Você está na página 1de 6

E.E.M.T.I.

MARCONI COELHO REIS NOTA


Aluno(a): nº
Ano: 1º Turma: Turno: Integral Data: ___/___/_____
Professora: MARÍLIA SENA Disciplina: FÍSICA

ATIVIDADE DOMICILIAR DE FÍSICA - 1º ANO A/B/C/D

3º PERÍODO

Agenda

Conteúdos:

 Força Resultante
 Lei da Inércia, 1º Lei de Newton.

Objetivos:

 Calcular forças exercidas sobre um objeto a partir do conhecimento das


outras forças nele aplicadas.
 Apropriar o conceito de inércia. Discutir a finalidade e o funcionamento de
cintos de segurança e “air bags” como exemplos de aplicação do princípio da
inércia.

INTRODUÇÃO

 Força Resultante (2ª SEMANA)

A determinação de uma força resultante é definida pela intensidade, direção e


sentido que atuam sobre o objeto. Veja diferentes cálculos da força resultante:

Caso 1 – Forças com mesma direção e sentido.

Caso 2 – Forças perpendiculares.


Caso 3 – Forças com mesma direção e sentidos opostos

 Primeira Lei de Newton (4ª SEMANA)

A primeira lei de Newton, também conhecida como princípio da inércia, afirma que
todo corpo permanece em seu estado de repouso ou em movimento retilíneo e uniforme
caso as forças que atuem sobre ele se anulem. A lei da inércia foi concebida pelo físico
inglês Isaac Newton e foi baseada nas observações feitas pelo italiano Galileu Galilei.

O que é inércia?
A inércia é uma propriedade inerente da matéria, isto é, todos os corpos que
possuem alguma quantidade de massa possuem inércia. A medida quantitativa
da inércia de um corpo é a sua massa, que pode ser medida em quilogramas, por
exemplo. A inércia indica a tendência que um corpo tem de permanecer em seu estado
de movimento, em outras palavras, um corpo com muita inércia opõe-se fortemente às
mudanças em sua velocidade.     

Inércia é a propriedade de um corpo que faz com que ele se oponha a qualquer
agente que tente colocá-lo em movimento ou, caso se encontre em movimento, altere
a magnitude ou a direção de sua velocidade. Um corpo em movimento continua
movendo-se não por causa de sua inércia, mas por causa da ausência de uma força
capaz de retardá-lo, mudar sua direção ou acelerá-lo.

  Podemos sentir a inércia quando estamos dentro de um veículo em movimento,


por exemplo. Quando o veículo é acelerado, sentimos que o nosso corpo é pressionado
contra o banco do carro. Da mesma forma, quando o carro é bruscamente freado, temos
a tendência de continuar nos movendo com velocidade constante e em linha reta.
Portanto, para percebermos a ação da inércia, precisamos estar em algum referencial
acelerado, somente assim é possível perceber a oposição à mudança no estado de
movimento. Observe a figura a seguir: 

  
Nas situações descritas na ilustração, é possível observar a ação do princípio da
inércia.
Agora, usando alguns termos um pouco mais técnicos, dizemos que, se a força
resultante sobre um corpo for nula, esse corpo poderá tanto estar em repouso como em
movimento retilíneo uniforme, como mostra o esquema a seguir:

Se a força resultante é nula, a velocidade do corpo é constante ou nula.


Além disso, quanto maior for a inércia de um corpo, maior será a força necessária para
alterar o seu estado de movimento. A inércia é medida pela quantidade de massa de um
corpo.

ATIVIDADE DOMICILIAR DE FÍSICA

1. Numa partícula estão aplicadas apenas duas forças, de intensidades


respectivamente iguais a 12N e 5N. Determine a intensidade da resultante
quando as forças têm a mesma direção e o mesmo sentido:
a) 12 N
b) 14 N
c) 17 N
d) 19 N
e) 25 N

2. Num cabo-de-guerra, um garoto e uma a garota puxam a corda para a direita.


A força que cada um faz é: 70 N, 30 N. Do outro lado, outros dois puxam a
corda para a esquerda, com as forças: 80 N, 45 N. Qual o valor, a direção e o
sentido da força resultante? 

a) R = 25 N, horizontal, para a esquerda.


b) R = 20 N, horizontal, para a direita.
c) R = 25 N, horizontal, para a direita.
d) R = 15 N, vertical, para a esquerda.
e) R = 25 N, vertical, para a esquerda.

