Você está na página 1de 29

Programa Nacional de Controle do Tabagismo -

Divisão de Controle do Tabagismo e outros Fatores


de Risco

Coordenação de Prevenção e Vigilância


INCA/SAES/MS

Andréa Reis Cardoso – PNCT / agosto 2020


Tabagismo – O que é?!
S
OM Doença crônica transmissível, através da propaganda e publicidade;
fator de risco para cerca de 50 doenças - principais: câncer, cardiovasculares e
respiratórias

Maior causa isolada evitável de mortes precoces em todo o mundo;


pandemia.

Dependência à nicotina
Grupo de transtornos mentais e de comportamento decorrentes do uso
de substância psicoativa da CID 10ª revisão (F 17), OMS 1997.

Publicidade
O que faz as Aceitação social
pessoas se 90% dos Fumantes
Fácil acesso começaram a
tornarem fumantes Modelos de comportamento
fumar até
Suscetibilidade individual
os 19 anos
AÇÃO DA
NICOTINA

A nicotina atua no sistema colinérgico, que está associado com


função cognitiva, incluindo memória, atenção seletiva e
processamento emocional.

Além de estimulante, a nicotina reduz o apetite, aumenta o


batimento cardíaco, a pressão arterial, a frequência respiratória
e a atividade motora.

A nicotina é considerada uma droga psicoativa que causa


dependência física e psíquica.
PRODUTOS DE TABACO FUMADOS

Fonte: http://www.engquimicasantossp.com.br/2015/08/processo-de-fabricacao-do-cigarro.html
PRODUTOS DE TABACO NÃO FUMADO

SNUS
NARGUILE E DISPOSITIVOS ELETRÔNICOS PARA
FUMAR
DISPOSITIVOS ELETRÔNICOS DE ENTREGA DE NICOTINA
Tabagismo como Problema de Saúde Pública - Brasil

✔Concentrado nas populações de menor renda e baixa escolaridade

✔Fator de risco para doenças como câncer, cardiovasculares, dentre mais de 50 outras

✔Doença Pediátrica Transmissível através de Propaganda e Publicidade – 2ª droga

✔+ de 4000 substâncias / substâncias tóxicas prejudiciais à saúde

✔Maior causa isolada evitável de mortes precoces em todo o mundo

Aceitação Social, Modelos de Comportamento, Publicidade,


Preço Baixo, Facilidade de Acesso, Suscetibilidade Individual
Agrava a fome, a pobreza e dificulta o desenvolvimento sustentável
Doença Pediátrica

Banco Mundial 2003


428 pessoas morrem por dia no Brasil
por causa do tabagismo
12,6% de todas as mortes que ocorrem no país são atribuíveis ao tabagismo
Em 2015, o tabagismo foi responsável por 156.216 mortes
156.216 mortes poderiam ser evitadas a cada ano
34.999 doenças cardíacas
31.120 doença pulmonar obstrutiva crônica
MORTES ANUAIS
26.651 outros cânceres
ATRIBUÍVEIS AO
23.762 câncer de pulmão
TABACO
17.972 tabagismo passivo ç a e s X
l a n lhõ dos
10.900 pneumonia b a mi ada L
A 57 rec ASI
10.812 AVC R$ s ar BR
s tos hõe A O
Cu mil PAR
$ 13 ÍZO
R EJU
Pinto M, Uga MAD. Os custos de doenças tabaco-relacionadas PR
para o Sistema Único de Saúde. Cad. Saúde Pública [online].
2010, 2 (6): 1234-1245
a Ministério da Saúde
ad
d éc
s de 80
De de
Secretaria de Atenção à Saúde

Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva


Articula e executa

Q CT a Programa Nacional de Controle do Tabagismo –


C 5.2
rt. mecanismo de coordenação nacional da PNCT
A

Implementação da Convenção Quadro para o Controle do Tabaco no SUS


&
Apoio à implementação de medidas intersetoriais
Convenção Quadro para o Controle do Tabaco
Política Nacional de Controle do Tabaco

