Você está na página 1de 67

INSTITUTO LOGOS SOLAR DE PESQUISAS HOLÍSTICAS

FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE NÍVEL TÉCNICO


CNPJ 08.109.895/0001- 09

CURSO LIVRE DE REIKI TERAMAI/ TERAMAI SEICHIM

UNIDADE CENTRAL – JUIZ DE FORA - MG


PROFESSOR: GABRIEL CÉSAR DIAS LOPES
CRT 39769 – CRK 10176

GALERIA PIO X – 135 – 2º PISO – CENTRO – JUIZ DE FORA – MG


CEP. 36010-240 – www.logossolar.com.br
Fotos: www.flogao.com.br/terapiaholistica
Tel. (32) 3084-3027

0
ÍNDICE

REIKI TERA MAI

Tera Mai Reiki nível 1


01 – Introdução 04
02 – Origem do Reiki Tera Mai 06
03 – Uso dos símbolos
04 – Símbolos de nível 1:
- Krya 10
- Zonar 10
- Harth 11
- Hosana 13

Tera Mai Reiki nível 2


01 – Graus de Iniciação 15
02 – Símbolos de Nível 2:
- Sei He Ki 16
- Hon Sha Ze Sho Nen 17
- Mara 18
- Johre 19
- Motor Zanon 20
- Ningizda 21
- Shanti 21
- Sati 22

Tera Mai Reiki nível Mestrado


01 – Símbolos do Mestrado:
- Dai Koo Myo 24
- OM Hindu 25
- OM Tibetano 26
- Halu 27
- Infinito 28
- YOD 28
- Estrela 29
- Raku 30
- Hung 30
02 – Respiração para sintonizações:
- Respiração dos Rins 31
- Respiração das cores 31

1
03 – Meditação da água 34

04 – Procedimentos para as sintonizações;


- Primeira parte de todas as iniciações 35
- Iniciação do 1º nível 36
- Iniciação do 2º nível 37
- Iniciação do nível mestrado 38

TERA MAI SEICHEM

01 – Definição 41
02 – Iniciação YOD 43
03 – Sintonização da Chama Violeta 45
- Símbolo do fogo 48
04 – Cerimônia da água (Ha Ahi Wai) 49
05 – Símbolos Tera Mai Seichem
- Gratidão 51
- Gaia 52
- Integração 53
- Desejo 53
- Trindade 54
- Tama Rasha 54
- Shasta 55
- Kyo 55
- Sabedoria Universal&Luz 56
- Poder 56
- Maria 57
- Luz Crística 57
- Júpiter 58
- Ram 58
- Descriar 59
- Cura celular 59
- Espada de Saint Michel 60
- Proteção 61
- Curando o coração 61
- Harmonia através do conflito 62
- Rota Nen Da 62
- Shanti Mi Ka 63
- Unidade 64

06 - Iniciações em Tera Mai Seichem 64


07 - Linhagem 65

2
08 - Bibliografia 66

TERA MAI NÍVEL 1

3
INTRODUÇÃO

É um sistema complementar de utilização da energia Universal. Aumenta


nosso padrão vibratório, possibilitando o trabalho com símbolos e energias
de freqüências mais elevadas.

O Reiki Mikao Usui redescoberto há mais de 100 anos e que Hawayo Takata
trouxe para os EUA em 1938 e chegou ao Brasil apenas em 1982, foi apenas
o nível básico de um sistema. Este sistema foi fabuloso para a época.

Com a morte de Hawayo Takata em 1981 as pesquisas e descobertas da


verdade sobre o Reiki se intensificaram, pois já havia mestres de Reiki que
há algum tempo buscavam algo mais completo.

Entre esses Mestres encontramos Marcy Miller e Kathleen Milner que


resgataram 21 símbolos utilizados por Mikao Usui, assim como a maneira
correta de usar e entoar os símbolos sagrados e uma forma de iniciação
onde alcançamos um padrão vibratório mais alto, acessando energia e
freqüências de até 6ª dimensão.

Kathleen Milner organizou um sistema e chamou-o de Tera Mai Reiki, um


nome indígena, cujo significado é Reiki da Nossa Terra. Este sistema foi
introduzido no Brasil no ano 2000. O Tera Mai capacita o aluno/praticante a
trabalhar num padrão vibratório mais alto, acessando a energia num nível de
freqüências mais elevado, agindo de forma ampla e profunda em todos os
organismos.

Tera Mai trabalha também com os quatro elementos básicos da natureza:


terra, água, fogo e ar; sendo assim um sistema mais amplo de cura.

As técnicas de Tera Mai viabilizam um acesso aos corpos físico, emocional,


mental e espiritual do indivíduo a fim de integrá-lo e trabalhá-lo como um
todo. O indivíduo tem a possibilidade de acessar e trabalhar com vários
aspectos de si mesmo, como por exemplo: registros inconscientes (traumas,
questões Kármicas), modificação de padrões negativos de sentimentos,
comportamento, pensamentos e integração de novos padrões positivos,

4
ampliação de prosperidade e abundância nos níveis do ser, expansão do
aspecto espiritual e evolutivo, entre outras coisas.

O Tera Mai pode ser ensinado a qualquer pessoa sem nenhuma restrição; é
um sistema completo e o aluno não precisa ter sido iniciado em nenhum
outro sistema para aprendê-lo.

A técnica de Tera Mai é aplicada em toques suaves pelo corpo em pontos


energéticos, desfazendo as energias bloqueadas, promovendo relaxamento
onde os órgãos e vísceras se acalmam facilitando a eliminação das toxinas.

A energia fortalece o sistema imunológico que é responsável pelas defesas


de nosso organismo, nos protegendo tanto de agressões externas –
bactérias, vírus, etc, bem como da produção de toxinas que se acumulam nas
células. São toques de mãos que depois da iniciação, se tornam instrumentos
canalizadores da Energia Vital Universal.

A quantidade e qualidade da energia que se transmite na aplicação é


determinada pelo sistema energético de quem a recebe, independente do
desejo do aplicador, de sua interferência mental ou emocional. O sistema
Tera Mai é administrado em três graus de iniciação.

Cada nível de iniciação leva o estudante a uma transformação da


consciência, dasafiando-no a crescer e aumentar a sua visão espiritual. Este
sistema foi dividido em três partes com o objetivo de aumentar o padrão
vibratório do aluno gradativamente, garantindo que o mesmo se acostume e
ancore a energia necessária para sua evolução naquele momento. O tempo
que se deve esperar entre um nível e outro é variável e depende de cada
pessoa. Este tempo é necessário para que se possa “digerir” o aprendizado e
certificar-se do que realmente deseja e estar preparado para dar mais um
passo em sua caminhada.

Mestre Gabriel César Dias Lopes – Frater Regulus CRT 39769 – CRK
(Conselho Brasileiro de Reiki) nº 10176 – Certificado em Qualidade
CQR 7000 segundo a Norma Técnica Setorial.
Sensei Gendai Reiki - Sensei Teate Reiki, Shihan Dentho Reiki,
Mestre nos Sistemas Reiki Usui Shiki Ryoho, Reiki Tradicional
Japones, Tibetano e Kahuna, Ma'he'o (Cheiene), Karuna Reiki, Tera
Mai Reiki /Seichim, Ama Deus (Guaranís), SSR - Seichim-Sekhem-
Reiki, Celtic Reiki, Sensei Reiki Integrated System, Violet Fire Reiki,

5
Kundalini Tantra Reiki, Elemental Reiki Master, Raku Kei Master,
Angel Flames Reiki, Sacred Flames Reiki.

ORIGEM DO TERA MAI

Nas últimas duas décadas, com o auxílio do grande mestre Sathya Sai Baba,
as mestras de Reiki Marcy Miller e Kathleen Milner resgataram o sistema
completo de Reiki de Mikao Usui com todos os 21 símbolos utilizados por
ele, assim como técnicas, a maneira correta de se usar e entoar os símbolos
e a forma correta de fazer as iniciações, de forma a alcançar um padrão
vibratório muito mais alto.

Kathleen Milner, uma artista plástica e criadora de cavalos do Arizona,


havia sido iniciada em Reiki nível 1 e 2 em 1983.

Em 1988, após 2 acidentes de automóvel, teve que parar com seu trabalho
artístico justamente no momento em que havia sido convidada para expor
numa renomada galeria de Chicago, pois sofreu um trauma cerebral e devido
a sérias contusões, sentia muitas dores no corpo. Foi necessário manter-se
num processo de reabilitação, com acompanhamento de uma equipe
interdisciplinar, sendo que no início chegava a demorar cerca de uma hora
para conseguir sair de sua cama.

Durante esse processo, sentiu necessidade de realizar o mestrado de Reiki,


acreditando que desta forma iria recuperar-se muito mais rápido.

Em 1989 fez o mestrado de Reiki em Michigan, mantendo o conhecimento


somente para si e curando grande parte de seus problemas.

Em 1990, resolveu compartilhar esta sabedoria com outras pessoas a fim de


auxiliar no processo de expansão do Reiki e começou a ministrar cursos. No
mesmo ano, foi convidada a participar da feira holística “Whole Lise Expo”,
onde entre outras pessoas, reencontrou uma de suas alunas (formada
mestre) Marcy Miller.

Devido ao sucesso de sua palestra, foi convidada a participar da feira do


próximo ano. Ao voltar para casa, Marcy esteve com uma canalizadora e
sensitiva do Arizona que lhe disse que uma mulher de nome Kathleen iria
levar o Reiki a níveis mais altos. Espantada com a coincidência de ter
encontrado Kathleen Milner, sua mestre de Reiki, há poucos dias, liga para a
mesma.

6
Marcy vai para a Índia encontrar o grande ser Sathya Sai Baba, onde fica
por um longo período participando das práticas e meditações em seu
Ashram. Durante este período recebeu várias mensagens e canalizações de
um ser superior (provavelmente um estado superior do próprio Sai Baba,
pois era extremamente parecido com o mesmo). Este ser disse-lhe que o
sistema que havia sido levado ao ocidente estava incompleto e que ele iria
ajudá-la, juntamente a Kathleen, a recuperar todo o sistema.

