Você está na página 1de 12

PORTUGUÊS ANA BECKENKAMP 11/09/2020 9º ANO

SEGUNDO

ATENÇÃO
Qualquer dúvida entre em contato comigo por esses números:
(45) 9 99740287 (TIM) ou pelo Whatsapp (45) 9 91166403.

ATENÇÃO ALUNO(A), RESPONDA TODAS AS QUESTÕES, NÃO DEIXE NADA EM BRANCO E


ATENÇÃO COM A DATA DE ENTREGA 👍🏻
José Eduardo Cardozo
AULA 77: Texto normativo (2) Miriam Belchior
AULA 78: Texto normativo (3) Paulo Bernardo Silva
AULA 79: Entrevista escrita (1) Clélio Campolina Diniz
AULA 80: Entrevista escrita (2) * Esse fragmento que se encontra em itálico “Estabelece
AULA 81: Entrevista escrita (3) princípios, garantias, direitos e deveres para o uso da Internet
no Brasil”, comumente aparece na cor vermelha. Entretanto,
AULA 77 para adequações didáticas foi usado o itálico em vez da cor
Na nossa última aula (de número 76) começamos a vermelha.
estudar textos normativos. Hoje continuaremos com esse
conteúdo. Para isso realizaremos uma aula de leitura e Agora vamos analisar juntos alguns aspectos:
vamos aprender a ler e compreender fragmento de texto Essa lei estabelece princípios, garantias, direitos
normativo, realizar antecipações, localizar informações e deveres para o uso da Internet no Brasil. A primeira
explícitas, inferir o sentido de palavras ou expressões e linha informa o número de identificação da lei e a data em
reconhecer as características do gênero. que foi sancionada.
Vamos lá? O trecho “Estabelece princípios, garantias,
Leia esse fragmento do Marco Civil da Internet que é um direitos e deveres para o uso da Internet no Brasil.”,
exemplo de texto normativo: trecho resume a lei, explicitando o seu conteúdo e suas
LEI Nº 12.965, DE 23 DE ABRIL DE 2014. motivações.
Estabelece princípios, garantias, direitos e deveres para o uso Foi o congresso que decretou essa lei.
da Internet no Brasil*(*essa parte aparece escrito em vermelho) Em textos normativos a linguagem é
A PRESIDENTA DA REPÚBLICA faço saber que o Congresso predominantemente concisa e objetiva com os verbos no
Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: modo indicativo na 3º pessoa do singular, o que indica
CAPÍTULO I
DISPOSIÇÕES PRELIMINARES
obrigatoriedade.
Art. 1º Esta Lei estabelece princípios, garantias, direitos e No fragmento “Art. 4º A disciplina do uso da
deveres para o uso da internet no Brasil e determina as internet no Brasil tem por objetivo a promoção: I - do
diretrizes para atuação da União, dos Estados, do Distrito direito de acesso à internet a todos;”, o pronome todos é
Federal e dos Municípios em relação à matéria. empregado para indicar que o direito de acesso se
Art. 2º A disciplina do uso da internet no Brasil tem como estende a toda à população, sem exceção.
fundamento o respeito à liberdade de expressão, bem como: Em “Art. 1º Esta Lei estabelece princípios,
I - o reconhecimento da escala mundial da rede; garantias, direitos e deveres para o uso da internet no
II - os direitos humanos, o desenvolvimento da personalidade e Brasil e determina as diretrizes para atuação da União,
o exercício da cidadania em meios digitais;
III - a pluralidade e a diversidade;
dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios em
IV - a abertura e a colaboração; relação à matéria.”, a palavra matéria faz referência ao
V - a livre iniciativa, a livre concorrência e a defesa do conteúdo da lei.
consumidor; e No “Art. 2º A disciplina do uso da internet no
VI - a finalidade social da rede. Brasil tem como fundamento o respeito à liberdade de
[...] expressão, […]” e no “Art. 4º A disciplina do uso da
Art. 4º A disciplina do uso da internet no Brasil tem por objetivo internet no Brasil tem por objetivo a promoção [...]”, o
a promoção: tema de cada um desses artigos é o fundamento da leia
I - do direito de acesso à internet a todos; e os objetivos de uso da internet.
II - do acesso à informação, ao conhecimento e à participação
na vida cultural e na condução dos assuntos públicos;
Essa leia entrou em vigor após 60 dias da
III - da inovação e do fomento à ampla difusão de novas publicação oficial.
tecnologias e modelos de uso e acesso; e São citados no final do texto os acontecimentos
IV - da adesão a padrões tecnológicos abertos que permitam a da Independência e a Proclamação da República.
comunicação, a acessibilidade e a interoperabilidade entre
aplicações e bases de dados. Características dos textos normativos
[...] O Texto normativo é aquele que integra um
Art. 32. Esta Lei entra em vigor após decorridos 60 (sessenta) conjunto de regras, normas e preceitos. Destina-se a
dias de sua publicação oficial. reger o funcionamento de um grupo ou de uma
Brasília, 23 de abril de 2014; 193º da Independência e 126º da
República.
determinada atividade.
DILMA ROUSSEFF
A Linguagem apresenta: denotação, verbos nos III – Incentivar a cultura literária, artística e desportiva de seus
modos infinitivo e imperativo, terceira pessoa do discurso, membros;
substantivos abstratos E pronomes indefinidos. IV – Promover a cooperação entre administradores,
O texto normativo que estamos estudando é uma funcionários, professores e alunos no trabalho Escolar
buscando seus a primoramentos;[...]
lei e ele é dividido em: CAPÍTULO III
- Preliminar: É a primeira parte do texto normativo. Da Organização do Grêmio Estudantil
LEI Nº 12.965, DE 23 DE ABRIL DE 2014. Art. 5º São instâncias deliberativas do Grêmio:
Estabelece princípios, garantias, direitos e deveres para o I – Assembleia Geral dos Estudantes;
uso da Internet no Brasil. II – Conselho de Representantes de Turma (CRT);
A PRESIDENTA DA REPÚBLICA faço saber que o III – Diretoria do Grêmio.
Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte [...]
Lei: Art. 10 Compete à Assembleia Geral:
Características I - Aprovar e reformular o Estatuto do Grêmio;
II - Eleger a Diretoria do Grêmio;
Epígrafe: Indica o tipo de composição, o número que ela III - Discutir e votar as teses, recomendações, moções, adendos
recebe e a data em que foi sancionada. e propostas apresentados por qualquer um de seus membros.
Ementa ou rubrica: apresenta, de forma resumida e [...] SEÇÃO III
clara, o conteúdo da lei. Da Diretoria
Preâmbulo: indica a autoridade que a decreta e a Art. 15 A Diretoria do Grêmio será constituída pelos seguintes
autoridade que a sanciona. cargos:
O texto de uma lei é composto da parte I - Presidente
normativa, que é dividida em capítulos, seções e II - Vice-Presidente
subseções. III - Secretário-Geral
IV - Primeiro Secretário
O artigo é a subseção básica da lei e é indicado V - Tesoureiro-Geral
pela abreviação Art. seguida de numeral ordinal (até o 9º) VI - Primeiro Tesoureiro
ou cardinal do (do 10 em diante). [...]
O artigo organiza-se em: Parágrafo Único - Cabe à Diretoria do Grêmio:
- parágrafo: desdobramento da norma do artigo, I - Elaborar o plano anual de trabalho, submetendo-o ao
complementando-a ou apontando uma exceção. É Conselho de Representantes de Turma e Conselho Escolar;
indicado pelo símbolo § seguido de um numeral ordinal II - Colocar em prática o plano aprovado;
ou cardinal. Quando é único indica-se "parágrafo único". III - Divulgar para a Assembleia Geral:
- inciso: desdobramento do artigo ou do parágrafo. a) As normas que regem o Grêmio;
b) As atividades desenvolvidas pela Diretoria;
Indicado por algarismo romano. c) A programação e a aplicação dos recursos financeiros do
- alínea: desdobramento do artigo, inciso ou parágrafo. Grêmio;
Indicado por letra. IV - Tomar medidas de emergência, não previstas
- item: desdobramento da alínea. Indicado por numeral no Estatuto, e submetê-las ao Conselho de Representantes
cardinal. de Turma; [...]
A parte final do texto de uma lei determina sua Disponível em: <http://www.pbccarlosgomes.seed.pr.gov.br/redeescola/
/23/1870/696/arquivos/File/EstatutoGremio.pdf>. Acesso em: 25 jul.
implementação. Nela, há a assinatura das autoridades
2020.
competentes e a localização no tempo e no espaço,
Vamos analisar algumas características desse texto!
além da referência a dois acontecimentos da história do
Esse texto é formado por partes do estatuto que
Brasil.
correspondem ao Capítulo I e do Capítulo III e o objetivo
E então, o que achou?
é informar os dados de identificação do grêmio e mostrar
Para reforçar o que estudamos faça as atividades
como ele se organiza.
dessa aula que estão na lista de exercícios.
Os capítulos são numerados e se subdividem em
AULA 78
partes também numeradas chamadas de Artigos.
Nas aulas 76 e 77 estudamos textos normativos e
No “Art. 5º São instâncias deliberativas do
hoje será a nossa última aula sobre esse conteúdo. Para
Grêmio:
isso realizaremos uma aula de leitura e vamos aprender a
I – Assembleia Geral dos Estudantes;
localizar informações explícitas, inferir o sentido de
II – Conselho de Representantes de Turma (CRT);
palavras ou expressões e a reconhecer as características
III – Diretoria do Grêmio. [...]” ,
do gênero.
a expressão “instâncias deliberativas” refere-se às
Para começar, pense sobre essas questões:
autoridades que possuem poder de decisão, ou seja, a
Em sua escola, como são tomadas as decisões que
assembleia geral dos estudantes, O conselho de
dizem respeito aos alunos?
representantes de turma e a diretoria do grêmio.
O que é cidadania?
No fragmento “CAPÍTULO III
O que é Grêmio estudantil?
Da Organização do Grêmio Estudantil
Leia esse fragmento de um exemplo de texto normativo:
