Você está na página 1de 2

Níveis de Organização.

O corpo humano pode ser dividido seguindo mais de um critério. O mais


básico, o do visual externo, nos leva a uma divisão em três grandes blocos, a
cabeça, o tronco e os membros. Contudo, esta divisão muito usada nos
estudos anatômicos mais antigos não é muito detalhada e a partir dela podemos
inferir outra divisão:
Face
CABEÇA Crânio
Pescoço*

Tórax
TRONCO Abdômen

Superiores
MEMBROS Inferiores

Essa divisão ainda não é definitiva pois ela não leva em consideração os
vários graus de complexidade das partes, muito menos considera a anatomia
interna, ou seja, o conjunto de órgãos e estruturas que compõem o corpo
internamente. Para considerar essas informações, a mais completa forma de
dividir o corpo é usando um sistema com Níveis de Organização.
Nesta forma de dividir e estudar o corpo é possível iniciar sua análise da
parte mais complexa (o organismo) para a mais simples (a célula) ou ao
contrário, do mais simples para a mais complexa. Na tentativa de simplificar,
vamos partir da estrutura maior, o organismo, para a menor, a célula.
O corpo humano como um todo constitui um organismo. Cada ser
humano é um organismo vivo pluricelular (formado por várias células),
fisicamente independente de outros. Quando examinamos o organismo,
percebemos que ele é constituído por vários conjuntos de órgãos e estruturas
que trabalham juntos para realizarem uma ou mais funções relacionadas e
necessárias à sobrevivência do organismo. Desta forma, podemos dizer que um
sistema é o conjunto de estruturas e órgãos que trabalham juntos para
realizarem uma ou mais funções relacionadas.
Por exemplo, o coração, as veias e as artérias atuam juntos para permitir
que o sangue percorra todo o corpo, formando assim o Sistema Circulatório.
Quando passamos para um nível mais simples temos os órgãos que
compõem os sistemas. Cada órgão é um conjunto de tecidos que apesar de
desempenharem funções próprias, em conjunto contribuem para uma função
mais complexa.
Os órgãos por sua vez são formados por tecidos. Os tecidos são grupos
de células, de um único tipo ou de vários tipos, que ocupam posições
específicas no corpo ou em determinados órgãos, possuem funções comuns e
tem a mesma origem embrionária.
Finalmente, na posição mais baixa dessa escala, temos as células. Cada
célula de nosso corpo é a unidade básica da vida, ou seja, é a menor porção de
nosso corpo que ainda conserva as características gerais de um ser vivo.
Qualquer estrutura menor que componha uma célula não é por si só
considerada viva.
Podemos representar de forma resumida tudo o que foi dito acima
segundo o seguinte esquema:

Organismo
Possui

Formam
Sistemas
Possuem

Formam
Órgãos
Possuem

Formam
Tecidos
Possuem

Formam
Células

Você também pode gostar