Você está na página 1de 40

ECOPORTO SANTOS S.A.

- PÁTIO 01

SISTEMA DE PROTEÇÃO CONTRA DESCARGAS


ATMOSFÉRICAS – SPDA

outubro / 2019
Código REV.
Unidade 00
ECOPORTO SANTOS S.A. - PÁTIO 01
Emissão Validade Folha
24/10/2019 24/10/2020 40/40

Nome do Projeto/Empreendimento Resp. Técnico/Projetista / Fornecedor


JONATAS ALVES MOURÃO
LAUDO DO SISTEMA DE PROTEÇÃO CONTRA
Patrocinador/Cliente
DESCARGAS ATMOSFÉRICAS - SPDA - ECOPORTO
ECOPORTO SANTOS S.A. - PÁTIO 01
SANTOS S.A. - PÁTIO 01 Gestor do Projeto/Resp. Técnico

Objeto
LAUDO DO SISTEMA DE PROTEÇÃO CONTRA DESCARGAS ATMOSFÉRICAS - PÁTIO 01

Documentos de Referência/Normas Técnicas:


ABNT NBR 5419:2015
NORMA REGULAMENTADORA NR.10
ABNT NBR 5410
ABNT NBR 6524

Ressalvas:

Aprovação Data Responsável Assinatura

FOLHA 2/4

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
2
ÍNDICE

ÍTEM PAG
1 Dados gerais 04
2 Objetivo 05
3 Características gerais 05
4 Normas técnicas 05
5 Introdução 06
6 Memorial descritivo 07
7 Conclusão 39
8 ART 40
9 Boleto de pagamento da ART 41
10 Comprovante de pagamento 43
11 Certificado de Calibração 44

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
3
1. Dados Gerais:

Empresa: Ecoporto Santos S.A. - Pátio 01


Endereço: Avenida Engenheiro Antônio Alves Freire, s/n Bairro: Saboó
Cidade: Santos Estado: São Paulo CEP: 11010-230
CNPJ: 02.390.435/0001-15

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
4
2. Objetivo

Emissão de laudo do sistema de proteção contra descargas atmosféricas do terminal da Ecoporto


Santos S.A. - Pátio 01, conforme estabelecido pela norma regulamentadora NR-10 - Segurança em
instalações e serviços em eletricidade, NBR 5419 – Proteção de estruturas contra descargas atmosféricas e
NBR 5410 – Instalações elétricas de baixa tensão.

3. Características Gerais

Terminal portuário destinado ao armazenamento e movimentação de contêineres, com edificações


em alvenaria e estruturas metálicas e armazéns.

4. Normas técnicas

 NR-10 Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade


 NBR 5410 Instalações Elétricas em Baixa Tensão
 NBR 5419 Proteção de Estrutura Contra Descarga Atmosférica
 NBR 6524 Fios e cabos de cobre duro e meio duro com ou sem cobertura protetora para instalações
aéreas - Especificação

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
5
5. Introdução

Um sistema de proteção contra descargas atmosféricas tem como objetivo exercer duas funções:
oferecer à descarga elétrica um caminho preferencial reduzindo os riscos de sua incidência sobre a
estrutura e neutralizar, pelo poder de atração das pontas, o crescimento do gradiente de potencial elétrico
entre o solo e as nuvens.
É preciso levar em consideração que um SPDA (Sistema de Proteção Contra Descargas
Atmosféricas) não impede a ocorrência das descargas atmosféricas, tão pouco é capaz de assegurar a
proteção absoluta de uma estrutura de pessoas e bens. Entretanto, a aplicação da mesma, reduz de forma
significativa os riscos de danos devidos às descargas atmosféricas.

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
6
6. Memorial descritivo

6.1. Portaria P1

6.1.1. Descritivo

6.1.1.1. Edificação

A edificação da portaria P1 é executada em alvenaria e estrutura metálica, telhado metálico. Está


localizada próxima a uma torre de iluminação, dentro de sua área de abrangência, a torre de iluminação
está equipada com um captor Franklin de instalado em um mastro de 03 metros com uma descida, que é
realizada por meio de cabo de cobre nu #35mm² que segue até um eletrodo de aterramento feito por meio
de uma haste de cobre do tipo copperweld AC de 5/8”x2,4m locado próximo à base da torre em uma caixa
de inspeção no solo de 200mm em PVC, a interligação entre o cabo de cobre nu e o eletrodo de
aterramento é executada por meio de conector haste cabo #35mm².
Devido à sua localização, dentro da área de abrangência de uma torre de iluminação, não há a
necessidade de instalação de um sistema de proteção contra descargas atmosféricas exclusivo.

6.1.2. Relatório fotográfico

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-001

6.2. Sala no-break / tecnologia da informação

6.2.1. Descritivo

6.2.1.1. Edificação

A edificação é executada em alvenaria e estrutura metálica, telhado metálico. Está localizada entre
duas torres de iluminação, dentro de suas áreas de abrangência, as torres de iluminação estão equipadas
com um captor Franklin de instalado em um mastro de 03 metros com uma descida, que é realizada por
meio de cabo de cobre nu #35mm² que segue até um eletrodo de aterramento feito por meio de uma haste
de cobre do tipo copperweld AC de 5/8”x2,4m locado próximo à base da torre em uma caixa de inspeção no
solo de 200mm em PVC, a interligação entre o cabo de cobre nu e o eletrodo de aterramento é executada

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
7
por meio de conector haste cabo #35mm². A segunda torre é dotada de um captor Franklin de instalado em
um mastro de 03 metros com uma descida, que é realizada por meio de cabo de cobre nu #50mm² que
segue até um eletrodo de aterramento feito por meio de uma haste de cobre do tipo copperweld AC de
5/8”x2,4m locado próximo à base da torre em uma caixa de inspeção no solo de 200mm em PVC, antes,
passando por uma caixa de inspeção de aterramento aérea fixada no corpo da torre, a interligação entre o
cabo de cobre nu e o eletrodo de aterramento é executada por meio de conector haste cabo #50mm².
Anexo, existe uma área coberta reservada como estacionamento de veículos, uma estrutura
metálica aterrada em 02 pontos por meio de eletrodos de aterramento feito por meio de haste de cobre do
tipo copperweld AC de 5/8”x2,4m, a interligação é realizada por meio de conector haste cabo #35mm² e
através de cabo de cobre nu #35mm² conectados às bases da estrutura por meio de terminais de
compressão tipo agulha #35mm².
Os setores são abrigados em edificação contigua à portaria P1, portanto, ainda dentro da área de
abrangência da torre de iluminação