Art. 5º São instâncias deliberativas do Grêmio:”,
ESTATUTO DO GRÊMIO ESTUDANTIL
Capítulo I
observamos que o assunto do Capítulo III é mais geral e
Da Denominação, Sede e Objetivos abrangente do que o do artigo 5º porque fala da
Art. 1º O Grêmio Estudantil é o órgão máximo de organização geral do grêmio.
representação dos estudantes do Colégio Estadual Carlo Em “I – Assembleia Geral dos Estudantes;
s Gomes localizado na cidade de Pato Branco e fundado em II – Conselho de Representantes de Turma (CRT);
XXXX com sede neste estabelecimento de Ensino. III – Diretoria do Grêmio.”,
Parágrafo Único - As atividades do Grêmio Estudantil reger-se- observamos que a organização dos incisos revela que há
ão pelo presente Estatuto aprovado em Assembleia Geral uma hierarquia entre as instâncias.
convocada para este fim. Estabelecendo a correspondência, temos:
Art. 2º O Grêmio Estudantil tem por objetivos:
I – Representar condignamente o corpo discente;
- alínea: detalha ou exemplifica aspectos apresentados
II – Defender os interesses individuais e coletivos dos alunos do no artigo ou no inciso, indicando-os por letras.
Colégio; - capítulo: refere-se, de forma mais ampla e abrangente,
o assunto a ser tratado.
- inciso: detalha os desdobramentos do assunto tratado Como você começa o seu dia? Você tem uma rotina
no artigo, numerando-os. matinal?
- artigo: detalha o assunto do capítulo. Meu dia geralmente começa com uma expedição pelo jardim.
A linguagem empregada em textos normativos é Dou ração aos pássaros, vejo o céu, as árvores. Às vezes surge
uma visita inesperada: um pássaro de passagem, uma ave, um
a formal. inseto. Essa é minha sintonia com a natureza, tema principal da
Considerando o “Parágrafo Único - As atividades minha poesia.
do Grêmio Estudantil reger-se-ão pelo presente Estatuto Em que hora do dia você sente que trabalha melhor?
aprovado em Assembleia Geral convocada para este fim. Você tem algum ritual de preparação para a escrita?
Art. 10 Compete à Assembleia Geral: Quase nunca me preparo para escrever. A maioria das vezes
I - Aprovar e reformular o Estatuto do Grêmio;”, ela, a poesia, me pega distraído. Produzo pouco, mas o que
Entende- se que o Estatuto do Grêmio é um documento geralmente escrevo tem relevância literária, vai para o meu
específico de cada grêmio estudantil. O papel da caderninho de anotações.
Assembleia Geral é debater e argumentar sobre como Como é o seu processo de escrita? Uma vez que você
compilou notas suficientes, é difícil começar? Como você
serão as eleições, a composição da diretoria, como a se move da pesquisa para a escrita?
entidade deve atuar em certas situações, ou seja, sobre Havia um tempo em que meu processo de escrita era
todo o funcionamento do grêmio. resumido assim: se eu levar mais de um segundo para escrever
O tema do parágrafo único do Art. 5º é as um poema é porque ele não vai ficar bom. Como são haicais, o
obrigações da Diretoria do Grêmio. poema geralmente brota como um raio. Com o passar dos anos,
Em: “A Diretoria deve elaborar o plano de me tornei muito técnico e perdi esse gatilho. Também no haicai
trabalho anual e colocar em prática o plano aprovado”, a pesquiso muito sobre a característica das estações, os temas
função do uso de sequências injuntivas no texto estatuto recorrentes no haicai tradicional.
é para determinar as ações a serem executadas. Como você lida com as travas da escrita, como a
procrastinação, o medo de não corresponder às
No fragmento “III - Divulgar para a Assembleia expectativas e a ansiedade de trabalhar em projetos
Geral: longos?
a) As normas que regem o Grêmio; Tenho períodos de falência criativa. Isso tem muito a ver com o
b) As atividades desenvolvidas pela Diretoria; trabalho e outras interferências. Então busco a meditação, um
c) A programação e a aplicação dos recursos financeiros foco maior na leitura. Tenho muitos projetos em aberto. (...)
do Grêmio;”, O que motiva você como escritor? Você lembra do
o inciso III se subdivide em partes denominadas alíneas momento em que decidiu se dedicar à escrita?
e elas tratam das informações que devem ser levadas à Minha motivação é a própria paixão pela literatura. Se pesasse
Assembleia Geral por parte da Diretoria. o fato de que vivemos num país em que o hábito da leitura e
consumo de arte ficam um último plano, nenhum artista iria
adiante. A decisão de me tornar escritor veio com a maturidade
Agora, vamos revisar o que estudamos nessas três e a segurança de ter um primeiro material para publicação.
aulas a respeito dos textos normativos! (...)
REVISÃO - Textos Normativos Disponível em : HYPERLINK "https://comoeuescrevo.com/alvaro-posselt/"
https://comoeuescrevo.com/alvaro-posselt/ acesso em 27/07/20.
- Possuem uma estrutura fixa, que busca hierarquizar e
organizar as informações de forma clara e objetiva; Todo gênero tem um contexto de produção, vamos
- Podem ser divididos em capítulos, títulos e seções; observar juntos:
- Os capítulos iniciais apresentam questões gerais;
- Os capítulos seguintes abordam questões particulares; Quem é o INTERLOCUTOR da entrevista?
- Os títulos especificam conjuntos de temas tratados; Os interlocutores desse texto podem ser qualquer pessoa
- O artigo (Art.) é a unidade básica do texto e pode ser dividido que se interessa por essa temática.
ou não em parágrafo (§); Quem é o PRODUTOR da entrevista?
- Quando um artigo é dividido em apenas um parágrafo, este se O autor desse texto é José Nunes e ele entrevista Alvaro
chama parágrafo único;
- As subdivisões dos artigos são chamadas de incisos
Posselt
(indicados por numerais romanos) e alíneas (indicadas por Qual a FINALIDADE da entrevista?
letras minúsculas); A finalidade dessa entrevista é divulgar o trabalho do
- Emprega-se a norma-padrão; autor e escritor Alvaro Posselt ao mesmo tempo em que
- Predominância de sequências injuntivas. informa o leitor sobre algumas curiosidades de como
ocorre o processo de escrita para ele.
Essa aula termina por aqui. Qual LOCAL de publicação?
Para reforçar o que estudamos, faça as atividades Esse texto está disponível no blog “Como eu escrevo”, do
que estão na lista de exercícios. autor José Nunes.
Bons estudos! Se essa entrevista fosse publicada em outro meio
AULA 79 de comunicação ela seria diferente, assim como teria um
Nessa aula vamos começar a estudar o gênero novo público-alvo e até uma nova finalidade.
entrevista escrita. Para isso realizaremos uma aula de O tema dessa entrevista é o movimento de
leitura e vamos aprender algumas marcas linguísticas e escrita do poeta Alvaro Posselt e a pergunta “Como é o
estruturais desse gênero, a identificar o contexto de seu processo de escrita?” pode comprovar essa
produção e o tema. afirmação.
Pense sobre essas questões... É possível estabelecer uma relação entre o tema,
Vamos imaginar que você pode entrevistar quem você local de publicação e o enfoque do blog. Ou seja, o blog
quiser no Brasil e no mundo. se chama “como eu escrevo”, indicando que o objetivo é
Quem seria? Por quê? mostrar o processo de criação dos autores.
Quais características são essenciais para se produzir A entrevista tem caráter, muitas vezes,
uma boa entrevista? documental e pode servir de base para a produção de
Qual a importância da entrevista para o leitor? novos gêneros. Por exemplo, na produção de um Artigo
Leia esse fragmento de uma entrevista escrita: de opinião, a entrevista pode servir como base de fatos,
as falas dos entrevistados revelam posicionamentos
Como escreve Alvaro Posselt sobre o mundo e fatos da vida. Deve ser referenciado
13 de fevereiro de 2020 by HYPERLINK "https://comoeuescrevo.com/author/nunes/" José Nunes
Alvaro Posselt é poeta curitibano.
e usado aspas caso haja uso de trecho literal.
Para entrevistar com propriedade, é preciso resultado que o satisfaz plenamente e garante segurança
estabelecer um planejamento e identificar o foco dado à suficiente para tentar vendê-las nos competitivos mercados do
entrevista. exterior, por preços compatíveis aos praticados em galerias da
Agora é com você! Europa e dos Estados Unidos.
Hoje, a pintura ocupa um espaço predominante na
Para reforçar o que aprendemos você pode fazer as rotina de Borges, mas foi a ilustração editorial para livros e
atividades que estão na lista de exercícios dessa aula. revistas que o iniciou no mundo da arte, quando ele descobriu
AULA 80 sua inegável vocação para unir cores e formas em um mesmo
Nessa aula continuarem a estudar o gênero plano. Vamos saber um pouco mais dele nesta entrevista.
entrevista escrita. Para isso vamos refletir sobre a leitura
de imagens com uma entrevista do pintor e ilustrador Conte um pouco de sua carreira como Ilustrador.
Rogério Borges, localizar informações explícitas, Com uma carreira de mais de 40 anos, eu já ilustrei para
identificar o assunto e algumas características da revistas do Grupo Abril ajudei a desenvolver os personagens da
entrevista escrita, além de algumas marcas linguísticas popular Vila Sésamo, escrevi e desenhei minhas próprias obras
que evidenciam o locutor. literárias e também criei ilustrações para diversos escritores,
Vamos lá? entre eles, Ruth Rocha e Pedro Bandeira.
Observe essa imagem.
Pinturas ou ilustrações?
A ilustração foi, por muito tempo, minha principal atividade
profissional. Mas, nas pinturas, encontro a melhor forma de
exercitar a minha própria identidade e a minha real visão como
artista.

