Você está na página 1de 6

NORMA ABNT NBR

BRASILEIRA 15577-2

Segunda edição
19.07.2018

Agregados ― Reatividade álcali-agregado


Parte 2: Coleta, preparação e periodicidade de
ensaios de amostras de agregados para concreto
Aggregates ― Alkali-aggregate reactivity
Part 2: Sampling, test sample preparation and test periodicity of aggregates
for use in concrete

ICS 91.100.30 ISBN 978-85-07-07581-3

Número de referência
ABNT NBR 15577-2:2018
2 páginas

© ABNT 2018
ABNT NBR 15577-2:2018

© ABNT 2018
Todos os direitos reservados. A menos que especificado de outro modo, nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida ou
utilizada por qualquer meio, eletrônico ou mecânico, incluindo fotocópia e microfilme, sem permissão por escrito da ABNT.

ABNT
Av.Treze de Maio, 13 - 28º andar
20031-901 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: + 55 21 3974-2300
Fax: + 55 21 3974-2346
abnt@abnt.org.br www.abnt.org.br

ii © ABNT 2018 - Todos os direitos reservados


ABNT NBR 15577-2:2018

Sumário Página

Prefácio .................................................................................................................................................. iv
1 Escopo ................................................................................................................................... 1
2 Referências normativas ....................................................................................................... 1
3 Termos e definições ............................................................................................................. 1
4 Generalidades ....................................................................................................................... 1
5 Procedimentos de amostragem.......................................................................................... 2
6 Redução da amostra de campo para ensaios de laboratório ......................................... 2
7 Periodicidade de realização dos ensaios .......................................................................... 2

© ABNT 2018 - Todos os direitos reservados iii


ABNT NBR 15577-2:2018

Prefácio

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é o Foro Nacional de Normalização. As Normas


Brasileiras, cujo conteúdo é de responsabilidade dos Comitês Brasileiros (ABNT/CB), dos Organismos de
Normalização Setorial (ABNT/ONS) e das Comissões de Estudo Especiais (ABNT/CEE), são elaboradas
por Comissões de Estudo (CE), formadas pelas partes interessadas no tema objeto da normalização.

Os Documentos Técnicos ABNT são elaborados conforme as regras da ABNT Diretiva 2.

A ABNT chama a atenção para que, apesar de ter sido solicitada manifestação sobre eventuais direitos de
patentes durante a Consulta Nacional, estes podem ocorrer e devem ser comunicados à ABNT a qualquer
momento (Lei nº 9.279, de 14 de maio de 1996).

Ressalta-se que Normas Brasileiras podem ser objeto de citação em Regulamentos Técnicos. Nestes
casos, os órgãos responsáveis pelos Regulamentos Técnicos podem determinar outras datas para exigência
dos requisitos desta Norma.

A ABNT NBR 15577-2 foi elaborada no Comitê Brasileiro de Cimento, Concreto e Agregados
(ABNT/CB-018), pela Comissão de Estudo de Requisitos e Métodos de Ensaios de Agregados para
Concreto (CE-018:200.001). O Projeto circulou em Consulta Nacional conforme Edital nº 03, de 15.03.2018
a 13.05.2018.

Esta segunda edição cancela e substitui a edição anterior (ABNT NBR 15577-2:2008), a qual foi tecni- camente
revisada.

Esta ABNT NBR 15577, sob o título geral “Agregados – Reatividade álcali-agregado”, tem previsão
de conter as seguintes partes:

— Parte 1: Guia para avaliação da reatividade potencial e medidas preventivas para uso de
agregados em concreto

— Parte 2: Coleta, preparação e periodicidade de ensaios de amostras de agregados para concreto

— Parte 3: Análise petrográfica para verificação da potencialidade reativa de agregados em presença de álcalis
do concreto

— Parte 4: Determinação da expansão em barras de argamassa pelo método acelerado

— Parte 5: Determinação da mitigação da expansão em barras de argamassa pelo método acelerado

— Parte 6: Determinação da expansão em prismas de concreto

— Parte 7: Determinação da expansão em prismas de concreto pelo método acelerado O Escopo

em inglês desta Norma Brasileira é o seguinte:

Scope
This Part of ABNT NBR 15577 establishes procedures for the collection and reduction of field
samples of aggregate and also the periodicity of tests established by ABNT NBR 15577-1 for control
of production and use of concrete aggregates.

iv © ABNT 2018 - Todos os direitos reservados


NORMA BRASILEIRA ABNT NBR 15577-2:2018

Agregados ― Reatividade álcali-agregado


Parte 2: Coleta, preparação e periodicidade de ensaios de amostras
de agregados para concreto

1 Escopo
Esta Parte da ABNT NBR 15577 estabelece os procedimentos para a realização de coleta e redução de
amostras de campo de agregados e a periodicidade de realização dos ensaios previstos na ABNT NBR
15577-1, para controle de produção e uso de agregados em concreto.