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-001

6.3. Sala de reunião / vestiários

6.3.1. Descritivo

6.3.1.1. Edificação

A edificação P1 é executada em alvenaria e madeira, com telhas de amianto sustentadas por


estrutura de madeira. Está localizada próxima a uma torre de iluminação, dentro de sua área de
abrangência, a torre de iluminação está equipada com um captor Franklin instalado em um mastro de 03
metros com uma descida, que é realizada por meio de cabo de cobre nu #50mm² que segue até um
eletrodo de aterramento feito por meio de uma haste de cobre do tipo copperweld AC de 5/8”x2,4m locado
próximo à base da torre em uma caixa de inspeção no solo de 200mm em PVC, antes, passando por uma
caixa de inspeção de aterramento aérea fixada no corpo da torre, a interligação entre o cabo de cobre nu e
o eletrodo de aterramento é executada por meio de conector haste cabo #50mm².
Devido à sua localização, dentro da área de abrangência de uma torre de iluminação, não há a
necessidade de instalação de um sistema de proteção contra descargas atmosféricas exclusivo.

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-007

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
8
6.4. Área de descanso

6.4.1. Descritivo

6.4.1.1. Edificação

A edificação área de descanso é executada em alvenaria e madeira, com telhado metálico.


Está localizada próxima a uma torre de iluminação, dentro de sua área de abrangência, a torre de
iluminação está equipada com um captor Franklin instalado em um mastro de 03 metros com uma descida,
que é realizada por meio de cabo de cobre nu #50mm² que segue até um eletrodo de aterramento feito por
meio de uma haste de cobre do tipo copperweld AC de 5/8”x2,4m locado próximo à base da torre em uma
caixa de inspeção no solo de 200mm em PVC, antes, passando por uma caixa de inspeção de aterramento
aérea fixada no corpo da torre, a interligação entre o cabo de cobre nu e o eletrodo de aterramento é
executada por meio de conector haste cabo #50mm².
Devido à sua localização, dentro da área de abrangência de uma torre de iluminação, não há a
necessidade de instalação de um sistema de proteção contra descargas atmosféricas exclusivo.

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-001

6.5. Sala do gerador

6.5.1. Descritivo

6.5.1.1. Edificação

A edificação sala do gerador é executada em alvenaria, com telhas de amianto sustentadas por
estrutura de madeira. Está localizada próxima a uma torre de iluminação, dentro de sua área de
abrangência, a torre de iluminação está equipada com um captor Franklin instalado em um mastro de 03
metros com uma descida, que é realizada por meio de cabo de cobre nu #35mm² que segue até um
eletrodo de aterramento feito por meio de uma haste de cobre do tipo copperweld AC de 5/8”x2,4m locado
próximo à base da torre em uma caixa de inspeção no solo de 200mm em PVC, antes, passando por uma
caixa de inspeção de aterramento aérea fixada no corpo da torre, a interligação entre o cabo de cobre nu e
o eletrodo de aterramento é executada por meio de conector haste cabo #35mm².
Devido à sua localização, dentro da área de abrangência de uma torre de iluminação, não há a
necessidade de instalação de um sistema de proteção contra descargas atmosféricas exclusivo.

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-001

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
9
6.6. Contêiner da manutenção

6.6.1. Descritivo

6.6.1.1. Edificação

O contêiner da manutenção é uma estrutura metálica com telhas de amianto sustentadas


por estrutura de madeira. Está localizada próxima a uma torre de iluminação, dentro de sua área de
abrangência, a torre de iluminação está equipada com um captor Franklin instalado em um mastro de 03
metros com uma descida, que é realizada por meio de cabo de cobre nu #35mm² que segue até um
eletrodo de aterramento feito por meio de uma haste de cobre do tipo copperweld AC de 5/8”x2,4m locado
próximo à base da torre em uma caixa de inspeção no solo de 200mm em PVC, antes, passando por uma
caixa de inspeção de aterramento aérea fixada no corpo da torre, a interligação entre o cabo de cobre nu e
o eletrodo de aterramento é executada por meio de conector haste cabo #35mm².
Devido à sua localização, dentro da área de abrangência de uma torre de iluminação, não há a
necessidade de instalação de um sistema de proteção contra descargas atmosféricas exclusivo.

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-001

6.7. Sala de segurança patrimonial / Depósito predial

6.7.1. Descritivo

6.7.1.1. Edificação

A edificação da sala de segurança patrimonial e depósito predial é executada em alvenaria, com


laje de concreto. Equipada com sistema de proteção contra descargas atmosféricas do tipo Gaiola de
Faraday em fita de alumínio. Está localizada próxima a uma torre de iluminação, dentro de sua área de
abrangência, a torre de iluminação está equipada com um captor Franklin instalado em um mastro de 03
metros com uma descida, que é realizada por meio de cabo de cobre nu #35mm² que segue até um
eletrodo de aterramento feito por meio de uma haste de cobre do tipo copperweld AC de 5/8”x2,4m locado
próximo à base da torre em uma caixa de inspeção no solo de 200mm em PVC, antes, passando por uma
caixa de inspeção de aterramento aérea fixada no corpo da torre, a interligação entre o cabo de cobre nu e
o eletrodo de aterramento é executada por meio de conector haste cabo #35mm².
Devido à sua localização, dentro da área de abrangência de uma torre de iluminação, não há a
necessidade de instalação de um sistema de proteção contra descargas atmosféricas exclusivo.

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-007

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
10
6.8. Oficina

6.8.1. Descritivo

6.8.1.1. Edificação

A edificação da oficina é executada em alvenaria e estruturas metálicas com cobertura executada


por meio de lona sustentada por meio de estrutura metálica.

6.8.1.2. Captação

O subsistema de captação é executado através da própria estrutura metálica.

6.8.1.3. Descidas

O sistema de proteção contra descargas atmosféricas da edificação conta com a própria estrutura
metálica como subsistema de descidas naturais.

6.8.1.4. Aterramento

O subsistema de aterramento é feito por meio de hastes de cobre do tipo copperweld AC de


5/8”x2,4m interligados à estrutura da edificação através de cabo de cobre nu #35mm², conectado às hastes
por meio de conectores cabo / haste #35mm². A edificação conta com 12 pontos de aterramento, 04 deles
locados na manutenção e 08 nos galpões lonados.

