Você está na página 1de 4

MATEMÁTICA FINANCEIRA

Profº Esp. Laís Santana

JUROS COMPOSTOS

No regime de capitalização composta, ou regime de juros


compostos, o cálculo dos juros ocorre sempre de forma cumulativa, ou
seja, os juros gerados em cada período são incorporados ao capital
formando o montante (capital mais juros) do período. Este montante
passará a render juros no período seguinte formando um novo montante.

Para visualizarmos como se dá a capitalização nos juros


compostos, vamos utilizar os mesmos dados do exemplo que fizemos no
item de juros simples só que agora faremos o cálculo a juros compostos:

Exemplo 1.11 – Uma pessoa aplicou a quantia de R$ 100 no Banco do


Futuro, pelo prazo de 3 meses, com uma taxa de 10 % ao mês, no regime
de juros compostos. Determinar o saldo final acumulado nesta aplicação.

Resolução passo a passo:

Este cálculo também pode ser resolvido da seguinte maneira:

1
1.000 x (1 + 0,10) x (1 + 0,10) x (1 + 0,10) = 133,10

Observe que o valor inicial de R$ 100,00 foi multiplicado pelo fator três
vezes, assim, podemos escrever a resolução da seguinte maneira:

100 x (1 + 0,10)3 = 133,10

Diferentemente dos juros simples, nos juros compostos o dinheiro cresce


exponencialmente ou em progressão geométrica com o passar do tempo.
Teremos então, a fórmula para os juros compostos como:

FV = PV x (1 + i)n ou
M = C x (1 + i)n

Onde:
J = juros
PV ou C = valor presente ou capital inicial
i = taxa de juros
n = número de períodos
FV ou M = valor futuro ou montante final

2
Exemplo 1.12 – Qual o valor do juro correspondente a um empréstimo de
R$ 78.000, pelo prazo de 7 meses, sabendo que a taxa cobrada é de 3 %
ao mês.

Resolução: Primeiro calcularemos o valor futuro (FV) para depois


encontrarmos os juros:

PV = $ 78.000
n = 7 meses
i = 3 % a.m. = 3/100 = 0,03
FV =?
J=?

Resposta: O valor dos juros pagos deste empréstimo é de R$ 17.930,16.

3
No regime de capitalização composta, ao contrário dos juros
simples, o capital inicial e os juros acumulados são capitalizados. Trata-
se da forma de capitalização mais adotada em operações financeiras.

Deve-se destacar que os conceitos analisados até o momento e o


instrumental matemático desenvolvido podem ser considerados como a
base para todo o estudo de Matemática Financeira – conforme ficará claro
nos próximos capítulos.

Você também pode gostar