Você está na página 1de 41

Ornitopatologia

VACINAS EM AVICULTURA Faculdade Anhanguera de


Anápolis
SISTEMA IMUNOLÓGICO DAS AVES
Bolsa de Fabrício
Principal responsável pela imunidade humoral

Timo
Principal responsável pela imunidade celular
SISTEMA IMUNOLÓGICO DAS AVES
Resposta imune celular

Mediada pelos linfócitos T


 Derivados do TIMO
 Produzem citocinas ou linfocinas – ordem química
SISTEMA IMUNOLÓGICO DAS AVES

Citocina é um termo genérico empregado para designar um


extenso grupo de moléculas envolvidas na emissão de sinais
entre as células durante o desencadeamento das respostas
imunes
SISTEMA IMUNOLÓGICO DAS AVES
Resposta imune celular
Direta
 Ação efetora dos linfócitos T

Indireta
 Cooperação linfocitária
 Linfócito T auxiliares
 Linfócito T supressores
SISTEMA IMUNOLÓGICO DAS AVES

Linfócito T supressores

Agem nos linfócitos T e Linfócitos B


SISTEMA IMUNOLÓGICO DAS AVES
Resposta imune humoral

Linfócito B

Produção de imunoglobulinas ((Ig))

Produção de anticorpos
SISTEMA IMUNOLÓGICO DAS AVES
Imunoglobulinas
Classes ou tipos:
IgM
IgG
IgA
IgD
IgE
SISTEMA IMUNOLÓGICO DAS AVES
IgM e IgG

Encontradas no soro, defesa contra antígenos


que alcancem a corrente sanguínea

Viremia
Septicemia
Bacteremia
SISTEMA IMUNOLÓGICO DAS AVES
IgA

Proteção das mucosas e outras vias de


acesso ao organismo animal
SISTEMA IMUNOLÓGICO DAS AVES
Métodos de monitorizações
sorológicas na avicultura

Aferem a presença dos tipos IgM e IgG


SISTEMA IMUNOLÓGICO DAS AVES

“O conhecimento das bases do sistema imunológico


das aves é fundamental para que o médico veterinário
planeje, ou reformule, seus programas de vacinações e
avalie os resultados das monitorizações sorológicas”.
VACINAÇÕES E MONITORIZAÇÕES
OBJETIVO DO PROGRAMA DE
VACINAÇÃO

Evitar que as aves adoeçam ou morram e


minimizar as perdas na produção e na
produtividade dos plantéis
OBJETIVO DO PROGRAMA DE
VACINAÇÃO

 É praticamente impossível traçar um plano


de vacinação eficaz para uso continental ou
mesmo nacional
OBJETIVO DO PROGRAMA DE
VACINAÇÃO
Quem irá definir quais vacinas
realizar o plantel?

O Médico Veterinário
OBJETIVO DO PROGRAMA DE
VACINAÇÃO
Variáveis que interferem na resposta
imunológica:

Prevalência da enfermidade na região

PREVALÊNCIA = INCIDÊNCIA x DURAÇÃO DA


DOENÇA
OBJETIVO DO PROGRAMA DE
VACINAÇÃO
Variáveis que interferem na resposta imunológica:
 Doenças imunossupressoras intercorrentes

 Cepas variantes locais

 Linhagem genética dos animais

 Ambiente onde as aves são criadas

 Qualidade da mão de obra


VACINAÇÕES
Vacina
“Dispersão de grande quantidade de organismos,
causadores de doença, em um diluente”.

MICRORGANISMOS
 Atenuados
 Inativados (mortos)
 Vivos
VACINAÇÕES
Vacinas inativas tem maior margem de
segurança:

Microrganismos atenuados ou inativados conservam


as características para indução da proteção sem
causar danos maiores à saúde dos animais
VACINAÇÕES
Vacinar qualquer ave doméstica?

