional
pessoa vai culpar os outros. Quando se trata de decisões de carreira, racional
as pessoas procurarão posições que se ajustem aos seus objetivos de longo prazo. Irracional
tipos vai decidir com base em quanto dinheiro eles podem imediatamente
fazer, o que eles sentem que merecem na vida (às vezes muito pouco), como
muito eles podem afrouxar no trabalho, ou quanta atenção a posição
pode trazê-los. Isso levará a becos sem saída na carreira.
Em todos os casos, o grau de consciência representa a diferença.
Pessoas racionais podem prontamente admitir suas próprias tendências irracionais e
a necessidade de estar vigilante. Por outro lado, pessoas irracionais se tornam
altamente emocional quando desafiado sobre as raízes emocionais de sua
decisões. Eles são incapazes de introspecção e aprendizado. Seus
os erros os tornam cada vez mais defensivos.
É importante entender que a racionalidade não é um meio de
transcendendo a emoção. O próprio Péricles valorizava ousado e aventureiro
açao. Ele amava o espírito de Atena e a inspiração que ela trouxe.
Ele queria que os atenienses sentissem amor por sua cidade e empatia por seus
caros cidadãos. O que ele imaginou era um estado de equilíbrio - um claro
compreensão de por que nos sentimos do jeito que fazemos, conscientes de nossos impulsos
para que possamos pensar sem sermos secretamente compelidos por nossas emoções.
Péricles queria a energia que vem de impulsos e emoções para
sirva ao nosso eu pensante. Essa foi sua visão de racionalidade e nosso ideal.

Página 38

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 33/94
03/08/2019 Sem título

Felizmente, adquirir racionalidade não é complicado. Simplesmente


requer conhecer e trabalhar através de um processo de três etapas. Nós primeiro
deve ter consciência do que chamaremos de irracionalidade de baixo grau . este
é uma função dos sentimentos e sentimentos contínuos que experimentamos em
vida, abaixo do nível de consciência. Quando planejamos ou tomamos decisões
não estamos cientes de quão profundamente esses sentimentos e sentimentos distorcem
processo de pensamento. Eles criam em nosso pensamento preconceitos pronunciados que
estão tão profundamente enraizados em nós que vemos evidência deles em todos
culturas e todos os períodos da história. Esses vieses, distorcendo a realidade,
levar aos erros e decisões ineficazes que atormentam nossas vidas.
Consciente deles, podemos começar a contrabalançar seus efeitos.
Em segundo lugar, devemos entender a natureza do que chamaremos de alta
grau de irracionalidade . Isso ocorre quando nossas emoções se tornam inflamadas,
geralmente por causa de certas pressões. Quando pensamos em nossa raiva,
excitação, ressentimento ou suspeita, intensifica-se em um estado reativo
- tudo o que vemos ou ouvimos é interpretado através das lentes deste
emoção. Nos tornamos mais sensíveis e mais propensos a outras
reações emocionais. Impaciência e ressentimento podem sangrar em raiva
e profunda desconfiança. Esses estados reativos são o que levam as pessoas a
violência, às obsessões maníacas, à ganância incontrolável, ou aos desejos de
controlar outra pessoa. Essa forma de irracionalidade é a fonte de mais
problemas agudos - crises, conflitos e decisões desastrosas.
Entender como esse tipo de irracionalidade opera pode nos permitir
reconhecer o estado reativo como está acontecendo e recuar antes de nós
faça algo de que nos arrependemos.
Terceiro, precisamos aprovar certas estratégias e exercícios que
fortalecer a parte pensante do cérebro e dar-lhe mais poder no
luta eterna com nossas emoções.
Os três passos a seguir ajudarão você a começar o caminho para
racionalidade. Seria sensato incorporar todos os três em seu estudo
e prática na natureza humana.

Primeiro passo: reconhecer os preconceitos

As emoções estão continuamente afetando nossos processos de pensamento e


decisões, abaixo do nível de nossa consciência. E o mais comum
emoção de todos eles é o desejo de prazer e de evitar
dor. Nossos pensamentos quase inevitavelmente giram em torno desse desejo; nós

Página 39

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 34/94
03/08/2019 Sem título

basta recuar de idéias divertidas que são desagradáveis ou dolorosas para


nos. Nós imaginamos que estamos procurando a verdade, ou sendo realistas, quando
verdade, estamos segurando em idéias que trazem uma libertação da tensão e
acalmar nossos egos, nos faz sentir superior. Este princípio de prazer em
o pensamento é a fonte de todos os nossos preconceitos mentais. Se você acredita nisso
você está de alguma forma imune a qualquer um dos vieses a seguir, é simplesmente um
exemplo do princípio do prazer em ação. Em vez disso, é melhor pesquisar
e ver como eles operam continuamente dentro de você, bem como aprender como
para identificar essa irracionalidade em outros.

Viés de confirmação
Eu olho para as evidências e chego às minhas decisões através de mais ou menos
processos racionais.
Para ter uma ideia e nos convencer, chegamos a ela racionalmente,
nós vamos em busca de evidências para apoiar nossa visão. O que poderia ser mais
objetivo ou científico? Mas por causa do princípio do prazer e sua
influência inconsciente, conseguimos encontrar as evidências que confirmam
o que queremos acreditar. Isso é conhecido como viés de confirmação .
Podemos ver isso no trabalho nos planos das pessoas, particularmente aqueles com
alto risco. Um plano é projetado para levar a um objetivo positivo e desejado.
Se as pessoas considerassem as possíveis consequências negativas e positivas
da mesma forma, eles podem achar difícil realizar qualquer ação. Inevitavelmente, eles se desviam
em direção a informações que confirmam o resultado positivo desejado, a rosa
cenário, sem perceber. Nós também vemos isso no trabalho quando as pessoas estão
supostamente pedindo conselhos. Essa é a ruína da maioria dos consultores. Em
No final, as pessoas querem ouvir suas próprias idéias e preferências
confirmada por uma peritagem. Eles vão interpretar o que você diz em
luz do que eles querem ouvir; e se o seu conselho for contra a sua
desejos, eles vão encontrar alguma maneira de descartar a sua opinião, o seu chamado
perícia. Quanto mais poderosa a pessoa, mais eles estão sujeitos a
esta forma do viés de confirmação.
Ao investigar o viés de confirmação no mundo, dê uma olhada
teorias que parecem um pouco boas demais para ser verdade. Estatísticas e estudos são
trotou para prová-los; estes não são muito difíceis de encontrar, uma vez que você
estão convencidos da correção de seu argumento. Na internet, é
É fácil encontrar estudos que apoiem os dois lados de um argumento. Em geral,
você nunca deve aceitar a validade das idéias das pessoas porque elas
forneceram "evidências". Em vez disso, examine a evidência em

Página 40

a luz fria do dia, com tanto ceticismo quanto você pode reunir. Seu
primeiro impulso deve ser sempre para encontrar a evidência que desconfirma

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 35/94
03/08/2019 Sem título

suas crenças mais queridas e as dos outros. Isso é ciência verdadeira.

Viés de Convicção
Eu acredito nessa ideia tão fortemente. Deve ser verdade.
Nós nos apegamos a uma idéia que é secretamente agradável para nós, mas no fundo
podemos ter algumas dúvidas quanto à sua verdade, e por isso vamos a uma milha extra
para nos convencermos a acreditar nisso com grande veemência e
em voz alta contradiz alguém que nos desafia. Como pode a nossa ideia não ser
verdade se isso nos traz em tal energia para defendê-lo, dizemos a nós mesmos?
Esse viés é revelado ainda mais claramente em nosso relacionamento com líderes - se
eles expressam uma opinião com palavras e gestos calorosos, coloridos
metáforas e anedotas divertidas, e um profundo poço de convicção,
deve significar que eles examinaram a ideia cuidadosamente para expressá-la com
tal certeza. Aqueles, por outro lado, que expressam nuances, cuja
tom é mais hesitante, revelam fraqueza e insegurança. Eles são
provavelmente mentindo, ou assim pensamos. Esse viés nos torna suscetíveis a
vendedores e demagogos que demonstram convicção como forma de convencer
e enganar. Eles sabem que as pessoas estão famintas por entretenimento, então
eles encobrem suas meias verdades com efeitos dramáticos.

Viés de aparência
Eu entendo as pessoas com quem luto; Eu os vejo exatamente como eles são.
Nós vemos as pessoas não como elas são, mas como elas aparecem para nós. E esses
as aparências são geralmente enganadoras. Primeiro, as pessoas treinaram
-se em situações sociais para apresentar a frente que é apropriado
e isso será julgado positivamente. Eles parecem ser a favor do
causas mais nobres, sempre apresentando-se como trabalhador e
consciencioso. Nós levamos essas máscaras para a realidade. Em segundo lugar, estamos propensos a
cair para o efeito halo - quando vemos certo negativo ou positivo
qualidades de uma pessoa (constrangimento social, inteligência), outras
ou qualidades negativas estão implícitas que se encaixam com isso. Pessoas que são
boa aparência geralmente parece mais confiável, particularmente
políticos. Se uma pessoa é bem sucedida, imaginamos que provavelmente também
Ético, consciencioso e merecedor de sua boa sorte. este
obscurece o fato de que muitas pessoas que se adiantaram fizeram

Página 41

por meio de ações menos que morais, que eles habilmente disfarçam
Visão.

O viés do grupo
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 36/94
03/08/2019 Sem título

Minhas ideias são minhas. Eu não escuto o grupo. eu não sou um


conformista.
Somos animais sociais por natureza. A sensação de isolamento, de
diferença do grupo, é deprimente e aterrorizante. Nós experimentamos
Um tremendo alívio quando encontramos outros que pensam da mesma maneira que nós.
Na verdade, estamos motivados a aceitar ideias e opiniões porque eles
Traga-nos este alívio. Nós não estamos cientes desse puxão e então imagine que temos
chegar a certas idéias completamente por conta própria. Olhe para as pessoas que
apoiar uma ou outra parte, uma ideologia - uma ortodoxia notável
ou a correção prevalece, sem que ninguém diga nada ou aplique
pressão manifesta. Se alguém está à direita ou à esquerda, suas opiniões
quase sempre seguem a mesma direção em dezenas de questões, como se por
magia, e ainda poucos admitiriam essa influência em seu pensamento
Padrões

O viés da culpa
Eu aprendo com minha experiência e erros.
Erros e falhas provocam a necessidade de explicar. Nós queremos aprender
a lição e não repetir a experiência. Mas na verdade, nós não gostamos de
veja bem de perto o que fizemos; nossa introspecção é limitada. Nosso
resposta natural é culpar os outros, circunstâncias, ou um momentâneo
lapso de julgamento. A razão para esse viés é que muitas vezes é muito doloroso
olhar para os nossos erros. Isso coloca em questão nossos sentimentos de
superioridade. Ele cutuca nosso ego. Nós vamos através dos movimentos,
fingindo refletir sobre o que fizemos. Mas com o passar do tempo, o
princípio do prazer sobe e nos esquecemos que pequena parte do erro
nós atribuímos a nós mesmos. O desejo e a emoção nos cegarão de novo
e vamos repetir exatamente o mesmo erro e passar pelo mesmo
processo de recriminação leve, seguido de esquecimento, até morrermos. E se
as pessoas realmente aprenderam com sua experiência, nós encontraríamos alguns erros
no mundo e caminhos de carreira que ascendem sempre para cima.

Viés de superioridade

Página 42

Eu sou diferente. Sou mais racional que os outros, mais ético também .
Poucos diriam isso a pessoas em conversas. Parece arrogante.
Mas em várias pesquisas de opinião e estudos, quando solicitados a comparar
se com os outros, as pessoas geralmente expressam uma variação disso. Está
o equivalente a uma ilusão de ótica - não conseguimos ver nossas falhas

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 37/94
03/08/2019 Sem título

e irracionalidades, apenas as dos outros. Então, por exemplo, nós vamos facilmente
acredito que aqueles no outro partido político não chegam ao seu
opiniões baseadas em princípios racionais, mas aqueles do nosso lado fizeram
então. Na frente ética, poucos de nós admitirão que recorremos
a decepção ou manipulação em nosso trabalho ou ter sido inteligente e
estratégico em nosso avanço na carreira. Tudo o que temos, ou então nós
pense, vem do talento natural e do trabalho duro. Mas com outras pessoas,
somos rápidos em atribuir-lhes todos os tipos de táticas maquiavélicas. este
nos permite justificar o que fazemos, não importa os resultados.
Sentimos uma tremenda atração para nos imaginarmos como racionais, decentes,
e ético. Estas são qualidades altamente promovidas na cultura. Para
Mostrar sinais de outra forma é arriscar grande desaprovação. Se tudo isso fosse verdade
- se as pessoas fossem racionais e moralmente superiores - o mundo seria
impregnado de bondade e paz. Sabemos, no entanto, a realidade e
então algumas pessoas, talvez todos nós, estão apenas nos enganando.
Racionalidade e qualidades éticas devem ser alcançadas através da conscientização
e esforço. Eles não vêm naturalmente. Eles vêm através de um
processo de maturação.

Segundo passo: Cuidado com os fatores de inflamação

As emoções de baixo grau afetam continuamente nosso pensamento, e elas se originam


de nossos próprios impulsos - por exemplo, o desejo de agradar e
pensamentos reconfortantes. Emoção de alta qualidade, no entanto, vem em certa
momentos, atinge um campo explosivo, e é geralmente desencadeada por
algo externo - uma pessoa que fica sob a nossa pele, ou particular
circunstâncias. O nível de excitação é maior e nossa atenção é
capturado completamente. Quanto mais pensamos sobre a emoção, o
mais forte fica, o que nos faz focar ainda mais nisso, e assim por diante
assim por diante. Nossas mentes entram na emoção e tudo lembra
nos da nossa raiva ou excitação. Nós nos tornamos reativos. Porque nós somos
incapaz de suportar a tensão que isso traz, emoção de alto grau geralmente
culmina em alguma ação precipitada com consequências desastrosas. No

Página 43

meio de tal ataque nos sentimos possuídos, como se um segundo eu límbico


assumiu.
É melhor estar ciente desses fatores para que você possa parar a mente
de encapsulamento e impedir a ação de liberação que você sempre
venha a se arrepender. Você também deve estar ciente da irracionalidade de alto grau em
outros, quer sair do seu caminho ou ajudar a trazê-los de volta à realidade.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 38/94
03/08/2019 Sem título

Pontos de gatilho da primeira infância


Na primeira infância, estávamos mais sensíveis e vulneráveis. Nosso
relacionamento com nossos pais teve um impacto muito maior em nós o
mais para trás no tempo nós vamos. O mesmo poderia ser dito para qualquer
experiência poderosa. Essas vulnerabilidades e feridas permanecem enterradas
Profundamente dentro de nossas mentes. Às vezes tentamos reprimir a memória de
essas influências, se forem negativas - grandes medos ou
humilhações. Às vezes, no entanto, eles estão associados a
emoções, experiências de amor e atenção que continuamente queremos
reviver. Mais tarde na vida, uma pessoa ou evento irá desencadear uma memória desta
experiência positiva ou negativa, e com isso uma liberação de poder
substâncias químicas ou hormônios associados à memória.
Tomemos, por exemplo, um jovem que tinha um passado distante e narcisista.
mãe. Como um bebê ou criança, ele experimentou sua frieza como
abandono, e para ser abandonado deve significar que ele era de alguma forma
indigna de seu amor. Ou similarmente, um novo irmão na cena causou
sua mãe para dar-lhe muito menos atenção, que ele igualmente
experimentado como abandono. Mais tarde na vida, em um relacionamento, uma mulher
pode sugerir desaprovação de algum traço ou ação dele, tudo o que é
parte de um relacionamento saudável. Isso vai atingir um ponto de gatilho - ela é
percebendo suas falhas, que, ele imagina, precede seu abandono de
ele. Ele sente uma poderosa onda de emoção, uma sensação de iminente
traição. Ele não vê a fonte disso; está além de seu controle. Ele
reage, acusa, retira, tudo o que leva à mesma coisa que ele
temido - abandono. Sua reação foi para algum reflexo em sua mente,
não para a realidade. Este é o cúmulo da irracionalidade.
A maneira de reconhecer isso em si mesmo e nos outros é percebendo
comportamento que é de repente infantil em sua intensidade e aparentemente fora de
personagem. Isso poderia centrar-se em qualquer emoção fundamental. Pode ser medo - de
perdendo o controle, do fracasso. Nesse caso, reagimos retirando
a situação e a presença de outros, como uma criança se enrolando em um

Página 44

bola. Uma doença súbita, provocada pelo medo intenso, será convenientemente
nos obrigar a deixar a cena. Pode ser amor - desesperadamente
procurando recriar um relacionamento parental ou irmão próximo no
presente, desencadeada por alguém que lembra vagamente dos perdidos
paraíso. Pode ser desconfiança extrema, proveniente de uma autoridade
figura na primeira infância que nos decepcionou ou nos traiu, geralmente
o pai. Isso geralmente desencadeia uma atitude repentina e rebelde.
O grande perigo aqui é que ao interpretar mal o presente e reagir
para algo no passado, criamos conflitos, decepções e
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 39/94
03/08/2019 Sem título

desconfiança que só fortalece a ferida. De certa forma, somos


programado para repetir a experiência inicial no presente. Nossa única
a defesa é a consciência quando está acontecendo. Podemos reconhecer um gatilho
ponto pela experiência de emoções que são incomumente primais, mais
incontrolável do que o normal. Eles desencadeiam lágrimas, depressão profunda ou
esperança excessiva. Pessoas sob o feitiço dessas emoções muitas vezes
têm um tom muito diferente de voz e linguagem corporal, como se fossem
revivendo fisicamente um momento desde o início da vida.
No meio de tal ataque, devemos lutar para nos separar
e contemplar a possível fonte - a ferida na primeira infância -
e os padrões nos trancou. Esse profundo entendimento
nós mesmos e nossas vulnerabilidades é um passo fundamental para nos tornarmos
racional.

Ganhos ou Perdas Súbitas


Sucesso repentino ou ganhos podem ser muito perigosos. Neurologicamente,
produtos químicos são liberados no cérebro que dão uma sacudida poderosa de excitação
e energia, levando ao desejo de repetir essa experiência. Pode ser o
início de qualquer tipo de vício e comportamento maníaco. Além disso, quando ganhos
vem rapidamente, tendemos a perder de vista a sabedoria básica que verdade
sucesso, para realmente durar, deve vir através do trabalho duro. Nós não tomamos
em conta o papel que a sorte desempenha nesses ganhos repentinos. Nós tentamos novamente
e novamente para recuperar tão alto de ganhar tanto dinheiro ou
atenção. Nós adquirimos sentimentos de grandiosidade. Nos tornamos especialmente
resistente a qualquer um que tente nos avisar - eles não entendem, nós
diga a nós mesmos. Porque isso não pode ser sustentado, nós experimentamos um
queda inevitável, que é ainda mais dolorosa, levando à depressão
parte do ciclo. Embora os apostadores sejam os mais propensos a isso,
aplica-se igualmente aos empresários durante as bolhas e às pessoas que
ganhar atenção repentina do público.

Página 45

Perdas inesperadas ou uma série de perdas criam igualmente irracional


reações. Nós imaginamos que estamos amaldiçoados com má sorte e que isso irá
em indefinidamente. Nós nos tornamos medrosos e hesitantes, que muitas vezes levam
a mais erros ou falhas. Nos esportes, isso pode induzir o que é conhecido
como asfixia, como perdas anteriores e misses pesam na mente e
aperte-o.
A solução aqui é simples: sempre que você experimenta ganhos incomuns
ou perdas, que é precisamente o momento de recuar e contrabalançar
com algum pessimismo ou otimismo necessário. Seja cauteloso com
sucesso e atenção súbita - eles não são construídos em nada que dure
e eles têm uma atração viciante. E a queda é sempre dolorosa.
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 40/94
03/08/2019 Sem título

Pressão crescente
As pessoas ao seu redor geralmente parecem sãs e no controle de suas
vidas. Mas coloque qualquer um deles em circunstâncias estressantes, com a pressão
subindo, e você verá uma realidade diferente. A máscara legal de autocontrole
sai. De repente eles atacam com raiva, revelam uma tendência paranóica,
e tornar-se hipersensível e muitas vezes insignificante. Sob estresse ou qualquer ameaça,
as partes mais primitivas do cérebro são despertadas e engajadas,
poderes esmagadores de raciocínio das pessoas. De fato, o estresse ou a tensão podem
revelam falhas nas pessoas que elas cuidadosamente ocultaram da vista. isto
muitas vezes é sábio observar as pessoas em tais momentos, precisamente como uma maneira de
julgar seu verdadeiro caráter.
Sempre que você notar a pressão crescente e os níveis de estresse em sua vida,
você deve se observar com cuidado. Monitore quaisquer sinais de incomum
fragilidade ou sensibilidade, suspeitas repentinas, receios desproporcionais
as circunstâncias. Observe com tanto desapego quanto possível,
Encontrar tempo e espaço para ficar sozinho. Você precisa de perspectiva. Nunca
imagine que você é alguém que pode suportar o aumento do estresse sem
vazamento emocional. Não é possível. Mas através da autoconsciência e
reflexão você pode impedir-se de tomar decisões que você vai
venha a se arrepender.

Inflamando Indivíduos
Existem pessoas no mundo que, por sua natureza, tendem a desencadear
emoções poderosas em quase todos que encontram. Essas emoções
Entre os extremos do amor, do ódio, da confiança e da desconfiança.
Alguns exemplos da história incluiriam o rei Davi na Bíblia,

Página 46

Alcibíades na antiga Atenas, Júlio César na Roma antiga, Georges


Danton durante a Revolução Francesa e Bill Clinton. Esses tipos
tem um grau de carisma - eles têm a capacidade de expressar eloqüentemente
emoções que eles estão sentindo, que inevitavelmente mexe com emoções paralelas
outras. Mas alguns deles também podem ser bastante narcisistas; eles projetam
seu drama interno e problemas para fora, pegando outras pessoas em
o tumulto que eles criam. Isso leva a sentimentos profundos de atração em
alguns e repulsão em outros.
É melhor reconhecer esses inflamadores pela forma como eles afetam os outros, não
apenas você mesmo. Ninguém pode permanecer indiferente a eles. As pessoas acham
são incapazes de raciocinar ou manter qualquer distância em sua
presença. Eles fazem você pensar neles continuamente quando não em seus

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 41/94
03/08/2019 Sem título

presença. Eles têm uma qualidade obsessiva e podem levá-lo a


ações extremas como um seguidor devotado ou como um inimigo inveterado. Em
ou fim do espectro - atração ou repulsão - você tenderá a
seja irracional e você precisará desesperadamente se distanciar. Um bem
estratégia para utilizar é ver através da frente que eles projetam. Eles
inevitavelmente tentar lançar uma imagem maior do que a vida, um mítico, intimidante
qualidade; mas na verdade eles são todos humanos demais, cheios das mesmas inseguranças
e fraquezas que todos possuímos. Tente reconhecer estes muito humanos
traços e desmitologizá-los.

O efeito de grupo
Esta é a variedade de alto grau do viés do grupo . Quando estamos em um
grupo de tamanho grande o suficiente, nos tornamos diferentes. Observe a si mesmo e
outros em um evento esportivo, um concerto, uma reunião religiosa ou política.
É impossível não se sentir preso no coletivo
emoções. Seu coração bate mais rápido. Lágrimas de alegria ou tristeza vêm mais
facilmente. Estar em grupo não estimula o raciocínio independente, mas
antes, o intenso desejo de pertencer. Isso pode acontecer igualmente em um trabalho
ambiente, especialmente se o líder joga com as emoções das pessoas para
estimular desejos competitivos, agressivos, ou criar um nós contra eles
dinâmico. O efeito de grupo não requer necessariamente a presença de
outras. Pode ocorrer de forma viral, uma vez que alguma opinião se espalha pela mídia social
e nos infecta com o desejo de compartilhar a opinião - geralmente de um
variedade forte, como indignação.
Há um aspecto estimulante e positivo na estimulação do grupo
emoções. É assim que podemos nos unir para fazer algo pelo coletivo
Boa. Mas se você perceber que o apelo é para emoções mais diabólicas, tais

Página 47

como ódio do outro, patriotismo raivoso, agressão ou arrebatamento


visões de mundo, você precisa se inocular e ver através do
puxão poderoso como funciona em você. Muitas vezes é melhor evitar o grupo
configuração, se possível, a fim de manter seus poderes de raciocínio, ou para
Entre esses momentos com o máximo de ceticismo.
Esteja ciente dos demagogos que exploram o efeito de grupo e estimulam
surtos de irracionalidade. Eles inevitavelmente recorrem a certos dispositivos. Em um
configuração de grupo, eles começam por aquecer a multidão, falando sobre idéias
e valores que todos compartilham, criando uma sensação agradável de
acordo. Eles confiam em palavras vagas, mas carregadas, cheias de qualidade emotiva
como justiça ou verdade ou patriotismo . Eles falam de objetivos abstratos e nobres
em vez de resolver problemas específicos com ação concreta.
Demagogos na política ou na mídia tentam agitar um senso contínuo de
pânico, urgência e indignação. Eles devem manter os níveis emocionais altos.
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 42/94
03/08/2019 Sem título

Sua defesa é simples: considere seus poderes de raciocínio, sua capacidade de


pense por si mesmo, seu bem mais precioso. Ressentir qualquer tipo de
intrusão em sua mente independente por outros. Quando você se sentir
estão na presença de um demagogo, tornam-se duplamente cautelosos e
analítico.

-
Uma palavra final sobre o irracional na natureza humana: não imagine que o
tipos mais extremos de irracionalidade foram de alguma forma superados
através do progresso e da iluminação. Ao longo da história, testemunhamos
ciclos contínuos de níveis crescentes e decrescentes do irracional. O grande
idade de ouro de Péricles, com seus filósofos e seus primeiros movimentos do
espírito científico, foi seguido por uma era de superstição, cultos e
intolerância. Esse mesmo fenômeno aconteceu depois do italiano
Renascimento. Que este ciclo é obrigado a recorrer de novo e de novo é parte
da natureza humana.
O irracional simplesmente muda seu visual e suas modas. Nós podemos não
tem mais caça às bruxas literal, mas no século XX, não tão
há muito tempo, testemunhamos os julgamentos espetaculares de Stalin, o McCarthy
audiências no Senado dos EUA, e as perseguições em massa durante o
Revolução Cultural Chinesa. Vários cultos estão sendo continuamente
gerados, incluindo cultos de personalidade e fetichização de
celebridades. A tecnologia agora inspira o fervor religioso. As pessoas têm um

Página 48

necessidade desesperada de acreditar em algo e eles vão encontrá-lo em qualquer lugar.


Pesquisas revelaram que um número crescente de pessoas acredita em
fantasmas, espíritos e anjos, no século XXI.
Enquanto houver seres humanos, o irracional encontrará suas vozes e
meios de propagação. Racionalidade é algo a ser adquirido por
indivíduos, não por movimentos de massa ou progresso tecnológico. Sentindo-me
superior e além, é um sinal claro de que o irracional está em ação.

Terceiro Passo: Estratégias para Trazer o Racional


Auto

Apesar de nossas tendências irracionais pronunciadas, dois fatores devem


todos nós esperamos. Em primeiro lugar é a existência ao longo da história e
em todas as culturas de pessoas de alta racionalidade, os tipos que fizeram
progresso possível. Eles servem como ideais para todos nós. Estes

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 43/94
03/08/2019 Sem título

incluem Péricles,
Roma antiga, o soberano
Marguerite Aśokana
de Valois daFrança
antiga medieval,
Índia, Marco Auréliodade
Leonardo
Vinci, Charles Darwin, Abraham Lincoln, o escritor Anton Chekhov,
a antropóloga Margaret Mead e o empresário Warren
Buffett, para citar apenas alguns. Todos esses tipos compartilham certas qualidades - um
avaliação realista de si e de suas fraquezas; uma devoção a
verdade e realidade; uma atitude tolerante em relação às pessoas; e a capacidade de
alcançar metas que eles definiram.
O segundo fator é que quase todos nós em algum momento de nossas vidas
vivenciaram momentos de maior racionalidade. Isso geralmente vem
com o que chamaremos de mentalidade do criador . Nós temos um projeto para obter
feito, talvez com um prazo. A única emoção que podemos pagar é
excitação e energia. Outras emoções simplesmente tornam impossível
concentrado. Porque nós temos que obter resultados, nos tornamos excepcionalmente
prático. Nós nos concentramos no trabalho - nossa mente calma, nosso ego não
intrusão. Se as pessoas tentam nos interromper ou nos contaminar com emoções,
ressentir-se. Esses momentos - tão breves como algumas semanas ou horas - revelam
o eu racional que está esperando para sair. Apenas requer alguns
consciência e alguma prática.
As seguintes estratégias são projetadas para ajudar você a
Péricles interiores ou Atena:
Conheça-se completamente. O eu emocional prospera em
ignorância. No momento em que você está ciente de como ele funciona e

Página 49

domina você é o momento em que perde o controle sobre você e pode ser
domesticado. Portanto, seu primeiro passo em direção ao racional é sempre interior.
Você quer pegar o Eu Emocional em ação. Para este propósito, você
deve refletir sobre como você opera sob estresse. Que particular
fraquezas surgem em tais momentos - o desejo de agradar, de intimidar
ou controle, níveis profundos de desconfiança? Olhe para as suas decisões, especialmente
aqueles que foram ineficazes - você pode ver um padrão, um subjacente
insegurança que os impele? Examine seus pontos fortes, o que faz você
diferente de outras pessoas. Isso ajudará você a decidir metas que
malha com seus interesses de longo prazo e que estão alinhados com o seu
Habilidades. Conhecendo e valorizando o que te diferencia como diferente, você
também ser capaz de resistir à influência do viés e do efeito do grupo.
Examine suas emoções para suas raízes. Você está com raiva. Deixe o
Sentir-se a partir de dentro e pensar sobre isso. Foi desencadeada por
algo aparentemente trivial ou insignificante? Isso é um sinal certo de que
alguma coisa ou alguém está por trás disso. Talvez um pouco mais desconfortável
a emoção está na origem - como inveja ou paranóia. Você precisa olhar para
este quadrado no olho. Cavar abaixo de qualquer ponto de gatilho para ver onde eles
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 44/94
03/08/2019 Sem título

começado. Para estes propósitos, pode ser sábio usar uma revista na qual
você registra suas autoavaliações com objetividade impiedosa. Seu
maior perigo aqui é o seu ego e como isso faz você inconscientemente
manter ilusões sobre você. Estes podem ser reconfortantes no
momento, mas a longo prazo eles te fazem defensivo e incapaz de
aprender ou progredir. Encontre uma posição neutra a partir da qual você pode observar
suas ações, com um pouco de desapego e até de humor. Em breve tudo isso
vai se tornar uma segunda natureza, e quando o Eu Emocional repentinamente
levanta a cabeça em alguma situação, você vai ver como acontece e ser
capaz de recuar e encontrar essa posição neutra.
Aumente seu tempo de reação. Este poder vem através
prática e repetição. Quando algum evento ou interação requer um
resposta, você deve treinar-se para voltar atrás. Isso poderia significar
fisicamente removendo-se para um lugar onde você pode ficar sozinho e não
sinta qualquer pressão para responder. Ou pode significar escrever esse e-mail irritado
mas não enviando. Você dorme por um dia ou dois. Você não faz
telefonemas ou comunicar enquanto sente alguma emoção súbita,
particularmente ressentimento. Se você está correndo para se comprometer com
pessoas, contratar ou ser contratado por elas, dar um passo atrás e dar um dia. Legal
as emoções para baixo. Quanto mais tempo você pode levar o melhor, porque
perspectiva vem com o tempo. Considere isso como treinamento de resistência—

Página 50

quanto mais você resistir a reagir, mais espaço mental você tem para
reflexão real, e mais forte sua mente se tornará.
Aceite as pessoas como fatos. Interações com pessoas são as principais
fonte de turbulência emocional, mas não tem que ser assim. o
O problema é que estamos continuamente julgando as pessoas, desejando que fossem
algo que eles não são. Nós queremos mudá-los. Nós os queremos
pensar e agir de uma certa maneira, na maioria das vezes a maneira como pensamos e agimos.
E porque isso não é possível, porque todo mundo é diferente, nós somos
continuamente frustrado e chateado. Em vez disso, veja outras pessoas como
fenômenos neutros como cometas ou plantas. Eles simplesmente existem. Eles
vêm em todas as variedades, tornando a vida rica e interessante. Trabalhar com o que
eles te dão, em vez de resistir e tentar mudá-los. Faço
Entendendo as pessoas um jogo divertido, a resolução de quebra-cabeças. Tudo faz parte de
a comédia humana. Sim, as pessoas são irracionais, mas você também. Faço
sua aceitação da natureza humana o mais radical possível. Isso vai acalmar
você para baixo e ajudá-lo a observar as pessoas mais desapaixonadamente,
compreendê-los em um nível mais profundo. Você vai parar de projetar seu
próprias emoções para eles. Tudo isso lhe dará mais equilíbrio e
calma, mais espaço mental para pensar.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 45/94
03/08/2019 Sem título

É certamente difícil fazer isso com os tipos de pesadelo que cruzam


nosso caminho - os narcisistas furiosos, os agressores passivos e outros
inflamadores. Eles permanecem um teste contínuo à nossa racionalidade. Olhe para a
Escritor russo Anton Chekhov, uma das pessoas mais ferozmente racionais
quem já viveu, como modelo para isso. Sua família era grande e pobre
e seu pai, um alcoólatra, bateu impiedosamente todas as crianças,
incluindo o jovem Chekhov. Chekhov tornou-se um médico e assumiu
escrevendo como uma carreira secundária. Ele aplicou sua formação como médico ao
animal humano, seu objetivo é entender o que nos torna tão irracionais,
infeliz e tão perigoso. Em suas histórias e peças, ele encontrou
imensamente terapêutico para entrar dentro de seus personagens e fazer sentido de
até os piores tipos. Desta forma, ele poderia perdoar qualquer um, até mesmo sua
pai. Sua abordagem nesses casos foi imaginar que cada pessoa, não
Não importa quão distorcida, tem uma razão para o que eles se tornaram, uma lógica que
faz sentido para eles. À sua maneira, eles estão se esforçando para
realização, mas irracionalmente. Ao recuar e imaginar sua história
De dentro, Chekhov desmitificou os brutos e agressores;
ele os cortou para o tamanho humano. Eles já não provocaram ódio, mas
sim pena. Você deve pensar mais como um escritor em se aproximar do
pessoas com quem você lida, até mesmo os piores tipos.

Page 51

Encontre o equilíbrio ideal de pensamento e emoção. Nós


não pode divorciar as emoções do pensamento. Os dois são completamente
entrelaçados. Mas há inevitavelmente um fator dominante, algumas pessoas
mais claramente governado por emoções do que outras. O que estamos procurando
pois é a proporção adequada e equilíbrio, o que leva ao mais
ação efetiva. Os antigos gregos tinham uma metáfora apropriada para
isso: o cavaleiro e o cavalo.
O cavalo é nossa natureza emocional que nos impele continuamente a nos mover.
Este cavalo tem tremenda energia e poder, mas sem um cavaleiro
não pode ser guiado; é selvagem, sujeito a predadores e continuamente
encabeçando em dificuldade. O cavaleiro é o nosso eu pensante. Através de treinamento
e prática, segura as rédeas e guia o cavalo, transformando este
energia animal poderosa em algo produtivo. Aquele sem
o outro é inútil. Sem o cavaleiro, nenhum movimento dirigido ou
finalidade. Sem o cavalo, sem energia, sem energia. Na maioria das pessoas
o cavalo domina e o cavaleiro é fraco. Em algumas pessoas, o piloto também é
forte, segura as rédeas com muita força e tem medo de ocasionalmente deixar
animal entrar em galope. O cavalo e o cavaleiro devem trabalhar juntos. este
significa que consideramos nossas ações de antemão; nós trazemos tanto pensamento
quanto possível a uma situação antes de tomarmos uma decisão. Mas uma vez que nós
decidir o que fazer, soltar as rédeas e entrar em ação com ousadia

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 46/94
03/08/2019 Sem título

e um espírito de aventura. Em vez de sermos escravos dessa energia, nós


canalizá-lo. Essa é a essência da racionalidade.
Como um exemplo deste ideal em ação, tente manter um perfeito
equilíbrio entre ceticismo (cavaleiro) e curiosidade (cavalo). Neste modo
você é cético sobre seus próprios entusiasmos e os dos outros. Você
não aceitam pelo valor nominal as explicações das pessoas e sua aplicação
de "provas". Você olha para os resultados de suas ações, não o que eles dizem
sobre suas motivações. Mas se você levar isso longe demais, sua mente
fechar-se de idéias selvagens, de especulações emocionantes, de
curiosidade em si. Você quer manter a elasticidade do espírito que você tinha como
criança, interessada em tudo, mantendo a necessidade intransigente de
verifique e analise por si mesmo todas as ideias e crenças. Os dois podem
coexiste. É um equilíbrio que todos os gênios possuem.
Ame o racional. É importante não ver o caminho para
racionalidade como algo doloroso e ascético. Na verdade, isso traz poderes
que são imensamente satisfatórios e prazerosos, muito mais profundos que os
prazeres mais maníacos que o mundo tende a nos oferecer. Você sentiu isso em
sua própria vida quando absorvida em um projeto, o tempo que flui e

Página 52

experimentando explosões ocasionais de excitação quando você faz descobertas


ou progresso no seu trabalho. Existem outros prazeres também. Ser capaz
domesticar o Eu Emocional leva a uma calma e clareza gerais. Em
este estado de espírito você é menos consumido por conflitos mesquinhos e
considerações. Suas ações são mais eficazes, o que também leva a menos
turbulência. Você tem a imensa satisfação de se dominar em um
caminho profundo. Você tem mais espaço mental para ser criativo. Você se sente mais em
ao controle.
Sabendo de tudo isso, será mais fácil motivar-se para
desenvolver esse poder. Nesse sentido, você está seguindo o caminho de Pericles
ele mesmo. Ele imaginou a deusa Athena incorporando todos os
poderes práticos de racionalidade. Ele adorou e amou essa deusa
acima de todos os outros. Podemos não mais venerar a deusa como uma divindade, mas
podemos apreciar em um nível profundo todos aqueles que promovem a racionalidade
em nosso próprio mundo, e podemos procurar internalizar seu poder tanto
como nós podemos.
“Confie nos seus sentimentos!” - Mas os sentimentos não são nada finais ou originais; atrás
sentimentos lá estão julgamentos e avaliações que herdamos no
forma de . . . inclinações, aversões. . . . A inspiração nascida de um sentimento é
neto de um julgamento - e muitas vezes de um julgamento falso! - e em qualquer
evento não é um filho de sua preferência! Confiar nos sentimentos - significa dar mais
obediência a seu avô e avó e seus avós
do que para os deuses que estão em nós: nossa razão e nossa experiência.
- Friedrich Nietzsche

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 47/94
03/08/2019 Sem título

Página 53

Transforme o amor próprio em


Empatia

A lei do narcisismo

W
e todos possuem naturalmente a ferramenta mais notável para conectar
para as pessoas e alcançar o poder social - empatia. Quando
cultivado e usado corretamente, pode nos permitir ver os humores
e mentes dos outros, dando-nos o poder de antecipar as pessoas
ações e suavemente diminuir sua resistência. Este instrumento, no entanto,
é embotado por nossa auto-absorção habitual. Somos todos narcisistas
algumas mais profundas no espectro do que outras. Nossa missão na vida é
chegar a um acordo com este amor próprio e aprender como transformar nossa sensibilidade
para fora, para os outros, em vez de para dentro. Nós devemos reconhecer no
mesmo tempo os narcisistas tóxicos entre nós antes de ficarem enredados em
seus dramas e envenenados por sua inveja.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 48/94
03/08/2019 Sem título

O espectro narcisista

A partir do momento em que nascemos, nós, seres humanos, sentimos uma necessidade interminável
para atenção. Somos animais sociais para o núcleo. Nossa sobrevivência e
a felicidade depende dos laços que formamos com os outros. Se as pessoas não
preste atenção em nós, não podemos nos conectar a eles em qualquer nível. Alguns
isso é puramente físico - precisamos ter pessoas nos olhando para se sentirem vivas.
Como aqueles que passaram por longos períodos de isolamento podem atestar,
sem contato visual, começamos a duvidar de nossa existência e a descer
em uma depressão profunda. Mas essa necessidade também é profundamente psicológica:
através da qualidade da atenção que recebemos dos outros, nos sentimos
reconhecido e apreciado por quem somos. Nosso senso de auto-estima
depende disso. Porque isso é tão importante para o animal humano,
as pessoas farão quase tudo para chamar a atenção, inclusive comprometendo

Página 54

crime ou tentativa de suicídio. Olhe para trás quase qualquer ação, e você
vai ver essa necessidade como uma motivação primária.
Na tentativa de satisfazer nossa fome de atenção, no entanto, enfrentamos
problema inevitável: há muito dele por aí. No
família, temos que competir com nossos irmãos; na escola, com
colegas de classe; no trabalho, com os colegas. Os momentos em que nos sentimos
reconhecido e apreciado são fugazes. As pessoas podem ser largamente
indiferente ao nosso destino, como eles devem lidar com seus próprios problemas.
Há até mesmo alguns que são francamente hostis e desrespeitosos conosco.
Como lidamos com aqueles momentos em que nos sentimos psicologicamente sozinhos,
ou até mesmo abandonado? Podemos dobrar nossos esforços para chamar a atenção e
notar, mas isso pode esgotar a nossa energia e muitas vezes pode ter o
efeito oposto - as pessoas que tentam demais parecem desesperadas e repulsivas
a atenção que eles querem. Nós simplesmente não podemos confiar nos outros para nos dar
validação constante, e ainda assim nós ansiamos por isso.
Enfrentando este dilema desde a infância, a maioria de nós surge
com uma solução que funciona muito bem: criamos um eu, uma imagem de
nós mesmos que nos conforta e nos faz sentir validados por dentro .
Este eu é composto de nossos gostos, nossas opiniões, como olhamos para o
mundo, o que nós valorizamos. Ao construir essa auto-imagem, tendemos a
acentuar nossas qualidades positivas e explicar nossas falhas. Nós
não pode ir muito longe nisso, pois se a nossa auto-imagem é muito divorciada de
realidade, outras pessoas nos tornarão conscientes da discrepância, e nós
duvidar de nós mesmos. Mas se for feito corretamente, no final, temos um eu
que podemos amar e estimar. Nossa energia se volta para dentro. Nos tornamos o
centro de nossa atenção. Quando experimentamos esses momentos inevitáveis

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 49/94
03/08/2019 Sem título

quando estamos sozinhos ou não nos sentimos valorizados, podemos nos retirar para esse eu
e nos acalmar. Se tivermos momentos de dúvida e depressão,
nosso amor-próprio nos eleva, nos faz sentir dignos e até superiores
outras. Esta auto-imagem funciona como um termostato, ajudando-nos a regular
nossas dúvidas e inseguranças. Nós não somos mais completamente dependentes
nos outros por atenção e reconhecimento. Nós temos auto-estima .
Essa ideia pode parecer estranha. Geralmente, tiramos essa autoimagem
completamente garantido, como o ar que respiramos. Ele opera em grande parte
base inconsciente. Não sentimos nem vemos o termostato funcionando.
A melhor maneira de visualizar literalmente essa dinâmica é olhar para aqueles que
falta um senso coerente de eu - pessoas que chamaremos de narcisistas profundos.

Page 55

Na construção de um eu que podemos nos apegar e amar, a chave


momento em seu desenvolvimento ocorre entre as idades de dois e cinco
anos. À medida que nos separamos lentamente de nossa mãe, enfrentamos um mundo em
que não podemos obter gratificação instantânea. Nós também nos tornamos conscientes de que
estamos sozinhos e, no entanto, dependentes de nossos pais para sobreviver. Nosso
A resposta é identificar-se com as melhores qualidades de nossos pais - suas
força, sua capacidade de nos acalmar - e incorporar essas qualidades em
nós mesmos. Se nossos pais nos encorajam em nossos primeiros esforços
independência, se validarem nossa necessidade de nos sentirmos fortes e reconhecermos
nossas qualidades únicas, então nossa auto-imagem cria raízes, e nós podemos lentamente
construir sobre ele. Narcisistas profundos têm uma ruptura acentuada neste início
desenvolvimento, e assim eles nunca constroem um consistente e
sensação realista de um eu.
Suas mães (ou pais) podem ser também narcisistas
auto-absorvido para reconhecer a criança, para incentivar seus esforços iniciais em
independência. Ou, alternativamente, os pais poderiam ser enmeshers—
envolveu-se na vida da criança, sufocando-a com atenção, isolando-a
de outros, e vivendo através de seu avanço como um meio de validar
sua própria auto-estima. Eles não dão espaço para a criança se estabelecer. Em
os antecedentes de quase todos os narcisistas profundos encontramos
abandono ou enredamento. O resultado é que eles não têm ego para
recuar para, sem base para a auto-estima, e são completamente
dependente da atenção que eles podem obter dos outros para fazê-los sentir
vivo e digno.
Na infância, se tais narcisistas são extrovertidos, eles podem funcionar
razoavelmente bem e até mesmo prosperar. Eles se tornam mestres em atrair
notar e monopolizar a atenção. Eles podem parecer vivaz e
emocionante. Em uma criança, essas qualidades podem parecer um sinal de futuro

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 50/94
03/08/2019 Sem título

sucesso. Mas debaixo da superfície, eles estão se tornando perigosamente


viciados nos golpes de atenção que estimulam para fazê-los sentir
todo e digno. Se eles são introvertidos, eles vão se retirar para uma fantasia
vida, imaginando um eu que é bem superior aos outros. Desde que eles não vão
obter validação desta auto-imagem dos outros porque é tão irrealista,
eles também terão momentos de grande dúvida e até auto-aversão.
Eles são um deus ou um verme. Na falta de um núcleo coerente, eles poderiam
imagine-se como alguém, e assim suas fantasias continuarão
mudando enquanto tentam novas personalidades.
O pesadelo dos narcisistas profundos geralmente chega
anos vinte e trinta. Eles não conseguiram desenvolver esse interior

Página 56

termostato, um sentido coesivo de auto para amar e depender. o


extrovertidos devem constantemente atrair atenção para se sentirem vivos e
estimado. Eles se tornam mais dramáticos, mais exibicionistas e
grandioso. Isso pode se tornar cansativo e até patético. Eles tem que
mude amigos e cenas para que eles possam ter um público novo.
Introvertidos caem mais profundamente em um eu fantasia. Ser socialmente desajeitado ainda
irradiando superioridade, tendem a alienar as pessoas, aumentando sua
isolamento perigoso. Em ambos os casos, drogas ou álcool ou qualquer outra forma
de vício pode se tornar uma muleta necessária para acalmá-los no
momentos inevitáveis de dúvida e depressão.
Você pode reconhecer narcisistas profundos pelo seguinte comportamento
padrões: Se eles são sempre insultados ou desafiados, eles não têm defesa,
nada interno para acalmá-los ou validar seu valor. Eles geralmente
reagir com grande raiva, sedento de vingança, cheio de uma sensação de
justiça. Esta é a única maneira que eles sabem como acalmar seus
inseguranças. Em tais batalhas, eles se posicionarão como
vítima ferida, confundindo os outros e até mesmo atraindo simpatia. Eles
são espinhosas e supersensíveis. Quase tudo é levado pessoalmente.
Eles podem se tornar bastante paranóicos e ter inimigos em todas as direções para
aponta para. Você pode ver um olhar impaciente ou distante em seu rosto
sempre que você fala sobre algo que não os envolve diretamente
de algum modo. Eles imediatamente voltam a conversa para
-se, com alguma história ou anedota para distrair da insegurança
por trás disso. Eles podem ser propensos a episódios viciosos de inveja se virem outros
recebendo a atenção que eles sentem que merecem. Eles freqüentemente exibem
extrema autoconfiança. Isso sempre ajuda a ganhar atenção, e
recobre cuidadosamente o seu vazio interior escancarado e sua fragmentada
senso próprio. Mas cuidado se essa confiança é realmente colocada em teste.
Quando se trata de outras pessoas em suas vidas, narcisistas profundos têm
um relacionamento incomum que é difícil para nós entendermos. Eles tendem a
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 51/94
03/08/2019 Sem título

veja os outros como extensões de si mesmos, o que é conhecido como self-objects .


As pessoas existem como instrumentos de atenção e validação. Seu desejo é
controlá-los como eles controlam seu próprio braço ou perna. Em um
relacionamento, eles vão lentamente fazer o parceiro cortar contato com
amigos - não deve haver competição por atenção.
Alguns narcisistas profundos altamente talentosos (veja histórias começando neste
página para exemplos) conseguem encontrar alguma redenção através da sua
trabalham, canalizando suas energias e obtendo a atenção que desejam
através de suas realizações, embora eles tendem a permanecer bastante

Página 57

errático e volátil. Para os narcisistas mais profundos, no entanto, pode ser


difícil concentrar-se em seu trabalho. Sem a autoestima
termostato, eles estão propensos a se preocupar continuamente com o que os outros
pense neles. Isso torna difícil concentrar a atenção para fora
por longos períodos de tempo, e para lidar com a impaciência e ansiedade
isso vem com o trabalho. Tais tipos tendem a mudar de emprego e carreira
freqüentemente. Isso se torna o prego em seu caixão - incapaz de atrair
reconhecimento genuíno através de suas realizações, eles são para sempre
jogado de volta na necessidade de estimular artificialmente a atenção.
Narcisistas profundos podem ser irritantes e frustrantes de lidar; eles
também pode se tornar bastante prejudicial se nos aproximarmos demais deles. Eles
nos enredam em seus dramas intermináveis e nos fazem sentir culpados se nós
não estão continuamente prestando atenção a eles. Relacionamentos com eles são
mais insatisfatório, e ter um como parceiro ou cônjuge pode ser
mortal. No final, tudo deve girar em torno deles. Ao melhor
solução em tais casos é sair do seu caminho, uma vez que os identificamos
como um narcisista profundo.
Há uma variedade deste tipo, no entanto, que é mais perigoso
e tóxico, devido aos níveis de poder que ele ou ela pode alcançar -
o líder narcisista . (Este tipo existe há muito tempo.
a Bíblia, Absalão foi talvez o primeiro exemplo registrado, mas encontramos
referências freqüentes na literatura antiga para os outros - Alcibíades, Cícero,
e Imperador Nero, para citar alguns.) Quase todos os tipos de ditadores e
CEOs tirânicos se enquadram nessa categoria. Eles geralmente têm mais
ambição do que a média narcissista profunda e por um tempo pode funil
esta energia em trabalho. Cheios de autoconfiança narcisista, eles atraem
atenção e seguidores. Eles dizem e fazem coisas que outras pessoas não fazem
ousa dizer ou fazer, o que parece admirável e autêntico. Eles podem ter
uma visão de algum produto inovador, e porque eles irradiam
confiança, eles podem encontrar outros para ajudá-los a realizar sua visão. Eles
são especialistas em usar pessoas.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 52/94
03/08/2019 Sem título

Se eles tiverem sucesso, um ímpeto terrível é estabelecido - mais


as pessoas são atraídas por sua liderança, o que só infla sua
tendências grandiosas. Se alguém se atreve a desafiá-los, eles são mais
mais propensos do que os outros a entrar nessa profunda raiva narcísica. Eles são
hipersensível. Eles também gostam de agitar o drama constante como um meio para
justificar seu poder - eles são os únicos que podem resolver os problemas
Eles criam. Isso também lhes dá mais oportunidades de ser o centro de
atenção. O local de trabalho nunca é estável sob sua direção.