6.8.1.5. Medições

Pontos 1 2 3 4 5 6 7 8
Medição (Ω) 1,9 2,19 2,28 1,77 2,33 1,17 2,28 2,5

Pontos 9 10 11 12
Medição (Ω) 2,32 2,08 1,87 2,28

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
11
6.8.2. Relatório fotográfico

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-006

6.9. Manutenção mecânica / escritório

6.9.1. Descritivo

6.9.1.1. Edificação

A edificação da sala de segurança patrimonial / depósito predial é executada em alvenaria


com laje pré-moldada, sendo contígua à edificação da oficina do costado. Está localizada próxima a uma
torre de iluminação, dentro de sua área de abrangência, a torre de iluminação está equipada com um
captor Franklin instalado em um mastro de 03 metros com uma descida, que é realizada por meio de cabo
de cobre nu #35mm² que segue até um eletrodo de aterramento feito por meio de uma haste de cobre do
tipo copperweld AC de 5/8”x2,4m locado próximo à base da torre em uma caixa de inspeção no solo de
200mm em PVC, antes, passando por uma caixa de inspeção de aterramento aérea fixada no corpo da
torre, a interligação entre o cabo de cobre nu e o eletrodo de aterramento é executada por meio de
conector haste cabo #35mm².
Devido à sua localização, dentro da área de abrangência de uma torre de iluminação, não há a
necessidade de instalação de um sistema de proteção contra descargas atmosféricas exclusivo.

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-006

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
12
6.10. Separador de água / óleo – Caixa d’agua bombeiros

6.10.1. Descritivo

6.10.1.1. Edificação

A edificação do separador de água / óleo é executada em alvenaria e estrutura metálica,


com cobertura em telhas de zinco. Está localizada próxima a uma torre de iluminação, dentro de sua área
de abrangência, a torre de iluminação está equipada com um captor Franklin instalado em um mastro de 03
metros com uma descida, que é realizada por meio de cabo de cobre nu #35mm² que segue até um
eletrodo de aterramento feito por meio de uma haste de cobre do tipo copperweld AC de 5/8”x2,4m locado
próximo à base da torre em uma caixa de inspeção no solo de 200mm em PVC, antes, passando por uma
caixa de inspeção de aterramento aérea fixada no corpo da torre, a interligação entre o cabo de cobre nu e
o eletrodo de aterramento é executada por meio de conector haste cabo #35mm².
Devido à sua localização, dentro da área de abrangência de uma torre de iluminação, não há a
necessidade de instalação de um sistema de proteção contra descargas atmosféricas exclusivo.

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-012

6.11. Torre de iluminação – Cabine primária

6.11.1. Descritivo

6.11.1.1. Edificação

A torre é executada em concreto e possui sistema de proteção contra descargas atmosféricas do


tipo captor Franklin.

6.11.1.2. Captação

O subsistema de captação é composto por um captor Franklin de uma descida instalado em um


mastro de 03 metros no topo da torre de iluminação.

6.11.1.3. Descidas

O subsistema de descida é realizado por meio de um cabo de cobre nu #50mm², que passa por uma
caixa de inspeção de aterramento aérea com conector de medição, protegida por tubulação de PVC de ¼”.

6.11.1.4. Aterramento

O subsistema de aterramento é realizado por meio de uma haste de cobre do tipo Copperweld AC
de 5/8”x2,4m locada próximo à base da torre em uma caixa de inspeção no solo de 200mm em PVC. A
interligação entre o cabo de cobre nu #50mm² e o eletrodo de aterramento é feita por meio de um
conector haste/cabo #50mm².
RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
13
6.11.1.5. Medições

Pontos 1
Medição (Ω) 2,24

6.12. Cabine primária

6.12.1. Descritivo

6.12.1.1. Edificação

A edificação da cabine primária é executada em alvenaria, coberta por telhas de amianto


sustentadas por estrutura de madeira. O sistema de proteção contra descargas atmosféricas da edificação é
do tipo gaiola de Faraday.

6.12.1.2. Captação

O subsistema de captação é composto por uma malha de cabo de cobre nu #50mm² e captores
aéreos fixados no telhado da edificação.

6.12.1.3. Descidas

O subsistema de descida conta com duas descidas executadas em cabo de cobre nu #50mm², passa
por caixa de inspeção de aterramento aérea e é protegido por meio de tubulação de PVC de ¼”.

6.12.1.4. Aterramento

O subsistema de aterramento é realizado por meio de duas hastes de cobre do tipo Copperweld AC
de 5/8”x2,4m locadas próximo à base da torre em uma caixa de inspeção no solo de 200mm em PVC. A
interligação entre o cabo de cobre nu #50mm² e o eletrodo de aterramento é feita por meio de um
conector haste/cabo #50mm².

6.12.1.5. Medições

Pontos 1 2
Medição (Ω) 2,71 2,38

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
14
6.12.2. Relatório fotográfico

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-012

6.13. Plataforma reefer 01

6.13.1. Descritivo

6.13.1.1. Edificação

Estrutura metálica utilizadas para alimentação de contêineres refrigerados, equipada com sistema
de proteção contra descargas atmosféricas do tipo gaiola de Faraday.

6.13.1.2. Captação

A estrutura é equipada com subsistema de captação natural pela estrutura metálica da plataforma
reefer.

6.13.1.3. Descidas

O subsistema de descida do sistema de proteção contra descargas atmosféricas da plataforma


reefer é executado por meio da própria estrutura metálica, natural, contando com 08 descidas.

6.13.1.4. Aterramento

O subsistema de aterramento da plataforma reefer é composto por 08 pontos de aterramento, que


são executados por meio de eletrodo de aterramento executado por meio de uma haste de cobre do tipo
Copperweld AC de 5/8”x2,4m locada próximo às bases das plataformas reefers, sendo 06 deles alocados
dentro de uma caixa de inspeção no solo de 300mm em PVC. A interligação entre o eletrodo de
aterramento e a estrutura metálica, é executada através de cabo de cobre nu #35mm² por meio de um
conector haste/cabo #35mm², conectado à estrutura metálica por meio de terminal de compressão do tipo
olhal #35mm².
6.13.1.5. Medições

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
15
Pontos 1 2 3 4 5 6
Medição (Ω) 2,09 2,15 2,13 2,15 1,98 2,22

6.13.2. Relatório fotográfico

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-016

6.14. Plataforma reefer 2

6.14.1. Descritivo

6.14.1.1. Edificação

Estrutura metálica utilizadas para alimentação de contêineres refrigerados, equipada com sistema
de proteção contra descargas atmosféricas do tipo gaiola de Faraday.

