Você está na página 1de 14

Churrasco Grego - 7 Tipos de Carne –

Saiba tudo sobre esse famoso Churrasco


Muito provavelmente você já provou ou já ouviu falar sobre o famoso


Churrasco Grego. Basicamente esse churrasco consiste em empilhar uma
grande quantidade de bifes finos temperados em um espeto, e quando
grelhados na vertical são retirados lascas para o consumo em lanches ou
como petiscos.
Neste artigo eu vou apresentar qual a melhor opção de carne para churrasco
grego, a cultura por trás desse churrasco, e muitas dicas que você só
encontra aqui no Fiquei Sem Churrasco. Então acompanha o artigo até o final
que está imperdível.

Cultura do Churrasco Grego

O Churrasco Grego é conhecido na Grécia como Gyro, e segue uma receita


cultural que faz muito sucesso na Europa. Aqui no Brasil as culturas foram
todas misturadas e o Churrasco Grego também é conhecido como Kebab ou
Shawarma.
O Gyro que tem como pronuncia “Guíros” é um sanduíche que leva verduras e
vegetais, pão Pita e a tradicional carne feita no espeto, grelhado na vertical,
como já conhecemos. Esse típico churrasco da Grécia é a evolução do
mencionado Kebab.

O Pão Pita pra quem não conhece é a mesma coisa que o pão Sírio usado na
índia. Em Resumo o Gyro é um combinado de lascas de carne de cordeiro,
batata frita, saladas, molho a base de iogurte envolvido pelo pão pita. Existem
também receitas com carnes bovinas e suínas.
Quanto ao Doner Kebab batizado pelos turcos, é responsável pela origem do
Gyro, que nada mais é um enorme espeto giratório de carne, utilizado na
“HORIZONTAL” e não na vertical, muito comum em festas e datas
comemorativas na Turquia. Doner na tradução significa girar, que por sua vez
acabou contribuindo para a formação do nome Gyru. O kebab hoje foi mais
adequado a modernidade e recebe uma enorme variação de receitas, como
pequenos espetos envolvidos com pães e saladas.
E para finalizar o Shawarma é o resultado da imigração do Kebab até os
árabes, que adequaram a receita com seus costumes típicos. A receita
tradicional árabe é pão sírio, pasta de alho, tomate, cebola, salsinha e lascas
de carne. Hoje a Shawarma passou a ser feita na vertical e também ficou
mundialmente conhecido.
Então, Gyrus, Kebab, Shawarma e Churrasco Grego, na verdade são tudo a
mesma coisa, que nada mais é, que uma preparação de churrasco que vira
sanduíche.

Carne Para Churrasco Grego

Bem essa é uma questão um pouco particular, e que depende muito do


objetivo de quem for preparar o churrasco, algumas questões são
convenientes antes de escolher a carne para o churrasco grego.
O Churrasco será feito de forma comercial para fins lucrativos? Se sim, então
o publico é misto, ou seja, para homens, mulheres e crianças. Dessa forma
você deve pensar em ter no mínimo duas opções. Normalmente em eventos
grandes de churrasco que já participei, crianças e mulheres gostam mais de
linguiças e de frango, e quanto aos homens carnes bovinas(claro que
sabemos que existem exceções ok?).

Então optar por lombo suíno em bifes, pernil suíno e frango em bifes que são
mais baratos, podem ser a melhor opção, uma vez sabendo que o nome
churrasco grego é apenas a forma como a carne é assada, e não
necessariamente qual o tipo da carne usada. Mas fique tranquilo, acompanha
até o fim do artigo que tem muita informação de valor.
A outra opção de Carne para Churrasco Grego é a bovina, e é ai que muita
gente fica na dúvida.
Então vamos pensar em dois pontos, economia e qualidade(sabor e
suculência). Se você quiser saber um pouco mais sobre sabor e suculência
acesse este artigo:

Melhor Carne para Churrasco Grego

Pensando em economia, é muito importante saber escolher a carne e também


não acabar desagradando o cliente, oferecendo cortes duros e difíceis de
mastigar. Então vou citar algumas opções aqui, para te ajudar a escolher a
melhor carne para churrasco grego.

