Você está na página 1de 8

roteiro de leitura

UMA, DUAS, TRÊS PRINCESAS

autor Ana Maria Machado


ilustradora Luani Guarnieri
série Abrindo Caminho
editora Ática
formato 25,2 x 30,5 cm
número de páginas 40
faixa etária sugerida 8/9 anos

Este Roteiro de Leitura refere-se à obra Uma, duas, três princesas, da Editora Ática. Não pode ser comercializado.
antes de ler o livro • Descobertas que constroem sentidos
Pergunte aos alunos os nomes dos
“territórios” onde podemos encontrar
a) atividade de familiarização com o livro
informações:
Leitura... de tudo
Todo mundo sabe que a leitura de um livro > Nomes dos autores e ilustradores.
começa na primeira página, não é? Claro O que se pode pensar sobre o trabalho
que não! deles?
Há muitas informações que podem surgir > Biografias dos autores e/ou ilustradores.
numa exploração mais ampla, numa O que o leitor espera ao ler um livro
leitura que, exatamente por explorar de um autor já conhecido? Quais são
“outros territórios” dos livros, acaba por as expectativas diante da possibilidade
proporcionar o levantamento de várias de conhecer um autor novo?
relações que auxiliarão na construção de > Informações relativas à edição e o
sentidos do texto. É por isso que todo o que significam os marcadores que
livro precisa ser explorado “fisicamente”: aparecem, como número da edição e
da capa às informações finais. outras informações sobre catalogação.
Para isso, monte uma roda em um Há alguma relação entre a história e essas
lugar aconchegante e garanta que haja informações?
exemplares para todos os participantes > Nomes de pessoas envolvidas na
do grupo. Pergunte, em seguida, quem publicação do livro. O que cada uma faz?
conhece os nomes dos “territórios” dos Que relação tem com os leitores?
livros. Observe se os alunos utilizam nomes > O que significam os selos FSC e ABDR
como contracapa ou folha de rosto. que aparecem nessa página de créditos?

1
• Organizando informações • Focando personagens
Revise os nomes das partes que compõem Escolha algumas histórias da lista da
o livro e ajude os alunos a localizar os classe para analisar mais detalhadamente
diferentes tipos de informações que o movimento de alguns personagens.
aparecem na capa e na folha de rosto Para isso, auxilie os alunos, divididos em
(informações extratextuais) e no miolo grupos, a preencher fichas de identificação
(o texto propriamente dito). dos personagens analisados. Por exemplo:

Título do livro: UMA, DUAS, TRÊS


PRINCESAS (capa, lombada, falso-rosto Nome do personagem: ________________________
____________________________________________
e rosto)
Autora: ANA MARIA MACHADO História da qual ele faz parte:_________________
(capa, lombada, falso-rosto e rosto) ____________________________________________
Ilustradora: LUANI GUARNIERI (capa
Características físicas e comportamentais: _____
e rosto)
____________________________________________
Coleção/Série: ABRINDO CAMINHO ____________________________________________
(folha de rosto e contracapa ou quarta ____________________________________________
capa)
Editora: ÁTICA (capa, lombada e rosto) Resumo da situação que vive no conto: ________
____________________________________________

Este Roteiro de Leitura refere-se à obra Uma, duas, três princesas, da Editora Ática. Não pode ser comercializado.
____________________________________________
B) atividades de preconhecimento/ ____________________________________________
familiarização soBre o tema
Antes do encaminhamento da leitura Destino do personagem no final da história: ____
____________________________________________
da narrativa, é interessante a exploração
____________________________________________
dos recursos intertextuais utilizados ____________________________________________
pela autora. Comece pela retomada ____________________________________________
do repertório do grupo a respeito
Desenho do personagem:
dos contos de fada. Proponha:
(espaço)

1. Retomada e análise dos contos


tradicionais • Três filhos
Programe um tempo para que os alunos O ganso de ouro, O pescador e o gênio,
construam coletivamente uma lista A água da vida e O Gato de Botas são
de nomes dos contos tradicionais alguns dos contos que apresentam famílias
conhecidos. Para que a lista instigue com três filhos que vivem aventuras para
uma pesquisa mais comprometida, alcançar tesouros ou salvar o pai doente.
lance desafios que aumentarão, Reveja a lista de histórias dos alunos
gradativamente, o tamanho da lista. e observe se enfatizam a presença
Que tal começar com “temos dez desses personagens: os três filhos.
minutos para escrever os nomes
dos dez contos mais conhecidos • Ler para resolver enigmas…
do grupo”… A seguir, solicite que Investigue junto aos alunos as maneiras
eles preparem breves contações mais comuns, nas histórias de contos
das histórias menos conhecidas. de fada, de resolver enigmas.

