Você está na página 1de 58

Telegram

Prof. e Coach Bruno Bezerra

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


1 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

1. SOBRE O AUTOR .............................................................. 4


1.1 LINKS IMPORTANTES ............................................................ 4
1.2 E-BOOKS E CURSOS................. Erro! Indicador não definido.
1.3 COMUNIDADE APROVAÇÃO ................................................ 5
1.4 TROPA DA APROVAÇÃO ........................................................ 5
1.5 CUPOM DE DESCONTO ........................................................... 6
2. INTRODUÇÃO .................................................................. 7
3. ELEMENTOS DO ALTO DESEMPENHO NOS ESTUDOS ........ 8
4. COMO SE PREPARAR SEM A DEFINIÇÃO DA BANCA ......... 9
5. COMPARAÇÃO DOS 4 ÚLTIMOS EDITAIS ....................... 11
6. EDITAL DE 2014 ............................................................ 13
7. ANÁLISE DE CADA DISCIPLINA ..................................... 17
8. PLANO DE ESTUDOS ESTRATÉGICO ............................... 23
9.1 Estudo Crítico e Ativo .............................................................................. 23
9.2 Resolução de exercícios ............................................................................ 25
9.3 Material Único de Revisão (MATURE) ................................................... 27
9.4 Revisão ..................................................................................................... 30
9.5 Simulados ................................................................................................. 31
9. PLANO DE ESTUDOS ...................................................... 33
10.1 Ciclo Inicial ............................................................................................ 34
10.2 Ciclo Intermediário ................................................................................. 39
10.3 Ciclos Finais ........................................................................................... 45
10.3.1 Aprimoramento dos materiais de revisão ............................................ 46
10.3.2 Revisão e questões ............................................................................... 46
10.3.3 Curso de jurisprudência das principais disciplinas .............................. 47
10.3.4 Manutenção das atualizações jurisprudenciais .................................... 47
10.3.5 Inclusão de Discursiva ......................................................................... 47
10.3.6 Simulados Completos .......................................................................... 47
10. ORIENTAÇÕES PARA QUEM ESTUDA PARA FISCOS EM
GERAL 51
11. ORIENTAÇÕES GERAIS DE COMO SE PREPARAR PARA
PROVAS DISCURSIVAS .................................................................. 52
12. DICAS PARA SE SAIR BEM NAS PROVAS DA RECEITA
FEDERAL 53
13. CONTROLAR E MONITORAR RESULTADOS ..................... 54

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


2 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

14. DEPOIMENTOS .............................................................. 55


15. RECADO FINAL .............................................................. 58

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


3 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

1. SOBRE O AUTOR
Sou Bruno Bezerra e atualmente exerço o cargo Auditor Fiscal da
Receita Federal do Brasil (AFRFB) e sou mentor de estudos para concursos
públicos, Coaching e professor do Exponencial Concursos. Sou também
palestrante Sobre Alto Desempenho nos estudos e estou há mais de 13 anos
vivendo no mundo dos concursos.
Em minha carreira concursística, fui aprovado e nomeado em 3
concursos públicos federais:
Analista Tributário da Receita Federal do Brasil (2006) – 3º lugar na 3ª
RF
Analista de Comércio Exterior do MDIC (2012) – 11º lugar
Auditor Fiscal da Receita Federal (2012) – 25º lugar
Para saber mais sobre minha trajetória na vida de estudante, acesse
este link - minha história de aprovação.
Para ver todos meus artigos, e-books e produtos, confira meu site.
Já passei muito tempo na situação em que se encontram hoje,
estudando dia e noite para tentar conseguir a tão sonhada aprovação. Vivi
todas as dificuldades, ansiedades e angústia dos concurseiros e sei
exatamente pelo que estão passando. Comemorei muito e chorei muito
também no dia do resultado final. É um sentimento que não tem explicação.
Vale muito a pena! Corra atrás dos seus sonhos!
Nesse livro digital, trago toda minha expertise em concursos públicos
para ajudar na sua caminhada rumo à aprovação!
Sem mais delongas, vamos direto ao que interessa: como estudar para
o concurso de Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil.

1.1 LINKS IMPORTANTES


Redes Sociais
Comunidade Aprovação
Telegram
YouTube
Instagram
Meu Site
Minha história de Aprovação
Facebook

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


4 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

1.2 COMUNIDADE APROVAÇÃO


Comunidade de concurseiros que buscam mudar de vida por meio dos
estudos e da aprovação em concursos públicos.
Conte com a experiência de quem já foi aprovado nos concursos mais
difíceis e ajuda há 14 anos outras pessoas a realizar o sonho de alcançar seu
cargo público.
Aprenda o caminho das pedras, tudo que precisa ser feito, para
conseguir vencer as bancas examinadoras.

BENEFÍCIOS DA COMUNIDADE
• Curso completo de Técnicas de Estudo;
• Aulas semanais ao vivo com tira-dúvidas;
• Saiba como ter o máximo de eficiência com o tempo que tem
disponível para os estudos;
• Aprenda a criar o hábito de estudar, com disciplina e motivação;
• Aumente seu foco, concentração e produtividade nos estudos;
• Entenda como deve montar seu ciclo de estudos de acordo com
sua realidade;
• Veja como se preparar de forma eficiente após a publicação do
edital.
• Participe da maior comunidade de concurseiros do Brasil.
QUERO PARTICIPAR

1.3 TROPA DA APROVAÇÃO


Conheça o maior e mais completo programa de mentoria para
concursos públicos.
O programa abrange Coaching e Mentoria, em uma preparação com:
• Planejamento de estudos esquematizado matéria por matéria;
• Metas semanais;
• Cadernos de questões comentadas;
• Simulados;
• Resumos em MAPAS MENTAIS das matérias;
• Mentoria completa de Técnicas de Estudo;
• Tira dúvidas (site e WhatsApp).

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


5 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

Confira abaixo o TROPA.


ESTUDE COMIGO – TROPA DA APROVAÇÃO

1.4 CUPOM DE DESCONTO


Cupom de desconto no Exponencial Concursos.
Cupom: bbezerra10

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


6 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

2. INTRODUÇÃO
O objetivo desse e-book é dar todos os subsídios, relativos à
preparação, para que você consiga estudar em alto desempenho para o
concurso público de Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil.
O concurso de AFRFB, como deve saber, é um dos mais concorridos e
desejados da esfera federal, portanto deve estar muito bem preparado para
conseguir sua aprovação.
Agora temos também de nos adaptar ao fato de que a banca ESAF não
mais irá elaborar as provas do certame, embora ainda ajude na organização.
Então, como se preparar doravante tendo em vista a incerteza com
relação à banca organizadora do certame?
No total, são 17 disciplinas (de acordo com o edital de 2014) para
serem estudadas e cada uma delas tem uma infinidade de assuntos. Acredite:
é bastante material para estudar. Então, organização, planejamento
estratégico e boas técnicas de estudo são fundamentais.
O concurso de 2012 é considerado por muitos o mais difícil de todos
os tempos, tendo em vista que foi o único que não conseguiu preencher a
quantidade de vagas que o edital permitia nomear. No total, foram nomeados
254 candidatos quando o era permitido até 300 (com os 50% permitidos).
Nesse e-book, vou trazer toda minha experiência de concurseiro como
estudante, como professor e como mentor de concurseiros que buscam o alto
desempenho nos estudos e sonham em ser Auditor Fiscal da Receita Federal.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


7 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

3. ELEMENTOS DO ALTO DESEMPENHO NOS ESTUDOS


É importante você conhecer todos os elementos do alto desempenho
(alta performance) nos estudos:
● Saúde do corpo e da Mente
● Foco
● Plano de Estudos Estratégico
● Influências Negativas
Esses pilares são os elementos fundamentais do alto desempenho nos
estudos.
Aconselho fortemente leia o e-book “10 passos para ser aprovado”
para entender como trabalhar todos esses pilares.
Nesse e-book, vamos tratar dos principais pontos relativos ao Plano
Estratégico de Estudos.
Para saber mais sobre a importância da saúde do corpo e da mente,
sobre foco e sobre influências negativas, acesse meu canal no Youtube e veja
vídeos sobre esses temas.
As influências negativas são tudo o que pode atrapalhar seus estudos.
Temos uma infinidade de interferências, dentre elas, podemos citar:
WhatsApp, ansiedade, amigos etc. Você precisa diagnosticar, monitorar e
corrigir essas influências negativas.
Tenho outro e-book, chamado “O seu guia de concursos públicos”, no
qual detalho dezenas de dicas e técnicas de estudo. Sugiro fortemente que
leia ele também para ter mais subsídios para planejamento dos seus estudos.
É gratuito, baixe ele agora aqui.
Feitas essas considerações iniciais, vamos aos elementos necessários
para que faça o seu Plano de Estudos Estratégico para o concurso de Auditor
Fiscal da RFB.
Como devemos organizar o estudo disso tudo? É sobre isso que vamos
tratar agora para que possa planejar seus estudos de forma a alcançar o alto
desempenho.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


8 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

4. COMO SE PREPARAR SEM A DEFINIÇÃO DA BANCA


Como já é sabido, a ESAF não mais organizará os concursos dos órgãos
vinculados ao Ministério da Fazenda.
Até então, quem estudava para a RFB, fazia uma preparação focada
nas provas da ESAF, que era amada por uns e odiada por outros (hehehe),
muito embora eu sempre alertava que era importante fazer também questões
de outras bancas, sobretudo para se familiarizar com tendências e assuntos
mais recentes.
Com essa mudança, temos de nos adaptar. E como será essa
adaptação?
Vou citar abaixo algumas considerações que julgo importante para
levar em consideração no planejamento dos seus estudos para a RFB.
1. Faça questões das principais bancas
Acrescente aos seus estudos, às questões resolvidas e aos simulados
as bancas CESPE, FCC e FGV. Por que essas bancas, Bruno? Elas são as
maiores e, portanto, têm maior possibilidade de organizar um próximo
concurso da Receita Federal.
Faria principalmente FCC e CESPE, que têm realizado mais concursos
fiscais, por fim a FGV, que tem um jeito mais peculiar de formular questões
(quem não conhece, faça algumas provas de Português da CESPE e da FCC e
depois compare com a FGV).
2. Não abandone as questões da ESAF
Embora a banca não faça mais questões da prova, ela ainda terá
algumas funções na organização do concurso, podendo (em conjunto com a
nova banca e a RFB) direcionar os assuntos que devem ser cobrados na
prova.
Além disso, para algumas matérias, à exemplo de legislação tributária
federal e legislação aduaneira, serão encontradas poucas questões de
concursos, sobretudo da ESAF. Então, principalmente dessas matérias, tem
de treinar as questões da antiga organizadora.
3. Não se atenha a “jurisprudência ESAFIANA”
Costumamos dizer no mundo dos concursos que as bancas
examinadoras têm sua própria jurisprudência, tendo em vista que, muitas
vezes, para um mesmo assunto, as bancas dão tratamento/entendimento
totalmente diferente às questões.
Então, precisamos saber como as bancas “pensam” (a jurisprudência
da banca). Nesse caso, acredito que temos de partir para a “jurisprudência”
da CESPE e da FCC.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


9 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

Tendo em vista essas mudanças, um bom caminho são os cursos


regulares, nos quais os professores não direcionam a preparação para uma
banca específica.
Saliento que os cursos para a RFB do Exponencial Concursos serão
adaptados para essa nova realidade do certame da Receita Federal.
Essa mudança pôs a galera que já estudava para a Receita focado na
ESAF em pé de igualdade com os demais candidatos (que estudam para
outros fiscos, por exemplo). Diria inclusive que estes últimos têm uma
vantagem competitiva em relação àqueles.
Porém, nada de desespero, e sim adaptação na forma de preparação.
Como a ESAF ainda estará presente na organização do concurso,
inclusive sendo responsável pela segunda fase (Curso de Formação), acredito
que ela fará parte inclusive da definição das matérias do certame, não
fazendo, como já falamos, a elaboração das questões.
Então, passaremos a analisar os últimos concursos da RFB para termos
subsídios para montar um bom planejamento de estudos.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


10 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

5. COMPARAÇÃO DOS 4 ÚLTIMOS EDITAIS


Para que tenha ciência das matérias que são mais importantes para o
concurso de AFRFB, vamos fazer um comparativo dos últimos 4 editais (2005,
2009, 2012 e 2014).
Quadro comparativo

Matérias em verde: incluídas em relação ao edital anterior.