No que diz respeito ao estilo das pinturas que vem fazendo


desde 2008, como você as classifica?
Eu chamaria essa série de ‘arte narrativa’. Na frente de um
quadro desses, cada um pode montar a sua própria história a
partir do que vê e de suas percepções. Cada obra convida para
um tempo grande de observação e provoca você a criar sua
própria interpretação.
Fonte: Edição 36 da Revista Colombo, especial Dia dos Pais – 2014
(texto adaptado pela professora Maísa Cardoso para a aula) disponível
em: HYPERLINK "https://issuu.com/lojascolombo/docs/book_colombo36"
https://issuu.com/lojascolombo/docs/book_colombo36 acesso em
29/07/20

Vamos analisar alguns aspectos!


Rogério Borges é um artista plástico cuja carreira
se pauta na ilustração e pintura.
Observe essas três características do gênero
entrevista presentes no texto lido: perguntas e respostas;
tema com foco em uma personalidade e a produção de
conteúdo sobre o autor, informações sobre o artista.
Por meio da entrevista é possível obter algumas
informações sobre o artista Rogério Borges: ele é
“A ESPERA” é uma tela grande 1,50mX1,00m que faz paranaense, tem 40 anos de vida artística, como
parte da série de Rogério Borges chamada Mitoplasmas ilustrador e pintor. Foi ilustrador da equipe Abril e ilustrou
e que poderá ser visualizada em detalhes no site para autores como Ruth Rocha e Pedro Bandeira, além
rogerioborges.com de ter produzido suas próprias histórias.
Pense sobre essas questões: Veja algumas marcas linguísticas que são típicas no
a) Nível sensorial, falando de tato, quais sãos as gênero entrevista escrita
sensações que lhe vêm? - Pronomes interrogativos e relativos: são os
b) Nível emocional: que sentimentos lhe absorvem ao pronomes que podem ser empregados em orações
olhá-la? interrogativas diretas ou indiretas. São eles: que, quem,
c) O que você vê? qual, quais, quanto, quanta, quantos, como, quantas etc.
- Verbos do dizer: são os verbos de elocução. A
Agora, vamos ler uma entrevista do autor dessa obra: elocução refere-se à maneira pela qual alguém se
Rogério Borges. expressa, quais palavras usa para fazê-lo. Por exemplo:
O ARTISTA E SUA BUSCA Conte - Fale - Relate - Narre – Explique.
ILUSTRADOR DE PROFISSÃO, O PARANAENSE ROGÉRIO No fragmento: “Conte um pouco de sua carreira
BORGES ENCONTRA NAS PINTURAS A LIBERDADE E A como Ilustrador.”, conte é exemplo de verbo do dizer.
SATISFAÇÃO MÁXIMAS DE UMA CARREIRA DE MAIS DE Em: “No que diz respeito ao estilo das pinturas
40 ANOS que vem fazendo desde 2008, como você as classifica?,
Vestido todo de preto, Rogério Borges concede a como é um exemplo de pronome interrogativo.
entrevista para a Revista Colombo rodeado de quadros em tons
No trecho: “Vestido todo de preto, Rogério Borges
escuros, cujas atmosferas transitam entre o sombrio e o surreal.
A descrição faz pensar, por um instante, que o artista esteja concede a entrevista para a Revista Colombo rodeado de
vivendo um momento de nebulosidade e introspecção em quadros em tons escuros, cujas atmosferas transitam
relação à sua arte. A verdade, no entanto, é que Borges entre o sombrio e o surreal.”, há o uso da terceira pessoa.
transpira, satisfação e alívio quando o assunto são as obras que Em: “Eu chamaria essa série de ‘arte narrativa’.
habitam o ateliê onde passa boa parte de seu tempo. Na frente de um quadro desses, cada um pode montar a
Depois de 30 anos na busca por um estilo que o sua própria história a partir do que vê e de suas
agradasse por completo, o paranaense de Ponta Grossa – mas percepções.”, há o uso da primeira pessoa pois reproduz
com uma carreira desenvolvida entre Curitiba e São Paulo – a fala do entrevistado.
encontrou na interação entre tinta, resina e objetos diversos (de
engrenagens e palitos a itens que iriam para o lixo) um
A proposta de leitura de imagem que o artista Revista: O que a MC SOFIA quer?
propõe é que cada leitor é convidado a fazer sua Quero ser uma dessas rainhas que ajudou os negros. Quero um
interpretação de acordo com suas histórias. show com todo mundo balançando o black comigo. Às vezes as
AULA 81 crianças xingam as outras e a professora só diz pra pedir
desculpas. Devia parar a aula e começar a explicar tudo, toda
Nas aulas 79 e 80 começamos a estudar o a história dos negros.
gênero entrevista escrita e hoje vamos finalizar esse Disponível em: revistatrip.uol.com.br. Acesso em 03/08/2020.
conteúdo. Para isso vamos aprender a inferir
informações, a identificar o tema, a localizar informações Vamos analisar alguns aspectos!
explícitas, a comparar textos e a identificar a finalidade e Estamos falando de ENTREVISTAS e da
algumas marcas linguísticas que são recorrentes nesse
importância delas como documento histórico e produção
gênero. de conhecimento. Nesta entrevista, podemos observar
Para começar, pense sobre essas questões... discussões a respeito de racismo, beleza negra,
Você acredita que crianças ou adolescentes podem ter adolescência e talento etc. Por exemplo, se fôssemos
atitudes altruístas? discutir a importância do estudo da cultura afro-brasileira
Cite adolescentes que fazem diferença em sua e africana na escola, como poderíamos usar essa
comunidade e como fazem isso.
entrevista? Poderíamos citar a entrevista de MC Sofia
Agora, leia esses textos que abordam essa temática: como garota negra que, por meio do conhecimento de
TEXTO 01 sua história, conseguiu ressignificar sua identidade racial
Katie Stagliano
Em 2008, a americana Katie Stagliano, então com 9 anos,
de modo positivo.
levou para casa sementes de repolho que ganhou na escola. Outro aspecto da ENTREVISTA é o seu formato
Ela as plantou no quintal e cuidou da planta até que crescesse e (estrutura visual) – neste caso, vamos rememorar? As
alcançasse 18 quilos... entrevistas são formadas por: Título + subtítulo + foto +
Katie doou o repolho gigante para uma instituição de Introdução + perguntas.
caridade que preparava refeições para pessoas carentes e Quanto ao contexto de produção da entrevista,
conseguiu alimentar mais de 270 pessoas com o vegetal. ela é assinada por Camila Eiroa e pode ter como
Impressionada e empolgada, a menina decidiu criar hortas cujos interlocutores os leitores da Revista Trip, os fãs da MC
produtos frescos seriam doados para aqueles com Sofia ou qualquer pessoa que se interesse pelo assunto.
necessidades. Hoje, aos 20 anos, ela cuida da ONG Katie's
Krops, que coordena mais de cem hortas mantidas por crianças
A partir da leitura da entrevista é possível
e jovens em diversas partes dos Estados Unidos. Em 2018 a perceber que a MC Sofia é uma garota que canta sobre
iniciativa, premiadíssima, doou mais de 10.000 kg de produtos racismo e faz rap e que por um certo tempo a referência
frescos para programas de combate à fome, centros de câncer de beleza pautado no padrão de cultura branca com
e famílias carentes. cabelos lisos afetou a sua autoestima dela, enquanto
Disponível em: HYPERLINK "http://www.uol.com.br. Acesso em menina negra.
03/08/20" www.uol.com.br. Acesso em 03/08/2020. Comparando os textos 1 e 2 observamos que
ambos falam sobre o altruísmo: Katie ajuda pessoas
TEXTO 02 carentes e Sofia busca passar uma mensagem para as
PRINCESINHA QUE NADA! meninas negras sobre autoaceitação e empoderamento.
MC Soffia canta sobre empoderamento de meninas negras Uma curiosidade: A expressão RAP provém da
desde os seis anos. Foi sua mãe que a apresentou ao hip língua inglesa, com o sentido de Rhythm And Poetry e
hop e hoje corre lado a lado da filha na carreira
traduzindo, significa Ritmo e Poesia.
POR CAMILA EIROA 24.08.2015
Soffia tem 11 anos e, como toda menina normal, vai à RELEMBRANDO...
escola, gosta de estudar e mais ainda de brincar. Carrega no Algumas marcas linguísticas do gênero entrevista
olhar toda a curiosidade sagaz de quem está descobrindo o escrita:
mundo. Porém, desde os seis anos, é MC Soffia (...) Ela canta - Verbos do dizer: contar, narrar, falar, dizer.
sobre sua própria realidade de menina negra, que precisa se - Pronomes interrogativos: que, quem, qual, quais,
amar e se afirmar todo dia. quanto, quanta, quantos, quantas.
Junto com sua mãe, Kamilah Pimentel, recebeu a Tpm
no apartamento em que moram, na Cohab Rap Tavares. Muito
enérgica, Soffia nos mostrou seu quarto e suas bonecas, feitas Dessa forma, observe:
à mão pela avó. Ela contou quando foi que começou a cantar. 1) Revista: Conte um pouco de sua trajetória.
"Eu participava do Futuro do Hip Hop [organização infantil] e 2) Revista: Qual a mensagem que MC Sofia canta?
tinham várias oficinas; de DJ, MC, grafite e break. Eu gostei 3) Revista O que a MC SOFIA quer?
muito da de MC e comecei a fazer as minhas músicas, que Em 1 o verbo contar “conte” é um exemplo de verbo do
falam sobre racismo." dizer e em 2 e 3 “qual” e “o que” são pronomes
Revista: Conte um pouco de sua trajetória. interrogativos.
Meus primeiros shows foram em eventos regionais de rap, mas
hoje já fiz apresentações ao lado dos Racionais MC's e de Flora
Matos. Também me apresentei no Vale do Anhangabaú, no
A nossa aula termina por aqui. Agora é com você!
aniversário da cidade de São Paulo quando eu tinha uns 7 anos. Para reforçar o que aprendemos você pode fazer as
Tinha muita gente! Fiquei nervosa, mas como eu era criança, atividades que estão na lista de exercícios dessa aula.
não liguei. Cantei e dancei demais. Foi muito legal".
Revista: Qual a mensagem que MC Sofia canta? AULA 82: Infográfico
Eu canto sobre a menina negra aceitar seu cabelo porque já AULA 83: Orações coordenadas - Revisão (1)
passei por isso. Sei que ela é xingada na escola e vai alisar o AULA 84: Orações coordenadas - Revisão (2)
cabelo. Eu já alisei, mas tem que aceitar natural, é bem mais
AULA 85: Orações coordenadas - Revisão (3)
bonito. Eu me lembro de todos os episódios de racismo que
enfrentei na escola... AULA 86: Orações coordenadas - Revisão (4)
Revista: E como a aceitação veio?
Foi quando minha mãe me levou para conhecer o mundo do hip AULA 82
hop. Juntas, fomos para diversos eventos, marchas e feiras com Na aula de hoje estudaremos sobre o gênero
mulheres negras que tinham aqueles cabelos lindos e grandões. infográfico. Para isso realizaremos uma aula de leitura e
Hoje eu quero que todas as meninas possam se aceitar por vamos aprender a ler e compreender infográficos e a
meio da minha música...
refletir sobre as inteligências múltiplas teorizadas por Infográfico 01:
Gardner.
Para começarmos, pense sobre essas questões:
Você se considera uma pessoa inteligente? Justifique sua
resposta.
Você já ouviu falar de Inteligências Múltiplas?
Agora, leia esse texto, que aborda essa temática:
Howard Gardner, o cientista das inteligências
múltiplas
A ideia de que existem várias aptidões além do
raciocínio lógico-matemático, apresentada pelo psicólogo,
causou grande impacto nos meios pedagógicos.
Formado no campo da psicologia e da neurologia, o
cientista norte-americano Howard Gardner causou forte
impacto na área educacional com sua teoria das
inteligências múltiplas, divulgada no início da década de
1980. Seu interesse pelos processos de aprendizado já
estava presente nos primeiros estudos de pós-graduação,
quando pesquisou as descobertas do suíço Jean
Piaget (1896-1980).
Por outro lado, a dedicação à música e às artes, que
começou na infância, o levou a supor que as noções
consagradas a respeito das aptidões intelectuais
humanas eram parciais e insuficientes. Até ali, o padrão
mais aceito para a avaliação de inteligência eram os
testes de QI, criados nos primeiros anos do século 20
pelo psicólogo francês Alfred Binet (1857-1911) a pedido
do ministro da Educação de seu país. O QI (quociente de
inteligência) media, basicamente, a capacidade de
dominar o raciocínio que hoje se conhece como lógico-
matemático.
Sob a influência do norte-americano Robert
Sternberg, que estudou as variações dos conceitos de
inteligência em diferentes culturas, Gardner foi levado a
conceituá-la como o potencial para resolver problemas e
para criar aquilo que é valorizado em determinado
contexto social e histórico. Ele concluiu, a princípio, que
Disponível em: blogbrainon.wordpress.com. Acesso em 03/08/2020.
há sete tipos de inteligência:
1. Lógico-matemática é a capacidade de realizar Infográfico 02:
operações numéricas e de fazer deduções.
2. Linguística é a habilidade de aprender idiomas e de
usar a fala e a escrita para atingir objetivos.
3. Espacial é a disposição para reconhecer e manipular
situações que envolvam apreensões visuais.
4. Físico-cinestésica é o potencial para usar o corpo com
o fim de resolver problemas ou fabricar produtos.
5. Interpessoal é a capacidade de entender as intenções
e os desejos dos outros e consequentemente de se
relacionar bem em sociedade.
6. Intrapessoal é a inclinação para se conhecer e usar o
entendimento de si mesmo para alcançar certos fins.
7. Musical é a aptidão para tocar, apreciar e
compor padrões musicais.
Disponível em: novaescola.org.br. Acesso em
03/08/2020.

