Você está na página 1de 21

Eletricidade e Calor -

Exercícios - Física
Física
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
20 pag.

Document shared on www.docsity.com


Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)
ICET – CURSO: Engenharia Ciclo Básico (Eletricidade e Calor - Ficha 16)
Estudos Disciplinares
Campus: Data: / /
Nome:
RA: Turma:

Equilíbrio de Três Cargas

A força elétrica de interação entre duas cargas puntiformes q1 e q2, distantes entre si de r, obedece à lei de

Coulomb, representada pela equação: . Na expressão, é um vetor unitário paralelo à reta que une as

duas cargas. Sendo as cargas de mesmo sinal ( ), elas se repelem. Sendo as cargas de sinais opostos
( ), elas se atraem. Como exemplo de aplicação dessa lei, a figura acima mostra três cargas elétricas
puntiformes, q1, q2 e q3, fixas, formando um triângulo com lados de comprimentos a, b e c.

Dados:

1. A intensidade da força elétrica resultante que atua na carga q3 vale


a) 6,62 N. b) 3,60 N. c) 3,37 N. d) 8,96 N. e) 1,62 N.
Resolução.
Sugestão: utilize a lei dos cossenos.

34

docsity.com
Document shared on www.docsity.com
Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)
2. O ângulo que a força elétrica resultante atuante sobre a carga q3 faz com o lado de comprimento c do triângulo
vale aproximadamente
a) .
b) .
c) .
d) .
e) .
Resolução.
Sugestão: utilize a lei dos cossenos.

35

docsity.com
Document shared on www.docsity.com
Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)
ICET – CURSO: Engenharia Ciclo Básico (Eletricidade e Calor - Ficha 17)
Estudos Disciplinares
Campus: Data: / /
Nome:
RA: Turma:

Dipolo Elétrico

Um dipolo elétrico de cargas –Q e +Q, separadas pela distância d, é mantido fixo, conforme mostrado na figura
abaixo. Uma partícula de massa m e carga elétrica q é posicionada em um ponto P, situado à distância x, medida a
partir do centro do dipolo, e, a seguir, é liberada. Não considerar a ação do campo de gravidade local.

Dados:

1. No instante em que é liberada, a partícula possui aceleração de


a) 2,8 m/s2.
b) 1,2 m/s2.
c) 0,6 m/s2.
d) 5,4 m/s2.
e) 7,2 m/s2.
Resolução.

36

docsity.com
Document shared on www.docsity.com
Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)
2. No ponto P, indicado na figura, a intensidade do campo elétrico produzido pelo dipolo vale
a) 245,2 N/C.
b) 562,5 N/C.
c) 125,3 N/C.
d) 845,4 N/C.
e) 1241,2 N/C.
Resolução.

37

docsity.com
Document shared on www.docsity.com
Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)
ICET – CURSO: Engenharia Ciclo Básico (Eletricidade e Calor - Ficha 18)
Estudos Disciplinares
Campus: Data: / /
Nome:
RA: Turma:

Anel Eletrizado

A figura acima mostra um anel eletrizado uniformemente com carga Q. A reta Ox representa um eixo perpendicular
ao plano do anel, passando pelo seu centro O. Pode-se mostrar que, em um ponto P desse eixo, situado à distância x

de O, o valor do campo elétrico produzido pela carga Q é dado por .

Dados:

1. A distância x em que o campo elétrico produzido pelo anel é máximo vale


a) 4,0 m. b) 5,7 m. c) 2,8 m. d) 6,5 m. e) 1,3 m.
Resolução.

38

docsity.com
Document shared on www.docsity.com
Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)
2. Em uma situação em que (x muito maior do que r) o campo elétrico no ponto P é expresso por

a) .

b) .

c) .

d) .

e) 0.

Resolução.

39

docsity.com
Document shared on www.docsity.com
Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)
ICET – CURSO: Engenharia Ciclo Básico (Eletricidade e Calor - Ficha 19)
Estudos Disciplinares
Campus: Data: / /
Nome:
RA: Turma:

Bastão Eletrizado

O campo elétrico produzido por um corpo eletrizado de formato qualquer, em um ponto P, é dado por .

Na expressão, dQ é um elemento de carga do corpo situado em um ponto O, r é a distância desse elemento de carga

até o ponto P, ou seja ,e é um vetor unitário representado por . Como exemplo, vamos supor que

esse corpo seja um bastão de comprimento L, eletrizado uniformemente com carga elétrica Q, conforme ilustrado na
figura acima. Nesse caso, , sendo a densidade linear de carga do bastão e um elemento de seu

comprimento. A densidade linear de carga é calculada por .

