Você está na página 1de 11

UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS


CURSO: BACARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO
DISCIPLINA: MÉTODOS QUANTITATIVOS
PROFESSORA: VIVIANE C. DA SILVA

PROGRAMAÇÃO LINEAR NO EXCEL

PROBLEMA 1:

Uma empresa decide introduzir na sua linha de produção dois novos modelos de camisetas:
A e B. A camiseta A requer 2 minutos para confecção das mangas e 8 minutos para o corpo. A
camiseta B requer 6 minutos para confecção das mangas e 4 minutos para o corpo.

As máquinas utilizadas para a confecção das mangas estão disponíveis 60 minutos por dia.
As máquinas necessárias para confecção dos corpos das camisetas estão a disposição 80 minutos
por dia.
O lucro unitário da camiseta A é de R$ 5,00 e da camiseta B, é de R$ 4,00. Quantas
camisetas de cada tipo devem ser produzidas por dia para que o lucro seja máximo?

Primeiro fazemos a modelagem:

Variáveis de Decisão:
x = quantidade produzida de camisetas do modelo A;
y = quantidade produzida de camisetas do modelo B

Obs.: A maioria dos problemas de programação linear envolve grande número de variáveis,
que são representadas por x1, x2, x3, ...

Função Objetivo: (maximizar lucro) z = 5x + 4y

Restrições:
- Tempo disponível da máquina para confecção das mangas: 2x + 6y  60
- Tempo disponível da máquina para confecção dos corpos: 8x + 4y  80
- Não negatividade x  0 e y  0

Completamos no Excel uma tabela conforme a abaixo:


2
MODELO A MODELO B
VARIÁVEIS SOMA LIMITES
LUCRO 5 4
MÁQ.: MANGAS 2 6 60
MÁQ.: CORPOS 8 4 80

Colocamos o cursor (do mouse) na célula - D3 (intersecção da linha da função-objetivo - lucro,


e da coluna da soma) - e clicamos sobre o ícone “fx” (colar função)

Abrirá a caixa de diálogo1 denominada Colar função:

 Selecionamos:

 Categoria da função (coluna à esquerda): Matemática e Trigonométrica”

 Nome da função (coluna à direita): Somar Produto;

 Clicamos: Ok
1
Caixas de diálogo são qualquer tipo de janela em que não se pode realizar nenhuma operação fora dela enquanto estiver
aberta. Deve-se antes fechá-la.
3

Aparecerá a caixa de diálogo denominada Somar Produto como a que está abaixo:

 Selecionamos:
4

 Para a Matriz 1: como o cursor posicionado no campo de edição da Matriz 1 clicamos e


arrastamos as células B2 e C2 (variáveis), que deverão preencher este campo;

 Logo após apertamos a tecla F4 (aparecerão sinais de cifrão).

Obs.: Isto serve para que, quando repetirmos o processo nas linhas das restrições a matriz 1 permaneça sempre a
mesma!

 Colocamos o cursor na Matriz 2: clicamos e arrastamos o mouse sobre as células que


correspondem aos coeficientes da função objetivo - lucro;

Obs.: Neste problema os coeficientes estão nas células B3 e C3.

 Clicamos: Ok

Já estando na tela principal...

Obs.: Deveríamos repetir o processo acima descrito para todas as restrições mas, existe um método mais fácil de
conseguir isto, basta seguir os passos a seguir.

 Colocamos o cursor no ponto de intersecção das células D3; E3; D4; E4.

Obs.: O cursor estará bem colocado quando a sua forma se alterar de uma cruz larga ( ) para cruz fininha ( +)

 Em seguida arrastamos o cursor até a última restrição.

Obs.: Fazendo isto inserimos automaticamente a operação "Somar Produto" em todas as restrições do problema.
Como ele ainda não foi resolvido, na tela estão apresentados zeros.
5

Para iniciar a operação:

 Colocamos o cursor do mouse novamente na célula D3 (linha da função objetivo - lucro e coluna
da soma);

 Selecionamos a opção Ferramentas do menu;

 Ao abrir o menu vertical da opção Ferramentas, clicamos sobre a palavra solver;

 Abrirá uma caixa de diálogo chamada “Parâmetros do Solver”;

 Devemos verificar, na célula de destino, se está realmente preenchida com a fórmula que
determina o valor da função objetivo (no caso $D$3);
6

Obs.: 1. Deve estar assinalado no botão de rádio Máx () pois este problema pretende maximizar a função objetivo
2. Caso desejarmos minimizar a função objetivo devemos selecionar Min ().