1 – Coxão Mole ou Chão de Dentro

A primeira opção é o Coxão Mole ou Chão de Dentro, que é uma boa carne
para churrasco grego. Esta carne é moderadamente macia, porém quando
marinada com aditivos ácidos como o limão, abacaxi e vinagre, acaba
melhorando a experiência na hora de mastigar. Sabemos que existem
amaciantes de carnes industrializados, porém se as medidas utilizadas não
forem controladas isso pode trazer sabor enjoativo e forte para seu espeto.
2- Fraldinha

A segunda opção é a Fraldinha, que é uma carne macia e suculenta. Uma


observação importante a ressaltar é que a fraldinha por ser uma peça fina,
não são facilmente encontrados bifes prontos, será necessário que você
mesmo faça os bifes. Além disso fique atento para não comprar gato por
lebre, pois exitem açougueiros que agem de má fé e ao invés de entregarem a
fraldinha entregam ao cliente o bife do vazio ou fraldão, que são muito mais
duros .

3 – Miolo da Paleta
A terceira opção é o Miolo da Paleta, que oferece bifes saborosos, macios e
com tamanho adequado para fazer o Churrasco Grego. Das demais, essa é
na opinião do Fiquei Sem Churrasco a melhor escolha, pois é o corte que
oferece melhor sabor com relação a Reação de Maillard, que é aquele
dourado que fica na superfície da carne, mais abaixo eu explico melhor isso.
Além disso é o corte que tem melhor custo benefício, por se tratar de uma
opção mais desconhecida o preço fica na casa dos R$16/Kg, e isso vai te
ajudar a aumentar ainda mais a sua margem, isso é claro se a ideia for vender
Churrasco Grego ou Shawarma.

Antes de optar por alguma das carnes citadas aqui é importante você
conhecer um pouco mais sobre elas. Confira os artigos de cada uma, que dou
detalhes importantes e que vão te ajudar a fazer a escolha certa.
4 – Miolo de Acém

Sem sombra de dúvidas essa é a melhor carne para churrasco grego quando
se pensa no custo benefício, ela é moderadamente macia, pode ser usada até
para espetinhos. Vale ressaltar que para comprar ela é preciso especificar
com clareza isso para seu açougueiro pois algumas partes do Acém são muito
duras e podem comprometer seu churrasco. Aqui no blog foi feito um artigo
muito especial que fala com detalhes sobre esse corte, como comprar e como
identificar, vou deixar um link aqui embaixo para tirar qualquer duvida sobre
Miolo de Acém.

A carne usada para churrasco grego deve ser bem pensada e antes de
chegar ao consumidor procure testar com seus amigos, afinal você não quer
ter nenhuma surpresa indesejada com seus clientes não é mesmo?

Mais Qualidade no Churrasco Grego

5 – Contra Filé

Agora se você gosta de impactar seus clientes com sabor e qualidade, é


possível escolher cortes que consigam fazer isso com valores moderados sem
acabar com seu orçamento. Sabemos que a opção mais usada na Europa é a
carne de cordeiro, mas além de ser uma opção cara, no Brasil não cai muito
bem no gosto do consumidor.
O Contra Filé, é o queridinho do Brasileiro e tem um custo mediano. Um
caminho interessante a tomar é na hora de comprar este corte procurar pedir
para o açougueiro que separe o Noa, Noix ou Filé de Costela e etc, todos
esses nomes são dados para o mesmo corte.

Esses nomes diferentes denominam uma parte mais macia do contra filé, e se
você ainda não sabe, existe uma parte do contra filé que é mais nobre, macia,
suculenta e o melhor, vendida pelo mesmo preço que as demais partes da
peça. Pra entender bem o que estou falando recomendo fortemente que leia o
artigo abaixo. Normalmente esse é um tipo de informação que fica mais entre
os profissionais que mexem com carnes.