6.14.1.2. Captação

A estrutura é equipada com subsistema de captação natural pela estrutura metálica da plataforma
reefer.

6.14.1.3. Descidas

O subsistema de descida do sistema de proteção contra descargas atmosféricas da plataforma


reefer é executado por meio da própria estrutura metálica, natural, contando com 08 descidas.

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
16
6.14.1.4. Aterramento

O subsistema de aterramento da plataforma reefer é composto por 08 pontos de aterramento, que


são executados por meio de eletrodo de aterramento executado por meio de uma haste de cobre do tipo
Copperweld AC de 5/8”x2,4m locada próximo às bases das plataformas reefers, locados dentro de uma
caixa de inspeção no solo de 300mm em PVC. A interligação entre o eletrodo de aterramento e a estrutura
metálica, é executada através de cabo de cobre nu #35mm² por meio de um conector haste/cabo #35mm²,
conectado à estrutura metálica por meio de terminal de compressão do tipo olhal #35mm².

6.14.1.5. Medições

Pontos 1 2 3 4 5 6
Medição (Ω) 2,3 2,26 2,24 2,14 2,21 2,37

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-017

6.15. Ponto 04

6.15.1. Descritivo

6.15.1.1. Edificação

Edificação de madeira dotada de telhado executado por meio de telhas de zinco.

6.15.1.2. Captação

O subsistema de captação é executado em fita de alumínio 7/8”x1/8”, e captores aéreos de fita de


alumínio 7/8”x1/8”.

6.15.1.3. Descidas

As descidas são realizadas por meio de fita de alumínio 7/8”x1/8, dotadas de proteção mecânica
executada em tubulação de PVC de ¼” e caixas de inspeção de aterramento aéreas.

6.15.1.4. Aterramento

O subsistema de aterramento conta com 04 pontos executados através de eletrodos de


aterramento de hastes de cobre AC do tipo Copperweld 5/8”x2,4m.

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
17
6.15.1.5. Medições

Pontos 1 2 3 4
Medição (Ω) 2,2 2,26 2,12 2,21

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-013

6.16. Torre de iluminação 10

6.16.1. Descritivo

6.16.1.1. Edificação

Torre metálica de iluminação.

6.16.1.2. Captação

A torre de iluminação possui um subsistema de captação executado por meio de um captor Franklin
de uma descida instalado em um mastro de 3 metros.

6.16.1.3. Descida

O subsistema de descida é natural, utilizando a própria estrutura metálica da torre como condutor
de descida.

6.16.1.4. Aterramento

O subsistema de aterramento é executado por meio de eletrodo de aterramento composto por


meio de uma haste de cobre do tipo Copperweld AC de 5/8”x2,4m locada próximo à base da torre de
iluminação, dentro de uma caixa de inspeção no solo de 200mm em PVC. A interligação entre o eletrodo de
aterramento e a torre de iluminação é realizada via cabo de cobre nu #35mm² e conector haste / cabo
#35mm².

6.16.1.5. Medições

Pontos 1
Medição (Ω) 2,63

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
18
6.16.2. Relatório fotográfico

6.17. Torre de iluminação

6.17.1. Descritivo

6.17.1.1. Edificação

Torre de iluminação metálica de 45 metros de altura.

6.17.1.2. Captação

A torre de iluminação possui um subsistema de captação executado por meio de um captor Franklin
de duas descidas instalado em um mastro de 6 metros.

6.17.1.3. Descida

O subsistema de descida é natural, utilizando a própria estrutura metálica da torre como condutor
de descida.

6.17.1.4. Aterramento

O subsistema de aterramento é executado por meio de eletrodo de aterramento composto por


meio de uma haste de cobre do tipo Copperweld AC de 5/8”x2,4m locada próximo à base da torre de
iluminação, dentro de uma caixa de inspeção no solo de 200mm em PVC. A interligação entre o eletrodo de
aterramento e a torre de iluminação é realizada via cabo de cobre nu #50mm² e conector haste / cabo
#50mm².

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
19
6.17.1.5. Medições

Pontos 1
Medição (Ω) 1,84

6.18. Torre de iluminação concreto

6.18.1. Descritivo

6.18.1.1. Edificação

Torre de iluminação de concreto protegida por meio de sistema de proteção contra descargas
atmosféricas do tipo captor Franklin.

6.18.1.2. Captação

A torre de iluminação é equipada por um subsistema de captação composto por um captor Franklin
de uma descida instalado em um mastro de 03 metros.

6.18.1.3. Descida

O subsistema de descida é realizado por meio de cabo de cobre nu #35mm² fixado ao corpo da
torre por meio de isoladores reforçados. Protegido por tubulação de ¼” em PVC equipado com uma caixa
de inspeção de aterramento aérea.

6.18.1.4. Aterramento

O aterramento da torre de iluminação é realizado por meio de um subsistema de aterramento


executado por meio de um eletrodo de aterramento executado por uma haste de cobre nu do tipo
Copperweld AC de 5/8”x2,4m locada próximo à base da torre de iluminação, dentro de uma caixa de
inspeção no solo de 200mm em PVC. A interligação entre o eletrodo de aterramento e a torre de
iluminação é realizada via cabo de cobre nu #35mm² e conector haste / cabo #35mm².

6.18.1.5. Medições

Pontos 1
Medição (Ω) 2,66

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
20
6.18.2. Relatório fotográfico

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-015

6.19. Aquário

6.19.1. Descritivo

6.19.1.1. Edificação

Edificação executada em alvenaria com telhado em laje de concreto. Localizada dentro da área de
abrangência da torre de iluminação de concreto, está protegida pelo sistema de proteção contra descargas
atmosféricas da mesma, não necessitando de um sistema de proteção exclusivo.

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-015

6.20. Gate C

6.20.1. Descritivo

6.20.1.1. Edificação

Edificação executada por estrutura metálica possui telhado composto por telhas de zinco
sustentadas também por estruturas metálicas. Protegida por um sistema de proteção contra descargas
atmosféricas do tipo gaiola de Faraday e localizada próxima a uma torre de iluminação.
Os pórticos e postes que sustentam câmeras e equipamentos que compõem o sistema de
identificação de cargas, estão aterrados e interligados.