Página 58

Às vezes eles podem se tornar empreendedores, pessoas que encontraram um


companhia por causa de seu carisma e capacidade de atrair seguidores.
Eles podem ter um toque criativo também. Mas para muitos desses tipos de líderes,
eventualmente, a sua própria instabilidade interior e caos virá a ser
espelhados na empresa ou grupo que lideram. Eles não podem forjar
estrutura coerente ou organização. Tudo deve fluir através
eles. Eles têm que controlar tudo e todos, seus auto-objetos.
Eles proclamarão isso como uma virtude - como sendo autênticos e
espontâneo - quando na verdade eles não têm a capacidade de se concentrar e criar
algo sólido. Eles tendem a queimar e destruir o que eles criam.
Vamos imaginar o narcisismo como uma maneira de avaliar o nível de nossa auto-
absorção, como se existisse em uma escala mensurável de alto a baixo. Em um
certa profundidade, digamos abaixo da marca da metade na escala, as pessoas
entrar no reino do narcisismo profundo. Quando atingem essa profundidade, é
muito difícil para eles se levantarem de volta, porque lhes falta
o dispositivo de auto-estima. O narcisista profundo torna-se completamente
absorvido, quase sempre abaixo da marca. Se por um momento eles conseguem
para se envolver com os outros, algum comentário ou ação irá desencadear a sua
inseguranças e eles vão despencar. Mas principalmente eles tendem
afundar mais em si mesmos ao longo do tempo. Outras pessoas são
instrumentos. A realidade é apenas um reflexo de suas necessidades. Constante
a atenção é seu único modo de sobrevivência.
Acima dessa marca intermediária é o que chamaremos de funcional
narcisista , onde a maioria de nós reside. Nós também somos auto-absorvidos, mas
o que nos impede de cair profundamente em nós mesmos é um sentido coerente de
ego em que podemos confiar e amar. (É irônico que a palavra
o narcisismo passou a significar amor próprio, quando é de fato o caso
os piores narcisistas não têm um eu coeso para amar, que é a fonte
do seu problema.) Isso cria alguma resiliência interna. Pode ser que tenhamos
momentos narcisistas mais profundos, flutuando abaixo da marca, particularmente
quando deprimido ou desafiado na vida, mas inevitavelmente nós elevamos
nós mesmos. Não se sentindo continuamente inseguro ou ferido, nem sempre
necessitando pescar de atenção, os narcisistas funcionais podem transformar

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 53/94
03/08/2019 Sem título

atenção para fora, para o seu trabalho e para construir relações com
pessoas.
Nossa tarefa, como estudantes da natureza humana, é tripla. Primeiro, devemos
compreender completamente o fenômeno do narcisista profundo. Embora eles
são minoria, alguns deles podem infligir uma quantidade incomum de
dano no mundo. Devemos ser capazes de distinguir os tipos tóxicos que

Página 59

agitar o drama e tentar nos transformar em objetos que eles podem usar para sua
finalidades. Eles podem nos atrair com sua energia incomum, mas se nós
Se enredar, pode ser um pesadelo para desvincular. Eles são
mestres em virar as mesas e fazer os outros se sentirem culpados. Narcisista
líderes são os mais perigosos de todos, e devemos resistir à sua força e
ver através da fachada de sua criatividade aparente. Saber como
lidar com os narcisistas profundos em nossas vidas é uma arte importante para todos nós.
Em segundo lugar, devemos ser honestos sobre nossa própria natureza e não negar isso.
Somos todos narcisistas. Em uma conversa, estamos todos pulando na parte
conversar, contar nossa história, dar nossa opinião. Nós gostamos de pessoas que compartilham
Nossas ideias refletem de volta nosso bom gosto. Se acontecer de nós sermos
assertivo, vemos assertividade como uma qualidade positiva porque é nossa,
enquanto outros, mais tímidos, irão classificá-lo como obnóxio e valor
qualidades introspectivas. Somos todos propensos a bajular por causa de nossa auto-
amor. Moralizadores que tentam se separar e denunciar o
narcisistas no mundo de hoje são muitas vezes os maiores narcisistas deles
todos - eles amam o som de sua voz quando apontam os dedos e pregam.
Estamos todos no espectro da auto-absorção . Criando um eu que nós
pode amar é um desenvolvimento saudável, e não deve haver estigma
anexado a ele. Sem a autoestima de dentro, cairíamos
narcisismo profundo. Mas para ir além do narcisismo funcional, que
deve ser o nosso objetivo, devemos primeiro ser honestos com nós mesmos. Tentando
negar a nossa natureza egocêntrica, tentando fingir que somos de alguma forma mais
altruísta do que outros, torna impossível para nós transformar
nós mesmos.
Terceiro e mais importante, devemos começar a fazer o
transformação em narcisista saudável . Narcisistas saudáveis têm um
mais forte, senso de auto ainda mais resiliente. Eles tendem a pairar mais perto
o topo da escala. Eles se recuperam mais rapidamente de quaisquer feridas ou
insultos. Eles não precisam de muita validação dos outros. Eles percebem
em algum momento da vida eles têm limites e falhas. Eles podem rir
essas falhas e não tomar slights tão pessoalmente. De muitas maneiras, por
abraçando a imagem completa de si mesmos, seu amor-próprio é mais real
e completo. A partir desta posição interior mais forte, eles podem transformar
atenção para fora mais freqüentemente e mais facilmente. Essa atenção vai em

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 54/94
03/08/2019 Sem título

uma das duas direções e, às vezes, as duas. Primeiro, eles são capazes de direcionar
seu foco e seu amor em seu trabalho, tornando-se grandes artistas,
criadores e inventores. Porque seu foco externo no trabalho é
mais intensos, eles tendem a ter sucesso em seus empreendimentos, o que dá

Página 60

lhes a atenção e validação necessárias. Eles podem ter momentos


de dúvida e insegurança, e os artistas podem ser notoriamente frágeis, mas o trabalho
permanece como uma libertação contínua de muita auto-absorção.
A outra direção que os narcisistas saudáveis tomam é para as pessoas,
desenvolvendo poderes empáticos. Imagine empatia como o reino deitado em
o topo da escala e além - completa absorção nos outros.
Pela nossa própria natureza, nós humanos temos tremendas habilidades para
Entenda as pessoas de dentro para fora. Nos nossos primeiros anos, sentimos
completamente ligado à nossa mãe, e podíamos sentir cada
humor e lê-la todas as emoções de um modo pré-verbal. como nenhum outro
animal ou primata, também tivemos a capacidade de estender isso além do
mãe para outros cuidadores e pessoas em nossa vizinhança.
Esta é a forma física de empatia que sentimos até hoje
com nossos amigos mais próximos, cônjuges ou parceiros. Nós também temos um natural
capacidade de tomar a perspectiva dos outros, de pensar o nosso caminho dentro da sua
Mentes Esses poderes estão em grande parte inativos por causa de nossa auto-
absorção. Mas nos nossos vinte anos e além, sentindo-me mais confiante
sobre nós mesmos, podemos começar a nos focar, nas pessoas e
redescubra esses poderes. Aqueles que praticam essa empatia frequentemente
tornam-se observadores sociais superiores nas artes ou ciências, terapeutas,
e líderes da mais alta ordem.
A necessidade de desenvolver essa empatia é maior do que nunca. Vários
estudos indicaram um aumento gradual dos níveis de auto-absorção
e narcisismo nos jovens desde o final dos anos 1970, com um
maior pico desde 2000. Muito disso pode ser atribuído à tecnologia
e a internet. As pessoas simplesmente gastam menos tempo em interações sociais
e mais tempo socializando on-line, o que dificulta cada vez mais
para desenvolver empatia e aprimorar as habilidades sociais. Como qualquer habilidade, empatia
vem através da qualidade da atenção. Se sua atenção é continuamente
interrompido pela necessidade de olhar para o seu smartphone, você nunca
realmente ganhar uma posição nos sentimentos ou perspectivas de outras pessoas.
Você é continuamente atraído de volta para si mesmo, voando sobre a superfície
interações sociais, nunca realmente envolvente. Mesmo na multidão, você permanece
essencialmente sozinho. As pessoas vêm para servir uma função - não se relacionar com
mas para aplacar suas inseguranças.
Nossos cérebros foram construídos para interação social contínua; a

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 55/94
03/08/2019 Sem título

complexidade desta interação é um dos principais fatores que drasticamente


aumentou nossa inteligência como espécie. Em um certo ponto, envolvendo

Página 61

nos menos com os outros tem um efeito negativo sobre o próprio cérebro
e atrofia nosso músculo social. Para piorar, nossa cultura
tende a enfatizar o valor supremo do indivíduo e do indivíduo
direitos, encorajando maior auto-envolvimento. Nós encontramos mais e mais
pessoas que não podem imaginar que os outros tenham uma perspectiva diferente,
que todos nós não somos exatamente os mesmos no que desejamos ou pensamos.
Você deve tentar contrariar esses desenvolvimentos e criar
energia empática. Cada lado do espectro tem seu peculiar
impulso. Narcisismo profundo tende a afundar você mais profundo, como o seu
conexão com a realidade diminui e você é incapaz de realmente desenvolver o seu
trabalho ou seus relacionamentos. Empatia faz o oposto. Como você
cada vez mais vire a sua atenção para fora, você tem constante positivo
comentários. As pessoas querem estar mais perto de você. Você desenvolve seu
músculo empático; seu trabalho melhora; sem tentar, você ganha o
atenção que todos os seres humanos desenvolvem. Empatia cria o seu próprio para cima,
momento positivo.
A seguir estão os quatro componentes que entram no empático
conjunto de habilidades.
A atitude empática: a empatia é mais do que qualquer coisa um estado
da mente, uma maneira diferente de se relacionar com os outros. O maior perigo que você
cara é a sua suposição geral de que você realmente entende as pessoas e
que você pode rapidamente julgar e categorizá-los. Em vez disso, você deve
começar com a suposição de que você é ignorante e que você tem
preconceitos naturais que farão você julgar as pessoas incorretamente. As pessoas
em torno de você apresenta uma máscara que atenda às suas finalidades. Você confunde o
mascarar a realidade. Deixe de lado sua tendência a fazer julgamentos precipitados.
Abra sua mente para ver as pessoas sob uma nova luz. Não assuma que
você é semelhante ou compartilha seus valores. Cada pessoa que você conhece é
como um país não descoberto, com um particular psicológico
química que você vai explorar cuidadosamente. Você está mais do que pronto para
fique surpreso com o que você descobrir. Este espírito flexível e aberto é semelhante
à energia criativa - uma disposição para considerar mais possibilidades e
opções. De fato, desenvolver sua empatia também melhorará sua
poderes criativos.
O melhor lugar para começar essa transformação em sua atitude está em
suas numerosas conversas diárias. Tente inverter o seu impulso normal
para conversar e dar a sua opinião, desejando, em vez disso, ouvir o outro
ponto de vista da pessoa. Você tem uma tremenda curiosidade nessa direção.
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 56/94
03/08/2019 Sem título

Página 62

Corte o seu monólogo interior incessante da melhor maneira possível. Dar plena
atenção para o outro. O que importa aqui é a qualidade do seu
escutando, para que no decorrer da conversa você possa espelhar de volta
para a outra pessoa as coisas que eles disseram, ou coisas que foram deixadas por dizer
que você sentiu. Isso terá um tremendo efeito sedutor.
Como parte dessa atitude, você está dando às pessoas o mesmo nível de
indulgência que você se dá. Por exemplo, todos nós temos uma tendência
para fazer o seguinte: Quando cometemos um erro, atribuímos isso a
circunstâncias que nos levaram a fazê-lo. Mas quando outros fazem uma
erro, tendemos a ver isso como uma falha de caráter, como algo que fluía
da sua personalidade imperfeita. Isso é conhecido como o viés de atribuição .
Você deve trabalhar contra isso. Com uma atitude empática, você considera
primeiro as circunstâncias que poderiam ter feito uma pessoa fazer o que eles
fez, dando-lhes o mesmo benefício da dúvida como você se dá.
Finalmente, adotar essa atitude depende da qualidade de sua auto-
amor. Se você se sentir terrivelmente superior aos outros, ou tomado por inseguranças,
Seus momentos de empatia e absorção nas pessoas serão superficiais.
O que você precisa é de uma aceitação completa do seu personagem, incluindo
suas falhas, que você pode ver claramente, mas até mesmo apreciar e amar. Você
não são perfeitos. Você não é um anjo. Você tem a mesma natureza que
outras. Com essa atitude, você pode rir de si mesmo e deixar os insultos
lavar você. De uma posição de genuína força interior e
resiliência, você pode direcionar mais facilmente sua atenção para fora.
Empatia visceral: a empatia é um instrumento de
sintonização. É difícil para nós lermos ou descobrirmos os pensamentos de
outra pessoa, mas sentimentos e humores são muito mais fáceis para nós escolhermos
acima. Estamos todos propensos a pegar as emoções de outra pessoa. o
limites físicos entre nós e outras pessoas são muito mais
Permeável do que imaginamos. As pessoas estão continuamente afetando nossos humores.
O que você está fazendo aqui é transformar essa resposta fisiológica em
conhecimento. Preste muita atenção ao humor das pessoas, como indicado por
sua linguagem corporal e tom de voz. Quando eles falam, eles têm um
tom de sentimento que está em sincronia ou não em sincronia com o que eles são
dizendo. Este tom pode ser de confiança, insegurança, defensividade,
arrogância, frustração, euforia. Este tom se manifesta fisicamente em
sua voz, seus gestos e sua postura. Em cada encontro, você
deve tentar detectar isso antes mesmo de prestar atenção ao que eles são
dizendo. Isto irá registrar visceralmente, em seu próprio físico

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 57/94
03/08/2019 Sem título

Página 63

resposta a eles. Um tom defensivo da parte deles tenderá a criar um


como se sentir em você.
Um elemento-chave que você está tentando descobrir é a intenção das pessoas.
Há quase sempre uma emoção por trás de qualquer intenção, e além
suas palavras, você está se sintonizando com o que eles querem, seus objetivos,
que também se registrará fisicamente em você se você prestar atenção. Para
Por exemplo, alguém que você conhece de repente mostra um interesse incomum em seu
vida, dá-lhe o tipo de atenção que você nunca teve antes. É um verdadeiro
tente se conectar ou uma distração, um meio de suavizar você assim
eles podem usar você para seus próprios propósitos? Em vez de se concentrar em seus
palavras, que mostram interesse e excitação, concentre-se no sentimento geral
tom que você pega. Quão profundamente eles estão ouvindo? Eles estão fazendo
contato visual consistente? Parece que, mesmo que estejam ouvindo
para você, eles estão absorvidos em si mesmos? Se você é o objeto de
atenção repentina, mas parece não confiável, eles estão provavelmente pretendendo
para pedir algo de você, para usá-lo e manipulá-lo de alguma forma.
Esse tipo de empatia depende em grande parte dos neurônios-espelho - aqueles
neurônios que disparam em nosso cérebro quando assistimos alguém fazer alguma coisa,
como pegar um objeto, como se estivéssemos fazendo isso sozinhos. este
nos permite nos colocar no lugar dos outros e sentir o que
deve ser assim. Estudos revelaram que pessoas com pontuação alta nos testes
de empatia são geralmente excelentes imitadores. Quando alguém sorri ou
estremecimentos na dor, eles tendem a imitar inconscientemente a expressão,
dando-lhes uma ideia do que os outros estão sentindo. Quando vemos alguém
sorrindo e de bom humor, tende a ter um efeito contagiante sobre nós.
Você pode conscientemente usar esse poder na tentativa de entrar nas emoções de
outros, seja imitando literalmente seus gestos faciais ou
evocando memórias de experiências semelhantes que agitaram tais
emoções. Antes de Alex Haley começar a escrever o Roots , ele passou algum tempo
no interior escuro de um navio, tentando recriar o claustrofóbico
escravos de terror devem ter experimentado. Uma conexão visceral com a sua
sentimentos permitiu-lhe escrever-se em seu mundo.
Como um complemento a isso, espelhando as pessoas em qualquer nível,
resposta empática deles. Isso pode ser físico e é conhecido como
o efeito camaleão . Pessoas que estão se conectando fisicamente e
emocionalmente em uma conversa tenderá a imitar os gestos um do outro
e postura, ambos cruzando as pernas, por exemplo. Até certo ponto, você pode
faça isso conscientemente para induzir uma conexão ao imitar deliberadamente
alguém. Da mesma forma, balançando a cabeça como eles falam e sorrindo vontade

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 58/94
03/08/2019 Sem título

Página 64

aprofundar a conexão. Melhor ainda, você pode entrar no espírito do


outra pessoa. Você absorve profundamente seu humor e reflete de volta para
eles. Você cria um sentimento de relacionamento. As pessoas anseiam secretamente por isso
relacionamento emocional em suas vidas diárias, porque eles o recebem tão raramente. isto
tem um efeito hipnótico e apela ao narcisismo das pessoas quando você se torna
seu espelho.
Ao praticar este tipo de empatia, tenha em mente que você deve
manter um certo grau de distância. Você não está se tornando completamente
enredado nas emoções do outro. Isso tornará difícil para você
analisar o que você está pegando e pode levar a uma perda de controle que é
não saudável. Além disso, fazer isso com muita força e obviamente pode criar
efeito assustador. O assentimento, sorrindo e espelhando em selecionados
momentos devem ser sutis, quase impossíveis de detectar.
Empatia analítica: a razão pela qual você é capaz de entender o seu
amigos ou parceiro tão profundamente é que você tem muita informação sobre
seus gostos, valores e antecedentes familiares. Todos nós já tivemos
experiência de pensar que conhecemos alguém, mas ao longo do tempo ter que
ajustar nossa impressão original assim que tivermos mais informações. Por enquanto
empatia física é extremamente poderosa, deve ser complementada por
empatia analítica. Isso pode ser particularmente útil com pessoas
para quem nos sentimos resistentes e com quem temos dificuldade
identificando-se com ou porque são muito diferentes de nós ou
porque há algo sobre eles que nos repele. Em tais casos nós
naturalmente recorrer a julgá-los e colocá-los em categorias. tem
pessoas lá fora que não valem o esforço - tolos supremos ou verdadeiros
psicopatas. Mas para a maioria dos outros que parecem difíceis de descobrir,
deve vê-lo como um excelente desafio e uma maneira de melhorar nossas habilidades.
Como Abraham Lincoln disse: “Eu não gosto desse homem. Eu preciso conhecer
ele melhor.
A empatia analítica vem principalmente por meio de conversas e
coleta de informações que lhe permitirá entrar no espírito de
outras. Algumas informações são mais valiosas do que outras. Para
Por exemplo, você quer ler os valores das pessoas, que são principalmente
estabelecido em seus primeiros anos. As pessoas desenvolvem conceitos do que
eles consideram forte, sensível, generoso e fraco, muitas vezes baseado em
seus pais e seu relacionamento com eles. Uma mulher vai ver um
homem chorando como um sinal de sensibilidade e ser atraído por ele, enquanto outro
vai vê-lo como fraco e repulsivo. Por não entender os valores das pessoas

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 59/94
03/08/2019 Sem título

Página 65

neste nível, ou projetando o seu próprio, você vai interpretar mal a sua
reações e criar conflitos desnecessários.
Seu objetivo, então, é reunir o máximo que puder sobre o início
anos das pessoas que você está estudando e sua relação com a sua
pais e irmãos. Tenha em mente que sua relação atual com
a família também falará volumes sobre o passado. Tente obter uma leitura na sua
reações a figuras de autoridade. Isso ajudará você a ver até que ponto
eles têm uma tendência rebelde ou submissa. Seu gosto em parceiros será
também diz muito.
Se as pessoas parecerem relutantes em falar, tente fazer perguntas abertas ou
comece com uma confissão sincera de sua confiança. Em
pessoas em geral adoram falar sobre si mesmos e sobre seu passado, e é
geralmente é muito fácil conseguir que eles se abram. Procure pontos de gatilho (consulte
capítulo 1) que indicam pontos de extrema sensibilidade. Se eles vêm de
outra cultura, é ainda mais importante entender essa cultura
de dentro de sua experiência. Seu objetivo em geral é descobrir o que
torna-os únicos. Você está procurando precisamente pelo que é diferente
de você e das outras pessoas que você conhece.
A habilidade empática: Tornar - se empático envolve um processo, como
qualquer coisa. Para ter certeza de que você está realmente progredindo
e melhorar sua capacidade de entender as pessoas em um nível mais profundo, você
precisa de feedback. Isso pode vir em uma das duas formas: direta e indireta.
Na forma direta, você pergunta às pessoas sobre seus pensamentos e sentimentos para
Tenha uma noção de se você adivinhou corretamente. Isto deve ser
discreta e baseada em um nível de confiança, mas pode ser muito precisa
medidor de sua habilidade. Então há a forma indireta - você sente uma maior
rapport e como certas técnicas funcionaram para você.
Para trabalhar nessa habilidade, tenha várias coisas em mente: quanto mais pessoas
você interage com a carne, melhor você vai conseguir isso. E a
Quanto maior a variedade de pessoas que você encontra, mais versátil será sua habilidade
tornar-se. Além disso, mantenha uma sensação de fluxo. Suas idéias sobre pessoas nunca
bastante resolver em um julgamento. Em um encontro, mantenha sua atenção
ativa para ver como a outra pessoa muda ao longo de um
conversa e o efeito que você está tendo sobre eles. Estar vivo para o
momento. Tente ver as pessoas interagindo com outras pessoas além de você
as pessoas são muitas vezes muito diferentes, dependendo da pessoa que são
envolvido com. Tente se concentrar não em categorias, mas no tom de sentimento
e humor que as pessoas evocam em você, que está continuamente mudando. Como

Página 66

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 60/94
03/08/2019 Sem título

você fica melhor nisso, você vai descobrir mais e mais pistas que as pessoas
dar a sua psicologia. Você vai notar mais. Misture continuamente o
visceral com o analítico.
Ver melhorias em seu nível de habilidade irá excitá-lo muito e
motivá-lo a ir mais fundo. Em geral, você notará um passeio mais suave
através da vida, evitando conflitos desnecessários e
mal entendidos.

O princípio mais profundo da natureza humana é o desejo de ser apreciado.


—William James

Quatro exemplos de tipos narcisistas

1. O narcisista de controle completo. Quando


a maioria das pessoas conheceu Joseph
Stalin (1879-1953) no início de seu reinado como primeiro-ministro do
União Soviética, eles o acharam surpreendentemente encantador. Embora mais antigos
do que a maioria de seus tenentes, ele encorajou todos a se dirigirem a ele
com o familiar "você" em russo. Ele se fez completamente
acessível até para funcionários juniores. Quando ele te ouviu, foi com
tal intensidade e interesse, seus olhos se entediando em você. Ele pareceu escolher
seus pensamentos e dúvidas mais profundos. Mas sua maior característica era
faça você se sentir importante e faça parte do círculo interno dos revolucionários.
Ele iria colocar o braço em volta de você enquanto ele acompanhava você para fora de sua
escritório, sempre terminando a reunião com uma nota íntima. Como um jovem
escreveu mais tarde, as pessoas que o viram estavam "ansiosas para vê-lo novamente"
porque "ele criou um sentimento de que havia agora um vínculo que ligava
para sempre. ”Às vezes ele ficava ligeiramente distante, e seria
deixe seus cortesãos loucos. Então o humor passaria, e eles iriam
relaxe novamente em sua afeição.
Parte de seu charme reside no fato de que ele sintetizou a revolução.
Ele era um homem do povo, áspero e um pouco rude, mas alguém
russo médio poderia se identificar com. E mais do que tudo, Joseph
Stalin poderia ser muito divertido. Ele adorava cantar e contar a terra
piadas Com essas qualidades, não é de admirar que ele acumulou lentamente
poder e assumiu o controle completo do maquinário soviético. Mas como
os anos passaram e seu poder cresceu, outro lado de seu personagem
lentamente vazou. A aparente simpatia não era tão simples quanto
tinha parecido. Talvez o primeiro sinal significativo disso entre o seu interior
círculo era o destino de Sergey Kirov, um membro poderoso do Politburo

Página 67

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 61/94
03/08/2019 Sem título

e, desde o suicídio da esposa de Stalin em 1932, seu amigo mais próximo e


confidente.
Kirov era um homem entusiasta e um tanto simples que fazia amigos
facilmente e tinha um jeito de confortar Stalin. Mas Kirov estava começando a
tornar-se um pouco popular demais. Em 1934, vários líderes regionais
aproximou-se dele com uma oferta: eles estavam cansados da brutal
tratamento do campesinato; eles iam instigar um golpe e
queria fazer de Kirov o novo primeiro-ministro. Kirov permaneceu fiel - ele
revelou o enredo a Stalin, que agradeceu-lhe profusamente. Mas alguma coisa
mudou em sua maneira para Kirov a partir de então, uma frieza que tinha
nunca esteve lá antes.
Kirov entendeu a situação que ele criara - ele revelara
para Stalin que ele não era tão popular quanto ele pensava, e aquele
pessoa em particular era mais querida que ele. Ele sentiu o perigo que ele
estava agora dentro. Ele tentou tudo o que podia para aplacar Stalin
inseguranças. Em aparições públicas ele mencionou o nome de Stalin mais
mais do que nunca; suas expressões de elogio tornaram-se mais abundantes. Apenas este
Parecia fazer Stalin ainda mais desconfiado, como se Kirov estivesse tentando
É muito difícil esconder a verdade. Agora Kirov lembrou dos muitos
piadas que ele fez às custas de Stalin. Na época, tinha sido um
expressão de sua proximidade que Kirov se atreveu a rir dele, mas agora
Stalin certamente veria essas piadas sob uma luz diferente. Kirov sentiu
preso e desamparado.
Em dezembro de 1934, um atirador solitário assassinou Kirov fora de sua
escritório. Embora ninguém pudesse implicar diretamente Stalin, parecia
quase certo de que o assassinato teve sua aprovação tácita. Nos anos seguintes
o assassinato, um amigo próximo de Stalin após o outro foi preso,
tudo isso levando ao grande expurgo dentro da festa durante o final
1930, em que centenas de milhares perderam suas vidas. Quase todo o seu
tenentes de topo apanhados no expurgo foram torturados para uma confissão,
e depois Stalin ouvia avidamente como aqueles que haviam conduzido
a tortura lhe diria do comportamento desesperado de seu outrora corajoso
amigos. Ele riu dos relatos de como alguns desistiram
joelhos e, chorando, implorou por uma audiência com Stalin para pedir
perdão dos seus pecados e permissão para viver. Ele parecia saborear
sua humilhação.
O que aconteceu com ele? O que mudou isso uma vez
homem congenial? Com seus amigos mais próximos, ele ainda poderia mostrar

Página 68

afeto não adulterado, mas em um instante ele poderia se voltar contra eles

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 62/94
03/08/2019 Sem título

e enviá-los para a morte. Outras características estranhas se tornaram aparentes.


Externamente, Stalin era extremamente modesto. Ele era o proletariado
encarnar. Se alguém sugerisse que ele recebesse algum tributo público, ele
reagiria com raiva - um homem não deveria ser o centro de tanto
atenção, ele proclamaria. Mas lentamente seu nome e imagem começaram a
aparecem em todos os lugares. O jornal Pravda publicou histórias em todos os seus
movimento, quase deificando ele. Em um desfile militar, os aviões voariam
sobrecarga em uma formação soletrando o nome Stalin . Ele negou ter
qualquer envolvimento neste culto crescente em torno dele, mas ele não fez nada para
pare com isso.
Ele falava cada vez mais de si mesmo na terceira pessoa, como se tivesse
tornar-se uma força revolucionária impessoal, e como tal ele era
infalível. Se ele passou a pronunciar erroneamente uma palavra em um discurso, cada
orador subseqüente a partir de então teria que pronunciá-lo dessa maneira.
"Se eu tivesse dito isso certo", confessou um de seus principais tenentes, "Stalin faria
senti que estava corrigindo-o. ”E isso poderia ser suicida.
Como parecia certo que Hitler estava se preparando para invadir o soviete
União, Stalin começou a supervisionar todos os detalhes do esforço de guerra. Ele
continuamente repreendeu seus tenentes por afrouxar seus esforços: “Eu sou
o único que lida com todos esses problemas. . . . Estou por ai
eu mesmo , ”ele uma vez reclamou. Logo muitos de seus generais sentiram como se
estavam em um duplo vínculo: se eles falavam sua mente, ele poderia ser terrivelmente
insultado, mas se eles adiassem a sua opinião, ele ficaria furioso.
"Qual é o ponto de falar com você?", Ele gritou uma vez para um grupo de
generais. “Seja o que for que eu diga, você responde: 'Sim camarada Stalin; claro,
Camarada Stalin. . . decisão sábia, camarada Stálin. '”Em sua fúria
sentindo-se sozinho no esforço de guerra, ele demitiu seu mais competente
generais experientes. Ele agora supervisionava todos os detalhes do esforço de guerra,
até o tamanho e a forma das baionetas.
Logo se tornou uma questão de vida ou morte para seus tenentes
leia com precisão seus humores e caprichos. Era crítico nunca fazer
ele ansioso, o que o tornou perigosamente imprevisível. Você tinha que
olhe nos olhos dele para que não parecesse que você estivesse se escondendo
algo, mas se você olhou por muito tempo, ele ficou nervoso e auto-suficiente
consciente, uma mistura muito arriscada. Você deveria tomar notas quando
ele falou, mas não escreveu tudo, ou você parece
suspeito. Alguns que foram contundentes com ele fizeram bem, enquanto outros
acabou na prisão. Talvez a resposta tenha sido saber quando misturar

Página 69

toque de franqueza, mas em grande parte adiar. Descobri-lo tornou-se um


ciência arcana que eles discutiriam uns com os outros.
O pior destino de todos era ser convidado para jantar e uma madrugada
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 63/94
03/08/2019 Sem título

filme em sua casa. Era impossível recusar tal convite, e


eles se tornaram mais e mais frequentes depois da guerra. Exteriormente era
como antes - uma fraternidade íntima e calorosa de revolucionários. Mas
internamente, era puro terror. Aqui, durante as bebedeiras que duram a noite inteira
bebidas próprias foram fortemente diluídas), ele iria manter um olhar atento sobre todos
dos seus principais tenentes. Ele os forçou a beber mais e mais para que eles
perderia seu autocontrole. Ele secretamente se deliciava em suas lutas para
não diga nem faça nada que possa incriminá-los.
O pior foi no final da noite, quando ele puxava
o gramofone, toca música e ordena que os homens dancem. Ele
faria Nikita Khrushchev, o futuro premier, fazer o gopak , um
dança altamente extenuante que incluía muito agachar e chutar. isto
muitas vezes deixava Khrushchev doente de estômago. Os outros ele
teria dança lenta juntos, enquanto ele sorria e ria
ruidosamente à vista de homens adultos dançando como um casal. Foi o
última forma de controle: o mestre de marionetes coreografando sua
cada movimento.

•••
Interpretação: O grande enigma que Joseph Stalin e seu tipo
presente é como as pessoas que são tão profundamente narcisistas também podem ser tão
encantadora e, através de seu charme, ganham influência. Como eles podem
possivelmente se conectar com os outros quando eles são tão claramente auto-obcecados?
Como eles são capazes de hipnotizar? A resposta está na parte inicial do
suas carreiras, antes de se tornarem paranoicas e viciosas.
Esses tipos geralmente têm mais ambição e energia do que
narcisista profunda média. Eles também tendem a ter ainda mais
inseguranças. A única maneira de acalmar essas inseguranças e
satisfazer a sua ambição é ganhando de outros mais do que o habitual
parte da atenção e validação, que só pode realmente vir através de
assegurando o poder social na política ou nos negócios. Cedo na vida,
esses tipos se deparam com os melhores meios para fazê-lo. Como com a maioria
narcisistas profundos, eles são hipersensíveis a qualquer ligeira percepção. Eles
tem antenas finas sintonizadas com as pessoas para sondar seus sentimentos e
pensamentos - para descobrir se há algum indício de desrespeito. Mas o que eles

Página 70

descobrir em algum momento é que esta sensibilidade pode ser sintonizado para outros para
sondar seus desejos e inseguranças. Sendo tão sensível, eles podem ouvir
para pessoas com grande atenção. Eles podem imitar empatia. A diferença
é que a partir de dentro, eles são impulsionados não pela necessidade de se conectar, mas por
a necessidade de controlar as pessoas e manipulá-las. Eles escutam e sondam

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 64/94
03/08/2019 Sem título

você, a fim de descobrir pontos fracos para jogar.


Sua atenção não é toda fingida ou não teria nenhum efeito. No
momento, eles podem sentir a camaradagem enquanto colocam o braço em volta do seu
ombro, mas depois eles controlam e abafam a sua florescimento
qualquer coisa real ou mais profunda. Se não o fizessem, arriscariam perder
controle de suas emoções e se abrindo para ser ferido.
Eles te puxam com uma demonstração de atenção e carinho, então te atraem
mais profundamente com a inevitável frieza que se segue. Você fez ou disse
Algo errado? Como você pode recuperar o favor deles? Pode ser sutil
pode registrar em um relance que dure um segundo ou dois - mas tem seu efeito.
É o clássico empurrar e puxar o coquete que faz você querer
reviva o calor que você sentiu uma vez. Combinado com o incomum
altos níveis de confiança exibidos por esse tipo, isso pode
efeito devastadoramente sedutor sobre as pessoas e atrair seguidores.
O controle completo dos narcisistas estimula o seu desejo de se aproximar deles
mas mantenha você à distância do braço.
Tudo isso é sobre controle. Eles controlam suas emoções, e eles
controlar suas reações. Em algum momento, como eles ficam mais seguros em suas
poder, eles vão se ressentir do fato de que eles tiveram que jogar o jogo de charme.
Por que eles deveriam prestar atenção aos outros quando deveria ser o
de outra maneira? Então, eles inevitavelmente se voltarão contra antigos amigos,
revelando a inveja e o ódio sempre abaixo da superfície.
Eles controlam quem está dentro e quem está fora, quem vive e quem morre. Por
criando ligações duplas em que nada que você diga ou faça vai agradá-los,
ou fazendo parecer arbitrário, aterrorizam você com essa insegurança.
Eles agora controlam suas emoções.
Em algum momento, eles se tornarão micromanagers totais - quem pode
eles confiam mais? As pessoas se transformaram em autômatos, incapazes de
tomar decisões, então eles devem supervisionar tudo. Se eles chegarem a tal
extremos, esses tipos acabarão se destruindo, porque é
na verdade impossível livrar o animal humano do livre arbítrio. As pessoas se rebelam
mesmo o mais intimidado. Nos últimos dias de Stalin ele sofreu um derrame, mas
nenhum de seus tenentes ousou ajudá-lo ou chamar um médico. Ele morreu
de sua negligência, como eles tinham chegado a temer e abominar ele.

Página 71

Você quase inevitavelmente encontrará esse tipo em sua vida, porque


através de sua ambição, eles tendem a se tornar chefes e CEOs, políticos
figuras, líderes de culto. O perigo que eles representam para você está no
começando, quando eles primeiro aplicam seu charme. Você pode ver através
empregando sua empatia visceral. Sua demonstração de interesse em
você nunca é profundo, nunca dura muito e é inevitavelmente seguido por um
pullback coquete. Se você parar de se distrair com o exterior
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 65/94
03/08/2019 Sem título

tentativa de encanto, você pode sentir essa frieza e o grau em que


a atenção inevitavelmente flui para eles.
Olhe para o passado deles. Você vai notar que eles não têm um único
relacionamento profundo e íntimo em que eles expuseram qualquer
vulnerabilidade. Procure sinais de uma infância conturbada. O próprio Stálin
teve um pai que o espancou impiedosamente e um pouco frio e sem amor
mãe. Ouça as pessoas que viram a sua verdadeira natureza e
tentou avisar os outros. De fato, o antecessor de Stalin, Vladimir Lenin,
entendeu sua natureza letal, e em seu leito de morte ele tentou sinalizar
isso para os outros, mas suas advertências foram ignoradas. Observe o aterrorizado
expressões daqueles que servem esses tipos em uma base diária. Se vocês
suspeitar que você está lidando com esse tipo, você deve manter sua distância.
Eles são como tigres - uma vez que você está muito perto, você não pode fugir, e
eles te devorarão.

2. O narcisista teatral. Em 1627, a priora das freiras ursulinas


em Loudun, na França, acolheu a casa de uma nova irmã, Jeanne de
Belciel (1602–1665). Jeanne era uma criatura estranha. Um pouco anão em
tamanho, ela tinha um lindo rosto angelical, mas um brilho malicioso em seus olhos. Em
sua casa anterior ela tinha feito um monte de inimigos com seu contínuo
sarcasmo. Mas para surpresa da prioresa, transferida para esta nova casa,
Jeanne pareceu sofrer uma transformação. Ela agora agia como um
anjo completo, oferecendo-se para ajudar a priora em todas as suas tarefas diárias.
Além disso, dado alguns livros para ler sobre Santa Teresa e misticismo,
Jeanne ficou absorta no assunto. Ela passou longas horas
discutindo questões espirituais com a priora. Dentro de meses ela
tornou-se o especialista da casa na teologia mística. Ela podia ser vista
meditando e orando por horas, mais do que qualquer outra irmã. Mais tarde
Nesse mesmo ano, a priora foi transferida para outra casa. Profundamente
impressionado com o comportamento de Jeanne e ignorando o conselho de outros que
não pensava tão bem dela, a prioress recomendado Jeanne como
seu substituto. De repente, na tenra idade de vinte e cinco anos,
Jeanne agora se achava a chefe das freiras ursulinas em Loudun.

Página 72

Vários meses depois, as irmãs em Loudun começaram a ouvir algumas


histórias estranhas de Jeanne. Ela teve uma série de sonhos, em que
um pároco local, Urbain Grandier, visitou e fisicamente
assaltou ela. Os sonhos tornaram-se cada vez mais eróticos e violentos.
O estranho foi que, antes desses sonhos, Jeanne havia convidado
Grandier para se tornar o diretor da casa das ursulinas, mas ele tinha
educadamente recusado. Em Loudun, os moradores locais consideraram Grandier um galante
sedutor de jovens senhoras. Jeanne estava simplesmente se entregando a ela mesma?

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 66/94
03/08/2019 Sem título

fantasias? Ela era pareciam


tudo, e os sonhos tão piedosa que reais
muito era difícil acreditar que
e incomumente ela estava
gráficos. Em fazendo
breve
depois que ela começou a contar para os outros, várias irmãs relataram ter
sonhos semelhantes. Um dia o confessor da casa, Canon Mignon, ouviu um
irmã conta tal sonho. Mignon, como muitos outros, tinha muito tempo
desprezou Grandier, e ele viu nestes sonhos uma oportunidade para
finalmente fazê-lo. Ele chamou alguns exorcistas para trabalhar nas freiras, e
logo quase todas as irmãs estavam relatando visitas noturnas de
Grandier. Para os exorcistas, estava claro - essas freiras eram possuídas por
diabos sob o controle de Grandier.
Para a edificação dos cidadãos, Mignon e seus aliados abriram o
exorcismos até o público, que agora se reuniam de longe para
testemunhar uma cena mais divertida. As freiras rolariam no chão,
contorcendo-se, mostrando as pernas, gritando obscenidades sem fim. E de tudo
as irmãs, Jeanne parecia a mais possuída. Suas contorções foram
mais violenta, e os demônios que falavam através dela eram mais
estridente em seus juramentos satânicos. Foi uma das posses mais fortes
eles já tinham visto, e o público clamava para testemunhar seus exorcismos
acima de todos os outros. Agora parecia evidente para os exorcistas que
Grandier, apesar de nunca ter colocado os pés na casa ou de ter encontrado
Jeanne, de alguma forma, tinha enfeitiçado e debochado as boas irmãs de
Loudun Ele logo foi preso e acusado de feitiçaria.
Baseado nas evidências, Grandier foi condenado à morte. Depois de
muita tortura, ele foi queimado na fogueira em 18 de agosto de 1634, antes de um
enorme multidão. Logo, todo o negócio se aquietou. As freiras
foram repentinamente limpos de demônios - todos, exceto Jeanne. Os demônios eram
não só se recusando a deixá-la, mas também se apoderando dela.
Os jesuítas, ouvindo sobre essa posse notória, decidiram
encarregado do caso e enviou o pai Jean-Joseph Surin para exorcizá-la
de uma vez por todas. Surin achou um assunto fascinante para ela. Ela era
completamente versado em questões relativas à demonologia e foi claramente

Página 73

desanimada com o destino dela. E ainda assim ela não parece resistir fortemente
bastante os demônios que a habitaram. Talvez ela tenha sucumbido a
sua influência.
Uma coisa era certa: ela tinha gostado de Surin e
O mantinha em casa por horas para discussões espirituais. Ela começou a
ore e medite com mais energia. Ela se livrou de todos os possíveis
luxos: ela dormia no chão duro e tinha poções de indução de vômito
O absinto se derramou sobre a comida dela. Ela relatou a Surin seu progresso
e confessou a ele "que ela tinha chegado tão perto de Deus que ela tinha
recebido. . . um beijo da boca dele.
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 67/94
03/08/2019 Sem título

Com a ajuda de Surin, um demônio após o outro fugiu de seu corpo. E depois
veio seu primeiro milagre: o nome Joseph podia ser lido claramente em
a palma da mão esquerda. Quando isso desapareceu depois de vários dias,
foi substituído pelo nome de Jesus, e então Maria, e depois outra
nomes. Era um estigma, um sinal da verdadeira graça de Deus. Depois disto
Jeanne ficou profundamente doente e parecia perto da morte. Ela relatou ser
visitada por um lindo anjo jovem com longos cabelos loiros esvoaçantes. Então
O próprio São José veio até ela e tocou seu lado, onde ela se sentiu
a maior dor, e ungiu-a com um óleo perfumado. Ela se recuperou
e o óleo deixou uma marca em sua camisa na forma de cinco gotas claras.
Os demônios se foram, para o enorme alívio de Surin. A história foi
acabou, mas Jeanne surpreendeu-o com um pedido estranho: ela queria
faça um tour pela Europa, exibindo esses milagres para todos. Ela
senti que era seu dever fazê-lo. Parecia estranhamente contraditório para ela
modesto personagem e sempre tão ligeiramente mundana, mas Surin concordou em
acompanhá-la.
Em Paris, enormes multidões enchiam as ruas do lado de fora do hotel,
querendo ter um vislumbre dela. Ela conheceu o cardeal Richelieu, que
parecia bastante comovido e beijou a camisola perfumada, agora uma santa
relíquia. Ela mostrou seus estigmas ao rei e à rainha da França. o
turnê mudou-se. Ela conheceu os maiores aristocratas e luminares dela
era. Em uma cidade, todos os dias multidões de sete mil pessoas
Entre no convento onde ela estava hospedada. A demanda para ouvir sua história
foi tão intenso que ela decidiu publicar um livreto impresso no qual ela
descreveu em detalhes sua posse, seus pensamentos mais íntimos,
e o milagre que ocorreu.
Em sua morte em 1665, o chefe de Jeanne des Anges, como ela era agora
conhecido, foi decapitado, mumificado e colocado em uma caixa de prata dourada

Page 74

com janelas de cristal. Ele foi exibido ao lado da camisa ungida para
aqueles que queriam vê-lo, na casa das Ursulinas em Loudun, até
desaparecimento durante a Revolução Francesa.

•••
Interpretação: Em seus primeiros anos, Jeanne de Belciel exibiu uma
apetite insaciável por atenção. Ela cansou seus pais, que finalmente
Livre-se dela mandando-a para um convento em Poitiers. La ela
procedeu para conduzir as freiras insanas com seu sarcasmo e ar incrível
de superioridade. Enviado para Loudun, parece que ela decidiu tentar um
abordagem diferente para ganhar o reconhecimento que ela tão desesperadamente
necessário. Dado livros sobre espiritualidade, ela determinou que ela iria se destacar
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 68/94
03/08/2019 Sem título

todos os outros em seu conhecimento e comportamento piedoso. Ela fez um completo


show de ambos e ganhou o bom favor da priora. Mas como chefe de
a casa, ela se sentia entediada e a atenção que agora recebia
inadequada. Seus sonhos de Grandier eram uma mistura de fabricação e
auto-sugestão. Logo depois que os exorcistas chegaram, ela recebeu um livro
em demonologia, que ela devorou, e conhecendo os vários ins e
fora da habitação do diabo, ela passou a dar a si mesma todas as
traços dramáticos, que seriam apanhados pelos exorcistas como sinais certos
de posse. Ela se tornou a estrela do espetáculo público. Enquanto
possuída, ela foi mais longe do que todos os outros em sua degradação e
comportamento lascivo.
Depois da horrível execução de Grandier, que afetou profundamente o
outras freiras, que certamente sentiam culpa pelo papel que tinham desempenhado no
morte de um homem inocente, só Jeanne sentiu a súbita falta de
atenção como insuportável e assim ela aumentou a aposta, recusando-se a deixar ir
dos demônios. Ela se tornou uma mestre em sentir as fraquezas
e desejos ocultos daqueles ao seu redor - primeiro a priora, e depois
os exorcistas e agora o padre Surin. Ele queria tanto ser o único
para redimi-la que ele cairia pelo mais simples dos milagres. Quanto ao
estigmas, alguns mais tarde especularam que ela havia gravado esses nomes com
ácido, ou traçou-os através de amido colorido. Parecia estranho que eles
apareceu apenas em sua mão esquerda, onde seria fácil para ela escrever
los fora. Sabe-se que na histeria extrema a pele se torna
particularmente sensível, e uma unha pode fazer o truque. Como alguém
que há muito experimentou inventar remédios à base de ervas, foi fácil
para ela aplicar gotas perfumadas. Quando as pessoas acreditaram nos estigmas,
Seria difícil para eles duvidarem da unção.

Página 75

Até mesmo Surin achou a necessidade de uma turnê duvidosa. Neste ponto, ela
não podia mais disfarçar seu verdadeiro apetite por atenção. Anos depois,
Jeanne escreveu uma autobiografia em que ela admitiu a um completamente
lado teatral de sua personalidade. Ela estava continuamente desempenhando um papel,
embora ela sustentasse que o milagre final era sincero e real.
Muitas das irmãs que lidavam com ela diariamente viam
fachada e descreveu-a como uma actriz consumada viciada em
atenção e fama.
Um dos estranhos paradoxos do narcisismo profundo é que muitas vezes
passa despercebido pelos outros, até que o comportamento se torne extremo demais para
ignorar. A razão para isso é simples: narcisistas profundos podem ser mestres de
disfarce. Eles percebem desde cedo se eles revelaram seu verdadeiro eu
outros - sua necessidade de atenção constante e de se sentirem superiores - eles

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 69/94
03/08/2019 Sem título

repeliria as pessoas. Eles usam sua falta de um eu coerente como um


vantagem. Eles podem jogar muitas partes. Eles podem disfarçar sua necessidade de
atenção através de vários dispositivos dramáticos. Eles podem ir além
qualquer um que pareça moral e altruísta. Eles nunca dão ou apoiam
a causa certa - eles fazem um show disso . Quem quer duvidar do
sinceridade desta exibição de moralidade? Ou eles vão no oposto
direção, revelando seu status como vítima, como alguém que sofre
nas mãos dos outros ou negligenciadas pelo mundo. É fácil ser pego
no drama do momento, só para sofrer mais tarde, enquanto consomem
você com suas necessidades ou usá-lo para seus propósitos. Eles jogam no seu
empatia.
Sua única solução é ver através do truque. Reconhecer esse tipo por
o fato de que o foco sempre parece estar sobre eles. Observe como eles são
sempre superior em suposto bondade ou sofrimento ou miséria. Veja o
drama contínuo e a qualidade teatral de seus gestos. Tudo
eles fazem ou dizem que é para consumo público. Não se deixe tornar
danos colaterais em seu drama.

3. O Casal Narcisista. Em 1862, vários dias antes de trinta e dois anos


O velho Leo Tolstoi casou-se com Sonya Behrs, com apenas dezoito anos no
tempo, ele de repente decidiu que não deveria haver segredos entre
eles. Como parte disso, ele trouxe seus diários e, para sua surpresa,
o que ela leu a fez chorar e ficar bastante zangada também. Nesses
páginas que ele havia escrito sobre seus muitos casos amorosos anteriores, incluindo
sua paixão contínua com uma camponesa próxima com quem ele
teve um filho. Ele também escreveu sobre os bordéis que frequentava, o
gonorréia que ele pegou, e seu jogo sem fim. Ela sentiu intensa

Página 76

ciúmes e nojo ao mesmo tempo. Por que fazê-la ler isso? Ela
Acusou-o de ter segundos pensamentos, de não realmente amá-la. Ocupado
surpreso com essa reação, ele a acusou do mesmo. Ele queria compartilhar
com ela seus velhos hábitos, para que ela pudesse entender que ele estava feliz
abandonando-os por uma nova vida, com ela. Por que ela deveria repreender o seu
tentativa de honestidade? Ela claramente não o amava tanto quanto ele
pensamento. Por que foi tão doloroso para ela dizer adeus à família dela?
antes do casamento? Ela os ama mais que ele? Eles conseguiram
para reconciliar e o casamento aconteceu, mas um padrão foi estabelecido
continuaria por quarenta e oito anos.
Para Sonya, apesar de seus argumentos frequentes, o casamento
finalmente estabeleceu-se em um ritmo relativamente confortável. Ela teve
tornar-se seu assistente mais confiável. Além de ter oito filhos em
doze anos, cinco dos quais sobreviveram, ela cuidadosamente copiou seus livros
para ele, incluindo Guerra e Paz e Anna Karenina , e conseguiu

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 70/94
03/08/2019 Sem título

grande parte do lado comercial da publicação de seus livros. Tudo parecia


estar indo bem o suficiente - ele era um homem rico, tanto do
propriedades familiares que ele herdou e as vendas de seus livros. Ele tem um
grande família que adorava ele. Ele era famoso. Mas de repente, no
com cinquenta anos, ele se sentiu imensamente infeliz e envergonhado dos livros que
tinha escrito. Ele não sabia mais quem ele era. Ele estava passando por um
profunda crise espiritual, e ele encontrou a Igreja Ortodoxa muito rigorosa e
dogmático para ajudá-lo. Sua vida teve que mudar. Ele não escreveria mais
romances e, a partir de então, ele viveria como um camponês comum. Ele iria
desista de sua propriedade e renuncie a todos os direitos autorais de seus livros. E ele
pediu a sua família para se juntar a ele nesta nova vida dedicada a ajudar os outros
e para assuntos espirituais.
Para seu espanto, a família, Sonya liderando o caminho, reagiu com raiva. Ele
estava pedindo-lhes para desistir de seu estilo de vida, seus confortos e
herança futura das crianças. Sonya não sentiu a necessidade de qualquer
mudança drástica em seu estilo de vida, e ela se ressentia de suas acusações de que
ela era de algum modo má e materialista para resistir. Eles lutaram e
lutou, e nem se mexeu. Agora, quando Tolstói olhou para sua esposa, todos
ele podia ver era alguém que estava usando ele por sua fama e sua
dinheiro. Era claramente por isso que ela se casara com ele. E quando ela
olhou para ele, tudo o que ela podia ver era um hipócrita. Embora ele tivesse
desistido de seus direitos de propriedade, ele continuou vivendo como um lorde e perguntando
ela por dinheiro por seus hábitos. Ele se vestiu como um camponês, mas se adoeceu
ele viajaria para o sul em um ônibus particular de luxo para uma vila

Página 77

em que ele poderia convalescer. E apesar de seu novo voto de celibato, ele
continuou deixando-a grávida.
Tolstoi ansiava por uma vida espiritual simples e agora ela era a principal
obstáculo para isso. Ele encontrou sua presença na casa
opressivo. Ele escreveu-lhe uma carta em que ele terminou dizendo: "Você
atribuir o que aconteceu com tudo, exceto a única coisa que
você é a causa involuntária e não intencional de meus sofrimentos. Uma luta
a morte está acontecendo entre nós ". De sua crescente amargura em
suas formas materialistas, ele escreveu a novela The Kreutzer Sonata ,
claramente baseado em seu casamento e pintando-a na pior luz. Para
Sonya, o efeito de tudo isso foi que ela sentiu como se estivesse perdendo
mente. Finalmente, em 1894, ela retrucou. Imitando um dos personagens em
uma história de Tolstoi, ela decidiu cometer suicídio saindo para o
neve e congelando-se até a morte. Um membro da família apanhado com
ela e arrastou de volta para a casa. Ela repetiu a tentativa duas vezes
mais, sem melhor efeito.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 71/94
03/08/2019 Sem título

Agoraseus
empurre o padrão
botões;tornou-se
ela faria mais agudo e violento.
algo desesperado; Tolstói
Tolstói fariafaria
sentir remorso por sua frieza e implorar por seu perdão. Ele iria
ceder a ela em algumas questões, por exemplo, permitindo que a família retenha
os direitos autorais de seus livros anteriores. Então algum novo comportamento nela
parte faria com que ele se arrependesse disso. Ela constantemente tentou colocar o
crianças contra ele. Ela teve que ler tudo o que ele escreveu em sua
diários, e se ele os escondesse, ela de alguma forma os encontraria e leria
eles às escondidas. Ela assistiu cada movimento dele. Ele iria repreendê-la
descontroladamente por sua intromissão, às vezes adoecer no processo, que
fez com que ela se arrependesse de suas ações. O que os mantinha juntos? Cada
um ansiava pela aceitação e amor ao outro, mas parecia
impossível esperar mais isso.
Depois de anos de sofrimento com isso, no final de outubro de 1910, Tolstoi
finalmente teve o suficiente: no meio da noite, ele roubou de
a casa com um amigo médico acompanhando-o, determinado a
finalmente saia de Sonya. Ele estava tremendo todo o tempo, com terror de ser
surpreso e ultrapassado por sua esposa, mas finalmente ele embarcou em um trem e
se afastou dela. Quando ela recebeu a notícia, Sonya tentou suicídio
mais uma vez, jogando-se no lago próximo, apenas para ser resgatado
em tempo. Ela escreveu uma carta para Tolstoy, implorando para ele voltar. Sim ela
mudaria seus modos. Ela renunciaria a todos os luxos. Ela iria

Página 78

tornar-se espiritual. Ela o amaria incondicionalmente. Ela não pode


viva sem ele.
Para Tolstoi, seu gosto pela liberdade durou pouco. Os Jornais
estavam agora cheios de relatos de sua fuga de sua esposa.
Em todos os lugares o trem parou, repórteres, fãs dedicados, e os curiosos
assaltou-o. Ele não aguentava mais o embalado e o congelamento
condições no trem. Logo ele caiu doente e teve que ser carregado para
casa de um chefe de estação perto dos trilhos de trem em alguns fora-da-
caminho da aldeia. Na cama, estava claro agora que ele estava morrendo. Ele ouviu que Sonya
tinha chegado na cidade, mas não suportava a idéia de vê-la agora.
A família a manteve do lado de fora, onde ela continuou a espiar através da
janela para ele enquanto ele estava morrendo. Finalmente, quando ele estava inconsciente, ela
foi permitido dentro Ela se ajoelhou ao lado dele, beijou-o continuamente no
testa, e sussurrou em seu ouvido: "Perdoe-me. Por favor me perdoe."
Ele morreu pouco depois. Um mês depois, um visitante da casa de Tolstoi
relatou as seguintes palavras de Sonya: “O que aconteceu comigo?
O que aconteceu comigo? Como eu poderia ter feito isso? . . . Você sabe que eu matei
ele."