2
2. Autora, ilustradora e história
Procure saber se alguma criança da classe ilustradora
se lembra de algum livro no qual Ana
Maria Machado tenha retomado os contos Luani Guarnieri nasceu em São
de fada para relatar história com inovações Bernardo do Campo (SP), em 1984,
críticas e bem-humoradas. e sempre gostou de desenhar. Seus
A autora inspirou-se nos contos de fada traços repletos de detalhes carregam
para criar, por exermplo: História meio influências da arte contemporânea
ao contrário, O príncipe que bocejava e do cinema moderno. Ela gostou
e A princesa que escolhia, para criticar muito de vivenciar o desafio de
certos comportamentos e regras sociais. ilustrar as incríveis princesas criadas
> Vocês conhecem alguma dessas por Ana Maria Machado porque são
histórias? A relação delas com os contos personagens corajosas e inteligentes.
de fada acontece por semelhança ou Luani relaciona a coragem das heroínas
oposição? com o que aprendeu com seus pais:
> O que vocês sabem sobre essa autora? a não ser uma princesa medrosa.
Vamos ler sua biografia?

Estimule a classe, dizendo como será


autora divertido e instigante ler uma história

Este Roteiro de Leitura refere-se à obra Uma, duas, três princesas, da Editora Ática. Não pode ser comercializado.
atual que se relaciona com contos
Ana Maria Machado nasceu no clássicos já conhecidos.
Rio de Janeiro, em 1941. Com
8 anos, já lia de tudo e, com o
tempo, querendo sempre aprender resenha do livro
e experimentar mais, tornou-se
uma mulher de muitas atividades e Neste Uma, duas, três princesas,
extensa produção literária. Sua obra tramas de contos de fada tradicionais
lhe proporcionou prêmios e títulos são desconstruídas e tratadas pela
importantes. É, inclusive, a primeira autora na construção de um enredo
autora infantojuvenil a ser eleita para novinho em folha. Tudo começa num
a Academia Brasileira de Letras. Tudo reino onde o rei e a rainha desejam
isso é o reconhecimento da grande um filho para herdar o trono. Vivem
autora que ela é, mas o que a deixa com amor e acabam por formar uma
feliz mesmo é saber que há muitas família com três lindas princesas.
crianças brasileiras e de outros E agora? O que fazer se tudo indica
países que adoram suas histórias. que é preciso um menino para herdar
o trono? É aí que os personagens,
munidos de recursos contemporâneos
Chame a atenção dos alunos para e com o firme propósito de superar
o significado das imagens das capas. a submissão aos encantamentos
> O que a ilustração das capas sugere mágicos, provocam transformações
a vocês? em situações já conhecidas e alteram
> Que tal procurar informações sobre os rumos da história e da narrativa.
a criadora das imagens deste livro?

3
3. Sequência de leitura
Temas: quebra de padrões / superação • Páginas 4 e 5
de comportamentos supersticiosos / Após a leitura desse trecho, pergunte:
magia x realidade / livro x internet > O que mais chamou a atenção de vocês
durante a leitura?
> Que tal uma leitura das ilustrações

durante a leitura do livro


dessas páginas e a explicitação do que
elas representam?
Proposta inventiva para o momento da
> O que pode significar para a família
leitura aguçará o entusiasmo de todos.
real o nascimento das meninas?
São estratégias que envolvem
antecipações, compreensão de sequências
• Páginas 6 a 9
narrativas e produção de sentidos para
Segue a leitura oral e, depois, os
o que for lido. Sugestões:
comentários das questões / situações:
> Por que a família real esperava por
1. Proposta de leitura
um menino?
Leitores proficientes fazem a leitura do texto
> Como o rei e a rainha receberam
verbal enquanto o grupo acompanha em
a terceira filha?
silêncio. A cada trecho lido, troca-se o leitor.
> Quem indicou a necessidade de