6 – Alcatra

A sexta opção é a Alcatra, que além de macia tem uma gordura que derrete e
deixa a carne suculenta. O preço é mais baixo do que o contra filé e vai te
ajudar a manter bons lucros. Normalmente o preço fica na casa dos
22,00R$/Kg na data deste artigo.
Esse é um corte que demanda poucas explicações quando a aplicação é para
churrasco grego, porém caso não saiba, na peça de alcatra é possível tirar 3
cortes com sabores e texturas diferentes. Recomendo que leia o artigo no link
abaixo para se aprimorar no assunto.
7 – Maminha

A sétima opção é a Maminha, que por incrível que pareça, muita gente sabe
pouco sobre esse maravilhoso corte. Procure pedir para o seu açougueiro
separar um peça pequena e quanto mais capa de gordura melhor. Isso
representa que a peça foi retirada de um animal mais jovem resultando em
uma carne mais macia. Em média o peso fica de 0,9 a 1,0Kg, acima disso são
animais mais velhos. Caso o peso da peça fique acima disso, peça para que
seu açougueiro passe os bifes de maminha na maquina que amacia as
carnes. Para se aprofundar sobre assuntos relacionados com a Maminha,
também vou deixar o link aqui embaixo.
Volto a reforçar, é importante conhecer um pouco mais sobre todos esses
cortes, isso vai te ajudar a entender a posição certa das fibras e assim garantir
mais macies, sem contar que vai te auxiliar a escolher a carne certa na hora
da compra.
Agora se a ideia for fazer um churrasquinho Grego em casa com amigos e
familiares, basta usar a criatividade e optar pela carne que mais te agrada.

Entenda o motivo do sabor especial do Churrasco Grego

O sabor tão marcante e bem característico do churrasco grego é dado pela


reação de Maillard, que é aquela caramelização, ou crosta crocante que fica
na superfície das lascas de carne.
Essa reação tende a trazer uma sutil adocicação na região dourada da carne
e que traz um sabor todo especial. Isso só é possível acontecer se a
temperatura e a distância entre carne e o calor forem adequadas, caso
contrário essa Reação de Maillard não acontece. Normalmente no máximo
15cm da fonte de calor já são suficientes.
Então saiba que o pulo do gato para ter um churrasco grego ainda mais
saboroso é garantir que a superfície da carne fique bem tostada e crocante.
Confira aqui o artigo que explica um pouco mais sobre a Reação de Maillard.

Equipamentos Para Churrasco Grego

O Churrasco Grego normalmente tanto na Europa como no Brasil são feitos


em churrasqueiras elétricas, que utilizam resistências para grelhar a carne,
porém o resultado final é um pouco diferente das churrasqueiras a carvão,
que traz aquele gostinho especial de defumado. Uma sacada diferenciada é
utilizar smoke box caso utilize churrasqueiras elétricas.
Basta colocar a smoke box próximo da fonte de calor para que ela solte aroma
e sabor para o seu churrasco. E se você tiver dificuldades para encontrar uma
smoke box, saiba que você mesmo pode fazer a sua. Abaixo vou deixar um
vídeo que vai te ajudar bastante.
Com a churrasqueira adequada, o espeto quando grelhado na vertical que é o
caso do churrasco grego, acaba liberando seus sucos e gorduras que
escorrem na própria coluna de carne e banham a si mesmo, tirando maior
aproveitamento dos sabores.
Diferente da churrasqueira horizontais, que os sucos e gorduras pingam direto
na brasa ou recipiente de coleta. Abaixo são exemplos clássicos de
churrasqueiras mais usadas entre os profissionais de que vendem Churrasco
Grego ou Shawarma.
Para fatiar as lascas de carnes existe um cortador feito para este tipo de
trabalho, que além de prático corta com precisão as fatias de carnes. Pra
quem quer agilidade é mais que uma mão na roda este acessório.