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 72/94
03/08/2019 Sem título

•••
Interpretação: Leo Tolstoy exibiu todos os sinais das profundezas
narcisista. Sua mãe morreu quando ele tinha dois anos e deixou um buraco gigante
nele que ele nunca poderia preencher, embora ele tentou fazê-lo com o seu
numerosos assuntos. Ele se comportou de forma imprudente em sua juventude, como se isso pudesse
de alguma forma, ele se sente vivo e completo. Ele se sentiu continuamente enojado
consigo mesmo e não conseguia descobrir quem exatamente ele era. Ele derramou
essa incerteza em seus romances, assumindo diferentes papéis no
personagens que ele criou. E com a idade de cinquenta anos, ele finalmente caiu em um profundo
crise sobre o seu eu fragmentado. Sonya se classificou alta no auto-
escala de absorção. Mas ao olhar para as pessoas, tendemos a enfatizar demais
suas características individuais e não olhar para a imagem mais complexa de como
cada lado em um relacionamento molda continuamente o outro. Um relacionamento
tem uma vida e personalidade próprias. E um relacionamento também pode ser
profundamente narcisista, acentuando ou mesmo revelando o narcisismo
tendências de ambos os lados.
O que geralmente torna um relacionamento narcísico é a falta de
empatia que faz com que os parceiros recuem cada vez mais profundamente
posições defensivas próprias. No caso dos Tolstoys isso começou certo
afastado, com a leitura de seu diário. Cada lado teve suas divergentes

Página 79

valores através dos quais eles viram o outro. Para Sonya, criado em um
família convencional, este foi o ato de um homem que claramente
lamentou sua proposta de casamento; para Tolstoy, a artista iconoclasta, ela
reação significava que ela era incapaz de ver em sua alma, de tentar
Entenda seu desejo de uma nova vida conjugal. Cada um deles entendeu mal
o outro e caiu em posições endurecidas que duraram quarenta e oito
anos.
A crise espiritual de Tolstói sintetizou essa dinâmica narcisista. E se
apenas nesse momento cada um deles poderia ter tentado ver essa ação
através dos olhos do outro. Tolstoi poderia ter claramente previsto ela
reação. Ela viveu toda a sua vida em relativo conforto, que teve
ajudou-a a gerir as gravidezes frequentes e a educação de tão
muitas crianças. Ela nunca foi profundamente espiritual. Sua conexão
sempre foi mais físico. Por que ele deveria esperar que ela subitamente
mudança? Suas exigências eram quase sádicas. Ele poderia simplesmente ter
explicou seu próprio lado sem exigir que ela o seguisse, mesmo
expressando sua compreensão de sua própria posição e necessidades. que
teria revelado a verdadeira espiritualidade da sua parte. E ela, em vez de
concentrando-se apenas em sua hipocrisia, poderia ter visto um homem que estava claramente
infeliz consigo mesmo, alguém que nunca se sentiu amado o suficiente desde

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 73/94
03/08/2019 Sem título

primeira infância
Ela poderia e que estava
ter oferecido passando
seu amor porpor
e apoio umasuacrise
novapessoal muito real.
vida enquanto
Declinando gentilmente segui-lo até o fim.
Tal uso de empatia tem o efeito oposto do narcisismo mútuo.
Vindo de um lado, ele tende a amolecer o outro e convidar sua
ou sua empatia também. É difícil ficar na posição defensiva
quando a outra pessoa está vendo e expressando o seu lado e entrando
seu espírito. Convida você a fazer o mesmo. Secretamente as pessoas anseiam por deixar
vai de sua resistência. É exaustivo continuar sendo tão defensivo
e suspeito.
A chave para empregar a empatia dentro de um relacionamento é
entender o sistema de valores da outra pessoa, que inevitavelmente é
diferente do seu. O que eles interpretam como sinais de amor ou atenção
ou generosidade tende a divergir do seu modo de pensar. Esse valor
sistemas são em grande parte formados na primeira infância e não são conscientemente
criado por pessoas. Tendo em mente que seu sistema de valores permitirá que você
insira seu espírito e perspectiva precisamente no momento em que você faria
normalmente se torna defensivo. Mesmo os narcisistas profundos podem ser retirados
sua casca desta maneira, porque tal atenção é tão rara. Meça todos

Página 80

seus relacionamentos no espectro do narcisismo. Não é uma pessoa ou


o outro, mas a própria dinâmica que deve ser alterada.

4. O Narcisista Saudável - o Leitor de Humor. Em outubro de 1915, a grande


O explorador inglês Sir Ernest Henry Shackleton (1874-1922) ordenou a
abandono do navio Endurance , que havia sido preso em um gelo
floe na Antártida por mais de oito meses e estava começando a assumir
agua. Para Shackleton isso significava que ele essencialmente tinha que desistir de sua
grande sonho de levar seus homens na primeira travessia terrestre do
Continente antártico. Isto deveria ter sido o culminar de sua
carreira ilustre como um explorador, mas agora uma responsabilidade muito maior
pesou em sua mente - para de alguma forma obter os vinte e sete homens de sua
tripulação em segurança de volta para casa. Suas vidas dependeriam de seu cotidiano
decisões.
Para realizar esse objetivo, ele enfrentou muitos obstáculos: o inverno rigoroso
tempo prestes a atingi-los, as correntes que poderiam puxar o gelo
floe eles foram acampar em qualquer direção, nos próximos dias sem
qualquer luz, a diminuição dos suprimentos de alimentos, a falta de qualquer contato de rádio ou
navio para transportá-los. Mas o maior perigo de todos, aquele que
enchia-o de mais pavor, era o moral dos homens. Tudo isso
take foi alguns descontentes para espalhar ressentimento e negatividade; em breve
os homens não trabalhariam tão duro; eles iriam desligá-lo e perder
fé em sua liderança. Uma vez que isso acontecesse, poderia ser todo homem por
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 74/94
03/08/2019 Sem título

ele mesmo, e neste clima que poderia facilmente significar o desastre e a morte.
Ele teria que monitorar seu espírito de grupo mais de perto do que o
mudança de clima.
A primeira coisa que ele teve que fazer foi sair à frente do problema e
infectar a tripulação com o espírito adequado. Tudo começou com o líder. Ele
teria que esconder todas as suas dúvidas e medos. A primeira manhã
no bloco de gelo, ele se levantou mais cedo do que ninguém e preparou um
grande ajuda de chá quente. Como ele pessoalmente serviu aos homens, ele
Sentiu que eles estavam olhando para ele para sugestões sobre como se sentir sobre o seu
difícil, então ele manteve o clima leve, misturando um pouco de humor sobre
novo lar e a escuridão que se aproxima. Não era o momento certo para
discutir suas idéias para sair dessa bagunça. Isso os faria
muito ansioso. Ele não verbalizaria seu otimismo sobre suas chances
mas deixaria os homens sentirem isso em suas maneiras e linguagem corporal, mesmo se
ele tinha que fingir.

Página 81

Todos sabiam que estavam presos lá no próximo inverno. o que


eles precisavam era de distrações, algo para ocupar suas mentes e
mantenha seus espíritos para cima. Para o efeito, todos os dias ele elaborou um dever
lista delineando quem estaria fazendo o que. Ele tentou misturá-lo como
tanto quanto possível, mudando os homens em vários grupos e
certificando-se de que eles nunca fizeram a mesma tarefa com muita frequência. Para cada dia lá
era um objetivo simples de realizar - alguns pinguins ou focas para caçar,
mais algumas lojas do navio para trazer para as tendas, a construção
de um acampamento melhor. No final do dia, eles poderiam se sentar ao redor
a fogueira sentindo que eles tinham feito algo para tornar suas vidas um
pouco mais fácil.
Conforme os dias passavam, ele desenvolveu uma
sintonia com o humor inconstante dos homens. Ao redor da fogueira, ele
andaria até cada homem e o envolveria em uma conversa. Com
os cientistas ele falou ciência; com os tipos mais estéticos ele falou
de seus poetas e compositores favoritos. Ele entrou em seu espírito particular
e foi especialmente atenta a qualquer problema que eles estavam experimentando.
O cozinheiro parecia particularmente ofendido que ele teria que matar o seu
gato de estimação; eles estavam sem comida para alimentá-lo. Shackleton se ofereceu para fazer isso
para ele. Ficou claro que o físico a bordo estava tendo dificuldades
tempo com o trabalho duro; À noite, ele comeu devagar e suspirou cansado.
Quando Shackleton falou com ele, ele sentiu que seu espírito estava
abaixando pelo dia. Sem fazer ele se sentir como se estivesse se esquivando,
Shackleton mudou a lista para dar-lhe mais leve, mas igualmente

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 75/94
03/08/2019 Sem título

tarefas importantes.
Ele rapidamente reconheceu alguns elos fracos no grupo. Primeiro houve
Frank Hurley, o fotógrafo do navio. Ele era bom em seu trabalho e
nunca reclamou de fazer outras tarefas, mas ele era um homem que
precisava se sentir importante. Ele tinha uma inclinação esnobe. Então, naqueles primeiros
dias no gelo, Shackleton fez questão de pedir Hurley para o seu
opinião sobre todos os assuntos significativos, tais como lojas de alimentos, e
elogiando-o em suas idéias. Além disso, ele designou Hurley para
sua própria tenda, que fez Hurley se sentir mais importante do que o
outros e tornou mais fácil para Shackleton ficar de olho nele. o
navegador, Huberht Hudson, revelou-se muito egocêntrico
e um ouvinte terrível. Ele precisava de atenção constante. Shackleton
conversou com ele mais do que com qualquer um dos outros e também o trouxe
em sua tenda. Se houvesse outros homens que ele suspeitava estar latente

Página 82

descontentes, ele as espalhava em tendas diferentes, diluindo suas


possível influência.
Enquanto o inverno avançava, ele dobrou sua atenção. Em certos
momentos, ele podia sentir o tédio dos homens em como eles carregavam
eles mesmos, em como eles falavam cada vez menos uns com os outros. Para combater
isso, ele organizou eventos esportivos no gelo durante os dias sem sol
e entretenimentos à noite - música, brincadeiras e narração de histórias. Cada
O feriado foi cuidadosamente observado, com um grande banquete para os homens.
Os dias intermináveis de vagar de alguma forma foram preenchidos com destaques, e
logo ele começou a notar algo notável: os homens estavam
decididamente alegre e até parecia estar aproveitando os desafios da vida
em um bloco de gelo à deriva.
A certa altura, o floe em que eles estavam se tornou perigosamente pequeno,
e então ele ordenou que os homens entrassem nos três pequenos botes salva-vidas que eles tinham
recuperado do Endurance . Eles precisavam se dirigir para a terra. Ele manteve
os barcos juntos e, enfrentando as águas agitadas, eles conseguiram
aterrissar na vizinha Elephant Island, em uma estreita faixa de praia. Como ele
pesquisou a ilha naquele dia, ficou claro que as condições estavam em
algumas maneiras piores do que o bloco de gelo. O tempo estava contra eles. O mesmo
dia, Shackleton ordenou que um barco estivesse preparado para um
tentativa de alcançar o trecho de terra mais acessível e habitada do
área - South Georgia Island, cerca de 800 milhas para o
nordeste. As chances de consegui-lo eram pequenas, mas os homens não podiam
sobreviver na Ilha dos Elefantes, com a sua exposição ao mar e ao
escassez de animais para matar.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 76/94
03/08/2019 Sem título

Shackleton teve que escolher cuidadosamente os outros cinco homens, além de


ele mesmo, para esta viagem. Um homem que ele selecionou, Harry McNeish, era um
escolha muito estranha. Ele era o carpinteiro do navio e o membro mais antigo da
a tripulação aos cinquenta e sete. Ele poderia ser mal-humorado e não levou bem a
trabalho duro. Mesmo que fosse uma jornada extremamente difícil
seu pequeno barco, Shackleton estava com muito medo de deixá-lo para trás. Ele pôs
ele encarregado de arrumar o barco para a viagem. Com esta tarefa, ele
se sentiria pessoalmente responsável pela segurança do barco e
jornada sua mente estaria continuamente ocupada com o acompanhamento de
a navegabilidade do barco.
Em um ponto durante a viagem, ele notou os espíritos de McNeish
afundando, e de repente o homem parou de remar. Shackleton sentiu o
perigo aqui - se ele gritasse com McNeish ou ordenasse que ele remasse, ele

Página 83

provavelmente se tornará ainda mais rebelde, e com tão poucos homens lotados
juntos por tantas semanas com tão pouca comida, isso pode ficar feio.
Improvisando no momento, ele parou o barco e ordenou o
ferver leite quente para todos. Ele disse que todos estavam cansados
incluindo a si mesmo, e eles precisavam de seus espíritos levantados. McNeish foi
poupou o constrangimento de ser escolhido, e para o resto de
Na jornada, Shackleton repetiu essa manobra quantas vezes fosse necessário.
A poucos quilômetros do seu destino, uma tempestade repentina os empurrou
de volta. Enquanto buscavam desesperadamente uma nova abordagem para a ilha,
Um pequeno pássaro ficava pairando sobre eles, tentando pousar em seu barco.
Shackleton lutou para manter a compostura habitual, mas de repente
ele a perdeu, de pé e balançando loucamente para o pássaro enquanto xingava.
Quase imediatamente sentiu-se envergonhado e sentou-se novamente. Por quinze
meses ele tinha mantido todas as suas frustrações em cheque por causa do
homens e manter a moral. Ele havia definido o tom. Agora não era o
hora de voltar sobre isso. Minutos depois, ele fez uma piada no seu próprio
despesa e jurou a si mesmo nunca repetir tal exibição, não importa
a pressão.
Depois de uma jornada sobre algumas das piores condições oceânicas no
mundo, o pequeno barco finalmente conseguiu pousar na Ilha Geórgia do Sul,
e vários meses depois, com a ajuda dos baleeiros que trabalhavam
lá, todos os homens restantes na Ilha dos Elefantes foram resgatados.
Considerando as probabilidades contra eles, o clima, o terreno impossível,
os pequenos barcos e seus escassos recursos, foi um dos mais
histórias de sobrevivência notáveis na história. Lentamente palavra espalhar do papel
que a liderança de Shackleton havia desempenhado isso. Como o explorador Sir
Edmund Hillary mais tarde resumiu: “Para a liderança científica, me dê

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 77/94
03/08/2019 Sem título

Scott; para viagens rápidas e eficientes, Amundsen; mas quando você está em um
situação sem esperança, quando parece que não há saída, desça na sua
joelhos e rezar por Shackleton.

•••
Interpretação: Quando Shackleton se achou responsável pela
vidas de tantos homens em circunstâncias tão desesperadas, ele entendeu
o que significaria a diferença entre a vida ou a morte: os homens
atitude. Isso não é algo visível. É raramente discutido ou
analisados em livros. Não há manuais de treinamento sobre o assunto. E
no entanto, foi o fator mais importante de todos. Um leve mergulho em seu espírito
algumas rachaduras em sua unidade, e se tornaria muito difícil de fazer

Página 84

as decisões certas sob tal pressão. Uma tentativa de se livrar de


o bloco, retirado da impaciência e da pressão de alguns,
certamente levar a morte. Em essência, Shackleton foi jogado de volta
a condição mais elementar e primitiva do animal humano - um
grupo em perigo, dependentes uns dos outros para a sobrevivência. Foi em apenas
tais circunstâncias que nossos antepassados mais distantes evoluíram superior
habilidades sociais, a habilidade humana sobrenatural de ler os humores e mentes
de outros, e cooperar. E nos meses sem sol no bloco de gelo,
O próprio Shackleton redescobriria essas antigas habilidades empáticas que
estão adormecidos em todos nós, porque ele teve que fazê-lo.
Como Shackleton foi sobre esta tarefa deve servir como modelo para
todos nós. Primeiro, ele entendeu o papel principal que sua própria atitude
jogaria nisso. O líder infecta o grupo com sua mentalidade.
Muito disso ocorre no nível não-verbal, como as pessoas percebem
linguagem corporal e tom de voz do líder. Shackleton se imbuiu
com um ar de total confiança e otimismo e assisti
isso infectou o espírito dos homens.
Em segundo lugar, ele teve que dividir sua atenção quase igualmente entre
indivíduos e grupo. Com o grupo, ele monitorou os níveis de
chata às refeições, a quantidade de palavrões que ele ouviu durante o trabalho,
a rapidez com que o humor aumentava quando algum entretenimento havia começado.
Com os indivíduos, ele lê seus estados emocionais em seu tom de voz,
Com que rapidez eles comiam sua comida, como lentamente se levantavam da cama. Se ele
notei um determinado humor deles naquele dia, ele tentaria antecipar
o que eles podem fazer, colocando-se em um humor semelhante. Ele procurou
quaisquer sinais de frustração ou insegurança em suas palavras e gestos. Ele
teve que tratar cada pessoa de forma diferente, dependendo da sua
psicologia. Ele também teve que ajustar constantemente suas leituras, como
humor mudou rapidamente.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 78/94
03/08/2019 Sem título

Em terceiro lugar, na detecção de quedas em espírito ou negatividade, ele tinha que ser
□ Gentil. Repreensão só faria as pessoas se sentirem envergonhadas e destacadas,
o que levaria a efeitos contagiosos no caminho. Melhor se envolver
-los em conversa, para entrar em seu espírito, e encontrar maneiras indiretas para qualquer
elevar seu humor ou isolá-los sem fazê-los perceber o que
ele estava fazendo. Como Shackleton praticou isso, ele percebeu o quanto
melhor ele se tornou nisso. Em uma rápida olhada pela manhã, ele podia
quase antecipar como os homens agiriam durante o dia inteiro. Alguns
companheiros da tripulação acharam que ele era psíquico.

Página 85

Entenda: O que nos faz desenvolver esses poderes empáticos é


necessidade. Se sentimos que nossa sobrevivência depende de quão bem nós avaliamos
humores e mentes dos outros, então vamos encontrar o foco necessário e
toque nos poderes. Normalmente não sentimos a necessidade disso. Nós
imagine que entendemos muito bem as pessoas com quem lidamos. Vida
pode ser duro e temos muitas outras tarefas para atender. Nós somos
preguiçoso e prefere confiar em juízos pré-digeridos. Mas na verdade é um
questão de vida ou morte e nosso sucesso não depende do
desenvolvimento dessas habilidades. Nós simplesmente não estamos cientes disso porque
nós não vemos a conexão entre problemas em nossas vidas e nossa
constante leitura errada do humor e das intenções das pessoas e do interminável
oportunidades perdidas que resultam disso.
O primeiro passo, então, é o mais importante: perceber que você tem um
ferramenta social notável que você não está cultivando. A melhor maneira de ver
isso é para experimentar. Pare seu monólogo interior incessante e pague
maior atenção às pessoas. Sintonize-se com o humor inconstante de
indivíduos e grupo. Receba uma leitura sobre o particular de cada pessoa
psicologia e o que os motiva. Tente pegar a perspectiva deles
entre no mundo e no sistema de valores. Você de repente se tornará ciente de
um mundo inteiro de comportamento não-verbal que você nunca soube que existia, como se
seus olhos agora podem ver de repente a luz ultravioleta. Depois de sentir isso
poder, você sentirá sua importância e despertará para novas
possibilidades.
Eu não pergunto ao ferido como ele se sente. . . . Eu mesmo me torno o
pessoa ferida.
-Walt Whitman

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 79/94
03/08/2019 Sem título

Página 86

Veja através das máscaras das pessoas

A lei do jogo de papéis

P
As pessoas tendem a usar a máscara que mostra as melhores
luz possível - humilde, confiante, diligente. Eles dizem que o certo
coisas, sorrir e parecer interessado em nossas idéias. Eles aprendem a esconder
suas inseguranças e inveja. Se tomarmos essa aparência pela realidade, nós
nunca realmente conhecer seus verdadeiros sentimentos, e de vez em quando somos
surpreendido pela súbita resistência, hostilidade e manipulação
ações. Felizmente, a máscara tem rachaduras nela. Pessoas continuamente
vazar seus verdadeiros sentimentos e desejos inconscientes no não-verbal
sugestões que eles não podem controlar completamente - expressões faciais, vocais
inflexões, tensão no corpo e gestos nervosos. Você deve
dominar esta linguagem, transformando-se em um leitor superior
de homens e mulheres. Armado com esse conhecimento, você pode pegar o
medidas defensivas adequadas. Por outro lado, como as aparências são
o que as pessoas julgam por você, você deve aprender como apresentar o melhor
frente e jogar o seu papel para o efeito máximo.

O segundo idioma

Certa manhã, em agosto de 1919, Milton Erickson, de dezessete anos,


futuro pioneiro em hipnoterapia e um dos mais influentes
psicólogos do século XX, acordou para descobrir partes de sua
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 80/94
03/08/2019 Sem título

corpo repentinamente paralisado. Nos próximos dias, a paralisia se espalhou.


Ele logo foi diagnosticado com poliomielite, uma epidemia próxima na época. Como ele
deitado na cama, ele ouviu sua mãe em outro quarto discutindo seu caso
com dois especialistas que a família tinha chamado. Assumindo Erickson foi
dormindo, um dos médicos disse a ela: "O menino estará morto pela manhã."
Sua mãe entrou em seu quarto, claramente tentando disfarçar sua dor,

Página 87

sem saber que seu filho tinha sobrecarga na conversa. Erickson manteve
pedindo-lhe para mover a cômoda perto de sua cama aqui, mais
lá. Ela achava que ele estava delirando, mas ele tinha suas razões: ele
queria distraí-la de sua angústia, e ele queria o espelho
o peito posicionado à direita. Se ele começou a perder a consciência, ele
poderia se concentrar no pôr do sol no espelho refletido, segurando a este
imagem enquanto ele podia. O sol sempre retornava; talvez ele fosse
também, provando os médicos errados. Em poucas horas ele entrou em coma.
Erickson recuperou a consciência três dias depois. De alguma forma ele tinha
Morte enganada, mas agora a paralisia se espalhou por todo o corpo dele.
Até seus lábios estavam paralisados. Ele não podia se mover ou gesticular, nem
comunicar aos outros de qualquer maneira. As únicas partes do corpo que ele podia mover
eram os globos oculares, permitindo que ele examinasse o espaço estreito de seu quarto.
Em quarentena na casa da fazenda em Wisconsin rural onde ele
cresceu, sua única companhia eram suas sete irmãs, seu único irmão, seu
pais e uma enfermeira particular. Para alguém com uma mente tão ativa,
o tédio era excruciante. Mas um dia, enquanto ele ouvia suas irmãs
conversando entre si, ele se deu conta de algo que ele tinha
nunca percebi antes. Enquanto conversavam, seus rostos faziam todos os tipos de
movimentos, e o tom de suas vozes parecia ter uma vida de
próprio. Uma irmã disse a outra: "Sim, é uma boa ideia", mas ela disse
isso em um tom monótono e com um sorriso perceptível, tudo o que parecia
dizer: “Eu realmente não acho que é uma boa idéia.” De alguma forma, um sim poderia
realmente significa não.
Agora ele prestou atenção a isso. Foi um jogo estimulante. No
curso do dia seguinte, ele contou dezesseis formas diferentes de não que ele
ouvidos, indicando vários graus de dureza, todos acompanhados de
diferentes expressões faciais. Em um ponto ele notou uma irmã dizendo
sim para algo enquanto realmente balançando a cabeça não. Isso foi muito
sutil, mas ele viu. Se as pessoas dissessem sim, mas sentissem que não, parecia
aparecem em suas caretas e linguagem corporal. Em outra ocasião ele
observava de perto com o canto do olho quando uma irmã ofereceu outra
uma maçã, mas a tensão no rosto e aperto nos braços
indicou que ela estava apenas sendo educada e claramente queria mantê-lo por

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 81/94
03/08/2019 Sem título

ela própria. Este sinal não foi captado, e ainda assim parecia tão claro
ele.
Incapaz de participar de conversas, ele encontrou sua mente
completamente absorvido na observação dos gestos das mãos das pessoas,
sobrancelhas, o tom de suas vozes e o súbito dobramento de suas

Página 88

braços. Ele notou, por exemplo, com que freqüência as veias no pescoço de suas irmãs
começaria a pulsar quando eles estavam sobre ele, indicando o
nervosismo que sentiam em sua presença. Seus padrões de respiração como eles
falou fascinado ele, e ele descobriu que certos ritmos
indicou tédio e foram geralmente seguidos por um bocejo. Cabelo
parecia desempenhar um papel importante com suas irmãs. Um muito deliberado
escovar atrás de fios de cabelo indicaria impaciência—
ouviu o suficiente; agora por favor cale a boca. ”Mas um mais rápido, mais inconsciente
O AVC pode indicar atenção extasiada.
Preso na cama, sua audição ficou mais aguda. Ele agora poderia escolher
conversas na outra sala, onde as pessoas não estavam tentando
colocar em um show agradável na frente dele. E logo ele notou um peculiar
padrão - em uma conversa, as pessoas raramente eram diretas. Uma irmã poderia
passar minutos batendo em torno do arbusto, deixando dicas para os outros sobre
o que ela realmente queria - como pedir uma peça de roupa ou
ouça um pedido de desculpas de alguém. Seu desejo oculto era claramente
indicado pelo seu tom de voz, que dava ênfase a certas palavras.
Sua esperança era que os outros escolhessem isso e oferecessem o que ela
desejado, mas muitas vezes as dicas foram ignoradas e ela seria forçada a
saia e diga o que ela queria. Conversa após conversa
caiu neste padrão recorrente. Logo se tornou um jogo para ele adivinhar
dentro de poucos segundos quanto possível o que a irmã estava insinuando.
Era como se em sua paralisia ele tivesse subitamente se dado conta de
segundo canal da comunicação humana, uma segunda língua em que
pessoas expressaram algo de dentro de si, às vezes
sem estar ciente disso. O que aconteceria se ele pudesse de alguma forma
dominar as complexidades desta linguagem? Como isso alteraria sua
percepção das pessoas? Ele poderia estender seus poderes de leitura para o quase
gestos invisíveis que as pessoas faziam com seus lábios, sua respiração, o nível de
tensão em suas mãos?
Um dia, vários meses depois, quando ele se sentou perto de uma janela em um especial
cadeira reclinada que sua família tinha projetado para ele, ele ouviu
irmão e irmãs brincando lá fora. (Ele havia recuperado o movimento em sua
lábios e poderia falar, mas seu corpo permaneceu paralisado.) Ele queria muito
desesperadamente para se juntar a eles. Como se esquecesse momentaneamente de sua paralisia, em
sua mente ele começou a se levantar, e por um breve segundo ele experimentou
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 82/94
03/08/2019 Sem título

o espasmo de um músculo em sua perna, a primeira vez que ele sentiu qualquer
movimento em seu corpo em tudo. Os médicos disseram a sua mãe que ele
nunca ande de novo, mas eles estavam errados antes. Com base nisso

Page 89

contração simples, ele decidiu tentar um experimento. Ele se concentraria profundamente


em um músculo particular em sua perna, lembrando a sensação que ele tinha
antes de sua paralisia, querendo mal movê-lo e imaginá-lo
funcionando novamente. Sua enfermeira massagearia aquela área e, lentamente, com
sucesso intermitente, ele iria sentir uma contração e, em seguida, o menor
movimento retornando ao músculo. Através deste dolorosamente lento
processo ele aprendeu a se levantar, em seguida, dar alguns passos, depois andar
em torno de seu quarto, em seguida, caminhe para fora, aumentando as distâncias.
De alguma forma, aproveitando sua força de vontade e imaginação, ele era
capaz de alterar sua condição física e recuperar o movimento completo.
Claramente, ele percebeu, a mente e o corpo operam juntos, de formas
nós quase não estamos cientes. Querendo explorar isso mais, ele decidiu
prosseguir uma carreira em medicina e psicologia, e no final dos anos 1920 ele
começou a praticar psiquiatria em vários hospitais. Rapidamente ele desenvolveu
um método que era completamente seu e diametralmente oposto ao
outros treinados no campo. Quase todos os psiquiatras praticantes
em grande parte em palavras. Eles levariam pacientes para conversar, particularmente
sobre a sua primeira infância. Desta forma, eles esperavam obter acesso a
inconsciente de seus pacientes. Erickson focou principalmente em
a presença física das pessoas como uma entrada em sua vida mental e
inconsciente. As palavras são frequentemente usadas como um encobrimento, uma maneira de esconder
O que realmente está acontecendo. Fazendo seus pacientes completamente confortáveis, ele
iria detectar sinais de tensão oculta e desejos não atendidos que vieram
através de sua face, voz e postura. Enquanto ele fazia isso, ele explorou
maior profundidade o mundo da comunicação não verbal.
Seu lema era “observar, observar, observar”. Para esse propósito, ele manteve
um caderno, anotando todas as suas observações. Um elemento que
particularmente fascinado ele era os estilos de andar de pessoas, talvez um
reflexo de suas próprias dificuldades em reaprender a usar as pernas. Ele
Assistiria as pessoas andando em todas as partes da cidade. Ele prestou atenção
ao peso do degrau - havia a caminhada enfática daqueles que
eram persistentes e cheios de determinação; o passo leve daqueles que pareciam
mais indeciso; a caminhada fluida e fluida daqueles que pareciam
preguiçoso; a caminhada sinuosa da pessoa perdida em pensamentos. Ele observou
de perto o balanço extra dos quadris ou o suporte que parecia elevar
a cabeça, indicando altos níveis de confiança em uma pessoa. Houve
a caminhada que as pessoas colocam para encobrir alguma fraqueza ou insegurança
o passo masculino exagerado, a confusão indiferente do
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 83/94
03/08/2019 Sem título

adolescente rebelde. Ele tomou conhecimento das mudanças súbitas nas pessoas

Página 90

andar como eles ficaram excitados ou nervosos. Tudo isso lhe dava
informações infinitas sobre o humor e a autoconfiança das pessoas.
Em seu escritório, ele colocou sua mesa na extremidade da sala, fazendo
seus pacientes caminham em direção a ele. Ele notaria mudanças na caminhada
de antes para depois da sessão. Ele examinaria sua maneira de
sentando-se, o nível de tensão em suas mãos quando eles agarraram o
braços da cadeira, o grau em que eles iriam enfrentá-lo como eles
falou, e em questão de alguns segundos, sem palavras sendo
trocado, ele tinha uma leitura profunda sobre suas inseguranças e rigidezes,
como mapeado claramente em sua linguagem corporal.
Em um ponto de sua carreira, Erickson trabalhou em uma ala para o
mentalmente perturbado. Em um exemplo, os psicólogos
perplexo com o caso de um paciente em particular - um ex-empresário
que fez uma fortuna e depois perdeu tudo por causa do
Depressão. Tudo que o homem podia fazer era chorar e mover continuamente seu
Mãos para frente e para trás, diretamente para fora de seu peito. Ninguém poderia imaginar
a fonte deste tique ou como ajudá-lo. Conseguir que ele falasse foi
Não é fácil e não levou a lugar nenhum. Para Erickson, no entanto, no momento em que ele viu
o homem ele entendeu a natureza do problema - através deste
gesto que ele estava literalmente expressando os esforços fúteis em sua vida para obter
à frente e o desespero que isso lhe trouxera. Erickson foi até ele
e disse: "Sua vida teve muitos altos e baixos", e como ele fez isso, ele
mudou o movimento dos braços para cima e para baixo. O homem parecia
interessado neste novo movimento e agora se tornou seu tique.
Trabalhando com um terapeuta ocupacional no local, Erickson colocou
blocos de lixa em cada uma das mãos do homem e colocar uma peça áspera
de madeira na frente dele. Logo o homem ficou fascinado com o
lixar a madeira e sentir o cheiro dela enquanto a polia. ele parou
chorando e tendo aulas de marcenaria, esculpindo conjuntos de xadrez elaborados e
vendendo-os. Focando exclusivamente em sua linguagem corporal e alterando
seu movimento físico, Erickson poderia alterar a posição bloqueada de sua
mente e curá-lo.
Uma categoria que o fascinou foi a diferença em termos não-verbais
comunicação entre homens e mulheres e como isso reflete uma
maneira diferente de pensar. Ele era particularmente sensível ao
maneirismos das mulheres, talvez um reflexo dos meses que ele teve
passou de perto observando suas irmãs. Ele poderia dissecar todas as nuances de
sua linguagem corporal. Uma vez, uma linda jovem veio ver

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 84/94
03/08/2019 Sem título

Página 91

ele, dizendo que ela tinha visto vários psiquiatras, mas nenhum deles
muito bem. Poderia Erickson possivelmente ser o certo? Como ela falou
mais alguns, nunca discutindo a natureza do seu problema, Erickson
Observou-a pegar um fiapo na manga. Ele ouviu e acenou com a cabeça,
Em seguida, colocaram algumas questões bastante desinteressantes.
De repente, do nada, ele disse em um tom muito confiante que ele
era o direito, na verdade o único psiquiatra para ela. Surpreendida pela sua
atitude vaidosa, ela perguntou-lhe por que ele se sentia assim. Ele disse que ele
precisava fazer mais uma pergunta para provar isso.
"Há quanto tempo", ele perguntou, "você está vestindo roupas femininas?"
"Como você sabia?", Perguntou o homem, espantado. Erickson
explicou que ele tinha notado a maneira como ele tinha tirado o fiapo,
sem fazer um desvio naturalmente amplo ao redor da área da mama. Ele tinha
vi esse movimento muitas vezes para ser enganado por qualquer outra coisa. Em
Além disso, sua maneira assertiva de discutir sua necessidade de testar Erickson primeiro,
tudo expresso em um ritmo vocal muito staccato, era decididamente masculino.
Todos os outros psiquiatras foram levados pelo jovem
aparência extremamente feminina e a voz que ele tinha trabalhado tão
com cuidado, mas o corpo não mente.
Em outra ocasião Erickson entrou em seu escritório para ver uma nova mulher
paciente esperando por ele. Ela explicou que ela o procurou
porque ela tinha uma fobia de voar. Erickson a interrompeu. Sem
explicando por que, ele pediu a ela que saísse do escritório e voltasse a entrar. Ela
parecia irritado, mas obedeceu, e ele a estudou andando de perto, também
como sua postura quando ela se acomodou na cadeira. Ele então pediu a ela para
explicar o problema dela.
"Meu marido está me levando a ampla em setembro e eu tenho um
medo mortal de estar em um avião.
"Madame", disse Erickson, "quando um paciente chega a um psiquiatra
não pode haver retenção de informações. Eu sei algo sobre
você. Eu vou te fazer uma pergunta desagradável. . . . Seu
marido sabe sobre o seu caso de amor?
"Não", disse ela com espanto, "mas como você fez?"
"Sua linguagem corporal me disse." Ele explicou como as pernas dela estavam
cruzado em uma posição muito apertada, com um pé completamente enfiado
em torno do tornozelo. Em sua experiência, toda mulher casada tendo um
caso bloqueia seu corpo de forma semelhante. E ela tinha dito claramente "a-

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 85/94
03/08/2019 Sem título

Page 92

amplo "em vez de" no exterior ", em um tom hesitante, como se ela estivesse envergonhada
de si mesma. E sua caminhada indicou uma mulher que se sentia presa em
relações complicadas. Nas sessões subseqüentes ela trouxe nela
amante, que também era casado. Erickson pediu para ver a esposa do
amante, e quando ela veio, ela se sentou na mesma posição bloqueada,
com o pé sob o tornozelo.
"Então você está tendo um caso", ele disse a ela.
"Sim, meu marido lhe contou?"
“Não, eu peguei da sua linguagem corporal. Agora eu sei porque o seu
o marido sofre de dores de cabeça crônicas. ”Logo ele estava tratando-os
tudo e ajudá-los a sair de suas posições trancadas e dolorosas.
Ao longo dos anos, seus poderes de observação se estenderam a elementos de
comunicação não-verbal que eram quase imperceptíveis. Ele poderia
determinar os estados mentais das pessoas por seus padrões respiratórios e
espelhando esses padrões se ele poderia levar o paciente a um
transe hipnótico e criar um sentimento de profundo relacionamento. Ele sabia ler
fala subliminar e subvocal como as pessoas falavam uma palavra ou
nome de uma forma pouco visível. Foi assim que os cartomantes,
médiuns e alguns mágicos ganhavam a vida. Ele sabia quando
sua secretária estava menstruada pelo peso de sua digitação. Ele
poderia adivinhar os antecedentes de carreira das pessoas pela qualidade do seu
mãos, o peso do seu passo, o modo como inclinavam a cabeça e
suas inflexões vocais. Para pacientes e amigos, parecia que Erickson
possuía poderes psíquicos, mas eles simplesmente não sabiam por quanto tempo
e duro ele tinha estudado isso, ganhando o domínio da segunda língua.

•••
Interpretação: Para Milton Erickson, sua repentina paralisia se abriu
seus olhos para não só uma forma diferente de comunicação, mas também um
maneira completamente diferente de se relacionar com as pessoas. Quando ele ouviu o seu
irmãs e pegou novas informações de seus rostos e vozes, ele
não só registrou isso com seus sentidos, mas também se sentiu
experimentando um pouco do que estava acontecendo em suas mentes. Ele teve que
imagine por que eles disseram sim, mas realmente quis dizer não, e ao fazê-lo ele tinha
momentaneamente sentir alguns dos seus desejos contrários. Ele tinha que ver o
tensão em seus pescoços e registrá-lo fisicamente como tensão dentro
se para entender por que eles eram de repente desconfortável em sua
presença. O que ele descobriu é que a comunicação não verbal não pode

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 86/94
03/08/2019 Sem título

Página 93

ser experimentado simplesmente através de pensar e traduzir pensamentos em


palavras, mas deve ser sentido fisicamente como se envolve com o facial
expressões ou posições bloqueadas de outras pessoas. É uma forma diferente de
conhecimento, que se conecta com a parte animal da nossa natureza e
envolve nossos neurônios-espelho.
Para dominar essa linguagem, ele teve que relaxar e controlar o contínuo
precisa interpretar com palavras ou categorizar o que ele estava vendo. Ele tinha
para conter seu ego - pensando menos do que ele queria dizer e
em vez disso, direcionando sua atenção para fora para a outra pessoa, sintonizando
a si mesmo para o seu humor em mudança, conforme refletido em sua linguagem corporal. Como
ele descobriu, tal atenção o mudou. Isso o fez mais vivo para
os sinais que as pessoas continuamente emitem e o transformam em um superior
ator social, capaz de se conectar com a vida interior dos outros e desenvolver
maior rapport.
Como Erickson progrediu nesta auto-transformação, ele notou que
a maioria das pessoas vai na direção oposta - tornando-se mais auto-
absorvido e desatento a cada ano que passa. Ele gostava de
acumular anedotas de seu trabalho que demonstrou isso. Para
Por exemplo, ele perguntou uma vez a um grupo de internos no hospital onde ele
trabalhou para observar silenciosamente uma mulher idosa deitada debaixo das cobertas
uma cama de hospital até que eles viram algo que indicaria uma possível
diagnóstico para sua condição de acamada. Eles a observaram por três
horas sem sucesso, nenhum deles tomando conhecimento do fato óbvio de que
ambas as pernas tinham sido amputadas. Ou havia as pessoas que
participou de suas palestras públicas; muitos deles perguntariam por que ele nunca
usou aquele ponteiro de aparência estranha que ele carregava na mão como parte de sua
apresentação. Eles não conseguiram observar o seu mancar bastante perceptível e
necessidade de uma cana. Como Erickson viu, a dureza da vida faz a maioria
as pessoas se voltam para dentro. Eles não têm espaço mental sobrando para simples
observações, ea segunda língua em grande parte passa por eles.
Entenda: Nós somos o animal social proeminente no planeta,
dependendo da nossa capacidade de se comunicar com os outros para a nossa sobrevivência
e sucesso. Estima-se que mais de 65% de todos os seres humanos
a comunicação é não-verbal, mas as pessoas captam e internalizam
apenas cerca de 5% dessas informações. Em vez disso, quase todos os nossos
atenção social é absorvida pelo que as pessoas dizem, que mais frequentemente do que
na verdade não serve para esconder o que eles estão realmente pensando e sentindo.
Dicas não-verbais nos dizem o que as pessoas estão tentando enfatizar com suas
palavras e o subtexto de sua mensagem, as nuances de

Página 94

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 87/94
03/08/2019 Sem título

comunicação. Essas pistas nos dizem o que estão escondendo ativamente,


desejos reais. Eles refletem de uma forma imediata as emoções das pessoas e
humores. Perder esta informação é operar cegamente, convidar
incompreensão e perder infinitas oportunidades de influenciar
pessoas não percebendo os sinais do que realmente querem ou precisam.
Sua tarefa é simples: primeiro você deve reconhecer seu estado de auto-
absorção e quão pouco você realmente observa. Com isso
entendendo que você será motivado a desenvolver habilidades de observação.
Segundo você deve entender, como Erickson fez, a natureza diferente de
esta forma de comunicação. Isso requer a abertura de seus sentidos e
relacionando-se com as pessoas mais no nível físico, absorvendo seu físico
energia e não apenas suas palavras. Você não simplesmente observa seu rosto
expressão, mas você registrá-lo de dentro, para que a impressão fique
com você e se comunica. À medida que você ganha um maior vocabulário neste
linguagem, você será capaz de correlacionar um gesto com um possível
emoção. À medida que sua sensibilidade aumenta, você começará a notar mais
e mais do que você está perdendo. E igualmente importante, você
vai descobrir uma maneira nova e mais profunda de se relacionar com as pessoas, com o
aumento dos poderes sociais que isso lhe trará.

Você sempre será a presa ou o brinquedo dos diabos e tolos neste


mundo, se você espera vê-los com chifres ou balançando seus
sinos. E deve-se ter em mente que, em suas relações com os outros,
as pessoas são como a lua: elas mostram apenas um dos seus lados. Todo homem
tem um talento inato para. . . fazendo uma máscara fora de sua fisionomia, de modo que
ele sempre pode parecer como se ele realmente fosse o que ele finge ser. . . e os seus
efeito é extremamente enganador. Ele veste sua máscara sempre que seu objetivo é
lisonjeie-se com a boa opinião de alguém; e você pode pagar tanto
atenção para isso como se fosse feito de cera ou papelão.
- Arthur Schopenhauer

Chaves para a natureza humana


Nós humanos somos atores consumados. Nós aprendemos desde cedo como
conseguir o que queremos de nossos pais, colocando em certos olhares que
provocar simpatia ou afeição. Aprendemos a esconder dos nossos pais
ou irmãos exatamente o que estamos pensando ou sentindo, para nos proteger
em momentos vulneráveis. Nós nos tornamos bons em lisonjear aqueles a quem é
importante conquistar - colegas ou professores populares. Nós aprendemos como encaixar
para o grupo, vestindo as mesmas roupas e falando o mesmo
língua. À medida que envelhecemos e nos esforçamos para esculpir uma carreira, aprendemos como
para criar a frente adequada, a fim de ser contratado e se encaixar em um grupo

Página 95

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 88/94
03/08/2019 Sem título

cultura. Se nos tornamos um executivo ou um professor ou um barman, nós


deve atuar a parte.
Imagine uma pessoa que nunca desenvolve essas habilidades de atuação, cujo rosto
instantaneamente careta quando ele não gosta do que você diz ou não pode suprimir um
boceja quando você não consegue entretê-lo, que sempre fala o que pensa, quem
completamente segue seu próprio caminho em suas idéias e estilo, que age da mesma forma
se ele está falando com seu chefe ou com uma criança, e você imaginou um
pessoa que seria evitada, ridicularizada e desprezada.
Somos todos tão bons atores que nem sequer estamos conscientes disso,
acontece. Nós imaginamos que estamos quase sempre sendo sinceros em nossos relacionamentos sociais.
encontros, que qualquer bom ator lhe dirá é o segredo por trás
atuação realmente crível. Nós tomamos essas habilidades como certas, mas para ver
-los em ação, tente olhar para si mesmo como você interage com diferentes
membros de sua família e com seu chefe e colegas de trabalho.
Você vai se ver sutilmente mudando o que você diz, seu tom de voz,
seus maneirismos, toda a sua linguagem corporal, para se adequar a cada indivíduo
e situação. Para as pessoas que você está tentando impressionar, você usa muito
rosto diferente do que com aqueles com quem você está familiarizado e pode deixar
baixe sua guarda. Você faz isso quase sem pensar.
Ao longo dos séculos, vários escritores e pensadores, olhando para os seres humanos
de uma perspectiva externa, ficaram impressionados com a qualidade teatral
da vida social. A citação mais famosa expressando isso vem de
Shakespeare: “Todo o mundo é um palco, / E todos os homens e mulheres
meramente jogadores; / Eles têm suas saídas e suas entradas, e um deles
o homem em seu tempo desempenha muitos papéis ”. Se o teatro e os atores
tradicionalmente representado pela imagem de máscaras, escritores como
Shakespeare está insinuando que todos nós estamos constantemente usando máscaras.
Algumas pessoas são melhores atores que outras. Tipos vilões como
Iago na peça Otelo é capaz de esconder suas intenções hostis
atrás de um sorriso amigável e benigno. Outros são capazes de agir com mais
confiança e bravata - eles muitas vezes se tornam líderes. Pessoas com
habilidades de atuação consumado podem navegar melhor nosso complexo social
ambientes e seguir em frente.
Embora todos nós somos atores especialistas, ao mesmo tempo secretamente
experimentar essa necessidade de agir e desempenhar um papel como um fardo. Nós somos os
animal social de maior sucesso no planeta. Por centenas de
milhares de anos nossos ancestrais caçadores-coletores poderiam sobreviver apenas por
comunicando constantemente uns com os outros através de pistas não-verbais.

Página 96

Desenvolvido ao longo de tanto tempo, antes da invenção da linguagem, isto é,


https://translate.googleusercontent.com/translate_f 89/94
03/08/2019 Sem título

como o rosto humano se tornou tão expressivo e gestos tão elaborados.


Isso é criado dentro de nós. Nós temos um desejo contínuo de
comunicar nossos sentimentos e, ao mesmo tempo, a necessidade de esconder
eles para um bom funcionamento social. Com essas batalhas contra-forças
dentro de nós, não podemos controlar completamente o que comunicamos. Nosso
sentimentos reais continuamente vazam na forma de gestos, tons de voz,
expressões faciais e postura. Nós não somos treinados, no entanto, para pagar
atenção aos sinais não-verbais das pessoas. Por puro hábito, nos fixamos no
palavras que as pessoas dizem, enquanto também pensamos no que vamos dizer em seguida. o que
isto significa é que estamos usando apenas uma pequena porcentagem do potencial
habilidades sociais que todos possuímos.
Imagine, por exemplo, conversas com pessoas que você recentemente
conheceu. Ao prestar atenção extra-íntima aos sinais não verbais que eles emitem,
você pode pegar seus humores e espelhar esses humores de volta para eles,
fazendo com que relaxem inconscientemente na sua presença. Enquanto o
conversa progride, você pode pegar sinais de que eles estão
respondendo aos seus gestos e espelhamento, que lhe dá licença para
vá além e aprofunde o feitiço. Desta forma, você pode construir o rapport
e conquistar um valioso aliado. Por outro lado, imagine pessoas que quase
imediatamente revelar sinais de hostilidade em relação a você. Você é capaz de ver
através de seus sorrisos falsos e apertados, para captar os flashes de irritação que
cruze seu rosto e os sinais de desconforto sutil em sua presença.
Registrando tudo isso como acontece, você pode, então, desacostumar educadamente
a interação e permanecem cautelosos com eles, procurando mais sinais de
intenções hostis. Você provavelmente salvou-se de um
batalha desnecessária ou um ato feio de sabotagem.
Sua tarefa como estudante da natureza humana é dupla: primeiro, você deve
entender e aceitar a qualidade teatral da vida. Você não
moral e ferroviário contra o role-playing e o uso de máscaras assim
essencial para suavizar o funcionamento social. Na verdade, seu objetivo é jogar o seu
parte no estágio da vida com habilidade consumada, atraindo atenção,
dominando o centro das atenções e tornando-se um herói simpático
ou heroína. Em segundo lugar, você não deve ser ingênuo e confundir as pessoas
aparências para a realidade. Você não está cego pelas habilidades de atuação das pessoas.
Você se transforma em um mestre decodificador de seus verdadeiros sentimentos,
trabalhando em suas habilidades de observação e praticando-as tanto quanto você
pode na vida diária.

Página 97

E assim, para estes propósitos, há três aspectos para este particular


lei: entender como observar as pessoas; aprendendo algumas chaves básicas

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 90/94
03/08/2019 Sem título

para decodificar a comunicação não verbal; e dominar a arte do que


é conhecido como gerenciamento de impressões , desempenhando seu papel no máximo
efeito.

Habilidades de observação

Quando éramos crianças, éramos quase todos grandes observadores de pessoas.