E então, qual o seu tipo de inteligência?


Vamos observar dois textos que se chamam
INFOGRÁFICOS e que poderiam acompanhar o texto lido
anteriormente.

Disponível em: www.tribunadeituverava.com.br. Acesso em 06 de julho de 2020.

Veja algumas características do gênero INFOGRÁFICO:


- Texto muito utilizado pela mídia jornalística em
publicações que o exploram para elaborar notícias,
reportagens e divulgação de ciência e tecnologia.
- Parece haver consenso no jornalismo de que se trata de
um recurso eficaz, pois torna o assunto fácil de ser
compreendido. Os leitores parecem confirmar essa
premissa, graças ao sucesso que esses textos têm entre Frase: unidade de sentido. É todo enunciado que, numa
eles. interação, carrega uma intenção comunicativa.
- Produzem uma leitura interessante e prazerosa para o Exemplos:
leitor. - Não tenha cuidado com o cão.
- Para alguns são recursos midiáticos e não um gênero - Olá Amigão… Tudo bem?
textual; para outros, um gênero moldado pela preferência - Pra que o cartaz?
contemporânea e pela visualidade. Frase nominal: quando não apresenta verbo ou só há
- Esses dois infográficos poderiam acompanhar a verbo em forma nominal (infinitivo, gerúndio e particípio).
reportagem da NOVA ESCOLA que lemos no início Exemplos:
porque apresentam informações em forma de síntese, - Bom dia!
ilustradas, como também informações extras. - Socorro!
- O INFOGRÁFICO é considerado um gênero - Curva perigosa.
contemporâneo, devido a sua visualidade. Ou seja, é um - Cuidado!
gênero que prima pelo visual, pela síntese, pelas cores, Oração: quando se estrutura em torno de pelo menos
ilustrações, tudo isso chama atenção sintetizando as um verbo em forma finita. Exemplos:
informações para o homem moderno tão atarefado e - Corra!
acostumado ao mundo das imagens. - Diga boa tarde!
- Os infográficos podem acompanhar outros gêneros, - Você escreve música?
complementando-os, tais como, reportagens e notícias a - Chove pouco na região.
fim de sintetizar informações de forma atraente, pois são - Não tenha cuidado com o cão.
visuais e quase lúdicos. Período simples: há apenas uma oração, a qual se
- Mas, também, podem aparecer sozinhos nos meios de constrói em torno de um único verbo ou locução verbal.
comunicação, como em alguns sites ou revistas em que Período composto: é formado por duas ou mais
há seções só elaboradas com estes gêneros. orações, construídas em torno de dois ou mais verbos ou
E então, o que achou? locuções verbais.
Para reforçar o que estudamos faça as atividades Leia essa tirinha:
dessa aula que estão na lista de exercícios. Texto 2
AULA 83
Nessa aula estudaremos o gênero tirinha e
iniciaremos a retomada do conteúdo sobre orações
coordenadas. Para isso realizaremos uma aula de leitura
e vamos aprender a ler e compreender tirinha, inferir
informações, localizar o tema, identificar o efeito de
humor/ironia, reconhecer o agrupamento de orações em
períodos e os efeitos de sentido decorrentes do emprego
de conjunções. - Associando o texto ao conteúdo que acabamos de
Vamos lá? estudar, temos:
Leia essa tirinha:Texto 01 “Oi, zebra!” e “Que mau humor!”, como exemplo de frase
nominal;
“Você precisa dormir um pouco!”, como exemplo de
período simples;
“Antes que você pergunte, eu não fugi do presídio!” e
“Aproveita que já está de pijama!”, como exemplo de
período composto.
- Em “Aproveita que já está de pijama!”, o verbo aproveita
está conjugado no modo imperativo.
Veja alguns aspectos desse texto! - No período: “Aproveita que já está de pijama!”, a
conjunção que pode ser substituída por porque ou pois
- Podemos afirmar que a placa pela qual Garfield passa é pelo fato de ambas apresentarem a ideia de explicação.
pouco convencional porque o que vemos, geralmente, REVISE:
são placas de advertência avisando às pessoas sobre a - Período composto por coordenação é aquele
ferocidade de um cão. constituído por orações coordenadas.
- O humor desse texto se estabelece na pergunta - Orações coordenadas são orações que, embora
pensada por Garfield sobre o cartaz, pois ele percebeu a mantenham entre si relações de sentido, são
inutilidade de avisar às pessoas que o animal é manso. sintaticamente independentes, ou seja, uma não exerce
Só existiria a necessidade se o animal representasse função sintática em relação à outra.
algum perigo para outrem. Leia mais essa tirinha:
- O segundo quadrinho é constituído por duas frases. Texto 3
Reconstruindo-o de modo a obter uma só frase, teríamos:
“Olá, amigão, tudo bem?”. O efeito de sentido decorrente
de cada uma dessas formas de estruturação (com duas
ou só uma frase) garante maior destaque para cada uma
das frases. Além disso, as reticências da primeira frase
sugerem o estado de espírito e a expectativa do cão por
uma atitude amigável de Garfield, sugestões que se
enfraquecem quando o trecho passa a ter uma só frase.
- No período: “Voltem já e comprem uma porta de tela!”,
A partir de agora passaremos a revisar um conteúdo
há duas orações “Voltem já /e comprem uma porta de
que, provavelmente, você estudou no 8º ano: Orações
tela!”, por isso ele é chamado de período composto e a
coordenadas.
conjunção coordenativa E estabelece uma relação de
Vamos lá!
adição.
REVISE:
- É possível transformar esse período composto “Voltem Agora, vamos analisar alguns aspectos:
já. Comprem uma porta de tela.”, em dois períodos - Considerando a fala de Hagar no primeiro quadrinho, a
simples porque são duas orações independentes, ou seja, imagem do segundo quadrinho é surpreendente e
uma não exerce função sintática em relação à outra. provocar o humor, pois mostra Hagar em uma gangorra,
REVISE: ou seja, um brinquedo no qual é preciso haver duas
Orações coordenadas: pessoas para funcionar, mas ninguém pode brincar com
Oração coordenada assindética: vem SEM conjunção ele.
coordenativa. - No primeiro quadrinho da tira: “A Helga tá ocupada…
Voltem já, comprem uma porta de tela! Hamlet saiu... Honi tá dormindo… Estou completamente
1ª oração 2ª oração sozinho!”, há períodos simples, e é possível identificá-los,
Oração coordenada sindética: vem COM conjunção porque cada oração apresenta apenas um verbo ou uma
coordenativa. locução verbal.
Voltem já e comprem uma porta de tela! - Em: “A Helga tá ocupada… Hamlet saiu... Honi tá
1ª oração síndeto 2ª oração dormindo… Estou completamente sozinho!”, é possível
reescreva a fala de Hagar de modo a transformá-la em
Leia esse texto: um período composto. Fazendo os ajustes necessários,
Texto 4 temos: “A Helga tá ocupada, Hamlet saiu, Honi tá
dormindo e estou completamente sozinho!”.
- O sentimento expresso por Hagar é de tédio, isso pode
ser evidenciado por meio do uso dos períodos simples
que enumeram isoladamente suas motivações, ou seja,
destaca-se a importância de cada uma delas.
REVISE:
Frase: todo enunciado linguístico, com sentido
completo, que estabelece comunicação. Exemplos:
- Analisando o período: “Sente-se e espere um pouco”, Hamlet saiu. Que droga!
observamos que há um período composto por Frase nominal: não apresenta verbo. Exemplos: Que
coordenação, onde a 1ª oração, “sente-se”, é uma droga!
oração coordenada assindética e a 2ª oração, “e espere Oração: quando se estrutura em torno de pelo menos
um pouco”, é uma oração coordenada sindética. uma forma verbal.
Veja mais alguns exemplos: Período simples: há apenas uma oração, a qual se
constrói em torno de um único verbo ou locução verbal.
O. C. Assindética O. C. Sindética
Exemplos: Hamlet saiu.
A vendedora nos viu e veio nos atender.
Período composto: é formado por duas ou mais
Estou com muito sono, mas preciso levantar.
orações, construídas em torno de dois ou mais verbos ou
Parem com esse assunto ou eu vou embora. locuções verbais. Exemplos: A Helga está ocupada,
Estão me esperando, portanto preciso ser rápida. Hamlet saiu.
Fiquem aqui, que eu já volto. Período composto por coordenação é aquele
REVISE: constituído por orações coordenadas.
QUADRO: Conjunções e Locuções Coordenativas Orações coordenadas são orações que, embora
Aditivas: e, nem (= e não), não só... mas também, não só... como
mantenham entre si relações de sentido, são
também, bem como, não só... mas ainda.
Adversativas: mas, porém, contudo, todavia, entretanto, no sintaticamente independentes, ou seja, uma não exerce
entanto, não obstante. função sintática em relação à outra.
Alternativas: ou, ou... ou, ora... ora, já... já, quer... quer, seja... Oração coordenada assindética: vem SEM conjunção
seja, talvez... talvez. coordenativa.
Conclusivas: logo, pois (depois do verbo), portanto, por A Helga está ocupada, Hamlet saiu.
conseguinte, por isso, assim. 1ª oração 2ª oração
Explicativas: que, porque, pois (antes do verbo), porquanto. Oração coordenada sindética: vem COM conjunção
Essa aula termina por aqui. coordenativa.
Mas não se preocupe: iremos estudar esse conteúdo de A Helga está ocupada e Hamlet saiu.
orações coordenadas em várias aulas!
Para reforçar o que estudamos até agora, faça as atividades
1ª oração síndeto 2ª oração
que estão na lista de exercícios. Texto 2
Bons estudos!