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
21
6.20.1.2. Captação

A captação é natural, fazendo uso da própria estrutura metálica da edificação para compor o
subsistema de captação da edificação.

6.20.1.3. Descidas

O subsistema de descidas é natural e utiliza a estrutura metálica da edificação para compor as


descidas do sistema de proteção contra descargas atmosféricas. Conta com três pontos de aterramento que
são interligados à estrutura metálica por meio de cobre nu #35mm², conectados através de terminal de
compressão do tipo olhal de #35mm².

6.20.1.4. Aterramento

A edificação é dotada de 07 pontos de aterramento, sendo que 04 deles estão instalados na


edificação e os outros 03 estão instalados nos pórticos. O subsistema de aterramento é executado por meio
de eletrodos de aterramento constituídos por meio de haste de cobre nu do tipo Copperweld AC de
5/8”x2,4m locados dentro de uma caixa de inspeção no solo de 200mm em PVC. A interligação entre o
eletrodo de aterramento e a estrutura metálica é realizada via cabo de cobre nu #35mm² e conector haste /
cabo #35mm².

6.20.1.5. Medições

Pontos 1 2 3 4 5 6 7
Medição (Ω) 2,32 2,22 1,97 2,01 2,11 2,18 2,13

6.20.2. Relatório fotográfico

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-005

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
22
6.21. Torre de iluminação concreto

6.21.1. Descritivo

6.21.1.1. Edificação

Torre de iluminação de concreto protegida por meio de sistema de proteção contra descargas
atmosféricas do tipo captor Franklin.

6.21.1.2. Captação

A torre de iluminação é equipada por um subsistema de captação composto por um captor Franklin
de uma descida instalado em um mastro de 03 metros.

6.21.1.3. Descida

O subsistema de descida é realizado por meio de cabo de cobre nu #50mm² fixado ao corpo da
torre por meio de isoladores reforçados. Protegido por tubulação de ¼” em PVC equipado com uma caixa
de inspeção de aterramento aérea.

6.21.1.4. Aterramento

O aterramento da torre de iluminação é realizado por meio de um subsistema de aterramento


executado por meio de um eletrodo de aterramento executado por uma haste de cobre nu do tipo
Copperweld AC de 5/8”x2,4m locada próximo à base da torre de iluminação, dentro de uma caixa de
inspeção no solo de 200mm em PVC. A interligação entre o eletrodo de aterramento e a torre de
iluminação é realizada via cabo de cobre nu #50mm² e conector haste / cabo #50mm².

6.21.1.5. Medições

Pontos 1
Medição (Ω) 2,94

6.22. Torre de iluminação de concreto

6.22.1. Descritivo

6.22.1.1. Edificação

Torre de iluminação de concreto protegida por meio de sistema de proteção contra descargas
atmosféricas do tipo captor Franklin.

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
23
6.22.1.2. Captação

A torre de iluminação é equipada por um subsistema de captação composto por um captor Franklin
de uma descida instalado em um mastro de 03 metros.

6.22.1.3. Descida

O subsistema de descida é realizado por meio de cabo de cobre nu #50mm² fixado ao corpo da
torre por meio de isoladores reforçados. Protegido por tubulação de ¼” em PVC equipado com uma caixa
de inspeção de aterramento aérea.

6.22.1.4. Aterramento

O aterramento da torre de iluminação é realizado por meio de um subsistema de aterramento


executado por meio de um eletrodo de aterramento executado por uma haste de cobre nu do tipo
Copperweld AC de 5/8”x2,4m locada próximo à base da torre de iluminação, dentro de uma caixa de
inspeção no solo de 200mm em PVC. A interligação entre o eletrodo de aterramento e a torre de
iluminação é realizada via cabo de cobre nu #50mm² e conector haste / cabo #50mm².

6.22.1.5. Medições

Pontos 1
Medição (Ω) 2,57

6.23. Armazém

6.23.1. Descritivo

6.23.1.1. Edificação

A edificação é executada em alvenaria e estrutura metálica, e tem seu telhado em telhas de zinco
sustentado por meio de estrutura metálica. Protegida por um sistema de proteção contra descargas
atmosféricas do tipo gaiola de Faraday.

6.23.1.2. Captação

O armazém tem o subsistema de captação natural, utilizando a própria estrutura metálica.

6.23.1.3. Descidas

O subsistema de descidas do sistema de proteção contra descargas atmosféricas do armazém é


parcialmente natural, fazendo uso da estrutura metálica e também realizado por meio de cabo de cobre de
50mm² protegido por tubulação de ¼” de PVC. Nos pontos da cobertura externa são utilizadas descidas
naturais, através da própria estrutura metálica. O subsistema de descidas conta com 08 pontos de descida.

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
24
6.23.1.4. Aterramento

O subsistema de aterramento é realizado através de hastes de cobre do tipo Copperweld AC de


5/8”x2,4m locadas dentro de uma caixa de inspeção no solo de 200mm em PVC. A interligação entre o
eletrodo de aterramento e a descida é realizada por meio de cabo de cobre nu #50mm² e conector haste /
cabo #50mm².

6.23.1.5. Medições

Pontos 1 2 3 4 5 6 7 8
Medição (Ω) 0,71 1,22 1,65 1,88 2,16 1,64 1,84 1,62

6.23.2. Relatório fotográfico

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-002

6.24. Torre de iluminação de concreto – Linha do trem Alfândega

6.24.1. Descritivo

6.24.1.1. Edificação

Torre de iluminação de concreto protegida por meio de sistema de proteção contra descargas
atmosféricas do tipo captor Franklin.

6.24.1.2. Captação

A torre de iluminação é equipada por um subsistema de captação composto por um captor Franklin
de uma descida instalado em um mastro de 03 metros.
6.24.1.3. Descida

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
25
O subsistema de descida é realizado por meio de cabo de cobre nu #50mm² fixado ao corpo da
torre por meio de isoladores reforçados. Protegido por tubulação de ¼” em PVC equipado com uma caixa
de inspeção de aterramento aérea.