Porque éramos pequenos e fracos, nossa sobrevivência dependia da decodificação
sorrisos e tons de voz das pessoas. Nós fomos frequentemente atingidos pelo
estilos peculiares de andar de adultos, seus sorrisos exagerados e afetados
maneirismos. Nós os imitaríamos por diversão. Nós podíamos sentir que um
indivíduo estava ameaçando de algo em seu corpo
língua. É por isso que as crianças são a ruína dos mentirosos inveterados,
artistas, mágicos e pessoas que fingem ser algo que são
não. As crianças rapidamente vêem pela frente. Lentamente, a partir da idade de
cinco em diante, esta sensibilidade é perdida quando começamos a nos voltar para dentro e
fique mais preocupado com a forma como os outros nos vêem.
Você deve perceber que não é uma questão de adquirir habilidades que você não
possuir, mas sim de redescobrir aqueles que você já teve em seus primeiros
anos. Isso significa reverter lentamente o processo de auto-absorção e
recuperando a visão dirigida para fora e a curiosidade que você teve quando criança.
Como acontece com qualquer habilidade, isso exigirá paciência. O que você está fazendo é
lentamente rewiring seu cérebro através da prática, mapeando novo neuronal
conexões. Você não quer se sobrecarregar no começo
com muita informação. Você precisa dar pequenos passos para ver pequenos
mas progresso diário. Em uma conversa casual com alguém, dê
a si mesmo o objetivo de observar uma ou duas expressões faciais que parecem
para ir contra o que a pessoa está dizendo ou indicar algum adicional
em formação. Fique atento às microexpressões, flashes rápidos no
face de tensão, ou sorrisos forçados (veja a próxima seção para saber mais sobre isso).
Uma vez que você tenha sucesso neste exercício simples com uma pessoa, tente com
outra pessoa, sempre com foco no rosto. Depois de achar mais fácil
observe sinais do rosto, tente fazer uma observação similar sobre
voz de um indivíduo, observando quaisquer alterações no tom ou no ritmo de
falando. A voz diz muito sobre o nível de confiança das pessoas e sua
contentamento. Mais tarde, gradua-se em elementos da linguagem corporal - como
postura, gestos manuais, posicionamento das pernas. Mantenha estes exercícios

Página 98

Simples, tendo objetivos simples. Anote todas as observações, particularmente


quaisquer padrões que você notar.
Ao praticar estes exercícios, você deve estar relaxado e aberto a
o que você vê, não se importando em interpretar suas observações
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 91/94
03/08/2019 Sem título

com palavras. Você deve estar envolvido na conversa enquanto fala menos
e tentando levá-los a falar mais. Tente espelhá-los, fazendo
comentários que jogam fora algo que disseram e revelam que você é
escutando eles. Isso terá o efeito de fazê-los relaxar e
quer falar mais, o que fará com que eles vazem mais não-verbais
sugestões. Mas a sua observação de pessoas nunca deve ser óbvia. Sentindo-me
Examinadas, as pessoas congelarão e tentarão controlar suas expressões.
Muito contato visual direto vai te trair. Você deve aparecer natural
e atento, usando apenas olhares periféricos rápidos para perceber qualquer
mudanças no rosto, voz ou corpo.
Ao observar qualquer indivíduo em particular ao longo do tempo, você precisa
estabelecer sua expressão de base e humor. Algumas pessoas são
naturalmente quieta e reservada, sua expressão facial revelando isso.
Alguns são mais animados e enérgicos, enquanto outros ainda
use um olhar ansioso. Consciente do comportamento habitual de uma pessoa, pode
prestar mais atenção a quaisquer desvios - por exemplo,
animação em alguém que é geralmente reservado, ou um olhar descontraído
do habitualmente nervoso. Depois de conhecer a linha de base de uma pessoa, ela
será muito mais fácil ver sinais de dissimulação ou angústia neles. o
o antigo Romano Marco Antônio era naturalmente uma pessoa jovial, sempre
sorrindo, rindo e zombando das pessoas. Foi quando ele de repente
ficaram calados e mal-humorados em suas reuniões após o assassinato de
Júlio César que o rival de Antônio, Octavius (depois, Augustus) entendeu
que Antônio estava tramando algo e tinha intenções hostis.
Relacionado com a expressão de linha de base, tente observar a mesma pessoa
em diferentes configurações, percebendo como suas pistas não-verbais mudam se
estão conversando com um cônjuge, um chefe, um empregado.
Para outro exercício, observe as pessoas que estão prestes a fazer algo
emocionante - uma viagem para algum lugar atraente, um encontro com alguém que eles
ou qualquer evento para o qual tenham grandes expectativas.
Note os olhares de antecipação, como os olhos se abrem e ficam lá,
o rosto corado e geralmente animado, um leve sorriso nos lábios
eles pensam no que está por vir. Compare isso com a tensão
exibido por uma pessoa prestes a fazer um teste ou ir a uma entrevista de emprego. Você

Página 99

estão aumentando seu vocabulário quando se trata de correlacionar emoções


e expressões faciais.
Preste muita atenção a qualquer sinal confuso que você captar: uma pessoa
professa amar sua ideia, mas seu rosto mostra tensão e seu tom
de voz é tensa; ou eles te felicitam pela sua promoção, mas

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 92/94
03/08/2019 Sem título

osão
sorriso
muitoécomuns.
forçado eEles
a expressão parece triste.
também podem envolverTaisdiferentes
sinais mistos
partes do corpo. Em
o romance The Ambassadors, de Henry James, o narrador percebe que
uma mulher que o visitou sorri para ele durante a maior parte do
conversa, mas segura a sombrinha com muita tensão. Apenas pela
Percebendo isso, ele pode sentir seu verdadeiro humor - desconforto. Com misturado
sinais, você precisa estar ciente de que uma grande parte do não-verbal
comunicação envolve o vazamento de emoções negativas, e você
necessidade de dar maior peso à sugestão negativa como indicativo do
os verdadeiros sentimentos da pessoa. Em algum momento, você pode se perguntar por que
eles podem sentir tristeza ou antipatia.
Para levar sua prática ainda mais, tente um exercício diferente. Sente-se em um café ou
algum espaço público, e sem o ônus de ter que se envolver em
uma conversa, observe as pessoas ao seu redor. Ouça seus
conversas para pistas vocais. Tome nota dos estilos de caminhada e, em geral,
linguagem corporal. Se possível, faça anotações. Conforme você melhora, você pode
tente adivinhar a profissão das pessoas pelas pistas que você escolhe, ou algo
sobre sua personalidade a partir de sua linguagem corporal. Deve ser um
jogo prazeroso.
À medida que avança, você poderá dividir sua atenção mais facilmente
- ouvir atentamente o que as pessoas têm a dizer, mas também
Nota cuidadosa de sugestões não-verbais. Você também vai se tornar ciente de sinais
você não havia notado antes, expandindo continuamente seu vocabulário.
Lembre-se de que tudo que as pessoas fazem é um sinal de algum tipo; não há
tal coisa como um gesto que não se comunica. Você pagará
atenção aos silêncios das pessoas, às roupas que vestem, ao arranjo
de objetos em sua mesa, seus padrões de respiração, a tensão em certos
músculos (particularmente no pescoço), o subtexto em suas conversas—
o que não é dito ou o que está implícito. Todas essas descobertas devem
excitar e impelir você a ir mais longe.
Ao praticar esta habilidade, você deve estar ciente de alguns erros comuns
você pode cair. Palavras expressam informação direta. Nós podemos argumentar
sobre o que as pessoas querem dizer quando dizem alguma coisa, mas o

Página 100

interpretações são bastante limitadas. Pistas não-verbais são muito mais


ambíguo e indireto. Não há dicionário para te dizer o que isso ou
que significa. Depende do indivíduo e do contexto. Se você não está
cuidado, você vai recolher sinais, mas rapidamente interpretá-los para caber seu próprio
preconceitos emocionais sobre as pessoas, o que fará com que suas observações não
apenas inútil, mas também perigoso. Se você está observando alguém você
naturalmente não gosta, ou que te faz lembrar alguém desagradável na sua
Passado, você tenderá a ver quase qualquer sugestão como hostil ou hostil. Você
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 93/94
03/08/2019 Sem título

fará o oposto pelas pessoas que você gosta. Nestes exercícios você deve
esforçar-se para subtrair suas preferências pessoais e preconceitos sobre
pessoas.
Relacionado com isso é o que é conhecido como o erro de Otelo . No jogo
Otelo de Shakespeare, o personagem principal, Otelo, assume que sua
esposa, Desdêmona, é culpada de adultério com base em sua resposta nervosa
quando questionado sobre alguma evidência. Na verdade, Desdemona é
inocente, mas a natureza agressiva e paranóica de Otelo e seus
perguntas intimidantes a deixam nervosa, o que ele interpreta como um sinal
de culpa. O que acontece nesses casos é que pegamos certas
pistas emocionais da outra pessoa - nervosismo, por exemplo - e
Nós assumimos que eles vêm de uma certa fonte. Nós corremos para o primeiro
explicação que se encaixa no que queremos ver. Mas o nervosismo poderia
tem várias explicações, pode ser uma reação temporária ao nosso
questionamento ou as circunstâncias gerais. O erro não está no
observando, mas na decodificação.
Em 1894 Alfred Dreyfus, um oficial militar francês, foi injustamente
preso por repassar segredos aos alemães. Dreyfus era judeu
e muitos franceses na época tinham sentimentos anti-semitas. Quando primeiro
aparecendo perante o público para questionamento, Dreyfus respondeu em um
tom calmo e eficiente que fazia parte de sua formação como burocrata e
também foi resultado de sua tentativa de conter seu nervosismo. A maioria dos
público assumiu que um homem inocente iria protestar em voz alta. Dele
comportamento foi visto como um sinal de sua culpa.
Tenha em mente que pessoas de culturas diferentes considerarão
diferentes formas de comportamento aceitável. Estes são conhecidos como exibição
regras . Em algumas culturas as pessoas são condicionadas a sorrir menos ou tocar
Mais. Ou a linguagem deles envolve maior ênfase no tom vocal.
Sempre considere o contexto cultural das pessoas e interprete suas
pistas em conformidade.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 94/94
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Página 1

Como parte de sua prática, tente se observar também. Note como


muitas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou como seu corpo
regista nervosismo - na sua voz, a batucada dos dedos,
o movimento do seu cabelo, o tremor dos seus lábios, e assim por diante.
Tornar-se ciente de seu próprio comportamento não-verbal fará com que você
mais sensível e alerta aos sinais dos outros. Você será mais capaz
imaginar as emoções que acompanham a sugestão. E você também vai ganhar
maior controle do seu comportamento não-verbal, algo muito valioso
para jogar o papel social correto (veja a última seção deste capítulo).
Finalmente, ao desenvolver essas habilidades de observação, você notará
mudança física em si mesmo e em sua relação com as pessoas. Você irá
tornar-se cada vez mais sensível ao humor inconstante das pessoas e até mesmo
antecipá-los como você se sente dentro de algo do que eles estão sentindo.
Tomados longe o suficiente, tais poderes podem fazer você parecer quase psíquico, como
eles fizeram com Milton Erickson.

Chaves de Decodificação

Lembre-se que as pessoas geralmente estão tentando apresentar o melhor possível


frente ao mundo. Isso significa esconder seu possível antagonismo
sentimentos, seus desejos de poder ou superioridade, suas tentativas de
ingratiation, e suas inseguranças. Eles vão usar palavras para esconder sua
sentimentos e distraí-lo da realidade, jogando no verbal das pessoas
fixação. Eles também usam certas expressões faciais que são fáceis de
colocar e que as pessoas assumem simpatia média. Sua tarefa é procurar
além das distrações e tomar consciência dos sinais que vazam
automaticamente, revelando algo da verdadeira emoção sob o
mascarar. As três categorias das pistas mais importantes para observar e
identificar são antipatia / gostar , dominação / submissão e engano .

Dislike / like cues: imagine o seguinte cenário: alguém em um grupo


não gosta de você, seja por inveja ou desconfiança, mas pelo grupo
ambiente eles não podem expressar isso abertamente ou eles ficarão mal -
não é um jogador de equipe. E então eles sorriem para você, se envolvem em você
conversa, e até parecem apoiar as suas ideias. Às vezes você pode
sentir que algo não está certo, mas os sinais são sutis e você esquece
-los como você presta atenção para a frente que eles apresentam. Então, de repente, como
se fora do azul, eles te obstruem ou mostram uma atitude feia. o
máscara saiu. O preço que você paga não é apenas dificuldades em seu

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 1/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Página 2

trabalho ou vida pessoal, mas também o preço emocional, que pode ter
efeito persistente.
Entenda: as ações hostis ou resistentes das pessoas nunca saem
do azul. Sempre há sinais antes que eles tomem qualquer ação. É também
muito de uma tensão para eles suprimir completamente tão forte
emoções. O problema não é apenas que não estamos prestando atenção, mas
também que nós inerentemente não gostamos do pensamento de conflito ou
desacordo. Nós preferimos evitar pensar sobre isso e assumir que
as pessoas estão do nosso lado, ou pelo menos neutras. Na maioria das vezes, nos sentimos
algo não está certo com a outra pessoa, mas ignorar o
sentindo-me. Devemos aprender a confiar em tais respostas intuitivas e procurar
aqueles sinais que deveriam desencadear um exame mais detalhado das evidências.
As pessoas dão indicações claras em sua linguagem corporal de ativos
antipatia ou hostilidade. Estes incluem o repentino estrabismo dos olhos em
Algo que você disse, o brilho, o movimento dos lábios até que eles
quase desaparecer, o torcicolo, o torso ou os pés que se afastam
você enquanto você ainda está envolvido em uma conversa, a dobradura do
braços como você tenta fazer um ponto e uma tensão global no corpo.
O problema é que você normalmente não verá esses sinais a menos que
o desprazer da pessoa tornou-se forte demais para ser ocultado. Em vez de,
você deve se treinar para procurar as microexpressões e as outras
sinais mais sutis que as pessoas dão.
A microexpressão é uma descoberta recente entre os psicólogos que
foram capazes de documentar sua existência através de filmes. Dura menos de
um segundo. Existem duas variedades disso: a primeira vem quando as pessoas
estão conscientes de um sentimento negativo e tentam suprimi-lo, mas ele vaza
uma fração de segundo. O outro vem quando não temos consciência de
hostilidade e ainda se mostra em flashes rápidos no rosto ou no
corpo. Essas expressões serão um olhar momentâneo, o tensionamento do
músculos faciais, franzindo os lábios, o início de uma carranca ou de desprezo ou
olhar de desprezo, com os olhos olhando para baixo. Ciente disso
fenômeno, podemos procurar por essas expressões. Você vai se surpreender
em quantas vezes eles ocorrem, porque é quase impossível completamente
controlar os músculos faciais e reprimir os sinais no tempo. Você deve ser
descontraído e atento, obviamente não olhando para eles, mas pegando
-los com o canto do olho. Depois de começar a notar
expressões, você achará mais fácil pegá-las.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 2/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Página 3

Igualmente eloqüentes são aqueles sinais que são sutis, mas que podem durar
vários segundos, revelando tensão e frieza. Por exemplo, quando
você primeiro se aproxima de alguém que abriga pensamentos negativos em direção
você, se você surpreendê-los por vir sobre eles de um ângulo, você vai
ver claramente sinais de descontentamento com a sua abordagem antes que eles tiveram
tempo para caber em sua máscara afável. Eles não estão tão felizes em ver você e
mostra por um segundo ou dois. Ou você está expressando uma opinião forte
e seus olhos começam a rolar, o que eles tentam encobrir rapidamente com um
sorriso.
O silêncio repentino pode dizer muito. Você disse algo que desencadeia
uma pontada de inveja ou antipatia, e eles não podem deixar de cair no silêncio
e ninhada. Eles podem tentar esconder isso com um sorriso enquanto eles interiormente
fumaça. Ao contrário de simples timidez ou não ter nada a dizer, você
detectar sinais definitivos de irritação. Nesse caso, é melhor notar isso
algumas vezes antes de chegar a alguma conclusão.
As pessoas muitas vezes se entregam com o sinal misto - um
comentário positivo para distrair você, mas algum corpo claramente negativo
língua. Isso lhes oferece alívio da tensão de sempre ter que
seja agradável. Eles estão apostando no fato de que você tenderá a se concentrar em
as palavras e encobrir a careta ou sorriso torto. Preste atenção
bem na configuração oposta - alguém diz algo
sarcástico e pontudo, dirigido a você, mas eles fazem isso com um sorriso e
um tom de voz brincalhão, como se para sinalizar tudo estivesse de bom humor. Seria
indelicado não tomá-lo nesse sentido. Mas, na verdade, particularmente se isso ocorrer
algumas vezes, você deve prestar atenção nas palavras e não no corpo
língua. É o modo reprimido de expressar sua hostilidade. Toma
aviso de pessoas que elogiam ou lisonjeiam você sem a iluminação de seus olhos
acima. Isso poderia ser um sinal de inveja oculta.
No romance A Cartuxa de Parma por Stendhal, conde Mosca
recebe uma carta anônima destinada a suscitar sentimentos de inveja
sua amante, por quem ele está desesperadamente apaixonado. Pensando em quem
poderia tê-lo enviado, ele se lembra de uma conversa anterior naquele dia com o
Príncipe de Parma. O príncipe estava falando sobre como os prazeres
poder pálido em comparação com os prazeres proporcionados pelo amor, e como
ele disse isso, a contagem detectou um brilho particularmente malicioso em seus olhos,
acompanhado por um sorriso ambíguo. As palavras eram sobre amor em
geral, mas o olhar foi direcionado para ele. De que ele corretamente
deduz que o príncipe enviou a carta; ele não podia completamente
conter sua alegria venenosa com o que ele tinha feito e vazou.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 3/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Página 4

Esta é uma variação do sinal misto. As pessoas dizem algo relativamente


forte sobre um tema geral, mas com olhares sutis apontam para você.
Um excelente indicador para decodificar o antagonismo é comparar
linguagem corporal para você e para os outros. Você pode detectar isso
eles são visivelmente mais amigáveis e mais quentes em relação a outras pessoas e
Em seguida, coloque uma máscara educada com você. Em uma conversa eles não podem ajudar
mostrando breves flashes de impaciência e irritação em seus olhos, mas
somente quando você fala. Também tenha em mente que as pessoas tendem a vazar
mais de seus verdadeiros sentimentos, e certamente hostis, quando são
bêbado, sonolento, frustrado, zangado ou estressado. Mais tarde eles tenderão a
desculpa isso, como se eles não fossem eles mesmos no momento, mas na verdade
eles estavam sendo mais eles mesmos do que nunca.
Ao procurar por esses sinais, um dos melhores métodos é configurar testes,
até mesmo armadilhas para as pessoas. O rei Luís XIV era um mestre nisso. Ele ficou em pé
o topo de um tribunal em Versalhes cheio de membros da nobreza
fervendo com hostilidade e ressentimento para com ele e o absoluto
autoridade que ele estava tentando impor. Mas no reino civilizado de
Versailles todos eles tinham que ser atores consumados e esconder seus sentimentos,
particularmente em direção ao rei. Louis teve seus métodos, no entanto, de testar
eles. Ele de repente apareceria em sua presença, sem aviso prévio,
e procure as expressões imediatas em seus rostos. Ele iria
pedir um nobre para mover-se e sua família para o palácio de
Versalhes, sabendo que isso era caro e desagradável. Ele cuidadosamente
Observou qualquer sinal de aborrecimento no rosto ou na voz. Ele diria
algo negativo sobre outro cortesão, um aliado deles, e aviso
sua reação imediata. Sinais suficientes de desconforto indicaram segredo
hostilidade.
Se você suspeitar que alguém sente inveja, fale sobre as últimas boas
notícias para você sem parecer se gabar. Procure por microexpressões de
decepção em seu rosto. Use testes semelhantes para investigar ocultos
raiva e ressentimentos, provocando as respostas que as pessoas não podem
suprima tão rapidamente. Em geral, as pessoas vão querer ver mais de você,
quero ver menos de você ou ser bastante indiferente. Eles podem flutuar
entre os três estados, mas tenderão a se voltar para um. Elas vão
revelam isso na rapidez com que respondem aos seus e-mails ou textos,
linguagem corporal ao vê-lo pela primeira vez, e o tom geral que eles tomam
sua presença.

Página 5

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 4/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

O valor em detectar possíveis hostilidades ou sentimentos negativos no início


é que isso aumenta suas opções estratégicas e espaço para manobra. Você
pode colocar uma armadilha para as pessoas, intencionalmente agitando sua hostilidade e
provocando-os em alguma ação agressiva que irá envergonhá-los
a longo prazo. Ou você pode trabalhar duplamente para neutralizar sua antipatia
você e até mesmo conquistá-los através de uma ofensiva de charme. Ou você pode
basta criar distância - não contratá-los, demiti-los, recusando-se a
interagir com eles. No final, você vai fazer o seu caminho muito
mais suave, evitando batalhas surpresa e atos de sabotagem.
Do outro lado da moeda, geralmente temos menos necessidade de
esconder emoções positivas dos outros, mas, no entanto, muitas vezes não
gostaria de emitir sinais óbvios de alegria e atração, especialmente no trabalho
situações, ou mesmo no namoro. As pessoas muitas vezes preferem exibir um cool
frente social. Portanto, há um grande valor em ser capaz de detectar os sinais que
as pessoas estão caindo sob o seu feitiço.
De acordo com estudos de pesquisa sobre pistas faciais de psicólogos
como Paul Ekman, EH Hess e outros, pessoas que se sentem positivas
emoções para você irá exibir sinais visíveis de relaxamento no rosto
músculos, particularmente nas linhas da testa e na área ao redor
a boca; seus lábios aparecerão mais completamente expostos e toda a área
em torno de seus olhos se ampliará. Todas estas são expressões involuntárias de
conforto e abertura. Se os sentimentos são mais intensos, como cair
no amor, o sangue corre para o rosto, animando todos os recursos. Como parte
deste estado excitado, as pupilas se dilatam, uma resposta automática em
que os olhos deixam entrar mais luz. É um sinal certo de que uma pessoa é
confortável e gosta do que eles estão vendo. Junto com a dilatação
sobrancelhas sobem, fazendo com que os olhos pareçam ainda maiores. Nós não costumamos
prestar atenção aos olhos dos alunos, porque olhando atentamente para os olhos de outro
tem uma conotação abertamente sexual. Devemos nos treinar para olhar
rapidamente nos alunos quando notamos qualquer alargamento dos olhos.
Ao desenvolver suas habilidades nessa arena, você deve aprender a distinguir
entre o falso e o sorriso genuíno. Na tentativa de esconder o nosso negativo
sentimentos, recorremos mais frequentemente ao sorriso falso, porque é fácil e
as pessoas geralmente não prestam atenção às sutilezas dos sorrisos.
Porque a variedade genuína é menos comum, você deve saber como
reconhecê-lo. O sorriso genuíno afetará os músculos ao redor dos olhos
e alargá-los, muitas vezes revelando pés de galinha nas laterais dos olhos. isto
também tenderá a puxar as bochechas para cima. Não há sorriso genuíno
sem uma mudança definitiva nos olhos e bochechas. Algumas pessoas vão tentar

Página 6

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 5/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

para criar a impressão da variedade genuína, colocando em um muito


sorriso amplo, que irá alterar parcialmente os olhos também. Então, além de
os sinais físicos, você deve olhar para o contexto. O sorriso genuíno
geralmente vem de alguma ação ou palavras que de repente provocam
resposta; é espontâneo. O sorriso neste caso é um pouco
não relacionado com as circunstâncias, não garantido pelo que foi dito? É um
situação em que uma pessoa está se esforçando para impressionar ou tem estratégica
objetivos em mente? O timing do sorriso está um pouco errado?
Talvez a indicação mais reveladora de emoções positivas venha
a voz. É muito mais fácil para nós controlar o rosto; podemos olhar em um
espelho para tais fins. Mas a menos que nós somos atores profissionais, o
a voz é muito difícil de conscientemente modular. Quando as pessoas são
engajados e animados para falar com você, o tom da voz deles aumenta,
indicando excitação emocional. Mesmo que as pessoas estejam nervosas, o tom de
a voz será quente e natural, ao contrário do simulado
calor de um vendedor. Você pode detectar uma qualidade quase ronronante ao
voz, que alguns têm comparado a um sorriso vocal. Você vai notar também um
ausência de tensão e hesitação. No decorrer de uma conversa
é um nível igual de brincadeira, com o ritmo acelerado, indicando
aumentando o rapport. Uma voz animada e feliz tende a infectar
nos com o humor e provocar uma resposta semelhante. Nós sabemos quando nós
sentir, mas muitas vezes ignoramos esses sentimentos e, em vez disso, nos concentramos
as palavras amigas ou o discurso de vendas.
Finalmente, monitorar sinais não-verbais é essencial em suas tentativas de
influenciando e seduzindo pessoas. É a melhor maneira de avaliar o grau
para qual uma pessoa está caindo sob o seu feitiço. Quando as pessoas começam a sentir
confortável em sua presença, eles ficarão mais perto de você ou se apoiarão,
seus braços não dobrados ou revelando qualquer tensão. Se você está dando uma palestra
ou contar uma história, cabeça freqüente acena, olhares atentos e genuíno
sorrisos indicarão que as pessoas concordam com o que você está dizendo e são
perdendo sua resistência. Eles trocam mais olhares. Talvez o melhor
e o sinal mais emocionante de tudo é a sincronia, a outra pessoa
inconscientemente espelhando você. Suas pernas cruzam na mesma direção,
a cabeça se inclina de maneira semelhante, um sorriso induzindo outro. No
nível mais profundo de sincronia, como Milton Erickson descobriu, você encontrará
padrões respiratórios caindo no mesmo ritmo, o que às vezes pode
terminar na sincronia completa de um beijo.
Você também pode treinar-se para monitorar não apenas essas mudanças
mostrar sua influência, mas induzi-los também, mostrando positiva

Página 7

pistas você mesmo. Você começa a se levantar lentamente ou se inclinar mais perto, revelando sutis
sinais de abertura. Você acena e sorri enquanto os outros falam. Você espelha a sua

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 6/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

comportamento e seus padrões respiratórios. Enquanto você faz isso, você


sinais de infecção emocional, indo mais longe apenas quando você detectar o
lenta desintegração da resistência.
Com especialistas em sedução que usam todas as pistas positivas para imitar o
aparência de que eles estão se apaixonando apenas para trazê-lo mais profundamente
sob seu controle, tenha em mente que muito poucas pessoas revelam naturalmente
tanta emoção tão cedo. Se o seu suposto efeito sobre eles parece um
um pouco apressado e talvez planejado, diga-lhes para desacelerar e
Monitore seu rosto para microexpressões de frustração.

Dicas de dominância / submissão: Como


o animal social mais complexo do mundo
planeta, nós humanos formamos hierarquias elaboradas com base na posição,
dinheiro e poder. Estamos cientes dessas hierarquias, mas não
como falar explicitamente sobre posições relativas de poder, e nós estamos
geralmente desconfortável quando outros falam sobre sua posição superior.
Em vez disso, os sinais de dominância ou fraqueza são mais freqüentemente
comunicação não verbal. Nós herdamos essa comunicação
estilo de outros primatas, principalmente os chimpanzés, que elaboraram
sinais para denotar o lugar de um chimpanzé individual na classificação social. Manter
em mente que a sensação de estar em uma posição social superior dá
as pessoas uma confiança que vai irradiar para fora em sua linguagem corporal.
Alguns sentem essa confiança antes de atingirem uma posição de poder, e
torna-se uma profecia auto-realizável à medida que os outros são atraídos para eles. Alguns
quem é ambicioso pode tentar simular essas pistas, mas tem que ser
bem feito. Confiança falsa pode ser bastante desanimadora.
Confiança geralmente vem com uma maior sensação de relaxamento que é
claramente refletida no rosto e com uma maior liberdade de movimento.
Aqueles que são poderosos se sentirão autorizados a olhar em volta mais
outros, optando por fazer contato visual com quem quiserem. Seus
As pálpebras são mais fechadas, sinal de seriedade e competência. Se eles
se sentir entediado ou aborrecido, eles mostram isso mais livremente e abertamente. Eles frequentemente
sorria menos, sorria frequentemente como sinal de insegurança geral. Eles sentem
mais direito de tocar as pessoas, como com tapinhas amigáveis nas costas ou
no braço. Em uma reunião, eles tendem a ocupar mais espaço e
crie mais distância em torno de si. Eles estão mais altos e seus
gestos são relaxados e confortáveis. Mais importante, outros sentem
compelidos a imitar seu estilo e maneirismos. O líder tenderá
para impor uma forma de comunicação não-verbal no grupo em muito

Página 8

maneiras sutis. Você vai notar as pessoas imitando não apenas suas idéias, mas
também sua energia calma ou mais frenética.
Os machos alfa gostam de sinalizar sua posição superior no ranking
várias maneiras: eles falam mais rápido do que os outros e se sentem

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 7/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

interromper e controlar o fluxo da conversa. Seu aperto de mão é


extra vigorosa, quase esmagadora. Quando eles andam no escritório, você vai
vê-los assumir uma postura mais alta e um passo proposital, geralmente
fazendo os inferiores andarem atrás deles. Assista chimpanzés em um zoológico e
você notará um comportamento semelhante por parte do chimpanzé alfa.
Para as mulheres em cargos de liderança, o que geralmente funciona melhor é a calma,
expressão confiante, quente mas profissional. Talvez o melhor exemplo
desta seria a atual chanceler alemã, Angela Merkel. Seus sorrisos
são ainda menos frequentes do que o político masculino médio, mas quando
ocorrer eles são especialmente significativos. Eles nunca parecem falsos. Ela ouve
para outros com aparência de completa absorção, seu rosto notavelmente imóvel.
Ela tem um jeito de fazer com que os outros façam a maior parte da conversa enquanto sempre
parecendo estar no controle do curso da conversa. Ela não
precisa interromper para se afirmar. Quando ela quer atacar alguém,
é com olhares de tédio, frieza ou desprezo, nunca com tremedeira
palavras. Quando o presidente russo Vladimir Putin tentou intimidá-la
trazendo seu cão de estimação em uma reunião, sabendo que Merkel tinha sido uma vez
mordido e tinha medo de cachorros, ela ficou visivelmente tensa, então rapidamente
se recompôs e olhou-o calmamente nos olhos. Ela se colocou em
a posição one-up em relação a Putin por não fazer nada de sua
estratagema. Ele parecia bastante infantil e mesquinho em comparação. O estilo dela
não inclui toda a postura corporal do macho alfa. É mais silencioso e
ainda extremamente poderoso à sua maneira.
À medida que as mulheres chegam para alcançar mais posições de liderança,
estilo intrusivo de autoridade pode começar a alterar a nossa percepção de alguns
das pistas de dominância há tanto tempo associadas ao poder.
Vale a pena observar aqueles em posições de poder em seu grupo para
sinais de sinais de dominância e por sua ausência. Líderes que exibem
tensão e hesitação em seus sinais não verbais são geralmente inseguros em
seu poder e sentir isso ameaçado. Sinais de tamanha ansiedade e insegurança
geralmente são fáceis de detectar. Eles vão falar de uma maneira mais hesitante,
com longas pausas. Sua voz vai subir em tom e ficar lá. Elas vão
tendem a desviar o olhar e controlar os movimentos dos olhos, embora
eles frequentemente piscarão mais. Eles vão colocar mais sorrisos forçados e

Página 9

emitem risadas nervosas. Ao contrário de sentir o direito de tocar os outros,


eles tenderão a se tocar no que é conhecido como pacificar
comportamento. Eles vão tocar os cabelos, o pescoço, a testa, tudo em um
tente acalmar seus nervos. Pessoas tentando esconder suas inseguranças
vai se afirmar um pouco alto demais em uma conversa, suas vozes
Aumentar. Enquanto eles fazem isso, eles olham em volta nervosamente, os olhos bem abertos. Ou
como eles falam de uma forma animada, suas mãos e corpos são incomumente
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 8/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

ainda assim, sempre um sinal de ansiedade. Eles vão inevitavelmente soltar misto
sinais, e você deve prestar mais atenção para aqueles que sinalizam
insegurança subjacente.
Nicolas Sarkozy, presidente da França (2007–2012), foi alguém
que gostava de afirmar sua presença através da linguagem corporal. Ele iria dar um tapinha
pessoas nas costas, seja ela quem as dirija onde ficar, conserte-as
com seu olhar, interrompa o que eles estavam dizendo, e geralmente tentam
dominar a sala. Durante uma reunião com ele no meio do
crise do euro, a chanceler Merkel viu seu ato dominador habitual, mas poderia
Não ajuda, mas percebe seu pé balançando nervosamente o tempo todo. O Extra
estilo assertivo foi talvez a sua maneira de distrair os outros de sua
inseguranças. Esta era uma informação valiosa que Merkel poderia usar.
As ações das pessoas geralmente contêm dicas de dominância e submissão.
Por exemplo, as pessoas costumam aparecer atrasadas para indicar
superioridade, real ou imaginada. Eles não são obrigados a estar no horário.
Além disso, os padrões de conversação revelam a posição relativa que as pessoas sentem
ocupar. Por exemplo, aqueles que se sentem dominantes tendem a falar mais
e interromper freqüentemente, como forma de se afirmar. Quando
há um argumento que se torna pessoal, eles vão recorrer ao que é
conhecido como pontuação - eles vão encontrar uma ação do outro lado que
começou tudo, embora claramente faça parte do padrão de relacionamento.
Eles afirmam a sua interpretação de quem é o culpado através do seu tom
de voz e piercing parece. Se você observar um casal do lado de fora,
você freqüentemente notará uma pessoa que está na posição dominante.
Se você conversar com eles, o dominante fará contato visual
com você, mas não com o parceiro dele, e aparecerá apenas metade
ouça o que o parceiro diz. Sorrisos também podem ser uma dica sutil para
indicando superioridade, especialmente através do que chamaremos de
sorriso. Isso geralmente vem em resposta a algo que alguém disse, e
é um sorriso que aperta os músculos faciais e indica ironia e
desprezo pela pessoa que eles vêem como inferior, mas dá-lhes a capa de
parecendo amigável.

Página 10

Um último, mas muito sutil, meio não verbal de afirmar a dominância


em um relacionamento vem através do sintoma . Um parceiro de repente
desenvolve dores de cabeça ou alguma outra doença, ou começa a beber, ou
geralmente cai em um padrão negativo de comportamento. Isso força o outro
lado para jogar por suas regras, para atender às suas fraquezas. É o intencional
uso de simpatia para ganhar poder e é extremamente eficaz.
Finalmente, use o conhecimento que você tira dessas dicas como um valioso
meios de medir os níveis de confiança nas pessoas e agir
adequadamente. Com líderes que estão cheios de inseguranças que cutucam
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 9/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

através de nonverbally, você pode jogar para suas inseguranças e ganhar poder
através disso, mas muitas vezes é melhor evitar se prender muito de perto
para esses tipos, pois eles tendem a fazer mal ao longo do tempo e podem arrastar você
com eles. Com aqueles que não são líderes, mas estão tentando
afirmar-se como se fossem, sua resposta deve depender
seu tipo de personalidade. Se elas são estrelas em ascensão, cheias de autoconfiança e
sentido do destino, pode ser sábio tentar subir com eles. Você irá
observe tais tipos pela energia positiva que os rodeia. No
Por outro lado, se eles são simplesmente déspotas arrogantes e mesquinhos, estes são
precisamente os tipos que você deve sempre se esforçar para evitar, como eles são
mestres em fazer os outros pagar o serviço de boca para eles sem dar
qualquer coisa em troca.

Dicas de decepção: Nós, humanos, somos por natureza bastante crédulos. Nós queremos a
acreditar em certas coisas - que podemos conseguir algo por nada; que
podemos facilmente recuperar ou rejuvenescer a nossa saúde graças a um novo truque,
talvez até enganar a morte; que a maioria das pessoas é essencialmente boa e
pode confiar. Essa propensão é o que engana e manipuladores
prosperar. Seria imensamente benéfico para o futuro da nossa
espécies, se fôssemos menos crédulos, mas não podemos mudar
natureza. Em vez disso, o melhor que podemos fazer é aprender a reconhecer certas
sinais reveladores de uma tentativa de enganar e manter nosso ceticismo
enquanto examinamos mais as evidências.
O sinal mais claro e comum vem quando as pessoas assumem um
frente extra-animada. Quando eles sorriem muito, parecem mais que amigáveis,
e até mesmo são bastante divertidos, é difícil para nós não sermos atraídos e
abaixe sempre tão ligeiramente a nossa resistência à sua influência. Quando Lyndon
Johnson estava tentando puxar a lã sobre os olhos de um colega senador,
ele iria a milha extra com sua presença física, encurralando-os
no vestiário, contando algumas piadas desagradáveis, tocando-as na
braço, olhando extra sincero, e quebrando os maiores sorrisos que podia

Página 11

reunir. Da mesma forma, se as pessoas estão tentando cobrir alguma coisa, elas tendem
tornar-se extra veemente, justa e tagarela. Eles estão jogando
o viés de convicção (ver capítulo 1) - se eu negar ou disser algo com
muito entusiasmado, com um ar de ser uma vítima, é difícil duvidar de mim. Nós
tendem a ter uma convicção extra pela verdade. Na verdade, quando as pessoas tentam
explicar suas idéias com tanta energia exagerada, ou defender
-se com um nível intenso de negação, que é precisamente quando você
deve levantar sua antena.
Em ambos os casos - o encobrimento e a venda suave - o enganador é
esforçando-se para distraí-lo da verdade. Embora um rosto animado e
gestos podem vir da pura exuberância e simpatia genuína,
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 10/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

quando eles vêm de alguém que você não conhece bem, ou de alguém
Quem pode ter algo a esconder, você deve estar em guarda.
Agora você está procurando sinais não verbais para confirmar suas suspeitas.
Com tais enganadores, você freqüentemente notará que uma parte da face ou
o corpo é mais expressivo para atrair sua atenção. Isso geralmente será
a área ao redor da boca, com grandes sorrisos e mudando
expressões. Esta é a área mais fácil do corpo para as pessoas
manipular e criar um efeito animado. Mas também poderia ser
gestos exagerados com as mãos e braços. A chave é que você vai
detectar tensão e ansiedade em outras partes do corpo, porque é
impossível para eles controlar todos os músculos. Quando eles piscam um grande
sorria, os olhos estão tensos com pouco movimento ou o resto do corpo
invulgarmente ainda, ou se os olhos estão tentando te enganar com olhares para angariar
sua simpatia, a boca treme ligeiramente. Estes são sinais de
comportamento planejado, de tentar muito difícil controlar uma parte do corpo.
Às vezes, os enganadores realmente espertos tentam criar o
impressão oposta. Se eles estão encobrindo um crime, eles se esconderão
sua culpa por trás de um exterior extremamente sério e competente, o
rosto se tornando incomumente ainda. Em vez de negações barulhentas, eles oferecerão
explicação altamente plausível da cadeia de eventos, mesmo passando por
a “evidência” que confirma isso. Sua imagem da realidade é quase
desatado. Se eles estão tentando ganhar seu dinheiro ou apoio, eles vão
como o profissional altamente competente, a ponto de ser
um tanto aborrecido, chegando até você com muitos números e estatísticas.
Os trapaceiros costumam empregar essa frente. O grande vigarista Victor Lustig
iria acalmar suas vítimas para dormir com um padrão profissional, fazendo
se sai como um burocrata ou o perito maçante em títulos e

Página 12

valores mobiliários. Bernie Madoff parecia tão sem graça ninguém poderia
suspeito dele de tal jogo audacioso como o que ele tirou.
Esta forma de engano é mais difícil de ver porque há menos
perceber. Mas mais uma vez você está procurando por impressões inventadas.
A realidade nunca é tão pat e perfeita. Eventos reais envolvem súbitos
intrusões aleatórias e acidentes. A realidade é confusa e as peças
raramente se encaixam perfeitamente. Isso foi o que estava errado com o Watergate
encobrir e levantar suspeitas. Quando a explicação ou o go-on
é apenas um pouco escorregadio ou profissional, é isso que deve acionar seu
ceticismo. Olhando para isso do outro lado, como um personagem em
O romance de Dostoiévski, O Idiota , aconselhou: “Quando você está mentindo, se você
habilmente colocar em algo não muito comum, algo excêntrico,
algo, você sabe, que nunca aconteceu, ou muito raramente,

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 11/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

faz a mentira soar muito mais provável ”.


Em geral, a melhor coisa a fazer quando você suspeitar de pessoas tentando
distraí-lo da verdade não é confrontá-los ativamente na
começando, mas na verdade para incentivá-los a continuar mostrando
interesse no que eles estão dizendo ou fazendo. Você quer que eles falem mais,
para revelar mais sinais de tensão e artifício. No momento certo
você deve surpreendê-los com uma pergunta ou observação que é projetada para
deixe-os desconfortáveis, revelando que você está sobre eles. Preste atenção
às microexpressões e à linguagem corporal que emitem em tais
momentos. Se eles estão realmente enganando, eles freqüentemente terão um congelamento
resposta como eles levam isso em, e, em seguida, rapidamente tentar mascarar o
ansiedade subjacente. Esta foi a estratégia favorita do detetive Columbo
na série de televisão de mesmo nome - enfrentando criminosos que tinham
tentou fazer engenharia reversa das evidências para fazer com que parecesse outra pessoa
tinha feito isso, Columbo fingiria ser perfeitamente amigável e
inofensivo, mas, em seguida, de repente, fazer uma pergunta desconfortável e
Preste atenção extra ao rosto e ao corpo.
Mesmo com os enganadores mais praticados, uma das melhores maneiras de
desmascará-los é perceber como eles dão ênfase às suas palavras
através de pistas não verbais. É muito difícil para os humanos fingirem isso.
Ênfase vem através do tom vocal elevado e tom assertivo, forte
gestos com as mãos, elevação das sobrancelhas e alargamento dos olhos. Nós
também pode se inclinar para a frente ou se erguer na ponta dos pés. Nos engajamos
em tal comportamento quando estamos cheios de emoção e tentando adicionar um
ponto de exclamação para o que estamos dizendo. É difícil para os enganadores
imitar isso. A ênfase que eles colocam com sua voz ou corpo não é

Página 13

exatamente correlacionado com o que eles estão dizendo, não se encaixa bem no contexto
do momento, ou chega um pouco tarde demais. Quando eles batem na mesa
com o punho, não é no momento que eles devem estar sentindo o
emoção, mas um pouco mais cedo, como se na sugestão, como se para criar um efeito. Estes
são todas as rachaduras no verniz da realidade que estão tentando projetar.
Finalmente, com engano tenha em mente que há sempre uma escala
envolvido. Na parte inferior da escala, encontramos os mais inofensivos
variedades, pequenas mentiras brancas. Estas podem incluir todas as formas de lisonja em
vida cotidiana: “Você está ótimo hoje”; "Eu amei o seu roteiro."
incluem não revelando às pessoas exatamente o que você fez naquele dia ou
retenção de bits de informação porque é chato ser completamente
transparente e não tem privacidade. Essas pequenas formas de engano podem
ser detectado se prestarmos atenção, por exemplo, notando a genuinidade de
um sorriso. Mas, na verdade, é melhor simplesmente ignorar esse limite inferior. Educado,
sociedade civilizada depende da capacidade de dizer coisas que nem sempre são
sincero. Seria muito prejudicial socialmente se tornar constantemente consciente
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 12/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

deste subreal de engano. Salve seu estado de alerta para essas situações
em que as apostas são maiores e as pessoas podem estar em busca de
algo valioso de você.

A arte da gestão de impressões

Em geral, a palavra role-playing tem conotações negativas. Nós


contraste com autenticidade. Uma pessoa que é verdadeiramente autêntica não
Precisamos ter um papel na vida, pensamos, mas podemos simplesmente ser ele mesmo.
Este conceito tem valor nas amizades e nos nossos relacionamentos íntimos,
onde, esperançosamente, podemos derrubar as máscaras que usamos e nos sentirmos confortáveis
em exibir nossas qualidades únicas. Mas na nossa vida profissional é
muito mais complicado. Quando se trata de um trabalho ou papel específico para jogar
na sociedade, temos expectativas sobre o que é profissional. Nós faríamos
ser feito para se sentir desconfortável se o nosso piloto de avião de repente começou a
agir como um vendedor de carros, ou um mecânico como um terapeuta ou um professor
como um músico de rock. Se essas pessoas agissem completamente como elas mesmas,
largando suas máscaras e se recusando a desempenhar seus papéis, nós
questionar sua competência.
Um político ou figura pública que vemos como mais autêntico do que
outros geralmente são melhores em projetar essa qualidade. Eles sabem disso
parecendo humilde, ou discutindo sua vida privada, ou contando uma
anedota que revela alguma vulnerabilidade terá o "autêntico"

Página 14

efeito. Nós não os estamos vendo como eles estão na privacidade de sua casa.
A vida na esfera pública significa usar uma máscara, e algumas vezes
as pessoas usam a máscara de "autenticidade". Até mesmo o hipster ou o rebelde é
desempenhando um papel, com poses prescritas e tatuagens. Eles não têm o
liberdade de usar de repente um terno de negócio, porque os outros em seu círculo
começaria a questionar sua sinceridade, que depende da exibição
a aparência certa. As pessoas têm mais liberdade para trazer mais
qualidades pessoais para o papel que desempenham depois de terem estabelecido
si e sua competência não está mais em questão. Mas isso é
sempre dentro dos limites.
Consciente ou inconscientemente, a maioria de nós adere ao que é esperado
do nosso papel, porque percebemos que o nosso sucesso social depende disso. Alguns
pode se recusar a jogar este jogo, mas no final eles são marginalizados e
forçado a desempenhar o papel de forasteiro, com opções limitadas e
liberdade à medida que envelhecem. Em geral, é melhor simplesmente aceitar este
dinâmica e obter algum prazer com isso. Você não está apenas ciente de
as aparências adequadas você deve apresentar, mas sabe como moldá-los
para efeito máximo. Você pode então se transformar em um superior
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 13/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

ator no palco da vida e aproveitar o seu momento no centro das atenções.


A seguir estão alguns princípios básicos da arte do gerenciamento de impressões.

Domine as pistas não-verbais. Em


certas configurações, quando as pessoas querem
uma correção em quem somos, eles prestam mais atenção aos sinais não-verbais
nós emitimos. Isso pode ser uma entrevista de emprego, uma reunião de grupo ou um
aparência. Cientes disso, os artistas sociais inteligentes saberão como
controlar essas sugestões em algum grau e conscientemente emitir os sinais de que
são adequados e positivos. Eles sabem como parecer simpático, flash
sorrisos genuínos, use a linguagem corporal acolhedora e espelhe as pessoas
eles lidam com isso. Eles conhecem os sinais de dominância e como irradiar
confiança. Eles sabem que certos olhares são mais expressivos do que
palavras em transmitir desdém ou atração. Em geral, você quer ser
ciente de seu estilo não-verbal para que você possa conscientemente alterar certos
aspectos para melhor efeito.

Seja um ator de método. No método de agir você treina-se para ser capaz de
exibir as emoções adequadas no comando. Você se sente triste quando sua parte
chama por recordar suas próprias experiências que causou tal
emoções, ou se necessário, simplesmente imaginando tais experiências. o
O ponto é que você tem controle. Na vida real, não é possível treinar
nos a tal grau, mas se você não tem controle, se você é

Página 15

continuamente emoting o que vem para você no momento, você vai


sutilmente sinalizar fraqueza e uma falta geral de autodomínio. Aprenda como
conscientemente colocar-se no humor emocional certo, imaginando
como e por que você deve sentir a emoção adequada à ocasião ou
desempenho que você está prestes a dar. Renda-se ao sentimento pelo
momento para que o rosto e o corpo sejam naturalmente animados. As vezes
fazendo você mesmo sorrir ou franzir a testa, você experimentará alguns
as emoções que acompanham essas expressões. Tão importante, treinar
mesmo para retornar a uma expressão mais neutra em um momento natural,
cuidado para não ir muito longe com o seu emoting.

Adapte-se ao seu público. Embora você esteja em conformidade com certos parâmetros
definido pelo papel que você joga, você deve ser flexível. Um mestre intérprete como
Bill Clinton nunca perdeu de vista o fato de que, como presidente, ele teve que
projeto de confiança e poder, mas se ele estava falando para um grupo de
trabalhadores de automóveis que ele iria ajustar o seu sotaque e suas palavras para se adequar ao
audiência, e ele faria o mesmo para um grupo de executivos. Conhecer
seu público e moldar seus sinais não-verbais ao seu estilo e gosto.

Crie a primeira impressão correta. Foi demonstrado o quanto


as pessoas tendem a julgar com base nas primeiras impressões e as dificuldades
eles têm em reavaliar esses julgamentos. Sabendo disso, você deve dar
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 14/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

atenção extra para a sua primeira aparição antes de um indivíduo ou grupo.


Em geral, é melhor suavizar suas sugestões não-verbais e apresentar um
frente mais neutra. Excitação demais sinalizará insegurança e
pode tornar as pessoas suspeitas. Um sorriso descontraído, no entanto, e olhando
pessoas nos olhos nestes primeiros encontros podem fazer maravilhas para baixar
sua resistência natural.

Use efeitos dramáticos. Isso envolve principalmente dominar a arte de


presença / ausência. Se você está muito presente, se as pessoas vêem você com muita frequência ou
pode prever exatamente o que você vai fazer a seguir, eles vão rapidamente ficar entediados
contigo. Você deve saber como se ausentar seletivamente, para regular
quantas vezes e quando você aparece diante dos outros, fazendo-os querer
veja mais de você, não menos. Cubra-se com algum mistério, exibindo
algumas qualidades sutilmente contraditórias. As pessoas não precisam saber
tudo sobre você. Aprenda a reter informações. Em geral, faça
suas aparências e seu comportamento são menos previsíveis.

Projeto qualidades santas. Não importa o período histórico em que vivemos


através de, há certas características que são sempre vistas como positivas e
que você deve saber exibir. Por exemplo, o aparecimento de

Página 16

a santidade nunca sai de moda. Aparecer santamente hoje é


certamente diferente em conteúdo do século XVI, mas o
essência é a mesma - você personifica o que é considerado bom e acima
reprovação. No mundo moderno, isso significa se mostrar como
progressista, supremamente tolerante e de mente aberta. Você vai querer ser
visto dando generosamente a certas causas e apoiando-os em social
meios de comunicação. Projetar sinceridade e honestidade sempre funciona bem. Alguns públicos
confissões de suas fraquezas e vulnerabilidades farão o truque.
Por alguma razão, as pessoas vêem sinais de humildade como autênticos, embora
as pessoas podem muito bem estar simulando-as. Aprenda como ocasionalmente
abaixe a cabeça e pareça humilde. Se o trabalho sujo deve ser feito, obter
outros a fazer isso. Suas mãos estão limpas. Nunca jogue abertamente o
Líder maquiavélico - isso só funciona bem na televisão. Use o
pistas de dominância apropriadas para fazer as pessoas pensarem que você é poderoso,
mesmo antes de chegar às alturas. Você quer parecer que você estava
destinado ao sucesso, um efeito místico que sempre funciona.
O mestre deste jogo tem que ser o imperador Augusto (63 aC - dC
14) da Roma antiga. Augusto entendeu o valor de ter um bom
inimigo, um vilão com quem ele poderia se comparar. Para este propósito
ele usou Mark Antony, seu antigo rival pelo poder, como a folha perfeita.
Augusto se aliou pessoalmente a tudo o que é tradicional
Sociedade romana, mesmo colocando sua casa perto do local onde a cidade tinha

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 15/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

supostamente foi fundada.


Rainha Cleópatra e cedendoEnquanto Antônio
a uma vida estava
de luxo, no Egito, se divertindo com
Augustus
continuamente apontam para suas diferenças, mostrando-se como o
personificação dos valores romanos, que Antony havia traído. Uma vez ele
tornou-se o líder supremo de Roma, Augusto fez uma demonstração pública de
humildade, de devolver poderes ao Senado e ao povo. Ele
falava um latim mais vernacular e vivia simplesmente, como um homem do
pessoas. E por tudo isso ele foi reverenciado. Foi, claro, tudo um show. Em
Fato ele passou a maior parte do tempo em uma luxuosa villa fora de Roma. Ele
tinha muitas amantes, que vieram de lugares tão exóticos quanto o Egito. E
enquanto parecia dar poder, ele segurou firmemente as rédeas reais de
controle, os militares. Obcecado com o teatro, Augustus era um mestre
showman e portador de máscaras. Ele deve ter percebido isso, para estes
foram as últimas palavras que ele falou em seu leito de morte: "Eu fiz a minha parte
na farsa da vida bem o suficiente?
Perceba o seguinte: A palavra personalidade vem do latim
persona , que significa "máscara". No público, todos usamos máscaras e

Página 17

isso tem uma função positiva. Se mostrássemos exatamente quem somos e


falou nossas mentes com sinceridade, nós ofenderíamos quase todo mundo e
revelar qualidades que são melhor escondidas. Ter uma persona, jogando um
papel bem, na verdade, nos protege de pessoas que olham muito de perto para nós,
com todas as inseguranças que se agitariam. Na verdade, quanto melhor você
desempenhar o seu papel, mais poder você acumulará, e com poder você
terá a liberdade de expressar mais de suas peculiaridades. Se você pegar
tão longe, a persona que você apresenta corresponderá a muitos de seus
características únicas, mas sempre aumentadas para efeito.
“Você pareceu ler bastante sobre ela o que era invisível para
Eu. ”“ Não invisível, mas despercebido, Watson. Você não sabia onde procurar
e então você perdeu tudo o que era importante. Eu nunca posso te levar a perceber
a importância das mangas, a sugestividade de miniaturas, ou a grande
problemas que podem ser pendurados em um laço de inicialização. ”

Sir Arthur Conan Doyle, “Um caso de identidade”

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 16/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Página 18

Determinar a força de
Caráter das pessoas

A lei do comportamento compulsivo

W
Ao escolher pessoas para trabalhar e associar-se, não seja
hipnotizado por sua reputação ou tomado pela superfície
imagem eles tentam projetar. Em vez disso, treine-se para olhar profundamente dentro
eles e ver seu caráter. O caráter das pessoas é formado em suas
primeiros anos e pelos seus hábitos diários. É o que os compele a
Repita certas ações em suas vidas e caia em padrões negativos.
Observe atentamente esses padrões e lembre-se de que as pessoas nunca
algo apenas uma vez. Eles inevitavelmente repetirão seu comportamento.
Calcule a força relativa de seu personagem pelo quão bem eles
lidar com a adversidade, sua capacidade de se adaptar e trabalhar com outras pessoas,
sua paciência e capacidade de aprender. Sempre gravite em direção àqueles
que exibem sinais de força e evitam os muitos tipos tóxicos
lá. Conheça bem o seu próprio personagem para poder quebrar o seu

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 17/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

padrões compulsivos e assumir o controle de seu destino.

O padrão

Para suas tias, tios e avós que o viram crescer em


Houston, Texas, Howard Hughes Jr. (1905-1976) foi um pouco tímido e
garoto desajeitado. Sua mãe quase morreu dando a luz a ele e
conseqüentemente não poderia ter outros filhos, então ela completamente
em seu filho. Continuamente ansioso para que ele pudesse pegar alguma doença, ela
assistiu cada movimento dele e fez tudo o que pôde para protegê-lo. O garoto
parecia maravilhado com seu pai, Howard Sr., que em 1909 tinha começado a
Sharp-Hughes Tool Company, que em breve tornaria a família uma
fortuna. Seu pai não estava em casa muito, sempre viajando a negócios,

Página 19

então Howard passou muito tempo com sua mãe. Para os parentes
ele poderia parecer nervoso e hipersensível, mas quando ficou mais velho ele
tornou-se um jovem notavelmente educado e de fala mansa, completamente
dedicado a seus pais.
Então, em 1922, sua mãe, aos trinta e nove anos de idade, morreu repentinamente.
Seu pai nunca se recuperou da morte prematura e faleceu
dois anos depois. Agora, aos dezenove anos, o jovem Howard estava sozinho
no mundo, tendo perdido as duas pessoas que tinham sido suas mais próximas
companheiros e que dirigiram todas as fases de sua vida. Seus parentes
decidiu que eles teriam que preencher o vazio e dar ao jovem o
orientação que ele precisava. Mas nos meses após a morte de seu pai,
eles de repente tiveram que enfrentar um Howard Hughes Jr. eles nunca tinham
visto antes ou suspeito. O jovem de fala mansa de repente
tornou-se bastante abusivo. O garoto obediente agora era o rebelde completo.
Ele não continuaria a faculdade como aconselhavam. Ele não iria seguir
qualquer uma das suas recomendações. Quanto mais eles insistiam, mais
beligerante ele se tornou.
Herdando a riqueza da família, o jovem Howard agora pode se tornar
completamente independente, e ele pretendia levar isso o mais longe que pudesse.
Ele imediatamente foi trabalhar para comprar todas as ações da Sharp-
Hughes Tool Company que seus parentes possuíam e ganhar
controle completo do negócio altamente lucrativo. Sob a lei do Texas ele
poderia pedir aos tribunais para declará-lo um adulto, se ele pudesse provar
próprio competente o suficiente para assumir o papel. Hughes fez amizade com um
juiz local e logo conseguiu a declaração que ele queria. Agora ele poderia correr
sua própria vida e a empresa de ferramentas sem interferência. Seus parentes
ficaram chocados com tudo isso, e logo ambos os lados cortaram quase todos
contato uns com os outros para o resto de suas vidas. O que mudou
o doce garoto que eles conheceram nessa rebelião hiperagressiva
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 18/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

homem jovem? Era um mistério que eles nunca resolveriam.