2 Referências normativas
Os documentos relacionados a seguir são indispensáveis à aplicação deste documento. Para
referências datadas, aplicam-se somente as edições citadas. Para referências não datadas, aplicam-se as
edições mais recentes dos referidos documentos (incluindo emendas).

ABNT NBR 9935, Agregados – Terminologia

ABNT NBR 15577-1, Agregados – Reatividade álcali-agregado – Parte 1: Guia para avaliação da
reatividade potencial e medidas preventivas para uso de agregados em concreto

ABNT NBR 15577-3, Agregados – Reatividade álcali-agregado – Parte 3: Análise petrográfica para verificação
da potencialidade reativa de agregados em presença de álcalis do concreto

ABNT NBR 15577-4, Agregados – Reatividade álcali-agregado – Parte 4: Determinação da expansão em


barras de argamassa pelo método acelerado

ABNT NBR 15577-6, Agregados – Reatividade álcali-agregado – Parte 6: Determinação da expansão em


prismas de concreto

ABNT NBR NM 26, Agregados – Amostragem

ABNT NBR NM 27, Agregados – Redução de amostra de campo para ensaio de laboratório

ABNT NBR NM 66, Agregados – Constituintes mineralógicos dos agregados naturais – Terminologia

3 Termos e definições
Para os efeitos deste documento, aplicam-se os termos e definições das ABNT NBR NM 66,
ABNT NBR 9935 e ABNT NBR 15577-1.

4 Generalidades
4.1 A amostragem deve ser realizada de acordo com a ABNT NBR NM 26 e o disposto a seguir:
 a) agregados produzidos por britagem da mesma rocha, diferenciados apenas pela dimensão, devem ser
considerados como um único material para a análise petrográfica, conforme a ABNT NBR 15577-3, e o
ensaio acelerado em barras de argamassa, conforme a ABNTNBR 15577-4;

© ABNT 2018 - Todos os direitos reservados 1


ABNT NBR 15577-2:2018

 b) agregados graúdos e miúdos produzidos por britagem da mesma rocha devem ser considerados como
materiais distintos para o ensaio de prisma de concreto, conforme a ABNT NBR 15577-6.

5 Procedimentos de amostragem
A coleta de amostras de agregados para fins de avaliação de sua potencialidade reativa com álcalis do concreto
deve ser realizada em consonância com os procedimentos estabelecidos em 5.1.1 a 5.1.4.

5.1.1 A coleta de amostras deve ser conduzida por profissional habilitado, que possua conhecimento ou formação
para diferenciação de litotipos, aspectos texturais, estruturais e de composição minera- lógica presentes na
jazida a ser amostrada.

5.1.2 Quando a jazida caracterizar-se pela presença de litotipos ou feições:

 a) diferenciadas, irregularmente distribuídas e de presumida e distinta composição mineralógica, a coleta deve
ser igualmente diferenciada para cada um deles e os ensaios devem ser aplicados sobre cada uma das
amostras individualizadas;

 b) indiferenciadas, ou ainda que diferenciadas com distribuição regular, indicando presença siste - mática no
maciço rochoso, gerando agregados homogêneos e indiferenciados, a amostra cole- tada deve ser única e
representativa do agregado final a ser submetido aos ensaios.

5.1.3 No caso da amostragem de agregados presentes em pilhas de obras, depósitos comerciais ou


revendas de qualquer espécie, aplicam-se os procedimentos dispostos na ABNT NBR NM 26.

5.1.4 A diferenciação de litotipos e a homogeneidade dos agregados produzidos devem ser


comprovados por análise petrográfica, realizada quando da caracterização necessária para a compo- sição das
amostras, tendo validade indeterminada enquanto não se comprovar alteração na varia- bilidade de litotipos
ou feições da jazida.

6 Redução da amostra de campo para ensaios de laboratório


A amostra coletada conforme a Seção 4 deve ser reduzida para a realização dos ensaios previstos na ABNT
NBR 15577-1, de acordo com a ABNT NBR NM 27.

7 Periodicidade de realização dos ensaios


7.1 Para controle de produção de agregados graúdos ou miúdos originados da mesma jazida, a cada seis
meses, no mínimo, devem ser realizados ensaios de verificação da potencialidade reativa de acordo com a ABNT
NBR 15577-1:2018, Seção 5 e Figura 2. Independente do roteiro previsto pelo fluxograma (ABNT NBR
15577-1:2018, Figura 2), o ensaio de prisma de concreto, conforme a ABNT NBR 15577-6, deve ser
realizado no mínimo a cada 12 meses.

7.2 Cabe ao consumidor ou seu preposto decidir se há necessidade de ensaios adicionais para controle
de recepção quanto à RAA.

2 © ABNT 2018 - Todos os direitos reservados