Retornando da Índia, Marcy encontrou com Kathleen Milner na feira


holística de 1991 e contou-lhe tudo que havia ocorrido. Ambas foram para
Los Angeles Sita Ashram, onde viram o mesmo ser superior, que lhes pediu
para encontrarem-no na praia no dia seguinte. No encontro receberam o
primeiro símbolo recuperado por Sai Baba dos planos sutis: Zonar.

Kathleen incluiu o símbolo em seus ensinamentos como mestre de Reiki, mas


não fez comentários sobre o ocorrido, com ninguém além de Marcy.

No fim de 1991, o ser superior pede-lhe para divulgar as novas descobertas


sobre o sistema de Reiki, a fim de ir preparando as pessoas para o grande
sistema que seria passado em breve. Ela ficou preocupada com a provável
confusão que estas notícias iriam criar e continuou guardando o
conhecimento, até que o próprio Sai Baba lhe adverte que em breve todo o
verdadeiro sistema lhe seria passado, elevando absurdamente o padrão
vibratório das iniciações e práticas do Reiki e ela precisaria ir preparando
as pessoas para esta grande mudança.

Ela fez o que lhe foi pedido e manteve contato com Sai Baba e seres de
quinta dimensão, assim como com seres da confederação Galáctica, que
foram lhe auxiliando a manter elevado padrão vibratório até receber todo o
sistema.

Kathleen Milner organizou o grande sistema denominando-o Tera Mai Reiki,


um nome indígena cujo significado é Reiki da Nossa Terra, e vem passando o
sistema desde 1993, aproximadamente.

7
INICIAÇÃO

Esse processo de iniciação faz-se necessário, pois na origem o homem


mantinha seus canais intactos gerando felicidade e harmonia. Com o
processo de esquecimento de nossa origem, face à extrema individualização
e evolução de sentimentos de egoísmo e orgulho, enfraquecemos estes
canais de ligação, deixamos de usá-los e passamos a não receber toda a
energia necessária para o nosso bem viver. Passamos a reter a energia
indispensável ao sustento de nosso processo bioquímico para a
sobrevivência.

A partir do momento da iniciação, abre-se dentro da pessoa uma porta que,


uma vez transpassada, introduz a uma nova realidade, tornamo-nos canais da
mais pura energia. Quando esta re ligação acontece nos tornamos presentes
em nós mesmos, nossa percepção se expande e nos abrimos para dimensões
mais elevadas.

É um momento onde nos sintonizamos com nossa essência e nos conectamos


com nosso poder. É um instante onde nos tornamos despertos e entramos
em contato com a sabedoria que já é nossa.

A iniciação é um portal para uma nova consciência, autoconfiança, a


reintegração com a totalidade de nosso ser e a expansão de nossa energia
amorosa.

8
USO DOS SÍMBOLOS

 Para utilizar os símbolos você deve trazer toda a sua atenção e


consciência para o “aqui e agora”, focalizando a intenção em conectar-
se coma energia do símbolo a ser utilizado.

 É importante que se tenha um respeito pelo símbolo e pela energia.

 Os símbolos são traçados com as duas mãos simultaneamente e com


os “dedos em cone” (todos os dedos se tocando, direcionando a
energia para um só local). Este é um mudra que conecta os 7 chakras
e circuitos energéticos do corpo, direcionando a energia do símbolo a
ser acessado para um local específico onde se deseja utilizá-lo.

 É fundamental que se use as duas mãos para traçar os símbolos, pois


dessa forma, captamos toda a energia que entra pelo tubo prânico.

Para invocar a energia do símbolo:

 Trazer a consciência do símbolo que deseja acessar e se desejar,


dizer o nome do símbolo em voz alta;

 Traçar o símbolo no ar ou no local a ser utilizado mantendo as pontas


dos dedos unidos formando um cone;

 Dizer o nome do símbolo por 3 vezes. Quanto mais prolongado for o


som do nome (principalmente prolongando as vogais) mais profundo a
energia é capaz de atuar;

 Antes de iniciar o tratamento, colocar os símbolos no coronário ou no


cardíaco em si mesmo (no caso da auto aplicação) ou no paciente;

 O mesmo símbolo pode ser utilizado várias vezes durante um


tratamento, quantas vezes for necessário.

9
OS SÍMBOLOS SAGRADOS

KRYA

Significado: Ação Divina. É


também designado por Choku-Rei
Duplo ou Duplo Choku-Rei.
O Krya focaliza-se na cura da
Raça Humana e nas manifestações
físicas. Proporciona a nossa
ligação ao centro da Terra,
enraizando-nos completamente.
Ao enraizar-nos, remove os
bloqueios energéticos que
impedem o livre fluir da Energia
Ki em pontos que nos permitem
constatar e avaliar o peso e a importância relativa das nossas prioridades e
decisões.
Liberta-nos do medo da ação e proporciona-nos o equilíbrio necessário para
podermos nos focalizar na nossa missão maior na Terra.
O Krya aumenta o poder da nossa consciência, transformando pensamentos
em ações e manifestações numa forma mais rápida.

ZONAR

Primeiro desenha-se o “Z” e então fala-se


“Zonar” por três vezes ao desenhar o
símbolo do infinito. O Zonar foi o primeiro
símbolo de Reiki a ser recuperado para o
Karuna em 1991.
Significado: Zonar significa infinito ou
eternidade.
Em função das imensas descrições de
casos tratados com a energia Tera Mai,
pode-se afirmar que o Zonar proporciona
a cura a nível celular.
Todas as experiências que são dolorosas ou traumatizantes, como, por exemplo,
abusos infantis, fazem parte da energia que constitui as nossas células. Esta
energia fica gravada nos nossos registros akáshicos (os registros da memória da
Alma) acompanhando e influenciando todas as nossas existências.

10
As nossas células, ao acumularem a memória daqueles e de outros traumas,
vão-se impregnando de energia desarmonizadora criando padrões
energéticos desequilibrados. É a este nível profundo que o Zonar opera.

Utilizações:
 Pode ser usado no começo de um tratamento para preparar o
receptor para receber uma cura profunda;
 Dores em geral. Ele tem efeito analgésico/sedativo;
 Cura a nível celular para traumas e experiências de outras
encarnações. Existem experiências tão fortemente enraizadas e que
passam a fazer parte de nosso código genético. Devido a essa
codificação, nossas células podem carregar memórias de outras vidas
que acabam interferindo negativamente em nosso dia a dia. Zonar
atua diretamente neste nível, transmutando tais memórias;
 Cura de memórias celulares do inconsciente coletivo;
 Tratamentos à distância e traumas de infância ou outras encarnações.
Através desse símbolo podemos enviar a energia de cura ao passado e
ao futuro;
 Ideal para trabalhar com afirmações e invocações.

HARTH

Significa Amor, Verdade, Beleza,


harmonia e equilíbrio. É o símbolo
para deixar fluir energia de cura e
amor. É a pirâmide tridimensional.
Cura o coração simbólico e todos os
problemas relacionados a ele.
Desenhar o símbolo e energizá-lo com
o Choku Rei, feche os olhos e poderá
perceber uma pirâmide
tridimensional construída para
escalar girando a sua frente.
Visualize você mesmo entrando na
pirâmide em meditação, pode ser uma
experiência poderosa. Se você for
levado a fazer isso, em meditação, você poderá se ver entrando no símbolo
Harth.

11
Utilização:

 Cauterizar, com amor, uma área curada de onde a energia negativa ou


bloqueios tenham sido removidos;

 Desenvolve a ação compassiva, a sabedoria que vem do coração se


torna disponível para orientar-nos em todas as nossas ações;

 Desenvolve o amor próprio, a admiração, carinho e cuidados por si


mesmo, aumentando a auto estima e em conseqüência a capacidade de
amar ao outro incondicionalmente;

 Desenvolve bons hábitos, restabelece o nosso amor pela vida,


possibilitando assim o desenvolvimento de hábitos sadios. Se existe
algum hábito que deseja desenvolver, escreva-o em um papel, coloque
Choku Rei, Harth e Choku Rei e fique cerca de 10 minutos enviando
energia diariamente;

 Cura vícios: Se alguma pessoa tem algum vício, significa que a mesma
não tem amor suficiente por si. Harth preenche as carências afetivas
e cura os sentimentos de auto destruição/punição;

 Cura relacionamentos; harth traz consciência, compreensão e clareza


a respeito das situações, crenças, conceitos e sentimentos envolvidos
nos relacionamentos em geral;

 Conexão com os mestres espirituais que trabalham compaixão e amor


universal; Kwan Yin, Maria, Mestra Nada, Rowena, Isis entre outros.

12
HOSANA

Este é um símbolo da
purificação e harmonia.

Conecta-se diretamente com


a energia do Arcanjo Miguel.
Representa sua espada
flamejante que nos liberta
das energias intrusas que nos
afastam de nossa perfeita
harmonia.

É um símbolo de proteção.

Utilização;

 Limpeza de pessoas ou ambientes e proteção do campo áurico quando


saímos de casa ou vamos realizar algum trabalho espiritual específico
que necessita de proteção;

 Para proteção de ambiente ou objetos;

 Conexão com a energia do Arcanjo Miguel;

 Uma boa forma de utilizar Hosana para proteção é “vestindo” o


símbolo.

13
TERA MAI NÍVEL II

14
OS GRAUS DE INICIAÇÃO

Cada nível de iniciação leva o estudante a uma transformação da


consciência, desafiando-o a crescer e aumentar a sua visão espiritual. Este
sistema foi dividido em três partes com o objetivo de aumentar o padrão
vibratório do aluno gradativamente, garantindo que o mesmo se acostume e
ancore a energia necessária para sua evolução naquele momento.

 Nível 1:

Este grau é uma sintonização permanente com a energia Universal. Uma vez
iniciado, o indivíduo é capaz de canalizar a energia universal para curar a si
próprio e posteriormente para curar os outros. A iniciação permite que se
ativem os chakras superiores aumentando o padrão vibracional do iniciante e
promovendo uma purificação de alguns de seus corpos.

 Nível 2

O segundo grau requer iniciação adicional para sintonização dos símbolos de


poder que atuam em dimensões mais elevadas. Neste nível será aumentado o
padrão energético do aluno a fim de possibilitá-lo a fazer curas à distância
e utilizar técnicas que atuam diretamente no inconsciente de outras
pessoas.

 Nível Mestrado

A sintonização do terceiro grau é usada para trazer consciência plena ao


indivíduo a fim de possibilitar ao mesmo a integração de seu total.

