Você está na página 1de 2

Aniversários (avise aos oficiais sobre erros ou omissões)

12/07 - Rafaela Safe Carneiro Rios Dias


13/07 - Marcos Antônio Costa Cavalcanti Filho
14/07 - Amanda Guedes Andrade Bedritichuk
14/07 - Marcel Lucca Cordeiro Magalhães
15/07 - Bernardo Ribeiro Daniel
15/07 - Davi Xavier Barros Ano X - Boletim nº 469 Brasília - DF, 12 de julho de 2020
17/07 - Alice Passone Turbiani
17/07 - Bárbara Diaz Serra Benincasa

Casamentos:
12/07 - Raimundo do Nascimento Lima e Carolina de Menezes Costa do Nascimento Lima
13/07 - Gabriel Torres Reifegerste e Ester Miranda Torres Reifegerste Quando eu estarei satisfeito?
14/07 - Marcos Antônio Costa Cavalcanti Filho e Rebeca de Azevedo Carvalho Cavalcanti

Escala Junta Diaconal “Eu lhes fiz conhecer o teu nome e ainda o farei conhecer, a fim de que o
amor com que me amaste esteja neles, e eu neles esteja.” (João 17.26)
12/07 19/07 26/07
André Carvalho, Daniel Torres, André Carvalho,
Henrique Amorim e Marcel Argolo e Judson Almeida
Luís Felipe Roberto Ribeiro e Luís Felipe
Imagine ser capaz de desfrutar o que é mais agradável com poder e paixão ilimitados
para sempre.
Essa não é a nossa experiência atual. Três coisas ficam no caminho de nossa completa
Conselho Junta Diaconal Missionários satisfação neste mundo.
Presidente
André de Azevedo Carvalho 1. Nada tem um valor pessoal grande o suficiente para satisfazer os anseios mais
Pastor e Presidente profundos dos nossos corações.
Rev. Emílio Garofalo Neto Vice-Presidente Aurélio Vea Vargas
Thiago Martinello Lima (Tribo Tembé/PA) 2. Nós não temos a força para provar os melhores tesouros em sua máxima excelência.
Pastores Auxiliares Rev. Daniel Charles Gomes
Rev. Daniel Piva Daniel Ishy Torres Cavalcante (Japão) 3. Nossas alegrias aqui chegam a um fim. Nada dura.
Rev. Tarcizio Carvalho Davi de Abreu Peres David Portela
Eduardo Henrique C. da S.P. Néris (Phnom Penh/Camboja) Mas, se o propósito de Jesus em João 17.26 se tornar realidade, tudo isso mudará.
Presbíteros Henrique Silva de Amorim Rev. João Petreceli
Aldegundes Nery de C. Filho Jônathas Assunção S.N. de Castro (Nova Zelândia e Nepal)
Daniel de Oliveira Lopes Judson de Almeida Rodrigues Rev. Patrick Scherrer Se o prazer de Deus no Filho se tornar nosso prazer, então o objeto de nosso deleite,
Flávio R. de Almeida Heringer Luís Felipe Barbosa Heringer (Informação reservada) Jesus, será inesgotável em valor pessoal. Ele nunca se tornará enfadonho, decepcionante
Joldes Muniz Ferreira Marcel Argolo de Carvalho ou frustrante. Nenhum tesouro maior do que o Filho de Deus pode ser concebido.
Ricardo M. Mansano André Ricardo Mortoza dos Santos
Roberto Ribeiro C. de O. A. Filho Além disso, nossa capacidade de saborear esse tesouro inesgotável não será limitada por
Victor Boechat Batiston Bimbato fraquezas humanas. Nós fruiremos do Filho de Deus com o próprio gozo do seu Pai.
O deleite de Deus em seu Filho estará em nós e será nosso. E isso nunca acabará, porque
nem o Pai nem o Filho nunca terminam. Seu amor um pelo outro será o nosso amor por
eles e, portanto, nosso amor por eles nunca findará.
Reuniões: Hotel Grand Bittar - Setor Hoteleiro Sul, Quadra 05, 1º andar.
Domingo: Culto Matutino às 9h30 e Culto Vespertino às 19h
Escritórios: SRTVN Q 701, Ed. Brasília Rádio Center, Sala 1048. Brasília-DF Devocional Alegria Inabalável. Por: John Piper. © Desiring God – Solid Joys
Dízimos e Ofertas: Igreja Presbiteriana Semear. BB (001), Ag 4592-6, Conta 13147-4
CPNJ 15.680.760/0001-64
Nosso Website: http://www.ipsemear.org Website da nossa denominação http://www.ipb.org.br
LITURGIA DO CULTO MATUTINO LITURGIA DO CULTO NOTURNO