Matérias excluídas: as que ficaram de fora no edital subsequente.
Note que há uma dança das cadeiras com as disciplinas de cada edital.
Ora umas entram, ora outras saem.
Porém, temos um núcleo central de disciplinas que estão sempre
presentes nos últimos editais: Português, Língua estrangeira, Matemática, D.
Constitucional, D. Administrativo, D. Tributário, D. Previdenciário,
Contabilidade e Comércio Internacional. Além dessas, auditoria entrou no
edital de 2009 para não mais sair.
Então, tem que ser dada a devida atenção a essas matérias desde o
início.
A partir de 2009, foi inserida nos editais a prova dissertativa, que veio
para ficar. Mais a frente, falaremos dela.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


11 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

Nos concursos de 2012 e 2014, as disciplinas de Legislação Tributária


e Legislação Aduaneira foram cobradas nas provas. Fato importante e digno
de nota é que essas duas matérias anteriormente eram cobradas no Curso
de Formação, que foi extinto a partir do certame de 2012.
Em 2017, a lei 13.464, de 10 de julho de 2017, alterou a Lei que trata
da carreira de Auditoria da Receita Federal exigindo o curso de formação (CF)
como etapa dos concursos tanto para o cargo de Auditor Fiscal como para o
de Analista Tributário. Então, no próximo concurso necessariamente teremos
curso de formação. Isso traz a possibilidade das matérias Leg. Tributária e
Aduaneira voltarem a ser cobradas no CF em vez de nas provas objetiva e
subjetiva.
Com a possível saída dessas duas matérias, pode ser que algumas
voltem e, dentre elas, temos: os direitos civil, penal e empresarial, além de
economia e finanças. Além delas, quem já fez parte do edital e podem um
dia voltar é Informática e Direito Internacional Público. Porém, não se
preocupe com essas matérias agora. Essa análise é somente para você ficar
ciente dessas possibilidades.
De início, vamos nos preocupar com o edital de 2014 (último
concurso).
Relação de disciplinas que já fizeram parte do edital (de 2005 em
diante) e hoje estão fora.
✓ Direito Civil
✓ Direito Empresarial
✓ Direito Penal
✓ Economia
✓ Finanças
✓ Informática
✓ Direito Internacional Público
Quase todas essas disciplinas são cobradas recorrentemente nos
concursos dos outros fiscos (estaduais e municipais). Mais à frente, tratarei
disso.
Agora, vamos à análise do edital de 2014, que será nosso ponto de
partida.
Lembro que doravante estamos nos baseando no edital de 2014,
porém, com relação às questões, incluiremos CESPE, FCC, FGV e ESAF nos
estudos.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


12 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

6. EDITAL DE 2014
Apresento a você as matérias e suas respectivas quantidades de
questões e peso na prova de 2014.
Atenção: Conheça muito bem o seu edital. Já vou analisar muitos
detalhes aqui, mas complemente com a leitura completa dele.

Temos que ter em mente que as disciplinas de conhecimentos


específicos têm peso 2, enquanto as de conhecimentos gerais, peso 1. Ou
seja, estas valem 70 pontos e aquelas 140, do total de 210 pontos da prova.
Nos editais da RFB, tem um ponto importantíssimo: é cobrada uma
quantidade mínima de questões POR DISCIPLINA. Então, não se pode deixar
nenhuma matéria de lado (sem estudar), pois do contrário você correrá um
sério risco de ser eliminado por não conseguir atingir a pontuação mínima
necessária (40%).
Ah, Bruno, mas isso era na época da ESAF... Pessoal, como já dito, a
ESAF continuará participando da organização do certame. Ademais, bancas
como a FCC e CESPE, também se utilizam desses critérios, a exemplo do
ICMS-SC (FCC – com mínimos por grupos) e ICMS-RS (CESPE – com mínimo
por disciplina). Isso também pode ser uma exigência do próprio órgão, no
caso a RFB.
Muita atenção para isso. Conheço muito candidato bom que foi
eliminado da prova por conta de não atingir o perfil necessário em alguma
matéria. No último concurso, as matérias que mais eliminaram foram
Matemática e Legislação Tributária.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


13 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

No concurso em que fui aprovado, candidatos que fizeram pontos


suficientes para ficar entre os primeiros colocados foram eliminados por não
conseguirem os mínimos em Auditoria ou D. Administrativo.
Além dos 210 pontos da prova objetiva, temos 60 pontos de prova
subjetiva, totalizando 270 pontos possíveis.
Vamos a alguns dados do último certame.

NÚMERO DE VAGAS x INSCRITOS x CONCORRÊNCIA

✓ O concurso teve 278 vagas.


✓ Foram 68.540 inscritos.
✓ Concorrência ampla: 249,5/vaga
✓ Concorrência Portador de Deficiência: 190,6
✓ Podia ser nomeado o dobro do número de vagas.

Estatística de comparecimento

ESTATÍSTICA DE COMPARECIMENTO

AUDITOR FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL - AFRFB

DIA:11.05.2014 - DOMINGO-TARDE

UF
PREVISTOS PRESENTES AUSENTES ABSTENÇÃO %

TOTAL 68.550 31.943 36.607 53,40%%

Avaliação da concorrência
Este trecho abaixo foi retirado do manual de aprovação do Exponencial
Concursos.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


14 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

“Muito se fala entre os candidatos que a concorrência é muito alta, e


que, por isso, é difícil passar nos principais concursos, incluindo o de Auditor
Fiscal da Receita Federal.
Porém, os números vão mostrar a vocês que o maior desafio de cada
candidato não é a concorrência, mas sim, a prova!
O concurso aplicado em 2014 teve 65.871 inscritos para as vagas de
ampla concorrência. Como eram disponibilizadas inicialmente 264 vagas,
gerou uma concorrência de 249,5 candidatos por vaga. Parece muito, não
é? Mas, vejamos:
Dos 65.871 inscritos, 36.607 não compareceram para realizar a prova.
Isso representa 53,40% de abstenções!
Fazendo uma projeção das notas, pode-se concluir que,
aproximadamente, 1.200 candidatos foram aprovados segundo as regras do
edital.
Por conseguinte, os demais 28.064 foram reprovados!
Isso representa de fato, uma disputa de 1.200 candidatos por 264
vagas, ou seja, 4,5 candidatos x vaga.

Portanto, pessoal, esqueçam o número de inscritos e a concorrência.


Na verdade, você estará concorrendo com apenas 2% deles!
O foco deve estar na prova!”

Quantidade de pontos do primeiro do colocado, do


intermediário e do último nomeado.
No quadro abaixo, temos o percentual de acertos do primeiro colocado
do concurso, do último e de um candidato que ficou na posição intermediária.

Matérias 1º colocado Posição do meio Último colocado

Pontos Percentual Pontos Percentual Pontos Percentual


Prova Objetiva 174 82,9% 142 67,6% 136 64,8%
Prova Subjetiva 59,75 99,6% 57,25 95,4% 54,75 91,3%
TOTAL 233,75 86,6% 199,25 73,8% 190,75 70,6%

Note que o último candidato convocado fez 68% dos pontos da prova,
enquanto o primeiro fez 83% dos pontos.
O último candidato convocado na primeira chamada fez 199,25 pontos
(142 na objetiva e 57,25 na subjetiva).

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


15 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

O último candidato convocado na segunda chamada fez 190,75 pontos


(136 na objetiva e 54,75 na subjetiva).
Prepare-se para fazer 80% dos pontos da prova e para não deixar de
fazer o mínimo em nenhuma matéria. Assim, não precisa pensar em
concorrência. Seu único parâmetro será fazer 80% dos pontos da prova.
Busque isso nos simulados!

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


16 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

7. ANÁLISE DE CADA DISCIPLINA

Como podemos notar no quadro acima, contabilidade e D. Tributário


são as matérias com maior quantidade de pontos possíveis. As duas juntas
somam 70 pontos (⅓ do total da prova objetiva). Chamo atenção para o fato
de D. Previdenciário estar contido dentro de D. Tributário.
Além disso, dividi os 10 pontos de Raciocínio Lógico (RL) entre as
quatro matérias que estão dentro dessa matéria. Se você ler o edital, vai
verificar que em Rac. Lógico (RL) é cobrado não somente RL propriamente
dito, e sim: Matemática Financeira, Estatística, Raciocínio Lógico
propriamente dito e Matemática básica (vista no 2º grau). São bastantes
assuntos.
Da mesma forma, dividi os pontos de Comércio Internacional e
Legislação Aduaneira e das administrações geral e pública.
Alerto que essa análise deve sempre ser feita, mas não perdendo de
vista os pontos mínimos para cada matéria.
Agora, vamos analisar matéria por matéria.
Lembre-se sempre de comprar material atualizado. Estudar por
material antigo vai te causar prejuízos.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


17 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

PORTUGUÊS
Trata-se de uma das disciplinas mais importantes do concurso, pelos
seguintes aspectos:
- 20 pontos na prova objetiva de Português
- 20 pontos na prova subjetiva
- Conhecimentos exigidos em todas as provas

Com o português, você pode garantir 40 pontos da prova (20 na


objetiva e 20 na subjetiva). Além disso, você precisa dos conhecimentos de
língua portuguesa para fazer todas as provas, tendo em vista que muitas
vezes precisamos interpretar e não cair nas pegadinhas das bancas
examinadoras.
Com relação ao estudo de português, sugiro fazer muitas (muitas
mesmo) questões da CESPE, FCC e ESAF (por último faria FGV). Então, baixe
todas as provas de português dessas bancas dos últimos 10 anos e treine
incansavelmente.
Geralmente, as questões têm textos muito longos e isso pode acabar
tirando boa parte do seu tempo, não deixando você terminar as demais
provas. Então, cuidado para não se perder no tempo. Grande parte das
questões não exige uma leitura prévia e completa do texto. Então, a dica é
seguir direto para o enunciado e alternativas e, depois, procurar as
alternativas no texto. Não deixe de treinar isso quando estiver fazendo
questões e simulados.

