Você está na página 1de 1

SUBSÍDIO

CINCO OLHARES SOBRE O DIA QUE PASSOU

Paulo Lisbôa, SJ

O que segue, quer ser uma adaptação dos cinco pontos do "Exame geral",
recomendado por Santo Inácio de Loyola no livro dos Exercícios Espirituais, número
43.

Parti de um comum acordo hoje em dia entre a grande maioria dos expertos nos
Exercícios e que afirmam que este exercício diário, mais do que um exame de
consciência sobre a vida, passada na manhã ou tarde, ou ao menos sobre o dia
todo, é uma oração sobre o dia que passou, sob o olhar compassivo e bondoso de
Deus. Alguns chegam mesmo a dizer que o exercício é uma oração de
discernimento.

É como se voltássemos sobre o que se passou naquele dia, tentando perceber


através de meus olhares, o olhar de amor da Santíssima Trindade. É só assim que
poderemos ir percebendo, na caminhada da vida espiritual, como Ele vai se
manifestando, através de toques e moções que sempre nos convertem para maior
generosidade de vida.

A seguir os cinco olhares.

Ao final da manhã e da tarde ou, ao menos, ao final do dia, perpasso os 5 olhares:

1. Olhar de muita gratidão: pelos acontecimentos, encontros e tantos outros sinais,


que reconheço agora como dons de Deus. Posso dizer com o salmista: "Minha alma
exultará em Javé, e se alegrará com a sua salvação" (Sl 35(34), 9).

2. Olhar de muita confiança: na Luz de Deus que iluminou e que ilumina agora toda
a manhã, tarde ou dia que passou. Posso invocar o Espírito Santo rezando ou
cantarolando: "Vem, Espírito Santo, vem! Vem, iluminar!"

3. Olhar de profundidade: mergulho interiormente para reconhecer meu estado


espiritual. Também aqui, a palavra do salmista pode ser muito expressiva: "Sonda-
me, ó Deus, e conhece o meu coração! Prova-me e conhece os meus sentimentos!"
(Sl 139(138), 23).

4. Olhar de contrição e perdão amoroso: por possíveis faltas, omissões e


transgressões no amor. O rei Davi pode sempre nos ajudar nesse momento: "Tem
piedade de mim, ó Deus, por teu amor! Por tua grande compaixão apaga a minha
culpa” (Sl 51(50), 3).

5. Olhar de renovado compromisso: quanto ao futuro próximo (tarde, dia seguinte).


O salmista é muito expressivo quando diz: "Sim, felicidade e amor me acompanham
todos os dias da minha vida. Minha morada é a casa de Javé, por dias sem fim" (Sl
23(22), 6).

Ao final, termine na presença amorosa da Trindade que mais uma vez acolheu e
recolheu todos estes nossos olhares em seu Coração, com um sentimento de
profunda com-paixão.

Você também pode gostar