Ministério da Saúde

Ações Intersetoriais CQCT INCA Ações Setoriais


18 setores do Gov. Federal Articulação CQCT no SUS
Coordenação SES & SMS

Comissão Nacional Programa Nacional de


para Implementação Controle do Tabagismo
da Convenção Quadro nos Estados e Municípios
CONICQ

Divisão de Controle do
Tabagismo –
Secretaria Executiva da
CONPREV/INCA
CONICQ DG/INCA
Programa Nacional de Controle do Tabagismo

Objetivos
Reduzir o número de enfermidades e mortes causadas pelo tabagismo
(morbimotalidade por doenças relacionadas ao tabaco )

Reduzir a prevalência de tabagismo – reduzir o número de fumantes

Proteger contra a Promover a


Reduzir a fumaça do tabaco cessação
iniciação (Ambiente 100% do tabagismo
Livre da PTA)

Apoiar a adoção de
Diminuir a aceitação medidas legislativas e
social do uso do econômicas de controle
tabaco do tabaco
Ações do Programa Nacional de Controle do Tabagismo

Apoio técnico e gerencial aos estados e municípios:


capacitações, visitas técnicas, produção e distribuição de
material técnico científico, didático, campanhas, dentre
outras.

27 Coordenações
Estaduais do PNCT -
em TODOS os Estados
Brasileiros.
Cerca de 3500 Coordenações
Municipais do PNCT
(num total de 5565)

TRABALHO EM REDE
DESCENTRALIZAÇÃO
https://www.inca.gov.br/programa-nacional-de-controle-do-tabagismo
CONVENÇÃO-QUADRO DA OMS PARA O CONTROLE DO TABACO

• 1º Tratado de Saúde Pública


• Negociação sob os auspícios da Organização Mundial da Saúde
• 192 países contribuíram com sua criação
• 2003 – foi adotada pela Assembleia Mundial de Saúde
• 2005 – Entrou em vigor no Brasil
• 181 países ratificaram sua adesão
Proteger as gerações
presentes e futuras das
devastadora consequências
sanitárias, sociais, ambientais
e econômicas geradas pelo
consumo e pela exposição à
fumaça do tabaco

https://www.inca.gov.br/observatorio-da-politica-nacional-de-controle-do-tabaco
CONVENÇÃO-QUADRO DA OMS PARA O CONTROLE DO TABACO
MEDIDAS RELACIONADAS A REDUÇÃO DE DEMANDA
•Preços e impostos (artigo 6º)
•Medidas não relacionadas a preços para reduzir a demanda de tabaco (artigo 7º):
•Proteção contra a exposição à fumaça do tabaco (artigo 8º)
•Regulamentação do conteúdo dos produtos de tabaco (artigo 9º)
•Regulamentação da divulgação das informações sobre os produtos de tabaco (artigo
10)
•Embalagem e etiquetagem de produtos de tabaco (artigo 11)
•Educação, comunicação, treinamento e conscientização do público (artigo 12)
•Publicidade, promoção e patrocínio do tabaco (artigo 13)
•Medidas de redução de demanda relativas à dependência e ao abandono do tabaco
(artigo 14)

MEDIDAS RELACIONADAS A REDUÇÃO DA OFERTA


•Comércio ilícito de produtos de tabaco (artigo 15)
•Venda a menores de idade ou por eles (artigo 16)
•Apoio a atividades alternativas economicamente viáveis (artigo 17)
Ações do PNCT
Ações educativas pontuais – Dia Mundial sem Tabaco & Dia Nacional de Combate ao Fumo