Pouco depois de declarar sua independência, Howard estabeleceu-se em Los
Angeles, onde ele estava determinado a seguir suas duas novas paixões—
produção cinematográfica e pilotagem de aviões. Ele tinha o dinheiro para entrar
si mesmo em ambos os interesses, e em 1927 ele decidiu combinar
eles, produzindo um filme épico de alto orçamento sobre aviadores durante o Mundial
Guerra I, para ser chamado de Anjos do Inferno . Ele contratou um diretor e uma equipe de
escritores para chegar com o roteiro, mas ele teve um desentendimento com o
diretor e demitiu ele. Ele então contratou outro diretor, Luther Reed, um
homem que também era um aficionado da aviação e poderia se relacionar melhor com o

Página 20

projeto, mas logo ele se demitiu, cansado da constante interferência de Hughes no


projeto. Suas últimas palavras para Hughes foram: "Se você sabe tanto, porque
você não direciona você mesmo? ”Hughes seguiu seu conselho e nomeou
ele mesmo o diretor.
O orçamento começou a subir enquanto ele se esforçava ao máximo no realismo.
Mês após mês, ano após ano passou como Hughes percorreu
centenas de tripulantes e dublês, três dos quais morreram em fogo
acidentes. Depois de intermináveis batalhas, ele acabou atirando quase todas as cabeças
de um departamento e executando as coisas ele mesmo. Ele se preocupou com cada tiro,
cada ângulo, cada storyboard. Finalmente Hell's Angels estreou em 1930
e foi um grande sucesso. A história foi uma bagunça, mas o vôo e a ação
seqüências emocionaram o público. Agora a lenda de Howard Hughes foi
nascermos. Ele era o jovem e arrojado dissidente que tinha resistido ao sistema
e criou um hit. Ele foi o individualista robusto que fez tudo
ele mesmo.
O filme custou US $ 3,8 milhões para fazer e perder
perto de US $ 2 milhões, mas ninguém prestou atenção a isso. O próprio Hughes
foi humilde e alegou ter aprendido a lição sobre a produção:
“Fazer Anjos do Inferno sozinho foi o meu maior erro. . . . Tentando
fazer o trabalho de doze homens foi apenas a estupidez da minha parte. Eu aprendi
amarga experiência que nenhum homem pode saber tudo. ”
Durante a década de 1930, a lenda de Hughes só parecia crescer quando ele
pilotou aviões para vários recordes mundiais em velocidade, cortejando a morte em
varias ocasiões. Hughes se separou da empresa de seu pai
novo empreendimento chamado Hughes Aircraft, que ele esperava
transformar-se no maior fabricante de aviões do mundo. No
o tempo, isso exigia grandes contratos militares para aviões,
e como os EUA entraram na Segunda Guerra Mundial, Hughes fez uma grande jogada para tal
um contrato.
Em 1942, vários funcionários do Departamento de Defesa, impressionados

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 19/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

seus feitos de aviação, a atenção meticulosa aos detalhes que ele revelou em sua
entrevistas, e seus incansáveis esforços de lobby, decidiram premiar Hughes
Aeronaves uma doação de US $ 18 milhões para produzir três enormes
aviões, chamado de Hércules, que seria usado para transportar soldados e
suprimentos para várias frentes na guerra. Os aviões foram chamados voando
barcos e estavam a ter asas mais do que um campo de futebol e
ficar acima de três andares no casco. Se a empresa fez um bom trabalho
sobre isso, trazendo os aviões no prazo e no orçamento, eles iriam

Página 21

pedir muito mais e Hughes poderia encurralar o mercado no transporte


aviões.
Menos de um ano depois, houve mais boas notícias. Impressionado com
o design bonito e elegante de seu menor avião D-2, a força aérea
colocar em uma ordem para cem aviões de reconhecimento de foto por US $ 43
milhões, para ser reconfigurado ao longo das linhas do D-2. Mas logo a palavra
começou a se espalhar de problemas na Hughes Aircraft. A empresa tinha
começou como uma espécie de hobby para Hughes. Ele colocou vários
Amigos de Hollywood e amigos da aviação em posições de alto nível. Enquanto o
empresa cresceu, o mesmo aconteceu com o número de departamentos, mas havia pouco
comunicação entre eles. Tudo tinha que fluir através de Hughes
ele mesmo. Ele teve que ser consultado sobre a menor decisão. Frustrado por
toda a sua interferência em seu trabalho, vários engenheiros de primeira linha
já desistiu.
Hughes viu o problema e contratou um gerente geral para ajudar com
o projeto Hércules e endireitar a empresa, mas o projeto geral
O gerente desistiu depois de dois meses. Hughes havia prometido a ele carte
blanche na reestruturação da empresa, mas apenas vários dias no
trabalho ele começou vetando suas decisões e minando sua autoridade. Por
final do verão de 1943, US $ 6 milhões dos US $ 9 milhões reservados para o
produção do primeiro avião Hércules já havia sido gasto, mas o
avião estava longe de ser concluído. Aqueles no Departamento de Defesa
Quem tinha endossado Hughes para o trabalho começou a entrar em pânico. A foto-
A ordem de reconhecimento foi crucial para o esforço de guerra. Fiz o
caos interno e atrasos com o Hercules augura problemas com o
ordem de reconhecimento mais importante? Hughes tinha enganado eles com
seu charme e sua campanha publicitária?
No início de 1944, a ordem para os aviões de reconhecimento havia caído
irremediavelmente atrasado. Os militares agora insistiam em contratar um novo
gerente geral para salvar algo do pedido. Felizmente um
dos melhores homens para o trabalho estava disponível na época: Charles Perelle,
o "menino maravilha" da produção de aeronaves. Perelle não queria o emprego.
Ele sabia, como todo mundo no negócio, do caos dentro de Hughes
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 20/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Aeronave Agora o próprio Hughes, sentindo-se desesperado, entrou em um encanto


ofensiva. Ele insistiu que percebeu o erro de seus caminhos. Ele precisou
A perícia de Perelle. Ele não era o que Perelle esperava - ele era
completamente humilde e fez parecer como se ele fosse a vítima de
executivos inescrupulosos dentro da empresa. Ele conhecia todo o
detalhes técnicos da produção de um avião, o que impressionou Perelle. Ele

Página 22

prometeu dar a Perelle a autoridade que ele precisava. Contra o seu melhor
julgamento, Perelle aceitou o emprego.
Depois de apenas algumas semanas, no entanto, Perelle lamentou sua decisão. o
os aviões estavam mais atrasados do que ele havia sido levado a acreditar.
Tudo o que ele viu cheirava a falta de profissionalismo, até o
desenhos de má qualidade dos aviões. Ele foi trabalhar, cortando o desperdício
gastos e racionalização de departamentos, mas ninguém respeitou sua
autoridade. Todo mundo sabia quem realmente comandava a empresa, como Hughes
continuou minando as reformas de Perelle. Como o pedido caiu ainda mais atrás
e a pressão aumentou, Hughes desapareceu da cena,
aparentemente tendo um colapso nervoso. Até o final da guerra, não um
um único avião de reconhecimento foi produzido e a força aérea
cancelou o contrato. O próprio Perelle, quebrado pela experiência, desistiu
seu trabalho em dezembro daquele ano.
Hughes, tentando salvar algo dos anos de guerra, poderia
apontam para a conclusão de um dos barcos a voar, mais tarde conhecido como o
Spruce Goose. Era uma maravilha, ele afirmou, uma peça brilhante de
engenharia em grande escala. Para provar que os que duvidam estão errados, ele
decidiu testar o avião sozinho. Enquanto ele sobrevoava o oceano,
no entanto, ficou dolorosamente claro que o avião não tinha quase
poder suficiente para o seu enorme peso, e depois de uma milha, ele gentilmente configurá-lo
na água e ela foi rebocada. O avião nunca voaria
novamente e seria dry-docked em um hangar a um custo de US $ 1 milhão por
ano, Hughes recusando-se a desmontá-lo por sucata.
Em 1948, o proprietário da RKO Pictures, Floyd Odlum, estava procurando
vender. RKO foi um dos mais rentáveis e prestigiados de Hollywood
estúdios, e Hughes estava ansioso para voltar ao centro das atenções por
estabelecendo-se no negócio do cinema. Ele comprou as ações da Odlum
e ganhou um interesse de controle. Dentro do RKO houve pânico.
Os executivos de lá sabiam de sua reputação por se intrometer. A empresa
tinha acabado de trazer um novo regime, liderado por Dore Schary, que foi
vai transformar a RKO no estúdio mais quente para jovens diretores.
Schary decidiu desistir antes de ser humilhado, mas ele concordou em primeiro
Conheça Hughes, principalmente por curiosidade.
Hughes era todo o encanto. Ele pegou a mão de Schary, olhou para ele
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 21/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

direto nos olhos, e disse: “Eu não quero fazer parte do estúdio.
Você vai ficar sozinho. ”Schary, surpreso com sua sinceridade e acordo
com a proposta de transformação de Schary do estúdio, cedeu, e por

Página 23

Nas primeiras semanas tudo foi como Hughes havia prometido. Mas então o
telefonemas começaram. Hughes queria que Schary substituísse uma atriz no
mais recente filme em produção. Percebendo seu erro, Schary imediatamente
resignado, levando com ele muitos de seus próprios funcionários.
Hughes começou a preencher posições com homens que seguiam suas ordens,
contratando exatamente os atores e atrizes que ele mesmo gostava. Ele comprou
um roteiro chamado Jet Pilot e planejado para torná-lo a versão de 1949
dos anjos do inferno . Foi estrelar John Wayne, e o grande Josef von
Sternberg deveria dirigir. Depois de algumas semanas, Sternberg não pôde suportar
mais um telefonema e sair. Hughes assumiu. Em uma repetição completa
da produção de Hell's Angels , demorou quase três anos para terminar,
principalmente por causa da fotografia aérea, e o orçamento subiu para US $ 4
milhão. Hughes tinha filmado tanta filmagem que ele não conseguia decidir como
cortá-lo. Levou seis anos antes de estar pronto, e então o jato
cenas estavam completamente desatualizadas e Wayne olhou consideravelmente
Mais velho. O filme posteriormente caiu em completa obscuridade. Logo o
estúdio outrora movimentado perdeu quantias substanciais e, em 1955, com
acionistas feridos com a sua má gestão, Hughes vendeu RKO ao
General Tire Company.
Na década de 1950 e início dos anos 60, os militares dos EUA decidiram adaptar alguns
de sua filosofia de luta aos tempos. Para guerrear em lugares como
Vietnã precisava de helicópteros, incluindo um helicóptero de observação leve
para ajudar no reconhecimento. O exército procurou potencial
fabricantes e, em 1961, selecionou dois deles que haviam submetido o
melhores propostas, rejeitando o projeto da segunda aeronave da Hughes
empresa, que ele havia desmembrado da Hughes Tool (o original
versão do Hughes Aircraft agora era executada de forma completamente independente
do próprio Hughes). Hughes se recusou a aceitar esse revés. Dele
equipe de publicidade foi em uma enorme campanha de lobby, ganhando e
jantar exército de bronze, tanto quanto eles tinham feito cerca de vinte anos antes
com os aviões de reconhecimento de fotos, gastando dinheiro generosamente. o
campanha foi um sucesso e a entrada de Hughes estava agora em execução
junto com os outros dois. O exército decidiu que a empresa que
entrou com o melhor preço iria ganhar.
O preço que Hughes apresentou surpreendeu os militares - era tão baixo que
parecia impossível para a empresa fazer algum dinheiro no
fabricação dos helicópteros. Parecia claro que sua estratégia era

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 22/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

perder dinheiro
o contrato e, emna produção
seguida, inicial,oapreço
aumentar fim deem
ganhar o leilão,
pedidos obter Em 1965
subseqüentes.

Página 24

o exército finalmente adjudicou o contrato a Hughes, um incrível golpe


para uma empresa que teve tão pouco sucesso na produção de aviões. E se
eles foram feitos bem e no tempo, o exército poderia encomendar
milhares de helicópteros, e Hughes poderia usar isso como um trampolim
na produção de helicópteros comerciais, um negócio em expansão.
Com o aquecimento da Guerra do Vietnã, o exército certamente aumentaria sua
ordem e Hughes iria colher a bonança, mas como eles esperavam o
entrega dos primeiros helicópteros, aqueles que haviam adjudicado o contrato para
Hughes começou a entrar em pânico: a empresa estava caindo muito atrás da
cronograma que eles tinham acordado, e então eles lançaram uma investigação
para descobrir o que estava acontecendo. Para seu horror, parecia não haver
linha de produção organizada. A planta era pequena demais para lidar com tal
ordem. Os detalhes estavam todos errados - os desenhos não eram profissionais,
as ferramentas eram inadequadas, e havia muito poucos trabalhadores qualificados no local. isto
era como se a empresa não tivesse experiência em projetar aviões e
tentando descobrir como foi. Foi exatamente a mesma situação como
com os aviões de reconhecimento de foto, que apenas alguns no exército
poderia lembrar. Ficou claro que Hughes não tinha aprendido uma única
lição do fiasco anterior.
Como eles agora podiam prever, os helicópteros só entraram. Sentir
desesperado, o exército do exército decidiu realizar um novo leilão para o
maior ordem dos 2.200 helicópteros que eles precisavam agora, esperando um
empresa experiente iria entrar com um preço menor e forçar a saída
Hughes Hughes entrou em pânico. Para perder este lance de acompanhamento
significaria ruína. A empresa contava com aumento de preço para
esta nova ordem para recuperar as enormes perdas que tinha incorrido com o
produção inicial. Essa foi a aposta que Hughes tinha feito. Se ele tentou
entrar com um preço baixo para os helicópteros adicionais, ele não podia
devolver um lucro, e ainda se sua oferta não fosse baixa o suficiente, ele seria
underbid, que foi o que aconteceu. A perda para Hughes em
o fim para os helicópteros que ele produziu foi um $ 90 astronômico
milhões e teve um efeito devastador na empresa.
Em 1976, Howard Hughes morreu em um avião a caminho de Acapulco
para Houston, e como a autópsia foi realizada em seu corpo, o público
finalmente ficou ciente do que tinha acontecido com ele na última década
de sua vida. Durante anos ele tinha sido viciado em analgésicos e narcóticos.
Ele tinha vivido em quartos de hotel bem fechados, com medo de morrer
menor contaminação possível por germes. No momento de sua morte ele
pesava apenas noventa e três quilos. Ele tinha vivido em quase total

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 23/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Página 25

isolamento, assistido por alguns assistentes, tentando desesperadamente manter


disso fora do olho do público. Foi a derradeira ironia que o homem que
temia mais do que qualquer coisa a menor perda de controle acabara em
seus últimos anos à completa misericórdia de um punhado de assistentes e
executivos, que supervisionaram sua morte lenta por meio de drogas e eliminaram
controle da empresa dele.

•••
Interpretação: O padrão da vida de Howard Hughes foi definido a partir de
muito cedo. Sua mãe tinha uma natureza ansiosa e depois de aprender
ela não poderia ter mais filhos, ela dirigiu uma grande parte dela
ansiedade em relação a seu único filho. Ela sufocou ele com constante
atenção; ela se tornou sua companheira mais próxima, quase nunca deixando ele
fora de vista. O pai colocou expectativas tremendas em seu filho para
mantenha o nome da família. Seus pais determinaram tudo o que ele fez
o que ele usava, o que ele comia e quem eram seus amigos (embora eles
eram poucos). Eles o levaram de escola em escola procurando pelo
ambiente perfeito para seu filho, que se mostrara
hipersensível e não é fácil de se conviver. Ele estava completamente
dependente deles para tudo, e fora de um tremendo medo de
desapontando-os, tornou-se supremamente educado e obediente.
A verdade, no entanto, era que ele se ressentia amargamente do total
dependência. Uma vez que seus pais morreram, seu verdadeiro caráter poderia finalmente
emergir de debaixo dos sorrisos e obediência. Ele não sentiu amor por
seus parentes. Ele preferiria encarar o futuro sozinho do que ter
Um pouco de autoridade acima dele. Ele tinha que ter controle total
mesmo com a idade de dezenove anos, sobre seu destino; qualquer coisa menos se agitaria
as velhas ansiedades da infância. E com o dinheiro que ele herdou, ele
tinha o poder de realizar seu sonho de independência total. Seu amor de
voar refletia esse traço de caráter. Apenas no ar, sozinho e no
leme, ele poderia realmente experimentar a alegria de controlar e liberar
de suas ansiedades. Ele poderia voar alto acima das massas, a quem ele
secretamente desprezado. Ele poderia enfrentar a morte, o que ele fez muitas vezes,
porque seria uma morte sob seu próprio poder.
Seu personagem saiu ainda mais claramente no estilo de liderança
que ele evoluiu em Hollywood e seus outros empreendimentos comerciais. E se
escritores, diretores ou executivos apresentaram suas próprias idéias, ele
só podia ver isso como um desafio pessoal à sua autoridade. Isso seria
agitar suas ansiedades antigas sobre ser indefeso e dependente dos outros.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 24/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Página 26

Para combater essa ansiedade, ele teria que manter o controle de todos os aspectos
o negócio, supervisionando até mesmo a ortografia e gramática do menor
aviso de publicidade. Ele teria que criar uma estrutura muito solta dentro
suas empresas, fazendo com que todos os executivos lutassem entre si por
sua atenção. Melhor ter algum caos interno contanto que tudo
fluía através dele.
O paradoxo disso foi que, ao tentar obter tal controle total, ele
tendia a perdê-lo; um homem não poderia manter em cima de tudo,
e assim todos os tipos de problemas imprevistos surgiriam. E quando
projetos se desfez e o calor se intensificou, ele desapareceria
da cena ou convenientemente adoecer. Sua necessidade de controlar tudo
ao redor dele até se estendia às mulheres que ele namorava - ele examinou
cada ação deles era seguida por investigadores particulares.
O problema que Howard Hughes apresentou para todos aqueles que escolheram
trabalhar com ele em alguma capacidade foi que ele construiu cuidadosamente um
imagem pública que escondia as fraquezas gritantes em seu caráter.
Em vez do micro-gerente irracional, ele poderia se apresentar como o
individualista robusto e o independente maverick americano. A maioria
prejudicial de todos foi a sua capacidade de se apresentar como um sucesso
empresário liderando um império de bilhões de dólares. Na verdade, ele herdou
um negócio de ferramentas altamente lucrativo de seu pai. Ao longo dos anos,
apenas partes do seu império que geraram lucros substanciais foram a ferramenta
empresa e uma versão anterior da Hughes Aircraft que ele havia girado
fora da empresa de ferramentas. Por várias razões, ambos os negócios
foram executados completamente independentemente de Hughes; ele não teve nenhuma entrada em
suas operações. As muitas outras empresas que ele pessoalmente dirigia - suas
mais tarde divisão de aeronaves, seus empreendimentos cinematográficos, seus hotéis e imóveis em
Las Vegas - todos perderam quantias substanciais que foram, felizmente, cobertas
pelos outros dois.
Na verdade, Hughes era um péssimo homem de negócios e o padrão de
fracassos que revelavam isso eram evidentes para todos verem. Mas esta é a
ponto cego na natureza humana: estamos mal equipados para avaliar o
caráter das pessoas com quem lidamos. Sua imagem pública, o
reputação que os precede facilmente nos hipnotiza. Nós somos
cativado pelas aparências. Se eles se cercam de alguns
mito sedutor, como Hughes fez, queremos acreditar nisso. Ao invés de
determinar o caráter das pessoas - sua capacidade de trabalhar com os outros,
cumprir suas promessas, permanecer forte em circunstâncias adversas -
optar por trabalhar ou contratar pessoas com base em seu currículo brilhante,

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 25/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…
Página 27

sua inteligência e seu charme. Mas até mesmo um traço positivo como
inteligência é inútil se a pessoa também passa a ser fraca ou
caráter duvidoso. E assim, por causa do nosso ponto cego, sofremos sob
o líder irresponsável, o chefe de microgerenciamento, o parceiro conivente.
Esta é a fonte de tragédias sem fim na história, nosso padrão como
espécies.
A todo custo, você deve alterar sua perspectiva. Treine-se para
ignorar a frente que as pessoas exibem, o mito que as rodeia,
e, em vez disso, sondar suas profundezas em busca de sinais de seu caráter. Isso pode ser
visto nos padrões que eles revelam de seu passado, a qualidade de seus
decisões, como eles escolheram resolver problemas, como eles delegam
autoridade e trabalho com os outros, e inúmeros outros sinais. Uma pessoa de
caráter forte é como o ouro - raro, mas inestimável. Eles podem se adaptar,
aprenda e melhore-se. Desde o seu sucesso depende do
pessoas com quem você trabalha e para, fazem do personagem o objeto principal
da sua atenção. Você vai poupar-se da miséria de descobrir
seu caráter quando é tarde demais.

Caráter é destino.
—Heraclitus

Chaves para a natureza humana


Por milhares de anos, nós humanos acreditamos no destino: algum tipo de força
- espíritos, deuses ou Deus - nos obrigaram a agir de uma certa maneira. No nascimento
nossas vidas inteiras foram estabelecidas com antecedência; estávamos fadados a ter sucesso ou
falhou. Nós vemos o mundo de maneira muito diferente agora. Nós acreditamos que somos
em grande parte no controle do que nos acontece, que criamos o nosso próprio
destino. Ocasionalmente, no entanto, podemos ter uma sensação fugaz
que se aproxima do que nossos ancestrais devem ter sentido. Talvez um
relacionamento pessoal vai mal ou nossa carreira atinge um obstáculo, e estes
dificuldades são estranhamente semelhantes a algo que nos aconteceu em
o passado. Ou percebemos que nossa maneira de trabalhar em um projeto precisa de
melhoria; nós poderíamos fazer as coisas melhor. Nós tentamos alterar nossos métodos,
apenas para nos encontrarmos fazendo as coisas exatamente da mesma maneira, com quase
os mesmos resultados. Podemos nos sentir por um momento que algum tipo de
força maligna no mundo, alguma maldição, nos obriga a reviver o
mesmas situações.
Muitas vezes podemos notar esse fenômeno mais claramente nas ações de
outros, particularmente aqueles mais próximos de nós. Por exemplo, nós vemos amigos

Página 28

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 26/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

continuamente cair para exatamente a pessoa errada ou inconscientemente empurrar


embora a pessoa certa. Nós nos encolhemos com algum comportamento tolo deles,
como um investimento mal considerado ou escolha de carreira, apenas para vê-los
repetir a loucura alguns anos depois, uma vez que eles esqueceram o
lição. Ou nós conhecemos alguém que sempre consegue ofender o errado
pessoa na hora errada, criando hostilidade onde quer que vá.
Ou eles desmoronam sob pressão, sempre da mesma maneira, mas culpando
outros ou azar para o que acontece. E é claro que sabemos o
viciados que saem de seu vício, apenas para voltar atrás ou encontrar algum
outra forma de vício. Nós vemos esses padrões e eles não, porque
ninguém gosta de acreditar que eles estão operando sob algum tipo de
compulsão além de seu controle. É um pensamento muito perturbador.
Se formos honestos conosco mesmos, devemos admitir que há alguma verdade
para o conceito de destino. Estamos propensos a repetir as mesmas decisões e
métodos de lidar com problemas. Há um padrão em nossa vida
particularmente visível em nossos erros e falhas. Mas há um diferente
maneira de olhar para este conceito: não são espíritos ou deuses que nos controlam
mas sim o nosso caráter . A etimologia do caractere de palavra , de
o grego antigo, refere-se a um instrumento de gravação ou estampagem.
O caráter, então, é algo tão profundamente enraizado ou estampado
dentro de nós que nos obriga a agir de determinadas maneiras, além do nosso
consciência e controle. Podemos conceber esse personagem como tendo
três componentes essenciais, cada um em camadas em cima do outro, dando
essa profundidade de caracteres.
A camada mais antiga e mais profunda vem da genética, do
De modo particular, nossos cérebros são conectados, o que nos predispõe a
certos humores e preferências. Este componente genético pode fazer
algumas pessoas propensas à depressão, por exemplo. Faz algumas pessoas
introvertidos e outros extrovertidos. Pode até inclinar alguns para
tornando-se especialmente ganancioso - por atenção ou privilégio ou posses.
A psicanalista Melanie Klein, que estudou crianças, acreditava que
o tipo ganancioso e ávido de criança veio ao mundo predisposto
em direção a esse traço de caráter. Pode haver outros fatores genéticos também
que nos predispõem à hostilidade, ansiedade ou abertura.
A segunda camada, que se forma acima disso, vem do nosso primeiro
anos e do tipo particular de anexos que formamos com o nosso
mãe e cuidadores. Nestes primeiros três ou quatro anos nossos cérebros são
especialmente maleável. Nós experimentamos emoções muito mais intensamente,
criando traços de memória que são muito mais profundos do que qualquer coisa que

Página 29

Segue. Neste período da vida estamos mais suscetíveis ao

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 27/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

influência dos outros, e o selo desses anos é profundo.


John Bowlby, um antropólogo e psicanalista, estudou
padrões de apego entre mães e filhos e surgiu
com quatro esquemas básicos: livre / autônomo , dispensando , enredado
ambivalente e desorganizado . O selo livre / autônomo vem
de mães que dão liberdade a seus filhos para se descobrirem
e são continuamente sensíveis às suas necessidades, mas também as protegem.
As mães que se demitem são frequentemente distantes, às vezes hostis e
rejeitando. Essas crianças são carimbadas com um sentimento de abandono
e a ideia de que eles devem continuamente se defender sozinhos. o
mães enredadas e ambivalentes não são consistentes com sua atenção
- às vezes sufocante e superenvolvido, outras vezes recuando
por causa de seus próprios problemas ou ansiedades. Eles podem fazer a sua
as crianças sentem como se tivessem que cuidar da pessoa que deveria ser
cuidando deles. Mães desorganizadas enviam mensagens altamente conflitantes
sinais para seus filhos, refletindo seu próprio caos interior e talvez
traumas emocionais precoces. Nada que seus filhos fazem é certo, e tal
as crianças podem desenvolver problemas emocionais poderosos.
Há, naturalmente, muitas gradações dentro de cada tipo e
combinações deles, mas em todos os casos a qualidade do apego que
em nossos primeiros anos, criamos profundas tendências dentro de nós,
em particular a maneira como usamos relacionamentos para manipular ou modular nossa
estresse. Por exemplo, filhos do genitor demitido tenderão a
evite qualquer tipo de situação emocional negativa e se fortaleça
fora de sentimentos de dependência. Eles podem achar mais difícil cometer
para um relacionamento ou inconscientemente empurrar as pessoas para longe. As crianças
da variedade enredada vai experimentar uma grande dose de ansiedade em
relacionamentos e sentirá muitas emoções conflitantes. Eles sempre vão
ser ambivalente em relação às pessoas, e isso irá definir padrões perceptíveis em
sua vida em que perseguem pessoas e depois recuam inconscientemente.
Em geral, a partir desses primeiros anos, as pessoas exibirão um
tom ao seu caráter - hostil e agressivo, seguro e confiante,
ansioso e evasivo, carente e enroshing. Essas duas camadas são tão
profundo que não temos consciência consciente real deles e do
comportamento que eles compelem, a menos que nos esforcemos muito para examinar
nós mesmos.

Página 30

Acima disso, uma terceira camada se formará a partir de nossos hábitos e experiências
À medida que envelhecemos. Com base nas duas primeiras camadas, tenderemos a confiar em
certas estratégias para lidar com o estresse, procurando por prazer, ou
lidar com pessoas. Essas estratégias agora se tornam hábitos que são definidos
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 28/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

nossa juventude. Haverá modificações na natureza particular de nossa


personagem dependendo das pessoas com quem lidamos - amigos, professores,
parceiros românticos e como eles respondem a nós. Mas em geral estes
três camadas estabelecerão certos padrões notáveis. Vamos fazer um
decisão particular. Isso está gravado em nossos cérebros neurologicamente. Nós
são obrigados a repetir isso porque o caminho já está estabelecido. isto
torna-se um hábito, e nosso caráter é formado a partir desses milhares de
hábitos, os primeiros estabelecidos bem antes que pudéssemos estar conscientes deles.
Existe uma quarta camada também. Muitas vezes é desenvolvido no final
infância e adolescência como as pessoas se tornam conscientes de seu caráter
falhas. Eles fazem o que podem para encobri-los. Se eles sentem que profunda
por dentro eles são um tipo de pessoa ansiosa e tímida, eles percebem
que isso não é um traço socialmente aceitável. Eles aprendem a disfarçar com
uma frente. Eles compensam, tentando parecer extrovertidos ou despreocupados ou
mesmo dominador. Isso torna ainda mais difícil para nós
determinar a natureza de seu caráter.
Alguns traços de caráter podem ser positivos e refletem a força interior. Para
Por exemplo, algumas pessoas têm uma propensão para serem generosas e
aberto, compreensivo e resiliente sob pressão. Mas estes mais fortes,
qualidades mais flexíveis muitas vezes exigem consciência e prática para verdadeiramente
tornar-se hábitos que podem ser invocados. À medida que envelhecemos, a vida tende a
enfraqueça-nos. Nossa empatia é mais difícil de manter (ver capítulo 2). Se nós
são reflexivamente generosos e abertos a todos que encontramos, podemos acabar
em muitos problemas. Confiança sem autoconsciência e controle pode
tornar-se grandiosidade. Sem esforço consciente, essas forças tenderão
se desgastar ou se transformar em fraquezas. O que isto significa é que o
partes mais fracas do nosso caráter são aquelas que criam hábitos e
comportamento compulsivo, porque eles não exigem esforço ou prática para
manter.
Finalmente, podemos desenvolver traços de caráter conflitantes, talvez
decorrente de uma diferença entre nossas predisposições genéticas e
nossas primeiras influências, ou de pais que carimbam em nós diferentes
valores. Podemos nos sentir idealistas e materialistas, as duas partes
lutando dentro de nós. A lei continua a mesma. O caráter conflituoso
que é desenvolvido nos primeiros anos, apenas revelará um diferente

Página 31

tipo de padrão, com decisões que tendem a refletir uma pessoa


ambivalência, ou aquela oscilação para frente e para trás.
Como estudante da natureza humana, sua tarefa é dupla: primeiro você deve
venha a entender seu próprio caráter, examinando o melhor que puder
elementos em seu passado que foram formados, e os padrões,
na maior parte negativo, que você pode ver recorrentes em sua vida. É impossível
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 29/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

se livrar desse selo que constitui seu personagem. É muito profundo.


Mas através da consciência, você pode aprender a mitigar ou parar certos
padrões negativos. Você pode trabalhar para transformar o negativo e fraco
aspectos do seu personagem em forças reais. Você pode tentar criar
novos hábitos e padrões que os acompanham através da prática, ativamente
moldando seu caráter e o destino que o acompanha. (Para mais sobre
veja a última seção deste capítulo.)
Em segundo lugar, você deve desenvolver sua habilidade em ler o caráter do
pessoas com quem você lida. Para fazer isso, você deve considerar o personagem como um
valor primário quando se trata de escolher uma pessoa para trabalhar para ou com
ou um parceiro íntimo. Isso significa dar mais valor do que
charme, inteligência ou reputação. A capacidade de observar as pessoas
caráter - como visto em suas ações e padrões - é absolutamente
habilidade social crítica. Isso pode ajudá-lo a evitar precisamente esses tipos de
decisões que podem significar anos de miséria - escolhendo um incompetente
líder, um parceiro obscuro, um assistente de esquemas ou o tipo de
cônjuge incompatível que pode envenenar sua vida. Mas é uma habilidade que você deve
conscientemente se desenvolvem, porque nós humanos somos geralmente ineptos quando
vem a essas avaliações.
A fonte geral de nossa inépcia é que tendemos a basear nossa
julgamentos de pessoas sobre o que é mais aparente. Mas como dito anteriormente,
as pessoas muitas vezes tentam encobrir suas fraquezas, apresentando-os como
algo positivo. Nós os vemos cheios de autoconfiança, somente
para depois descobrir que eles são realmente arrogantes e incapazes de
ouvindo. Eles parecem francos e sinceros, mas com o tempo percebemos que
eles são na verdade grosseiros e incapazes de considerar os sentimentos dos outros.
Ou eles parecem prudentes e pensativos, mas eventualmente vemos que eles
são de fato tímidos em seu núcleo e temem a menor crítica.
As pessoas podem ser bastante hábeis em criar essas ilusões de ótica, e nós caímos
para eles. Da mesma forma, as pessoas vão nos encantar e lisonjear e, cegados por
nosso desejo de gostar deles, deixamos de olhar mais fundo e ver o personagem
falhas.

Página 32

Relacionado a isso, quando olhamos para as pessoas, muitas vezes estamos realmente vendo
apenas a sua reputação, o mito que os rodeia, a posição que eles
ocupar, e não o indivíduo. Passamos a acreditar que uma pessoa que
o sucesso deve, por natureza, ser generoso, inteligente e bom, e que
eles merecem tudo o que receberam. Mas pessoas bem sucedidas vêm
em todas as formas. Alguns são bons em usar os outros para chegar onde eles têm
obtido, mascarando sua própria incompetência. Alguns são completamente
manipulativo. Pessoas de sucesso têm tantas falhas de caráter quanto

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 30/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

alguém mais. Além disso, tendemos a acreditar que alguém que adere a um
particular religião ou sistema de crença política ou código moral deve ter
o personagem para ir com isso. Mas as pessoas trazem o personagem que eles têm
para a posição que ocupam ou para a religião que praticam. Uma pessoa
pode ser um liberal progressista ou um cristão amoroso e ainda ser um
tirano intolerante no coração.
O primeiro passo, então, no estudo do caráter é estar ciente dessas
ilusões e fachadas e nos treinar para olhar através deles. Nós
deve escrutinar todo mundo para sinais de seu caráter, não importa o
aparência que apresentam ou a posição que ocupam. Com isto firmemente
em mente, podemos então trabalhar em vários componentes-chave para a habilidade:
reconhecendo certos sinais de que as pessoas emitem em certas situações e que
revelar claramente seu caráter; Entendendo algumas categorias gerais
que as pessoas se encaixam (forte versus fraco, por exemplo), e
finalmente, estar ciente de certos tipos de caracteres que muitas vezes são o
mais tóxico e deve ser evitado, se possível.

Sinais De Personagem

O indicador mais significativo do caráter das pessoas vem através


suas ações ao longo do tempo. Apesar do que as pessoas dizem sobre as lições que
aprendi (veja Howard Hughes), e como eles mudaram
nos anos, você inevitavelmente notará as mesmas ações e decisões
repetindo no curso de sua vida. Nestas decisões eles revelam sua
personagem. Você deve tomar conhecimento de quaisquer formas salientes de comportamento
desaparecendo quando há muito estresse, não completando um
importante trabalho, tornando-se repentinamente beligerante
desafiados, ou, pelo contrário, de repente subindo para a ocasião quando dado
responsabilidade. Com isso fixado em sua mente, você faz alguma pesquisa sobre
seu passado. Você olha para outras ações que você observou que se encaixam neste
padrão, agora em retrospecto. Você presta muita atenção ao que eles fazem em

Página 33

o presente. Você vê suas ações não como incidentes isolados, mas como partes
de um padrão compulsivo. Se você ignorar o padrão, é sua culpa.
Você deve sempre ter em mente o corolário primário desta lei:
as pessoas nunca fazem algo apenas uma vez. Eles podem tentar desculpar
eles mesmos, para dizer que perderam a cabeça no momento, mas você pode ser
com certeza eles vão repetir qualquer tolice que fizeram em outra
ocasião, compelidos por seu caráter e hábitos. Na verdade, eles vão
muitas vezes repetir ações quando é completamente contra o seu interesse próprio,
revelando a natureza compulsiva de suas fraquezas.
Cassius Severus era um infame advogado-orador que floresceu em
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 31/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

a época do imperador romano Augusto. Ele primeiro ganhou atenção


com seus discursos ardentes que atacaram romanos de alto escalão por sua
estilos de vida extravagantes. Ele ganhou seguidores. Seu estilo era bombástico
mas cheio de humor que agradou o público. Encorajado pela atenção
ele recebeu, ele começou a insultar outros funcionários, sempre levantando o tom de
seus ataques. As autoridades o advertiram para parar. A novidade se desgastou
e a multidão ficou mais magra, mas isso só fez Severus se esforçar mais.
Finalmente as autoridades tiveram o suficiente - em 7 dC eles ordenaram
livros para serem queimados e ele para ser banido para a ilha de Creta. Para
o desânimo das autoridades romanas, em Creta ele simplesmente continuou sua
campanha ofensiva, enviando cópias para Roma de suas mais recentes diatribes.
Eles o avisaram novamente. Ele não apenas ignorou isso, mas começou a
arengar e insultar funcionários cretenses locais, que queriam que ele colocasse
morte. Em 24 dC, o Senado o baniu com sabedoria para os despojados
rocha de Serifos no meio do mar Egeu. Lá ele passaria
os últimos oito anos de sua vida, e podemos imaginá-lo ainda inventando
discursos mais insultuosos que ninguém ouviria.
É difícil para nós acreditar que as pessoas não podem controlar tendências
que são tão auto-destrutivos, e nós queremos dar a eles o benefício do
dúvida, como os romanos fizeram. Mas devemos lembrar as palavras sábias em
a Bíblia: “Como um cão que retorna ao seu vômito é um tolo que repete sua
loucura."
Você pode ver sinais eloquentes do caráter das pessoas em como elas lidam
assuntos cotidianos. Se eles estão atrasados em terminar tarefas simples, eles
atrasará com projetos maiores. Se eles se tornam irritados por pouco
inconvenientes, eles tendem a desmoronar sob os maiores. Se eles são
esquecidos em assuntos pequenos e desatentos aos detalhes, eles estarão tão ligados
mais importantes. Veja como eles tratam os funcionários todos os dias

Página 34

configurações e observe se há discrepâncias entre a persona que eles


presente e sua atitude em relação aos subalternos.
Em 1969 Jeb Magruder veio a San Clemente para uma entrevista de emprego em
a administração de Nixon. O homem que deu a entrevista foi Bob
Haldeman, chefe de equipe. Haldeman foi muito sincero, completamente
dedicado à causa Nixon, e impressionou Magruder com sua honestidade,
nitidez e inteligência. Mas como eles deixaram a entrevista para entrar em um
carrinho de golfe para uma turnê de San Clemente, Haldeman de repente se tornou
frenética - não havia carrinhos disponíveis. Ele criticou aqueles encarregados de
as carroças, e seus modos eram insultuosos e duros. Ele estava quase
histérico. Magruder deveria ter visto este incidente como um sinal de que
Haldeman não era o que ele apareceu, que ele tinha problemas de controle e um

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 32/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

raia viciosa,
querendo mas encantado
o emprego, compor
ele optou a aura de poder
ignorar em San
isso, para seu Clemente
desalento eposterior.
Na vida cotidiana, as pessoas podem se dar bem em disfarçar suas
falhas de caráter, mas em tempos de estresse ou crise essas falhas podem de repente
tornar-se muito aparente. As pessoas sob estresse perdem sua auto-
ao controle. Eles revelam suas inseguranças sobre sua reputação, seu medo
de falha e falta de resiliência interna. Por outro lado, algumas pessoas
levantar-se para a ocasião e revelar força sob fogo. Não tem como
diga até que o calor esteja ligado, mas você deve prestar atenção
momentos.
Da mesma forma, como as pessoas lidam com poder e responsabilidade lhe dirão
muito sobre eles. Como Lincoln disse: "Se você quiser testar um homem
personagem, dar-lhe poder. "No caminho para ganhar poder, as pessoas
tendem a jogar o cortesão, para parecer deferente, para seguir a linha do partido,
para fazer o que for preciso para chegar ao topo. Uma vez no topo, existem
menos restrições e eles muitas vezes revelam algo sobre si mesmos
você não tinha notado antes. Algumas pessoas permanecem fiéis aos valores que
tinha antes de atingir uma posição elevada - eles permanecem respeitosos e
empático. Por outro lado, muito mais pessoas sentem-se subitamente
tratar os outros de forma diferente agora que eles têm o poder.
Isso é o que aconteceu com Lyndon Johnson, uma vez que ele atingiu um
posição de segurança máxima no Senado, como líder da maioria no Senado.
Cansado dos anos que ele teve que passar jogando o cortesão perfeito, ele agora
saboreou o poder que ele teve para perturbar ou humilhar aqueles que tinham cruzado
ele no passado. Agora ele iria para tal senador e faria um
ponto de falar apenas com seu assistente. Ou ele se levantaria e deixaria o

Página 35

andar quando um senador que ele não gostou estava dando um discurso importante,
fazendo outros senadores segui-lo. Em geral, há sempre sinais de
esses traços de caráter no passado, se você olhar de perto o suficiente (Johnson
tinha revelado sinais tão desagradáveis nas primeiras partes de sua política
carreira), mas, mais importante, você precisa tomar conhecimento do que as pessoas
revelam uma vez que estão no poder. Então, muitas vezes pensamos que o poder tem
mudou as pessoas, quando na verdade simplesmente revela mais de quem elas são.
A escolha das pessoas pelo cônjuge ou parceiro diz muito sobre elas. Alguns
procure um parceiro que possa dominar e controlar, talvez alguém
mais jovem, menos inteligente ou bem sucedido. Alguns escolhem um parceiro que eles podem
resgate de uma situação ruim, desempenhando o papel de salvador, outra forma de
ao controle. Outros ainda procuram alguém para preencher o papel de mãe ou pai.
Eles querem mais mimos. Essas escolhas raramente são intelectuais; eles
refletem os primeiros anos e os esquemas de anexos das pessoas. Eles são
às vezes surpreendente, como quando as pessoas escolhem alguém que parece muito
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 33/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

diferente e externamente incompatível, mas há sempre um interno


lógica para tais escolhas. Por exemplo, uma pessoa tem um tremendo medo de
sendo abandonado por aquele que amam, refletindo ansiedades de
infância, e assim eles selecionam uma pessoa que é visivelmente inferior na aparência
ou inteligência, sabendo que a pessoa vai se agarrar a eles, não importa o quê.
Outro domínio a ser examinado é como as pessoas se comportam em momentos distantes
do trabalho. Em um jogo ou esporte, eles podem revelar uma natureza competitiva
que eles não podem desligar. Eles têm medo de serem surpreendidos
qualquer coisa, mesmo quando eles estão dirigindo. Eles devem estar à frente, em
frente. Isso pode ser canalizado funcionalmente em seu trabalho, mas em off
horas revela camadas profundas de inseguranças. Veja como as pessoas perdem
jogos. Eles podem fazer isso graciosamente? Sua linguagem corporal vai dizer muito sobre
essa frente. Eles tentam o que podem para contornar as regras ou
dobrá-los? Eles estão olhando para escapar e relaxar do trabalho ou para afirmar
mesmo em tais momentos?
Em geral, as pessoas podem ser divididas em introvertidos e extrovertidos, e
isso terá um grande papel no personagem que eles desenvolvem. Extrovertidos são
amplamente governado por critérios externos. A questão que domina
eles são "O que os outros pensam de mim?" Eles tendem a gostar de que outros
as pessoas gostam e os grupos a que pertencem frequentemente determinam
opiniões que eles têm. Eles estão abertos a sugestões e novas idéias, mas
somente se eles são populares na cultura ou afirmado por alguma autoridade
eles respeitam. Extrovertidos valorizam coisas externas - boas roupas, ótimo
refeições, prazer concreto compartilhado com os outros. Eles estão em busca de

Página 36

novas e novas sensações e ter um nariz para as tendências. Eles não são apenas
confortável com ruído e agitação, mas procure-o ativamente. Se eles são
negrito, eles amam aventura física. Se eles não são tão ousados, eles adoram
Criatura Confortável. De qualquer forma, eles anseiam por estímulo e atenção
de outros.
Introvertidos são mais sensíveis e facilmente esgotados por muito
atividade externa. Eles gostam de conservar sua energia, passar o tempo
sozinho ou com um ou dois amigos próximos. Ao contrário dos extrovertidos, quem
são fascinados por fatos e estatísticas por si mesmos, os introvertidos são
interessados em suas próprias opiniões e sentimentos. Eles adoram teorizar e
venha com suas próprias idéias. Se eles produzem algo, eles não
gostaria de promovê-lo; eles acham o esforço desagradável. O que eles fazem
deve se vender. Eles gostam de manter uma parte de sua vida separada de
outros, ter segredos. Suas opiniões não vêm do que os outros
pensar ou de qualquer autoridade, mas a partir de seus critérios internos, ou pelo menos
eles pensam assim. Quanto maior a multidão, mais perdidos e solitários eles se sentem.
Eles podem parecer desajeitados e desconfiados, desconfortáveis com
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 34/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

atenção. Eles também tendem a ser mais pessimistas e preocupados do que os


média extrovertida. Sua ousadia será expressa pelas novas idéias
eles vêm com sua criatividade.
Você pode notar tendências em ambas as direções em indivíduos ou
você mesmo, mas em geral as pessoas tendem em uma ou outra direção. Isto é
importante avaliar isso nos outros por uma simples razão: introvertidos e
extrovertidos não se entendem naturalmente. Para o extrovertido,
o introvertido não tem graça, é teimoso, até antissocial. Para o introvertido
o extrovertido é superficial, volúvel e excessivamente preocupado com o que as pessoas
pensar. Ser um ou outro é geralmente algo genético e vai
faça duas pessoas verem a mesma coisa em uma luz totalmente diferente. Uma vez
você entende que você está lidando com alguém da outra variedade
você mesmo, você deve reavaliar seu caráter e não impingir seu próprio
preferências sobre eles. Além disso, às vezes introvertidos e extrovertidos podem
funcionam bem juntos, especialmente se as pessoas têm uma mistura de ambas as qualidades
e eles se complementam, mas na maioria das vezes eles não
se dar bem e são propensos a constantes mal-entendidos. Tenha em mente
que geralmente há mais extrovertidos do que introvertidos no mundo.
Finalmente, é fundamental que você meça a força relativa de
o caráter das pessoas. Pense nisso desta maneira: tal força vem de
profundamente dentro do núcleo da pessoa. Poderia resultar de uma mistura de
certos fatores - genética, parentalidade segura, bons mentores ao longo do

Página 37

maneira e melhoria constante (veja a seção final deste capítulo).


Seja qual for a causa, essa força não é algo exibido no
fora na forma de fanfarronada ou agressão, mas se manifesta em
Resiliência geral e adaptabilidade. Caráter forte tem uma tração
qualidade como um bom pedaço de metal - pode dar e dobrar, mas ainda mantém
sua forma geral e nunca quebra.
A força emana de um sentimento de segurança pessoal e auto-
que vale a pena. Isso permite que essas pessoas recebam críticas e aprendam com seus
experiências. Isso significa que eles não desistem tão facilmente, pois querem
para aprender a melhorar. Eles são rigorosamente persistentes. Povo de
caráter forte estão abertos a novas idéias e maneiras de fazer as coisas
sem comprometer os princípios básicos aos quais eles aderem. Na adversidade
eles podem manter sua presença de espírito. Eles podem lidar com o caos e
imprevisível sem sucumbir à ansiedade. Eles mantêm sua palavra.
Eles têm paciência, podem organizar muito material e completar o que
eles começaram. Não continuamente inseguro sobre seu status, eles também podem
subsumem seus interesses pessoais para o bem do grupo, sabendo
que o que funciona melhor para a equipe, no final, facilitará a vida deles
e melhor.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 35/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Pessoas de caráter fraco começam da posição oposta. Eles são


facilmente oprimido pelas circunstâncias, tornando-as difíceis de confiar.
Eles são escorregadios e evasivos. Pior de tudo, eles não podem ser ensinados
porque aprender com os outros implica crítica. Isso significa que você
continuamente bater em uma parede em lidar com eles. Eles podem parecer ouvir
às suas instruções, mas eles simplesmente reverterão para o que eles acham que é
melhor.
Somos todos uma mistura de qualidades fortes e fracas, mas algumas pessoas
claramente vire em uma ou outra direção. Tanto quanto você puder, você
quer trabalhar e associar-se com personagens fortes e evitar fracos
uns. Esta tem sido a base para quase todos os trabalhos de Warren Buffett
decisões de investimento. Ele olha além dos números para os CEOs que ele
vai lidar com, e o que ele quer avaliar acima de tudo é a sua
resiliência, sua confiabilidade e sua autoconfiança. Se ao menos nós usássemos
tais medições naqueles que contratamos, os parceiros que aceitamos e
até os políticos que escolhemos.
Embora nas relações íntimas, existem certamente outros fatores
que guiará nossas escolhas, força de caráter também deve ser
considerado. Isso foi em grande parte o que levou Franklin Roosevelt a escolher

Página 38

Eleanor como sua esposa. Como um jovem bonito de riqueza, ele podia
Escolheram muitas outras moças mais bonitas, mas ele admirava
A abertura de Eleanor para novas experiências e sua notável
determinação. Olhando para o futuro, ele podia ver o valor de
seu personagem importa mais do que qualquer outra coisa. E acabou
sendo uma escolha muito sábia.
Ao avaliar a força ou a fraqueza, observe como as pessoas lidam
momentos estressantes e responsabilidade. Olhe para os padrões deles: o que
eles realmente completaram ou realizaram? Você também pode testar
pessoas. Por exemplo, uma piada bem-humorada às custas deles pode ser bastante
revelando. Eles respondem graciosamente a isso, não tão facilmente envolvidos em
suas inseguranças, ou seus olhos piscam ressentimento ou até mesmo raiva? Para
avaliar sua confiabilidade como um membro da equipe, dar-lhes
informações ou compartilhar com eles algum boato - eles passam rapidamente
ao longo da informação para os outros? Eles são rápidos para tomar um de seus
idéias e pacote como seus próprios? Critique-os de maneira direta.
Eles levam isso a sério e tentam aprender e melhorar, ou eles
mostrar sinais evidentes de ressentimento? Dê a eles uma tarefa em aberto
com menos sentido do que o habitual e monitorar como eles organizam suas
pensamentos e seu tempo. Desafie-os com uma tarefa difícil ou
alguma maneira nova de fazer algo, e ver como eles respondem, como

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 36/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

eles lidam com sua ansiedade.


Lembre-se: personagem fraco irá neutralizar todos os outros possíveis
boas qualidades que uma pessoa pode possuir. Por exemplo, pessoas de alta
inteligência, mas o caráter fraco pode chegar a boas idéias e até mesmo
fazer um trabalho bem, mas eles vão desmoronar sob pressão, ou eles não vão
aceite gentilmente as críticas, ou elas pensarão primeiro e acima de tudo
própria agenda, ou a sua arrogância e qualidades irritantes causará
outros em torno deles para sair, prejudicando o ambiente geral. Lá
são custos ocultos para trabalhar com eles ou contratá-los. Alguém menos
charmoso e inteligente, mas de caráter forte, provará mais
confiável e produtivo a longo prazo. Pessoas de força real são tão
raro como ouro, e se você encontrá-los, você deve responder como se você tivesse um
descobriu um tesouro.

Tipos tóxicos

Embora o caráter de cada pessoa seja tão único quanto uma impressão digital, podemos
notar ao longo da história certos tipos que continuam recorrentes e que

Página 39

pode ser particularmente pernicioso lidar com isso. Ao contrário do mais


personagens obviamente malignos ou manipuladores que você pode encontrar uma milha
embora, esses tipos são mais complicados. Eles muitas vezes atraem você com um
aparência que apresenta suas fraquezas como algo positivo. Somente
com o tempo você vê a natureza tóxica sob a aparência, muitas vezes
quando é tarde demais. Sua melhor defesa é estar armado com conhecimento de
estes tipos, para notar os sinais anteriormente, e para não se envolver ou para
desligue-se deles o mais rápido possível.

O hiperperfeccionista: você é atraído para o círculo pelo quão difícil


eles trabalham, como eles são dedicados a fazer o melhor de tudo o que é
eles produzem. Eles colocam em mais horas do que até o mais baixo
empregado. Sim, eles podem explodir e gritar com as pessoas abaixo deles por
não fazendo o trabalho direito, mas isso é porque eles querem manter o
padrões mais altos, e isso deve ser uma coisa boa. Mas se você tem o
infelicidade de concordar em trabalhar com ou para tal tipo, você vai lentamente
descubra a realidade. Eles não podem delegar tarefas; eles têm que supervisionar
tudo. É menos sobre altos padrões e dedicação ao grupo
do que sobre poder e controle.
Essas pessoas geralmente têm problemas de dependência decorrentes de suas
fundo familiar, semelhante ao Howard Hughes. Qualquer sentimento que eles
pode ter que depender de alguém para algo abre feridas antigas
e ansiedades. Eles não podem confiar em ninguém. Uma vez que as costas estão viradas, eles
imagine todo mundo relaxando. Sua necessidade compulsiva de microgerenciar

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 37/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

leva as pessoas
precisamente a sentirem-se
o que eles mais ressentidas
temem. Você e secretamente
vai notar que resistentes,
o grupo eleso que é
o chumbo não é muito bem organizado, já que tudo deve fluir
eles. Isto leva ao caos e lutas políticas internas como os cortesãos
lutam para se aproximar do rei, que controla tudo.
Os hiperperfeccionistas muitas vezes têm problemas de saúde, pois trabalham
-se ao osso. Eles gostam de culpar os outros por tudo que
dá errado - ninguém está trabalhando duro o suficiente. Eles têm padrões de
sucesso inicial seguido de burnout e falhas espetaculares. É melhor
reconhecer o tipo antes de ficar enredado em qualquer nível. Eles não podem
fique satisfeito com qualquer coisa que você faça e vai mastigar você lentamente
ansiedades, agressividade e desejo de controlar.

