Você está na página 1de 16

ESTADOS FÍSICOS DA MATÉRIA

Estado sólido - as partículas apresentam um estado de agitação muito


pequeno; portanto estão muito próximas umas das outras, formando o que é
chamado de retículo cristalino.

O estado sólido apresenta forma e volume próprios, ou seja, em qualquer


recipiente que você coloque este material,  ele estará ocupando o mesmo
volume e manterá seu formato.
Como determinar o volume de um sólido?
É simples! Basta pegar um copo graduado, colocar uma certa quantidade de
água, ler o volume e, em seguida, adicionar o sólido. Você perceberá
facilmente que o volume aumentou. A diferença entre o volume de água que se
tinha inicialmente e o volume obtido após a adição do sólido, é o volume do
sólido.
Observe:

Estado líquido as partículas se apresentam com um estado de


agitação grande, fazendo com que fiquem mais distantes umas das outras.
O estado líquido apresenta volume próprio, ou seja, 1 litro de um líquido
colocado em qualquer recipiente fechado continuará a ocupar o mesmo 1 litro.
Porém, o líquido não tem forma própria: ele se amolda ao formato do
recipiente no qual é posto. Ao colocarmos o líquido num recipiente redondo,
esse assume a forma redonda; num recipiente quadrado, o líquido assume a
forma quadrada, e assim por diante.
Para determinar o volume de líquidos, utilizamos, entre outros, os seguintes
recipientes graduados:

Estado gasoso O gás é caracterizado por um estado de agitação muito


grande, o que resulta num distanciamento muito grande de suas partículas.

O gás não tem forma nem volume próprios. Devido ao alto estado de


agitação, ele ocupa todo o volume de seu recipiente. Por isso dizemos que
o volume do gás é o volume do recipiente em que ele se encontra.
O ar atmosférico é uma mistura de gases. Quando despoluído e seco, tem a
seguinte composição:
NITROGÊNIO (N2) 78%

OXIGÊNIO (O2) 21% OBS: % EM VOLUME

OUTROS GASES 1%
No ambiente em que normalmente nos encontramos, conseguimos respirar
sem dificuldade, pois o ar atmosférico (gás) ocupa todo o volume do ambiente.

No estado gasoso, as pequenas esferas, leves e inquebráveis, vão se agitando


muito, ocupando assim todo o volume do copo.
Como se muda o estado físico da matéria?
Aprendemos que o que determina o estado físico da matéria é o grau de
agitação de suas partículas. Em outras palavras, o estado físico da matéria
depende de quanto próximas ou afastadas estão as partículas, umas das
outras. Portanto, mudar o estado físico da matéria significa criar as condições
para aumentar ou diminuir o estado de agitação de suas partículas. 
Estas condições são a temperatura e a pressão.
Quando aumentamos a temperatura, aumentamos o estado de agitação e,
portanto, distanciamos as partículas. Ao diminuirmos a temperatura,
diminuímos o estado de agitação das partículas.
Portanto:

Observe a água colocada para ferver dentro da panela no fogão. Veja como a água
se agita.
É o aumento do estado de agitação devido à elevação da temperatura.
Em cada substância, as forças de atração de suas partículas dependem dos
átomos que a constituem e da disposição desses átomos. Portanto, cada
substância requer uma temperatura diferente para que ela mude de
estado físico.
Mais difícil para distanciá-las e mais fácil para aproximá-las

 Mais fácil distanciá-las e mais difícil aproximá-las.

Termos técnicos descrevem cada tipo de mudança de estado.

Fusão - passagem do estado sólido para o estado líquido.


(fundir um material)
Ebulição  - passagem do estado líquido para o estado gasoso (ferver o
líquido).
Condensação ou liquefação - passagem do estado gasoso para o estado
líquido.
Solidificação -  passagem do estado líquido para o estado sólido.
Sublimação - passagem do estado sólido para o gasoso e vice-versa.
Mudanças de estado físico da matéria ocorrem a todo momento. Por exemplo:
o sol, ao causar um aumento na temperatura, faz com que a água evapore. A
água evaporada se mistura com o ar atmosférico (o que explica a umidade
relativa do ar). Com o passar do tempo, esta água evaporada forma nuvens
que, para chover, precisam se condensar. Para isso ocorrer, é necessário que
haja uma diminuição de temperatura.
- Você se lembra de uma previsão do tempo anunciando: “Está chegando uma
frente fria; há possibilidade de chuvas”.
A frente fria resfria as moléculas de água presentes na atmosfera, passando-as
do estado gasoso para o estado líquido, precipitando na forma de chuva.
Quando o resfriamento é muito grande, a água solidifica, causando chuva de
pedras (granizo ou neve). Depois das chuvas, o sol volta, causa novamente a
evaporação da água, há uma nova frente fria e o ciclo recomeça.
Tendo estudado o ciclo da água, esclarecemos um conceito comum e
equivocado:
“Choveu, por isso esfriou” (errado);
O correto é: “Esfriou, por isso choveu”.
1- Os raios solares aquecendo a água.