Esta iniciação amplifica ainda mais o nível vibratório do aluno.

Este nível é para aqueles que desejam ter aptidão para ministrar cursos e
iniciar alunos. Aqui será preciso aprender técnicas para aumentar o padrão
vibratório a fim de ancorar e captar a energia necessária para iniciar outras
pessoas.

15
SÍMBOLOS DO NÍVEL 2

SEI HE KI

Esse é o segundo símbolo do grupo usado


no nível 2 de Reiki Usui. Seu Yantra
lembra um dragão, o grande protetor
que cospe o fogo da transmutação.

Esse símbolo introduz a divindade em


nosso corpo energético e alinha nossos 4
chakras superiores. Como terapeutas,
nossa experiência mostra que a grande
maioria dos problemas físicos possui
origem emocional.

Sentimentos e reações como culpa, ira, inveja, rejeição e solidão, são


algumas das causas das doenças humanas.

Utilizações:

 Acaba com vícios e compulsões, como gula e uso de drogas;

 Esse símbolo tem o poder de diluir os padrões negativos que


advieram de antigos conflitos: sentimentos, memórias, etc., nos
ajudando assim a encontrar as causas escondidas em nosso
inconsciente;

 Facilita a cura, possibilitando a descoberta da causa do problema,


descobrindo a energia causadora dos padrões negativos existentes
em nosso momento atual, resolvendo em nossos arquivos de memórias
infantis, da vida intra-uterina, indo até vidas passadas e aos registros
kármicos.

Seu trabalho se dá especificamente sobre os chakras cardíaco e do plexo


solar, que são os que recebem energia mais diretamente do corpo áurico
emocional, e assim curando os bloqueios emocionais que estavam seguros
nessa região da aura.

16
Aquele que recebe o Reiki, conecta-se diretamente com esse aspecto
emocional, de forma suficiente para resolvê-lo definitivamente, bem como
sua manifestação física se for o caso.

É também conhecido por vários nomes como “PURIFICAÇÃO”, “CHAVE DO


UNIVERSO”, “O HOMEM E DEUS SÃO UNOS”, “O HOMEM ENCONTRA
DEUS” ou “EMOCIONAL”.

HON SHA ZE SHO NEN


Dirige a energia para o consciente,
para o corpo mental. É a chave para
o envio do Reiki à distância no espaço
e no tempo, a outro bairro, à outra
cidade, país, ao passado ou ao
futuro.
Esse símbolo acaba com qualquer
barreira entre quem envia Reiki e o
receptor, pois ele faz com que,
dirigidos pela intenção, os campos
áuricos se interajam independente
de qualquer obstáculo.
Pode ser usado para transpor o
tempo, para intervir nas ondas
quânticas, traz o continuum de
tempo, e aí são rompidas as ligações
de passado, presente e futuro. Esse
símbolo é a chave para o envio da
cura à distância, para a ligação com outros seres, mundos e níveis de
percepção.
Os Registros Akáshicos contém todos os pensamentos, emoções,
sentimentos, compromissos kármicos, ou seja, tudo que a mente de cada ser
vivo emitiu desde sua origem, guardado em forma de energia. Esse símbolo
permite o acesso e a manipulação desses arquivos, ajudando a, quando
possível, amenizar o Karma (compromisso).
É também conhecido por vários nomes como “NEM PRESENTE, NEM
PASSADO, NEM FUTURO”, “A DIVINDADE QUE EXISTE EM MIM
SAÚDA A DIVINDADE QUE EXISTE EM VOCÊ”, “A CASA DA LUZ
BRILHANTE VENHA A MIM NESSE MOMENTO”, “O PAGODE”, ou “O

17
STUPA”, representação budista tântrica dos chakras ou dos 5 elementos em
forma de estátua ou construção.

Utilizações:

 Esse símbolo sagrado é usado para cura e energização à distância, em


pessoas ausentes, como também em seções de imposições de mãos e
auto tratamento, atuando no corpo mental e na parte consciente da
mente;

 Trabalha sobre os chakras da garganta, frontal e coronário;

 Esse símbolo atua sobre as ondas quânticas, proporcionando ação fora


do espaço (trabalho à distância) e do tempo atual (presente). Quando
enviado ao passado, a energia Reiki ajuda a tratar de traumas de
infância ou de vidas passadas, influenciando um evento passado e o
re-programando. Em uma espécie de efeito dominó, o presente e o
futuro passam a reagir, e assim a realidade é transformada.

MARA ou RAMA

É o símbolo que nos conecta e nos


fundamenta na terra. Aterramento.
As espirais representam as 4
direções e os 4 elementos e a espiral
do meio representa o coração
(chakra cardíaco) que é o centro de
cura e as duas hastes unidas no
centro, representam os aspectos
femininos e masculinos de DEUS/Pai
e DEUSA/Mãe.
Quando se entoa a palavra Mara, as
espirais formam um vórtice de
energia vertical entre o céu e a
terra.

Utilização:

 Aterramento (grownding). Ele traz a pessoa de volta ao seu centro e


também expulsa pelos pés energias negativas. Pode ser usado no fim
de uma sessão;

18
 Conecta os chakras inferiores com a terra e harmoniza-os, auxiliando
em problemas com sobrevivência, indulgência, dificuldades sexuais e
tudo ligado que está relacionado com ao primeiro e segundo chakra;
 Harmoniza os chakras superiores e inferiores;
 Bom para pessoa com falta de elemento terra (pés no chão, lidar com
aspectos materiais, etc.);
 Cria determinação, abre os caminhos, auxiliando a nos mantermos
focalizados em nossas metas;
 Ajuda a manifestar metas materiais, através da harmonização e
integração de todos os corpos;
 Ancoragem de qualquer energia ou experiência vivida

JOHRE

Significa Luz Branca que regenera e cura.


Este símbolo também é utilizado na religião
Messiânica e MahiKari.
Deve-se entoar Johre três vezes para cada
um de seus caracteres (seis).

Utilização:

É especificamente recomendado para


promover a regeneração e
rejuvenescimento celular;

É principalmente indicado para


trabalhar a coluna vertebral física e
etérica;

Também pode ser usado em casos de


degeneração celular para voltar a dar
luz e memória às células;

Serve para todos os problemas referentes à coluna vertebral, paralisia,


etc;

Combina-se com Motor Zanon (a seguir) para casos de leucemia,


problemas do sistema nervoso, ossos, esclerose múltipla.

19
MOTOR ZANON

É composto por dois símbolos:


MOTOR, o desenho dr dentro e
ZANON, o desenho de fora. É
usado também pelos monges
tibetanos para exorcismos.

Utilizações:

Unificação de mente e corpo;

Cura a alma e leva ao


crescimento espiritual;

Remoção de energias “mortas” e


estagnadas;

Remoção de vírus, mucos, toxinas, etc, fortalecendo o sistema imunológico;

Aplicado nas emoções, retira as que nos são prejudiciais do mesmo modo que
os vírus;

Trabalha em íntima relação com os padrões de DNA de cada organismo.

Para remoção:

 Desenhar 1º o Choku Rei duplo (Krya) e em seguida 1 e 2 (desenho de


fora símbolo Motor Zanon) e entoar Zanon por três vezes (o símbolo
entra no corpo e abre a espiral);

 Desenhar o 3 + 1,2,3,4,5,6 e 7 e entoar Motor por três vezes (ele


entra e captura o vírus);

 Entoar Motor Zanon por três vezes (o símbolo fecha a espiral com o
vírus capturado);

 Fechar com Krya que retira para fora do corpo.

20
DRAGÃO DE FOGO
(NINGIZIDA)

É um símbolo também usado na Yoga e


simboliza a energia que circula pelos
chakras e pela coluna vertebral. Faz
circular a energia.

Utilizações;

Conecta e estimula todos os


chakras;
 É um símbolo para ativar a
Kundaliní;
 Auxilia nas enfermidades
relacionadas à coluna;
 Move a energia do 1º ao 7º
chakra removendo bloqueios e
ativando os chakras superiores;
 Ajuda a atravessar processos de
mudança como, por exemplo, menopausa, mudanças, modificações
repentinas.

SHANTI

Significa Paz, a integração e


harmonização. É um símbolo que
cura passado, permitindo que
vivamos harmoniosamente no
presente liberando o futuro.

Utilizações:

21
 Cria confiança na vida, abrindo a conexão com nosso Eu superior, nos
libertando de situações opressivas;

 Cura medo e pânico. Ajuda a acalmar as incertezas e equilibra os


campos áuricos, trazendo paz. Bom para ataques ou síndrome do
pânico e também fadigas crônicas;

 Auxilia na abertura do chakra frontal aumentando a intuição e a


clarividência;

 Manifesta a melhor possibilidade.

SATI

Significa equilíbrio entre o


feminino e o masculino.
É um símbolo muito importante
para criar uma relação dinâmica
entre as energias femininas
(Yin) e as energias masculinas
(Yang).

Utilizações;

 Cria uma relação dinâmica


entre as energias Yin e
Yang;
 Ajuda a expressar estas
duas características de
maneira criativa e
construtiva podendo ser usado para casos individuais ou para
relacionamentos;
 Harmoniza os quatro elementos dentro do indivíduo;
 Auxilia a viver com amor, harmonia e alegria dentro da realidade;
 Favorece o trabalho em equipe.

Para desenhar SATI:

- Desenhar a cruz em um só movimento com as mãos espelhadas;

22
- Desenhar o retângulo no meio da cruz com as mãos espelhadas;
- Desenhar os dois círculos simultaneamente: mão direita em
movimento horário e mão esquerda em movimento anti-horário.

TERA MAI NÍVEL 3


(MESTRADO)

23
DAI KOO MYO

É um símbolo extraordinário cujos


antecessores datam do século III a.C. e
que nos projeta para uma nova e mais
poderosa energia. Ao realizar
corretamente sua técnica de ativação,
superamos a barreira imposta pela mente
humana e vamos além do tempo, do espaço
e da dualidade.
É um autêntico símbolo de cura kármica,
pois pode agir sobre nossos corpos mais
sutis.
Sua utilização permite uma conexão
imediata com o Eu superior. Traz luz e
sabedoria ilimitada através da
manifestação da divindade sobre o plano
físico, que faz com que ocorra um aumento de captação da energia
potencializando o canal e todos os outros símbolos usados por ele.
Ele nos coloca em contato com energias de alta freqüência acelerando as
partículas energéticas de nosso corpo e do campo vibracional ao nosso
redor, limpando de imediato os canais elétricos que servem de condutores
da energia universal, fazendo com que nosso volume se torne ilimitado.
Dai Koo Myo pode ser traduzido como GRANDE RAIO DE LUZ, ou GRANDE
BRILHO REVELADOR.