The Relentless Rebel: À primeira vista, essas pessoas podem parecer bastante
emocionante. Eles odeiam autoridade e amam o oprimido. Quase todos nós
são secretamente atraídos por tal atitude; apela para o adolescente
dentro de nós, o desejo de esnobar o nariz para o professor. Eles não

Página 40

reconhecer regras ou precedentes. As convenções a seguir são para aqueles que


são fracos e indigesto. Esses tipos geralmente têm um senso de
humor, que eles podem ligar em você, mas isso faz parte do seu
autenticidade, sua necessidade de esvaziar todos, ou assim você pensa. Mas se você
acontecer de se associar com esse tipo mais de perto, você verá que é
algo que eles não podem controlar; é uma compulsão sentir-se superior, não
alguma qualidade moral mais alta.
Em sua infância, um pai ou uma figura paterna provavelmente se decepcionou
eles. Eles vieram a desconfiar e odiar todos aqueles no poder. No final,
eles não podem aceitar críticas de outros porque isso cheira a
autoridade. Eles nunca podem ser informados sobre o que fazer. Tudo deve estar ligado
seus termos. Se você atravessá-los de alguma forma, você será pintado como o
opressor e ser o peso de seu humor vicioso. Eles ganham atenção
com esta pose rebelde e logo se viciar na atenção. No
fim, é tudo sobre poder - ninguém deve estar acima deles, e quem
ousa pagar o preço. Olhe para a história passada deles - eles tendem a
dividir com pessoas em condições muito ruins, agravadas por seus insultos. Faz
não ser atraído pelo hipismo de sua pose rebelde. Esses tipos são
eternamente trancado na adolescência, e tentar trabalhar com eles provará
tão produtivo quanto tentar prender chifres com um adolescente mal-humorado.

O Personalizador: Essas pessoas parecem tão sensíveis e pensativas,


qualidade rara e agradável. Eles podem parecer um pouco tristes, mas pessoas sensíveis
pode tê-lo duro na vida. Você é freqüentemente atraído por esse ar deles,
e quer ajudar. Além disso, eles podem parecer bastante inteligentes, atenciosos,
e bom para trabalhar. O que você percebe mais tarde é que
a sensibilidade realmente só vai em uma direção - para dentro. Eles são propensos a
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 38/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

leve tudo o que as pessoas dizem ou fazem como pessoal. Eles tendem a chocar
sobre as coisas por dias, muito tempo depois de ter esquecido alguns inócuos
comentário que eles tomaram pessoalmente. Quando crianças, elas tinham
roendo a sensação de que nunca receberam o suficiente de seus pais - amor,
atenção, posses materiais. À medida que envelhecem, tudo tende a
lembre-os do que não conseguiram. Eles passam pela vida se ressentindo
isso e querendo que os outros lhes dessem coisas sem que precisassem
pergunte. Eles estão constantemente em guarda - você está prestando atenção neles?
você os respeita, você está dando a eles o que eles pagaram? Ser
um pouco irritável e melindroso, eles inevitavelmente empurram as pessoas para longe,
o que os torna ainda mais sensíveis. Em algum momento eles começam a
dê uma olhada de decepção perpétua.

Página 41

Você verá em sua vida um padrão de muitos desentendimentos com pessoas,


mas eles sempre se verão como a parte prejudicada. Jamais
inadvertidamente, insultar tal tipo. Eles têm uma longa memória e podem
passar anos voltando para você. Se você puder reconhecer o tipo cedo
o suficiente, é melhor evitá-los, pois eles inevitavelmente farão você se sentir
culpado por alguma coisa.

O Drama Magnet: Eles vão atraí-lo com o seu emocionante


presença. Eles têm energia e histórias incomuns para contar. Suas características
são animados e podem ser bem espirituosos. Eles são divertidos de se estar por perto,
até o drama ficar feio. Quando crianças, eles aprenderam que a única maneira
para obter amor e atenção que durou foi para enredar seus pais em
seus problemas e problemas, que tinham que ser grandes o suficiente para envolver
os pais emocionalmente ao longo do tempo. Isso se tornou um hábito, o seu modo de
sentindo-se vivo e desejado. A maioria das pessoas evita qualquer tipo de
confronto, mas eles parecem viver para isso. Como você os conhece
melhor, você ouve mais histórias de brigas e batalhas em suas vidas, mas
eles conseguem sempre se posicionar como a vítima.
Você deve perceber que a maior necessidade deles é colocar os ganchos
você por qualquer meio possível. Eles vão envolver você em seu drama para o
ponto que você vai se sentir culpado por desencaixe. É melhor reconhecer
-los o mais cedo possível, antes de se tornar enredado e arrastado
baixa. Examine seu passado em busca de evidências do padrão e corra para o
colinas se você suspeitar que está lidando com tal tipo.

The Big Talker: Você está impressionado com suas idéias, os projetos que
eles estão pensando. Eles precisam de ajuda, eles precisam de apoiadores e você
são simpáticos, mas recuem um momento e examinem seu registro
por sinais de realizações passadas ou qualquer coisa tangível. Você deve ser

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 39/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

lidar com um tipo


enlouquecedora que não é abertamente
e desperdice seu preciosoperigoso,
tempo. Emmas que pode
essência, provar
essas pessoas são
ambivalente. Por um lado, eles estão secretamente com medo do esforço e
responsabilidade que vai com traduzir suas idéias em ação. No
Por outro lado, eles anseiam por atenção e poder. Os dois lados vão para a guerra
dentro deles, mas a parte ansiosa inevitavelmente vence e eles escorregam
embora no último momento. Eles vêm com alguma razão para obter
fora disso, depois de ter se comprometido com eles. Eles mesmos nunca
termine qualquer coisa. No final, eles tendem a culpar os outros por não perceberem
suas visões - sociedade, forças antagônicas nebulosas ou má sorte. Ou
eles tentam encontrar um otário que vai fazer todo o trabalho duro em trazer para
vida sua idéia vaga, mas quem vai levar a culpa se tudo der errado.

Página 42

Muitas vezes essas pessoas tinham pais que eram inconsistentes,


sobre eles de repente para o menor delito. Consequentemente, seu objetivo
a vida é para evitar situações em que eles podem se abrir para
crítica e julgamento. Eles lidam com isso aprendendo a falar bem e
impressionando as pessoas com histórias, mas fugindo quando chamado para
conta, sempre com uma desculpa. Olhe atentamente para o passado, procurando sinais de
isso, e se eles parecem do tipo, se divertir com suas histórias, mas não
mais distante.

The Sexualizer: Eles parecem carregados de energia sexual, de uma forma que
é refrescantemente não reprimido. Eles tendem a misturar trabalho com
prazer, para borrar os limites habituais para quando é apropriado usar
essa energia, e você pode imaginar que isso é saudável e natural.
Mas na verdade é compulsivo e vem de um lugar escuro. Em seus
Nos primeiros anos, essas pessoas provavelmente sofreram abuso sexual de alguma forma.
Isso poderia ter sido diretamente físico ou algo mais
psicológico, que o pai expressou através de olhares e tocar
isso foi sutil, mas inadequado.
Um padrão é profundamente definido por dentro e não pode ser controlado - eles
tenderá a ver todo relacionamento como potencialmente sexual. O sexo se torna um
meios de auto-validação, e quando são jovens, esses tipos podem levar
uma vida excitante e promíscua, pois eles tendem a encontrar pessoas para cair
sob o seu feitiço. Mas à medida que envelhecem, quaisquer longos períodos sem isso
validação pode levar à depressão e ao suicídio, para que eles se tornem mais
desesperado. Se eles ocuparem posições de liderança, eles usarão suas
poder para conseguir o que querem, tudo sob o pretexto de ser natural e
não reprimido. Quanto mais velhos eles ficam, mais patético e assustador é esse
torna-se. Você não pode ajudar ou salvá-los de sua compulsão, somente
salve-se do enredamento com eles em qualquer nível.

O príncipe / princesa mimado: Eles vão atraí-lo com o seu régio


ar. Eles são calmos e sempre tão imbuídos de um sentimento de
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 40/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

superioridade. É agradável conhecer pessoas que parecem confiantes e


destinado a usar uma coroa. Lentamente você pode encontrar-se fazendo favores
para eles, trabalhando muito duro sem pagamento, e sem realmente entender
como ou porque. De alguma forma, eles expressam a necessidade de serem atendidos, e
eles são mestres em conseguir que outros os mimam. Na infância, seus
os pais se entregaram a eles em seu menor capricho e os protegeram
de qualquer tipo de intrusão dura do mundo exterior. tem
também algumas crianças que incitam esse comportamento em seus pais, agindo
especialmente desamparado. Seja qual for a causa, como adultos seu maior desejo

Página 43

é replicar este mimo precoce. Permanece o paraíso perdido deles / delas. Você
vai notar muitas vezes que quando eles não conseguem o que querem, eles exibem
comportamento parecido com o bebê, fazendo beicinho ou até mesmo birras.
Este é certamente o padrão para todos os seus relacionamentos íntimos,
e a menos que você tenha uma profunda necessidade de cuidar de outras pessoas,
relacionamento enlouquecedor, sempre em seus termos. Eles não estão equipados
para lidar com os aspectos duros da vida adulta e manipular uma pessoa
para o papel de mimos ou recorrer a beber e drogas para acalmar
si mesmos. Se você se sentir culpado por não ajudá-los, isso significa que você é
enganchado e deve procurar cuidar de si mesmo.

The Pleaser: Você


nunca conheceu alguém tão gentil e atencioso. Você
quase não posso acreditar o quão complacente e encantador eles são. Então
lentamente você começa a ter algumas dúvidas, mas nada que você possa colocar
dedo em. Talvez eles não apareçam como prometido ou não façam um trabalho
bem. É sutil. Quanto mais isso vai, no entanto, mais parece
eles estão sabotando você ou falando pelas suas costas. Esses tipos são
cortesãos consumados, e eles desenvolveram sua gentileza não fora
de uma afeição genuína por seus companheiros humanos, mas como uma defesa
mecanismo. Talvez eles tivessem pais severos e punitivos que
escrutinou cada ação deles. Sorrindo e uma frente deferente era a sua
maneira de desviar qualquer forma de hostilidade, e torna-se seu padrão para
vida. Eles provavelmente também recorreram a mentir para seus pais, e eles são
mentirosos geralmente praticados e especializados.
Assim como quando eram crianças, por trás dos sorrisos e bajulação é um
muito ressentimento com o papel que devem desempenhar. Eles secretamente
anseio de prejudicar ou roubar da pessoa que eles servem ou adiar. Você deve
estar em guarda com as pessoas que ativamente exercem muito charme e
polidez, além do ponto do que é natural. Eles podem se tornar
bastante passivo-agressivo, particularmente bater em você quando sua guarda é
baixa.

O Salvador: Você não pode acreditar na sua boa sorte - você conheceu
Alguém que vai te salvar de suas dificuldades e problemas.
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 41/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

De alguma forma eles reconheceram a sua necessidade de ajuda e aqui estão eles com
livros para ler, estratégias para empregar, os alimentos certos para comer. No
começando tudo é bem sedutor, mas suas dúvidas começam no momento
Você quer afirmar sua independência e fazer as coisas por conta própria.
Na infância, esses tipos muitas vezes tinham que se tornar os cuidadores de
sua própria mãe, pai ou irmãos. A mãe, por exemplo, fez

Página 44

ela própria precisa da principal preocupação da família. Tais crianças


compensar a falta de cuidado que recebem com a sensação de
poder que eles derivam da relação invertida. Isso define um
padrão: eles ganham sua maior satisfação de resgatar pessoas,
de ser o cuidador e salvador. Eles têm um nariz para aqueles em
possível necessidade de salvação. Mas você pode detectar o aspecto compulsivo de
esse comportamento pela necessidade de controlá-lo. Se eles estão dispostos a deixar você
ficar em seus próprios dois pés depois de alguma ajuda inicial, então eles são verdadeiramente
nobre. Se não, é realmente sobre o poder que eles podem exercer. Em qualquer
Em qualquer caso, é sempre melhor cultivar a autoconfiança e dizer aos salvadores para salvar
si mesmos.

The Easy Moralizer: Eles comunicam um sentimento de indignação com esse


injustiça ou aquilo, e eles são bastante eloqüentes. Com tal convicção
eles encontram seguidores, incluindo você. Mas às vezes você detecta rachaduras
seu verniz justo. Eles não tratam seus funcionários tão bem; eles
são condescendentes com seu cônjuge; eles podem ter uma vida secreta ou vice
você vê vislumbres de. Quando crianças, muitas vezes elas se sentiam culpadas
por seus próprios fortes impulsos e desejos de prazer. Eles eram
punido e tentou reprimir esses impulsos. Por causa disso eles
desenvolvem alguma auto-aversão e são rápidos em projetar qualidades negativas
para os outros ou olhe com inveja para as pessoas que não são tão reprimidas. Eles
Não gosto de outras pessoas se divertindo. Em vez de expressar sua
inveja, eles decidem julgar e condenar. Você vai notar no adulto
versão uma completa falta de nuance. As pessoas são boas ou más, não há meio
chão. Eles estão de fato em guerra com a natureza humana, incapazes de
chegando a um acordo com nossos traços menos que perfeitos. Sua moralidade é tão
fácil e compulsivo como beber ou jogar, e não requer
sacrifícios da sua parte, apenas um monte de palavras nobres. Eles prosperam em um
cultura de correção política.
Na verdade, eles são secretamente atraídos para o que eles condenam, o que
É por isso que eles inevitavelmente terão um lado secreto. Você certamente será o
alvo de sua inquisição em algum momento, se você chegar muito perto deles.
Observe sua falta de empatia desde o início e mantenha distância.
(Para tipos mais tóxicos, veja os capítulos sobre inveja, 10; grandiosidade, 11;

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 42/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

e agressão, 16.)

O personagem superior

Página 45

Esta lei é simples e inexorável: você tem um personagem definido. isso foi
formado a partir de elementos que antecedem sua consciência consciente. De
profundamente dentro de você, esse personagem obriga a repetir certas ações,
estratégias e decisões. O cérebro está estruturado para facilitar isso: uma vez
você pensa e toma uma ação particular, um caminho neural é formado
leva você a fazer isso de novo e de novo. E em relação a esta lei, você pode
vá em uma de duas direções, cada uma determinando mais ou menos
curso da sua vida.
A primeira direção é a ignorância e a negação. Você não toma conhecimento de
os padrões em sua vida; você não aceita a ideia de que o seu primeiro
anos deixou uma impressão profunda e duradoura que obriga a se comportar em
certos modos. Você imagina que seu personagem é completamente plástico,
e que você pode se recriar à vontade. Você pode seguir o mesmo
caminho para o poder e fama como outra pessoa, mesmo que eles vêm de
circunstâncias muito diferentes. O conceito de um personagem definido pode parecer
como uma prisão, e muitas pessoas secretamente querem ser levadas para fora
por meio de drogas, álcool ou videogames. O resultado de tal
a negação é simples: o comportamento compulsivo e os padrões tornam-se
ainda mais definido no lugar. Você não pode se mover contra a corrente do seu
personagem ou desejá-lo embora. É muito poderoso.
Este foi precisamente o problema para Howard Hughes. Ele imaginou
ele mesmo um grande homem de negócios, estabelecendo um império que superaria
do pai dele. Mas por sua natureza, ele não era um bom administrador de pessoas.
Sua força real era mais técnica - ele sentia muito o design
e aspectos de engenharia da produção de aviões. Se ele tivesse conhecido e
aceitou isso, ele poderia ter esculpido uma carreira brilhante como o
visionário por trás de sua própria empresa de aeronaves e deixou o dia-a-dia
operações para alguém verdadeiramente capaz. Mas ele viveu com uma imagem de
ele mesmo que não se relacionou com seu caráter. Isso levou a um padrão
de fracassos e uma vida miserável.
A outra direção é mais difícil de tomar, mas é o único caminho que
leva ao verdadeiro poder e à formação de um caráter superior. Funciona
da seguinte maneira: você se examina tão minuciosamente quanto
possível. Você olha para as camadas mais profundas do seu personagem, determinando
se você é um introvertido ou extrovertido, se você tende a ser
governado por altos níveis de ansiedade e sensibilidade, ou hostilidade e
raiva, ou uma profunda necessidade de se envolver com as pessoas. Você olha para o seu
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 43/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

inclinações primais - esses assuntos e atividades você é naturalmente


atraídos para. Você examina a qualidade dos anexos que você formou com

Página 46

seus pais, olhando para seus relacionamentos atuais como o melhor sinal de
esta. Você olha com rigorosa honestidade em seus próprios erros e
padrões que continuamente o prendem. Você conhece suas limitações
aquelas situações em que você não faz o seu melhor. Você também se torna
ciente das forças naturais em seu personagem que sobreviveram
adolescência passada.
Agora, com esta consciência, você não é mais o cativo do seu
personagem, obrigado a repetir infinitamente as mesmas estratégias e
erros. Como você se vê caindo em um dos seus padrões habituais,
você pode se atracar no tempo e recuar. Você pode não conseguir
eliminar completamente tais padrões, mas com a prática você pode mitigar
seus efeitos. Conhecendo suas limitações, você não tentará sua mão em
coisas para as quais você não tem capacidade ou inclinação. Em vez disso, você vai
escolha trajetórias profissionais que combinem com você e combinem com seu personagem. Em
Em geral, você aceita e abraça seu personagem. Seu desejo não é
tornar-se outra pessoa, mas para ser mais completamente você mesmo, percebendo
seu verdadeiro potencial. Você vê seu personagem como o barro que você vai
trabalhe com, lentamente transformando suas próprias fraquezas em forças.
Você não foge de suas falhas, mas sim as vê como verdadeiras
fonte de poder.
Veja a carreira da atriz Joan Crawford (1908-1977). Dela
primeiros anos parece marcá-la como alguém extremamente improvável
para fazer isso na vida. Ela nunca conheceu seu pai, que abandonou o
família logo após o seu nascimento. Ela cresceu na pobreza. A mãe dela
ativamente não gostava de Joan e constantemente a espancava. Quando criança ela aprendeu
que o padrasto que ela adorava não era realmente seu pai, e em breve
depois disso ele também abandonou a família. Sua infância foi uma infindável
uma série de punições, traições e abandono, que causou
ela para a vida. Como ela começou sua carreira como atriz de cinema em um muito jovem
idade, ela se examinou e suas falhas com objetividade implacável: ela
era hipersensível e frágil; ela tinha muita dor e tristeza ela
não conseguia se livrar ou disfarçar; ela queria desesperadamente ser amada; ela
tinha uma necessidade contínua de uma figura paterna.
Tais inseguranças poderiam facilmente ser a morte de alguém em um lugar como
cruel como Hollywood. Em vez disso, através de muita introspecção e trabalho,
ela conseguiu transformar essas mesmas fraquezas nos pilares dela
carreira altamente bem sucedida. Ela decidiu, por exemplo, trazer sua própria
sentimentos de tristeza e traição em todos os diferentes papéis que ela
jogado, fazendo as mulheres ao redor do mundo se identificarem com ela; ela era
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 44/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Página 47

ao contrário de muitas outras atrizes, que eram tão falsamente alegres e


superficial. Ela dirigiu sua necessidade desesperada de ser amada para o
própria câmera, e o público podia sentir isso. Os diretores de cinema se tornaram
O pai imagina quem ela adorava e tratava com extremo respeito. E
sua qualidade mais pronunciada, sua hipersensibilidade, ela virou para fora
em vez de para dentro. Ela desenvolveu antenas intensamente ajustadas ao
gostos e desgostos dos diretores com quem ela trabalhava. Sem olhar para
eles ou ouvir uma palavra que eles disseram, ela podia sentir seu descontentamento
com sua atuação, faça as perguntas certas e incorpore rapidamente suas
críticas. Ela era o sonho de um diretor. Ela acoplou tudo isso com ela
força de vontade feroz, forjando uma carreira que durou mais de quarenta anos,
algo inédito para uma atriz em Hollywood.
Esta é a alquimia que você deve usar em si mesmo. Se você é um
hiperperfectionist que gosta de controlar tudo, você deve redirecionar
esta energia em algum trabalho produtivo em vez de usá-lo em pessoas.
Sua atenção aos detalhes e altos padrões são positivos, se você
canalizá-los corretamente. Se você é um prazer, você desenvolveu
habilidades cortês e charme real. Se você pode ver a fonte desse traço,
você pode controlar o aspecto compulsivo e defensivo dele e usá-lo como
uma habilidade social genuína que pode lhe trazer grande poder. Se você é altamente
sensível e propenso a levar as coisas pessoalmente, você pode trabalhar para redirecionar
isso em empatia ativa (ver capítulo 2), e transformar essa falha em
um recurso a ser usado para fins sociais positivos. Se você tem um rebelde
personagem, você tem um desagrado natural de convenções e as formas usuais
de fazer as coisas. Canalize isso para algum tipo de trabalho inovador,
em vez de insultar compulsivamente e alienar as pessoas. Para cada
fraqueza há uma força correspondente.
Finalmente, você também precisa refinar ou cultivar as características que entram em um
caráter forte - resiliência sob pressão, atenção aos detalhes,
capacidade de completar as coisas, de trabalhar com uma equipe, de ser tolerante
as diferenças das pessoas. A única maneira de fazer isso é trabalhar em seus hábitos,
que entram na formação lenta do seu personagem. Por exemplo, você
treinar-se para não reagir no momento, colocando-se repetidamente
em situações estressantes ou adversas, a fim de se acostumar com eles. Chato
tarefas diárias, você cultiva maior paciência e atenção aos detalhes.
Você deliberadamente assume tarefas ligeiramente acima do seu nível. Ao completar
eles, você tem que trabalhar mais, ajudando você a estabelecer mais disciplina
e melhores hábitos de trabalho. Você se treina para pensar continuamente no que
é melhor para a equipe. Você também procura por outras pessoas que exibem uma forte

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 45/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Página 48

personagem e associar-se com eles, tanto quanto possível. Desta forma você
pode assimilar sua energia e seus hábitos. E para desenvolver alguns
flexibilidade em seu personagem, sempre um sinal de força, você ocasionalmente
sacuda-se, experimentando alguma nova estratégia ou modo de pensar,
fazendo o oposto do que você normalmente faria.
Com esse trabalho você não será mais um escravo do personagem
criado pelos seus primeiros anos e pelo comportamento compulsivo que leva.
Ainda mais, agora você pode moldar ativamente seu próprio personagem e
destino que vai com isso.
Em qualquer coisa, é um erro pensar que se pode realizar uma ação ou se comportar
de uma certa maneira uma vez e não mais. (O erro daqueles que dizem: "Deixe-nos
escravo longe e salvar cada centavo até que tenhamos trinta anos, então vamos desfrutar
Aos trinta anos, eles terão uma inclinação pela avareza e pelo trabalho árduo, e
nunca mais se divertirão. . . .) O que um faz, um fará
mais uma vez, de fato provavelmente já fez no passado distante. O agonizante
coisa na vida é que é nossas próprias decisões que nos atiram a esta rotina, sob
as rodas que nos esmagam. (A verdade é que, mesmo antes de fazer aqueles
decisões, estávamos indo nessa direção.) Uma decisão, uma ação, são
presságios infalíveis do que faremos outra vez, não por qualquer vaga,
razão mística, astrológica, mas porque eles resultam de uma automática
reação que se repetirá.

-Cesare Pavese

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 46/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Página 49

Torne-se um objeto indescritível


Desejo

A lei da cobiça

UMA
A presença e a presença têm efeitos primordiais sobre nós. Demais
presença sufoca; um grau de ausência estimula nosso interesse. Nós
são marcados pelo desejo contínuo de possuir o que não temos -
o objeto projetado por nossas fantasias. Aprenda a criar algum mistério
em torno de você, para usar a ausência estratégica para fazer as pessoas desejarem o seu
volte, queira possuir você. Dangle na frente dos outros o que eles
estão faltando mais na vida, o que eles são proibidos de ter, e eles
vai enlouquecer de desejo. A grama é sempre mais verde do outro
lado da cerca. Supere esta fraqueza em você mesmo abraçando
suas circunstâncias, seu destino.

O objeto do desejo

Em 1895, Gabrielle Chanel, de onze anos, estava sentada ao lado da cama da mãe
por vários dias e assisti-la morrer lentamente de tuberculose no
idade de trinta e três. A vida de Gabrielle tinha sido difícil, mas agora só podia
piorar. Ela e seus irmãos haviam crescido na pobreza, fugidos de
casa de um parente para outro. Seu pai era um vendedor ambulante de
bens que odiavam qualquer tipo de vínculo ou responsabilidade e raramente
casa. Sua mãe, que muitas vezes acompanhava o marido na estrada,
foi a única força reconfortante em suas vidas.
Como Gabrielle temia, poucos dias depois da morte da mãe ela
pai apareceu e depositou Gabrielle e suas duas irmãs em um
convento na França central. Ele prometeu voltar para eles em breve,
mas eles nunca mais o veriam. As freiras do convento, alojadas

Página 50

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 47/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

em um antigo mosteiro medieval, levou todos os tipos de meninas para cuidar,


principalmente órfãos. Eles impunham disciplina rigorosa. Dentro do sombrio
paredes do mosteiro, que era escassamente decorado, as meninas eram para
viver uma vida de austeridade e prática espiritual. Cada um deles tinha apenas dois
vestidos que eles poderiam usar, tanto iguais quanto sem forma. Luxos eram
proibido. A única música era a música da igreja. A comida estava
excepcionalmente simples. Nos seus primeiros meses lá, Gabrielle tentou
acomodar-se a este novo mundo, mas ela sentiu impossivelmente
inquieto.
Um dia, ela descobriu uma série de romances que de alguma forma
tinham sido contrabandeados para o convento, e logo eles se tornaram seus únicos
salvação. Eles foram escritos por Pierre Decourcelle, e quase todos
eles envolviam uma história parecida com a da Cinderela - uma menina crescendo em
pobreza, evitada e desprezada, de repente se vê levada a um
mundo da riqueza através de alguma reviravolta inteligente. Gabrielle poderia
completamente identificar com os protagonistas, e ela particularmente amou
as infinitas descrições dos vestidos que as heroínas usariam.
O mundo dos palácios e castelos parecia tão distante dela,
mas naqueles momentos em que ela passou por romance após romance
ela podia sentir-se participando do enredo, e deu-lhe um
desejo irresistível de tornar isso realidade, mesmo que fosse
proibido para ela querer tais coisas e aparentemente impossível para sempre
tê-los.
Aos dezoito anos deixou o convento para um colégio interno,
também executado por freiras. Lá ela foi treinada para uma carreira como costureira.
A escola ficava numa cidade pequena e, enquanto ela explorava, ela rapidamente
Descobri uma nova paixão para perseguir, o teatro. Ela adorou tudo
sobre isso - os figurinos, os cenários, os artistas em maquiagem. Foi um
mundo da transformação, onde alguém poderia se tornar alguém.
Agora tudo o que ela queria era ser atriz e fazer seu nome no
teatro. Ela levou o nome artístico de Coco e ela tentou de tudo
atuando, cantando e dançando. Ela tinha muita energia e carisma, mas
ela percebeu rapidamente o suficiente que ela não tinha o talento para o tipo de
sucesso que ela desejava.
Chegando a um acordo com isso, ela logo encontrou um novo sonho. Muitos
as atrizes que não podiam viver do trabalho se tornaram
cortesãs que eram apoiadas por amantes ricos. Essas mulheres tinham
enormes guarda-roupas, poderiam ir aonde quisessem e, embora
foram evitados pela boa sociedade, eles não foram algemados com

Page 51

marido despótico. Por sorte, um dos jovens que


https://translate.googleusercontent.com/translate_f 48/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

apreciou-a no palco, Etienne Balsan, convidou-a para ficar em seu


château nas proximidades. Ele herdou uma fortuna familiar e viveu uma vida de
lazer total. Gabrielle, agora conhecida como Coco para todos, aceitou o
oferta.
O castelo estava cheio de cortesãs que entravam e saíam
por toda a Europa. Alguns deles eram famosos. Eles eram todos lindos
e mundano. Era uma vida relativamente simples, centrada em equitação
cavalos no país, depois festas luxuosas à noite. A classe
diferenças eram perceptíveis. Sempre aristocratas ou pessoas importantes
chegou ao château, mulheres como Coco deviam comer com os criados
e se tornam escassos.
Sem nada para fazer e sentindo-se inquieta novamente, ela começou a
analise a si mesma e o futuro à sua frente. Suas ambições eram ótimas
mas ela estava sempre procurando algo além de seu alcance,
sonhando continuamente com um futuro que simplesmente não era possível. No início
foram os palácios nos romances, então foi uma grande vida no
fase, tornando-se outra Sarah Bernhardt. Agora seu último sonho foi
tão absurda. As grandes cortesãs eram todas voluptuosas, lindas
mulheres. Coco parecia mais um menino. Ela não tinha curvas e não era
beleza clássica. Era mais sua presença e energia que encantavam os homens.
mas isso não duraria. Ela sempre quis o que outras pessoas tinham,
imaginando que continha algum tesouro escondido. Mesmo quando se trata de
outras mulheres e seus namorados ou maridos, seu maior desejo era
para roubar o homem, o que ela fez em várias ocasiões. Mas
sempre que ela conseguiu o que queria, incluindo o namorado ou a vida
em um château, ela inevitavelmente se sentiu desapontada com a realidade. Foi um
mistério que no final poderia satisfazê-la.
Então um dia, sem pensar no que exatamente ela estava fazendo, ela
entrou no quarto de Balsan e roubou algumas de suas roupas. Ela
começou a usar roupas que eram totalmente de sua própria invenção - sua abertura
camisas de colarinho e casacos de tweed, emparelhados com algumas de suas próprias roupas,
tudo coberto com chapéu de palha de um homem. Ao usar as roupas ela
notei duas coisas: ela sentiu uma incrível sensação de liberdade quando saiu
atrás dos espartilhos, vestidos apertados e peças de cabeça agitadas
estavam vestindo. E ela se deleitou com o novo tipo de atenção que ela
recebido. As outras cortesãs agora a observavam sem serem acusadas
inveja. Eles foram cativados por esse estilo andrógino. Esses novos
roupas combinavam com sua figura, e ninguém jamais tinha visto uma mulher

Página 52

vestida dessa maneira. O próprio Balsan ficou encantado. Ele


apresentou-a ao seu alfaiate, e seguindo as instruções do alfaiate personalizado
fez para ela traje de equitação de um menino com culotes. Ela aprendeu sozinha
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 49/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

para andar a cavalo, mas não de lado como as outras mulheres. Ela teve
sempre teve uma inclinação atlética para seu personagem e dentro de alguns meses
torne-se um piloto experiente. Agora ela podia ser vista em todos os lugares nela
traje de equitação estranho.
Como ela progrediu com esta nova persona, finalmente ficou claro para
ela a natureza de seus desejos vagos: o que ela queria era o poder
e liberdade que os homens possuíam, o que se refletiu no menos
roupas apertadas que eles usavam. E ela podia sentir que o outro
cortesãs e mulheres no château puderam se identificar com isso. isso foi
alguma coisa no ar, um desejo reprimido em que ela havia tocado. Dentro de um
algumas semanas várias das cortesãs começaram a visitá-la em seu quarto e
experimente os chapéus de palha que ela decorou com fitas e penas.
Comparado com os chapéus elaborados que as mulheres tinham para colocar em suas
cabeças, estas eram simples e fáceis de usar. As cortesãs agora caminhavam
em torno da cidade com chapéus de Chanel em suas cabeças, e logo outras mulheres
na área perguntavam onde poderiam comprá-los. Balsan ofereceu a ela
o uso de seu apartamento em Paris, onde ela poderia começar a fazer muitos
mais de seus chapéus e, talvez, entrar no negócio. Ela alegremente assumiu o
oferta.
Logo outro homem entrou em sua vida - um rico inglês chamado
Arthur Capel, que estava animado com a novidade de seu olhar e sua grande
ambições. Eles se tornaram amantes. Capel começou a enviar sua aristocrática
amigas do estúdio de Coco, e logo seus chapéus se tornaram uma mania. Ao longo
com os chapéus ela começou a vender algumas roupas que ela desenhou, todas com
o mesmo olhar andrógino que ela mesma usava, feito do
tecido jersey mais barato, mas parecendo oferecer uma espécie de liberdade de
movimento tão diferente dos estilos predominantes. Capel encorajado
ela para abrir uma loja na cidade litorânea de Deauville, onde todos os
os parisienses da moda passavam os verões. Acabou sendo o
idéia perfeita: lá na cidade relativamente pequena, cheia de pessoas-
observadores e as mulheres mais elegantes de todas, ela poderia criar um
sensação.
Ela chocou os moradores nadando no oceano. As mulheres não
fazer essas coisas, e trajes de natação para as mulheres eram quase
inexistente, então ela criou a sua própria do mesmo tecido de jersey.
Dentro de algumas semanas, as mulheres estavam em sua loja clamando para comprá-las. Ela

Página 53

passeava por Deauville usando seus próprios trajes distintos—


andrógino, fácil de se mover, e sempre tão provocativo quanto eles
abraçou o corpo. Ela se tornou a conversa da cidade. As mulheres eram
desesperada para descobrir onde ela conseguiu seu guarda-roupa. Ela manteve
improvisando com roupas masculinas para criar novos looks. Ela pegou um dos

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 50/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

As blusas de Capel e abriram, adicionaram alguns botões e criaram


versão moderna do cardigan, para as mulheres. Isso agora se tornou a raiva.
Ela cortou seu próprio cabelo para um comprimento curto, sabendo como isso combinava com seu rosto,
e de repente isso se tornou a nova tendência. Sensing momentum, ela
deu-lhe roupas sem custo para bonito e bem conectado
mulheres, todos os penteados esportivos semelhantes ao dela. Atender mais
festas procuradas, essas mulheres, todas parecendo clones da Chanel,
espalhar o desejo por este novo estilo bem além de Deauville, para Paris
em si.
Em 1920, ela se tornou uma das principais designers de moda do mundo.
mundo e o maior criador de tendências do seu tempo. Suas roupas vieram
representar um novo tipo de mulher - confiante, provocante e sempre
ligeiramente rebelde. Embora eles fossem baratos de fazer e ainda saíssem
material de jersey, ela vendeu alguns de seus vestidos a preços extremamente altos,
e as mulheres ricas estavam mais do que dispostas a pagar para compartilhar
Chanel mística. Mas rapidamente sua antiga inquietação retornou. Ela
queria outra coisa, algo maior, uma maneira mais rápida de alcançar as mulheres
de todas as classes. Para realizar este sonho, ela decidiu sobre um mais incomum
estratégia - ela criaria e lançaria seu próprio perfume.
Na época, era incomum uma casa de moda comercializar sua própria
perfume, e inédito de dar tanta ênfase. Mas Chanel tinha
um plano. Este perfume seria tão distinto quanto as roupas dela ainda mais
etéreo, literalmente algo no ar que excitaria os homens e
mulheres e infectá-las com o desejo de possuí-la. Realizar
isso ela iria na direção oposta de todos os outros perfumes
lá fora, que estavam associados com algum aroma natural e floral.
Em vez disso, ela queria criar algo que não fosse identificável como um
flor particular. Ela queria que cheirasse como "um buquê de abstrato
flores ", algo agradável, mas completamente novo. Mais do que qualquer
outro perfume, cheiraria diferente em cada mulher. Para levar isso
Além disso, ela decidiu dar um nome muito incomum. Perfumes do
o tempo tinha títulos muito poéticos e românticos. Em vez disso, ela iria nomeá-lo depois
ela mesma, anexando um número simples, Chanel No. 5, como se fosse um
mistura científica. Ela embalou o perfume em um elegante modernista

Página 54

garrafa e acrescentou ao rótulo seu novo logotipo de C 's interligados . Pareceu


como nada mais lá fora.
Para lançar o perfume, ela decidiu fazer uma campanha subliminar.
Ela começou pulverizando o perfume em toda parte em sua loja em Paris. isto
encheu o ar. As mulheres ficavam perguntando o que era e ela fingia
ignorância. Ela então escorregaria frascos do perfume, sem rótulos,
nos sacos de seus clientes mais ricos e melhor conectados. Em breve
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 51/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

as mulheres começaram a falar desse novo cheiro estranho, um tanto assustador e


impossível identificar como qualquer flor conhecida. A palavra de outro
A criação de Chanel começou a se espalhar como fogo e as mulheres logo
aparecendo em sua loja implorando para comprar o novo perfume, que ela agora
começou a colocar discretamente nas prateleiras. Nas primeiras semanas eles puderam
não estoque suficiente. Nada como isso aconteceu na indústria,
e se tornaria o perfume mais bem sucedido da história,
fazendo dela uma fortuna.
Nas duas décadas seguintes, a casa de Chanel reinou supremamente
o mundo da moda, mas durante a Segunda Guerra Mundial ela flertou com o nazismo,
permanecendo em Paris durante a ocupação nazista e se posicionando visivelmente com o
ocupantes. Ela havia fechado sua loja no início da guerra e
o fim da guerra ela tinha sido completamente desonrada aos olhos do
Francês por suas simpatias políticas. Consciente e talvez envergonhado, ela
fugiu para a Suíça, onde ela permaneceria no exílio auto-imposto. Por
1953, no entanto, ela sentiu a necessidade não só de um retorno, mas para
algo ainda maior. Embora ela tivesse agora setenta anos, ela
ficar revoltado com as últimas tendências da moda, que ela sentiu
voltou para as antigas constrições e pieguice de roupas femininas
que ela havia procurado destruir. Talvez isso também sinalizasse um retorno a um
papel mais subserviente para as mulheres. Para Chanel, seria o melhor
desafio - depois de cerca de catorze anos fora do negócio, ela estava agora
em grande parte esquecido. Ninguém pensava mais nela como um criador de tendências. Ela
teria que começar quase completamente.
Seu primeiro passo foi encorajar os rumores de que ela estava planejando
retornar, mas ela não deu entrevistas. Ela queria estimular a conversa e
excitação, mas cercar-se de mistério. Seu novo show estreou
em 1954, e uma enorme multidão encheu sua loja para assisti-lo, principalmente fora
de curiosidade. Quase imediatamente houve uma sensação de decepção.
As roupas foram principalmente uma repetição de seus estilos de 1930 com alguns novos
toques Os modelos eram todos parecidos com Chanel e imitavam o caminho dela
de andar. Para o público, Chanel parecia uma mulher irremediavelmente

Page 55

trancado em um passado que nunca retornaria. As roupas pareciam passé e


a imprensa a ridicularizou, arrastando-se ao mesmo tempo em que seu nazista
associações durante a guerra.
Para quase qualquer designer, isso teria sido um golpe devastador,
mas ela parecia notavelmente imperturbável por tudo isso. Como sempre, ela teve um
planejar e ela sabia melhor. Ela havia decidido bem antes da estréia em
Paris que os Estados Unidos era para ser o alvo desta nova linha de
roupas. As mulheres americanas refletiam melhor sua sensibilidade: atlética,
na facilidade de movimento e silhuetas descomplicadas, eminentemente práticos.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 52/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

E eles tinham mais dinheiro para gastar do que qualquer outra pessoa no mundo.
Com certeza, a nova linha criou uma sensação nos Estados Unidos. Logo o
O francês começou a atenuar suas críticas. Dentro de um ano de seu retorno
ela se restabeleceu como a designer mais importante da
mundo, e modas agora voltou para o mais simples e mais clássico
formas que ela sempre promoveu. Quando Jacqueline Kennedy começou a
vestir seus ternos em muitas de suas aparições públicas, foi o mais
símbolo aparente do poder que Chanel havia recuperado.
Quando ela retomou seu lugar no topo, ela revelou outra prática
isso era contra os tempos e a indústria. A pirataria foi uma ótima
problema na moda, como imitações de projetos estabelecidos
em todo o mundo depois de um show. Designers guardaram cuidadosamente todos os seus
segredos e lutou através dos tribunais qualquer forma de imitação. Chanel
fez o oposto. Ela recebeu todos os tipos de pessoas em seus shows e
permitiu-lhes tirar fotografias. Ela sabia que isso seria apenas
encorajar as muitas pessoas que ganharam a vida criando
versões de suas roupas, mas ela queria isso. Ela até convidou ricos
mulheres para trazer suas costureiras, que faziam esboços de
os desenhos e, em seguida, criar réplicas deles. Mais do que fazer
dinheiro, o que ela mais queria era espalhar suas modas
em todos os lugares, sentir a si mesma e seu trabalho como objetos de desejo
mulheres de todas as classes e nações. Seria a vingança final para
a menina que crescera ignorou, não amava e evitou. Ela iria
vestir milhões de mulheres; seu olhar, sua impressão seria vista
em todos os lugares, como de fato foi alguns anos depois de seu retorno.

•••
Interpretação: No momento em que Chanel experimentou o filme de Etienne Balsan
roupas e provocou um novo tipo de atenção, algo clicado nela
cérebro que mudaria para sempre o curso de sua vida. Antes disso, ela

Página 56

estava sempre cobiçando algo transgressivo que a estimulou


fantasias. Não era socialmente aceitável que uma humilde menina órfã aspirasse
para se misturar com as classes superiores. Atriz e cortesã não eram
papéis adequados para perseguir, especialmente para alguém criado em um convento.
Agora, enquanto ela andava em volta do château em seus culotes e barqueiro
De repente , ela era o objeto que outras pessoas cobiçavam. E eles
foram atraídos para o aspecto transgressivo de suas roupas, a deliberada
desrespeito aos papéis de gênero. Em vez de ficar trancado em seu mundo imaginário
cheia de sonhos e fantasias, ela poderia ser a única estimulando tal
fantasias em outras pessoas. Tudo o que era necessário era inverter ela
perspectiva - pensar primeiro no público e criar estratégias para jogar

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 53/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

em
tudosua
umimaginação.
pouco vago,Os objetos
elusivo que ela
e tabu. desejava
Esse desde
foi o seu a infância
fascínio. Isso éeram
a natureza do desejo humano. Ela simplesmente tinha que virar isso e
incorporar esses elementos nos objetos que ela criou.
Foi assim que ela realizou tal mágica: primeiro, ela cercou
ela mesma e o que ela fez com uma aura de mistério. Ela nunca falou
sobre sua infância empobrecida. Ela inventou inúmeras
histórias contraditórias sobre o passado dela. Ninguém realmente sabia de nada
concreto sobre ela. Ela controlou cuidadosamente o número de seu público
aparências, e ela sabia o valor de desaparecer por um tempo. Ela
nunca revelou a receita para seu perfume ou seu processo criativo
geral. Seu logo estranhamente atraente foi projetado para estimular
interpretações. Tudo isso deu espaço infinito para o público imaginar
e especular sobre o mito Coco. Em segundo lugar, ela sempre associava
desenhos com algo vagamente transgressivo. As roupas tinham
distinta borda masculina, mas permaneceu decididamente feminina. Eles deram
as mulheres a sensação de que elas estavam cruzando algumas fronteiras de gênero
fisicamente e psicologicamente afrouxando constrições. As roupas também
conformado mais ao corpo, combinando a liberdade de movimento com
sexo. Estas não eram as roupas da sua mãe. Para vestir o Chanel geral
olhar era fazer uma declaração sobre juventude e modernidade. Uma vez isso
pegou, era difícil para as mulheres jovens resistirem ao chamado.
Finalmente, desde o começo ela se certificou de que suas roupas fossem vistas
em toda parte. Observando outras mulheres que usam tais roupas estimuladas
desejos competitivos de ter o mesmo e não ser deixado de fora. Coco
Lembrei-me de quão profundamente desejara homens que já tivessem sido levados.
Eles eram desejáveis porque alguém os desejava. Tal

Página 57

impulsos competitivos são poderosos em todos nós, e certamente entre


mulheres.
Na verdade, os chapéus de velejador que ela originalmente desenhou eram nada mais
do que objetos comuns que alguém poderia comprar em uma loja de departamentos. o
As roupas que ela desenhou foram feitas com os materiais mais baratos. o
perfume era uma mistura de flores comuns, como o jasmim, e
produtos químicos, nada exótico ou especial. Foi pura magia psicológica
que os transformou em objetos que estimulavam tanta intensidade
deseja possuí-los.
Entenda: Assim como Chanel, você precisa inverter o seu
perspectiva. Em vez de se concentrar no que você quer e cobiça no
mundo, você deve treinar-se para se concentrar nos outros, em seus
desejos e fantasias não satisfeitas. Você deve se treinar para ver como eles

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 54/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

perceber
você e seuvocê e os objetos
trabalho do ladoque você Isso
de fora. faz, lhe
como se aestivesse
dará quase olhando
poder ilimitado para moldar as percepções das pessoas sobre esses objetos e
excite-os. As pessoas não querem verdade e honestidade, não importa quão
muito ouvimos esse absurdo repetido sem fim. Eles querem o seu
imaginação para ser estimulado e para ser levado para além do seu banal
circunstâncias. Eles querem fantasia e objetos de desejo para cobiçar e
tatear depois. Crie um ar de mistério ao seu redor e ao seu trabalho.
Associe-o a algo novo, não familiar, exótico, progressivo e
tabu. Não defina sua mensagem, mas deixe-a vaga. Crie uma ilusão
de onipresença - seu objeto é visto em toda parte e desejado pelos outros.
Então deixe a cobiça tão latente em todos os seres humanos fazer o resto, definindo
fora de uma reação em cadeia do desejo.

Finalmente tenho o que queria. Eu sou feliz? Na verdade não. Mas o que está faltando?
Minha alma não tem mais aquela atividade picante conferida pelo desejo. . . . Oh nós
não devemos nos iludir - o prazer não está no cumprimento, mas no
perseguição.
—Pierre-Augustin Caron de Beaumarchais

Chaves para a natureza humana


Por natureza, nós humanos não nos contentamos facilmente com nossas circunstâncias.
Por alguma força perversa dentro de nós, o momento em que possuímos algo
ou conseguir o que queremos, nossas mentes começam a se direcionar para algo novo
e diferente, imaginar que podemos ter melhor. Quanto mais distante e
Inatingível este novo objeto, maior é o nosso desejo de tê-lo. Nós
pode chamar isso de síndrome da grama sempre é mais verde , o psicológico

Página 58

equivalente a uma ilusão de ótica - se nos aproximamos demais da grama, para


novo objeto, vemos que não é realmente tão verde depois de tudo.
Esta síndrome tem raízes muito profundas em nossa natureza. O mais cedo
exemplo gravado pode ser encontrado no Antigo Testamento, na história de
o êxodo do Egito. Escolhido por Deus para trazer os hebreus para o
Terra Prometida, Moisés conduziu-os ao deserto, onde eles
vagar por quarenta anos. No Egito, os hebreus serviram como escravos e
suas vidas tinham sido difíceis. Uma vez que eles sofreram dificuldades no
deserto, no entanto, eles de repente ficaram nostálgicos pela vida anterior.
Enfrentando a fome, Deus forneceu-lhes maná do céu, mas
eles só podiam compará-lo desfavoravelmente aos deliciosos melões e
pepinos e carnes que eles conheceram no Egito. Não suficientemente
excitado pelos outros milagres de Deus (a divisão do Mar Vermelho, por
exemplo), eles decidiram forjar e adorar um bezerro de ouro, mas uma vez
Moisés os puniu por isso, eles rapidamente perderam o interesse em
esse novo ídolo.
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 55/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Ao longo do caminho eles reclamaram, dando a Moisés infinitas


dores de cabeça. Os homens cobiçavam as mulheres estrangeiras; as pessoas mantiveram
procurando por algum novo culto a seguir. Deus mesmo estava tão irritado com
seu descontentamento sem fim que ele barrou toda essa geração,
incluindo Moisés, de sempre entrar na Terra Prometida. Mas mesmo depois
a próxima geração se estabeleceu na terra do leite e mel, o
resmungando continuou inabalável. O que quer que eles tivessem, eles sonharam
algo melhor no horizonte.
Mais perto de casa, podemos ver essa síndrome no trabalho em nossas vidas diárias.
Nós olhamos continuamente para outras pessoas que parecem ter melhor do que nós
- seus pais eram mais amorosos, suas carreiras mais excitantes, suas
vive mais fácil. Podemos estar em um relacionamento perfeitamente satisfatório, mas nossa
mentes vagueiam continuamente em direção a uma nova pessoa, alguém que não
temos as falhas muito reais do nosso parceiro, ou assim pensamos. Sonhamos
sendo retirado da nossa vida chata, viajando para alguma cultura que é
exótico e onde as pessoas são apenas mais felizes do que na cidade suja onde
vivemos. No momento em que temos um emprego, imaginamos algo melhor. Com um
nível político, o nosso governo é corrupto e precisamos de alguns reais
mudança, talvez uma revolução. Nesta revolução, imaginamos uma verdadeira
utopia que substitui o mundo imperfeito em que vivemos. Não pensamos em
a grande maioria das revoluções na história em que os resultados foram
mais do mesmo, ou algo pior.

Página 59

Em todos esses casos, se nos aproximamos das pessoas que invejamos,


suposta família feliz, ao outro homem ou mulher que cobiçamos, ao
nativos exóticos em uma cultura que queremos conhecer, para aquele trabalho melhor, para aquele
utopia, veríamos através da ilusão. E muitas vezes quando agimos em
esses desejos, percebemos isso em nossa decepção, mas isso não acontece
mude nosso comportamento. O próximo objeto brilhando à distância, o próximo
Um culto exótico ou um esquema de enriquecimento rápido inevitavelmente nos seduzirá.
Um dos exemplos mais marcantes dessa síndrome é a visão que
Tome de nossa infância como ele recua para o passado. A maioria de nós lembra
um tempo de ouro de brincadeira e excitação. À medida que envelhecemos, torna-se ainda
mais dourado em nossa memória. Claro, nós convenientemente esquecer o
ansiedades, inseguranças e mágoas que nos atormentaram na infância e
mais do que provavelmente consumido mais do nosso espaço mental do que o fugaz
prazeres nos lembramos. Mas porque a nossa juventude é um objeto que cresce
mais distante à medida que envelhecemos, somos capazes de idealizá-lo e vê-lo como mais verde
do que verde.
Tal síndrome pode ser explicada por três qualidades do
cérebro. O primeiro é conhecido como indução , como algo positivo
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 56/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

gera uma imagem negativa contrastante em nossa mente. Isso é mais


óbvio em nosso sistema visual. Quando vemos alguma cor - vermelha ou preta,
por exemplo, tende a intensificar nossa percepção da cor oposta
em torno de nós, neste caso, verde ou branco. Quando olhamos para o objeto vermelho, nós
muitas vezes pode ver um halo verde se formando em torno dele. Em geral, a mente
opera por contrastes. Somos capazes de formular conceitos sobre
algo, tornando-se consciente de seu oposto. O cérebro é continuamente
dragando esses contrastes.
O que isto significa é que sempre que vemos ou imaginamos algo,
mentes não podem deixar de ver ou imaginar o oposto. Se formos proibidos
pela nossa cultura para pensar um determinado pensamento ou entreter um determinado
desejo, esse tabu instantaneamente traz à mente a mesma coisa que somos
proibido. Cada não gera um sim correspondente. (Foi a proibição
de pornografia nos tempos vitorianos que criou o primeiro pornográfico
indústria.) Não podemos controlar essa vacilação na mente entre
contrastes. Isso nos predispõe a pensar e então desejar exatamente
o que não temos.
Em segundo lugar, a complacência seria um traço evolutivo perigoso para um
animal consciente como os humanos. Se nossos primeiros ancestrais tivessem sido
propensos a sentir-se contentes com as circunstâncias presentes, não

Página 60

tem sido sensível o suficiente para possíveis perigos que se escondiam nos mais
ambientes aparentemente seguros. Nós sobrevivemos e prosperamos através da nossa
alerta consciente contínuo, que nos predispôs a pensar e
imaginando o possível negativo em qualquer circunstância. Nós não vivemos mais
em savanas ou florestas repletas de predadores que ameaçam a vida e
perigos naturais, mas nossos cérebros estão ligados como se estivéssemos. Nós somos
inclinado, portanto, em direção a um viés negativo contínuo, que
conscientemente é expressa através de reclamar e reclamar.
Finalmente, o que é real e o que é imaginado são ambos experimentados
similarmente no cérebro. Isto foi demonstrado através de vários
experimentos em que sujeitos que imaginam algo produzem
atividade elétrica e química em seus cérebros que é notavelmente
semelhante a quando eles realmente vivem o que estão imaginando, todos
isso é mostrado através de ressonância magnética funcional (fMRI).
A realidade pode ser bastante dura e cheia de limites e problemas. Nós todos
deve morrer. Todos os dias ficamos mais velhos e menos fortes. Para se tornar bem sucedido
requer sacrifício e trabalho duro. Mas na nossa imaginação podemos viajar
além desses limites e entreter todos os tipos de possibilidades. Nosso
a imaginação é essencialmente ilimitada. E o que imaginamos tem quase
a força do que realmente experimentamos. E assim nos tornamos criaturas
que são continuamente propensos a imaginar algo melhor do que o presente
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 57/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

circunstâncias e sentindo algum prazer na libertação da realidade


que nossa imaginação nos traz.
Tudo isso faz com que a síndrome da grama seja sempre mais verde inevitável em
nossa maquiagem psicológica. Não devemos moralizar ou reclamar
esta possível falha na natureza humana. É uma parte da vida mental de cada
um de nós e tem muitos benefícios. É a fonte da nossa capacidade de
pense em novas possibilidades e inove. É o que fez nossa
imaginação um instrumento tão poderoso. E no outro lado, é o
material de onde podemos mover, excitar e seduzir pessoas.
Saber como trabalhar a cobiça natural das pessoas é um atemporal
arte de que dependemos para todas as formas de persuasão. O problema que enfrentamos
hoje não é que as pessoas de repente pararam de cobiçar, mas bastante
oposto: que estamos perdendo nossa conexão com essa arte e com o poder
isso vai com isto.
Nós vemos evidências disso em nossa cultura. Nós vivemos em uma era de
bombardeio e saturação. Anunciantes nos cobrem com seus
mensagens e presença de marca, direcionando-nos aqui ou ali para clicar e

Página 61

Comprar. Filmes nos espancam na cabeça, atacando nossos sentidos.