6.24.1.4. Aterramento

O aterramento da torre de iluminação é realizado por meio de um subsistema de aterramento


executado por meio de um eletrodo de aterramento executado por uma haste de cobre nu do tipo
Copperweld AC de 5/8”x2,4m locada próximo à base da torre de iluminação, dentro de uma caixa de
inspeção no solo de 300mm em PVC. A interligação entre o eletrodo de aterramento e a torre de
iluminação é realizada via cabo de cobre nu #50mm² e conector haste / cabo #50mm².

6.24.1.5. Medições

Pontos 1
Medição (Ω) 1,83

6.25. Torre de iluminação de concreto – Gate B

6.25.1. Descritivo

6.25.1.1. Edificação

Torre de iluminação de concreto protegida por meio de sistema de proteção contra descargas
atmosféricas do tipo captor Franklin.

6.25.1.2. Captação

A torre de iluminação é equipada por um subsistema de captação composto por um captor Franklin
de uma descida instalado em um mastro de 03 metros.

6.25.1.3. Descida

O subsistema de descida é realizado por meio de cabo de cobre nu #50mm² fixado ao corpo da
torre por meio de isoladores reforçados. Protegido por tubulação de ¼” em PVC equipado com uma caixa
de inspeção de aterramento aérea.

6.25.1.4. Aterramento

O aterramento da torre de iluminação é realizado por meio de um subsistema de aterramento


executado por meio de um eletrodo de aterramento executado por uma haste de cobre nu do tipo
Copperweld AC de 5/8”x2,4m locada próximo à base da torre de iluminação, dentro de uma caixa de
inspeção no solo de 300mm em PVC. A interligação entre o eletrodo de aterramento e a torre de
iluminação é realizada via cabo de cobre nu #50mm² e conector haste / cabo #50mm².

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
26
6.25.1.5. Medições

Pontos 1
Medição (Ω) 2,37

6.26. Gate B

6.26.1. Descritivo

6.26.1.1. Edificação

A edificação é executada em estrutura metálica e telhado sustentado por estruturas metálicas e


executado em telhas metálicas.

6.26.1.2. Captação

A estrutura faz uso de um subsistema de captação natural constituído pela estrutura metálica,
formando um sistema de proteção contra descargas atmosféricas do tipo gaiola de Faraday.

6.26.1.3. Descidas

O subsistema de descidas do sistema de proteção contra descargas atmosféricas da edificação é


natural, executado através da estrutura metálica.

6.26.1.4. Aterramento

O subsistema de aterramento da edificação é executada por meio de eletrodos de aterramento


constituídos por hastes de cobre do tipo Copperweld AC de 5/8”x2,4m locadas dentro de caixas de inspeção
no solo de 300mm em PVC. A interligação entre o eletrodo de aterramento e a estrutura metálica é
realizada via cabo de cobre nu #35mm² e conector haste / cabo #35mm². Todas as estruturas externas,
pórticos e postes de câmeras são aterradas pelo mesmo sistema. 02 pontos de aterramento estão locados
na própria estrutura do gate, o restante, 06 pontos de aterramento, estão dispostos nas estruturas
metálicas que sustentam equipamentos de identificação de contêineres.

6.26.1.5. Medições

Pontos 1 2 3 4 5 6 7 8
Medição (Ω) 0,65 1,19 1,44 2,15 2,08 1,63 1,39 1,72

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
27
6.26.2. Relatório fotográfico

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-004

6.27. Torre de concreto de iluminação

6.27.1. Descritivo

6.27.1.1. Edificação

Torre de iluminação de concreto protegida por meio de sistema de proteção contra descargas
atmosféricas do tipo captor Franklin.

6.27.1.2. Captação

A torre de iluminação é equipada por um subsistema de captação composto por um captor Franklin
de uma descida instalado em um mastro de 03 metros.

6.27.1.3. Descida

O subsistema de descida é realizado por meio de cabo de cobre nu #50mm² fixado ao corpo da
torre por meio de isoladores reforçados. Protegido por tubulação de ¼” em PVC equipado com uma caixa
de inspeção de aterramento aérea.

6.27.1.4. Aterramento

O aterramento da torre de iluminação é realizado por meio de um subsistema de aterramento


executado por meio de um eletrodo de aterramento executado por uma haste de cobre nu do tipo
Copperweld AC de 5/8”x2,4m locada próximo à base da torre de iluminação, dentro de uma caixa de
inspeção no solo de 300mm em PVC. A interligação entre o eletrodo de aterramento e a torre de
iluminação é realizada via cabo de cobre nu #50mm² e conector haste / cabo #50mm².

6.27.1.5. Medições

Pontos 1
Medição (Ω) 2,88

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
28
6.28. Torre metálica de iluminação – scanner

6.28.1. Descritivo

6.28.1.1. Edificação

Torre de iluminação metálica de 45 metros de altura.

6.28.1.2. Captação

A torre de iluminação possui um subsistema de captação executado por meio de um captor Franklin
de duas descidas instalado em um mastro de 3 metros.

6.28.1.3. Descida

O subsistema de descida é natural, utilizando a própria estrutura metálica da torre como condutor
de descida.

6.28.1.4. Aterramento

O subsistema de aterramento é executado por meio de eletrodo de aterramento composto por


meio de uma haste de cobre do tipo Copperweld AC de 5/8”x2,4m locada próximo à base da torre de
iluminação, dentro de uma caixa de inspeção no solo de 200mm em PVC. A interligação entre o eletrodo de
aterramento e a torre de iluminação é realizada via cabo de cobre nu #50mm² e conector haste / cabo
#50mm².

6.28.1.5. Medições

Pontos 1
Medição (Ω) 3,15

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
29
6.28.2. Relatório fotográfico

6.29. Scanner

6.29.1. Descritivo

6.29.1.1. Edificação

A edificação é executada em alvenaria tendo contígua o contêiner de operação do scanner, sala de


no-breaks e antena coletora, locada dentro da área de abrangência da torre de iluminação metálica não
necessita de um sistema de proteção contra descargas atmosféricas exclusivo.

6.29.2. Relatório fotográfico

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-014

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
30
6.30. Segurança do trabalho

6.30.1. Descritivo

6.30.1.1. Edificação

A edificação é executada em alvenaria e telhado composto por laje de concreto. Protegida por um
sistema de proteção contra descargas atmosféricas do tipo gaiola de Faraday em fita de alumínio.

6.30.1.2. Captação

O sistema de proteção contra descargas atmosféricas da edificação conta com um subsistema de


captação executado em fita de alumínio de 7/8”x1/8” com captores aéreos de fita de alumínio de 30cm,
fixados na edificação.

