Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO

CAMPUS GUARULHOS
Teoria da Literatura I
1o Semestre de 2014
Prof Marcelo Moreschi (m.moreschi@gmail.com)

APRESENTAÇÃO:

A disciplina visa um aprofundamento e uma atualização de conceitos fundamentais da teoria literária através dos
quais tradicionalmente se refletiu sobre a literatura. Serão discutidas questões teóricas fundamentais no campo dos
estudos de literatura, através de uma abordagem de conceitos tradicionais, tais como: a representação; o belo e
sublime; autonomia, engajamento e vanguarda.

CRONOGRAMA (sujeito a alterações):

1. Introdução

25/3 – Apresentação da disciplina

1/4 – Teoria literária em questão


COMPAGNON, Antoine. “O que restou de nossos amores”.

2. A questão da representação

8/4 – Sentidos da noção de mímesis e coordenadas gerais das teorias miméticas: representação, imitação, expressão,
produção, heterocosmo; semelhança e diferença. Preparação para o debate Platão X Aristóteles e suas repercussões
GOETHE, J. W. “Sobre verdade e verossimilhança das obras de arte”
ABRAMS, M. H. “Introdução: apresentação das teorias críticas”.

15/4 – Platão x Aristóteles


PLATÃO, A república. Livros 3, 7 e 10.
ARISTÓTELES. Arte Poética.

22/4 – Imitatio latina e a noção de imitação do XVI ao XVIII


Horácio. Arte poética.
ALMEIDA, Manuel Pires de. Poesia e pintura ou pintura e poesia. [Excertos]
BATTEUX, Charles. As belas-artes reduzidas a um mesmo princípio [Excertos]

29/4 – A recusa da mímesis


WORDWORTH, W. “Prefácio” a Lyrical Ballads
GOETHE, “Imitação simples da natureza, maneira e estilo”
GONÇALVES, Marcia C. F. “A recusada teoria da mimesis pelas teorias estéticas na virada dos séculos XVIII e
XIX”
ISER, W. “O jogo do texto”

3. Unidade II. Entre o belo e o sublime

6/5 – (Entrega: primeira avaliação)


Origens antigas das noções
PLATÃO, O banquete [Excerto]
LONGINO, Do sublime

13/5 – Retomadas modernas


BURKE, Uma investigação filosófica sobre a origem do belo e do sublime [Excertos]
KANT, Crítica do juízo [Excertos]
SCHILLER, “O belo da arte” e “Sobre o sublime”

(20/5) – Semana de letras

27/5 – Releituras mais recentes


LYOTARD, J-F., “O sublime e a vanguarda”, “Após o sublime, estado da estética”

Unidade III. Autonomia, engajamento e teorias da vanguarda


1
3/6 – (Entrega: 2ª avaliação)
BOURDIEU. “A conquista da autonomia”.

24/6 – Teorias da Vanguarda


BÜRGER, Teoria da vanguarda [excerto]
GROYS, “Universalismo fraco”

15/7 – Literatura e engajamento


SARTRE, Que é a literatura?

22/7 – Considerações finais / 3ª Avaliação

29/7 – Exame

Bibliografia (inclui bibliografia complementar)


ABRAMS, M. H. O espelho e a lâmpada: teoria romântica e tradição crítica. São Paulo: Ed. Unesp, 2010.
ALMEIDA, Manuel Pires de. Poesia e pintura ou pintura e poesia. Org. Adma Muhana. São Paulo: Edusp, 2002.
ARISTÓTELES; HORÁCIO; LONGINO. A poética clássica. São Paulo: Cultrix, 1995.
BATTEUX, Charles. As belas artes reduzidas a um mesmo princípio. São Paulo: Humanitas/ Imprensa oficial do
Estado, 2009.
BOURDIEU, Pierre. “A conquista da autonomia”, in: As regras da arte. Gênese e estrutura do campo literário. São
Paulo: Companhia das Letras, 1996.
BÜRGER, Peter. “A obra de arte de vanguarda”, in: Teoria da vanguarda. São Paulo: Cosac Naify, 2008.
BURKE, Edmund. Uma investigação filosófica sobre a origem de nossas ideias do sublime e do belo. Campinas:
Papirus, 1993.
CULLER, Jonathan. Teoria literária. Uma introdução. São Paulo: Beca Produções Culturais, 1999.
FOUCAULT, Michel. As palavras e as coisas. São Paulo: Martins Fontes, 2007.
GOETHE, J. W. Escritos sobre arte. São Paulo: Humanitas, 2005.
GONÇALVES, Márcia C. F. “A recusa da teoria da mimesis pelas teorias estéticas na virada dos séculos XVIII e
XIX e suas consequências”, in: DUARTE, Rodrigo e FIGUEIREDO, Virginia (orgs.). Mimesis e expressão. Belo
Horizonte: Editora da UFMG, 2001.
GROYS, Boris. “O universalismo fraco”. Serrote, 9, nov 2011
LYOTARD, Jean-François. “Após o sublime, estado de estética”, in: O inumano. Considerações sobre o tempo.
Lisboa: Editorial Estampa, 1997.
PLATÃO. A república. São Paulo: Martins Fontes, 2006.
_____ . O banquete. São Paulo: Nova Cultural, 1987.
RANCIÈRE, Jacques. A partilha do sensível. São Paulo: 34 editora, 2005.
SARTRE, Jean-Paul. Que é a literatura? São Paulo: Ática, 1993.
SCHILLER, Friedrich. “O belo da arte”, in: Kallias ou sobre a beleza. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2002.
_______ . “Sobre o sublime”, in: Do sublime ao trágico. Organização Pedro Süssekind. Tradução e ensaios Pedro
Süssekind e Vladimir Vieira. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2011.

Você também pode gostar