Dados:

1. Para o bastão eletrizado esquematizado na figura acima, o campo elétrico produzido no ponto P vale
a) . b) . c) . d) . e) .

Resolução.

40

docsity.com
Document shared on www.docsity.com
Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)
2. O campo elétrico no ponto P, supondo que distância seja 80 m, vale

a) .

b) .

c) .

d) .

e) .

Resolução.

41

docsity.com
Document shared on www.docsity.com
Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)
ICET – CURSO: Engenharia Ciclo Básico (Eletricidade e Calor - Ficha 20)
Estudos Disciplinares
Campus: Data: / /
Nome:
RA: Turma:

Esfera Condutora

A figura acima mostra uma esfera maciça condutora, de raio R, eletrizada com carga elétrica Q. O potencial elétrico V

produzido pela esfera em um ponto P, distante r do seu centro, é expresso pela equação . A carga

permanece na superfície da esfera, em equilíbrio eletrostático.

Dados:

1. As distâncias entre as superfícies equipotenciais de 200 V até 400 V, de 400 V até 600 V e de 600 V até 800 V
valem, respectivamente,
a) 225,0 m; 75,0 m; 57,5 m. b) 56,25m; 18,75 m; 14,37 m. c) 112,5 m; 37,5 m; 18,75 m.
d) 37,5 m; 12,5 m; 9,6 m. e) 150,0 m; 50,0 m; 38,3 m.
Resolução.

42

docsity.com
Document shared on www.docsity.com
Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)
2. O trabalho realizado por um operador, ao transportar uma carga puntiforme da superfície
equipotencial de 200 V até a de 800 V, é igual a
a) 1,2 J.
b) 0,6 J.
c) -2,4 J.
d) -1,2 J.
e) 0,3 J.
Resolução.

43

docsity.com
Document shared on www.docsity.com
Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)
ICET – CURSO: Engenharia Ciclo Básico (Eletricidade e Calor - Ficha 21)
Estudos Disciplinares
Campus: Data: / /
Nome:
RA: Turma:

Força de Lorentz

Uma partícula de massa e carga elétrica positiva q entra em uma região na qual existem campo elétrico e campo
magnético, ambos uniformes, constantes, perpendiculares entre si e de módulos, respectivamente, E e B. A
magnitude da força peso da partícula ( ) é desprezível se comparada à força elétrica ( ) e à

força magnética ( ). A partícula entra na região com velocidade inicial , de módulo

e direção perpendicular aos campos elétrico e magnético, e desvia-se até atingir, com velocidade nula, a distância
máxima d da reta suporte da velocidade inicial . A partícula volta a aproximar-se dessa reta, de modo que sua
trajetória é uma curva plana, conforme mostrado na figura acima. A força resultante entre a força elétrica e a força
magnética é conhecida como força de Lorentz: .

Dados:

1. A distância d vale

a) 0,05 m. b) 0,02 m. c) 0,10 m. d) 0,15 m. e) 0,04 m.


Resolução.

44

docsity.com
Document shared on www.docsity.com
Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)
2. A força de Lorentz que atua sobre a partícula no ponto A vale
a) .
b)
c) N.
d) N.
e) .
Resolução.

45

docsity.com
Document shared on www.docsity.com
Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)
ICET – CURSO: Engenharia Ciclo Básico (Eletricidade e Calor - Ficha 22)
Estudos Disciplinares
Campus: Data: / /
Nome:
RA: Turma:

Torque Magnético

A força magnética que atua em um fio reto de comprimento L, percorrido por corrente elétrica de intensidade I e
imerso em uma região onde há campo magnético uniforme , é expressa pela equação . Numa situação
em que o fio forma uma espira, ou seja, a corrente faz um percurso fechado, verifica-se que a espira sofre a ação de
torque magnético dado por . Na expressão, é o momento de dipolo magnético da espira, definido por
, A é a área de sua superfície e é um vetor unitário perpendicular ao seu plano. Como exemplo, a figura
acima mostra uma espira retangular ABCD percorrida por corrente elétrica de intensidade I. A espira está imersa em
uma região na qual atua campo magnético uniforme de intensidade . A espira pode girar em torno do lado CD e é
abandonada na posição ilustrada.

Dados:

1. As forças magnéticas e que atuam nos lados AB e BC da espira valem, respectivamente,


a) e . b) e . c) .
d) . e) .
Resolução.