6.30.1.3. Descidas

O subsistema de descida do sistema de proteção contra descargas atmosféricas da edificação é


executado em fitas de alumínio de 7/8”x1/8”, conta com 04 pontos de descidas, sendo que dois deles são
equipados com caixas de inspeção de aterramento aérea, são protegidas mecanicamente por tubulação de
¼ de PVC.

6.30.1.4. Aterramento

O subsistema de aterramento e formado por meio de eletrodos de aterramento executados através


de hastes de cobre do tipo Copperweld AC de 5/8”x2,4m que são interligadas entre si por meio de um cabo
de cobre nu #50mm² enterrado no solo e conectores haste / cabo #50mm². A interligação com o sistema de
descidas é realizada via cabo de cobre nu #50mm² e haste / cabo #50mm².

6.30.1.5. Medições

Pontos 1 2 3 4
Medição (Ω) 1,55 1,62 2,15 2,08

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
31
6.30.2. Relatório fotográfico

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-011

6.31. Torre de iluminação metálica

6.31.1. Descritivo

6.31.1.1. Edificação

Torre de iluminação metálica de 45 metros de altura.

6.31.1.2. Captação

A torre de iluminação possui um subsistema de captação executado por meio de um captor Franklin
de duas descidas instalado em um mastro de 3 metros.

6.31.1.3. Descida

O subsistema de descida é natural, utilizando a própria estrutura metálica da torre como condutor
de descida.

6.31.1.4. Aterramento

O subsistema de aterramento é executado por meio de eletrodo de aterramento composto por


meio de uma haste de cobre do tipo Copperweld AC de 5/8”x2,4m locada próximo à base da torre de
iluminação, dentro de uma caixa de inspeção no solo de 200mm em PVC. A interligação entre o eletrodo de
aterramento e a torre de iluminação é realizada via cabo de cobre nu #50mm² e conector haste / cabo
#50mm².

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
32
6.31.1.5. Medições

Pontos 1
Medição (Ω) 1, 48

6.32. Torre de iluminação metálica

6.32.1. Descritivo

6.32.1.1. Edificação

Torre de iluminação metálica de 45 metros de altura.

6.32.1.2. Captação

A torre de iluminação possui um subsistema de captação executado por meio de um captor Franklin
de duas descidas instalado em um mastro de 3 metros.

6.32.1.3. Descida

O subsistema de descida é natural, utilizando a própria estrutura metálica da torre como condutor
de descida.

6.32.1.4. Aterramento

O subsistema de aterramento é executado por meio de eletrodo de aterramento composto por


meio de uma haste de cobre do tipo Copperweld AC de 5/8”x2,4m locada próximo à base da torre de
iluminação, dentro de uma caixa de inspeção no solo de 200mm em PVC. A interligação entre o eletrodo de
aterramento e a torre de iluminação é realizada via cabo de cobre nu #50mm² e conector haste / cabo
#50mm².

6.32.1.5. Medições

Pontos 1
Medição (Ω) 2,21

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
33
6.33. Torre de iluminação metálica

6.33.1. Descritivo

6.33.1.1. Edificação

Torre de iluminação metálica de 45 metros de altura.


6.33.1.2. Captação

A torre de iluminação possui um subsistema de captação executado por meio de um captor Franklin
de duas descidas instalado em um mastro de 3 metros.

6.33.1.3. Descida

O subsistema de descida é natural, utilizando a própria estrutura metálica da torre como condutor
de descida.

6.33.1.4. Aterramento

O subsistema de aterramento é executado por meio de eletrodo de aterramento composto por


meio de uma haste de cobre do tipo Copperweld AC de 5/8”x2,4m locada próximo à base da torre de
iluminação, dentro de uma caixa de inspeção no solo de 200mm em PVC. A interligação entre o eletrodo de
aterramento e a torre de iluminação é realizada via cabo de cobre nu #50mm² e conector haste / cabo
#50mm².

6.33.1.5. Medições

Pontos 1
Medição (Ω) 2,75

6.34. Gate A – Expansão

6.34.1. Descritivo

6.34.1.1. Edificação

A edificação é composta por uma estrutura metálica com telhado em telhas de zinco sustentado
por uma estrutura metálica. Locada próxima a uma torre de iluminação metálica de 45m de altura, está
dentro da área de abrangência do sistema de proteção contra descargas atmosféricas da mesma, não
necessitando de um sistema exclusivo. As estruturas metálicas das câmeras do sistema de identificação de
contêineres estão aterradas por meio de dois pontos de aterramento executados por meio de eletrodos de
aterramento através de hastes de cobre do tipo Copperweld AC de 5/8”x2,4m.

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
34
6.34.1.2. Captação

O subsistema de captação da edificação é natural, utilizando a própria estrutura metálica para tal.

6.34.1.3. Descidas

O subsistema de descida do sistema de proteção contra descargas atmosféricas da edificação é


natural, executado por meio da estrutura metálica da edificação.

6.34.1.4. Aterramento

O subsistema de aterramento é executado por meio de eletrodos de aterramento constituídos por


haste de cobre do tipo Copperweld AC de 5/8”x2,4m em 06 pontos. A interligação entre os eletrodos de
aterramento e o subsistema de descidas é executada por cabo de cobre nu #35mm² e conectores haste /
cabo #35mm².

6.34.1.5. Medições

Pontos 1 2 3 4 5 6
Medição (Ω) 2,77 2,75 2,84 2,73 2,66 2,71

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-003

6.35. Torre de iluminação metálica

6.35.1. Descritivo

6.35.1.1. Edificação

Torre de iluminação metálica de 45 metros de altura.

6.35.1.2. Captação

A torre de iluminação possui um subsistema de captação executado por meio de um captor Franklin
de duas descidas instalado em um mastro de 3 metros.

6.35.1.3. Descida

O subsistema de descida é natural, utilizando a própria estrutura metálica da torre como condutor
de descida.

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
35
6.35.1.4. Aterramento

O subsistema de aterramento é executado por meio de eletrodo de aterramento composto por


meio de uma haste de cobre do tipo Copperweld AC de 5/8”x2,4m locada próximo à base da torre de
iluminação, dentro de uma caixa de inspeção no solo de 200mm em PVC. A interligação entre o eletrodo de
aterramento e a torre de iluminação é realizada via cabo de cobre nu #50mm² e conector haste / cabo
#50mm².