2- A água no estado gasoso se mistura ao ar atmosférico.

3- A água (no estado gasoso) forma as nuvens.

4- Chegada da frente fria.

5- Com o resfriamento, há condensação da água e sua precipitação


(chuva).

Surge a dúvida: Como é possível a roupa do varal secar, num dia de frio e sem
sol?
Resposta: o vento, ao bater na roupa, está batendo também nas moléculas de
água, afastando-as. O distanciamento das moléculas, causado pelo vento, faz
com que a água passe para o estado gasoso. As moléculas de água agem
como um monte de papel picado. Se amontoarmos o papel e em seguida
assoprarmos, eles se espalham e se distanciam.
Um dos objetos principais de estudo da química é a matéria, que pode
ser definida como tudo aquilo que ocupa lugar no espaço. A matéria
apresenta-se basicamente de duas formas: como uma substância pura ou
como uma mistura. Essas duas formas, por sua vez, são subdivididas em
outras classificações, sendo que as principais são:
Classificação da matéria em substâncias puras e misturas

Vamos entender cada uma delas:

1. Substâncias puras ou simplesmente substâncias: São aquelas


constituídas somente por um tipo de constituinte (moléculas,
átomos, íons, fórmulas unitárias etc.) e possuem pontos de fusão e
ebulição constantes a uma dada pressão, além de densidade bem
definida, em determinada pressão e temperatura.
Por exemplo, a água destilada é uma substância pura porque ela é
constituída somente por moléculas de H2O. Ao nível do mar (pressão de
1 atm), ela possui ponto de fusão exatamente igual a 0ºC, ponto de
ebulição igual a 100ºC e, a 3,98 ºC, a sua densidade é de 1,0 g/cm3.

A água destilada é um exemplo de substância pura

1.1. Substâncias simples: São aquelas formadas unicamente por


átomos de um mesmo elemento químico.
Um exemplo é o enxofre rômbico mostrado abaixo, cuja fórmula é S8,
sendo que as suas moléculas são formadas por oito átomos de enxofre
ligados em forma de anel (S8). Como só possui átomos de enxofre, ele é
uma substância simples. Outros exemplos são: gás oxigênio (O2), gás
hidrogênio (H2), ferro (Fe), gás hélio (He), alumínio (A?) etc.

O enxofre rômbico é um exemplo de substância simples

1.2. Substância compostas ou simplesmente compostos: São formados por


átomos de mais de um tipo de elemento químico.
Por exemplo, as moléculas da água destilada mencionada são formadas
por dois tipos de átomos (hidrogênio e oxigênio). Portanto, ela é uma
substância composta. Outros exemplos são: gás carbônico (CO2), álcool
(C2H5OH) e sal de cozinha (cloreto de sódio -NaC?).
2. Misturas: São formadas por duas ou mais substâncias puras. As
misturas não possuem densidades fixas porque elas variam,
dependendo da quantidade de cada componente na mistura. Não
possuem ponto de fusão e ebulição constantes, mas sim intervalos
de temperatura em que se começa e termina a mudança de estado
físico.
Por exemplo, a água que bebemos não é pura, porque tanto a água
mineral quanto a que sai da torneira possui uma grande quantidade de
substâncias dissolvidas. Se olhar no rótulo de uma água mineral, por
exemplo, você verá que as principais espécies químicas encontradas na
maioria das águas minerais são: íons cálcio, magnésio, potássio, sódio,
cobre, bário, antimônio, arsênio, cádmio, chumbo, manganês, mercúrio,
níquel, cromo, cianeto, borato, fosfato, bicarbonatos, sulfatos, sulfetos,
nitratos, cloretos e ferro.
Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Portanto, a água mineral é na realidade uma mistura.

2.1. Misturas homogêneas (soluções verdadeiras): São aquelas misturas


que apresentam uma única fase, ou seja, todo o seu aspecto é
uniforme.
A água mineral citada anteriormente é um exemplo de mistura
homogênea, em que não conseguimos ver a separação entre os
componentes.

