Você está na página 1de 5

UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS


CURSO: BACARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO
DISCIPLINA: MÉTODOS QUANTITATIVOS
PROFESSORA: VIVIANE C. DA SILVA

PROGRAMAÇÃO LINEAR NO EXCEL (RESUMO)

1a LINHA: a partir da coluna B listar as variáveis.


2a LINHA: na coluna A escrever “Variáveis”. Deixar as colunas que indicam as variáveis em
branco e, na seguinte escrever “Soma” e na outra coluna “Limites”
3a LINHA: na coluna A escrever “Lucro” ou “Custo” (dependendo qual é o objetivo) e nas
colunas seguintes os coeficientes da função objetivo referentes a cada variável
descrita na primeira linha.
LINHAS SEGUINTES: na coluna A sempre escreva qual a restrição e nas colunas seguintes os
coeficientes referentes as variáveis descritas na primeira linha. Na coluna onde
está escrito “Limites” colocar os limites das restrições.

IMPORTANTE: As células que estão na 2a linha, abaixo de cada restrição e as células da


coluna onde está escrito “Soma” devem ficar vazias pois é nestas células que o
programa irá colocar as respostas.

Exemplo:
2

QUANDO TODOS OS VALORES DO PROBLEMA ESTIVEREM DIGITADOS IREMOS INDICAR A


OPERAÇÃO.

O cursor (do mouse) deve sempre estar na célula abaixo que onde estiver escrito “Soma”
(intersecção da linha da função objetivo com a coluna soma).

* Clica-se então sobre o ícone “f x” (colar função), como mostra a seta na figura acima e abrirá a caixa
de diálogo1 denominada Colar função:

 Na coluna à esquerda, que indica a Categoria da função, selecionamos: Matemática e


Trigonométrica”
 Na coluna à direita, escolhemos a função que desejamos: Somar Produto;
 Clicamos: Ok

Aparecerá a caixa de diálogo denominada Somar Produto, equivalente àquela que está abaixo:

 No campo de edição da Matriz 1: (linha branca) clicamos com o mouse e o arrastamos sobre as
células em branco que correspondem às variáveis (na segunda linha), deverá aparecer o
endereço da primeira e da última da célula que correspondem às variáveis.

1
Caixas de diálogo são qualquer tipo de janela em que não se pode realizar nenhuma operação fora dela
enquanto estiver aberta. Deve-se antes fechá-la.
3

 Logo após apertamos a tecla F4 (aparecerão sinais de cifrão)2.


 Colocamos o cursor na Matriz 2 (linha branca), clicamos e arrastamos o mouse sobre as células
que correspondem aos coeficientes da função objetivo;
 Clicamos: Ok

Já estando na tela principal...Na célula abaixo da escrita “Soma” deve aparecer o número 0 (zero)

 Colocamos o mouse sobre o ponto inferior esquerdo da célula em que estamos trabalhando [deve
aparecer uma cruz fininha (+)], clicamos sobre este ponto e arrastamos o mouse até a linha da
última restrição. Em todas as células deve aparecer o número 0 (zero), como na figura abaixo.

Obs.: Esta operação faz como que o excel repita a operação “SOMARPRODUTO” em todas as linhas.

INICIANDO A RESOLUÇÃO:

 Colocamos o cursor do mouse novamente na célula de intersecção da linha da função objetivo


com a coluna “Soma”;
 Selecionamos a opção Ferramentas do menu;

2
Isto serve para que, quando repetirmos o processo nas linhas das restrições a matriz 1
permaneça sempre a mesma!
4

 Ao abrir o menu vertical da opção Ferramentas, clicamos sobre a palavra solver3;


 Abrirá uma caixa de diálogo chamada “Parâmetros do Solver” como a figura abaixo;

 Devemos verificar, na célula de destino, se está realmente preenchida com o endereço que
determina onde deve ser colocado o valor da função objetivo (célula abaixo daquela onde está
escrito “Soma”);
 Selecionamos o botão Max ou Min, dependendo da função objetivo.
 Colocamos o cursor do mouse na caixa de edição das Células variáveis e depois selecionamos,
na planilha, e arrastamos o mouse sobre as células vazias da linha onde está escrito “Variáveis”;
 Para inserir as restrições, clicamos em Adicionar; (Aparecerá uma caixa de diálogo denominada
Adicionar restrição como a que está a seguir)

 No campo de edição Referência de célula (à esquerda), digitamos o endereço da célula da


coluna “Soma” referente a primeira restrição;
 Agora devemos verificar se o sinal (da inequação ou equação) da restrição é o correspondente ao
da caixa de diálogo, caso não seja, clicamos sobre o campo central e escolhemos o desejado;
 Clicamos sobre o campo de edição restrição (à direita), clicamos com o mouse sobre a célula da
coluna “Limites” referente a primeira restrição
 Clicamos em Adicionar;

3
Caso a operação “solver” não apareça clicamos em “suplementos” , selecionamos, na janela que aparece, o
solver e clicamos sobre “OK”. Selecionamos novamente “Ferramentas” e ‘solver.
5

 Como resposta a esta ação os campos: referência de célula e retrições ficam novamente
vazios. Devemos então repetir o processo com as restrições seguintes:
 Após completarmos todas restrições, com os campos de edição referência de célula e
restrições novamente vazios introduzimos a restrição de não-negatividade da seguinte forma:
selecionamos e arrastamos o cursor sobre as células vazias que representam as variáveis,
mudamos o sinal para  e digitamos, no quadro restrição, 0 - zero;
Clicamos: Ok4,

Obs.: Aparecerá a caixa de diálogo Parâmetros do Solver preenchida;

 Como todos os dados já foram inseridos no “Parâmetros do Solver”, clicamos em Resolver:

Como resultado dessa ação aparecerá, a caixa de diálogo Resultados do Solver, nela
selecionamos Sensibilidade e clicamos Ok. Na tela principal aparecerão os resultados para serem
analisados.

4
Caso tenhamos clicado, por engano, em “Adicionar”e a caixa de diálogo tenha aparecido novamente vazia, basta clicarmos
sobre “Cancelar” que ela desaparecerá.