6.35.1.5. Medições

Pontos 1
Medição (Ω) 2,37

6.35.2. Relatório fotográfico

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-010

6.36. Portaria Expansão

6.36.1. Descritivo

6.36.1.1. Edificação

A edificação é executada em alvenaria com laje de concreto e é dotada de um sistema de proteção


contra descargas atmosféricas do tipo gaiola de Franklin executado em fita de alumínio de 7/8”x1/8”.

6.36.1.2. Captação

O sistema de proteção contra descargas atmosféricas da edificação conta com um subsistema de


captação executado em fita de alumínio 7/8”x1/8” e captores aéreos de 30cm fixados na laje da edificação.

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
36
6.36.1.3. Descida

O subsistema de descida é executado em fita de alumínio 7/8”x1/8”. São duas descidas que contam
com proteção mecânica realizada através de tubulação de ¼” PVC e caixas de inspeção de aterramento
aéreas com conectores de medição.

6.36.1.4. Aterramento

Realizado por meio de eletrodos de aterramento composto por hastes de cobre do tipo Copperweld
AC de 5/8”x2,4m. A interligação entre os eletrodos de aterramento e as descidas é realizada por meio de
cabo de cobre nu #35mm² e conector haste / cabo 35mm². Conta com dois pontos de aterramento.

6.36.1.5. Medições

Pontos 1 2
Medição (Ω) 2,18 2,18

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-009

6.37. Subestação

6.37.1. Descritivo

6.37.1. Edificação

Edificação executada em alvenaria e telhado em laje de concreto, está localizada dentro da área de
abrangência da torre de iluminação. Possui sistema de proteção contra descargas atmosféricas do tipo
gaiola de Franklin.

6.37.1.1. Captação

O subsistema de captação é constituído por malha de cabo de cobre nu #35mm² e captores aéreos
de 30cm.

6.37.1.2. Descidas

As descidas são executadas em cabo de cobre nu #35mm² contando com proteção mecânica em
tubulação de PVC de ¼”.

6.37.1.3. Aterramento

O subsistema de aterramento é constituído por 07 pontos de aterramento compostos por eletrodos


de aterramento de hastes de cobre AC 5/8”x2,4m, interligados ao aterramento da torre de iluminação.

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
37
6.37.1.4. Medições

Pontos 1 2 3 4 5 6 7
Medição (Ω) 2,48 2,54 2,71 2,38 2,49 2,6 2,43

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-010

6.38. Malha de aterramento dos Portêineres

6.38.1. Descritivo

6.38.1.1. Malha de aterramento

A malha de aterramento dos Portêineres é formada por um cabo de cobre nu #120mm² que tem
uma extensão de 715 metros, sendo interligada à malha de aterramento existente constituída por cabo de
cobre nu #50mm². Sua abrangência estende-se desde o ponto 01 do costado até a subestação da Expansão.
No trecho do costado, a malha faz uso do da galeria existente como caminho, fixada às paredes da mesma e
interligada a pontos de aterramento dos trilhos dos portêineres.
As extremidades da malha, são interligadas à triângulos de aterramento, compostos por eletrodos
de aterramento constituídos de 03 hastes de cobre do tipo Copperweld AC 5/8”x2,4m, posicionados a 03
metros de distância nos vértices do triângulo. Estão locados dentro de caixas de inspeção de aterramento
no solo de 300x400. As conexões entre os eletrodos de aterramento e o cabo de cobre nu foram executadas
por meio de solda exotérmica. Existe na malha um ponto de emenda localizado na expansão do, constituída
por uma conexão cabo x cabo, realizada através de solda exotérmica.

6.38.1.2. Medições

6.38.1.2.1. Triângulo de aterramento 01 – Subestação

Pontos 1 2 3
Medição (Ω) 0,72 0,66 0,72

6.38.1.2.2. Triângulo de aterramento 02 – Ponto 01

Pontos 1 2 3
Medição (Ω) 0,58 0,47 0,55

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-008

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
38
6.39. Anel de equipotencialização

6.39.1. Descritivo

O anel de equipotencialização do Pátio 01 da Ecoporto Santos S.A. é executado por meio de fita de
alumínio de 7/8”x1/8”, conta com pontos de aterramento espaçados a cada 15 metros, executados por
meio de haste de cobre do tipo Copperweld AC 5/8”x2,4m. A interligação entre o eletrodo de aterramento
e a malha de alumínio que compõe o anel de equipotencialização é realizada através de cabo de cobre nu
#35mm² por meio de conector haste / cabo #35mm² e terminais de compressão do tipo olhal para cabos de
#35m². O anel de equipotencialização cumpre o papel de unificar o potencial elétrico de todas as
edificações locadas no pátio, percorrendo para tal, o muro do pátio e trechos enterrados no solo, trechos
esses executados em cabo de cobre nu #35mm².

Nota: ELE-SPDA-ECOP1-018

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
39
7. Conclusão

De acordo com o exposto acima, no item 6, memorial descritivo, a Ecoporto Santos S.A. – Pátio 01,
tem instalado um sistema de proteção contra descargas atmosféricas em conformidade com os quesitos
estabelecidos pela norma ABNT NBR 5419:2015, apresentando materiais, métodos de execução e
instalação pela norma estabelecidos. Suas edificações são, em sua totalidade, guarnecidas pelo sistema de
proteção contra descargas atmosféricas do terminal, cabendo aqui, mais uma vez lembrarmos que não é
possível que um sistema de proteção contra descargas atmosféricas impeça a ocorrência de descargas
atmosféricas no local, no entanto, a existência do mesmo, reduz drasticamente o risco e os danos por estas
causados.
Fica a recomendação do cumprimento de uma rotina de manutenção, bem como, inspeções de
acordo com o estabelecido pela norma, visando manter a efetividade e a confiabilidade do sistema de
proteção contra descargas atmosféricas, o não cumprimento dessa rotina, implica na nulidade do exposto
aqui.

Santos, 24 de outubro de 2019

________________________________
Jonatas A. Mourão
Engenheiro Eletricista
CREA 5061974216

RUA IPEUVA, 836 LOJA 06 Q. 21 – BALNEÁRIO CIDADE ATLÂNTICA – GUARUJÁ/SP – TEL (13)3372-7575 / CEL: (13)97424-8784 – e-mail: jbreletrica@outlook.com
40