Você está na página 1de 5

Rapunzel

. Um desejo com um alto preço


Era uma vez uma mãe que estava grávida e com muito desejo de comer
alface. Então ela pede ao marido, muito bonzinho, que trouxesse para
ela um pé de alface.

Acontece que a única alface que existia na região se encontrava dentro


do terreno de uma bruxa.

Como o marido sabia que a bruxa nunca permitiu que ninguém pedisse
nada de sua horta, ele resolveu ir escondido até lá e roubar o pé de
alface da horta da bruxa.

Acontece que a bruxa o flagra na hora que estava cortando a alface.


O homem explica a situação, e a bruxa responde que ele pode levar a
alface, mas que a criança, ao nascer será dela.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Ao desejar os frutos da terra, fica-se refém da bruxa, que cobra como preço, a
alma humana.

O alto preço da mentira, do desejo, da “porta larga”


. Alguém já passou pela experiência de mentir e ser descoberto depois?
. De fazer algo escondido e alguém descobrir?
. Alguém já caiu na tentação de dar um jeitinho sem ninguém saber,
como o marido ao roubar a alface na horta da bruxa?
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

. Isolada da realidade
Imagem 02 – torre e trança
Assim que a criança nasce, a bruxa a aprisiona no alto de uma torre e a
isola totalmente do mundo.

Os anos foram passando e Rapunzel, que a esta altura, já era uma


moça, tinha uma longa trança, já que a Bruxa nunca cortou os cabelos
da jovem.
Todas as vezes que a Bruxa precisava sair do castelo ela descia, pela
janela, através das tranças de Rapunzel, como uma corda. E quando
voltava, gritava:

- Rapunzel, jogue-me suas tranças!

Subia pelas tranças e logo ia contar para Rapunzel o que estava


acontecendo lá do lado de fora.

Imagem 03 – bruxa e Rapunzel

Só desgraça saia de seus lábios, a Bruxa tinha muita inveja das moças
do povoado, só enxergava os defeito das pessoas e falava mal de todo
mundo.
Além disso, era também muito fútil: só reparava na aparência, dizendo
que Fulano era horroroso (“olha aquele nariz”), que a outra se vestia mal
ou estava despenteada....

Infelizmente, o único contato que Rapunzel tinha com a vida era através do que a bruxa
lhe contava. A bruxa via em espelho.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
A torre é a personalidade. Rapunzel presa nela, sem uma experiência real no
mundo. Sua única comunicação com o mundo se faz através da bruxa (desejos,
instintos) que lhe traz o que ela necessita.

. Isolamento
Como será que Rapunzel se sentia numa torre tão alta, isolada da vida?
Sem poder conhecer pessoas, lugares, conversar?

. Defeitos e qualidades
Todos nós temos defeitos e qualidades. Acontece que a bruxa não via o
lado bom de ninguém, só os defeitos.

Defeitos: Egoísta, Fofoqueiro, Mal educado, Metido, Invejoso,


Orgulhoso, Implicante…
Qualidades ou virtudes: Generoso, Carinhoso, Atencioso, Fraterno,
Humilde, Compreensivo, Solidário, Prestativo, Companheiro...
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

.Esgotamento e tomada de decisão


Um dia, porém, Rapunzel começa a se sentir profundamente angustiada
pois algo dentro dela dizia que a vida não poderia ser somente aquilo
que estava vivendo.

Não era possível que todas as pessoas fossem ruins, como a bruxa
dizia. Será que só existe maldade no mundo?

Então, ela diz para si mesma: Chega! Não acredito mais nisso. Deve
haver outra vida que não apenas essa que conheço e que estou
vivendo.

Imagem 05 – Rapunzel na varanda

Então, ela canta... E o canto dela é como uma oração, um pedido pelo
Novo em sua vida! Canta com toda beleza de sua alma!

Tristeza, por favor, vá embora


Minha alma que chora
está vendo o meu fim.
Fez do meu coração a sua moradia.
Já é demais o meu penar.
Quero voltar aquela vida de alegria!
Quero de novo cantar!

.A chegada do Novo na vida de Rapunzel


Acontece que um rapaz, que estava passando próximo ao local,
reconhece naquele canto que vinha da alma, um chamado, um pedido
de ajuda, e decide ir ao seu encontro.

Então, Rapunzel fica muito feliz em conhecer uma pessoa tão diferente,
que lhe traz tanta harmonia, tanta felicidade, que enxerga beleza no
mundo, que admira as pessoas, que enxerga suas qualidades…
E o príncipe passou a lhe visitar várias vezes, e passava várias horas
conversando com Rapunzel.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Ele reconhece o canto da alma dela. E, agora, não só a bruxa, mas o príncipe, o
Novo, subia nas tranças (pensamentos) de Rapunzel, que passou a ver a vida
pelos olhos da nobreza, da espiritualidade.
----------------------------------------------
. Luta e sofrimento
Imagem 05 – cortando o cabelo
Quando a bruxa flagra o príncipe subindo nas tranças de Rapunzel e a
felicidade que a menina estava, ela se enche de cólera.

Corta as tranças de Rapunzel, o príncipe cai num monte de espinho, lá


de cima, e fica cego.

E de tanta raiva, também lança Rapunzel para fora longe da torre…

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Mas a bruxa, ao descobrir, como sempre, reage e provoca luta e sofrimento,
cega a visão do espírito e joga a alma num deserto, sem esperanças ou
possibilidades.
----------------------------------------------

.Lágrimas de profundo amor


No dia seguinte, Rapunzel acorda, perdida, e sai caminhando com uma
profunda dor no coração:

Sonho meu, sonho meu


Vai buscar quem mora longe
Sonho meu
Vai mostrar esta saudade
Sonho meu
Com a sua liberdade
Sonho meu
No meu céu a estrela guia se perdeu
A madrugada fria só me traz melancolia
Sonho meu…
Até que o rapaz, novamente reconhece o seu canto e chama por ela. Ao
ouvir seu chamado, ela corre ao seu encontro e o encontra cego,
vagando pelo mundo.

Nesse dia, suas lágrimas - dor sagrada - vinda de profundo amor,


lavaram os olhos do rapaz e reabriram a sua visão.

Assim eles se uniram e viveram felizes para sempre.


Imagem 06 – Rapunzel e o rapaz

. Recapitulação da jornada da Rapunzel

Rapunzel mudou a sua mente, se libertou de um monte de ilusão, se libertou do


domínio da bruxa e recuperou sua visão espiritual (fecho da harmonia)

1. Rapunzel mudou sua mente, não aceitou mais enxergar o mundo


apenas através da visão da bruxa, sem contato com a realidade.
2. Resolveu acreditar que devia haver um mundo diferente daquele
que experimentava e só lhe causava sofrimento.
3. Entoou um canto que veio de sua alma, pedindo que o Novo
chegasse e a libertasse daquela prisão.
4. Através da convivência com o rapaz, passou a mudar a sua
mente, se libertou de um monte de ilusão.
5. Se libertou do domínio da bruxa
6. Experimentou a solidão e sem saber para onde ir, novamente
cantou, pediu ao sonho para trazer seu amor.
7. Encontrou seu amado.
8. Com lágrimas de profundo amor, o ajudou a recuperar sua visão.
9. Se uniu e encontrou a harmonia.
10. Viveu feliz para sempre!

Você também pode gostar