Você está na página 1de 2

Ano Letivo 2015/2016 Disciplina: Área de Integração

2º. Ano do Curso Profissional de Técnico de


Módulo nº. 3 – O Homem e a sociedade I
Informática de Gestão

Nome: Ana Patrícia Cancela Simões N.º3

FICHA DE TRABALHO – A CIDADANIA EUROPEIA

Convenção de Schengen Circular livremente na UE


- a circulação de pessoas Um dos principais direitos do cidadão europeu é o direito de
é livre entre os países que
circular, estudar, residir e trabalhar em qualquer país da UE.
assinaram a Convenção
Schengen. Pertencem ao Milhares de turistas, estudantes, trabalhadores e reformados têm
Espaço Schengen os liberdade de circulação no espaço da União. A livre circulação na
países da UE (com União Europeia tornou-se mais efetiva com a criação do Espaço
exceção do Reino Unido, Schengen - um espaço sem fronteiras internas, que reúne a
Irlanda, Roménia, maioria dos países da UE, e onde foram suprimidos os controlos
Bulgária e Chipre) mais a
sobre as pessoas nas estradas, comboios e aeroportos quando se
Noruega
e a Islândia. deslocam de um país para o outro dentro desse Espaço.

Europol Estudar noutro país da União


- organismo de O Tratado da União Europeia, ao estabelecer como uma das
cooperação entre as prioridades da UE a promoção do conhecimento e da formação,
forças policiais que visa o consagrou o direito de qualquer nacional de um Estado-membro
combate ao tráfico de a estudar, obter formação e participar em estágios em qualquer
seres humanos e de
país da União, tendo desenvolvido, para o efeito, vários
droga, e ao terrorismo
e outros crimes. programas de apoio à aprendizagem e à mobilidade.

Eurojust
- organismo de Residir e trabalhar noutro país da UE
cooperação a nível de Um nacional de um país da UE pode residir em qualquer
justiça que visa o Estado da União quando esteja em férias, se encontre a estudar
trabalho conjunto das ou a exercer uma atividade laboral e ainda no gozo da sua
autoridades nacionais em reforma. O direito de residência é extensivo à família. A livre
matéria de investigação circulação compreende também a possibilidade de responder a
criminal que envolva
ofertas de emprego no espaço da UE, que é facilitada pela criação
vários Estados da UE.
de um sistema de reconhecimento mútuo dos diplomas do ensino
superior.

A livre circulação e a segurança


A livre circulação de pessoas no espaço da UE, ao conduzir à abolição dos controlos nas fronteiras
internas, criou, naturalmente, uma maior necessidade de medidas de segurança nas fronteiras externas
e uma maior cooperação entre as autoridades policiais e de justiça dos Estados-membros no combate à
criminalidade internacional, de que a Europol e o Eurojust são exemplos.
1. Poder circular no espaço da UE é um direito de cidadania europeia.
Explicita o conteúdo desse direito.
A livre circulação na União Europeia tornou-se mais efetiva com a criação do Espaço Schengen - um
espaço sem fronteiras internas, que reúne a maioria dos países da UE, e onde foram suprimidos os
controlos sobre as pessoas nas estradas, comboios e aeroportos quando se deslocam de um país para o
outro dentro desse Espaço.
2. A criação do espaço Schengen tornou a livre circulação no espaço europeu mais eficaz.
2.1 Justifica a afirmação anterior.
Com a criação do Espaço Schengen - um espaço sem fronteiras internas, que reúne a maioria dos
países da UE, e onde foram suprimidos os controlos sobre as pessoas nas estradas, comboios e aero-
portos quando se deslocam de um país para o outro dentro desse Espaço.

2.2 Identifica os países que integram o espaço Schengen.

UE (com exceção do Reino Unido, Irlanda, Roménia, Bulgária e Chipre) mais a Noruega
e a Islândia.

2.3 Tendo Portugal subscrito a Convenção de Schengen, é possível a um cidadão que saia de
Portugal entrar livremente num qualquer país que também tenha subscrito essa Convenção?
Justifica devidamente a tua resposta.

3. A livre circulação de pessoas na UE pode originar problemas de segurança.


3.1 Apresenta dois exemplos de problemas de segurança que possam ocorrer.
Ataques terroristas
Droga

3.2 Que tipo de medidas podem ser tomadas pela União para reforçar a segurança?
uma maior necessidade de medidas de segurança nas fronteiras externas e uma maior cooperação
entre as autoridades policiais e de justiça dos Estados-membros no combate à criminalidade
internacional, de que a Europol e o Eurojust são exemplos.

Resumo:

O direito de circulação dá possibilidade de circular residir, trabalhar e estudar aos membros de


qualquer país da UE dentro do espaço da União Europeia. Para os países que assinaram a
Convenção de Schengen existe uma total liberdade de circulação pois não há limite nas
fronteiras. Esta facilidade de circulação e ausência de controlo nas fronteiras externas do
espaço da União implica um reforço das medidas de segurança nas fronteiras internas da UE,
o que passa por uma maior cooperação entre as autoridades policiais e judiciais nacionais de
forma a combater a criminalidade internacional.

Você também pode gostar