24
OM

OM assemelha-se a abrir os
braços para abraçar tudo
que vive, é como uma flor
que abre suas pétalas à luz
do Sol. OM é a ascensão à
universalidade.
É um símbolo em sânscrito
utilizado em muitas práticas
espirituais no Oriente. OM
representa o Universo
funcionando como uma
unidade.
É o som primordial do
Universo; traz Luz, purificação e conexão com Deus.

Utilização:

 Auxilia a abertura do chakra em que for utilizado;

 Abre o receptor para receber uma cura profunda;

 Purifica, protege e estabiliza a cura;

 Traz a conexão com o Universo, noção da totalidade;

 Auxilia a expansão do campo áurico e da consciência.

25
OM TIBETANO

Tem três significados: um interno,


um externo e um secreto.

Om representa o corpo, segundo


os monges tibetanos.

Utilizações:

 Purifica os atos negativos


cometidos através do corpo;

 Purifica internamente os
canais sutis e, intimamente,
induz ao conhecimento da
energia universal;

 Purifica e limpa os registros negativos provenientes de ações cometidas


contra o corpo físico; auto mutilações, abuso de substâncias tóxicas, etc;

 Purifica o corpo através do amor próprio e do perdão, permitindo que o


indivíduo se equilibre e se harmonize com a alma e o fluxo universal;

 Limpa os registros negativos de comportamentos e ações que não estão


de acordo com o Eu Superior;

 Auxilia a trazer conscientização de si mesmo, como parte integrante do


Universo.

26
HALU
É uma combinação de vários símbolos numa
amplificação do Zonar. É um dos símbolos
mais poderosos e trabalha a níveis muito
sutis.

Utilização:

 Ajuda a nos equilibrarmos e nos devolve


a saúde;

 É utilizado nos momentos de angústia


mental;

 É muito útil para pessoas especiais


(síndrome de Down, retardos, etc.);

 Ilumina o caminho para chegar a um alto grau de consciência;

 Rompe padrões negativos da mente, corta o abuso sexual e psíquico;

 Identifica e dissolve as defesas inconscientes, enraizadas e


cristalizadas;

 Cura as negações de nosso ser, assim como projeções de nossa sombra


em outras pessoas. Ele resgata e integra a sombra em nosso ser como um
todo;

 Dispersa ataques psíquicos, psicológicos, emocionais e energéticos.


Libera e dissolve formas pensamento negativas criadas por nós mesmos
afastando energeticamente a possibilidade de invasão de outros;

 Pode ser utilizado em salas de meditação antes de trabalhos energéticos


a fim de ativar o corpo espiritual.

27
INFINITO

É um símbolo de harmonização
das energias e aprofundamento
em um tratamento.

Utilizações;

 Harmoniza os laços
negativos com pessoas,
situações, padrões de
pensamento, crenças, etc, nos deixando livres para expressar o que
somos sem interferências. Para esse fim, utilizar o símbolo junto com
a chama violeta (ver no final da apostila);
 Auxilia a deixar vícios e padrões negativos, pois rompe os laços com o
padrão energético. Pode ser utilizado diretamente em nós mesmos ou
no receptor, ou pode ainda ser enviado à distância para a pessoa ou
situação com que desejamos cortar o laço. É um símbolo chave na
reprogramação mental;
 Ótimo para ser utilizado no fim de sessões, harmonizando o fluxo
energético e dissolvendo laços que possam ter sido formados entre as
pessoas envolvidas no tratamento;
 Aprofunda o trabalho com outros símbolos.

YOD

A ativação do YOD.

Este é o primeiro passo na construção


do arquétipo mental da mais fina
sutileza e conecta o iniciado com os
mais altos modelos do pensamento. É
uma ativação individual para despertar
as mais puras qualidades da alma
humana.

28
O saber interno alinha-se para colaborar com o universo. Esta ativação
ajuda a re conectar a “Ponte do Arco-Íris”, isto é, restabelecer a conexão
entre o coração, o terceiro olho, a estrela da alma e a essência espiritual
pura.

A iniciação do Yod serve para ir além da capacidade de amar e sentir e a


verdadeira compaixão. Aumenta claramente a sensibilidade nas pessoas que
utilizam algum sistema de adivinhação.

ESTRELA

Este é um poderoso símbolo


utilizado somente nas iniciações,
remetendo o indivíduo à
perfeição do seu Ser ativando o
potencial pleno.

Este símbolo representa o


homem perfeito.

Utilizações:

 Restaura a matriz dos corpos


inferiores e superiores, de
acordo com o padrão
vibratório de alma e mônada;

 Auxilia no alinhamento do eixo central;

 Abre e ativa o tubo prânico, aumentando o fluxo de energia e a conexão


com dimensões superiores.

29
RAKU

Este símbolo é uma descarga elétrica de Luz, vindo


como uma benção direta.

No budismo é considerado a plenitude. Traz iluminação,


funcionando como um relâmpago de luz.

Utilizações:

 Traz a luz de sua centelha divina para ser


ancorada nos corpos inferiores;

 Sela iniciações como se fosse um grande banho


de Luz no aluno;

 Aumenta a freqüência vibratória, pois conecta a energias superiores;

No budismo este símbolo é utilizado de baixo para cima, com as seguintes


finalidades:

 Exorcismos e tirar a consciência do corpo.

HUNG

O HUNG representa a mente. Purifica os atos


negativos cometidos por meio da mente.
Internamente, ativa a essência criativa.
Intimamente, induz ao conhecimento da essência do
universo.

Mente – Ação.

Mantra: OM BENZA SATTO HUNG.

30
É o mantra curto de Vajrastva, aspecto purificador de Buda. A recitação
deste mantra e a prática de sua meditação fazem parte de uma das práticas
preliminares específicas do Varjrayana. Permite purificar rapidamente os
véus que cobrem a natureza pura da mente.

Utilizações:

 Purifica os atos negativos cometidos pela mente;


 Purifica e limpa os registros negativos provenientes de crenças
negativas, limitadoras e auto punitivas;
 Purifica a mente através do amor próprio, autoconsciência e do
perdão;
 Possibilita que o indivíduo se equilibre e se harmonize com a alma e o
fluxo universal;
 Auxilia a trazer conscientização de si mesmo e da realidade do
Universo;
 Trabalha a libertação das ilusões.

RESPIRAÇÕES PARA AS SINTONIZAÇÕES

 RESPIRAÇÃO DOS RINS:

1 – Contrair o ponto Hui Yin e colocar a língua no céu da boca;

2 – Inspirar luz azul cobalto e levar a luz até os rins. Segurar por alguns
segundos enquanto ela torna-se branca (intencionar uma filtragem total) e
expirar pela boca a luz branca.
Quando expiramos a luz branca vamos formando uma névoa de luz branca ao
redor da cabeça do aluno que será sintonizado.

Obs: esta respiração deve ser feita por 3 vezes.

 RESPIRAÇÃO DAS CORES:

Esta mudança de cores que é realizada nesta respiração vai alterando o


padrão vibratório da energia até tornar-se extremamente elevada para
realizar a iniciação.

31
RESPIRAÇÃO:

1 - Depois de fazer as 3 respirações dos rins (manter a contração do ponto


Hui Yin somente se desejar) e focalizar a atenção no coronário;

2 - Visualizar claramente a luz branca, a névoa branca criada pela respiração


dos rins;

3 – Respire a luz branca pelo canal central de luz (tubo prânico) e faça a luz
descer pelos chakras até chegar ao chakra raiz;

3 – Segure a respiração. Então, a energia volta passando por todos os


circuitos energéticos até chegar no cérebro.

4 – Todo o cérebro se torna branco, depois azul cobalto, violeta e então


dourado;

5 – Sentir claramente a energia dourada e então realizar um sopro, onde


esta energia de vibração dourada é enviada ao aluno.

Obs: o sopro dourado é usado em todas as iniciações.

Para experienciar a energia da vibração de cada cor, pode-se fazer o


seguinte exercício, sugerido por Kathleen Milner:

1ª cor: LUZ BRANCA

1 - Depois de fazer as 3 respirações dos rins, focalize a atenção no


coronário e veja a nuvem de luz branca;

2 – Respire a luz branca para o canal central de luz e faça a luz descer pelos
chakras até chegar ao chakra raiz. Segure a respiração. Então a energia
volta passando por todos os circuitos energéticos até chegar no cérebro;

3 – Todo o cérebro se torna branco. Segure a respiração visualizando a cor


branca por alguns segundos e sopre a luz branca;

32
4 – Sinta a energia que você criou e depois envie esta energia de cura para a
Terra.
2ª cor: LUZ AZUL COBALTO

1 - Depois de fazer as respirações da cor banca, visualize esta cor branca;

2 – Respire a luz branca para o canal central de luz e a faça a luz descer
pelos chakras até chegar ao chakra raiz. Segure a respiração. Então a
energia volta passando por todos os circuitos energéticos lentamente até
chegar no cérebro;

3 – Todo o cérebro se torna azul. Segure a respiração visualizando a cor


azul por alguns segundos e então sopre a luz azul;

4 – Sinta a energia que você criou e depois envie esta energia de cura para a
Terra.

3ª cor: LUZ VIOLETA PÚRPURA

1 – Depois de fazer as respirações da cor azul, visualize a cor branca;

2 – Respire a luz branca para o canal central de luz e faça a luz descer pelos
chakras até chegar ao chakra raiz. Segure a respiração. Então a energia
volta passando por todos os circuitos energéticos lentamente se tornando
violeta até chegar no cérebro;

3 – Todo o cérebro se torna violeta. Segure a respiração visualizando a cor


violeta por alguns segundos e então sopre a luz violeta.

4 – Sinta a energia que você criou e depois envie esta energia de cura para a
Terra.

