Você está na página 1de 2

TIPOS DE SOFTWARES

1. SOFTWARE

O software é toda parte lógica do computador. Fazem parte do software: os


programas, o sistema operacional, os dados, o compilador, o interpretador, etc. O
software é utilizado para gerir o funcionamento do computador e ampliar sua
potencialidade, para que possamos ter a solução de um problema. Podemos
dividir o software em três grupos: software básico (do fabricante), software utilitário
(de apoio) e software aplicativo (do usuário).

1.1. Software Básico


É um conjunto de programas que define o padrão de comportamento do
equipamento, tornando-o utilizável, ou seja, são os programas usados para
permitir o funcionamento do hardware. O software básico é orientado para a
máquina e torna possível a operação e a própria programação do computador.
Seus programas se destinam a realizar tarefas básicas do computador, como:
acionar periféricos, gerenciar buffers, mapear memória, manter o relógio e a data,
etc. Exemplo: Sistema Operacional.

Sistema operacional:
 É um programa que gerencia todos os sistemas internos da máquina,
supervisionando o funcionamento de todo o sistema e administrando os
recursos e facilidades do computador. São as funções básicas que o
computador realiza, tais como: conhecer os seus periféricos, realizar tarefas
inerentes a ele, como copiar, apagar, mover, renomear arquivos, etc.

Existem dois tipos de sistema operacional:


 Monousuário: um usuário com uma tarefa sendo executada por vez.
Exemplo: MS DOS.
 Multiusuário: Um usuário com mais de uma tarefa sendo executada por
vez. Exemplo: Windows 95, 98, ME, 2000, XP, Linux, etc.

1.1.1. MS - DOS

O Sistema Operacional MS-DOS é um exemplo de sistema operacional


não-gráfico. A característica visual, ou interface não é nada amigável. Tem apenas
uma tela escura e uma linha de comando. Quando desejávamos acessar algum
arquivo, pasta ou programa, digitamos seu endereço no computador e vale
lembrar que um ponto a mais ou a menos é o suficiente para não abri-lo.

1.1.2 Sistema Operacional Gráfico

Ambientes visuais como o Windows 3.11 facilitavam muito, mas são duas coisas
distintas, a parte operacional (MS-DOS) e parte visual (Windows 3.11). A partir
do Windows 95 temos, então, as duas coisas juntas, a parte operacional e gráfica,
logo, um Sistema Operacional Gráfico.

Windows XP

O Windows XP (o XP utilizado no nome vêm da palavra EXPERIENCE), que


inicialmente foi chamado de Windows Whistler, e que sucede o Windows ME e
também o Windows 2000.

Multitarefa

Mais uma característica do Windows XP, diferente do MS-DOS que é mono tarefa.
A capacidade de realizar diversas tarefas ao mesmo tempo pode ser
exemplificada da seguinte maneira: O MS-DOS é mono tarefa, o que isso que
dizer? Quer dizer que se eu estivesse trabalhando com um editor de texto como o
Word e desejasse trabalhar com um programa de planilhas, deveria fechar o editor
de texto primeiro e depois executar o programa de planilhas. Diferente disso um
sistema operacional multitarefa permite trabalhar com diversos programas ao
mesmo tempo (Word e Excel abertos ao mesmo tempo).

Multiusuário

Capacidade de criar diversos perfis de usuários. É importante lembrar que o


MS-DOS é monousuário. No caso, o Windows XP tem duas opções de contas de
usuários: Administrador (root) e Limitado. O administrador pode instalar e
desinstalar impressoras, alterar as configurações do sistema, modificar a conta
dos outros usuários entre outras configurações. Já o Limitado poderá apenas usar
o computador, não poderá, por exemplo, alterar a hora do Sistema.