46

docsity.com
Document shared on www.docsity.com
Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)
2. O torque magnético que atua sobre a espira é

a) .
b) .
c) .
d) .
e) .
Resolução.

47

docsity.com
Document shared on www.docsity.com
Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)
ICET – CURSO: Engenharia Ciclo Básico (Eletricidade e Calor - Ficha 23)
Estudos Disciplinares
Campus: Data: / /
Nome:
RA: Turma:

Gelo Derretido

Ao introduzirmos um pedaço de gelo em um copo contendo água, observa-se que, decorrido algum tempo, um dos
seguintes resultados se verifica: (1) nenhuma parte do gelo se funde; (2) todo gelo se funde; (3) parte do gelo se
funde; (4) parte da água se solidifica; (5) toda a água se solidifica. O resultado final vai depender das massas e das
temperaturas iniciais da água e do gelo. Para exemplificar esse fenômeno, são introduzidos 6 g de gelo a -26 ºC em

um recipiente contendo 70 g de água à temperatura de 15 ºC. O calor específico da água é e o do gelo é

. O calor latente de fusão do gelo vale . Desprezam-se a capacidade térmica do recipiente e as trocas

de calor com o ambiente externo.

1. Qual é a temperatura de equilíbrio da mistura?


a) -3,5 ºC. b) 0 c) 2,5 ºC. d) 6,5 ºC. e) 8,5 ºC.
Resolução.

48

docsity.com
Document shared on www.docsity.com
Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)
2. Adicionando-se à mistura anterior outro pedaço de gelo de massa 15 g à temperatura de -26 ºC, qual será a
temperatura de equilíbrio térmico dessa nova mistura? E a massa restante de gelo?

a) .
b) .
c) .
d) .
e) .
Resolução.

49

docsity.com
Document shared on www.docsity.com
Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)
ICET – CURSO: Engenharia Ciclo Básico (Eletricidade e Calor - Ficha 24)
Estudos Disciplinares
Campus: Data: / /
Nome:
RA: Turma:

Gás Perfeito

As variáveis de estado de um gás são a pressão P, o volume V e a temperatura T. Um gás é considerado perfeito se
suas variáveis de estado seguem a equação PV=nRT, sendo n seu número de moles e R, a constante universal dos
gases perfeitos. Em um processo termodinâmico no qual o gás troca calor Q e/ou trabalho com o ambiente externo,
ocorre variação de sua energia interna. Aplicando o Princípio de Conservação da Energia, conclui-se que essas
grandezas se relacionam pela equação (Primeira Lei da Termodinâmica). O calor segue a equação
e o trabalho é calculado pela equação . O calor específico do processo termodinâmico é
indicado por . Um exemplo de aplicação da Primeira Lei da Termodinâmica está representado acima, no diagrama P
versus V, em que ocorre uma transição de um gás perfeito, desde um estado inicial A até um estado final B, por meio
de três diferentes processos.

1. O calor trocado pelo gás no processo 2 vale


a) 154 atm.l.
b) 160 atm.l.
c) 176 atm.l.
d) 144 atm.l.
e) 96 atm.l.

50

docsity.com
Document shared on www.docsity.com
Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)
Resolução.

2. A variação de energia interna que o gás sofre no processo 3 vale


a) 80 atm.l.
b) 96 atm.l.
c) 48 atm.l.
d) 64 atm.l.
e) 36 atm.l.
Resolução.

51

docsity.com
Document shared on www.docsity.com
Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)
ICET – CURSO: Engenharia Ciclo Básico (Eletricidade e Calor - Ficha 25)
Estudos Disciplinares
Campus: Data: / /
Nome:
RA: Turma:

Ciclo Termodinâmico

Um gás perfeito executa o ciclo termodinâmico representado acima, composto pelos seguintes processos:
(adiabático), (isométrico) e (isotérmico). A tabela abaixo mostra como determinar o calor, o trabalho e a
variação de energia interna dessas transformações termodinâmicas.

(calor) (trabalho) (variação de energia interna)

Isométrica

Isotérmica

Adiabática

1. O trabalho trocado pelo gás no ciclo vale


a) +400,0 J. b) +263,6 J. c) -836,7 J. d) 0. e) +1800 J

52

docsity.com
Document shared on www.docsity.com
Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)
Resolução.

2. O calor trocado pelo gás no processo vale


a) -2637 J.
b) +8366 J
c) -1800 J
d) +6872 J
e) 0
Resolução.

53

docsity.com
Document shared on www.docsity.com
Downloaded by: anne-ketri-1 (kubrickanne@gmail.com)

Você também pode gostar