Os políticos são mestres em agitar e explorar nosso descontentamento
com as circunstâncias presentes, mas eles não têm noção de como acender nossa
imaginação sobre o futuro. Em todos esses casos, a sutileza é sacrificada,
e tudo isso tem um efeito geral de endurecimento em nossas imaginações,
que secretamente anseiam por algo mais.
Também vemos evidências disso nos relacionamentos pessoais. Mais e
mais pessoas passaram a acreditar que os outros deveriam simplesmente desejar
eles para quem eles são. Isso significa revelar o máximo possível sobre
expondo todos os seus gostos e desgostos, e fazendo
-se tão familiar quanto possível. Eles não deixam espaço para a imaginação
ou fantasia, e quando o homem ou mulher que eles querem perde o interesse em
eles, eles vão on-line para reclamar com a superficialidade dos homens ou o
irresponsabilidade das mulheres. Cada vez mais auto-absorvido (ver capítulo 2), nós
achar mais difícil do que nunca entrar na psicologia da outra pessoa,
imaginar o que eles querem de nós em vez do que queremos deles.
Entenda: As pessoas podem apontar para tudo isso como evidência de que
os seres humanos estão se tornando mais honestos e verdadeiros, mas a natureza humana
não muda dentro de algumas gerações. As pessoas se tornaram mais
óbvio e franco não fora de algum chamado moral profundo, mas fora de
aumento da auto-absorção e preguiça geral. Não requer esforço para
simplesmente seja você mesmo ou mande uma mensagem. E a falta de esforço

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 58/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

simplesmente
o interesse dasresulta
pessoasememuma falta
você serádemuito
efeitofino.
sobreSua
a psicologia de outras pessoas. Isso significa
atenção será
rapidamente seguir em frente e você não verá a razão para isso. Não
engolir o moralismo fácil do dia, que pede honestidade ao
despesa de conveniência. Vá na direção oposta. Com tão poucos
pessoas lá fora que entendem a arte da conveniência, isso te proporciona
infinitas oportunidades para brilhar e explorar as fantasias reprimidas das pessoas.

Estratégias para estimular o desejo

A chave para fazer esta lei funcionar para você é se objetivar e


o que você produz. Normalmente você está trancado em seus próprios pensamentos e
sonhos Você imagina que as pessoas devam amar e respeitar você por quem você
está. Você acredita que o que você produz deveria naturalmente excitar as pessoas.
Afinal, você investiu muito esforço e tem grandes esperanças
sucesso. Mas outros não vêem nada disso. Para eles, você é apenas uma pessoa
entre outros, e como pessoa você inspira curiosidade e

Página 62

excitação ou indiferença e até hostilidade. Eles projetam em você


suas próprias fantasias e preconceitos. Uma vez tornado público, seu trabalho
também é um objeto completamente divorciado de suas próprias esperanças e
sonhos e inspira emoções fracas ou fortes. Para o grau
que você pode ver a si mesmo e o que você produz como objetos que as pessoas
perceber a sua própria maneira, você tem o poder de alterar a sua
percepções e criar objetos de desejo.
A seguir estão as três principais estratégias para criar tais
objetos.

Saiba como e quando retirar. Essa é a essência da arte. Você


ter uma presença que as pessoas vejam e interpretem. Se você é muito óbvio
com isso, se as pessoas puderem ler você com muita facilidade e entender você, se você
mostrar suas necessidades muito visivelmente, então eles vão inconscientemente começar a ter
um grau de desrespeito; com o tempo eles perderão o interesse. Sua presença
deve ter um toque de frieza, como se você se sentir como se pudesse fazer
sem outros. Isso sinaliza para as pessoas que você se considera
digno de respeito, que inconscientemente aumenta o seu valor na sua
olhos. Isso faz as pessoas quererem correr atrás de você. Este toque de frieza é
a primeira forma de retirada que você deve praticar. Adicione a isso um pouco de
vazio e ambiguidade quanto a quem você é. Suas opiniões, valores e
os gostos nunca são tão óbvios para as pessoas. Isso lhes dá espaço para ler
em você o que eles querem. As estrelas de cinema são mestres disso. Eles viram
seus rostos e sua presença em telas em que as pessoas podem
projetar suas próprias fantasias. O que você quer, em geral, é criar um ar
de mistério e atrair interpretações.
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 59/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Uma vez que você perceba que envolveu a imaginação das pessoas,
você tem seus ganchos neles, então você deve usar a ausência física e
retirada. Você não está tão disponível. Um dia ou uma semana pode passar sem
sua presença. Você cria uma sensação de vazio dentro deles, um toque
de dor. Você ocupa quantidades crescentes de seu espaço mental nestes
ausências. Eles querem mais de você, não menos.
O músico Michael Jackson jogou este jogo com perfeição
o nível social. Ele estava profundamente consciente dos perigos de saturar o
mercado com sua música e aparições públicas. Ele espalhou o
lançamentos de seus álbuns, fazendo o público com fome de mais. Ele
cuidadosamente gerido a frequência de suas entrevistas e performances
e nunca falou sobre o significado de suas letras ou propagou qualquer
mensagem aberta. Ele ocasionalmente teve seus publicistas vazando para a imprensa

Página 63

alguma nova história em torno dele, como o uso de hiperbárica


câmaras como forma de manter a eterna juventude. Ele não iria nem
confirmar nem negar essas histórias e a imprensa seria louca. Ele era
Alguém que provocou histórias e rumores, mas nada de concreto.
Através desta indefinição estratégica, ele se tornou um objeto de
desejo contínuo - tanto para conhecê-lo melhor quanto para possuir sua música.
Com o trabalho que você produz, você pode criar efeitos cobiçosos semelhantes.
Sempre deixe a apresentação e a mensagem relativamente aberta.
As pessoas podem ler em seu trabalho várias interpretações. Nunca definir
exatamente como eles devem pegar ou usar. É por isso que o trabalho de grande
dramaturgos como Shakespeare e Chekhov duraram tantos
séculos e sempre parecem tão frescos e excitantes; cada geração pode
leia em suas peças o que eles querem. Esses escritores descreveram
elementos intemporais da natureza humana, mas sem julgar ou dirigir
o público para o que eles devem sentir ou pensar. Tome isso como o modelo
por tudo o que você produz.
Tenha em mente o seguinte: quanto mais ativa nossa imaginação
torna-se, quanto maior o prazer que derivamos dele. Quando nós estávamos
crianças, se nos fosse dado um jogo com instruções explícitas e regras,
nós perdemos rapidamente o interesse. Mas se o jogo foi algo que inventamos ou
foi vagamente estruturado, permitindo-nos injetar nossas próprias idéias e
fantasias, poderíamos manter nosso interesse por muito mais tempo. Quando nós vemos
uma pintura abstrata que evoca sonhos ou fantasias, ou vê um filme que
não é facilmente interpretado, ou ouvir uma piada ou anúncio que é
ambíguos, somos nós que interpretamos, e achamos
É excitante poder exercitar nossa imaginação dessa maneira. Através
seu trabalho você quer estimular esse prazer para as pessoas para o
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 60/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

grau máximo.
Crie rivalidades de desejo. O desejo humano nunca é um indivíduo
fenômeno. Somos criaturas sociais e o que queremos quase sempre
reflete o que outras pessoas querem. Isso decorre de nossos primeiros anos. Nós
viu a atenção que nossos pais poderiam nos dar (o objeto que
cobiçado) como um jogo de soma zero. Se nossos irmãos receberam muita atenção,
então haveria menos para nós. Nós tivemos que competir com eles e com
outros para obter atenção e carinho. Quando vimos nossos irmãos ou
os amigos recebem alguma coisa - um presente ou um favor - provocou uma
desejo de ter a mesma coisa. Se algum objeto ou pessoa não foi desejado
por outros, tendemos a ver isso como algo indiferente ou desagradável -
deve haver algo errado com isso.

Página 64

Isso se torna um padrão ao longo da vida. Para alguns, é mais evidente. Em


relacionamentos eles estão interessados apenas em homens ou mulheres que são
já tomadas, que são claramente desejadas por terceiros. Seu desejo é
para tirar esse objeto amado, para triunfar sobre a outra pessoa, um
dinâmica que certamente tem raízes em sua infância. Se outro
as pessoas estão ganhando dinheiro com algum novo truque, elas não querem
só para participar, mas para encurralar o mercado. Para outros, é mais sutil.
Eles veem pessoas possuindo algo que parece excitante, e suas
o desejo não é levar, mas compartilhar e participar da experiência. Em
qualquer direção, quando vemos pessoas ou coisas desejadas pelos outros,
eleva seu valor.
Você deve aprender como explorar isso. Se você pode de alguma forma criar o
impressão de que os outros desejam você ou seu trabalho, você atrairá as pessoas
em sua corrente sem ter que dizer uma palavra ou se impor.
Eles virão até você. Você deve se esforçar para cercar-se com isso
aura social, ou pelo menos criar a ilusão.
Você pode criar esse efeito de várias maneiras. Você administra isso para que
seu objeto é visto ou ouvido em todos os lugares, até encorajando a pirataria se
necessário, como Chanel fez. Você não intervém diretamente. Isso vai
inevitavelmente desencadeia algum tipo de atração viral. Você pode acelerar este processo
alimentando rumores ou histórias sobre o objeto através de várias mídias.
As pessoas começarão a falar e a palavra da boca espalhará o efeito.
Até mesmo comentários negativos ou controvérsias farão o truque, às vezes
ainda melhor do que elogios. Isso vai dar ao seu objeto uma provocação e
borda transgressora. De qualquer forma, as pessoas são atraídas para o negativo.
Seu silêncio ou falta de direção aberta da mensagem permitirá que as pessoas
correr soltos com suas próprias histórias e interpretações. Você também pode obter
pessoas importantes ou tastemakers para falar sobre isso e abanar as chamas.
O que você está oferecendo, eles dizem, é novo, revolucionário, algo que não

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 61/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

visto ou ouvido de antes. Você está trafegando no futuro, em tendências. Em um


certo ponto, pessoas suficientes sentirão a força e não quererão ser
deixado de fora, o que vai puxar os outros. O único problema neste jogo é que
no mundo de hoje você tem muita concorrência por esses efeitos virais
e o público é incrivelmente volúvel. Você deve ser um mestre não só em
desencadeando essas reações em cadeia, mas em renová-las ou criar novas
uns.
Como indivíduo, você deve deixar claro que as pessoas desejam você, que
você tem um passado - não muito de um passado para inspirar desconfiança, mas o suficiente
para sinalizar que outros acharam você desejável. Você quer ser indireto

Página 65

nisso. Você quer que eles ouçam histórias do seu passado. Você quer que eles
literalmente ver a atenção que você recebe de homens ou mulheres, tudo isso
sem você dizer uma palavra. Qualquer sinalização de se gabar ou explícita
vai neutralizar o efeito.
Em qualquer situação de negociação, você deve sempre se esforçar para trazer um
terceira ou quarta parte para disputar seus serviços, criando uma rivalidade de
desejo. Isso aumentará imediatamente o seu valor, não apenas em termos de
guerra de lances, mas também no fato de que as pessoas vão ver que os outros cobiçam
você.

Use indução. Podemos pensar que vivemos em uma época de grande liberdade
em comparação com o passado, mas na verdade nós vivemos em um mundo que é mais
regulamentado do que nunca. Cada movimento nosso é seguido digitalmente. Lá
são mais leis do que nunca que governam todos os aspectos do comportamento humano.
A correção política, que sempre existiu, pode ser mais intensa
por causa da visibilidade que nos tornamos nas mídias sociais. Secretamente mais
de nós se sentir incomodado ou esmagado por todas essas restrições em nossa
movimento físico e mental. Nós ansiamos pelo que é transgressivo e
além dos limites que são definidos para nós. Nós podemos facilmente ser puxados para
que reprimiram não ou sim.
Você quer associar seu objeto a algo que é tão leve
ilícito, não convencional ou politicamente avançado. Chanel fez isso com ela
apelo andrógino aberto e desrespeito aos papéis de gênero. A luta
entre gerações é sempre um material maduro para isso. O que você oferece é
em negrito contraste com a geração anterior indigesto. John F. Kennedy
fez isso, colocando-se contra a década de 1950 e da era Eisenhower
- um momento de inibição da conformidade. Em contraste, votar nele significava
juventude, vigor e uma masculinidade perdida. Em essência, ele jogou para o segredo
ressentimento da figura paterna e do desejo transgressivo de se livrar
dele. Esse desejo é sempre tacitamente entre os jovens, e
sempre tem um elemento tabu anexado.
Um desejo ilícito que quase todas as pessoas compartilham é o voyeurismo. Espiar
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 62/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

dentro da vida privada dos outros viola os rígidos tabus sociais sobre privacidade,
e, no entanto, todos sentem a atração para ver o que está acontecendo por trás das pessoas
portas. Teatro e filme dependem desses desejos voyeurísticos. Eles
nos coloca dentro dos quartos das pessoas, e nós experimentamos isso quase como se nós
estavam literalmente espionando as pessoas. Você pode incorporar isso em seu
trabalhar, dando a impressão de que você está revelando segredos que devem
realmente não ser compartilhado. Alguns ficarão indignados, mas todos serão

Página 66

curioso. Estes podem ser segredos sobre você e como você


realizado o que você fez, ou poderia ser sobre os outros, o que acontece
por trás das portas fechadas de pessoas poderosas e as leis que eles
operar por.
De qualquer forma, o que você oferece deve ser novo, não familiar e exótico,
ou pelo menos apresentado como tal. O contraste com o que está lá fora, então
numbingly convencional, criará um puxão cobiçoso.
Finalmente, balançar na frente das pessoas a perspectiva de agarrar o
inatingível ou impossível. A vida é cheia de todos os tipos de irritantes
limites e dificuldades. Para se tornar rico ou bem sucedido requer grande
esforço. Estamos trancados dentro de nosso próprio caráter (ver capítulo 4) e
não pode se tornar outra pessoa. Não podemos recuperar nossa juventude perdida ou o
saúde que foi com ele. Todos os dias nos aproxima da morte, o
limite final. Seu objeto, no entanto, oferece a fantasia de um caminho rápido
a riqueza e sucesso, de recuperar a juventude perdida, de se tornar um novo
pessoa, e até de conquistar a própria morte. As pessoas vão agarrar com avidez
em tais coisas porque são consideradas tão impossíveis. Pela lei de
indução podemos imaginar todos esses atalhos e fantasias (assim como
podemos imaginar um unicórnio), que nos dá o desejo de alcançá-los,
e imaginá-los é quase como experimentá-los.
Lembre-se: não é possessão, mas o desejo que secretamente impele
pessoas. Possuir algo inevitavelmente provoca algum
decepção e desencadeia o desejo de algo novo para perseguir.
Você está predando a necessidade humana de fantasias e prazeres
de perseguir eles. Nesse sentido, seus esforços devem ser continuamente
renovado. Quando as pessoas conseguem o que querem ou possuem, seu valor
e seu respeito por você imediatamente começa a diminuir. Manter
retirar, surpreender e estimular a perseguição. Contanto que você faça
você tem o poder.

O Supremo Desejo

Nosso caminho deve sempre ser em direção a uma maior consciência de nossa natureza. Nós
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 63/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

deve ver dentro de nós a síndrome da grama é sempre verde em


trabalho e como isso nos impele continuamente a certas ações. Nós precisamos ser
capaz de distinguir entre o que é positivo e produtivo em nossa
tendências ambiciosas e o que é negativo e contraproducente. Em
o lado positivo, sentindo-se inquieto e descontente pode nos motivar a

Página 67

procurar algo melhor e não se contentar com o que temos. isto


amplia nossa imaginação ao considerar outras possibilidades em vez de
as circunstâncias que enfrentamos. À medida que envelhecemos, tendemos a nos tornar mais
complacente, e renovar a inquietude de nossos primeiros anos pode
nos mantenha jovens e nossas mentes ativas.
Essa inquietação, no entanto, deve estar sob controle consciente. Frequentemente
nosso descontentamento é meramente crônico; nosso desejo de mudança é vago e um
reflexo do nosso tédio. Isso leva a um desperdício de tempo precioso. Nós
estamos insatisfeitos com a forma como a nossa carreira está indo e por isso fazemos um grande
mudar, o que requer aprender novas habilidades e adquirir novos contatos.
Nós gostamos da novidade de tudo. Mas vários anos depois, mais uma vez sentimos o
agitação de descontentamento. Este novo caminho não está certo também. Nós teríamos
foi melhor pensar sobre isso mais profundamente, voltando para aqueles
aspectos da nossa carreira anterior que não clicou e tentando por um mais
mudança suave, escolhendo uma linha de trabalho relacionada ao anterior, mas
exigindo uma adaptação de nossas habilidades.
Com relacionamentos, podemos passar a vida procurando o perfeito
homem ou mulher e acabam em grande parte sozinhos. Não há ninguém perfeito.
Em vez disso, é melhor chegar a um acordo com as falhas da outra pessoa
e aceitá-los ou até encontrar algum encanto em suas fraquezas.
Acalmando nossos desejos ambiciosos, podemos aprender as artes de
compromisso e como fazer um trabalho de relacionamento, que nunca vem
facilmente ou naturalmente.
Em vez de perseguir constantemente as últimas tendências e modelagem
nossos desejos sobre o que os outros acham excitante, devemos gastar nosso tempo
Conhecendo nossos próprios gostos e desejos, para que possamos
distinguir o que é algo que realmente precisamos ou queremos daquilo que
foi fabricado por anunciantes ou efeitos virais.
A vida é curta e temos tanta energia. Liderado pelo nosso cobiçoso
desejos, podemos desperdiçar tanto tempo em buscas e mudanças fúteis. Em
geral, não espere constantemente e espere por algo melhor, mas
em vez disso, aproveite ao máximo o que você tem.
Considere desta maneira: você está incorporado em um ambiente que
consiste nas pessoas que você conhece e nos lugares que freqüenta. Isto é
sua realidade. Sua mente está sendo continuamente atraída para longe disso
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 64/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

realidade, por causa da natureza humana. Você sonha em viajar para o exótico
lugares, mas se você for lá, você simplesmente arrastar com você o seu próprio
estado de espírito descontente. Você procura entretenimento que

Página 68

traga novas fantasias para se alimentar. Você lê livros cheios de idéias


que não têm relação com a sua vida diária, que estão cheios de vazio
especulações sobre coisas que só existem pela metade. E nada dessa turbulência
e desejo incessante pelo que é mais distante já leva a qualquer coisa
satisfazendo - só estimula mais quimeras a perseguir. No final você
não pode escapar de si mesmo.
Por outro lado, a realidade chama você. Para absorver sua mente
o que está mais próximo, em vez de mais distante, traz uma diferença muito
sentindo-me. Com as pessoas em seu círculo, você sempre pode se conectar em um
nível mais profundo. Há muito que você nunca saberá sobre as pessoas que você
lidar, e isso pode ser uma fonte de fascínio sem fim. Você pode
conecte-se mais profundamente ao seu ambiente. O lugar onde você mora
tem uma história profunda na qual você pode mergulhar. Conhecendo seu
melhor ambiente apresentará muitas oportunidades de poder. Quanto a
você mesmo, você tem cantos misteriosos que você nunca pode entender completamente.
Ao tentar se conhecer melhor, você pode cuidar de si mesmo
natureza em vez de ser um escravo para ela. E seu trabalho tem infinitas
possibilidades de melhoria e inovação, desafios sem fim para os
a imaginação. Estas são as coisas mais próximas de você e
compor seu mundo real, não virtual.
No final, o que você realmente deve cobiçar é uma relação mais profunda com
realidade, que lhe trará tranquilidade, foco e poderes práticos para
altere o que é possível alterar.
É aconselhável que todos vocês se conheçam - seja homem ou
mulher - sinta de vez em quando que você poderia muito bem dispensar
empresa. Isso irá consolidar a amizade. Não, com a maioria das pessoas haverá
não ser prejudicial em ocasionalmente misturando um grão de desdém com o seu tratamento de
eles; Isso fará com que eles valorizem sua amizade ainda mais. . . . Mas se nós
realmente pensar muito bem de uma pessoa, devemos escondê-lo dele como um
crime. Isso não é uma coisa muito gratificante para fazer, mas está certo. Porque um cachorro
não suportará ser tratado com bondade, muito menos um homem!

- Arthur Schopenhauer

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 65/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Página 69

Eleve sua perspectiva

A lei da miopia

Eu
está na parte animal da sua natureza ficar mais impressionado com o que
você pode ver e ouvir no presente - as últimas notícias e
tendências, as opiniões e ações das pessoas ao seu redor, seja qual for
parece o mais dramático. É isso que faz você se apaixonar por sedutor
esquemas que prometem resultados rápidos e dinheiro fácil. Isto é também o que
faz com que você reaja exageradamente às circunstâncias presentes - tornando-se excessivamente
exultante ou em pânico quando os eventos se transformam em uma direção ou outra.
Aprenda a medir as pessoas pela estreiteza ou amplitude de suas
visão; evite enredar-se com aqueles que não podem ver o
conseqüências de suas ações, que estão em um modo reativo contínuo.
Eles vão infectar você com essa energia. Seus olhos devem estar no maior
tendências que regem os eventos, naquilo que não é imediatamente visível.
Nunca perca de vista seus objetivos de longo prazo. Com um elevado
perspectiva, você terá paciência e clareza para alcançar quase
qualquer objetivo.

Momentos de loucura

Durante todo o verão e início do outono de 1719, o inglês John


Blunt (1665–1733), um dos principais diretores do Mar do Sul
Empresa, seguiu as últimas notícias de Paris com crescente ansiedade.
Os franceses estavam no meio de um boom econômico espetacular, alimentado
principalmente pelo sucesso da Mississippi Company, uma empresa
iniciado pelo expatriado escocês John Law para explorar as riquezas em
os territórios da Louisiana controlados pelos franceses. Lei vendeu ações em
a empresa, e como seu preço continuava subindo, franceses de todas as classes
estavam lucrando e se tornando fabulosamente ricos. A palavra

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 66/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Página 70

milionário em si foi cunhado nestes meses para se referir a tais nouveaux


riquezas.
Essas notícias deixaram Blunt com raiva e inveja. Ele era leal
Inglês. Com o sucesso da Mississippi Company, Paris foi
desenho em capital de investimento de toda a Europa. Se isso continuasse,
A França logo se tornaria a capital financeira do mundo, ultrapassando
Amesterdão e Londres. Esse poder recém-descoberto para os franceses
apenas soletrar desastre para a Inglaterra, seu arquiinimigo, particularmente se outro
guerra eclodiu entre eles.
Mais pessoalmente, Blunt era um homem de grande ambição. Ele era o
filho de um humilde sapateiro; desde o início de sua vida, ele teve como objetivo
ascender aos mais altos níveis da sociedade inglesa. Seu meio de conseguir
lá, ele acreditava, seria através da revolução financeira varrendo
Europa, que se centrou na crescente popularidade das ações conjuntas
corporações como Law e como a South Sea Company. Em oposição
para construir riqueza através dos meios tradicionais de possuir terra,
que era caro para gerenciar e altamente tributável, era relativamente
fácil ganhar dinheiro através da compra de ações, e os lucros eram impostos
livre. Tais investimentos foram toda a raiva em Londres. Blunt tinha planos para
transformar a South Sea Company na maior e mais próspera
sociedade anônima na Europa, mas John Law havia roubado seu trovão
com um empreendimento ousado e com o total apoio dos franceses
governo. Sem corte simplesmente teria que chegar a algo
maior e melhor, por ele e pelo futuro da Inglaterra.
A South Sea Company foi formada em 1710 como uma empresa
que lidaria e administraria parte do governo inglês
dívidas enormes, em troca de que a empresa fosse concedida
monopólio de todo o comércio inglês com a América do Sul. Ao longo dos anos
a empresa quase não fez negócios, mas serviu como um banco informal para
o governo. Através de sua liderança na empresa, Blunt tinha
relações forjadas com os mais ricos e poderosos
Ingleses, mais notavelmente o próprio rei George I (1660-1727), que
tornou-se um dos seus maiores investidores e foi nomeado governador do
empresa. O lema de Blunt na vida sempre foi "Pense grande", e tinha
serviu-o bem. E assim, enquanto ele atormentava seu cérebro para uma maneira de superar o
Francês, ele finalmente bateu em um esquema em outubro de 1719 que foi
digno de seu lema e que ele tinha certeza de que iria mudar o curso de
história.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 67/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Página 71

O maior problema enfrentado pelo governo inglês, encabeçado pelo


rei, era as enormes dívidas que tinha incorrido ao longo de trinta
anos durante as guerras que haviam sido travadas com a França ea Espanha, todos
financiado através de empréstimos. A proposta de Blunt foi simples e bastante
surpreendente: a South Sea Company pagaria ao governo um bom
taxa, a fim de assumir completamente a dívida, no valor de uma gritante £ 31
milhão. (A empresa receberia em troca uma taxa anual de juros
pagamento da dívida.) A empresa privatizaria então essa quantia
milhões de dívida e vendê-lo como se fosse uma commodity, como ações no Sul
Companhia Marítima - uma ação equivalente a 100 libras em dívidas. Aqueles que tinham emprestado
o dinheiro do governo poderia converter suas notas promissórias em ações equivalentes
na Companhia do Mar do Sul. As ações que sobraram seriam
vendido ao público.
O preço de uma ação começaria em £ 100. Como com qualquer ação, o
preço poderia subir e descer, mas neste caso, se jogou direito, o preço
só iria subir. A South Sea Company tinha um nome intrigante e
estendeu a possibilidade de que ele também iria começar a negociar na vasta
riqueza na América do Sul. Era também o dever patriótico do inglês
credores participassem do esquema, já que eles estariam ajudando a
cancelar a dívida, enquanto potencialmente fazendo muito mais dinheiro do que o
pagamentos anuais de juros que o governo pagou. Se o preço da ação
subiu, como quase certamente, os compradores poderiam sacar com lucro
e a empresa poderia pagar bons dividendos. Como mágica, dívida
poderia ser transformado em riqueza. Esta seria a resposta para todos
os problemas do governo, e asseguraria Blunt a fama duradoura.
Quando o rei George ouviu pela primeira vez da proposta de Blunt em novembro de
1719, ele estava bastante confuso. Ele não conseguia entender como tal
negativo (dívida) pode ser instantaneamente transformado em positivo. Além disso
Um novo jargão de finanças passou direto por sua cabeça. Mas Blunt falou
com tanta convicção que se viu envolvido em seu entusiasmo.
Afinal, ele estava prometendo resolver os dois maiores problemas de George em
um deles caiu, e foi difícil resistir a tal perspectiva.
O rei George era imensamente impopular, um dos mais impopulares
Reis ingleses de todos os tempos. Não foi totalmente culpa dele: ele não era inglês
por nascimento, mas alemão. Seu título anteriormente tinha sido o duque de
Brunswick e eleitor de Hanover. Quando a rainha Ana da Inglaterra morreu
em 1714, George era seu parente protestante vivo mais próximo. Mas o
momento em que subiu ao trono seus novos súditos encontrou-o para não
seu gosto. Ele falava inglês com um sotaque horrível e suas maneiras

Página 72

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 68/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

eram tão grosseiros e ele estava sempre ávido por mais dinheiro. Apesar do seu
idade avançada, ele estava constantemente perseguindo as mulheres que não o seu
esposa, nenhuma das quais era particularmente atraente. Nos primeiros anos de sua
reinado houve várias tentativas de golpe, e o público pode ter
congratulou-se com a mudança, se tivessem conseguido.
George queria desesperadamente provar aos seus novos súditos que ele
poderia ser um grande rei, do seu jeito. O que ele mais odiava era
as dívidas esmagadoras que o governo incorrera antes de ascender
o trono. George teve uma reação quase alérgica a qualquer tipo de dívida,
como se seu próprio sangue estivesse sendo sugado.
Agora aqui foi Blunt oferecendo-lhe a chance de cancelar a dívida e
trazer prosperidade para a Inglaterra, fortalecendo a monarquia no
processo. Era quase bom demais para ser verdade, e ele jogou todo o seu peso
por trás da proposta. Ele designou o chanceler do Tesouro,
John Aislabie, a tarefa de apresentar a proposta ao Parlamento em
Janeiro de 1720. O Parlamento teria que aprová-lo sob a forma de um
conta. Quase imediatamente a proposta de Blunt provocou uma feroz oposição
entre vários deputados, alguns dos quais acharam ridículo. Mas no
semanas após o discurso de Aislabie, os adversários do projeto assistiram com consternação
como apoio para o seu lado lentamente murchado. Ações antecipadas no
empreendimento tinha sido virtualmente dotado para os mais ricos e poderosos
Ingleses, incluindo membros proeminentes do Parlamento, que,
sentindo os lucros certos que eles pessoalmente ganhariam, agora davam
aprovação para a conta.
Quando o projeto de lei foi aprovado em abril daquele ano, o próprio rei George
apareceu na Casa do Mar do Sul e depositou £ 100.000 em ações
no novo empreendimento. Ele queria mostrar sua confiança nisso, mas
um passo dificilmente era necessário, já que o acúmulo da passagem do projeto tinha
capturou o público e interesse em ações da South Sea Company teve
já atingiu um tom de febre. O centro de atividade era uma área de
Londres, conhecida como Exchange Alley, onde quase todas as ações foram vendidas.
Agora as ruas estreitas e em torno do beco estavam entupidas com
tráfego crescendo mais grosso a cada dia.
No início, eram principalmente os ricos e influentes que vinham em suas
treinadores extravagantes para comprar ações. Entre os compradores também eram artistas e
intelectuais - incluindo John Gay, Alexander Pope e Jonathan
Rápido. Logo Sir Isaac Newton sentiu a atração e investiu um bom pedaço de
suas economias, £ 7.000. Algumas semanas depois, no entanto, ele sentiu dúvida. o

Página 73

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 69/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

o preço estava subindo, mas o que sobe pode certamente cair, e então ele sacou,
dobrando seu investimento inicial.
Logo começaram a circular rumores de que a empresa estava prestes a
iniciar o comércio na América do Sul, onde todos os tipos de riquezas estão enterrados
as montanhas. Isso só adicionou combustível ao fogo, e pessoas de todos
classes começaram a convergir em Londres para comprar ações no Mar do Sul
Empresa Blunt, foi relatado, era um alquimista financeiro que tinha
encontrou o segredo de transformar dívida em riqueza. No interior
agricultores puxaram debaixo de suas camas suas economias de vida em moedas e
enviou seus filhos e sobrinhos para comprar o maior número possível de ações. o
a febre se espalhou para mulheres de todas as classes, que normalmente não se interessavam
tais coisas. Agora as atrizes estavam esfregando os cotovelos com duquesas
Beco de Troca. Todo o tempo, o preço continuou subindo, mais de £ 300 e
em breve £ 400.
Como a França antes, o país estava agora experimentando um
boom espetacular. Em 28 de maio o rei comemorou seu sexagésimo aniversário,
e para alguém que era conhecido por sua frugalidade, era o mais
festa pródiga que alguém já tinha visto, com enormes banheiras cheias de clarete
e champanhe. Uma mulher na festa exibiu sua nova riqueza
encrustando seu vestido com jóias no valor de mais de £ 5.000. Em todos os lugares
Londres, os ricos estavam derrubando mansões e substituindo-os
com casas ainda maiores e mais grandiosas. Porteiros e lacaios
estavam agora abandonando seus empregos e comprando ônibus caros e contratando
porteiros e lacaios próprios. Uma jovem atriz fez tal
fortuna, ela decidiu se aposentar; ela alugou um teatro inteiro para dizer
adeus aos seus fãs adoradores. Uma senhora aristocrática ficou espantada
noite na ópera para ver que sua ex-empregada agora ocupava um mais
caixa cara no teatro do que ela própria. Jonathan Swift escreveu em um
carta a um amigo: "Eu perguntei a alguns que vieram de
Londres, qual é a religião lá? Eles me dizem que é o estoque do Mar do Sul.
Qual é a política da Inglaterra? A resposta é a mesma. O que é
comércio? Mar do Sul ainda. E qual é o negócio? Nada além do sul
Mar."
Neste meio desta compra febril e vendendo farra, lá estava
John Blunt na bomba, fazendo o que ele poderia para estimular
o interesse em ações do Mar do Sul e manter o preço subindo. Ele vendeu o
estoque em várias assinaturas, oferecendo condições de pagamento generosas,
às vezes exigindo apenas 20% de antecedência para entrar.
£ 400 investidos, Blunt emprestaria £ 300. Ele queria manter o

Page 74

exigir e fazer as pessoas sentirem que podem estar perdendo


uma chance de riqueza. Logo o preço havia passado 500 libras e continuado
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 70/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Aumentar. Em 15 de junho, ele fixou o preço da assinatura em uma data astronômica.


£ 1.000, com apenas 10 por cento para entrar e 10 por cento
parcelas distribuídas ao longo de quatro anos. Poucos poderiam resistir a tais termos.
Naquele mesmo mês, o rei George tinha Blunt cavaleiro. Agora um baronete, senhor
John Blunt estava no auge da sociedade inglesa. Sim, ele foi bastante
não é atraente olhar e ele pode ser bem pomposo. Mas ele tinha
fez tantas pessoas tão ricas que ele era agora mais da Inglaterra
celebridade querida.
Enquanto os ricos e poderosos se preparavam para sair de Londres para o verão
meses, o clima estava completamente tonto. Blunt afetou um confiante e
ar despreocupado, mas por baixo ele estava começando a se sentir preocupado, mesmo
em pânico. Havia tantas coisas que ele não previra. Ele tinha
inadvertidamente inspirou uma onda de novos empreendimentos especulativos,
envolvendo idéias legítimas e algumas claramente absurdas, como a
desenvolvimento de uma roda de movimento perpétuo. As pessoas agora estavam se sentindo
a febre e estavam despejando parte de seu dinheiro nessas novas
sociedades por ações. Cada £ 1 de dinheiro que foi para estes foi um £ 1 menos
que as pessoas tinham que gastar na South Sea Company, e isso era um
problema crescente, uma vez que havia apenas muito dinheiro na Inglaterra, e
havia limites para até onde ele poderia ir oferecendo crédito. Similarmente,
as pessoas estavam começando a despejar seu dinheiro na terra como um seguro
investimento para o futuro, muitas vezes levantando suas ações do Mar do Sul
tais finalidades. Blunt tinha feito isso mesmo,
sem o conhecimento do público.
Mais preocupante ainda, os franceses perderam a fé no Mississippi
arriscar e estavam tirando seu dinheiro; dinheiro havia se tornado escasso e
a economia francesa havia caído em uma depressão repentina. este
certamente afetaria o humor em Londres. Antes que as pessoas retornassem
de suas férias de verão, Blunt teve que agir.
Trabalhando com o Parlamento, ele foi aprovado na Lei da Bolha de 1720,
que proibiu todas as ações conjuntas não autorizadas pela carta real. este
colocaria um fim à especulação desenfreada. Mas esta solução criada
conseqüências que ele não previu. Milhares de pessoas haviam derramado
suas economias para estes novos negócios, e como estes eram agora
proibidos, eles não tinham como recuperar seu dinheiro. Sua única
O recurso era vender ações do Mar do Sul. Muitos daqueles que usaram
crédito para comprar ações da South Sea viram-se enfrentando parcelas eles

Página 75

não podia mais pagar. Eles tentaram sacar também. O preço de


As ações do Mar do Sul começaram a cair. Que as multidões de agosto estavam se formando
fora da casa do Mar do Sul como as pessoas se sentiam desesperadas para vender.
Perto do final de agosto Blunt tornou-se desesperado. Ele decidiu
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 71/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

para lançar sua quarta subscrição de dinheiro, mais uma vez em £ 1.000. Agora
os termos foram ainda mais generosos do que nunca, e em cima disso ele estava
prometendo um espantoso dividendo de Natal de 30%, para
seguido de um dividendo anual de 50%. Alguns foram puxados
de volta ao esquema por termos tão atraentes, incluindo Sir Isaac
O próprio Newton. Mas outros, como se acordassem de um sonho, começaram a
maravilha sobre a coisa toda: como poderia uma empresa que não tinha
negociado por qualquer coisa ainda na América do Sul, cujo único bem tangível
foi o interesse que o governo pagou em sua dívida, dar ao luxo de distribuir
tais dividendos grandes? Agora, o que parecia ser alquimia ou magia
parecia ser uma farsa no público. No início de setembro o
a venda se transformou em um pânico, como quase todo mundo correu para
converter ações de papel em algo real, em moeda ou metal de qualquer
tipo.
Como o pânico por dinheiro acelerou, o Banco da Inglaterra estava quase
derrubado - chegou perto de ficar sem moeda. Foi agora
claro na Inglaterra que a festa acabou. Muitos perderam suas fortunas
e economia de vida na queda repentina. O próprio Isaac Newton havia perdido
cerca de 20.000 libras e, a partir de então, a simples menção de
os bancos o deixariam doente. As pessoas estavam tentando vender o que quer que eles
poderia. Logo houve uma onda de suicídios, incluindo a de Charles
Blunt, sobrinho de Sir John, que cortou a garganta depois de aprender o
natureza exata de suas perdas.
Blunt foi perseguido nas ruas e quase morto por um
assassino. Ele teve que escapar rapidamente de Londres. Ele passou o resto de sua vida
na cidade de Bath, lutando com os meios muito modestos ainda deixados para
ele depois do Parlamento apreendeu quase todo o dinheiro que ele ganhou
através do regime do mar do Sul. Talvez em seu isolamento ele pudesse
contemplar a ironia de tudo isso - ele realmente mudou o curso de
história e assegurou sua fama de todos os tempos, como o homem que conjurou
um dos esquemas mais absurdos e destrutivos já concebidos no
história dos negócios.

•••

Página 76

Interpretação: John Blunt era pragmático, intransigente


homem de negócios com um único objetivo - fazer uma fortuna duradoura para si mesmo
e sua familia. No verão de 1719, no entanto, isso é altamente realista
o homem pegou uma espécie de febre. Quando ele começou a ler sobre o que era
acontecendo em Paris, ele ficou impressionado com o drama de tudo isso. Ele leu vívido
histórias sobre os franceses médios de repente fazendo fortunas. Ele tinha

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 72/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Nunca
poderiapensei antes
produzir disso que
resultados tãoosrápidos,
investimentos
mas as em sociedades
evidências anônimas
da França
irrefutável. Ele queria trazer boa sorte semelhante para a Inglaterra, e em
elaborando seu plano, ele naturalmente imitava muitas das características de Law
esquema, apenas aumentando a escala do mesmo.
O que é impressionante aqui, no entanto, é que uma questão bastante óbvia
Nunca pareceu atravessar sua mente. O esquema dependeria do
aumento do preço da ação. Se aqueles que converteram seu governo em promissores
ações tiveram que pagar £ 200 por ação em vez de £ 100, eles receberiam
menos ações, o que deixaria mais ações para a South Sea vender para
o público e fazer um bom lucro. Se as ações foram compradas a £ 200
eles agora valem mais se o preço continuar a subir e forem vendidos
em algum ponto. Ver o aumento de preços atrairia mais credores para
converter suas ações e mais pessoas para comprar dentro Todo mundo iria ganhar
somente se o preço continuasse subindo. Mas como poderia o preço continuar subindo se
não foi baseado em qualquer ativo real, como o comércio? Se o preço começou a
cair, inevitavelmente, o pânico certamente se instalaria, já que as pessoas
perderia a fé no esquema, e isso só poderia desencadear uma cadeia
reação de venda. Como poderia Blunt não ter previsto isso?
A resposta é simples: o tempo mental de Blunt encolheu para o
ponto onde ele perdeu a capacidade de olhar meses abaixo da estrada e
Considere as conseqüências. Hipnotizado por eventos na França e
imaginando toda a riqueza e poder que ele estava prestes a alcançar,
ele poderia se concentrar apenas no presente, certificando-se de que o esquema fosse lançado
com sucesso. Seu sucesso inicial só o fez imaginar que seria tendência
assim por muito tempo. À medida que progrediu, ele certamente entendeu que
ele teve que fazer o preço subir ainda mais rapidamente, e o único meio de
fazer isso era atrair mais investidores através de termos generosos de
crédito. Isso tornaria o esquema ainda mais precário, um
solução incorrer em vários novos perigos. A Lei da Bolha e o
generosos dividendos acarretavam riscos imediatos ainda maiores, mas agora
seu período de tempo havia diminuído para uma questão de dias. Se ele pudesse continuar

Página 77

o navio flutuando mais uma semana, ele encontraria alguma nova solução. Finalmente,
ele ficou sem tempo.
Quando as pessoas perdem a conexão entre suas ações e suas
conseqüências, eles perdem o controle sobre a realidade, e quanto mais isso
mais parece loucura. A loucura que superou Blunt em breve
infectou o rei, o Parlamento e, eventualmente, toda uma nação de
cidadãos renomados pelo bom senso. Uma vez que os ingleses viram
compatriotas ganhando grandes somas de dinheiro, tornou-se um fato - o

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 73/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

esquema tinha que


meses à frente. Vejaser um sucesso.
o que aconteceuEles
comtambém perderam
Sir Isaac Newton,a modelo
capacidade
de de pensar em alguns
racionalidade. No começo ele também pegou a febre, mas depois de uma semana
sua mente lógica podia ver os buracos no esquema, e então ele vendeu sua
ações. Então ele assistiu outros fazendo quantias muito maiores de dinheiro
do que seu insignificante 14 mil libras e isso o incomodava. Em agosto ele teve que pegar
de volta, embora tenha sido o pior momento absoluto para reinvestir. Senhor
O próprio Isaac Newton perdera a capacidade de pensar além do dia. Como um
Um banqueiro holandês observou a cena no Exchange Alley, “[Parecido]
nada como se todos os lunáticos tivessem escapado do
Madhouse imediatamente.
Entenda: Nós, humanos, tendemos a viver o momento. É o
parte animal da nossa natureza. Nós respondemos em primeiro lugar ao que nós
veja e ouça, para o que é mais dramático em um evento. Mas nós não somos
meramente animais amarrados ao presente. A realidade humana engloba o
passado - cada evento está ligado a algo que aconteceu antes em
uma cadeia infinita de causação histórica. Qualquer problema presente tem profundidade
raízes no passado. Também engloba o futuro. Tudo o que fazemos tem
conseqüências que se estendem até os próximos anos.
Quando limitamos nosso pensamento ao que nossos sentidos fornecem, ao que é
imediato, descemos ao nível animal puro em que nosso raciocínio
poderes são neutralizados. Nós já não estamos cientes de por que ou como as coisas
vem. Imaginamos que algum esquema de sucesso que durou um
alguns meses só podem melhorar. Nós não mais pensamos no
possíveis conseqüências de qualquer coisa que pusermos em movimento. Nós reagimos ao que
é dado no momento, baseado em apenas um pequeno pedaço do quebra-cabeça.
Naturalmente, nossas ações levam a conseqüências não intencionais, ou mesmo a
desastres como o crash do Mar do Sul ou o mais recente crash de 2008.
Para complicar, estamos cercados por outros que são
continuamente reagindo, atraindo-nos mais profundamente no presente. Vendedores e

Página 78

demagogos jogar sobre esta fraqueza na natureza humana para nos levar com o
perspectiva de ganhos fáceis e gratificação instantânea. Nosso único antídoto é
treinar-nos para separar continuamente da corrida imediata de
eventos e elevar nossa perspectiva. Em vez de apenas reagir, nós pisamos
de volta e olhar para o contexto mais amplo. Consideramos os vários possíveis
ramificações de qualquer ação que tomamos. Temos em mente o nosso longo prazo
objetivos. Muitas vezes, ao elevar nossa perspectiva, decidimos que é melhor
para não fazer nada, para não reagir, e deixar o tempo passar e ver o que
revela. (Se Blunt tivesse esperado apenas alguns meses, ele teria visto
O esquema de Law desmoronando, e a Inglaterra teria sido poupada do
ruína que veio.) Tal sanidade e equilíbrio não vêm naturalmente. Eles
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 74/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

são poderes que adquirimos através de grande esforço, e eles representam o


altura da sabedoria humana.

Eu posso calcular o movimento dos corpos celestes, mas não a loucura de


pessoas.
- Sir Isaac Newton

Chaves para a natureza humana


Quase todos nós experimentamos algo semelhante ao seguinte
cenários: Alguém de que precisamos ou dependemos não está nos pagando
atenção, não retornando nossas ligações. Sentindo-nos frustrados, expressamos nossa
sentimentos para ele ou dobrar nossos esforços para obter uma resposta. Ou nos deparamos
um problema, um projeto que não está indo bem, e assim decidimos por um
estratégia e tomar as medidas adequadas. Ou uma nova pessoa aparece em nossa
vida, e cativado por sua energia fresca e charme, nos tornamos amigos.
Então as semanas passam e somos forçados a reavaliar o que aconteceu
e como nós reagimos. Novas informações vêm à luz. Aquela pessoa
quem não estava respondendo a nós estava sobrecarregado de trabalho. E se
só havíamos esperado e não ficado tão impacientes, poderíamos ter
evitava afastar um valioso aliado. Esse problema nós tentamos resolver
não era tão urgente, e pioramos apressando o resultado.
Nós precisávamos saber mais antes de agir. E esse novo amigo acaba
não sendo tão charmoso; na verdade, o tempo revela que ela é uma destrutiva
sociopata cuja amizade nos leva anos para nos curarmos. Um pouco mais
a distância poderia nos deixar ver as bandeiras vermelhas antes que fosse tarde demais.
Olhando para trás em nossa vida, vemos que temos uma tendência a ser
impaciente e exagerar; notamos padrões de comportamento por muito tempo
períodos de tempo que nos iludem no momento, mas se tornam mais claros para nós
mais tarde.

Página 79

O que isto significa é que no momento presente nos falta perspectiva.


Com o passar do tempo, ganhamos mais informações e vemos mais
a verdade; o que era invisível para nós no presente agora se torna visível
Em retrospecto. O tempo é o maior professor de todos eles, o revelador de
realidade.
Podemos comparar isso com o seguinte fenômeno visual:
base de uma montanha, em uma floresta espessa, não temos capacidade de obter o nosso
rolamentos ou para mapear o nosso entorno. Nós vemos apenas o que é antes
nossos olhos. Se começarmos a subir a encosta da montanha, podemos ver
mais do nosso entorno e como eles se relacionam com outras partes do
panorama. Quanto mais alto vamos, mais percebemos que o que pensávamos
mais abaixo não foi muito preciso, foi baseado em um pouco distorcida
perspectiva. No topo da montanha, temos uma visão panorâmica clara
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 75/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

da cena e perfeita clareza quanto ao leigo da terra.


Para nós humanos, trancados no momento presente, como se estivéssemos vivendo
na base da montanha. O que é mais aparente aos nossos olhos - o
outras pessoas ao nosso redor, a floresta circundante - nos dá um limite,
visão distorcida da realidade. A passagem do tempo é como uma lenta ascensão
a montanha. As emoções que sentimos no presente não são mais tão
Forte; podemos nos separar e ver as coisas mais claramente. o
mais nós ascendemos com a passagem do tempo, mais informação nós
adicione à imagem. O que vimos três meses depois do fato não é bem
tão preciso quanto o que conhecemos um ano depois.
Parece, então, que a sabedoria tende a vir a nós quando é também
tarde, principalmente em retrospectiva. Mas há de fato um caminho para nós humanos
fabricar o efeito do tempo, para nos dar uma visão expandida em
o momento presente. Podemos chamar isso de perspectiva perspicaz e
requer o seguinte processo.
Primeiro, enfrentando um problema, conflito ou alguma oportunidade excitante, nós
nos treinamos para nos desligar do calor do momento. Nós trabalhamos para
acalme a nossa excitação ou o nosso medo. Nós temos alguma distância.
Em seguida, começamos a aprofundar e ampliar nossa perspectiva. Em consideração
a natureza do problema que estamos enfrentando, nós não apenas pegamos um
explicação imediata, mas em vez disso cavar mais fundo e considerar outras
possibilidades, outras possíveis motivações para as pessoas envolvidas. Nós
nos forçamos a olhar para o contexto geral do evento, não apenas o que
imediatamente agarra nossa atenção. Nós imaginamos o melhor que podemos
conseqüências negativas das várias estratégias que estamos contemplando.

Página 80

Consideramos como o problema ou a aparente oportunidade pode jogar


se fora ao longo do tempo, como outros problemas ou questões não aparentes no
momento pode de repente aparecer mais do que o que somos imediatamente
lidando com. Nós nos concentramos em nossos objetivos de longo prazo e realinhamos nossa
prioridades no presente de acordo com eles.
Em outras palavras, esse processo envolve a distância do presente, um
aprofundar a fonte dos problemas, uma perspectiva mais ampla sobre a
contexto geral da situação e uma visão mais profunda do futuro -
incluindo as conseqüências de nossas ações e de nossas próprias
prioridades.
À medida que passamos por este processo, certas opções e explicações
começam a parecer mais lógicos e realistas do que outros que nos agarraram
o momento. Acrescentamos a isso as lições que aprendemos ao longo dos anos
sobre nossos próprios padrões de comportamento. Desta forma, embora não possamos
criar o efeito completo que o tempo tem em nosso pensamento, podemos aproximar
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 76/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

isto. Na maioria das vezes os meses que passam nos dão ainda mais informações e
revelar melhores opções para nós tomarmos. Nós estamos fabricando isso
efeito no presente, alargando o que consideramos e abrindo o nosso
Mentes Estamos subindo a montanha. Uma perspectiva tão elevada
pode nos acalmar e tornar mais fácil para nós manter nossa presença de
mente como eventos se desdobram.
Embora isso seja um ideal, devemos admitir que tal
perspectiva é rara entre nós humanos. Parece exigir um esforço que
está quase além de nós. A razão para isso é simples: pensamento de curto prazo
está ligado ao nosso sistema; somos construídos para responder ao que é
imediato e buscar gratificação instantânea. Para nossos primeiros humanos
antepassados, pagou para notar o que era potencialmente perigoso no
ambiente ou o que oferecia uma oportunidade para a alimentação. O humano
cérebro como evoluiu foi projetado para não examinar a imagem completa e
contexto de um evento, mas para se concentrar nas características mais dramáticas. este
funcionou bem em um ambiente relativamente simples e em meio a simples
organização social da tribo. Mas não é adequado para o complexo
mundo em que vivemos agora. Isso nos faz notar principalmente do que estimula
nossos sentidos e emoções, e falta muito do quadro maior.
Isto tem um impacto decidido sobre a forma como vemos o potencial prazer ou
dor envolvida em uma situação. Nossos cérebros são projetados para nos fazer notar
o que poderia nos prejudicar imediatamente em nosso entorno, mas não para pagar
grande atenção para outros perigos no futuro que são mais

Página 81

abstrato. É por isso que tendemos a dar muito mais atenção ao


algo como o terrorismo (dor imediata), que certamente merece
nosso escrutínio, do que ao aquecimento global (dor distante), que de fato
representa o maior perigo, uma vez que coloca a própria sobrevivência do
planeta em risco. Mas tal perigo parece abstrato no presente. Pelo
vez que não se torna abstracto, pode ser tarde demais. Nós também tendemos a
pegar coisas que oferecem prazer imediato, mesmo que saibamos sobre
consequências negativas a longo prazo. É por isso que as pessoas continuam
fumar, beber, usar drogas ou se envolver em qualquer comportamento autodestrutivo
que a destruição não é imediata e dramática.
Em um mundo que é complexo, com uma miríade de perigos que aparecem no
No futuro, nossas tendências de curto prazo representam uma ameaça contínua ao nosso bem-estar.
ser. E como a nossa atenção se reduz por causa da tecnologia, o
ameaça é ainda maior. De muitas maneiras, somos definidos pelo nosso relacionamento
ao tempo. Quando simplesmente reagimos ao que vemos e ouvimos, quando balançamos
de excitação e exuberância ao medo e pânico a cada nova peça de
notícias dramáticas, quando direcionamos nossas ações para ganhar tanto

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 77/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

prazer quanto possível


conseqüências, podemosnodizer
momento sem umcedendo
que estamos pensamento paranatureza
à nossa o futuroanimal,
o que é mais primitivo e potencialmente destrutivo em nosso neurológico
Maquiagem.
Quando nos esforçamos para ir contra esse grão, considerar mais profundamente
conseqüências do que fazemos e da natureza de nossas prioridades de longo prazo,
estamos nos esforçando para perceber o nosso verdadeiro potencial humano como o pensamento
animal. E assim como o pensamento de curto prazo pode ser contagioso,
indivíduo que incorpora a sabedoria da perspectiva perspicaz pode
tem um efeito imensamente positivo sobre as pessoas ao seu redor.
Tais indivíduos nos tornam conscientes da imagem maior e revelam
mentalidade que reconhecemos como superior. Nós queremos imitá-los.
Ao longo da história tem havido vários ícones dessa sabedoria para
nos inspiram e nos guiam: José no Antigo Testamento, que podia ver
os corações dos homens e prevê o futuro; Sócrates da Grécia antiga,
que nos ensinou a ser menos tolo e mais consequente em nossa
pensando; o brilhante estrategista Zhuge Liang da China antiga, que
poderia prever cada movimento do inimigo; líderes como a rainha
Elizabeth I e Abraham Lincoln, renomados pelo sucesso de suas
estratégia de longo prazo; o cientista muito paciente e presciente Charles
Darwin, que finalmente expôs os efeitos do tempo profundo na evolução

Página 82

de todas as coisas vivas; e Warren Buffett, o investidor mais bem sucedido em


história, cujo poder é baseado em sua perspectiva clarividente.
Se possível, evite contato profundo com aqueles cujo prazo é
estreitas, que estão em modo de reação contínua, e se esforçam para associar
aqueles com uma consciência expandida do tempo.

