Você está na página 1de 8

Roteadores Cisco: configurações básicas

Etapa n° 1: implementação

Hardware necessário
Você precisará de um roteador Cisco, dois computadores (simbolizando as redes) e o
cabo console que vem com o roteador.

Esquema básico da montagem

Como configurar os IPs dos PCs


No PC 1: endereço IP/ Máscara: 192.168.1.254/24. A Gateway será o endereço IP da
interface do roteador no qual o PC está conectado.

No PC 1: endereço IP/Máscara: 10.0.0.254/8. A Gateway será o endereço IP da interface


do roteador onde o PC está conectado.

Etapa n° 2: cabeamento de rede, uso do cabo de console


Agora, as duas redes estão conectadas no roteador. Porém, você constatará que elas não
estão se comunicando entre elas. Comece conectando o cabo do console (cabo azul)
entre o roteador e o computador a ser utilizado para a configuração.

Inicialmente, vamos usar o HyperTerminal (da Microsoft) para efetuar as operações


necessárias.

Etapa n° 3: configuração do roteador com os comandos


IOS

IOS
IOS significa Internetwork Operating System (Sistema Operacional para Interconexão de
Redes). Este sistema é administrado em linhas de comando, próprias ao equipamento da
Cisco Systems.

Os diversos Modos de Usuário


Modo usuário: para visualizar todas as informações relacionadas com o roteador sem
poder alterá-las. O shell é
Router

Modo usuário privilegiado: permite visualizar o estado do roteador e importar/exportar


imagens do IOS. O shell é

Router #

Modo de configuração global: para usar os comandos de configuração geral do roteador.


O shell é

Router (config) #

Modo de configuração de interface: para usar os comandos de configuração das


interfaces (endereços IP, máscaras, etc.). O shell é

Router (config-if) #

Modo de configuração de linha: para configurar uma linha (ex: acesso ao roteador via
Telnet) online. O shell é

Router (config-line) #

Modo Especial: RXBoot modo de manutenção que pode ser usado, principalmente, para
reinicializar as senhas do roteador. O shell é

rommon>

Como aplicar uma senha para o usuário privilegiado


Antes de tudo, é preciso se conectar em modo privilegiado e, em seguida, em modo de
configuração global para efetuar esta manipulação:

Router> enable

Router # configure terminal

Router (config) #
.

Quando estiver em modo de configuração global, basta digitar um único comando para
aplicar uma senha:

Router (config) # enable password

. A partir de agora, quando um usuário tentar se conectar em modo usuário privilegiado,


uma senha será solicitada.

Nesta fase, recomenda-se salvar regularmente a configuração usando o comando


(executar em modo privilegiado)

copy running-config startup-config

Como configurar as interfaces Ethernet do roteador


Agora, vamos ter que comunicar as duas redes conectadas ao roteador. Digamos que o
nome da interface ligada ao PC1 seja fa0/0 e a da interface ligada ao PC2, Fa0/1 e, que
estamos no modo de configuração global. Veja os comandos a serem digitados:

Interface fa0/0:

Router (config) # interface fa0/0

Router (config-if) # ip address 192.168.1.1 255.255.255.0

Router (config-if) # no shutdown

Router (config-if) # exit

Interface fa0/1:

Router (config) # interface fa0/1

Router (config-if) # ip address 10.0.0.1 255.0.0.0

Router (config-if) no shutdown

Router (config-if) exit

A configuração das interfaces está pronta. Suas duas redes devem poder se comunicar
entre elas, agora. Tente verificar com um comando ping de um PC de uma rede para outro
PC.

Lembre-se sempre de salvar sua configuração em curso usando o comando previsto para
isto.

Como configurar o acesso Telnet no roteador


A configuração com o cabo de console e o HyperTerminal não é muito prática, você pode
autorizar os administradores a se conectarem ao roteador através de uma sessão Telnet, a
partir de qualquer computador das duas redes.

