Você está na página 1de 21

22/08/2016

EMBRIOLOGIA_2016.2

Prof. Thiago Santos Araújo

Depto. de HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA/CCB/UFPE

Gametogênese

Espermatogênese

1
22/08/2016

EMBRIÃO: (Gr. Embryon)


refere-se ao ser humano/animal
em desenvolvimento durante os
estágios iniciais até a 8 semana.

FETO – (L. prole – filhos - não


nascida)
Período Fetal – 9ª. semana até o
nascimento.

2
22/08/2016

Idade Embrionária x
Idade Fetal

Semanas 38 x 40

CONCEPTO
L. conception, derivados do zigoto

Ser em desenvolvimento

3
22/08/2016

O que é
gametogênese?

Processo de formação e
desenvolvimento de células
especializadas para
reprodução, os gametas.
Durante este processo:
1) nº de cromossomos é
reduzido pela metade
2) Forma da célula é alterada

4
22/08/2016

GAMETOGÊNESE

1ª. FASE

Origem extra - embrionária das


CGP´s e sua migração para as
gônadas

5
22/08/2016

ORIGEM DAS CÉLULAS


GERMINATIVAS PRIMORDIAIS
(CGP)
Epiblasto/ 2ª. semana

Crista
genital
CGP

Embrião de 4 semanas Embrião de 6 semanas


Início migração

SEXO CROMOSSÔMICO/
TESTÍCULO
Qual o período de As CGP só chegam
determinação do sexo nas cristas gonadais
cromossômico na 6ª. Semana

Sry (região do Aspecto morfológico


cromossomo e das gônadas a partir
determinante do sexo), 7ª. Semana (sexo
braço curto, FDT fenotípico)

Fator de transcrição que


inicia uma cascata de
genes

6
22/08/2016

Localização das CGP´s

XY  reg. medular


XX  reg. cortical

GAMETOGÊNESE
2a. FASE
Elevação do número de células
germinativas por mitose.

7
22/08/2016

GAMETOGÊNESE

3a. FASE
•Redução do material
cromossômico por meiose.

Gametogênese
masculina x feminina:
TEMPO E DURAÇÃO

8
22/08/2016

GAMETOGÊNESE
4a. FASE
•Desenvolvimento e maturação
estrutural e funcional dos
ovócitos e espermatozóides

ESPERMATOGÊNESE

 Quando começa?  Qual é o estímulo


orgânico que inicia a
gametogênese?

 Qual o órgão responsável?  Qual é o produto da


gametogênese ?

9
22/08/2016

Sequência de eventos pelos quais se


formam os gametas masculinos, os
espermatozóides, a partir de células
germinativas precursoras, as
espermatogônias.

SISTEMA REPRODUTOR
MASCULINO

10
22/08/2016

ESPERMATOGÊNESE

1.Maturação das células


germinativas: início na puberdade
continua até a velhice.
2. Processo: Testículos (Túbulos
seminíferos)
3. Armazenados:
Espermatozóides / Epidídimo

Células germinativas primordiais (2n) – 64 DIAS

Mitoses

2n

Mitose

2n 2n Espermatogônia

Crescimento
sem divisão 2n Espermatócito I (2n – 46, XY )
celular

1a. Divisão Espermatócitos


Meiose
II (n – 23,X;
Meiótica n n 23,Y)

2a. Divisão
meiótica
n n n n Espermátides (n)

Espermatozóides
n n n n

11
22/08/2016

Túbulos seminíferos

Local onde se
formam os
espermatozóides

12
22/08/2016

Tecido intersticial
• Estroma de tecido conjuntivo frouxo, contendo vasos
sanguíneos e linfáticos, nervos e as células intersticiais ou de
Leydig (síntese e secreção de testosterona).

CÉLULA DE LEYDIG

ORIGEM: Mesênquima original da


crista gonadal
8a. Semana do desenv.: Produção
de testosterona.
Diferenciação das genitálias
externa e interna

13
22/08/2016

14
22/08/2016

TÚBULOS SEMINÍFEROS
Células da linhagem
Germinativa: espermatogônias,
espermatócitos, espermátides
e espermatozóides
Célula da linhagem não
germinativa:
Células de Sertoli
Lâmina basal

15
22/08/2016

CÉLULA DE SERTOLI
Localização: túbulos seminíferos:
apoiada na lâmina basal.
Funções:
a) apoio mecânico e nutrição,
b)secretora
c) fagocitose
d) proteína ABP (pt. ligadora de
androgênio)

16
22/08/2016

ESPERMIOGÊNESE

Início da formação
ESPERMÁTIDE do acrossomo

Núcle
o
2
Parte do
Complexo citoplasma
de golgi
que será
Mitocôndria Centríolo eliminada
Início da formação
do flagelo
Formação do acrossoma
Redução do núcleo
Reorganização do citoplasma

17
22/08/2016

ESPERMATOGÊNESE
EPIDÍDIMO
(armazena
espermatozóides)

(em corte
transversal)

Túbulo
seminífero
Ampliação
900
de um
TESTÍCULO
Espermiogênese
64 dias
2 A 6 ml – 200 a
400 milhões

ESPERMATOZÓIDE

centríolo

Bainha
mitocondrial

Peça intermediária

18
22/08/2016

Túbulos seminíferos

Célula de Leydig

19
22/08/2016

Exercícios
Fertilidade do Homem

As causas da infertilidade masculina podem ser classificadas em


quatro categorias: pré-testicular, testicular, pós-testicular e
desconhecidas. (A) [...] pré-testicular [...] é provocada por
alterações externas ao sistema reprodutor masculino, que
interferem no eixo hipotálamo-hipofisário. (A) [...] testicular [...] é
resultado de doenças dos testículos [...] (tais como) a varicocele,
[...] problemas genéticos [...] e infecções. (A) [...] pós-testicular [...]
são problemas que impedem a saída de espermatozoides na
ejaculação [...] (e as) [...] desconhecidas: representam 25% das
causas de infertilidade masculina.

Instituto Paulista de Ginecologia e Obstetrícia. Fertilidade do


Homem. IGPO, Medicina da Reprodução. Disponível em
<http://www.ipgo.com.br/infertilidade-masculina/> Acesso em
10/08/16

Com base na leitura do texto e de acordo com os


conhecimentos acerca da espermatogênese responda as
questões propostas abaixo

 No trecho “é provocada por alterações externas ao sistema


reprodutor masculino, que interferem no eixo hipotálamo-
hipofisário” é mencionada a importância do eixo hipotálamo-
hipófise-gônada masculina. Sendo assim, explique de que
maneira a regulação hormonal influencia a função testicular

 Sabendo que “infecções” podem causar infertilidade


masculina, explique como as células de Sertoli garantem
proteção aos gametas em formação.

 Qual o caminho percorrido pelo espermatozoide dentro do


trato reprodutor masculino?

 Diferencie espermatogênese, espermiogênese e


espermiação

20
22/08/2016

LIVROS ADOTADOS

Garcia: Embriologia 2ª. edição (Artemed)


Langman : Embriologia médica 12ª. Edição
(Guanabara)
César Gómez; Embriologia humana
(Guanabara)
Keith L. Moore: Embriologia Clínica
(Elsevier)

21

Você também pode gostar