Este Roteiro de Leitura refere-se à obra Uma, duas, três princesas, da Editora Ática. Não pode ser comercializado.
mudança das leis do reino e por quê?
2. Proposta de registro
> A partir das imagens, que tal descrever
Ao final da sequência de leitura e discussão
fisicamente as três princesas?
de cada trecho, coordene uma análise dos
> O que pode mudar na vida das princesas
recursos literários utilizados pela autora na
com a alteração das leis do reino?
construção da narrativa. Registre no quadro
as ideias que os alunos apresentarem sobre
Chame a atenção das crianças para
as semelhanças e diferenças da história
as bandeiras que as princesas seguram
com os contos de fada.
na imagem das pp. 8-9.
> Sabem a que países pertencem?
Os contos de fada têm sempre
uma estrutura simples, personagens Existem vários países no mundo
e elementos mágicos, como bruxa, que seguem o sistema de
gigante, dragão, espelho, bota, monarquia, quer dizer, o chefe
bicho encantado… Os personagens de Estado é rei ou rainha. São
são fáceis de identificar, tem os monarquias: Espanha, Noruega,
bons e os maus. De repente, algo Bélgica, Japão, Tailândia… Por
acontece na trama que desestabiliza tradição, a maioria dos reinos
a harmonia anterior. Em seguida, foi ou é governado por homens.
os personagens se mobilizam, Há, porém, alguns países que têm
à procura de resoluções para o rainhas no trono: Rainha Elizabeth
conflito. Muitas vezes, o herói ou a II, do Reino Unido; a Rainha
heroína precisam vencer obstáculos Margarida II, da Dinamarca;
para poder restaurar a felicidade. e a Rainha Beatriz, da Holanda.

4
• Páginas 10 e 11 • Páginas 26 a 33
A leitura desse trecho poderá estimular Para explorar o que foi lido, compare
um breve debate: os movimentos das princesas pensando
> Um príncipe teria de agir como nos recursos utilizados e relacione com
as princesas para ser governante? os resultados obtidos, mas antes,
> Com a retomada das leis do reino, o movimento da princesa mais nova
a família real pode viver tranquilamente? merece atenção:
> Quais são as principais características
• Páginas 12 a 15 da busca da princesinha caçula?
Começa o conflito central da narrativa > O que ela encontrou pelo caminho?
e algumas questões poderão encaminhar > O problema foi resolvido?
a exploração do trecho lido: > Comparem agora os movimentos
> Quem pode comentar sobre o problema das princesas pensando nos recursos
que a família real estava enfrentando? utilizados e os resultados obtidos.
> O narrador faz uma comparação entre
esta história e outras conhecidas. Qual • Páginas 34 e 35
é a comparação e o que vocês sentiram Antes da leitura do texto verbal,
com a utilização desse recurso? é importante explorar a apresentação
> Como vocês acham que as princesas de um novo suporte: o jornal.

Este Roteiro de Leitura refere-se à obra Uma, duas, três princesas, da Editora Ática. Não pode ser comercializado.
atuarão diante da doença do rei? > Vocês sabem qual é a função de um
jornal na vida cotidiana das pessoas?
• Páginas 16 a 19 > Leiam a ilustração e o texto verbal.
Leitura seguida da análise das questões: Qual é o sentido do jornal na história?
> O que a filha mais velha gostava de fazer? > Qual é a crítica dos súditos em relação
> O que ela pensou sobre a possibilidade ao modo como as princesas tentaram
de resolução do problema? resolver o problema do reino?
> O que tentou fazer para ajudar o pai?
Conseguiu alcançar seu objetivo? • Páginas 36 a 39
> O que acontecerá com a próxima Antes da leitura do final da história,
princesa? É possível antecipar? o leitor oral pode destacar a fala
da filha mais velha, na p. 37:
• Páginas 20 a 25 “– Essa história de encantamento
> A segunda princesa tinha seus recursos. é falta de conhecimento”, para
Qual é a natureza desses recursos? Em que os alunos comentarem os sentidos
medida eles foram diferentes do que foi que percebem e levantarem hipóteses
pensado pela irmã mais velha? acerca do final da narrativa.
> Por que não conseguiu resolver o
problema do reino? 4. O que as ilustrações contam
> Em sua busca, a filha do meio levou Peça aos alunos que façam nova leitura
a pior. O que aconteceu com ela? do texto apenas pela observação
> Resta apenas uma filha para tentar das ilustrações. Para isso, sugira que,
salvar o rei. O que será que vai acontecer? considerando as imagens, alguns
Vocês sabem que métodos a caçula vai voluntários verbalizem o enredo com
utilizar? as próprias palavras.