Chamado à Adoração: Salmo 1 SERMÃO: MATEUS 13.47-50 Chamado à Adoração: Salmo 46.8-11 Música: TRINDADE SANTÍSSIMA - HNC 11
"A REDE DO REINO DOS CÉUS" Santo! Santo! Santo! Deus Onipotente!
Oração Oração Louvam nossas vozes teu nome com fervor!
Música: PORQUE ELE VIVE Santo! Santo! Santo! Justo e compassivo!
Música: SALMO 146 Deus enviou seu Filho amado Música: CASTELO FORTE – HNC 155 És Deus Triúno, Excelso Criador!
Aleluia! Ó minh’ alma, glorifica ao teu Senhor Pra nos salvar e perdoar Castelo forte é nosso Deus, espada e bom escudo!
Ao Senhor louvor e glória cantarei em meu viver Na cruz morreu por meus pecados, Com seu poder defende os seus em todo transe agudo. Santo! Santo! Santo! Nós, os pecadores,
Não confieis em principados, nem de homens dependei Mas ressurgiu e vivo com o Pai está Com fúria pertinaz persegue Satanás Não podemos ver tua glória sem temor.
Seus projetos cessam todos, quando o espírito lhes sai Com ânimo cruel! Mui forte é o Deus fiel, Tu somente és Santo! Só Tu és perfeito,
Porque Ele vive, posso crer no amanhã Igual não há na terra. Deus Soberano, imenso em teu amor.
Bem-aventurado aquele cujo auxílio é o Senhor Porque Ele vive, temor não há.
E que tem sua esperança permanente em Deus Jeová Mas eu bem sei, eu sei, que a minha vida A força do homem nada faz, sozinho está perdido! Santo! Santo! Santo! Todos os remidos,
Ele fez os céus e a terra, fez o mar e tudo além Está nas mãos do meu Jesus que vivo está Mas nosso Deus socorro traz em seu Filho escolhido. Juntos com os anjos, proclamam teu louvor!
E fiel eternamente o Senhor se manterá Sabeis quem é? Jesus, o que venceu na cruz, Antes de formar-se o firmamento e a terra
E quando, enfim, chegar a hora Senhor dos altos céus, e sendo o próprio Deus, Eras, e sempre és, e hás de ser Senhor!
Faz justiça aos oprimidos, ao faminto dá o pão Em que a morte enfrentarei, Triunfa na batalha.
O Senhor liberta os presos, ama os justos, dá visão Sem medo, então, terei vitória! Santo! Santo! Santo! Deus Onipotente!
O Senhor aos abatidos, toma-os desde o rude pó Verei a glória do meu Jesus que vivo está Se nos quisessem devorar demônios não contados, Tuas obras louvam teu nome com fervor.
Sobre órfãos e viúvas, seu amparo há de estar Não nos iriam derrotar nem ver-nos assustados. Santo! Santo! Santo! Justo e compassivo!
Oração Final e Bênção Apostólica O príncipe do mal, com seu plano infernal, Deus soberano, Excelso Criador!
Ele guarda o peregrino na jornada dura, atroz Já condenado está! Vencido cairá
E dos maus transtorna a senda, para sempre reinará! Saudação aos visitantes Por uma só palavra. SERMÃO: NAUM 2.1-13
Aleluia! Ó Sião, o teu Deus é Rei sem-par "O DIA EM QUE O MAL TEM O QUE MERECE"
E em cada geração reina Deus, aleluia! De Deus o verbo ficará, sabemos com certeza,
E nada nos assustará com Cristo por defesa! Música: REI DAS NAÇÕES
Leitura Bíblica: Hebreus 9.27,28 Se temos de perder família, bens, prazer! Grandes são as tuas obras,
Se tudo se acabar e a morte enfim chegar, Senhor Todo-Poderoso
Oração Com Ele reinaremos! Justos e verdadeiros são os teus caminhos

Música: O GRANDE AMOR DE DEUS - HNC 42 Leitura Bíblica: Apocalipse 18.1-20 Ó Rei das nações, quem não temerá?
A Deus demos glória por seu grande amor Quem não glorificará teu nome?
O Filho bendito por nós todos deu Oração Ó Rei das nações, quem não te louvará?
E graça concede ao mais vil pecador, Pois só teu nome é Santo!
Abrindo-lhe a porta de entrada no céu CONFISSÃO DE FÉ – BCW
PERGUNTA 9 – Qual é a obra da criação? Todas as nações virão
Exultai! Exultai! Vinde todos louvar Resposta: A obra da criação é aquela pela qual Deus fez E adorarão diante de ti
A Jesus, Salvador, a Jesus, Redentor! todas as coisas do nada, pela palavra do seu poder, no Pois os teus atos de justiça
A Deus demos glória, porquanto do céu espaço de seis dias, e tudo muito bem. Se fizeram manifestos!
Seu Filho bendito por nós todos deu! Ref.: Hb.11.3; Ap.11; Gn.1.1‐31
Oração Final e Bênção Apostólica
Oh! Graça real! Foi assim que Jesus, PERGUNTA 10 – Como Deus criou o homem?
Morrendo, seu sangue por nós derramou. Resposta: Deus criou o homem, macho e fêmea, Saudação aos visitantes
Herança nos céus, com os santos em luz, conforme a sua própria imagem, em conhecimento,
Legou-nos aquele que o preço pagou retidão e santidade, com domínio sobre as criaturas.
Ref.: Gn.1.27; Cl.3.10; Ef.4.24; Gn.1.28
Tal prova de amor nos persuade a confiar
Nos merecimentos do Filho de Deus! PERGUNTA 11 – Quais são as obras da providência de
E quem, a Jesus, pela fé se entregar, Deus?
Vai vê-lo na glória eterna dos céus Resposta: As obras da providência de Deus são a sua
maneira muito santa, sábia e poderosa de preservar e
governar toras as suas criaturas, e todas as ações delas.
Ref.: Sl.145.17; Sl.104.24; Hb.1.3; Mt.10.29‐30