 Colocamos o cursor do mouse na caixa de edição das Células variáveis e depois selecionamos,
na planilha, e arrastamos sobre as células B2 e C2 (variáveis de decisão);

Obs.: Como resposta desta ação este campo deverá ser preenchido por ($B$2 : $C$2)

 Clicamos em Adicionar; (Aparecerá uma caixa de diálogo denominada Adicionar restrição


como a que está a seguir)
7

 Na campo de edição Referência de célula (à esquerda), digitamos D4 (que é o endereço da


célula desejada, que contém a fórmula da restrição de máq. mangas)

Obs.: Se preferir, você também pode clicar sobre a célula D4 e como resposta a esta ação este campo deverá ser
preenchido por: $D$4.

 Agora devemos verificar se o sinal (da inequação ou equação) da restrição é o correspondente ao


da caixa de diálogo, caso não seja, clicamos sobre o campo central e escolhemos o desejado;
(para esta restrição <=)

 Clicamos sobre o campo de edição restrição (à direita), digitamos E4 (que é o endereço da célula
desejada, que contém o limite da restrição de máq. Mangas: 60)

Obs.: Podemos clicar sobre a célula onde consta o limite (mão direita) referente a esta restrição (nesta restrição:
60), como resposta a esta ação este campo será preenchido por =$E$4

 Clicamos em Adicionar;

 Como resposta a esta ação os campos: referência de célula e retrições ficam novamente
vazios, repetimos o processo com a próxima restrição ou seja:
8
- no quadro Referência de célula (à esquerda), clicamos na célula D5 (linha da
restrição 1 com a coluna da soma), pois nesta célula está marcada a fórmula. Obs.:
Como resposta a esta ação este campo deverá ser preenchido por: $D$5
- devemos verificar novamente se o sinal (da inequação ou equação) da restrição é o
correto;
- clicamos sobre o quadro restrição (à direita) selecionamos a célula onde consta o
limite (mão direita) referente a esta restrição (nesta restrição: 80)
Obs.: Como resposta a esta ação este campo será preenchido por =$E$5
- Clicamos em Adicionar:

 Após completar todas restrições (para este problema só existe 2), com os campos de edição
referência de célula e restrições novamente vazios introduzimos a restrição de não-
negatividade da seguinte forma: selecionamos e arrastamos o cursor sobre as células referentes
as variáveis - B2 e C2 (aparecerá no quadro referência de célula: $B$2:$C$2), mudar o sinal para
 e digitamos, no quadro restrição, 0 - zero;

 Clicamos: Ok,

Obs.: Aparecerá a caixa de diálogo Parâmetros do Solver;


Caso tenhamos clicado, por engano, em “Adicionar”e a caixa de diálogo tenha
aparecido novamente vazia, basta clicarmos sobre “Cancelar” que ela desaparecerá.
9

 Agora clicamos em Resolver:

Como resultado dessa ação aparecerá, a caixa de diálogo Resultados do Solver e algumas
alterações ocorreram na tela principal:
10

 Selecionamos na caixa de edição Relatórios (à direita) apenas Sensibilidade;

 Clicamos: Ok e ficará apenas a tela principal:


11
PROBLEMA 2:

Uma dieta deve ser determinada (a partir dos alimentos disponíveis) para um paciente, de modo a
ser a mais econômica possível. Tal dieta deve, além de respeitar os requisitos mínimos de 90
gramas de proteínas e 0,1 gramas de vitaminas, evitar que forneça ao paciente mais de 20 gr,
de substância X e mais de 13 gr de substância Y, pois isto poderia lhe trazer problemas. Os
quadros abaixo sumarizam os dados necessários.
Composição (gr/kg) e preço (u.m./kg) dos alimentos disponíveis:

Alimento 1 Alimento 2 Alimento 3


Vitamina 0,02 0,15 -
Proteína 7 6 10
Subst. X 5 4 -
Subst. Y 3 2 -
Preço 10 12 11

I – Variáveis de Decisão: x = quantidade de alimento I


y = quantidade de alimento II
z = quantidade de alimento III

II – Função Objetivo: minimizar custos:  z = 10x1 + 12x2 + 11x3

Restrições:
- Quantidade mínima necessária de vitaminas: 0,02x + 0,15y + 0z  0,1
- Quantidade mínima necessária de proteínas: 7x + 6y + 10z  90
- Quantidade máxima possível da substância X: 5x + 4y + 0z  20
- Quantidade máxima possível da substância Y: 3x + 2y + 0z  13
- Não negatividade x  0, y  0 e z  0

Você também pode gostar