Quatro sinais de imprevidência e estratégias para


Supere-os

A maioria de nós imagina que nos envolvemos em alguma forma de pensamento a longo prazo;
Afinal, temos metas e planos. Mas realmente estamos nos enganando.
Podemos ver isso mais claramente quando falamos com outras pessoas sobre suas
planos e estratégias para o futuro próximo e mais distante: muitas vezes
impressionado com a sua imprecisão e a falta de pessoas de pensamento profundo
geralmente dar a esses planos. Eles são mais como esperanças e desejos, e
na pressa de eventos imediatos, sentindo a pressão ea necessidade de
responder, tais metas e planos fracos são facilmente oprimidos. O máximo de
o tempo que estamos improvisando e reagindo a eventos com insuficiente
em formação. Basicamente, estamos em negação sobre isso, porque é difícil

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 78/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

ter uma perspectiva sobre o nosso próprio processo de tomada de decisão.


A melhor maneira de superar isso é reconhecer os sinais claros de
míope pensando em nossas próprias vidas. Como com a maioria dos elementos de
natureza humana, a consciência é a chave. Somente vendo esses sinais podemos
combatê-los. As seguintes são as quatro manifestações mais comuns
de pensamento de curto prazo:

1. Consequências não intencionais. A história está repleta de exemplos sem fim


deste fenômeno. Na Roma antiga, um grupo de homens leais ao
República temia que Júlio César fizesse sua ditadura
permanente e estabelecer uma monarquia. Em 44 aC, eles decidiram
assassiná-lo, restaurando assim a República. No caos que se seguiu
e vácuo de poder sobrinho-neto de Caesar Octavius rapidamente subiu para o
topo, assumiu o poder, e permanentemente terminou a República por
estabelecendo uma monarquia de fato. Depois da morte de César, descobriu-se que
ele nunca teve a intenção de criar um sistema monárquico. o
os conspiradores provocaram precisamente o que tentaram parar.
Na Índia do século XIX, sob o domínio colonial britânico, as autoridades
decidiu que havia muitas cobras venenosas nas ruas de Delhi,
tornando a vida desconfortável para os residentes britânicos e suas famílias.

Página 83

Para resolver isso, eles ofereceram uma recompensa para todos os moradores de cobra mortos
Em breve, os moradores empreendedores começaram a criar cobras para
para ganhar a vida com a recompensa. O governo pegou isso
e cancelou o programa. Os criadores, ressentidos com os governantes e
irritado com suas ações, decidiu liberar suas cobras de volta no
ruas, triplicando assim a população de antes do governo
programa.
Outros exemplos notórios incluem o décimo oitavo
Emenda, que estabelece a proibição nos Estados Unidos em 1920,
que foi projetado para parar a propagação do alcoolismo, mas só acabou
aumentar o consumo de álcool em quantidade substancial; e a
ataque surpresa a Pearl Harbor pelos japoneses em 1941, projetado para
dizimar a força naval dos EUA em um golpe e trazer a América para o seu
joelhos. Em vez disso, sacudiu o público americano de suas profundezas
isolacionismo, garantindo a mobilização total do superior do país
mão de obra e recursos para não só derrotar os japoneses, mas também para
obliterar suas forças armadas para sempre. O sucesso do ataque
garantiu o oposto do resultado pretendido.
Podemos encontrar exemplos menos dramáticos disso em nossas vidas diárias. Nós tentamos
para controlar um adolescente rebelde, colocando algumas restrições em sua
comportamento, apenas para torná-lo ainda mais rebelde e incontrolável.
Nós tentamos animar uma pessoa deprimida, fazendo-a perceber que ela
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 79/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

a vida não é tão ruim assim e que o sol está brilhando, só para descobrir que temos
a deixou ainda mais deprimida. Ela agora se sente culpada por seus sentimentos
sem valor e mais sozinha em sua infelicidade. Uma esposa tenta pegá-la
parceiro para se abrir mais para ela. Com a esperança de estabelecer mais
intimidade, ela pergunta o que ele está pensando, o que aconteceu durante o
durante o dia e assim por diante. Ele interpreta isso como intrusão e
fecha-se ainda mais, o que torna a esposa mais desconfiada e mais
curioso, que o fecha ainda mais.
A fonte dessa síndrome antiga é relativamente simples: alarmada por
algo no presente, nós pegamos uma solução sem pensar
profundamente sobre o contexto, as raízes do problema, o possível
consequências não intencionais que podem resultar. Porque a maioria reage
em vez de pensar, nossas ações são baseadas em informações insuficientes
César não estava planejando iniciar uma monarquia; os pobres de Delhi
desprezavam seus governantes coloniais e não aceitavam de bom grado
perdendo dinheiro; Os americanos estariam dispostos a ir à guerra se atacados.
Quando operamos com uma perspectiva tão distorcida, resulta em todos os tipos

Página 84

de efeitos perversos. Em todos esses casos, um simples movimento no meio do


montanha teria deixado claras as possíveis consequências negativas
tão óbvio para nós em retrospectiva: por exemplo, oferecendo uma recompensa por mortos
as cobras naturalmente causariam que os moradores empobrecidos as criassem.
Invariavelmente, nesses casos, o pensamento das pessoas é notavelmente simples e
preguiçoso: mata César e a República retorna, a ação A leva ao resultado B. A
variação sobre isso, que é bastante comum no mundo moderno, é
Acreditamos que, se as pessoas têm boas intenções, as coisas boas devem ser
resultado. Se um político é honesto e significa bem, ele ou ela trará
sobre os resultados desejados. De fato, boas intenções freqüentemente levam a
são conhecidos como efeitos de cobra , porque as pessoas com as mais nobres intenções
muitas vezes são cegados por sentimentos de auto-justiça e não consideram
as motivações complexas e muitas vezes malévolas dos outros.
O pensamento não-conseqüencial é uma verdadeira praga no mundo hoje
que só está piorando com a velocidade e facilidade de acesso a
informação, que dá às pessoas a ilusão de que estão informadas e
tenho pensado profundamente sobre as coisas. Olhe para guerras autodestrutivas como
a invasão do Iraque em 2003, as tentativas de fechar a
governo para ganhos políticos de curto prazo, o aumento do número de
bolhas financeiras de ações de tecnologia para imóveis. Relacionado a isso é um
gradual desconexão da própria história, como as pessoas tendem a ver
eventos como se estivessem isolados no tempo.
Entenda: Qualquer fenômeno no mundo é por natureza complexo.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 80/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

As pessoas
cadeia com de
ilimitada quem você lida
reações. sãoéigualmente
Nunca tão simplescomplexas. Qualquer
quanto A leva a B. Bação desencadeia
levar a C, a D e além. Outros atores serão atraídos para o drama
e é difícil prever suas motivações e respostas. Você não pode
possivelmente mapear essas cadeias ou obter um controle completo sobre
consequências. Mas fazendo o seu pensamento mais consequencial você
pode pelo menos tomar conhecimento das consequências negativas mais óbvias
que poderia acontecer, e isso muitas vezes significa a diferença entre o sucesso
e desastre. Você quer profundidade de pensamento, para ir a vários graus em
Imaginando as permutações, tanto quanto sua mente pode ir.
Muitas vezes, passando por este processo vai convencê-lo da sabedoria
de não fazer nada, de esperar. Quem sabe o que teria resultado em
história se os conspiradores tinham pensado isso e escolhido para esperar
até que César morreu naturalmente ou em batalha?

Página 85

Embora este modo de pensar seja importante para os indivíduos, pode ser
ainda mais crucial para grandes organizações, onde há muita coisa em jogo
para muitas pessoas. Em qualquer grupo ou equipe, coloque pelo menos uma pessoa em
encarregado de jogar fora todas as possíveis conseqüências de uma estratégia ou
linha de ação, de preferência alguém com um quadro cético e prudente
da mente. Você nunca pode ir longe demais neste processo, e o tempo e
o dinheiro gasto será bem recompensado ao evitar catástrofes em potencial
e desenvolver planos mais sólidos.

2. Inferno tático. Você


se vê envolvido em várias lutas ou
batalhas. Você parece não chegar a lugar nenhum, mas sente que investiu muito
muito tempo e energia já que seria um tremendo desperdício para
desistir. Você realmente perdeu de vista seus objetivos de longo prazo, o que
você está realmente lutando por. Em vez disso, tornou-se uma questão de afirmar
seu ego e provando que você está certo. Muitas vezes vemos essa dinâmica em
brigas maritais: não se trata mais de reparar o relacionamento, mas sim de
impondo o ponto de vista. Às vezes, preso nessas batalhas, você se sente
defensivo e mesquinho, seu espírito atraído para baixo. Isso é quase certo
sinal de que você desceu ao inferno tático. Nossas mentes são projetadas
para o pensamento estratégico - calculando vários movimentos com antecedência
nossos objetivos. No inferno tático você nunca pode elevar sua perspectiva
o suficiente para pensar dessa maneira. Você está constantemente reagindo ao
movimentos dessa ou daquela pessoa, envolvidos em seus dramas e emoções,
andando em círculos.
A única solução é desistir temporária ou permanentemente de
essas batalhas, particularmente se estão ocorrendo em várias frentes. Você
precisa de algum desapego e perspectiva. Faça seu ego se acalmar.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 81/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Lembre-se de que ganhar uma discussão ou provar seu ponto


realmente te leva a lugar nenhum a longo prazo. Ganhe através de suas ações, não
suas palavras. Comece a pensar novamente sobre seus objetivos de longo prazo. Criar uma
escada de valores e prioridades em sua vida, lembrando-se do que
realmente importa para você. Se você determinar que uma batalha em particular é de fato
importante, com uma maior sensação de desapego você pode agora traçar um
resposta estratégica.
Mais frequentemente, você vai perceber que certas batalhas não são
vale a pena no final. Eles são um desperdício de energia valiosa e tempo,
que deve ser alto em sua escala de valores. É sempre melhor andar
longe de uma batalha circular, não importa o quão profundamente você se sinta pessoalmente
investiu nele. Sua energia e seu espírito são importantes
considerações. Sentir-se mesquinho e frustrado pode ter reverberação

Página 86

consequências para a sua capacidade de pensar estrategicamente e alcançar o seu


objetivos. Passando pelo processo delineado acima nas Chaves
naturalmente elevar sua perspectiva e colocar sua mente no estratégico
avião. E na vida como na guerra, os estrategistas sempre prevalecerão
táticos.

3. Febre de fita de marcação. Durante o período que antecedeu o crash de 1929 na Wall
Rua, muitas pessoas se tornaram viciadas em jogar no mercado de ações,
e esse vício tinha um componente físico - o som do ticker
fita que registrou eletronicamente cada alteração no preço de uma ação.
Ouvir aquele barulho de clique indicava que algo estava acontecendo.
alguém estava negociando e fazendo fortuna. Muitos sentiram-se atraídos
som em si, que parecia o batimento cardíaco de Wall Street. Nós não somos mais
tem a fita ticker. Em vez disso, muitos de nós nos tornamos viciados no
ciclo de notícias minuto a minuto, para "o que é tendência", para o feed do Twitter,
que é freqüentemente acompanhado por um ping que tem seus próprios efeitos narcóticos.
Nós sentimos que estamos conectados ao próprio fluxo da vida, a eventos como
eles mudam em tempo real, e para outras pessoas que estão seguindo o
mesmos relatórios instantâneos.
Esta necessidade de saber instantaneamente tem um impulso interno. Quando nós
esperamos ter algumas notícias rapidamente, nunca poderemos voltar ao
ritmo mais lento de apenas um ano atrás. Na verdade, sentimos a necessidade de mais
informações mais rapidamente. Essa impaciência tende a transbordar
outros aspectos da vida - dirigir, ler um livro, seguir um filme. Nosso
diminui a atenção, bem como a nossa tolerância a quaisquer obstáculos
nosso caminho.
Todos nós podemos reconhecer sinais dessa impaciência nervosa em nossa própria
vive, mas o que não reconhecemos é o efeito de distorção que tem em nossa
pensando. As tendências do momento - nos negócios ou na política - são
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 82/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

incorporado em maiores tendências que se desenrolam ao longo de semanas e


meses. Tais extensões maiores de tempo tendem a revelar o relativo
pontos fracos e fortes de um investimento, uma ideia estratégica, um
equipe, ou um candidato político, que muitas vezes são o oposto do que nós
veja nas microtrendes do momento. Em isolamento, uma pesquisa ou preço de ações
não nos diga muito sobre esses pontos fortes e fracos. Eles dão
nos a impressão enganosa de que o que é revelado no presente
só se tornam mais pronunciados com o tempo. É normal querer manter
com as últimas notícias, mas para basear qualquer tipo de decisão sobre estes
instantâneos do momento é correr o risco de interpretar mal o maior
cenário.

Página 87

Além disso, as pessoas tendem a reagir e reagir de forma negativa a qualquer


mudança positiva no presente, e torna-se duplamente difícil de resistir
ser pego em pânico ou exuberância.
Olhe o que Abraham Lincoln teve que enfrentar em um muito menos
era tecnológica. No início da Guerra Civil, ele olhou para o
quadro maior - como ele estimava, o Norte deveria prevalecer porque
tinha mais homens e mais recursos para usar. O único perigo era
Tempo. Lincoln precisaria de tempo para o Exército da União se desenvolver como
uma força de combate; ele também precisava de tempo para encontrar os generais certos que
iria processar a guerra como ele desejava. Mas se muito tempo passou
e não houve grandes vitórias, a opinião pública pode se voltar contra o
esforço, e uma vez que o Norte se dividiu em si mesmo, o trabalho de Lincoln
se tornaria impossível. Ele precisava de paciência, mas também vitórias no
campo de batalha.
No primeiro ano da guerra o Norte sofreu uma grande derrota em Bull
Corra, e de repente quase todo mundo questionou o presidente
competência. Agora, mesmo nortistas nivelados como o famoso
O diretor Horace Greeley pediu ao presidente que negocie a paz. Outras
pediu-lhe para jogar tudo o que o Norte teve em um golpe imediato
para esmagar o sul, mesmo que o exército não estivesse preparado para isso.
E assim por diante, a pressão continuamente se acumulando como
North não conseguiu uma única vitória sólida até que finalmente Geral
Ulysses S. Grant terminou o cerco em Vicksburg em 1863, seguido
logo pela vitória em Gettysburg sob o general George Meade. Agora
De repente, Lincoln foi saudado como um gênio. Mas cerca de seis meses depois, como
Grant ficou atolado em sua busca do Exército Confederado sob
General Robert E. Lee e as vítimas montadas, a sensação de pânico
retornou. Mais uma vez Greeley pediu negociação com o sul.
A reeleição de Lincoln naquele ano parecia condenada. Ele havia se tornado
imensamente impopular. A guerra estava demorando demais. Sentindo o peso

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 83/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

de tudo isso, no final de agosto de 1864, Lincoln finalmente redigiu uma grafia de letras
os termos de paz que ele ofereceria ao sul, mas naquela mesma noite ele
Sentiu-se envergonhado por perder sua determinação e escondeu a carta em uma gaveta. o
a maré tinha que virar, ele sentia, e o sul seria esmagado. Apenas uma semana
mais tarde, o general William Tecumseh Sherman marchou para Atlanta e
todas as dúvidas sobre Lincoln de repente desapareceram para sempre.
Através do pensamento de longo prazo, Lincoln havia medido corretamente
forças e fraquezas relativas dos dois lados e como a guerra

Página 88

acabaria por tendência. Todos os outros foram apanhados no dia-a-dia


relatórios do progresso da guerra. Alguns queriam negociar, outros para
de repente acelerar o esforço, mas tudo isso foi baseado em momentânea
balanços da fortuna. Um homem mais fraco teria cedido a tais pressões
e a guerra teria terminado de maneira muito diferente. O escritor Harriet
Beecher Stowe, que visitou Lincoln em 1864, escreveu mais tarde sobre ele:
“Rodeado por todo tipo de reivindicações conflitantes, por traidores, por
homens tímidos, homens dos Estados da fronteira e homens dos Estados Livres,
Abolicionistas e Conservadores radicais, ele escutou a todos, pesou
as palavras de todos, esperou, observou, rendeu agora aqui e agora lá, mas
no principal manteve um propósito inflexível e honesto, e desenhou o
navio nacional. ”
Lincoln fornece o modelo para todos nós e o antídoto para a febre.
Em primeiro lugar devemos desenvolver a paciência, que é como um músculo
isso requer treinamento e repetição para torná-lo forte. Lincoln era um
homem extremamente paciente. Quando enfrentamos qualquer tipo de problema ou obstáculo,
devemos seguir seu exemplo e fazer um esforço para desacelerar as coisas
e recue, espere um dia ou dois antes de agir. Em segundo lugar, quando
confrontados com questões que são importantes, devemos ter uma noção clara da nossa
metas de longo prazo e como atingi-las. Parte disso envolve avaliar
os pontos fortes e fracos relativos das partes envolvidas. Tal
clareza nos permitirá suportar as constantes reações exageradas
daqueles ao nosso redor. Finalmente, é importante ter fé que o tempo será
eventualmente, provar-nos o direito e manter a nossa determinação.

4. Perdido em trivialidades. Você


se sente sobrecarregado pela complexidade do seu
trabalhos. Você sente a necessidade de estar no topo de todos os detalhes e tendências globais
para que você possa controlar melhor as coisas, mas está se afogando em informações.
É difícil ver a floresta proverbial para as árvores. Este é um sinal certo
que você perdeu a noção de suas prioridades - quais fatos são mais
importante, quais problemas ou detalhes exigem mais atenção.
O ícone para esta síndrome teria que ser o rei Filipe II de Espanha
(1527-1598). Ele tinha um apetite prodigioso por papelada e por
mantendo-se no topo de todas as facetas do governo espanhol. Isso deu a ele
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 84/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

sentimento de estar no controle, mas na verdade, no final, ele fez perder


ao controle. Ele se preocupou com a colocação de banheiros em seu novo palácio em
Escorial e sua distância exata da cozinha; ele passou dias
deliberando sobre como exatamente determinados membros do clero deveriam ser
abordada e remunerada. Mas às vezes ele deixaria de pagar
atenção adequada a relatórios importantes sobre espiões e segurança nacional

Page 89

problemas. Analisando relatórios intermináveis sobre o estado do exército turco, ele


Acredita que ele mostrou sinais de grande fraqueza e decidiu lançar uma guerra
contra os turcos. De alguma forma, ele havia julgado mal. A guerra duraria
dezoito anos, não têm uma resolução definitiva e sangram a Espanha
dinheiro.
Um processo semelhante ocorreu em relação à Inglaterra. O rei teve que
ler cada relatório sobre o estado da marinha inglesa, o apoio de
o povo para a rainha Elizabeth, cada detalhe minucioso sobre o país
finanças e defesas da linha de costa. Baseado em anos de tal estudo, em 1588
ele decidiu lançar sua armada contra a Inglaterra, com a certeza de que
tendo feito a armada grande o suficiente, a Espanha prevaleceria. Mas ele
não prestou atenção suficiente aos relatórios meteorológicos, o mais
fator de tudo - para tempestades no mar significaria a destruição do
armada. Ele também não conseguiu perceber que no momento em que ele tinha compilado e
informação suficientemente assimilada sobre os turcos ou sobre a Inglaterra, o
situação realmente mudou. Então, enquanto ele parecia extremamente detalhe
orientado, ele nunca foi completamente em cima de nada. Ao longo dos anos Philip
esforçou sua mente com tanta leitura que ele tinha freqüente
dores de cabeça e tonturas. Seu pensamento foi definitivamente prejudicado, e
ele tomou decisões que acabaram levando diretamente ao irreversível
declínio do império espanhol.
De certa forma você provavelmente é mais parecido com o rei Filipe II do que com você
gostaria de imaginar. Na sua vida você está mais do que provável pagando
atenção a alguns detalhes que parecem imediatamente importantes para você,
enquanto ignora os boletins meteorológicos que farão o seu projeto. Gostar
Philip, você tende a receber informações sem considerar sua
prioridades, o que realmente importa no final. Mas o cérebro tem seus limites.
Assimilar muita informação leva a fadiga mental, confusão,
e sentimentos de desamparo. Tudo começa a parecer igualmente
importante - a colocação de banheiros e uma possível guerra com os turcos.
O que você precisa é de um sistema de filtragem mental baseado em uma escala de
prioridades e seus objetivos de longo prazo. Sabendo o que você quer
realizar no final irá ajudá-lo a eliminar o essencial do
não essencial. Você não precisa conhecer todos os detalhes. As vezes você
precisa delegar - deixe seus subordinados lidarem com as informações

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 85/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

reunião. Lembre-se que maior controle sobre os eventos virá de


avaliações realistas da situação, precisamente o que é mais
difícil por um cérebro submerso em trivialidades.

Página 90

O humano perspicaz

A maioria de nós vive dentro de um prazo relativamente curto. Nós geralmente


associar a passagem do tempo com algo negativo - envelhecimento e
aproximando-se da morte. Instintivamente, recuamos de pensar muito profundamente
sobre o futuro e o passado, pois isso nos lembra da passagem de
Tempo. Em relação ao futuro, podemos tentar pensar sobre nossos planos
daqui a um ano ou dois, mas nosso pensamento é mais como um devaneio, um
desejo, que análise profunda. Em relação ao passado, podemos ter alguns
memórias afetuosas ou dolorosas da infância e anos posteriores, mas em
geral, o passado nos confunde. Nós mudamos muito a cada ano que passa
que quem nós éramos cinco, dez, vinte anos atrás poderia parecer um estranho
para nós. Nós realmente não temos um senso coeso de quem somos, um sentimento de
conexão entre as versões de cinco anos e trinta e cinco anos de idade
de nós mesmos.
Não querendo ir longe demais em qualquer direção, nós vivemos principalmente dentro
o presente. Nós reagimos ao que vemos e ouvimos e ao que os outros são
reagindo a. Vivemos para prazeres imediatos para nos distrair do
passagem do tempo e nos faz sentir mais vivos. Mas nós pagamos um preço para todos
esta. Reprimir o pensamento da morte e do envelhecimento cria uma contínua
ansiedade subjacente. Nós não estamos chegando a um acordo com a realidade.
Reagir continuamente aos acontecimentos do presente nos coloca numa montanha russa
passeio - para cima e para baixo nós vamos com cada mudança na sorte. Isso só pode
adicionar à nossa ansiedade, como a vida parece passar tão rapidamente no imediato
pressa de eventos.
Sua tarefa como estudante da natureza humana e alguém que aspira a
alcançar o maior potencial do animal humano, é ampliar seu
relação ao tempo, tanto quanto possível, e retardá-lo. Isso significa
você não vê a passagem do tempo como um inimigo, mas sim como um grande
aliado. Cada estágio da vida tem suas vantagens - as da juventude são as mais
óbvio, mas com a idade vem uma perspectiva maior. O envelhecimento não
assusta você. A morte é igualmente sua amiga (ver capítulo 18). Motiva
você para aproveitar ao máximo cada momento; Isso lhe dá uma sensação de urgência.
O tempo é seu grande professor e mestre. Isso afeta você profundamente no
presente. Consciência de que daqui a um ano esse problema atual você é
experimentando dificilmente parecerá tão importante irá ajudá-lo a diminuir o seu
ansiedade e ajustar suas prioridades. Sabendo que o tempo irá revelar o
fraquezas de seus planos, você se torna mais cuidadoso e deliberativo
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 86/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

com eles.

Página 91

Em relação ao futuro, você pensa profundamente sobre seu futuro


objetivos. Eles não são sonhos vagos, mas objetivos concretos, e você tem
mapeou um caminho para alcançá-los. Em relação ao passado, você se sente
profundo senso de conexão com sua infância. Sim, você está constantemente
mudando, mas essas mudanças estão na superfície e criam a ilusão
de mudança real. Na verdade, seu personagem foi definido em seus primeiros anos (ver
capítulo 4), juntamente com suas inclinações para certas atividades, sua
gostos e desgostos. Conforme você envelhece, esse personagem só se torna mais
aparente. Sentindo-se organicamente ligado a quem você era no passado
dá a você um forte senso de identidade. Você sabe do que gosta e
Não gosto, você sabe quem você é. Isso ajudará você a manter sua auto-
amor, que é tão crítico em resistir à descida ao narcisismo profundo
e em ajudá-lo a desenvolver empatia (ver capítulo 2). Além disso, você vai
prestar mais atenção aos erros e lições do passado, que
aqueles que estão presos no presente tendem a reprimir.
Como todo mundo, você aprecia o presente e seus prazeres passageiros. Você
não é um monge. Você se conecta às tendências do momento e ao
fluxo atual da vida. Mas você tem ainda mais prazer em alcançar
seus objetivos de longo prazo e superação de adversidades. Isso expandiu
A relação com o tempo terá um efeito definido em você. Isso vai fazer você
mais calmo, mais realista, mais em sintonia com as coisas que importam. Será
também torná-lo um estrategista superior na vida, capaz de resistir às pessoas
inevitáveis reações exageradas ao que está acontecendo no presente e ver
mais para o futuro, uma potência potencial que nós, humanos, temos
começou a bater em.
Os anos ensinam muito o que os dias nunca sabem.

-Ralph Waldo Emerson

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 87/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Page 92

Suavizar a Resistência Popular


Confirmando sua auto-opinião

A Lei da Defensividade

eu
O ife é duro e as pessoas competitivas. Nós naturalmente devemos cuidar
nossos próprios interesses. Nós também queremos sentir que somos independentes,
fazendo o nosso próprio lance. É por isso que quando outros tentam persuadir ou
nos mudam, nos tornamos defensivos e resistentes. Para desistir de desafios
nossa necessidade de nos sentirmos autônomos. É por isso que as pessoas se mudam
suas posições defensivas você deve sempre fazer parecer que eles
estão fazendo é de livre e espontânea vontade. Criando um sentimento de mútuo
o calor ajuda a suavizar a resistência das pessoas e as faz querer ajudar.
Nunca ataque as pessoas por suas crenças ou faça com que elas se sintam inseguras sobre
sua inteligência ou bondade - isso só fortalecerá sua
defensiva e tornar sua tarefa impossível. Faça com que eles sintam que
fazendo o que você quer, eles estão sendo nobres e altruístas - o
atração final. Aprenda a domar sua própria natureza teimosa e liberte seu
mente de suas posições defensivas e fechadas, liberando seu
poderes criativos.

O jogo da influência

Em dezembro de 1948, o senador Tom Connally do Texas recebeu uma visita


do recém-eleito segundo senador do estado, Lyndon Baines
Johnson (1908-1973). Johnson já havia servido como um democrata
congressista na Câmara dos Representantes por doze anos, e teve
ganhou uma reputação como um político com grandes ambições que era bastante
impaciente para percebê-los. Ele poderia ser ousado, opinativo e até mesmo um
pouco insistente.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 88/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Página 93

Connally sabia de tudo isso, mas ele estava disposto a julgar Johnson por
ele mesmo. Ele estudou o jovem de perto (Connally tinha trinta e um anos
anos mais velhos). Ele o conhecera antes e achou-o um tanto astuto.
Mas depois de trocar algumas gentilezas, Johnson revelou sua verdadeira
motivos: ele estava esperando para obter um assento em um dos três mais
comissões de prestígio no Senado - Dotações, Finanças ou
Relações Estrangeiras. Connally serviu em dois deles como senior
membro. Johnson parecia sugerir que, como um colega texano Connally
poderia ajudá-lo a conseguir o que queria. Connally sentiu que Johnson claramente
não entendia como funcionava o sistema senatorial, e ele decidiu
para colocá-lo em seu lugar ali mesmo.
Agindo como se estivesse fazendo um grande favor a Johnson, ele se ofereceu para ajudar
ele conseguir um assento no Comitê de Agricultura, sabendo muito bem
Johnson acharia isso um insulto - estava entre os menos cobiçados
todas as comissões. Empurrando a faca mais fundo, Connally disse que ele
tinha seguido a campanha senatorial de Johnson e ouvido ele
exclamar inúmeras vezes que ele era amigo do fazendeiro. Aqui estava
sua chance de provar isso. O Comitê de Agricultura seria um perfeito
em forma. Johnson não conseguiu esconder seu descontentamento e se contorceu
desconfortavelmente em sua cadeira. "E então, Lyndon", conclui Connally,
“Depois de ter estado no Senado por um tempo, então você entra no
Relações Exteriores ou Comitê de Finanças, e tornar um público real
serviço. "E por" por um tempo "Connally significou um bom doze a vinte
anos, o tempo que era necessário para qualquer senador acumular influência suficiente.
Foi chamado de antiguidade e foi assim que o jogo foi jogado. Tinha
Connally tomou-se quase vinte anos para obter seu comitê de ameixa
posições.
Nas próximas semanas, a notícia rapidamente se espalhou entre os senadores que
Johnson era alguém para ficar de olho, um potencial cabeça-quente. E assim é
foi uma surpresa agradável quando muitos deles o viram e conheceram para o
primeira vez, depois que ele foi oficialmente inaugurado. Ele não era nada
eles esperavam. Ele era o retrato da polidez e muito
deferente. Ele costumava visitá-los em seus escritórios. Ele
iria anunciar-se ao secretário no escritório exterior, então
espere pacientemente lá até ser chamado, às vezes por uma hora. Ele não
Parecia incomodado com isso - ele se ocupava lendo ou fazendo anotações.
Uma vez lá dentro, ele perguntaria ao senador sobre sua esposa e família ou sua
time favorito - ele tinha claramente feito sua lição de casa no senador
em questão. Ele poderia ser bastante auto-depreciativo. Ele costumava primeiro

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 89/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…
Página 94

apresentar-se como "Landslide Lyndon", todos sabendo que ele tinha


ganhou seu lugar no Senado pelas margens mais finas.
Principalmente, no entanto, ele veio falar de negócios e obter conselhos. Ele perguntaria
uma pergunta ou duas sobre algum projeto de lei ou pouco de procedimento senatorial e
iria ouvir com um foco que era impressionante e encantador, quase como um
criança. Seus grandes olhos castanhos permaneceriam fixos no senador em questão,
e com o queixo apoiado na mão, ele ocasionalmente assentia e
de vez em quando, faça outra pergunta. Os senadores poderiam dizer que ele
estava prestando atenção profunda, porque invariavelmente ele iria agir em sua
conselhos ou repita suas próprias palavras para outra pessoa, sempre creditando
senador que os havia falado. Ele partiria com um agradecimento gracioso
por seu tempo e pela educação inestimável que haviam fornecido.
Este não era o espirituoso cabeça quente de quem eles tinham ouvido tanto sobre
o contraste redundou em seu crédito.
Os senadores o viram com mais frequência no Senado e, ao contrário dos
qualquer outro membro da instituição, ele participou de todas as sessões e sentou-se
quase o tempo todo em sua mesa. Ele tomou notas copiosas. Ele queria
aprenda tudo sobre o procedimento senatorial - um caso aborrecido, mas que
Pareceu cativar ele. Ele estava longe, no entanto, de ser um idiota.
Quando os senadores o encontraram no corredor ou no vestiário, ele
sempre teve uma boa piada para contar ou alguma anedota divertida. Ele tinha passado
seus primeiros anos na pobreza rural, e embora ele tenha sido bem educado, sua
linguagem tinha um pouco da cor e humor mordaz do agricultor texano
e trabalhador migrante. Os senadores acharam-no divertido. Até Tom
Connally teve que admitir que ele de alguma forma o interpretou mal.
Senadores mais antigos, referidos na época como Old Bulls, particularmente
veio para apreciar Lyndon Johnson. Apesar de ocuparem cargos de
grande autoridade com base em sua antiguidade, muitas vezes se sentiam inseguros sobre
sua idade (alguns estavam em seus oitenta anos) e seus aspectos físicos e mentais
capacidades. Mas aqui estava Johnson visitando seus escritórios com frequência,
com a intenção de absorver sua sabedoria.
Um senador democrata mais velho, em particular, levou para Johnson
Richard Russell, da Geórgia. Ele era apenas onze anos mais velho do que
Johnson, mas ele estava servindo no Senado desde 1933 e tinha
tornar-se um dos seus membros mais poderosos. Eles tinham chegado a conhecer
uns aos outros porque Johnson tinha solicitado e recebeu um assento no
Comitê de Serviços Armados, no qual Russell era o segundo em antiguidade.
Russell cruzou caminhos com Johnson no vestiário, nos corredores,

Página 95

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 90/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

no plenário do Senado; ele parecia estar em toda parte. E embora


Johnson visitou Russell em seu escritório quase todos os dias, Russell chegou a
Aproveite a sua presença. Como Russell, Johnson foi principalmente todos os negócios, e
cheio de perguntas sobre procedimentos arcaicos do Senado. Ele começou a chamar Russell
"O Velho Mestre", e ele costumava dizer: "Bem, essa é uma lição de
o velho mestre. Vou me lembrar disso."
Russell foi um dos poucos senadores que permaneceram solteiro.
Ele nunca admitiu que estava sozinho, mas passou quase todo o seu tempo em
seu gabinete no Senado, mesmo aos domingos. Como Johnson estaria frequentemente em
Escritório de Russell discutindo algum assunto até a noite, ele iria
às vezes convidar Russell para jantar em sua casa, dizendo-lhe que
sua esposa, Lady Bird, era uma excelente cozinheira, particularmente boa com
pratos do sul. As primeiras vezes Russell recusou educadamente, mas finalmente
ele cedeu e ele logo se tornou um regular semanal no Johnson
casa. Lady Bird era charmosa e ele rapidamente se aproximou dela.
Lentamente, o relacionamento entre Russell e Johnson se aprofundou.
Russell era um fanático por beisebol e, para deleite, Johnson confessou
fraqueza para o esporte também. Agora eles iriam juntos para a noite
jogos dos senadores de Washington. Um dia não passaria em que eles
não se viam, pois os dois seriam muitas vezes os únicos
senadores em seus escritórios trabalhando nos fins de semana. Eles pareciam
tem tantos interesses em comum, incluindo a Guerra Civil, e eles
pensava tanto em tantos assuntos caros aos democratas do sul, como
sua oposição a uma lei de direitos civis.
Logo Russell poderia ser ouvido elogiando o senador júnior como "um pode-fazer
jovem ”com capacidade igual à sua para trabalho duro. Johnson
foi o único senador júnior ao longo de sua longa carreira a quem ele se referiu como
um "discípulo". Mas a amizade foi mais profunda do que isso. Depois de assistir
uma festa de caça que Johnson organizou no Texas, Russell escreveu para
ele, "Desde que cheguei em casa, fiquei me perguntando se
Acordar e descobrir que eu estava sonhando que tinha feito uma viagem
para o Texas. Tudo foi tão perfeito que é difícil perceber que
poderia acontecer na vida real. ”
Em 1950, a Guerra da Coréia eclodiu e houve pressão sobre o
Comitê de Serviços Armados para formar uma subcomissão para investigar a
preparação militar para a guerra. Esse subcomitê havia sido
formada durante a Segunda Guerra Mundial e presidida por Harry Truman, e foi
através dessa presidência que Truman se tornou famoso e ressuscitado

Página 96

para poder. O atual presidente do Comitê de Serviços Armados foi


https://translate.googleusercontent.com/translate_f 91/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Senador Millard Tydings, de Maryland. Tydings naturalmente assumiria


a presidência do subcomitê, já que seria uma ótima
plataforma de publicidade.
Johnson abordou Tydings com uma proposta: Tydings estava enfrentando uma
campanha de reeleição naquele ano, e Johnson se ofereceu para presidir a
subcomitê somente até o momento da eleição, permitindo que Tydings
concentre-se em ganhá-lo. Então ele se afastaria e deixaria Tydings ter a
posição. Tydings, protetor dos poderes que ele havia acumulado, declinou
Oferta de Johnson. Mas então Dick Russell se encontrou com ele e disse
algo para fazer Tydings mudar de ideia. Johnson foi nomeado
o presidente, um golpe impressionante para um senador que estava no trabalho
por apenas um ano e meio, e ele iria segurar o trabalho por um bom
enquanto, como Tydings perdeu sua oferta de reeleição.
Como presidente Johnson foi de repente recebendo público nacional
exposição, e jornalistas que cobrem o Senado descobriram que ele era um
mestre em lidar com a imprensa. Ele cuidadosamente guardou as descobertas do
subcomitê, não permitindo vazamentos aos jornalistas. Ele cercou sua
trabalhar com tremendo mistério e drama, dando a impressão de que
o comitê estava descobrindo alguma sujeira real nas forças armadas. Ele me deu
informações e relatórios para um seleto grupo de jornalistas poderosos
que escreveu artigos que ele tinha aprovado. Os outros jornalistas
teve que lutar por qualquer migalha de notícias que ele se dignou a oferecer.
O senador júnior começou a fascinar a imprensa - ele era duro
ainda simpático ao trabalho dos jornalistas. E o mais importante, ele sabia
como dar uma boa história a eles. Logo alguns deles estavam escrevendo sobre
ele como um patriota zeloso, uma futura força política a ser levada em conta.
Agora Russell poderia defender adequadamente sua elevação de Johnson - o
senador do Texas tinha feito um ótimo trabalho e tinha finalmente conseguido o
Senado alguma publicidade positiva.
Em maio e junho de 1951, Johnson e Russell trabalharam de perto
juntos no recall do General MacArthur da Coréia. Agora Russell
teve uma visão em primeira mão da equipe de Johnson, e ele ficou surpreso com a forma como
eficiente, maior e melhor organizado do que o seu. Isso fez
Russell se sente fora de sintonia com os tempos. Mas Johnson, como se sentisse sua
pensamentos, começou a ajudar a construir sua própria equipe moderna. Ele deu
ele acesso completo às equipes de relações públicas e jurídicas que ele tinha
desenvolvido, mostrando a Russell quão útil eles poderiam ser. Como Johnson

Página 97

Trabalhou com ele sobre isso, o vínculo entre eles cresceu ainda mais apertado.
Um dia, Russell disse a um repórter: “Que Lyndon Johnson poderia ser
presidente, e faria um bom. "O repórter foi

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 92/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

espantado. Era tão diferente de Russell jamais pagar esse elogio.


Um dia de primavera em 1951, o senador Hubert Humphrey de Minnesota
estava esperando para pegar o metrô para o Capitólio quando Lyndon Johnson
De repente, aproximou-se dele e sugeriu que andassem juntos e conversassem.
Tais palavras eram como música para Humphrey; ele quase não podia acreditar
Johnson foi sincero na oferta. Humphrey se juntou ao Senado em
ao mesmo tempo que Johnson, e ele foi considerado a estrela maior,
um liberal carismático que poderia ser presidente um dia. Humphrey,
no entanto, teve um problema que impediu completamente sua ascensão ao
top: ele acreditava tão estritamente em causas liberais que ele tinha alienado
quase todo mundo. Em seu primeiro discurso no Senado, Humphrey
criticou a instituição por seu ritmo lento de mudança e sua aconchegante
atmosfera. Logo ele foi pago de volta em espécie - relegado ao pior
comitês. As notas que ele apresentou não deram em nada. Quando ele
entrar no vestiário do Senado, ele seria evitado por quase
todos. Como este ostracismo piorou, Humphrey sentiu cada vez mais
deprimido e desanimado. Às vezes, dirigindo para casa do trabalho, ele
iria encostar e chorar. Sua carreira havia tomado um rumo muito errado.
No vagão do metrô juntos, Johnson elogiou-o efusivamente.
"Hubert", ele disse, "você não tem ideia de que experiência maravilhosa
é para mim ir para a câmara do Senado com você. Há muitos
maneiras que eu invejo você. Você é articulado, você tem uma gama tão ampla de
conhecimento. ”Sentindo-se aliviado ao ouvir isso, Humphrey foi então
Surpreendido pela veemência das críticas de Johnson que se seguiram. "Mas
goddammit, Hubert, você está gastando tanto tempo fazendo discursos
que não há tempo para fazer qualquer coisa. ”Humphrey precisava
ser mais pragmático, encaixar melhor. Quando eles finalmente se separaram, Johnson
convidou Humphrey para ir ao seu escritório um dia para tomar uma bebida. Humphrey
logo se tornou um visitante regular, e este senador do sul, muito abominado
pelos liberais do norte como o queridinho do conservador Russell,
Encantado ele.
Primeiro, Johnson foi imensamente divertido. Tudo o que ele disse foi
acompanhada por alguma anedota folclórica, muitas vezes de natureza obscena mas
sempre ensinando alguma lição perversa. Sentado em seu escritório, as bebidas
sendo profusamente derramado, ele instigaria ataques de riso que
reverberar pelos corredores. Foi difícil resistir a um homem que

Página 98

poderia colocá-lo de bom humor. Ele tinha uma presença incrível. Como
Humphrey mais tarde escreveu: "Ele veio como um maremoto varrendo
por todo o lugar. Ele passou por paredes. Ele veio através de uma porta
e ele tomaria todo o quarto.
Segundo, ele tinha informações tão valiosas para compartilhar. Ele ensinou

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 93/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Humphrey todas as complexidades do processo do Senado e do conhecimento


ele tinha acumulado sobre as fraquezas psicológicas de vários senadores
através de observação atenta. Ele se tornou o maior contador de votos em
a história do Senado, capaz de prever os resultados de quase qualquer
Senado voto com precisão surpreendente. Ele compartilhou com Humphrey sua
método de contagem de votos.
Finalmente, ele ensinou a Humphrey o poder que ele poderia ter
comprometimento, por ser mais pragmático e menos idealista. Ele iria
compartilhe com ele histórias sobre FDR, o herói de Humphrey. Quando Johnson
estava na Câmara dos Representantes, ele havia se tornado amigo íntimo de
o presidente. FDR, de acordo com Johnson, foi um consumado
político que sabia como fazer as coisas, recuando taticamente e
mesmo comprometendo. O subtexto aqui foi que Johnson era realmente um
closet liberal que também idolatrava FDR e que queria tanto quanto
Humphrey para aprovar uma lei de direitos civis. Ambos estavam do mesmo lado,
lutando pelas mesmas causas nobres.
Trabalhando com Johnson, não havia limite para o quão alto Humphrey
poderia subir dentro do Senado e além. Como Johnson tinha corretamente
adivinhado, Humphrey tinha ambições presidenciais. O próprio Johnson
nunca poderia se tornar presidente, ou então ele disse a Humphrey, porque o
nação não estava pronta para um presidente do sul. Mas ele poderia ajudar
Humphrey chegar lá. Juntos, eles fariam uma equipe imbatível.
O que selou o acordo para Humphrey, no entanto, foi como Johnson
Procedeu para tornar sua vida mais fácil dentro do Senado. Johnson conversou com
seus colegas democratas do sul sobre a inteligência de Humphrey e
humor, como eles o interpretaram mal como homem. Tendo suavizado eles
desta forma, Johnson, em seguida, reintroduziu Humphrey para esses senadores,
quem o achou encantador. Mais importante de tudo, ele conseguiu que Russell
mude de idéia - e Russell poderia mover montanhas. Agora que ele estava
compartilhando bebidas com os senadores mais poderosos, Humphrey's
a solidão desapareceu. Ele se sentiu compelido a devolver o favor e obter
muitos liberais do norte para mudar suas mentes sobre Johnson, cuja
A influência estava começando a se espalhar como um gás invisível.

Página 99

Em 1952, os republicanos assumiram o poder com a eleição de


Dwight D. Eisenhower como presidente, assumindo o controle do processo do
Senado e a Casa. Uma das vítimas na eleição foi Ernest
McFarland do Arizona, o ex-líder democrata no Senado.
Agora que a posição de liderança estava vaga, a disputa por sua
substituição começou.
Johnson sugeriu que o próprio Russell assumisse a posição, mas

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 94/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

Russell recusou.
cenas. Em Ele poderia
vez disso, ele dissetera Johnson
mais poder
queoperando atrás
ele deveria serdo
o próximo líder, e
Russell poderia fazer isso acontecer. Johnson, agindo surpreso, disse que ele
consideraria, mas somente se Russell continuasse a ser o Velho Mestre e
aconselhe Johnson a cada passo do caminho. Ele não teve que dizer outro
palavra. Dentro de semanas, Russell tinha essencialmente ajudado a garantir-lhe o
posição, e foi um golpe notável. Na idade de quarenta e quatro anos,
Johnson foi de longe o mais jovem líder na história de qualquer das partes.
Várias semanas em sua nova posição, Johnson veio para Russell com um
pedido mais incomum. As posições em comités chave tinham sido baseadas para
décadas na antiguidade. Mas o que isso significava era que o comitê
os presidentes muitas vezes não estavam à altura do trabalho. Homens na casa dos setenta e
os anos oitenta tinham ideias que estavam enraizadas no passado. Eles não tinham o
estômago para uma grande luta. Agora, com os republicanos no controle total, eles
estavam planejando reverter algumas das maiores conquistas de FDR
com o New Deal e na política externa. Ia ser um áspero dois
anos até as eleições de meio de mandato.
Johnson queria o poder como líder dos democratas do Senado para
alterar a paisagem do comitê. Ele não estava defendendo nada
radical. Ele mudaria aqui e ali alguns comitês e
presidências, trazendo um pouco de sangue fresco, como o recém-eleito
Senador John Kennedy e Hubert Humphrey, a quem ele queria
entrar no Comitê de Relações Exteriores. Esses homens mais jovens
dar um novo rosto público para a festa e trazer um pouco de energia
combatendo os republicanos. Russell podia ver a sabedoria nisso, e
ele deu a Johnson sua aprovação tácita, mas ele também o avisou: "Você está
lidando com a coisa mais delicada do Senado. . . . [Você está] jogando
com dinamite.
Johnson se aproximou de outros senadores mais antigos. Alguns eram fáceis de
convencer, como o senador Robert Byrd, que tinha um grande carinho para
o novo líder. Os liberais vieram a bordo com essas mudanças, graças a

Página 100

o trabalho de Humphrey, que agora tinha um tremendo poder como a ligação


entre Johnson e os nortistas. Outros eram muito mais
recalcitrante. Johnson, no entanto, não desistiria da luta. Com aqueles
que continuou a resistir, ele entrou em uma marcha mais alta. Ele se tornou
implacável. Ele passaria horas em seu escritório atrás de uma porta fechada,
falando consigo mesmo, ensaiando seus argumentos e
contra-argumentos destes senadores teimosos até que ele tinha certeza que ele tinha
encontrou a abordagem perfeita. Para alguns ele argumentou puro pragmatismo - o
precisa derrotar os republicanos a todo custo. Com os outros ele alcançou
de volta aos anos de glória de FDR. Para os senadores do sul, ele deixou claro

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 95/96
03/08/2019 Como parte de sua prática, tente se observar também. Observe quantas vezes e quando você tende a colocar um sorriso falso, ou…

que tornar o partido mais poderoso e unificado faria


O trabalho de Johnson é mais fácil, e que como um colega sulista ele seria o seu
aliado final em novas lutas.
Ele serviu-lhes bebidas sem fim em seu escritório, tirou o total
arsenal de sua inteligência e charme. Ele telefonava para eles a qualquer hora. E se
o senador continuou resistindo, ele ligaria novamente mais tarde no
tarde. Ele nunca discutiu com veemência ou tentou forçar o assunto.
Ele viu o lado deles. Ele ofereceu numerosos quid pro quos. Eventualmente, como
um senador após o outro cedeu, ele conseguiu que os últimos redutos desabassem.
De alguma forma, Johnson era agora alguém a temer; se eles não cedessem
e permaneceu um dos poucos holdouts, claramente ele poderia fazer suas vidas
miserável ao longo dos próximos anos.
Quando finalmente se tornou público, os republicanos e a imprensa foram
Fiquei espantado com o que Lyndon Johnson tinha conseguido. Em uma questão de
semanas, desde que assumiu a posição de liderança, ele ganhou
poderes sem precedentes. Ele, não o sistema de antiguidade, controlado
nomeações de comitê. Ele era agora o indiscutível "Mestre do
Senado ", e a palavra de ordem entre seus colegas era" Let Lyndon fazê-lo. "
Atraído em sua esfera de influência estava o elenco mais improvável de
personagens - de Dick Russell a Hubert Humphrey. Mas o mais
pessoa espantada de todos deve ter sido o senador Tom Connally
ele mesmo. Em quatro curtos anos, Johnson não só subiu ao topo, mas
tinha ganho o controle dos democratas do Senado através de um lento e constante
campanha de acumular influência, superando em muito o poder
A Connally havia acumulado em mais de vinte anos de serviço.

•••
Interpretação: Desde o início de sua carreira política, Johnson
tinha uma única ambição - um dia se tornar presidente dos Estados Unidos

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 96/96
03/08/2019 Estados. Para chegar lá, ele precisava de uma ascensão relativamente rápida à proeminência. Quanto mais jovem ele alcançou p…

Página 1

Estados. Para chegar lá, ele precisava de uma ascensão relativamente rápida à proeminência. o
Quanto mais jovem ele chegou a posições de liderança, quanto mais tempo ele teria
para espalhar seu nome e ganhar influência dentro do Partido Democrata.
Eleito para a CâmaraTexto
dosoriginal
Representantes com a idade de vinte e oito anos, ele
parecia na pista parayounger
conseguir o queleadership
he reached queria, mas na casa
positions, sua carreira
the more tem
time he would
have
atolado. O lugar era tão grande e complexo, e ele não era bom
Sugerir uma tradução melhor
em lidar com grandes grupos. Ele não era um orador público empolgante. Ele
foi muito mais charmoso em situações um-a-um. Ele se tornou
frustrado e inquieto. Finalmente chegando ao Senado com a idade de quarenta anos,
ele trouxe com ele sua impaciência, como evidenciado por seu encontro com
Connally Mas pouco antes de sua posse, ele percorreu o andar de
o Senado e teve uma epifania: o lugar era muito menor; isso foi
mais como um clube acolhedor para cavalheiros. Aqui ele poderia trabalhar um a um
e lentamente ganhe poder acumulando influência.
Para conseguir isso, no entanto, ele teve que se transformar. Ele era
naturalmente agressivo; ele teria que controlar isso, desacelerar e dar um passo
de volta. Ele teria que parar de falar tanto e se aquecer
argumentos. Deixe outras pessoas falarem; deixe-os sentir como a estrela de
a apresentação. Pare de pensar em si mesmo; em vez disso, concentre-se completamente em sua
colegas senadores enquanto conversavam e falavam. Assuma a frente inofensiva
do senador júnior aprender as cordas, o sério e um pouco aborrecido
estudante de procedimento e legislação. Por trás dessa frente ele podia
observe as pessoas sem parecer ambicioso ou agressivo. Nesse caminho
ele poderia lentamente ganhar conhecimento do funcionamento interno do Senado—
contagem de votos, como as contas foram realmente aprovadas - e insights sobre o
vários senadores, suas mais profundas inseguranças e fraquezas. Em algum
ponto, sua profunda compreensão da instituição se traduziria em um
mercadoria que ele poderia trocar por influência e favores.
Após vários meses desta campanha, ele foi capaz de alterar o
reputação que ele teve na Câmara. Ele não parecia mais uma ameaça e
com as defesas dos senadores para baixo, Johnson poderia escalar sua
campanha.
Ele voltou sua atenção para conquistar aliados importantes. Como ele sempre tinha
Acredita-se, ter um aliado-chave no topo ou perto do topo da hierarquia poderia
mova montanhas. Logo no início, ele viu o senador Russell como o perfeito
alvo - solitário, um crente em uma causa sem discípulos reais, e muito
poderoso. Johnson genuinamente gostava de Russell, e ele sempre estava em
busca de figuras paternas, mas sua atenção e abordagem foram altamente
https://translate.googleusercontent.com/translate_f 1/97
03/08/2019 Estados. Para chegar lá, ele precisava de uma ascensão relativamente rápida à proeminência. Quanto mais jovem ele alcançou p…

estratégico. Ele se certificou de que ele foi nomeado para os Serviços Armados

Página 2

Comitê, onde ele teria mais acesso a Russell. Seus


encontros constantes no corredor ou no vestiário eram raramente
acidental. Sem deixar óbvio, ele aumentou lentamente as horas
eles passaram juntos. Johnson nunca gostou de beisebol e poderia se importar
menos sobre a Guerra Civil, mas ele rapidamente aprendeu a cultivar um interesse
em ambos. Ele espelhou de volta para Russell seus próprios valores conservadores e
ética de trabalho e fez o senador solitário sentir que ele não tinha apenas um
amigo, mas um filho adorador e discípulo.
Johnson teve o cuidado de nunca pedir favores. Em vez disso, ele silenciosamente fez
A favor de Russell, ajudando-o a modernizar sua equipe. Quando
Johnson finalmente queria algo, como a presidência do
subcomitê, ele iria insinuar seu desejo ao invés de diretamente
expresse. Russell viria vê-lo como uma extensão do seu próprio
ambições políticas, e nesse ponto ele faria quase qualquer coisa por
seu acólito.
Em poucos anos, chegou a notícia de que Johnson era um mestre
voto contador e tinha conhecimento de vários senadores, o tipo de
informações que podem ser extremamente úteis ao tentar obter uma fatura
passado. Agora os senadores vinham a ele por essa informação, e ele
iria compartilhá-lo com o entendimento de que em algum momento ele iria
espere favores em troca. Lentamente sua influência