AULA 84
Nessa aula vamos continuar estudando o gênero
tirinha e as orações coordenadas. Para isso iremos ler e
compreender tirinhas, localizar o tema, identificar o efeito
de humor/ironia, reconhecer o agrupamento de orações
em períodos e os efeitos de sentido decorrentes do
emprego de conjunções.
Vamos lá?
- Observando o 1º e o 4º quadrinho, percebemos que as
Texto 1
expressões faciais de Calvin revelam uma mudança: no
1º quadrinho, ele está chateado por ter passado o dia
todo montando um avião de brinquedo e não obter um
bom resultado e no 4º quadrinho, ele está animado com a
possibilidade de montar outro aeromodelo.
- Em “Nada encaixou direito, as instruções estavam
incompreensíveis, os decalques rasgaram, a tinta
derramou e tem cola pra todo lado”, há cinco orações,
pois há cinco verbos: “encaixou, estavam, rasgaram, levantamento de peso vemos atletas de 100 ou 150 quilos
derramou e tem”. erguendo mais de 200 quilos, dependendo da
- No período: “Nada encaixou direito, as instruções modalidade. Você acha que o treinamento e a disciplina
estavam incompreensíveis, os decalques rasgaram, a dos atletas podem fazer com que esta capacidade de
tinta derramou e tem cola pra todo lado”, a última e a levantar peso seja considerada um superpoder? Sério?
penúltima oração estão conectadas por meio da Você não sabe do que os insetos são capazes!
conjunção “E” estabelecendo uma relação de adição Se medirmos a força de algumas formigas e besouros, e
enquanto as demais orações estão separadas por compararmos com seu peso corporal, vamos verificar que
vírgulas. o ser humano está longe de ser um dos mais fortes do
reino animal. As formigas-cortadeiras, por exemplo,
Leia essa tirinha: conseguem carregar folhas que pesam até 50 vezes mais
Texto 3 do que elas.
2. INSETOS SUPERPODEROSOS!
As formigas saúvas conseguem levantar de 15 a 20
vezes o seu próprio peso. Além de percorrer cerca de 1
quilômetro de distância por dia. Elas são rápidas e fortes!
As formigas da espécie Oecophylla smaragdina
conseguem carregar mais de 100 vezes o seu peso. Já
um besouro-rinoceronte é capaz de suportar até 850
- vezes seu próprio peso corporal.
Na tira, o garçom diz à cliente que só pode haver dois Um ser humano tão rápido quanto uma formiga saúva,
motivos pelos quais sua salada está se mexendo. As por exemplo, aguentaria andar em um dia mais de 1.000
orações que sinalizam essas duas possibilidades são “ou quilômetros (o equivalente a uma viagem de ida e volta
são larvas” e “ou (é) terremoto” e são introduzidas pela entre o Rio de Janeiro e São Paulo). Estes insetos são ou
conjunção “ou”, que expressa um sentido de alternância. não superpoderosos?
Leia essa tira: Artigo: Revista Ciência Hoje das Crianças (trecho) -
publicado em 29/5/2018
Por: Lucas Miranda (Laboratório de Estudos Avançados
em Jornalismo) – UNICAMP. Disponível em:
http://chc.org.br/artigo/de-onde-vem-as-ideias-para-os-
superpoderes/ - Acesso em 03 ago. 2020.
Vamos analisar alguns aspectos!
- De acordo com o texto, os superpoderes dos
personagens super-heróis têm inspiração no mundo real,
- Na tira, Charlie Brown assiste a um noticiário. As
ou seja, nas características dos atletas e dos animais
notícias são introduzidas por uma afirmação positiva e, ao
como a formiga e o besouro.
mesmo tempo, são seguidas de uma ressalva. De acordo
- Nesse fragmento: “Você acha que o treinamento e a
com o jornalista, quem indica essas ressalvas são os
disciplina dos atletas podem fazer com que esta
economistas.
capacidade de levantar peso seja considerada um
- Essas ressalvas contribuem para o acontecimento na
superpoder? Sério? Você não sabe do que os insetos são
última cena porque, no último quadro, Charlie Brown está
capazes!”, podemos dizer que o objetivo do articulista ao
de ponta cabeça por causa da sequência de previsões
se dirigir diretamente ao leitor por meio da expressão
negativas dos economistas.
“você” é estimular a reflexão sobre o assunto. Além disso,
- O emprego da conjunção “mas”, presente nas orações
trata-se de uma forma do autor se aproximar do leitor,
coordenadas sindéticas, nos dois primeiros quadrinhos,
criando uma certa intimidade para aceitação das opiniões.
intensifica a quebra das expectativas de notícias positivas
- Em: “Os super-heróis usam seus superpoderes,
e frustra Charlie Brown.
combatem o crime, derrotam os inimigos.”, há um período
Agora é com você!
composto formado por 3 orações estabelecidas pelos
Para reforçar o que aprendemos você pode fazer as
verbos “usam”, “combatem” e “derrotam”, e se
atividades que estão na lista de exercícios dessa aula.
invertermos a ordem das orações não teremos prejuízo
Bons estudos!
de sentido porque elas apresentam estrutura sintática
AULA 85
independente. Além de serem orações assindéticas, pois
Nessa aula vamos ler e compreender o trecho de um
não possuem conjunção coordenativa.
texto de divulgação científica, identificar e aprender a
- Transformando esse período simples: “Os super-heróis
organização dos períodos compostos por coordenação e
têm habilidades incríveis: invisibilidade, superforça,
reconhecer os efeitos de sentido decorrentes do emprego
poderes elétricos, regeneração ultrarrápida.”, em
de conjunções.
composto temos: “Os super-heróis têm habilidades
Vamos lá?
incríveis: possuem invisibilidade, empregam superforça,
Leia esse texto:
usam poderes elétricos, apresentam regeneração
DE ONDE VÊM AS IDEIAS PARA OS
ultrarrápida.”
SUPERPODERES?
- No período composto: “Os super-heróis têm habilidades
Invisibilidade, superforça, poderes elétricos, regeneração
incríveis: possuem invisibilidade, empregam superforça,
ultrarrápida... Os super-heróis têm habilidades tão
usam poderes elétricos, apresentam regeneração
incríveis que podemos pensar de onde vêm as ideias
ultrarrápida.”, substituindo a vírgula que separa a última e
para tantas invenções. Mas, acredite se quiser, os
a penúltima orações pela conjunção “E” teremos uma
superpoderes que conhecemos nos quadrinhos, filmes e
ideia de adição sendo transmitida pelo uso dessa
desenhos têm inspiração no mundo real.
conjunção.
Dúvida? Então, acompanhe!
- Em: “Os super-heróis têm habilidades incríveis:
1. SUPERFORÇA
possuem invisibilidade, empregam superforça, usam
Uma pessoa que consegue levantar 150 quilos já é
poderes elétricos e apresentam regeneração
considerada muito forte. Mas nas competições de
ultrarrápida.”, se substituirmos a conjunção “E” pela
conjunção “MAS” ou “PORÉM” haverá uma mudança de torpedos, sem me doar a ninguém e a nenhuma causa.”,
sentido: esse novo sentido será de oposição. Entretanto, é possível identificar o ponto de vista defendido pelo
isso não é possível, pois o último item também é uma articulista em relação ao uso do celular: de acordo com o
habilidade incrível e não é oposto a nenhum deles. autor, o celular proporciona uma interação superficial, a
- Os trechos: “e apresentam regeneração ultrarrápida.” e pessoa está em contato com várias pessoas, mas está
“mas apresentam regeneração ultrarrápida.”, são orações só, pois falta envolvimento e comprometimento. Essa
coordenadas sindéticas, porque apresentam conjunções ideia é reforçada pelo repetição do uso da preposição
coordenativas. “sem”.
REVISE - O trecho: “O termo foi cunhado no Reino Unido, e deriva
O. C. Assindética O. C. Sindética de “no mobile phobia”.”, é composto por duas orações, e
Ele não só canta, mas também compõe muito há uma relação de adição, marcada pela conjunção “e”.
bem. Em: “O termo foi cunhado no Reino Unido”, há uma