33
MEDITAÇÃO DA ÁGUA

1 - Segurar um copo com água potável na altura do chakra cardíaco;

2 – Visualizar uma nuvem de luz branca sobre seu coronário;

3 – Inspirar a nuvem levando-a pelo canal central até o tanden (2 dedos


abaixo do umbigo) e aí visualizá-la em azul;

4 - Levar a luz azul de volta pelo canal central e na altura do plexo solar,
visualizá-la em violeta;

5 – Continuar subindo a luz e na altura do cardíaco, visualizá-la em dourado;

6 – Subir um pouco mais a luz dourada e expirar na água do copo.

7 – Repetir por 9 vezes e beber a água.

PROCEDIMENTOS PARA AS SINTONIZAÇÕES

1 – Colocar os estudantes numa roda, de preferência de costas uns para os


outros (não é obrigatório). Assegure-se de que há bastante espaço para
poder movimentar-se para a frente de cada iniciado;

2 – Fazer a meditação da água;

3 – Pode-se também substituir o ritual de meditação da água e ingerir antes


das sintonizações limonada sem açúcar ou floral de limpeza (Crab Apple – do
sistema Bach, por ex);

4 – Preparar a sala colocando os símbolos do Mestrado e do nível que será


iniciado;

34
5 – Chamar as forças espirituais. (guias, mestres, energia universal, etc).
sintonizar-se com a energia da iniciação.

6 – Visualizar uma grande coluna de Luz no centro da sala;

7 – Colocar o símbolo da Estrela no teto, na parte de cima do pilar de luz;

8 – Colocar o símbolo da Estrela na cabeça como se fosse uma coroa;

9 – Conduzir uma meditação de relaxamento e preparação para a iniciação.

PRIMEIRA PARTE DE TODAS AS INICIAÇÕES

1 – Limpeza do campo áurico: realizar uma limpeza no campo áurico do aluno,


frente e costas. Isto pode ser feito com auxílio de símbolos, sálvia branca
ou floral de limpeza em spray.

2 –Colocar as mãos do aluno em prece na altura do cardíaco;

3 – Por trás do aluno, coloque as mãos sobre sus ombros e peça bênçãos e
auxilio dos mestres de Luz deixando clara a intenção do nível que está o
aluno sendo iniciado. Pode-se utilizar uma afirmativa mental como, por
exemplo, “Peço permissão ao eu Superior de ___________para realizar a
iniciação de nível ____em Tera Mai. Que eu possa ser um canal perfeito
para esta iniciação e que ele possa receber toda Luz, Amor e Poder que lhe
é de direito”.

4 – Banho de Luz: Invocar a mais pura Luz e bênçãos sagradas e jogar no


campo áurico do aluno, da cabeça aos pés, como se estivesse lhe banhando
com essa luz, vinda de sua centelha divina (pode utilizar os símbolos Raku e
Johre);

5 – Recoloque as mãos nos ombros do aluno e faça a respiração dos rins por
3 vezes;

35
6 – Mantendo as mãos nos ombros do aluno, faça a respiração das cores por
3 vezes;

7 – Retire as mãos dos ombros do aluno e forme um triângulo com as mãos


(mãos abertas, dedos esticados, mantendo as duas mãos unidas somente
pelos indicadores e polegares) e eleve-as desta forma acima da cabeça do
aluno em direção ao alto.

Os seres superiores que estão fazendo a canalização criam uma ponte de


triângulos que percorrem todo o caminho até a Fonte Essencial da Energia
Universal;

8 – Quando finalizar volte a tocar os ombros firmemente.

INICIAÇÃO DO 1º NÍVEL

1 – Ficando atrás do iniciante, com as pontas dos dedos de cada mão unidas
sobre a coroa formando um cone desenhe 3 vezes o Choku Rei no sentido
horário e depois 3 vezes no sentido anti-horário e diga seu nome por 3
vezes para cada um.

O símbolo deve ser desenhado com as duas mãos ao mesmo tempo;

2 – Desenhe simultaneamente com ambas as mãos em cone o símbolo Harth


e repita seu nome por 3 vezes;

3 – Bata suavemente nos ombros do iniciante e indique que leve as mãos para
a posição de oração na altura da coroa, por cima da cabeça, ou se preferir,
conduza as mãos do aluno para essa posição sem tocar em seus ombros;

4 – Abra as palmas do iniciante na sua direção (os cotovelos devem estar à


altura dos ombros, abrindo os chakras localizados por baixo dos braços).
Enquanto fizer este procedimento faça a respiração dourada e sopre a
energia visualizando-a em dourado nas palmas das mãos do iniciante.
(comece a respirar normalmente, mas mantenha uma leve contração do
esfíncter – ponto Hui Yin);

36
5 – Coloque as mãos do iniciante novamente juntas, bata na parte externa
das mãos para selar a energia. Abaixe as mãos do iniciante para o coração;
6 – Coloque seus polegares na borda occipital, acomodando a cabeça do
iniciante e visualize o símbolo HUNG enquanto repete 3 vezes o mantra OM
BENZA SATO HUNG;

7 – Vá para a frente do iniciante. Visualize o Terceiro Olho e coloque 3


vezes o Choku Rei no sentido anti-horário e 3 vezes no sentido horário
falando 3 vezes o nome dele para cada um. Coloque Harth 3 vezes e diga o
nome 3 vezes. Com as pontas dos dedos unidas de cada mão formando um
cone, aponte-as para o terceiro olho e dirija para aí a energia;

8 – Faça uma respiração profunda visualizando uma nuvem branca e bata


suavemente nos ombros do iniciante indicando para que eleve as mãos em
posição de oração para o terceiro olho. Abra as palmas das mãos do iniciante
na sua direção (cotovelos na altura dos ombros). Retenha a respiração
visualizando a energia na cor azul, depois violeta e, ao exalar, em dourado
nas palmas das mãos do iniciante. Junte as palmas das mãos do iniciante e
bata na parte externa para selar;

9 – Repita o procedimento sobre o laríngeo, o cardíaco e o plexo solar;

10 – Vá para trás do iniciante e coloque os polegares no lóbulo occipital.


Visualize o OM indiano e repita-o mentalmente por 3 vezes;

11 – Conclua juntando as mãos em posição de saudação.

INICIAÇÃO DO SEGUNDO NÍVEL

Repetir as etapas do “Procedimento para sintonizações”

1 – Com os dedos de cada mão unidos em forma de cone, desenhe 1 vez


sobre a coroa o SEI HE KI e diga seu nome 3 vezes mentalmente (o símbolo
deve ser desenhado com as duas mãos simultaneamente);

2 – Desenhe o Choku Rei nos dois sentidos, um por vez e um com cada mão
em forma de cone falando o nome do símbolo 3 vezes para cada um e
enquanto fala, bater levemente com os dedos em cone, sobre o chakra;

37
3 – Desenhe Harth 3 vezes com as duas mãos em cone e simultaneamente
repetindo o nome do símbolo 3 vezes;

4 – Sopre e projete os símbolos para acima da coroa do iniciante;

5 – Coloque os polegares na borda occipital acomodando a cabeça do


iniciante e visualize o símbolo HUNG enquanto repete por 3 vezes OM
BENZA SATO HUNG;

6 – Coloque-se na frente do iniciante e abra as mãos do iniciante. Desenhe


os símbolos SEI HE KI, CHOKU REI e HARTH na palma de uma das mãos do
iniciante, um de cada vez, repetindo seus nomes 3 vezes, sopre, dê um
estalo com os dedos e bata levemente na palma da mão do iniciante a cada
símbolo desenhado. Repita o mesmo procedimento na outra mão;

7 – A seguir, desenhe na planta de um dos pés o CHOKU REI nos dois


sentidos por 3 vezes e MARA repetindo o nome de cada um 3 vezes. Inspire
e sopre a planta do pé. Dê um estalo com seus dedos acima do chakra da
planta do pé e bata levemente. Repita o procedimento no outro pé;

8 – Vá para trás do iniciante. Coloque seus polegares no lóbulo occipital.


Visualize o OM indiano e diga OM 3 vezes mentalmente;

9 – Conclua juntando as mãos em saudação.

INICIAÇÃO DE MESTRADO

Repetir as etapas do “Procedimento para sintonizações”

1 – Sobre a coroa, com as mãos em forma de cone, desenhe simultaneamente


com ambas as mãos o Dai Koo Myo, o CHOKU REI e o HALU por três vezes
repetindo o nome dos símbolos por 3 vezes;

2 - Sopre e projete os símbolos para acima da coroa do iniciante;

3 – Repita o mesmo procedimento desenhando os símbolos no cóccix do


iniciante;

38
4 - Bata suavemente nos ombros do iniciante e indique que leve as mãos para
a posição de oração na altura da coroa, por cima da cabeça, ou se preferir,
conduza as mãos do aluno para essa posição sem tocar em seus ombros;

5 - Abra as palmas do iniciante na sua direção (os cotovelos devem estar à


altura dos ombros, abrindo os chakras localizados por baixo dos braços).
Enquanto fizer este procedimento faça a respiração dourada e sopre a
energia visualizando-a em dourado nas palmas das mãos do iniciante.
(comece a respirar normalmente, mas mantenha uma leve contração do
esfíncter – ponto Hui Yin);

6 – com seus polegares na borda occipital, levante e visualize o OM tibetano


e diga OM 3 vezes mentalmente;

7 – Vá para aa frente do iniciando. Desenhe os mesmos símbolos na palma de


uma das mãos e diga o nome deles 3 vezes. Tome uma respiração profunda e
sopre a energia na palma da mão, dê um estalo e bata levemente nela. Repita
o procedimento na outra mão;

8 – Vá para trás do iniciante. Coloque seus polegares no lóbulo occipital.


Visualize o OM indiano e diga seu nome 3 vezes;

9 – Conclua juntando as mãos em saudação.

39
TERA MAI SEICHEM

40
TERA MAI SEICHEM

O Tera mai Seichem é um sistema de cura que associa e unifica a energia


utilizada por Xamãs havaianos (kahunas) e por eles denominadas “Seichem”,
com as energias das freqüências mais elevadas dos quatro elementos (terra,
água, fogo e ar).

Através de canalizações e contatos com alguns dos Mestres Ascensos,


Confederação Galáctica e os Anjos dos da Eterna Luz, Kathleen foi guiada a
unificar seus conhecimentos de Seichem (já havia sido iniciada como Mestre
em Seichem) juntamente com as energias nas quais foi iniciada pelos
próprios seres de Luz (Sakara, Sophiel e Angeliclight).