A água mineral é uma mistura homogênea

Outros exemplos de misturas homogêneas são: o ar (formado por uma


mistura de vários gases, sendo que os principais são o nitrogênio (N2) e o
oxigênio (O2)), o soro fisiológico (mistura de água e sal), o soro caseiro
(água + sal + açúcar), o álcool etílico (etanol e água), entre outros.
Observação: A mistura deve ser homogênea mesmo ao se olhar em
um microscópio. O que não é o caso, por exemplo, do leite e do
sangue, que parecem ser homogêneos a olho nu, mas que, quando
olhamos no microscópio, vemos seus vários componentes. As misturas
homogêneas também não são separadas por métodos físicos, como
a centrifugação, que é uma técnica que facilmente separa os
componentes do leite e do sangue.
2.2. Misturas heterogêneas: São aquelas misturas que apresentam
duas ou mais fases.
Um exemplo é a mistura de água e óleo mostrada abaixo. Visto que não
se misturam e o óleo é menos denso que a água, formam-se duas fases
(sistema bifásico), com o óleo na parte superior.

Mistura heterogênea de água e óleo

Outros exemplos são: granito (mistura de quartzo, mica e feldspato),


água e café, água e areia etc.

Observação: Existem também casos de sistemas heterogêneos que


são constituídos de substâncias puras. Isso ocorre quando temos em
um mesmo sistema uma substância em diferentes estados físicos, como
é o caso de um copo com água e gelo (ambos são H2O, mas
observamos duas fases). É claro que ambos devem ser formados por
água destilada.
Água e gelo são um sistema heterogêneo formado por uma substância pura

Separação de Misturas

A separação de misturas em substâncias simples pode ser realizada através dos seguintes
procedimentos:

Peneiração: usada entre dois sólidos de tamanhos diferentes. Exemplo: Pedra e areia.

Levigação: usada entre sólidos heterogêneos através da mistura de um deles à água.

Centrifugação: através da utilização de uma centrifuga, que agiliza a decantação.

Decantação: quando houver substâncias com diferentes densidades. Uma delas se deposita no
fundo do recipiente e pode ser retirada.

Dissolução fracionada: pode ser utilizada quando um dos componentes da misture é solúvel
em líquido. Depois de dissolvida uma das partes, a outra é filtrada e o restante evaporado.

Destilação simples: quando há temperaturas de ebulição distintas.

Destilação fracionada: semelhante à destilação simples, mas no vidro há diversos obstáculos


que retém as partes da mistura aos poucos.

Catação: separação manual de sólidos diferentes.

Flotação: usada para separar sólidos de densidade diferentes. Enquanto um deles afunda, o
outro permanece na superfície.

Fusão fracionada: quando as substâncias químicas possuem pontos de fusão diferenciados,


uma delas é aquecida e separada.

Sublimação: é a passagem de solido para gás que algumas substâncias químicas podem sofrer,
com o aquecimento adequado.

EXERCICIOS

1) As substâncias químicas podem ser classificadas em simples ou


compostas. Indique a alternativa que apresenta três substâncias simples
e duas compostas, respectivamente.
a) H2O, Hg, HI, Fe, H2S
b) Au, O2, CO2, HCl, NaCl,
c) S, O2, O3, CH4, CO2
d) H2SO4, Cu, H2, O2
e) Au, Ag, Cl2, H2CO3, H2

2) O ferro é um dos componentes da hemoglobina. A falta de ferro na


alimentação causa anemia. O processo anêmico pode ser revertido com
uma alimentação rica em carnes, verduras, grãos e cereais integrais,
sendo, em alguns casos, necessário um suplemento de sulfato de ferro
(II). Nesse contexto, os termos sublinhados no texto acima classificam-
se, respectivamente, como:
a) elemento químico e substância composta.
b) substância simples e substância composta.
c) mistura homogênea e mistura homogênea.
d) substância simples e mistura heterogênea.
e) elemento químico e mistura heterogênea.

3) Observe a representação dos sistemas I, II e III e seus componentes.


O número de fases em cada um é, respectivamente:

Exercício sobre misturas


I- óleo, água e gelo.
II- água gaseificada e gelo.
III- água salgada, gelo, óleo e granito.
a) 3,2,6.
b) 3,3,4.
c) 2,2,4.
d) 3,2,5.
e) 3,3,6. 

4) O ponto de fusão do ferro é igual a 1530 ºC e o ponto de ebulição é de 2 450ºC.


Baseado nisso, qual será o estado físico do ferro nas seguintes temperaturas:

a. 25 ºC:
b. 130 ºC:
c. 1 459 ºC:
d. 2 235 ºC:
e. 3 002 ºC:

5) Observe a tabela abaixo e identifique quais estão sólidos em temperatura ambiente


(considere 20 ºC como a temperatura ambiente) e pressão de 1 atm:

a. Oxigênio, amônia, fenol e etanol.


b. Éter, bromo, pentano e etanol.
c. Fenol, bromo e ouro.
d. Oxigênio, amônia e fenol.
e. Cálcio, cobre, fenol e ouro

6) Quando se está ao nível do mar, observa-se que a água ferve a uma


temperatura de 100 °C. Subindo uma montanha de 1 000 m de altitude,
observa-se que:
a) a água ferve numa temperatura maior, pois seu calor específico
aumenta.
b) a água ferve numa temperatura maior, pois a pressão atmosférica é
maior.
c) a água ferve numa temperatura menor, pois a pressão atmosférica é
menor.
d) a água ferve na mesma temperatura de 100 °C, independente da
pressão atmosférica.
e) a água não consegue ferver nessa altitude.

7) Observe os seguintes fatos:


I - Uma pedra de naftalina deixada no armário.
II - Uma vasilha com água deixada no freezer.
III - Uma vasilha com água deixada no fogo.
IV - O derretimento de um pedaço de chumbo quando aquecido.
Nesses fatos, estão relacionados corretamente os seguintes fenômenos:
a) I. sublimação, II. solidificação, III. evaporação, IV. fusão;
b) I. sublimação, II. solidificação, III. fusão, IV. evaporação;
c) I. fusão, II. sublimação, III. evaporação, IV. solidificação;
d) I. evaporação, II. solidificação, III. fusão, IV. sublimação;
e) I. evaporação, II. sublimação, III. fusão, IV. solidificação.  

8) O chocolate é um dos alimentos mais apreciados da culinária


mundial. Além da contribuição ao paladar, deixando qualquer receita
mais saborosa, creditam-se a ele ainda vantagens psicológicas, como
a melhora do estado de humor. Para que o chocolate obtenha
características de qualidade – como dureza e quebra à temperatura
ambiente, rápida e completa fusão na boca, brilho e rápido
desprendimento de aroma e sabor quando consumido –, necessita
passar por um processo denominado temperagem. O processo de
temperagem do chocolate é basicamente uma cristalização controlada
em que, por meio de tratamentos térmicos e mecânicos, se produz no
chocolate uma parcela específica de cristais na forma mais estável.
Na figura abaixo, é apresentada a curva de cristalização de uma
massa m de chocolate ao leite, com três níveis bem definidos, nas
temperaturas 45 ºC, 27 ºC e 29 ºC. Desconsiderar o calor latente do
chocolate.
Com base no gráfico e nos dados acima, é correto afirmar que:

A) esse tipo de gráfico permite obter uma expressão para os valores da


razão entre a potência de transmissão de calor e o calor específico de
uma substância.
B) no intervalo de temperatura de 45 ºC até 27 ºC, o chocolate cede
calor para o meio.
C) no terceiro nível, pode-se interpretar que o chocolate não cede nem
recebe calor do meio.
D) o gráfico mostra que o chocolate é aquecido até a temperatura
de 45 ºC, depois resfriado até a temperatura de 27 ºC e
novamente aquecido até alcançar a temperatura de 29 ºC.

9) O gráfico abaixo representa a temperatura de uma amostra,


inicialmente no estado sólido, em função da quantidade de calor
absorvida.
Analise as proposições em relação aos números, indicados no gráfico,
referentes aos estados físicos da matéria e às suas características.

I. No estado líquido a substância assume a forma do recipiente que o


contém. No gráfico, esse estado está representado pelo número 3.
II. O número 2 representa mudança de estado físico, conhecida como
sublimação.
III. Uma das características do estado gasoso é que as partículas que
formam a matéria estão bastante afastadas, dispersas no espaço.
Devido a isso, nesse estado físico a matéria pode ter a forma e o
volume variáveis. No gráfico, este estado físico está representado
pelo número 5.
IV. O número 1 representa o estado sólido, que é caracterizado por a
substância apresentar volume e forma fixos. Para a amostra em
questão, o estado sólido é predominante até a temperatura de 350 K.
V. A ebulição está representada pelo número 4, e este processo é
caracterizado pela passagem do estado líquido para o sólido.

Assinale a alternativa correta.

A) Somente as afirmativas I, III e IV são verdadeiras


B) Somente a afirmativa I é verdadeira.
C) Somente as afirmativas III e IV são verdadeiras.
D) Somente as afirmativas I, II, III e V são verdadeiras.
E) Somente as afirmativas I, IV e V são verdadeiras.

10) Observe na tabela a seguir o ponto de ebulição e de fusão de


algumas substâncias:

Identifique quais dessas substâncias são encontradas no estado líquido


em temperatura ambiente (aproximadamente 25 ºC).
a) Chumbo, metano, água e mercúrio;
b) Ácido acético, álcool, mercúrio e água;
c) Metano, álcool, água e mercúrio;
d) Álcool, água, metano e chumbo;
e) Ácido acético, metano, chumbo e água.