O time jogou bem, entretanto perdeu o jogo. oração coordenada assindética e em “e deriva de “no
Ele estava cansado, porque estudou o dia inteiro. mobile phobia”.” é oração coordenada sindética.
O time venceu, logo está classificado. - No fragmento: “Na opinião de Aristóteles, amizades são
imprescindíveis à nossa felicidade.”, o termo que poderia
Essa aula termina por aqui. substituir a palavra destacada sem alteração de sentido é
Para reforçar o que fizemos realize as atividades que “essenciais”.
estão na lista de exercícios. - Em: “Na opinião de Aristóteles, amizades são
Bom trabalho! imprescindíveis à nossa felicidade. No entanto, nesse
AULA 86 mundo competitivo, muitas andam contaminadas por
Nessa aula vamos ler e compreender um artigo inveja, ciúme, cobranças, ou prejudicadas pela falta de
de opinião, identificar e aprender a organização dos tempo.”, a locução conjuntiva “no entanto” estabelece
períodos compostos por coordenação e reconhecer os uma relação de contraste, pois as amizades são
efeitos de sentido decorrentes do emprego de imprescindíveis à felicidade, mas muitas estão
conjunções. contaminadas com sentimentos ruins.
Para começar, leia esse fragmento de um artigo - Nesse trecho: “No entanto, nesse mundo competitivo,
de opinião: muitas andam contaminadas por inveja, ciúme,
Meu celular, minha vida cobranças, ou prejudicadas pela falta de tempo.”, há duas
Frei Betto orações coordenadas sindéticas: Oração coordenada
Há uma nova doença nos anais da medicina: a nomofobia, o sindética adversativa: “No entanto, nesse mundo
medo de ficar sem celular. O termo foi cunhado no Reino Unido, competitivo, muitas andam contaminadas por inveja,
e deriva de “no mobile phobia”. O fato é óbvio: para qualquer ciúme, cobranças”; e Oração coordenada sindética
lugar que se olhe, as pessoas estão atentas ao celular – rua, alternativa: “ou (andam) prejudicadas pela falta de
restaurante, local de trabalho, ônibus, metrô, escola, e até tempo”.
igreja.
- Em: “Estou na rede, interajo com inúmeras pessoas e,
O Brasil é o 60º país do mundo mais conectado por celular, e o
4º a dar mais lucros às empresas de telefonia. [...]
no entanto, fico na minha, olhando o meu umbigo,
Essa fissura de manter o celular ligado o tempo todo – e indiferente ao fato de algumas dessas pessoas estarem
manter-se ligado ao celular todo o tempo (até na hora de dormir) sofrendo”, com base no contexto, o emprego dessas
– se explica pela hipnose coletiva gerada pelas redes sociais. formas conjuntivas destacadas tem o objetivo de enfatizar
[…] a ideia de uma interação superficial, ou seja, mesmo
Na opinião de Aristóteles, amizades são imprescindíveis à tendo contato com as pessoas não se preocupa com
nossa felicidade. No entanto, nesse mundo competitivo, muitas elas, permanece só.
andam contaminadas por inveja, ciúme, cobranças, ou - No fragmento: “Ah, como é saudável estar bem consigo
prejudicadas pela falta de tempo. mesmo e manter o celular desligado por um bom tempo,
[...] O aparelho corresponde muito bem às contradições da pós-
modernidade: por ele me comunico, sem conversar; opino, sem
sobretudo à noite! Mas isso exige o que parece cada vez
me comprometer; me expresso, sem me envolver; troco mais raro nos dias atuais [...]”, a conjunção que poderia
mensagens e torpedos, sem me doar a ninguém e a nenhuma substituir o “mas” mantendo o mesmo sentido é
causa. “contudo”.
O fascínio do celular consiste em amenizar minha solidão sem
exigir solidarizar-me. Estou na rede, interajo com inúmeras A nossa aula termina por aqui.
pessoas e, no entanto, fico na minha, olhando o meu umbigo, Agora é com você!
indiferente ao fato de algumas dessas pessoas estarem Para reforçar o que aprendemos você pode fazer as
sofrendo ou, pelo menos, necessitando de minha presença
atividades que estão na lista de exercícios dessa aula.
física consoladora ou incentivadora.
[...]
Bons estudos!
Ah, como é saudável estar bem consigo mesmo e manter o
celular desligado por um bom tempo, sobretudo à noite! Mas LISTA DE EXERCÍCIOS
isso exige o que parece cada vez mais raro nos dias atuais: boa AULA 77
autoestima, falta de ansiedade, consistência subjetiva, gosto Para responder às questões 1 e 2, releia o fragmento de
pelo silêncio e uma vida ancorada em um sentido altruísta. um exemplo de texto normativo que estudamos durante a
Disponível em: <https://envolverde.cartacapital.com.br>. Acesso em: 07 ago. 2020 nossa aula.
Vamos analisar alguns aspectos! 1) Quem sancionou essa lei?
- Um dos objetivos do gênero textual artigo de opinião é A) A presidenta.
apresentar um ponto de vista relevante socialmente. B) O congresso.
- O título do artigo “Meu celular, minha vida”, expressa o C) A câmara.
ponto de vista das pessoas que vivem 24 horas por dia D) A assembleia.
ligadas ao celular e se angustiam com a possibilidade de
se desconectarem dele. 2) Nesse texto normativo há o vocábulo “SANCIONO”,
- Por meio da leitura desse trecho: “[…] por ele me que significa:
comunico, sem conversar; opino, sem me comprometer; A) Penalizar a lei estabelecida.
me expresso, sem me envolver; troco mensagens e B) Decretar a lei estabelecida.
C) Confirmar a lei estabelecida. A) Falar.
D) Promulgar a lei estabelecida. B) Perguntar.
AULA 78 C) Contestar.
Para responder às questões 3 e 4, releia o fragmento de D) Interrogar.
um exemplo de texto normativo que estudamos na aula.
3) No Art. 1º , a expressão “neste estabelecimento de AULA 82
Ensino”, faz referência: Para responder às questões 1 e 2, retome o conteúdo
A) ao Grêmio Estudantil. estudado em nossa aula e o infográfico 2:
B) à cidade de Pato Branco. 1) Qual a informação principal desse texto?
C) ao Colégio Estadual Carlos Gomes. A) A ideia de que existe apenas um tipo de inteligência.
D) ao órgão máximo de representação dos B) A capacidade de dominar o raciocínio.
estudantes. C) A falta de aptidões intelectuais.
D) As inteligências múltiplas.
4) A expressão: “o corpo discente”, presente no inciso I
do Art. 2º, pode ser substituída, sem danos ao significado 2) Acerca do gênero infográfico, avalie as informações
do texto, por: abaixo e depois assinale a alternativa que aponta quais
A) corpo docente. são as corretas:
B) alunos do colégio. I- Considerados representações visuais da informação, os
C) professores do colégio. infográficos são amplamente utilizados não somente no
D) funcionários do colégio. jornalismo, como em manuais técnicos e científicos.
II- Criado depois da escrita, o infográfico é a junção de
AULA 79 textos com ilustrações.
Para responder às questões 5 e 6, releia o fragmento da III- Derivam dos mapas e estratégias de guerra adotadas
entrevista que estudamos em nossa aula. pelos ingleses na Primeira Guerra Mundial.
5) Qual alternativa indica o assunto desta entrevista? IV- Corresponde ao ato de organizar imagens em um
A)”Tenho muitos projetos em aberto.”. determinado espaço, facilitando a compreensão.
B)“(...) tema principal da minha poesia.”.
C) O que motiva você como escritor? A) I e II estão corretas.
D)Como escreve Alvaro Posselt. B) I, II e III estão corretas.
C) I, II e IV estão corretas.
6) Quando o escritor Alvaro Posselt está com dificuldades D) III e IV estão corretas.
para escrever, um dos recursos que ele usa é AULA 83
A) fazer meditação. Para responder às questões 3 e 4, retome o que
B) fazer uma expedição pelo jardim. estudamos na aula.
C) fazer o poema brotar como um raio. Leia essa tirinha de Armandinho, personagem criado pelo
D) fazer uma preparação para escrever. ilustrador Alexandre Beck:

AULA 80
Para responder às questões 7 e 8, releia o fragmento da
entrevista que estudamos em nossa aula.
7) Qual o assunto desta entrevista?
A) O momento de nebulosidade pelo qual passa o artista
Rogério Borges.
B)Os livros e as revistas que Rogério Borges ilustrou. Disponível em: tirasarmandinho.tumblr.com. Acesso em
C)O fato de Rogério Borges ser artista paranaense. 06 de agosto de 2020.
D)A carreira e o trabalho de Rogério Borges. 3) Pelas falas dos personagens, nos dois últimos
quadrinhos, “podemos construir os maiores muros!” e
8) Em qual trecho desse texto há marcas características “podemos construir pontes!”, é possível inferir que:
do uso da linguagem em 1º pessoa do singular A) as falas das personagens possuem o mesmo sentido:
A) “... criei ilustrações para diversos escritores, entre eles, tanto “construir muros” quanto “construir pontes” são
Ruth Rocha e Pedro Bandeira.”. recursos utilizados para aproximar as pessoas.
B) “... Rogério Borges concede a entrevista para a B) as falas das personagens indicam que a expressão
Revista Colombo…”. “construir muros” é uma forma de aproximar as pessoas e
C) “... o artista esteja vivendo um momento de “construir pontes” é uma forma de barreira.
nebulosidade…”. C) possuem sentidos positivos passando-nos a ideia de
D) “... o ateliê onde passa boa parte de seu tempo.”. que as grandes conquistas são decorrentes das
pequenas etapas que vencemos a cada dia, ainda que
AULA 81 nos pareçam pouco.
Para responder às questões 9 e 10, releia o fragmento da D) a construção de muros significa limites, barreiras que
entrevista (TEXTO 2) que estudamos em nossa aula. se colocam entre as pessoas; já a expressão “construir
9) Na entrevista, no segundo parágrafo as aspas foram pontes” pode significar elo, meio de ligação para diminuir
empregadas para: as distâncias e aproximá-las.
A) evidenciar o uso de estrangeirismos.
B) enfatizar palavras ou expressões. 4) Nos dois primeiros quadrinhos a conjunção MAS
C) demonstrar o uso de gírias. estabelece que tipo de relação entre as orações “Pode
D) marcar a fala da MC Sofia. parecer pouco” e “MAS de tijolinho em tijolinho podemos
construir os maiores muros.”?
10) Na primeira pergunta que a Revista faz a MC Sofia é A) Relação de alternância.
usado o verbo “contar”. Que outro verbo do dizer poderia B) Relação de conclusão.
ser empregado sem que houvesse prejuízo de sentido ao C) Relação de oposição.
texto? D) Relação de explicação.
A) “Há uma nova doença nos anais da medicina: a
nomofobia, o medo de ficar sem celular.”.
AULA 84 B) “O Brasil é o 60º país do mundo mais conectado por
Para responder às questões 5 e 6, retome o conteúdo celular (...)”.
estudado em nossa aula: C) “Na opinião de Aristóteles, amizades são
Leia essa tirinha: imprescindíveis à nossa felicidade.”.
D) “O fato é óbvio: para qualquer lugar que se olhe, as
pessoas estão atentas ao celular (...)”.