3. Um barco recebe de seu motor uma força de intensidade 8N para a direita, e


ao mesmo tempo, sobre ele age uma força de intensidade 2N para a
esquerda, devido à correnteza do rio onde navega. Qual será a intensidade da
força resultante dessas duas forças em Newtons?
a) 10 N
b) 8N
c) 6N
d) 4N
e) 2N

4. Sobre uma partícula agem as quatro forças representadas na figura a seguir.


Qual a intensidade da força resultante sobre a partícula?

a) 26 N
b) 16 N
c) 10 N
d) 8N
e) 6N

5. Três livros idênticos, de peso 8N cada, encontram-se em repouso sobre uma


superfície horizontal (ver figura). Qual é o módulo da força que o livro 2
exerce no livro 1?

a) zero
b) 4N
c) 8N
d) 16 N
e) 24 N

6. As estatísticas indicam que o uso do cinto de segurança deve ser obrigatório


para prevenir lesões mais graves em motoristas e passageiros no caso de
acidentes. Fisicamente, a função do cinto está relacionada com a:
a) Primeira Lei de Newton;
b) Lei de Snell;
c) Lei de Ampère;
d) Lei de Ohm;
e) Primeira Lei de Kepler

7. A imagem mostra um garoto sobre um skate em movimento com velocidade


constante que, em seguida, choca-se com um obstáculo e cai. A queda do
garoto justifica-se devido à(ao):

a) força peso.
b) princípio da inércia.
c) ação de uma força externa.
d) princípio da ação e reação.
e) força de atrito exercida pelo obstáculo.

8. Uma folha de papel está sobre a mesa do professor. Sobre ela está um
apagador. Dando-se, com violência, um puxão horizontal na folha de papel,
esta se movimenta e o apagador fica sobre a mesa. Uma explicação aceitável
para a ocorrência é:

a) nenhuma força atuou sobre o apagador;


b) a resistência do ar impediu o movimento do apagador;
c) a força de atrito entre o apagador e o papel só atua em movimentos lentos;
d) a força de atrito entre o papel e a mesa é muito intensa;
e) a força de atrito entre o apagador e o papel provoca, no apagador, uma
aceleração muito inferior à da folha de papel.

9. A mecânica clássica newtoniana está baseada em três leis da Física,


usualmente conhecidas como as Leis de Newton. Sobre essas leis, é
totalmente CORRETO afirmar que:
a) a primeira lei de Newton estabelece que um corpo permanece em repouso ou
em movimento retilíneo uniforme sempre que a resultante das forças que
atuam sobre esse corpo for nula.
b) a segunda lei de Newton só se aplica para sistema de partículas de massas
constantes em regime estático.
c) a terceira lei de Newton aplica-se, por exemplo, na interação de dois corpos
de massas constantes somente quando esses se encontram em repouso.
d) a primeira lei de Newton estabelece que um corpo permanece em repouso ou
em movimento acelerado sempre que a resultante das forças que atuam sobre
ele for nula.
e) a segunda lei de Newton só se aplica a uma partícula quando sua massa
permanece constante ao longo do movimento.

10. De acordo com os seus conhecimentos sobre a primeira lei de Newton,


assinale a alternativa correta:

a) Todo corpo tende a permanecer em repouso.


b) Todo corpo tende a permanecer em repouso ou em movimento retilíneo e
uniforme, caso a força resultante sobre ele seja nula.
c) A resultante das forças que atuam sobre um corpo é igual ao produto da
massa desse corpo pela aceleração.
d) As forças de ação e reação têm magnitudes iguais e atuam no mesmo corpo.
e) A força resultante sobre um corpo é uma grandeza escalar.