Primeiro, passe para o modo de configuração global e, depois, para o modo de


configuração de linha VTY:

Router>enable

Password?:

Router # configure terminal

Router (config) # line vty 0 4

Configure a possibilidade de cinco sessões Telnet simultâneas neste roteador.

Chegamos agora no prompt da configuração de linha. Para ativar o Telnet, você só precisa
aplicar uma senha para a linha:

Router (config-line) # password senha

Router (config-line) # login

Router (config-line) # exit

Salve a sua configuração.

Agora, terminamos a configuração básica do roteador. Vou fazer um resumo dos diversos
comandos utilizados e utilizáveis no caso anterior.

Observação: você já deve ter definido uma senha e ativado a autenticação nas linhas
VTY, antes de se conectar através de uma sessão Telnet. Se não, o roteador recusará a
conexão.

Resumo dos comandos IOS básicos


Observação: se vários comandos são dados, um embaixo do outro, isto significa que
todos eles têm a mesma função e que todos podem ser utilizados, indistintamente, como
quiser.

Passagem entre os diferentes modos de usuários


Usuário normal: nenhum comando a ser feito, é neste modo que começa uma sessão;

Usuário privilegiado (a ser efetuado a partir do modo normal):

Router > enable

Router > en
;

Modo de configuração global (a ser efetuado a partir do modo privilegiado):

Router # configure terminal

Router # conf t

Modo de configuração de interface (a ser efetuado a partir do modo de configuração


global):

Router (config) # interface nome_da_interface

Router (config) # int nome_da_interface

Modo de configuração da linha (a ser efetuado a partir do modo de configuração global):

Router (config) # line nome_da_linha

Comandos de informação
Os comandos de informação mostram as informações sobre o roteador. Eles todos
começam com o prefixo show ou sh. Na maioria dos casos, eles devem ser executados a
partir do modo privilegiado:

Mostra o arquivo de configuração em execução do roteador:

show running-config

show run

sh run

Mostra as informações sobre a configuração material do sistema e sobre o IOS:

show version

sh version

Mostra os processos em execução:

show processes
;

Mostra os protocolos configurados da camada 3 do modelo OSI:

show protocols

Mostra as estatísticas de memória do roteador:

show memory

Mostra as informações e estatísticas de uma interface:

show interfaces nome_da_interface

sh interfaces nome_da_interface

sh int nome_da_interface

Mostra a tabela de roteamento IP:

sh ip route

Comandos de interfaces
Estes comandos estão relacionados com a configuração das interfaces do roteador. Eles
devem ser efetuados, principalmente, a partir do modo de configuração de interface. Eles
atribuem um endereço IP a uma interface:

ip address @IP oculta

e ativam a interface

no shutdown

Comandos de gravação da configuração atual


Estes comandos permitem salvar a configuração atual para reaplicá-la, automaticamente,
em caso de reinicialização do roteador. Eles são executados em modo privilegiado:

Backup com pedido de confirmação:


copy running-config startup-config

copy run start

Backup sem pedido de confirmação:

write

Comando de cancelamento
Com este comando você pode para retornar à última configuração salva, desfazendo todas
as alterações que foram feitas até então. Ele é executado em modo privilegiado:

copy startup-config running-config

copy start run

Cancelamento de um comando específico


Para cancelar um comando particular, use o prefixo no antes do comando executado
anteriormente. Por exemplo, cancelar a configuração de uma interface:

no ip address

Como trocar o nome do roteador


O nome do roteador pode ser modificado para permitir a sua diferenciação nas redes. O
comando será executado em modo de configuração global:

host NovoNome

Concretamente, um nome diferente aparecerá no prompt de comando das sessões


HyperTerminal ou Telnet. Antes:

Router >

. Depois:

NovoNome >

.
Como aplicar uma senha para o usuário privilegiado
Estes comandos devem ser efetuados em modo de configuração global:

Atribuição normal:

enable password senha

Atribuição criptografada:

enable secret senha