Você está na página 1de 27

Coordenação Estadual da Triagem Neonatal

“Teste do Pezinho”

CETN

CEMA
Triagem Neonatal

➢ O Programa Nacional de Triagem Neonatal – PNTN foi instituído


pelo Ministério da Saúde em 2001 (Portaria nº 822, de 06 junho de
2001), no âmbito do Sistema Único de Saúde – SUS. É uma

CETN estratégia preventiva em Saúde pública que possibilita a eliminação


ou amortização das sequelas e diminuição da mortalidade infantil,
associadas a cada uma das doenças que podem ser diagnosticadas
de 0 até 30 dias de vida.
Origem do Programa Triagem Neonatal

• De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 10% da


população do mundo é portadora de algum tipo de deficiência, e
dentre elas a deficiência mental representa um sério problema de
saúde pública.
CETN

• Em decorrência foram estudadas doenças congênitas graves, como


as triadas no programa, a fim de reduzir a morbimortalidade
infantil.
Fenilcetonúria e
Hipotireoidismo Congênito (Port. No.441, de 11 de outubro de 2001)
FASE I

Doença Falciforme
e outras Hemoglobinopatias (Port. No.507, de 06 de maio de 2013)

FASE II
Doenças
Triadas
CETN Fibrose Cística
(Port. 1.371, de 06 de dezembro de 2013)
FASE III

Hiperplasia Adrenal
Congênita e Deficiência de
(Port. 2.829, de 14 de dezembro de 2013)
Biotinidase
FASE IV

Toxoplasmose Congênita
(Port. 07, de 04 de março de 2020)
FASE V
Não implantada nos Estados da Federação
Breve Histórico (Amazonas)

CETN
Histórico (Amazonas)

➢ 2001- Foi implantado o Serviço de Referência em Triagem Neonatal :


• Maternidade Balbina Mestrinho
• APAE – Laboratório de Referência

➢ 2004 - Serviço de Referência em Triagem Neonatal – SRTN:


• Maternidade Nazira Daou FASE I
CETN • Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas – FHEMOAM

➢ 2010 - Serviço de Referência em Triagem Neonatal – SRTN:


• Maternidade Balbina Mestrinho
• Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas –
FHEMOAM
Breve Histórico (Amazonas)

➢2013 FASE II, III e IV - Organização da Triagem Neonatal, nos Municípios


do Amazonas;
➢2014 - Criação dos Postos de coleta do teste do pezinho,
➢2015 nos Municípios do Amazonas.

CETN ➢2017
➢2018
➢2019
Objetivos

• Ampliar a cobertura de 100% dos nascidos vivos triados pelo Programa, em todos
os Estados da Federação;
• Confirmar o diagnóstico das doenças triadas ;
• Acompanhar e tratar precocemente os pacientes identificados;
CETN
Etapas do Programa Nacional da Triagem Neonatal

➢ 1ª Etapa: Divulgação do teste do pezinho


O público alvo deve saber da existência da triagem neonatal; seus benefícios; os
riscos para os recém-nascidos que não são submetidos ao teste; a idade adequada
para sua realização; a necessidade de exames confirmatórios; o processo de
acompanhamento e recebimento dos resultados.

CETN
✓ Criação da Cartilha
✓ Folders informativos Confecção em 2020
✓ Banners: Informativos e Estatísticos
➢ 2ª Etapa: Busca Ativa
É o acompanhamento do resultado e localização do recém-nascido e sua família,
principalmente se o resultado for alterado, já que o tempo para o início do
tratamento é crucial para a morbimortalidade e sequelas sejam prevenidas.
✓ Através de Relatórios mensais dos testes alterados, emitidos pela FHEMOAM;
CETN ✓ Parcerias com as secretarias Municipais de Saúde, através da SEAASI;

➢ 3ª Etapa: Recoleta
Nessa etapa, diferenciam-se os resultados positivos dos falso positivos.
➢ 4ª Etapa: Tratamento
Nessa etapa, diferenciam-se os resultados positivos dos falso positivos.

➢ 5ª Etapa: Tratamento
CETN O tratamento é por toda a vida. O acompanhamento é realizado no Ambulatório de
Referência (Policlínica Codajás) por equipes multidisciplinar.
• O aconselhamento genético é de extrema importância para evidenciar a detecção de
portadores na família, possibilitando o diagnóstico no pré-natal de futuras gerações.
➢ 6ª Etapa: Avaliação periódica
• Deve ser constante e anual.
• verifica-se a cobertura populacional,
• Tempos gastos em cada etapa;
CETN • Detectar barreiras à realização precoce do diagnóstico e tratamento.

➢ 7ª Etapa: Qualificação
• Qualificação dos profissionais de saúde no Programa de Triagem Neonatal
Indicadores

➢Idade Média de RNs triados


Se a coleta ocorre na idade ideal, entre 3º e o 7º dia de vida;
COLETAS REALIZADAS EM 2019 2018

0 a 2 dias de vida 13.529 19.155

3 a 5 dias de vida 18.980 21.455

CETN 6 a 8 dias de vida 7.272 6.885

9 a 14 dias de vida 6.265 6.088

15 a 30 dias de vida 4.697 4.030

Acima de 30 dias de vida 980 476

TOTAL 51.723 58.089

Fonte: Relatório anual 2018/2019 - FHEMOAM


Indicadores

➢Tempo decorrido:
• Relacionado a chegada da primeira amostra no Laboratório, prazo
máximo de 05 (cinco) dias/ PNTN/MS.
INDICADORES DE TEMPO DECORRIDO

CETN 2019 2018


TEMPO MÉDIO
data da coleta e chegada da amostra no Laboratório
12,31 * 12,31

Fonte: Relatório anual 2018/2019 - FHEMOAM


Indicadores

INDICADORES DE TEMPO DECORRIDO

2019 2018
TEMPO MÉDIO
entre a data da coleta e a data de
chegada ao Laboratório 12,31 15

TEMPO MÉDIO
entre a data de chegada ao Laboratório e a emissão dos
CETN resultados 132,74 60

TEMPO MÉDIO
Entre a data de emissão de resultados e o tempo médio dos
reconvocados 50,73 60

Fonte: Relatório anual 2018/2019 - FHEMOAM


Indicadores

INDICADORES EXPRESSÃO PERFIL HEMOGLOBÍNICO

Hb 2019 2018

FAS 850 680

FAC 113 92

FAD 13 12

CETN FAE 02 00

FA INDETERMINADA 00 00

FS 02 03

FSC 00 01

Fonte: Relatório anual 2018/2019 - FHEMOAM


Indicadores
INDICADORES EXPRESSÃO PERFIL HEMOGLOBÍNICO

2019 2018
Hb FS/ BETA TALASSEMIA
00 00
FC
FD 00 00

FE 00 00

FSA 02 00
CETN
FCA 03 00

FDA 01 00

FEA 00 00

Hb F INDETERMINADA 09 09

Fonte: Relatório anual 2018/2019 - FHEMOAM


Coordenação Estadual da Triagem Neonatal
Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas

Obrigada!
CETN

Coordenadora Estadual: Maria Luiza da Conceição Sousa


Apoio Técnico: Priscila Souza da Cruz
E-mail: triagemneoam@saúde.am.gov.br

CEMA