Você está na página 1de 2

O MANEJO DA CLASSE

O manejo da classe é a supervisão e o controle efetivo que o professor exerce sobre


seus alunos com o propósito de criar e manter em suas aulas uma atmosfera sã e
propícia para a atenção e o trabalho mental intensivo, desenvolvendo nos alunos hábitos
fundamentais de ordem, disciplina e trabalho, e inculcando-lhes sentido de
responsabilidade. O manejo da classe se propõe simultaneamentea objetivos imediatos
ou instrutivos e objetivos mediatos ou educativos.

Os objetivos imediatos ou instrutivos são:

a) Assegurar a ordem e a disciplina necessárias para o trabalho em aula.

b) Garantir um melhor aproveitamento do tempo, levando os alunos a render mais


nos estudos. Estes objetivos asseguram, por conseguinte, a condições necessárias e
dinispensáveis para todo o trabalho escolar eficiente.

Os objetivos imediatos ou educativos são de fundamental importância para a formação


moral e social dos educandos e consistem em desenvolver nos alunos:

a) Sentido de responsabilidade.

b) Atitudes de sociabilidade e de respeito aos superiores e aos colegas.

c) Espírito de colaboração e de auxilio mútuo.

d) Amor ao trabalho e gosto pelo estudo.

e) Hábitos de asseio, de ordem e de boa conduta social e individual.

f) Atributos de caráter moral como honestidade, lealdade, veracidade, franqueza,


etc..

Há três tipos fundamentais de manejo da classe:

a) Corretivo: consiste na vigilância rigorosa, castigando-se a posteriori as


infrações cometidas pelos alunos.

b) Preventivo: consiste em prever as infrações, antecipando-se a elas, e evitar


suas causas impedindo assim sua incidência.

c) educativo: consiste em formar o espírito dos alunos para o auto-governo e a


auto-disciplina consciente no trabalho e no estudo.

O manejo corretivo, o qual foi usado e abusado em épocas passadas, é um


anacronismo condenado pela psicologia e pela moderna pedagogia por ser prejudicial à
formação de personalidades sãs e equilibradas.

O manejo preventivo é, até certo ponto, eficaz e valioso; mas, usado exclusivamente
não desenvolve o sentido de responsabilidade nem os hábitos fundamentais de auto-
governo, tão essenciais para a formação da personalidade dos alunos,

O manejo educativo, ideal da moderna didática, é ocontroe efetivo exercido não por
processos autoritários e coercitivos, e sim pelo mando democrático do professor, por seu
poder de persuasão, pela estima e respeito mútuos entre professor e discípulos, pela
cooperação franca e leal nos trabalhos. A ordem e a disciplina se voltam então
conscientes, originando responsabilidades conjuntas para a classe e o professor; este
assume o papel, não já de ditador ou de fiscal antipático, e sim de superior esclarecido e
amigo orientador; os alunos ganham conciência e responsabilidade, e se convertem em
guardiães de si mesmos no tocante a suas atividades e à sua conduta.

Podemos assinalar os seguintes princípios e normas para o manejo da classe:

1. Implantar e manter uma pauta de funcionamento normal, ditando aos alunos


instruções específicas. Através do ano escolar, deve o professor vigiar o cumprimento
destas práticas por parte dos alunos, insistindo em sua observância.

2. Manter sempre uma sucessão ordenada das atividades das classes, de modo que os
alunos se habituem a ela, evitando-se surpresas que provoquem desordens na classe.

3. Ocupação mental intensiva de todos os alunos: a indisciplina na classe é quase


sempre fruto inevitável da ociosidade mental, ou seja, da ausência de objetivos
imediatose concretos que polarizem a atenção dos alunos e os induzam ao trabalho e à
atividade mental intensiva.

Muitos professores contribuem para esta ociosidade mental de seus alunos, ao ocupar-
se de alguns alunos individualmente e deixar os restantes sem tarefas definidas e
inediatas, em libertade, por conseguinte, para gracinhas, discussões e tumultos.

O professor deve, desde o principio, trabalhar com toda a classe, ocupando a atenção
de todos os alunos e dando-lhes tarefas definidas e imediatas para queas tenham;
despois disso é quando deverá atender aos problemas ou dificuldades individuais de cada
aluno.

4. Rotação dos alunos nas responsabilidades de classe: em vez de monopolizar todas


as atividades de classe, o professor moderno as distribue por turnos periódicos (mensais
ou bimestrais) entre seus alunos, dando-lhes oportunidade para colaborar nos trabalhos
e participar de funções de responsabilidade, tais como:

a) Direção de equipes de trabalho e de grupos de excursão.

b) Passar a lista e fazer a contagem de presenças e faltas dos alunos.

c) Encarregar-se da limpeza do quadro-de-giz e a provisão de giz, assim como do


cuidado com a limpeza da sala.

d) Recolher os deveres e repartir os apontamentos multicopiados entre os alunos.

e) Encarregar-se de manipular e conservar os equipamentos, livros e material


auxiliar empregado na aula.

f) Cuidar das portas, janelas, cortinas, interruptores, etc.

Texto original em espanhol. Autor:Luis Alves Mattos. Compendio de didáctica general (adaptación)
Con la autorización de Editorial Kapelusz.