Desenvolvimento de materiais de apoio e fornecimento de


orientações técnicas sobre o tema

DMST/DNCF 2012

DMST 2010 DMST 2016


DMST/DNCF 2017

DMST 2018
DNCF 2016
DMST/DNCF 2015 Publicação lançada em 2017 – Histórico
das Campanhas
Dia Mundial sem Tabaco 2020 – destaque COVID 19

https://youtu.be/eXWH7xVqcsw

Notas Técnicas
-Tabaco e COVID
-Narguile e DEFs
-DMST
-Orientações a Rede PNCT

Materiais Informativos
-Perguntas e Respostas
-Legislações

Artigos Científicos
correlacionados ao tema
Dia Mundial sem Tabaco 2020 – destaque COVID 19
2 grandes Pandemias
PANDEMIA TABAGISMO COVID-19
AGENTE Indústria - CNPJ Vírus
TRANSMISSÃO Propaganda e Gotículas , aperto
Patrocínio de mão...
MALEFÍCIOS À Doenças crônicas até Síndrome
SAÚDE câncer Respiratória
Aguda Grave
CUSTOS $$$ $$$
RISCO Morte Morte

Maior risco de
MELHOR SAÍDA – PARAR DE contaminação
FUMAR! DIRETAMENTE
RELACIONADAS
Maior risco de
agravamento
c om
e ria esde
o s Ações do PNCT a rc E d
n P PS 12
20a o 20

Programa Saber Saúde – capacitações presenciais & a distancia

Desenvolvido para a escola com objetivo de capacitar e estimular os profissionais da


educação/saúde para que trabalhem com os conteúdos relacionados aos fatores de
risco e de proteção em seu local de trabalho (escolas/unidades de saúde)

2.400.000 de alunos atingidos


1.627 profissionais capacitados em EAD
1 2 Programa Nacional de Controle do Tabagismo
.
Art CT
CQ Programa Saber Saúde

Desenvolvido para a escola com objetivo de capacitar e estimular os profissionais da


educação/saúde para que trabalhem com os conteúdos relacionados aos fatores de
risco e de proteção em seu local de trabalho (escolas/unidades de saúde)
ÓTICA DO PROGRAMA: Promoção da Saúde

OBJETIVO: Formar cidadãos críticos capazes de fazer


opções conscientes que contribuam para sua saúde, a
saúde coletiva e a do meio ambiente.

AGENTE: Professor e profissionais da área da


educação e saúde (escola)

São educadores

O Saber Saúde pretende formar os profissionais da educação/saúde para que


trabalhem com os conteúdos relacionados aos fatores de risco e de proteção em seu
local de trabalho (escolas/unidades de saúde)

Metodologia continuada de ensino intervenções em disciplinas

Avaliação sistemática – não há – MUDANÇA DE COMPORTAMENTO


4 Programa Nacional de Controle do Tabagismo
. 1
Art CT Programa de Cessação do Tabagismo
CQ
Metodologia de apoio e estímulo para cessação do tabagismo, apoiada na abordagem
cognitivo comportamental, viabilizada integralmente pelo SUS, fornecendo:
capacitações, materiais técnicos e medicamentos gratuitos

l a b o ração
E
u m novo
de
colo
Proto
Clínico

Medicamentos e Materiais de Apoio


Manual do Coordenador
Manual do Participante Disponibilizado gratuitamente
pelo SUS desde 2005
Terapia de Adesivo (21, 14 e 7mg)
Reposição de Nicotina Goma de mascar de nicotina 2mg
Bupropiona
TABACO e suas políticas
Aprimoramento de legislações pró - Saúde Pública

Lei nº 12.546/2011

Impactos:

Lei de Ambiente Livre (Decreto nº8.262/14) – ambientes coletivos 100% livres


de fumaça;
Política de preços e Impostos (Decreto nº 8.656/16) – aumento do preço
mínimo de cigarros R$5,00;
Advertências Sanitárias – 30% da parte frontal da embalagem com advertência
2009 2009 2012 2015

Fonte: Pesquisa nacional de saúde do escolar : 2015 / IBGE, Coordenação de População e


Indicadores Sociais. – Rio de Janeiro : IBGE, 2016. 132 p
Dados e número - VIGITEL
Dados e número – Pesquisas Comparativas

´Próxima Pesquisa Nacional de


Saúde – PNS – lançamento 7
de outubro/2020

Você também pode gostar