Caso Newcastle em RATITAS


VACINAÇÕES
A vacinação pode ser feita

 De forma coletiva
 Água nos bebedouros
 Pulverização, aerossóis

 Individual
 Injeção SC, IM
 Instilação ocular
 Via nasal
VACINAÇÕES
Membrana da asa
Utilizada para imunização contra enfermidades como a contra cólera
aviária e bouba. Esse método consiste na perfuração da membrana da
asa, feita com o estilete específico que acompanha o frasco da vacina,
previamente embebido na vacina.
DOENÇA DE MAREK

Compromete galinhas com aproximadamente 6-16


semanas de vida

Agente Etiológico: Alphaherpesvirus


DOENÇA DE MAREK

 Não há tratamento para esta doença. O isolamento também


não é possível de ser feito, pois o VDM está presente em
todos os ambientes avícolas. O recomendado para a prevenção
é a vacinação.

 Entretanto, sua administração não impede a transmissão do


vírus para animais não infectados.
GUMBORO OU DOENÇA DA BURSA
Doença aguda e contagiosa que produz dano renal
severo

A doença aparece 3-6 semanas

Agente etiológico: Vírus da família Birnaviridae, é um


RNA vírus com 2 segmentos de dupla fita

Não há tratamento
BOUBA OU VARÍOLA AVIÁRIA
 A varíola é transmitida pela picada de insetos tais como
mosquitos e pelo contato com aves infectadas.

 Agente etiológico: Avipoxvirús

 Sendo a única forma de prevenção a vacinação, em aves usa o


método de puntura da dobra da asa e é feita nos primeiros
dias de vida, e revacinar as frangas bem antes do período de
reprodução.

 Os sintomas aparecem nas áreas não empenadas da pele, bem


como nos tratos respiratório superior e digestivo.
BRONQUITE INFECCIOSA DAS
GALINHAS (BIG)
 Agente etiológico: Coronavírus, o vírus da bronquite infecciosa
das galinhas (VBIG)

 Doença respiratória com caráter agudo e Altamente contagiosa

 A doença ocorre amplamente em todos os países onde se cria


galinhas

 Em poedeiras pode causar queda na produção de 20-50%


A DOENÇA DE NEWCASTLE
Pode acometer galinhas, perus e aves silvestres

Agente etiológico: família Paramyxoviridae

Várias cepas múltiplas de NDV têm sido identificadas

Brasil livre de NewCastle


ENCEFALOMIELITE AVIÁRIA
 Agente etiológico: Picornavírus tipo RNA

 Menores vírus conhecidos e pertencem a um ramo de


picornavírus conhecidos como enterovírus

 A vacinação é feitas em frangas destinadas a reprodução com


8-16 semanas

 A mortalidade ocorre por volta de 3-4 semanas, mas não em


galinhas adultas
CORIZA INFECCIOSA
 Doença respiratória aguda, subaguda ou crônica

 Agente etiológico: Haemophilus paragallinarum

 Altamente contagiosa, que afeta principalmente o trato respiratório


superior de galinhas, mas pode ocorrer, ainda que raramente, em faisões,
codornas e capotes

 Tratamento se faz principalmente com sulfonamidas, tetraciclinas


(doxiciclina e oxitetraciclina) e quinolonas (norfloxacina)

 Resultados satisfatórios são obtidos com a aplicação individual de


estreptomicina, tetraciclina ou enrofloxacina por injeção intramuscular
COCCIDIOSE

 Agente etiológico: protozoários do gênero Eimeria

 Sendo considerada a doença mais importante na avicultura


industrial, causando enterite (inflamação no intestino delgado)
e diarreia

 Diminuição na absorção intestinal de nutrientes

 A vacina são efetivas para controlar a doença


GALINHA CAIPIRA OU GRANJA DE POSTURA
VACINAÇÕES
Cada dose da vacina contém: Suspensão de vírus da
Doença de Newcastle, Tipo B1, cepa LaSota
VACINAÇÃO PARA FRANGO DE CORTE
GRANJA OU CAIPIRA
VACINAÇÕES – COCCIDIOSE

Frangos: Imunização ativa para reduzir a colonização


intestinal, lesões intestinais e os sinais clínicos da
Coccidiose causadas por:

 Eimeria acervulina, Eimeria maxima, Eimeria mitis, Eimeria


praecox e Eimeria tenella em pintinhos de frango de corte de 1
dia de idade