LÍNGUA ESTRANGEIRA
Caso não tenha conhecimento prévio nem de inglês nem de espanhol,
sugiro que faça espanhol. Porém, se está em dúvida por qual disciplina optar,
pegue as 5 últimas provas de cada e faça para saber em qual se sairá melhor.
A que fizer mais questões, opte por ela.
As provas de língua estrangeira se resumem basicamente a
interpretação de textos. Então, você deve baixar as provas de língua
estrangeira dos últimos 10 concursos e analisar os temas dos textos mais
cobrados para se familiarizar com os assuntos.
Para treinar os textos com termos técnicos, sugiro acessar o site do
Adinoel (www.adinoel.com.br), que tem centenas de textos com traduções
livres em inglês e espanhol. Se treinar os textos e sentir dificuldade, compre
o curso no site específico para a RFB.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


18 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

Então, com relação à língua estrangeira, leia muitos textos com


assuntos ligados ao concurso e treine muitas provas anteriores, associados
(dependendo da sua necessidade), a um curso em PDF do Adinoel para ESAF.
Cuidado: conheço concurseiro fluente em inglês que ficou de fora por
fazer somente 2 questões das 10 de língua inglesa. Então, não dê mole e
conheça os temas prediletos dos concursos fiscais, para ter um ponto de
partida para as próximas provas (que devem ter temas semelhantes).

RACIOCÍNIO LÓGICO-QUANTITATIVO (RL)


Aqui temos uma matéria perigosa, principalmente para quem tem
dificuldade com exatas. RL foi a disciplina que mais eliminou candidatos por
não fazerem os pontos mínimos necessários (4 questões).
Dessa forma, apesar da prova não render muitos pontos, não pode
deixá-la de lado. Se você tem dificuldade, sugiro incluí-la no seu ciclo inicial
de estudos.

ADMINISTRAÇÃO GERAL E PÚBLICA


Essas duas disciplinas são cobradas tanto para Analista Tributário
como para Auditor Fiscal dos últimos concursos da RFB, além de vários outros
fiscos estaduais. Então, se você cogita fazer outros fiscos além da RFB, ela é
uma matéria interessante para ser incluída em sua fase intermediária de
estudos.
Apesar de somarem somente 10 pontos da prova, elas têm um bom
custo benefício, pois geralmente não apresentam grandes dificuldades. Dessa
forma, não perderá muito tempo com elas. Porém, lembre-se sempre dos
mínimos. Não podemos deixar totalmente de lado no caso dos concursos da
RFB.

DIREITO CONSTITUCIONAL
Direito Constitucional e D. Administrativo são duas matérias
importantíssimas e básicas para praticamente todos os concursos públicos e
não é diferente para a área fiscal. Além de elas serem cobradas em vários
concursos e servirem de base para conhecimento de outras disciplinas, elas
são grandes. Então, é importante que essas matérias constem dos seus ciclos
iniciais de estudos.
Outro fator importante é que as bancas hoje estão querendo
concurseiros completos, ou seja, que saibam letra da lei, doutrina e
jurisprudência. Então, é importantíssimo estar atualizado com a

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


19 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

jurisprudência dessas duas matérias, além de tributário e previdenciário


(falaremos dessas duas mais à frente).
As bancas mesclam bastante os assuntos, às vezes cobrando
literalidade, porém exige conhecimentos mais aprofundados como doutrina e
jurisprudência do STF e STJ.
Com relação ao acompanhamento da jurisprudência, indico o site
www.dizerodireito.com.br. É o melhor, com informativos bem detalhados.
Caso esteja começando os estudos e tenha pouco tempo, não precisa se
preocupar em ler os informativos nos ciclos iniciais. Os materiais já incluem
o estudo da jurisprudência. Deixe para iniciar o acompanhamento de forma
específica após finalizar o estudo da matéria completa.
Por fim, a letra da lei é base para várias questões. Então, tenha uma
Constituição impressa separadamente e sempre faça a leitura da lei seca.
Essa prática pode ser incluída mais para frente em seus ciclos, depois de ter
visto a matéria pelo menos uma vez. Nada impede que estude as matérias
acompanhando pela lei.

DIREITO ADMINISTRATIVO
Aqui, valem as mesmas observações feitas para Direito Constitucional.
D. Administrativo é matéria fundamental, serve de base para outras
disciplinas e tem conteúdo bem extenso. Então, deve estar nos seus ciclos
iniciais. A jurisprudência também deve ser acompanhada.

DIREITO TRIBUTÁRIO
O D. Tributário é dos pontos centrais do concurso da Receita Federal,
pois nele está contida a teoria das principais atividades exercidas por um
Auditor Fiscal da RFB. A ESAF pegava pesado nessa matéria. Então, teoria,
muitas questões e estudo da jurisprudência e doutrina são fundamentais.
Acredito que com as demais bancas não será diferente, pois é uma
matéria fundamental para as atividades do Auditor Fiscal. Então, valem as
mesmas observações feitas para Direito Constitucional quanto ao estudo das
jurisprudências, sendo aqui inclusive mais importante.
Só com o conhecimento da literalidade da CF e do CTN, não se acertaria
praticamente nenhuma questão dos últimos concursos. Então, estude a
literalidade associada à doutrina e a jurisprudência. Outro assunto bem
recorrente é a legislação dos tributos de competência da União (obviamente
por conta das atividades do Auditor Fiscal da RFB).

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


20 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

Tenha o Código Tributário Nacional impresso separadamente. Essa Lei


vai ser quase seu coração. Aqui vale a mesma observação feita para D.
Constitucional.
DIREITO PREVIDENCIÁRIO
Direito previdenciário está no edital dentro de Tributário. Ela tem
menos questões que aquela e é bastante decoreba e a legislação muda
frequentemente. Além disso, não é uma disciplina grande e com maiores
dificuldades para aprender. Então, deixe para incluí-la em seus estudos mais
para frente. Ela não precisa ser estudada em seus ciclos iniciais. Esteja
atualizado com relação à jurisprudência dessa disciplina também.

CONTABILIDADE
Trata-se de uma das matérias que apresentam maior dificuldade para
os concurseiros da área fiscal, além de ser extensa. Então, coloque-a em seus
ciclos iniciais.
Se analisarmos as principais bancas, notaremos o seguinte:
- A FCC é mais repetitiva e cobra muitos cálculos. Então, resolvendo
muitas questões da banca, é provável que consiga mapear tudo que ela pode
cobrar.
- Já a CESPE, é bem imprevisível, cobrando assuntos bem variados e
focando mais em assuntos teóricos.
Ambas cobram muito CPC e também a Lei 6.0404/76.

AUDITORIA
Auditoria é uma matéria comum a vários fiscos e não é uma matéria
muito grande, além de não apresentar grandes dificuldades. Ademais, são 10
questões peso 2. Então, ela tem um bom custo benefício. Mas não precisa
incluí-la de início em seu ciclo, até porque você precisa de alguns
conhecimentos de contabilidade para entendê-la.
Em regra, as cobranças das bancas são baseadas nas NBC TA, que tem
como norma pilar a NBC TA 200. Então, é fundamental estudar essas normas.
Elas trazem bastantes detalhes, o que torna o estudo direto pela norma
muito cansativo e desgastante. Então, aconselho pegar um bom curso, pois
o professor já direciona os estudos para os pontos mais importantes, além
de esquematizar e organizar todo o estudo.
Boa parte das questões cobra a literalidade das normas.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


21 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

FCC e FGV meio que replicam a literalidade da norma. A FCC cobra


uma linha mais conceitual, geral, de forma estrutural. Já a FGV muitas vezes
pega itens bem específicos da norma, o que dificulta bastante.
Para a CESPE, é necessário entender a norma para fazer as questões,
pois a forma de redação das questões não necessariamente é a letra da lei.
Ou seja, ela costuma sair da “simples” literalidade.

LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA
Sugiro que só estude legislação tributária após ter estudado D.
Tributário e Contabilidade, pois precisará de muitos conhecimentos delas para
entendê-la. Ademais, há a possibilidade de a disciplina voltar para o curso de
formação, não sendo cobrada nas provas objetiva e subjetiva. Ressalto que
isso é somente especulação.
Essa matéria tem bastante conhecimento “decoreba”. Então, quando
começar a estudá-la, faça bastantes revisões, pois elas quem vão fazer com
que haja a memorização. Cuidado que essa matéria elimina muita gente boa
e tem uma das menores média de acerto de questões entre os aprovados.
Aqui temos um dos casos em que vai encontrar basicamente questões
da ESAF. Então, faça.
Os professores do Exponencial sempre lançam questões inéditas.
Aproveite isso! Busque no Sistema de Questões e na seção de links desse e-
book.

COMÉRCIO INTERNACIONAL
Matéria bem importante, inclusive, cobrada nos 4 últimos concursos da
RFB e, geralmente, sendo tema de provas discursivas. Então, fique bem
preparado nessa disciplina.
Outra matéria que terá que treinar as questões da ESAF e as inéditas
elaboradas pelos professores.

LEGISLAÇÃO ADUANEIRA
A ESAF cobrava basicamente a literalidade do Regulamento Aduaneiro.
O ponto central é que esse regulamento é bem grande. Então, faça todas as
questões que encontrar para que saiba direcionar o estudo do RA.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


22 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

8. PLANO DE ESTUDOS ESTRATÉGICO


Reforço o seguinte ponto: não deixe de ler o meu e-book gratuito no
qual falo detalhadamente de todos os elementos relativos à preparação.
Pegue lá na seção de links importantes.
Aqui vai ser direto ao ponto Técnicas de estudo, mas muitos pontos
gerais estão no livro digital gratuito.
Lá você vai não pode deixar de ler os seguintes assuntos (Elementos
preparatórios):
✓ Ambiente de estudos
✓ Foco
✓ Edital
✓ GTV – Guia de Temas Vencedores
✓ Organização dos materiais
✓ Plano de estudos
✓ Ciclos de estudo
✓ Estudar por metas e pequenas tarefas
✓ Controlar e monitorar resultados

Eis as 5 principais Técnicas de Estudo:


✓ Estudo crítico
✓ Resolução de exercícios
✓ Material Único de Revisão (MATURE)
✓ Revisão
✓ Simulados
Esse é o “Quinteto Mágico” da preparação! Se você fizer uso dessas
cinco técnicas de estudo, associadas aos outros pontos desse livro digital,
você chegará muito bem preparado para sua prova e aumentará suas chances
de aprovação.
Vamos a cada uma das Técnicas!

9.1 ESTUDO CRÍTICO E ATIVO


Faça uma leitura crítica dos materiais a serem estudados, e não
simplesmente “leia por ler”. Quando você lê sem atenção, muitas vezes

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


23 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

acontece de passar bom tempo lendo e depois nota que o seu pensamento
estava em outro lugar. Ou seja, por vezes nem lembra o que leu.
O que seria essa leitura crítica?
Leitura crítica é com atenção e concentração. Se desligue do resto do
mundo. Nos seus intervalos você se reconecta. Tenha atenção plena.
No final da leitura, você deve conseguir entender e explicar para si
mesmo (mentalmente ou falando mesmo – como se estivesse dando aula) o
que acabou de ler. Ao final da leitura, consegue-se definir o instituto,
classificar etc.
Esse processo ATIVO de estudos ainda vai melhorar sua
CONCENTRAÇÃO e aumentar seu poder de assimilação.
Isso não significa que terá que, em um primeiro momento, se debruçar
e se preocupar com os mínimos detalhes e em decorar tudo. Pelo contrário,
na primeira leitura, não precisa essa preocupação com detalhes. Nessa fase
inicial, é importante que compreenda os assuntos.
Numa segunda leitura, quando você já tiver noção do “todo”, já
percorreu toda a matéria, conseguirá fazer mais links e aprender mais
detalhes. Muitas coisas você começará a entender porque a explicação estava
lá na frente.
O aprendizado se dá em camadas, você não conseguirá aprender tudo
de uma vez.
A memorização será conseguida com as repetidas revisões, e não
nesse momento. Caso tente memorizar todos os detalhes agora, corre o risco
de não conseguir evoluir nas matérias e acabar se desestimulando.
Por outro lado, não faça uma leitura “dinâmica” a ponto de não
entender p que está lendo.

PONTOS IMPORTANTES
● Ler com atenção, de forma a conseguir entender o que se lê
● Explicar mentalmente o que acabou de ler – definição do
instituto, classificação etc
● 1ª leitura - Não intencionar “decorar” todos os detalhes na
primeira leitura – aprendizado em camadas
● 2ª leitura – noção do todo, link, explicações para o estudado no
início. Mais detalhes e consolidação da leitura anterior
● 3ª leitura – garante questões mais complexas

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


24 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

COMO OTIMIZAR LEITURAS?


● Fazer questionamentos consigo mesmo. Para saber se está
entendendo. O que eu li? Pergunte para si.
● Antes de começar a ler, folhear os títulos e subtítulos. Seu
cérebro já pensa que você sabe o assunto. Além disso, quanto um tópico tem
vários subtópicos, você já fez leitura crítica para diferenciar os assuntos.
● Usar canetinhas. Criar um código visual com cores mais
importantes.
● Desenhar o MAPA MENTAL (as palavras-chaves) com o título e
os subtítulos vai ajudar a entender a matéria.

COMO AVALIAR SE O ESTUDO FOI CRÍTICO?


Como eu sei se fiz um estudo crítico do assunto? Existe alguma forma
prática de avaliar isso? Tente dois testes.
1. Explique mentalmente ou para alguém o que foi estudado
2. Verifique seu índice de acerto de questões no assunto
Se você conseguiu explicar o assunto e teve um bom índice de acerto
nas questões, é sinal de que fez um estudo crítico.

9.2 RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS


Todos que estão na jornada dos concursos já ouviram falar que é
necessário fazer questões.
De fato, resolução de exercícios é fundamental – treino é
imprescindível.
Logo após o estudo de uma aula/assunto, já devem ser feitos
exercícios. O objetivo inicial é fixar o conteúdo, além de direcionar o que pode
ser objeto de cobrança pela banca. Não deixe para depois!
O exercício pode ser feito depois de uns dias de estudo do assunto
também, assim servirá como uma revisão.
Mas atenção: faça questões COMENTADAS. Você precisa saber a
justificativa nas questões que errar. Além disso, às vezes você acerta a
questão, mas errou o motivo ou só sabia o fundamento parcialmente.
Faça muitas questões das bancas que já comentamos:
CEBRASPE/CESPE, FCC, ESAF FGV.
Todos os materiais do Exponencial têm muitas questões comentadas.
Se quiser uma ênfase maior ainda em questões, verifique os Materiais R+Q

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


25 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

(Resumos + Questões Comentadas), nos quais os professores trazem o


suprassumo da matéria/assuntos mais importantes de forma bem
esquematizada, com muitas questões comentadas.
Para complementar, não deixe de ter um Sistema de Questões que
possa ajudá-lo.
Clique aqui e conheça o SQ, Sistema de Questões com mais de 600.000
(seiscentas mil) questões.

COMO TER MAIOR RENDIMENTO RESOLVENDO QUESTÕES


É muito importante resolver as questões de forma eficiente, e não
somente marcar o gabarito. Utilize as questões como forma de aprendizado.
Para isso, leia as questões de forma crítica, utilizando as seguintes
dicas:
1. Justifique todos os itens, caso estejam certos ou errados.
2. Faça questões comentadas.
3. Leia os comentários.
Essa justificativa pode ser em voz alta ou apenas mentalmente, de
forma bem rápida. Mas por que fazer isso? Quando justifica, você “dá a cara
a tapa”, se expõe. Quando você erra, aprende muito mais.
A leitura dos comentários também vai te ajudar no aprendizado,
porque às vezes acertamos as questões, mas pensávamos que o fundamento
da resposta era outro ou sabíamos apenas parcialmente a justificativa.

MAPEAMENTO DE QUESTÕES (MDQ)


É importante que, de alguma forma, você deixe registradas algumas
questões mais importantes no momento em que estiver praticando.
Quando estiver resolvendo os exercícios, você vai marcar 3 tipos de
questões:
● Questão que gerar dúvida na hora de responder
(independentemente de acertar ou errar).
● Questão que errar.
● Questões interessantes (comentário interessante, questões
capciosas, entendimento de banca...).
O MDQ será um importante material para seus estudos em suas
revisões e resolução de exercícios.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


26 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

Essas questões devem ser resolvidas novamente, não basta resolvê-


las uma única vez, pois a possibilidade de você esquecê-las é grande.
Utilize essa lista de questões também para revisão.
Além disso, com o mapeamento, quando você estudar novamente
algum assunto, saberá quais são as questões que não precisam ser
novamente resolvidas.
Em suma, seu mapeamento de questões será importante para:
1. Resolver essas questões novamente
2. Fazer revisões dos assuntos mais importantes/polêmicos
3. Não perder tempo refazendo questões simples
4. Conhecer as questões capciosas e pegadinhas das bancas
5. Conhecer o entendimento a ser adotado em cada banca
Façam seu mapeamento de questões.
Ah, detalhe: eu fazia meu mapeamento no Excel. Coisa bem simples.

MAPEAMENTO DE QUESTÕES

Aula 00 Constituição - conceito e classificação

1. A 11. C 21. B** 31. A 41. E QUESTÕES MAPEADAS - AULA OO


2. D 12. D 22. D 32. D 42. A
3. D 13. E* 23. C 33. C 43. C Dúvidas 6, 13, 46
4. B 14. A 24. E 34. E*** 44. D Erradas 16, 21, 26
5. E 15. B 25. A 35. B 45. B Comentários 34
6. C* 16. D** 26. A** 36. D 46. B*
7. D 17. C 27. A 37. D 47. D
8. E 18. A 28. E 38. C 48. D
9. A 19. B 29. C 39. C 49. E
10. B 20. C 30. D 40. C 50. A

Se estiver fazendo questão no SQ, crie cadernos de questões


mapeadas de cada disciplina. Isso vai ajudá-lo bastante no momento das
revisões.

9.3 MATERIAL ÚNICO DE REVISÃO (MATURE)


O Material Único de Revisão é o que utilizará para fazer as revisões
(assunto do próximo tópico).
Ele pode ser feito basicamente de duas formas: RESUMOS ou
MARCAÇÕES. Pode ser uma combinação das duas também.
Lógico que você pode se utilizar de vários recursos para preparar seu
MATURE, como quadros, mapas mentais, esquemas, mnemônicos etc.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


27 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

Fazendo RESUMOS, você perderá um pouco mais de tempo, mas


depois acredito que o material fique melhor. Temos a desvantagem de, nos
estudos iniciais, não sabermos ainda o que é mais importante, o que pode
dificultar um pouco, mas com o tempo seu resumo vai pegando forma.
Lembre-se que seu MATURE é dinâmico.
Com MARCAÇÕES, perde-se menos tempo e você pode associá-la a
pequenos resumos, anotações e referências no próprio material.
Qual a importância do Material Único de Revisão?
Para fazermos as revisões, precisamos de um material sintético, de
forma que consigamos ler muito mais rápido do que todo o material estudado.
Em suma, não podemos demorar 1h para revisar um assunto que estudamos
em 1h. O MATURE será fundamental para essa revisão rápida.

COMO FAZER OS RESUMOS?


Primeiramente, tenha em mente que seu resumo pode ser em papel
ou no computador. Qual você prefere?
Eu sempre procuro fazer meus resumos em papel e tinha um caderno
para cada matéria do concurso. Porém, tem muita gente que prefere fazer no
computador. Veja a qual forma mais se adapta.
Um ponto do resumo é fato: esse material é dinâmico. Você precisará
sempre atualizá-lo e complementá-lo (fazer a retroalimentação). A
retroalimentação será feita quando surgir alguma jurisprudência nova,
quando uma banca passar a cobrar determinado assunto que não está em
seu material de estudo nem em seu resumo ou até mesmo quando errar uma
questão e verificar que um assunto importante da matéria não está em seu
resumo.
Como seu MATURE é dinâmico, caso ele seja escrito, deixe sempre
suas anotações bem espaçadas, para que possa complementar e atualizar
seu material. Você pode deixar o verso das folhas para isso.
Galera, atenção. Isso não quer dizer que você deve todo ano comprar
a nova edição do livro de direito tributário. É justamente o contrário. Não
troque de livro a qualquer atualização.

Como não fazer?


● Não fazer transcrições literais do assunto
● Não pode ser muito extenso

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


28 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

Como fazer?
● Estruturado (sequência lógica e progressiva)
● Em forma de tópicos
● Palavras chaves
COMO FAZER AS MARCAÇÕES
Como devemos fazer as marcações em nossos materiais?
Quando estiver estudando um assunto pela primeira vez, aconselho
que faça uma marcação preliminar (lápis), pois ainda não tem tanta noção
do que é importante no assunto. Não adianta ter um material de revisão com
a página do livro 100% marcada. Ou seja, evite marcações extensas.
Depois, após fazer exercícios, em uma segunda leitura, quando já tiver
mais conhecimento do assunto, pode fazer uma marcação definitiva.
Crie um código visual: utilize diferentes cores para identificar: partes
importantes do texto, a palavra central do assunto, legislação etc. Isso vai te
ajudar na memorização dos itens marcados. A nossa memória visual é
fantástica.
Lembre-se de que seu material de revisão e, consequentemente, suas
marcações são dinâmicas. Então, faça sempre a retroalimentação das suas
marcações, quando estiver resolvendo exercícios ou fazendo leituras
complementares.
A retroalimentação é a complementação e atualização do seu material
de resumo.
Ou seja, toda vez que errar uma questão, você deve verificar se aquele
assunto não consta do seu material de revisão. Se não estiver lá,
complemente, faça anotações – sempre melhore seu MATURE.
Associadas às marcações, você pode fazer pequenas anotações,
resumos, mapas e referências a outros artigos para complementar seu
material referenciado.

COMBINAÇÃO DE MARCAÇÕES E RESUMO


Você pode fazer a utilização das duas técnicas.
Se optar pelos resumos, porém tiver muita dificuldade para fazê-los,
pode iniciar os estudos com marcações e depois utilizá-las para preparar seus
resumos.
Essa técnica pode ser utilizada para matérias que tem mais dificuldade.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


29 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

9.4 REVISÃO
Vou começar com uma pergunta: você já teve a sensação de ter lido
aquele livro de 1.000 páginas e depois não se lembrar de nada?
Isso não acontece só com você. É comprovado cientificamente que há
grandes chances de você esquecer 90% do que estudou em uma semana.
Como fazer para todo aquele assunto ficar na sua memória?
A resposta para isso são as revisões. Não podemos ignorar o papel da
nossa memória na preparação.
O que deixarmos de revisar inevitavelmente será esquecido e cairá na
curva do esquecimento. Isso resultará em erro de questões cujos assuntos já
foram estudados, mas que os conhecimentos não foram para memória de
longo prazo.
As revisões são usadas para “esquematização mental” do
conhecimento e vão ajudar na consolidação dele, de forma que ele fique na
memória por mais tempo (transferência da memória de curto prazo para
longo prazo).

COMO FAZER AS REVISÕES


As revisões e o MATURE estão umbilicalmente interligados. Este será o
material que deve utilizar para fazer as revisões.
Lembre-se, durante as revisões ou resolução de questões, de atualizar
o seu MATURE para que ele fique o mais completo possível.
O seu MDQ também deve ser utilizado como meio de revisão. Não
deixe de refazer essas questões, ok?
Pronto, já sabemos por onde fazer as revisões. Agora vamos para os
tipos de revisão.

TIPOS DE REVISÃO
As revisões mais comuns são as de 24 horas, de 7 dias e de 1 mês.
Chamo atenção para o fato de que essas revisões têm que ser realizada em
um tempo bem menor do que o necessário para estudar o assunto, se não
fica inviável. Então, se você gasta 1h de estudo com um assunto, a revisão
deve ser em torno de 12 minutos. E a cada revisão que for fazendo, esse
tempo vai diminuir mais. Ademais, essas revisões se aplicam quando se está
estudando a matéria pela primeira vez.
Posteriormente, entra-se em ciclos de revisões periódicas, que pode
ser em torno de 45 a 60 dias.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


30 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

Além disso, à medida que seu ciclo de estudos for aumentando,


algumas matérias podem ser retiradas dos ciclos de revisão para que se
consiga avançar nas matérias “novas”.
Depois que já tiver estudado todas as matérias do edital e tiver
MATURE de todas elas, será possível realizar revisões periódicas.
O ideal é que revise cada MATURE de 10 a 12 vezes para que o
conhecimento fique bem consolidado.
Um fato interessante e bem bacana é que o tempo necessário para
realizar um ciclo completo de revisão de uma matéria ou mesmo de todo o
edital vai ficando cada vez menor.
É neste momento, em que as revisões ficam mais frequentes e mais
curtas, que os assuntos ficam na memória de longo prazo. Quando estiver
nesse nível, faça uma boa reta final (pós-edital) e depois é só correr para o
abraço.

9.5 SIMULADOS
O simulado é outra parte importantíssima da sua preparação. A hora
de descobrir seus pontos fracos e saber o que não está certo na sua
preparação não é no dia da sua prova, pois já será tarde. Os simulados te
ajudarão nisso.
Quando se faz um simulado, além de saber o que está dando certo na
sua preparação, tem-se conhecimento dos seus pontos fracos (e isso é o mais
importante do simulado).
Depois de diagnosticar quais seus pontos fracos, é o momento de
redefinir metas e estratégias para seu plano de estudos. Então, se teve mais
dificuldade em uma matéria específica, dedique mais tempo a ela.
Não deixe de analisar o motivo dos erros e de fazer a retroalimentação
do seu MATURE. Verifique se o motivo dos seus erros foi falta de
conhecimento, falta de revisão, desatenção, pegadinha da banca etc. Se foi
revisão, reavalie seus ciclos de revisão. Se foi falta de conhecimento,
confirme se seu material de estudo realmente supre a necessidade do seu
concurso. Catalogue os estilos de questões e pegadinhas das bancas. Tudo
isso vai auxiliá-lo a melhorar a preparação.
Então, mais importante do que somente fazer o simulado, é analisar
todos os dados para que possa melhorar sua estratégia.
No simulado, é muito importante que analise o controle do tempo de
prova e o nervosismo. Hoje, as bancas preparam provas que não dão tempo
ser finalizadas. Treine isso e tenha estratégia para resolução de sua prova.
Simule com tempo bem curto.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


31 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

O simulado não precisa ser necessariamente com todas as disciplinas


do seu concurso. À medida que for finalizando o estudo de algumas matérias,
já pode e deve ir fazendo simulados delas. Ou seja, não precisa estudar todas
as matérias do edital para que comece as fazer simulados. Faça simulados
parciais.
Fazer simulado é diferente de realizar questões logo após ter estudado
um assunto específico e fazer questões sobre este assunto. No simulado,
deve constar questões de todo o assunto daquela disciplina.
O ideal é que revise seu MATURE antes do simulado. Quando for o
concurso “valendo”, essa revisão é necessária. Então, o ideal é simular da
forma mais real possível.
Por fim, estabeleça o tempo necessário para fazer o simulado, pois no
dia da prova não terá tempo sobrando.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


32 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

9. PLANO DE ESTUDOS
No seu plano de estudos, é importante que tenha tempo para estudo
da teoria, resolução de questões, preparação do material referenciado,
revisão. À medida que for avançando, será incluído em seu ciclo leitura de lei
seca, de informativos e realização de simulados. Todos esses assuntos foram
tratados nas Técnicas de Estudo.
É preciso ter em mente que, no início, seus estudos evoluem de forma
mais lenta, pois você ainda não conhece os assuntos. Então, é melhor que
comece os estudos com poucas matérias, para não ter a sensação de não
estar “saindo do canto”, principalmente se tiver pouco tempo disponível para
os estudos.
À medida que for evoluindo, você acrescenta outras matérias em seu
ciclo de estudo e revisa as já estudadas. A ideia é que, quando estiver bem
avançado nos estudos, consiga revisar todas as matérias de seu concurso
simultaneamente. É possível fazer isso mesmo se meu certame tiver 20
matérias? Sim! Mais à frente veremos como isso será possível.

CICLOS DE ESTUDO
O estudo por ciclos é feito em blocos de matérias.
Muitas vezes vejo concurseiros desesperados querendo saber como
estudar 20 disciplinas de uma vez, além de ter que manter todo aquele
conhecimento na memória.
Estudar só uma única matéria por vez não vai ajudá-lo nessa tarefa,
senão vejamos. Imagina que você finalize todo o estudo de Direito
Constitucional em 20 dias. Logo depois você inicia o estudo de D.
Administrativo. Em seguida, começa Contabilidade e por aí vai... Quando você
estiver na segunda ou terceira disciplina, não lembrará mais do que foi
aprendido no início, em virtude da grande quantidade de conteúdos a se
memorizar.
Estudar todas as matérias de uma vez também não vai ser produtivo,
pois a evolução seria muita lenta, dando uma sensação de “não sair do lugar”.
Logicamente que isso pode e deve ser feito quando se já está mais avançado
na preparação (em fase de revisões).
O estudo por ciclos vai te ajudar nessa missão. Nele, as matérias são
estudadas em blocos.
Logicamente, quando estiver começando a preparação, ainda mais se
tiver pouco tempo disponível, pode começar com um ciclo bem pequeno, tipo
4 a 6 matérias. Aos poucos, pode ir acrescentando outras disciplinas e
revisando as já estudadas, à medida que vai finalizando as primeiras.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


33 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

Vantagens do estudo por ciclos:


✓ Nível parecido em todas as disciplinas – diminui chances de ser
eliminado.
✓ Cérebro mais estimulado a estudar – quebra de monotonia. Quando
muda de disciplina, atenção e concentração melhoram.
✓ Rende melhor por mais tempo. Melhora do poder de concentração e
de atenção.
✓ Muitos dias só em uma disciplina – esquecimento das demais.

Atenção.
Faça ciclos de cada matéria com 60 a 120 minutos de estudo.

10.1 CICLO INICIAL


POR QUAIS MATÉRIAS DEVO COMEÇAR NO MEU CICLO INICIAL
Para o concurso de AFRFB, temos um núcleo de matérias
importantíssimas, seja pelo tamanho, pela importância na prova, ou por
servir de base para adquirir outros conhecimentos. Então, elas devem fazer
parte do seu ciclo inicial de estudos. Eis as disciplinas:
✓ Português
✓ Rac. Lógico
✓ D. Constitucional
✓ D. Administrativo
✓ D. Tributário
✓ Contabilidade

Dependendo da sua quantidade de tempo disponível, monte seu ciclo


com 4 a 8 matérias.
Se tiver por volta de 3h, monte um ciclo com 4 dessas 6 matérias. Se
tiver de 5h em diante, monte com as 6 disciplinas.
Adianto que esse ciclo inicial vai te exigir bastante tempo de estudo,
pois são matérias grandes.
Óbvio que tudo isso deve ser adaptado a sua realidade. Então, se você
é formado em matemática e tem facilidade com exatas, pode deixar para
incluí-la no ciclo mais a frente.
Nesse ciclo de estudos, deve-se ter tempo destacado para estudo da
teoria, para revisão e fazer questões. Por enquanto, não teremos leitura
exclusiva da lei seca e estudo separado de jurisprudência. Logicamente você
já vai vendo isso no decorrer dos estudos e nada impede que acompanhe os

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


34 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

estudos com a lei do lado. Pelo contrário, sugiro que tenha impressas as
principais leis.
Na primeira fase dos estudos, sugiro que faça a revisão de 24h e a de
7 dias. Nos ciclos mais avançados, trataremos de outras revisões.
O primeiro exemplo vai ser uma sugestão para quem tem
disponibilidade de 3h30min de estudo por dia. Nesse caso, avalie, entre as
matérias iniciais, com quais delas você deve iniciar. Se você, por exemplo, é
formado em exatas e tem um bom conhecimento nesses assuntos, deixe ela
fora do ciclo por enquanto.
Dentre essas 6 disciplinas, escolha as 4 cujo seu conhecimento é
menor.
Abaixo se tem a sugestão de ciclo (3h30min)

CICLO INICIAL (3 horas 30 min)

Dia Matéria Tempo Capítulo Início Fim


Direito Tributário 75
Contabilidade 75
Segunda
Revisão de 24h 30
Revisão de 7 dias 30
Português 75
D. Constitucional 75
Terça
Revisão de 24h 30
Revisão de 7 dias 30
Direito Tributário 75
Contabilidade 75
Quarta
Revisão de 24h 30
Revisão de 7 dias 30
Português 75
D. Constitucional 75
Quinta
Revisão de 24h 30
Revisão de 7 dias 30
Direito Tributário 75
Contabilidade 75
Sexta
Revisão de 24h 30
Revisão de 7 dias 30
Português 75
D. Constitucional 75
Sábado
Revisão de 24h 30
Revisão de 7 dias 30
Direito Tributário 75
Contabilidade 75
Domingo
Revisão de 24h 30
Revisão de 7 dias 30

Tempo – em minutos
Capítulo – capítulo do livro ou aula do PDF ou videoaula
Início e Fim – página em que iniciou em que parou (para facilitar o
controle)

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


35 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

Detalhes importantes
1. Se seu tempo disponível é um pouco maior ou menor, adapte o
tempo distribuído para estudo de teoria e revisões de forma proporcional.
2. Após terminar cada capítulo/aula, resolva uma quantidade
razoável de questões dentro do ciclo da disciplina antes de avançar para o
próximo capítulo (pelo menos de 20 a 40 questões). Se o assunto tem muitas
questões, faça as ímpares ou pares. Em outra revisão, faça as demais.
Exemplo: se terminou o capítulo 1 de D. Tributário na quarta-feira, antes de
iniciar o capítulo 2 na sexta, faça questões sobre aquele.
3. A ordem de estudo das matérias pode ser alterada sem
problema. Ou seja, na segunda feira, você pode começar por contabilidade
em vez de tributário.
4. Note que Tributário e Contabilidade aparecem uma vez a mais
do que as outras duas matérias. Fiz isso em virtude da maior complexidade
dessas disciplinas.
5. Para cada hora de estudo de teoria, é necessário
aproximadamente 12-15min de revisão.
6. Faça adaptações do ciclo para sua realidade. Se já tem o
MATURE de alguma dessas matérias, passe-a para ciclo de revisão (com
menos horas de estudo) e inclua outras do ciclo intermediário. Se já estudou
a disciplina, mas não tem o MATURE pronto, coloque-a no ciclo (com menos
tempo) e faça o Material de revisão dela.
7. Se no sábado e/ou domingo você tem mais tempo disponível
para estudar, distribua o tempo entre as matérias do ciclo de estudos.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


36 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

Agora, segue uma sugestão para quem tem 5 horas por dia
disponíveis para estudo.

CICLO INICIAL (5 horas)

Dia Matéria Tempo Capítulo Início Fim


D. Constitucional 70
Português 70
Segunda Contabilidade 70
Revisão de 24h 45
Revisão de 7 dias 45
D. Tributário 70
Raciocínio Lógico 70
Terça D. Administrativo 70
Revisão de 24h 45
Revisão de 7 dias 45
D. Constitucional 70
Português 70
Quarta Contabilidade 70
Revisão de 24h 45
Revisão de 7 dias 45
D. Tributário 70
Raciocínio Lógico 70
Quinta D. Administrativo 70
Revisão de 24h 45
Revisão de 7 dias 45
D. Constitucional 70
Português 70
Sexta Contabilidade 70
Revisão de 24h 45
Revisão de 7 dias 45
D. Tributário 70
Raciocínio Lógico 70
Sábado D. Administrativo 70
Revisão de 24h 45
Revisão de 7 dias 45
D. Constitucional 70
Português 70
Domingo Contabilidade 70
Revisão de 24h 45
Revisão de 7 dias 45

Caso você tenha próximo de 8h de estudo ou mais, tem a opção de


aumentar o tempo para cada matéria ou incluir mais disciplinas. Outra
matéria que pode ser incluída é auditoria, comércio internacional e/ou uma
das ramificações do Raciocínio Lógico.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


37 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

Abaixo segue uma sugestão para quem tem 8h de estudo,


incluindo Auditoria e Matemática Financeira.
CICLO INICIAL (8 horas)

Dia Matéria Tempo Capítulo Início Fim


D. Constitucional 90
Contabilidade 90
Matemática Financeira 80
Segunda
Português 80
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70
D. Tributário 90
Raciocínio Lógico 80
Auditoria 80
Terça
D. Administrativo 90
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70
D. Constitucional 90
Contabilidade 90
Matemática Financeira 80
Quarta
Português 80
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70
D. Tributário 90
Raciocínio Lógico 80
Auditoria 80
Quinta
D. Administrativo 90
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70
D. Constitucional 90
Contabilidade 90
Matemática Financeira 80
Sexta
Português 80
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70
D. Tributário 90
Raciocínio Lógico 80
Auditoria 80
Sábado
D. Administrativo 90
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70
D. Constitucional 90
Contabilidade 90
Matemática Financeira 80
Domingo
Português 80
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70

Se você está começando a estudar praticamente do zero e quase


tudo é novidade, aconselho começar com menos matérias e distribuir
mais tempo entre elas.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


38 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

CICLO INICIAL (8 horas)

Dia Matéria Tempo Capítulo Início Fim


D. Constitucional 110
Contabilidade 110
Segunda Português 110
Revisão de 24h 75
Revisão de 7 dias 75
D. Tributário 110
Raciocínio Lógico 110
Terça D. Administrativo 110
Revisão de 24h 75
Revisão de 7 dias 75
D. Constitucional 110
Contabilidade 110
Quarta Português 110
Revisão de 24h 75
Revisão de 7 dias 75
D. Tributário 110
Raciocínio Lógico 110
Quinta D. Administrativo 110
Revisão de 24h 75
Revisão de 7 dias 75
D. Constitucional 110
Contabilidade 110
Sexta Português 110
Revisão de 24h 75
Revisão de 7 dias 75
D. Tributário 110
Raciocínio Lógico 110
Sábado D. Administrativo 110
Revisão de 24h 75
Revisão de 7 dias 75
D. Constitucional 110
Contabilidade 110
Domingo Português 110
Revisão de 24h 75
Revisão de 7 dias 75

10.2 CICLO INTERMEDIÁRIO


Os ciclos intermediários começam à medida que as matérias do ciclo
inicial forem sendo finalizadas. Então, vamos supor que seja finalizado
Português. Nesse caso, devemos iniciar de imediato uma revisão dela. Vamos
utilizar aproximadamente ⅓ do tempo que era dedicado no ciclo anterior para
a revisão (no novo ciclo) e o restante do tempo vai ser para inclusão de uma
nova disciplina. Caso ainda tenham matérias do ciclo inicial a ser estudado,
faça a inclusão delas. Se já tiver finalizado todas, passe para as demais.
Então, em suma os ajustes serão os seguintes:
1. Redução dos ciclos da matéria finalizada. Início da
revisão, que será por meio da leitura do Material de revisão e realização de
questões. Então, releia seu material de revisão da aula 01 e depois faça

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


39 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

questões sobre a aula 01. Depois parta para a aula 02 e assim


sucessivamente.
2. Inclua uma nova matéria nos demais horários da disciplina
finalizada.

Vamos aos exemplos práticos


Ciclo de 3h e 30min
Vamos supor que foram finalizadas as matérias Português de D.
Tributário.
Nessa situação, serão iniciadas as revisões dessas duas disciplinas (em
amarelo) e serão incluídas outras duas (em verde). A ideia que é que se
incluam as outras duas matérias do ciclo inicial (D. Administrativo e
Raciocínio Lógico). Caso já tenha finalizado essas, parta para as matérias
Auditoria e Comércio Internacional.
Auditoria é uma matéria bem importante, pois tem 10 questões e peso
2 na prova da RFB, além de ser cobrada em praticamente todos os outros
fiscos.
Já Comércio Internacional, é importante começá-la porque você pode
levar mais tempo para se familiarizar com a disciplina. Então, ela é das
primeiras a entrar no ciclo depois das básicas.
Ciclo Intermediário de 3h e 30min

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


40 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

À medida que for finalizando as demais matérias, deve-se ir fazendo


do mesmo modo.
1. A matéria finalizada tem seu tempo reduzido e é passada para a
revisão imediata.
2. Inclui-se uma matéria nova.

Os ciclos intermediários irão prosseguir até que se faça o


estudo de todas as matérias. Umas que vez que todas as disciplinas
tiverem sido estudadas pelo menos uma vez, siga para os ciclos finais.

Exemplo do ciclo intermediário 1 com 8h disponíveis


Nesse caso, foram finalizadas Matemática Financeira (MF) e Raciocínio
Lógico (RL). Então, vamos iniciar a revisão imediata delas e incluir duas novas
matérias no tempo que ficar livre. Serão incluídas Estatística e Matemática
Básica.
Essas disciplinas consideradas separadamente são menores que as
demais, então o estudo é finalizado mais rapidamente.
Se preferir, pode considerar tudo isso uma matéria só e estudá-las em
sequência.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


41 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

Ciclo intermediário 1 com 8h disponíveis


CICLO INTERMEDIÁRIO 1 (8 horas)

Dia Matéria Tempo Capítulo Início Fim


D. Constitucional 90
Contabilidade 90
Matemática Financeira 80
Segunda
Português 80
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70
D. Tributário 90
Raciocínio Lógico 80
Auditoria 80
Terça
D. Administrativo 90
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70
D. Constitucional 90
Contabilidade 90
Estatística 80
Quarta
Português 80
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70
D. Tributário 90
Matemática Básica 80
Auditoria 80
Quinta
D. Administrativo 90
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70
D. Constitucional 90
Contabilidade 90
Estatística 80
Sexta
Português 80
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70
D. Tributário 90
Matemática Básica 80
Auditoria 80
Sábado
D. Administrativo 90
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70
D. Constitucional 90
Contabilidade 90
Estatística 80
Domingo
Português 80
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70

Resumo:
1. Finalização de Matemática Financeira (MF) e Raciocínio Lógico
(RL)
2. MF e RL passam para revisão imediata
3. Inclusão de Matemática Básica (MB) e Estatística

Exemplo do ciclo intermediário 2 com 8h disponíveis

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


42 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

Nesse momento, vamos considerar o seguinte:


1. Finalização das revisões de MF e RL;
2. Finalização dos estudos de MB e Estatística;
3. Finalização dos estudos de Português e Auditoria

Quais as alterações no ciclo:


1. MF e RL passam para fase de manutenção. Então, nesse
momento, saem do ciclo. Voltam para revisão após 45 a 60 dias.
2. Início da revisão de MB e Estatística (foram alocadas nos tempos
que eram para MF e RL dentro do ciclo)
3. Início da revisão de Português e Auditoria;
4. Inclusão das seguintes disciplinas no ciclo: Comércio
internacional, Direito Previdenciário, Administração Geral e Administração
Pública.

Ciclo intermediário 2 com 8h disponíveis

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


43 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

CICLO INTERMEDIÁRIO 2 (8 horas)

Dia Matéria Tempo Capítulo Início Fim


D. Constitucional 90
Contabilidade 90
Matemática Básica 80
Segunda
Comércio Internacional 80
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70
D. Tributário 90
Estatística 80
Adm. Geral 80
Terça
D. Administrativo 90
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70
D. Constitucional 90
Contabilidade 90
D. Previdenciário 80
Quarta
Português 80
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70
D. Tributário 90
Adm. Pública 80
Auditoria 80
Quinta
D. Administrativo 90
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70
D. Constitucional 90
Contabilidade 90
D. Previdenciário 80
Sexta
Comércio Internacional 80
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70
D. Tributário 90
Adm. Pública 80
Adm. Geral 80
Sábado
D. Administrativo 90
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70
D. Constitucional 90
Contabilidade 90
D. Previdenciário 80
Domingo
Comércio Internacional 80
Revisão de 24h 70
Revisão de 7 dias 70
Observações
1. Caso não queira incluir tantas matérias de uma vez, inclua
somente 2 ou 3 com maior tempo disponível para elas.
2. Se você estuda também para área fiscal como um todo, nesse
momento é mais interessante incluir Administração, pois geralmente é
matéria comum. Leia mais no tópico de estudos para fiscos (link do próprio
material)
3. Se seu objetivo é somente RFB, inclua Comércio Internacional,
pois é uma matéria que demanda mais tempo de estudo para se familiarizar.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


44 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

Após finalização das próximas matérias, faça a inclusão das Legislações


Aduaneira e Tributária, utilizando a mesma lógica da qual tratamos até aqui.
Ah, não se esqueça de estudar língua estrangeira. Mesmo que você
tenha facilidade ou seja fluente, não deixe de olhar, nas provas anteriores,
os tipos de textos e a linguagem que é cobrada nas provas da RFB. Uma
sugestão é você incluir a leitura de textos e resoluções de provas anteriores
aos domingos, por fora da menta.
Tenha em mente que é importante, quando finalizar o ciclo
intermediário com o estudo de todas as matérias, ter o MATURE de todas as
disciplinas. Se tiver dúvida com relação ao Material de Revisão, volte ao
tópico que trata disso.
O ideal é que, uma vez estudada uma matéria, ele esteja em constante
revisão. Então, elas passam para fase de manutenção (revisão a cada 45-60
dias).
Porém, muitas vezes em função do tempo, não conseguimos avançar
nos estudos de disciplinas novas e ao mesmo tempo revisar todas as já
estudadas.
Então, em algum momento, pode ser que tenha que abrir mão da
revisão de algumas matérias já estudadas para que consiga avançar nas
demais. Se for esse o caso, sugiro que após acabar uma matéria e fazer uma
revisão completa dela, deixe-a um tempo em “stand by” para que consiga
avançar nas demais. Pode demorar entre 45 e 60 dias para fazer uma nova
revisão da matéria (essas revisões podem ser por meio de questões).
Ah, Bruno, mas aí eu vou perder conhecimento que já estudei?!
Sim, inevitavelmente. Mas isso será preciso em função da sua
disponibilidade de tempo.
E lembre-se, quando retornar para essa matéria, será bem mais rápida
a evolução, pois já tem material de revisão pronto e já tem um conhecimento
prévio.

10.3 CICLOS FINAIS


Depois que tiver estudado todas as matérias, vamos iniciar os ajustes
necessários e dar início aos ciclos de manutenção de cada uma. A
manutenção são as revisões necessárias para que o conhecimento vá para a
memória de longo prazo, não caindo no esquecimento. Nesse momento, as
revisões de cada disciplina serão bem mais rápidas, pois já se tem os
materiais de revisão.
Os pontos abaixo são importantes que se observem nesse momento
da preparação.
● Aprimoramentos dos materiais de revisão

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


45 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

● Revisão e questões de todas as matérias


● Curso de jurisprudência das principais disciplinas
● Manutenção das atualizações jurisprudenciais
● Inclusão de Discursiva
● Simulados Completos

10.3.1 APRIMORAMENTO DOS MATERIAIS DE REVISÃO


Conforme já foi alertado, os materiais de revisão são dinâmicos e
devem ser constantemente atualizados e complementados, para que fiquem
mais completos e a revisão seja cada vez mais efetiva.
Então, à medida que for fazendo questões, vá sempre deixando seu
material de revisão mais completo (passe anotações das questões mais
importantes para lá).
Não deixe também de atualizar seu MATURE com nova legislação e
mudanças de entendimentos/súmulas dos tribunais superiores (STF e STJ).

10.3.2 REVISÃO E QUESTÕES


Dois princípios básicos para as revisões são realização de muitas
questões e a releitura do seu MATURE.
Então, dependendo de como esteja seu desempenho em cada matéria,
considere utilizar uma das seguintes técnicas.

✓ Revisão mais realização de questões


✓ Questões mais revisão do material de revisão
✓ Questões e revisão dos pontos de dificuldade
✓ Só questões

Revisão mais realização de questões


Se o seu nível na matéria ainda não está tão bom, faça primeiro uma
revisão do seu MATURE e depois parta para as questões.

Questão mais revisão do MATURE


Se você está com um bom nível já, vá primeiro para as questões e
depois faça uma revisão completa do seu material de revisão.

Questão mais revisão dos pontos de dificuldade

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


46 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

Caso esteja com nível muito bom (acima de 90% de acerto), faça
questões e depois revise somente os pontos de dificuldade.

Só questões
Essa é para as matérias que já foram revisadas diversas vezes, o
material de revisão está bastante completo e seu nível de acerto está
excelente.
Lembre-se de intercalar uma revisão por meio de questões com os
outros métodos.
Observação: nunca é demais lembrar que em qualquer caso o MATURE
deve sempre ir sendo retroalimentado.

10.3.3 CURSO DE JURISPRUDÊNCIA DAS PRINCIPAIS


DISCIPLINAS
Indico que estude a jurisprudência de Direito Tributário, Direito
Constitucional, Direito Previdenciário e Direito Administrativo. Essas matérias
são importantíssimas para o concurso e a banca ESAF tem pegado cada vez
mais pesado na jurisprudência, principalmente em D. Tributário.
Então, faça um estudo detalhado da jurisprudência delas. O melhor
site para acompanhar informativos é o www.dizerodireito.com.br.

10.3.4 MANUTENÇÃO DAS ATUALIZAÇÕES JURISPRUDENCIAIS


Após o estudo de toda a jurisprudência anterior (súmulas e principais
decisões), faça a manutenção por meio dos informativos.

10.3.5 INCLUSÃO DE DISCURSIVA


Vamos tratar da discursiva em um tópico a parte.

10.3.6 SIMULADOS COMPLETOS


Pode ser feito uma vez por mês durante o final de semana. Simule a
prova como ela seria de fato, inclusive com relação a tempo e quantidade de
questões.

IMPORTANTE

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


47 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

Nos ciclos finais de estudo, você pode fazer uma distribuição de tempo
de acordo com a importância/peso da matéria no concurso e de acordo com
seu nível de dificuldade.
Então, se está com muita dificuldade em Contabilidade, somado ao fato
dela ter um peso grande na prova, nesses ciclos finais, dedique mais tempo
a ela. Isso não quer dizer que não possa fazer essas priorizações desde o
início, mas é que lá a nossa preocupação inicial era percorrer todas as
matérias para garantir as pontuações mínimas.
Caso tenha pouco tempo para estudar durante a semana, tente
compensar nos finais de semana.
Então, para os exemplos que na semana só podem estudar por volta
de 3h/dia, tente aos sábados e domingo estudar por volta de 6h e até mais
quando estiver próximo da prova.
Sempre que possível, deixe férias “guardadas” para gozar no período
mais próximo da sua prova. Se você tem 15 dias, use nas duas semanas que
antecedem sua prova. Caso possa acumular férias, acumule. Um maior tempo
disponível para os estudos perto da prova faz uma diferença tremenda.
Por fim, tente ir aumentando sua carga horária de estudos à medida
que seu concurso vai ficando mais próximo (autorização dos concursos,
publicação do edital…)

Exemplo de ciclo final


Atente para o fato de que nesse momento as matérias já estão em
manutenção, então muita coisa é para estar memorizada e as revisões devem
ocorrer de uma maneira bem mais rápida. Aqui não há revisão de 24h e de 7
dias, pois as matérias não são mais novidades.
Considerei nesse exemplo as matemáticas e as administrações uma
matéria única. Então, escolha uma para começar e em seguida vá partindo
para as outras. Ou seja, pode começar por RL e depois seguir por MF, MB e
Estatística.
Se preferir, separe as matérias como nos exemplos dos ciclos
anteriores.
Sempre que necessário, faça as devidas adaptações para sua
realidade. Então, se já está muito bem em Português, por exemplo, e ainda
tem mais dificuldade em Contabilidade, distribua mais tempo para esta
última.
Ciclo final com 3h e 30 min

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


48 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

CICLO FINAL (3 horas 30 min)

Dia Matéria Tempo Capítulo Início Fim


D. Tributário 70
Matemática 60
Segunda
D. Constitucional 60
Lei seca (CTN) 20
D. Administrativo 70
Contabilidade 60
Terça
Comércio Internacional 60
Lei seca (CF) 20
Português 70
D. Previdenciário 60
Quarta
Auditoria 60
Lei seca (demais) 20
Legislação Tributária 70
Administração 60
Quinta
Legislação Aduaneira 60
Lei seca (CTN) 20
D. Tributário 70
Matemática 60
Sexta
D. Constitucional 60
Lei seca (CF) 20
D. Administrativo 70
Contabilidade 60
Sábado
Comércio Internacional 60
Lei seca (demais) 20
Auditoria 60
Domingo Discursivas 80
Informativos/Jurisprudência 70
Extra: Língua Estrangeira

Ciclo final com 8h

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


49 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

CICLO FINAL (8 horas)

Dia Matéria Tempo Capítulo Início Fim


D. Tributário 90
Matemática 90
D. Constitucional 90
Segunda
Auditoria 90
Comércio Internacional 90
Lei Seca (CTN) 30
D. Administrativo 90
Administração 90
Contabilidade 90
Terça
Leg. Tributária 90
D. Previdenciário 90
Lei Seca (CF) 30
Português 90
Leg. Aduaneira 90
D. Tributário 90
Quarta
Contabilidade 90
Discursivas 90
Lei Seca (demais leis) 30
D. Tributário 90
Matemática 90
D. Constitucional 90
Quinta
Auditoria 90
Comércio Internacional 90
Lei Seca (CTN) 30
D. Administrativo 90
Administração 90
Contabilidade 90
Sexta
Leg. Tributária 90
D. Previdenciário 90
Lei Seca (CF) 30
D. Tributário 90
Matemática 90
D. Constitucional 90
Sábado
Auditoria 90
Comércio Internacional 90
Lei Seca (demais leis) 30
D. Administrativo 90
Contabilidade 90
Leg. Tributária 80
Domingo
Lingua Estrangeira 80
Discursivas 120
Jurisprudência/Informativos 60

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


50 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

10. ORIENTAÇÕES PARA QUEM ESTUDA PARA


FISCOS EM GERAL
Se você deseja, além da RFB, outros fiscos (estaduais e municipais), o
ideal é que comece estudando pelas matérias comuns a todos esses
concursos. Um grupo de disciplinas que está presente em praticamente todos
eles são as seguintes:
✓ Português
✓ Matemáticas (MF, RL e Estatística)
✓ D. Constitucional
✓ D. Administrativo
✓ D. Tributário
✓ Contabilidade
✓ Auditoria
Além disso, para os fiscos estaduais, é de suma importância e de
grande peso na prova a matéria de Legislação Tributária Estadual (LTE).
Então, se for possível, já inclua no seu ciclo de estudos a parte da LTE comum
a todos os fiscos - parte constitucional, Lei Kandir e Lei dos convênios (LC
87/96 e LC 24/75).
Assim como no fisco estadual, há uma parte comum dos fiscos
municipais, que é bem menor por sinal.
Após o estudo dessas matérias bases, inclua outras que são mais
parecidas dentre os editais que está em vista no momento. As administrações
geral e pública também são exigidas em muitos fiscos, apesar de geralmente
não ter um peso muito grande na prova.
Após esgotar as matérias comuns, é hora de tomar decisões para qual
concurso deseja se dedicar mais, caso ainda não tenha nenhum dos
concursos autorizados ou com edital publicado.
Existem outras matérias que já caíram nos concursos da RFB e que
geralmente são cobradas nos fiscos estaduais: Direito penal, Direito Civil,
Direito Empresarial, Economia e Finanças. Então, sempre existe a
possibilidade delas voltares para os próximos editais.
Em suma, estude primeiro as matérias comuns a todos os fiscos, e
depois vá fazendo escolhas entre essas citadas.
Lembre-se, porém, que as matérias que são exclusivas do concurso da
RFB (Comércio Internacional, Legislação Aduaneira, Leg. Trib. Federal e
Direito Previdenciário) são grandes e não podem ser deixadas para estudar
após o edital.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


51 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

11. ORIENTAÇÕES GERAIS DE COMO SE PREPARAR


PARA PROVAS DISCURSIVAS
Quando for iniciar os estudos para discursiva, você já terá um bom
embasamento teórico, pois já estudou as matérias. Então, tenha isso em
mente: todo estudo para prova objetiva se aplica à prova subjetiva. Não
pense que você não sabe de nada.
Três pontos são importantes para essa preparação: a) fazer um curso
de discursiva; b) não deixar a preparação para o final; c) treinar, treinar e
treinar.
O primeiro ponto digno de nota é que aconselho você a fazer um curso
de discursiva com correção de redação. Ele vai te ajudar a entender como
funciona essa prova e a conhecer a grade de correção aplicada pela banca.
Um exemplo básico do que vai aprender com a grade de correção da
prova é que a “omissão de tópico” perde mais pontos do que a “argumentação
errada”. Então, às vezes, vale a pena não deixar de falar do tópico mesmo
que sua argumentação não esteja correta.
Outro fator importante é não deixar para se preparar para as
discursivas somente após a primeira fase do concurso, pois pode não dar
tempo chegar bem treinado para o dia da prova. Então, quando tiver um bom
nível de conhecimento nos estudos para as provas objetivas, já inicie os
estudos para a discursiva.
Assim como no estudo para as provas objetivas, na discursiva, temos
que treinar questões. Para isso, devemos pegar provas anteriores, de
preferências dos concursos da RFB para que você comece a se familiarizar
com o estilo dessas provas.
Comece o treino fazendo uma redação. Com o tempo, comece a fazer
a quantidade de redações da prova. Simule exatamente como seria no dia.
Você terá que escrever durante 5h sem parar. Isso cansa bastante. Então,
treine muito antes e esteja preparado.
Além de escrever as redações, é necessário que alguém gabaritado
corrija essas redações para você. Aqui é o momento em que vai verificar seus
principais erros e pontos fracos. Por isso é importante que o curso que for
fazer tenha correção de redação. Ou depois contrate alguém para corrigir
suas provas.
Não esqueça: treino é fundamental! Pratique bastante e não deixe para
a última hora. Comece pelas provas anteriores, depois siga para sugestões
de temas de professores e especialistas em cada disciplina. Por fim, você
pode ainda tentar criar temas novos para escrever.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