SAKARA é fogo, a energia de oitavas superiores do fogo utilizada para cura.


A energia curativa de Sakara trabalha na aura, o campo eletromagnético que
cerca o corpo. Uma das propriedades básicas do fogo é transformação,
transmutação. Sakara queima, transmuta e liberta bloqueios e resistências
nos níveis físico, etérico, emocional, mental e espiritual. A iniciação na
freqüência de Sakara possibilita uma aceleração dos elétrons dos átomos de
nosso corpo, possibilitando uma amplificação do potencial geral inerente a
cada um. É claro que esta aceleração acontece dentro do que cada um está
pronto para acessar de seu próprio poder. A energia de Sakara é
geralmente sentida como pulsações de eletricidade de voltagem baixa;
sendo que algumas pessoas chegam a experimentar a sensação de alfinetes
de energia nas palmas das mãos e nas pontas do dedo. É muito comum as
pessoas que estão recebendo a energia Sakara sentirem uma energia
efervescente ou como se fosse eletricidade de voltagem baixa percorrendo
o corpo enquanto a acura é realizada.

ANGELICLIGHT é um raio de cura de duas vertentes: o elemento ar,


energia mental e energia diretamente do Reino Angélico.

O ar expressa as qualidades de comunicação, com esta energia a capacidade


de curar enfermidades no chakra frontal e laríngeo é consideravelmente

41
elevada. O terapeuta que utiliza a energia de Angeliclight trabalha
eficazmente com anjos, Espírito Santo e a mais alta freqüência de sua alma.
O outro aspecto de cura desta energia é a comunicação: auxilia a acessar a
comunicação a nível interno (chegar à sabedoria e as palavras da alma e
mônada) e também a nível externo (expressar aquilo que realmente é com
clareza e perfeição. A energia de Angeliclight possibilita uma clareza
mental que facilita muito a expressão e comunicação do ser.

Utilizando Angeliclight em sessões de cura, o terapeuta intensifica o poder


das palavras ditas ao cliente, assim como os insights obtidos pelo mesmo.

SOPHIEL é a energia de oitavas superiores da água. As cores deste raio


incluem todos os tons da prata até o preto do vácuo. O Grande Vácuo é
preto como o útero Universal de onde a Luz emerge. Sem preto não existe
nenhuma Luz.

A energia de Sophiel penetra profundamente no corpo astral/emocional


possibilitando acessar o núcleo de qualquer perturbação a nível emocional.

Também auxilia a pessoa, restabelecendo o equilíbrio entre as energias


masculina e feminina (ambos os aspectos são de extrema importância para
que o individuo tenha uma personalidade sadia e integrada. Nosso aspecto
feminino traz a criatividade, receptividade, capacidade de nutrir,
habilidades psíquicas, intuitivas e curativas. Nosso lado masculino traz o
guerreiro verdadeiro, a força, a lógica, a capacidade de se adequar aos
meios, etc...).

A energia de Sophiel aumenta a consciência psíquica do terapeuta,


possibilita o aumento das habilidades intuitivas ajudando o terapeuta em
visualizações, contato com o Espírito Santo, receber impressões psíquicas
diretamente da alma e mônada do paciente, acesso aos Registros Akáshicos.

TERA MAI é a manifestação da energia do elemento terra em suas oitavas


superiores. É uma energia de aterramento e grownding, que auxilia em curas
específicas de corpo físico e questões ligadas mais à terceira dimensão.
Quando se utiliza a energia do elemento Terra, a energia é experimentada
como quente e fria; esta energia vem basicamente da canalização das forças
do próprio planeta e da Mãe Terra e sua energia magnética azul cobalto.

O Tera mai Seichem trabalha com todos os quatro raios curativos

42
elementares e símbolos sagrados do Xamanismo Havaiano que auxiliam a
alcançar estas freqüências específicas.

INICIAÇÃO YOD

Segundo Kathleen Milner, a sintonização com a


energia Yod, liga o iniciado à Energia da Arca da
Aliança, proporcionando-lhe, conhecimento,
sabedoria e poder de cura divinos.

Este poder é integrado sutilmente, à medida que


o iniciado está preparado para o utilizar a um
nível consciente numa forma construtiva para a
evolução da humanidade, pois liga ao iniciado a elevados padrões de
pensamentos.

A sintonização Yod facilita ainda a expansão do Chakra do coração ao amor


(Metta) e a compaixão (Karuna).

É uma iniciação para despertar as qualidades da alma e ajuda também a


religar a "Ponte Dourada", ou seja, a restabelecer a ligação entre o coração,
a terceira visão, a estrela da alma e a alma.

 Prepare-se para uma sintonização da sua forma habitual;


 Faça uma meditação relacionada com o coração, pedindo ao o iniciado
para permanecer na posição de oração, contraia o ponto Hui Yin
(facultativamente), peça ajuda a fonte Karuna e manifeste sua
intenção de uma forma clara,

À frente do iniciado

1. Separe as mãos do iniciado de forma a ficarem à altura e do lado


exterior dos ombros, com as palmas viradas para frente;

2. Desenhe o Krya no Chakra Cardíaco com ambas as mãos;

3. Desenhe então o Yod: o “diamante” no chakra Frontal, o “cálice”,


desde a mão direita até a mão esquerda, passando pelo Chakra do
Coração, e finalmente a “haste” começando no Chakra Básico e
terminando no Chakra do Coração;

43
4. Coloque ambas as mãos do iniciante no Chakra do Coração,
sobrepondo-as no centro;

5. Mova-se para trás do iniciado pela sua direita.

Atrás do iniciado

1. Com o ponto Hui Yin contraído, posicione a ponta da sua língua por
trás dos dentes incisivos superiores da frente no palato mole (céu da
boca); Inspire profundamente e contenha a respiração. Posicione os
polegares no pescoço do iniciado e visualize o Om sobre o Chakra
Coronário do iniciado enquanto entoa o mantra mentalmente 3 vezes;

2. Faça a respiração Violeta com o Om e expire-o pra o Chakra


Coronário do Iniciado enquanto simultaneamente liberta a posição Hui
Yin, retire a língua do céu-da-boca e os dedos do pescoço do
iniciado;

3. Movimente-se de novo para frente do iniciado pela sua direita.

À frente do iniciado

1. Conclua a sintonização, traçando o Raku e saudando o iniciado com


Hari Om (Deus Eterno) ou Namasté (Deus em mim saúda deus em
ti);

2. Peça por fim ao iniciado para respirar profundamente e permitir


que a Luz branca da energia Divina e a Luz Azul da Terra entrem
pelo Chakra Coronário e de seus pés, passando pelo Chakra
Básico, e se unam no Chakra do coração e se expandam por todo
o corpo Físico, e corpos energéticos;

3. Agradeça a Fonte Karuna.

Dê alguns minutos para que o iniciado desfrute da sintonização, depois o


faça espreguiçar e abrir os olhos para partilhar com os demais sua
experiência.

44
SINTONIZAÇÃO DA CHAMA VIOLETA

REPIRAÇÃO DA CHAMA VIOLETA: Para realizar a iniciação da Chama


Violeta, você irá utilizar a respiração das cores na seguinte seqüência:
BRANCO, ROSA, VIOLETA, AZUL e VERMELHO.

Iniciação:

1ª parte:

Beber água, suco de limão ou florais de limpeza. Colocar o aluno sentado


confortavelmente. Se estiverem em grupo, colocá-los em círculo, deixando
sempre espaço suficiente para andar entre eles;

Invocar presenças sagradas e conduzir o(s) aluno(s) a seguinte meditação da


chama violeta:

“Feche os olhos, relaxe e respire profundamente... Veja-se claramente em


sua tela mental. Invoque a presença dos anjos guardiões da chama violeta...
Peça que eles te levem para as águas poluídas do planeta... Entre em contato
com a água... Pergunte a eles o que pode ser feito”.

“Agora peça aos anjos da Chama violeta que te levem para as terras poluídas
do planeta... Vá com os anjos da chama violeta para as terras do planeta...
Entre em contato com a terra... Pergunte a eles o que pode ser feito”.

“Agora peça aos anjos da Chama Violeta que te levem para o ar poluído do
planeta... Vá com os anjos da Chama Violeta para o ar poluído do planeta...
Entre em contato com o ar... Pergunte a eles o que pode ser feito”.

“Peça agora aos anjos da chama Violeta que te tragam de volta para esta
sala. Mantenha-se em estado meditativo para receber a iniciação da Chama
Violeta”.

- Invocar a presença de Saint Germain por 3 vezes. Anjos da Chama Violeta


por 3 vezes e Chama Violeta por 3 vezes;

- Colocar as mãos do aluno em prece;

45
- Atrás do aluno, colocar as mãos em seus ombros e focalizar no coronário.
Fazer 3 vezes a respiração dos rins;

- Fazer a respiração da Chama Violeta e segurar a energia;

- Tire as mãos dos ombros do aluno e leve-as para o coronário. Desenhe os


símbolos Choku Rei sentido anti-horário, o Símbolo do fogo e o choku Rei
sentido horário;

- Bata nos ombros do aluno para que ele levante as mãos até o coronário;

- Abra as mãos do aluno em sua direção e sopre os símbolos com a luz


vermelha;

- Feche as mãos do aluno e dê um tapinha, como se apertasse as mãos para


selar a energia;

- Volte as mãos do aluno para o cardíaco;

- Coloque seus polegares na base do occipital do aluno, com uma leve pressão
como se estivesse levantando e visualize o símbolo HUNG, mantrando om
benza satto hung, no mínimo 3 vezes;

- Na parte de trás do chakra cardíaco do aluno, desenhe os símbolos Choku


Rei sentido anti-horário, Símbolo do fogo e Choku Rei sentido horário e
sopre os símbolos com a luz vermelha. Estale os dedos para selar a energia;

- Atrás do aluno, coloque seus polegares na base do occipital do aluno, com


uma leve pressão como se estivesse levantando e visualize o símbolo Om
Hindu mantrando Om por no mínimo 3 vezes;

- Na frente do aluno, chakra cardíaco: fazer a respiração da chama violeta e


segurar a energia. Desenhe os símbolos Choku Rei sentido anti-horário,
Símbolo do fogo e o Choku Rei sentido horário;

- Bata nas nos ombros do aluno para que ele levante as mãos as mãos até o
cardíaco;

46
- Abra as mãos do aluno na sua direção e sopre os símbolos com luz
vermelha. Feche as mãos do aluno e dê um tapinha, como se apertasse as
mãos para selar a energia;

- Volte as mãos do aluno para o cardíaco;

- Atrás do aluno, coloque seus polegares na base occipital do aluno, com uma
leve pressão como se estivesse levantando e visualize o Om tibetano,
mantrando OM por no mínio 3 vezes;

- Novamente conduzir o aluno à seguinte meditação:

“Feche os olhos, relaxe e respire profundamente... Veja-se claramente em


sua tela mental. Invoque a presença dos Anjos guardiões da Chama Violeta...
Peça para que eles te levem para as águas poluídas do planeta...Entre em
contato com a água...Pergunte a eles o que pode ser feito.

“Agora peça aos anjos da Chama violeta que te levem para as terras poluídas
do planeta... Vá com os anjos da chama violeta para as terras do planeta...
Entre em contato com a terra... Pergunte a eles o que pode ser feito”.

“Agora peça aos anjos da Chama Violeta que te levem para o ar poluído do
planeta... Vá com os anjos da Chama Violeta para o ar poluído do planeta...
Entre em contato com o ar... Pergunte a eles o que pode ser feito”.

“Peça agora aos anjos da chama Violeta que te tragam de volta para esta
sala”.

- Abrir para comentários sobre as experiências.

47
SÍMBOLO DO FOGO

Para desenhar o símbolo do fogo:

Desenhe a chama simultaneamente com as


duas mãos usando os dedos em forma de
cone;

Desenhar o lado direito da chama com a


mão direita e o lado esquerdo com a mão
esquerda;

Desenhar o duplo infinito (em forma de


hélice) com as duas mãos juntas (esquerda,
direita, em cima e em abaixo).

48
CERIMONIA DA ÁGUA
HA-AHI-WAI (RESPIRE FOGO E ÁGUA)

Este é um ritual consciente para transmutação e ancoragem dos 4


elementos.

Os indivíduos irão transformar a água em água de cura através dos corpos


sutis.

Cores, sons, respiração, símbolos e visualizações transformam a vibração da


água. Esta é uma boa maneira de preparar os alunos para as iniciações de
Reiki Tera Mai.

Sentados em círculo, cada um segurando um copo de água com as pontas dos


dedos tocando no copo, mas não do polegar. Segurar o copo na altura do
plexo solar. Contrair o Hui Yin e colocar a língua no palato.

Pela boca, respirar luz branca, levar a luz aos rins e espirar azul safira. A
expiração deve ser como um tipo de sopro, fazendo barulho. Ao fazer isso,
visualize a luz saindo como uma nuvem e tomando conta, fundindo-se com a
água. Fazer isso por 3 vezes e passar o copo para a pessoa da direita.
Continuar até o copo voltar as suas mãos (se o grupo for muito grande,
dividir em 2 ou estipular um número de vezes para passar o copo). A cada
vez que o exercício é feito, o azul vai ficando escuro, tornando-se índigo até
ficar quase violeta. A cor vai tomando conta de tudo.

Quando o copo do início voltar às mãos das pessoas, desenhar o Choku Rei
horizontalmente no copo e decretar ao espírito da água (SUI CHING) que
ela é pura transmutação e cura. Desenhar Choku Rei verticalmente e beber
a água. Conforme o líquido se espalha, visualizar a cor se expandindo por
todo o corpo, fechar os olhos e ver o que é transmutado.

Pegar outro copo de água, segurar com polegar e indicador, invocar o


espírito do Ar, inspirá-lo pelo coração e transmiti-lo ao copo pelo indicador.

Segurar o copo com o polegar e o dedo médio, invocar o espírito do fogo


inspirá-lo pelo coração e transmiti-lo ao copo pelo dedo médio.

49
Segurar o copo com o polegar e o dedo anelar, invocar o espírito da água,
inspirá-lo pelo coração e transmiti-lo ao copo pelo dedo anelar.

Segurar o copo com o polegar e o dedo mínimo, invocar o espírito da terra


inspirá-lo pelo coração e transmiti-lo ao copo pelo dedo mínimo.

Invocar a mãe natureza, espíritos da natureza e decretar que eles estejam


presentes naquela água que irá preencher todos os circuitos com a energia
dos 4 elementos. (Neste momento o mestre pode invocar o símbolo IAVA).

Beber a água, fechar os olhos e perceber o que acontece.

Abrir para experiências.

50
SÍMBOLOS TERA MAI SEICHEM

GRATITUDE OU GRATIDÃO

Este símbolo foi canalizado por


Valerie Eaver e é o símbolo para
gratidão universal. Pode ser
usado em relação a Pai/Mãe
Deus, Anjos, Devas, Universo no
geral ou a qualquer ser.

Muito bom para ser utilizado no


fim de qualquer técnica ou
cerimônia.

A gratidão deve fazer parte de


nosso processo de
desenvolvimento espiritual, ela
fecha o ciclo de recebimento de
tudo que o Universo pode nos prover, sem este sentimento interrompemos o
ciclo de abundância e prosperidade divina.

Utilização:

 Finalização de técnicas ou cerimônias;

 Agradecimentos em geral;

 Desenvolvimento do sentimento de gratidão universal.

Este símbolo não tem nome. Para utilizá-lo em forma de agradecimento,


desenhá-lo em seu cardíaco e trazer sua energia de amorosidade
oferecendo-a ao foco de seu agradecimento.

Para utilizá-lo para desenvolver a gratidão, colocá-lo no cardíaco.

51
GAIA

Este é um símbolo para trazer


grownding através da conexão
perfeita do chakra da raiz com o
centro da Mãe Terra.

Utilização:

Integra o indivíduo à Mãe Terra,


ancorando todo o aprendizado
espiritual, mental e emocional a
nível físico;

Traz toda e qualquer negatividade


presente e leva para o centro da
mãe Terra para que seja
transmutada;

Traz centramento, vitalidade e


ancoragem.

Quando se necessita de uma atuação mais forte do símbolo, podemos traçá-


lo no corpo todo da pessoa, iniciando no pé esquerdo, subindo até a cabeça e
descendo no pé direito. Depois desenhar a espiral da cabeça aos pés,
dizendo Gaia por 3 vezes.

Ao desenhar o símbolo, visualizar o triângulo em um vermelho pálido até o


mais forte vermelho que vibra no centro da Mãe Terra e o espiral em
dourado.

52
INTEGRAÇÃO

Este símbolo é utilizado para


integrar nosso aspecto sombra.
Trazendo a sombra à luz, podemos
transmutar sua negatividade e
utilizar sua sabedoria.

Este símbolo unifica nossos aspectos


gerais, harmonizando nosso ser,
tornando-nos um ser completo.
Serve também para consolidar novos
aprendizados e energias.

DESEJO

Esse símbolo é utilizado para


projetar e proteger desejos e
aspirações no futuro.

Ele clarifica o propósito e traz


abertura para que a energia do
universo possa agir em nosso favor.

Muito bom para ser utilizado em


pessoas inseguras ou ansiosas.

53
TRINDADE

Existem duas maneiras de se


desenhar o símbolo Trindade:

1 - Para limpar bloqueios: dedos da


mão esquerda em cone desenhe o
triângulo 3 vezes no sentido anti-
horário começando do lado esquerdo
da base e então desenhe o círculo 3
vezes no sentido anti-horário e
continue circulando como se
desenhasse um espiral até sentir que
o bloqueio foi removido.

2 - Para colocar energia qualificada num local: dedos da mão direita em


cone, desenhar o círculo 3 vezes no sentido horário e em seguida desenhar o
triângulo três vezes, no sentido horário começando do topo. Logo após,
desenhar o símbolo, colocar as duas mãos sobre a área.

TAMA RASHA

Este símbolo pode ser utilizado de


duas maneiras:

Para ancoragem ou
integração de
aprendizados: visualizar o
símbolo com os traços
sendo criados de fora para
dentro.

Para elevar a energia ou vibração,


para conectar com padrões de

54
energia superiores: visualizar o símbolo com os traços sendo criados de
dentro para fora.

SHASTA

Este é um símbolo de altíssima


vibração, alcançando dimensões
superiores.

1 -Traz a ancoragem do espiral da


vida, auxilia a fusão da alma com o
corpo físico, auxiliando a ancorar
as altas vibrações da alma e
mônada no DNA do corpo físico.

2 - Auxilia na abertura de pilares


de luz. Para essa utilidade
visualizar Shasta se abrindo na
fonte divina do universo e
descendo até o centro da Terra.

KYO

Este é um poderoso símbolo usado desde a


antiguidade para desobsessão.

Utilizações:
 Durante uma desobsessão ou limpeza
de energias intrusas;

 Colocado em ambientes par proteger e


manter o local livre de energias
intrusas.

55
SABEDORIA UNIVERSAL & LUZ

Este é um poderoso símbolo para


auxiliar a abertura dos chakras
coronário e frontal.

Unifica as energias do mental inferior


com o mental superior.

Pode ser utilizado como auxiliar nas


iniciações.

Para este símbolo pode ser entoado OM


RA enquanto faz o desenho.

PODER

Este símbolo é considerado um Yantra


de poder pessoal e pode ser usado pelo
mestre de Reiki para trazer mais
centramento, poder pessoal e auto
confiança ao passar seus
conhecimentos para os alunos.

Pode ser utilizado a qualquer momento!

56
MARIA

A curva deste símbolo é um energizador, o


“M” representa o poder feminino que está
presente em todas as mulheres. Os homens
também podem beneficiar-se deste símbolo
já que abre o poder de criatividade, zelo e a
natureza de cura.

Para usá-lo devemos orar para o Deus-Mãe


pedindo que nos ajude naquilo que
precisamos. Este símbolo como todos os outros pode ser energizado com o
Choku Rei. Chamamos pelo nome de Maria por 3 vezes enquanto desenhamos
o “M”, mandamos os símbolos pedindo para que potencialize e retorne em
energia de cura.

Outros mestres, santos e anjos irão nos ajudar neste e qualquer outro
símbolo de cura que pedimos. Também é possível mandarmos para eles os
símbolos de cura pedindo que mandem a energia diretamente para quem nos
pediu ajuda ou para o planeta. É possível também desenhá-lo na areia ou na
terra com os nossos dedos em forma de cone.

LUZ CRÍSTICA

Este símbolo representa a Luz Crística. Ele drena


toda a negatividade ou energia nociva para o ponto de
conversão de todas as linhas, no centro,
transmutando-as.

Visualizar o símbolo como se fosse feito de pura luz


branca entrando pelo coronário e conforme vai se
expandindo e movendo pelo corpo, drenando e
transmutando as negatividades ou energias nocivas.

57
JÚPITER

Este é o símbolo do planeta Júpiter, cujas


características positivas são expansão,
abundância, prosperidade, sorte...

Para atrair abundância desenhamos Choku Rei –


Júpiter- Choku Rei e entoamos “Pégasus,
Júpiter, Pégasus, Júpiter...” por alguns minutos,
como se estivesse produzindo o som de um
cavalo galopante. Podemos incluir os símbolos
Mara e Shanti em trabalhos para abundância.

RAM
CRIAÇÃO/BRAHMA

Brahma é o nome que os hindus dão à


consciência absoluta, ou seja, a energia
da criação. Por ser um poderoso
mantra, é utilizado juntamente com
este símbolo.

Desenhando primeiro o círculo no


sentido anti-horário e depois a estrela
de cinco pontas no sentido horário
começando pela ponta da esquerda, o
símbolo serve para criar energia
qualificada e recriar qualquer coisa que
tenha sido destruída.

58
DESCRIAR

Desenhando o mesmo símbolo ao


contrário, começando pela estrela sendo
no sentido anti-horário, partindo do
vértice de cima e depois desenhando o
círculo no sentido horário, ele serve para
descriar, ou seja, banir aquilo que se
deseja.

Este é um símbolo muito poderoso, por


isso sempre que for utilizado são
necessárias bastante consciência e
intenção clara do que se deseja fazer. Ele
representa o homem perfeito dentro deste universo, ou podemos também
defini-lo como a manifestação da energia dos cinco elementos no universo.

Uma boa forma de utilização deste símbolo é conciliar suas duas formas de
utilização. Primeiramente limpamos ou descriamos algo que esteja sendo
nocivo e recriamos da maneira como deveria ser. Por exemplo: trabalhando
com câncer, descriamos as células cancerígenas e recriamos células normais
em perfeitas condições para colocar no lugar.

CURA CELULAR

Este símbolo foi passado pelo reino angélico


e serve para reestruturação celular.

Uma forma de trabalhar com este símbolo é


preencher um cristal com o mesmo e
trabalhar com o símbolo através do cristal.

Neste caso o melhor cristal é o de ponta.

Outra coisa que pode ser feita é preencher


um cristal com o símbolo para que a pessoa

59
que necessita da cura use-o constantemente (lembrar que o mesmo precisa
ser limpo e recarregado constantemente).

ESPADA DE SAINT MICHAEL

Existem três versões para este


símbolo. Deve-se escolher uma
delas, no entanto o símbolo pode
modificar-se por si só em alguns
momentos.

Este símbolo corta os laços e


amarras que nos deixam presos às
limitações de nossas próprias
mentes nos impedindo de seguir em
frente. Quando energizado com
Choku Rei, este símbolo cria um
campo especial para que a espada
possa trabalhar. A espada
geralmente torna-se brilhante e
iluminada no momento em que está
realizando o corte dos laços e a luz
se apaga assim que o trabalho
estiver completo.

Pode ser usado sozinho ou


combinado com Hosana, o que deixa
o símbolo ainda mais forte. Pode
também ser combinado com Sei He
Ki para cortar laços específicos
com padrões mentais.

Este símbolo traz coragem para sermos nós mesmos, pois nos liberta de
todas aquelas coisas que carregamos sem serem nossas. Conseqüentemente
ele traz realização pessoal e possibilidade de nos expressar
verdadeiramente ao mundo.

60
Quando não se sabe exatamente o que necessita ser cortado, visualize-se
claramente em sua tela mental, desenhe a Espada de Saint Michael e Choku
Rei (use suas próprias mãos ao mesmo tempo em que visualiza-se
desenhando em sua tela mental), mande o símbolo para o Arcanjo Miguel e
peça a ele que leve-o para o que necessita ser cortado.

PROTEÇÃO

Este símbolo visto tridimensionalmente


modifica a forma do quadrado para um
diamante ou octaedro. Este símbolo
serve para proteção e expansão do
sentimento de segurança. Este
sentimento é a base para que todo o
resto em nossas vidas possa ser
realizado perfeitamente.

Muito bom para ser utilizado antes de


meditações ou trabalhos que exijam
total centramento.

CURANDO O CORAÇÃO

Este símbolo deve ser visualizado como se fossem


etapas de uma cura acontecendo no coração simbólico.

Serve muito bem para pessoas que terminaram


relacionamentos e desejam estar novamente abertas
para outras relações e também, para pessoas que foram
traídas, magoadas ou abandonadas.

Juntamente com o uso do símbolo pode-se pedir para a


pessoa que visualize seu coração simbólico e inspire o
fogo violeta para dentro dele, transmutando todos os
resíduos de mágoa, raiva, etc, e expire tudo para fora.

Depois peça para a pessoa preencher as lacunas com o


amor da fonte criadora ou com luz verde.

61
Este é um trabalho gradativo que deve ser realizado juntamente com cura
de padrões inconscientes que levam a pessoa a atrair a situação anterior
para si

HARMONIA ATRAVÉS DO CONFLITO

Este símbolo serve para nos conectar


com a energia do 4º raio da alma, que
cria a harmonia através da resolução e
compreensão dos conflitos.

Este símbolo é muito bom para ser


utilizado em adversidades, situações de
conflito, dificuldades ou em momentos
onde o indivíduo está passando por
momentos de extrema negatividade e
raiva em relação a vida.

ROTA NEN DA
(RECONCILIAÇÃO)

Este símbolo é usado para


Reconciliação nos quatro níveis: físico,
intelectual, emocional e espiritual.

Cada quarto do símbolo representa um


dos níveis. Visualize o símbolo e a cura
acontecendo em cada nível conforme
os arcos de cada quadrante vão sendo
desenhados, chegando cada vez mais
próximos até formarem um círculo
completo. As marcas de guisado são
desenhadas de fora para dentro
unificando o círculo.

62
É usado para lacrar, selar e curar relacionamentos e clarear os laços que
foram criados e atrapalham as relações. Manifesta a reconciliação. Alivia as
culpas e medos, diminui tensão e stress, dando uma sensação de aconchego;
auxilia em conflitos, auxilia em trabalhos conjuntos, trabalha na limpeza de
Karmas e débitos, amplia sentimentos de perdão, coloca mente e coração
juntos. Este símbolo pode ser utilizado para cura planetária.

SHANTI MI KA

Este símbolo é usado par ajudar


todos nós a encontrar a Luz nos
outros. As linhas em forma de
cadeira representam uma
pessoa.

A linha curva é como se fosse


uma corda espiritual buscando
harmonia, luz, felicidade, amor e
paz. As três linhas são
receptores para levantar e
amplificar as impressões
vibracionais do receptor (pessoa que está recebendo o símbolo).

Este símbolo ajuda a aumentar a percepção do que é bom ou ruim, positivo


ou negativo para cada pessoa ou ambiente está ou foi exposto a energia
negativa ou intrusa. Identifica onde está a energia negativa em uma pessoa,
para isso soprar o símbolo e expandi-lo pelo campo áurico da pessoa até
receber a resposta.

63
UNIDADE

Este símbolo é formado por dois


cumes de Montanha que enviam
para cima colunas de luz verde
com energia marrom iluminando e
sustentando um arco de luz
violeta.

As estruturas circundantes são


azuis vislumbrando luz de paz,
harmonia, clarificação de
propósitos e equilíbrio. O “V”
invertido é uma luz avermelhada que representa os trabalhadores da luz,
levantando esta estrutura de unidade ao planeta e ancorando-a.

Este símbolo pode ser usado individualmente para unificar os sentimentos e


propósitos da relação. Pode também ser utilizado para cura planetária para
unificar raças, grupos com a Natureza e o Universo.

INICIAÇÕES EM TERA MAI SEICHEM

As iniciações em Tera Mai Seichem são exatamente iguais as do Reiki Tera


Mai, exceto pela mudança de cores na respiração das cores como
descrita abaixo:

Na hora das mudanças de cores da luz, seguir a seguinte seqüência:

BRANCO, AZUL, PRATEADO, ROSA DOURADO (VIOLETA DOURADO) E


ARCO IRIS.

64
LINHAGEM

PRIMEIRA LINHAGEM
Tera Mai Seichem
Kahunas
Katleen Ann Milner
Rosy Naor
Jorge e Sandra Ramos
Heldney Cals
Hannah Krys
Gabriel César Dias Lopes
Você

SEGUNDA LINHAGEM
Reiki Tera Mai

Mikao Usui
Chujiro Hayashi
Hawayo Takata
Íris Ishikuro
Arthur Robertson
Rick&Emma Ferguson
Margarette R. Shelton
Katleen Ann Milner
Viviana Reurnagaray
Maria Ester Di Sipio
Antonio Melo
Gabriel César Dias Lopes
VOCÊ

65
CRÉDITOS E AGRADESIMENTOS
A HANNAH KRYS PELOS VALIOSOS AVANÇOS QUE TEM
NOS PROPOSCIONADOS NESTA NOSSA AREA DE
ATUAÇÃO

A FRAN HARDY PELA AJUDA CONSTANTE EM PROL DA


PROPAGAÇÃO DA TECNICA REIKI DE CURA E
ASCENÇÃO E PELA LUZ EM NOSSA VIDA.

E AOS MESTRES DA CIDADE DE FORTALEZA – CE, NA


PESSOA DE CARLOS AUBERTO DE FRANÇA REBOUÇAS
JUNIOR , QUE TANTO TEM ENVIDADO SEUS ESFORÇOS
NUM SENTIDO DE DAR ACESSO AOS BUSCADORES
DESTE ESNSINAMENTO.

CRÉDITOS A HANNAH KRYS PELA CONFECÇÃO DESTE


MATERIAL QUE ENSINA A TODOS NÓS.

SAUDOSAMENTE;

GABRIEL CÉSAR DIAS LOPES


PRESIDENTE INST. LOGOS SOLAR

66