10) Em: “(...) indiferente ao fato de algumas dessas


pessoas estarem sofrendo ou, pelo menos, necessitando
de minha presença física (...)”, a conjunção OU expressa
um sentido de:
A) adição.
B) alternância.
C) adversidade.
D) conclusão.

Disponível em: tirinhasdorex.com. Acesso em 06 de


agosto de 2020.
5) O que torna esse texto engraçado é o fato de
A) a menina carregar um lenço para limpar o nariz e outro
para os seus óculos.
B) a menina perguntar ao menino se ele tem um lenço.
C) o menino estar sempre com os seus óculos sujos.
D) o menino usar um único lenço para limpar tanto o nariz
quanto os seus óculos.

6) No segundo quadrinho a conjunção “E” estabelece que


tipo de relação entre as orações “Um pra assoar o nariz”
e “E outro pra limpar os óculos”?
A) Relação de alternância.
B) Relação de conclusão.
C) Relação de adição.
D) Relação de explicação.

AULA 85
Para responder às questões 7 e 8, releia o texto que
estudamos em nossa aula.
7) Nesse texto, o trecho que apresenta uma opinião é:
A) “Mas, acredite se quiser, os superpoderes que
conhecemos nos quadrinhos, filmes e desenhos têm
inspiração no mundo real.”
B) “As formigas-cortadeiras, por exemplo, conseguem
carregar folhas que pesam até 50 vezes mais do que
elas.”
C) “As formigas saúvas conseguem levantar de 15 a 20
vezes o seu próprio peso.”
D) “Já um besouro-rinoceronte é capaz de suportar até
850 vezes seu próprio peso corporal.”

8) Em: “Estes insetos são ou não superpoderosos?”, a


conjunção OU estabelece que tipo de relação entre as
orações?
A)Explicação.
B) Conclusão.
C) Alternância.
D)Adição.

AULA 86
Para responder às questões 9 e 10, releia o fragmento
do artigo de opinião que estudamos em nossa aula.
9) A tese defendida no texto lido é que o uso do celular é
algo nocivo. O fragmento do texto que comprova essa
ideia é: