Você está na página 1de 2

RESENHA: O MÉTODO LÓGICO PARA REDAÇÃO CIENTÍFICA

DE GILSON LUIZ VOLPATO

Nome Completo – José Euclides Queiroz Ferreira


Matrícula - 01147515
Curso – Arquitetura e Urbanismo

O artigo “O Método Lógico para a Redação Cientifica de Gilson Volpato”, o autor


busca dentro deste demonstrar que as bases teóricas da ciência e comunicação
estão para a elaboração de uma boa redação cientifica como questões
primordiais para a sustentação e transmissão de uma ideia através de um
“Método Lógico” assim descrito por ele, onde ainda cita que o objetivo principal
do Método é formular uma estratégia que busque a melhoria da qualidade das
publicações cientificas no Brasil. Nesta resenha o objetivo será o de analisar o
artigo citado nas conclusões do autor e verificar seu enquadramento nos ditames
das Normas da ABNT.
Na sua conclusão Volpato nos traz “que os erros na redação cientifica tem
indicativos de equívocos de ciência e comunicação”, sendo assim nos leva a
entender que tais equívocos de ciência são motivados por uma analise errada
do autor da redação quando da organização e planejamento dos elementos de
pesquisa e a relação de desenvolvimento do seu texto que acaba gerando falta
de clareza na comunicação entre o autor e o leitor, levando há não transmissão
da informação, ou seja da ideia que é seu objetivo não será repassada, nem
validada pela comunidade cientifica, e isto acontece devido a uma redação
imprecisa, cujo o texto elaborado não é conciso e seus elementos de texto como
frases, orações, períodos e parágrafos não se relacionam (encadeamento)
dentro de um raciocínio lógico articulado (coeso) das ideias ali expressadas, e
isto se dá pela falta de conhecimento e melhor uso das Normas da ABNT.

Para Volpato a redação cientifica deve narrar uma história, está se comunica
com o leitor alvo dando a ele a perspectiva que a ideia apresentada seja uma
novidade, que traga uma mudança ou seja a catalisadora desta, assim sendo e
sem querer banalizar a redação cientifica devemos olha-la como um instrumento
de formação de um produto a ser assimilado por um consumidor, um produto
que deve ter seu objetivo bem fundamentado e que as conclusões do autor
estejam calçadas em evidências solidas e repassem segurança a quem
consome a informação.

Sendo assim olhando do ponto de vista de comunicação, o autor não só deve ter
em mente que a estruturação do texto seja a parte principal da assimilação da
ideia, mas também que ele tenha as condições de gerar no autor um raciocínio
lógico de transmiti-las verbalmente, como espera o autor dar confiança a ideia
proposta se não sabe defende-la, bem como escolher aonde defende-la, um bom
texto guia a lógica da comunicação, um bom veiculo de transmissão aumentam
o alcance de difusão da ideia.
Logo o “método lógico para a redação cientifica” de Volpato é um compêndio
sobre a estruturação logica de uma redação levando em consideração o uso
correto das normas da ABNT vigentes, já que estas tem a finalidade de
disciplinar a estruturação do texto da redação e dar uma lógica esquemática na
formulação das ideias através de regras de pesquisa e de apresentação destes,
como fazer as citações e notas de rodapé, como organizar os elementos pré-
textuais (resumos, listas e sumários), textuais (introdução, desenvolvimento e
considerações) e pós-textuais (as referências bibliográficas, glossários, etc.),
sua formatação e paginação, como organizar o material pesquisado e sua
relação com o desenvolvimento do texto.