Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – UNIDADE DIVINÓPOLIS

CURSO: HISTÓRIA – 1o PERÍODO


DISCIPLINA: BASES PEDAGÓGICAS DO TRABALHO ESCOLAR E PRÁTICA DOCENTE
CARGA HORÁRIA: 60 HORAS
CRÉDITOS: 04
PROFESSOR: Tiago Aparecido da Silva
E-MAIL: tiago.silva@uemg.br

EMENTA: Articulação do conhecimento histórico/historiográfico com a prática docente. Mobilização de


diferentes naturezas e experiências, em diferentes tempos e espaços curriculares, visando contribuir para a
formação da identidade do professor como educador. Educação inclusiva e ensino de História.

OBJETIVOS: Realizar um balanço do ensino de história no Brasil contemporâneo. Discutir conceitos centrais
para a formação do professor de História. Debater a questão identitária em suas propostas e a partir de
uma perspectiva crítica.

METODOLOGIA
Aula expositiva e interativa.

AVALIAÇÃO
Trabalho em grupo (30 pontos), Avaliação (30 pontos) e Trabalho Individual Final (40 pontos).

PROGRAMA/CRONOGRAMA DE CURSO

MODULO – I – FUNDAMENTOS DO ENSINO DE HISTÓRIA

31/07: Apresentação do curso

05/08: Aula: Introdução ao Ensino de História

12/08: TEXTO – I: BITTENCOURT, Circe. Reflexões sobre o ensino de história. Estudos Avançados, ano 32,
n. 93, 2018, pp. 127-149. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ea/v32n93/0103-4014-ea-32-93-
0127.pdf;

19/08: TEXTO – II: PINSKY, Jaime & PINSKI, Carla. O que e como ensinar? In: KARNAL, Leandro (Org.).
História em sala de aula. São Paulo: Contexto, 2007, pp. 17-36.

26/08: TEXTO – III: BEZERRA, Holien. Ensino de história: conteúdos e conceitos básicos. In: KARNAL,
Leandro (Org.). História em sala de aula. São Paulo: Contexto, 2007, pp. 37-48.

02/09: TEXTO – IV: BITTENCOURT, Circe. Capitalismo e cidadania nas atuais propostas curriculares de
história. In: BITTENCOURT, Circe (org.). O saber histórico na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2004, pp.
11-27.
MODULO – II – LINGUAGENS E RECORTES

09/09: TEXTO – I: NAPOLITANO, Marcos. A televisão como documento. In: BITTENCOURT, Circe (org.). O
saber histórico na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2004, pp. 149-162.

16/09: TEXTO – II: VISENTINI, Carlos. História e ensino: o tema do sistema de fábricas visto através de
filmes. In: BITTENCOURT, Circe (org.). O saber histórico na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2004, pp.
163-175.

23/09: TEXTO – III: KARNAL, Leandro. História Moderna: a História Moderna e a sala de aula. In: idem
(Org.). História em sala de aula. São Paulo: Contexto, 2007, pp. 127-142.

30/09: TEXTO – IV: FERNANDES, Luiz & MORAIS, Marcus. História da América: renovação da História da
América. In: KARNAL, Leandro (Org.). História em sala de aula. São Paulo: Contexto, 2007, pp. 143-162.

07/10: TEXTO – V: NAPOLITANO, Marcos. História Contemporânea: pensando a estranha história sem fim.
In: KARNAL, Leandro (Org.). História em sala de aula. São Paulo: Contexto, 2007, pp. 163-184.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

ARAÚJO, Ulisses. Temas transversais e a estratégias de projetos. São Paulo: moderna, 2003.
ARROYO, Miguel. Imagens quebradas: trajetória e tempos de alunos e mestres. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.
CABRINI, Conceição, CIAMPI, Helenice; VIEIRA, Maria do Pilar de Araújo. Ensino de História: revisão
urgente. São Paulo: Educ,2005.
BITTENCOURT, Circe. Ensino de história: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2004.
BITTAR, Eduardo. Ética, Educação, Cidadania e Direitos Humanos. São Paulo: Manole, 2004.
CARRETERO, Mario, ROSA, Alberto, GONZÁLES Maria Fernanda. Ensino da História e memória coletiva.
Porto Alegre: Artmed,2005...
CHARTIER, Roger. A aventura do livro: do leitor ao navegador. São Paulo: Unesp, 1998.
CITELLI, Adilson. Outras linguagens na escola: publicidade, cinema e TV, rádio, jogos, informática. São
Paulo: Cortez, 2000.
DEMO, Pedro. Educar pela pesquisa. Campinas, SP: Autores Associados, 2005.
ESTEBAN (ORG.) Escola currículo e avaliação. São Paulo: Cortez, 2008.
FARIA, Ana Lúcia. Ideologia do livro didático. São Paulo: Cortez editora, 2002.
HERNÁNDES, Fernando, VENTURA, Monntserrat. A organização do currículo por projetos de trabalho.
Porto Alegre: Atmed, 1998.
ALENCASTRO, Ilma Passos, AMARAL, Ana Lúcia (orgs). Formação de professores: práticas e debates. São
Paulo: Papirus, 2002.
_______________ Cultura Visual, mudança educativa e projeto de trabalho. Porto Alegre: Artmed, 2000.
LAJOLO, Marisa. Livro didático: um quase manual do usuário, Brasília, Em aberto, v. 16, n 69 jan. 1991.

LOMBARDI, José Claudinei, CASIMIRO, Ana Palmira Bittencourt Santos, MAGALHÃES, Lívia Diana Rocha
(orgs). História, cultura e educação. Campinas, SP: Autores Associados,
MOYSÉS, Lucia. O desafio de saber ensinar. São Paulo: Papirus, 1995.
NAPOLITANO, Marcos. Como usar a televisão na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2007.
_______________. Como usar o cinema na sala de aula. São Paulo: contexto, 2008.
NOVASKI, Augusto João. Sala de aula: uma aprendizagem do humano. In. MORAIS, Regis (org.). Sala de
aula: que espaço é esse? Campinas: Papirus, 2001.
PENIN, Sonia F. de Sousa. A aula: espaço de conhecimento, lugar de cultura. Campinas: Papirus, 1994.
RAMA, Ângela, VERGUEIRO, Waldomiro, BARBOSA, Alexandre, RAMOS, Paulo. Como usar as histórias em
quadrinhos na sala de aula. São Paulo: Contexto,2000.
TARDIF, Maurice, LESSARD, Claude (orgs). O ofício de professor. Petrópolis, RJ: Vozes,1990.