52 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

12. DICAS PARA SE SAIR BEM NAS PROVAS DA


RECEITA FEDERAL
A Esaf costumava aprontar algumas com os concursos da RFB. Na
prova em que fui aprovado para AFRFB, vários candidatos de nível altíssimo
foram eliminados porque não fizeram os mínimos em Auditoria ou D.
Administrativo, principalmente.
Eu fiquei classificado em 14º na prova objetiva, e candidato que tinha
ponto suficiente para ficar entre os 10 primeiros ficou de fora por não
conseguir fazer a pontuação mínima em alguma prova.
Além disso, em 2012, poderiam ser nomeados até 300 candidatos,
porém somente 254 conseguiram fazer as pontuações mínimas.
Em 2014, muita gente boa ficou de fora porque não conseguiu os
mínimos em Legislação Tributária. Não pense que isso é exceção. Muita gente
fica de fora somente por conta dos mínimos exigidos individualmente em cada
prova.
Então, primeiro ponto importantíssimo para o concurso da RFB: não
corra o risco de ser eliminado em nenhuma prova. Você precisa ter
conhecimento em todas as áreas, mesmo que seja um mínimo.
Acredito que as próximas bancas devem manter os mínimos
necessários por disciplina e o alto nível das provas.
Torne-se um concurseiro completo, saiba da doutrina da legislação e
da jurisprudência. Assim, não correrá risco de eliminações.

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


53 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

13. CONTROLAR E MONITORAR RESULTADOS


Vou fazer uma pergunta: você controla e monitora seus estudos?
Não?
Controlar os estudos é tão importante quanto planejar e executar seu
plano de estudos.
O que devemos controlar?
Dentre os indicadores mais importantes, temos: cumprimento de
metas, evolução de estudo por matérias, índice de evolução no edital,
quantidade de questões, índices de acertos de questões, razões dos erros das
questões.
Por que devo controlar?
· Saber para onde está se dirigindo.
· Como está o desempenho.
· Se precisa fazer ajustes.
· Se está indo bem ou mal.
· Se está cumprindo as metas. Se não, quais interferências estão
atrapalhando.
Quando não controlamos os estudos, não temos noção se estamos indo
bem ou mal.
A partir do momento em que você passa a fazer isso, salta aos olhos
o que está te atrapalhando. Com isso, você poderá corrigir os desvios ou o
que não está dando certo. Isso vai ajudá-lo a identificar os possíveis
problemas.
Então, tenha uma planilha por meio da qual você possa monitorar e
controlar todos os indicadores acima citados.
Conheço alguns concurseiros que têm medo de fazer questões e/ou
simulados e de saber se realmente estão preparados.
Não faça isso. Essa é a hora de se testar! Essa é a hora de corrigir os
eventuais erros de planejamento ou de estratégia.
Então, controle e monitore seus estudos e conseguirá enxergar tudo
que pode melhorar na sua preparação!

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


54 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

14. DEPOIMENTOS
Ney Novais – Auditor Fiscal da SEFAZ MT
Eu estava parado há um tempo, tinha vontade de voltar
a estudar mas não me sentia seguro, estava sem
confiança.
Eis que conheci o professor Bruno e, logo de pronto, me
encantei com sua didática e metodologia.
O professor conseguiu resgatar minha confiança e
autoestima, montou um plano de estudos de acordo com
minha carga horária e me fez entender a importância dos resumos e questões
nos concursos públicos.
Aliada a excelente técnica, as conversas no WhatsApp quase que diárias e os
encontros mensais no Skype foram a fórmula ideal para minha grande
alavancagem nos estudos.
Eu vi que estava realmente focado e no caminho certo quando, durante a
preparação, tirei férias do trabalho em janeiro, em pleno verão de Salvador,
e consegui só pensar em estudos, batendo meu recorde de horas líquidas
com muita qualidade.
Obrigado, mestre Bruno, por me fazer acreditar que com boas técnicas,
organização e muita dedicação a aprovação chega para qualquer um.

Nayara Alice – Aprovada na PRF – 15º lugar


Meu primeiro contato com o mundo do
coaching/mentoria foi no início de 2018 com o Bruno, e
eu já estudava desde 2015 para concursos (“do meu
jeito”). Ele me fez abrir os olhos para muitos quesitos
que eu não dava tanta importância, como: escolha de
materiais de estudo, resolução de questões, materiais
de revisão, discursivas etc. Ter alguém que já foi
aprovado me auxiliando me deu uma maior confiança e segurança no
processo. Graças aos nossos encontros semanais pude dar uma boa
alavancada nos meus estudos nessa época. Obrigada por ter feito parte da
minha história de aprovação. Tenho certeza que ainda irá mudar muitas
vidas!

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


55 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

Bruna Sales – Aprovada no ISS Guarulho – 4º lugar


Começamos a trabalhar juntos no início de 2018, e
percebi o quanto estudava mal. Estudava mal e isso
trazia um sofrimento totalmente desnecessário.
Mudamos toda a minha metodologia de estudo. Passei a
estudar por horas líquidas, a fazer turnos menores de
estudo (1h), revisões constantes, muitos exercícios e,
principalmente, a focar nas minhas dificuldades. A única
coisa que não mudei foi minha disciplina p/ estudar, sempre mantive minhas
metas em dia. Não adianta estar bem assessorado se você não fizer a sua
parte.

Após alguns meses de consultoria, vieram ICMS GO e ICMS SC. Estudei


muito, mas fracassei. Saí esgotada e totalmente descrente da minha
capacidade. Mais uma vez o Bruno foi luz e, com muita paciência, me fez
acreditar que minha aprovação era possível. Fizemos novos ajustes e
passamos a controlar meu rendimento por assunto dentro de cada matéria,
reforçando os assuntos em que meu nível de acerto era mais baixo. Com isso,
meu rendimento aumentou e o resultado chegou: 94% de acerto na prova do
ISS Guarulhos.

Pedro Goes – Aprovado no ISS Curitiba


Foi a primeira vez que resolvi confiar no trabalho de um
coach, e valeu a pena. Cada dica foi útil: desde a
confecção do material de resumo até as dicas para o dia
da prova. Mas o que me ajudou mais foi o controle que
aprendi a fazer. Controlar o que eu estudava, ver meu
próprio progresso, isso foi o que me manteve motivado
e me ajudou a trabalhar duro em busca da aprovação. O resultado não
demorou muito a vir: 4º lugar na prova objetiva do concurso da Prefeitura de
Curitiba para Auditor Fiscal!

Anna Paula Vieira

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


56 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

Comecei com a consultoria por indicação de um colega.


Já tinha ouvido falar sobre esse tipo de consultoria, mas
achava que não precisava. Quando comecei a trabalhar,
o tempo disponível para estudar tornou-se escasso, assim
eu não conseguia seguir com constância nenhum
planejamento, sempre o reiniciando. Após o início da
consultoria, com os horários organizados e metas para
cumprir, consegui desenvolver e avançar nas disciplinas, inclusive na
finalização de algumas. Por isso, minha confiança para as próximas provas
aumentou substancialmente. Antes eu não me achava preparada para
nenhum teste, já hoje sei que posso tentar. É palpável a diferença entre a
Anna antes da consultoria e depois. Além disso, achei o pessoal que nos
atende bem preparado e sempre à disposição para qualquer dúvida. Quando
fazemos encontros via Skype, termino muito mais motivada a continuar.
Diante disso, resta meu muito obrigada por me fazer acreditar que eu posso!

Faça parte também dessa comunidade de aprovados!


Comunidade de concurseiros que buscam mudar de vida por meio dos
estudos e da aprovação em concursos públicos.
Conte com a experiência de quem já foi aprovado nos concursos mais
difíceis e ajuda há 14 anos outras pessoas a realizar o sonho de alcançar seu
cargo público.
Aprenda o caminho das pedras, tudo que precisa ser feito, para
conseguir vencer as bancas examinadoras.

BENEFÍCIOS DA COMUNIDADE
• Curso completo de Técnicas de Estudo;
• Aulas semanais ao vivo com tira-dúvidas;
• Saiba como ter o máximo de eficiência com o tempo que tem
disponível para os estudos;
• Aprenda a criar o hábito de estudar, com disciplina e motivação;
• Aumente seu foco, concentração e produtividade nos estudos;
• Entenda como deve montar seu ciclo de estudos de acordo com
sua realidade;
• Veja como se preparar de forma eficiente após a publicação do
edital.
• Participe da maior comunidade de concurseiros do Brasil.
QUERO PARTICIPAR

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


57 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/
Telegram
Prof. e Coach Bruno Bezerra

15. RECADO FINAL


DECISÃO DE SER CONCURSEIRO
Você quer ser aprovado?
Qual o tamanho da sua vontade de alcançar esse objetivo?
O que você está fazendo para chegar lá?
Primeiro você precisa tomar a DECISÃO de estudar. Você tem que
iniciar sua preparação (Tem que haver AÇÃO!).
E depois ter o COMPORTAMENTO de um concurseiro profissional e,
por fim, tornar esse comportamento HÁBITO.
E o fim será com sua POSSE!
Para isso, entre de cabeça no mundo dos estudos. Não entre por entrar
ou para ver no que vai dar. Seja um profissional dos estudos! Respire
concurso! Faça uma IMERSÃO nesse mundo.
O tamanho da sua vontade é que vai determinar a velocidade da sua
aprovação. Quanto mais se dedicar, mais rápido virão os resultados.
O que faz alguém ser muito bom em algo, a exemplo dos grandes
atletas? É a dedicação, é o trabalho duro, o esforço.
Se você se dedicar aos estudos com um bom planejamento e
estratégia, chegará lá.
Então, faça valer sua decisão de estudar e se esforce ao máximo, você
tem que dar “o gás”.
Acredite: o que aprova não é talento, e sim a vontade que você
tem para chegar lá. É o preço que está disposto a pagar.
Quanto vale seu sonho?
Esteja 100% dedicado ao seu propósito, treine pesado, se esforce o
máximo que puder. Acredite em você e siga firme rumo à aprovação!
Se fizer o seu melhor, lá na frente vai poder olhar para trás e respirar
tranquilo sabendo que fez o que era possível. Não terá que amargar a
sensação de arrependimento por não ter estudado e ter desistido do seu
sonho.
Espero, do fundo do coração, que este pequeno livro digital o ajude a
conquistar seu sonho.
E tenha uma certeza: vale a pena!
Vamos rumo a sua POSSE!
Grande abraço e bons estudos!

TROPA DA APROVAÇÃO Facebook Instagram


58 de 58
https://www.instagram.com/profbrunobezerra/