5
> Qual é o papel masculino e feminino
na história? Tem semelhanças ou
ilustrações
diferenças no comportamento masculino
do feminino que vocês conhecem? Como?
Luani Guarnieri ilustrou a história com
> As situações cotidianas de vocês têm
riqueza de detalhes, intensidade na
semelhanças com as das princesas?
qualidade das ideias que as imagens
> O que vocês acham que precisa para
expressam e traço extremamente
ser um bom rei ou rainha?
elaborado. Com tudo isso, transformou
> O que vocês pensam sobre um reino
o texto imagético em forte aliado
do texto verbal na composição da atual ser governado por mulher?
narrativa e na construção intertextual. > Algum de vocês já soube de alguém que
É fácil verificar, nas ilustrações, recorreu aos livros de contos de fada em
convergências entre as perspectivas busca da solução de algum problema?
clássica e contemporânea e entre > Na p. 34, um leitor zangado diz:
diferentes referências – personagens “É necessário saber se dá para acreditar
e cenários especialmente – dos no que a gente encontra quando navega”.
contos tradicionais. É interessante Como vocês agem quando navegam em
observar entre os objetos desenhados busca de alguma informação?
alguns móveis inspirados em famosos > Como vocês agiriam se lhes fosse dada a

Este Roteiro de Leitura refere-se à obra Uma, duas, três princesas, da Editora Ática. Não pode ser comercializado.
designers da atualidade. A composição incumbência de salvar esse rei da história?
no uso das cores e no trabalho > Algum de vocês já pensou em resolver
em preto e branco proporciona um problema por métodos mágicos?
movimentos de figura e fundo que > Na p. 39, o narrador fala em relação
localizam os leitores nos aspectos à filha mais velha: “Por isso viveu feliz
centrais ou no contexto deles de às vezes. Como todo mundo, teve dias
acordo com o desenrolar da narrativa. de riso e dias de choradeira”. O que vocês
acham desse comentário?

depois da leitura do livro B) atividades de reconhecimento


dos elementos da narrativa

a) hora do deBate
A apropriação dos elementos que
Outra conversa estruturam e delineiam a narrativa é
Solicite a atenção do grupo para operação fundamental na compreensão
uma conversa sobre as atualizações dos textos e nas possibilidades de
utilizadas pela autora na escrita do ampliação dos recursos de escrita ficcional.
conto. Chame a atenção deles para Nesse sentido, alguns destaques são
os elementos tecnológicos nas pesquisas importantes:
das princesas (computadores, tablets,
carros...) e os valores e perfis que 1. Personagens, fundamentais nos textos
foram alterados (a falta de interesse narrativos, são os responsáveis pelas ações
na busca de um príncipe, por exemplo). e conflitos que aparecem na trama. Figuras
Logo depois, peça que observem que se assemelham a pessoas ou mágicos
relações entre a história e a vivência como animais dotados de capacidades
de cada um. Sugestões: humanas, bruxas, fadas e outros. De modo

6
geral, são classificados como principais de narrador-protagonista ou narrador-
(estão no centro da trama) e secundários -personagem.
(contextualizam as situações).
Peça aos alunos que releiam o início
da história (p. 4) e pergunte:
personagens > Quem está contando tudo isso?

> Rei e rainha – pais amorosos


e soberanos sensíveis do reino. narrador
> Primeira princesa – filha mais velha,
morena, com cabelos cacheados e Conta a história como um narrador-
olhos que lembram azeitonas pretas. -observador. Ele utiliza no texto
Gosta de ler, é ativa e corajosa. os pronomes e verbos na terceira
> Filha do meio – também morena pessoa, começa assim: “Era uma
com cabelos cacheados, mas seus vez um rei que tinha uma filha…”.
olhos lembram avelãs. Gosta de
aprender algumas coisas e tem
Na releitura da p. 6, peça ao grupo
uma formação mais tranquila.
que ajude a definir quem emite as falas
> Filha mais nova – como as irmãs,
iniciadas por travessões e quem conta

Este Roteiro de Leitura refere-se à obra Uma, duas, três princesas, da Editora Ática. Não pode ser comercializado.
é morena, e tem olhos de jabuticaba.
o restante sem o travessão. Discernir
Sendo mais nova, ainda não tem muita
claramente narrador e personagens.
formação, mas é atuante e corajosa.
> Parlamentares, sábios e ministros
3. Linguagem e tipo de discurso é a
– participantes da vida política,
escolha das palavras para criação de
gostam de modernizar o reino.
sentidos e significados, o modo como
> O povo – súditos críticos em
são compostas para formar ideias, imagens
relação à política do reino.
e a liberdade na composição (expressão
> Personagens de outras histórias –
mais formal, mais coloquial...).
emblemáticos, muito conhecidos
dos contos clássicos.
linguagem e
Auxilie o grupo a analisar os perfis de tipo de discurso
princesas de outras histórias e a comparar
No caso deste conto, a autora
com a descrição e o comportamento das
utiliza uma linguagem que produz
princesas criadas por Ana Maria Machado.
imagens cheias de sentidos, além
> Há alguma semelhança? Há diferenças?
de provocar o humor em algumas
passagens engraçadas e até
2. Narrador é aquele que conta a história irônicas. Outro recurso utilizado
demonstrando as relações que a trama é a composição entre o discurso
propõe. Para isso, adota uma posição indireto (quando o narrador conta
de “olhar” o que acontece e isso o que foi dito) e o discurso direto
define o foco narrativo: quando em (falas dos personagens).
primeira pessoa do discurso, trata-se

7
Peça aos alunos que encontrem
no livro:
cenário
> descrições que provocam a formação
de imagens mentais (aquelas que Nesta história, o texto verbal foi
o leitor cria a partir do que lê e, complementado pela ilustração rica
portanto, não estão nas ilustrações). em detalhes e repleta de referências
> passagens com falas de personagens que misturam ícones clássicos e
que provocaram riso, tristeza ou ironia. elementos contemporâneos para
criar os cenários.
4. Tempo é a caracterização da duração
da ação da narrativa. Pode ser
cronológico (fatos narrados na ordem > Vocês podem apontar nos cenários
em que acontecem); psicológico ilustrados os elementos clássicos
(rememoração ou experiência dos e contemporâneos?
personagens marcam a duração);
ou histórico (que se refere ao momento
c) atividades de criação/lúdicas
Sugira à classe fazer o mesmo que a
em que os fatos acontecem).
autora, ou seja, utilizar contos de fada
conhecidos para criar novas histórias.

Este Roteiro de Leitura refere-se à obra Uma, duas, três princesas, da Editora Ática. Não pode ser comercializado.
> Pense quanta coisa pode acontecer
tempo
quando a ideia é:
– alterar o perfil do personagem
Neste conto, o tempo é
conhecido;
cronológico, marcado com
– atualizar o tempo;
uma sequência de fatos que
– achar final diferente para o conflito;
desencadeiam ações e conflitos:
– misturar duas ou mais histórias,
nascimento das filhas, revisão das
selecionando, por exemplo,
leis do reino, desenvolvimento dos
personagens de uma, cenário de outra...
perfis, doença do rei, as buscas
> Para a criação, é importante esboçar
de soluções para o conflito e a
as ideias por escrito. 1o) A escolha dos
resolução dele.
personagens e do cenário; 2o) a mensagem
a ser tratada (por exemplo, a quebra de
Distribua tiras de papel e proponha padrões como fez a autora); 3o) escolher
que os alunos copiem trechos da um problema a ser vivido pelos
história que marcam a passagem personagens (conflito); 4o) escolher
do tempo. Em seguida, peça que uma resolução original para o conflito.
as tiras sejam ordenadas na sequência > Depois de criado o projeto, é importante
em que ocorreram, mas agora sem escolher o modo de expressão /
consulta. apresentação da história: escrevendo,
representando ou desenhando.
5. Cenário é o conjunto de
características e elementos que
constroem a paisagem ou o ambiente
em que a trama se dá.